Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 23 de abril de 2001 - Nº 275 Arquivo

Maré Hotel de Ubatuba
 Anuncie Aqui
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Litoral "caça" os campistas selvagens
Praticantes apontam falta de cuidado
Escola premia aluno que economiza luz
Ubatuba sedia reunião para combate ao caramujo africano
Caraguá ganha R$ 1,5 mi do Estado para obra na orla
Prefeito quer cancelar contrato de coleta do lixo
Relatório de CPI pede suspensão de precatório
Vereador Kazon está indignado com aumento dos ônibus
Madalena quer informações sobre Multas e Salários
Grupo leva atendimento dentário a bairros carentes de Ubatuba
Pescadores criticam a fiscalização
XV é goleado por 4 a 1 em Araraquara


Litoral "caça" os campistas selvagens
Prefeituras ampliam fiscalização aos campings em áreas proibidas para impedir degradação do meio ambiente

Litoral Norte - Os campings selvagens voltam a ser alvos das autoridades municipais no Litoral Norte. Novas formas de fiscalização estão sendo estudadas para evitar que turistas acampem na faixa de areia das praias.
A agressão ao meio ambiente é o principal problema identificado em "paraísos" como a praia Brava de Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião, Ubatumirim e Camburi, no norte de Ubatuba, Castelhanos e Bonete, em Ilhabela e Mococa, Ponta Aguda e Ilha Tamanduá, em Caraguatatuba, constam como as preferidas dos campistas que frequentam a região.
"É um absurdo o estado que as praias ficam quando os campistas vão embora", disse Luís Bischof, presidente da Comtur (Companhia Municipal de Turismo de Ubatuba).
Ele disse que o município está elaborando um programa para a preservação desses locais. Para isso, será feito um levantamento das praias mais procuaradas pelos campistas, seus acessos e números de frequentadores em finais de semana, feriados e temporada.
A idéia é fiscalizar em conjunto com a Polícia Florestal e os guardas-parques para evitar a entrada de pessoas com barracas. O primeiro passo foi dado durante o feriado de Páscoa quando fiscais estiveram em algumas áreas.
Para o presidente da Associação de Moradores do Camburi, José Firmino Soares, é preciso disciplinar o uso da praia. Segundo ele, no Réveillon mais de 500 barracas estavam na praia.
"O maior problema é que o camping na praia não tem infra-estrutura e as pessoas acabam fazendo suas necessidades fisiológicas em qualquer lugar, poluem as cachoeiras e riachos e não recolhem o lixo."
Em São Sebastião, o Instituto Florestal conseguiu reduzir o acesso à praia Brava. Segundo o diretor do Parque Estadual da Serra do Mar no município, Edson Fredê Lobato, há 3 anos são realizadas blitze em parceria com a Florestal e prefeitura e o resultado tem sido positivo.
"Houve uma redução no número de pessoas que segue pela trilha para acampar." Fredê ressaltou que o turista não é impedido de chegar à praia, mas com barraca ele não entra.
Em Ilhabela, a prefeitura conta com apoio das comunidades isoladas para evitar o acampamento em praias como o Bonete. Em Caraguatatuba, o secretário de Turismo, Salim Burihan, disse que há placas informando da proibição em diversos pontos. "Se for pego pela fiscalização, o campista tem que sair." (Fonte: ValeParaibano)

Praticantes apontam falta de cuidado

Litoral Norte - Frequentadores dos campings selvagens afirmam que falta um cuidado maior com a natureza por parte de alguns praticantes. Eles são a favor da proibição do acampamento.
Esse é o caso da publicitária Henrimara Junqueira, 21 anos. Ela disse que sempre acampou em praias desertas, mas procura trazer o lixo produzido e não usa as árvores para fogueira.
"Mesmo sendo usuária, acho que não se deve liberar as praias porque tem muita gente que chega ao local e depois vai embora sem se preocupar com possíveis estragos que está causando."
O professor de educação física Rubens Antônio de Castro, 27 anos, mesmo sendo um fequentador habitual de praias como Simão e Brava do Camburi, acha que a fiscalização deveria ser mais intensa.
Para o gerente do camping Itamambuca, em Ubatuba, Dênis Dreux Júnior, não há competição entre o camping selvagem e o regularizado. "A vantagem é que o usuário vai encontrar toda uma estrutura a custo acessível." É cobrada uma média de R$ 12 por dia, por pessoa. (Fonte: ValeParaibano)

Escola premia aluno que economiza luz

Ubatuba - Os municípios do Litoral Norte estão aderindo ao programa de economia de energia elétrica desde março. Em Ubatuba, a prefeitura fechou parceria para a implantação do Procel (Programa de Combate ao Desperdício de Energia Elétrica).
Em menos de um mês as principais ações ocorrem em escolas municipais mais distantes do centro. A administração estipulou até prêmios para quem economizar mais na escola do Bonete, que abrange alunos de 1ª a 4ª séries. A professora Ana Rosa da Silva tirou cópia de várias contas de luz dos moradores do bairro e colocou em um painel na escola.
"A idéia é verificar quem conseguiu economizar mais energia de um mês para o outro. Por isso vamos fazer as comparações", afirma a professora. Os vencedores vão concorrer a prêmios como violão, liquidificador e batedeira.
O prefeito Paulo Ramos (PFL) disse que a idéia é que as 13 escolas municipais participem do programa desenvolvendo campanhas de economia. "O que a criança aprende na sala de aula, ela leva para casa", disse.
Além da campanha, a cidade também deverá economizar com o Procel em média 40% no consumo de energia trocando a iluminação pública por lâmpadas de vapor de sódio, que são mais econômicas. (Fonte: ValeParaibano)

Ubatuba sedia reunião para combate ao caramujo africano

Ubatuba - Hoje, 23 representantes das Vigilâncias Sanitárias das cidades do Litoral Norte estarão reunidos em Ubatuba onde discutirão uma ação conjunta no tocante ao problema do caramujo africano. Estarão presentes também William do Amaral, presidente do Instituto Brasileiro de Helicicultura, Dr. Horácio Manoel Telles Santana, médico da Sucen-SP (Superintendência de Controle de Endemias) que apresentarão informes técnicos sobre a ação eficaz no combate ao caramujo africano. Em Ilhabela esse trabalho está sendo desenvolvido pela secretaria de Meio Ambiente, conjuntamente com a secretaria de Saúde.
A iniciativa da reunião partiu da Secretaria de Saúde, através da Vigilância em Saúde. “ Com essa reunião poderemos estar trabalhando a parte educativa no sentido de estar informando a população, já que grande parte da resolução desse problema, está na mobilização desta população, oferecendo apoio técnico através das secretarias de saúde, meio ambiente e órgãos ligados a criação desses moluscos”, explica o responsável pela Vigilância em Saúde de Ubatuba, Dr. Edgar Portes de Souza.
A reunião acontecerá a partir das 14 horas, no salão de reuniões da secretaria de Educação. (Fonte: ACS-PMU)

Caraguá ganha R$ 1,5 mi do Estado para obra na orla
Alckmin anuncia liberação de verba em visita à região; obra começa em 4 meses

Caraguatatuba - O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), anunciou ontem durante visita a Caraguatatuba a liberação de uma verba de R$ 1,5 milhão para a duplicação da Avenida da Praia.
O trecho que vai passar por obras é uma continuação da avenida Arthur Costa Filho, na região central, que foi duplicada e entregue pelo prefeito Antônio Carlos da Silva (PSDB) em setembro de 98. A primeira fase da ampliação da avenida custou R$ 4 milhões.
O novo traçado começa na ponte do Indaiá e vai até a ponte do rio Lagoa, na praia das Palmeiras, em um trecho de aproximadamente 2,5 quilômetros.
O projeto prevê a construção de mais uma pista ao lado da orla da praia, implantação de galerias fluviais, calçadão e ciclovia.
Segundo secretário municipal de Obras, Gilson Mendes de Souza, a parte da ciclovia está quase pronta. Também está prevista a criação de bolsões de estacionamento em 45 graus. Souza afirmou que os bolsões serão criados com a finalidade de disciplinar o trânsito na região.
Segundo o prefeito, com a execução da outra pista da avenida, não haverá necessidade de fazer um novo projeto de iluminação. "O atual já foi concebido para essa finalidade."
Para Silva, a revitalização desse trecho da avenida deve valorizar a área em mais de 30%. Ele acredita ainda que novos investimentos serão levados para a região, o que implica ainda na oferta de empregos.
Segundo o prefeito, essa avenida deverá amenizar o fluxo de veículos na rodovia Rio-Santos. "Quem estiver passeando poderá trafegar pela orla da praia sem enfrentar congestionamento como ocorre sempre na rodovia."
COMÉRCIO - Os comerciantes acreditam que o turismo pode melhorar quando a avenida for concluída.
O proprietário do quiosque Varanda, José Evangelista, disse que acha que a reforma deixará a orla mais bonita. "Se ficar igual à avenida do centro, não tenho motivos para reclamar."
Já a comerciante Norma Druzian Assaf, do Quiosque 33, disse que também acha que a duplicação vai valorizar o local, mas teme que a alteração no estacionamento afaste o banhista.
A previsão da prefeitura é que a obra começe em um prazo de quatro meses. O projeto está pronto e, após a liberação do recurso, será aberto o processo de licitação. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeito quer cancelar contrato de coleta do lixo

Ubatuba - O prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos (PFL) encaminhou, na última quarta-feira, uma representação ao Ministério Público pedindo o cancelamento do contrato entre a prefeitura e a JAJ Construtora, firmado pelo ex-prefeito Zizinho Vigneron (PPS).
A empresa foi contratada pela administração anterior para fazer a coleta de lixo em Ubatuba.
Paulo Ramos alega que o contrato, no valor de R$ 150 mil, foi prorrogado duas vezes.
Na primeira vez, a prorrogação foi integral e, na segunda, sofreu um acréscimo de 25%.
"O ex-prefeito infringiu a lei de licitação, comprometendo o Orçamento do município", disse o prefeito.
O ex-prefeito Zizinho Vigneron não foi encontrado pela Folha em sua casa nem no trabalho durante toda a sexta-feira.
Foram deixados recados em seu aparelho de telefone celular, mas ele não havia respondido as ligações até as 21h sexta-feira. (Fonte: ValeParaibano)

Relatório de CPI pede suspensão de precatório

Litoral Norte - O relatório preliminar da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Indenizações Ambientais, concluída esta semana na Assembléia Legislativa, pede a suspensão pelo prazo de um ano dos processos em andamento no Poder Judiciário. O deputado estadual Salvador Khuriyeh (PSB), relator da CPI, disse que essa é uma forma de impedir que novas distorções ocorram para o pagamento das indenizações ambientais. De acordo com o deputado há casos veementes de falhas nos 1.169 processos abertos. Entre as principais irregularidades identificadas estão supervalorização da área avaliada, erros na titularidade de uma determinada área e pagamento de indenizações de áreas pertencentes ao Estado. (Fonte: ValeParaibano)

Vereador Kazon está indignado com aumento dos ônibus

Caraguatatuba - O Vereador Omar Kazon mostrou toda a sua indignação com o aumento de ônibus, proposto pela concessionária no município e aceito pelo Poder Executivo. A tarifa subiu de R$ 1,20 para R$ 1,40 e de acordo com o Vereador, irá comprometer em muito o orçamento da maioria da população.
Há cerca de 10 dias o município, através do Executivo, majorou a tarifa dos transportes coletivos urbanos, passando de R$ 1,20 para R$ 1,40 com um aumento de aproximadamente 18%. O aumento vinha sendo pedido desde o início deste ano e só agora foi concedido pelo prefeito municipal.
Para o Vereador Omar Kazon esse aumento veio numa hora errada. "Aliás todo aumento vem sempre em hora errada, pois afeta sensivelmente o bolso da população. O aumento do salário mínimo não condiz com a majoração dos ônibus e o final da temporada de verão reduz o volume de dinheiro que circula na cidade, bem como o número de trabalhadores em atividade", disse.
Segundo Kazon aumentos como esse devem ser melhor estudados, pois criam dificuldades a maioria da população, que depende do transporte coletivo para o trabalho, seus afazeres pessoais, lazer e entretenimento da família. De acordo com o Legislador deve-se estudar uma maneira de manter o transporte coletivo, beneficiando a população sem que isso lhe tire o pouco do seu orçamento mensal. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Madalena quer informações sobre Multas e Salários

Caraguatatuba - A Vereadora Madalena Fachini elaborou e conseguiu aprovação de Requerimento, pedindo informações ao Executivo, sobre as multas arrecadadas pelo Ditran e com respeito ao Plano de Cargos e Salários do Executivo.
Madalena Fachini faz parte, com outras três vereadoras, da Bancada Feminina da Câmara Municipal de Caraguatatuba, que após um jejum de 50 anos conseguiu eleger uma mulher para um cargo no Legislativo.
A Vereadora requereu ao Executivo, através do Ditran (Divisão Municipal de Trânsito), informações sobre as multas arrecadadas junto aos motoristas infratores. Fachini quer saber quantas multas foram aplicadas no ano passado, bem como quantas foram realizadas através dos radares fotográficos instalados na avenida da praia e pelos agentes municipais de trânsito. Madalena quer saber também qual o valor arrecadado no ano passado com as multas e qual foi a destinação dos valores recebidos.
No mesmo requerimento Madalena Fachini pede informações sobre quantas multas foram canceladas, anuladas e revistas e quais são os critérios para esses procedimentos. Finalizando, a Legisladora requer a lista nominal dos beneficiados com a revisão, anulação e cancelamento de multas, além de perguntar se os mesmos tem seus nomes publicados na Imprensa Oficial do Município e caso isso não aconteça, porque isso acontece.
Para a Parlamentarista, a municipalização do trânsito transformou a arrecadação de multas em um grande reforço de caixa para os municípios, que desenvolveram e estimularam a "indústria da multa", que na opinião da Vereadora é uma prática nocisa e onerosa aos cidadãos, visto que desvirtua o sentido real da penalidade, que é o de educar. Segundo a Vereadora, o requerimento dará uma noção completa e geral da situação das multas de trânsito na cidade. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Grupo leva atendimento dentário a bairros carentes de Ubatuba
Meta é amenizar problemas de saúde bucal e facilitar acesso ao tratamento

Ubatuba - Um grupo de assistência odontológica de Ubatuba está levando atendimento dentário a bairros carentes e comunidades isoladas do município. Uma média de 150 pessoas são atendidas por dia nessas áreas, garantindo que os moradores tenham acesso ao tratamento dentário gratuitamente.
O Apaob (Atendimento Programado de Assistência Odontológica a Bairros) atendeu 150 pessoas na última sexta-feira, no bairro Bela Vista. Segundo a chefe do Serviço de Saúde Bucal, Rosa Maria Cassador, o atendimento no bairro foi realizado das 8h às 15h em uma escola.
"Estamos fazendo esse trabalho para amenizar os problemas graves de saúde bucal no município. Há um número muito grande de pessoas que não têm condições de se deslocar para os postos de saúde. Fizemos quatro mutirões antes desse e todos com sucesso", afirmou Rosa.
Entre os atendimentos prestados por nove dentistas e dez auxiliares de consultórios dentários estão extração de dentes, obturações e aplicações de flúor em crianças. Boa parte das crianças só recebem o tratamento durante o período de aulas.
A dona-de-casa Lurdes da Silva, 30 anos, levou a filha Josiane, 8 anos, para tratar das cáries. "Acho ótimo esse atendimento porque não tenho condições de ir ao centro da cidade para a consulta e depois porque não há datas disponíveis com facilidade nesses postos."
Benedita Solange do Nascimento, 43 anos, extraiu dois dentes na última sexta-feira durante o atendimento da equipe. "Acho ótimo porque esperava por esse atendimento há meses e não podia sair de casa para ir ao centro procurar os consultórios da prefeitura."
A Secretaria da Saúde vai aproveitar a campanha de vacinação de idosos e examinar a boca de pessoas com mais de 60 anos de idade. A campanha será nos dias 27 de abril e 4 de maio, das 8h às 17h, no posto central, à rua Rio Grande do Sul, 710.
"Já houve casos de câncer bucal detectados no município sem que a pessoa não apresentasse sintomas. Esses casos são encaminhados para Taubaté que dá sequência no tratamento", afirmou a dentista Rosa Maria Cassador. (Fonte: ValeParaibano)

Pescadores criticam a fiscalização

Caraguatatuba - Um artigo da portaria que instituiu o defeso do camarão na região sudeste está dificultando a fiscalização e preocupando os pequenos pescadores do Litoral Norte.
A portaria 74 proíbe até o dia 31 de maio a pesca de espécies de camarão, mas seu artigo 5º permite que a frota camaroeira capture outras espécies de pesca que não estejam sob controle.
"O policial fica impedido de agir se não encontrar camarão na embarcação", disse o comandante da Polícia Florestal do Litoral Norte, capitão Eugênio de Campos Júnior.
Para o presidente da Colônia dos Pescadores de São Sebastião, Guilmer Puertas Tavares, a portaria só prejudica o pequeno pescador. "Os grandes vão pescar outros tipos de peixe a sempre acabam arrastando camarão."
O Ibama (Instituto Brasileiro Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), o teor da portaria foi discutido com todas as partes envolvidas na pesca do camarão. (Fonte: ValeParaibano)

XV é goleado por 4 a 1 em Araraquara

Caraguatatuba - A derrota de ontem por 4 a 1 para a Ferroviária, em Araraquara, encerrou a boa fase pela qual vinha passando o XV de Caraguatatuba.
A equipe do técnico Pires jogou reforçada, mas não conseguiu impor o mesmo ritmo das três últimas partidas pela Série B-1 do Campeonato Paulista.
Nas três últimas rodadas, o time do litoral havia somado oito pontos dos nove disputados.
A equipe do litoral se mantém com dez pontos. (Fonte: Folha Vale)



Maré Hotel de Ubatuba
 Vivenda do Flamboyant Racional Turismo


Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor