Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 06 de março de 2001 - Nº 242 Arquivo
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Free Wallpaper
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Estiagem afeta cachoeiras do litoral
Índices de chuva são os mais baixos
XV estréia em casa contra o Guarulhos
Dois são assassinados no Litoral Norte


Estiagem afeta cachoeiras do litoral
Falta de chuva na região está reduzindo as quedas d'água e secando córregos; situação preocupa moradores

Ilhabela - As cachoeiras e córregos do Litoral Norte estão começando a sofrer com a longa estiagem e apresentam um volume reduzido de água. A última forte chuva na região ocorreu no dia 31 de dezembro.
Os índices pluviométricos estão abaixo da média mensal de outros anos (leia texto nesta página). Em Ilhabela os moradores do bairro Barra Velha estão preocupados com o baixo volume de água da cachoeira da Água Branca, principal fonte de abastecimento da cidade.
Um dos cartões postais da cidade e visível logo na saída da balsa, a cachoeira possui apenas um filete de água. A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) informou que o período mais crítico já passou com o Carnaval e que não há risco de desabastecimento. Mas, orienta a população a evitar o desperdício de água.
Na semana passada, o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB) anunciou a instalação de mais uma ETA (Estação de Tratamento de Água) para complementar o atendimento de água à população. A Sabesp deverá investir cerca de R$ 1,5 milhão para a construção da estação.
Para quem mora em pontos extremos de Ilhabela, o abastecimento já está comprometido, segundo o diretor de Meio Ambiente, Edward Boerhinger. Segundo ele, residências que recebem água direto de cachoeiras ou fonte alternativas já estão registrando o desabastecimento. "A situação já é considerada mais séria nos lados norte e sul da cidade."
Outro sinal de que a falta de chuva está deixando Ilhabela seca é o trabalho de controle de borrachudos. Segundo Boerhinger, os funcionários da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) estão deixando de apliar o larvicida nas quedas d'água porque não encontram água para fazer o controle.
TURISMO - O instrutor de rapel na cidade, Danilo Godoy, disse que a queda no volume d'água compromete a atividade. "As pessoas gostam de fazer rapel em cachoeiras com grande volume de água."
A situação não é diferente nas outras cidades do Litoral Norte. Em São Sebastião, as cachoeiras dos bairros Toque-Toque Grande e Pequeno, visíveis da rodovia Rio-Santos, também estão com pouco volume de água. Os rios Maresias e Camburizinho, na costa sul, estão rasos.
Em Caraguatatuba, as quedas d'água e poços também estão secando. O monitor de ecoturismo, André Trujillo, disse que no poço do rio Guaxinduba, há pontos onde só exitem filetes de água.
A secretária-executiva do CBH-LN (Comitê de Bacias Hidrográficas-Litoral Norte), Rosa Maria Mancini, disse ontem que não há nenhuma informação oficial sobre situação crítica nas bacias da região.
Segundo ela, tanto a Sabesp como o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) consideram a atual situação como normal. (Fonte: ValeParaibano)

Índices de chuva são os mais baixos

Ilhabela - Os índices pluviométricos --que medem a quantidade de chuva em uma determinada área-- são os mais baixos registrados em Ilhabela desde 1998.
Em janeiro deste ano choveu 73,1 milímetros, o equivalente a 73,1 litros de água por metro quadrado. Em 2000, a Defesa Civil registrou 405,1 mm e em 1998 foi registrado 149 mm de chuva. No mês, passado foram registrados 99,9 mm contra 317,1 em 2000 e 197,4 em 1998.
O índice também foi considerado baixo em Ubatuba, segundo o CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista. Em fevereiro choveu 172,9 mm, quando a média no período é de 311,5.
Em São Sebastião, os pluviômetros da Defesa Civil registraram 38,1 mm de chuvas em janeiro e 102,1 em fevereiro. O chefe de divisão da Defesa, Luiz Figueiredo, disse que o volume de chuva é fraco para o período.
Em Caraguatatuba, a maior quantidade de chuva foi em fevereiro, com 226 mm no período contra 84,2 mm em janeiro.
Segundo a meteorologista do CPTEC, Gláucia Meira Carneiro, a previsão para os próximos três dias no litoral é de tempo parcialmente nublado com pancadas de chuvas no decorrer da tarde. (Fonte: ValeParaibano)

XV estréia em casa contra o Guarulhos

Caraguatatuba - Reformulado em todos os seus setores, o XV de Caraguatatuba estréia hoje em mais uma edição do Campeonato Paulista da Série B-1, recebendo o Guarulhos, às 15h.
Assim como nas séries A-2 e A-3, a B-1 terá os seus 16 times se enfrentando em turno e returno, um sistema de 30 rodadas por pontos corridos que promoverá o campeão e o vice à A-3 e rebaixará os dois últimos à B-2. Também haverá decisão por pênaltis nos jogos que terminarem empatados.
"Vamos buscar uma arrancada com vitória, porque queremos estar sempre bem motivados", disse o técnico Viriato Mendes Neto, um ex-goleiro que pela primeira vez é treinador no futebol paulista.
Como o regulamento do campeonato passou a proibir a utilização de até quatro jogadores com mais de 23 anos de idade, o goleiro Paulinho, o zagueiro Marcelo e os volantes Edinho e Osvaldinho ficaram desempregados. Do reduzido elenco do ano passado restaram apenas alguns jogadores, como o zagueiro Vinícius, o volante Adernam e os atacantes Leonardo e Kanu.
Hoje, por problemas de documentação, Vinícius, Leonardo e os meias Macalé e Itaparica ficam de fora. Sem eles, o time foi definido com: Carlos; Ferreira, Rubens, Buiú e Washington; Robson, Juninho, Coxinha e César; Kanu e Wilson.
A principal novidade na direção do clube foi a saída do presidente Eduardo Gonçalves, que renunciou alegando desgaste e desmotivação. Assim, o vice Francisco Mastromônico é o presidente em exercício. (Fonte: ValeParaibano)

Dois são assassinados no Litoral Norte

Litoral Norte - No primeiro dia após a Operação Verão, período no qual o litoral norte recebeu o reforço de 450 policiais de Campinas e Ribeirão Preto, foram registrados dois homicídios, um em Ubatuba e outro em Caraguatatuba.
Nos dois casos, as vítimas não foram identificadas. Não há testemunhas dos crimes.
Em Ubatuba, a vítima foi encontrada às 5h de ontem, no bairro da Figueira, com ferimentos na cabeça, costas e abdômen, provocados por facadas.
O corpo do homem estava em uma caçamba de lixo.
Em Caraguatatuba, o corpo de um homem foi encontrado no bairro Travessão, periferia da cidade, com perfurações na cabeça causadas por disparos de arma de fogo.
Segundo a polícia, os dois bairros são considerados violentos. (Fonte: Folha Vale)


Cit-Férias

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor