Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 31 de julho de 2001 - Nº 344 Arquivo
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Free Wallpaper
Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Principais Manchetes:

Empresário refaz trajeto no mar de Maresias para auxiliar buscas
Grupo deixou salva-vidas no helicóptero
DAC apura causas do acidente
Vidente e boatos atrapalham resgate
Grupo pede novo cálculo de metas
Prefeitura e Univap trazem “Universidade Solidária” para Caraguá
Falta de médico gera problema na UBS da Casa Branca
Prefeitura cria sistema on-line para consulta de processos
Sábado tem vôlei da Guarda Municipal
Adolescente é baleada dentro de bar


Empresário refaz trajeto no mar de Maresias para auxiliar buscas
João Paulo Diniz sobrevoa área onde ocorreu o acidente com o helicóptero que viajava

São Sebastião - O empresário João Paulo Diniz, 37 anos, sobrevoou ontem a área onde calcula ter ocorrido a queda do helicóptero Agusta 109 no qual viajava, na última sexta-feira, na praia de Maresias, costa sul de São Sebastião. A namorada do empresário, a modelo Fernanda Vogel, e o piloto da aeronave, Ronaldo Jorge Ribeiro, continuam desaparecidos.
A vistoria foi feita com Bombeiros e Defesa Civil do município e tem como objetivo determinar um ponto onde as buscas pelas vítimas possam ser intensificadas.
Durante o vôo em um helicóptero idêntico ao que se acidentou, também pertencente ao grupo Pão de Açúcar, o empresário se mostrou tenso e contou ao chefe da Defesa Civil, Luiz Figueiredo, os últimos momentos antes da queda e as dificuldades para vencer o mar bravio e o mau tempo.
"Ele contou que quando o piloto estava se preparando para pousar, após fazer uma curva em direção à Ilhabela, a aeronave envergou e caiu de cabeça para baixo no mar a cerca de 3 quilômetros da costa."
O empresário disse a Figueiredo, que cerca de 10 minutos após o acidente ele chegou a pensar em pegar os coletes salva-vidas e os assentos infláveis da aeronave, mas teve medo de ficar preso na aeronave.
O empresário não soube precisar quanto tempo nadou com a modelo. Ele disse que foram separados pelo mar bravo. Diniz voltou no final do dia para São Paulo onde deve aguardar o resultado das buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros. Ele não quis falar com a imprensa.
A mãe da modelo, a comissária de bordo Myriam Vogel, teve que tomar soro e sedativo em hospital de São Sebastião ontem por cerca de 8 horas porque estava em estado de choque.
A secretária da Saúde, Cláudia Batocchio, disse que ela não se alimentava e estava bastante debilitada desde sábado quanto foi à cidade acompanhar as buscas. Ontem à tarde ela voltou para o Rio de Janeiro.
MERGULHO - O comandante da operação de busca, capitão Carlos Eduardo Smicelato, disse que a indicação do local poderá facilitar nas buscas pelas vítimas.
"Em caso positivo e com condições de tempo favoráveis, mergulhadores poderão descer amanhã (hoje) para tentar localizar as vítimas ou o equipamento", disse Smicelato.
As equipes do Salva Mar Paulista estão vasculhando desde Maresias até cerca de 60 quilômetros do ponto de impacto, em direção ao norte de São Sebastião e Ilhabela. São cerca de 30 homens em botes, helicóptero e viaturas terrestres.
O navio Comandante Ciancciulli, deveria passar a madrugada nas imediações em busca de pistas. (Fonte: ValeParaibano)

Grupo deixou salva-vidas no helicóptero
João Paulo Diniz diz à Defesa Civil que temeu buscar o equipamento enquanto aeronave afundava

São Sebastião - Os quatro ocupantes do helicóptero que caiu na última sexta-feira no mar perto da praia de Maresias, no litoral norte, abandonaram a aeronave sem pegar os coletes salva-vidas.
A informação foi dada pelo empresário João Paulo Diniz, 37, um dos sobreviventes do acidente, ao chefe da Defesa Civil de São Sebastião, Luiz Figueiredo.
O vice-presidente do grupo Pão de Açúcar afirmou, segundo o relato de Figueiredo, que ficou com medo de voltar para dentro da aeronave em busca do equipamento, devido ao risco de ficar preso.
Os quatro tripulantes, segundo relato de Diniz, estavam bem após a queda e ficaram no trem de pouso do helicóptero, que ficou de ponta cabeça no mar após o acidente, até que a aeronave submergisse, dez minutos depois. Decidiram então nadar até a costa.
Além de Diniz, o co-piloto Luís Roberto de Araújo Cintra, 35, conseguiu chegar a nado até a praia. Continuavam desaparecidos até ontem a modelo Fernanda Vogel, 20, namorada do empresário, e Ronaldo Jorge Ribeiro, piloto do helicóptero Agusta PPMPA 109, do grupo Pão de Açúcar. As buscam devem prosseguir hoje.
Segundo Diniz, nenhum dos tripulantes usava o cinto de segurança na hora da queda, já que eles haviam soltado o equipamento ao perceberem que estavam próximos do momento do pouso.
Após o depoimento do empresário, que indicou o local exato do acidente, um helicóptero da Defesa Civil sobrevoou a área indicada por cerca de 30 minutos. "Mas não encontramos nada", afirmou o chefe da Defesa Civil.
A vinda de Diniz a Maresias, às 11h20, fez o Corpo de Bombeiros e a Capitania dos Portos desistirem da intenção, anunciada ontem, de reduzir o efetivo utilizado na operação a partir de hoje -restariam apenas dois botes e dois carros.
Em vez disso, a equipe de resgate será aumentada com a vinda de dez mergulhadores do Corpo de Bombeiros, que entrarão hoje, às 8h, no mar pela primeira vez em busca dos dois desaparecidos.
"Os mergulhadores vão entrar na água amanhã [hoje] porque o tempo melhorou, o mar está menos agitado e as ondas diminuíram", disse o tenente Igor Klein, do Corpo de Bombeiros.
Além dos mergulhadores, continuarão na operação 30 bombeiros, 45 homens da Capitania dos Portos, dois helicópteros, três lanchas, dois botes e dois carros.
Chances nulas - Apesar do reforço, os bombeiros consideram nulas as chances de os dois desaparecidos serem encontrados vivos no mar.
Segundo o Corpo de Bombeiros, eles podem estar vivos só se estiverem em terra firme, na costa ou em alguma das ilhas e ilhotas da região. "No mar, a pessoa perde muitas calorias por causa da salinidade e acaba afundando, além da questão da hipotermia (queda de temperatura do corpo)", disse o tenente do Corpo de Bombeiros Alexandre dos Passos.
Próximo a Maresias, há três grandes ilhas -Toque-Toque (que fica a 25 km e tem apenas rochedos), Ilhabela (que fica a 70 km) e Alcatrazes (em alto-mar), além das ilhotas Ilha dos Gatos, Montão do Trigo e As Ilhas, todas na costa sul de São Sebastião. Com exceção de Alcatrazes, Toque-Toque e As Ilhas, todas as demais abrigam moradores.
Dois carros do Corpo de Bombeiros estão patrulhando a costa, numa extensão de cerca de 70 km, que abrange 14 praias e costões. (Fonte: Folha Vale)

DAC apura causas do acidente

São Sebastião - O DAC (Departamento de Aviação Civil) já iniciou as investigações sobre as causas do acidente que aconteceu na última sexta-feira com o helicóptero do grupo Pão de Açúcar, em Maresias, na costa sul de São Sebastião.
No entanto segundo Wagner Cyrillo Júnior, oficial de segurança de vôo do DAC, a localização da carcaça do helicóptero é indispensável para as investigações.
"Até agora, só temos os destroços da aeronave, que foram encontrados durante as buscas. Ainda é pouco", disse.
Segundo informações do DAC, o heliporto que seria utilizado para o pouso do helicóptero do grupo Pão de Açúcar está em situação regular, de acordo com as normas do órgão, e com a licença em dia.
A documentação do helicóptero, do piloto Ronaldo Jorge Ribeiro, 41, e do co-piloto Luís Roberto de Araújo Cintra, 35, também está em ordem.
Quanto às possíveis causas do acidente, Cyrillo Júnior disse haver mais de dez hipóteses.
"Mas nós [do DAC] não trabalhamos com hipóteses. Por isso, enquanto não tivermos o mínimo de informações necessárias, não divulgaremos nada", disse.
O DAC já informou aos sobreviventes do acidente -o empresário João Paulo Diniz e o co-piloto- que quer ouvi-los para saber detalhes do que aconteceu. "Ainda não há previsão de data para os depoimentos. Vamos esperar o período turbulento passar e as buscas se encerrarem", disse Cyrillo Júnior.
Segundo ele, o laudo final sobre o acidente deve ficar pronto entre um ano e um ano e meio. "É um trabalho muito minucioso, que não pode ser feito de um dia para outro", afirmou.
Polícia - A Polícia Civil de São Sebastião abrirá inquérito hoje, para investigar as causas do acidente.
O delegado titular do 1º Distrito Policial de São Sebastião, Odair Bruzos, será responsável pela apuração. A polícia vai contatar todas as partes envolvidas, o Corpo de Bombeiros, a Defesa Civil, a Capitania dos Portos, além dos dois sobreviventes. Os policiais também vão acompanhar a perícia do DAC.
Todas as delegacias do litoral norte receberam comunicado para ajudar nas investigações.
Qualquer pista sobre o acidente deverá ser encaminhada para o 1º Distrito Policial de São Sebastião. (Fonte: Folha Vale)

Vidente e boatos atrapalham resgate

São Sebastião - Segundo o capitão Carlos Eduardo Smicelato, do Corpo de Bombeiros de Maresias, pelo menos 40 "videntes" ou pessoas que se dizem "sensitivas" ligaram para a corporação, desde sábado de manhã, dando informações ou "premonições" de onde estariam os corpos da modelo Fernanda Vogel e do piloto Ronaldo Jorge Ribeiro.
"Quero crer que essas pessoas estão apenas tentando ajudar, mas não dá para levar a sério", disse o capitão.
Mesmo com a situação dramática, o capitão afirma que os bombeiros têm recebido muitos trotes desde o acidente.
"Alguns são realmente enganos, como hoje (ontem), por exemplo, quando fomos chamados porque tinham visto um corpo em Toque-Toque e era uma bóia de pescador", disse. (Fonte: Folha Vale)

Grupo pede novo cálculo de metas

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião (PSDB), eleito ontem para a presidência da associação que congrega 61 estâncias turísticas do Estado, quer que as concessionárias de energia elétrica calculem a meta de consumo dos moradores em meses de alta temporada.
Segundo Julião, a determinação do governo federal que adotou os meses de maio, junho e julho para cálculo da meta está prejudicando principalmente o comércio e turistas que possuem casas nas estâncias.
"É preciso que haja uma adaptação senão haverá um prejuízo muito grande para o turismo", disse Julião. Segundo o prefeito, ele pretende se reunir com representantes das concessionárias de energia para reivindicar a mudança já a partir da próxima semana.
Dos 61 municípios considerados estâncias turísticas no Estado, 11 pertencem à região. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura e Univap trazem “Universidade Solidária” para Caraguá
Ações visam desenvolvimento social e maior qualidade de vida no município

Caraguatatuba - Dois bairros de Caraguá participarão do arrastão “Eu jogo limpo”, que está programado para acontecer no dia 18 de agosto. Para isso, os participantes , entre eles, líderes dos bairros Casa Branca e Olaria, um representante de cada secretaria da prefeitura municipal, um representante do Sebrae, os escoteiros, a Pastoral da Criança, Cáritas, grupo Vicentino, grupo Albatroz e Defesa Civil receberão nos dias 4 e 11 do próximo mês um treinamento.
O mutirão faz parte do projeto Universidade Solidária, realizado em parceria com a Univap, o Governo do Estado e a Prefeitura. O projeto tem por objetivo o desenvolvimento social da comunidade; elevar o nível de qualidade de vida da população de baixa renda; capacitar grupos da comunidade através de programas cooperativos de geração de renda; além de possibilitar aos alunos-estagiários dos diversos cursos da Univap, vivências e experiências de desenvolvimento de ação comunitária.
Caraguá foi um dos três municípios do Vale do Paraíba escolhidos pela Univap para fazer parceria com o projeto Universidade Solidária. Além do mapeamento e da pesquisa realizados nos bairros, a Prefeitura Municipal junto com a Univap quer atuar neste arrastão de forma educativa. A intenção segundo presidente do Fundo Social, Myrlene Veneziani da Silva, é fazer um trabalho de conscientização com os moradores sobre como reaproveitar o lixo de forma a gerar renda. Os bairros Olaria e Casa Branca são bastante carentes com registro considerável de desempregados. Os bairros transformados pela atual administração, hoje contam com saneamento básico, asfalto, escolas e pontes. Segundo a presidente do Fundo Social, a meta da prefeitura é realizar um arrastão contra a dengue.
O projeto da Univap é voltado para a conscientização social e ação comunitária. Com o arrastão “Eu jogo limpo”, irá minimizar o problema de excesso de lixo urbano e realizar coleta seletiva de lixo dos bairros Olaria e Casa Branca, envolvendo toda a população local para a solução do problema., evitando com isso transtornos sociais, como doenças, enchentes e a poluição do solo e da água. (Fonte: PMC)

Falta de médico gera problema na UBS da Casa Branca

Caraguatatuba - A Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Caraguatatuba, formada para analisar, na forma de Comissão de Assuntos Relevantes a situação da pasta no município, mais uma vez deparou com a falta de médicos, desta vez na UBS (Unidade Básica de Saúde), do bairro Casa Branca, na zona norte da cidade. A falta de profissional para o atendimento gerou problemas para a população do bairro vizinho, que usa a UBS para o atendimento médico.
A Comissão de Assuntos Relevantes da Câmara Municipal de Caraguatatuba, que está analisando a situação da Saúde no município, fez na manhã de hoje, 30 de julho, a sua quinta visita, desde que foi instaurada, em junho deste ano. Desta vez a visita foi na UBS da Casa Branca, situada na zona norte da cidade. Estiveram presentes o presidente da Comissão, Vereador Aurimar Mansano (PTB), o Relator, José Benedito Gonçalves Pinto - o Zézinho Prequeté (PDT) e os membros, Leonor Diniz (PDT) e Agostinho Lobo de Oliveira - Lobinho (PSDB), além de 3 funcionários da Câmara.
O presidente da Comissão, Aurimar Mansano, iniciou ouvindo os usuários na fila de espera e recebeu reclamações, até certo ponto, contraditórias, quanto ao atendimento e a falta de médicos e remédios. Segundo apurou a Comissão, na UBS da Casa Branca trabalham em média, para o atendimento daquele bairro e do vizinho Olaria, cerca de 10 agentes comunitários de Saúde, 2 médicos, 2 enfermeiros e 4 auxiliares de enfermagem, através do PSF (Programa de Saúde da Família).
Aliado a isso, a UBS funciona também com 2 médicos, 2 dentistas e 2 funcionários administrativos. Destes, foi constatado que um médico faltou, por estar doente com ameaça de dengue. Esta equipe registra em média 15 consultas diárias para os médicos e 20 consultas para os dentistas. Os funcionários fizeram reivindicações aos integrantes da comissão.
Os problemas constatados foram com respeito ao banheiro dos funcionários, que precisa de reparo há mais de 30 dias e com respeito a falta de médicos, que prejudica o bairro vizinho, pois quando o profissional falta ao serviço, não há atendimento aos moradores da Olaria, por haver sobrecarga de trabalho ao médico do local. No consultório do dentista, o compressor precisa ser colocado fora do cômodo, além da necessidade de azulejar o local. O prédio foi considerado em bom estado, estando em fase final de pintura, porém atualmente encontra-se pequeno em face da atual demanda de atendimento. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Prefeitura cria sistema on-line para consulta de processos

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba colocou no ar em sua página na Internet, um novo e pioneiro serviço no Litoral Norte. A partir de agora é possível consultar processos através da rede mundial de computadores. Estão disponíveis para consulta os processos que deram entrada no Protocolo desde 1989, quando este setor foi informatizado, totalizando mais 97 mil.
Em sua primeira semana no ar, o sistema se mostrou estável e eficiente, e agora, após o período experimental está aberto para todos os usuários. Desenvolvido no Centro de Processamento de Dados da Prefeitura (CPD), pelo técnico Adriano Félix Narcizo, o sistema surgiu para dar maior agilidade as consultas, que agora podem ser feitas de qualquer lugar, o que facilita o acompanhamento, inclusive para pessoas de outras cidades. O site é atualizado diariamente.
O processo de informatização da consulta partiu do assessor do CPD, engenheiro Roberto Rezende, que recentemente assumiu a pasta e detectou a necessidade de redirecionar os trabalhos do centro, que nos últimos anos se tornou, como afirmou o assessor, “uma grande oficina”. Além disso, Rezende explicou que com o novo sistema, a tramitação dos processo deverá ser mais rápida, pois na consulta será possível saber onde e há quanto tempo o documento está.
Para os próximos meses estão previstas a criação dos e-mail’s dos secretários e um novo layout para a página. Porém, Resende afirma que a maior inovação do CPD para este ano será a criação do “Fale com o Prefeito”, uma conta de e-mail, que será acessada e verificada pelo próprio prefeito. “Trata-se de um novo canal de comunicação entre a população e o prefeito. Através deste serviço, a comunidade poderá dar sugestões, fazer reclamações e denúncias que chegarão diretamente a mesa do prefeito sem nenhuma interferência”, declarou.
Para utilizar este serviço, basta acessar: www.ubatuba.sp.gov.br, e clicar no link “consulta de processo”. Na página seguinte, basta digitar o número e ano do processo. (Fonte: ACS-PMU)

Sábado tem vôlei da Guarda Municipal

Ubatuba - Neste sábado, 4, acontecerá no Ginásio de Esportes Tubão o 1º campeonato interno de vôlei da Guarda Municipal de Ubatuba, que conta com o apoio da secretaria de Esportes e Lazer. Foram formadas quatro equipes, Furacão, Twist, Tornado e Ciclone, que estarão disputando o campeonato das 8h às 13h.
A equipe Furacão terá na sua formação o comandante da Guarda, coronel Gilberto de Carvalho, o prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos (PFL), e o vice Moralino Valim (PMDB). A equipe Twist será encabeçada pelo sub-comandante Arly Cruz e as equipes Tornado e Ciclone pelo inspetores Erisson e Cabral.
Para o coronel Gilberto de Carvalho esta atividade esportiva é apenas o início de uma série de eventos que visam a integração da corporação. “Essas modalidades proporcionam um maior condicionamento físico e emocional e com isso um melhor desempenho profissional individual e coletivo da Guarda”, afirma Carvalho.
Dentro do programa de reformulação da Guarda Municipal, o coronel Gilberto de Carvalho ao assumir o comando criou atividades físicas diárias para a corporação e trará cursos de defesa pessoal. Ainda dentro da preocupação de manter os membros psicologicamente equilibrados já está sendo criado o coral da Guarda que será coordenado pela Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba). (Fonte: ACS-PMU)

Adolescente é baleada dentro de bar

São Sebastião - A menor Sueli Correa de Oliveira, 17 anos, de São Sebastião, morreu na madrugada de anteontem após ser baleada dentro de um bar na avenida Itatinga, no bairro de mesmo nome.
Sueli levou três tiros na barriga por volta da 1h20 de domingo. Ela estava no bar Nativo, na mesma avenida, com o amigo Antônio Pinheiro Sales, 29 anos, antes de ser assassinada.
Os dois estavam bebendo cerveja e quando o dinheiro acabou ela teria ido até o bar vizinho para pegar bebida fiado, pois seria conhecida do proprietário.
Sueli foi baleada assim que entrou no outro bar. O corpo foi encontrado caído no corredor próximo ao banheiro.
Sales e o dono do outro bar declararam à polícia que não viram nenhum suspeito do crime. Sueli, segundo a polícia, não tinha antecedente criminal.
O caso foi registrado no 1ª distrito policial e será investigado pelo delegado José Luis Tibiriçá, responsável pelo SIG (Setor de Investigações Gerais). O bairro fica próximo ao centro e é considerado um dos mais violentos da cidade. (Fonte: ValeParaibano)



Free Wallpaper Orquídeas - Coleção e Cultivo


Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor