Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 17 de maio de 2001 - Nº 293 Arquivo

Maré Hotel de Ubatuba
 Anuncie Aqui
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Prefeito de Caraguá receberá gerente da Bandeirante
Câmara de São Sebastião reclama de distribuidora
Universidade faz pesquisa em Caraguá
Governo arrenda porto de São Sebastião
Governo avalia concessão desde 1998
Empresários participam de workshop no Sebrae em Caraguá
Prefeitura regulariza áreas para pouso e decolagem de vôo livre
Caraguá sedia Encontro de Entidades de Previdência Municipal
Creches em Caraguá recém-inauguradas tem matrículas abertas
Comissão ouve Sabesp sobre vazamentos dia 21
Estudantes visitarão Câmara duas vezes por mês
Secretaria de Caraguá promove cursos de Informática
Ilhabela vê Congadas de São Benedito
Lei criou Semana da Cultura Caiçara
XV de Caraguatatuba continua sem técnico


Prefeito de Caraguá receberá gerente da Bandeirante
Durante a reunião, Antonio Carlos fará sugestões

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguatatuba Antonio Carlos da Silva, vai receber hoje, dia 17 de maio, às 10 horas, o gerente executivo da área comercial da Empresa Bandeirante de Energia, Renê Minia Vernice. Na reunião serão discutidos os impactos dos “apagões” no município e as ações que possam colaborar com a campanha de economia de energia elétrica. Também irá participar da reunião, o prefeito de São Sebastião, Paulo Julião. No Litoral, Caraguá e São Sebastião recebem energia elétrica por meio da empresa Bandeirante, já Ilhabela e Ubatuba recebem por meio da Elektro.
Renê Minia Vernice confirmou na semana passada que os cortes compulsórios de energia elétrica, anunciados pelo Governo Federal para o mês de junho, irão atingir as cidades do Litoral Norte. Na reunião o prefeito de Caraguáirá sugerir medidas a serem usadas no município durante os cortes compulsórios de energia elétrica.
O prefeito Antonio Carlos da Silva, preocupado com os “apagões” já estudou algumas possibilidades que poderão ser exploradas no Litoral. Ele quer sugerir, por exemplo, a utilização e a incrementação da energia solar no município, devendo ser utilizada principalmente pela rede hoteleira. A idéia dos “apagões” visa evitar um colapso no abastecimento.
Esta proposta se estenderá até novembro deste ano, podendo ser prorrogada caso o nível de água dos reservatórios continuar baixo. Inicialmente o programa prevê cortes de duas horas a quatro horas, em rodízios semanais, atingindo as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do País. (Fonte: PMC)

Câmara de São Sebastião reclama de distribuidora

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião vai se reunir com a superintendência da Bandeirante de Energia para discutir reclamações de moradores sobre iluminação pública. Segundo vereadores, nas últimas três semanas o volume de queixas aumentou, principalmente sobre ruas escuras. "Acredito que a população, após o anúncio dos apagões, ficou mais revoltada com a qualidade do serviço e começou a reclamar", disse o vereador Dalton José da Silva (PRP). O gerente da Divisão de Clientes da Bandeirante de Energia, Domingos Espina, disse que a concessionária não tem informações sobre problemas em São Sebastião. A data da reunião ainda não foi definida. (Fonte: ValeParaibano)

Universidade faz pesquisa em Caraguá

Caraguatatuba - A Universidade São Marcos, de São Paulo, fechou uma parceria com a Prefeitura de Caraguatatuba, para identificar o potencial turístico de bairros da município.
Os alunos dos cursos de turismo e hotelaria da faculdade irão realizar um levantamento nos bairros do Massaguaçu e Capricórnio. Após a pesquisa, a faculdade irá oferecer cursos aos moradores.
"Estes cursos serão gratuitos e desenvolvidos pelos próprios alunos", disse o coordenador do projeto, Fábio Barbosa.
Além da pesquisa, até o final do ano, será inaugurado um hotel-escola da universidade, onde os alunos de turismo e hotelaria poderão fazer estágio durante as aulas. "Além dos alunos que irão trabalhar lá e dos professores, também contrataremos pessoas da cidade", afirmou coordenador do curso de turismo da universidade São Marcos, Paulo Flores. (Fonte: ValeParaibano)

Governo arrenda porto de São Sebastião
A previsão da direção é que processo seja concluído neste ano e gere receitas extras de R$ 15 milhões

São Sebastião - O porto de São Sebastião abre, neste mês, licitação para o processo de arrendamento de áreas, depois de três anos de espera pela autorização do governo federal.
A concessão de terrenos para armazéns de cargas de grãos sólidos pela iniciativa privada poderá gerar uma receita extra de R$ 15 milhões.
Hoje, o porto movimenta cerca de 40 mil toneladas de produtos sólidos importados por mês entre malte, cevada e sulfato de sódio.
A proposta foi aprovada pelo governo federal, nesta semana, e o porto depende agora somente da confirmação do edital para que a licitação para as companhias interessadas seja realizada.
A direção da área portuária estima que dentro de um prazo de 90 dias o processo seja concluído.
Nos dois primeiros anos, os arrendatários pagarão uma taxa de R$ 0,50 por metro quadrado utilizado por mês e R$ 0,50 por tonelada movimentada.
Atualmente, não há setores de armazenagem no porto. As empresas são obrigadas a estocar as cargas em armazéns de cidades próximas ao porto ou em estabelecimentos particulares.
Três empresas poderão disputar a concessão de terrenos com 5.000 m² ou 6.000 m². Após três anos, a área de concessão pode até dobrar. O contrato pode chegar a 20 anos.
A Malteria do Vale, de Taubaté, a Química Del Rey Quirey e a Sociedade e Comércio de Serviços Químicos já são pré-candidatas ao processo de licitação.
Foi o pedido das empresas, que são responsáveis por cerca de 90% da receita do porto, para a utilização dos terrenos em 98 que deu início aos estudos para o processo de arrendamento. (Fonte: Folha Vale)

Governo avalia concessão desde 1998

São Sebastião - Desde 98, o Ministério dos Transportes analisa a concessão de áreas do porto de São Sebastião, de propriedade do governo federal, para o arrendamento a empresas privadas.
A morosidade no processo ocorreu, segundo a direção do porto, porque a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.), que administra o local, teve que pedir ao ministério autorização para que o Estado pudesse utilizar os terrenos e arrendá-los a empresas. (Fonte: Folha Vale)

Empresários participam de workshop no Sebrae em Caraguá
O objetivo do encontro foi levantar propostas de desenvolvimento para o município e Litoral Norte

Litoral Norte - Empresários de todo o Litoral Norte estiveram reunidos neste dia 15 no Sebrae Agência de Caraguatatuba, onde aconteceu um workshop. Através de palestras e oficinas o empreendedores estiveram fazendo um levantamento das possibilidades de empreendimentos no Litoral Norte.
Segundo a gerente da Agência Litoral do Sebrae, Clorinda Eloy, este é o primeiro workshop realizado no Estado de São Paulo com o objetivo de levantar alternativas de negócios. Neste workshop, empresários de diversos segmentos estão ajudando a construir perspectivas de desenvolvimento para o Litoral. Estes empresários participaram do seminário Empretec. Para Eloy, o workshop é um laboratório que levou os empresários ao exercício de responsabilidade empresarial. “É uma troca de idéias que visa o crescimento de todos. A empresa de cada um vai bem se a dos outros também estiverem bem. Quanto mais opções o turista tiver maior será a sua frequência no local, o que é bom para todos”, explicou.
O levantamento feito por estes empresários será apresentado durante o Lançamento do PRODER-Programa de Desenvolvimento Local, aberto a toda a comunidade. O evento é gratuito e está marcado para o dia 30 de maio, das 8h às 17h30, na FUNDACC, rua Santa Cruz, 396, Centro, em Caraguatatuba. O evento também vai acontecer em Ubatuba, no dia 29 no Palace Hotel e; Ilhabela, no dia 1 de junho, no Esporte Clube Ilhabela. O Programa realizado em parceria com a prefeitura visa mostrar os caminhos, ações e possibilidades empresariais da região. Durante o evento também será apresentado o diagnóstico sobre o Litoral Norte feito pela UNICAMP no ano passado, que mostra as potencialidades turísticas e comerciais do Litoral. (Fonte: PMC)

Prefeitura regulariza áreas para pouso e decolagem de vôo livre

Caraguatatuba - A Secretaria de Turismo de Caraguatatuba definiu ontem com a Federação Paulista de Vôo Livre as medidas necessárias para regularizar e oficializar a rampa e pouso utilizados pelos praticantes de asa delta e para pente no município. Apesar desses esportes serem praticados há mais de 20 anos na cidade, os locais utilizados para decolagem e pouso não são oficializados. “Estamos agilizando as reivindicações do prefeito Antonio Carlos da Silva e, também, da própria Associação Litoral Norte de Vôo Livre, para tornar a atividade mais segura e promover eventos em parceria com a federação e a ABVL-Associação Brasileira de Vôo Livre”, afirmou o secretário de Turismo, Salim Burihan.
Estiveram presentes a reunião realizada no último dia 15 na SETUR, o presidente da federação, Cláudio Rogério Consolo; o vice-presidente, Sérgio Lisboa; o presidente da Associação Litoral Norte de Vôo Livre, José Mário de Souza; o secretário Salim Burihan; e, os pilotos Milton Ricardo de Lima, Marcos Ravelli, Gerson Bellato, Samuel Monteiro e Eduardo Vivian. “Gostaria de parabenizar o prefeito Antonio Carlos da Silva pela iniciativa de procurar a federação para regularizar e oficializar a atividade em seu município. O vôo livre é um esporte de risco que por sua beleza reflete diretamente no setor turístico”, afirmou Cláudio Rogério Santoro. Segundo ele, existem apenas seis rampas no estado de São Paulo, sendo a de Caraguatatuba uma das mais agradáveis para a prática da atividade.
Atualmente, são 700 pilotos inscritos na federação. Ficou acertado no encontro que a Setur e a Associação Litoral Norte de Vôo Livre prepararão toda a documentação necessária para que a federação dê entrada no DAC-Departamento Aéreo Civil, em São Paulo, regularizando os dois locais, de decolagem, no Morro do Santo Antonio e o pouso, feito na praia do centro.
Foram definidas ainda medidas para aumentar a segurança tanto no pouso como na decolagem. Na praia do centro, local do pouso, a prefeitura irá retirar alguns coqueiros e cobrirá uma vala de drenagem. Nas rampas de decolagem que ficam a 340 metros de altura, serão colocadas placas informativas para que a atividade seja desenvolvida com toda segurança necessária.
Ficou acertado ainda que a sede da Setur servirá de base para a associação e os pilotos que procurarem o município para o vôo livre. “Nós queremos que a atividade seja desenvolvida atendendo as normas da ABVL e da federação. Tudo o que o puder ser feito nesse sentido será fundamental para o desenvolvimento do vôo livre no país”, argumentou José Mário de Souza, presidente da Associação do Litoral Norte de Vôo Livre. (Fonte: PMC)

Caraguá sedia Encontro de Entidades de Previdência Municipal

Caraguatatuba - A cidade sediou neste dia 17, o 1º Encontro de Entidades de Previdência Municipal do Vale do Paraíba e Litoral Norte. Cerca de setenta pessoas estiveram presentes. O evento foi patrocinado pela Sudameris Investimentos.
Participaram representantes de Ilhabela, Ubatuba, São Sebastião, Bertioga, Paraibuna, Jacareí e São José dos Campos. Entre eles podemos destacar a presença do presidente da Associação Nacional de Entidades de Previdência Municipal, Afonso José Soares Filho e do presidente da Instituição de Previdência de Caraguá, Dr. Ailton de Carvalho Junior.
No período da manhã os participantes assistiram à palestra do atuário Newton Conde, que abordou assuntos relacionados a cálculos sobre o valor da alíquota dos contribuintes municipais. Esteve presente também o Dr. Adacyr Reis, que abordou assuntos da Legislação Previdenciária. O Instituto de Previdência Municipal foi implantado em Caraguatatuba em março de 2000?, e já demonstra grande dinamismo com a realização deste evento.
O objetivo é justamente promover a união das cidades vizinhas, favorecendo a discussão de problemas relacionados aos institutos de previdência. Na opinião do presidente da Associação Municipal de Entidades de Previdência Municipal, sede Piraí no Rio de Janeiro, Afonso José Soares, é importante discutir os problemas e aspectos técnicos da previdências municipal. “Queremos conscientizar as pessoas de um modo geral que previdência não é loteria. A gente quer e luta por uma previdência séria.”
Segundo Soares, a previdência municipal tem muitas vantagens. Uma delas é que a contribuição é cerca de 10% menor do que o INSS. Outra vantagem é que os recursos da contribuição podem ser utilizados pelo município em outros setores, sendo que o servidor poderá fiscalizar as aplicações e utilização dos recursos. (Fonte: PMC)

Creches em Caraguá recém-inauguradas tem matrículas abertas

Caraguatatuba - A Secretaria de Educação de Caraguatatuba informou que as novas creches já estão efetuando matrícula para crianças de 0 a 3 anos. Os responsáveis pelas crianças que constam na lista de espera de vaga devem procurar as creches recém-inauguradas nos bairros do Rio do Ouro, do Sertão dos Tourinhos e também a Creche Municipal João Bolinha, no bairro do Querosene, para efetuarem a matrícula. As creches do bairro do Rio do Ouro e do bairro Sertão dos Tourinhos são administradas pela Fundação Orsa, que também dá assessoria à Educação Infantil de todas as EMEIS e creches de Caraguatatuba. (Fonte: PMC)

Comissão ouve Sabesp sobre vazamentos dia 21

Caraguatatuba - A Comissão de Assuntos Relevantes da Câmara de Caraguatatuba, que trata sobre o problema das vias públicas se reúne na próxima segunda-feira, dia 21, para ouvir a Sabesp, que irá falar sobre os vazamentos na cidade. A Comissão prorrogou o prazo de entrega do relatório por mais 30 dias.
A Câmara Municipal de Caraguatatuba tem uma Comissão de Assuntos Relevantes que trata dos problemas das vias públicas do município, que ficam em estado precário após as obras realizadas pelas empreiteiras que fazem serviços para as concessionárias e estatais de serviço público.
A Comissão iniciou seus trabalhos em 21 de março e tem como presidente a Vereadora Vera Peixoto e como relatora a Vereadora Madalena Fachini, além dos Vereadores Laércio Aparecido - o Bolha, Wilson Gobetti e João Rodrigues de Godoy Filho - o Baduca, como membros. O prazo inicial era de 60 dias e termina na próxima segunda-feira, mas a presidente já adiantou que houve prorrogação por mais 30 dias.
Os membros da comissão tem se reunido na proporção de 3 vezes por semana, no período diurno, na Câmara Municipal. Já foram ouvidos os responsáveis pela Sabesp (Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Telefónica e Bandeirante de Energia.
Segundo a presidente, Vera Peixoto, tanto a Bandeirante como a Telefónica querem corrigir possíveis erros que apareçam após o término de suas obras. Já a Sabesp, através de seu representante, o engenheiro Marco Antonio, alegou que trabalha de forma diferente, mas negou que deixe algum vestígio da obra, bem como calçadas ou vias públicas defeituosas, frisando que refaz tudo ao término do serviço.
O engenheiro Marco Antonio frisou que os problemas frequentes de vazamentos são de responsabilidade de outro engenheiro, de nome Carlos Alberto de Oliveira, que estará presente à comissão na próxima segunda-feira, dia 21 de maio, às 9h30 na Câmara Municipal para responder as perguntas da comissão.
Atualmente a comissão está iniciando a elaboração do relatório final e a presidente adiantou que percebe-se uma falta de fiscalização por parte do Poder Público para acompanhar as obras até a sua finalização.
O Vereador Lobinho (Agostinho Lobo de Oliveira) criticou na Rádio Oceânica, de Caraguatatuba, na semana passada durante o programa da Câmara Municipal que no período de 60 minutos identificou 14 vazamentos em 3 ruas da zona sul. Desta vez foi o Vereador Aureliano Gonçalves Pereira - o AG Pereira, que usando o mesmo programa, criticou o descaso da estatal, observando 60 vazamentos em 3 bairros da cidade. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Estudantes visitarão Câmara duas vezes por mês

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba iniciou projeto que visa receber os alunos da rede pública, estadual e municipal, duas vezes por mês, nas galerias, durante as sessões ordinárias. A primeira escola a visitar o Legislativo ou a Avelino Ferreira, do bairro Porto Novo.
A mesa diretora da Câmara Municipal de Caraguatatuba quer aproximar o aluno e estudante do município dos Vereadores e das funções do Legislativo e para isso iniciou um projeto onde as escolas públicas, da rede municipal e estadual, bem como as particulares, ambas com estudantes do Segundo Grau - Ensino Médio, poderão visitar as dependências do Parlamento Municipal durante as sessões ordinárias, que acontecem sempre às terças-feiras, a partir das 19h30.
A primeira escola a participar foi a Avelino Ferreira, do bairro Porto Novo, na zona sul da cidade, que esteve presente com cerca de 40 alunos do 3º Colegial, acompanhados dos professores Ariovaldo Bromatto e Lucia Helena dos Santos Nogueira, respectivamente de Geografia e História. Estes alunos viriam através da sessão de um ônibus da Praiamar Transportes Ltda., mas problemas técnicos inviabilizaram a cessão do veículo. Mesmo assim os alunos compareceram.
Segundo a professora Lucia Helena Nogueira os alunos do último ano do Ensino Médio tem aulas de Cidadania, onde aprendem sobre as leis, os poderes, suas funções e divisão política, bem como outros assuntos relacionados ao tema. "Após as aulas os alunos irão debater sobre o que viram na Câmara", disse a professora.
O projeto anteriormente iria receber alunos semanalmente, mas na falta de veículos, optou-se em trazê-los na primeira e última semana de cada mês, através da cooperação da Secretaria Municipal de Educação, onde a Secretária Municipal, Rose Morilla irá ceder o ônibus da Prefeitura para o transporte. A próxima escola, ainda não confirmada, deverá comparecer no dia 29 deste mês. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Secretaria de Caraguá promove cursos de Informática

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Educação de Caraguá está promovendo cursos de informática em diversas escolas do município. O curso é gratuito e os interessados devem procurar a escola municipal mais próxima à sua casa pra poder se inscrever.
Para alunos, crianças e comunidades os horários variam das 7h às 18h, de acordo com o horário do curso.
As escolas que já estão com o “Curso Básico de Informática” são as escolas do Tabatinga, Massaguaçu, Casa Branca, Indaiá, Jaraguazinho, Rio do Ouro, Tinga, Morro do Algodão. Porto Novo, Travessão e Perequê-Mirim. (Fonte: PMC)

Ilhabela vê Congadas de São Benedito

Ilhabela - As Congadas de São Benedito, que acontecem há 200 anos no terceiro final de semana do mês de maio, é a manifestação cultural mais tradicional de Ilhabela.
Durante a Semana da Cultura Caiçara e a Festa de São Benedito, 120 pessoas apresentam as congadas, que dizem ser uma forma de devoção e cumprimento de promessa feita ao santo.
A tradição chegou em Ilhabela com um grupo de escravos africanos de origem bantu. Segundo o secretário da Cultura da cidade, Gilmar Pina, congueiro há 40 anos, a congada dançada na ilha é única. Ele diz que não existe o mesmo tipo de manifestação em nenhum outro lugar do Brasil.
As congadas acontecem em três dias, representando três bailes onde mouros e cristãos guerreiam para fazer as honras a São Benedito. "Essa história é verídica. O embaixador mouro, no terceiro baile, descobre que é filho do rei cristão. Depois da descoberta, eles se unem para fazer uma só festa em homenagem ao santo", disse o secretário da Cultura.
Segundo Pina, os congueiros de Ilhabela já foram convidados para se apresentar em vários lugares do país e na França. "Nunca permiti que o grupo saísse daqui. A nossa congada não é folclore e sim uma tradição de promessa", afirmou o congueiro.
A dança africana é uma tradição na cidade passada de pai para filho. A maioria dos congueiros faz a dança como forma de agradecimento a alguma graça alcançada e creditada ao santo ou como pagamento de promessa.
Segundo a folclorista Iracema Franca, 82, conhecida em Ilhabela como dona Dedé, as manifestações de congada vieram de lugares diferentes da África e, por isso, não são iguais em todo o país.
"Em São Sebastião e no Paraná, são bem parecidas com a de Ilhabela. Os congueiros daqui falam que é uma tradição religiosa, mas não deixa de ser folclore, uma dança popular", afirmou ela.
Para dona Dedé, que escreveu um livro sobre a congada da ilha, o cumprimento das promessas a São Benedito com a dança africana é uma forma de dar continuidade a tradição.
As festividades começam hoje e às 17h de amanhã acontece o levantamento do mastro do santo e, logo após, a distribuição de bolo aos congueiros.
Sábado e domingo, às 9h, acontece o baile seguido da ucharia, distribuição de comidas feitas pelos moradores da colônia de pescadores. (Fonte: Folha Vale)

Lei criou Semana da Cultura Caiçara

Ilhabela - A Semana da Cultura Caiçara foi instituída em Ilhabela no ano passado pela lei 894/00, para apoiar as Congadas de São Benedito com atividades artísticas e culturais como shows, palestras e apresentações teatrais.
Na festa, que acontece na rua São Benedito, dez barracas vão comercializar comidas típicas, como o peixe assado e o pastel caiçara. Neste final de semana, as atrações mais esperadas depois da apresentação das congadas são os shows.
Hoje, a partir das 21h, a atração fica por conta do grupo de pagode local Pronúncia no Olhar e a dupla carioca Arlindo Cruz e Sombrinha, nomes respeitados no mundo do samba.
Amanhã, também às 21h, novamente o Pronúncia no Olhar abre o show mais esperado da festa: Leci Brandão, que apresenta o seu mais novo CD "Eu Sou Assim", que gravou ao vivo.
No novo álbum, não poderiam faltar as composições que relatam a preocupação da cantora com as questões sociais do país, como as crianças carentes.
Leci faz do novo trabalho uma vitrine da música brasileira, mostrando toda sua energia e arte, principalmente quando presta homenagem ao grupo Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho, Dona Ivone e tia Vicentina, regravando "Isso é Fundo de Quintal", feita em parceria com Zé Maurício, considerado o "hino do pagode".
A Secretaria da Cultura de Ilhabela escolheu a cantora para se apresentar na festa por causa de seu envolvimento nas lutas contra o preconceito aos negros.
"Ninguém melhor que Leci para cantar na festa de São Benedito, que era negro", disse o secretário da Cultura, Gilmar Pina.
Danças típicas caiçaras também serão apresentadas na festa, como a ciranda, o tira o chapéu, o vilão, os reis e a dança do caiapó, que só são encontradas em Ilhabela.
Todas acontecem a partir das 10h, segundo a secretaria.
Os shows e as apresentações de dança acontecem na rua São Benedito, no centro de Ilhabela. (Fonte: Folha Vale)

XV de Caraguatatuba continua sem técnico

Caraguatatuba - O XV de Caraguatatuba, que disputa a Série B-1 do Campeonato Paulista, continua sem um treinador definitivo.
Desde a saída de Viriato Mendes Neto, no início deste mês, o clube não consegue contratar um profissional para comandar a equipe do litoral norte.
O time de Caraguá está sendo treinado pelo preparador físico Paulo César.
A previsão é que, no próximo jogo, contra o Guapira, ele ainda continue no comando.
A diretoria do clube está tentado um contato com o técnico Carlos Alberto Rodrigues, que já jogou no Caraguá e mora na cidade. Os dirigentes ainda não obtiveram uma resposta definitiva do treinador.
Mendes Neto foi demitido porque o time perdeu as chances de classificação sob o seu comando, além de ter um salário considerado alto pela diretoria.
A preocupação da diretoria agora é manter a equipe na Série B-1 do Paulista.
O XV de Caraguá está na 11ª colocação. (Fonte: Folha Vale)



Maré Hotel de Ubatuba
 A.Coutinho Royal Segurança


Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor