Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 12 de fevereiro de 2001 - Nº 228 Arquivo
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Free Wallpaper
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Tudo pronto para a folia de Carnaval no Litoral Norte
Com pouca verba, cidades buscam parceiros
Quadrilha faz dois reféns em roubo a banco
TCE veta cessão de servidor em Ubatuba
Polícia apreende CD pirata no litoral
Florestal apreende 260 unidades de palmito
São Sebastião pode dar aumento de 52% no táxi
Beto Segantini -Avaroha - lança CD na Sala Azul Marinho


Tudo pronto para a folia de Carnaval no Litoral Norte
Região espera 1,6 mi dei visitantes; prefeituras trazem escolas de samba consagradas de SP

Litoral Norte - O Carnaval 2001 no Litoral Norte vai ter a apresentação de escolas de samba da capital, trios elétricos, volta do carnaval de rua e desfile no mar. A expectativa dos organizadores é que mais de 1,6 milhão de pessoas passem a Folia de Momo na região.
Caraguatatuba está apostando no desfile das escolas X-9, no sábado, e Vai-Vai, domingo, campeãs do carnaval paulista em 2000 para atrair o maior número de foliões na avenida da Praia.
O secretário municipal de Turismo, Salim Burihan, estima que, se o tempo estiver bom, cerca de 500 mil pessoas devem passar o carnaval na cidade. Em Ilhabela está confirmada a participação da escola Gaviões da Fiel, no domingo, na avenida Dr. Carvalho, na Vila. A cidade terá ainda o tradicional 'Banho da Dorotéia'.
Ubatuba vai inovar esse ano com a realização do Carnaval no Paraíso - 12 dias de folia. Afinal, a festa nas praias começa no dia 16 (leia texto nesta página).
São Sebastião resgata esse ano o carnaval de rua com o desfile de cinco escolas de samba -- Unidos do Garrafão, Kifogo, Mocidade Independente da Topolândia, Sol de Verão e Acadêmicos de São Francisco.
Segundo o presidente da Asec (Associação Sebastianense das Entidades Carnavalescas), Fábio Domingos Frederico, esse ano a prefeitura destinou R$ 150 mil para que as escolas pudessem voltar às ruas.
DESFILE NO MAR - Além de investir nas escolas, o prefeito Paulo Julião realiza junto com a ACISS (Associação Comercial e Industrial de São Sebastião) a 11º edição do Carnamar.
A expectativa dos organizadores é reunir cerca de 150 embarcações na praia do Arrastão para o desfile no mar. Os barcos com a decoração mais bonita, tripulação mais animada serão premiados com passagens para o nordeste. (Fonte: ValeParaibano)

Com pouca verba, cidades buscam parceiros

Litoral Norte - Mesmo em cima da hora e com a verba curta, as prefeitura estão correndo para garantir as festividades. Acordos com a iniciativa privada tem sido uma alternativa para a realização do evento.
Em Caraguatatuba, o secretário de Turismo, Salim Burihan, também está atrás de patrocinadores para garantir a realização do carnaval sem grandes despesas para o município.
Ubatuba corre atrás de um patrocínio de R$ 70 mil para sair na frente com o "Carnaval no Paraíso - 12 dias de Folia. A festa momesca começa na próxima sexta-feira, dia 16 com o passeio do trio elétrico Treme-Terra, que ficará na Praia Grande, das 10h às 18h.
Luiz Bischof, presidente da Comtur (Companhia Municipal de Turismo), responsável pela organização, explica que o trio será levado cada dia para uma praia.
"A idéia é levá-lo da Maranduba até a Vermelha do Norte durante o horário que o turista está na praia e depois arrastar a multidão para a avenida Iperoig, onde acontece a festa maior."
Na avenida será montado o trio-elétrico Abadá, que terá a função de eletrizar os foliões com seus 300 mil watts de potência.
As prefeituras também estão definidos as bandas que farão os bailes após o desfile das escolas. Em São Sebastião, uma dessas bandas vai animar a costa sul da cidade, com baile que será realizado em Boiçucanga. (Fonte: ValeParaibano)

Quadrilha faz dois reféns em roubo a banco
Tesoureira do Banespa em Caraguá é obrigada a abrir cofres; ladrões levam R$ 25 mil

Caraguatatuba - A tesoureira do banco Banespa de Caraguatatuba, L.A.B.M, 42 anos, foi sequestrada na manhã de anteontem por cinco homens fortemente armados, que levaram R$ 25 mil do cofre da agência. Foi o quinto caso de seqüestro de funcionários de bancos registrado este ano no Vale e Litoral Norte.
Segundo a polícia, os bandidos invadiram a casa da funcionária no momento em que a sua empregada, M.J.S, abriu a porta da cozinha, por volta das 8h. Três assaltantes entraram e renderam as duas. Os outros dois ficaram do lado de fora vigiando a casa.
L. foi obrigada a se dirigir à agência na companhia de um dos assaltantes em seu carro. Ela desarmou o sistema de alarmes e conseguiu abrir o cofre. Após a retirada do dinheiro, L. foi levada de volta à sua casa e amarrada juntamente com sua empregada. As duas disseram que conseguiram se libertar após terem cortado a corda com os dentes.
As vítimas teriam sido ameaçadas durante todo o tempo em que estiveram reféns dos bandidos, que demonstraram conhecer a rotina da tesoureira. A quadrilha também teria alertado para que ela não avisasse a polícia porque teria um policial envolvido. A ação durou um pouco mais de uma hora. Elas não souberam informar à polícia que tipo de armas os assaltantes usaram e os carros utilizados no roubo.
FILA - Na hora do crime, havia uma fila de pessoas no caixa eletrônico do Banespa, por conta de um problema na máquina de retirar dinheiro e ninguém que estava no local notou qualquer movimentação estranha na agência, segundo informações apuradas pelo ValeParaibano.
A investigação do assalto vai ser feita em parceria entre a polícia de Caraguá e a delegacia de roubo a bancos do Depatri (Departamento de Investigações Sobre Crimes Patrimoniais).
Segundo o delegado Fábio de Carvalho Joaquim, os assaltantes não estavam encapuzados e as vítimas devem ir à delegacia esta semana para fazer o reconhecimento em álbuns da polícia. Não existem suspeitas da origem da quadrilha.
ASSALTOS - A gerente administrativa da agência do Bradesco do Jardim Paulista de São José dos Campos, L.J.M.O, foi sequestrada com sua família no último dia 7. A quadrilha desistiu da ação e libertou os reféns após o banco ter chamado a polícia. (Fonte: ValeParaibano)

TCE veta cessão de servidor em Ubatuba

Ubatuba - O TCE (Tribunal de Contas do Estado) determinou que a Prefeitura de Ubatuba reconvoque 11 funcionários públicos cedidos a órgãos estaduais e fundações. As notificações começam a ser emitidas na última segunda-feira. Em Caraguatatuba, a administração já reconvocou os servidores em razão do parecer do tribunal.
De acordo com a relação do TCE, devem retornar à prefeitura quatro funcionários da Delegacia de Polícia, dois da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), dois do Fórum e um do Ministério do Trabalho.
Também devem voltar uma servidora da Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) e uma da Comtur (Companhia Municipal de Turismo).
Um dos órgãos onde há maior preocupação com a medida é na Delegacia de Polícia, onde três servidores trabalham no setor administrativo e outro no setor de investigação.
A polícia não tem outras pessoas para substituir os servidores cedidos.
O delegado seccional substituto, Fábio de Carvalho Joaquim, disse ontem que não havia sido informado sobre essa situação.
O prefeito Paulo Ramos (PFL) disse que tem que cumprir esse determinação por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal. "Depois que os funcionários voltarem vamos ver o que pode ser feito."
Segundo o procurador geral da prefeitura da Caraguá, Sidnei Oliveira Andrade, o TCE entendeu que é preciso ter um convênio específico entre município e estado para a cessão de funcionários. (Fonte: ValeParaibano)

Polícia apreende CD pirata no litoral

Caraguatatuba - A Polícia Civil de Caraguatatuba, em conjunto com representantes da Associação Protetora dos Direitos Intelectuais e Fonográficos, realizou anteontem uma blitz para a apreensão de CDs e fitas cassetes piratas vendidos por ambulantes da cidade. Foram apreendidos 1.134 CDs e 281 fitas cassetes. A operação foi centralizada na feira livre do bairro Porto Novo. Os produtos estavam sendo vendidos em quatro bancas do local. A fiscalização é realizada periodicamente em várias cidades da região com o objetivo de combater a pirataria fonográfica. (Fonte: ValeParaibano)

Florestal apreende 260 unidades de palmito

Litoral Norte - A Polícia Florestal apreendeu anteontem 260 unidades de palmito "in natura" e industrializados em Caraguatatuba e São Sebastião. O primeiro caso foi registrado na estrada intermediária que liga Caraguatatuba a Salesópolis. Na mata foram encontrados três feixes de palmito, cerca de 131 unidades. Os palmiteiros fugiram com a chegada dos florestais. A outra apreensão ocorreu na avenida Nova Iguaçu, em Maresias, costa sul de São Sebastião. No local, os florestais descobriram uma fábrica clandestina de industrialização de palmito. Seis pessoas foram detidas para averiguação. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião pode dar aumento de 52% no táxi

São Sebastião - O preço da bandeirada de táxi em São Sebastião deve aumentar 52% no próximo mês. O prefeito Paulo Julião (PSDB) e o secretário da Fazenda Maurício Roberto de Oliveira se reuniram ontem com taxistas que foram pedir o reajuste no valor inicial da saída do táxi. Eles querem aumentar a tarifa de R$ 2,5 para R$ 3,8. O valor da hora parada seria reajustado em 33% passando de R$ 15 para R$ 20. Os taxistas, que no final de 99 pediram que o valor fosse reduzido para atrair mais clientes, alegaram ao prefeito que o aumento da gasolina representou uma perda no lucro. O prefeito tem 20 dias para publicar o decreto de reajuste. (Fonte: ValeParaibano)

Beto Segantini -Avaroha - lança CD na Sala Azul Marinho

Ubatuba - O músico e jornalista Beto Segantini, agora com pseudônimo Avaroha, apresenta suas composições neste sábado, a 1 da manhã, na Sala Azul Marinho. Estará acompanhado com a banda de Raul Seixas (Olmair Raposo, Nonato Teixeira e João Mourão), além do guitarrista André Duarte e da cantora Anbho.
Em seu trabalho de estréia como compositor - o CD independente Mundo, Avaroha mistura funk com rock, xote com reggae, cha-cha cubano, new bossa, baladas e vocais xamânicos e tribais. Produzido e arranjado em Ubatuba com Olmair Raposo, conta com a participação de músicos como Lloyd Bonnemaison, Pedro Carpinetti, o slider canadense Kevin Kenzie e vocais de Anbho e Najma, cantoras que viveram na Índia durante alguns anos. "Quis experimentar um pouco de tudo neste trabalho, tive total liberdade de criação. Tem elementos do rock paulistano, da música do norte, de cantos sagrados indígenas, enfim um pouco de tudo o que vivi musicalmente", diz Avaroha. Seu irmão Zéluis Segantini participa do disco com duas letras.
Morando em Ubatuba há dez anos, só agora está se dedicando inteiramente à música, sua maior paixão. Toca aos sábados no Bar do Farol, no Itaguá. Foi editor do jornal Praia Press, diretor cultural da FUNDART, e promotor de eventos culturais com a empresa Terra Brasil. O nome Avaroha (lê-se Avarorra) vem da Índia e quer dizer "o que ascende". É seu nome de batismo numa escola de meditação.
Avaroha estará mostrando seu trabalho também em São Paulo, no teatro do SESC Ipiranga, no dia 17 deste mês, às 9 da noite. A entrada é gratuita.

As faixas

Súbito, rei - uma balada new-bossa, com a bela participação do slider canadense de Kevin Kenzie. Letra com imagens surrealistas.
Quando - música com influência do hip-hop, do rap, em que no refrão é utilizado um vocal que lembra cantos tribais. A letra é do poeta e irmão Zéluis Segantini.
Camará - uma colagem de trechos de músicas nordestinas numa base techno. Avaroha faz os violões, berimbau e vocais.
Mundo - faixa que nomeia o disco. Tem o refinado piano de Olmair Raposo, o slide de Kevin Kenzie e os vocais de Anbho e Najma. O final, uma surpresa. Um arranjo vocal que lembra os rituais xamânicos.
Xote do deserto - um xote-reggae com participação do saxofone jazzístico de Lloyd Bonnemaison.
Minha guru - A influência da música cubana está muito presente neste cha-cha, uma reverência à beleza da mulher.
Acontece - Funk rock com solo primoroso do guitarrista Pedro Carpinetti e letra de Zéluis Segantini.
Walking by night - Uma balada que lembra a atmosfera musical dos Beatles. Tem detalhes como o som da diruba, um antigo instrumento indiano e vocais de Najma e Anbho.
Cantos da terra - Uma canção inspirada na música sertaneja, em que novamente aparece vocais de influências indígenas da América do Norte.


Cit-Férias

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor