Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 30 de abril de 2001 - Nº 280 Arquivo

Maré Hotel de Ubatuba
 Anuncie Aqui
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Comissão que vai analisar saúde se reúne em Caraguá
Governo de SP anuncia obras na Tamoios
Obra facilita acesso ao litoral
Litoral fecha cerco em área na Juréia
Servidor de Caraguá quer reajuste de 38%
165 aderem ao corte no Banespa
Família Schurmann cria centro em Ilhabela
Grupo já esteve em 54 países
Ilhabela pode dar anistia de impostos


Comissão que vai analisar saúde se reúne em Caraguá

Caraguatatuba - A comissão criada pela Câmara de Caraguatatuba para discutir os problemas de saúde pública do município se reúne esta semana para definir o cronograma de trabalho.
O objetivo da comissão é analisar a atual situação do atendimento de saúde da cidade com base nas reclamações mais frequentes feitas pela população aos vereadores.
Também será analisada a qualidade do atendimento prestado pelos médicos e funcionários das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município, além das dificuldades e obstáculos burocráticos que existem no atendimento à população.
Ao final dos trabalhos, a comissão irá encaminhar à administração municipal um relatório apontando as soluções que devem ser dadas aos problemas levantados.
A criação da comissão foi aprovada, por unanimidade, pelos vereadores, durante sessão que aconteceu na semana passada.
A idéia partiu do vereador Aurimar Mansano (PFL), que encaminhou à Câmara um projeto de resolução.
A comissão terá 60 dias, que poderão ser prorrogados, para trabalhar. A reunião deverá acontecer na Câmara Municipal.
A Folha não conseguiu localizar o prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva (PSDB) durante o final de semana para comentar a criação e as propostas da comissão.
Conceder mais atenção à área da saúde pública foi um dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral que reelegeu o tucano, no ano passado.
HOSPITAL - A comissão também vai analisar a viabilidade para a implantação de um hospital regional no litoral norte, com sede na cidade de Caraguatatuba.
A atendimento médico-hospitalar é uma das principais deficiências das cidades do litoral norte, atualmente.
Também será discutido a realização de ações preventivas para a preservação da saúde pública e o cumprimento da legislação municipal. (Fonte: Folha Vale)

Governo de SP anuncia obras na Tamoios

Litoral Norte - Em clima de campanha eleitoral, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou na última sexta-feira, 28, um pacote de obras viárias que vai construir terceiras faixas e recuperar trechos na rodovia dos Tamoios (SP-99), a principal ligação entre o Vale do Paraíba e o litoral norte paulista. As obras começam em seis meses, segundo ele.
A rodovia dos Tamoios, que liga São José dos Campos e Caraguatatuba, chega a registrar, em feriados prolongados, a passagem de 65 mil veículos. O motorista levou até 11 horas para percorrer os cerca de 80 km da rodovia no réveillon de 1999.
Alckmin, que deve ser candidato à reeleição, disse ao secretário Michael Paul Zeitlin (Transportes), em palanque montado ontem em Jacareí, que apresse os estudos do projeto.
O pedido de adiantamento foi durante inauguração do trecho de interligação das rodovias Carvalho Pinto e D. Pedro 1º, ao secretário. Logo depois, ao lado de políticos aliados, Zeitlin afirmou que a obra só deve terminar na próxima administração.
A Tamoios vai ser recapeada e terá terceiras faixas para desafogar o tráfego nos trechos mais críticos, próximos às cidades.
O projeto será financiado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que vai injetar US$ 240 milhões em projetos de melhoria de rodovias em todo o Estado, segundo Alckmin.
A duplicação da rodovia, obra reivindicada por prefeitos da região, foi avaliada em cerca de R$ 1 bilhão.
Outra rodovia que será recapeada é o trecho estadual da Rio-Santos (SP-55), que interliga os municípios de São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba.
A Prefeitura de Caraguatatuba vinha pleiteando junto a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A.), órgão ligado à Secretaria de Estado de Transportes, investimentos na recuperação da Rio-Santos havia 30 dias. O governador pediu o levantamento das melhorias necessárias nas rodovias e o valor do investimento. O trecho mais crítico da Rio-Santos é o que vai do km 121 ao km 128, que atravessa São Sebastião, onde veículos e bicicletas trafegam lado a lado.
"Nosso projeto é intensificar a capacidade de tráfego no litoral norte", disse Zeitlin.
CANDIDATO - Alckmin evitou comentar uma possível candidatura, mas citou obras a serem inauguradas, como os restaurantes populares, e citou investimentos feitos na região.
O tucano também confirmou a construção de uma unidade da Febem (Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor) em São José dos Campos. "A cidade é a mais adequada para construir a unidade", disse Alckmin. (Fonte: Folha Vale)

Obra facilita acesso ao litoral

Litoral Norte - O acesso entre as rodovias Carvalho Pinto (SP-70) e D.Pedro 1º (SP-65), pela rodovia Euryale Zerbini (SP-66), que liga Jacareí a Guararema, vai facilitar o tráfego dos veículos que vêm de Campinas para o Vale do Paraíba, litoral norte e Rio de Janeiro, desafogando o trânsito na via Dutra.
A obra, de 5.200 metros de extensão, inclui a construção de dois viadutos de cem metros e um trevo. O conjunto de obras, segundo o governo do Estado, custou R$ 84,5 milhões -somente o trevo chegou a R$ 54 milhões.
Segundo o secretário dos Transporte, Michael Paulo Zeitlin, as obras foram paralisadas no governo de Luiz Antônio Fleury Filho, por falta de recursos, e foram retomadas há cerca de um ano.
O valor foi renegociado com a empreiteira, o que causou uma redução de 30% no preço.
Segundo os engenheiros responsáveis pela obra, o prolongamento gerou 430 empregos diretos na região. (Fonte: Folha Vale)

Litoral fecha cerco em área na Juréia
Polícia Florestal e prefeitura intensificam blitze em loteamento embargado de S. Sebastião para evitar construções

São Sebastião - A Polícia Florestal de São Sebastião e a prefeitura estão fechando o cerco contra o loteamento Juréia, no bairro do mesmo nome, para evitar que os proprietários das áreas construam no local. O loteamento está embargado pela Justiça.
Policiais florestais autuaram novamente ontem o loteamento por crime ambiental. O inquérito sobre a nova autuação foi encaminhado à Promotoria do Meio Ambiente do Litoral Norte. O local já recebeu mais de 40 autuações por crime ambiental.
O comandante da Polícia Florestal de São Sebastião, tenente Jamir David Júnior, disse que está intensificando a fiscalização na região devido a várias denúncias de continuidade das obras.
Ele afirmou que a desobediência ao embargo judicial só deverá prejudicar a situação dos acusados e dos proprietários dos terrenos.
Os fiscais da prefeitura também estão intensificando a ação na área e esta semana uma casa que estava sendo construída na rua Xavantes foi embargada.
O Ministério Público de São Sebastião propôs, desde 1997, uma ação civil pública contra a empresa Maitá Empreendimentos Imobiliários e a prefeitura por desmatamento em áreas de proteção ambiental.
O loteamento Juréia foi criado há cerca de duas décadas e teve autorização da prefeitura. A área toda corresponde a aproximadamente 250 hectares. A parte localizada abaixo da rodovia Rio-Santos, mais próxima à praia, está com o processo de urbanização acelerado. Os terrenos sem obras sofrem a ação do embargo.
A área localizada acima da rodovia, que representa cerca de 150 hectares, está mais protegida.
Segundo o ex-secretário do Meio Ambiente e diretor jurídico da ONG (Organização Não-Governamental) Instituto Educa Brasil, Eduardo Hipólito do Rego, a ação civil pública teve início quando a Secretaria do Meio Ambiente apresentou uma série de laudos ao Ministério Público informando sobre a situação da área. "Nós entramos com a ação e a prefeitura também foi considerada ré."
Mesmo com a decisão judicial, o ambientalista disse que a medida é necessária porque a Juréia tem por característica ser uma região de floresta baixa e alta de restinga. "Esse tipo de vegetação precisa de proteção ambiental para que seja mantida intacta."
Desde então, a Prefeitura de São Sebastião não emitiu mais nenhuma autorização para a construção de moradias. Esse também tem sido o procedimento adotado pela atual administração.
A promotora do Meio Ambiente no Litoral Norte, Elaine Tabórda, disse ontem que ainda não havia recebido nenhuma notificação da Polícia Florestal. (Fonte: ValeParaibano)

Servidor de Caraguá quer reajuste de 38%

Caraguatatuba - O Sindicato dos Servidores Públicos de Caraguatatuba planeja acionar o Ministério do Trabalho para conseguir um reajuste de 38,11% para a categoria. Segundo a diretoria do Sindicato, há quatro anos o funcionários não têm reajuste salarial. O menor salário pago pela prefeitura aos cerca de 1.500 servidores é de R$ 264. A folha de pagamento de março foi em torno de R$ 1,7 milhão. O secretário de Administração, Jair Antônio de Souza, disse que está sendo elaborado um estudo para a implantação do plano de cargos e carreiras e que qualquer reajuste salarial neste momento pode não ter o mesmo efeito. (Fonte: ValeParaibano)

165 aderem ao corte no Banespa

Caraguatatuba - Um grupo de 165 funcionários do Banespa no Vale do Paraíba e Litoral Norte aderiu ao PDV (Plano de Demissão Voluntária), aberta pelo banco na semana retrasada, segundo o Sindicato dos Bancários.
O número representa cerca de 20% dos funcionários do Banespa nas duas regiões. O índice ficou acima do que os sindicalistas esperavam, que era de uma adesão de 81 empregados.
Para o sindicato de Guaratinguetá, que representa 130 funcionários, o índice reflete a pressão que os bancários sofreram nos últimos dias.
Essa também é a opinião do diretor do sindicato de Taubaté, Luiz antônio de Toledo. "Teve funcionário que não aguentou a pressão e aderiu ao PDV." (Fonte: ValeParaibano)

Família Schurmann cria centro em Ilhabela
Proposta é montar uma Casa da Aventura para velejadores e público em geral, atraindo 500 mil visitantes por ano

Ilhabela - A família Schurmann --famosa por suas aventuras velejando pelo mundo-- vai construir um centro cultural e ambiental em Ilhabela. O novo espaço deve ser inaugurado em novembro e receber cerca de 500 mil visitantes por ano.
O centro será uma extensão da Adventure House (Casa da Aventura) que funciona há 3 anos na Ilha João da Cunha, em Porto Belo (SC) e terá programas de preservação ambiental. Também serão feitos seminários por profissionais treinados na área de recursos humanos e ligados ao esporte da vela.
A idéia dos Schurmann é expôr todo o material coletado ao longo dos 16 anos que estiveram velejando por 54 países. A nova Adventure House está sendo construída ao lado do Yacht Club Ilhabela, próximo ao centro histórico, em uma área de 600 metros quadrados.
O projeto prevê um cais flutuante para a atracação de embarcações e espaços para a instalação de um auditório, sala de conferência, sala de Internet, área para exposição fotográfica, bar, loja e um pequeno aquário.
O velejador e empresário Vilfredo Schurmann disse que a escolha pelo município ocorreu depois de várias passagens pela cidade. Para ele, Ilhabela tem um charme especial e está bem situada geograficamente entre dois grande centros populacionais --São Paulo e Rio de Janeiro-- e por ser reconhecida com um dos lugares mais pitorescos da costa brasileira.
De acordo com Schurmann, o visitante da Adventure House vai poder viajar pelo mundo através de imagens e painéis fotográficos.
Durante as férias de verão, o local deverá ser usado pelos mais de 100 mil turistas que passam pela cidade, entre eles os passageiros dos navios de cruzeiros que fazem parada no píer da Vila.
Na baixa temporada, a idéia é priorizar programas educacionais desenvolvidos pelo Instituto Família Schurmann. O espaço será aberto para a visita de alunos das redes pública e particular de ensino que vão vivenciar a educação ambiental. "Eles vão conhecer o que existe no meio ambiente e saber da importância da preservação."
O projeto dos Schurmann prevê também a implantação do sistema de coleta seletiva, o projeto Separe. "As crianças são orientadas a trazer material reciclável e aprendem a fazer a coleta", explicou Vilfredo Schurmann.
A renda obtida com a venda do material será revertida para entidades assistenciais e comunidades carentes.
O projeto dos Schurmann terá apoio da prefeitura, segundo o prefeito Manoel Marcos (PTB). Este mês ele esteve em Porto Belo para conhecer o trabalho desenvolvido na cidade. "Ele é totalmente aplicável em Ilhabela." (Fonte: ValeParaibano)

Grupo já esteve em 54 países

Ilhabela - A Família Schurmann --Vilfredo, 52 anos, Heloisa, 52, Pierre, 32, David, 27 e Kat, 8-- ficou conhecida internacionalmente pelas viagens que fez ao redor do mundo com o veleiro Aysso, que significa elegante, em tupi-guarani. A família cruzou os oceanos Pacífico, Atlântico e Índico.
Durante dois anos e meio navegando eles conheceram mais de 54 países e fizeram um acervo sobre a história e curiosidades em cada parada. No total foram contabilizadas 70 horas de filmagem, 5.000 imagens e 4.000 fotos digitais.
Segundo Vilfredo, todo esse material será mostrado em exposições, seminários e programas sociais através do projeto "Um Mundo de Aventura e Ecologia."
Ele explica que serão expostas imagens inéditas em vídeo e painéis fotográficos dos países visitados fazendo uma relação com a cultura brasileira e abordando temas de grandes interesse mundial como a preservação do meio ambiente.
"É esse mundo que poderá ser descoberto pelas pessoas que forem visitar a Adventure House em Ilhabela", disse.
Os Schurmann querem explorar na cidade os pontos turísticos tradicionais. "Ilhabela tem histórias fascinantes, como os naufrágios de navios, e uma paisagem exuberante que merece ser explorada para que as pessoas conheçam a importância da preservação." (Fonte: ValeParaibano)

Ilhabela pode dar anistia de impostos

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB), encaminhou um projeto de lei à Câmara dando uma anistia de juros e multas de 50% para o pagamento dos tributos municipais, como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISS (Imposto Sobre Serviço). A dívida ativa na cidade é de cerca de R$ 18 milhões. A proposta será votada pela Câmara na próxima quarta-feira, em sessão extraordinária. Se for aprovada, os contribuintes inadimplentes terão até o dia 31 de julho para pagar os impostos atrasados com o benefício da anistia. As dívidas também poderão ser quitados em um prazo de 24 meses, desde que o valor das parcelas não sejam inferiores a R$ 30. (Fonte: ValeParaibano)



Maré Hotel de Ubatuba
 Vivenda do Flamboyant Parque.com


Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias
Navegando
Navegando
 Pedro Monte-Mór

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2000 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor