Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 07 de fevereiro de 2002 - Nº 471 Edições Anteriores
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Modulo

Busca por palavras no Litoral Virtual:

Principais Manchetes:

Som em quiosque é proibido em Ubatuba
São Sebastião ganha dois shoppings
Hotéis do litoral já estão lotados
OAB aponta falhas em cadeia
Turista cai de asa delta em Caraguá
Molusco vira praga no Litoral Paulista
Fundart coloca na avenida muita animação com Carnaval do passado
Festa para todos: escolha a sua
“Caraguá-Folia” - Carnaval 2002
Programação do Carnaval 2002 em Caraguá
Carnaval 2002- Juquehy - Pirata/Bar do 3
Ilhabela Carnaval 2002
Artesanato em exposição na Fundart
Fundart leva Folia para São José
3º Festival mostrou o melhor da música
O CRECI continua mostrando serviço
Palestra sobre credenciamento em Ubatuba
Professores receberão capacitação da Fundação Orsa
Estão abertas as matrículas para Jovens e Adultos
Fundação Orsa apresenta projeto ao Conselho Municipal de Educação
Prefeito prestou contas na Câmara Municipal em Caraguá
Pastor quer saber quem são os maiores devedores de IPTU
Placas de rua são tema de Requerimento de Vereador
Vereador Bolha quer alterar linha Caraguá-São Sebastião
Aurimar consegue verba federal para Creche no Barranco Alto
Vereador quer disciplinar o lixo residencial em Caraguá
Carta do Leitor



Som em quiosque é proibido em Ubatuba

Ubatuba - Os quiosques de Ubatuba estão proibidos de ter som ao vivo ou mecânico, inclusive no Carnaval. A proibição é da Promotoria Pública do Litoral Norte, e a fiscalização ficará a cargo da prefeitura, que já está comunicando a medida aos donos dos 80 quiosques espalhados pela cidade.
A alegação é que em alguns casos o volume muito alto incomoda as pessoas e, à noite, impede os moradores vizinhos de dormir, principalmente os dos bairros Itaguá e Praia Grande, onde existem queixas.
Segundo a promotora de justiça do meio ambiente do Litoral Norte, Elaine Taborda de Ávila, além do som alto, também há reclamações quanto ao excesso de mesas nas calçadas, que atrapalha a circulação dos pedestres, e o avanço dos quiosques na área da Marinha, a partir da construção de decks.
É a primeira vez que uma cidade do Litoral Norte é proibida de ter som nos quiosques em pleno Carnaval. "Isso é um absurdo, pois, na véspera do feriado, já estamos com a programação fechada com músicos", afirma Marcelo de Oliveira, dono do quiosque Pier, no Itaguá.
O alvará da prefeitura habilita os quiosques a vender apenas bebidas e alimentos, não estando previsto na lei municipal o som ao vivo ou mecânico.
De acordo com o presidente da Comtur (Companhia Municipal de Turismo) de Ubatuba), Luís Bischof, a prefeitura terá de cumprir a lei e deverá multar os quiosques infratores.
Os músicos Hilário do Prado Júnior e Luiz Eduardo Mendes, de Ubatuba, contam que já foram impedidos de trabalhar anteontem, quando fiscais da prefeitura começaram a notificar os quiosques.
O quiosques que forem autuados receberão multa R$ 300. Em caso de reincidência, os aparelhos de som podem ser apreendidos e o quiosque corre o risco de ser fechado.
O não cumprimento da lei municipal pode levar a Promotoria Pública a entrar com uma ação contra o prefeito Paulo Ramos (PFL), que pode até perder o mandato. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião ganha dois shoppings

São Sebastião - A cidade de São Sebastião vai ganhar dois shoppings até o final deste ano, gerando 300 empregos diretos. O investimento do maior deles, em Boiçucanga, é de US$ 2 milhões.
A inauguração do Vila Maris, no bairro do Arrastão, está prevista para o final de março. O shopping terá 36 lojas, além de academias, restaurantes e até a possibilidade de um cinema, que seria instalado até o final do ano.
De acordo com o sócio-proprietário Paulo Batista da Costa de Sousa, a idéia é atender também as necessidades do turismo náutico, já que o shopping está em frente da praia.
Outra novidade será o shopping de Boiçucanga, previsto para ficar pronto em setembro.
O empreendimento tem a proposta de integrar a arquitetura histórica de São Sebastião. O projeto segue o estilo colonial português, com adaptações para a modernidade. O shopping terá um estacionamento com capacidade para 80 veículos. (Fonte: ValeParaibano)

Hotéis do litoral já estão lotados

Litoral Norte - O feriado de Carnaval deve lotar os hotéis e pousadas do Litoral Norte. Alguns estabelecimentos da costa sul de São Sebastião já não têm mais vagas. Em Ubatuba, os principais hotéis também estão lotados.
A gerente de hospedagem do Maresias Beach Hotel, Selma Benoit, disse que os 93 apartamentos estão fechados. Já a Pousada Mibamar, também em Maresias, tem apenas 10% dos 40 quartos em aberto.
A gerente da Pousada do Alemão, em Ilhabela, Júlia Barbosa, disse que os últimos quatro apartamentos vagos foram reservados na tarde de ontem.
O diretor de Turismo do Sindicato de Hotéis e Pousadas de Ubatuba, José Carlos de Souza, disse que o último levantamento apontou ocupação de 65%. Ele disse que há um preocupação com a possível mudança do tempo.
Segundo a meteorologista Gláucia Meira Carneiro, do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista, uma frente fria está chegando à região e deve trazer chuvas moderadas e fortes. (Fonte: ValeParaibano)

OAB aponta falhas em cadeia

São Sebastião - A subsecção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Sebastião denunciou à Promotoria de Justiça suposta negligência da Vigilância Sanitária do município por não atender o pedido de vistoria na Cadeia Pública local.
"Foi feita uma vistoria há quatro meses que constatou risco epidemiológico mas há necessidade de se fazer uma segunda vistoria na outra metade da cadeia, onde se encontra o maior número de encarcerados", disse o presidente da subsecção, Luiz Tadeu de Oliveira Prado.
A Cadeia Pública de São Sebastião tem capacidade para 80 presos, mas a lotação atual é de 180 detentos.
A secretária de Saúde de São Sebastião, Cláudia Batochio Flausino, confirmou ontem que foram constatadas condições sanitárias inadequadas na cadeia e que não há necessidade de uma segunda vistoria.
"A primeira vistoria já um constatou um grau muito alto de irregularidades. Já pedimos providências que independem de uma segunda vistoria."
O delegado seccional assistente do Litoral Norte, Eduardo Iasco, informou ontem que alguns pedidos da Vigilância já foram atendidos. (Fonte: ValeParaibano)

Turista cai de asa delta em Caraguá
Socorrido pelo Corpo de Bombeiros, homem está em observação na UTI; asa delta caiu de bico, dizem testemunhas

Caraguatatuba - O turista paulistano Nilton Ricardo de Lima, 43 anos, foi internado ontem na Casa de Saúde Stella Maris, em Caraguatatuba, após uma queda de asa delta. Socorrido pelo Corpo de Bombeiros, ele fraturou uma costela e teve um dos pulmões perfurados.
Em férias na cidade, Lima aproveitou o tempo bom de ontem para saltar do Morro Santo Antônio. No local existem duas rampas. A do lado sul tem 320 metros de altitude do nível do mar, e a do leste, 340 metros.
Quando já estava se preparando para pousar, Lima teria perdido o controle do equipamento e caído em uma área na avenida da praia. Segundo testemunhas, a asa delta teria batido com o bico na areia.
A informação é que ele estaria fazendo vôo solo em um equipamento para duas pessoas, portanto, mais pesado, quando foi pêgo por um forte vento, que o tirou da rota e provocou a queda.
Lima bateu a cabeça no chão e só não se feriu gravemente porque estava usando capacete, segundo os bombeiros.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele fraturou uma costela e teve um dos pulmões perfurado. Encaminhado para o hospital, foi feito um dreno nos pulmões. Ele está em observação na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).
INVESTIGAÇÃO -As causas do acidente serão investigadas pelo DAC (Departamento de Aviação Civil), órgão da Aeronáutica.
Caraguatatuba é apontada como a capital do Vôo Livre graças às rampas de decolagem do Morro Santo Antônio e as condições geográficas favoráveis. A cidade permite vôos de asa delta e paraglider.
A orientação de instrutores de vôos é para que o praticante desse esporte procure sempre um piloto habilitado em vôo duplo. O salto solo só é indicado para quem faz o curso onde são dadas aulas de meteorologia e aerodinâmica, além de regulamentação e teoria de vôo. É necessário o mínimo de 10 aulas. (Fonte: ValeParaibano)

Molusco vira praga no Litoral Paulista
O "A. fulica", abandonado por pessoas que desistem de criá-lo, já é um problema na região

Litoral Norte - Seis toneladas de um caramujo terrestre considerado uma das mais finas iguarias culinárias que existem foram recolhidas numa única coleta em São Sebastião, município do litoral paulista, mas os pesquisadores que os encontraram não ficaram felizes com o resultado, e sim extremamente preocupados com a velocidade com que o molusco exótico escapou das criações comerciais e se transformou numa séria praga. Invadindo a natureza, o Achatina fulica já se tornou problema em todo o litoral do Estado de São Paulo, espalha-se, agora, pelo Vale do Paraíba e já foi registrado em Uberaba, no Estado de Minas e também em Goiás e até no Paraná.
Para a bióloga Vera Lobão, do Instituto de Pesca, ainda há esperança de controlar a praga, mas vai dar muito trabalho. O pesquisador do Museu Paulista, Luiz Ricardo Simone, porém, acha difícil sustar a multiplicação do bicho, muito prolífico e hermafrodita, o que quer dizer que, depois de cruzar, os dois integrantes do “casal” botam ovos, uns 200 em cada postura. Em cinco meses, os filhotes se tornam adultos e também passam a procriar.
Numa tentativa de mapear a invasão do molusco, o biólogo Sylvio Cesar Rocco, de Ribeirão Preto, pede que todas as pessoas que encontrem o caracol em seus sítios, fazendas ou chácaras, o informem pela Internet (pelo e-mail scrocco@ig.com.br), e não tentem consumi-lo, mas o queimem.
Doenças – É que, pelo menos teoricamente, a praga pode transmitir meningo-encefalite, contraída dos ratos, que adoram o molusco. Mas a bióloga do Instituto Butantã, Toshie Kawano, especializada em caramujos, alerta que, mesmo depois de morto o molusco, o caramujo pode se tornar um problema, pois ela comprovou que a casca vazia do bicho serve de criadouro para o mosquito da dengue. Originário da África, o Achatina fulica foi introduzido no Brasil na década de 1970 como eventual substituto do “escargot”, da espécie Helix aspersa, européia, que não se adapta bem ao calor tropical. O A. fulica aclimatou-se maravilhosamente bem ao Brasil e começaram a proliferar os cursos ensinando como criá-lo, ministrados até pela Universidade de São Paulo.
Escape – Alguns especialistas alertaram o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), porém, dizendo que, se escapasse das criações, o molusco poderia se transformar numa praga, pondo em risco a sobrevivência das 53 espécies de caramujos terrestres nativas, a maioria ainda pouco estudadas, algo tão sério como o que ocorreu quando rainhas da abelha-africana escaparam de um laboratório.
A argumentação contrária era forte e os defensores do A. fulica garantiram que ele não sobreviveria em liberdade, tanto que em Pirassununga (SP) haveria criações desde 1983, sem nenhum problema, uma vez que a terra vermelha da região seria tóxica para o molusco, o qual não conseguiria sobreviver aos predadores, gaviões e ratos, principalmente. Diante disso e da potencialidade do bicho, capaz de produzir 30 toneladas de carne por hectare/ano, a criação continuou. O problema é que, segundo Vera Lobão, muitos vendedores de matrizes davam um curso rápido a sitiantes interessados numa renda extra, prometiam adquirir a produção e não davam assistência posterior. Decepcionados, os criadores acabaram libertando os moluscos na natureza e eles começaram a se espalhar. “Eu não sou contra o molusco, que continua sendo um grande negócio”, ressalva ela. “O que não posso admitir é a falta de profissionalismo de alguns criadores e ex-criadores, que permitem o escape.”
O primeiro relato dos estragos que o A. fulica fez em plantações é de 1812, em Madagascar, no Oceano Índico. Um governador francês introduziu o caracol por causa da crendice de que seria um santo remédio contra a asma, doença que afligia sua mulher. Anos depois, cientistas acharam numa única palhoça de nativo 600 caramujos e, é claro, não havia nenhuma roça viável na região, pois os moluscos faziam grande estrago nas folhas.
De Madagascar o A. fulica foi levado à Índia, onde destruiu plantações de hortaliças, invadiu a China que, segundo um pesquisador da USP, “fez do limão uma limonada”, passando a vendê-lo em imensas quantidades. Em 1972, foi introduzido no Sul dos Estados Unidos, levando a Flórida a gastar milhões de dólares em sua erradicação. Não adiantou muito. Dez anos depois, o caramujo infestou a área de novo. “O problema é que um único molusco pode produzir cem mil netos, em apenas duas gerações de poucos meses”, alerta Luiz Ricardo Simone. (Fonte: Estado)

Fundart coloca na avenida muita animação com Carnaval do passado

Ubatuba - A volta ao passado com blocos de bois e suas lendas, o som das baterias, o ritmo da banda da Fundart e os fogos de artifício vão dar um toque diferente e esquentar o Carnaval de Ubatuba. De sexta-feira, dia 8 até terça-feira, dia 12, a Fundart, Comtur e Associação Comercial e Industrial de Ubatuba - ACIU, com apoio da Prefeitura, organizadores da festa, estarão mostrando como a população se divertia no passado e, ao mesmo tempo, valorizando um acontecimento já perdido na memória. “Muitas cidades fazem de suas tradições uma forma de atração para o turista e nós, em Ubatuba, temos a chance de colocar na avenida um Carnaval próprio sem perder de vista a animação. Tudo isso, num clima de muita paz e segurança para que toda família possa se divertir e levar apenas boas lembranças do Carnaval de Ubatuba”, argumenta Silvia Helena T. Issa, presidente da Fundart.
Fogos e banda - Nesta sexta-feira, além dos desfiles de blocos à meia-noite, a Comtur estará fazendo uma queima de fogos tendo como base o Morro da Prainha. A entrada dos blocos de enredo (Estufa e Itaguá), nos dias seguintes, também será precedida de uma pequena queima de fogos para anunciar o desfile. A apresentação do “Galo da Meia Noite” vai contar com a estréia da banda “Última Hora”, formada por músicos da Fundart que durante 5 noites vai animar o Baile Popular na Av. Iperoig. “Estamos com 10 músicos, incluindo uma vocalista e os instrumentos próprios (bateria, 3 instrumentos de sopro, baixo e violão), afinados e ensaiados com um repertório de marchas e sambas que foram sucessos no passado. No reveillon já foi um sucesso,” diz o músico da banda, Gilberto dos Santos. (Fonte: Fundart)

Festa para todos: escolha a sua

Ubatuba - O bloco de embalo “Caxorrada”, completando 25 anos, é o mais antigo. A irreverência, com homens vestidos de mulher e vice-versa, é a tônica do desfile. Este ano trazem o maior cachorro da história: 9 m de comprimento e 3 m de altura. O “Recordar é viver” completa seu terceiro ano, revivendo carnavais do passado a partir da vontade de Dona Ofélia e um grupo de colaboradores. Fantasias e carros antigos fazem parte da apresentação.
O “Trópico das Artes” é um bloco novo que tem como base o pessoal ligado as artes , principalmente, ao artesanato. O “Galo da Meia-Noite”, que completa 6 anos, é uma extensão da Escola de Samba do Perequê-Açu e apresenta-se sempre no primeiro dia de Carnaval.
Cinco blocos de bois vão desfilar. São eles: Matraca (do bairro do Taquaral. Matraca é um instrumento rústico usado para atrair atenção nas procissões e pelos vendedores de biju e biscoitos); Dourado (da área central, é o mais antigo e foi preservado graças a dedicação da família Diniz que até hoje mantém a tradição); Garça (do Perequê-Açu, presta homenagem a Sidônio, antigo morador do bairro e mestre de dança do boi); Conchas (do bairro do Ipiranguinha, traz um enredo surrealista de um bezerro que desceu a serra e, encantado com o mar, entrou na água para nunca mais voltar) e Sumidouro (do bairro do mesmo nome, conhecido como o boi chorão que ficou atolado e desapareceu, revivendo no Carnaval).
Dois blocos de enredo fazem parte do desfile. O “Império da Estufa” lembra o episódio da Paz de Iperoig com seus componentes caracterizados como padres e índios. Finalmente, a Mocidade Alegre do Itaguá, presta homenagem à Ilha das Couves e sua beleza.
Na, terça-feira, dia 12, após a passagem do último bloco na avenida, a tradição do combate simulado entre os bois será relembrado com direito a torcida e emoção própria desse tipo de disputa, na verdade uma confraternização para encerrar o Carnaval com chave de ouro. (Fonte: Fundart)

Dia 08/02/02 - (Sexta-feira) - Av. Iperoig
20:30 horas - Bloco “RECORDAR É VIVER”
21:30 horas - Bloco “BOI DE MATRACA”
22:30 horas - Bloco “BOI DO SUMIDORO”
00:00 horas - Bloco “GALO DA MEIA NOITE (PEREQUÊ)”
Queima de fogos no Morro da Prainha

Dia 09/02/02 - (Sábado) - Av. Iperoig
21:30 horas - Bloco “BOI DOURADO”
22:30 horas - Bloco “TRÓPICO DAS ARTES”
23:30 horas - Bloco “DA CAXORRADA”
00:30 horas - Baile Popular

Dia 10/02/02 - (Domingo) - Av. Iperoig
16:00 horas - Baile Infantil e da Melhor Idade no Ginásio de Esportes (Tubão)
16:00 horas - Trio Elétrico com música eletrônica
20:30 horas - Bloco “MOCIDADE ALEGRE DO ITAGUÁ”
21:30 horas - Bloco “IMPÉRIO DA ESTUFA”
22:30 horas - Bloco “UNIDOS DO IPIRANGUINHA”
23:30 horas - Bloco “DO GARÇA”
00:30 horas - Baile Popular

Dia 11/02/02 - (Segunda-feira) - Av. Iperoig
16:00 horas - Trio Elétrico com música eletrônica
20:30 horas - Bloco “BOI DOURADO”
21:30 horas - Bloco “TRÓPICO DAS ARTES”
22:30 horas - Bloco “BOI DO SUMIDORO”
23:30 horas - Bloco “RECORDAR É VIVER”
00:30 horas - Bloco “DA CAXORRADA”
01:00 horas - Baile Popular

Dia 12/02/02 - (Terça-feira) – Av. Iperoig
16:00 horas - Baile Infantil e da Melhor Idade no Ginásio de Esportes (Tubão)
20:30 horas - Bloco “BOI DE MATRACA”
21:30 horas - Bloco “DO GARÇA”
22:30 horas - Bloco “UNIDOS DO IPIRANGUINHA”
23:30 horas - Bloco “IMPÉRIO DA ESTUFA”
00:30 horas - Bloco “MOCIDADE ALEGRE DO ITAGUÁ”
Encerramento: Combate Simulado entre os Bois dos Blocos (Fonte: Fundart)

“Caraguá-Folia” - Carnaval 2002

Caraguatatuba - A prefeitura de Caraguá já tem uma programação definida para o Carnaval 2002 e já tomou todas as providências para que a cidade entre em festa sem perder o clima de paz. A secretaria de Turismo e Fundacc já programaram os bailes populares em quase toda a cidade. O “Caraguá-Folia” terá animação na praça de Eventos, na praia do Centro de sexta à terça-feira, sempre das 22 às 2 horas, com a banda baiana “Panelabadá”. A banda tem como vocalista a cantora Dandara, considerada pelos críticos de música europeus como a Tina Turner brasileira, graças ao seu empenho no palco. Dandara morou na década de 90, na França e na Suíça, ocasião em que participou do renomado festival de Montreaux. Dandara desde os 12 anos de idade canta em trios elétricos na Bahia, por isso sua eletrizante performance nos palcos europeus e brasileiros. Sua banda é formada por quatorze músicos.
A estrutura de som, iluminação e palco, segundo a secretaria de Turismo, será a mesma do Caraguá Music. O Caraguá-Folia também terá animação no bairro Massaguaçu com a banda e trio elétrico Ôbahia. A banda é formada por ex-integrantes da banda Olodum, Timbalada e Araketu. É composta por onze músicos, dois vocalistas e duas bailarinas e se apresentará de sábado à terça-feira, das 22 horas às 2 horas, em cima de um trio elétrico, com 20 metros de comprimento e 100 mil watts de som.
Na praça do Coreto, a folia fica por conta do Carnaval de Antigamente animado pela “Big Band”. No dia 11 haverá matinê das 16 às 18horas, com concurso de fantasia infantil à tarde e concurso para adultos à noite. A Fundacc também vai premiar com troféus os grupos fantasiados mais animados. Nos bairros do Porto Novo e Perequê os bailes serão realizados no sábado, domingo e segunda-feira. No Porto-Novo, a animação fica por conta da banda Feira Livre. No Perequê-Mirim, quem vai animar o Carnaval será a banda Swing Brasil, ambos os bairros têm animação do Carnaval por conta da Fundacc. (Fonte: PMC)

Programação do Carnaval 2002 em Caraguá

Região Central

Local: Praça de Eventos
Dias: 8 a 12/02
Show: Banda “Panelabadá” com a vocalista Dandara
Horário: a partir das 22h

Local: Praça Cândido Motta (Coreto) - Carnaval de Antigamente
Dias: 9 a 12/02
Show: New Band
Horário: das 21h à 1h

Matinê na Cândido Motta - banda New Band / premiação de melhor fantasia
Dia: 11/02
Horário: das 16h às 18h

Bloco das Piranhas - participação livre
Local: Avenida da Praia (Av. Arthur Costa Filho) - concentração na ponte do Rio Santo Antonio
Dia: 9/02
Horário: saída 18h

Região Norte

Local: bairro do Massaguaçú
Dias: 9 a 12/02
Show: Trio Elétrico com a banda ÔBahia
Horário: das 23h às 3h

Local: Avenida Maria Carlota, bairro do Massaguaçú
Show: Bloco da Cheirosa
Dias: 10 a 12/02
Horário: a partir das 22h

Região Sul

Local: Bairro do Porto Novo e Perequê-Mirim
Dias: 9, 10, e 11/02
Shows: Banda Feira Livre

Local: Bairro do Perequê-Mirim
Dias 9, 10 e 11/2
Show: Banda Swing Brasil
Horário: das 21h às 1h (Fonte: PMC)

Carnaval 2002- Juquehy - Pirata/Bar do 3

São Sebastião - Dando continuidade ao sucesso de outros carnavais, o Bar do 3 de Santos realizará junto com o Bar do Pirata, com localização privilegiada na praia de Juquehy, uma das mais belas do Litoral Norte, quatro grandes festas para o carnaval 2002. A animação na Pista 1 (música ao vivo) ficará por conta da Banda Discover e seus convidados, DJ Renatinho e o grupo de lambaeróbica Filhos do Sol. Na pista 2 (música eletrônica) quem comanda é o consagrado DJ Nall. O bar conta ainda com um terceiro ambiente: deck com vista para o mar. Uma das novidades deste ano é a ambientação interativa que fica a cargo de Alex Molinardi e Rachid Derze além das performances de Malabares, Contorcionismo e Pirofagia.
Outra novidade será a apresentação da G.R. Escola de Samba “União Imperial”, afilhada da “Mangueira”, pentacampeã do carnaval santista, com sua bateria nota 10, passistas, mestre-sala e porta-bandeira, baianas e etc., que se farão presentes somente na noite de Segunda-feira11/02/2002. O local estará equipado com infra-estrutura adequada para receber um bom público que contará com segurança interna e externa, gerador de energia próprio e enfermaria.
Carnaval 2002 - Pirata/Bar do 3
Data: 09,10, 11e 12 de fevereiro de 2002
Local: Bar do Pirata - Praia de Juquehy - São Sebastião - SP
Av.: Mãe Bernarda,1605 - Praia de Juquehy - São Sebastião - SP
Telefone: (12) - 463-1155.
Horário: à partir das 23:00 h
Preço único promocional até 08/02/2002 : R$.10,00 (dez reais) à venda no Bar do 3 - Av.: Washington Luiz, 422 - Gonzaga - Santos- SP - Tel.: (13) 3223-3132.
Preço à partir de 09/02/2002 (à venda somente no Bar do Pirata)
Antecipado feminino: R$. 10,00 (Dez reais)
Antecipado masculino: R$. 15,00 (quinze reais)
Mais Informações: Bar do 3 - Av. Washington Luiz, nº 422 - Gonzaga - Santos - SP - cep.: 11055-000 -Telefax: (13) 3223-3132 - email: bardo3@uol.com.br -  www.bardo3.com.br

Ilhabela Carnaval 2002

Ilhabela - A Prefeitura Municipal de Ilhabela estará realizando o Carnaval 2002. O Prefeito Municipal Engº Manoel Marcos de Jesus Ferreira, nomeou uma comissão para os preparativos.
A Rua Dr. Carvalho ficará fechada a partir das 20:00hs dos dias de desfiles: 09; 10; 11 e 12 de fevereiro.
O aumento de policiamento será feito paralelamente ao esquema de segurança do centro da cidade e nos bairros.
O Prefeito expediu o Decreto Municipal 292/2002, que altera a redação do artigo 1º do Decreto nº 228/2001, proibindo a venda de bebidas alcoólicas ou não em recipiente de vidro nos estabelecimentos comerciais localizados em todo o centro histórico da cidade, Vila e no trecho que ocorre da Avenida Dona Germana até o término da Avenida Força Expedicionária Brasileira.
A iluminação no sambódromo será mais potente do que no ano anterior e contará com dois geradores, não necessitando consumir energia da Elektro.
Este ano as cordas de isolamento do sambódromo serão substituídas por grades para maior segurança dos Blocos e Escolas de Samba.
Os desfiles de Blocos carnavalescos e Escolas de Samba, acontecem sempre a partir das 22:30hs no Centro Histórico (Vila), Rua Dr. Carvalho Centro, onde está montada toda a estrutura para a grande folia (arquibancadas, camarotes, palanque oficial, camarote para o corpo de jurados e banheiros químicos).
Veja cronograma abaixo:

Sábado 09 de fevereiro
22:30hs – Bloco Recreativo do Morro: Enredo. Ouro e Prata o resto é Lata.
23:20hs – Bloco Água na Boca: Enredo . Água na Boca na Ilha da Fantasia.
00:10hs – Bloco Azul e Branco: Enredo. Homenagem ao Sr. Eurípides Ferreira.

Domingo 10 de fevereiro
22:30HS – Bloco Unidos da Folia: Enredo – Lembrança do tempo de Criança.
23:20hs – Bloco Recanto do Samba: Enredo. Caiçara Pescador.
00:10hs – Bloco Grêmio de Vela: Enredo – Ilhabela a Capital da Vela e seus filhos brasileiros e estrangeiros.

Segunda-feira 11 de fevereiro
22:30HS – G.R.E.S. Mocidade do sul da Ilha: Enredo-Do mel ao bagaço:
23:45hs – G.R.C.E.S. Unidos do Garrafão: Enredo. Garrafão o Planeta do Samba.
01:00hs – G.R.C.E.S. Meninos da Vila: Enredo Se a guerra é pela paz, todo mundo vai atrás.
02:15hs – G.R.E.S. Unidos de Padre Anchieta: Enredo Um convite ao paraíso.

Terça-feira 12 de fevereiro
Na terça-feira a partir das 14:00hs acontece o tradicional Banho da Dorotéia, quando todos os foliões se reúnem no Centro da Cidade, com suas fantasias confeccionadas com papel crepom com cores deslumbrantes, com muita alegria e descontração. Com homens vestidos de mulheres e mulheres vestidas de homens, com muitos balangandãs, cantando e dançando fazendo homenagem a Dorotéia, ao final do desfile os foliões se lançam ao mar, colorindo as águas do mar de Ilhabela com as cores de suas fantasias.
Dorotéia na mitologia grega é chamada de Dórot, Deusa do mar.
A partir das 22:00hs de terça-feira, acontece a tradicional Apoteose da Escola de Samba campeã do carnaval 2002. (Fonte: PMI)

Artesanato em exposição na Fundart

Ubatuba - A Fundart inaugurou dia 01, sexta-feira, no Salão Nobre de Exposições do Sobradão do Porto, a “Exposição de Artesanato de Ubatuba” com a participação dos artesãos cadastrados no Grupo Setorial e que poderão mostrar e comercializar suas obras. “É uma maneira prática de mostrar para os visitantes a riqueza do nosso artesanato e colocar o trabalho do artesão em contato direto com o comprador. Além da Lojinha que a Fundart mantém aberta ao público no próprio Sobradão e que vem garantindo uma vitrine permanente para o artesão, estamos oferecendo um espaço nobre para o artista durante um mês da temporada de verão”, diz Silvia Helena T. Issa, presidente da Fundart. A exposição vai mostrar a grande variedade de material e de estilos dos nossos artesãos até o próximo dia 03 de Março.
Fundart reforça acervo da biblioteca
A Fundart recebeu cerca de 2.600 volumes contendo livros didáticos, obras de literatura, histórias infantís e assuntos gerais, reforçando o acervo e acrescentando novos títulos para o usuário da Biblioteca Municipal. As obras foram doadas pelo Ministério da Cultura, por meio da Secretaria do “Livro e Leitura”, que desenvolve um projeto específico nesse sentido. Além dos livros foram doadas também 7 estantes que serão utilizadas para completar a reforma que a Fundart vem realizando na biblioteca. “Estaremos reabrindo a biblioteca no próximo período escolar com um novo visual, instalações mais práticas e confortáveis e com novos títulos que vão valorizar muito o trabalho de pesquisa” diz Silvia Helena T. Issa, presidente da Fundart. (Fonte: Fundart)

Fundart leva Folia para São José

Ubatuba - O grupo “Exaltação”, da Folia de Reis de nossa cidade participou, no último Domingo, do 5o Encontro de Folia de Reis de São José dos Campos, promovido pelo Museu de Folclore da Fundação “Cassiano Ricardo”. A Fundart deu todo apoio ao grupo com 18 pessoas que apresentou-se com grande sucesso levando o ritual da folia, que vem sendo crescendo cada vez mais graças ao incentivo da fundação, a outras regiões mostrando a riqueza do nosso folclore. (Fonte: Fundart)

3º Festival mostrou o melhor da música

Ubatuba - Foram 4 finais de semana, com início em 11 de janeiro, com 12 atrações que a Fundart e a Secretaria do Estado da Cultura trouxeram para nossa cidade dentro do 3o Festival de Verão do Litoral Norte. Algumas apresentações foram prejudicadas pela insistência da chuva neste período que afastou o público da arquibancada armada ao lado do Aeroporto. João Bosco e Sá, Rodrix e Guarabira foram os mais concorridos e mostraram que suas composições continuam na memória do fiel fã clube. Devido as fortes chuvas foram cancelados os shows de Altamiro Carrilho, rei do chorinho e considerado o maior flautista do mundo e de Roberto Menescal, instrumentista e compositor da fase de ouro da Bossa Nova e autor de “O Barquinho”. Outros projetos, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura, vem sendo reivindicados pela Fundart nas áreas de teatro, música, artes plásticas e exposições, trazendo para Ubatuba o melhor de artistas de excelente nível. (Fonte: Fundart)

O CRECI continua mostrando serviço

Ubatuba - O CRECI esteve novamente em Ubatuba, desta vez para atender a um velho pedido dos corretores credenciados. Desde sempre foi hábito de alguns proprietários deixar a locação ou venda de seu imóvel aos cuidados do zelador ou ao síndico do prédio. Hábito que terá de mudar radicalmente, visto que os corretores credenciados tem uma lei a seu lado.
A Lei no 6.530/78 exige que a intermediação de imóveis (compra, venda, permuta e locação) só pode ser realizada por pessoa inscrita no CRECI - Conselho Regional de Imóveis.
Todos os condomínios que forem notificados e autuados, estarão sujeitos a multa de R$ 1.340,00 , sendo responsabilizados o condomínio e o proprietário do imóvel que estiver sendo comercializado por pessoa ou funcionário não credenciado.
O delegado de cada município recebe as denúncias, as encaminha ao fiscal que notifica o condomínio e dependendo do caso aplica a multa cabível.
A Delegacia Regional do CRECI do Litoral Norte em Caraguá, colocou viatura e fiscal para atuar em Ubatuba.
O delegado de Ubatuba, o Sr. Ney Barbosa, recebe as denúncias ou queixas e as encaminha ao fiscal. O escritório do delegado de Ubatuba fica à Rua Guaicurus, 310 telefone: (12) 432-2727 e-mail: narbosa@pratica.com.br  .

Palestra sobre credenciamento em Ubatuba

Ubatuba - Para quem quer ser corretor de imóveis pode saber mais da profissão.
Hoje ás 19:00 h, o Sr. Elias Teixeira, ex-conselheiro do CRECI do Estado de São Paulo e presidente da AMIRI - Agência Nacional dos Mediadores, Intermediadores do Ramo Imobiliário e mantenedor do Instituto Educacional e empresarial XV de Novembro, escola especializada na formação de corretores de imóveis, estará dando palestra sobre a Lei 6.530 que regulamenta a profissão de Corretor de Imóveis.
As inscrições podem ser feitas, em Ubatuba pelo telefone (12) 433-1829 ou diretamente em São Paulo pelo telefone (11) 6972-0056 ou à Rua Guaicurus, 310 Itaguá na Ney Barbosa- Negócios Imobiliários ou pelos e-mails: quinze@quinze.com.br e nbarbosa@pratica.com.br Vagas Limitadas.

Professores receberão capacitação da Fundação Orsa
Mais uma vez a Fundação Orsa, através da parceria com a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba estará realizando uma capacitação com os profissionais da Rede Municipal de Educação. Diretores, professores e coordenadores estarão se reunindo neste mês

Caraguatatuba - Em 2001, a Fundação Orsa realizou a 1ª capacitação em Caraguatatuba, com professores e diversos profissionais da rede municipal de Ensino, no 1º semestre. Neste ano, mais uma vez os profissionais da Educação estarão participando de um programa de Formação Continuada, previsto para acontecer entre os dias 15 e 23 de fevereiro.
A Fundação Orsa, em parceria com a Prefeitura de Caraguá administra três creches: Rio do Ouro, Sertão dos Tourinhos e Travessão; e agora está adotando duas outras creches, entre elas a do bairro Ipiranga e João Bolinha, no Casa Branca.
Para o Programa de Formação Continuada, estarão participando representantes das creches Rio do Ouro, Travessão, Casa Branca, Sertão dos Tourinhos e Ipiranga, além das creches MeiMei e Santo Antônio, convidadas pela Secretaria Municipal de Educação.
No dia 15 de fevereiro, estarão reunidos os diretores. No dia 16 é a vez dos coordenadores, professores, ADI’s - Auxiliares de Desenvolvimento Infantil e diretores estarem participando do programa. No dia 22 de fevereiro a reunião acontece apenas entre os coordenadores de creches de Caraguá e no dia 23, o encerramento do programa de Formação Continuada reunirá todos os profissionais de Educação das creches. (Fonte: PMC)

Estão abertas as matrículas para Jovens e Adultos

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da SME - Secretaria Municipal de Educação, já está realizando matrículas para o EJA - Educação de Jovens e Adultos, que queiram se matricular no Ensino Fundamental.
Através desta iniciativa, a Prefeitura procura alertar o cidadão quanto a importância da alfabetização, através de folhetos e cartazes.
A Secretaria também procura pedir às pessoas que possuem um grau maior de instrução, que comuniquem esta notícia ao colega que tem dificuldade para ler e escrever.
Todas as escolas municipais de Caraguá possuem classes de EJA, de 1ª a 4ª séries (ensino fundamental), além de Telesalas (5ª a 8ª séries).
Os cursos serão ministrados nas EMEFs (Escola Municipal de Educação Fundamental) Pedro João de Oliveira (Tabatinga), Benedito Inácio Soares (Massaguaçú), Mª Thereza de Souza Castro (Jetuba), Prof. Oswaldo Ferreira (Casa Branca) e João Thimóteo do Rosário (Cantagalo).
Também estarão disponibilizadas para os cursos, as EMEFs Profª Santina Nardi Marques (Estrela D’Alva), Profº Jorge Passos (Jaraguazinho), Prof Lúcio Jacinto dos Santos (Tinga), Dr. Carlos A. Rodrigues (Indaiá), Prof João Baptista Gardelin (Poiares), Carlos Altero Ortega (Morro do Algodão), além do EMEF do Barranco Alto, e as escolas Profª Maria Ap. Ujio (Porto Novo), Profº Alaor X. Junqueira (Travessão), Prof Geraldo de Lima, no Perequê-Mirim e Masako Sone, no bairro do Pegorelli. (Fonte: PMC)

Fundação Orsa apresenta projeto ao Conselho Municipal de Educação
Na última reunião realizada entre os membros do Conselho Municipal de Educação a Fundação Orsa esteve presente, falando de seu projeto educacional e da parceria feita entre a entidade e a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, no mês de março realizou uma parceria com a Fundação Orsa - uma entidade não-governamental destinada a realizar trabalhos sociais em todo Brasil, que recebe 1º do faturamento bruto anual do Grupo Orsa Celulose e Papel. Aqui em Caraguá, a parceria entre Prefeitura e Fundação teve um objetivo muito especial: administrar as novas creches que seriam inauguradas em abril, por ocasião do aniversário da cidade. As novas creches, nos bairros Rio do Ouro e Sertão dos Tourinhos, para a ocasião receberam orientação pedagógica e a parte de recursos humanos por parte da Fundação. Prova de que a parceria deu certo foram os inúmeros projetos realizados pelos dos Centros de Educação Infantil, com a coordenação da Fundação Orsa, e a adoção, em meados de setembro da creche do Travessão pela Fundação Orsa.
Na última reunião do Conselho Municipal de Educação, a coordenadora da área de Educação da Fundação, Vera Melis, veio especialmente para apresentar o trabalho realizado em Caraguá para o Conselho e propor a adoção de duas creches já mantidas pela Prefeitura de Caraguá, a João Bolinha, no Casa Branca, e a Creche do Ipiranga, na região central.
Durante a reunião, após a apresentação da Orsa, o Conselho aprovou a adoção das duas creches já existentes pela Fundação, as quais já estão recebendo uma reforma, inclusive com preparação de cantinhos lúdicos par as crianças de zero a 3 anos.
Vale lembrar que mais quatro creches estão com obras em andamento, e após o término das construções, as mesmas também poderão contar com a parceria da entidade. (Fonte: PMC)

Prefeito prestou contas na Câmara Municipal em Caraguá

Caraguatatuba - Em sessão ordinária na Câmara Municipal de Caraguatatuba, o prefeito Antonio Carlos prestou contas do 2º semestre de sua administração na Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, de seu primeiro ano de mandato após a reeleição.
A sessão, que aconteceu nesta terça-feira 05, foi presidida pelo vereador Valmir Gonçalves, presidente da Casa de Leis, e teve a participação de 16 dos 17 vereadores da Casa, com exceção do representante público Omar Kazon, que não compareceu por motivos de saúde.
Na ocasião, o prefeito foi questionado pelos vereadores sobre diversos assuntos, como pavimentação de ruas, obras inacabadas, Programa de Saúde da Família, Abono Salarial, iluminação pública, entre outros. Em resposta aos questionamentos, Antonio Carlos falou que está estudando meios para dar um benefício a todos os servidores públicos, mas ainda não há nada concreto, já que a arrecadação de IPTU não aumenta há três anos. “Nosso IPTU não aumentou e a folha de pagamento está em cerca de 43%, precisamos estudar medidas para poder conceder o benefício sem onerar os cofres públicos”, declarou o prefeito.
Ao ser questionado sobre o valor do salário dos agentes de saúde, resposta que foi confirmada pela secretária de Saúde, presente na sessão, o prefeito declarou que o salário dos agentes seria ainda menor de acordo com o estabelecido pelo Governo Federal, mas a prefeitura realiza uma complementação. Embora tenha sido fornecida cestas no Natal, o benefício não existe, e para a contemplação dos funcionários com uma cesta seria necessário uma aditamento. Houve uma comparação dos vereadores com o salários dos agentes de São Sebastião, que é um pouco superior. “Cada prefeitura dá o que pode, não se pode comparar a arrecadação de impostos de Caraguá com a de São Sebastião, que é duas vezes maior”, explicou Antonio Carlos.
Finalizando a sessão, o prefeito falou das obras de saneamento, das galerias que faltam ser complatadas e de outros trabalhos que terão início, como a galeria da Avenida da Praia, que terá 1.500 metros. Outra referência do prefeito esteve relacionada a seis novas quadras de futebol para incetivar o esporte em Caraguá e a entrega de obras como a Secretaria de Educação, o Museu, o Ceprolin, e a continuação da avenida da praia, além da reforma de escolas e entrega de mais 5 escolas novas, sendo quatro creches, as quais terão novamente a parceria da Fundação Orsa.
O prefeito finalizou a sessão solicitando à presidência da Câmara Municipal a revisão da prestação de contas, no sentido de se realizar apenas uma vez por ano, e não semestralmente, como tem sido realizada, de acordo com a Lei. (Fonte: PMC)

Pastor quer saber quem são os maiores devedores de IPTU

Caraguatatuba - A inadimplência do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), em Caraguatatuba é a base das informações formuladas por Requerimento pelo Vereador Pastor Anderson Bertoncini (PTB), da Câmara Municipal local. O Vereador quer saber quem seriam os beneficiados, num acordo de remissão de multas e juros.
Através de Requerimento, o Vereador Pastor Anderson Bertoncini quer saber do Executivo quem são os 60 maiores devedores do IPTU, além de pedir, discriminando, o endereço, número de identificação do imóvel e os respectivos exercícios em atraso dos contribuintes em questão. Além disso, o Parlamentar quer saber qual o valor devido de cada um desses 60 maiores devedores, com o respectivo valor da isenção em cada caso, com base na Lei Complementar 007/2001, que foi aprovada no ano passado.
A Prefeitura aprovou em 2001, na Câmara Municipal, projeto de lei que concede desconto e parcelamento dos pagamentos das taxas, tributos e impostos em atraso, com remissão de multas e juros. O prazo final encerrou-se em setembro do ano passado e o Vereador quer saber quais foram os beneficiados com esta lei. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Placas de rua são tema de Requerimento de Vereador

Caraguatatuba - As placas indicativas das ruas de Caraguatatuba são o tema de um Requerimento do Vereador Pastor Anderson Bertoncini (PTB), na Câmara Municipal. Para o Vereador há muita confusão na cidade com os nomes de ruas e avenidas.
Através de um Requerimento, encaminhado pela Câmara e elaborado pelo Vereador Pastor, o Parlamentar quer saber como é feito o emplacamento das vias e logradouros públicos em Caraguatatuba, perguntando se há verba disponível e qual o seu valor.
Ao mesmo tempo, Bertoncini pergunta qual o critério utilizado nos emplacamentos: Se por indicação, por habitante, por residência, setoriamento ou zoneamento, pedindo para explicar e especificar qual foi utilizado, além do prazo final para o emplacamento de todas as ruas da cidade.
O Parlamentar adverte que há muita confusão no município, quanto ao nome das ruas, vias e logradouros, bem como dos próprios municipais. Encarando o problema como sério, o Vereador quer saber como está sendo resolvida a questão. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Vereador Bolha quer alterar linha Caraguá-São Sebastião

Caraguatatuba - O Vereador Laércio Aparecido de Andrade - o Bolha (PPS), elaborou e fez aprovar Requerimento, endereçado a Litorânea, pedindo informações sobre a alteração da linha intermunicipal, ligando Caraguatatuba a São Sebastião. O Parlamentar se baseia em pedidos da população.
Segundo o Vereador é grande o número de moradores, tanto de Caraguá, como de São Sebastião, que se utilizam da linha intermunicipal e trabalham na cidade vizinha.
No trajeto para São Sebastião, o carro passa por vários bairros e cruza o centro da cidade, finalizando no Terminal Rodoviário Municipal. Para Caraguatatuba o carro passa ao largo de alguns bairros e tem ponto final também no Terminal Rodoviário Municipal de Passageiros "Aldo Navarro Magalhães", no bairro Jardim Jaqueira, distante cerca de 2 quilometros do centro.
De acordo com o Vereador, muitos usuários precisam pegar mais de um ônibus para chegar até o Terminal e de lá, seguir para São Sebastião, acarretando aumento de tempo e gasto financeiro. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Aurimar consegue verba federal para Creche no Barranco Alto

Caraguatatuba - O Vereador Aurimar Mansano (PTB), da Câmara Municipal de Caraguatatuba conseguiu verba federal, através do Deputado Federal Ary Kara José (PTB/SP), para a construção de uma Creche no bairro do Barranco Alto, zona sul da cidade. O valor total é de R$ 120 mil e já está incluído no Orçamento da União para 2002.
O Vereador Aurimar Mansano, além de estar no seu segundo mandato, é também Delegado de Polícia Civil e mantêm uma estreita relação com o Deputado Ary Kara, desde os tempos de PMDB do Parlamentar, passando pelo PPB.
Esse relacionamento estreito já surtiu efeito em Caraguá, com a verba para a ampliação da UBS (Unidade Básica de Saúde), do bairro do Porto Novo, na zona sul da cidade, que está em fase de finalização.
A última conquista vinda dessa parceria já está incluída no Orçamento da União para este ano, que destinou R$ 120 mil para a construção da Creche no bairro do Barranco Alto. Essa verba vem de encontro aos anseios do prefeito Antonio Carlos da Silva, do qual Aurimar Mansano faz parte de sua bancada governista, no que diz respeito ao projeto para dar totalidade de vagas as crianças nas escolas e creches.
Essa verba vem fortificar ainda mais o trabalho do Vereador, nas áreas da Saúde, Educação, Segurança Pública e agora na Promoção Social. Mansano é presidente da ComissãoTemporária da Saúde na Câmara Municipal. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Vereador quer disciplinar o lixo residencial em Caraguá

Caraguatatuba - O Vereador Pastor Anderson Bertoncini (PTB), deu entrada com projeto de lei na Câmara Municipal de Caraguatatuba, disciplinando a destinação final do lixo residencial na cidade. O Parlamentar quer com isso dar a sua parcela de contribuição ao equilíbrio do Meio Ambiente.
Segundo a propositura do Parlamentar, ficam obrigados os condomínios, prédios residenciais multifamiliares verticais acima de 2 andares, Shopping Centers e os prédios públicos, municipais, estaduais e federais que existirem na cidade, a depositarem o lixo devidamente ensacado em lixeiras tampadas e separadas por tipo.
Para o Vereador essa é uma grande contribuição ao Meio Ambiente, que já sofre em demasia com a ambição desmedida e o estigma do lucro fácil. Para Bertoncini, o lixo ensacado facilita a coleta e a sua distribuição melhora o trabalho de separação, o que gera empregos e renda para diversas famílias carentes.
Essa proposta deve ser incluída no Código de Limpeza Urbana, que a Prefeitura apenas apresentou no ano passado e disciplina o lixo no município. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Carta do Leitor

Lixo e Isolamento Térmico - Resposta à carta da prezada internauta Helena Mantovani: Concordamos com tudo o que escreveu sobre a necessidade da coleta seletiva de lixo. Os países ricos fazem isto! Mas o que está acontecendo é que embora separemos o lixo orgânico do lixo reciclavel, é exatamente o lixo orgânico que atrai os cachorros. Se as pessoas misturarem os dois em um mesmo saco, o estrago ambiental é maior ainda. Convido a todos os interessados a visitarem nosso site na Unicamp - http://www.fem.unicamp.br/~vidalong/ - sobre a transformação das caixinhas de leite longa vida, em eficientes mantas isolantes, para aumentar e muito o conforto térmico dentro das residencias, principalmente das pessoas de baixa renda, que vivem sob aquecedores solares comumente conhhecidos como telhados de cimento-amianto (Brasilit-Eternit e etc...)

Luis Otto F Schmutzler
luisotto@uol.com.br


A Guerra do Sal Contra o Caramujo - Antigamente era só o Lobo Mau e a Cuca que assustavam a gente. Alem, claro, da febre amarela, da dengue e do colera, verdadeiros pesadelos para a humanidade. Agora a coisa piorou um pouquinho: a gente se assusta com seqüestros - relâmpagos ou não - assaltos, AIDS, Ebola, e também, no Brasil, com a volta do colera em alguns Estados, com a tuberculose que retornou com força, com dengue pegando até ator de “O Clone” e com a ameaça da febre amarela. Dizem que ela também pode estar de volta. Safa!
Pra completar temos o caramujo gigante que invade matas e jardins, sobe pelas paredes e, aqui na Costa, já foi encontrado até dentro de casa. Não é só do gigante não. Tem também um bichinho da mesma família (pelo menos parecem da mesma família) um caracolzinho, que costuma hospedar o Schitosoma, causador da esquistossomose. Na gestão passada o Moacyr Colli Júnior, uma espécie de Quixote de La Mancha das Praias, aliado ao José Eduardo Badejo, então presidente da Samju, chamou a atenção das autoridades de saúde municipais e recebeu como resposta que não existiam desses caracóis no nosso pedaço. Muito pacientes, Moacyr, Zé Eduardo e esta que vos escreve cataram um vidro cheio dos bichinhos e mandaram pra turma ver. Aliás, o local da catação foi numa vala em frente à Regional da Prefeitura, em Juquehy.
Nunca recebemos resposta. Mandamos também para um laboratório de análise e nos responderam que não dava pra saber se os bichos estavam infectados pois haviam sido capturados de forma errada. Como nenhum de nós tinha ou tem a mais leve idéia de como se capturam esses moluscos da forma correta - como será? - deixamos para ver isso em dias melhores.
Esperamos que esses dias melhores tenham realmente voltado e vamos pedir - a Federação Pró Costa Atlântica vai pedir - que a Secretaria Municipal da Saúde nos informe sobre caramujos e caracóis, grandes pequenos e médios.
Recebi pela Internet, esta semana, artigo da revista Veja do ano passado falando do Achatina fulica, o tal caramujo gigante. Veja afirma que o bicho devasta plantações e pode provocar meningite e tumores no estômago. Diz também que o Achatina, originário da África, foi introduzido no Brasil em 1988 para ser criado e vendido como escargô. Os criadores teriam desistido da empreitada e soltado os bichos. Daí a infestação.
Não sei se, no caso das doenças (meningite e tumor no estômago é coisa grave!), a informação procede. Com relação à data da introdução do bicho tenho sérias dúvidas. E isso por que, na década de 70, uma pessoa que tinha um sítio de plantação de cacau no Camburi me trouxe a “casca” de um deles dizendo que existiam, às dúzias, no Sertão do Cacau. Se eles existiam por aqui na década de 70 como foram introduzidos em 88?
No ano passado ouvi falar nele outra vez, em matéria do Imprensa Livre. E há apenas alguns meses contaram-me que em Juquehy há muitos.
E agora José? diria Drummond. Eu, que não sou poetisa, parto para a prática e mudo o questionado: E agora, Dra. Cláudia? Precisamos de informações corretas, seja para nos proteger do bicho, seja para extermina-lo, seja para ajudar na guerra contra o invasor. Como se faz? Está certo apanha-los com luvas e mergulha-los em água e sal? É preciso divulgar essas informações. Os agentes de saúde têm feito isso? Não seria conveniente a colocação de cartazes nos postos de saúde? E quanto aos pequenos, aqueles que disseram que nós catamos errado? São mesmo os hospedeiros do Schitossoma? Que doenças transmitem, uns e outros? São perigosos?
Que seja declarada a guerra! E rápido, pois afirma-se que eles copulam 11 vezes por noite e se reproduzem, portanto, mais que ratos. Se isso for verdade daqui a pouco serão em número superior a nós... (Se Ionesco ainda fosse vivo o tema poderia servir para uma peça de teatro, cuja palavra final seria alguma coisa como “Je ne capitule pas!”, como no texto de “Les Rhinocéros”: rinocerontes surgindo por toda a parte e o herói gritando que não capitulava).
No caso dos caramujos gigantes, se estivermos correndo perigo, fogo neles! Ou melhor: sal neles! E, também, informação: não sabemos praticamente nada a respeito desses bichos. E queremos entrar na guerra.

Regina Helena de Paiva Ramos
Presidente da Federação Pró Costa Atlântica
reginapaiva@uol.com.br


Centro Náutico Uba Uba Orquídeas Chalés Maranduba

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.

 

Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor