Volta para página inicial
Últimas Notícias

Litoral Norte, 06 de abril de 2000 Arquivo

Justiça quebra sigilo de 10 vereadores
Políticos acusados negam envolvimento
Ubatuba veta garagens náuticas em praias
Caraguá apreende dois carros durante blitz
Feira no Procon de São Sebastião
Exposição de fotos da história sebastianense
Cultura Negra

 

Justiça quebra sigilo de 10 vereadores

A Justiça determinou a quebra de sigilo bancário de 10 dos 13 vereadores de Ubatuba --incluindo o prefeito em exercício Andrade Henrique dos Santos (PFL), que ocupa a vaga de Zizinho Vigneron (PPS), afastado por suspeita de fraude eleitoral.
Os parlamentares são acusados de receber dinheiro em troca da aprovação de projetos de alteração do uso do solo.
O pedido foi feito pelo Ministério Público e aceito ontem pelo juiz da 1ª Vara Cível, Carlos Gutemberg.
A Justiça tem prazo de cinco dias para notificar os políticos. Até ontem, três deles haviam sido informados da decisão.
Os vereadores ouvidos pelo ValeParaibano negam as irregularidades e dizem que suas contas estão abertas à Justiça (leia texto nesta página).
A quebra do sigilo tem como objetivo investigar eventuais transferências de recursos para as contas dos vereadores que comprovem a suposta propina, que incluiria depósitos de R$ 900 a R$ 1.900, segundo a denúncia encaminhada ao MP.
O dinheiro teria supostamente sido pago para garantir a aprovação de projeto que permitia a construção de prédios de quatro andares na Praia Grande, região central da cidade.
DOSSIÊ- No ano passado, o vereador afastado David Praxedes (PDT) apresentou um dossiê com fita-cassete, fita de vídeo e cópias de canhotos de cheques e depósitos bancários à promotora Eliana Vendramini.
Segundo ele, uma empresa teria gasto R$ 15 mil para aprovar o projeto. Ele não soube dizer quem teria depositado o dinheiro aos vereadores.
Apenas os vereadores João Fernandes Maziero e Mauro Barros, ambos do PFL não terão seu sigilo quebrado porque teriam votado contra o projeto. O vereador Pedro Pereira da Silva (PMDB) também está fora da relação porque era suplente quando houve a denúncia.
LISTA- Com a decisão, a Justiça autorizou a "devassa" nas contas dos vereadores Antônio Epifânio (PPS), atual presidente da Câmara, Sebastião Pindá (PMDB), Sidnei Filleto (PMDB), Eduardo César (PPS), Moralino Valim Coelho (PMDB), José Cândido de Souza (PPS), Gérson de Oliveira (PDT), Agenor Francisco de Paula (PPB), Benedito Julião (PFL) e até do prefeito em exercício Andrade Henrique dos Santos (PFL).
REAÇÃO - A decisão judicial provocou confusão ontem em Ubatuba. Muitos moradores apoiaram o que chamam de "processo de moralização do Legislativo."
"É bom que a população saiba o que acontece na cidade e aproveite para refletir nessas eleições", disse Alexandre Iwanow, secretário da Sal (Sociedade Amigos do bairro do Lázaro).
A estudante de Administração Ana Luiza Ribeiro espera que a decisão mude a imagem da cidade. "Ubatuba está muito afetada com tudo o que acontece na política. Quem sabe a imagem da cidade não começa a melhorar a partir de agora".  (Fonte: ValeParaibano)

Políticos acusados negam envolvimento

Vereadores cujos sigilos bancários foram quebrados pela Justiça afirmam que não receberam nenhuma notificação oficial sobre a decisão. Eles negam ainda a suposta propina e dizem que "não têm nada a temer".
O vereador Sidnei Filleto (PMDB), disse ontem que "não estava sabendo de nada."
Essa também foi a posição do vereador Sebastião Pindá (PMDB), que disse não ter sido informado sobre a decisão da Justiça.
O ex-presidente da Câmara, José Cândido de Souza (PPS), disse que apesar de não ter sido notificado não tem nada a esconder. "Minhas contas estão abertas para quem quiser verificar qualquer coisa".
O prefeito em exercício Andrade Henrique (PFL), também disse que suas contas estão abertas para qualquer investigação.
Os outros vereadores acusados não foram localizados na Câmara e em seus celulares, assim como os assessores jurídicos do Legislativo. (Fonte: ValeParaibano)

Ubatuba veta garagens náuticas em praias

A Câmara de Ubatuba aprovou projeto na sessão de anteontem que proíbe a instalação de garagens náuticas nas praias da Enseada, Perequê-Mirim e Lázaro. A proposta complementa uma anterior aprovada no final de fevereiro que previa a regulamentação da instalação de garagens em todo o município. O secretário da SAL (Sociedade Amigos do Lázaro), Alexandre Iwanow, disse que o projeto aprovado pelo Legislativo vai de encontro ao que a entidade buscava. "Mas queremos saber como vai ficar a situação da obra que está sendo feita nessa praia". Na praia do Lázaro está sendo construída uma garagem náutica em local considerado inadequado pelos moradores.  (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá apreende dois carros durante blitz

A Divisão Municipal de Trânsito de Caraguatatuba apreendeu ontem um Chevete e uma Kombi que faziam o transporte clandestino de passageiros no município. A fiscalização teve o apoio da Polícia Militar e de agentes da Fiscalização do Comércio. O diretor da Divisão de Trânsito, Celso Rapaci, afirmou que o Chevete estava em péssimo estado de conservação, com pneus carecas e sem lanterna de freios. O motorista da Kombi tentou fugir em alta velocidade, mas foi contido pela fiscalização. Os donos dos veículos foram multados em 500 Ufirs --R$ 532.  (Fonte: ValeParaibano)

Feira no Procon de São Sebastião

O Procon, órgão de proteção ao consumidor, está realizando a feira "Educação para o Consumo", em sua sede na cidade de São Sebastião. A exposição pode ser vista entre 12h e 16h, na avenida Guarda Mor Lobo Viana, 89, no Centro. O material exposto está disponível para montagem de feiras itinerantes em escolas, associações, entre outras entidades. O telefone do Procon é 452-1639.

Exposição de fotos da história sebastianense

Continua até o final do mês de abril, em comemoração aos 364 anos de São Sebastião e também aos 500 anos do Brasil, a exposição fotográfica de Edivaldo Nascimento. Trata-se de uma mostra de fotos antigas reproduzidas pelo fotógrafo, que conta com grande acervo. As fotografias podem ser vistas de segunda à sexta, das 8h às 18h, no Arquivo Histórico, no Centro de São Sebastião.

Cultura Negra

A Prefeitura de São Sebastião, por meio do Fundo Social de Solidariedade, com apoio do Conselho Municipal da Comunidade Negra, realiza mais um curso de resgate e valorização da cultura negra. As exposições foram abertas hoje no Centro Comunitário da Topolândia. Entre os temas que serão abordados na discussão está a trajetória dos negros durante os 500 anos do Brasil. Além disso, aspectos de cidadania, questões de violência, drogas e discriminação racial também serão enfocados. As aulas serão desenvolvidas às segundas e terças, das 19 às 21h30, no Centro Comunitário. As inscrições podem ser feitas no local.


Receba as Últimas Notícias do Litoral Virtual via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Truckmodelismo Brasil Studio Maranduba

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Conheça as cidades do Litoral Norte:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Home Litoral Virtual - Home Page
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet

info@litoralvirtual.com.br
©1995/2010 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor

Sites do grupo: Litoral Virtual - Jornal Maranduba - PanoTour - Caraguá - Maranduba - Maré Legal - Truckmodelismo Brasil - ECampi