Volta para página inicial
Últimas Notícias

Litoral Norte, 11 de abril de 2000 Arquivo

Câmara aprova "pena de morte" para cães sem dono em Ilhabela
Prostitutas pedem mais atenção
Tribunal dá prazo para Caraguá explicar obra
Procuradoria descarta suspensão de precatório
Gouveia e Andréa vencem Super Surf
XV descarta medidas drásticas após levar de 8

 

Câmara aprova "pena de morte" para cães sem dono em Ilhabela

A Câmara de Ilhabela aprovou um projeto de lei que prevê matar os cães sem donos na cidade. O texto deverá ser sancionado pela prefeita Nilce Signorini (PDT).
O projeto, de autoria do vereador Rogério Ribeiro de Sá (PV), teve 9 votos favoráveis dos 13 vereadores. A principal justifitiva para a medida é a grande incidência de cães sem donos em Ilhabela, o que serviria para controlar a população canina, que traz riscos de doenças e acidentes.
Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, em dois anos houve um aumento de 118% em casos de mordidas de cães na cidade. Foram 91 ocorrências em 97 contra 198 no ano passado. Na avaliação da secretária da Saúde, Lucile Esther Bishop, o sacrifício dos cães sem donos é hoje a única saída para amenizar o problema. "O número de animais em Ilhabela é muito maior que o preconizado por órgãos da Saúde."
Pelo índice da OMS (Organização Mundial da Saúde), a média é de cachorros não pode ultrapassar 10% da população. Ilhabela tem cerca de 4.000 cães para uma população estimada em 13 mil pessoas.
"O maior problema é que esses animais ficam vagando pela cidade e, muitas vezes, podem transmitir doenças", afirmou o vereador. Segundo o vereador, a morte dos cães só deverá ser realizada depois que a prefeitura construir um CCZ (Centro de Controle de Zoonoses).
Segundo a secretária Lucile Bishop, a maior dificuldade é encontrar uma área adequada para a construção. Levantamento da prefeitura aponta um custo entre R$ 30 mil e R$ 80 mil para fazer o centro. "A prefeita tem interesse em resolver esse problema que afeta a saúde pública."
O vereador Antônio Carlos Cajado Simões (PFL) disse que é contra o projeto e que há alternativas para resolver o problema desses animais. "A castração e esterilização é uma forma fácil, barata e humana de amenizar o problema." Cidade possui 4.000cães sem dono para uma população de 13 mil habitantes.  (Fonte: ValeParaibano)

Prostitutas pedem mais atenção
Encontro em São Sebastião resulta em documento contra a discriminação

As prostitutas e travestis que participaram no último final de semana do 2ª Encontro Estadual MEL (Mulheres em Libertação), em São Sebastião, elaboraram um documento com sete itens que será entregue às entidades e aos órgãos que trabalham com mulheres marginalizadas.
Uma das principais exigências das cerca de 40 participantes do encontro é um rigor maior na apuração das denúncias de casos de estupro praticados contra as prostitutas, principalmente na região de Campinas. O problema foi apresentado pelo travesti Denise Martins, 34 anos, que há 20 anos mora em Campinas. Segundo ela, há vários meses um homem de carro pega as mulheres prostitutas, as espanca, estupra e rouba.
As prostitutas atuam no bairro Jardim Itatinga, que possui cerca de 800 mulheres prostitutas.
AGENTES - Um outro pedido das participantes do MEL é para que a Secretaria Municipal da Saúde treine duas prostitutas para atuarem como agentes de saúde na área de prostituição.
A justificativa é que elas teriam condições de agir junto às prostitutas de São Sebastião, localizada nas imediações do porto. No entender das participantes, as prostitutas conhecem melhor os problemas por quais elas passam e, como agentes, teriam mais condições de atuar.
As prostitutas e travestis também concordaram com a indicação do padre Elmiram dos Santos, pároco da Igreja de São Sebastião, para que a igreja peça perdão às mulheres pela discriminação que pratica ao longo dos séculos.
Este ano o tema da Campanha da Fraternidade da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil) é justamente "Não à Exclusão".  (Fonte: ValeParaibano)

Tribunal dá prazo para Caraguá explicar obra

O TCE (Tribunal de Contas do Estado) deu prazo de 30 dias para que a Prefeitura de Caraguatatuba justifique o orçamento 46% superior ao preço apresentado por uma empresa que está fazendo serviço de pavimentação na cidade. A empresa vai receber R$ 2,5 milhões para colocar bloquetes em uma área de 125 mil metros quadrados. O preço estimado pela prefeitura foi de R4 3,7 milhões. O secretário de Obras, Gilson Mendes de Souza, disse que a lei de licitações determina que o município estipule um valor máximo em qualquer licitação. "O estranho é que este edital foi feito nos moldes de todos outros que foram considerados regulares pelo TCE".  (Fonte: ValeParaibano)

Procuradoria descarta suspensão de precatório

O governo do Estado de São Paulo descartou ontem a suspensão do pagamento dos precatórios ambientais de Caraguatatuba. Segundo o subprocurador Geral do Estado, José Roberto Morais, já foram repassados R$ 14,6 milhões ao município referentes à desapropriação da Serra do Mar. A Procuradoria vai sustar somente os pagamentos de outros precatórios com suspeita de fraude, que totalizam R$ 2 bilhões.  (Fonte: ValeParaibano)

Gouveia e Andréa vencem Super Surf

O paraibano Fábio Gouveia e a carioca Andréa Lopes foram os campeões na estréia do Super Surf 2000, na praia de Maresias, em São Sebastião (SP). As finais foram um verdadeiro duelo, com os dois últimos campeões brasileiros decidindo o título no masculino e as duas favoritas fazendo a final no feminino. Gouveia derrotou o paranaense Peterson Rosa, enquanto Andréa Lopes superou a catarinense Jacqueline Silva. Apesar da praia lotada no último dia da primeira das seis etapas do novo Circuito Brasileiro Profissional, as ondas não ajudaram, com as séries de meio metro de altura demorando muito a entrar.
Mesmo assim, os atletas superaram as difíceis condições e em todas as baterias conseguiram tirar notas altas, como Fábio Gouveia que arrancou um 8,17 dos juízes e faturou R$ 10 mil de prêmio. No feminino, Andréa conseguiu 6,83 e ganhou R$ 3,6 mil.
STHILL - O surfe continua em evidência em São Sebastião. Neste fim de semana, acontece em Maresias a 1ª etapa Circuito Sthill Paulista de Surf Open, o mais tradicional campeonato amador do país. Mais de 120 surfistas de vários estados participarão das disputas, inclusive os campeões de 99: Akio Saito (open), Juliana Guimarães (feminino), Paulo Kid (longboard), e Almir Salazar (master).  (Fonte: ValeParaibano)

XV descarta medidas drásticas após levar de 8
Time sofre a maior goleada da história em Lençois Paulista e é o último colocado do campeonato após duas rodadas

O XV de Caraguatatuba levou domingo a maior goleada da sua história, desde que ingressou no futebol profissional, na década de 80. Perdendo por 8 a 0 para o Lençoense, em Lençóis Paulista, o time passou a ter a pior campanha entre os 16 que já disputaram as duas primeiras rodadas pelo Campeonato Paulista da Série B-1.
"Não dá para acreditar no que aconteceu, mas o momento é de planejar uma reformulação eficiente e não de medidas drásticas, como a troca de técnico, ou o afastamento de jogadores", disse ontem o presidente Eduardo Gonçalves.
Com recursos financeiros limitados, o XV viajou para Lençóis Paulista na manhã de domingo e depois de sete horas na estrada, encontrou o estádio Archangelo Brega com um bom público e um Lençoense reforçado por vários jogadores e querendo reabilitar-se da estréia com derrota em Guarulhos, para o Flamengo local, por 4 a 0.
"Terminanos o primeiro tempo levando 3 a 0, mas porque desperdiçamos um pênalti --com o meia Flávio-- e ainda por perdermos um gol --o atacante Ananias-- cara a cara com o goleiro. Depois, no segundo tempo, por mais que eu incentivasse, o time não reagia", disse o técnico Edinho, jogador de meio de campo e interinamente no cargo.
Sobre o comportamento da equipe, o treinador valorizou apenas a disposição e a garra do zagueiro Negretti. "A nossa equipe é de garotos e quase todos se perderam em campo. Para complicar, com a temperatura alta e o ar seco, alguns reclamaram que não conseguiam respirar direito", disse Edinho. Depois de uma reunião com Edinho, o presidente Eduardo promete uma boa conversa com o elenco na reapresentação geral de hoje à tarde.
"Reclamar de viagem longa, calor e pressão do adversário, não justifica. O XV já atuou em condições bem mais adversas e nem por isso levou uma goleada anormal", disse o dirigente.
Mantendo contatos com alguns empresários que sondam o clube para parceria ou terceirização, Eduardo procura tomar providências sem depender dos recursos sonhados.
"Nesta semana testaremos alguns jogadores de São Paulo e vamos ver se conseguimos reforçar a equipe para o próximo domingo, quando teremos a visita do Tupã", disse o dirigente.
AMISTOSO - O Guaratinguetá, que no domingo estreará no campeonato da B-1 recebendo o Gazeta de Ourinhos, fez sábado passado o seu último amistoso da pré-temporada, e recebendo o Campinas, empatou por 1 a 1.
O atacante Joelson, de cabeça, fez 1 a 0 para o time guaratinguetaense, mas na fase final os campineiros reagiram e mereceram a igualdade. Contundidos, o zagueiro Márcio Martins e o atacante Tita ficaram de fora, poupados. Time do Litoral sofreu 3 gols só no primeiro tempo na partida de domingo contra o Lençoense. Salário não chega a 150 reais por mês, em razão das dificuldades financeiras do XV de Caraguá.  (Fonte: ValeParaibano)


Receba as Últimas Notícias do Litoral Virtual via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Truckmodelismo Brasil Studio Maranduba

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Conheça as cidades do Litoral Norte:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba
Home Litoral Virtual - Home Page
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet

info@litoralvirtual.com.br
©1995/2010 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor

Sites do grupo: Litoral Virtual - Jornal Maranduba - PanoTour - Caraguá - Maranduba - Maré Legal - Truckmodelismo Brasil - ECampi