Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 17 de novembro de 2000 - Nº 170 Arquivo
Giorgio Restaurante American Bar
Truckmodelismo Brasil
  
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

TCE condena construção de atracadouro em S. Sebastião
Moradores protestam contra trânsito de veículo pesado
Sabesp promete providências
Câmara de Caraguá recua e aumenta salário de prefeito
Prefeito diz que foi injustiçado
Caraguá abre 200 frentes de trabalho
PF de S. Sebastião prende acusado de dar golpe de R$ 1,5 mi no INSS
Caraguá usa dossiê para reaver royalties
Ilhabela tenta recuperar turistas
Acidente deixa quatro feridos na Rio-Santos
Bocha é vice campeã no Torneio Master
Juramento à Bandeira
Eleição de conselheiros acontece na segunda
Gonçalves admite não ser candidato no XV
Jonas Ribeiro conta estórias em Ubatuba
Agenda da FUNDART


TCE condena construção de atracadouro em S. Sebastião

São Sebastião - O TCE (Tribunal de Contas do Estado) condenou a obra de construção do atracadouro no bairro Pontal da Cruz em São Sebastião iniciado em dezembro de 92, último ano da gestão do ex-prefeito Paulo Julião (PSDB).
Entre as irregularidades estão a falta de apresentação de um projeto básico e o fracionamento da obra para que a contratação pudesse ser feita por carta convite, modalidade que dispensa a licitação.
Pela legislação vigente, obras com valor abaixo de R$ 150 mil podem ser contratadas por meio de carta convite. A empresa vencedora foi a Construbase, de São Paulo.
O deputado estadual e prefeito eleito, Paulo Julião (PSDB), disse ontem que já entrou com um recurso contra a decisão do TCE, alegando que não foi citado para apresentar sua defesa.
"Esse contrato foi assinado no dia 28 de dezembro, poucos dias antes da minha saída do cargo. A obra tinha a previsão de duas fases. Assinei apenas o primeiro contrato", afirmou.
Em relação ao projeto básico, o prefeito eleito afirmou que possui cópia do estudo, que será apresentado ao TCE.
A obra continua inacabada e Julião disse que pretende concluí-la no próximo mandato. (Fonte: ValeParaibano)

Moradores protestam contra trânsito de veículo pesado
Casas de Boiçucanga, em S. Sebastião, tremem com a movimentação de caminhões

São Sebastião - Moradores da rua Amauri Teixeira Leite, no bairro de Boiçucanga em São Sebastião, no Litoral Norte, se uniram ontem para protestar contra a construção de uma rede de esgoto no bairro.
A preocupação deles é que a estrutura das casas seja abalada em conseqüência do maquinário pesado usado nas obras. Algumas residências apresentam trincas e eles alegam que a culpa é de caminhões pesados que transportam material para a empreiteira.
Esta rua tem cerca de 20 residências. Moradores temem que a via não suporte a implantação de equipamentos pesados. A Secretaria de Meio Ambiente informou que vai fiscalizar o impacto ambiental.
A Sabesp - responsável pela obra - já pediu vistoria no local e vai emitir um laudo antes do início da construção da rede.
O pescador Jerry Gentil Victório, 32 anos, chegou a procurar a polícia junto com outros moradores no dia 14 de agosto para comunicar que a empreiteira Elevação, sediada em Curitiba (PR), estava causando prejuízos nas casas por causa dos serviços de aterramento no bairro.
"Eles estão aterrando o local há aproximadamente 60 dias e isto vem causando transtornos para nós. Quando os caminhões passam carregados de terra, as casas balançam. Na casa de meu vizinho, a piscina chegou a trincar. Queremos que nos dêem garantia de que não corremos risco com esta obra, porque depois que acontecer uma tragédia ninguém vai querer se responsabilizar", afirmou.
O pedreiro Alfredo Ferro, 66 anos, também está preocupado com o tráfego de caminhões. "Fui conversar com um responsável da obra e ele ficou de pedir aos motoristas a redução da velocidade, mas eles continuam correndo e causando tremores em minha casa. Se abalar a estrutura quem vai responder por isso?", disse.
Com medo de maiores transtornos moradores construiram três lombadas na rua mas foram notificados a retirá-las. "Tivemos que construir para garantir nossa segurança. Este lugar era um brejo e não consigo dormir quando passa um caminhão carregado de terra. Os problemas só apareceram depois que começou o aterro", afirmou o pedreiro. (Fonte: ValeParaibano)

Sabesp promete providências

São Sebastião - A assessoria de imprensa da Sabesp de São Sebastião informou ontem que já estão sendo tomadas todas as providências sobre documentação e prevenção de problemas que possam surgir com a obra da rua Amauri Teixeira Leite, em Boiçucanga.
Segundo a assessoria, a denúncia dos moradores foi registrada e a construção da rede de esgoto só será iniciada depois que ficar pronto o laudo que aponta as condições do terreno.
Um engenheiro estará visitando todas as casas com trincas que possam ter surgido após a passagem dos caminhões. A Sabesp garantiu que qualquer problema será assumido pela empreiteira.
FISCALIZAÇÃO - O secretário de Meio Ambiente do município, Eduardo Hipólito do Rego, informou que a rigor todas as obras da Sabesp deveriam ter licenciamento ambiental mas isto não ocorre.
"Neste caso não são aplicadas as medidas de embargo porque é uma obra que a população espera há 30 anos. O que podemos fazer é fiscalizar para que a obra seja feita de maneira correta", disse.
Hipólito disse que para fiscalizar a obra a Sabesp precisa enviar uma cópia da planta para a Secretaria detalhando o projeto.
SOLO FRÁGIL - De acordo com Hipólit, a área onde será construída a rede de esgoto tem um solo frágil. "Não afirmo que é um mangue porque não há registro histórico sobre isso, mas a área tem uma suscetibilidade forte a estes balanços provocados pelos veículos", disse.
A Secretaria de Meio Ambiente informou ainda que tem recebido várias reclamações de moradores de Boiçucanga sobre as obras realizadas pela empreiteira Elevação. "Eles reclamam que as ruas ficam intransitáveis quando a empresa realiza uma obra e que não fecha direito os buracos que abre", disse. Uma moradora da rua Albatrozes reclama da lama em frente sua casa. (Fonte: ValeParaibano)

Câmara de Caraguá recua e aumenta salário de prefeito
Vereadores revogam lei aprovada antes da eleição reduzindo salários de Antônio Carlos; tucano apóia medida

Caraguatatuba - Câmara de Caraguatatuba aprovou ontem em sessão extraordinária, por 9 votos a 4, o projeto do vereador Jorge Jacinto de Oliveira (PSDB) que eleva o salário do prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB) para R$ 10.800 em 2001.
Aprovado com apoio do prefeito, o projeto revoga uma lei votada pela Câmara dois dias antes das eleições municipais, reduzindo os salários de Antonio Carlos de R$ 11.600 para R$ 7.000. A lei chegou a ser sancionada pelo prefeito.
A proposta votada pelos vereadores ontem à tarde também eleva os salários dos futuros secretários municipais de R$ 2.400 para 2.950.
Outra medida embutida no projeto é a redução do desconto feito nos salários dos vereadores em razão de faltas. Uma emenda do vereador Dúlio Peixoto (PSDB) reduziu os descontos de 25% para apenas 3% dos subsídios por sessão.
A bancada governista na Câmara de Caraguatatuba vinha tentando modificar a lei que definiu os salários para 2001 desde a semana passada, quando uma proposta neste sentido, apresentada pelo líder do prefeito, Sebastião Carlos Fernandes (PSDB), acabou rejeitada por 10 votos a 6.
Os vereadores alegam que houve um "equívoco" no projeto aprovado no dia 29 de setembro, mas que não havia "condições políticas" de evitar a redução dos salários antes das eleições
Outra alegação da bancada governista é que a contratação de secretários competentes ficaria praticamente inviabilizada com os salários inicialmente aprovados para 2001.
O autor do projeto, Jorge Jacinto de Oliveira (PTB), não conseguiu se reeleger e havia votado favorável à proposta inicial que reduzia o salário em 40%.
"Eu fui favorável porque estava em campanha e não ia confrontar o meu eleitorado."
Três vereadores não compareceram à sessão de ontem e o presidente da Câmara, Celso Pereira (PSDB), não votou.
Pereira justificou a decisão de colocar novamente em pauta a questão dos salários para 2001.
Segundo ele, o Legislativo tem até o final do mandato para definir os salários. Apesar disso, o artigo 12 da Lei Orgânica determina que o subsídio do prefeito, vice, secretários e vereadores deve ser fixado antes da eleição.
REAÇÃO - A aprovação do projeto revoltou os moradores que foram acompanhar a sessão de ontem. Houve um princípio de tumulto quando os mais exaltados começaram a jogar objetos no plenário. A Polícia Militar teve que ser acionada, mas ninguém foi preso.
Para o vereador Omar Kazon (PL) quem acaba perdendo com a aprovação do projeto é a comunidade. "Por que não votaram contra o projeto antes das eleições? Isso é uma imoralidade."
A oposição ameaça questionar na Justiça o projeto. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeito diz que foi injustiçado

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva (PSDB), disse que a lei aprovada inicialmente pela Câmara, em 29 de setembro, cometeu uma injustiça contra a sua administração.
Antônio Carlos apoiou abertamente a iniciativa da maioria governista de revogar o projeto e aumentar seu salário e o de seus secretários a partir de 2001.
"Trabalho muito e faço jus ao salário que recebo", afirmou ontem o prefeito, que vai ganhar o equivalente a 71 salários mínimos a partir de 2001.
Antônio Carlos disse que a sua bancada de sustenção na Câmara ficou sensibilizada com a situação de seus secretários e percebeu que havia cometido uma injustiça.
Segundo ele, o secretariado já havia demonstrado insatisfação com os salários inicialmente aprovados pelos vereadores, em 29 de setembro. "Não teria condições de montar uma boa equipe." (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá abre 200 frentes de trabalho

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba está abrindo 200 vagas de emprego em frentes de trabalho. O contrato é válido por três meses e pode ser renovado por outros 90 dias.
Os selecionados vão trabalhar em serviços de capina, limpeza e manutenção de ruas, avenidas, praças e praias. A prefeitura vai pagar um salário mínimo e cesta básica.
A doméstica Maria Aparecida de Souza, 33 anos, foi fazer sua inscrição ontem. "Está difícil conseguir emprego na cidade. Se conseguir a vaga vou ter um dinheiro a mais."
O secretário de Serviços Municipais, Roberti Costa, afirmou que a reabertura de vagas se deve à proximidade da temporada de verão quando a população na cidade passa de 80 mil para cerca de 200 mil. "Queremos manter toda a cidade limpa."
Para isso, 110 trabalhadores vão trabalhar na regional centro, 60 na regional sul e 30 na regional norte. Uma equipe será escalada para trabalhar no período noturno para manter limpos os pontos mais frequentados pelos turistas.
Caraguá foi a primeira cidade da região a implantar o serviço de frente de trabalho e nos últimos dois anos empregou cerca de 800 pessoas.
As inscrições estão sendo feitas no PAT (Programa de Apoio Ao Trabalhador), na rua Taubaté, 520, Sumaré, e na Base Operacional da Região Sul, no bairro Porto Novo. (Fonte: ValeParaibano)

PF de S. Sebastião prende acusado de dar golpe de R$ 1,5 mi no INSS
Polícia Federal investiga suposto fraudador há um ano após denúncia feita em Taubaté

São Sebastião - A Polícia Federal de São Sebastião prendeu essa semana Carlos Roberto Pereira Dória, 46 anos, acusado de ter aplicado um golpe de R$ 1,5 milhão no INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) em agências do Vale do Paraíba, São Paulo e sul de Minas. Ele foi detido em sua casa, em Limeira (SP), após um ano de busca.
Segundo a PF, o golpe só foi descoberto porque uma funcionária do INSS de Taubaté desconfiou dos atestados médicos para a liberação do auxílio doença. Ela comunicou a chefia que acionou a polícia.
Nos últimos 12 meses pelos menos seis pessoas já foram condenadas pela Justiça Federal de São José por golpe contra o instituto, mas, de acordo com a PF, mais de 20 podem ter sido beneficiadas pela fraude.
Na casa do acusado, os agentes federais encontraram 270 carimbos de empresas falsos, computadores, máquinas de escrever, carteiras de trabalhos. Dória teria confirmado que comprava produtos em supermercados e usava os CGCs para criar os carimbos falsificados.
A polícia espera chegar aos valores e número da fraude após analisar os livros de contabilidade apreendido na casa do suspeito. Nomes que aparecem como 'clientes' também serão investigados.
O GOLPE - Cada beneficiado receberia do suspeito um atestado médico de doente mental e dava entrada no INSS. Segundo a PF, é mais difícil a perícia desse tipo de doença. O 'doente' pagaria R$ 6.000 para a quadrilha de Dória em troca do benefício vitalício, que variava entre R$ 900 e R$ 1.100 mensais. Segundo a polícia, quem não pagava o valor à quadrilha era denunciado para o INSS através de carta anônima.
A PF teve dificuldade de localizar o suposto fraudador porque ele estaria usando o nome de José Dias de Andrade, que já morreu há sete anos. Os agentes levaram meses para localizar a família de Andrade, em uma favela da zona sul de São Paulo, e confirmar o óbito.
Segundo a polícia, a partir daí, houve uma corrida para encontrar Dória, que já tinha morado em São Paulo, Americana, Piracicaba e Limeira. Ele está detido na cadeia de São Sebastião à disposição da Justiça Federal. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá usa dossiê para reaver royalties
Prefeitura quer mobilizar população em campanha para recuperar direito de receber verba da Petrobras

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguatatuba, Antônio Carlos da Silva (PSDB), quer mobilizar a cidade em uma campanha para reaver o pagamento dos royalties da Petrobras.
Ele esteve reunido ontem com vereadores para buscar respaldo para iniciar um "lobby" junto a direção da ANP (Agência Nacional do Petróleo) com objetivo de retomar a liberação da verba mensal.
A cidade recebia cerca de R$ 350 mil por mês em royalties pela proximidade com o Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso), em São Sebastião, mas, desde março deste ano, perdeu o direito à verba em razão de uma portaria da ANP.
"Caraguá está sendo injustiçada pelos técnicos da ANP, que alegam que o município não é afetado por vazamento de petróleo", afirma o prefeito tucano.
Para comprovar o suposto erro dos técnicos, o procurador-geral do município, Sidnei de Oliveira Andrade, elaborou um dossiê que será entregue ao presidente da ANP, David Zylbersztajn.
A prefeitura quer ainda organizar uma caravana com pelo menos dois ônibus ao Rio de Janeiro - sede da ANP.
O presidente da Câmara, Celso Pereira (PSDB), disse que deverá ser criado um movimento suprapartidário na cidade para pressionar a agência.
"O município está deixando de receber o que é seu por direito." Atualmente 69 municípios paulistas recebem royalties da Petrobras.
Segundo o procurador de Caraguá, a cidade deve receber até abril de 2001 parcelas de R$ 199 mil, referentes ao período de novembro de 98 a outubro de 99 --quando a Petrobras reconheceu o direito ao benefício.
Em uma reavaliação realizado no final de 99, a ANP definiu, através de portaria, que só teriam direito ao pagamento dos royalties, as cidades litorâneas cuja linha da costa situa-se em um raio circundante de 10 quilômetros. Caraguá ficou fora desse limite e perdeu direito ao benefício.
Inconformada com o corte do repasse de cerca de R$ 350 mil, a prefeitura pediu novas avaliações, foi ao ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho Filho, e recebeu a confirmação, por meio do Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) que a expressão raio de 10 quilômetros é usada para incluir toda e qualquer área que esteja dentro desse limite.
BRIGA - A briga da prefeitura com a Petrobras ocorre desde maio de 99, quando o governo reivindicou o pagamento junto ao governo federal, argumentando que, em um trecho de serra, a distância do município com o Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso), em São Sebastião, é inferior aos 10 quilômetros sugeridos na portaria.
Caraguá conta com uma estação intermediária de bombeamento no Rio Pardo que abastece as refinarias de São José dos Campos (Revap), Paulínia (Replan) e o Terminal de Guararema.
A cidade tem ainda 23 quilômetros de oleodutos responsáveis pela movimentação de 5.800 metros cúbicos por hora de petróleo e derivados.
A Petrobras não se manifestou sobre o assunto ontem. (Fonte: ValeParaibano)

Ilhabela tenta recuperar turistas

Ilhabela - A Secretaria de Turismo de Ilhabela está cobrando da Petrobras uma definição ainda hoje sobre proposta apresentada para resgatar a imagem da cidade após o vazamento de 86 mil litros de óleo no mar, ocorrido no último dia 4.
O município quer que seja feita uma campanha institucional pela estatal mostrando que a região está limpa e pronta para receber os turistas.
Um ofício com essa proposta foi apresentado ontem à diretoria da empresa em São Sebastião.
O secretário de Turismo, Carlos Alberto Naufal, disse que os efeitos do desastre ainda estão sendo sentidos pelo município.
"Os representantes do transatlântico Rhapsody cancelaram a escala que fariam na cidade no próximo mês", disse.
Naufal afirmou ainda que convidou o gerente responsável pelo cruzeiro a ir até Ilhabela, mas não recebeu nenhuma confirmação.
Ele também está preocupado com os contatos realizados durante a FIT (Feira Internacional do Turismo), em Buenos Aires (Argentina).
Segundo o secretário, as operadoras de turismo alegam que não podem fazer campanhas para venda de pacotes porque o acidente teria repercutido mal no exterior.
Os dois municípios mais atingidos pelo vazamento de óleo do navio Vergina 2 estão propondo ainda uma parceria com a empresa para desenvolver o turismo na região com a instalação de mais infra-estrutura.
O gerente do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso), Luiz Alberto de Faria Franco, não foi localizado ontem para falar sobre essas propostas. (Fonte: ValeParaibano)

Acidente deixa quatro feridos na Rio-Santos

São Sebastião - Quatro pessoas sofreram ferimentos leves em um acidente ocorrido na tarde de ontem na rodovia Rio-Santos (SP-55), no bairro Topovaradouro, em São Sebastião. Segundo uma das vítimas, Dolores Amorim Bueno, que estava em um Gol seguindo sentido São Sebastião-Bertioga, em um trecho da rodovia uma Saveiro atravessou a pista colidindo com o carro onde estavam outras três pessoas. O veículo tombou na rodovia e a polícia teve que interditar meia pista. O motorista do Gol, Edmir Cunha Bueno, foi levado ao Hospital de Clínicas e liberado logo em seguida após ser medicado. As causas de o motorista da Saveiro trer perdido o controle do carro não foram identificadas. (Fonte: ValeParaibano)

Bocha é vice campeã no Torneio Master

São Sebastião - A equipe de Bocha de São Sebastião ficou como vice campeã no Torneio Master da liga joseense ontem, em São José dos Campos. A dupla de São Sebastião Célio e Jerson perdeu apenas para a equipe do Luso Brasileiro de São José que sagrou-se a campeã do torneio. Participaram do torneio 16 duplas. (Fonte: PMSS)

Juramento à Bandeira

São Sebastião - Os jovens sebastianenses dispensados do serviço militar participam hoje, sexta-feira, dia 17, da cerimônia de Juramento à Bandeira. A cerimônia está marcada para as 11h, no ginásio de esportes José de Souza, Gringo. (Fonte: PMSS)

Eleição de conselheiros acontece na segunda

São Sebastião - A eleição dos novos membros do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de São Sebastião acontece na próxima segunda-feira, dia 20, Dia da Consciência Negra. A eleição está marcada para as 20h, na Casa dos Conselhos Dom Helder Câmara, rua João Batista Fernandes, 57. (Fonte: PMSS)

Gonçalves admite não ser candidato no XV

Caraguatatuba- O XV de Caraguatatuba corre o risco de ficar sem candidato à presidência, pois hoje vence o prazo para a inscrição de chapas concorrentes e o atual presidente, Eduardo Gonçalves, ainda não aceitou o pedido dos conselheiros que insistem na sua reeleição. "Me sinto recompensado pela reestruturação do clube, mas também muito cansado. Por isso, se não me ajudarem na formação de uma diretoria forte e participativa, penso que não devo correr o risco de me desgastar ainda mais", disse Eduardo, que em dois anos reformou o estádio, reconstruiu a sede social, equacionou as dívidas com 63 credores e ainda manteve o time na Série B-1, a quarta divisão. (Fonte: ValeParaibano)

Jonas Ribeiro conta estórias em Ubatuba

Ubatuba - O escritor Jonas Ribeiro contou estórias para mais de 300 crianças de 3ª e 4ª séries das escolas municipais de Itamambuca, Lagoinha, Aurelina, Sertão do Ubatumirim, Picinguaba, Fortaleza, Araribá, Corcovado, Monte Valério, Bela Vista, Praia Dura e Estufa II, no último dia 10 de novembro, no Auditório da FUNDART. À noite, o autor de “O Funil Encantado”, “Em nome da Paz”, “Virando Estrela”. “Um Bifinho ou um Salaminho?”, “A Ratinha Cor de Rosa do Rabinho Azul Escuro” e “Poesias de dar Água na Boca”, contou suas estórias para adultos, na sessão especial “Histórias de Amor, Humor e Terror”.
Jonas já esteve me Ubatuba com o projeto “Escritor na Cidade”, através da Secretaria de Estado da Cultura. Desta vez, o escritor foi trazido pela Secretaria Municipal de Educação, com apoio da FUNDART e Prefeitura Municipal.
O AUTOR - Jonas Ribeiro é autor de livros infantis e formado em Língua e Literatura Portuguesa pela PUC-SP. Neste projeto já percorreu mais de 280 escolas, contando histórias, ministrando cursos e divulgando seus livros. (Fonte: FUNDART)

Agenda da FUNDART

Ubatuba - A VI Mostra de Desenho, Pinturas e Aquarelas, dos alunos do artista plástico Banjamín González, pode ser visitada até o dia 26 de novembro, de segunda a sexta, das 8 às 20 horas, e sábados e domingos, das 14 às 20 horas, no Salão de Exposições da FUNDART.

Alguns Grupos Setoriais da FUNDART se reúnem esta semana. As reuniões são abertas ao público, que pode trazer idéas, projetos, ou simplesmente saber da atuação da área do Grupo. Confira das datas e locais das reuniões:
- Literatura: 16/11 - às 18 horas - na Biblioteca
- Artes Plásticas: 17/11 - 18 horas - na Biblioteca
- História e Geografia: 18/11 - 18 horas - Auditório da FUNDART
- Folclore: 18/11 - 20 horas - Capela do Itaguá

Cine Clube da FUNDART apresenta neste sábado, dia 18 de novembro, o filme Corra, Lola, Corra, às 20 horas, no Auditório da FUNDART. No domingo, dia 19, é a vez de Monica - Princesa e o Robô, às 17 horas. A entrada é franca.

A FUNDART está com inscrições abertas para duas novas oficinas : Laboratório de Estímulo à Criatividade, de Judith Ribeiro de Carvalho, que acontece no dia 9 de dezembro e Oficina de Mosaico, com Jussara Guimarães, nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro. Mais informações na FUNDART.

O Cultura na Praça está neste domingo, dia 19 de novembro, EMEB da Estufa II, desenvolvendo atividades com as pessoas do bairro, a partir das 14 horas.

As inscrições para a Exposição de Presépios da FUNDART estão abertas. Mais informações podem ser obtidas na FUNDART. (Fonte: FUNDART)

Envie estas notícias para um amigo:
e-mail:



Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor