Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 07 de março de 2002 - Nº 486 Edições Anteriores
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Modulo

Busca por palavras no Litoral Virtual:

Principais Manchetes:

Câmara vota CPI em Ubatuba
Homem é assassinado em Caraguá
Escola de Iatismo terá 80 crianças em Ilhabela
Mistério marca participação de investigador na "Operação Caraguá"
Transporte Escolar: estudantes rechaçam proposta
Prefeitura de Ubatuba volta ao horário normal
Diretoria do Instituto de Previdência Municipal toma posse
Profissionais da Saúde receberão qualificação para o combate à Dengue
Saúde de Caraguatatuba distribui 8 mil kits de Higiene Bucal
Caraguá sedia torneios de pesca do Vale do Paraíba
Crianças do CEI Rio do Ouro participaram de piquenique no acampamento
A alegria da música contagiou as crianças do CEI em Caraguá
Ginástica para a terceira idade acontece na praça
Bairro recebe mini-rotatórias e focos de segurança em área escolar
São Sebastião - 366 anos de Emancipação Político-Administrativa
Comemorações do aniversãrio de São Sebastião
XV de Caraguatatuba anuncia novo técnico
Livovali oferece curso de aperfeiçoamento
Spot CyberCafe patrocina Municipal de futmesa
Carta do Leitor



Câmara vota CPI em Ubatuba

Ubatuba - A Câmara de Ubatuba vai analisar na sessão da próxima terça-feira o pedido de abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para analisar as contas da Comtur (Companhia Municipal de Turismo).
O projeto, de autoria do vereador Domingos dos Santos (PT), pretende averiguar supostas irregularidades administrativas da Comtur, como o uso indevido de dinheiro público.
"Vou pedir a abertura do inquérito por causa de muitas denúncias recebidas acusando irregularidades na administração da Comtur", disse Santos.
OUTRO LADO- O presidente da Comtur, Luis Bishof, disse ontem que a arrecadação e gastos da companhia são analisadas anualmente pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado).
"A Comtur é uma empresa de economia mista e está aberta para toda a população. A companhia presta contas para o TCE", disse.
Bishof afirmou que envia à Câmara todos os relatórios de gastos de Comtur. "Fiz auditoria no ano passado e enviei para à Câmara, prefeitura e Justiça. Estou concluindo o balanço de 2001 e os balancetes de janeiro e fevereiro de 2002 para enviar. Os vereadores deveriam ir conhecer o trabalho da Comtur", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Homem é assassinado em Caraguá

Caraguatatuba - Um homem foi morto na madrugada de ontem com um tiro no peito em Caraguatatuba. Giovane dos Santos, de 25 anos, foi encontrado pela Polícia Militar após denúncia anônima num terreno baldio situado nos fundos de uma quadra poliesportiva de uma escola no bairro do Tinga, em Caraguá.
O crime ocorreu por volta da 1h da madrugada na rua Braisinho Reis, nas proximidades do número 90, próximo ao terreno onde o corpo foi encontrado.
Segundo informações da Polícia Civil de Caraguá, o tiro alojado no peito da vítima seria de uma pistola de calibre 12. A polícia afirmou que não tem pistas do autor do crime. (Fonte: ValeParaibano)

Escola de Iatismo terá 80 crianças em Ilhabela
Projeto implantado com dinheiro do governo federal é destinado a alunos da rede municipal

Ilhabela - Ilhabela será a primeira cidade do Estado a ganhar um núcleo do Projeto Navegar, criado para Secretaria Nacional de Esportes, que inicialmente irá beneficiar 80 crianças da rede municipal de ensino. Com os R$ 180 mil que conseguiu do governo federal a prefeitura irá criar a Escola Municipal de Iatismo.
Serão oferecidas aulas de canoagem e remo. O diretor de Esportes no município, José Roberto de Jesus, 38 anos, disse que a cidade já possui o título de Capital da Vela, mas faltava incentivo para dar oportunidades às crianças da cidade.
A escola vai funcionar sob direção da Secretaria de Esportes, no bairro Pequeá, e está prevista para começar a em maio. Atualmente já funciona a escola de vela no local, mas o número de alunos atendidos e material disponível é considerado pequeno. A inauguração deve contar com a presença do secretário nacional dos Esportes, Lars Grael, que assinou convênio com o prefeito Manoel Marcos (PTB).
De acordo com José Roberto de Jesus, o recurso obtido será usado para a compra de 15 veleiros, 15 caiaques, dois botes infláveis e dois motores de popa, além de material para audiovisual, como aparelho de tv e videocassete. Com o dinheiro também serão contratados os professores e monitores.
Caberá ao município a construção da sala de aula, refeitório, almoxarifado e abrigo para os barcos.
As aulas serão ministradas duas vezes por semana com a formação de dois grupos de vela e caiaque em cada período e devem durar quatro meses por turma. O projeto deve abranger crianças com idade entre 8 e 15 anos matriculadas na rede de ensino da cidade. A Secretaria de Esportes ainda não definiu como serão feitas as inscrições.
Ilhabela é conhecida como a Capital da Vela e no mês de julho realiza a Semana Internacional da Vela com a presença de grandes iatistas, como Lars Grael.
Para o diretor de Esportes, a Escola Municipal de Iatismo será uma oportunidade para descobrir novos atletas em condições de participar de competições olímpicas. "O município oferece todas as condições para a prática desse esporte", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Mistério marca participação de investigador na "Operação Caraguá"
Corregedoria investiga omissão do nome de policial ligado a Andinho em inquérito que apura morte de 4 no litoral

Caraguatatuba - A Corregedoria da Polícia Civil do Estado de São Paulo está apurando as causas da omissão de participação do investigador Rogério Salun Diniz, do 4º Distrito Policial de Campinas, em uma ação de policiais em Caraguatatuba que resultou na morte de quatro pessoas em outubro do ano passado.
Uma linha da investigação apurou que Diniz, preso em dezembro passado em São Paulo sob acusação de ligação com a quadrilha de Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, poderia ter coordenado a ação a mando do sequestrador.
Na "Operação Caraguá", nome pelo qual ficou conhecida a ação policial no Litoral Norte, quatro homens foram assassinados na troca de tiros com policiais num apartamento localizado no bairro Martin de Sá.
Dois deles --Anderson José Bastos, o "Anso", e Valmir Conti, o "Valmirzinho"-- eram acusados de ter envolvimento com a quadrilha de Andinho.
Além dessa suspeita, denúncias feitas à Ouvidoria da Polícia Civil de Campinas apontam a omissão da citação da participação do investigador na operação. No inquérito policial aberto para apurar o caso não consta o nome de Diniz.
Segundo o corregedor da Polícia Civil do Estado, Francisco Gastão Luppi, o advogado do investigador, Daniel Leon Bialski, confirmou a participação de Diniz na operação na segunda-feira passada.
"Essa confirmação significou um passo importante às investigações, que estão sendo realizadas em parceria com as delegacias de Campinas e de Caraguá".
Segundo o corregedor, não está descartada a hipótese de Diniz ter sido o mentor da ação em Caraguá. Luppi também está questionando se a Polícia de Campinas já teria conhecimento da ligação de Diniz com Andinho antes do "grampo" nas ligações que incriminaram ele e o investigador Eudes Trevisan, da Deas (Delegacia Especializada Anti-Sequestro), preso junto com Diniz acusado de ter participado do sequestro de Thiago Albejante Mazon, de Campinas, cuja autoria teria sido assumida por Andinho.
Segundo depoimento de quatro policiais de Campinas, Anzo e Valmirzinho morreram porque teriam resistido à prisão e abriram fogo quando o apartamento onde estavam em Caraguá foi invadido.
A Corregedoria investiga a possibilidade de execução a mando de Andinho, que estaria brigado com Anso devido a uma suposta disputa por uma namorada.
O delegado-titular de Caraguatatuba, Fábio de Carvalho Joaquim, afirmou que policiais do Litoral Norte não tiveram participação nenhuma na ação ocorrida na cidade e que o inquérito da ação realizada em outubro foi encaminhado para São Paulo.
ESTRATÉGIA- O advogado de Diniz, Daniel Leon Bialski, de São Paulo, informou ao ValeParaibano que o investigador teria utilizado uma estratégia na operação de Caraguatatuba para atrair Andinho ao apartamento para o possível flagrante.
"O investigador não pode ter envolvimento com a quadrilha uma vez que participa de uma ação para prender os criminosos", disse o advogado. (Fonte: ValeParaibano)

Transporte Escolar: Estudantes rechaçam proposta

Ubatuba - A AEUU (Associação dos Estudantes Universitários de Ubatuba) deve entregar hoje um documento à Câmara Municipal reivindicando mudanças no projeto de lei do Executivo que altera a lei que regula o repasse de verbas para o transporte de estudantes para Caraguatatuba e Taubaté.
A prefeitura, que mantém convênio com entidade para o financiamento de 50% da passagem de cerca de 500 alunos, quer mudar o valor do repasse para "até 50%".
A proposta da entidade é que seja mantido o repasse de 50% ou que seja feita uma triagem sócio-econômica da cada aluno para o custeio de 20% até 100% do preço da passagem.
Segundo o vereador Charles Medeiros (PSBD), a Câmara pediu o adiamento da votação, que estava marcada para terça-feira passada. Ele disse que os vereadores aguardam o documento da associação para elaborar emenda ao projeto. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura de Ubatuba volta ao horário normal
Horário de expediente foi alterado devido ao racionamento de energia elétrica

Ubatuba - O horário do expediente da Prefeitura de Ubatuba volta ao normal a partir de 18 de março. A Administração restabelece o horário das unidades administrativas das 8 às 18 horas, com duas horas de intervalo para o almoço. Já para secretaria de Obras e demais funções operários de outras unidades administrativas volta o horário das 7 às 17 horas, também com duas horas de intervalo para almoço. Por determinação do prefeito Paulo Ramos (PFL), desde o dia 4 de junho do ano passado o expediente da Prefeitura passou a ser das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas; medida esta adotada para a redução de consumo de energia.
Com as medidas de racionamento do Governo Federal a Prefeitura implantou o “Programa de Redução de Energia Elétrica Municipal” que foi desenvolvido nos prédios públicos. A meta de consumo atingida foi de 35%. A secretaria de Obras foi a responsável pelo desligamento de 50% da iluminação das praças e luzes ornamentais. (Fonte: ACS-PMU)

Diretoria do Instituto de Previdência Municipal toma posse

Ubatuba - A diretoria executiva do Instituto de Previdência Municipal de Ubatuba (IPMU) tomou posse na tarde de terça-feira, 4. O Instituto foi criado por lei em janeiro deste ano. O Fundo de Previdência Municipal deveria ser transformado em Instituto em 29 de março de 1998, atendendo uma exigência legal, mas a mudança só ocorreu neste ano, devido aos prazos perdidos pela administração anterior.
Na solenidade estiveram presentes o prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos (PFL), secretários e assessores municipais, gerentes de banco, funcionários e membros do Instituto. “ Tive o prazer de inaugurar o Fundo em minha primeira gestão e agora o Instituto. Espero que ele se reverta em grandes benefícios para os funcionários”, disse Ramos.
O IPMU é formado pelos Conselhos Administrativo e Fiscal, diretoria de seguridade e benefícios e diretoria de administrativo financeira. O Instituto compreende um conjunto de ações de iniciativa do Poder Público e de seus servidores destinado a assegurar o direito relativo à Previdência Social, mediante a contribuição de seus segurados ativos, inativos e pensionistas do município.
O secretário de Administração, Luiz Marino Jacob, disse que hoje o Instituto está regularizado junto ao Ministério da Previdência Social, com certificado de regularidade social. 1.236 funcionários ativos e 179 inativos fazem parte do Instituto, que hoje tem o ativo financeiro de R$ 31.235.182,36 aplicados em Fundos de Investimentos de cinco bancos.
No início da administração Paulo Ramos o então Fundo Municipal estava instalado em uma sala pequena no prédio da secretaria de Educação. Agora o Instituto funciona em uma sala ampla, com mobílias modernas e totalmente informatizado. O endereço é avenida Dona Maria Alves, 815, loja 2 , telefone 433-3044. (Fonte: ACS-PMU)

Profissionais da Saúde receberão qualificação para o combate à Dengue
A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da Secretaria Municipal de Saúde saiu na frente na corrida para o combate à Dengue. Objetivando qualificar os profissionais da Saúde, estará acontecendo uma capacitação para médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e Agentes de Saúde na próxima semana

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da Secretaria Municipal de Saúde, está fazendo uma parceria com o Estado no sentido de qualificar os profissionais da Saúde no combate à Dengue.
A epidemia, que tem sido uma problemática em todo Brasil, principalmente em cidades à beira-mar, está sendo controlada pela Saúde de Caraguá desde o ano passado, e por esse motivo, até o momento não foi registrado nenhum caso autóctone de Dengue, embora haja focos positivos da cidade. Dois casos atendidos em Caraguá eram importados, já que os pacientes vieram do Rio de Janeiro, onde a situação está bastante alarmante, a ponto da Dengue Ter se transformado em “pandemia” tamanho número de pessoas infectadas e mortes pela doença. Há ainda pesquisas que afirmam que o Aedes Egypti está se adaptando também à água suja para a reprodução das larvas, casos que tem acontecido em Recife (PE).
Na vizinha São Sebastião, o número de casos de contaminação tem aumentado a cada dia. De acordo com notícias veiculadas no Litoral Virtual, passa de 40 o número de casos registrados na cidade.
Entre os profissionais da Saúde que estarão participando da qualificação encontram-se médicos, agentes, enfermeiros e auxiliares de enfermagem, envolvidos no combate à Dengue.
Caraguatatuba já tem um nível alto de infestação de focos positivos, principalmente na região central, e o trabalho de controle e orientação da população pelos agentes de Saúde tem proporcionado bons resultados. Prova disso é o não surgimento de casos da epidemia até o momento. A Prefeitura de Caraguatatuba optou por desenvolver esse trabalho com esses profissionais - trabalho pioneiro em parceria com o Estado, para que, no caso de surgimento de suspeitas, os profissionais estejam qualificados para atender aos casos. Essa capacitação será iniciada com o treinamento dos profissionais de nível superior: médicos e enfermeiros, no dia 12/03 - um treinamento a respeito da Dengue, atualização no que diz respeito a diagnósticos e tratamento, e orientação em casos de Dengue hemorrágica. É importante evidenciar que a parte de infectologia de Caraguatatuba nunca lidou com a Dengue, que agora é uma realidade e é preciso inclusive saber conscientizar a respeito de criadouros e eliminação de focos.
Essa preparação é principalmente para as equipes do PSF, que poderão estar agindo frente às suspeitas. Para a Secretária de Saúde, Myrlene Veneziani, “os agentes serão a ponte entre a comunidade e as Unidades de Saúde, realizando a busca ativa, que inicia-se logo após a capacitação. São 12 equipes e 90 agentes trabalhando em toda a cidade”, frisou. Esses agentes estarão recebendo a qualificação no dia 15/03. Com as novas instruções, os agentes que já estão visitando as casas da cidade agora poderão reforçar a questão dos criadouros junto à comunidade e poderão identificar durante as visitas os casos de pacientes com suspeitas, fazer encaminhamento e acompanhar o doente após o diagnóstico.
Esse trabalho será ministrado pela Prefeitura Municipal de Caraguatatuba através da Secretaria de Saúde, Estado e DIR. O objetivo é preparar um esquema de combate à Dengue que envolva a comunidade no sentido de tomar atitudes para a prevenção. Esse trabalho objetiva também ter uma noção real da situação em que o município se encontra. Para Myrlene, “precisamos saber o quadro de evolução da doença, mostrando a importância em se eliminar os focos positivos e no caso de suspeitas, saber os procedimentos corretos. Todos nós fazemos parte da solução, para isso, basta cada um fazer sua parte”, enfatizou a secretária de Saúde.
Sintomas - Em caso de suspeita, os principais sintomas da Dengue são: dor nos olhos(globo ocular), febre de 39º a 40º, falta de apetite, dor nos músculos e nas juntas (em crianças é comum Ter dor no abdômen), cansaço intenso, enjôos seguidos ou não de vômitos e manchas vermelhas por todo o corpo com coceira. Vale lembrar que os sintomas aparecem ao mesmo tempo, e se houver suspeita, é necessário procurar a Unidade de Saúde mais próxima, ou o Pronto-Socorro. É importante não tomar remédios com princípio ativo de aspirina (e outros ácidos), que podem provocar hemorragia. (Fonte: PMC)

Saúde de Caraguatatuba distribui 8 mil kits de Higiene Bucal

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da Secretaria de Saúde, distribuirá no próximo dia 7 de março 8 mi kits de higiene bucal. O material será entregue em todas as escolas da rede municipal para crianças da 1ª à 4ª série. Serão entregues escovas e pastas de dentes, além de folhetins explicativos. Para a realização deste evento a prefeitura de Caraguá fez a uma parceria com a empresa Colgate. A Secretária da Saúde, Myrlene Veneziani participará das doações dos kits.
A divisão de saúde bucal também está promovendo palestras dirigidas às crianças, após recente volta às aulas. Estão sendo retomadas nas escolas municipais explicações sobre escovação e bochechos com flúor.
No último dia 1º houve uma palestra no EMEF do Perequê-Mirim (Escola Municipal de Educação Fundamental Profº Geraldo Lima). Já no dia 6, a EMEF do Massaguaçu (Benedito Inácio Soares) e EMEF do Travessão (Alaor Xavier Junqueira), recebeu a visita da divisão de saúde bucal.
Programação - O setor está a agenda marcada para as próximas palestras. No próximo dia 7 a escola visitada será a EMEF Oswaldo Ferreira. O local também recepcionará a Secretária da Sáude, Myrlene Veneziani.
No mesmo dia a creche do bairro do Piranga estará apresentando aos pais uma palestra com o tema “Os cuidados com a boca do Bebê”.
A partir de abril a divisão da saúde bucal estará dando atenção especial à gestante. A odonto-pediatra Viviane Barros estará promovendo palestras sobre orientação, ressaltando a importância da higiene bucal na relação mãe e filho. Para mais detalhes sobre o assunto, favor entrar em contato com o telefone 422-4660. (Fonte: PMC)

Caraguá sedia torneios de pesca do Vale do Paraíba

Caraguatatuba - Caraguá vai sediar duas competições de pesca no mês de março. As competições vão acontecer na praia Massaguaçu, com o apoio da Prefeitura Municipal de Caraguá. A realização é da Federação Paulista de Pesca e Lançamento.
Uma das competições é o 2º Torneio de Pesca Jô Calçados / ADC Embraer - Milan, que vai acontecer no próximo dia 9, das 13h30 às 18 horas e no dia10 de março, das 6h30 às 11 horas.
Outra prova de pesca vai acontecer em março, na Massaguaçu. Trata-se do Torneio de Pesca Nestlé Caçapava. O torneio vai ser realizado no dia 16, das 13h às 18h e no dia 17, das 6h30 às 11h30.
As duas competições vão acontecer na Praia de Massaguaçu, local onde acontecem as principais competições de pesca de arremesso. A praia de Massaguaçu já sediou, inclusive, campeonatos mundiais de pesca. Informações com a Federação, fone: (011) 3672-0627. (Fonte: PMC)

Crianças do CEI Rio do Ouro participaram de piquenique no acampamento
As crianças do Grupo I-A do CEI “ Profª Honorina Pacheco Corrêa, no Rio do Ouro, uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba e Fundação Orsa, participaram de uma atividade diferente nesta semana, com direito a piquenique e muita diversão, nas dependências da creche

Caraguatatuba - As crianças do CEI - Centro de Educação Infantil “Profª Honorina Pacheco Corrêa”, no Rio do Ouro, participaram de uma tarde de atividades diferentes e descontraídas. A equipe do CEI preparou para os alunos do Grupo I-A um piquenique no gramado da creche, onde está montado o acampamento - um dos cantinhos lúdicos do prédio, onde as crianças normalmente desenvolvem várias brincadeiras e atividades.
O piquenique aconteceu nessa semana, no “Acampamento Legal”, com direito a comemoração de aniversários das crianças e das bonecas. Para a coordenação do CEI, a simulação de situações de faz-de-conta nesta área, incentiva as crianças a interagirem desenvolvendo autonomia de forma prazerosa. Na semana anterior, os alunos do Mini Grupo ( 18 meses a 2 anos) já tinham participado do acampamento.
O Grupo I aproveitou o piquenique durante toda a tarde, coordenados pelas ADI’s - Auxiliares de Desenvolvimento Infantil, que participaram da brincadeira, incentivando as crianças a entrarem no “faz-de-conta”, de maneira descontraída.
O CEI “Profª Honorina Pacheco Corrêa”, é uma das parcerias entre a Prefeitura e Fundação Orsa, e foi destaque em fevereiro, pela premiação que Caraguatatuba recebeu em Educação, com o Prêmio Mérito, no qual o trabalho pedagógico destacado foi aplicado no Cei Rio do Ouro, em 2001, época em que a creche tinha não mais que 7 meses de vida. (Fonte: PMC)

A alegria da música contagiou as crianças do CEI em Caraguá
Alegria e descontração marcou a tarde da última sexta-feira 1, quando as crianças do Grupo II, do Rio do Ouro participaram de uma atividade envolvendo música e ritmos

Caraguatatuba - O CEI “Profª Honorina Pacheco Corrêa”, no Rio do Ouro, uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Caraguatatuba e Fundação Orsa, desenvolveu uma atividade bastante prazerosa para as crianças do Grupo II (3 anos a 3 anos e 11 meses).
A atividade da tarde de Sexta-feira 1, esteve relacionada a música e ritmos. Numa roda bastante descontraída, os alunos, incentivados pela professora e pela coordenadora pedagógica, cantaram, dançaram e acompanharam ritmos das canções utilizando cascas de coco, pintadas pelos próprios alunos da creche.
De acordo com a coordenação do CEI, o principal objetivo do trabalho foi formar uma bandinha aproveitando sucatas especialmente preparadas para o trabalho musical como: tambores, tampas de panelas e chocalhos confeccionados com garrafas PET.
Trabalhando música e ritmo, foi possível desenvolver a expressão musical e corporal de forma criativa e alegre, proporcionando às crianças momentos lúdicos de aprendizagem.
O CEI “Profª Honorina Pacheco Corrêa”, foi destaque em fevereiro, pela premiação que Caraguatatuba recebeu em Educação, com o Prêmio Mérito, no qual o trabalho pedagógico destacado foi aplicado no Cei Rio do Ouro, em 2001, época em que a creche tinha não mais que 7 meses de vida. (Fonte: PMC)

Ginástica para a terceira idade acontece na praça Diógenes Ribeiro de Lima

Caraguatatuba - As aulas para a Terceira Idade fazem parte da programação da secretaria de Esportes e Recreação de Caraguá. As auklas do centro estào acontecendo na Praça Diógenes Ribeiro de Lima das 7h30 às 8h30, monitoradas pelo professor Dagoberto Oliveira Azevedo. Segundo ele o local é provisório, pois a Secretaria quer encontrar um local adequado para os dias de frio, garoa ou chuva.
Também estão acontecendo aulas de ginástica no Ciefi do Massaguaçu, das 8h às 9h. Já na quadra do Poiares a atividade para a terceira idade é o vôlei adapatado, das 15h às 18 horas. As aulas estão abertas a todos os interssados, homens ou mulheres. Para se increver basta ir até o local das aulas e falar como o professor Dagoberto.
Segundo ele, é preciso levar xerox da Carteira de Identidade e comprovante de residência. As aulas do professor Dagoberto têm feito muito sucesso em Caraguá e cada vez mais pessoas passam a praticar a ginástica e vôlei adaptado. Segundo o professor Dagoberto as aulas são adaptadas para a faixa etária dos participantes e não há contra-indicações. (Fonte: PMC)

Bairro recebe mini-rotatórias, redutores e focos de segurança em área escolar

Caraguatatuba - O bairro Massaguaçu acaba de receber ações da Ditran - Divisão de Trânsito, que através de sua equipe de Sinalização Viária, concluiu no dia 5 de março, a implantação de redutores, mini rotatórias e sinalização em atendimento às reivindicações da população do bairro.
O objetivo foi assegurar melhores condições de segurança aos pedestres a aos alunos da EMEF Benedito Inácio Soares. A equipe de Sinalização Viária implantou ainda dois focos de sinalização com dispositivos luminosos e placa de advertência de área escolar acoplada em poste em cada escola e uma mini rotatória, que disciplinará o trânsito e reduzirá a velocidade naquele local.
A Ditran Já colocou lombadas em vários locais na Massaguaçu. Segundo o Cel. Celso Rapacci, a experiência da mini-rotatória foi muito positiva e deverá ser implantada em outros pontos críticos do bairro, como cruzamentos e áreas de conflitos de trânsito.
É a primeira vez que a Ditran implanta uma mini-rotatória. As próximas ações serão concentradas no Rio do Ouro e região Sul, na Avenida José Pinheiro da Costa Jr. e Perequê Mirim.
Em parceria com a SSM serão implantados novos redutores de velocidade e a respectiva sinalização com tachões reflexivos, placas e pintura, sempre visando assegurar ao cidadão, condições seguras de circulação.
A Ditran já implantou dispositivos de segurança nas escolas do Indaiá, Tinga, Rio do Ouro, Casa Branca, Perequê Mirim, Ipiranga, com resultados positivos na redução de acidentes de trânsito. (Fonte: PMC)

São Sebastião - 366 anos de Emancipação Político-Administrativa

São Sebastião - Descoberta dos Primeiros Habitantes - Durante 28 anos após serem descobertas, em 20 de janeiro de 1502, as terras que abrigam a cidade de São Sebastião foram habitadas por índios Tupi, que expulsaram para o interior as tribos inimigas e impuseram o seu domínio as demais.
Neste trecho da costa brasileira coexistiam duas tribos: os Tupinambás viviam nas terras ao norte, em direção a Angra dos Reis e os Tupiniquins viviam nas terras ao sul, em direção a Bertioga.
A divisa natural entre as tribos era a praia de Boiçucanga, o que em tupi significa cobra da cabeça grande.
O alemão Hans Staden, que foi aprosionado pelos índios, em 1593, relata em seu livro "Duas Viagens ao Brasil" as primeiras memórias dessa época, contando sobre os massacres entre tribos rivais na praia de Boiçucanga e a prática de antropofagia. "Estou chegando eu, vossa comida" ,escreve.

Surge o Povoado - Os primeiros registros do povoado começam a surgir apenas em 1530. Nesse período, Portugal, apesar de ter sido o primeiro país a se lançar ao mar, estava com graves problemas financeiros.
O caminho às Índias já havia sido descoberto por outros países como Holanda e Inglaterra, afetando o comércio de especiarias, como o cravo, a canela e o açúcar. O sonho de encontrar o Eldorado – uma montanha de ouro - nas terras brasileiras surge com toda força.
O rei de Portugal conhecia apenas a costa brasileira, mas sabia que era muito comprida, então dividiu a terra em 15 imensos lotes, denominadas de capitanias -, e doou- as para os donatários, pessoas de confiança que vinham para o país com a família.
Os donatários tinham o poder de vida e morte. Eles podiam doar terras, como é o caso das sesmarias, e escravizar índios. Em troca tinham o dever de proteger a terra de piratas, principalmente dos franceses, que vinham em busca de pau-brasil, e levar benfeitorias para Portugal, seja através de metais preciosos ou da produção de cana-de-açúcar.
Os irmãos Martim Afonso de Souza e Pero Lopez de Souza receberam as capitanias conhecidas como "do sul": São Vicente, Santo Amaro e Santana. Nesta primeira divisão a região onde se desenvolveu a vila de São Sebastião pertenceu à capitania de Santo Amaro.
As Primeiras Sesmarias - Os registros dessa região surgem no final do século XVI e início do século XVII, quando toda a área passa a ser conhecida como capitania de São Vicente e iniciam as primeiras doações de sesmarias.
As primeiras sesmarias foram doadas por Lopo de Souza, residente na vila de Santos, a Diogo Rodrigues e José Adorno, em 1586, na Costa Sul (com direção a Bertioga). Nestas terras não floresceu povoação em função, provavelmente, dos sesmeiros não terem ocupado o território.
Em 1603 e 1609 foram doadas as sesmarias em frente à Ilha de São Sebastião (Ilhabela), terras que abrangem da praia do Cabelo Gordo até o rio Juqueriquerê, em Caraguatatuba, respectivamente, para Diogo de Unhate e João de Abreu.
Esses sesmeiros foram os primeiros a se instalar de fato na região e dedicaram- se ao cultivo da roça de subsistência como: cana, milho, feijão, mandioca e algodão. Além disso, estabeleceram os primeiros engenhos de açúcar, o que devido à falta de terras planas em grande quantidade e de incentivo por parte da coroa portuguesa, não foi adiante.
Nessa época, o sesmeiro, quando recebia a terra, doava a melhor parte para o santo padroeiro, no caso, São Sebastião, para que fosse erguida uma capela, e assim, surgiu a Igreja Matriz.
O surgimento da capela foi um fator determinante para que São Sebastião fosse reconhecido como povoado e, posteriormente, na emancipação político- administrativa, pois além da função religiosa, era normativa e institucional.
Ilhabela, por exemplo, foi doada por Francisco de Escobar Ortiz antes de 1603 e não se tornou povoado por falta de uma capela.

O Povoado se transforma em Vila - Mas o povoado aos poucos foi progredindo e se emancipa da vila mais próxima, que era Santos, em 16 de março de 1636.
Quando São Sebastião eleva-se à categoria de vila, rapidamente a Câmara Municipal transforma-se no orgão mais importante da administração geral pois, antes disso, apesar de todo registro ser feito na igreja local, tínhamos que obedecer às leis vindas de Santos.
O poder compunha-se de Alcaidaria (Justiça) e do Conselho (Vereadores), cujo número variava conforme a importância da povoação. A eleição era feita de forma indireta, por meio de um colégio eleitoral de seis membros escolhidos pelo "povo". Eleitores e candidatos deveriam ser escolhidos entre os "homens bons", categoria da qual estariam excluídos os oficiais mecânicos, judeus e artesãos.
Surgem os primeiros vereadores: Francisco Escobar Ortiz, Francisco Pinheiro e Nuno Cavalheiro, responsáveis pela criação dos códigos de posturas, vereações e costumes da cidade, ou vila, inclusive estipulando preços de logradouros, lotes e delimitando a parte urbanística da cidade.
Eram eleitos ainda os juizes ordinários, aos quais competia superintender a polícia e a quem ficavam subordinados o alcaide e seus auxiliares. O primeiro juiz ordinário da vila de São Sebastião foi Diogo Castanho Torres.

Porto, Fumo e Aguardente: A Vila Prospera - São Sebastião se tornou próspera e populosa. Isto devido, principalmente, ao aumento do escoamento de produtos pelo porto, que com um grande calado natural, ajuda a vila enriquecer e, então, começa-se a produzir, principalmente, o fumo e a aguardente.
Em torno da Matriz se fixa grande parte da população. Também nessa época é construído o prédio da Câmara e Cadeia, assobradado, com telhado de quatro águas, fachada simétrica e escadarias externas. Num local próximo ( ainda não identificado) ficava o pelourinho, local público de castigo dos escravos e presos.
Logo chegaram os religiosos para prestar serviços à população. Os franciscanos instalaram-se ao norte da vila de São Sebastião, hoje bairro São Francisco, onde construíram o convento de Nossa Senhora do Amparo. Os carmelitas receberam as terras ao sul da vila, na praia do Guaecá, onde instalaram um grande engenho e também a capela de Nossa Senhora.
Afonso Tomé, um historiador que passou pelo canal em 1700, descreve a cidade como sendo muito bonita, com um palacete maravilhoso, que devia ser a casa de Câmara e Cadeia, uma igreja e com casas iguais às dos índios, protegidas por paliçadas.
Em 1768, existem registros que, de uma população de 3 mil pessoas, 2 mil era escravas. A região, incluindo Caraguatatuba e Ilhabela, chegou a possuir 106 fazendas, sendo 25 engenhos de açúcar.

Vontade Política Proíbe Livre Comércio - A partir de 1788, São Sebastião volta a conhecer novamente um período de estagnação econômica, devido a ordem do capitão-general da província de São Paulo, cargo ocupado atualmente pelo governador do Estado, pela qual nenhuma embarcação poderia carregar nas vilas de marinha sem seguir, obrigatoriamente, para o porto de Santos.
Com o comércio marítimo prejudicado, muitos comerciantes, fazendeiros, agricultores e donos de engenho abandonaram a vila e se mudaram para outras regiões, em 1798, restavam apenas 6 dos 25 engenhos mencionados. Foi uma época muito difícil, muita gente foi embora, mas também muita gente lutou. "Em nome de todo o povo e em o nosso, para que permitta vexa a continuação do commercio, pois em nada se prejudica a sua majestade"
A partir de 1798, após muitos apelos e protestos, voltou a liberdade de comércio e novamente, um surto de desenvolvimento econômico na cidade, maior ainda, devido a descoberta do ouro nas minas gerais, que começam a escoar pelo porto da vila, o que faz com que se inicie a produção de mantimentos, que serão comercializados através das trilhas e dos tropeiros.
No início do século XIX ampliaram-se os canaviais, multiplicaram-se os engenhos e a população aumentou. A produção sebastianense saltou de 12.747 arrobas de açúcar para 39.893 e de 131 pipas de aguardente para 239.
Novas ameaças de invasões e saques, desta vez, promovidas por piratas espanhóis, levam o governador da província de São Paulo a autorizar a construção de quatro fortes, sendo os principais na Ponta do Araçá, Santa Cruz e Sepetiba.

Elevação da Vila à Cidade - Em 1875, o crescimento populacional, o número de casas erguidas ao redor da Matriz, e a economia cafeeira, levaram a Câmara a solicitar a Portugal que a vila fosse elevada à categoria de cidade.
Após esse período a economia volta a decair, por causa da abolição da escravatura e a construção da estrada de ferro, que liga Santos a São Paulo, leva o transporte de mercadorias para longe das cidades desta região.
Muito antes da construção da estrada de Santos, havia sido iniciada a chamada estrada do padre Dória, que tinha início no bairro do Porto Grande e faz parte da estrada do Rio Pardo. Quando o padre morreu, em 1832, a obra, que ligaria São Sebastião a Salesópolis e de lá seguiria para Mogi das Cruzes, foi paralisada.
Tudo isso atravancou o desenvolvimento da cidade. A população sofreu muito nessa época, muitas fazendas foram queimadas e abandonadas. A população voltou- se para atividades mais diversificadas e que garantissem sua sobrevivência imediata. Esse é o período de ascensão da pesca artesanal e da roça de mantimentos.

São Sebastião aclama a República dos Estados - Em 20 de novembro de 1889, a Câmara Municipal, reunida em sessão extraordinária, aclamou por unanimidade a República dos Estados Unidos do Brasil.
A par dos núcleos caiçaras voltados para a pesca e agricultura, na área urbana de São Sebastião, a elite se divide em funcionários públicos, já que nessa época aparecem os cartórios de registros civil e de imóveis e as casas de coletoria, os políticos e os professores.
Somente a partir da metade do século XIX, com a construção da estrada SP- 55, ligando o Litoral ao Vale do Paraíba, a construção do Porto de São Sebastião, a chegada da Petrobras e o incremento do turismo, ocorre um novo surto econômico na região.
"Fica o poder executivo autorizado a construir no porto de São Sebastião um molhe para atracação de vapores, bem como uma estrada de rodagem para automóveis de Santos á Ubatuba, pelo litoral...", 7 de agosto de 1929 – Manoel Hyppolito do Rego.

Novos Tempos - A área central, antes ocupada por roças de mantimentos, é desapropriada para dar lugar à Petrobras. A população passa a ocupar lugares mais distantes e antes desabitados.
Com a descoberta da cidade pelos turistas, a população costeira vende suas posses e migra para o Sertão. A faixa de marinha e adjacentes à praia são ocupadas por casas de veraneio e, mais tarde, por condomínios fechados.
A população abandona as roças e a pesca artesanal e volta-se para os serviços ligados aos turistas. Apenas uma pequena parcela sobrevive da pesca. (Fonte: PMSS)

Comemorações do aniversãrio de São Sebastião

São Sebastião - No dia 16 de março, a cidade de São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, completa 366 anos de Emancipação Político- Administrativa e, para comemorar, organizou vários eventos:

08/03  - Sexta-feira
Sarau - Tributo a Mulher - Com Antônio Carlos - Local: Setec - Horário: 20h
Posse do Conselho Municipal da Condição Feminina - Local: Setec - Horário: 20h

08 e 09/03 – Sexta e Sábado
1º Mega Music Gospel - Local: Praça de Eventos – Rua da Praia - Horário: 20h

09/03 – Sábado
2ª Exposição de Cães da Raça Pastor Alemão - Local: Campo da Marinha - Horário: 10h

11/03 – Segunda-feira
Peça Teatral: "Hair" - Local: Teatro Municipal - Horário: 19h e 21h

12/03 – Terça-feira
Gincana Apell – - Local: Tebar Praia Clube - Horário: 13h e 18h
Inauguração da sede da Sec. de Des. Econ. e Social e Fuss Local: Sede da sec. de Desenvolvimento Econômico e Social - Horário: 17h
Apresentação da Faculdade da Terceira Idade – Local: Teatro Municipal - Horário: 20h

13/03 – Quarta-feira
II Romaria Equestre São Sebastião – Aparecida – Local: Praça da Igreja Matriz - Horário: 18h
Peça Teatral: "Café Com Bobagem" – Jornalista: Vera - Local: Teatro Municipal - Horário: 21h

14/03 – Quinta-feira
10h - Inauguração da EM Canto do Mar
Final do Campeonato Futebol de Areia –Local: Rua da Praia - Horário: 20h
Tributo ao Caiçara (Oficinas Culturais) – Local: Teatro Municipal - Horário: 21h

15/03 – Sexta-feira
10h – Inauguração das obras do 1º ano da Administração –  Local: Topolândia
Lançamento do Livro "São Sebastião – Transformações de um Povo Caiçara, Exposição e Calendário "Alma Caiçara – Nossa Cultura" - Local: Sede da Secretaria de Turismo, Esportes e Cultura - Horário: 18h
Show do Ultraje a Rigor – Local: Praça de Eventos – Rua da Praia - Horário: 23 horas

16/03 – Sábado
6h – Alvorada
8h – Hasteamento de Bandeiras
9h – Desfile Cívico - Local: Rua da Praia
16h – Sessão Solene - Local: Teatro Municipal
17h30 – Futebol de Artistas - Local: Rua da Praia
21h – Acústico Zimbo Trio - Local: Teatro Municipal
23h- Chitãozinho e Xororó e Show Pirotécnico - Local: Praça de Eventos – Rua da Praia
24h – Show Xote das Meninas ( Forró) - Local: Praça de Eventos – Rua da Praia

17/03 – Domingo
9h – Final de Futebol de Masters –  Local: Rua da Praia
9h – Prova Natatória – II Etapa do Campeonato Paulista de Águas Abertas
Local: Balneário dos Trabalhadores – Praia Grande
14h30 – Inauguração do Píer – Pontal
16h – Inauguração do Píer – Rua da Praia
17h – Clínica de Voleibol

19/03 - Terça-feira
18h – Recital de Piano com Castelani

23/03 – Sábado
10h – Inauguração da EM de Barequeçaba
14h – Inauguração da reforma da EM Dulce César – Maresias
16h – Inauguração da reforma EMEI Boiçucanga e Instalação da UBS
23h – Tributo a Luiz Gonzaga - Local: Praça Pôr-do-sol – Boiçucanga

28/03 - Quinta-feira
9h – Lançamento do Projeto de Informatização das escolas municipais "Eu Tenho Futuro" –
Local: Teatro.  (Fonte: PMSS)

XV de Caraguatatuba anuncia novo técnico

Caraguatatuba- O ex-zagueiro Paulão, que já atuou por quase todos os times da região, é o novo técnico do XV de Caraguatatuba. Ele comandava as escolinhas de futebol do clube e agora trabalhará ao lado do preparador físico Cláudio Ferreira, técnico interino em algumas partidas do ano passado, e também do assistente Marlon. Segundo o presidente Francisco Mastromônico, os três coordenarão a avaliação dos jogadores que devem chegar na próxima quarta, na abertura da pré-temporada para mais uma edição da Série B-1, a partir do dia 7 de abril. (Fonte: ValeParaibano)

Livovali oferece curso de aperfeiçoamento

Litoral Norte - A Livovali (Liga de Voleibol do Vale do Paraíba e Litoral Norte) promove a partir de amanhã o curso técnico de vôlei "Aprendizagem, Aperfeiçoamento e Tendências de Treinamento", ministrado pelo instrutor da comissão de treinadores da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei), João Crisóstomo Bojikian, autor do livro "Ensinando Voleibol". As inscrições são limitadas (70 vagas) e o curso --voltado para jogadores e técnicos-- contará com aulas teóricas e práticas, com carga horária de 20 horas. As inscrições variam entre R$ 30 a R$ 50. Informações pelo telefone (12) 3952-2116, ou pelo e-mail livovali@livovali.com.br. (Fonte: ValeParaibano)

Spot CyberCafe patrocina Municipal de futmesa

Ubatuba - O centro de entretenimento eletrônico “Spot”, um ponto de encontro de internautas e aficcionados por jogos de computador em rede, fechou acordo com a AUFM (Associação Ubatubense de Futebol de Mesa) para patrocinar o Campeonato Municipal, o mais importante da cidade, que terá início neste Sábado, 9 de Março.
A AUFM divulgou as tabelas do evento, que terá a participação de 16 botonistas, divididos em 2 grupos. Dentro dos grupos, todos se enfrentarão em turno único e os 4 primeiros colocados de cada grupo se classificarão para a Fase Final. Paralelamente, os botonistas disputarão um campeonato pot equipes.
Os maiores favoritos ao título são Edu Macedo Jr (líder do ranking) e Ednelson Prado (atual campeão), mas outros jogadores vêm crescendo de produção e podem surpreender. Um exemplo disso foi a conquista de Fernando Macedo na Copa Fonseca (Fevereiro) em cima do próprio irmão, 1o do ranking, que tentava o trí-campeonato.
Além de premiar os três primeiros colocados com troféus e os integrantes da equipe campeã com medalhas, o Spot CyberCafe dará horas grátis de uso para os melhores do campeonato poderem se divertir com os jogos disponíveis em sua rede de computadores.
Mais detalhes sobre o Campeonato Municipal e os eventos promovidos pela AUFM podem ser encontrados no site da associação ( www.futmesaubatuba.hpg.com.br  ), atualizado semanalmente.

Carta do Leitor

Mais atenção para Massaguaçú - Eu e minha familia estamos revoltados com a prefeitura de Caraguá, pois meus pais possuem uma casa em Massaguaçu, e o bairro está lamentável, não possue asfalto, quando chove os carros derrapam e já houveram várias raladinhas bestas devido a lama e muitos buracos. Está horrível. O IPTU não falha, chega todos os anos, mas o asfalto nunca. E a prefeitura está preocupada em padronizar o calçamento da cidade. Sacanagem, não???
Existem também muitos terrenos alagados (sem aterro) no bairro, temos medo de um surto de dengue, não soubemos de nenhuma prevenção da doença pela Prefeitura. Infelizmente estamos evitando de ir a Caraguá nos finais de semana pelo relaxo que o bairro se encontra.

Cristiane Bersani Pilão
São Paulo - SP


Resgate de Alma-Ata - A Conferência Internacional sobre Cuidados Primários de Saúde, reunida em Alma-Ata, na então União Soviética, em 12 de setembro de 1978, expressou a necessidade de ação urgente de todos os governos, organizações não-governamentais do setor e da comunidade mundial, no sentido de promover a saúde dos povos. Com esse objetivo, a chamada Conferência de Alma-Ata formulou a seguinte declaração: "Uma das principais metas sociais dos governos, das organizações internacionais e de toda a comunidade mundial na próxima década deve ser a de que todos os povos do mundo, até o ano 2000, atinjam um nível de saúde que lhes permita levar uma vida social e economicamente produtiva. Os cuidados primários de saúde constituem a chave para que essa meta seja atingida, como parte do desenvolvimento, no espírito da justiça social".
Exatamente no ano 2000, data limite para o cumprimento das metas de Alma-Ata, relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) colocava o Brasil no 125º lugar no ranking da instituição. A incômoda posição refletia os equívocos da política de saúde ao longo de todo o século e, claro, a exclusão social, à qual está atrelada parte significativa de numerosas doenças, endemias e epidemias.
Apesar dos esforços empreendidos pelo governo nos últimos anos, nos quais é possível notar avanços em alguns indicadores, o País continua enfrentando problemas sérios de saúde pública. Alguns aspectos são mais preocupantes, como o recrudescimento da hanseníase (hoje, em número de casos por 10 mil habitantes o Brasil somente é superado pela Índia), endemias (malária, cólera, febre-amarela e dengue, sendo esta uma ameaça mais contundente neste início de 2002) e mortalidade infantil superior a 35% (na média nacional).
Segundo a conferência de Alma-Ata, da qual o Brasil é signatário, "o Estado tem de proporcionar serviços de proteção, prevenção, cura e reabilitação, conforme as necessidades". Porém, como ocorre em outras nações, o Estado brasileiro não tem capacidade de atender de forma eficiente o contingente de 66% dos brasileiros (cerca de 112 milhões de pessoas, o equivalente à população da Nigéria, 10ª maior em todo o mundo) que dependem, única e exclusivamente, do Sistema Único de Saúde (SUS).
Felizmente, muitas organizações do Terceiro Setor têm realizado trabalho exemplar no campo da saúde, contribuindo para que o Brasil, pouco a pouco, se distancie menos dos compromissos e metas de Alma-Ata. Exemplo disso encontra-se nas ações desenvolvidas pela Fundação Orsa. Na área da saúde, especificamente, a instituição luta contra a desnutrição infantil, atua no combate ao câncer pediátrico e na atenção humanizada ao recém-nascido de baixo peso. Não se trata aqui de colocar sob os refletores uma instituição ou o grupo de fundações e institutos do setor privado que, no campo da saúde, como em outras áreas, realizam ações em prol de uma sociedade mais justa, inclusão social e melhoria das condições de vida de milhares de brasileiros. A questão é que no trabalho prático do Terceiro Setor fica explícito que há soluções reais, exeqüíveis.
A crítica sistemática aos problemas de uma Nação, não atrelada a quaisquer sugestões de equacionamento, é uma posição muito cômoda, que beira à irresponsabilidade. Obviamente, a sociedade organizada deve manter-se mobilizada para, democraticamente, cobrar do Estado o exercício de suas responsabilidades. No entanto, a sociedade vencedora no contexto da história é aquela que assume verdadeiramente o seu papel no contexto da Nação. E isto implica responsabilidades, deveres e direitos.
Fazer outorga mais autoridade ao ato de criticar. É muito fácil perceber isso no trabalho das instituições do Terceiro Setor e na sua interação com a sociedade e o próprio Estado. Um bom exemplo encontra-se justamente nos programas de saúde, que têm contribuído para que o Brasil resgate seus compromissos como signatário de Alma-Ata.

Sergio Amoroso
Presidente do Grupo Orsa e instituidor da Fundação Orsa
Ganhou o Prêmio Empreendedor do Ano (2001) da Ernest Young - Categoria Responsabilidade Social
saga@grupoorsa.com.br


Marina Uba Uba Free Wallpaper

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.

 

Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor