Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 07 de novembro de 2000 - Nº 162 Arquivo
Giorgio Restaurante American Bar
Truckmodelismo Brasil
  
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Dimensões da Tragédia: 20 praias atingidas por óleo
De Quem é a Culpa?
Multas contra Petrobras chegam a R$ 27 mi
Juiz retém embarcação no canal para perícia
Limpeza deve ser concluída até amanhã
Acidentes chegam a 177 desde 72
Acidente provoca dano em mangue de Caraguá
Brasil vira destino de navios velhos
Ação quer barrar flat no litoral
Casal fica refém de assaltantes
SEBRAE realiza curso “Boas Práticas de Manipulação de Alimentos”
Ciclistas de Caraguá lideram no campeonato Valeparaibano
Resultados da 2ª Prova Pedestre da Primavera em Caraguá
Copamed 2000 foi realizada em Caraguatatuba


Dimensões da Tragédia: 20 praias atingidas por óleo

Pedro Ivo PratesLitoral Norte - A mancha de óleo formada após uma fissura de 90 centímetros no navio cipriota Vergina 2, fretado pela Petrobras para transportar petróleo da Bacia de Campos (RJ) para o Porto de Sebastião, já atingia ontem à tarde pelo menos 20 praias do Litoral Norte, de acordo com as prefeituras. O trabalho de remoção da poluição vem sendo feito por 720 pessoas e deve terminar amanhã.
O acidente foi o maior na região desde 94 e deve render uma multa milionária à Petrobras - somente a Secretaria Estadual do Meio Ambiente vai cobrar R$ 7 milhões pelo episódio. (Fonte: ValeParaibano)

De Quem é a Culpa?

Diego Padgurschi/VPLitoral Norte - O secretário estadual do Meio Ambiente, Ricardo Trípoli (dir.), esteve reunido em São Sebastião, com o superintendente de Dutos Terminais Centro-Oeste da Petrobras, Márcio Leorati, para discutir as responsabilidades do acidente. Para o Estado, a culpa é da Petrobras que, por sua vez, espera a conclusão do inquérito para se pronunciar. (Fonte: ValeParaibano)


Multas contra Petrobras chegam a R$ 27 mi

São Sebastião - A Petrobras já foi multada em mais de R$ 27,1 milhões pelo vazamento de óleo no canal de São Sebastião e Ilhabela. A multa mais volumosa foi aplicada pela Secretaria do Meio Ambiente de Ilhabela --R$ 10 milhões diários. A cidade teve 11 praias e um mangue afetados pelo acidente.
O secretário municipal do Meio Ambiente, José Guilherme de Souza Galvão, disse que houve uma atualização do valor da multa ambiental em maio passado. "O município está sendo mais rigoroso com relação à degradação ambiental."
Ontem, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente determinou a aplicação de uma multa no valor de R$ 7,1 milhões. O valor foi estabelecido com base em dispositivos da Lei nº 9.605/98, que trata de crimes ambientais. É a primeira vez, desde sua promulgação em 1998, que a secretaria aplica a lei.
Segundo a secretaria, a decisão da multa foi tomada com base nos antecedentes da Petrobras este ano. De acordo com a secretaria, ocorreram sete acidentes em 2000.
A Secretaria do Meio Ambiente de São Sebastião aplicou uma multa de R$ 46.816 pelas 9 praias atingidas.
A Petrobras adiantou que deve recorrer das penalidades e que as multas serão analisadas por seu departamento jurídico.
AUTUAÇÕES - Nos últimos cinco anos, a empresa pagou apenas 10% do valor de multas ambientais aplicadas pelo governo estadual.
Do total de autuações no Estado, 72% foram registradas no Litoral Norte, que é a área mais afetada devido ao grande trânsito de navios petroleiros.
As penalidades somam R$ 7,1 milhões, mas apenas R$ 709 mil haviam sido pagos até março deste ano. Foram lavrados 107 autos de infração desde 95 e apenas 17 foram pagos. (Fonte: ValeParaibano)

Juiz retém embarcação no canal para perícia

Ilhabela - O juiz da Vara Distrital de Ilhabela, Josué Pimentel, concedeu ontem liminar impedindo a saída do barco Vergina 2 do canal de São Sebastião antes da realização de perícia que vai avaliar os danos do acidente à atividade pesqueira.
O pedido havia sido feito pela colônia dos pescadores de Ilhabela. Um dos advogados da Colônia, Pedro Ernesto Prudêncio, disse que o objetivo da é garantir a vistoria. Cerca de 800 pescadores exercem a atividade no município.
Desde sábado, os barcos pesqueiros e de lazer estão sendo deslocados para a retirada do óleo do casco. O proprietário de uma lancha e um veleiro André Mello disse ter perdido cerca de R$ 1.000 no domingo porque não pôde usar o barco para atividades turísticas.
A Petrobras está distribuindo uma carta para a população informando o ocorrido. O diretor de Dutos e Terminais da Transpetro, Wong Loon, disse que assistentes sociais da empresa vão cadastrar as pescadores e donos de embarcações atingidas para que elas possam ser limpas. (Fonte: ValeParaibano)

Limpeza deve ser concluída até amanhã

Ilhabela - A Petrobras mobilizou 720 pessoas e 50 embarcações para conter o avanço do óleo nas praias de São Sebastião, Ilhabela e Caraguatatuba. A principal parte do trabalho foi feita no domingo quando o óleo mais espesso chegou à costa norte de São Sebastião. A expectativa da estatal é que os trabalhos de limpeza terminem amanhã.
O grupo que atua no caso esperava que o vento mantivesse o petróleo em alto-mar, mas houve uma inversão durante à noite de anteontem e o produto chegou às praias.
O diretor de Dutos e Terminais da Transpetro, Wong Loon, disse que o Cempol (Centro Modelo de Combate à Poluição por Óleo), de São Sebastião, tem equipamentos adequados para esse tipo de emergência.
O secretário estadual do Meio Ambiente, Ricardo Trípoli, disse que são necessários mais pontos na região para a armazenagem desse material.
Loon disse que está sendo instalado um armazém em Guarulhos para servir os portos de São Sebastião e Santos com equipamentos maiores.
O presidente da Petrobras, Henri Philippe Reichstul, afirmou que o acidente em São Sebastião foi provocado por erro de manobra de um prático (profissional que ajuda navios a atracar) que fazia um serviço para uma embarcação fretada pela estatal. (Fonte: ValeParaibano)

Acidentes chegam a 177 desde 72

Litoral Norte - Desde 1972, o Litoral Norte paulista já registrou pelo menos 176 acidentes que resultaram em vazamentos de óleo na orla marítima --incluindo rompimentos de dutos e vazamentos de embarcações. Só este ano, a região enfrentou sete acidentes, incluindo as ocorrências de pequeno e médio porte. Confira abaixo uma lista com os principais episódios envolvendo vazamento:
11 de janeiro de 78 - O navio Brazilian Marina derrama 6 mil toneladas de óleo ao bater em rochas submersas
3 de fevereiro de 83 - O navio Arabian Sea derrama 300 toneladas de óleo no mar, ao chocar-se com outra embarcação
28 de setembro de 86 - O navio Hoels Hills derrama 50 toneladas de óleo
9 de agosto de 87 - O navio Muriaé derramou 5 toneladas de óleo no canal
24 de agosto de 88 - O navio Esso Havaí derramou 30 toneladas de óleo no mar
27 de agosto de 88 - O navio Ubarana despeja 200 toneladas no mar após apresentar fissura no casco
4 de fevereiro de 89 - O navio Japura derrama 50 toneladas no mar
26 de maio de 91 - Nos navios Penélope e Piquete derramam 300 toneladas de óleo após se chocarem no mar
18 de junho de 91 - O navio Theomana espalha 20 toneladas no mar
15 de maio de 94 - Rompimento de duto espalha 2,7 mil toneladas de óleo no mar, atingindo 16 praias de São Sebastião e Ilhabela
Fevereiro de 97 - O navio Bagé espalha 16,6 toneladas de óleo, atingindo cinco praias no Litoral Norte
4 de abril de 98 - O navio Heidmar Vigour derrama 10 litros de óleo no mar
21 de julho de 98 - O navio Heidmar Vigour espalha 1.000 litros de óleo na região
20 de agosto de 98 - O navio Maruim derrama 4.500 litros de óleo, atingindo 31 praias
21 de dezembro de 98 - O navio Lages derrama 50 litros no mar
13 de agosto de 99 - O navio Princes Laura espalha 1.000 litros de óleo no mar
20 de janeiro de 2000 - O navio Japurá tem vazamento de 50 litros de óleo
27 de janeiro de 2000 - transbordamento no separador de água e óleo do tebar provocou vazamento de óleo para o córrego do Outeiro, que atravessa o terminal
2 de fevereiro de 2000 - transbordamento de tanque do pier do Tebar provoca vazamento de 50 litros de óleo
5 de fevereiro de 2000 - vazamento de 0,5 litros de óleo através de dreno de fundo do navio Libra Albacora
17 de março de 2000 - O navio Mafra derrama 7.250 litros de óleo, atingindo 26 praias de Ilhabela
15 de abril de 2000 - gotejamento de óleo através de válvula de carga do navio Mafra provocando o vazamento de 0,5 litros de óleo
4 de novembro de 2000 - falha de manobra provoca rompimento no casco do navio Vergina. Cerca de 86 mil litros de óleo vazaram.
Fontes: Cetesb e Capitania dos Portos - (Fonte: ValeParaibano)

Acidente provoca dano em mangue de Caraguá

Caraguatatuba - O vazamento de óleo já pode ter atingido ontem a margem do mangue do rio Juqueriquerê, na costa sul de Caraguatatuba. Segundo a Associação Caiçara do bairro, centenas de camarões e siris em fase de reprodução foram encontrados mortos no local.
O rio é o maior do Litoral Norte com cerca de cinco quilômetros de extensão. O óleo também atingiu o mangue da Barra Velha, em Ilhabela.
O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis) deverá multar a Petrobras em cerca de R$ 1 milhão pelo derramamento do óleo na área de manguezal, segundo a assessoria.
O instituto estima que será necessário mais de um mês para que toda a área atingida fique limpa dos vestígios do óleo. O laudo oficial do Ibama deverá ser apresentado até o final da semana.
Segundo a Prefeitura de Caraguatatuba, um trecho de aproximadamente 500 metros da margem direita do mangue foi poluído pelo óleo. Foi feito um mutirão com 25 homens cedidos pela Petrobras e moradores vizinhos que ajudaram a colocar bóias para impedir o avanço do óleo.
A diretora da associação dos caiçaras, Silvia Regina Paes, disse que houve demora para a proteção desse ecossistema. "Se eles tivessem feito a barreira logo, não haveria a mortandade de camarões e siris." (Fonte: ValeParaibano)

Brasil vira destino de navios velhos

Litoral Norte - O Brasil está recebendo em suas águas navios cargueiros impedidos de navegar em outros países, segundo o movimento ambientalista internacional Greenpeace.
Parte dos sucessivos acidentes com produtos tóxicos na costa e portos brasileiros é causada por embarcações velhas e obsoletas. "É inaceitável que o choque em um píer possa causar um desastre ambiental", afirma Délcio Rodrigues, membro do Greenpeace.
Segundo a organização, os navios ultrapassados deixam de receber a licença para transitar por águas de países detentores de legislações ambientais rígidas. Uma saída para manter a frota na ativa é transferir essas embarcações para empresas situadas em países que concedem licença sem criar embaraços quanto às condições náuticas do navio, incluindo a segurança dos compartimentos de carga. Entre esse países estariam o Chipre, Malta, Libéria e Panamá.
Por serem impedidos de aportarem em países desenvolvidos, esses barcos são colocados para operar em rotas voltadas exclusivamente para as nações do terceiro mundo. O principal motivo é a falta de rigor no controle das embarcações quanto à segurança.
No caso de São Sebastião, o navio teria de possuir, pelas normas de navegação de outros países, casco duplo. (Fonte: ValeParaibano)

Ação quer barrar flat no litoral

São Sebastião - O secretário de Meio Ambiente de São Sebastião, Eduardo Hipólito, e o diretor do Departamento de Licenciamento de Obras, Newton Marcos Gasparini, estão sendo acusados aprovar irregularmente um flat residencial em uma área de preservação ambiental do município.
O arquiteto e perito judicial Reinaldo Honório Júnior, de São Sebastião, encaminhou no mês passado ao Ministério Público denúncia contestando a aprovação do projeto que prevê a construção do flat em uma área de 3.800 m2 no bairro Juqueí.
O planta do flat foi aprovada em 22 de dezembro de 99 e prevê a construção de 28 apartamentos.
Honório Júnior disse que o projeto foi aprovado em dez dias úteis e foi elaborado por Gasparini - a quem caberia fiscalizar a obra. "O terreno está situado em Zona de Proteção e a planta não trás nenhuma descrição da preservação da vegetação local. A área também permite somente construções com 5.000 metros quadrados."
O secretário de Meio Ambiente, Eduardo Hipólito, disse que o projeto estava tramitando na prefeitura desde o dia 28 de maio de 99. "Não vejo problema nenhum no fato de o Gasparini ser o autor do projeto."
O diretor do Departamento de Obras, Newton Marcos Gasparini, disse que não há irregularidade. "Temos todos os laudos técnicos ambientais e não existe lei municipal que determine o tamanho da construção."
A proprietária do terreno e do projeto, Magda Gueyer Salles, disse que toda a documentação é legal. (Fonte: ValeParaibano)

Casal fica refém de assaltantes

Caraguatatuba - Um casal foi mantido como refém por meia hora ontem pela manhã durante uma tentativa de assalto a uma casa no bairro Estrela D'Alva, em Caraguá.
Segundo a polícia, Renato Alves Brito, 19 anos, e Tiago dos Santos Teixeira, 18 anos, foram surpreendidos armados na casa de Francisco Carlos da Silva, 47 anos, por uma equipe policial que fazia ronda no bairro. A dupla também teria rendido Irani Ferreira de Souza, 45 anos.
Os acusados, que estariam com revólveres calibre 22 e 38, renderam-se após negociação com a polícia. Os dois foram levados para a cadeia de Caraguá. As vítimas não sofreram agressões. (Fonte: ValeParaibano)

SEBRAE realiza curso “Boas Práticas de Manipulação de Alimentos”

Caraguatatuba - O SEBRAE, Agência Litoral Norte em parceria com a Prefeitura Municipal de Caraguá estará realizando o curso “Boas Práticas de Manipulação de Alimentos” nos dias 8 e 9 de novembro, das 9 às 18 horas no prédio da SETUR - Secretaria de Turismo de Caraguatatuba, na Praça Diógenes Ribeiro de Lima, nº 140, Centro.
O curso é indicado para todos aqueles que manipulam ou comercializam alimentos (bares, restaurantes, hotéis e similares). De acordo com a programação do curso serão abordados os seguintes temas: fontes de contaminação, doenças de origem alimentar, higiene pessoal, higiene do ambiente, cuidados para evitar doenças.
As inscrições devem ser feitas na agência do SEBRAE em Caraguatatuba, que fica na Avenida Dr. Arthur Costa Filho, nº 979. (Fonte: PMC)

Ciclistas de Caraguá lideram no campeonato Valeparaibano

Caraguatatuba - A equipe “Nossa Caraguá” de ciclismo conseguiu ótimos resultados no Campeonato Valeparaibano de Ciclismo 2000, uma prova de circuito que aconteceu no dia 5 de novembro em Pindamonhangaba. Participaram do Campeonato um total de 180 ciclistas de toda a região do Litoral do Vale do Paraíba.
Entre os dez ciclistas de Caraguá, quatro foram classificados entre os primeiros colocados. Celmo de Faria, 30 anos, liderou a prova na categoria Estreantes, tendo conquistado assim o título de campeão por antecipação. Ainda na categoria Estreantes, Juracinei de Oliveira, 22 anos, foi o segundo colocado e Marco Antonio Santana, 25, foi o terceiro.
Na categoria Experts mais um atleta da cidade se destacou. João Carlos Ferreira, de 25 anos, venceu a prova com um trajeto de 75 quilômetros. Segundo o técnico da equipe, Jorge Roberto Alves Pereira, a equipe de Caraguá obteve resultados surpreendentes. “Para quem começou a praticar o esporte este ano, como os da categoria Estreantes, os resultados são os melhores.”
A prova com 30 quilômetros de asfalto com descidas e subidas, foi um grande desafio para a nossa equipe, que já garantiu o título de campeã na categoria Estreantes. Para se ter uma idéia, a equipe de Caraguá tem 610 pontos, a equipe mais próxima está com 85 pontos. A próxima etapa a ser disputada acontecerá em São José dos Campos no dia 26 de novembro e a última do campeonato no dia 10 de dezembro em Caçapava. (Fonte: PMC)

Resultados da 2ª Prova Pedestre da Primavera em Caraguá

Caraguatatuba - Caraguá realizou no domingo, dia 5 de novembro, a 2ª Prova Pedestre da Primavera. A realização do evento foi da ACORC Associação dos Corredores de Rua de Caraguatatuba, em parceira com a Prefeitura Municipal de Caraguá, além de diversos patrocinadores. A prova foi disputada em várias categorias com percursos de 5 e 10 quilômetros. Nas provas de 5 quilômetros, categoria pré-mirim, venceu o atleta Ralf M. Cerqueira, em segundo lugar ficou Leandro M. Cerqueira e em terceiro, Rafael M. Gonzaga. Na categoria Mirim Masculino, o atleta Wellinghton Nelis Santos foi o campeão, em segundo lugar ficou Rafael Barreto Teodoro e em terceiro, Eric da Silva. Já na categoria Mirim Feminino, Mariângela Teodoro foi a primeira colocada, seguida por Lidiane M. Santos e Thaís M. dos Santos Cruz. Na categoria Infantil Masculino, João Mário P. Ribeiro foi o campeão.
Nas provas com 10 quilômetros, foram disputados a categoria Juvenil Masculino com Sílvio M. Lino em primeiro e Edimar G. da Silva em segundo. Na categoria Adulto Masculino, o vencedor foi Roberto Alexandre Borges, o segundo colocado foi Adriano Francisco e o terceiro foi José Carlos Oliveira. Na categoria Adulto Feminino Tânia Aparecida Barbosa foi a vencedora, na Veterano, Ângelo Miguel Luiz e na Pré-veterano, Walter de Siqueira foi o campeão, o segundo colocado foi Milton A Pereira e Edvaldo Silva, o terceiro. (Fonte: PMC)

Copamed 2000 foi realizada em Caraguatatuba

Caraguatatuba - Caraguá sediou no último final de semana a 9ª COPAMED Copa dos Estudantes de Medicina. Mais de mil atletas vindos de vários faculdades participaram das doze modalidades esportivas disputadas entre os dias 1º e 5 2 de novembro nos CEMUG, na quadra do Poiares Benedito Lippi e no Campo do XV de Novembro. O campeão geral da 9ª Copamed foi a Faculdade de Medicina da Universidade de Taubaté. O vice-campeão foi a Faculdade de Santo Amaro. Entre as faculdades participantes estavam a de Santo Amaro, de Jundiaí, de Taubaté, de Bragança e de Mogi das Cruzes.
Além das atividades esportivas, os estudantes participaram de atividades culturais. No dia 1º, por exemplo, aconteceu um lual e coquetel de abertura do evento na Praia do Camaroeiro. Na sexta-feira, houve uma festa baile para os participantes no espaço “Eventus”. Segundo o Secretário de Esportes Agostinho Moreira Chaves, muitos amigos e familiares dos atletas estiveram visitando a cidade durante os dias do evento. “Eles souberam aproveitar a oportunidade para conhecer a cidade e seus pontos turísticos. Muitos voltarão para Caraguá, já que ficaram encantados com a cidade. Quero incentivar a realização de outros eventos esportivos como este, pois com certeza trarão retorno comercial e turístico para a cidade”, assegurou. (Fonte: PMC)

Envie estas notícias para um amigo:
e-mail:



Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor