Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 01 de novembro de 2002 - Nº 652 Edições Anteriores

Moacyr Colli Junior e Advogados Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Previsão de fim de semana com sol
   Litoral Norte deve receber mais de 80 mil veículos no feriado
   Ordenamento urbano foi discussão do Seminário de Fiscalização Ambiental
   Polícia Ambiental descarta a possibilidade de tráfico de animais silvestre
   Litoral Norte bate recorde de violência
   Polícia ganha central de inteligência
   Alnorte realiza Workshop para o Desenvolvimento Sustentável

Caraguatatuba:
   Rondas escolares apresentam resultado positivo em Caraguá
   Atrações no feriado em Caraguatatuba
   Caraguá lança 10 mil adesivos antidengue
   Caraguá inova no combate a dengue
   Caraguá terá prova de kart no domingo
   Câmara aprova Conselho Municipal do Deficiente Físico
   Vereadores de Caraguá entregam Moção pessoalmente

Ilhabela:
   Alunos da Escola do Reino visitam bairros do Norte

São Sebastião:
   Desvio de merenda vira caso de polícia
   Bancada defende sigilo em apuração

Ubatuba:
   Justiça manda adolescente para Febem
   Circuito Ubatuba de Surf 2002
   Módulo de Surf define campeões no próximo fim de semana

   Carta do Leitor


Previsão de fim de semana com sol

Litoral Norte - Para quem pretende curtir as praias do Litoral Norte no final de semana, as previsões são boas. O meteorologista Sérgio Calvete, do CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista, afirma que o sol deve brilhar no sábado e domingo, com possibilidade de nebulosidade entre 9h e 10h e chuva somente ao final da tarde.
A temperatura máxima prevista é de 27 graus no sábado e 29 no domingo. Calvete explica que a frente fria procedente do sul do país já está deixando o Estado. Hoje, poderá chover ao final da tarde.
Movimento - O presidente da Aciss (Associação Comercial e Industrial de São Sebastião), Artur Ramirez Balut, considera que o movimento comercial na cidade poderá ser um pouco maior, mas somente se o tempo estiver bom.
De qualquer forma, ele não descarta surpresas melhores porque lembra-se que em feriado recente comerciantes foram pegos de surpresa porque não esperavam bom número de pessoas, o que ocorreu. "Tanto o comércio como a rede hoteleira estão se preparando para a temporada de verão", diz.
Segundo Balut, alguns hoteleiros já estão entrando em contato com a Aciss, pedindo indicação de mão-de- obra qualificada.
O presidente da Associação de Hotéis e Pousadas de Maresias (AHPM), Marco Perrotti, não espera muitos turistas no fim de semana. "Em geral, o dia 2 de novembro é fraco; o movimento deve ser realmente maior no feriado de 15 de novembro porque será sexta-feira". Perrotti não sabia da transferência do feriado do Dia do Servidor para hoje.
Em Ilhabela, pelo menos dois dos melhores hotéis estavam com ótimo nível de ocupação para o fim de semana. As vagas estavam esgotadas no Real Villa Bella, que tem 20 leitos, segundo o recepcionista Cléber dos Santos Souza.
No Hotel Itapemar, de acordo com o também recepcionista Edson Lopes, 90% dos 49 quartos já estavam reservados. "No feriado de 15 de novembro devemos atingir 100%". (Fonte: Imprensa Livre)

Litoral Norte deve receber mais de 80 mil veículos no feriado

Litoral Norte - Mais de 80 mil veículos devem seguir em direção ao Litoral Norte no final de semana, considerando o feriado de hoje com a transferência do Dia do Funcionário Público e de sábado, Dia dos Finados. Conforme estimativa da Polícia Rodoviária, o maior movimento será pela rodovia dos Tamoios (SP-99), com 56.700 veículos. Mais 21 mil seguirão pela rodovia Oswaldo Cruz (SP-125).
A região, especialmente a Costa Sul, também receberá parte do tráfego procedente da rodovia Mogi-Bertioga (SP-98), onde a previsão é de 28.980. Outro volume deve chegar pelo complexo Anchieta /Imigrantes.
A Operação Finados 2002, nas rodovias do Estado, começou ao meio-dia de ontem e será encerrada na segunda-feira, dia 4, no mesmo horário. A operação é realizada em conjunto pela Polícia Rodoviária, pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A).
Acostamento - Na rodovia dos Tamoios, o acesso pelo acostamento estará liberado entre os Kms 55 a 83,3 (rotatória) para a Operação Descida até às 18h de sábado. O mesmo trecho será liberado entre às 8h de domingo e 8h de segunda-feira, para o retorno.
Os motoristas que se dirigirem a Ubatuba, pela Tamoios, terão como alternativa a entrada do Rio do Ouro, Km 81. O tráfego com destino a bairros da região sul de Caraguatatuba ou às cidades de São Sebastião e Ilhabela contarão com desvio pelo Km 83, onde está o Terminal Rodoviário.
A Polícia Rodoviária recomenda evitar-se viagem de retorno entre às 14 às 23 horas de domingo, em razão da morosidade do tráfego. A Operação Finados conta com trabalho de 250 policiais rodoviários nas rodovias do Vale do Paraíba, da Serra da Mantiqueira e do Litoral Norte. (Fonte: Imprensa Livre)

Ordenamento urbano foi discussão do Seminário de Fiscalização Ambiental

Litoral Norte - A grande discussão do Seminário de Fiscalização Ambiental, que ocorreu ontem no Teatro Municipal, em São Sebastião, foi o problema do crescimento desordenado urbano nos municípios do Litoral Norte.
O seminário reuniu cerca de 100 pessoas, entre elas autoridades e especialistas de órgãos públicos ligados ao Meio Ambiente que analisaram e debateram ações de fiscalização na região.
Mesmo com a discussão, as autoridades presentes chegaram a um consenso: a necessidade da fusão dos órgãos municipais, estaduais e federais.
Os prefeitos Manoel Marcos e Paulo Ramos, respectivamente de Ilhabela e Ubatuba, indagaram sobre a culpa do crescimento desordenado estar ocorrendo com a conivência das prefeituras. Eles ainda questionaram que o Ministério Público age em extremos, não orientando ou educando as pessoas com relação à Legislação e ainda questionaram o tempo para o julgamento de processos.
“Não podemos negar pedidos de ligação de água ou luz para moradores que estão em áreas degradadas. Temos que agir no início do problema, evitando o aparecimento de loteamentos clandestinos”, comenta o prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos.
Já o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos, acha que a fiscalização deve ser feita coletivamente. “Culpar somente os órgãos municipais pela atual situação não adianta, pois o erro é coletivo. O Ministério Público deveria orientar e explicar as leis para aquelas famílias tradicionais caiçaras que moram em locais de área de preservação”, destaca.
Em contrapartida, a promotora do Meio Ambiente do Litoral Norte, Elaine Tabórda, disse que o problema é global e que os municípios têm sim parcela de culpa sobre a atual situação da região.
“Temos que fomentar discussões no intuito de resolver os problemas e não de jogar um para o outro. Mesmo trabalhando com uma equipe reduzida de promotores, engenheiros e viaturas, o Ministério Público trabalha arduamente referente aos processos e fiscalizações ambientais. Acredito sempre na solução pacífica, mas quando não acontece, agimos com rigor”, destaca.
Fiscalização dos Núcleos - Os responsáveis pelos núcleos de São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba, pertencentes ao Parque Estadual da Serra do Mar, estiveram no seminário para explicar como são feitos os trabalhos de fiscalização das áreas, que por sinal estão em condições precárias.
A responsável pelo Núcleo Picinguaba, em Ubatuba, Eliane Simões, informou que existem apenas três fiscais para cuidarem de uma área de 47,5 mil hectares, o que compreende 80% do município.
Além do número reduzido de fiscais, existe uma constante freqüência de ameaças feita por moradores de áreas de risco e palmiteiros que fazem o desmatamento na região.
“Sofremos freqüentes ameaças de morte. Para ser franca, não fazemos fiscalização porque, além de não termos contingente, o material é escasso”, destaca.
O Núcleo de Caraguatatuba compreende uma área de 39.811 hectares, 82,94% do município. O trabalho de fiscalização é feito por 10 pessoas.
Segundo o responsável pelo núcleo de Caraguatatuba, Ivan Suarez Mota, o maior problema de degradação ambiental é a invasão de encostas.
“O crescimento urbano no Litoral Norte cresce e o número de fiscais continua o mesmo. Estamos trabalhando com unhas e dentes mesmo sabendo de nossas limitações. O que falta, na minha opinião, é o planejamento urbano nos municípios”, comenta.
O responsável pelo Núcleo São Sebastião, Edson Lobato, disse que trabalha com três fiscais, sendo dois estagiários.
“Na cidade, existem 20 pontos de favelização, que tendem a se alastrar. Precisamos criar meios de coibir essas invasões”, afirma.
O Núcleo São Sebastião corresponde a uma área de 30 mil hectares, o que representa 75% do município.
Com relação a fiscalização feita pela prefeitura, o diretor de Meio Ambiente de São Sebastião, Nivaldo Simões, não se queixou das condições, muito menos do contingente.
“O município tem solução para esse caso de ocupação desordenada, graças a coragem política do prefeito Paulo Julião. Existe sim, uma omissão por parte do Governo do Estado, que não oferece condições para os agentes fiscalizadores trabalharem. Acho que deveríamos organizar uma equipe multidisciplinar regional para definir estratégias de fiscalização ambiental”, salienta.
Ibama - A chefe da Estação Tupinambás do Ibama (Instituto Nacional de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), Carla Marcon, destacou a importância que a área do Parque Estadual da Serra do Mar, no Litoral Norte, representa para a região.
“Nossa área é muito rica, por isso existe uma real necessidade de preservá-la para o bem de todos nós cidadãos. Devemos chamar a responsabilidade para todos, pois o Ibama não conseguirá resolver esse problema sozinho. Temos pouco contingente, mas sempre estaremos dando apoio em qualquer tipo de fiscalização, mesmo que tenhamos de deslocar fiscais de outras cidades ou Estados”.
Polícia Ambiental - Como todos os órgãos que trabalham em prol da fiscalização dos crimes ambientais, a Polícia Ambiental trabalha com um contingente escasso.
Segundo o comandante da Polícia Ambiental do Litoral Norte, capitão Eugênio Campos Júnior, as pessoas não se interessam em prestar concursos na área ambiental.
“Por esse e outros motivos que precisamos de uma organização da sociedade civil para colaborar com essa fiscalização. Denúncias são sempre bem vindas.
Precisamos ter o pé no chão para arcar com as conseqüências desse desor-denamento urbano, que se tornou uma questão que precisa ser revista”, comenta. (Fonte: Imprensa Livre)

Polícia Ambiental descarta a possibilidade de tráfico de animais silvestre

Litoral Norte - A Polícia Ambiental do Litoral Norte descartou a possibilidade da região possuir um esquema de tráfico de animais silvestres. A polícia também não acredita que a região possa estar sendo palco de crime organizado ambiental. A principal justificativa seria que os casos que estão acontecendo devem ser considerados raros e isolados.
Segundo informações do Capitão da Polícia Ambiental do Litoral Norte, Eugênio Campos Júnior, a região é um foco onde podem ser encontrados esses animais, mas não chegar ao ponto de ser considerado tráfico.
“Os casos frequentes são de pessoas que pegam esses animais (que geralmente são pássaros e, às vezes, macacos), com a finalidade de tê-los como de estimação, não no intuito de comercializá-los. Claro que existem casos de pessoas que compram em grandes centros e trazem para o Litoral, mas são raros”, salienta.
O comandante salienta que um dos problemas principais é com os palmiteiros, que hoje em dia fazem parte de uma rede que funciona em todo o país. “As vezes, temos que confrontar com palmiteiros usando armas”, destaca.
Outro problema é em relação aos chamados grileiros que comumente formam loteamentos clandestinos. “Com relação a esses casos, a polícia ambiental autua os moradores que invadem áreas de preservação ambiental e encaminha as denúncias ao Ministério Público. Os casos mais comuns foram detectados na Costa Sul de São Sebastião e Ubatuba”, finaliza.
O comandante da Polícia Ambiental de São Sebastião e Ilhabela, tenente Jamir David Júnior, informou que os casos mais frequentes estão relacionados com pessoas que fazem desmatamentos em áreas de preservação.
“As pessoas invadem áreas, desmatam e começam a construir. É comum casos na Costa Sul onde já fizemos autuações e encaminhamos denúncias aos órgão competentes”, disse.
Já em relação às apreensões de animais considerados silvestres, o tenente Jamir disse que os casos são raros, mas quando acontecem, geralmente os compradores são pessoas da classe média.
“É pouco improvável o tráfico, pois a região não possui comércio para isso, além da Mata Atlântica ser pouco explorada na região”, destaca.
O delegado titular da Polícia Civil de Ilhabela, Vanderlei Pagliarini, informou que a cidade registra em média 20 casos de apreensão de animais silvestres.
“É normal que em uma cidade que tem 35% de área de preservação, ocorra casos deste tipo. Não acredito em comércio de animais silvestres, muito menos de crime organizado ambiental. Esses casos, na cidade são normais”, destaca.
O biológo André Rossi, responsável pela Fundação Animália, também descarta a possibilidade de crime organizado na região.
“A Mata Atlântica da região é pouco explorável. É possível que existam animais raros, mas não acredito que em um esquema profissional que esteja agindo na região. Hoje, o mercado está voltado para os grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro”, finaliza.
Secretarias Municipais - Em São Sebastião, segundo informações da Secretaria do Meio Ambiente, há um controle na cidade. Quando a Secretaria recebe denúncias de animais silvestres e palmiteiros, há um encaminhamento para a Polícia Ambiental ou o Ibama.
Já em relação aos grileiros, a Secretaria faz uma fiscalização terrestre e aérea, através de um helicóptero da fiscalização ambiental. Geralmente essas informações chegam através de denúncias ou dos próprios fiscais.
O trabalho é feito junto com o I.F (Instituto Florestal).
Em Caraguatatuba, a Secretaria do Meio Ambiente não registra muitos casos em relação a animais silvestres, grileiros e palmiteiros.
O trabalho de fiscalização é feito pela Polícia Ambiental e o Instituto Florestal, já que a cidade não possui guardas ambientais.
Já em Ubatuba, o assistente técnico da Secretaria do Meio Ambiente, Fabian Alberto Perez, informou que não é comum o registro de casos de apreensão de animais silvestres.
“É comum o aparecimento de bicho-preguiça, mas que são devolvidos à mata imediatamente. Mesmo que apareçam outros animais, o Departamento de Zoonose da prefeitura não tem capacidade para abrigá-los”, ressalva.
Os palmiteiros, segundo Perez, é o principal problema do município. “É comum a polícia ter que enfrentar à bala os palmiteiros”, finaliza.
Outro problema comum da cidade é o caso de grileiros. A Secretaria fiscaliza os locais depois de receber denúncias.
A secretária do Meio Ambiente de Ilhabela, Cássia Rado, foi procurada pela reportagem do Imprensa Livre, mas não foi encontrada.
Promotoria Ambiental
A Promotora Ambiental Elaine Tabórda, não foi quis comentar ontem sobre a estimativa de processos que dão entrada no Ministério Público e nem o tempo de duração para a sua conclusão.
Simpósio - Em decorrência desses casos que vêm ocorrendo na região e no próprio Estado, o Ministério Público e a Prefeitura de São Sebastião, realizam hoje, a partir das 8h, no Teatro Municipal, o Seminário de Fiscalização Ambiental.
No encontro, autoridades e especialistas de órgãos públicos ligados ao Meio Ambiente vão analisar e debater ações de fiscalização a serem realizadas no Litoral Norte.
Os assuntos que serão debatidos referem-se aos meios e métodos de ação do crime ambiental organizado, a ocupação desordenada do solo e o cenário atual do Meio Ambiente na região. (Fonte: Imprensa Livre)

Litoral Norte bate recorde de violência
Polícia admite falta de efetivo e promete reforço imediato; morador reclama de excesso de assaltos a casas

Litoral Norte - Cidades do Litoral Norte tiveram um aumento de casos de homicídio de até 113,33% --índice registrado em Caraguatatuba-- de janeiro a setembro deste ano, em comparação com o mesmo período em 2001. São Sebastião apresentou crescimento em quatro dos cinco índices criminais avaliados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.
Os dados de ocorrências policiais do terceiro trimestre deste ano foram divulgados ontem pela secretaria. As estatísticas levam em conta crimes de homicídio, furto, roubo e furto e roubo de veículo.
A falta de efetivo policial, causada pelo alto custo de moradias no Litoral Norte, seria a principal causa do aumento da violência nos municípios.
O pior índice de homicídios de toda região foi registrado em Caraguatatuba. Foram 32 mortes até setembro deste ano contra 15 no ano passado, o que corresponde a um acréscimo de 113,33%.
O município também teve aumento em furto (4,16%) e roubo de veículo (61,11%) e queda em roubo (-1,89%) e furto de veículo (-51,18%).
Para o comerciante Rogério Gatti Guerra, 43 anos, a instalação de uma base da Polícia Militar na região da Massaguaçu, que vai abrigar um policial, poderá melhorar a situação.
"Hoje está muito ruim, temos muitos assaltos em casas de veraneio. O 190 é acionado em São Sebastião e até chegar uma viatura aqui o crime já aconteceu", disse.
O delegado do 1º Distrito Policial, Fábio de Carvalho Joaquim, afirmou que em setembro a cidade não teve homicídios e em outubro foi registrado apenas um caso. "Esclarecemos 70% dos crimes, que foram motivados por briga em bar, desavenças e tráfico", disse.
Segundo o delegado, os pontos mais críticos são o Perequê e o Porto Novo, onde estão sendo realizadas operações em conjunto com a PM.
TRÁFICO - Em São Sebastião, foram 27 assassinatos este ano e 19 em 2001, com aumento de 42,11%. O município apresentou aumento de furto (27,77%), furto de veículo (106,45%) e roubo de veículo (87,50%), e uma redução em roubos (-15,18%).
No mês passado, uma "guerra" entre traficantes dos morros do Itatinga, Olaria e Topolândia levou o governo a enviar a Rota (Ronda Ostensiva Tobias Aguiar) para a cidade.
Nas cidades de Ubatuba e Ilhabela houve aumento em quase todas as modalidades de crime.
O comandante do 20º Batalhão de São Sebastião, coronel Lourival Kroll, informou ontem que estão sendo realizadas operações em bares, em conjunto com a prefeitura, para apreender armas.
REFORÇO - O diretor do Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior), Antônio Carlos Gonçalves da Silva, afirmou que a Polícia Civil vai corrigir a falta de efetivo policial no Litoral Norte.
Segundo ele, 37 investigadores e 52 escrivães serão efetivados nos próximos 15 dias, sendo 10 investigadores somente para o litoral. "Queremos corrigir falhas antigas de defasagem no Litoral", disse.
Segundo o diretor, apesar do aumento de crimes, a tendência aponta para uma queda contabilizando toda região, com redução de 55 casos de homicídio.
A polícia também vai inaugurar este mês duas delegacias participativas e uma central de inteligência. (Fonte: ValeParaibano)

Polícia ganha central de inteligência

Litoral Norte - Para facilitar o trabalho de identificação de criminosos, a Polícia Civil planeja implantar na região a Central de Inteligência do Vale do Paraíba e Litoral Norte, que vai funcionar junto ao Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) no Jardim Satélite, zona sul de São José.
Segundo o diretor do Deinter-1, Antônio Carlos Gonçalves da Silva, a central terá um banco de dados informatizado de criminosos e um "mapa" da violência na região. "Teremos uma equipe de policiais e um delegado, que irão receber cursos específicos", disse.
A central vai regionalizar o Dipol (Departamento de Inteligência da Polícia Civil) de São Paulo.
NOVA DELEGACIA - A Polícia Civil também iniciou as obras nos 1º Distritos Policiais de São José e Pindamonhangaba, onde irão funcionar as primeiras delegacias participativas do Vale do Paraíba. Segundo a polícia, as delegacias foram escolhidas com base no número de atendimento de ocorrências.
A delegacia participativa, também conhecida como delegacia Poupatempo, funciona 24h com atendimento diferenciado e equipes de assistentes sociais.
Ao chegar na delegacia, o usuário irá passar um atendimento prévio, onde será cadastrado e receberá uma senha. Depois, será encaminhado para uma equipe específica de atendimento.
A triagem irá identificar casos mais graves, que necessitam de atendimento imediato, e casos de assistência social. O objetivo é acabar com o mau atendimento e demora em alguns distritos e plantões policiais. (Fonte: ValeParaibano)

Alnorte realiza Workshop para o Desenvolvimento Sustentável

Litoral Norte - Nos dias 4, 5 e 6 de novembro acontecerá em Caraguatatuba, no hotel Ilha Morena, o WORKSHOP para a elaboração do PLANO DE AÇÃO E GESTÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DO LITORAL NORTE.
O evento está sendo organizado pela Alnorte - Ambiental Litoral Norte, que firmou convênio com o MMA (Ministério do Meio Ambiente), e um termo de cooperação técnica com a SMA (Secretaria de Estado do Meio Ambiente), visando a conjugação de esforços entre as partes, para a implementação do plano de ação e gestão para o desenvolvimento sustentável do Litoral norte de São Paulo.
No primeiro dia serão apresentados os diagnósticos governamentais e as boas iniciativas da Sociedade civil organizada do LN. O objetivo é estabelecer os projetos prioritários e incentivar a integração de programas de governo com o trabalho da Sociedade civil organizada e iniciativa privada, visando a melhoria da qualidade ambiental dos municípios do Litoral Norte, definindo uma agenda de desenvolvimento sustentável, compatibilizada com as diretrizes do Zoneamento Ecológico – Econômico (Gerenciamento Costeiro)
No segundo dia serão formados grupos temáticos, compostos por membros das Prefeituras, do governo do Estado e da Sociedade civil organizada. Os grupos trabalharão na definição e discussão das questões mais críticas da região, com a proposta de encaminhar possíveis soluções aos problemas priorizados, utilizando mecanismos de gestão participativa e Integrada.
Os temas para discussão são:
· Resíduos Sólidos
· Recursos Hídricos, Saneamento e saúde relacionada ao meio ambiente
· Gestão de Áreas Protegidas
· Desenvolvimento Urbano
· Turismo Sustentável
· Pesca e Aqüicultura

No encerramento haverá a apresentação das propostas por grupo, onde serão definidas as prioridades e a agenda para o plano de ação. O Fórum de Desenvolvimento Sustentável será oficializado e ficará definido o primeiro tema a ser aprofundado, com data, local e pauta básica de discussão.
Entidades Participantes:
· Ministério do Meio Ambiente
· Secretaria de Estado de Meio Ambiente/CPLA/CETESB/INSTITUTO FLORESTAL
· POLICIA AMBIENTAL
· Comitê de Bacias
· SABESP
· Prefeituras do Litoral Norte
· Sec. Esporte e Turismo
· Associações Comerciais e Profissionais locais
· Associações de amigos e moradores locais
· Organizações não governamentais
· Ministério Público
· Universidades

Maiores informações no site www.alnorte.org.br

Rondas escolares apresentam resultado positivo em Caraguá

Caraguatatuba - O trabalho intensificado de rondas policiais escolares em Caraguatatuba tem obtido resultados positivos nos últimos 40 dias. Nenhuma ocorrência foi registrada.
Realizado pela Polícia Militar de Caraguatatuba, sob o comando do capitão Válter Padulla, as mais de 50 escolas da cidade são visitadas por duas viaturas pelos soldados Cristina, Sandra, Vidal e Hertel nos períodos de aula, entre 7h e 15h e entre 15h e 23h. Segundo o comandante, a finalidade das rondas é realizar um trabalho de orientação para a preservação da criança.
“A intenção da PM não é pegar ocorrências nas escolas, mas sim evitá-las. Nosso trabalho é totalmente preventivo e tem conquistado seu objetivo”, disse. Ele acrescentou que não são feitas buscas pessoais nos alunos e que ninguém foi pego armado.
Segundo a soldado Cristina, existe uma tabela de escolas pelas quais a ronda deve passar. “Quando não atingimos 100% dessas unidades, das 7h às 15h, completamos o que falta das 15h às 23h. Procuramos também passar pelas creches”.
De acordo com capitão Padulla, existe uma estratégia para a chegada da viatura na escola. “Nem sempre eles vão no mesmo horário, na mesma escola. O objetivo é inibir o traficante, pegá-lo de surpresa e fazer com que ele se afaste com a presença do policial militar. Por enquanto, temos conseguido resolver o problema com duas viaturas. Elas têm sido suficientes”.
Ele disse ainda que o problema mais freqüente é a falta de disciplina dos alunos, como as brigas no fim do período das aulas, mas que a presença da polícia tem evitado esse tipo de atitude agressiva.
A vice-diretora da EMEI-EMEF Professora Santina Nardi Marques, no bairro Estrela D’Alva, Paula Ferreira Paschoalino dos Santos, disse que sua escola tem cerca de 600 alunos nos dois períodos e que a presença da PM inibe a realização de brigas na porta da escola.
“Antes, alunos de outra escola, de série mais avançada, vinham brigar aqui, onde temos crianças pequenas. Com as rondas, isso não tem ocorrido mais”.
Bom relacionamento - O comandante da PM informou que as rondas permitem um relacionamento mais próximo entre a instituição escolar e a policial. “Os alunos e a diretoria passam a ser amigos da polícia. O contato fica mais próximo, e assim, nosso trabalho se torna mais fácil e ágil”.
Ele disse ainda que tem grande apoio da Delegacia Regional de Ensino e da Secretaria Municipal de Educação de Caraguatatuba.
A vice-diretora Paula dos Santos disse que os alunos gostam dos policiais, procuram conversar e permanecer perto deles. “Acredito que as crianças sentem segurança e amizade pelos PMs”. (Fonte: Imprensa Livre)

Atrações no feriado em Caraguatatuba

Caraguatatuba - Caraguá terá algumas atrações para o final de semana e o feriado de Finados, entre elas a abertura da Mostra de Teatro das Oficinas Culturais, com espetáculos infantis e adultos, de grupos de vários bairros da cidade. A programação começa Sexta, dia 1º de novembro com apresentação gratuita da peça infantil Libel e o Palhacinho (Jurandyr Pereira), com o grupo Livre Ação, da Oficina de Teatro do Centro, com direção de Agnes Silva. No Domingo, dia 3, é a peça Panos e Lendas (Vladimir Capella), com a oficina de Teatro do Porto Novo, que tem como assistente de direção Gabrilea Pancheri e direção Angela Pancheri; entrada R$ 1,00.
Outra atração para este fim de semana é a noite do Halloween "Mais macabro do que nunca", às 23 horas no Tamanduá Music Club, na praia Martim de Sá. Traje obrigatório: preto ou caracterizado.
A Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba, está promovendo no Pólo Cultural Profº Adaly Coelho Passos, até 10 de novembro, a exposição "Brinquedos e Brincadeiras de Todos os Tempos". Estarão reunidos brinquedos e brincadeiras de vários países e de várias épocas, brinquedos indígenas, exposição de fotografias de crianças do final do século XVIII até a década de 40. Também estarão expostas fotos de crianças de vários países, fotografadas por Sebastião Salgado. Os brinquedos foram emprestados por pessoas da região, e empresas ligadas ao universo infantil, como Brinquedos Estrela . A exposição pode ser visitada de terça a domingo, das 10 às 18 horas, com entrada franca. (Fonte: PMC)

Caraguá lança 10 mil adesivos antidengue
Prefeitura quer atingir casas de veraneio, suspeitas de abrigar criadouros do mosquito transmissor da doença

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba lançou uma ofensiva de combate à dengue para atingir as casas de veraneio, suspeitas de abrigar criadouros do mosquitor transmissor da dengue. A medida prevê a colocação de cerca de 10 mil adesivos nas residências que estiverem desocupadas.
O proprietário da residência será informado pelos adesivos da necessidade de uma visita do agente de saúde para a eliminação de supostos criadouros do mosquito.
Segundo a coordenadora da campanha, Gladys Lima, o objetivo é conscientizar o turista da necessidade de eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, dentro das casas.
"As larvas do mosquito podem aparecer nos ralos, canos, vasos sanitários e caixas d'água. A ação de combate não é concluída nas casas de veraneio, pois a prefeitura tem autorização somente para eliminar os focos da parte externa das casas", disse.
Os turistas poderão agendar as visitas durante toda a semana, inclusive nos feriados. A coordenadora disse ainda recipientes com água parada devem ser lavados com sabão. As larvas podem permanecer vivas no local por até um ano.
"Temos que eliminar os focos antes do início do verão, período considerado de proliferação do mosquito", disse Gladys.
Ela afirmou que cerca de 70% dos criadouros do mosquito são encontrados em vasos e pratos de plantas. "Os agentes estão instalando ainda uma tela protetora em caixas d'águas e ralos nas casas que estão abandonadas", disse.
EPIDEMIA - O Litoral Norte foi alvo da epidemia de dengue durante a temporada de verão 2001/2002. Somente este ano foram confirmados 378 casos autóctones (contraídos na cidade) e 56 importados, em Caraguatatuba.
Neste mês, há suspeita de oito casos, sendo uma vítima de dengue hemorrágica, fase mais grave da doença. A maioria dos casos foi registrado no bairro do Indaiá e nas casas próximas à região central do município.
Em 2002, o maior índice de vítimas de dengue foi registrado em São Sebastião. Desde o mês de janeiro, a Secretaria da Saúde confirmou cerca de 1.250 casos. Nos últimos três meses, foram detectados quatro casos positivo da doença.
Segundo a prefeitura, fiscais da Vigilância Epidemiológica estão realizando diariamente vistoria nos bairros. Nos finais de semana e feriados, a inspeção é feita nas casas de veraneio. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá inova no combate a dengue
Os veranistas poderão agendar visita dos agentes de saúde para inspeção e prevenção no combate ao aedes aegypti em suas casas.

Caraguatatuba - Caraguá está intensificando as atividades no combate aos criadouros da dengue. Uma das estratégias está sendo agendar visitas dos agentes nas casas de veraneiro para o combate a dengue. Os agentes tem encontrado dificuldades em inspecionar os interiores das casas de veraneio.
Para contornar o problema os agentes estão colando adesivos nas casas fechadas, com recados para os proprietários. Os adesivos comunicam que a casa foi visitada e pedem que o proprietário agende uma visita com os agentes de saúde para a eliminação de criadouros internos, nos fins de semana ou nos feriados quando os proprietários se encontram na cidade. O agendamento pode ser feito pelos telefones 3882-2291 ou pelo 3883-3939.
A Secretaria de Saúde tem recorrido às imobiliárias e realizado visitas aos finais de semana para atender as casas de veranistas que ficam fechadas durante longos períodos. “Esta é a nossa grande dificuldade, com casas fechadas nosso trabalho de eliminação e delimitação dos focos fica sempre incompleto, por que sempre ficam alguns criadouros potenciais para a proliferação das larvas e em seguida dos mosquitos”, disse o biólogo Ricardo de Souza.
Segundo o biólogo, um dos coordenadores da Campanha da Dengue, é comum encontrar focos com larvas do aedes aegypts nos vasos sanitários, ralos, canos ou caixas d’água que ficam dentro das casas. A Secretaria Municipal de Saúde tem autorização judicial para eliminar os focos existentes no quintal de casas mas não para entrar nas casas.
Os números de casos em Caraguá diminuíram bastante. Nos últimos três meses foram feitas 61 notificações e registrado apenas um caso de dengue autóctone, mesmo assim, com a proximidade do verão, a Secretaria está intensificando as ações de eliminação de criadouros.
“É nesta época que temos que controlar os focos, já que o ciclo de desenvolvimento do mosquito está em baixa, com o clima ameno e pouca chuva. Mas é quando esquenta e chove, é que os mosquitos se proliferam e aí sim aumenta a possibilidade de uma epidemia da doença”, explicou
A prefeitura e a Sucen estão investindo na educação, conscientização e participação da comunidade, através dos agentes do Programa Saúde da Família e parcerias com Ongs e associações de amigos de bairro.
Conscientização - Ele explicou que a população hoje está bem mais conscientte mas ainda conserva alguns hábitos que favorecem a proliferação da dengue, como manter vasos, pratinhos de planta com água e bromélias em casa. Segundo pesquisas da secretaria, entre todos os tipos de recipientes encontrados com larvas na área infestada em visita a 1471 imóveis no mês de setembro, 76% foram em vasos ou pratos de plantas e 17% em bromélias.
Segundo explicou o biólogo, o ideal é não manter vasos com água ou bromélias. As larvas do mosquito da dengue permanecem vivas até um ano, por isso, todo recipiente que utilizar água deve ser lavado e esfregado com bucha e sabão a cada troca de água.
Ele orientou ainda que as piscinas de plástico devem ser tratadas da mesma forma que as tradicionais. Outro detalhe que merece atenção é a caixa de motor e os encaixes próximos as escadas das piscinas, locais que costumam juntar larvas. Os ralos também estão os focos positivos. (Fonte: PMC)

Caraguá terá prova de kart no domingo

Caraguatatuba - O kartódromo de Caraguá será palco no domingo, dia 3, de uma corrida preparatória para a temporada 2003. Cerca de 50 pilotos do Vale, Litoral e capital paulista já confirmaram a presença na competição que será iniciada às 11 horas do Domingo. A inscrição custa R$ 130,00 e podem ser feitas pelos telefones (012) 9639-2269 e 9645-0977. Serão disputadas provas nas categorias cadete, sports, super sports, senior e super senior. O kartódromo de Caraguá é considerado um dos melhores do estado de São Paulo. Construído em 1990, o kartódromo tem 938 metros de pistas e boxes com capacidade para mais de 100 karts. Vários pilotos de renome já correram em Caraguá, entre eles, Rubens Barrichelo, Felipe Giafone, Bruno Junqueira e Hélio Castro Neves. (Fonte: PMC)

Câmara aprova Conselho Municipal do Deficiente Físico

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou em primeiro turno, Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal, acrescendo inciso para a inclusão do Conselho Municipal do Deficiente Físico. A autoria do projeto é do Vereador Aurimar Mansano (PTB). O projeto agora vai para o segundo turno.
A Ordem do Dia da 34ª Sessão Ordinária semanal sofreu alterações no decorrer da tarde de terça-feira. Em Regime de Urgência a Vereadora Vera Lúcia Moreira Peixoto - Vera Peixoto (PSDB) deu entrada com Projeto de Decreto Legislativo, concedendo Título de Cidadão Caraguatatubense para o músico José Benedito da Conceição - Maestro Zé PP, conhecido popularmente e de tradicional família de músicos. A cerimônia de entrega está marcada para o próximo mês.
Da Ordem do Dia, propriamente dita, o Projeto de Lei do Vereador Omar Kazon (PL), que acrescenta incisos no artigo 1º da lei 1170/81, que disciplina as declarações de Utilidade Pública foi adiado por uma sessão, mas o autor deverá retirar a propositura, visto que há um grande número de emendas, obrigando-o a elaborar um substitutivo, agregando propositura original e as emendas.
Já o Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal, de autoria do Vereador Anderson Silva Bertoncini - Pastor Anderson (PTB), foi rejeitado em primeiro turno, por 9 votos a favor e 8 contra. A propositura necessitava de 12 votos (2/3 dos Vereadores) para ser aprovada. Na proposta, o Parlamentar disciplinava o uso do Brasão de Armas do município, obrigando a colocá-lo em local visível em todos os prédios públicos municipais da cidade.
Finalizando a sessão, foi aprovado, também em primeiro turno, Projeto de Emenda à Lei Orgânica, desta vez de autoria do Vereador Aurimar Mansano (PTB), que acresce inciso ao artigo 224 da Lei Orgânica Municipal, incluindo o Conselho Municipal do Deficiente Físico. A matéria segue agora para votação em segundo turno e necessita de 12 votos para ser aprovada. Em seguida, o Parlamentar irá apresentar propositura criando o Conselho Municipal do Deficiente Físico, deixando a cargo do Executivo, a Portaria com a nomeação dos nomes constantes no órgão.
Além dos projetos, apenas um projeto foi lido e encaminhado às Comissões Permanentes, bem como foram aprovadas 2 Moções e mais 4 Requerimentos, além de um outro rejeitado. Foram lidas e serão encaminhadas ao Executivo, 35 Indicações. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Vereadores de Caraguá entregam Moção pessoalmente

Caraguatatuba - O Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, o Vereador Valmir Gonçalves (PSDB), juntamente com os Vereadores Anderson Silva Bertoncini (PTB) e Dalva Ricardo Santana (PPS), entregaram pessoalmente a Moção de Congratulações às funcionárias da Assessoria Legislativa da Prefeitura, Rosangela Machado e Vanilda Antonia, pelos relevantes serviços prestados. A autoria da Moção é do Vereador Valmir Gonçalves.
A propositura tem a autoria do presidente da Câmara e foi aprovada por unanimidade no Parlamento Municipal em setembro deste ano. Ao invés de realizar uma Sessão Solene para a entrega da honraria, o Parlamentar formou um grupo de Vereadores que esteve no escritório das homenageadas, localizado em frente ao Paço Municipal, para uma entrega em tom informal.
A entrega se deu na tarde de quarta-feira, dia 30 de outubro e quem acompanhou o evento foi o Assessor Legislativo da Prefeitura, Lúcio Fernandes. Rosangela Machado tem 14 anos de Prefeitura e Vanilda Marques 18 anos. A homenagem se deu em virtude dos relevantes serviços prestados, incluindo aí os Vereadores, independente de partido ou facção. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Alunos da Escola do Reino visitam bairros do Norte

Ilhabela - Seguindo o planejamento anual das escolas municipais onde o tema principal é “Cidadania”, alunos da 3ª série da Escola Municipal José Benedito Morais, no Reino, saíram na manhã de hoje para uma aula de campo pela cidade. Dentro do projeto elaborado para a classe, as crianças já conheceram o Estádio Municipal e entrevistaram os funcionários da Divisão de Esportes e o Diretor da Divisão de Trânsito.
Depois de aprenderem em sala de aula temas de cidadania relacionados a Geografia e os três poderes dentro da matéria de História, a Professora Fátima, a Dirigente Cecília Alves, com o apoio das Kombis da Divisão de Trânsito e Esportes, levaram os alunos para ver na prática o que aprenderam em sala de aula.
As visitas começaram com um passeio até a Ponta das Canas, onde conheceram os bairros e as praias do lado norte do município. Na Vila, conheceram a Biblioteca Municipal onde assistiram a um vídeo chamado “O Desafio da Vida”.
A Câmara Municipal foi a última parada. Lá, a Assistente do Legislativo, Débora Bock Dutra, levou as crianças para conhecer o plenário e outros departamentos da Câmara complementando a aula sobre o Poder Legislativo, que os alunos tiveram anteriormente.
Segundo a Professora Fátima, será marcada uma entrevista com alguns vereadores e funcionários da Câmara para que os alunos tirem suas dúvidas em relação ao trabalho realizado por eles. (Fonte: PMI)

Desvio de merenda vira caso de polícia
Prefeitura de São Sebastião abre sindicância e transfere funcionários que estariam envolvidos com desvio de material

São Sebastião - A Polícia Civil de São Sebastião abriu inquérito para investigar suposto desvio de merenda escolar no município, distribuída pela equipe da Secretaria da Educação.
A prefeitura abriu sindicância para apurar o caso há cerca de um mês e encaminhou para a polícia, que deve ouvir os servidores que estariam supostamente envolvidos na distribuição dos alimentos.
Pelo menos cinco funcionários já foram afastados da secretaria e estariam trabalhando em outros setores da prefeitura. Outras cinco pessoas estão sendo investigadas.
A quantidade de merenda escolar desviada não foi divulgada pela prefeitura. As 57 escolas municipais recebem, diariamente, 23 mil merendas por dia.
O prefeito Paulo Julião (PSDB) confirmou a sindicância e a transferência dos funcionários, mas afirmou que ainda não há provas do envolvimento de funcionários. Segundo ele, a transferência é uma exigência do processo de sindicância.
Julião disse que recebeu denúncia de falta de merenda em algumas escolas da cidade, há cerca de um mês, e resolveu abrir sindicância para apurar o suposto desvio.
"Como outros procedimentos da prefeitura, também acionei a polícia para investigar o caso", disse.
"Não estou acusando esses funcionários. Todos são inocentes enquanto o processo não tiver algum resultado".
Segundo Julião, juntamente com este procedimento interno, cerca de 150 outros assuntos estão sendo investigados pela prefeitura. As investigações são, principalmente, relacionadas ao sumiço de equipamentos.
"Trabalhamos para que todos os bens públicos sejam preservados. A abertura de sindicância é um procedimento comum", afirmou.
O delegado titular do 1º DP, Leon Nascimento Ribeiro não foi localizado ontem pelo ValeParaibano para comentar o assunto.
REPERCUSSÃO - Os vereadores de São Sebastião aprovaram um requerimento, na última segunda-feira, por 10 votos contra 2, em que pede explicações para a administração municipal sobre o caso. A prefeitura tem 30 dias para responder ao documento.
O autor do projeto, vereador Erwin Mota (sem partido), disse que a medida foi tomada a partir do conhecimento do processo interno, aberto pela prefeitura.
"O principal motivo do requerimento é esclarecer porque somente cinco pessoas foram afastadas, já que no local trabalham mais que dez".
O vereador questiona o porquê da transferência de todos os servidores, já que, até agora, não foi confirmado nenhum nome. Ele informou, durante a sessão, que teria sido procurado por alguns servidores, que solicitaram o requerimento. (Fonte: ValeParaibano)

Bancada defende sigilo em apuração

São Sebastião - A bancada de apoio ao prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, defende a manutenção de sigilo nas investigações sobre o desvio da merenda no município.
O líder do prefeito na Câmara, vereador Marquinho Souza (PSDB), disse que votou contra o envio do requerimento que pedia informações à prefeitura. Segundo ele, a ação pode abrir precedentes para que outros funcionários sintam-se no direito de cobrar dos vereadores o que não lhes compete.
"A sindicância exige sigilo. Votei contra para não prejudicar o trabalho interno das investigações", afirmou.
O vereador Carlos Antônio Souza Borba (PMDB), que também votou contra o requerimento, chegou a pedir a retirada do documento para não atrapalhar o andamento das investigações.
"O caso é delicado e já foi parar até na polícia. Entendo a preocupação do vereador Mota, mas não concordo com o envolvimento da Câmara, já que o assunto está sendo apurado pelos órgãos competentes", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Justiça manda adolescente para Febem

Ubatuba - A Justiça de Ubatuba pediu ontem a transferência do adolescente J.N.D., 15 anos, para uma unidade da Febem (Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor) em São Paulo.
Ele é suspeito de ter baleado anteontem o estudante J.R.C., 16 anos, no pátio da escola estadual Idalina Amaral da Graça, no bairro do Ipiranguinha. A vítima foi atingida por um tiro no pescoço.
D. teria invadido a escola portando dois revólveres (calibres 32 e 38) e quatro munições intactas.
Segundo o delegado Fausto Cardoso, o adolescente ainda não soube explicar o motivo do crime.
Segundo o promotor da Infância e Juventude de Ubatuba, Jaques Marcel, o menor vai responder por tentativa de homicídio e porte ilegal de armas. "Ele deve ser encaminhado para a Febem em cinco dias", disse.
Segundo o hospital, a vítima passou por cirurgia na noite de anteontem para a retirada da bala. Ele continuava internado até o início da noite de ontem e o quadro de saúde era considerado grave. (Fonte: ValeParaibano)

Circuito Ubatuba de Surf 2002

Ubatuba - A Associação Ubatuba de Surf realizou entre os dias 24 e 26 de Outubro, a segunda etapa do Circuito Ubatuba de Surf. O local escolhido foi a paradisíaca praia Vermelha do Centro, que recebeu atletas de 16 categorias.
O tempo não colaborou muito com o evento, mas as ondas se mantiveram constantes durante todos os dias de campeonato. De um modo geral confirmaram-se os favoritismos, mas as finais reservaram momentos especiais, com disputas muito acirradas.
Família de Títulos - O bicampeão de surf profissional Ricardo Toledo, levou mais dois títulos para casa, vencendo nas categorias Senior e Longboard. Seus filhos não deixaram por menos: o também bicampeão e atleta MCD, Matheus Toledo, também venceu mais uma, confirmando o primeiro lugar na Estreantes (além do vice na Iniciantes). Como se isto não bastasse, mais um da família abocanhou um título: foi Felipe Toledo (foto), destaque da categoria, que venceu na Petit com muito estilo e manobras bem colocadas.
Na categoria Pro, Costinha não deu chances para ninguém, derrotando atletas de muita competitividade como Saulo Jr., Ricardo Toledo e Mariano Tucat. Em uma das mais emocionantes baterias do evento, Eduardo Silva confirmou sua excelente fase e faturou na Open. Na categoria feminino, sem surpresas com a vitória de Suelen Naraísa na Pro e de Luiza Romann na Amador. Uma novidade foi a apertada vitória de Maicol Santos contra Wiggolly Dantas na Mirim (12,00 x 11,25), em uma bateria peso-pesado que contou ainda com Diego Santos e Hizunomê Bettero. Na mais disputada das baterias, a final da Júnior, o vencedor ficou com o título por apenas 0,5 pontos. Foi mais uma vitória de Hizunomê Bettero, desta vez sobre Joelson Lima. Conhecido embaixador do Surf Local, o profissional Zecão, agora contando com o patrocínio da Stanley, também venceu por apenas 0,5 de diferença na categoria Master, derrotando a Carlinhos Roberto.
A exemplo da primeira etapa, o encerramento e a entrega de prêmios aconteceu em um concorrido churrasco, que promoveu a integração dos atletas da Associação Ubatuba de Surf.
A segunda etapa do Circuito Ubatuba de Surf 2002 contou com os seguintes patrocínios: Turco Loco, Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Juventude, Esportes e Lazer. Prefeitura Municipal de Ubatuba - Secretaria de Esportes e Lazer - Depto de Surf. Apoio: Zecão Surfboards, Superfibra, Taubaté Veículos, Lanchonete Bica do Curió, Sthill Surfshop, Astrodeck, Acessórios Actual e Hotel São Charbel. Supervisão: Federação Paulista de Surf.
Divulgação: www.ubatubasurfcam.com.br

Módulo de Surf define campeões no próximo fim de semana

Ubatuba - Acontece nesse final de semana, na praia Sapê ou Lagoinha, a 3ª e última etapa do CIRCUITO MÓDULO DE SURF COLEGIAL/OPEN E UNIVERSITÁRIO, mais de 100 alunos da rede pública e particular de ensino participa do campeonato, divididos entre mais de 10 escolas e 8 faculdades. Estarão em disputas os títulos de campeões do Circuito. As mais acirradas são, as categorias universitário, open e Junior colegial, onde os campeões ganharão bolsas de estudos. Na universitário, os favoritos são: Patrick Romamn do 1º ano de Ed. Física do Módulo, que lidera a competição com 1.810 pontos, seguido por Rodrigo Alves, que venceu a 2ª etapa e agora soma 1.656 pontos, Tiago Rabello que fez duas finais e tem 1.629 pontos, além de Anderson Santos que está em 8º lugar, mas devido ao descarte do pior resultado, também chega com chances de levar o título. Na open o líder é Pedro Henrique da escolinha de surf da Fundacc, com um 2º lugar e um 1º ele soma 1.900 pontos, mesmo com o descarte do pior resultado ele corre o risco de perder para Rodrigo Alves que venceu a 1ª etapa e tem um 5º lugar da 2ª, somando 1.656 pontos, além de Igor Silva, que fez um importante 2º lugar na segunda etapa e agora entra na disputa também, por causa do descarte do pior resultado, ele tem 1.556 pontos.
Outra disputa acirrada é na Junior colegial entre Marcus Vinícius do colégio Avelar e Luciano Brulher do colégio Colônia dos Pescadores que lideram com 1.900 pontos depois que cada um ganhou uma etapa e ficou em 2º os dois chegam empatados na última etapa e decidem o título no Mar para ver quem vai estudar no ensino médio no Módulo o ano que vem. Na categoria longboard a disputa está bem disputada, com 5 atletas com maiores chances de chegar ao título, maiores destaques são: Giglison golçalves e Fernando Santos o “Tom Pool”, além da revelação, Fernando Frúgolli de 16 anos que estuda no Thomaz Ribeiro de Lima.
Na feminino a líder é Lena Orívinis com 1.556 pontos, seguida de perto por Ivana Bueno com 1.539 e Consuelo Ometto que também tem chances de chegar ao título mesmo com 1.000 pontos ela conta com o descarte do pior resultado, já que não participou da segunda etapa. As categorias Mirins até 16 anos, iniciantes até 14 anos, estreantes até 12 anos, já têm seus vencedores por antecipação, são eles: Marcus Vinícius na Mirim, Luciano Brulher na iniciante e Victor Cardoso na estreante. A categoria Petit até 10 anos, as chances de ser campeão está com Lucas Mattos de 8 anos da escola Carlos de Almeida Rodrigues e Felipe Magalhães de 10 anos da mesma escola.
Entre as escolas e faculdades, a escola Colônia dos Pescadores e as Faculdades Módulo já garantiram o título por antecipação. O Módulo de surf distribuirá aos campeões, duas bolsas de estudos universitárias, uma para o campeão da Universitária e uma para o campeão da Open, uma bolsa para o ensino Médio para o campeão da categoria Junior até 18 anos, mais de 9 bolsas de Inglês da CNA, bolsas natação e musculação da academia Linha D’água e tratamentos dentários do Dr Allan Ferreira. O Módulo de surf, também é válido para o ranking municipal de Caraguá e tem o patrocínio do colégio e faculdades Módulo, governo do Estado de São Paulo através da secretaria da juventude esporte e lazer, apresentação do deputado estadual Alberto Hayar "o Turco Loco" e vereador Laércio Andrade "o Bolha", co-patrocínio: Água do Mar surf shop, Bolha/Século XXI, Perereka surf Ligth, Sport Life, Black Trunk surf shop, CNA Inglês e espanhol, Tânia Vaz pintura a mão, academia Linha D'agua, Leo designer, Rádio Morada do Sol Fm, Litoral Tintas, Revista Alma Surf, Salles jornais e revistas consultório Dr. Allan Ferreira, Company surf shop, Quiosque Canto Bravo e pousada Capitães Fragatas.
Realização: escolinha de surf da Fundacc (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba) Projeto antes no mar do que na rua, prefeitura Municipal de Caraguá e Atletas de Cristo. Organização da Associação de surf de Caraguá e supervisão da Federação Paulista de Surf.
As inscrições p/ a 3ª etapa podem ser feitas nas lojas Água do mar surf shop, Sport Life, Pereréka e Bolha/século XXI, até sexta-feira 1 de novembro e custam 15 reais com direito a uma camiseta e uma revista da Alma Surf. (Fonte: ASCSURF)

Carta do Leitor

Solstício de Verão - De Ubatuba, onde passa a linha imaginária do Trópico de Capricórnio e as coordenadas são: 23°26''29' sul e 0450434 oeste, o Sol estará praticamente a pino dia 22 de Dezembro de 2002 às 12h e 59min. Nesse momento a projeção de sombras de objetos verticais ficará exatamente abaixo dando a impressão da inexistência da mesma.

Dr. André de Castro Milone
Pesquisador
Divisão de Astrofísica (Prédio CEA NOVO) - INPE/MCT


Transporte Coletivo de passageiros em Ubatuba - Era um dia comum nesta controvertida e histórica comuna, quando o navio se aproximou do continente. Dia de festa, pois desembarcou o primeiro caminhão em Ubatuba, que passou a fazer fretes pelo município, transportando pessoas e coisas para lá e para cá. Mais tarde, subvencionado pelo poder municipal, o Sr. Izidoro, com a sua jardineira, implantou a primeira linha de transporte coletivo da cidade, com o objetivo de atender a região sul, até onde a estrada permitisse. A jardineira pifou e providenciou-se um caminhão para dar continuidade ao serviço de transporte de passageiros.
Os tempos mudaram, resultando na implantação e de um novo sistema de transporte, por conta do cidadão João Roman, que durou até meados de 1985. A partir desta data, através da lei n. 773/85, a Câmara Municipal autorizou o executivo a licitar, resultando na concessão do serviço de transporte de passageiros à Empresa Costamar, por oito anos, sem direito a prorrogação. Contrariando a C.F., Lei Federal e municipal, prorrogou-se, por várias vezes, o contratado. Existe ação civil pública promovida pelo M.P. questionando as ilegais prorrogações.
Nesta atual gestão, promoveu-se nova concorrência; porém, em razão do famigerado, custoso e deficiente edital, bem como, dos vícios insanáveis da licitação, a mesma, acabou sendo cancelada, pelo Plenário do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Assim, com a estranha licitação, perdeu-se uma grande oportunidade para melhorar o transporte coletivo de nosso município, com subestações e ônibus de luxo, entre a estação principal e as subestações. Isto acontece quando, eventualmente, questões subjetivas, interferem e atrapalham o interesse público. Fundada na decisão do Tribunal de Contas, uma cidadã questionou o procedimento licitatório junto à Câmara. Mas a denúncia foi arquivada por falta de fundamento e a dita cidadã responde inquérito policial por calúnia e difamação.
Pelo visto, o Plenário do Tribunal de Contas precisa fazer estágio em Ubatuba para melhorar a sua eficiência. Não se tem notícia de qualquer questionamento judicial por quem de direito ou de dever. Esta é a verdadeira história sobre o transporte coletivo de passageiros de Ubatuba.
Finalizando, deixamos uma indagação no ar, para o leitor meditar: "o que pesou nestas negociações públicas, envolvendo o município e as empresas de ônibus: o povo, o transporte, o turismo, o interesse público, um sistema moderno e eficiente, ou estranhos e impertinentes interesses???
Com vem atuando os Orgãos Fiscalizadores na esfera municipal?
Acorda Jacaré! Cidadania é dever do povo!

Vicente Malta Pagliuso
Ubatubas, SP


Projeto Não Preserva a Mata Atlântica - Envolvendo 39 municípios do Vale do Paraíba, Litoral e Vale do Ribeira, o PPMA (Projeto de Preservação da Mata Atlântica) vem sendo implementado desde 1995, com o objetivo primordial de proteger os mais importantes remanescentes da Floresta Atlântica no Estado de São Paulo, reduzida hoje para aproximadamente 7% de sua extensão original, o que a coloca entre os ecossistemas mais ameaçados do mundo.
Os componentes estratégicos do PPMA são constituídos pela fiscalização, monitoramento, planejamento, gestão e consolidação das unidades de conservação, com o projeto atuando nas seguintes áreas sob administração do Instituto Florestal, organismo da Secretaria de Estado do Meio Ambiente: Núcleos Cubatão, Caraguatatuba, São Sebastião, Santa Virgínia e Picinguaba, do Parque Estadual da Serra do Mar, Parques Estaduais da Ilha do Cardoso, de Pariquera-Abaixo e de Ilhabela e as Estações Ecológicas dos Chauás e Bananal.
Até agora, o PPMA já desembolsou mais de R$ 30 milhões em custeio e investimentos nas equipes do DEPRN (Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais), Polícia Ambiental, Instituto Florestal e em sua própria estrutura organizacional e operacional, num montante previsto de US$ 29,971,522 milhões, o que representa mais de 100 milhões de reais, dos quais o governo de São Paulo entra com 44% dos recursos e o Banco KfW, órgão financiador do governo da Alemanha, responde por 56% dos investimentos, metade das quais na forma de doação.
É importante salientar a constituição de uma dívida externa pública da ordem de US$ 10 milhões a ser paga pela população brasileira.
Os rumos que tal proposta conservacionista vem tomando levam à não consecução dos seus objetivos primordiais de proteger a Mata Atlântica, pelo menos ao nível em que se deveria esperar de tão ambiciosa e dispendiosa estrutura.
Os resultados práticos desta estrutura não ultrapassam o patamar da mediocridade, não advindo quaisquer benefícios sociais e de desenvolvimento que possam ser creditados para as populações envolventes e envolvidas das unidades de conservação agraciadas.
O que mais se pode ver nestas unidades é a construção de faustosas sedes. Em algumas delas, como as de Picinguaba, Santa Virgínia, Ilha do Cardoso, Bananal e Caraguatatuba, a má qualidade das obras é evidente, o que ocasiona, inclusive, a mortandade da avifauna silvestre.
Além disso, é freqüente o desvio de matérias e mesmo as elevadas perdas por furtos e outros danos, o que vem correspondendo proporcionalmente ao incremento assustador das agressões ambientais nestas áreas naturais protegidas por lei.
Nestas áreas se ampliam e se banalizam as invasões e os atos de caça, mineração, abertura de estradas, extração de palmito, pesca predatória e outros males responsáveis pela aguda situação de ampliação do passivo ambiental do Estado, numa demonstração de inequívoca falência da megaproposta multinacional.
Os rumos do PPMA devem ser discutidos com a sociedade, protagonista em todos os aspectos envolvidos, especialmente como depositária final do integral ônus ambiental e monetário dele resultante, diante do preocupante cenário de destruição da Floresta Atlântica no Estado de São Paulo, merecendo-se a ingerência ordenadora do Ministério Público e do Tribunal de Contas, como forma de se assegurar a efetiva proteção do patrimônio coletivo ameaçado.

João Evangelista de Melo Neto
Engenheiro agrônomo em Ubatuba
Pesquisador científico e mestre em conservação e manejo
de recursos no Instituto Florestal da Secretaria do Meio Ambiente


Manhas e Artimanhas do Cacique Cunhambebe - Depois que eu decidi contar neste jornal o que é, como surgiu e o que deve ser feito com a “Maldição de Cunhambebe” que inferniza Ubatuba há mais de três séculos, fui procurado por muitas pessoas interessadas em maiores detalhes sobre o veterano cacique. Pouco pude acrescentar ao que eu já havia dito, mas para espanto meu, aconteceu uma coisa extraordinária. O próprio Cunhambebe apareceu em minha casa anteontem durante a madrugada.
Como moro na avenida do Cruzeiro, disse-me que é por alí que passa seus dias, organizando todos os movimentos para ver permanentemente cumprida sua conhecida maldição, e depois que eu a revelei resolveu se apresentar, quis me conhecer e se dar a conhecer. Realmente a história tem razão, é um tipo grandalhão, de fala mansa e gago. Me pareceu um sujeito alegre e gozador apesar do aspecto sombrio, dos olhos terríveis e duros e da enorme cicatriz que vai de um lado a outro do peito.
Contou que observa quem chega, quem sai e o que fazem na cidade, aí então vai desfazendo as iniciativas, pondo pedras no caminho e trabalhando há séculos para irritar e prejudicar os descendentes, amigos e convidados daqueles portugueses que humilharam seu povo. Disse-me que anda meio cansado desse assunto mas, como foi ele que lançou a maldição, ficou eternamente comprometido com sua perfeita realização. Outros caciques o ajudaram nos primeiros duzentos e cinqüenta anos, porém acharam que já era demais e se foram. Ele, teimoso e determinado como sempre, se mantém ligado em tudo que acontece. Comentou que a cidade cresceu muito ultimamente, com muita gente que veio de fora sendo também vítimas de sua maldição, mas que era isso mesmo que ele queria. Quanto mais gente, mais problemas e pior os governantes, foi o que ele disse.
Conversa vai, conversa vem convidei-o a dar uma volta para que me mostrasse como agia para que as coisas não dessem certo por aqui. Levou-me para o alto do morro do Matarazzo que ele chamou de Curuçá-mirim dizendo que de lá, onde estava antigamente sua aldeia, podia avistar toda a baía e a cidade, acompanhando os passos das pessoas e o que faziam. Disse que ficava por lá porque se sentia bem naquele terreno velho conhecido, e que sua condição de cacique secular o permitia estar em todos os lugares e ver tudo ao mesmo tempo.
Contou que a primeira coisa que fazia era retirar das pessoas sua capacidade de reclamar e de cooperar, introduzindo em seu lugar o sentimento de inveja e a prática da futrica. Só isso, disse ele, era suficiente para paralisar tudo porque as pessoas se destruíam sozinhas. Deu como exemplo o seguinte: qualquer um que começasse a se destacar em algum trabalho comunitário seria logo chamado de candidato a prefeito para que despertasse naqueles que pretendiam candidatar-se, a preocupação com o futuro concorrente. Aí então trabalhavam contra ele. O pessoal da administração pública, vereadores e chefes partidários passavam-lhe toda espécie de rasteira, negando-se ainda a atendê-lo em seus pedidos em favor do bairro para destruí-lo perante a população, só porque achavam que chegaram antes na fila dos candidatos a prefeito. Como a população já tinha sido privada da capacidade de reclamar e cooperar, viravam as costas para o sujeito, acreditando nas futricas que lançavam contra ele, negando-lhe qualquer apoio. Assim era mais um que se ia e tudo ficava na mesma.
Outra artimanha do velho cacique, contada em meio a enormes gargalhadas, era a cegueira seletiva que aplicava nas pessoas. Produzia uma cegueira no cidadão que o impedia de ver só o que ele, cacique, não queria que a pessoa visse. Por exemplo, os policiais encarregados de manter a ordem para criar um clima favorável aos turistas que deveriam trazer dinheiro para a cidade, ficavam cegos em relação ao montão de mendigos que perseguem as pessoas atrás de uns trocados, ou cegos quanto aos motoristas de cidades do interior que ligam um som altíssimo nos seus automóveis toda noite nas principais ruas da cidade, embolando as calçadas e xingando as pessoas que estiverem a passeio ou em suas casas que, aborrecidos e ofendidos vão-se embora achando que a cidade não oferece segurança. Os policiais são bem intencionados, mas o cacique se diverte criando neles a cegueira seletiva porque isso reforça os efeitos da sua maldição sobre a cidade.
Também se diverte muito com o golpe da cegueira aplicado na privatização do espaço público, isto é, o que é de todos fica sendo apenas de um, com a concordância e prejuízo de todos, e todos riem.
Funciona assim : vêm uns caras e montam um quiosque no meio da calçada ou na beira da praia, de preferência em algum lugar bonito e tranqüilo. A seguir, enchem a sua volta de mesas e cadeiras, metem um som barulhento durante a noite toda até a madrugada. Ninguém vê o abuso, mas o pessoal da cidade, os moradores do lugar, todos se aborrecem. Sua paz vira um inferno mas todos toleram porque dizem que a zorra é para alegrar os turistas. E é aí que o cacique se diverte mais. Diz que conseguiu pôr na cabeça das pessoas que aquela zorra atrai turistas, e ninguém percebeu que é justamente o contrário, espanta os visitantes. Assim, os próprios chefes da cidade afugentam aqueles que tem dinheiro e gostariam de gasta-lo em Ubatuba, ficando por aqui, rebolando “quinem doidos nos quiosques”, como disse o velho morubixaba, apenas as pessoas que andam de Kombi 79, Opala 68 e Brasília qualquer ano. Esses não tem dinheiro nenhum mas como são muito numerosos, enganam as pessoas da cidade que, sem saber que estão afetadas pelo golpe da cegueira, dizem que o futuro vai ser bom porque a cidade está cheia. Cheios ficaram aqueles que viraram as costas para Ubatuba e foram gastar seu rico dinheirinho noutras cidades do litoral, menos bonitas mas mais organizadas e inteligentes, arrematou às gargalhadas o gigante Cunhambebe.
Nesse momento, como o sol já estava querendo aparecer no horizonte do mar do Itaguá, lançando uns raios de fogo contra as nuvens ainda escuras da noite e fazendo as águas da baía parecerem uma enorme planície negra, o cacique, voltando-se para mim com um olhar sério e cansado, disse que estava na hora de caminhar sozinho por aquela superfície em direção ao astro rei. E foi-se.
Ainda vi seu enorme vulto andando contra o vermelho da alvorada quando parou, virou a cabeça em direção à praia e gritou, “qualquer noite voltarei para contar mais uns truques que faço com alguns chefes desse vilarejo, para que aceitem umas galinhas e um pouco de peixe com farinha para mudar as leis e desorganizar tudo, e ainda assim continuando a ser respeitados e tratados como pessoas importantes”. Ouvi uma enorme gargalhada e o perdi de vista.

Renato Nunes
cronista
Publicada no jornal “A Cidade” em fins de 1998



Foto do Dia:

Toque Toque
São Sebastião
Praia de Toque-Toque
©2000 Gustave Gamma



Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".


 F
aça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.


Korovin Anuncie em Rádio Hotel Pousada Alto da Serra

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.

GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor