Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 10 de janeiro de 2002 - Nº 452 Edições Anteriores
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Modulo

Busca por palavras no Litoral Virtual:

Principais Manchetes:

Ilha de Caraguá ganha restaurante
Pescador reclama de sair da ilha
Mutirão retira 35 sacos de lixo da praia
Pesca predatória põe cidades em alerta
Dispositivo pode evitar degradação
São Sebastião compete no Brasileiro
Casa é interditada após chuva em São Sebastião
Festival de verão embala o Litoral de SP
IPTU com desconto até dia 15 em Ubatuba
Prefeito de Caraguá vai a Ubatuba falar sobre integração do LN
Começa hoje o projeto “Brincando na Areia” em Caraguá
Paulo Ramos doa área para novo Fórum de Ubatuba
Guarda Municipal recebe novos uniformes
Monitores culturais e ecológicos recebem credenciais
Fundart e Secretaria apresentam o melhor da nossa música
Fevereiro começa com sinfônica
Folia de Reis ressurge com toda força
Núcleo Terramar e Fundacc promovem curso de cerâmica
Futmesa ubatubense começa o ano com a Copa Fonseca
Carta do Leitor



Ilha de Caraguá ganha restaurante
Empreendimento é o primeiro em uma ilha da região; Tamanduá recebe 300 turistas por dia

Caraguatatuba - A ilha Tamanduá, localizada na costa norte de Caraguatatuba, será a primeira do Litoral Norte a receber investimentos para a instalação de um complexo turístico. Os investidores construíram um bar, mas o projeto prevê a instalação de uma pousada no meio da mata. O investimento no restaurante foi de R$ 50 mil.
O local recebe uma média de 300 turistas por dia e apenas cinco pescadores vivem e trabalham na ilha. Eles terão que deixar o local após a inauguração do novo espaço (leia texto nesta página).
"É um projeto pioneiro de turismo sustentável para a ilha", disse o hoteleiro João Roman Neto, um dos investidores. Ele disse que a praia do norte terá um receptivo com píer flutuante para atender aos turistas.
A estimativa é que a ilha receba até 1.200 pessoas por dia quando a estância estiver pronta. Ele ressalta que, por ser uma ilha, todo o empreendimento vai usar recursos alternativos como equipamentos a gás, placa solar e energia eólica, para o seu funcionamento.
Em uma primeira fase será entregue bar, batizado de TamunduBar. A previsão é que ele seja inaugurado neste sábado, embora a obra ainda não esteja concluída.
Segundo Roman Neto, inicialmente o estabelecimento vai trabalhar com dois pratos sendo a muqueca mista e peixe na brasa. Um cardápio alternativo será elaborado para atender grupos fechados.
Ainda este ano, os investidores pretendem construir o restaurante TamanduMar, que também vai funcionar na praia do norte. Para completar o projeto, está prevista a construção de uma estação ecológica com pousadas sobre palafitas.
"Essa fase do projeto ainda está sendo analisada e não há previsão para a instalação."
Para manter toda a estrutura, o investidor adiantou que será cobrada uma taxa de R$ 2 dos visitantes.
Neto disse que serão plantadas mudas de palmito pupunha e promovida a regeneração da mata primária e retorno de animais silvestres.
ACESSO LIMITADO - As principais preocupações dos visitantes são quanto à possível restrição de acesso à ilha, que faz parte do roteiro turístico de Caraguá, e a proibição de parar na praia do sul.
Segundo o artista plástico Juan Falcon, 53 anos, outro investidor da estância, toda a estrutura existente na praia, como um quiosque o rancho dos pescadores, será desmanchada e a área que dá acesso à antiga fazenda será cercada. "Mas a praia continuará livre nos 30 metros determinados pela Marinha." (Fonte: ValeParaibano)

Pescador reclama de sair da ilha

Caraguatatuba - Pescadores que trabalham na ilha Tamanduá acusam o proprietário João Roman Neto de obrigá-los a deixar a praia. Além do peixe, o local é uma da principais para criação de marisco em Caraguá.
O pescador Aroldo de Oliveira, 35 anos, disse que homens armados ameaçaram o grupo. "A última vez aconteceu ontem (anteontem) quando seis deles disseram que era para a gente sair da ilha."
Oliveira disse que mora há 40 anos no local e que sempre houve perseguição, mas a situação piorou nos últimos dias.
O produtor de marisco André Trujillo, 25 anos, confirmou as ameaças e disse não achar justo serem classificados como invasores.
Roman Neto disse que tem a concessão da ilha desde 85 e que a praia do sul foi invadida. "Já acertei com a pessoa que tem o comodato para derrubar o rancho e fazer um outro mais adequado."
Ele acrescentou que quer fazer parceria para manter o cultivo de mariscos.
Para o engenheiro civil Adnir José Roveri, 53 anos, de São José, deveria haver um acordo entre as partes para que o local funcionasse bem. (Fonte: ValeParaibano)

Mutirão retira 35 sacos de lixo da praia

Caraguatatuba - O mutirão de limpeza realizado ontem na Ilha Tamanduá, em Caraguá, mostrou que os visitantes precisam levar sacolas para recolher seu lixo. Em pouco mais de duas horas, os coletores de lixo encheram 35 sacos de 100 litros com lixo deixado na praia.
O coletor Jamil Jacinto disse que encontrou muita garrafa plástica, vidro e até cueca jogada na areia. Na trilha que liga a praia do norte à praia do sul também foi encontrado lixo acumulado.
Nesta época do ano a ilha recebe uma média de 300 visitantes por dia com a parada de escunas, lanchas e outras embarcações. A principal orientação da Secretaria Municipal do Meio Ambiente é para que os turistas levam uma sacola plástica durante a visita.
A professora Nilza Ribeiro, 45 anos, de Viradouro (SP), disse que costuma levar uma sacolinha quando vai à praia, por isso fez o mesmo durante a visita à ilha. (Fonte: ValeParaibano)

Pesca predatória põe cidades em alerta
Prefeituras adotam programas de orientação; pescador reclama que falta apoio

Litoral Norte - A pesca predatória de filhotes levou as prefeituras do Litoral Norte a adotar planos estratégicos de orientação aos pescadores da região. O objetivo é evitar a falta do produto.
Os pescadores afirmam que, como é época de pesca do camarão, as redes usadas são mais finas e acabam capturando outras espécies.
A Secretaria de Agricultura e Abastecimento de Ubatuba realizou, ano passado, um planejamento junto aos 1.000 pescadores cadastrados. Um dos problemas apontados é a falta da certificação do Ministério da Agricultura, que habilita a livre comercialização fora do município.
Segundo Alex Braga, responsável pelo setor de Abastecimento e Infra-estrutura, a medida aumentaria a renda dos pescadores, que poderiam reverter esse capital em tecnologia de pesca e evitar a degradação.
Em Caraguatatuba, o incentivo ao pescador artesanal começou efetivamente com a criação de dois entrepostos --Porto Novo e Camaroeiro--, que facilitaram a venda direta.
Para o secretário de Habitação, Agricultura e Pesca, Auracy Mansano Filho, o incentivo vai além dos entrepostos. "Estamos criando alternativas para que o pescador tenha outra forma de renda. É o caso da criação de marisco."
O maior impacto é dos barcos de médio e grande porte, que utilizam o sistema de "aparelha", no qual dois barcos puxam uma rede. Apenas 30% dos peixes graúdos são aproveitados. O restante é jogado no mar.
Para o presidente da Colônia de Pesca de Ubatuba, Manuel dos Santos, esse tipo de pescaria é o principal responsável pela mortandade dos peixes.

CONSUMIDORES - O tamanho do peixe vendido nas cidades da região é motivo de espanto para muitos turistas. A professora Helena Maria Migotto, de São José, afirma que nunca viu tanto peixe pequeno sendo vendido. "Venho sempre para a praia nas férias e estou acostumada a comprar peixe fresco. Estou espantada de ver tanto filhote à venda."
O aposentado Sebastião de Almeida, de Taubaté, também reclama da pesca de peixes pequenos. "Vai chegar uma hora que não vamos mais encontrar peixe para comprar."

FISCALIZAÇÃO - A mortandade de peixes pequenos no Litoral Norte é fiscalizada pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) em parceria com a Polícia Florestal. Desde o início do ano, não há nenhuma autuação registrada na região. Segundo o chefe-substituto da fiscalização do Ibama em São Paulo, Paulo Sérgio Aredes de Araújo, fica difícil autuar esse tipo de pescaria, já que não existe nenhuma lei que estipule medidas mínimas para a pesca, a não ser para sardinhas (17 cm) e robalo (35 cm). "O próprio pescador deveria perceber que se ele pescar o filhote, pode não ter o pescado amanhã", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Dispositivo pode evitar degradação

Litoral Norte - O controle da produção pesqueira pode ser realizado a partir do uso devido de equipamentos que possibilitam a pesca sem degradar o meio ambiente. A afirmação é do pesquisador do Instituto de Pesca de Santos, Antônio Olinto Avila da Silva.
Segundo ele, para evitar a pesca de filhotes, já existe a possibilidade de adaptar um dispositivo que pode ser colocado na rede para aumentar a seletividade do aparelho pesqueiro e eliminar a chamada "fauna acompanhante", ou seja, os peixes ou tartarugas.
As pesquisas estão sendo realizadas em praias do Guarujá e o instituto deve apresentar ainda neste semestre os resultados para órgãos responsáveis à aplicação do dispositivos nas cidades do litoral de São Paulo. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião compete no Brasileiro

São Sebastião - Os velejadores Rafael Mendes Chaves, 23, Fernando Freitas Oliveira, 21, e Johny Yousef, 16, da equipe da Secretaria de Esportes de São Sebastião, serão os representantes da região no Campeonato Brasileiro da Classe Laser, que será disputado em Salvador-BA, a partir do próximo dia 14.
"Os três começaram na vela comigo e, agora, treinam com o Robert Scheidt (campeão olímpico e heptacampeão brasileiro), em Ilhabela. E o Scheidt gosta de treinar com os três justamente pelo potencial que eles têm", disse o técnico Mário de Oliveira, que hoje é responsável pela Marina Escola Náutica de Paraibuna.
Segundo Oliveira, os velejadores sebastianenses vão para o Brasileiro com chances de chegar entre os primeiros.
"Vencer o Scheidt ainda não dá, mas o Rafael e o Fernando tem qualidades para chegar entre os dez primeiros. O Johny, pela pouca idade, vai para ganhar experiência, mas ele tem potencial e é o futuro da vela na região", avaliou Oliveira, acrescentando que a classe laser é uma das mais competitivas do iatismo.
Os três velejadores sebastianenses competiam na classe holder e mudaram para a laser há pouco tempo. Rafael, inclusive, é pentacampeão brasileiro da holder. (Fonte: ValeParaibano)

Casa é interditada após chuva em São Sebastião

São Sebastião - A forte chuva que atingiu São Sebastião anteontem causou vários pontos de alagamento na cidade e a queda de dois muros --um no bairro Pontal da Cruz e outro na Topolândia. Segundo o chefe da Defesa Civil de São Sebastião, Luiz Figueiredo, no Pontal da Cruz houve um deslizamento de terra que soterrou o muro de uma casa. "Ao lado da casa há um terreno alto que deslizou. Caiu o muro e ficou comprometida parte da casa", disse. A casa foi interditada pela Defesa Civil e os moradores estão abrigados em residências de vizinhos. Ela vai ser desinterditada depois que for retirada toda a terra e refeito o muro. (Fonte: ValeParaibano)

Festival de verão embala o Litoral de SP

Litoral Norte - Começa amanhã o 3º Festival de Verão das praias do litoral de São Paulo. Promovido pela Secretaria Estadual de Cultura, o evento vai reunir nomes importantes da música brasileira, além do grupo circense Pia Fraus. As atrações, todas elas gratuitas, estarão espalhadas por Caraguatatuba, Ubatuba, São Sebastião, Ilhabela, Guarujá, Itanhaém, Monguaguá, Santos e São Vicente, até o dia 3 de fevereiro. Todos os shows vão começar às 21 horas, nas arenas montadas em cada uma das cidades. Entre as presenças confirmadas, destacam-se Yamandú Costa, João Bosco, Altamiro Carrilho, João Donato e o trio Sá, Rodrix & Guarabira. A música erudita também estará representada pela Orquestra Sinfônica Paulista (OSP), de Tatuí. (Fonte: Estadão)

Caraguatatuba

Dia 10 - Altamiro Carrilho e Banda
Dia 13 - Banda Mantiqueira
Dia 17 - João Bosco
Dia 20 - Filó Machado e Banda
Dia 24 - Sá, Rodrix e Guarabira
Dia 27 - Yamandú Costa e Renato Anesi
Dia 31 - João Donato e Banda
Dia 03 - Ulisses Rocha

Ubatuba

Dia 11 - Grupo Pia Fraus
Dia 12 - Banda Mantiqueira
Dia 13 - Altamiro Carrilho e Banda
Dia 18 - Tião Carvalho e Banda
Dia 19 - Filó Machado e Banda
Dia 20 - João Bosco
Dia 25- Ulisses Rocha e Banda
Dia 26 - Yamandú Costa e Renato Anesi
Dia 27 - Sá, Rodrix e Guarabira
Dia 1 - OSP convida Hector Costita
Dia 2 - Roberto Menescal
Dia 3 - João Donato

São Sebastião

Dia 11 - Altamiro Carrilho e Banda
Dia 12 - Grupo Pia Fraus
Dia 13 - Filó Machado e Banda
Dia 18 - João Bosco
Dia 19 Tião Carvalho
Dia 20 - Yamandú Costa e Renato Anesi
Dia 25 - Sá, Rodrix, e Guarabira
Dia 26 - Ulisses Rocha
Dia 27 - Banda Mantiqueira
Dia 1 - João Donato
Dia 2 - OSP convida Hector Costita
Dia 3 Roberto Menescal

Ilhabela

Dia 11 - Filó Machado
Dia 12 - Altamiro Carrilho
Dia 13 - Grupo Pia Fraus
Dia 18 - Yamandú Costa e Renato Anesi
Dia 19 - João Bosco
Dia 20 - Tião Carvalho
Dia 25 - Banda Mantiqueira
Dia 26 - Sá, Rodrix e Guarabira
Dia 27 - Ulisses Rocha
Dia 1 - Roberto Menescal
Dia 2 - João Donato
Dia 3 - OSP convida Hector Costita

IPTU com desconto até dia 15 em Ubatuba
Vencimento para cota única e primeira parcela é nesta terça-feira

Ubatuba - Nesta terça-feira, 15, vence o IPTU 2002 em Ubatuba. O pagamento pode ser feito em cota única ou parcelado. A Prefeitura, através da secretaria de Finanças, instituiu a progressividade de descontos para os contribuintes que pagarem o IPTU 2002 à vista. A data de vencimento passa a ser o dia 15, tanto para a cota única quanto para o parcelado. O reajuste foi de 5,88%, a metade do índice da inflação anual de 2001. A estimativa de arrecadação é de cerca de 24 milhões. Com a progressividade o contribuinte poderá obter descontos de até 20% pagando seus tributos em cota única, no período de 10 anos. Cada ano acumula 1% que soma-se aos 10% do pagamento à vista.
O contribuinte que optar pelo parcelamento com o pagamento rigorosamente dentro do vencimento não terá mais o desconto de 5%. Já os 9 mil contribuintes que optaram pela cota única em 2001, neste ano acumularam o desconto progressivo de 11% para o pagamento à vista. A progressividade estará beneficiando todos os contribuintes que pagarem em cota única, a partir deste ano.
O secretário de Finanças, Luiz Carlos Nunes de Barros, anunciou que para o próximo ano, as penalidades de juros e multas, para tributos não pagos em seus respectivos vencimentos, serão diminuídas. A multa que hoje é de 25%, será reduzida para 10%. Já os juros que atualmente chegam a 12% ao mês, passarão a partir de janeiro para 0,5% ao mês.
Outra novidade para o IPTU 2002, são as segundas vias de carnês ou guias de pagamentos que podem ser retiradas via internet, a partir de janeiro, acessando o site www.ubatuba.sp.gov.br.
Impostos atrasados - A Prefeitura também está oferecendo condições de pagamentos para impostos atrasados e inscritos na dívida ativa, que acumulam cerca de R$ 100 milhões. Para o pagamento à vista, o contribuinte obterá o desconto total dos juros. Na negociação em 24 parcelas, o contribuinte terá desconto de 50% dos juros e em 40 meses, não haverá desconto. Para obter estes benefícios é necessário estar em dia com o IPTU do ano. O prazo máximo para concessão de tais benefícios vai até 30 de março de 2002. (Fonte: ACS-PMU)

Prefeito de Caraguá vai a Ubatuba falar sobre integração do LN
O prefeito Antonio Carlos esteve em Ubatuba nesta Terça-feira 8, ocasião em que foi entrevistado pelo radialista Tony Luiz, da rádio Costa Azul, no programa Rádio Livre, falando sobre sua administração e fazendo um balanço das metas do plano de governo já atingidas

Litoral Norte - O programa Rádio Livre, da rádio Costa Azul, de Ubatuba, teve a participação do prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva, que durante entrevista fez um balanço de seus dois mandatos, falando das metas cumpridas e planos para 2002. Entrevistado pelo radialista Tony Luiz, Antonio Carlos enfatizou a questão da integração do Litoral Norte.
Segundo o prefeito, mais importante que mostrar as obras feitas, as parcerias, é unir esforços entre as quatro cidades que compõem a região para lutar por melhorias para o Litoral. “ Precisamos nos estruturar, nos organizar para Ter uma região forte e com turismo desenvolvido em diversos setores, inclusive cultura, porque não existe turismo desenvolvido sem fortalecimento da nossa cultura. Melhorando isso, estaremos proporcionando melhoria na qualidade de vida da população. Podemos ainda explorar outros tipos de turismo como o náutico, ecológico, balneário, entre outros” , explicou Antonio Carlos.
A ida do prefeito de Caraguá à Ubatuba foi exclusivamente para a entrevista da rádio, que teve duração de 1h20, tempo em que foram debatidos diversos temas, entre eles infra-estrutura, IPTU, parcerias com Governos Estadual e Federal, Educação, Saúde, e outros temas.
Na questão da Educação, o prefeito Antonio Carlos falou sobre a municipalização, que aconteceu durante seu primeiro mandato. “Antes da municipalização, a rede municipal tinha cerca de 2700 alunos. Hoje estamos com uma média de 12 mil e praticamente todas as escolas de Ensino Fundamental municipalizadas. Eliminamos o déficit de 1ª a 4ª séries, e agora em 2002, estaremos acabando com o déficit de creches e Educação Infantil, com entrega de creches, escolas, quadras cobertas, e outras obras” , disse AC. Os 25% de orçamento destinados à Educação, foram complementados com mais 8%, pelo fato de a Administração entender que Educação é prioridade, por estar na mão da crianças o futuro da cidade.
Na área de Saúde o prefeito falou sobre o aumento de repasse. “ A Saúde passa a receber em 2002 35% do orçamento”.
Segurança também foi assunto de destaque durante a entrevista, e um dos assuntos que mais gerou discussão esteve relacionado à Lei de Responsabilidade Fiscal. De acordo com o prefeito Antonio Carlos, essa lei não foi feita para os bons prefeitos, e sim para aqueles que não se preocupam em administrar o dinheiro público com respeito. “Antes de entrar em vigor, a nossa administração já contratava obras com dinheiro aplicado e com essa lei, é responsabilidade de cada prefeito gastar apenas o orçamento anual previsto, não deixando déficit para futuras administrações”, finalizou Antonio Carlos. (Fonte: PMC)

Começa hoje o projeto “Brincando na Areia” em Caraguá

Caraguatatuba - O projeto “Brincando na Areia” começa nesta quinta-feira na praia da Martin de Sá, das 9h30 às 14h, em Caraguatatuba. O projeto vai acontecer em tendas com crianças de todas as idades, que poderão participar de brincadeiras recreativas como pintura a dedo, pula-corda, brincadeiras de roda, artes com objetos naturais (conchas, areia, fibras, folhas, entre outros) além de outras brincadeiras em grupo. Na tenda, profissionais especializados contratados estarão à disposição da criançada. À partir de sábado, o projeto “Brincando na Areia” estará acontecendo simultaneamente nas praias da Cocanha e Mococa, sempre no mesmo horário.
A idéia partiu da Secretaria Municipal de Turismo que pretende oferecer às famílias visitantes, momentos de tranqüilidade e descontração com muita segurança. Quem garante isso é a empresa RCN Promoções, empresa que está patrocinando o projeto em Caraguá.
As recreacionistas do projeto estão preparadas para atuar além das brincadeiras lúdicas. Segundo a coordenadora Nayana Flôr Ribeiro, uma das atividades do programa pretende resgatar algumas brincadeiras antigas como as de roda e outras que irão estimular a atenção e o espírito de grupo. “Iremos aproveitar para incentivar as crianças a manterem a praia limpa, através de brincadeiras e pequenas competições. Acreditamos que conscientizando as crianças estaremos atingindo as famílias, por que as crianças costumam levar muito a sério as questões ecológicas”, comentou a recreacionista. (Fonte: PMC)

Paulo Ramos doa área para novo Fórum de Ubatuba

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba oficializa nesta sexta-feira, 11, a doação de uma área de mais de 12 mil m², no bairro da Estufa II, destinada à construção de um novo prédio para o Fórum de Ubatuba. A solenidade está prevista para às 17h na sede da subseção municipal da OAB/SP (Ordem dos Advogados do Brasil). O Procurador do Estado de São Paulo, Dr. Carlos de Camargo Santos, receberá a escritura de doação assinada pelo prefeito Paulo Ramos (PFL). O ato da doação é tido como fundamental para a viabilização da obra, uma vez que o procedimento licitatório já foi iniciado e enviado para o Governo do Estado para análise e conhecimento, demonstrando a transparência exigida na parceria entre Governo do Estado e Prefeitura.
A iniciativa de construir um novo fórum na cidade sempre foi uma das metas propostas pelo prefeito Paulo Ramos (PFL). O convênio para a obra havia sido firmado em junho de 2000, mas foi cumprida apenas a etapa de licitação. O atual prefeito determinou a recuperação do convênio, contratando a empresa vencedora da licitação, a qual desenvolveu o projeto executivo com todos os detalhes técnicos do novo prédio do Fórum de Ubatuba. A próxima etapa será a concorrência pública para o início das obras. Em meados de junho do ano passado, o prefeito Paulo Ramos esteve na secretaria de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo para dar continuidade ao convênio de construção do novo Fórum de Ubatuba, acompanhado do presidente da OAB de Ubatuba, Luiz Celso Rocha, que foi designado pela secretaria de Justiça para acompanhar todo o desenvolvimento do projeto.
O prazo para conclusão e inauguração do novo Fórum é de 36 meses. O novo prédio terá mais de 3 mil metros quadrados de área construída, na rua Sérgio Lucindo da Silva, no bairro da Estufa II. O custo total da obra é de R$1.997.765,87 e o convênio estabelece o valor de R$ 499.441,47 a cargo da Prefeitura.
“Desde o nosso primeiro mandato buscamos a concretização desta necessidade. Ubatuba cresceu e o prédio do fórum não comporta mais a atual demanda jurídica da cidade, tornando-se pequeno e desconfortável aos funcionários, advogados e à população. Vamos trabalhar para que o Judiciário tenha uma nova casa em Ubatuba, compatível com sua grande importância para a sociedade”, afirma Ramos. (Fonte: ACS-PMU)

Guarda Municipal recebe novos uniformes

Ubatuba - A Guarda Municipal de Ubatuba recebeu um lote de novos uniformes durante a semana. Calças, camisas, sapatos, tênis, camisetas, cinturões, meias, bermudas, capas de chuva e capacetes foram entregues para a distribuição aos 67 agentes municipais. A iniciativa faz parte do plano de reestruturação da corporação desenvolvido pelo prefeito Paulo Ramos (PFL). A Guarda Municipal foi recebida sucateada pela atual administração. Além dos uniformes, foram adquiridos um aparelho de fax, geladeira, 20 bicicletas equipadas para rondas e patrulhamento, identificadores de chamadas telefônicas para coibir os constantes trotes e duas viaturas VW Parati 0 Km, equipadas com rádio comunicação e compartimento traseiro destinado ao uso geral em ocorrências. A sede da corporação recebeu reformas na parte elétrica, hidráulica e estética, com nova pintura.
“Atendendo a determinação do prefeito Paulo Ramos, estamos levantando todas as necessidades da Guarda Municipal para melhor atender aos turistas e à população. Estamos sentindo uma grande vontade política de resolver os problemas”, enfatizou o coronel Gilberto de Carvalho, comandante da corporação.
O prefeito Paulo Ramos entende como fundamentais à cidade as atividades desenvolvidas pela Guarda Municipal, seja na proteção ao patrimônio do município ou na fiscalização do trânsito nas vias públicas. “Não vamos parar por aí. Estaremos trabalhando para viabilizar condições para que nossos guardas possam prestar o melhor atendimento possível a nossa população e aos nossos turistas”, frisou Ramos. (Fonte: ACS-PMU)

Monitores culturais e ecológicos recebem credenciais

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, participou na tarde de ontem, quarta-feira, 9, na Videoteca Municipal, da entrega de credenciais aos monitores ecológicos e culturais.
No total 33, dos 52 monitores que concluíram o curso, comparecem para receber a credencial, onde 39 estão habilitados como monitores ecológicos, 10 como culturais e três para as duas funções.
Segundo o secretário de Turismo, Esporte e Cultura, José Cardim de Souza, só poderão trabalhar em trilhas aqueles que estiverem com as credenciais.
Paulo Julião disse que há intenção em realizar parcerias com outros órgãos visando melhorar o ecoturismo. “Não podemos esquecer que o turismo e, conseqüentemente, o ecoturismo, são setores que mais crescem no mundo, gerando empregos e renda com pouco investimento”, disse o prefeito, ressaltando que para que sejam efetuadas as parcerias estão faltando apenas bons projetos voltados à área.
Buscar soluções para maior sustentabilidade visando ter em São Sebastião mais qualidade de vida mantendo o respeito ao meio ambiente num programa que atenda à Serra do Mar e ao Parque Estadual de maneira auto-sustentável. Para Edson Lobato – o Fredê - diretor do Parque Estadual da Serra do Mar / Núcleo de São Sebastião, este é um dos objetivos que devem ser trabalhados no “mercado” do ecoturismo, buscando critérios para o uso e não o controle desta atividade.
“O Brasil é um destino cujo o interesse pelo turismo vem crescendo muito, por isso temos de buscar qualidade”, disse Fredê. Segundo ele, somente a cachoeira de Boiçucanga já teve mais de mil agendamentos de grupos. “Calculando uma média normal de 10 pessoas por grupo a sete reais por pessoa - pagos aos monitores, vemos que o investimento neste setor soma um valor significativo que retorna à economia local. Por isso, não podemos deixar de investir na conservação destes locais”, explicou o diretor do Núcleo.
Na ocasião, Fredê aproveitou para entregar ao prefeito um estudo realizado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP - Universidade de São Paulo, sobre “Manejo de Impacto da Visitação Pública”, que levanta os problemas e acusa as causas, apontando as soluções. “Este estudo demonstra como se maneja as visitações públicas não comprometendo a qualidade dos destinos do ecoturismo e zelando o patrimônio cultural”, acrescentou.
Os monitores também aproveitaram para discutir outros temas como segurança e reivindicações específicas do grupo, em reunião que contou com a participação do secretário de Obras e Meio Ambiente, Wander Augusto, do diretor de Turismo, Daniel César Augusto e do diretor do Núcleo do Parque Estadual. (Fonte: PMSS)

Fundart e Secretaria apresentam o melhor da nossa música

Ubatuba - Nesta próxima sexta-feira, dia 11, a partir das 21 horas, na área do Aeroporto Gastão Madeira, em Ubatuba, começa o III Festival de Verão do Litoral Norte, promovido pela Prefeitura Municipal e Fundart, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura do Estado. Uma seleção de grandes talentos estará se apresentando com sucessos consagrados da música popular brasileira com verdadeiros ícones, que já fazem parte da história, além de bandas que contam com seu público especial. Não é sempre que podemos assistir ao vivo Altamiro Carrilho, João Bosco, Sá, Rodrix e Guarabira, João Donato, Yamandú Costa mais a Orquestra Sinfônica Paulista com 89 integrantes. Prefeitura Municipal e Fundart fecharam a programação com a Secretaria de Estado da Cultura para proporcionar mais uma opção de lazer para o morador da cidade e ao turista neste temporada de verão que se apresenta como uma das mais movimentadas. A estrutura do evento, como palco, som, estacionamento, atendimento médico e outros itens foi providenciada pela Prefeitura para garantir a segurança do público que poderá comparecer tranquilamente com sua família.

PROGRAME-SE - Todos os shows estarão acontecendo no Aeroporto Gastão Madeira, na área central da cidade a partir das 21 horas. Na sexta-feira, dia 11, a “Banda Mantiqueira” abre a programação. Seus integrantes, em busca de liberdade de expressão, aplicaram a linguagem do suingue brasileiro com forte influência de jazzistas de todo o mundo. Freqüentam os estúdios de gravação e as fichas técnicas de importantes discos. Apresentam-se todas as terças-feiras no Supremo Musical, em São Paulo, com lotação esgotada.

Sábado, dia 12, é a vez do Grupo “Pia Fraus”, em que seus componentes misturam as manifestações de teatro, dança, teatro de bonecos e de máscara, além de circo, integrando a comunicação entre elas. Na mesma noite acontece o espetáculo de rua “Gigantes do Ar”, inspirada em apresentações de circo-teatro, nos animais e seus amestradores. Todas as atrações de um circo, e os bonecos infláveis gigantes, em um ambiente de humor e poesia.
Altamiro Carrilho comparece no dia 13, domingo, com seu regional formado por cavaquinho, pandeiro e violão de 7 cordas. Lenda viva do chorinho brasileiro, já se apresentou em mais de 48 países, gravou 111 discos, compôs cerca de 200 músicas. Em 1963, na União Soviética, foi considerado o melhor solista de flautim do mundo e já teve programa na TV Tupi em horário nobre. Em junho de 2000 realizou uma apresentação no Teatro Municipal de São Paulo de tão bom nível que resultou na produção de um CD, gravado ao vivo, para comemorar 125 anos de chorinho. Durante o show, Altamiro que já se apresentou com diversas Orquestras Sinfônicas, conta algumas histórias da música popular brasileira.

Na sexta-feira, dia 18 é a vez de “Tião Carvalho e Banda” trazer música bem brasileira com sotaque nordestino. Natural de Cupuruvu, interior do Maranhão é requisitado para cursos e oficinas sempre tendo danças brasileiras como tema. Fundou o Grupo Cupuaçu, sediado no Morro do Querosene, em São Paulo, onde comanda a festa do Bumba-meu-boi a cada tres meses. Mantém em Campinas o Grupo Saia Rodada - Dança Brasileira e tem no CD Mafuá seu trabalho mais importante.

Filo Machado cantor, compositor, guitarrista, arranjador e produtor e sua banda é a atração do dia 19, sábado.Tem canções em parceria com Djavan, Aldir Blanc, Taiguara, Sérgio Ricardo e Fátima Guedes e figura como produtor musical de Michel Legrand, Paul Mauriat, Jane Duboc, Ivan Lins e Tim Maia, entre outros. Dividiu o palco do Carnegie Hall, em Nova York, com Gal Gosta, Dorival Caymmi no espetáculo “40 anos de Bossa Nova”. Seu CD “Cantando um Samba” vem colecionando elogios da crítica especializada. Já se apresentou em turnê pelos Estados Unidos, Canadá, Japão e Dinamarca.

Dia 20, domingo, é hora de conhecer de perto o talento de João Bosco. A base do show, com mais 5 músicos, é seu mais recente lançamento “Na Esquina”, onde do samba ao bolero, monta um trabalho com total aprovação da crítica. Sucessos do passado também serão revividos. O jazz é chamado, no caso de João Bosco, para jogar no time do samba e o resultado é a criatividade e música para todos.

Ulisses Rocha e Banda mostra sua arte no dia 25, sexta-feira. Esteve presente com solista nos festivais de jazz em Paris, do Free Jazz Festival, do Festival de Inverno de Campos do Jordão tendo sido fundador do grupo D´Alma, trio de violões que revolucionou a linguagem do instrumento. Participa de apresentações das orquestras Sinfônicas de Campinas, Americana e a Jazz Sinfônica, compõe jingles e trilhas e foi indicado duas vezes para o prêmio Sharp, nas categorias de melhor música instrumental e melhor solista.

Yamandú Costa entra no palco no dia 26, Sábado. Gaúcho de Passo Fundo, não esconde a influência da música latino-americano como chacareiras, chamamés, milonga, tangos, etc. Foi vencedor de 20 festivais como melhor instrumentista tendo se apresentado em capitais latino-americanas e nos Estados Unidos onde foi convidado para gravar um CD em Nashville . Seu show “Rumo dos Ventos” marcou seu trabalho que levou o primeiro lugar do 4o Prêmio Visa de MPB - Edição Instrumental. Na mesma noite, Renato Anesi, líder do trio de cordas “Corda Coral”, da geração de roch e jazz, faz o fechamento no Aeropoto. É especialista em instrumentos de cordas como cavaquinho, viola caipira, bandolim, violão tenor e violão tendo construído um estilo próprio de música universal.

Sá, Rodrix e Guarabira sobem ao palco no dia 27, domingo, repetindo sucessos do passado desde os tempos do Teatro Opinião na década de 70. Canções como Sobradinho, Espanhola, Caçador de Mim e as músicas da novela Roque Santeiro serão reprisadas. Na verdade, o show é o reencontro dos três no qual, acompanhados por uma banda-orquestra, promovem “30 anos de rock rural”, nome dado ao novo CD. (Fonte: Fundart)

Fevereiro começa com sinfônica

Ubatuba - Dia 1º de fevereiro, sexta-feira, Ubatuba vai ter o privilégio de ouvir a Orquestra Sinfônica Paulista, que este ano grava o seu primeiro CD. Formada por professores e alunos do Conservatório de Tatuí, divulga a música sinfônica tanto erudito quanto popular. Com 89 integrantes, sob a regência do maestro Dario Sotelo, vai contar com as participações de Adriano Machado, um dos violonistas mais talentosos de sua geração e Hector Costital, saxofonista e compositor tendo atuado no lendário Boss A Rio, de Sergio Mendes e participado de festivais de jazz e composto músicas para balé.
Roberto Menescal comanda o espetáculo no sábado, dia 02. Elis Regina, Nara Leão, Maysa, Gal Costa, Vinicius de Moraes, Dorival Caymmi, além de trilhas sonoras de filmes e o imortal “O barquinho”, gravado no mundo inteiro, figuram no currículo desse músico que fez do violão, juntamente com Carlos Lyra, o instrumento do movimento Bossa Nova.
João Donato marca os 50 anos de carreira no dia 3, domingo, encerrando o III Festival de Verão do Litoral Norte. Pianista, arranjador, compositor e autor, vem acompanhado de um trio que realizou turnê de grande sucesso pelos Estados Unidos. Letrista de primeira grandeza, foi vencedor do Prêmio Shell de Música, participou do Free Jazz Festival e está com o CD “Amazonas”, entre os dez melhores do ano.
Logo após o Festival, a Fundart promove o “Carnaval Caiçara” na Av. Iperoig, trazendo de volta blocos de bois, de embalo e de enredo, além das músicas tradicionais do passado que vão dar um toque de originalidade, representando uma atração a mais para o turista. (Fonte: Fundart)

Folia de Reis ressurge com toda força

Ubatuba - Um numeroso público lotou a igreja e a praça da Matriz na noite do último Domingo, dia 6, por ocasião do encerramento da 4a Folia de Reis promovida pela paróquia com apoio da Fundart. Turistas com máquinas fotográficas e filmadoras registravam o desfile, após a missa, com as 36 bandeiras de cada uma das capelas do município. Em seguida, vieram as cantorias dos grupos “Exaltação”e “Mineiros de Ladainha”. Frei Gastone Pozzobon e Silvia Thomas Issa, presidente da Fundart, agradeceram o apoio e a participação de colaboradores possibilitando a realização da Folia de Reis mais animada até agora. A mudança de local do encerramento da festa da Praça Anchieta para a Praça da Matriz foi decisiva para o sucesso e será mantida no próximo ano. (Fonte: Fundart)

Núcleo Terramar e Fundacc promovem curso de cerâmica

Caraguatatuba - O Núcleo de Cerâmica Artesanal Terramar em parceria com a Fundacc e a Secretaria de Promoção Social estarão abrindo mais uma turma do curso em fevereiro. O artista Ben-Hur Vernizzi realizou em 2001 a primeira edição do projeto, um curso de cerâmica artesanal, cujo objetivo é proporcionar uma atividade artística como fonte de geração de renda aos interessados.
As inscrições estão abertas e as 15 vagas serão preenchidas após análise dos dados dos interessados, já que o projeto visa alcançar pessoas que visem futuramente a geração de renda através do aprendizado.O curso terá a duração de cinco meses e é gratuito.
Através desse projeto, a Fundacc objetiva oferecer um espaço de aprendizado e trabalho para a formação de ceramistas na região, visando a produção de artesanato que poderá ser absorvido pelo turismo e comércio. Alunos dessa primeira fase do projeto, já estão produzindo e vendendo suas peças, que segundo Vernizzi, alcançaram um potencial artístico muito grande.
Vernizzi garante que é grande a procura pelo artesanato local por turistas, decoradores, e pelos moradores - “Há a necessidade de um movimento artístico que tenha continuidade e traga benefícios. É uma opção no turismo cultural, com a participação da comunidade mais simples e seu artesanato” lembra o artista. Devido ao baixo custo da implantação e a matéria prima abundante, o artista vê a real possibilidade de haver continuidade após o curso por ser uma atividade simples e ter a venda garantida.
Mais informações na Fundacc - Rua Santa Cruz, 396, centro -telefones 12 3883.9770 e 422.5231. (Fonte: Fundacc)

Futmesa ubatubense começa o ano com a Copa Fonseca

Ubatuba - Inaugurando a temporada 2002 de futebol de mesa, a AUFM (Associação Ubatubense de Futebol de Mesa) promoverá a Copa Fonseca, torneio início preparatório para o Campeonato Municipal, que será disputado de Março a Junho.
As inscrições para a Copa Fonseca já estão abertas e vão até o dia 19 deste mês. O início do torneio está previsto para o dia 26. Os botonistas serão divididos em grupos e os que se classificarem para as fases seguintes passarão a disputar jogos eliminatórios, até a final.
O maior favorito ao título é o líder do ranking municipal e melhor botonista de 2001, Edu Macedo Jr, atual bí-campeão da Copa Fonseca, que joga para tentar o trí. Também são destaque o atual campeão ubatubense, Ednelson Prado, e o campeão da Taça Tio Sam, Rodrigo Lobo. Mais detalhes sobre a Copa Fonseca podem ser encontrados no site da associação: www.geocities.com/aufm

Carta do Leitor

Assessoria de Comunicação - Caro editor. Li sua resposta ao leitor Antonio Carlos da Silva, que questionou que este site veicula apenas notícias de Caraguá. Fiquei surpreso com a afirmação de que “apenas a eficiente assessoria de Comunicação de Caraguatatuba percebeu a importância deste veículo, enviando diariamente releases da municipalidade,... restando apenas a esperança de encontrar notícias das outras cidades em outros veículos de comunicação”.
Para o bem da verdade, todos os releases da assessoria de Comunicação da Prefeitura de Ubatuba são enviados sistematicamente após a sua elaboração ao site Litoral Virtual. Aliás, nosso mailing é composto por mais de 100 veículos entre jornais, revistas, rádios, emissoras de televisão, sites, agências de notícias, entre outros meios alternativos. Esclarecemos, ainda, que muitos dos releases (que significa sugestão de pauta à imprensa) são aprovados pelas redações e transformam-se em matérias de destaque na grande imprensa. Com isso, com toda a certeza as notícias de Ubatuba sempre são encontradas nos grandes veículos. Só para ilustrar: em 2001 foram produzidos cerca de 80 releases mensais, o que proporciona um saldo de quase 1000 neste último ano.
Outro aspecto que gostaria de destacar, e sugerir um aprouch para que fortaleça o arsenal de notícias, é que existem dezenas de órgãos geradores de informações, além das Prefeituras. Rapidamente levantamos Câmaras Municipais, Fundações Culturais, Companhias de Turismo, Associações Comerciais, Sindicatos de Hotéis, Associações de Pousadas, Associações de Quiosques, Associações de Bairro, Associações de Arquitetos e Engenheiros, Cetesb, Sabesp, Comitê de Bacias, Polícias, Corpo de Bombeiros, entre muitos outros que tem o dever de passar a informação.
Desde o início das nossas atividades frente à Assessoria de Comunicação, percebemos a importância e consideramos o Litoral Virtual um dos principais meios de comunicação da nossa região, haja visto o grande número de acessos e de e-mail que recebemos. Além é claro, da notícia ganhar velocidade e cumprirmos nosso dever e compromisso de informar ao contribuinte, nosso target principal. Por fim, consideramos que desta forma poderemos aprimorar o relacionamento em benefício de todos e nos colocamos à disposição para elucidar todas as questões pertinentes.
Desde já, agradecemos a oportunidade, reiteramos nossos protestos de elevada estima e Feliz 2002.

Ricardo Pimentel
Assessor de Comunicação da Prefeitura de Ubatuba
acspmu@iconet.com.br



Notícias do Litoral Norte - Sou morador de São Paulo capital, frequento o Litoral Norte a negócios e a lazer desde que me conheço por gente e não vejo o porque da discussão de falta de notícias de Ubatuba neste informativo.
Se a cidade e suas notícias são "poucas" neste veículo, com total isenção posso afirmar que é proporcional a todos os outros veículos que tenho acesso as notícias da região que também são escassas e onde Ubatuba também é pouco representada.
Será que é por conta deste veículo de comunicação ou por falta de uso/acesso da comunidade até ele?
Ao contrário o Litoral Virtual deixou-me muito mais perto de uma região que adoro, de uma gente que está cada vez mais produtiva e eficiente, gente que tenho cada vez mais saudades e aproveito para lembrar quando abro este delicioso e-mail. Definitivamente: usem este espaço, mandem pauta para o Litoral Virtual e por mais que as estradas tenham que ser melhoradas, a cidade tenha alguns problemas e as praias tenham tudo para ficar mais bonitas e limpas, só o fato de discutirmos tudo isto já nos deixa mais próximos das soluções e de crescer.
Parabéns ao Litoral virtual.
Um grande abraço à todos, continuemos crescendo e melhorando!!!

Arqto. Marcos Pedro
alladesign@uol.com.br



Fiscalização Náutica - Com relação a matéria "Jet ski, caiaque e banana-boat estão na mira da fiscalização", parabenizo as pessoas e seus departamentos por esta ação, pois amo este nosso litoral e pessoalmente tenho ele como fonte de inspiração e alívio para o cansaço de nossa vida moderna. Pesco nestas praias e acampo a anos nos paraísos existentes neste cantinho do planeta (em locais autorizados, levo alimentos e trago meu lixo). Mas tenho alterado meus hábitos devido aos excessos cometidos pelos condutores destas embarcações, pois não respeitam o espaço dos banhistas e pescadores. Estes dados são verídicos, basta observar as praias do Massaguaçu, Mococa e Ubatumirim nas épocas da invasão dos turistas.
Sempre continuarei freqüentando nosso litoral, apenas mudo as épocas e os dias, evitando os inconvenientes.

Sebastião Siqueira dos Santos.
SSANTOS4@conbr.jnj.com



Festa do Peão Boiadeiro - Gostaria de enfatizar seu comentário contra estes animais na seção Carta do Leitor de 07/01/2002, e contra a festa de rodeio. Este tipo de festa é nossa tradição de brasileiro, ou melhor "paulista ", como pode se ver em cada região deste imenso Brasil tem sua cultura e seus costumes, por isso se vc não gosta deste estilo de vida não critique e sim tente ver com bons olhos. Você juntamente com sua comunidade poderia se inteirar e participar e aproveitar para pleitear novas conquistas para sua comunidade e até quem sabe conseguir espaço para poder expor seus ideais e se fazer conhecer perante a sociedade.

Eduardo Alves Silva
esilva2@conbr.jnj.com



Estou Errado? - Depois de tanto ler tantos dissabores de turistas e moradores de nosso município, criei coragem, ou melhor, me achei no direito e no dever de me pronunciar. A Prefeitura e todos os órgãos responsáveis pela manutenção da lei e ordem na cidade, com certeza não estão nem um pouco preocupados conosco.
Já estou trabalhando com turismo em Ubatuba há quatro anos, e a bagunça que se tornou, estou ficando enojado.
A Prefeitura tem as leis nas mãos, mas não tem capacidade e muito menos vontade para aplicá-la. O caso de lanches na praia podem esquecer, pois a Prefeitura diz que vai resolver o problema, e vai ficar embaçando até acabar a temporada, como sempre faz com tudo; a cobrança da zona azul na Lagoinha é outro absurdo: primeiro faça, ofereça a estrutura, depois comece a cobrar.
Agora se cobra para fazer coco e xixi na praia? Ambulantes? São como formigas nas praias e pode ter certeza que boa parte é ilegal. Por essas e outras que o turista não dá o devido valor aos que está estabelecido, que tem custos maiores e conseqüentemente preços maiores, que são obrigados a pagar impostos e tentar sobreviver nesta cidade durante o resto do ano e ainda manter funcionários, como todos os outros comércios da cidade, hotéis, restaurantes, quiosques e tantos outros. Ser desonesto com o turista é muito comum na nossa cidade e a Prefeitura é cúmplice disso tudo. Mas, sabem o pior de tudo? O turista é enganado conscientemente, pois ele sabe da besteira que está fazendo e também aceita. Ele não exige nada, muito menos qualidade! Estou errado?

Alexandre Antonakis
mykonos@iconet.com.br



Direitos Iguais - Acho que temos turista estressado demais em nossas praias. Muitas das reclamações são cabiveis, mas repudiar o turista de um dia, só porque traz lanche de casa, porque não tem dinheiro para gastar, acho que é uma atitude um tanto quanto egoista. Pois o pobre tambem tem direito a conhecer o mar, a sentar-se na areia da praia. Quando DEUS fez o mundo não deixou escritura de pedaço de terra nenhuma a ninguem, mas os homens foram se apoderando e é por isso que até hoje existem guerras. As estradas estão ruins, eu sei, mas JESUS andou descalço por caminhos tortuosos, morreu na cruz para pagar nossos pecados, e até hoje pecamos quando julgamos quem pode mais ou menos. Quando só conseguimos ver coisas ruins ao nosso redor, é porque não estamos bem por dentro. A paz começa em casa, NA FAMÍLIA, nem que seja para comer pão com mortadela na praia.
A Paz esteja convosco.

Bel Derghan
derghan@iconet.com.br

 

Náutica Free Wallpaper

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.

 

Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor