Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 25 de julho de 2001 - Nº 340 Arquivo
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Free Wallpaper
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Chuvas atenuam falta d'água no Litoral
Reunião discute área para quilombo
Polícia vê conexão entre Vale e Litoral
Centro de Ensino vai atrasar quatro meses
Poluição no Juqueriquerê é mapeada
Bairro isolado de Ubatuba recebe comitiva
Prefeitura fiscaliza moradias irregulares
Prefeito de Caraguá pede revisão de metas de consumo de energia
Prefeitura de Ubatuba promove “VII Semana da Educação”
“Torneio do Trabalhador” é realizado em Caraguá


Chuvas atenuam falta d'água no Litoral

Litoral Norte - A frente fria acompanhada de chuvas que atingiu o litoral no fim de semana atenuou a falta d'água em municípios do litoral norte, casos de Ilhabela, Caraguatatuba, São Sebastião e, principalmente, Ubatuba.
Em Lagoinha, área nobre de Ubatuba, a população vinha sofrendo com o desabastecimento desde o início do mês. "A sorte é que a água estava sendo racionada à noite, permitindo às donas de casa executarem suas tarefas diárias", disse a recepcionista Maria Heloísa Barbosa dos Santos. Morador de Maranduba, José de Assis teve de recorrer, antes das chuvas, a uma cachoeira perto de sua casa.
A Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp) informou que vinha alertando a população havia cerca de dois meses, quando iniciou uma campanha sobre o uso racional da água durante o inverno. Segundo a empresa, o desabastecimento foi maior em Ubatuba em razão do baixo nível dos Rios Grande, Comprido e Maranduba. (Fonte: Estadão)

Reunião discute área para quilombo
Descendentes de escravos reivindicam direito de propriedade em área da fazenda Caçandoca, em Ubatuba

Ubatuba - Representantes da Procuradoria Federal, do Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo) e da Polícia Florestal se reúnem hoje, na Câmara Municipal de Ubatuba, para discutir a demarcação de uma área de 890 hectares para a formação do Quilombo da Caçandoca.
Há mais de dois meses 25 pessoas descendentes de escravos negros estão assentadas na estrada da fazenda Caçandoca aguardando a definição da Justiça. O grupo estima que há mais de 1.000 herdeiros das terras.
No mês passado uma audiência que deveria definir a ação descriminatória foi adiada pela Justiça de Ubatuba e agora a Procuradoria da Justiça Federal quer levar a ação para ser julgada pela Vara Federal.
Na semana passada, duas famílias acampadas foram autuadas em R$ 500 pela Polícia Florestal acusadas de desmatamento de área na região.
O diretor social da Associação Quilombo Caçandoca, Antônio Antunes, 46 anos, negou que os acampados tivessem cometido alguma irregularidade. Ele disse ainda que as famílias estão sendo vítimas de acusações levianas.
"Toda a madeira que usamos para fazer as cabanas foi doada e não é crime a retirada de bambu."
O local já foi reconhecido pelo Itesp como área remanescente de quilombo construído em meados do século 19.
O comando da Polícia Florestal de Ubatuba foi procurado ontem, mas até o fechamento dessa edição, não houve retorno às ligações.
A quilombola Vitória Auxiliadora Ferreira de Sá, 54 anos, disse que as famílias fizeram uma horta ao lado do acampamento, em um local de várzea, e que a área onde apareceram 'picadas' foram provocadas pelo gado da Urbanizadora Continental, que briga na justiça para legitimidade da área.
Nenhum representante da Urbanizadora foi localizado ontem para falar sobre as acusações.
Além da horta, os quilombolas estão vivendo em cabanas fechadas com sacos plásticos, em situação precária, onde mantêm uma farmácia e uma cozinha comunitária. De acordo com Vitória, algumas famílias com crianças e idosos saíram da área no final de semana por causa da chuva.
"A gente espera que essa situação se resolva logo porque não está difícil continuar vivendo dessa forma." (Fonte: ValeParaibano)

Polícia vê conexão entre Vale e Litoral

Caraguatatuba - A Polícia Civil do Litoral Norte está investigando uma conexão do tráfico de entorpecentes com o Vale do Paraíba. Há denúncias de que a droga estaria entrando no litoral por traficantes de cidades como São José dos Campos, Taubaté e Guaratinguetá.
Uma das primeiras prisões de traficantes ocorreu no final de semana, em Ubatuba, quando policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) de Caraguatatuba investigavam integrantes dessa conexão.
O autônomo O.S.F.C.J., 39 anos, foi preso em seu apartamento, localizado na rua Castro Alves, na praia do Itaguá, em Ubatuba, com 430 gramas de maconha.
Segundo o delegado Wuppslander Ferreira Neto, do 1º Distrito de Caraguatatuba, o acusado estava sendo investigado desde que deixou sua casa em Guará.
A Dise (Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes) do Litoral Norte também está intensificando a ação contra os traficantes de drogas. Anteontem pela manhã, os policiais prenderam seis pessoas no bairro Camburi, costa sul de São Sebastião, acusadas de tráfico de drogas. (Fonte: ValeParaibano)

Centro de Ensino vai atrasar quatro meses

Caraguatatuba - O prazo para a conclusão das obras do Ceprolin (Centro Profissionalizante do Litoral Norte), que está sendo construído no Jardim Aruan, em Caraguatatuba, foi ampliado em quatro meses por problemas no projeto e complexidade para a compra de material.
O Ceprolin deveria ter sido entregue à comunidade em junho passado, mas, segundo Eloíza Andrade Antunes, presidente da Fundacc (Fundação Educacional e Cultural de Caraguá), o primeiro problema detectado foi com relação ao terreno onde o prédio está sendo construído. Com isso, as obras foram estendidas para quatro meses e o prédio deverá ser entregue em meados de outubro.
O Ceprolin está sendo construído com recurso obtido junto ao Bird (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e todas as etapas estão sendo analisadas pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura).
A obra foi orçada em cerca de R$ 2 milhões para a edificação e aquisição de material para equipá-lo.
O Ceprolin vai oferecer 1.800 vagas para cursos profissionalizantes a alunos do Litoral Norte -- Caraguá, São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba -- e municípios vizinhos. (Fonte: ValeParaibano)

Poluição no Juqueriquerê é mapeada

Caraguatatuba - A Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de Caraguatatuba está mapeando a poluição e a ocupação irregular de áreas às margens do rio Juqueriquerê, o principal da cidade.
O objetivo da medida é conter as invasões em área de preservação permanentes e impedir o lançamento de detritos, esgoto e entulho no rio.
permanente e lançamento de detritos, esgotos e entulhos no rio.
Os imóveis irregulares serão fotografados e os proprietários intimados para responder sobre as infrações. Os casos mais graves serão encaminhados ao Departamento Jurídico da prefeitura.
O secretário Eduardo Bevilacqua disse que os infratores serão multados de acordo com a legislação ambiental e as construções irregulares serão demolidas. "As operações serão feitas com frequência e não vamos mais permitir as irregularidades."
A fiscalização será feita em parceira com a Secretaria de Turismo e Fomentos que está elaborando um projeto para a revitalização do rio. (Fonte: ValeParaibano)

Bairro isolado de Ubatuba recebe comitiva

Ubatuba - O diretor geral do Instituto Florestal do Estado, Luiz Alberto Bucci, vai visitar amanhã a comunidade isolada do Camburi, na costa norte de Ubatuba.
O principal objetivo da visita é estudar a viabilidade para a implantação do Programa Luz da Terra, que vai levar energia elétrica para 120 famílias.
No último bairro de Ubatuba, já na divisa com Paraty (RJ), os moradores vivem em condições precárias. Para se chegar à vila, composta majoritariamente por pescadores, é preciso utilizar uma acesso na rodovia Rio-Santos e trafegar três quilômetros em uma estrada de terra.
Em dias de chuvas o acesso fica intransitável com os moradores proibidos de sair do local, mesmo para ir à escola ou ao médico. "O nivelamento da pista não resolve mais o problema", diz Arimar Vieira, assessor de Assuntos Comunitários. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura fiscaliza moradias irregulares

Caraguatatuba - A secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente de Caraguatatuba intensificou a fiscalização para evitar o aumento de ocupações clandestinas às margens do rio Juqueriquerê.
A operação visa detectar obras irregulares, ocupações em APP (Áreas de Preservação Permanente) e lançamento de detritos ao longo do rio.
Segundo a prefeitura, durante a operação os imóveis serão fotografados para que os proprietários sejam intimados e multados. Os casos mais graves serão processados juridicamente.
O secretário de Meio Ambiente do município, Eduardo Bevilaqua, disse que a operação será feita com frequência.
"Os infratores serão multados, e as obras irregulares demolidas", disse o secretário.
As ocupações em áreas irregulares foram apontadas pelo CBH-LN (Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte) como uma das causas da escassez de água na região, devido ao grande número de captações clandestinas de água. (Fonte: Folha Vale)

Prefeito de Caraguá pede revisão de metas de consumo de energia

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguá, Antonio Carlos da Silva enviou nesta terça-feira, 24, ao gerente executivo da empresa Bandeirante de Energia, Renê Mina Vernice, um pedido de revisão de metas de consumo do município. O pedido baseia-se na resolução nº 20, de 26 de junho de 2001, da Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica, pela absoluta necessidade de serem revistas as metas de consumo de energia, fixadas com base nos meses de maio a julho de 2000, que não refletem a realidade local, sendo tal reivindicação enfatizada pelos proprietários de hotéis e pousadas instalados no município, bem como por estabelecimentos comerciais e de prestação de serviço e por possuidores de residências de veraneio. Segundo o prefeito Antonio Carlos da Silva, o município sofre por suas características sazonais permanentes, com movimento intenso na temporada de verão, período freqüentado por veranistas e por turistas que se alojam em residências alugadas ou em hotéis e pousadas, sendo que nos demais períodos há apenas a presença dos moradores residentes, uma população de cerca de 80 mil habitantes, muito inferior à de 400 mil pessoas geralmente presentes na temporada.
No artigo 2º da resolução citada entende-se que como unidades consumidoras com características sazonais aquelas que possuem variações acentuadas de produção ou safra em períodos cíclicos anuais e apresentem relação entre a soma dos quatro menores consumos mensais e a soma dos quatro maiores consumos mensais, verificados no período de doze meses, menor ou igual a quarenta por cento. De acordo com a Resolução, como consta no artigo 3º, a meta de consumo das unidade consumidoras descritas no artigo acima para os meses de 2001 deverá ser calculada com base na média trimestral móvel do ano de 2000, centrada no mês correspondente. (Fonte: PMC)

Prefeitura de Ubatuba promove “VII Semana da Educação”

Ubatuba - A secretaria de Educação da Prefeitura de Ubatuba, realiza de amanhã a 30 de julho, a “ VII Semana da Educação”, onde serão ministrados cursos de capacitação para os professores. A Semana da Educação foi criada em 95, na primeira gestão do atual prefeito, Paulo Ramos (PFL). Este ano os trabalhos serão divididos em 2 grupos que estarão focados no tema Meio Ambiente. O grupo I é formado pelas escolas Estufa II, Iberê, Carpinetti, João Alexandre, Madre Glória, Virgínia, Sertão da Quina, lagoinha, Olga Gil, Irmã Sofia e Marina Salete. Já no grupo II estão as escolas Anchieta, Tancredo, Poruba, Honor, Sertão do Perequê-Mirim, Dinorah, Pedreira, Itaguá, Centro, Idalina e Maria Alice.
Cada escola deverá selecionar apenas cinco professores para participarem da metodologia Tom da Mata e enviá-los de acordo com a classificação das escolas nos grupos I e II. Os demais deverão frequentar o curso de acordo com o horário. O projeto Tom da Mata é um kit de materiais educativos, encontros de atualização de professores, acompanhamento e avaliações sistemáticas, organizados de forma a propor ações concretas de melhorias do meio ambiente escolar e comunitário. O Tom da Mata é apoiado pelo Ministério da Cultura, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, e é fruto da parceria entre Furnas, Instituto Antonio Carlos Jobim e Fundação Roberto Marinho. (Fonte: ACS-PMU)

A programação da “Semana da Educação” será a seguinte:

25/07 - 19 horas - Escola Tancredo Neves
Palestra com coquetel de abertura

26/07 - Das 9 às 18 horas - Escola Padre José de Anchieta
Capacitação de professores multiplicadores das escolas do grupo I na metodologia Tom da Mata

26/07 - Das 9 às 18 horas - Escola Tancredo Neves
Capacitação dos demais professores no tema Meio Ambiente

27/07 - Das 9 às 18 horas - Escola Padre José de Anchieta
Capacitação de professores multiplicadores das escolas do grupo II na metodologia Tom da Mata

27/07 - Das 9 às 18 horas - Escola Tancredo Neves
Capacitação dos demais professores no tema Meio Ambiente

28/07 - 8 horas - Passeios
Ilha Anchieta, com saída do Itaguá
Sítio Santa Cruz, com saída da secretaria de Educação

30/07 - Das 9 às 14 horas - Escola Padre José de Anchieta
PCNs ( Parâmetros Curriculares Nacionias ), com suspensão das atividades no dia. (Fonte: ACS-PMU)

“Torneio do Trabalhador” é realizado em Caraguá

Caraguatatuba - Está sendo realizado em Caraguá, o “Torneio do Trabalhador” que conta com dezenove equipes do comércio da cidade. O objetivo do campeonato é promover a confraternização entre funcionários e chefes, segundo a Secretaria de Esportes de Caraguatatuba.
A final do torneio será realizada no próximo dia 26 de julho e será disputada entre NICE CALÇADOS x CENTER TREVO. O jogo acontecerá às 21h no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves). A decisão do 3º e 4º lugares será disputado entre BRAHMA x POLÍCIA MILITAR, também no dia 26.
Torneio de Futsal - A Secretaria de Esportes também informa que estão abertas as inscrições para o Torneio de Futsal (Futebol de Salão), na categoria “livre”. As incrições começam em agosto e o interessado deverá peencher a ficha de inscrição no CEMUG (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves) que fica no sentido Rodovia Caraguá-São Sebastião. (Fonte: PMC)



Anuncie Aqui! Lusos Chalés


Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor