Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 11 de setembro de 2002 - Nº 614 Edições Anteriores

Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Litoral Norte mantêm crescimento populacional de 5% ao ano

Caraguatatuba:
   Chalita fez palestra sobre Educação para 800 professores
   Desfile apresentou temática sobre as vitórias brasileiras
   Os números da Câmara de Caraguatatuba em agosto
   Termina a reforma na Câmara de Caraguatatuba

Ilhabela:
   Inauguração do calçamento do Bairro da Cocaia
   Campanha anti-rábica vai vacinar animais nas comunidades isoladas

São Sebastião:
   Vereador quer instituir o Dia Municipal do Beijo
   ACISS prorroga prazo para inscrição de novas chapas
   São Sebastião se transforma na capital do cinema ambiental do país
   Mostra Competitiva - Teatro Municipal
   Santa Maria Surf 2002

Ubatuba:
   Comemorações da Paz de Iperoig
   Novo mapa de Ubatuba, atualizado e muito informativo
   Homem é encontrado morto dentro de apartamento em Ubatuba

   Carta do Leitor



Litoral Norte mantêm crescimento populacional de 5% ao ano

Litoral Norte - O Litoral Norte manteve o crescimento populacional registrado no último Censo de 2000. Segundo a estimativa feita este ano, a região continua com um aumento girando em torno de 5% ao ano. Em 2000, o Litoral Norte estava com 224.656 habitantes. No ano seguinte a estimativa apurou 233.271 e este ano subiu para 240.848.
Caraguatatuba, com uma área territorial de 484 quilômetros quadrados, continua sendo a cidade com a maior população da região, com 84.401 pessoas e teve um crescimento de 5.480 desde 2000. Em segundo vem Ubatuba, que tem 711 quilômetros quadrados, e está com 70.956 habitantes.
São Sebastião, com 401 quilômetros quadrados, registrou este ano uma estimativa de 63.119, apresentando um aumento de 5.081 desde o Censo 2000. Já Ilhabela, com 347 quilômetros quadrados, está com 22.372, crescendo 1.536 pessoas a mais que 2000.
Estes dados foram divulgados em Diário Oficial no início deste mês.
Segundo a diretora de pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Maria Martha Malard Mayer, as estimativas populacionais têm fundamental importância para o cálculo de indicadores sociodemográficos nos períodos intercensitários, bem como alimentam as bases de informações de Ministérios e Secretarias estaduais e municipais da área social para a implementação e a posterior avaliação de seus respectivos programas.
Além disso, estes dados da população constituem o principal parâmetro para a distribuição, conduzida pelo Tribunal de Contas da União, das quotas partes relativas ao Fundo de Participação de Estados e Municípios.
Anualmente - Desde 1973 que o IBGE, através de seu Departamento de População e Indicadores Sociais (DEPIS) da Diretoria de Pesquisas (DPE), elabora as projeções populacionais para o total do país pelo método das componentes demográficas. A partir de 1989 essas estimativas passaram a ser fornecidas anualmente.
O IBGE passou a realizar as projeções da população residente para todos os municípios brasileiros publicando o resultado no Diário Oficial da União até 31 de agosto de cada ano.
Para realizar as projeções populacionais preliminares, para o Brasil, é utilizado o chamado método das componentes demográficos, o qual incorpora as informações sobre as tendências da mortalidade, da fecundidade e da migração para a área considerada, neste caso, o País com um todo.
O horizonte da projeção compreende um intervalo de 70 anos, que se estende até 2050. Neste método, interagem as variáveis demográficas seguindo multidões de pessoas ao longo do tempo, de acordo com a exposição destas às leis de fecundidade, mortalidade e migração. (Fonte: Imprensa Livre)

Chalita fez palestra sobre Educação para 800 professores

Caraguatatuba - O Secretário de Estado da Educação, professor Gabriel Chalita, esteve em Caraguá na tarde desta terça-feira 10, ocasião em que se encontrou com professores das redes estadual e municipal para sobre Educação e a importância da valorização do educador hoje. Entre os temas abordados, Chalita falou também da Progressão Continuada, que tem gerado grandes discussões em toda a rede de ensino.
Caraguatatuba recebeu nesta Terça-feira 10, conforme noticiado pelo Litoral Virtual, o Secretário de Estado da Educação, professor Gabriel Chalita, que veio a cidade participar de um encontro com os professores estaduais - rotina que tem feito parte da agenda do Secretário, que está visitando todas as Diretorias de Ensino do Estado de São Paulo. Em Caraguá, Chalita foi recebido por cerca de 800 professores da rede, incluindo 500 educadores da rede estadual e cerca de 300 da municipal. Estiveram também presentes na reunião representantes das Diretorias Regionais de Ensino de São José dos Campos e Taubaté, o coordenador de Ensino do Interior, Elcio Antonio Selmi, os secretários municipais de Educação de São Sebastião, Ilhabela e Ubatuba, além da secretária de Educação de Caraguá, Roseli Morilla Baptista dos Santos, do prefeito de Caraguá, Antonio Carlos da Silva, secretários municipais de Turismo, Salim Burihan, de Assistência Social, Maria do Carmo Cunha Ferreira, presidente da Fundacc, Eloiza Andrade Antunes de Oliveira, representantes do CPP - Centro do Professorado Paulista, as vereadoras profª Vera Moreira Peixoto, o prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, o ex-prefeito de Ubatuba, Euclides Vigneron, o diretor das Faculdades Módulo, Alexandre Nogueira, profª Dalva Santana, e diversas autoridades totalizando assim cerca de 1 mil participantes.
O dirigente regional de Ensino, Laércio Albarici deu início à cerimônia, falando ao professor Chalita do orgulho de estar recebendo pela primeira vez o secretário em visita à Diretoria Regional de Ensino para falar com os professores estaduais do Litoral Norte.
O prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva fez o uso da palavra e falou da importância de estar recebendo na cidade o professor Chalita pela Segunda vez. Antonio Carlos falou ainda da alegria de poder participar de um encontro com professores estaduais e municipais, "A Educação no município hoje é fruto de muito trabalho. Antes víamos a Educação com sofrimento, hoje a encaramos como uma luz no túnel, com a municipalização que estamos realizando agora. Com isso, avançamos em direção ao futuro porque existe um ideal maior, e o que sinto hoje aqui, essa empolgação da rede municipal está também contagiando o Estado, e esse é o caminho para formarmos cidadãos que serão responsáveis pelo futuro de nosso país", declarou o prefeito.
A secretária de Educação de Caraguá, Roseli Morilla, em seguida homenageou o secretário de Estado Gabriel Chalita com uma cerâmica típica de artistas da região, firmando assim o compromisso de um retorno de Chalita à cidade em outra ocasião.
Chalita passou a falar com os 800 professores presentes sobre os desafios da Educação atual. "Temos percorrido o Estado na tentativa de conhecer os interesses, desafios e projetos de Educação. Eu quero conquistar os professores. Temos que mudar a visão sobre o educador e tratá-lo com respeito, com dignidade, com um toque de afeto. Sabemos bem que o profissional de educação teria de ser melhor remunerado, porque só pode ser educador quem tem amor à profissão. Quem não gosta de gente, de contato humano não pode ser educador, com isso temos de mostrar a visão de uma escola diferente, onde a aprendizagem signifique um prazer proporcionado pela escola, com o objetivo de construir a educação de nossos sonhos, sem mágicas, mas desenvolvendo a cidadania", explicou o secretário, que falou também da Progressão Continuada, "isso tem gerado discussão em diversos países. O mundo trabalha com o conceito de sucesso na Educação, de mudança de paradigmas. Assim a autoridade do professor não tem de ser imposta e sim conquistada. Acabar com a progressão seria dar um passo para trás, porque trata-se de uma tendência mundial. Com ela, teremos a receita para a construção de uma escola significativa, que irá recuperar o orgulho do educador. O caminho certo para que isso aconteça é acreditarmos em nosso aluno e na concretização do sonho dele", finalizou Chalita. (Fonte: SME/PMC)

Desfile apresentou temática sobre as vitórias brasileiras
Criatividade é a palavra chave para resumir o Desfile Cívico comemorativo a 7 de Setembro. Em Caraguá, escolas municipais, estaduais, particulares, e diversas entidades levaram para a Avenida da Praia um pouco das conquistas do Brasil ao longo dos anos

Caraguatatuba - A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da Secretaria Municipal de Educação realizou com a parceria de diversas entidades e participação das escolas municipais, estaduais e particulares o desfile cívico de 7 de setembro, conforme havia sido noticiado pelo Litoral Virtual.
Neste ano, duas novidades marcaram o evento: a primeira delas foi a mudança de local do desfile. Nos anos anteriores, as escolas desfilaram na Avenida da Praia, na altura do bairro Indaiá. Com a duplicação da Avenida nesse trecho, o desfile foi transferido para a Praça de Eventos, na Avenida da Praia, na região central, entre as ruas Guarulhos(Don Quixote) e Engenheiro João Fonseca (antiga rua do cinema). Com isso, mais pessoas compareceram ao desfile, marcado pela temática “Brasil: Terra de Vitórias”. Centenas e centenas de pessoas de aglomeraram na Avenida para ver a criatividade das escolas e entidades participantes. Crianças, jovens e adultos, turistas e moradores dividiram espaço para ver o que o Brasil tem de melhor para mostrar.
A Segunda novidade do evento foi a participação da fanfarra da Emef “Prof Alaor Xavier Junqueira”, que pela primeira vez desfilou na data. A escola mostrou uma fanfarra preparada, com evoluções e uma música preparada especialmente para Caraguá.
Outro destaque do desfile ficou para a Emef do bairro Getuba, que abordou a temática dos anos 60/70, marcados pelo movimento Tropicalista, ocasião em que compositores como Geraldo Vandré, Caetano Veloso e Chico Buarque faziam revoluções através das palavras. Em certa altura do desfile a escola embalou a caminhada, fazendo a população cantar junto com os alunos uma música de Geraldo Vandré que marcou o início do anos 70, e voltou a ser tema quando os jovens lutaram pelo impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello.
Os CEI’s - Centros de Educação Infantil, em parceria com a Fundação Orsa abordaram temas e personagens infantis, entre eles os do Sítio do Pica-pau Amarelo.
Mas o desfile mostrou outras temáticas relacionadas às vitórias brasileiras, entre elas, no esporte, com as nossas equipes de vôlei, futebol e basquete, nossos artistas plásticos brasileiros, a literatura, nossa história política, nossa história social desde a escravidão, e tantas outras belezas brasileiras, mostradas com criatividade pelos alunos e entidades participantes. Neste ano, o grupamento de bombeiros desfilou na Avenida e levou também os veículos de resgate. Outro destaque foi a participação dos alunos da Colégio Naval, que vieram do Rio de Janeiro novamente participar desta grande festa, que teve início às 9h e terminou às 12h, com participação de mais de 1mil pessoas.
Painel Brasil 500 anos em cerâmica - O hasteamento das bandeiras aconteceu às 8h, em frente ao Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, na Praça Cândido Motta, no Centro de Caraguá. Em seguida, foi inaugurado o painel “Brasil 500 anos”, uma obra feita de desenhos queimados na cerâmica, feitos por alunos das escolas de Caraguá. Foram selecionados vários desenhos, contando a história do Brasil a cada século. A obra, que fica na parede exterior do Pólo Cultural, marca o trabalho dos alunos, eternizando a força cultural que marca hoje nossa cidade, além de virar mais um ponto turístico de parada obrigatória. (Fonte: SME/PMC)

Os números da Câmara de Caraguatatuba em agosto

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba enviou nota ao Litoral Virtual informando os seus números referentes ao mês de agosto deste ano. Os números representam a produção do Legislativo nos últimos 30 (trinta) dias e refletem a média do período relativo ao ano anterior.
Dentre a produção de proposituras, foram 95 no total em agosto, com a média de 4,3 proposituras/dia. Foram 16 Requerimentos, 57 Indicações, 5 Moções, 13 Projetos de Lei, 2 Projetos de Emenda a Lei Orgânica Municipal e outros 2 documentos.
No âmbito das sessões foram 6 no mês de agosto; 4 Ordinárias e 2 Extraordinária, sendo estas ocorridas no mesmo dia, em 29 de agosto. No total foram 110 pessoas presentes assinando o livro de presenças, com uma média de 18,3 pessoas/sessão. A maior ocupação se deu no início do mês, com a Sessão Ordinária de Prestação de Contas do prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB).
Quanto as visitas, foram no total 884 pessoas na Câmara no último mês. As visitas refletem as pessoas que comparecem diariamente a sede ou ao anexo do Legislativo, em busca da ajuda dos Vereadores. Na sede foram atendidas 205 pessoas e no anexo foram 679, com a média respectiva de 9,3 e 30,8 pessoas/dia.
Os números de agosto deste ano, refletem a média do mesmo período referente ao ano passado. A Câmara atende diariamente, de segunda à sexta-feira, das 12h30 às 17h30. As Sessões Ordinárias semanais são realizadas todas às terças-feiras, a partir das 19h30, com entrada franca. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Termina a reforma na Câmara de Caraguatatuba

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba finalizou a reforma do seu prédio no início desta semana. Os Vereadores que se fixaram numa casa alugada já retornaram e assumiram seus novos gabinetes.
O Litoral Virtual foi informado que a reforma no prédio da Câmara foi feita para dotar os Vereadores em novos gabinetes, mais modernos e confortáveis, num setor que antes pertencia aos funcionários.
Estimada para durar 6 meses as obras levaram 11 meses para serem concluídas, devido a dificuldade das obras e problemas técnicos. O custo da obra girou em torno dos R$ 100 mil.
Com a finalização dos trabalhos, cada Vereador ganhou um gabinete privativo, dotado de ar condicionado e espaço para o seu assessor, com área que varia de 4,40 metros² à 6 metros².
Os funcionários foram divididos em 2 setores; Administrativo e Legislativo e ocupam atualmente a área nova, que foi construída e o setor que antes era ocupado pelos Vereadores. Os Parlamentares antes da reforma chegavam a ocupar em dupla o mesmo gabinete, num espaço apertado e sem qualquer conforto.
Atualmente está sendo preparada a sinalização de todo o prédio, bem como a instalação de computadores nas salas dos Parlamentares. Está previsto para o próximo ano a instalação de um elevador, que beneficiará os contribuintes idosos e portadores de deficiência. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Inauguração do calçamento do Bairro da Cocaia

Ilhabela - Neste sábado, 7, os moradores do Bairro da Cocaia receberam das mãos do Prefeito Manoel Marcos um bairro mais limpo e mais bonito. As obras começaram em setembro de 2001 com a colocação de guias e sarjetas, em seguida, inicaram-se as obras de calçamento em março deste ano. No total foram 11 meses de obras e cerca de 19.439,50 m² de calçamento e 3,5 km de guias e sarjetas.
Para comemorar a entrega do tão esperado benefício, que alguns nem acreditavam que pudesse acontecer, os moradores do bairro se reuniram para fazer uma grande festa de inauguração e agradecimento. Todos estavam muito gratos por mais um pedido ter sido atendido pela atual administração e alguns fizeram discursos de agradecimento ao prefeito.
Mesmo em baixo de chuva, o Prefeito Manoel Marcos, autoridades municipais, vereadores e moradores estiveram presentes para prestigiar o acontecimento. (Fonte: PMI)

Campanha anti-rábica vai vacinar animais nas comunidades isoladas

Ilhabela - A Campanha de vacinação anti-rábica animal de pequeno porte 2002 terminou a semana passada nos bairros da costa sul e norte de Ilhabela. Os números ainda não alcançaram a previsão esperada pela Vigilância Epidemiológica de vacinar 4.549 animais, registrando 4.493 animais vacinados até o dia 4 de setembro.
A próxima etapa é vacinar os animais das comunidades isoladas. Segundo a Veterinária da prefeitura, Dra. Olga L. I. de Souza, a expectativa é de vacinar aproximadamente 300 animais em 16 comunidades. De acordo com a veterinária a cobertura vacinal de cães ficou acima da meta, foram vacinados 3.824 cães quando se esperava 3.812. Já a vacinação dos gatos não atingiu a meta de 737 vacinações, ficando registrados apenas 669.
Dra. Olga acredita que os proprietários de gatos tiveram dificuldades em conter os animais, que normalmente vivem soltos. ”Os gatos costumam ter mais chance de ser infectados. Por causa de seu instinto de caça pode acabar tendo contato com morcegos debilitados”, completa. Para os proprietários de gatos que querem aproveitar mais uma chance de vacinar seu animal, é necessário entrar em contato com a veterinária da Prefeitura. Esta oportunidade vai durar enquanto houver vacina no estoque.
As viagens para comunidades isoladas ainda não tem data certa porque depende das condições climáticas e do mar para acessar. (Fonte: PMI)

Vereador quer instituir o Dia Municipal do Beijo

São Sebastião - A proposta já está causando polêmica e as opiniões são divididas.
Borba relata que seu projeto tem por objetivo unir mais as pessoas, mostrar que existem coisas mais importantes que a guerra e desavenças. “ Quem não gosta de receber um carinho?”.
Ele ressaltou ainda que o 11 de Setembro, provável data para o Dia do Beijo, é o dia ideal para lançar essa campanha. A sugestão foi dada na sessão de segunda-feira, quando o vereador encerrou o uso da tribuna beijando o microfone.
Questionado sobre a polêmica do projeto, Borba alegou que “ primeiro pode vir a gozação, mas depois o povo vai refletir o que esse vereador quer com o projeto”.
Ontem, o Imprensa Livre foi ouvir a opinião de alguns moradores e a reação ao projeto foi variada como a da estudante Lidiene da Paiva Leopoldino, 19 anos, que achou a idéia original.
“ Vai ser um ótimo dia para beijar todo mundo”, diz a jovem que é considerada a ‘beijoqueira’ do bairro. Já o mestre de solda Manuel da Silva Frutuoso, 62 anos, não ficou entusiasmado com a sugestão alegando que sua religião (evangélico) não permite o beijo. (Fonte: Imprensa Livre)

ACISS prorroga prazo para inscrição de novas chapas

São Sebastião - A Aciss (Associação Comercial e Industrial de São Sebastião) prorrogou por 30 dias, a contar de ontem, o prazo para inscrição de mais chapas destinadas a concorrer à eleição para a sua nova diretoria. A medida foi decidida pela direção atual, última quarta-feira.
O assessor jurídico da Aciss, José Alexandre Lourenço, explica que a prorrogação se deve ao fato da chapa única não ter o total de sete indicados para o conselho consultivo. Pelo estatuto da Aciss, no caso de chapa única, a posse será automática, desde que completo o quadro da chapa. Lourenço é o único indicado para o conselho.
Conforme o assessor jurídico, na reunião realizada na quarta-feira, o atual presidente da Aciss, Artur Ramirez Balut, declarou que prefere não ser mais candidato à reeleição. Balut era candidato à presidência na chapa única. “Mas nada impede que ele mude de idéia”, observou Lourenço.
Ontem, Balut declarou que seu posicionamento na reunião não foi definitivo. Ele disse estar interessado em estimular a participação de outras chapas para mostrar transparência total ao processo eleitoral.
Ele também defende necessidade de novos nomes na diretoria da Aciss. “A mudança é salutar e é importante a reciclagem porque não estamos na Aciss para seguir carreira”.
Segundo Balut, o primeiro prazo para a inscrição das chapas terminou no dia 10 de agosto, visando realizar o pleito no dia 10 de setembro e a posse no dia 2 de outubro. O mandato é de dois anos.
Ele considera que há necessidade de maior divulgação para atrair chapas concorrentes. “Os procedimentos legais em termos de publicidade aos editais foram cumpridos, mas entendo ser preciso maior divulgação”.
Balut ainda afirma que poderia preencher todas as vagas na chapa (encabeçada por ele) para o conselho consultivo. “Essa é a chapa da situação, não coloquei todos os nomes para o conselho para provocar a nova situação”, revela.
O presidente ainda declara que, havendo novas chapas inscritas, é possível que ele concorra. “Isto se o meu grupo quiser”. Ele também não descarta a possibilidade de permanecer na chapa da situação, como candidato a presidente, caso outras não se apresentarem. Mas isto, também se for por consenso do seu grupo.
O mandato de Balut terminará em 2 de outubro. Como não será possível a posse de nova diretoria neste dia, em razão da prorrogação dos prazo para inscrição das chapas, a Aciss formará uma comissão especial que atuará na sua direção entre os dias 3 de outubro a 2 de novembro. Balut não participará desta comissão, mas poderá assessorá-la como conselheiro consultivo, atribuição de ex-presidentes.
O regulamento das eleições está disponível na sede da Aciss, na rua Sebastião Silvestre Neves, 168, salas 15 e 16, centro. As inscrições das chapas serão aceitas até 5 de outubro. (Fonte: Imprensa Livre)

São Sebastião se transforma na capital do cinema ambiental do país

São Sebastião - Começa hoje em São Sebastião o II Ecocine – Festival Nacional de Cinema e Vídeo Ambiental. O festival, pioneiro no país, teve sua primeira edição exibida há dez e, segundo os organizadores, retoma com o compromisso de ser realizado todos os anos.
Dos 80 filmes inscritos, 52 foram selecionados e concorrem a prêmios de até R$ 8 mil, dependendo da categoria.
O Ecocine é um festival nacional de obras audiovisuais (filmes e vídeos) com temática ambiental, promovido pelo Instituto do Homem, Audiovisual e Meio Ambiente (Cinemar) com apoio da Prefeitura.
De acordo com a coordenadora Ariane Porto, o Ecocine não é um evento, "ele faz parte de um projeto de trabalho". Ela explica que o festival além de divulgar as questões ambientais, tem como preocupação o desenvolvimento da cidade.
Serão premiados o melhor longa, escolhido pelo júri, (R$ 8 mil); melhor filme, escolhido pelo público, (R$ 4 mil); melhor obra regional (R$ 4 mil); melhor filme/vídeo, com tema ligado ao mar (R$ 4 mil); melhor média-metragem (R$ 5 mil) e melhor curta (R$ 5 mil).
Além da mostra competitiva que será realizada no Teatro Municipal, o público também poderá participar do VII Encontro dos Povos Mar da Mata Atlântica que ocorrerá paralelamente no hotel Recanto dos Pássaros, no bairro Porto Grande, com palestras abordando temas como turismo, pesca e agricultura, recursos hídricos, educação e comunicação.
Dentro do tema geral pesca e produção de alimentos, será aberto um espaço para a "mulher do mar", devido à crescente participação profissional da mulher na pesca enquanto atividade econômica.
Segundo Tereza Aguiar, organizadora do evento, o projeto foi criado através da expectativa da comunidade. "A nossa preocupação é desenvolver ações junto às comunidades litorâneas no que é bom para elas e não no que nós queremos", complementou.
Do encontro será formado um documento priorizando as questões da cultura, pesca e água, que será entregue às autoridades competentes, alertando para o maior problema enfrentado hoje pelo mundo, a água.
Outras atrações do evento serão as Mostra Alerta, de 12 a 14 na Videoteca Municipal, que exibirá filmes produzidos na década de 70 sobre o meio ambiente com sessões às 10h30 e 19h; Mostra Infantil, de
11 a 13 no Sindipetro com início a 8h; Mostra Esporte e Natureza, de 12 a 14 nas Pousada Tambayba, em Maresias, e Pousada das Praias, em Cambury, às 19h, e o CINEPARATODOS, exibição dos filmes Patativa, Tainá, Uma aventura na Amazônia, O chifre do Camaleão, Os três Zuretas e Chateaubriand – Cabeça de Paraíba, nos bairros da Enseada (dia 11), São Francisco (dia 12), Boiçucanga (dia 13), Rua da Praia (dia 14) e Aldeia Indígena Boracéia (dia 15), sempre às 20h.
Todas as atrações do II Ecocine e do VII Encontro dos Povos do Mar, serão abertas ao público com entrada gratuita.
Maiores informações poderão ser obtidas nos locais das apresentações ou através dos telefones (12) 3892-4186 ou 3893-1009. (Fonte: Imprensa Livre)

Mostra Competitiva II Ecocine

São Sebastião - Selecionados para apresentação no Teatro Municipal:

“A grande roubada” de Px Silveira
“Agenda Rural” de Leopoldo Nunes
“Água Viva” de Alan Fujito, David Prado e Marcos Cosentino
“Águas Encantadas do Pantanal” de Danielle Bertolini e Amílcar Oliveira
“Amarelinha” de Ângelo Lima
“Amyr Klink - Mar sem Fim” de Breno Silveira
“Animareco” de Maria de Fátima Seehagen
“Ao Sul da Paisagem” de Paschoal Samora
“Ari Okãta Haka” de Nicole Algranti
“As Cidadelas Invisíveis” de Lourival Bélem Jr.
“As Margens da Vila Roriz” de Luiz Cam
“As queimadas” de Hernany César e Luis Grossi
“Asas da Liberdade” de Havita Rigamonti e Telma Guilhermina
”Bioma Cerrado” de Célio Gardini, Alexandra Mariani e Rubens Rosa
“Brasil Proibido XIX Operação Antártica” de Ralf Tambke
“Cananéia, um olhar solidário” de Simone Vicente
“O Capitão Imaginário” de Chico Faganello
“Césius 13.7” de Beto Leão
“Cidades Possíveis” de Safira Lyra
“Ciranda do Mar” de Marcus Veras
“De olho no verde” de Vídeo Coletivo
“Diluvio Vermelho” de Pedro Diniz
“Direto das Praias” de Julio Rodrigues
“Encastoando, o que sobrou do mar” de Deborah Martini
“Entre Marés” de Elisa Cabral
“Eternidade” de Vitor Lema Rique
“Geleira Tropical” de Rita Carvalho
“Guardiões do Oceano” de Bettina Turner
“Ilhados” de Zoran Djordjevic
“Intérpretes do Brasil” de Isa Ferraz
“Ipê - Pontal de Paranapanema” de Claudio Savaget
“Luzes da Madrugada” de Paulo Caetano
“Mangue que te quero vida” de Márcia C. e Castro
“Mapa da Mina – Linhares” de Roberto Berliner e Eduardo Vaisman
“No Caminho da Expedição Langsdorff” de Mauricio Dias
“Nossa Praia não tem Siri” de Alysson Martins
“O Arco e a Lira” de Priscila Ermel
“O Grilo Feliz” de Walbercy Ribas
“O Lobo Solitário” de Silvana Corona
“O Pirarucu Sustentável” de Ricardo Hanszmann
“Ortlieb - Amor a Terra” de Tatiana H. Wuo e Elisangela Belo
“Perdidos” de Mauricio Dias e Luis Oliveira
“Planeta Água” de Denise de Almeida
“Por quem os sinos dobram” de Zoran Djordjevic
“Rio Rainha: uma curta viagem” de Fábio Villela Serfaty
“RIZOMA – Água” de Fernando Salis
“RIZOMA – Floresta” de Bruno Cruz
“Será que eu vi?” de Adriano Lírio
“Sibipiruna” de Eduardo Pane
“Surf Adventures” de Arhur Fontes
“Veneno da Lata” de Leo Sassen
“Vida Caiçara” de Luis Bargmann (Fonte: Imprensa Livre)

Santa Maria Surf 2002
Silvana Lima confirma favoritismo e fatura em Maresias

São Sebastião - Realizou-se no último domingo (08/09), em Maresias, São Sebastião, a segunda e última etapa de um campeonato muito especial, voltado para o surf feminino amador. O Santa Maria Surf 2002, evento criado para incentivar a categoria revelação no ano de 2002. "Trata-se de um incentivo para o surf feminino e para o mercado, tão carente de novidades e agitos", diz Paulo Issa, organizador do Circuito. Neste circuito, Paulo inovou mais uma vez, ao implantar a dupla apresentação das baterias. Neste novo formato, o mesmo quadro de baterias da primeira fase eliminatória, volta para a água em uma segunda apresentação. Para se chegar às oito semi-finalistas, o critério é o da soma de resultados das duas baterias. "Deste modo temos mais dinâmica e as atletas, se forem mal da primeira vez, podem tentar mais uma vez logo na sequência." completou Issa.
CONDIÇÕES ADVERSAS - A previsão já havia informado de véspera sobre as condições meteorológicas no domingo: seria um dia de maré alta, chuvas, ventos e muitas ondas, o que aumentou a tensão e o nível de adrenalina entre as atletas. Logo cedo, as fisionomias preocupadas encaravam o mar: ondas de dois metros batiam com muita força na água, apresentando uma formação ruim para surfar. Além disso, uma correnteza muito forte estava em frente ao palanque, o que arrastava as atletas para longe do palanque muito rapidamente. Antes do início da prova, as competidoras chegaram a se reunir com a organização para tentar trocar de praia, mas o consenso levou todas a realizar o evento ali mesmo, naquelas condições.
Com as ondas muito pesadas, fechando bastante, as atletas resolveram ficar mais para a beira da praia, numa região conhecida como "inside". Mas para ficar nesta área, as atletas foram obrigadas a remar constantemente, o que causou um enorme desgaste em todas. Com um detalhe importante: em nenhum ponto da praia se viam surfistas, lembrando que Maresias, em condições normais, deveria estar lotada. A água gelada obrigava as atletas a usarem roupas de neoprene, dificultando ainda mais a remada dentro do mar agitado.
FAVORITA - As equipes da organização, segurança de água do evento e Corpo de Bombeiros mantiveram a atenção redobrada durante todo o dia, que acabou transcorrendo sem maiores problemas. As ondas se mantiveram irregulares durante todo o dia, alternando momentos com as condições ora piores, ora melhores. E foi justamente em um momento destes que a favorita Silvana Lima (17), competindo há apenas quatro meses, conseguiu na final uma nota 8,5 (onde as médias raramente superavam os tres pontos em função da má qualidade das ondas). Mas a jovem atleta de Paracurú, no Ceará, que sempre surfou com os irmãos, já vinha imprimindo um ritmo muito forte desde o início da competição. Ela já havia conseguido o dobro de pontos sobre a segunda colocada na primeira fase. Yries Pereira somou 7,94, contra 16,18 de Silvana.
CARRO ZERO - "Eu não acredito, este carro é lindo!", exultou Silvana ao ver seu carro, um Celta preto com vidros verdes, parar atrás do palanque sobre um caminhão. "Parece um sonho, ter saído lá de minha terra e conseguir ganhar este campeonato e este carro! Agradeço a Deus demais por esta conquista", dizia a emocionada Silvana, que chegou a subir em cima do carro de tanta emoção. "Ali dentro não está nada fácil, o mar está muito pesado, não dá pra achar as ondas, tanto é que não tem ninguém na água. Todas as meninas estão de parabéns, porque lutaram muito também." finalizou a grande campeã.
O Santa Maria Surf 2002 teve o patrocínio da Santa Maria e revista Alma Surf. Co-patrocínio da Pier 7, Red Beach, Tobago, Gatti e Star Point. Apoio: Turco Loco, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Esportes e Lazer, Federação Paulista de Surf, Associações de Surf de Ubatuba e São Sebastião, Sky Artes Gráficas e BN. Colaboração: Prefeituras Municipais de Ubatuba e São Sebastião. Organização: Squalo Promoções. (Fonte: Ubatuba SurfCam)

Comemorações da Paz de Iperoig

Ubatuba - Ubatuba começa a aparecer na História do Brasil com o nome de Aldeia de Iperoig, nos relatórios do missionário José de Anchieta ao Provincial da Ordem dos Jesuítas, contando sobre os conflitos existentes na região, em que os tupinambá de Iperoig se organizaram para defender a terra, formando a CONFEDERAÇÃO DOS TAMOIO (tamoio: Os mais antigos da terra) e passaram a enfrentar os estrangeiros (portugueses e franceses). Em 1563, os jesuítas Manoel da Nóbrega e José de Anchieta partiram de São Vicente com destino a Aldeia de Iperoig com missão de pacificar os índios. Como os Confederados Tamoios desconfiaram da palavra dos portugueses, Anchieta ficou preso durante vários meses, enquanto Nóbrega voltou a São Vicente para finalizar o Tratado de Paz que passou a figurar na História do Brasil como “A PAZ DE IPEROIG” (Primeiro Tratado de Paz, firmado nas Américas). Anchieta enquanto prisioneiro escreveu na areia da Praia de Iperoig, o célebre “POEMA À VIRGEM”, com 4.072 versos em latim.
No dia 13 acontece na Avenida Iperoig o “ENCONTRO PELA PAZ”, a partir das 19:00h, com a presença dos índios da Aldeia Boa Vista, Paróquia Exaltação a Santa Cruz e Conselho dos Pastores de Ubatuba.
No dia 14 de setembro será então a comemoração do Primeiro Tratado de Paz das Américas, ocorrido em Ubatuba em 1563 e na Avenida Iperoig às 17:00 haverá Missa Campal promovida pela Paróquia Exaltação à Santa Cruz. (Fonte: Comtur)

Novo mapa de Ubatuba, atualizado e muito informativo

Ubatuba - O objetivo de editar um trabalho muito mais informativo foi atingido. O mapa com o principal sistema viário da cidade atualizado, além dos comércios e serviços. Diversos segmentos de atividade constam desta edição.
O número de informações é grande e requer minuciosa revisão para cumprir a meta final, que é de apresentar informações atuais e precisas.
Desde já agradecemos a todos que estão participando e colaborando para a realização deste trabalho. Com certeza será um benefício para comunidade. Em breve nas bancas. (Fonte: Giasone)

Homem é encontrado morto dentro de apartamento em Ubatuba

Ubatuba - Márcio Maurício dos Santos, 44 anos, foi encontrado morto na segunda-feira, dentro de seu apartamento no bairro Estufa I, em Ubatuba. Ele foi atingido com golpes de faca no rosto e pescoço. A autoria e motivo do crime são desconhecidas.
Uma denúncia anônima levou a polícia até a casa da vítima que estava caída no chão do corredor do apartamento. Uma das facadas atingiu a veia jugular da vítima, natural de São Paulo.
O crime foi registrado na Delegacia de Polícia de Ubatuba, onde o setor de investigação apura o homicídio. (Fonte: Imprensa Livre)

Carta do Leitor

Educação Escolar - É difícil enfrentar a reação das pessoas quando levantamos um problema, recebemos olhares e palavras que nos magoam, mas, se não houver reações, não haverá resultados. Quando coloquei minha carta dia 06, houve na escola uma indignação até por parte de bons professores, mas se eles prestarem mais atenção, vão chegar a conclusão que a falta de responsabilidade dos outros, dificultam seu próprio trabalho.
A resposta que a Equipe Escolar mandou dia 09, está responsabilizando muito as famílias, concordo plenamente que os pais deveriam estar participando mais ativamente nas escolas, na vida dos filhos, mas não podemos esquecer que as famílias estão cada vez mais desestruturadas e isto não pode justificar a falta de Diretores, Professores e aulas nas Escolas, e todos os outros problemas decorrentes disto. Mas, gostaria de dizer, que no mesmo dia que minha carta saiu neste Informativo, o Prof. Laércio Albarici, Dirigente Regional de Ensino, me ligou e convidou para participar ontem (dia 10) da palestra com o Prof. Gabriel Chalita, Secretário do Estado da Educação e que eu escrevesse uma carta citando os problemas levantados, pois, que esses problemas não eram só da nossa Escola, mas de todas as Escolas da região.
Fui, assisti a palestra do Prof. Chalita, excelente, falou sobre o amor que o educador deve ter pelo ser humano e pela profissão, foi de tirar o chapéu. E eu, acompanhada pelo Prof. Laércio, tive o prazer de entregar minha carta ao Prof. Elcio, Coordenador de Ensino do Interior.
Realmente, se os pais fossem mais participativos, talvez eu não estivesse ali sozinha como mãe, buscando soluções para o ensino, entre mais de seiscentos funcionários públicos. Gostaria de agradecer a atenção do Prof. Laércio, que até prometeu uma visita em nossa Escola, assim que o Diretor já designado, ocupar o cargo.
Mágica não existe, mas tenho certeza que se cada um de nós fizermos a nossa parte, não só a Escola, mas, o mundo, será bem melhor.

Izabel Araujo Dergham
Membro do Conselho de Escola E.E. Aurea Moreira Rachou
Sertão da Quina, Ubatuba, SP

 


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:

Clique Aqui.


Studio Maranduba Pousada Pé na Areia

As notícias e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo.


Receba as notícias via e-mail:

Quero receber o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor