Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 14 de fevereiro de 2001 - Nº 230 Arquivo
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Free Wallpaper
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Ritmo baiano anima a folia no litoral
Bloco abre espaço para turistas
Carnaval de Caraguá terá atração da Bahia
Vai Vai e X-9 animarão o Carnaval de Rua
Skol Rock atraiu 7 mil pessoas
Juiz deixa processo sobre armas no Fórum
SOS Vida Marinha
Aquário é lazer e informação sobre vida marinha da região
Peixe exótico atrai visitante
Exposição de serpentes pode ser vista até julho
Projeto Tamar volta a expor tartaruga albina em Ubatuba
Ubatuba: point de todas as tribos


Ritmo baiano anima a folia no litoral
Caraguá e Ubatuba apostam nas bandas da Bahia para resgatar o Carnaval de rua; Ilhabela e S. Sebastião terão novidades

Litoral Norte - As cidades do Litoral Norte estão investindo pesado para resgatar o Carnaval de rua da cidade e levar turistas e moradores para os bailes carnavalescos. Para isso, as atrações baianas e as escolas de samba de São Paulo estão entre as atrações para animar a festa.
Esse é o caso de Caraguatatuba, que confirmou a presença da cantora Dandara, de Salvador (BA), para cantar de 23 a 27 de fevereiro na Praça de Eventos. Junto com ela, embala o Carnaval a banda Panela Baiana.
A abertura oficial acontece na próxima quarta-feira com a apresentação da cantora Adriana e a Rapaziada e o grupo Bahia com H, na praça Tom Ferreira, na avenida da Praia.
Caraguá inova ainda com o desfile das escolas de samba da capital, X-9 Paulistana entrará na avenida no sábado com 150 componentes, e a Vai-Vai se apresentará no domingo. A prefeitura vai investir cerca de R$ 100 mil para a reativação do Carnaval na cidade.
Ilhabela vai no embalo das grandes escolas e leva a Gaviões da Fiel para a passarela do samba também no domingo. A cidade também está programando o tradicional banho da Dorotéia, onde homens vestidos de mulher caem no mar após o desfile pela cidade.
Depois de dois anos sem grandes atrações, a Prefeitura de São Sebastião, voltou a investir no Carnaval de rua. Foram entregues R$ 150 mil à Asec (Associação Sebastianense de Entidades Carnavalescas), que coloca as cinco escolas da cidade --Unidos do Garrafão, Kifogo, Mocidade Independente da Topolândia, Sol de Verão e Acadêmicos de São Francisco-- na avenida.
Em Ubatuba, o grito de Carnaval será antecipado para a próxima sexta-feira com a apresentação do trio elétrico Treme-Terra, que cada dia se apresentará em uma praia.
A cidade também vai abrir espaço para os turistas-foliões de outras cidades para ir à avenida. (Fonte: ValeParaibano)

Bloco abre espaço para turistas

Ubatuba - Para manter o Carnaval animado e atrair a participação de turistas, um bloco de Ubatuba está convocando os foliões de última hora para desfilar na passarela do samba.
O presidente do Bloco do Garça, Nélson Meireles, disse que a idéia surgiu porque a entidade está localizada no bairro Perequê-Açu, reduto de veranistas da região do Vale do Paraíba.
Para participar, o interessado paga uma taxa de R$ 10 e ganha o Abadá do Garça, uma espécie de fantasia. Com esse idéia, Meireles, espera levar cerca de 120 componentes para a avenida, no embalo do enredo "Xô Azar!". Quem quiser participar pode ligar para o telefone (12) 432-3606.
Para garantir o sucesso do "Carnaval no Paraíso - 12 Dias de Folia", a avenida Iperoig, no centro, será fechada durante 15 horas, das 15h às 6h, a partir do dia 23. (Fonte: ValeParaibano)

Carnaval de Caraguá terá atração da Bahia

Caraguatatuba - A cidade de Caraguatatuba terá inúmeras atrações na programação do carnaval 2001. O prefeito Antonio Carlos da Silva está investindo cerca de R$ 100 mil para que a cidade ofereça inúmeras atrações aos moradores e turistas que pretendem curtir a folia em Caraguá.
Entre as atrações programadas pela Secretaria de Turismo estará a banda Panela Baiana, de Salvador(BA) e a cantora Dandara, considerada pela imprensa internacional como “ a Tina Turner brasileira” com cinco apresentações na Praça de Eventos, de Sexta, dia 23 à Terça-feira, dia 27, sempre a partir das 23 horas. Dandara começou sua carreira na Banda Relógio, uma das mais tradicionais do carnaval baiano. Depois de uma turnê pela Europa (França, Espanha, Suiça e Inglaterra) e após sua presença em Montreaux, na Suiça, juntamente com Elba Ramalho e Maria Bethânia, Dandara conquistou sucesso internacional. O presidente do festival de Montreaux, Claude Nabis foi o primeiro a apelidar Dandara de “Tina Turner brasileira”.
A voz contagiante da cantora foi premiada com os troféus Dodô e Osmar e Bahia Folia. A banda Panela Baiana e a vocalista Dandara se apresentarão pela primeira vez no Litoral Norte. A banda que há cinco anos vem agitando o carnaval baiano estará se apresentando em Caraguá com cerca de vinte músicos. No repertório, axé, samba, frevo, pagode, reggae, forró e marchas. Como atração especial, show com um DJ e bailarinos. A banda irá se apresentar em um palco concha da Mills, com 18 metros de boca de cena e 14 metros de profundidade, outra novidade do carnaval local.
Os bailes populares deverão reunir de 25 a 30 mil pessoas por noite. Na região Norte, os bailes serão realizados na Praia de Massaguaçu, de Sábado a Terça-feira, com animação da banda Apollo 2001, a mais tradicional banda do Vale do Paraíba. Na região Sul, os bailes acontecerão na praça Isaias de Souza, também de Sábado a Terça-feira com a banda Panorama, de São Paulo, das 22 às 2 da madrugada. A abertura do carnaval será na Quarta-feira, dia 21, com Adriana e a Rapaziada e a banda Bahia com H, em show que acontecerá na praça Tom Ferreira. (Fonte: PMC)

Vai Vai e X-9 animarão o Carnaval de Rua

Caraguatatuba - As escolas campeãs do carnaval paulista no ano passado, X-9 Paulistana e Vai Vai vão desfilar na avenida da praia no Sábado e Domingo, respectivamente. Os desfiles serão iniciados às 22 horas. O Grêmio Recreativo Cultural e Escola de Samba X-9 Paulistana foi fundada em 1975 em homenagem a tradicional escola santista X-9. No ano passado, a escola conquistou o título com o samba enredo “ Quem é você, Café”. A X-9 Paulistana desfilará com cerca de 150 componentes na avenida da praia.
No domingo, será a vez do desfile da tri-campeã Vai Vai, escola que surgiu como cordão “Saracura”, em 1914, Desde 1966 quando se transformou em escola de samba, a Vai Vai conquistou nove títulos. O carnaval de rua de Caraguá também terá as participações das escolas locais Império do Samba, Unidos do Litoral e X-9. As três entidade carnavalescas se uniram em uma única escola para o desfile deste ano.
Elas devem desfilar no Sábado e na Terça-feira de carnaval. Na Segunda-feira desfilarão os blocos de embalo. Uma das atrações do carnaval de rua será o Bloco das Piranhas que este ano comemorará 25 anos de tradição no carnaval local. O bloco é um dos mais animados e os homens desfilam com roupas femininas. O bloco desfilará às 18 horas do sábado, dia 24. (Fonte: PMC)

Skol Rock atraiu 7 mil pessoas

Caraguatatuba - A realização do Skol Rock em Caraguatatuba, escolhida para ser a primeira do festival itinerante a ser realizado no país, superou as expectativas. O evento atraiu mais de 7 mil pessoas. Os portões tiveram de ser fechados como medida de evitar a superlotação. Além do show com o grupo mineiro Skank, a festa promoveu outras atrações, como a aparição da garota propaganda da Skol, Luize Altenhosen.
Outras três bandas, Gugle’s, Tianastácia e Fall-K-Trua fizeram show durante o Skol Rock. O Salão de Beleza foi outro atrativo, com pinturas e penteados inusitados, piercings e tatuagens que podiam ser feitos ali mesmo. Bastava aguardar na fila para adquirir um novo visual. Tendo a modernidade como característica, a Skol resolveu modificar o formato do Skol Rock este ano. O evento ganhou uma estrutura maior para oferecer não apenas um show como também uma área de entretenimento com várias atividades. O evento também está sendo reconhecido por lançar novos talentos no cenário da música nacional.
A cidade recebeu ainda o diretor de Marketing e vice-presidente da Ambev, grupo que detém as marcas Skol, Brahma, Antártica e outras, Miguel Patrício; e o presidente do Banco de Eventos, responsável pela organização do Skol Rock, José Vitor de Oliva. Caraguá foi escolhida para abrir o evento que percorrerá outras cidades como Florianópolis (SC), Santos (SP), Niterói (RJ), Curitiba (PR), Campinas (SP), São José do Rio Preto (SP), Franca (SP), Cascavel (PR) e Londrina (PR).
Para o Prefeito Antonio Carlos da Silva, o Skol Rock foi um dos melhores eventos que a cidade já sediou. “Agradeço à Ambev por ter escolhido Caraguá para realização da primeira apresentação do Festival. É importante salientar que a cidade está à disposição para a realização de outros eventos como este”, concluiu o prefeito.
“O evento da Skol consagrou Caraguatatuba como uma das cidades praianas mais importantes do país. A cervejaria investiu cerca de R$ 550 mil na cidade para promover um evento que durou apenas uma noite. Eventos como este valorizam a cidade e serve pra tornar Caraguá conhecida em todo o país”, comentou o secretário de Turismo, Salim Burihan. Jornalistas de várias regiões e estados estiveram na cidade para cobrir o evento. O vocalista e lider do Skank, Samuel Rosa, também elogiou o Skol Rock. Segundo ele, o festival itinerante é de grande importância para a música brasileira já que está investindo em novas bandas.
O festival inclui em suas apresentações bandas locais e regionais das cidades onde será realizado. O Skol Rock atraiu jovens de várias localidades. “Foi o maior evento já realizado na região”, afirmou Vander Accari, de São Paulo. Na opinião da professora Maristela o Skol Rock foi realmente uma grande festa. (Fonte: PMC)

Juiz deixa processo sobre armas no Fórum

Caraguatatuba - O processo que apura o roubo de cerca de 200 armas do Fórum de Caraguatatuba pode ser analisado e julgado em outra comarca. Segundo o Ministério Público de Caraguá, o juiz que conduzia o caso --Otávio Augusto de Oliveira Franco-- pediu afastamento por estar sendo ameaçado.
A promotora Vanessa Hatamoto Médici, disse o juiz se afastou porque achou que não teria imparcialidade para julgar o caso. A promotora foi responsável pelo pedido de prisão preventiva dos acusados Pérsio Luiz de Almeida César, funcionário afastado por Fórum por suspeita de ter facilitado a ação dos ladrões, e Marcelo Henrique Teixeira.
Segundo a promotora, ainda não foi definido se o processo continua em Caraguá ou será remetido para outra comarca.
O Tribunal de Justiça de São Paulo não confirmou o afastamento do juiz de Caraguá do caso. Segundo informações da assessoria de imprensa do Tribunal, o juiz Otávio Franco "não está mais com o processo porque está de férias." O juiz Franco não foi localizado ontem para comentar o caso. (Fonte: ValeParaibano)

SOS Vida Marinha

São Sebastião - Conscientizar as crianças sobre a importância da preservação dos oceanos e da vida marinha é o principal objetivo do Peagam (Programa de Educação Ambiental e Gerenciamento Ambiental Marinho), patrocinado pela Petrobras, que montou uma exposição sobre o assunto no Tebar, em São Sebastião. Estão expostos trabalhos feitos por crianças de Ilhabela. A exposição vai até 2 de março, das 8h às 16h30, de segunda a sexta-feira. (Fonte: ValeParaibano)

Aquário é lazer e informação sobre vida marinha da região
Espécies de mar e de rios podem ser conhecidas e até tocadas em Ubatuba

Ubatuba - Para quem deseja conhecer um pouco mais da vida marinha do Litoral Norte, uma boa opção de divertimento e educação ambiental é o Aquário de Ubatuba. O local oferece aos visitantes a oportunidade de conhecer de perto várias espécies do mundo aquático.
O aquário possui 22 tanques com 70 espécies onde estão reproduzidos alguns ecossistemas como o mangue, o costão rochoso, o recife de corais e a praia arenosa.
Dos 22 tanques, 11 são de água salgada, entre eles o maior tanque marinho do Brasil, com 80 mil litros, que reproduz o habitat de tubarões-lixa, raias, moréias, baiacus, budiões e diversas espécies de peixes.
Os outros 11 tanques têm espécies brasileiras da água doce como tartarugas, piranhas e outros peixes que vivem na Amazônia e no Pantanal.
O local do aquário que mais chama a atenção dos visitantes, principalmente das crianças, é o chamado tanque de manuseio ou contato, uma espécie de piscina grande e rasa onde as pessoas podem tocar os diversos exemplares de invertebrados marinhos, como pepinos e estrelas do mar, ouriços, quítons entre outros.
Os turistas só podem tocar os animais na presença dos monitores especializados.
A estudante Letícia Rodrigues de Jesus, de 10 anos, disse que a maioria dos animais que viu no aquário nem sabia que existia. Ela disse que ficou surpresa em conhecer as espécies marinhas e demorou a acreditar que os ouriços também são animais que vivem no mar.
"Eu gostei de conhecer bichos diferentes. O mais legal foi poder tocar nos animais que estavam no tanque de contato. Meus amigos da escola não vão acreditar quando eu contar", afirmou Letícia.
A comerciante Pensylvânia de Paiva dos Santos, de Campinas, disse que levou as duas filhas para conhecer as espécies marinhas porque acha muito importante que as crianças tenham contato direto com a natureza.
"Trouxe minhas filhas aqui porque elas não terão a oportunidade de ver essas espécies no dia-a-dia", afirmou.
Segundo o oceanógrafo e diretor do aquário, Hugo Gallo Neto, o tanque de manuseio foi feito com o objetivo de oferecer ao público a oportunidade de um contato direto com a rica fauna submarina local, principalmente as espécies que vivem no costão rochoso --encosta de praia com pedras. Ele disse que os animais que vivem nos costões não podem se defender e por isso são presas fáceis. "É muito importante que o nosso público conheça as espécies para que haja a preservação", afirmou o diretor. (Fonte: ValeParaibano)

Peixe exótico atrai visitante

Ubatuba - A área do aquário em que os turistas ficam mais tempo apreciando os animais é a dos peixes exóticos.
As pessoas se sentem atraídas pelas formas e cores dos animais que ficam em tanques construídos especialmente para abrigar as espécies exóticas da fauna marinha.
Os bichos que mais se destacam são os coloridos cavalos-marinhos, as moréias, o tubarão-lixa e o curioso peixe-morcego.
Para adquirir os animais, o aquário conta com o trabalho de empresas importadoras especializadas e legalmente registradas junto ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).
As espécies mais difíceis de serem encontradas são as típicas de recifes de corais como o peixe-leão, o tubarão-leopardo do Pacífico, além dos límulos, que são parentes marinhos das aranhas e escorpiões. Esses animais são considerados pelos cientistas fósseis vivos.
Para complementar a exposição, ficam expostos vários painéis fotográficos que explicam os principais ecossistemas marinhos, como vivem suas espécies e quais os locais em que são encontradas. (Fonte: ValeParaibano)

Exposição de serpentes pode ser vista até julho

Ubatuba - O Aquário de Ubatuba, em parceria com o Instituto Butantã, de São Paulo, inaugurou mais uma opção de lazer educativo no Litoral Norte --a Exposição de Serpentes do Brasil, com nove espécies de serpentes brasileiras e lagartos, originários de várias partes do país como Amazônia, Mato Grosso e Goiás.
Outros animais peçonhetos que também estão expostos são as aranhas e escorpiões. Durante a visita, os monitores explicam as características, as origens, a forma de vida dos animais e quais os riscos eles apresentam ao homem. Também é ensinado como pode ser feita a preservação das espécies.
Além das serpentes, também estão em exposição algumas espécies de sapos, rãs e pererecas originárias de vários lugares do mundo.
A exposição de serpentes está instalada em uma área de 300 metros quadrados, ao lado do Aquário de Ubatuba, e atenderá o público até o mês de julho, das 10h até as 22h.
A partir do início do ano letivo, o local estará recebendo a visita de grupos fechados de estudantes, que serão acompanhados pelos monitores. O agendamento pode ser feito pelo telefone (12) 432-1382. (Fonte: ValeParaibano)

Projeto Tamar volta a expor tartaruga albina em Ubatuba
Visitas monitoradas são aula sobre espécies marinhas; ingresso custa R$ 2

Ubatuba - A base do Projeto Tamar (Tartarugas Marinhas), em Ubatuba, tem duas novidades para os visitantes neste verão. Estão em exposição réplicas de cinco espécies de tartarugas marinhas em tamanho natural e, a tartaruga albina, considerada a grande atração do local, volta a ser mostrada ao público depois de dois anos.
As visitas são monitoradas por técnicos e podem ser feitas diariamente, a partir das 10h. Somente no mês de janeiro passaram pelo local 11.700 pessoas.
Por meio da exposição, o público pode conhecer um pouco sobre as espécies de tartaruga marinha existentes no Brasil e sobre a importância de preservação da espécie.
As réplicas, em resina, são das tartarugas Cabeçuda, Verde, de Pente, Oliva e de Couro. Com exceção da Oliva, as outras espécies são encontradas na região.
Além da exposição de maquetes, podem ser vistas também sete tartarugas jovens que vivem no local, além de vários filhotes.
O Projeto Tamar, iniciativa do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), monitora 1.000 quilômetros de praias, com 21 bases em 8 Estados brasileiros (veja texto nesta página).
O projeto desenvolve continuamente atividades de pesquisa visando aumentar os conhecimentos sobre o comportamento das tartarugas marinhas. Além disso, tenta aprimorar técnicas que possam contribuir para o trabalho de preservação das espécies.
Marcações das tartarugas, com grampos inoxidáveis contendo um número e o endereço do Tamar, são realizadas em toda a costa brasileira. O objetivo é determinar a rota migratória das espécies.
A engenheira civil, Sandra Silva Mattos, de Campinas, levou as filhas para conhecer o Projeto Tamar. "Acho importante que elas conheçam de perto um trabalho de preservação."
Segundo o biólogo e técnico do projeto em Ubatuba, José Henrique Becker, por meio do monitoramento de um grupo de pescadores da região, que praticam a pesca artesanal, foi possível cadastrar até agora 3.000 tartarugas na região.
O próximo passo é o monitoramento da pesca de embarcação, como a do camarão.
Segundo os técnicos do projeto, o trabalho desenvolvido com os pescadores é de conscientização. Sabendo da importância de preservar as espécies, eles acabam virando uma espécie de parceiros do Tamar. (Fonte: ValeParaibano)

Ubatuba: point de todas as tribos
Costa sul reúne praias quase desertas como a Fortaleza e outras mais agitadas como a Grande

Ubatuba - A costa sul de Ubatuba tem praias para todos os gostos e todas as tribos. Turistas que procuram sossego vão gostar da praia da Fortaleza, já quem está em busca de agito, quiosques e prática de esportes, a dica é curtir as praias Grande ou Maranbuba.
Os turistas que gostarem de "sombra e água fresca" têm na praia da Fortaleza o lugar ideal. O local é pequeno, com uma larga faixa de areia e várias árvores frutíferas como jaqueiras e pitangueiras, que fazem grandes sombras, ideais para o descanso dos veranistas.
Suas águas calmas, quase sem ondas, favorecem a prática do mergulho e da pesca, principalmente na ponta esquerda da praia. No local, várias pedras formam uma piscina natural onde se concentram muitos tipos de peixes.
Os caiçaras deram o nome de "aquário" para essa encosta da praia, porque quando a maré está baixa, várias espécies de peixes podem ser vistas.
A professora Lucinéia Honorato, 32 anos, de São José dos Campos, sempre passa as férias na praia da Fortaleza. Ela disse que gosta de ficar na praia porque mesmo na alta temporada, o lugar é tranquilo e, a maior parte dos frequentadores, são pessoas que têm casa nas proximidades.
"Acho aqui tenho um contato íntimo com a natureza. São poucos os locais que podem me oferecer o que eu encontro aqui", afirmou Lucinéia.
Para se chegar até a praia da Fortaleza, é necessário sair da rodovia e entrar em uma estrada que leva até a praia Brava. Os carros não ficam perto da praia. É preciso deixá-los em um estacionamento particular que custa R$ 5 durante a alta temporada.
O industrial Nelson Morsa, de São Paulo, disse que quando vai ao Litoral Norte só fica na Fortaleza. Ele disse que gosta de desfrutar do sossego que a praia oferece.
"Quando estou aqui me sinto no paraíso. Nada melhor que estar entre o mar e a montanha para se livrar do estresse da grande cidade", afirmou Morsa. (Fonte: ValeParaibano)


Cit-Férias

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor