Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 06 de dezembro de 2001 - Nº 431 Edições Anteriores
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Modulo

Busca por palavras no Litoral Virtual:

Principais Manchetes:

Passageiros das balsas no litoral aprovam novo sistema de segurança
Estudantes podem ficar sem condução em Ubatuba
Obra ameaça acesso à praia de Caraguá
Secretário diz que projeto foi aprovado por órgãos competentes
Suspeitos de matar prefeito foram executados
Obra atrasa e Ilhabela fica nova temporada sem hospital
São Sebastião cria verba de gabinete
Unesco premia São Sebastião por projetos pedagógicos
São Sebatião implanta central de emergência
Encontro reúne profissionais do mergulho e conservação ambiental
Encontro de Educação e Prevenção à AIDS acontece dia 17 em Caraguá
“Ballantines Fest” agita Caraguá no próximo dia 21
Sabesp atende mais de 90% da população de Caraguá
Alunos da Emef entrevistam Vereadores de Caraguá
Vereadores apóiam Sindserv quanto ao aumento do funcionalismo
Orçamento é aprovado em primeiro turno em Caraguá
EJA do Pegorelli visita Câmara e encerra série de 2001
Caraguá participa de etapa do valeparaibano de ciclismo
Carta do Leitor



Passageiros das balsas no litoral aprovam novo sistema de segurança

Mudanças impostas pela Marinha na travessia entre São Sebastião e Ilhabela começam a funcionar

São Sebastião - Usuários das balsas que fazem a travessia entre São Sebastião e Ilhabela aprovaram as primeiras mudanças nas embarcações iniciadas ontem e que visam aumentar a segurança dos passageiros. Os operadores afirmaram que não está afastada a possibilidade de congestionamento durante a temporada de verão.
A principal determinação da Diretoria de Portos e Costas da Marinha era abrir espaço entre os veículos como medida de segurança para os passageiros descerem. Três das quatro balsas perderam uma faixa de estacionamento.
Ontem, os funcionários da empresa OP Marine, que opera as balsas, organizaram o tráfego dos veículos embarcados sem maiores problemas. Foram pintadas faixas amarelas com cerca de um metro no piso das balsas.
Para o advogado Roberto Clemente, 47 anos, de Ilhabela, essa foi uma ótima medida. "A forma como estava era inviável porque não havia segurança."
Ele disse que seria necessário que o transporte de passageiros fosse separado dos veículos. "Se usassem uma lacha seria mais rápido e confortável."
O vendedor de São José dos Campos, José Antônio Ruiz, 47 anos, disse que deveriam ser adotadas medidas semelhantes de outros Estados que possuem sistema de travessia mais moderno.
"No Nordeste, o passageiro não fica no carro porque há uma área apropriada com coberturas, mesas e até banheiro."
Para os pedestres, o primeiro dia de alteração nas balsas foi positivo. A enfermeira Maria Bernardete Van Sebroeck, 31 anos, que todos os dias usa a balsa, disse que é favorável à adequação das balsas para que os usuários tenham como se esconder do sol ou da chuva.
As próximas medidas que deverão ser adotadas pela Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) é pela saída do passageiro do veículo. A empresa pediu mais tempo para a Marinha para fazer essa adequação.
Segundo o coordenador de travessias no Litoral Norte, Válter Bárbara, a redução do espaço não provocou filas no primeiro dia porque o movimento foi fraco.
Atualmente, o sistema de travessia está operando com três balsas porque uma delas está em reforma. A Dersa deverá adquirir mais uma embarcação para ser usada na temporada e evitar congestionamentos. (Fonte: ValeParaibano)

Estudantes podem ficar sem condução em Ubatuba
Dívida da prefeitura com transporte pode prejudicar matrículas

Ubatuba - A AEUU (Associação dos Estudantes Universitários de Ubatuba) vai entrar com uma representação contra a prefeitura para o pagamento de uma dívida de R$ 115 mil com a empresa de ônibus que faz o transporte escolar.
Segundo a presidente da entidade, Cláudia Camargo dos Santos, desde o início do ano que a prefeitura não paga a dívida. Lei aprovada na Câmara determina que o município pague a metade da conta.
Hoje, cabe ao universitário pagar R$ 45 por mês e à prefeitura R$ 40. "Se o prefeito não fizer o repasse dessa verba os alunos terão que fazer o pagamento integral da mensalidade", disse Cláudia.
De acordo com ela, o impasse está prejudicando a matrícula de universitário para ano letivo de 2002. A presidente da entidade disse que muitos alunos não têm como fazer o pagamento integral da mensalidade.
Sete ônibus fazem o transporte dos alunos que estudam à noite em Caraguatatuba, nas Faculdades Módulo, e em Taubaté, na Unitau (Universidade de Taubaté).
A previsão é que outros três ônibus seriam necessários para o próximo ano. "Mas sem o pagamento a empresa não vai liberar o transporte.
OUTRO LADO - Segundo informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura, o repasse não está sendo realizado porque era para ter sido assinado um convênio com a AEUU, mas o projeto aprovado na Câmara foi outro.
O dinheiro que seria destinado para o pagamento do transporte escolar, cerca de R$ 15 mil por mês, está sendo repassado para a Santa Casa. (Fonte: ValeParaibano)

Obra ameaça acesso à praia de Caraguá
Projeto é assinado por secretário do município

Caraguatatuba - A construção de um condomínio de alto padrão ameaça restringir o acesso de turistas à praia da Mococa, em Caraguatatuba. O projeto do empreendimento é assinado pelo atual secretário municipal de Urbanismo e Meio Ambiente, Eduardo Bevilacqua.
Uma área de 35 mil metros quadrados foi desmatada e, embora o secretário afirme que o acesso será livre, o projeto mostra que a via de acesso para veículos chegarem ao canto esquerdo da praia fica na área do condomínio.
Segundo Bevilacqua, todo o projeto foi aprovado no ano passado por órgãos competentes como o DPRN (Departamento de Proteção aos Recursos Naturais), Grapohab e prefeitura.
Na área, será construído o condomínio Porto Verde Mar, da empresa Mônaco Siani Empreendimentos, de São Paulo. Serão 34 casas de alto padrão que deverão ocupar 30% da área.
Os 15 quiosqueiros que trabalham há mais de 15 anos na praia estão inconformados com a obra. Eles alegam que o fechamento da rua vai prejudicar o acesso dos turistas à praia.
"Eles querem acabar com a última praia virgem existente em Caraguá", disse um dos integrantes da Associação dos Quiosqueiros, que preferiu não se identificar temendo represália.
Segundo o secretário, os quiosques estão instalados em área de Marinha e a prefeitura está elaborando um projeto para reurbanizar o praia. Não foi definido o destino que será dado aos quiosques.
Os proprietários questionam ainda a validade da documentação para a implantação do condomínio. O aposentado Sebastião Lopes Guimarães apresentou ontem um documento mostrando que a área de mais de 881 mil metros quadrados foi registrada em nome de um parente, José Alfredo Guimarães, em abril de 1920. Ele encaminhou processo à Justiça para reaver o terreno.
A vereadora Madalena Facchini (PSB) disse que vai encaminhar representação à Justiça por causa do desmatamento e do possível fechamento do acesso à praia. (Fonte: ValeParaibano)

Secretário diz que projeto foi aprovado por órgãos competentes

Caraguatatuba - O secretário de Urbanismo e Meio Ambiente de Caraguá, Eduardo Bevilacqua, disse ontem que o projeto foi aprovado por todos os órgãos competentes e que o lançamento do empreendimento deve ocorrer no início de 2002.
Ele disse ainda que o condomínio não vai atingir a faixa da Marinha, hoje ocupada pelos quiosques, e manterá uma distância de 40 metros dessa área onde será feito um projeto paisagístico.
Segundo Bevilacqua, a praia da Mococa é propícia para a ocupação urbana devido ao acesso facilitado e a idéia do município é valorizar empreendimentos voltados para o turismo de qualidade.
"Esse tipo de investimento visa a arrecadação, a geração de emprego e proteção do meio ambiente."
Com relação ao projeto de reurbanização da Mococa o secretário disse que os quiosques estão em área de preservação permanente, o que não ocorre em outras praias. (Fonte: ValeParaibano)

Suspeitos de matar prefeito foram executados
Inquérito mostra que não houve troca de tiros entre policiais e suspeitos de matar Toninho do PT, em Caraguá, no início de outubro

Caraguatatuba - O inquérito policial de mais de 500 páginas que investiga a morte, em Caraguatatuba, no litoral paulista, de quatro suspeitos do assassinato do prefeito de Campinas (SP) Antônio da Costa Santos (PT), o Toninho do PT, mostra fortes indícios de que eles podem ter sido executados sumariamente pelos quatro policiais que deveriam prendê-los.
O ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, Fermino Fechio Filho, confirmou ontem que um dos suspeitos foi morto com um tiro na nuca e que "não há nenhum indício de que tenha ocorrido realmente uma troca de tiros". "E se estes camaradas foram executados?", pergunta Fechio Filho.
O depoimento de pelo menos um dos suspeitos poderia ser fundamental para esclarecer o assassinato do prefeito, segundo informações da própria polícia de Campinas. "Na minha terra, em Matão, testemunha boa é testemunha viva", ironiza o ouvidor. "O que queremos saber é: porque eles foram mortos nesta operação deplorável?"
VERSÃO OFICIAL - De acordo com a versão oficial, Anderson José Bastos, Fábio Soares Menengrone, Alexandre Renato Pereira de Carvalho e Valmir Conti, sob os quais pesava a acusação de terem participado do assassinato do prefeito, morreram numa troca de tiros com policiais . Eles estavam escondidos numa casa, na Praia Martin de Sá, quando investigadores de Campinas chegaram. De acordo com a versão dos policiais, a equipe foi recebida a tiros e apenas revidou. Nenhum policial se feriu.
"É uma versão difícil de sustentar. A casa poderia ter sido cercada e eles deveriam ter chamado reforços, cortado a luz, cortado a água. Nada justifica o que aconteceu ali. A ação dos policiais foi ridícula e deplorável", avaliou Fechio Filho.
Para o ouvidor, a execução de um dos suspeitos com um tiro na nuca e a grande quantidade de projéteis encontrados nos corpos de todos eles, coloca sob "suspeita total" a versão dos policiais.
SIGILO - O inquérito, conduzido pela Polícia Civil de Caraguatatuba, e a sindicância aberta pela Ouvidoria estão sendo mantidos em sigilo. "Só poderemos falar de forma conclusiva quando tivermos em mãos os resultados do inquérito e da sindicância, mas os suspeitos já estavam dominados quando foram mortos e, com certeza, não colocavam a vida de ninguém em risco", afirmou Fechio Filho.
Os quatro mortos tinham passagens pela polícia por assalto a banco, tráfico de drogas e participação em seis sequestros na região de Campinas. O advogado criminalista e deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) tem insistido na tese de crime sob encomenda na morte de Costa Santos. "Quando se quer matar alguém hoje, o que se faz é contratar bandidos para encenarem um crime comum", conjectura Greenhalgh. (Fonte: ValeParaibano)

Obra atrasa e Ilhabela fica nova temporada sem hospital

Ilhabela - Pela terceira temporada consecutiva Ilhabela não terá um hospital local para atender moradores e turistas. As obras do hospital em construção no bairro Água Branca estão atrasadas e a previsão é que o prédio só fique pronto em abril.
Atualmente a Saúde atende uma média diária de 150 pacientes no pronto-socorro do Itaquanduba, número que costuma dobrar durante a temporada.
Para amenizar o impacto da falta de hospital, o secretário municipal de Saúde, Antônio Colucci, disse que vai contratar mais médicos e colocar para funcionar 24 horas o Posto de Saúde da costa sul, onde é maior o fluxo de pessoas.
As obras do futuro hospital foram paralisadas na gestão anterior e retomadas esta semana. Seu custo é de R$ 1,8 milhão. O investimento é do Estado e da prefeitura.
Foram feitas modificações para transformar o prédio de Unidade Mista de saúde em Hospital Municipal. Segundo Colucci, muita coisa da antiga obra terá que ser refeita. Também serão construídos 30 leitos para internação e outros 20 para o pronto-socorro. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião cria verba de gabinete

São Sebastião - Os vereadores de São Sebastião terão direito a uma verba de gabinete para pagar combustível, conserto de veículos oficiais, além de despesas com alimentação e hospedagem. O projeto foi aprovado por unanimidade.
O presidente da Câmara, José Luiz Ribeiro (PSDB), disse que atualmente esse fornecimento é feito pelo Legislativo e que a transferência para os gabinetes vai obrigar os vereadores a darem melhores explicações sobre a aplicação dos recursos.
"Mensalmente eles terão que fazer um relatório sobre os gastos, caso contrário não receberão o auxílio", disse o presidente.
Ele não quis adiantar quanto a Câmara vai disponibilizar para cada vereador. "Estamos fazendo um levantamento dos gastos para depois definir o valor a ser repassado." (Fonte: ValeParaibano)

Unesco premia São Sebastião por projetos pedagógicos

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião (PSDB) e a secretária municipal da Educação, Vera Hilst, receberam o prêmio Medalha Anísio Teixeira de Gestão Educacional, concedido pela Unesco, Undime Nacional e pelo 3º Fórum Nacional da Educação às cidades que se destacaram em 2001 com projetos pedagógicos inovadores.
"Apenas 40 municípios brasileiros receberam esse prêmio e, para São Sebastião, estar entre as cidades escolhidas é uma honra", comentou o prefeito, ao receber a medalha das mãos da secretária de educação, que viajou a Ilhéus (BA), onde se realizou o Fórum Nacional da Educação.
Em São Sebastião, foram avaliados, para a concessão do prêmio, os projetos Criança Aprende – sistema de recuperação e apoio psicopedagógico aos alunos - e Letramento – realizado em parceria com a secretaria estadual da Cultura com o objetivo de despertar nas crianças o gosto e o hábito pela leitura.
Também foram analisados os projetos Orçamento Cidadão Mirim e Furnas. Pioneiro no país, o projeto Orçamento Cidadão Mirim pretendeu despertar nas crianças o sentido de cidadania, dando a possibilidade deles votarem naquilo que consideram importante para sua escola.
Com o projeto de Furnas, foram realizados diversos trabalhos temáticos com os alunos, voltados para a necessidade de economizar energia, buscando a parceria das crianças para a solução dessa questão imediata e atual. (Fonte: Costa Norte)

São Sebatião implanta central de emergência

São Sebastião - Os órgãos de emergência de São Sebastião farão parte de uma central de atendimento. A idéia é facilitar e agilizar o atendimento em casos de emergência. De acordo com o assessor de Proteção Ao Cidadão e Defesa Civil, Rui Nogueira de Lima, a nova central deve começar operar ainda este ano antes da temporada. Devem fazer parte do centro de operações da Polícia Militar (190), Bombeiros (193), Pronto-Socorro (192), Defesa Civil (199), Polícias rodoviária e federal. (Fonte: ValeParaibano)

Encontro reúne profissionais do mergulho e conservação ambiental
Com o objetivo de regulamentar o mergulho em Unidades de Conservação, um grupo formado por diversos setores ligados ao esporte e à conservação marinha se reune no Parque Estadual da Ilha Anchieta no litoral de São Paulo e elabora documento-referência

Ubatuba - Para elaborar uma proposta de regulamentação para a prática do Mergulho Recreativo, Turístico e de Lazer (MTRL) em Unidades de Conservação (UCs), um grupo formado por mergulhadores e de outros profissionais ligados ao esporte, pesquisadores, representantes de instituições governamentais e não-governamentais se reuniu no Parque Estadual da Ilha Anchieta, litoral de São Paulo entre os dias 23, 24 e 25 de novembro.
O evento, inédito na história do mergulho e da Conservação Marinha no Brasil, foi sediado na ilha que outrora mantinha um importante presídio construido em 1908, reuniu diversas personalidades entre elas: diretores dos principais parques marinhos do Brasil (Fernando de Noronha, Abrolhos, Laje de Santos e Reserva Biológica do Arvoredo), instrutores de mergulho, representantes governamentais em nível federal, estadual e municipal, representantes de ONGs nacionais e internacionais, representantes de entidades da classe de empresas de mergulho, biólogos, oceanógrafos, e educadores ambientais. De forma nunca antes vista, foi estabelecida uma integração fundamental entre esses setores, iniciando uma nova etapa nas discussões referentes à prática do mergulho em áreas protegidas.
Segundo os organizadores do Workshop Diretrizes para a Prática do Mergulho Recreacional em Unidades de Conservação, o objetivo inicial do encontro foi o de preencher uma lacuna existente na regulamentação do mergulho em áreas de conservação, uma vez que as UCs são os locais mais procurados para a prática deste esporte e não existia até agora um padrão - nacional ou internacional - que fornecesse um embasamento para que os administradores das Ucs pudessem normatizar esta atividade de visitação.
Como atividade regulamentada de forma transparente e participativa, o mergulho passa a ter um papel fundamental como ferramenta de envolvimento dos visitantes com o meio marinho, ao invés de ser uma prática geradora de impactos ambientais que acabava por não apenas interferir na preservação da biota marinha, como também desestimular a captação de recursos financeiros e os investimentos de longo prazo neste setor.
A estimulação para viabilizar o projeto, partiu de uma ação promovida pela diretora do Parque Marinho da Laje de Santos, Mabel Augustowski, junto aos operadores de mergulho e outros empresários do setor de mergulho que, preocupados com a atual situação, resolveram se empenhar para a realização do evento. Sendo uma ação democrática que envolve diversos setores da sociedade civil, a proposta teve a adesão imediata do Instituto Florestal - órgão da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SMA) responsável pela administração das UCs - assim como de instituições internacionais como a Comissão Mundial de Áreas Protegidas da UICN - a União Internacional para a Natureza.
A organização geral do encontro foi coordenada por Roberto Francine Jr., que, além de instrutor e operador de mergulho, é também diretor da Associação Cunhambebe dos Amigos da Ilha Anchieta e coordenador do Tema Ecoturismo no Grupo Marinho da UICN/CMAP-Brasil. Entre os setores governamentais, estiveram presentes representantes da SMA e do IBAMA e, entre as ONGs, a Conservation International (CI), o World Wildlife Fund (WWF) e a Coalizão Internacional para a Vida Silvestre (IWC/Brasil).
Após uma série de apresentações que embasaram as discussões, foram formados cinco Grupos de Trabalho diferentes. Cada um deles, ficou encarregado de elaborar - respondendo a perguntas previamente determinadas - um relatório final que foi discutido em plenário e, após a aprovação, incluído no documento final, a Carta da Ilha Anchieta para o Mergulho Recreacional em Áreas Protegidas. (Fonte: Divulgação)

Encontro de Educação e Prevenção à AIDS acontece dia 17 em Caraguá
Entre os dias 10 e 15 de dezembro várias enfermeiras estarão ministrando palestras aos alunos do 2º grau das escolas estaduais do município

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba estará realizando no dia 17 de dezembro o Encontro de Educação em Prevenção à AIDS, envolvendo profissionais da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária. O evento é destinado a profissionais da Saúde e terá presença de autoridades locais; representantes dos outros municípios do Litoral e também do Governo do Estado, através do Núcleo regional de Saúde.
O Encontro de Educação em Prevenção à AIDS vai acontecer na Fundacc à partir das 8h30, visando propor ações educativas nas escolas. A abertura será feita pela Secretária de Saúde Myrlene Veneziani da Silva. Na programação serão abordados os aspectos e dados epidemiológicos do município, com a equipe da Vigilância Epidemiológica, às 8h45. Outra questão a ser abordada vai envolver os aspectos psicológicos do portador de HIV, com a psicóloga Maria Fernanda Gomes. Após o café da manhã, por volta das 10h30 Maria Fernanda Gomes vai abordar assuntos relacionados a família do Paciente com AIDS. Às 13h30, haverá palestra sobre o tema “Convivendo com a AIDS”, com o especialista Dr. João Pedro Mello. Às 15h será realizado um debate para finalizar o evento.
Entre os dias 10 e 15 de dezembro várias enfermeiras estarão ministrando palestras aos alunos do 2º grau das escolas estaduais do município.
A AIDS atinge cada vez mais jovens, mulheres e crianças, hoje sem distinção de classes sociais, avançando de fato, das grandes para as pequenas cidades do interior do país. A grande preocupação da saúde é a de como fazer chegar ao cidadão comum a informação correta sobre a AIDS e principalmente como convencê-lo da necessidade da adoção de novos comportamentos para evitar doenças como o HIV e a AIDS. (Fonte: PMC)

“Ballantines Fest” agita Caraguá no próximo dia 21
O evento acontecerá no Espaço Bijos Eventus na Rodovia Caraguá-Ubatuba

Caraguatatuba - Acontecerá no próximo dia 21 de dezembro a partir das 22h, a “Ballantines Fest” no Espaço Bijos Eventus em Caraguatatuba. O evento terá dois ambientes, como uma pista “Techno”, além de uma tenda de música ao vivo com muito Surf Music, Forró, Reggae, Rock e Blues. Entre as bandas convidadas estarão presentes “Bichos da Costeira” com muito Reggae e Blues, além da “Furnicari” tocando muito Rock, Pop e Blues e “Saracoteio” com o melhor do Forró.
Haverá também algumas atrações imperdíveis como uma parede de escalada, super-telão, performances, pirofagia, sorteios de brindes, além de outras surpresas, como declaram os organizadores da festa.
Este é um evento da Ballantines, famosa marca de um whisky escocês que realiza festas no Brasil inteiro. Agora Caraguá poderá contar com este grande evento organizado por Pedro Loco & Marcinho, já conhecidos na cidade pelas badaladas festas.
Os convites custarão R$ 7,00 antecipados até dia 20 de dezembro nas lojas Perereka, Padaria Orquídea, Local Surf, Naufrágius, Posto Centenário, Adega Balalaika, Almanaque Café, Di Ciclo, Trift, Naegele K Perfumes, Pastelícia, além da Rádio Beira-Mar em São Sebastião e melhores academias de Caraguá.
Mais informações no telefone (0**12) 9141-5270, falar com Pedro. (Fonte: PMC)

Sabesp atende mais de 90% da população de Caraguá

Caraguatatuba - A Sabesp (Serviço de Abastecimento Básico do Estado de São Paulo) atende mais de 90% da população de Caraguatatuba. O município que tem 78 mil habitantes recebe em época de temporada cerca de 300 mil pessoas não deixando o serviço de abastecimento básico a desejar nas últimas temporadas.
Segundo o gerente Comunicação da Sabesp, José de Oliveira Paulo, há duas principais estações de tratamento de água e esgoto em Caraguá. A ETA (Estação de Tratamento Água) do bairro do Porto Novo, atende toda a parte sul da cidade percorrendo até a Praia Grande em São Sebastião (onde fica o balneário dos trabalhadores). Isto, segundo ele, vem a melhorar a balneabilidade nas praias da região.
A ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) no bairro da Martim de Sá atende mais de 60% da população fixa e flutuante (cerca de 372 mil pessoas). Entre os bairros beneficiados estão o Querosene, Prainha e Olaria que conectaram-se ao sistema. A Sabesp atende 20% do município inteiro mas as obras estão em processo de conclusão na parte norte de cidade, englobando bairros como Massaguaçu, Tabatinga, Capricórnio, Maranduba, entre outros. (Fonte: PMC)

Alunos da Emef entrevistam Vereadores de Caraguá

Caraguatatuba - Dando continuidade ao projeto “Conheça o seu Vereador”, os Vereadores de Caraguatatuba estiveram na última quinta-feira, dia 29 de novembro na Emef do bairro do Tinga, zona sul da cidade. A entrevista foi com 26 perguntas e aproximadamente 100 crianças.
O projeto “Conheça o seu Vereador” é uma iniciativa do presidente da Câmara, Vereador Valmir Gonçalves (PSDB) - o Valmir da Colônia e tem por objetivo levar os Vereadores às escolas do município, para que as mesmas tenham contato com a política e com noções de cidadania.
Na última quinta-feira os Vereadores estiveram na Emef (Escola Municipal de Educação Fundamental) do bairro do Tinga, zona sul da cidade, onde, na presença de mais de 100 crianças, responderam durante 90 minutos a 26 perguntas das mais variadas.
Estiveram presentes os Vereadores Valmir Gonçalves, Agostinho Lobo de Oliveira, José Benedito Gonçalves Pinto e Aureliano Gonçalves Pereira, além das Vereadoras Vera Peixoto, Dalva Santana e Leonor Diniz. Acompanharam a entrevista a diretora da Emef, Vera Medeiros e a representante da Secretária Municipal de Educação, Regina Espíndola.
As perguntas feitas pelos alunos foram as mais variadas possíveis e se concentraram em reivindicações sobre o bairro do Tinga, como Quadra de Esportes, a Rio-Santos, Iluminação Pública, Escolas e Pavimentação. Os alunos também fizeram perguntas do tipo; “Por que ter assessores” ou “Por que o senhor quis ser Vereador”.
Para não tornar o evento cansativo foi delimitado o tempo de 90 minutos ou 30 perguntas, com os Vereadores sentando-se próximo às crianças. A comunidade do bairro também participou. A próxima escola a ser visitada será a Emef do bairro do Massaguaçu. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Vereadores apóiam Sindserv quanto ao aumento do funcionalismo

Caraguatatuba - Os Vereadores de Caraguatatuba irão assinar em conjunto um documento, onde requisitam do prefeito municipal melhorias para os Servidores Públicos Municipais. O documento será entregue na próxima terça-feira. Dentre os vários pedidos está um aumento de 30% ao funcionalismo.
Os Vereadores Laércio Aparecido de Andrade (PPS), Anderson Bertoncini (PTB), Nilson Lopes da Silva (PPS), Aureliano Gonçalves Pereira (PTB), Valmir Gonçalves (PSDB), José Benedito Gonçalves Pinto (PDT), Juarez Pereira Pardim (PSDB) e Madalena Fachini (PSB), estiveram reunidos com a presidente do Sindserv (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caraguatatuba), Vera Albok, na sala de reuniões do Legislativo na tarde de hoje, 5 de dezembro, quarta-feira.
Na pauta do encontro melhorias e aumento de salário aos Servidores Municipais. A presidente Vera Albok pediu a liberação de 3 Servidores para atividade sindical, o que não vem sendo feito pelo Executivo. “É primordial que os diretores do sindicato estejam liberados do serviço para cumprir as determinações sindicais para as quais foram eleitos”, disse.
A folha de pagamento, segundo Vera Albok está orçada em R$ 1.800 milhões, já incluídos os encargos sociais. Segundo o Vereador José Benedito Gonçalves Pinto, no Orçamento de 2002 há uma estimativa de 30% de aumento em relação a atual folha de pagamento, o que serviria para enquadrar um aumento aos servidores.
A presidente do Sindserv fez um retrospecto de toda a sua campanha por aumento de salário desde 97 e aproveitou para pedir apoio do Legislativo para que o Servidor possa ter a sua cesta de remédios. Ao mesmo tempo pediu o aumento da cesta básica de R$ 80 para R$ 135. Os Servidores querem aumento de 20% nos salários, enquanto, segundo Albok, o prefeito Antonio Carlos da Silva fala em 10%. O prefeito tem se manifestado seguidamente sobre o assunto, afirmando que um aumento na folha de pagamento iria comprometer o Executivo com relação a Lei de Responsabilidade Fiscal.
Os Vereadores irão assinar um documento, pedindo que o prefeito conceda 30% de aumento aos servidores, bem como a liberação de remédios grátis somente para os funcionários. Este documento, segundo Valmir Gonçalves, será assinado por todos os Vereadores e entregue em mãos, ao prefeito, em audiência na próxima terça-feira, dia 11 de dezembro. “Não podemos nos furtar de dar apoio aos funcionários públicos numa causa tão nobre e justa”, disse Valmir Gonçalves. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Orçamento é aprovado em primeiro turno em Caraguá

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou o Orçamento de 2002 em primeiro turno na sessão de 4 de dezembro. Foram apresentadas 3 emendas e 2 delas foram rejeitadas. O segundo turno de votação acontece na próxima terça-feira, dia 11 de dezembro.
O Executivo apresentou projeto de lei com o Orçamento do próximo ano, onde são estimadas a receita e as despesas do ano fiscal. O orçamento está estimado em mais de R$ 82.255 milhões, enquanto que o Legislativo tem estimativa de R$ 3.711 milhões.
Seguindo a praxe das Sessões Ordinárias que discutem o Orçamento, pelo Regimento Interno, o Expediente foi reduzido para 30 minutos, não houve discussão e votação de Requerimentos e Moções, muito menos a Tribuna dos Vereadores. A Ordem do Dia teve apenas a discussão e votação, em primeiro turno, do Orçamento do próximo ano.
A 39ª Sessão Ordinária, a penúltima do ano, votou e aprovou o Orçamento de 2002. Foram apresentadas 3 emendas, 2 de autoria do Vereador Anderson Bertoncini (PTB) e 1 da Mesa Diretora. A aprovação das emendas e do projeto dependia de maioria simples, 9 votos, e não 2/3 dos votos, conforme foi noticiado no release anterior.
A primeira emenda pedia a retirada do artigo que permitia ao prefeito o remanejamento do orçamento em até 25% sem a autorização da Câmara. Esta emenda foi rejeitada por 12 votos contrários e apenas 4 favoráveis. O mesmo aconteceu com a segunda emenda, que proíbe o prefeito de realizar empréstimo por antecipação de receita. Os votos favoráveis a retirada dos artigos foram dos Vereadores Anderson Bertoncini, Madalena Fachini, Laércio Aparecido de Andrade e Leonor Diniz.
A única emenda aprovada diz respeito a uma mudança de verba, através de rubricas. O Executivo retirou R$ 80 mil de gastos diversos e repassou o valor para sentenças judiciais. A emenda foi aprovada por 14 votos a 2.
O Orçamento será votado em segundo turno na próxima terça-feira, dia 11 de dezembro, necessitando de maioria simples para aprovação. Nesta votação o Regimento Interno será idêntico a votação da última terça e não caberá a inclusão de nenhuma outra emenda.
A Câmara realiza nesta quinta-feira, dia 6 de dezembro, mais uma Sessão Extraordinária, às 18 horas. Na Ordem do Dia o veto parcial ao projeto do Estágio Probatório, convênio do Executivo com a Secretaria de Segurança Pública do estado e com o BNDS (Banco Nacional de Desenvolvimento Social), bem como projeto de Decreto Legislativo de autoria da Vereadora Leonor Diniz, que concede título de cidadão ao senhor João Prado Júnior. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

EJA do Pegorelli visita Câmara e encerra série de 2001

Caraguatatuba - A EJA (Escola de Jovens e Adultos), do bairro Pegorelli, zona sul da cidade, esteve visitando a Câmara Municipal de Caraguatatuba durante a penúltima sessão ordinária do ano, realizada na última terça-feira.
Cerca de 12 alunos, comandados pela diretora Rosa Xavier estiveram visitando as dependências da Câmara e assistiram a Sessão Ordinária que discutiu, votou e aprovou o Orçamento Municipal em primeiro turno.
Os alunos assinaram o livro de presenças e puderam assistir ao reduzido Expediente, bem como as discussões dos Vereadores sobre o Orçamento de 2002, onde são fixadas as estimativas de despesas e receitas para o próximo ano fiscal.
A idéia de colocar os estudantes para visitar a Câmara e conhecer como é feita uma sessão partiu do presidente Valmir Gonçalves (PSDB), que tem por objetivo aproximar os estudantes e a classe estudantil dos Vereadores e da política local. O projeto teve início com escolas de Ensino Médio e terminou com os alunos da EJA. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Caraguá participa de etapa do valeparaibano de ciclismo

Caraguatatuba - A equipe de Caraguatatuba estará presente por mais uma vez na etapa do campeonato valeparaibano de ciclismo. Caçapava será a cidade-sede onde ocorrerá esta importante fase da competição.
Os atletas de Caraguá contam com o apoio da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, atavés da S.E.R (Secretaria de Esportes e Recreação).
Os ciclistas já vêm conquistando importantes resultados como um vice-campeonato paulista, além de outras medalhas para o município.
A equipe “Nossa Caraguá” sairá no próximo dia 9 de dezembro em frente ao Fórum, no bairro do Sumaré. A saída em destino à Caçapava será às 7h. O transporte, que será uma Van, também foi cedido pela Prefeitura de Caraguá.
No começo desta semana os ciclistas conquistaram, após um circuito de 2.550 m, resultados significativos como o 5º lugar na categoria Pró-Elite com João Carlos, além de Sérgio Minato (8º lugar na categoria Expert) e Gustavo Rodolfo (13º lugar também Expert). Estas colocações foram obtidas em São José dos Campos no úlimo dia 2 ao qual participaram 120 atletas de todo o Vale do Paraíba e Litoral Norte. Houve muitas desistências durante o percurso que também teve ventos fortes e muito calor, desgatando os atletas. (Fonte: PMC)

Carta do Leitor

Favela Tropicanga - Li sobre a demolição do flat em Camburi e penso que esse tipo de iniciativa deva ser incentivado para que se preserve uma das regiões mais bonitas do Brasil. No entanto estou assombrada com o que tem acontecido em Boissucanga. A favela Tropicanga tem crescido assustadoramente e no rastro desse crescimento, além da destruição da mata, que é reserva nativa de mata atlântica, tem trazido uma quantidade sem fim de problemas para os moradores da região. O lixo que é despejado pela mata e que tem contribuido com a imensa proliferação de ratos, que até agora eram inexistentes. O surpreendente aumento da violência é assustador. Estou apavorada com a violência que está se espalhando. Não se recomenda mais os passeios para o maior ponto turístico da região, a cachoeira, pois os assaltos são rotina. A noite escutam-se gritos e tiros como em qualquer periferia da cidade de São Paulo. Em casa é preciso ficar bem trancado e pagar um sistema privado de segurança para poder sentir-se um pouco mais protegido. É preciso que se impeça a construção de novos barracos imediatamente, e derrube os que estão sendo construídos e que se tente urbanizar o que está lá para que esse problema não acabe impedindo qualquer projeto de continuidade da região como ponto turístico e de veraneio.

Yara Rovai
São Sebastião - SP
g.palma@uol.com.br


Cavalos na Pista - Venho por meio deste jornal virtual, muito bom por sinal, tentar mais uma vez resolver um problema que vejo sempre que passo pelo trevo de Parati, Cunha X Rio-Santos. A trabalho necessito ir muitas vezes a Parati e Angra e 80% das vezes que passo no referido trevo encontro cavalos pastando e andando pela rodovia. Pelo celular quando aciono o 190, sou atendido por cidades como Taubaté, Volta Redonda e outras que nada tem a ver com o problema em questão. Já reclamei com a Polícia Rodoviária, mas toda vez o fato se repete. Acredito até que sejam sempre os mesmos animais... Gostaria, se possivel, que esse e-mail fosse encaminhado aos órgãos competentes.

Mario Guimarães Neto
Ubatuba - SP
bart@iconet.com.br


Jaula dos Leões - Sobre a notícia que Bombeiros salvam crianças na Martim de Sá há que se destacar, antes de mais nada, a total falta de eficiência de ambas as corporações, a saber: nenhuma das duas registrou ocorrência entregando uma criança recém-nascida nas mãos de irresponsáveis. Antes de qualquer coisa deveria se cuidar da integridade física atual e futura desse ser, coisa que não foi feita. Jogaram-na de novo na jaula dos leões. Que pena!!!!!!!!!!

Maria Emilia Muka Yani Martins
Ubatuba - SP
milaaa@bol.com.br


Fábrica de Multas I - A respeito de minha sugestão de aumentar a velocidade da Av.da praia para 70 km/h foi dada levando em conta que existe semáforos com faixas de pedestre e, portanto, lugar para que os pedestres possam atravessar. Também, não considero uma idéia idiota como disse o autor do comentário a respeito, pois estamos lidando com o turista descontente. Não se esqueçam que o turista é nossa indústria. O nobre colega que fez o comentário "idiota", deveria pensar um pouco mais na nossa fonte de renda: o turista. Não podemos em hipótese alguma perder qualquer que seja o turista, pois o mesmo gera renda e emprego para o municipio, portanto é de bom tom que os tratemos bem e mais, que acatemos as suas reclamações desde que essas não sejam um absurdo sem nexo. É como se fosse em qualquer comércio: o cliente sempre tem razão.

Luiz (Luizão Tabakana)
Caraguatatuba - SP
tabakana@uol.com.br


Fábrica de Multas II - Sinalização de trânsito no Brasil tem que deixar de ser piada!! Tem que multar até aprender a respeitar a lei!
Parabéns a leitora Ksti Cznola Schmidt e a o Sr.(Sra.?) Servollo! Aqui nesse país morrem mais pessoas atropeladas por ano do que americanos na Guerra do Vietnã! Para atravessar a avenida da Praia Grande em Ubatuba é preciso ameaçar os carros com um porrete na mão senão a vóvó do meu condominio morre seca na calçada!!! Belas e fogosas viaturas, motores com 150 cavalos e um asno no volante! O Sr. Josino Bernardo Rodrigues foi multado a 56KMH? O que o Sr. Josino parece não conseguir compreender é que sinal de trânsito é para ler e respeitar! Morro de pena! Se ele tivesse sido multado na Europa saberia que com mais duas multas por excesso ficaria SEM CARTA POR UM ANO! Mas óbviamente o Sr. Josino é apenas mais um dos milhares de "entendidos" que infelizmente trafegam nas ruas desse país. Saiba Sr. Josino que no Canadá quando a placa diz 65MPH isso é a velocidade MÄXIMA - não tem tolerância para cima, nem jeitinho com o guarda, e aí é claro, quando no Brasil de repente não dá para tentar subornar a câmera de TV a coisa complica, vai ter que pagar. A Camera de TV não precisa dinheiro para o "leite das crianças " nem toma "cervejinha" e não quer saber se o motorista está com pressa porque perdeu o fifi da criança, precisa urgente fazer pipi ou chegar na praia antes de acabar a caipirinha!
Tudo isso porque nessa terra quando a placa diz 50KMH querem andar a 70! Se botarem uma placa com 70KMH vão desembestar a 90... e um bem atras coladinho no outro. Aí... depois do engavetamento fica tudo com cara de nádegas!! E a culpa é do da frente que teve a audácia de brecar!
Parabéns! Multem até que aprendam! Se é que um dia vão aprender a ser civilizados!!!

Hans Dürrich
Taubaté - SP
hansamar@dglnet.com.br


Fabrica de Multas III - Preliminarmente, parabéns pela iniciativa do Litoral Virtual noticioso, que criou uma "janela" de valorosa opção pública, para que as pessoas tivessem a oportunidade de exporem e debaterem idéias, queixas e reclamações de assuntos polêmicos ou conflitantes, dentro dos aspectos sociais, da administração pública ou do interesse coletivo. Parabéns pois, a todos os que participam do debate de idéias e opiniões, com respeito e acatamento as regras legais que devem reger as condutas do indivíduo no seio da sociedade em que vivemos, porquanto graças a Deus, vivemos em um país democrata e humanitário, estando bem distantes do terror absurdo dos comportamento no Afeganistão. Aqui ainda é Brasil.
Em segundo lugar, em se falando da administração pública, suas autarquias e empresas estatais, geridas com os dinheiros públicos, decorrentes das concessões dos serviços públicos, prestados a coletividade, havemos que lembrar-nos dos desmandos e dos desvios das finalidades das suas regras estatutárias para o atendimento priorizado dos interesse pessoais, em detrimento das regras administrativas do serviço público em geral, no que concerne as suas atividades específicas no campo de suas atuações. Tais abusos, pequenos ou maiores, acabam por formarem uma imensa gama de transgressões abusivas, tais como o uso de veículos para o atendimento de fins particulares e familiares dos seus funcionários, uso de equipamentos e utensílios na clandestinidade para o atendimento de fins não estruturais da empresa, uso dos seus computadores durante o expediente de trabalho e a energia da empresa, para tratar de assuntos pessoais e particulares , divorciados do interesse empresarial, e assim, de abuso em abuso, vamos tecendo a grande teia dos desmandos administrativos que a longo tempo vem vitimando e minando paulatinamente as estruturas administrativas desse nosso sofrido e desgastado Brasil, onde, por alguns maus brasileiros, cavamos a cada dia mais, o poço profundo para enterrar a moralidade administrativa do país, na gestão da coisa pública. E viva a baderna encapuzada pelo abuso e pelo desmando levados a termos por maus brasileiros.
Em terceiro lugar, o que fiz, foi simplesmente tecer um comentário pessoal, sobre a tão conhecida "indústria da multa" , sem dirigir-me a qualquer órgão estatal, Sabesp, Cetesb, Prefeitura, Antonio, João, Manoel, Joaquim, Servolo, Capistrano, Salustiano, Bastião ou fosse lá quem tenha sido. Ora, desconhecer a chamada "indústria da multa", ou alegar a inexistência dessa, é simplesmente falacioso e mendaz, de um "puritanismo bábico", ou de hilárico anedotário. Ademais, IDIOTA, como diz o "DONO DA SABESP", em sua mensagem, segundo consta no dicionário Aurélio da língua portuguesa, significa:" 1. Pouco inteligente; estúpido, ignorante, imbecil; 2. Pretensioso, afetado. 3. Psiq. Que sofre de idiotia 4. P. ext. Próprio de idiota; estúpido, amalucado, imbecil. Bem , a conduta do cidadão agressor, se incide em crimes contra a honra, capitulados nos Artigos, 138,139 e 140 do Código Penal Brasileiro, Calúnia, Difamação e Injúria, passivos de retratação ou Ação Penal Privada. Eis, pois, onde podem chegar os abusos de pretensos direitos, para que levianamente, um indivíduo movido por arroubos perniciosos e intencionais, saia a ofender a honra e a dignidade de quem não conhece, de forma graciosa e absurda, em decorrência de um bairrismo anacrônico e fútil. É certo, ainda, que quando se emite uma opinião genérica sobre fatos ou atos sociais ou administrativos, e sem nomear-se pessoa ou pessoas públicas ou privadas, se faz, no mais perene direito ao exercício da cidadania, consoante prevê a Constituição Federal, partido da premissa de Lavoisier: "... mesmo que eu não concorde com uma só palavra do que tu dizes, lutarei até a morte para que tenhas o direito de dize-las..."(isso é democracia, o resto é demagogia).--Inexiste crime de opinião no Brasil, salvo quando a opinião se tranforma em ofensas a honra alheia, como do caso do fucionário da sabesp.
Em quarto lugar espero a retratação urgente por parte do Ilustre senhor Servolo da Sabesp, que segundo creio, dever ter sido movido por impulsos iracundos, impensados, temerários e impróprios para o seu cargo e função na SABESP, utilizando-se para tanto, da informática e internet de um endereço eletrônico de uma empresa pública do Estado, cujo governo, creio que não irá endossar ofensas aos seus contribuintes, partindo de seus funcionários, durante os seus horários de expediente, nos setores e nos endereços de serviços públicos, e principalmente por motivos de cunho meramente pessoais, de opiniões próprias e particulares.
Por derradeiro, reafirmo com mais ênfase o conteúdo de minhas opiniões anteriores, de cunho pessoal, onde, longe de qualquer intenção ofensiva a quem quer que fosse, entendi e entendo que as críticas construtivas, através dos debates, fazem fortalecer a democracia , o entendimento e a harmonia social, desde que sejam elaboradas com respeito e acatamento os ditames da Lei, e dos limites que se deve impor às prerrogativas e aos direitos de cada um, dentro do contexto social. Quanto a passar ou não passar mais por Caraguatatuba, é uma opção da liberdade de ir e vir, porquanto a cidade e o seu povo, merecem o meu mais profundo respeito e consideração, aliás, já várias vezes elogiei a beleza da cidade, suas obras ornamentais, a beleza de suas avenidas à beira mar, suas estruturas e até mesmo já tive vontade de trocar minhas propriedades de Ubatuba por Caraguá, porem, o que eu não concordo é com a sub-repticiedade na forma e critério punitivo, ao nivelar a punibilidade de eventual infração da forma que é, e que eu não acho correta, pela maneira ardilosa e pelo engendramento do estratagema montado para tal, como se pelo ucultamento, ao invés de ser educacional corretivo, passa a ser, na obtenção do eventual erro alheio, o fundamento para angariar fundos e o auferimento do lucro financeiro, decorrentes também, da própria ineficácia ou inabilidade no trato da coisa em pauta. Devemos respeitar as opiniões alheias sem estarmos obrigados a nos submeter a elas, se assim pudermos faze-lo, e evitando transitar por lá, em Caraguá, apesar de continuar admirando a cidade e respeitando o seu povo, estarei livre desses aborrecimentos, que tranqüilamente posso e devo evitar, pois é nosso dever adotar um princípio Bíblico sábio e saudável: "... afastai-vos do mal...", ora, se o que está lá, de alguma forma, para a minha pessoa, poderá me fazer o mal, aborrecendo-me, certamente me afastarei do mal, pois a cada dia basta o seu próprio mal, não precisamos buscar outros.
Parabéns ao Litoral Virtual e seus colaboradores.
Meus respeitos e considerações a todos os participantes do debate democrático e respeitoso.

Dom Malachias
São Paulo - SP
dommalachias@uol.com.br


Fábrica de Multas IV - Como eu sou um leitor diário deste Litoral Virtual, não poderia deixar de dar minhas opiniões quanto a famosa fabrica de multas. Parabenizo também este canal que nos é oferecido gratuitamente onde podemos fazer nossas criticas e sugestões. Como podemos verificar a indagação dos leitores são muitas, isto significa que os órgãos competentes da Prefeitura já deveriam dar um retorno, tendo em vista que somos grandes contribuintes e grandes CLIENTES aos cofres públicos e que sem as nossas multas nossos impostos ELES donos da
Lei não sobreviveriam. Gostaria que as autoridades competentes desse mais ÊNFASE aos relatos anteriores e elaborasse um estudo da atual situação, pois O CLIENTE INSATISFEITO NÃO VOLTA.

Florentino Bernardes
FBernar1@conbr.jnj.com

 

Free Wallpaper PAS

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.

 

Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor