Volta para página inicial
Últimas Notícias

Litoral Norte, 09 de maio de 2000 Arquivo

Zizinho diz que máquina "inchou" e ameaça demitir
Ex-prefeito diz que precisou contratar
Frentistas ficam 2 h com ladrões
Presos mantêm carceiro como refém por 3 h
Vigilância faz blitz no comércio
Greve dos professores da rede estadual continua
Tadeu Pereira segue na ponta do Brasileiro
XV de Novembro perde outra vez no Paulistão

 

Zizinho diz que máquina "inchou" e ameaça demitir
Prefeito de Ubatuba alega que encontrou 180 funcionários a mais que em dezembro de 99

O prefeito de Ubatuba, Zizinho Vigneron (PPS), que retornou ao cargo na última sexta-feira após afastamento de quatro meses, anunciou ontem que a prefeitura vai demitir funcionários. Segundo Zizinho, a administração está com excesso de funcionários. Ele não informou quantas pessoas serão dispensadas e nem prazo para os cortes.
Ontem, no primeiro dia útil de seu governo, Zizinho disse que a máquina está inchada, com 180 servidores a mais que em dezembro de 99, quando ele foi afastado do cargo, acusado de fraude eleitoral. O prefeito recorreu e obteve o direito de voltar ao cargo concedido pelo Superior Tribunal de Justiça, apesar de o processo referente à acusação ainda estar tramitando. Segundo ele, "o inchaço" provocou um aumento de R$ 445 mil no valor líquido da folha de pagamento. "As contas públicas não suportam esse aumento." O aumento de funcionários teria sido feito pelo ex-prefeito Andrade Henrique dos Santos (PFL), que ocupou a prefeitura durante o afastamento de Zizinho. Andrade nega que haja "inchaço".
CHEQUES - O prefeito também denunciou ontem o "sumiço" de três folhas de cheque da prefeitura em branco, do Banco do Brasil, no último dia da administração de Andrade Henrique. O sumiço dos cheques foi registrado em boletim de ocorrência na Delegacia do município pelo ex-tesoureiro Antônio Auresco Pires. Zizinho determinou a abertura de uma sindicância administrativa para apurar responsabilidades. Além disso, segundo o prefeito, a prefeitura está com problemas em outras duas agências bancárias devido à emissão de cheques sem fundo e à falta de pagamento de precatórios vencidos. Zizinho disse que um dos credores já teria recorrido ao Tribunal de Justiça de São Paulo com pedido de intervenção no município. "Quando fui afastado, estava tudo certo para o pagamento desses precatórios."
SECRETARIADO - Outra preocupação de Zizinho é a recomposição de seu secretariado. Das 13 pastas, só cinco têm nomes definidos. As indefinições são as secretarias da Educação, Saúde, Esportes, Agricultura, Chefia de Gabinete, Planejamento, Receita Municipal e Assitência Social. "Até amanhã (hoje) devo ter outros nomes definidos." João Paulo Rolim (Arquitetura e Urbanismo), Jeriel da Silva Rocha (Obras) e Jair Antônio de Souza (Administração) permanecem no cargo. Marcelo Mourão (Assistência Jurídica), Januário Sassano (Finanças) e Luiz Carlos Alves (Administração da Regional Sul), que haviam sido exonerados na administração Andrade Henrique, reassumem as antigas pastas. Além de receber os munícipes ontem, o prefeito também elaborou decreto criando o Ano Municipal do Turismo e iniciou o processo de criação de uma fundação que vai cuidar de crianças no município. Segundo o prefeito, o projeto deverá ser desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social, assim que o cargo for preenchido.  (Fonte: ValeParaibano)

Ex-prefeito diz que precisou contratar

O presidente da Câmara de Ubatuba, Andrade Henrique dos Santos (PFL), disse ontem que os servidores contratados em sua gestão como prefeito estão atuando nas áreas de educação e saúde. "Nesse período, municipalizamos mais de 5.000 alunos da rede estadual e automaticamente tivemos que assumir duas escolas nos bairros Sertão da Quina e Perequê-Açu. Por isso, foi necessário contratar professores e funcionários", afirmou Andrade.
Segundo o ex-prefeito - que permaneceu no cargo entre 8 de janeiro e 6 de maio - também foram realizadas contratações na área de saúde para suprir a demanda. "Todas as pessoas contratadas em minha gestão foram por necessidade." A diretora do Sindicato dos Servidores de Ubatuba Lila Duarte, afirmou ontem que a entidade não havia sido comunicada sobre as demissões. "Devemos fazer uma reunião amanhã (hoje) para discutir o assunto."
CHEQUES - O ex-prefeito disse desconhecer a emissão de cheques sem fundo em sua gestão. "O que pode ter acontecido é que não foi transferido dinheiro de uma banco para outro. Deixamos a prefeitura com R$ 2 milhões em caixa." Em relação ao sumiço de três folhas de cheque, o ex-prefeito afirmou que fez um Boletim de Ocorrência para apurar o caso. "Logo que constatamos o ocorrido sustamos os cheques e comunicamos à polícia, que vai investigar."   (Fonte: ValeParaibano)

Frentistas ficam 2 h com ladrões

Sete homens armados renderam anteontem dois frentistas do posto de combustível Pérola de Caraguá, no bairro Travessão, costa sul de Caraguá. Eles abriram três cofres, levaram cerca de R$ 3.000 e tentaram roubar o caixa eletrônico do Banco do Brasil. A ação durou mais de duas horas e neste período os frentistas foram obrigados a trabalhar. O gerente do posto, Nelson Norbiato, disse que eles pintaram os vidros do escritório com tinta spray para evitar que os clientes notassem a ação. Eles usaram um maçarico para tentar arrombar o caixa eletrônico, mas não conseguiram.  (Fonte: ValeParaibano)

Presos mantêm carceiro como refém por 3 h

Os presos da Cadeia Pública de Caraguatatuba se rebelaram na noite do último domingo e mantiveram o carcereiro André de Barros Lima, 28 anos, como refém por 3 horas. Lima foi rendido por volta das 20h quando os detentos estavam sendo recolhidos para as suas celas. Eles tentaram arrancar as portas das celas e atearam fogo em colchões, caixas plásticas e outros objetos. A Polícia Militar de Caraguá, São Sebastião e Ubatuba cercaram a cadeia enquanto os presos estavam amotinados.
Os detentos exigiram a presença do delegado titular, Fábio de Carvalho Joaquim, e reclamaram da demora na análise dos processos penais e da qualidade da refeição. A cadeia tem capacidade para 48 presos e está com 108. Segundo o delegado, o carcereiro foi mantido sob a ameaça de estiletes fabricados pelos presos. Ele não chegou a ser ferido. Após negociar a liberdade do carcereiro, o delegado Carvalho se comprometeu a ir ao Fórum rever os processos. Ontem de manhã, ele se reuniu com os líderes da rebelião e os representantes da empresa que fornece a alimentação.
Segundo um dos sócios da empresa de alimentação Benedito Sales, a refeição é servida de acordo com o cardápio elaborado por nutricionistas do Estado. Os presos têm direito a três refeições diárias e o almoço é composto de arroz, feijão, um tipo de carne e legumes. Uma alimentação para cada preso custa em torno de R$ 5. O delegado Fábio Joaquim disse que será aberto um inquérito e os participantes da rebelião vão responder a processo judicial. A última rebelião na cidade aconteceu em outubro de 99, quando dois presos foram mortos no pátio.  (Fonte: ValeParaibano)

Vigilância faz blitz no comércio

Agentes da Vigilância Sanitária de Caraguatatuba começaram ontem o trabalho de orientação em açougues, quiosques e barracas sobre normas de higiene e procedimentos corretos. A principal ocorrência registrada nos estabelecimentos visitados é a falta do uniforme. Segundo o diretor da Vigilância, Ernesto de Campos, nesta primeira fase os proprietários estão recebendo uma cartilha explicativa sobre o que é permitido. "Onde for constatada alguma irregularidade, o comerciante deverá providenciar a adequação no prazo determinado pelo agente." Ele afirmou que, caso o dono persista na infração, poderá ser multado em valores que variam de 50 a 1.000 VRM (Valor de Referência do Município), que corresponde a R$ 53,20 a R$ 1.064,10. Um dos estabelecimentos visitados ontem foi o quiosque da Neide, na praia da Cocanha, cujo funcionários estavam sem uniforme. A proprietária Neildes Gomes de Jesus disse que já tem as camisetas, mas ontem os funcionários não estavam uniformizados porque era dia de limpeza.  (Fonte: ValeParaibano)

Greve dos professores da rede estadual continua

Os professores, diretores e supervisores da rede estadual de ensino continuam em greve por tempo indeterminado. Na última Assembléia Geral, ocorrida na sexta-feira, cerca de 25 mil professores, segundo a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado), aprovaram por unanimidade, a continuação do movimento. De acordo com a conselheira Estadual da Apeoesp no Litoral Norte, Carmem Dolores de Oliveira, cerca de 65% da rede estadual se encontra paralisada. Já a assessoria de imprensa da Secretaria da Educação, computou cerca de 10% de adesão em todo o Estado, na última semana; e ontem constatou uma queda de 5%, sendo que 1,5% é de paralisação total.
O mesmo número é dado pela Delegacia de Ensino do Litoral Norte, nas 42 escolas estaduais da região, onde até sexta-feira, haviam seis escolas parcialmente paralisadas, ontem, o número caiu para quatro unidades em greve, sendo todas parciais. Em São Sebastião, nenhuma escola havia aderido ao movimento; em Caraguatatuba, apenas uma escola, assim como em Ilhabela; e em Ubatuba são duas escolas. A conselheira da Apeoesp afirmou que a partir de hoje, a greve estará crescendo, já que muitos professores aguardavam a reunião do Conselho de Escola, para aderir ao movimento. Carmem explica que no próximo dia 11, haverá uma nova assembléia regional em Caraguatatuba e, dia 12 a reunião geral, em São Paulo, onde será feito um balanço do movimento e a votação da continuidade da paralisação, que a princípio é por tempo indeterminado. Os outros funcionários da rede estadual como serventes e secretários não estão mais no movimento com os professores, diretores e supervisores.
(Fonte: Imprensa Livre)

Tadeu Pereira segue na ponta do Brasileiro

O ubatubense Tadeu Pereira continua liderando o ranking brasileiro de surfe profissional, após a 2ª etapa do Circuito Bad Boy / Zip Net Super Trials, encerrada no domingo, em Guarujá. Mesmo perdendo nas quartas-de-final, o surfista não foi ultrapassado por nenhum adversário. Ele marcou 1.000 pontos com a 9ª colocação e agora soma 5.460, contra 4.810 de Odirlei Coutinho, também de Ubatuba. A derrota nas quartas tirou, porém, a liderança de Tadeu no Paulista. Cristiano Guimarães, de São Vicente, venceu a etapa e agora está na ponta do estadual. A próxima etapa do Bas Boy / Zip Net será em Santos, de 30 de junho à 2 de julho.  (Fonte: ValeParaibano)

XV de Novembro perde outra vez no Paulistão

O Esporte Clube XV de Novembro, de Caraguatatuba, perdeu mais uma vez no Paulistão 2000 da série B1-A. A derrota veio agora contra o Sertãozinho, na casa do adversário, no último domingo, por 2 x 0. O XV se preparou na última semana para arrancar uma vitória ou pelo menos um empate contra o Sertãozinho. Para tanto, o técnico Eduardo Gonçalves preparou um esquema diferente do que tem feito nos últimos jogos e ao invés dos 4-4-2 ou 3-4-3. O time foi para o interior do estado para jogar no 3-5-2, reforçando o meio-de-campo e deixando os atacantes isolados para um contra ataque decisivo.
Não se sabe porque, o técnico modificou o esquema e acabou por optar pelo 4-3-3, deixando Willian e Léo no ataque junto com Fabiano e o meio-de-campo com Edinho, Flávio e Adernam. O XV perdeu recentemente o zagueiro Negreti, que cancelou o seu contrato por problemas particulares e continua sem o atacante Ananias, que está se recuperando de uma distensão. Segundo relatos de diretores, o Sertãozinho se mostrou mais entrosado e com time mais experiente, ao contrário do XV, que tem jogadores novatos e sem qualquer contato com torneios do vulto de um Campeonato Paulista. Os gols do adversário foram marcados aos 20 e 24 minutos do segundo tempo. O público se mostrou em maior número no estádio municipal de Sertãozinho, ao contrário das bilheterias do XV, onde o torcedor fica a escolher entre o futebol e a praia no domingo. A renda não foi divulgada.
Com este resultado, o XV continua na lanterna da B1-A com a pior colocação entre os 16 clubes participantes. O próximo jogo será em casa, no domingo, dia 14 de maio, às 15 horas, contra o Taquaritinga. O XV jogou com: Paulinho, Donga, Marcelo, Osni e Gleison; Adernam (Wagner), Flávio e Edinho; Fabiano, Willian (Leandro) e Léo (Kanu).  (Fonte: Imprensa Livre)


Receba as Últimas Notícias do Litoral Virtual via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Truckmodelismo Brasil Studio Maranduba

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Conheça as cidades do Litoral Norte:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Home Litoral Virtual - Home Page
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet

info@litoralvirtual.com.br
©1995/2010 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor

Sites do grupo: Litoral Virtual - Jornal Maranduba - PanoTour - Caraguá - Maranduba - Maré Legal - Truckmodelismo Brasil - ECampi


Click Here!