Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 09 de setembro de 2002 - Nº 612 Edições Anteriores

Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Secretaria Estadual elabora minuta 3 do Gerenciamento Costeiro

Caraguatatuba:
   Educação é tema da palestra para professores estaduais
   Banco do Povo beneficia autônomos em Caraguá
   Creche Meimei entregou 120 pulôveres de lã para crianças
   Bispo de Caraguatatuba visita Câmara Municipal
   Câmara aprova denominação de ruas para pessoas vivas
   Câmara de Caraguá participa do Plebiscito da Alca

Ilhabela:
   Escola de Ilhabela recebe Área de lazer

São Sebastião:
   Prefeitura e Polícia Civil discutem medidas de segurança
   Polícia Ambiental registra degradação ambiental em Barra do Una

Ubatuba:
   Comitê de Gestão irá fiscalizar plano de Governo
   Conselheiros do Instituto de Previdência tomam posse
   Ubatuba promove encontro pela paz

   Carta do Leitor


Secretaria Estadual elabora minuta 3 do Gerenciamento Costeiro

Litoral Norte - A Secretaria Estadual de Meio Ambiente está elaborando a nova minuta de decreto para o Litoral Norte, destinado a regulamentação da lei 10.019/98, que dispõe sobre o Gerenciamento Costeiro. A coordenadora de Planejamento Ambiental da Secretaria, Lúcia Bastos Ribeiro de Sena, explicou ontem, em Caraguatatuba, que a elaboração da chamada minuta 3, visa organizar trabalho para discussão.
O objetivo é reunir aspecto válidos na minutas 1 e 2, no novo documento que permitirá estabelecer o zoneamento ecológico e econômico da região. A minuta 2, que havia substituído a minuta 1, foi considera incompatível à lei 10.019/98, por falta de mapeamento e porque previu que as zonas de 2 a 5 ficariam a cargo dos municípios.
Pela minuta 2, a zona 1 compreendia as áreas lindeiras a unidades de conservação, numa faixa de 50 metros medidas em projeção horizontal, a partir dos Parques Estaduais e as Estações Ecológicas. A minuta 1 era mais restritiva em termos de preservação ambiental.
A consultoria jurídica da Secretaria Estadual emitiu parecer sobre a minuta 2, considerando a incompatibilidade. Quanto à minuta 1, apenas recomendou para que o grupo de trabalho que discute a proposta de regulamentação da lei, evite risco de criar desapropriação de terras.
anteontem, a reunião em Caraguatatuba aconteceu na sede da Associação dos Engenheiros de Arquitetos. Cerca de 20 pessoas compareceram, entres elas, representantes das prefeituras de São Sebastião, Ilhabela e Caraguatatuba, e de organizações não governamentais, além do coordenador do Gerenciamento Costeiro, no Litoral Paulista, Martinus Filet, funcionário da Secretaria Estadual.
Já existe minuta de decreto para formalizar o grupo de trabalho tripartite que existia, até então, sem esta formalidade, prevista na lei 10.019. Filet e Lúcia esperam que o documento seja homologado em breve pelo governador do Estado, para que o grupo de trabalho seja formado. Ambos também afirmam que a meta é para que o decreto de zoneamento entre em vigor ainda este ano.
Além da discussão das minuta 3, pelo grupo tripartite (Estado, municípios e sociedade civil), ainda devem ser promovidas audiências públicas, cumprindo ritos do Consema (Conselho Estadual de Meio Ambiente). A minuta também deverá ser apreciada pelo plenário do Consema.
Anteontem, Teo Balieiro, membro da Federação Pró Costa Atlântica, entidade que reúne associações de bairros da Costa Sul de São Sebastião, disse estar muito satisfeito com a notícia de minuta 3. Ele se apresentou crítico ao documento 2, e favorável à minuta 1. “Acredito que poderemos chegar a um consenso”.
O advogado Marcos Lopes Couto, representando as Faculdades Módulo, também disse estar partidário à minuta 3. Para ele, os resultados hoje mostram vitória da sociedade civil. “A sociedade não participou sozinha, mas teve grande parcela neste processo”. (Fonte: Imprensa Livre)

Educação é tema da palestra para professores estaduais
O secretário de Estado da Educação de São Paulo, dr. Gabriel Chalita vem novamente à Caraguá na próxima terça-feira 10, para discutir temas relativos à educação. Participarão do encontro 500 professores da rede estadual e 100 educadores da rede municipal a convite da Diretoria Regional de Ensino

Caraguatatuba - Caraguá recebe o professor doutor Gabriel Chalita, Secretário de Estado da Educação pela segunda vez. O primeiro encontro, no qual Chalita palestrou sobre afetividade com professores da rede municipal aconteceu em 2001, no auditório da Fundacc, onde o secretário se reuniu com cerca de 300 profissionais.
Desta vez, Chalita vem a Caraguatatuba no dia 10, para realizar visita à Diretoria de Ensino, conforme tem feito com outras cidades do Estado.
Nesta Terça-feira 10, 500 professores da rede estadual estarão se encontrando com o secretário de Educação no Ilha Morena. De acordo com o Dirigente Regional de Ensino, professor Laércio Albarici, a Diretoria de Ensino aproveitou para estender o convite aos educadores da rede municipal, e para eles foram cedidas 100 vagas para a palestra do secretário Chalita.
Gabriel Chalita é doutor em Comunicação e Semiótica e em Direito, Mestre em Direito e Ciências Sociais e Bacharel em Direito e Filosofia, e foi vereador e presidente da Câmara dos Vereadores de Cachoeira Paulista aos 19 anos. Ao longo de sua carreira escreveu 34 livros, entre eles “Educação: a solução está no afeto”; “Vivendo a Filosofia”, “Mulheres que venceram o preconceito”; “Ética dos Governantes e dos Governados”, entre outros.
Chalita foi secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer e atualmente, além de secretário Estadual de Educação é conselheiro do Fundo Social de Solidariedade e coordenador do programa Universidade Cidadã do Estado de São Paulo.
A reunião de Gabriel Chalita com os professores estaduais de Caraguá será realizada na próxima terça-feira, 10 de setembro, no salão de convenções do multiclube Ilha Morena, das 13h às 15h. (Fonte: PMC)

Banco do Povo beneficia autônomos em Caraguá

Caraguatatuba - O Banco do Povo em Caraguá, em parceria com a Prefeitura do Estado e Governo Municipal, através da Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, tem prestado um serviço importante no atendimento ao micro e pequeno empreendedor, desde sua inauguração no município, em 1999.
O Banco do Povo, através do Crédito Produtivo Popular, faz financiamentos para quem trabalha por conta própria e precisa comprar matéria prima ou para investir no seu negócio em compra de matéria-prima, mercadorias, máquinas, ferramentas. Para obter o financiamento do Banco do Povo, é necessário estar trabalhar por conta própria há pelo menos seis meses, ter o rendimento bruto menor que R$ 87.300 mil por ano, crédito sem restrições, e residir em Caraguatatuba há dois anos no mínimo. Os empréstimos podem variar entre R$ 200,00 a R$ 5 mil, com juros de 1% ao mês.
O financiamento do Banco do Povo pode ser feito em seis vezes, para matéria-prima; em até 18 vezes, para máquinas e ferramentas; e em até 12 vezes para linha de informática.
Desde que foi inaugurado em Caraguatatuba, o Banco do Povo já beneficiou 630 pessoas com um total de empréstimos de R$ 522.945 mil. Só no último ano foram beneficiadas 227 pessoas com R$ 183.750 mil de empréstimos. Segundo Vanessa Rodrigues, do Banco do Povo, a expectativa após os financiamentos é de ter gerado 43 empregos, sendo 78% no mercado informal. (Fonte: PMC)

Creche Meimei entregou 120 pulôveres de lã para crianças
Neste ano, foram confeccionados 120 pulôveres de lã com gorro pelos voluntários da creche Meimei, uma entidade social que em parceria coma Prefeitura oferece creche para crianças de zero a 4 anos

Caraguatatuba - Pelo terceiro ano consecutivo, a creche Meimei realizou em julho a Campanha do Agasalho. No 1º ano, os voluntários produziram 72 casacos, 40 gorros e 32 cobertores. No ano seguinte a produção aumentou: foram feitos 110 pulôveres de lã e neste ano o número aumentou para 120.
Os agasalhos foram feitos para as crianças da entidade, e produzidos por voluntários anônimos, dentro e fora da creche, como forma de auxiliar as famílias carentes a passarem um inverno mais tranqüilo em Caraguá. A entidade, que não teve qualquer custo na produção, fica feliz com o auxílio de voluntários para as questões das famílias mais carentes com crianças pequenas - uma realidade em Caraguá e outras cidades do Brasil inteiro. De acordo com a diretora da creche Meimei, "mostrar esse gesto de carinho desses voluntários anônimos é uma forma de agradecer pela contribuição com as crianças da entidade".
No próximo ano, mais voluntários, sensibilizados comas questões sociais de nossa cidade poderão participar dessa campanha tanto para os alunos da Meimei, como para tantas outras entidades de Caraguá, carentes de recursos e gestos de fraternidade. (Fonte: PMC)

Bispo de Caraguatatuba visita Câmara Municipal

Caraguatatuba - O Bispo da Diocese de Caraguatatuba, Don Frei Fernando Mason, acompanhado do pároco da Igreja Matriz de Santo Antonio, Jacob Putenkandam, estiveram em visita oficial a Câmara Municipal de Caraguatatuba, como parte do protocolo oficial do religioso mais graduado no Litoral Norte.
É obrigação de todo Bispo visitar oficialmente as paróquias que compõe a sua Diocese. Esta visita pode ser anual, bianual ou trianual, devendo ser feita antes do Bispo ir a Roma, para reportar ao alto escalão do Vaticano, a situação de sua comunidade.
A manhã de hoje, sexta-feira, 6 de setembro, marcou a visita oficial a paróquia da Igreja Matriz de Santo Antonio e como reza a praxe nestes casos, os prédios públicos da região da visita também são visitados, neste caso incluindo-se as escolas da rede pública, o gabinete do prefeito Antonio Carlos da Silva e a Câmara Municipal.
O encontro com o chefe do Executivo se deu por volta das 10 horas. No Parlamento, Don Fernando Mason e o padre Jacob estiveram com o presidente da Câmara, Valmir Gonçalves - o Valmir da Colônia (PSDB), após às 15 horas. O encontro durou cerca de uma hora.
Após ser recebido no gabinete do presidente do Legislativo, o Vereador Valmir, Don Fernando e o padre Jacob, percorreram as dependências do Legislativo, com a autoridade máxima da Igreja Católica no Litoral Norte podendo conhecer em primeira mão, como ficaram as novas salas dos Vereadores, após as reformas, que duraram cerca de 12 meses.
Na ocasião o Presidente da Câmara sentiu-se honrado com a presença dos religiosos. "É sempre bom ter a proteção de Deus e melhor ainda quando o seu enviado nos visita de coração aberto e com entusiasmo", frisou. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara aprova denominação de ruas para pessoas vivas

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou, em clima de debate e muita discussão, projeto de lei do Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), que permite a denominação de ruas, avenidas e prédios públicos com o nome de pessoas vivas. Projeto do Executivo que disciplina o espaço aéreo, terrestre e o subsolo do município, foi adiado por uma sessão.
O Executivo enviou projeto de lei em Regime de Urgência, para a concessão de Crédito Adicional, no valor de R$ 457 mil. Este valor representa o montante que a Prefeitura Municipal deverá pagar ao PASEP e que não constava no Orçamento. O Executivo entrou com uma ação para não pagar o tributo, mas como foi derrotado juridicamente, o pagamento deve ser feito até o dia 30 deste mês. O projeto foi amplamente discutido e foi aprovado pela maioria dos votos dos Parlamentares.
O projeto que já constava na Ordem do Dia, disciplinando o espaço aéreo, terrestre e o subsolo do município. A pedido do líder do prefeito na Câmara, o Vereador João Rodrigues de Godoy Filho - o Baduca (PL), a propositura foi adiada por uma sessão, pelo fato de não ter os pareceres de praxe.
O Vereador Nilson Lopes da Silva - o Nézão (PPS), foi aprovado. Na propositura, o Parlamentar pede a denominação de Praça Engenheiro Marino Polari, para uma área pública localizada no Loteamento Jardim Brasil, no bairro do Porto Novo, na zona sul da cidade.
Falando em denominação de ruas, houve uma ampla discussão sobre o projeto de lei do Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), que permite a denominação de pessoas vivas para as ruas, avenidas, praças e prédios públicos em Caraguatatuba.
Enquanto que por um lado os Vereadores diziam ser de direito, uma pessoa receber uma homenagem em vida, um outro bloco alegava que a propositura em questão poderia ocasionar "fatos políticos" ou causar o desprazer para o pretenso homenageado, de receber críticas ou votos contrários durante uma Sessão Ordinária.
O Vereador autor propôs uma única emenda, que foi aprovada por 10 votos a 6 (seis). Na emenda, fica estabelecido que cada Vereador poderá nomear, com nome de pessoa viva, apenas uma rua por ano. Ao final o projeto foi aprovado por 11 votos a 5 (cinco), com os votos contrários dos Vereadores Anderson Bertoncini (PTB), Dalva Santana (PPS), José Benedito Gonçalves Pinto e Leonor Diniz, ambos do PDT e Vera Peixoto (PSDB).
Na propositura uma pessoa em vida poderá ter o seu nome numa rua ou próprio municipal se obedecer as seguintes regras; Ter mais de 60 anos, não ocupar cargo eletivo ou público de nomeação política, não ter sofrido condenação criminal e nem estar respondendo pela prática de crime. O homenageado deverá gozar de bom conceito junto a comunidade, deverá estar residindo há mais de 10 anos na cidade e não ser oficialmente candidato a cargo eletivo.
Ainda durante a Sessão Ordinária semanal, foram discutidos e votados 10 Requerimentos e uma Moção, além de lidas 17 Indicações. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara de Caraguá participa do Plebiscito da Alca

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba, através de seus Vereadores, Assessores e Funcionários, participaram esta semana do Plebiscito sobre a Alca (Área de Livre Comércio das Américas). A votação ocorreu na terça-feira, logo após a Sessão Ordinária semanal.
O Plebiscito sobre a Alca está sendo organizado pela Igreja Católica, com o apoio do partido político PSTU. A questão envolve o comércio entre as Américas do Sul, Central e do Norte, com exceção de Cuba.
As paróquias de Caraguatatuba estão recebendo os votos durante o horário das missas e fora deste período, a urna fica na secretaria de cada igreja.
Para votar no Plebiscito, todo aquele que for maior de 16 anos deverá levar um documento pessoal e preenchê-lo junto com o nome e assinatura, respondendo a 3 (três) perguntas constantes na cédula: 1 - Você é a favor da Alça? 2 - Você é a favor de manter as negociações sobre a Alca? 3 - Você é a favor da cessão da base de Alcântara para a instalação de uma base norte-americana?
A urna usada na Câmara Municipal, por Vereadores, Funcionários e Assessores, foi trazida por Rosana Fachini, assessora da Vereadora Madalena Fachini (PSB). A votação ocorreu após a Sessão Ordinária semanal. Os "eleitores" não manifestaram o voto no Plebiscito, mas muitos declararam serem contrários a cessão da área de Alcântara, no Maranhão, para a instalação de uma base americana de lançamento de foguetes. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Escola de Ilhabela recebe Área de lazer

Ilhabela - Na última sexta-feira, a escola Profª Maria Thereza de Freitas Vidal, a escola do São Pedro, recebeu das mãos do Prefeito Manoel Marcos, Secretário da Educação, Antônio Cornélio e toda equipe da Secretaria da Educação uma área de lazer, equipada com playgroud, tanque de areia, mesa de ping-pong, jogos, além de banheiro e rancho.
Durante a semana, o local será utilizado pelos alunos da escola, na hora do recreio e para realização de comemorações e aos fins de semana, estará à disposição da comunidade do Bairro. O Prefeito Manoel Marcos entregou a chave do parque nas mãos do morador Zeca do São Pedro, que vem lutando muito para que os pedidos da comunidade sejam atendidos.
A inauguração foi uma grande festa e contou com a presença de autoridades municipais, moradores do bairro além dos alunos da escola. Segundo o Secretário da Educação Antônio Cornélio, grande parte da área foi feita com material reaproveitado da reforma da escola, que foi inaugurada em maio deste ano. (Fonte: PMI)

Prefeitura e Polícia Civil discutem medidas de segurança

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, junto com o delegado seccional do Litoral Norte, Drº João Barbosa Filho, e o delegado titular do 1º DP, Drº Leon Ribeiro Nascimento, estiveram reunidos hoje, dia 6, às 10 horas, na secretaria de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social, para discutirem medidas em comum visando aumentar a segurança na cidade.
Uma das questões abordadas foi a dos guardadores de carros, que ficam na Rua da Praia durante os finais de semana, motivo de grande reclamação dos motoristas locais, que por vezes, se sentem ameaçados e temem uma retaliação caso não paguem pelo serviço.
A alternativa levantada na reunião para solucionar o problema foi a contratação de uma cooperativa de vigilantes, composta por pessoas residentes no município há mais de dois anos, que contará com o apoio da Polícia Civil e da Defesa Civil.
“A idéia de criar uma cooperativa é muito boa porque vai ocupar o espaço e impedir a ação de marginais. O vigilante teria a função do inspetor de quarteirão, e nos bairros, onde isso já foi implantado, diminuiu drasticamente o número de furtos e assaltos”, afirma o delegado seccional, Drº João Barbosa Filho.
Além disso, foi discutida a criação de uma campanha publicitária para incentivar que os reclamantes denunciem os agressores.
Coopervigss - No início do mês de agosto, vinte e dois vigilantes do bairro Barra do Una, costa sul de São Sebastião, assinaram a ata de constituição da Coopervigss – Cooperativa de Trabalho de Vigilantes, com o apoio da Prefeitura Municipal, representada pela assessora de Assuntos Comunitários, Rose Costa, e da Sociedade Amigos.
Na ocasião, a assessora Rose Costa adiantou que a intenção era ampliar essa iniciativa para outros bairros, inclusive abrangendo os salva-parques e salva-vidas, com a coordenação de Rui Nogueira de Lima, assessor de Assuntos da Defesa Civil e Proteção ao Cidadão, que ficaria responsável pelo treinamento do pessoal.
Atualmente a Sociedade Amigos de Barra do Una, junto com a comunidade, mantém uma equipe de vigilância, inclusive, com central de rádio, o que diminuiu em até 30% a violência no bairro. Entre os componentes da equipe, 11 integram a nova cooperativa. (Fonte: PMSS)

Polícia Ambiental registra degradação ambiental em Barra do Una

São Sebastião - A Polícia Ambiental de São Sebastião constatou quatro casos de degradação ambiental em área denominada Fazenda Abras do Una, na estrada do Pouso Alto, bairro Barra do Una, na Costa Sul. A ocorrência foi registrada na quinta-feira.
Segundo o sargento Adalberto Urubatan Pires, os quatro autos de infração foram aplicados contra S.S.A, não encontrada no local e que foram assinados por um engenheiro responsável por obras na área onde seria erguida uma casa.
Dois autos de infração foram aplicados por causa de desmatamento à margem de cachoeira, área de preservação ambiental permanente, um total de 2.320 metros quadrados de área atingida. Os outros dois são referentes à supressão de vegetação típica de capoeira, num total de 3.330 metros quadrados, fora de área de preservação. Neste trecho, era instalada obra de alvenaria.
O sargento disse que os quatro casos de intervenção ambiental foram feitos sem licenciamento dos órgãos competentes, como o DEPRN (Departamento Estadual de Proteção Ambiental).
A Polícia Ambiental aplicou multa total de R$ 2.056,10. Os dois casos de danos em área de preservação foram registrados no 2° Distrito da Polícia Civil, em Boiçucanga, para averiguação de crime ambiental. (Fonte: Imprensa Livre)

Comitê de Gestão irá fiscalizar plano de Governo

Ubatuba - O Comitê Executivo de Gestão, instituído pela prefeito Paulo Ramos, vai acompanhar e fiscalizar o plano de governo da Prefeitura de Ubatuba. Integrado por assessores do primeiro escalão, terá como missão promover o intercâmbio de informações entre os setores da administração. O comitê, de acordo com Marico Utiyama Egashira, secretária-executiva do Comitê vai servir como instrumento de apoio ao prefeito que poderá tomar decisões com base em informações atualizadas. (Fonte: ACS-PMU)

Conselheiros do Instituto de Previdência tomam posse

Ubatuba - Os 14 integrantes do Conselho de Administração e Fiscal do Instituto de Previdência Municipal de Ubatuba- IPMU tomaram posse na última quinta-feira, 5, para uma gestão de 4 anos assumindo a responsabilidade de gerenciar um patrimônio de R$ 34,6 milhões. Atualmente são 110 pessoas entre aposentados e pensionistas que representam uma despesa mensal de R$ 100 mil. O patrimônio dos funcionários públicos municipais esteve até essa data administrada pelo Fundo Municipal de Aposentadoria e Pensões, fundado em 9 de março de 1994 , com prazo para transformar-se em instituto no prazo de 48 meses. Tal fato não ocorreu gerando problemas com o Tribunal de Contas.
José Carlos Silva, presidente, disse que o “Instituto foi criado com o objetivo de atender as finalidades do Sistema de Seguridade dos Servidores Públicos Estatutários do Município de Ubatuba destinado a assegurar o direito relativo à Previdência Social, mediante a contribuição de seus segurados ativos, inativos e pensionistas e do município. Tem ainda o objetivo de custear os encargos decorrentes de aposentadorias, licenças médicas superiores a 15 dias de afastamento e licença-maternidade aos servidores estatutários”informa.
prefeito Paulo Ramos relembrou as dificuldades do passado para a criação do fundo em sua última gestão e a satisfação em ver concluído o projeto original com a entrada em funcionamento do Instituto. “Temos o maior interesse possível em dividir a responsabilidade neste setor com o Instituto que é, na realidade, uma obra do funcionário municipal”, diz o prefeito.
Composição - Conselho de Administração é formado pelos servidores Silvia Morais Stefani Lima, Iris Miguel e Janos Karoly Szenzi e Mary Onishi, eleitos pelo servidor municipal; Ernely Fragoso, representante dos inativos; Claudia Regina da Fonseca, Elza M. Cancellier dos Santos, Agamenon Batista de Oliveira e Cristiane Brazchi Vieira, indicados pelo Poder Executivo e Regina Fonseca Coelho de Oliveira, pela Câmara Municipal. O Conselho Fiscal é integrado por Glaucia Gomes da Silva, Pedro Marciano Leite Filho, Ligia Aparecida Gouvea e Ana do Prado. (Fonte: ACS-PMU)

Ubatuba promove encontro pela paz

Ubatuba - A comunidade de Ubatuba estará reunida pela paz no dia 13 de setembro durante apresentações de orações, palestras e bandas concentradas em um palanque que será montado na av. Iperoig, próximo ao Centro de Informações Turísticas (CIT).
O projeto denominado “ Encontro pela Paz” é uma realização da Prefeitura, Comtur e Fundart, com apoio da Paróquia Exaltação à Santa Cruz e Conselho de Pastores Evangélicos de Ubatuba.
O Presidente da Comtur, Luiz Bischof, diz que a iniciativa busca incentivar a paz e a tranqüilidade da comunidade de Ubatuba, pois somente com a paz conseguiremos atingir nossos objetivos.
No dia 13, sexta-feira, a abertura será às 19h com a apresentação da Aldeia Indígena Boa Vista, palestras relacionadas com a Paz e dos Atletas de Cristo, tendo na seqüência a apresentação de bandas Gospel da comunidade local.
Os organizadores contam com a presença de um grande público em razão da diversificação de atrações que abrangem camadas diferenciadas da população e do principal objetivo proposto pelo encontro, ou seja, a Paz, indispensável em todas as atividades exercidas pelo ser humano. (Fonte: ACS-PMU)

Carta do Leitor

Audiência publica sobre o terro sanitário de Caraguatatuba - Comungo com o representante ambientalista do Litoral Norte, Sr. Eduardo Hipolito do Rêgo, sobre a importância do LitoralVirtual no meio de comunicação de nossa região, e tambem endosso sua indignação com o descasso com que é tratado os nossos mais importantes assuntos. Aproveito tambem para convidar toda a comunidade de Caraguatatuba, especialmente as entidades organizadas, para comparecerem à audiência publica sobre o lixo e a implantação do aterro sanitario, a ser realizada no prédio da Câmara Municipal, Av. Frei Pacifico Wagner, 830, Centro, no dia 26 de setembro (quinta-feira), às 19:00 horas. É um assunto de extrema importância para nossa cidade, pois estamos à mercê de um possivel mandato judicial proibindo a deposição de lixo na Fazenda Serramar, cujo lixão já foi condenado pela CETESB. Espero que a comunidade participe, cobrando ações e oferecendo sugestões.

Leonor Diniz
Vereadora de Caraguatatuba


Novas alterações da famosa Lei 200 de Caraguatatuba - Nem bem o defunto foi enterrado, e o baile recomeça. A Comissão de Assuntos Relevantes sobre a Lei do Uso do Solo de Caraguatatuba, que presidi, encaminhou relatório, assinado por todos que participaram da mesma, pedindo o congelamento de todos os projetos modificando a Lei 200 até um estudo mais completo para uma nova Lei, apoiada no Estatuto das Cidades e de um novo plano diretor, mesmo assim o Prefeito Municipal de Caraguatatuba solicitou novas modificações na Lei, conforme convite de nossa Câmara Municipal para audiência publica a ser realizada nos dias 12 e 16 de setembro. Gostaria que a comunidade participasse dando um basta no retalhamento de uma de nossas mais importantes Leis.

Madalena Fachini
Vereadora de Caraguatatuba


Espaço Vendido de Sol a Sol - Por quê uma fundação de São Paulo tem o direito de comercialisar os espaços publicitários no município de São Sebastião? Qual a virtude de se poluir o município com placares vendendo presunto, tendo em baixo uma "mensagem ecológica"?
Creio que a prioridade para São Sebastião é manter o município limpo: Deve-se proibir todo o tipo de publicidade em espaços abertos, normatisando-se por outro lado a publicidade informativa do comercio local. A beleza natural é nosso maior patrimonio.
Portanto, o trabalho de uma fundação deveria ser estimular a melhora do município, e não a administração de espaços para ela criados que vão gerar receitas de " 10 milhões" através de "800 pontos de merchandising".
O que se precisa é de empregos fora da temporada, e de leis que impeçam a instalação da industria da poluição visual.
Passado o verão, ficam os 800 pontos de merchandising, os novos 3000 sebastianenses com emprego de verão se somam às estatísticas de desemprego, e uma fundação que lá no começo apresentou para fazer um parque de esculturas agora administra um sistema de publicidade com propósito de faturar 10 milhões à custa do nosso patrimonio.
Ô Gilberto, a idéia não era arte ?
Pense no papel destruidor que você vai assumir.
As estruturas criadas serão permanentes, à disposição de qualquer um, e uma porta de entrada para todos os outros e você como artista vai ter a glória de ter emporcalhado o município.

Mike Buser
Arquiteto
São Sebastião, SP


Educação Escolar: Ousadia ou Utopia? - Neste momento o Brasil inteiro está ansioso por mudanças. Espera-se do governo o que podemos fazer com nossas próprias mãos. Transfere-se a responsabilidade cidadã para um governo. Como se com uma varinha mágica os novos dirigentes da Nação pudessem arrumar as casas de todos.
Temos observado, com pesar, críticas sucintas à educação pública. Quem vê pensa que as escolas estão inertes, paradas no tempo e no espaço e que os educadores ficam de braços cruzados, aguardando...
No caso específico da educação do Estado de São Paulo, as críticas tocam nos pontos que mais os docentes tem se esforçado para melhorar: progressão continuada, reforço escolar, garantia do cumprimento da grade e dias letivos, capacitação docente, entre outros pontos.
Lutar por uma educação de qualidade sempre foi o principal objetivo do corpo docente da nossa escola (Áurea Moreira Rachou). Claro que temos obstáculos para transpor, porém, não estamos inertes. Estamos lutando, caminhando passo à passo.
Sempre se fala em educar com responsabilidade. Perguntamos: E as famílias? Podemos co-responsabilizá-los? Claro, mas nem sempre conseguimos tocá-los.
Sentimos falta da reciprocidade família-escola que tanto é necessário no processo educacional.
Quantas reuniões, fora do horário letivo, acabam se perdendo por falta de presença dos pais. A pergunta é: Até onde a responsabilidade da educação do meu filho é somente da escola? Eu estou consciente do meu papel como pai? Tenho acompanhado o processo de formação do meu filho?
Estamos aqui abertos aos pais, aguardando suas sugestões para uma melhoria da qualidade do ensino, queremos uma escola participativa, uma escola que seja a continuidade da casa de cada aluno. A educação é um direito conquistado e para melhorar devemos estar sempre trabalhando no mesmo caminho, nosso objetivo é comum, todos queremos um país melhor, constituídos de cidadãos melhores. Se é utopia buscar o caminho, somos utópicos. Se é ousadia conflitar, errar, discutir e tentar melhorar, somos ousados.
Educar é transpor, conquistar pouco a pouco a confiança daqueles que nos cercam. Só aprende à andar aquele que cai, levanta e tenta novamente. A sociedade é que tem que arrumar a casa. A mágica não existe.

Equipe escolar da “EE. Profª. Áurea Moreira Rachou”
Sertão da Quina
Ubatuba, SP


MEDO!! MUITO MEDO!!!! - Acompanhando os noticiários deste site, tenho visto propostas de nossas autoridades no sentido de escalonar as férias escolares. MEDO!!! MUITO MEDO!!!! Vão mexer na única coisa que temos certeza que acontece. A TEMPORADA.
Diz o ditado, EM TIME QUE ESTÁGANHANDO NÃO SE MEXE!!
No meu entender, apesar de que as vezes acho que não entendo nada, existe hoje uma dificuldade muito grande para as famílias se organizarem para as férias, ou seja, Pai, Mãe, e um filho trabalham. Outros dois estudam.
Ajudaria bastante a regulamentação das férias escolares em data única e as possíveis dependências fossem realizadas no ano letivo.
Por outro lado, se entendi, o escalonamento das férias, seria para minimizar os problemas de congestionamentos nas estradas e facilitar para a pequena infra estrutura turística que temos. Porém os carnavais e passagens de anos, continuarão a existir.
MEDO!!! MUITO MEDO!!!
Vão mexer no time que está ganhando.

Fernando Pedreira
Comerciante
Ubatuba, SP


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:

Clique Aqui.


Free Wallpaper Pousada Pé na Areia

As notícias e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo.


Receba as notícias via e-mail:

Quero receber o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor