Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 17 de outubro de 2000 - Nº 153 Arquivo
Giorgio Restaurante American Bar
Truckmodelismo Brasil
  
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Movimento é superior ao do Carnaval
Retorno do litoral dura até 7 horas
Amargo Regresso
Promotoria apura licitação "extra" para obra em Ilhabela
Prefeita diz que vai apurar denúncia
Blitz aponta falhas em três embarcações
Paulo Ramos recorre à Justiça para anular atos de Zizinho
Prefeitura de Ubatuba pode ganhar "gerente"
Pefelista deve ter maioria na Câmara
XV de Caraguá ganha vaga no Paulistana


Movimento é superior ao do Carnaval

Litoral Norte - O movimento de turistas no feriado prolongado da Padroeira do Brasil no Litoral Norte foi considerado melhor que o registrado no Carnaval deste ano. A rede hoteleira chegou a recusar hóspedes por falta de leitos. Os comerciantes afirmam que houve um crescimento de cerca de 40% nas vendas.
A recepcionista do hotel Delta de Maresias, em São Sebastião, Adriana Mariano de Souza, disse que os 30 apartamentos foram fechados por pacote, mas que recebeu pelo menos 40 pedidos durante o final de semana prolongado.
O diretor de Turismo do Sindicatos de Hotéis e Pousadas de Ubatuba, José Carlos de Souza, afirma que o movimento neste feriado foi 20% melhor que o do Carnaval.
Para ele, houve uma demanda reprimida no feriado de 7 de setembro e muita gente aproveitou este feriado --que teve sol em quase todos os dias e as praias próprias para banho. Ubatuba tem cerca de 7.000 leitos e a estimativa é que mais de 150 mil pessoas passaram pela cidade.
Em Caraguatatuba, o movimento também foi considerado acima das expectativas. O secretário municipal de Turismo, Ricardo Gaspar, disse que a lotação foi "atípica" no período. "A gente esperava um grande número de turistas, mas os cerca de 120 mil turistas que vieram para cidade surpreenderam pelo volume."
O próximo feriado prolongado ocorre em novembro, no Dia de Finados. Para a data, os comerciantes não acreditam que o movimento possa ser maior que no final de semana passado. "Mas se o tempo ajudar, com certeza a temporada de verão promete ser movimentada na região", disse o secretário Gaspar. (Fonte: ValeParaibano)

Retorno do litoral dura até 7 horas

Litoral Norte - Alguns motoristas chegaram a enfrentar até sete horas de filas nas estradas no retorno do Litoral Norte para São José dos Campos no último domingo.
Um dos pontos mais críticos foi registrado na rodovia Oswaldo Cruz, no trecho de serra de Ubatuba, onde o congestionamento chegou a 10 quilômetros.
Ontem pela manhã, o trânsito ainda era intenso na rodovia dos Tamoios em razão dos turistas que resolveram adiar o retorno para evitar as filas.
A dentista Cíntia Cecília Schreiner, 25 anos, disse que ficou sete horas na estrada. Ela disse que saiu de Caraguatatuba por volta das 13h de domingo e chegou às 20h em São José.
"Os piores trechos estavam entre São Sebastião e Caraguá e próximo a Paraibuna", disse.
O comerciante Luiz Ramos, 35 anos, veio de São Paulo para passar o feriado em São Sebastião. Ele disse que levou cerca de três horas para ir do centro de São Sebastião até Caraguá, sendo que o percurso em dias normais leva meia hora.
"Eu já me preparei para a viagem com água e suco para a família. Já sabia que seria este transtorno", disse o empresário César Durval.
ACIDENTES - Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, foram registrados 166 acidentes no Litoral Norte no feriado contra 173 no mesmo período em 99.
Foram 37 vítimas graves e duas mortes ocorridas este ano, contra um total de 27 vítimas graves e quatro mortes em 99.
ACIDENTE - Um acidente envolvendo três motos e quatro veículos deixou cinco pessoas gravemente feridas às 17h45 de anteontem na rodovia dos Tamoios, em Jambeiro.
Ficaram feridos Claudiney Frota, Dheyner Rodrigo Vansela, Dheyses Leandro Vansela da Silva, Leandro de Oliveira e Cleyton Jacques Pondel. Eles estavam internados no Pronto-Socorro da Vila Industrial até o início da noite de ontem. (Fonte: ValeParaibano)

Amargo Regresso

Foto: Thales StadlerCaraguatatuba - O trânsito no trevo do Poiares, em Caraguatatuba, ficou caótico na tarde de domingo, no sentido da rodovia dos Tamoios. A estrada ficou totalmente congestionada a partir das 14h. Muitos motoristas ficaram parados na rodovia. A viagem entre Caraguá e São José dos Campos, que leva em média uma hora, chegou a durar até sete horas no final da tarde de domingo. Muitos deixaram para viajar na manhã de ontem, quando foi registrado um trânsito acima do normal na rodovia, mas sem congestionamento. (Fonte: ValeParaibano)

Promotoria apura licitação "extra" para obra em Ilhabela

Ilhabela - O Ministério Público instaurou inquérito civil para apurar denúncia de irregularidades na construção do Hospital Municipal de Ilhabela. Segundo a ex-presidente da comissão de licitação da prefeitura, Sueli dos Reis, a Secretaria de Obras determinou a abertura de uma concorrência adicional de R$ 157 mil para a colocação de pisos e azulejos no prédio --serviço que já estava pronto havia pelo menos dois meses. No total, a obra do hospital está orçada em R$ 1,7 milhão e vem sendo tocada pela construtora Gama.
Segundo o advogado de Sueli, Pedro Ernesto Silva Prudencio, ela teria recebido instruções do secretário de Obras, Rubens Sinsei Tanabe, para distribuir cartas-convites a três empresas para a colocação dos pisos e azulejos.
Houve um questionamento sobre o número reduzido de empresas e, segundo o advogado, Sueli teria sido informada pelo secretário que a Construtora Gama, a mesma que está construindo o hospital, seria a vencedora.
Após a denúncia, a licitação foi cancelada. A prefeita Nilce Signorin (PDT) disse ontem que foi aberto um processo administrativo para apurar responsabilidades (leia texto nesta página).
O promotor Fernando Cezar Bourgogne de Almeida disse que já solicitou cópia da licitação para a construção do hospital, com data de 98, e do processo que estava sendo elaborado este mês. "Se houver necessidade pedirei perícia no local."
Segundo os funcionários da obra, há mais de dois meses os pisos e azulejos foram assentados no hospital. A informação foi confirmada pelo encarregado da empresa na obra, Geraldo Vidal, que disse que estão sendo feitos apenas alguns arremates e que os poucos empregados estão "zelando" pela obra enquanto outras etapas estão sendo feitas. Ele disse não ter conhecimento de uma nova licitação. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeita diz que vai apurar denúncia

Ilhabela - A prefeita de Ilhabela, Nilce Signorini (PDT), disse ontem que abriu um processo administrativo para apurar as denúncias de fraude em processo de licitação.
Ainda segundo a prefeita, foi feita uma nova nomeação de membros da comissão de licitação, sem a presença de Sueli dos Reis e de outras duas representantes que haviam pedido afastamento antes da denúncia.
Nilce confirmou que a licitação foi cancelada e com relação à afirmação da ex-presidente da comissão de licitação de que teria sido informada sobre o ocorrido, ela disse que só falaria após a apuração dos fatos.
A prefeita disse ainda que só tomou ciência de que o caso tinha ido parar no Ministério Público no dia 10 de outubro, quando retornou de uma viagem. O secretário de Obras, Rubens Sinsei Tanabe, foi procurando ontem na prefeitura, mas não foi localizado. O ValeParaibano também não conseguiu contato com a construtora Gama. (Fonte: ValeParaibano)

Blitz aponta falhas em três embarcações

São Sebastião - O excesso de passageiros em embarcações que utilizam a orla marítima do Litoral Norte ainda é a principal ocorrência registrada pela equipe de inspeção naval da Delegacia da Capitania dos Portos de São Sebastião. As multas podem chegar a R$ 3.200.
De 10 embarcações vistoriadas no último sábado, três foram autuadas por esse delito. O caso mais grave ocorreu com a escuna "Tainá". Com capacidade para 40 passageiros, ela transportava 56.
O empresário Rui Lopes Romeu da Silva, de Campinas, estava com 10 passageiros a bordo. Ele trafegava sem portar habilitação e a documentação da lancha "Bikini's". Antes de ser autuado, ele disse aos fiscais da Marinha que estava com o número permitido de passageiros, o que não foi confirmado pela delegacia.
O mesmo ocorreu com o lancha "Vidinha". O advogado José Alves dos Santos, achou que criança não contava como passageiro.
O comandante da operação, José Raimundo do Nascimento, afirmou que a fiscalização é realizada sempre que há uma quantidade maior de barcos no mar. Segundo ele, o objetivo é verificar se o condutor é habilitado, se a embarcação está em bom estado e se existem materiais de salvamento para todos os passageiros. (Fonte: ValeParaibano)

Paulo Ramos recorre à Justiça para anular atos de Zizinho
Prefeito eleito planeja mudar estrutura da prefeitura

Ubatuba - O prefeito eleito de Ubatuba, Paulo Ramos de Oliveira (PFL), disse que vai tentar revogar judicialmente todas as licitações e os concursos públicos realizados pelo atual prefeito da cidade Zizinho Vigneron (PPS) no ano eleitoral.
Segundo ele, este tipo de medida deveria ser adotada somente no início do novo governo. Ramos, que vai cumprir seu segundo mandato (já administrou a cidade entre 93 e 96), recebeu 13.826 votos, contra 8.423 de Pedro Tuzino (PT), seu principal adversário na corrida eleitoral.
Em entrevista ao ValeParaibano, Ramos falou das prioridades de seu governo.

ValeParaibano - Como o senhor avaliou o processo eleitoral?

Paulo Ramos - De modo geral a eleição transcorreu de forma pacífica, embora alguns candidatos tenham nos agredido verbalmente em palanque. Na verdade, o eleitor viu que a gente tinha uma proposta mais sólida. No governo do Zizinho, a cidade só andou para trás. O eleitor está cansado do falso profeta, que veio com a promessa de resolver os problemas da cidade e só conseguiu arruinar as coisas boas.

VP - Quais as áreas mais deficitárias da cidade?

Ramos - A prefeitura não vem executando obras de infra-estrutura, causando até a desvalorização dos imóveis na cidade. O sistema educacional, que não foi ampliado, e a Saúde, também são problemas sérios.

VP - Quais são as prioridades de governo?

Ramos - Ubatuba é uma cidade complicada. Mas não podemos deixar de lado a Saúde, a eduçacão e as obras de infra-estrutura. Acho que se atacarmos essas áreas, o governo será bom.

VP - Quais os principais problemas na área da Saúde?

Ramos - O atendimento. Eu acho que os médicos devem sair dos postos de saúde e fazer seus trabalhos também na rua. O atendimento nas casas, pelo projeto médico da família, vai ajudar bastante.

VP - O que será feito para incrementar o turismo?

Ramos - O turismo é uma coisa mais morosa. Primeiro, vamos atacar a área social, buscar emprego para as pessoas. Vamos fazer com que os empreendedores do Vale do Paraíba e Sul de Minas (Gerais) voltem a investir na cidade. Depois queremos contratar uma pessoa especializada para que possa planejar o turismo em Ubatuba. Para ver as melhores formas de fomentar o turismo, prevendo a reurbanização do centro, a urbanização das principais praias e a modernização no centro da cidade. Isso vai fazer com que tenhamos turistas durante todo o ano, e não só em três meses.

VP - Qual sua opinião sobre o turismo de um dia?

Ramos - Sou favorável a todo o tipo de turismo, desde que deixe a receita necessária para a cidade sobreviver.

VP - Como vai ser o relacionamento com a nova Câmara?

Ramos - Eu acho que vai ser bom. A Câmara tem que ser uma parceira para buscar recursos junto com a prefeitura. Temos que ter união para viabilizar recursos.

VP - O senhor considera que a prefeitura tem um número elevado de funcionários?

Ramos - Tem. Temos que diminuir o quadro de funcionários públicos com medidas de incentivo a demissão voluntária. Vai ser a coisa que vai me deixar mais chateado. Temos que diminuir e não contratar mais pessoas como o atual prefeito está fazendo. Quem perdeu a eleição tem mais que arrrumar a casa. Quem tem que se preocupar com a contratação é o próximo prefeito e não a pessoa que perdeu a eleição. Todas as medidas que ele tomou após a eleição, se for possível, serão revogadas por via judicial.

VP - Qual sua opinião sobre a terceirização da merenda escolar e da licitação da coleta de lixo?

Ramos- Todos os contratos feitos após as eleições e mesmo antes serão revistos. No caso da merenda eu acho que é humanamente possível a prefeitura continuar fornecendo. Saímos de um valor da ordem de R$ 500 mil para R$ 3 milhões com a contratação do serviço por licitação. Voltaremos ao sistema antigo em que a prefeitura licitava os alimentos e os funcionários preparavam a comida. Já para a licitação de coleta de lixo o problema é um pouco mais grave. O município não tem o número de caminhões necessários para realizar o serviços em todo o município. Vamos rever o contrato para manter o serviço. Se o valor for justo, manteremos.

Prefeitura de Ubatuba pode ganhar "gerente"

Ubatuba - Entre as medidas que o prefeito eleito Paulo Ramos (PFL) pretende adotar na reestruturação administrativa da Prefeitura de Ubatuba está a criação do cargo de "Gerente da Cidade". Ele também planeja criar duas outras secretarias - Meio Ambiente e Turismo. O objetivo é fomentar o turismo na cidade com a obtenção de recursos junto à Secretaria de Turismo do Estado.
"O Gerente da Cidade vai funcionar como um ouvidor. Um técnico com uma visão global da cidade vai ouvir as reivindicações e as denúncias contra a prefeitura. Tem que ser uma pessoa de confiança do povo, mas ainda não sei que será."
Segundo Paulo Ramos, os secretários serão escolhidos primeiramente por critérios técnicos. "Pediremos também o auxílio das entidades da cidade. Se precisar de um advogado, pediremos uma indicação da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), por exemplo." (Fonte: ValeParaibano)

Pefelista deve ter maioria na Câmara

Ubatuba - Dos 13 vereadores que vão compor a nova Câmara de Ubatuba, apenas 5 deverão fazer parte da bancada de oposição ao prefeito eleito, Paulo Ramos de Oliveira (PFL). A coligação que elegeu Ramos foi composta por três partidos além do PFL --PTB, PMDB e PAN-- e terá uma bancada de oito parlamentares, que vão integrar, em tese, a base de sustentação ao governo pefelista.
O engenheiro Pedro Tuzino (PT), principal adversário de Ramos na corrida eleitoral pela Prefeitura de Ubatuba, disse que pretende acompanhar a administração do pefelista e apontar suas eventuais falhas de governo. "Vou fazer questão de acompanhar as discussões dos projetos polêmicos, que possam prejudicar a população, como sempre fiz."
Tuzino disse que não pretende ser um opositor sistemático à administração de Ramos. "Não vou querer retardar o processo de crescimento da cidade. Mas, como cidadão, quero saber o que está acontecendo no município." Esta eleição foi a primeira em que Tuzino disputou cargo de prefeito. Ele recebeu 8.423 votos no dia 1ª de outubro, contra 13.826 de Paulo Ramos.
"O resultado das eleições não foi surpreendente. Mas acho que se não fossem os panfletos distribuídos com notícias mentirosas contra a minha pessoa, teríamos uma votação mais expressiva", disse Tuzino.
REAÇÃO- A Prefeitura de Ubatuba classificou de "infundadas" as afirmações feitas por Ramos sobre a licitação da merenda escolar e o suposto atraso no crescimento da cidade.
A assessoria da prefeitura informou que a terceirização da merenda escolar diminuiu de R$ 2,80 para R$ 0,89 o gasto com refeição por cada aluno.
Sobre a afirmação de que a cidade não recebeu benefícios no governo de Zizinho Vigneron (PPS), a assessoria da prefeitura informou que teriam sido investidos R$ 31,1 milhões em saneamento básico e R$ 5,1 milhões na reurbanização das praias Massaguaçu e Grande.
De acordo com a assessoria, a realização do concurso público foi necessária para preencher as 202 vagas para as áreas da Saúde e Educação, que foram abertas depois da municipalização desses setores.
O atual prefeito de Ubatuba, Zizinho Vigneron, não foi localizado para comentar as afirmações de Paulo Ramos. De acordo com sua assessoria, ele estaria em viagem a São Paulo. (Fonte: ValeParaibano)

XV de Caraguá ganha vaga no Paulistana

Caraguatatuba - O XV de Novembro de Caraguatatuba ganhou uma vaga no Campeonato Paulista de Futebol Feminino e fará a sua estréia na quinta-feira à tarde, recebendo o Jabaquara de Santos. Inicialmente fora do grupo de 12 equipes participantes, o time do Litoral Norte foi convidado para substituir o São Paulo Futebol Clube, campeão do Paulistana 99 e desistente da competição deste ano por exigir cotas de R$ 20 mil por partida e não aceitar as de R$ 10 mil oferecidas pela Federação Paulista de Futebol. A base da equipe quinzista é de atletas de Caraguatatuba, mas já vem sendo reforçada por jogadores de outras cidades do Litoral Norte. (Fonte: ValeParaibano)

Envie estas notícias para um amigo:
e-mail:



Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor