Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 04 de novembro de 2002 - Nº 653 Edições Anteriores

Moacyr Colli Junior e Advogados Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Litoral ganha 260 casas populares

Caraguatatuba:
   Crise transforma areia em feira livre
   Comércio reclama da concorrência
   Finados atrai turistas a Caraguatatuba
   Dez guardas-vida fazem reforço em cinco praias
   Escola de Pais Cidadãos finalizou a 1ª turma no Casa Branca
   MACC premia alunos através do Prêmio Golfinho

Ilhabela:
   Petrobras conclui limpeza de pixe em praias
   Câmara de Ilhabela pode criar 20 cargos
   Balsa fica presa em banco de areia no canal e assusta usuários

São Sebastião:
   Índios do Espírito Santo são achados no litoral
   São Sebastião dá novo prazo para dívidas
   Comissão de pais pede retorno de 5ª a 8ª séries para Pontal da Cruz

Ubatuba:
   Ubatuba participa da Adventure Sports Fair

   Carta do Leitor


Litoral ganha 260 casas populares

Litoral Norte - As cidades de Ubatuba e Ilhabela vão receber cerca de 260 casas populares da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). As moradias deverão ser entregues no segundo semestre do próximo ano.
Segundo o diretor-regional da CDHU, Francisco Assis Vieira, 100 unidades habitacionais serão construídas em uma área de 8.000 metros quadrados, no bairro do Reino, na região central de Ilhabela.
A companhia deve liberar cerca R$ 1,8 milhão para o material de construção das casas. "As moradias terão em média 48 metros quadrados, onde serão construídos dois quartos, sala, cozinha e banheiro", disse Vieira.
Para o prefeito Manoel Marcos, cerca de 50% das casas serão oferecidas para as pessoas que vivem em áreas de risco, nos bairros Morro dos Mineiros e Barra Velha.
Em Ubatuba, o governo do Estado liberou a construção de 400 casas. Mas, somente 160 serão construídas em uma área de 22 mil metros quadrados, oferecidos pela prefeitura.
"O terreno está localizado no bairro do Taquaral, mas o espaço oferecido pelo município não é suficiente para a construção de todas as unidades habitacionais", disse o diretor. (Fonte: ValeParaibano)

Crise transforma areia em feira livre
Ambulantes oferecem tudo aos turistas: de sanduíches a redes, de óculos a tatuagens; Associação Comercial se queixa de concorrência desleal

Caraguatatuba - A crise no emprego está fazendo com que os vendedores ambulantes transformem as praias de Caraguá em uma verdadeira "feira livre".
O mercado informal dos produtos chega a duplicar durante a temporada. A venda é variada --sanduíches, biquínis, bóias, jornais, roupas, redes, óculos, tatuagens e chinelos, entre outros produtos.
A maioria das pessoas não tem autorização da prefeitura para a venda dos produtos. A Associação Comercial e Industrial de Caraguá considera a prática ilegal (leia abaixo).
Trabalhando há mais de três anos na praia, o vendedor de óculos Alessandro Moreira, 23 anos, de Santo Antônio (MG), disse que aproveita o verão para garantir o sustento de sua família. "A praia é a única solução para conseguir um emprego. Apresentando produtos de qualidade, consigo obter um lucro satisfatório", disse.
Ele afirmou que chega a faturar em média R$ 200 por dia nos finais de semana e feriados.
Para o vendedor de redes de crochê Naldo Santos, 29 anos, de João Pessoa (PB), o comércio informal foi a única conquista depois de dois anos desempregado. Ele trabalha na areia há mais de 12 anos.
"Estava sem trabalho fixo e não tinha qualidade de vida em minha cidade. Me sinto útil, pois o comércio possibilitou o meu retorno na sociedade", disse. Santos tem uma renda diária de cerca R$ 100 na temporada.
O vendedor de bóias de plástico Gerson Pereira, 35 anos, disse que há 15 anos sustenta a sua família com o dinheiro da venda dos produtos nas praias.
"As cidades oferecem poucas oportunidades de emprego. O comércio informal é o resgate da pessoa ao mercado de trabalho", disse Pereira.
CONCORRÊNCIA - Para a ambulante Luciana Silva, 33 anos, que vende roupas na praia há 7 anos, o segredo é conquistar o cliente e oferecer um preço acessível.
Luciana disse que a concorrência no mercado informal está aumentando anualmente nas praias. Ela confecciona as próprias roupas que são feitas de crochê e tecidos finos.
"Conquisto a minha renda familiar dos produtos que vendo na praia. Tenho que ter peças variadas e de qualidade para garantir o lucro", disse. Ela tem um faturamento diário em torno de R$ 150 no verão.
Para o tatuador Rubem Santana, 36 anos, os clientes são disputados por mais de 20 profissionais que comercializam o produto nas praias. O número de tatuadores tem crescido nos últimos anos.
"Tenho que aproveitar o período de movimento dos turistas para ganhar dinheiro com as tatuagens temporárias. Mas para obter um lucro satisfatório, tenho que oferecer os melhores desenhos e preços", disse Santana. (Fonte: ValeParaibano)

Comércio reclama da concorrência

Caraguatatuba - Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Caraguatá, Jorge Washigton, o venda informal nas praias prejudica o comércio.
"A concorrência é ilegal. Os comerciantes regularizados aguardam o período de temporada para garantir o faturamento, que fica comprometido com a venda desorganizada dos produtos nas praias", disse.
Ele afirmou ainda que o dinheiro arrecadado pelo profissional temporário vai para outras regiões, pois a maioria não reside na cidade.
Segundo o prefeito Antônio Carlos da Silva (PSDB), a movimentação do comércio temporário é desorganizado. "A prefeitura cadastra anualmente cerca de 300 ambulantes, para que não ocorra o desequilíbrio do comércio." (Fonte: ValeParaibano)

Finados atrai turistas a Caraguatatuba

Caraguatatuba - O feriado do Finados comemorado ontem, aumentou o número de turistas nas praias do Litoral Norte. O movimento foi intenso na praia Martin de Sá, considerada a mais popular da região central de Caraguatatuba. Segundo os comerciantes, a tendência é que o fluxo de turista aumente ainda mais nos próximos finais-de-semana.
A Polícia Rodoviária Estadual informou que a previsão de veículos sentido Litoral Norte é de 77,7 mil, nas rodovias dos Tamoios, que liga São José a Caraguá, e Oswaldo Cruz, que dá acesso a Ubatuba. (Fonte: ValeParaibano)

Dez guardas-vida fazem reforço em cinco praias

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba vai contratar dez guardas-vida temporários do Salvamento Marítimo do Corpo de Bombeiros para reforçar o monitoramento das praias durante a temporada de verão 2002/2003. Os agentes vão começar as atividades a partir do próximo dia 10, nas praias Martin de Sá, Cocanha, Prainha, Capricórnio e Indaiá. Segundo a prefeitura, a medida visa previnir possíveis acidentes no mar. A fiscalização será feita diariamente no período das 8h30 às 17h, até o mês de março. Para dezembro, está previsto ainda a contratação de mais 30 agentes. (Fonte: ValeParaibano)

Escola de Pais Cidadãos finalizou a 1ª turma no Casa Branca

Caraguatatuba - A Escola de Pais Cidadãos mais uma vez mostrou ser UM SONHO POSSÍVEL para os pais participantes. O projeto, que aconteceu pioneiramente no CEI do Travessão teve a segunda turma na comunidade do Casa Branca e reuniu cerca de 30 pais de alunos que uma vez por semana se reuniram para discutir temas atuais como vínculos afetivos, relações familiares, direitos da família, saúde, nutrição, e vários outros debates, propostos pelos visitantes mais que especiais, que a cada aula levaram temas diferentes para refletir com os pais. Entre os participantes estiveram a secretaria Roseli Morilla, e ainda o Juiz de Direito do Fórum de Caraguatatuba, o professor João Marcos de Oliveira, a supervisora da SME, Wanderly Alves de Araújo, e muitos outros convidados especiais. O encerramento aconteceu no dia 31 de outubro, com a participação da secretaria Roseli Morilla, que compareceu a formatura dos Pais Cidadãos no CEI João Bolinha. Dessa experiência eles levam novos conceitos sobre como viver em família, a busca dos direitos de cidadão, e muitos outros aprendizados, adquiridos inclusive através da troca de experiências entre os próprios pais. De acordo com a coordenação do projeto, uma nova turma deve ter inicio logo no começo do próximo ano, e certamente, os formandos dessa turma estarão presentes para dar seu testemunho sobre o sucesso desse projeto, assim como os Pais Cidadãos do Travessão o fizeram há três meses atrás, quando a Escola de Pais estava apenas começando a engatinhar no Casa Branca. (Fonte: SME/PMC)

MACC premia alunos através do Prêmio Golfinho

Caraguatatuba - Visando promover a integração das crianças e jovens de Caraguatatuba com o MACC - Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba, e contribuir na formação e construção de sua cidadania através da interação com o patrimônio, a Fundacc vem criou o Prêmio Golfinho de Ação Educativo-Cultural, fazendo parte da proposta pedagógica do Pólo Cultural Profº Adaly Coelho Passos.
Através das visitas monitoradas pela historiadora Luzia de Toledo Prado, as crianças fazem um passeio pelas salas do museu, conhecendo a história de Caraguatatuba e em suas escolas, produzem um trabalho artístico sobre um tema visto na visita, ficam em exposição no MACC e são julgados por uma comissão.
No dia 30, quarta-feira, aconteceu a entrega do prêmio Golfinho com a presença da presidente da Fundacc, Eloiza Andrade Antunes, o jornalista Roberto Espíndola, patrocinador do Projeto, a Secretária Municipal de Educação Roseli Morila, aos três alunos que visitaram o Pólo Cultural entre os meses de agosto e setembro com seus professores: Em terceiro lugar, ficou Alexandre C. Júnior da EMEF Profª Santina Nardi Marques, com uma pintura em tela, com o tema Casa Caiçara; em segundo ficou a aluna de 6ª série B da Escola Antonio de Freitas Avelar, Júlia Cristina F.H. Carvalho, também com o tema Casa Caiçara, mas com um trabalho em cerâmica, estes ganharam kits do MACC e em primeiro lugar, ganhando o prêmio Golfinho, uma obra em cerâmica do Núcleo TerrAmar, foi Caio A.T. Rocha Nascimento, com um trabalho em biscuit, também com o tema casa caiçara. Os alunos da EMEF Santina Nardi são alunos da professora Leila de Souza Domiciano Oliveira. (Fonte: PMC)

Petrobras conclui limpeza de pixe em praias

Ilhabela - A Petrobras concluiu ontem a limpeza das 39 praias de Ilhabela que foram atingidas por resíduos de piche, na última sexta-feira. O trabalho durou cerca de 10 horas e reuniu 50 agentes ambientais, incluindo funcionários da prefeitura. As bolhas de piche se espalharam pelo mar atingindo a areia. As praias mais afetadas foram Barra Velha, Deck e Castelhanos, onde foram registrados os primeiros resíduos.
"Como medida preventiva, as praias vão continuar sendo vistoriadas nos próximos dias", disse a secretária de Meio Ambiente, Cássia Aparecida Redó.
Ela afirmou ainda que o produto chegou até as praias pelo mar. E há suspeita do material ter sido jogado na água por navios. "Acreditamos que tenha ocorrido uma falha na limpeza dos porões das embarcações que ficam atracadas no porto. Se o trabalho é feito de maneira incorreta, os resíduos são lançados diretamente no mar", disse a secretária.
Segundo Cássia, outra hipótese é que as intensas correntezas dos últimos dias tenha arrastado o piche até as praias.
"A identificação do responsável pelo acidente é praticamente impossível, pois não houve registro de vazamento de óleo em navios na região", disse. Técnicos da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), realizaram ontem uma vistoria nas praias atingidas pelo produto. A companhia ainda não avaliou os possíveis impactos ambientais.
Nenhum diretor do Tebar (Terminal Almirante Barroso), foi localizado durante todo o dia de ontem para comentar o assunto.
POLUIÇÃO - A secretária acredita que as bolhas de piche não apresentam poluentes e o impacto ambiental deve ser mínimo.
"O problema seria para os freqüentadores das praias, pois o piche poderia sujar a pele e os cabelos. Mas ainda não encontramos animais marinhos mortos", disse.
Segundo Cássia, é necessário uma fiscalização mais intensa no canal de São Sebastião, por causa da movimentação de navios.
"A região é propícia a novos acidente. O ideal seria um monitoramento diário na orla da praia, afim de prevenir futuros vazamentos", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Câmara de Ilhabela pode criar 20 cargos

Ilhabela - A mesa diretora da Câmara de Ilhabela apresentou projeto que determina a criação de 20 novos cargos comissionados.
O Legislativo conta hoje com 33 cargos, sendo que somente 11 estão preenchidos. A novo proposta inclui a criação de vagas de assessores, chefes de gabinete e estagiários.
Segundo o presidente da Câmara, Carlos Alberto Oliveira (PMDB), a idéia é agilizar os trabalhos dos vereadores e melhorar o atendimento ao público.
"O número de funcionários não atende a demanda das atividades solicitadas pelos vereadores. Para o desenvolvimento do Legislativo, há necessidade do reforço da equipe", disse.
Oliveira afirmou ainda que caso a proposta seja aprovada, o preenchimento dos cargos será realizado nos próximos cinco anos.
"O projeto da construção do novo prédio da Câmara está sendo concluído. Com uma melhor estrutura poderemos estar ocupando todas as vagas", disse. O investimento para a contratação dos comissionados ainda não foi definido. A proposta deverá ser colocada em votaçao na próxima semana.
REAÇÕES - Para o vereador José Donizeti da Silva (PFL), não há necessidade da contrataçao de novos funcionários. "A projeto vai aumentar o orçamento. O gasto anual da folha de pagamento do Legislativo é de cerca R$ 500 mil", disse.
O prefeito Manoel Marcos disse que somente vai comentar o caso após receber oficialmente o projeto. (Fonte: ValeParaibano)

Balsa fica presa em banco de areia no canal e assusta usuários

Ilhabela - A balsa Noahs, que chegou para ajudar na travessia entre São Sebastião e Ilhabela, ficou presa em um banco de areia na noite de ontem, durante 40 minutos, deixando os tripulantes e passageiros aflitos. A embarcação saiu de Ilhabela por volta das 19h, lotada por pedestres e veículos.
De acordo com o coordenador de embarcação da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), Valter Barbara, a balsa não sofreu nenhum problema técnico. O imprevisto aconteceu devido ao baixo nível da maré ontem a noite. “O mestre da balsa estava fazendo o percurso de rotina, mas com a baixa da maré, acabou prendendo a embarcação num banco de areia”.
Ele conta que tanto a balsa atingida, quando o condutor, estão trabalhando nesse trecho há pouco tempo.
O procedimento realizado pela equipe da Dersa foi enviar uma outra embarcação para o local (próximo à Ilhabela), para que fizesse o reboque. Barbara conta que o problema foi simples, a ponto de que o reboque não precisou arrastar a balsa, e sim, dar um “empurrão”. Com o auxílio, ela seguiu até o porto de São Sebastião, e continuou realizando normalmente a rota.
As pessoas que estavam a bordo da Noahs saíram assustadas no cais de São Sebastião. A maioria saiu correndo assim que a balsa encostou, preocupada com a situação.
O agente municipal de trânsito, Marcelo Rocha, disse que a situação ficou bastante crítica durante a parada. “Nós não sabíamos o que estava acontecendo e ficamos à espera de alguma atitude”.
Ele afirma que nem mesmo o reboque deu qualquer explicação aos tripulantes. Marcelo afirma ainda que esse atraso prejudicou muitas pessoas que têm compromissos após esse período. Isso porque muitos dos passageiros a bordo voltavam do trabalho. O agente conta que estava preocupado com sua esposa que está grávida e precisava ser levada ao Hospital. “Quando ela me ligou, estava parado e sem ter o que fazer. Acredito que problemas podem acontecer, mas neste caso foi um desrespeito com os usuários”.
Com a chegada da balsa Noahs em São Sebastião, muitos pedestres que aguardavam para embarcar ficaram com receio de atravessar o canal a bordo da embarcação. “Não sei o que pode acontecer com essa balsa, portanto prefiro não me arriscar nela”, comentou Miriam dos Santos.
Em resposta à indagação de falta de segurança pelos passageiros, um agente da Dersa disse “vai quem quiser, mesmo porque a cada 15 minutos tem outra balsa”.
Após os primeiros “corajosos” embarcarem na balsa, os passageiros que estavam com medo acabaram cedendo e partiram na embarcação que não apresentou mais problemas ontem. (Fonte: Imprensa Livre)

Índios do Espírito Santo são achados no litoral

São Sebastião - Uma família de índios da aldeia Boa Esperança, de Aracruz (no Espírito Santo), foi encontrada anteontem por assistentes sociais da Prefeitura de São Sebastião no aterro da rua da Praia, na região central da cidade. O grupo chegou ao município na madrugada. As sete pessoas, entre elas três crianças, estão viajando há cerca de um mês, quando saíram de Santa Catarina. Na primeira noite na cidade, os índios dormiram na rodoviária. Pela manhã, o grupo foi para o aterro. A prefeitura contatou a Funai (Fundação Nacional do Índio) para que encaminhasse os índios para alguma aldeia da região. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião dá novo prazo para dívidas

São Sebastião - Os contribuintes inadimplentes de São Sebastião terão um novo prazo para quitarem os débitos referentes ao IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), ISS (Imposto sobre Serviços) e taxas municipais de 2001. Os inscritos na dívida ativa têm até o dia 30 de novembro para pagarem os impostos.
O prazo inicial dado pela administração venceu no dia 31 de outubro. Os boletos para pagamento único dos inadimplentes foram expedidos em outubro.
Segundo a prefeitura, foram expedidos 12 mil boletos de inadimplentes. Um contribuinte pode ter mais de um imóvel e estar em atraso com todos. A dívida de 2001 representa cerca de R$ 8 milhões.
O prazo foi prorrogado porque a administração considerou que o período foi curto e poucos boletos foram quitados. O Departamento de Arrecadação da prefeitura ainda não contabilizou quantos quitaram os débitos.
Segundo a prefeitura, o contribuinte que não puder pagar deve procurar a Central de Recebimento de Ativos para formalizar um acordo. A central fica na avenida Guarda Mor Lobo Viana, 95, no centro. A cidade tem cerca de 38 mil imóveis prediais cadastrados e 60 mil territoriais. (Fonte: ValeParaibano)

Comissão de pais pede retorno de 5ª a 8ª séries para Pontal da Cruz

São Sebastião - Uma comissão de pais de alunos da escola Maria Francisca de Moura Tavolaro, do bairro Pontal da Cruz, esteve reunida hoje, dia 1º, com a secretária da Educação, Vera Hilst, solicitando o retorno do ensino de 5ª a 8ª séries no bairro.
Segundo o presidente da Sampoc, Sociedade Amigos do Pontal da Cruz (entidade convidada para representar os pais), Daniel Bastos de Araújo, a comissão surgiu com a iniciativa dos próprios pais, que desejam que seus filhos não sejam transferidos para outras escolas, após o término da 4ª série do ensino fundamental.
A secretária da Educação, Vera Hilst, informou que esta também é uma política que está sendo desenvolvida pelo próprio prefeito Paulo Julião, visando a valorização do aluno e a sua permanência nas escolas próximas de sua casa. “A princípio, a comissão solicitou o retorno de 5ª a 8ª séries, mas nós não temos espaço físico para atender esta demanda. No entanto, a secretaria está realizando um estudo para que este assunto seja resolvido com o melhor resultado possível, pois nós sabemos o quanto essa mudança é importante para os pais e alunos”, explicou, acrescentando que o estudo prevê a volta da 5ª série, já no próximo ano, para a escola Maria Francisca.
Atualmente, os alunos que completam a 4ª série são transferidos para as escolas Henrique Botelho, no Centro e Morro do Abrigo.
Para o presidente da Sampoc, o resultado da reunião foi positivo, já que a administração também tem interesse em resolver esta questão. “Além da reimplantação da 5ª série no bairro em 2003, a prefeitura também está estudando o retorno da 6ª série para 2004”, concluiu Daniel Bastos.
Também esteve presente na reunião o vereador Dalton José da Silva, que integra a comissão a convite dos pais. (Fonte: PMSS)

Ubatuba participa da Adventure Sports Fair

Ubatuba - De 30 de Outubro a 03 de Novembro acontece em São Paulo a Adventure Fair - Feira de Esportes e Turismo de Aventura. Entre as atrações gratuítas estão o "Kuat Adventure Park", que no ano passado esteve em Ubatuba em parceria com a COMTUR, desenvolvendo suas atividades na Praia Vermelha do Norte.
Também oferece o Adventure Kids, a pista de bike, o planetário móvel, o desfile Supplex Adventure Fashion e muito mais.
Na área da Feira os visitantes podem praticar diversos esportes como mergulho, rafting, escalada, snowboard, off road, arvorismo, entre outros. E como qualquer feira de negócios, poderá visitar os 223 estandes com as últimas novidades relacionadas aos esportes de aventura.
Estão participando da Feira representando o município de Ubatuba a COMTUR em parceria com a Revista Scuba, Sítio Santa Cruz, Central de Reservas e Secretaria Estadual de Turismo.
A Feira está no Pavilhão da Bienal em São Paulo, das 14 as 22 horas.
Para maiores informações acesse: www.adventurefair.com.br

Carta do Leitor

Pérolas do Orçamento Municipal - Depois que passou a fase dos anos de bonança e uso indiscriminado da verba da serra do Mar (a SABESP ainda não devolveu o empréstimo), a Prefeitura de Caraguatatuba ainda não caiu no real, e manda para a Câmara Municipal um orçamento bastante contraditório, especiamente quanto à Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101). Declara como superávi a reserva do Instituto de Previdência Municipal-CaraguaPrev- no valor de R$ 4.663.200,00. Só que superávit é uma verba que pode ser usada pelo Executivo e a da Previdência Municipal não. Na arrecadação nossos motoristas que se cuidem pois é previsto uma arrecadação de multas no valor de R$ 4.140.000,00, por sinal menor de que em outros anos que foi simplesmente o dobro. A diminuição não se deve a boa vontade do Prefeito ou a uma cultura educacional do DITRAN, mas sim à Justiça Federal que está questionando o uso dos famosos radares eletrônicos. Sob o guarda-chuva da expressão "OUTROS SERVIÇOS DE TERCEIROS - PESSOA JURIDICA", que ninguém sabe se são obras, equipamentos ou serviços ou a quem atendem, sómente R$ 15.403.250,00 ou seja 16,40% do orçamento. Esse item na Câmara Municipal vale R% 575.000,00, equivalente a 14,40% (também não informaram ainda como será gasto). A FUNDACC contemplada com verba de R$ 1.555.000,00
não se informa a origem dessa verba, como também não informou à Câmara Municipal suas despesas anteriores conforme determinação legal (LDO). É importante que a comunidade participe cobrando uma melhor transparência na fiscalização das verbas publicas.

Rodoaldo Graciano Fachini
Caraguatatuba, SP


Parabéns, Renato Nunes! - Parabéns, parabéns, parabéns... Pena que não tenho como acresentar a essa o som de palmas. Aguardo ansiosa pela publicação de maiores detalhes contados por Cunhambebe. Da próxima vez que você o encontar pode perguntar o que nós devemos fazer para acabar com a maldição? Ou essa vai se perder no infinito do tempo?

Maria Emilia Muka Yani Martins
Ubatuba, SP


Dinheiro Lançado na Rua - E lamentavel o que vi... pétalas de rosas serem lançadas por um helicoptero. Pergunto:
1- Quanto custou tudo isso?
2- Porque esse dinheiro não foi gasto com outras coisas? Está sobrando, mas na farmácia da prefeitura (posto) falta remédio...
3- Isso não é uma pessima administração do dinheiro que é nosso (do povo)?
4- Faço outra pergunta: de quem foi essa ideia?
As ruas de Ubatuba parece um queijo suiço, cheio de burracos, que pena Ubatuba não tenha o mesmo valor do queijo.

Marcelo R. A.
Ubatuba, SP


Quantos pães devo comprar para o café da manhã? - Quantificar a demanda é fundamental para a elaboração, implantação e sucesso de qualquer projeto. Em Economia trabalha-se com valores reais e valores nominais, embora exista quem trabalhe com "valores convenientes" e "valores inconvenientes".
Quantidade e confiabilidade são inversamente proporcionais, quanto menor a margem de erro maior a confiabilidade do informante e vice versa.
O atual presidente da COMTUR afirmou recentemente... " determinamos o levantamento de todos os meios de hospedagem existentes no município, onde foram constatados 336 meios de hospedagem, sendo 93 regulares..." ( 72,4 % irregulares).
O Sindicato de Hotéis Restaurantes Bares e Similares de Ubatuba declara... " o município de Ubatuba dispõe de aproximadamente 300 estabelecimentos de hospedagem de alto e médio padrão, entre pousadas chalés e hotéis. Um dado negativo é que 50% desses estabelecimentos são clandestinos..."
O atual presidente da COMTUR enfatiza... " Ubatuba é uma cidade que dorme com 70.000 pessoas e acorda com 700.000 pessoas..."
O Sindicato de Hoteis Restaurantes Bares e Similares de Ubatuba diz... " cerca de 100.000 pessoas desceram a serra em direção as praias de Ubatuba nos últimos finais de semana..."
No período compreendido entre o reveillon e 31 de janeiro, segundo a SABESP, o litoral norte recebeu 667.000 pessoas e sua população passou de 223.000 para 890.000 pessoas.
A Policia Rodoviária fornece os seguintes números para o feriado de 07 de setembro: veículos com destinos a Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba e Parati: 56.700 veiculos na rodovia dos Tamoios e 21.000 na rodovia Oswaldo Cruz.
Então, como é que fica? 336 meios de hospedagem ou 300 meios de hospedagem? 72,4% irregulares ou 50% clandestinos? irregulares ou clandestinos? 630.000 pessoas da noite para o dia ou 100.000 pessoas em fins de semana ou 667.000 pessoas ao longo de 36 dias em todo litoral norte?
Motivo de satisfação, dúvidas a parte, em saber que segundo semanário, a rede hoteleira de Ubatuba esta no mesmo patamar da cidade de Salvador, BA, e o Aeroporto Internacional de Orlando, Florida, com 47.945 turistas/dia recebe muito menos que Ubatuba com 630.000 turistas/dia, ou 100.000 no fim de semana!
Sic!
Nesse confuso cipoal até Lorde Greystoke, também conhecido por Tarzan, se atrapalharia.
Pergunto, quantos pães devo comprar para o café da manhã?

Ezio Pastore Junior
Ubatuba, SP


Parabéns Senhor Presidente - Parabéns Sr Luiz Inácio Lula da Silva pela magnífica vitória nas ultimas eleições. Nenhum Presidente conseguiu um apoio popular como o que acabamos de presenciar. Nenhum se preocupou com tanto empenho e sinceridade em acabar com a fome no país. Este é um problema muito sério, porem existem centenas de outros a serem resolvidos. O difícil é achar o caminho. Aproveitando este apoio representado por mais de 50.000.000 de brasileiros, é imprescindível aproveitar esta força e atacar sem complacência a corrupção e a impunidade.
Com a sua liderança e este apoio gigantesco, não será difícil executar as mudanças tão necessárias para resolver os problemas do país.
Como primeiro passo, empenhar-se em mudar a legislação, estabelecendo como crime hediondo a apropriação indébita de dinheiro público. Hediondo, pois aquele que pratica este ato é um assassino, matando crianças de fome, idosos por falta de assistência medica, aposentados por falta de recursos para sobreviver, e a população em geral, pois nunca sobra dinheiro, por mais que se aumentem os impostos. Como crime hediondo, estarão sujeitos a pena máxima, sem direito a apelação, sendo banidos da sociedade.
Dirão os incrédulos que isto é impossível de se conseguir. Impossível para quem não se interessa por mudanças e pelo bem estar da população, mas não para um presidente que com tanta vontade e honestidade demonstrou este fato em toda sua campanha, convencendo todo este eleitorado esperançoso e que com certeza o apoiará
Com a força popular, tudo se consegue, pois esta é mais forte que todas as forças ocultas existentes. Antigamente, um movimento estudantil, um movimento trabalhista, enfim, uma mobilização popular mudava os rumos do país, porque existia patriotismo. Infelizmente esta força esmoreceu com o tempo, pois forças interesseiras e dominantes conseguiram o seu intento. Mas não está morta. Estava aguardando a chegado de um verdadeiro líder que a regenerasse, e não de mais um falso caçador de marajás.
Não adianta remédio, se não extirpar o câncer. E é justamente este o maior câncer do país. Qualquer medida para resolver um problema será ineficaz se não extirpar primeiro a corrupção e a impunidade. Isto solucionado, automaticamente serão resolvidos todos os outros problemas, tais como fome, desemprego, violência, ignorância, doenças, trafico de drogas, etc.
Estes milhões de eleitores que acreditaram e votaram, estavam esperando um salvador. Se conseguir moralizar o país, quem sabe não teremos um presidente que entrará para a história como o salvador da pátria, e com certeza este numero de adeptos será multiplicado por três.

José Ricardo Gomes
Profissional liberal, apolítico e nunca foi filiado a nenhum partido
Ubatuba, SP


Panorama

Saúde, Direito do Povo - Diz o artigo 196 da Constituição Republicana "Saúde é direito do Povo e dever do Estado.." Segundo opinião de grande parcela da comunidade, a saúde curativa de Ubatuba é uma "B". A Santa Casa de Misericórdia Irmandade Senhor dos Passos de Ubatuba, em que pese tratar-se de entidade particular, mantém-se, em grande parte, com verbas públicas; ainda, é o único hospital do município. Portanto, a entidade está sujeito às regras de quem mexe com o dinheiro público. Neste sentido, deve-se ficar atento às aplicações do dinheiro do Estado, seja: federal; Estadual ou municipal. A título de exemplo: o Programa de Saúde de Família possui verba destinada à Santa Casa, para, a mesma, implantar o atendimento – constantemente, se tem notícias de desvio de finalidade e de verbas. Assim, verba pública destinada à construção, deve ser usada em construção, sob pena de desvio de finalidade e conseqüências pertinentes. Por outro lado, o Município, quando repassa verba à Santa Casa ou outra entidade social de natureza privada, não está dando "esmola". Como dito acima: "é dever do Estado e direito do povo", portanto não é favor. Então, deve existir uma correlação: entre a necessidade do povo e a verba repassada, para que não fique caracterizada uma omissão ou mediocridade da administração. Muitos bajuladores ocasionais do Administrador, dizem: fulano (prefeito) deu tanto para esta ou aquela entidade! Pessoalidade oportuna e mentirosa, pois o tal fulano nunca contribuiu com a entidade; o povo é que repassou a verba, que deve ser usada corretamente, de maneira transparente e acompanhada de rigorosa prestação de contas. Afinal, trata-se de dinheiro do povo e não da cozinha do fulano. Resumindo: verba pública deve ser aplicada com responsabilidade, respondendo, os administradores, pela malversação do dinheiro público.

Plano Verão - Esta semana foram feitos vários pedidos de informações na Câmara Municipal, sobre o PLANO VERÃO. Plano este, que visa aumentar a quantidade de médicos no atendimento da Santa Casa, em razão do aumento da demanda na alta temporada. Segundo informações, a Santa Casa não pagou os médicos que trabalharam na temporada passada, embora o Município tenha repassado a verba. Espera-se que tais notícias não sejam verdadeiras, pois o município corre o risco de, nesta temporada, ter péssimo atendimento médico, com conseqüências funestas, fruto da irresponsabilidade de quem administra.

Estranha Licitação para asfaltamento de estrada - Mais uma licitação foi suspensa pelo Tribunal de Consta em Ubatuba. Desta vez foi a estrada que liga o Monte Valério e Rio Escuro. Será que seria mais um caso de concorrência dirigida = capitulando: "ou tem neguinho burro ou neguinho esperto no pedaço"

Mais outra licitação estranha - Aquisição de duas retroescavadeira - Mais uma vez Ubatuba tem licitação condenada por votação Unânime do plenário do Tribunal de Consta do Estado de São Paulo, em razão de Edital que direcionava o certame para um único fabricante, ofendendo aos princípios da legalidade, impessoalidade e da moralidade (TCs: 003/78/02 e 30018/026/02) Trata-se de aquisição de duas retroescavadeira. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo esta fazendo a sua parte. Pergunta-se: os Órgãos fiscalizadores que atuam no município estão cumprindo com os seus respectivos deveres??? Afinal são pagos pelo povo para fiscalizar e vigiar o que é do povo! Acorda jacaré.

Meio Ambiente - Qual a verdade sobre a política ambiental? Proteção ou repressão ao empobrecido habitante tradicional? Legalidade ou improbidade, cabide de emprego e corrupção? Como será amanhã, quando acabar o leite da vaquinha Alemã? Não existem nem computadores e programas adequados nas Delegacias de Polícias! Será que terá dinheiro para tanta opulência ambiental! Tão longe, tão distante..; questões envolvendo o ocupante humano, devem ser discutidas, nas Câmaras Municipais dos municípios atingidos pela repressão, diante da população e não em Atibaia! Acorda jacaré! Este jornal não tem nada contra; nem a favor! Apenas retrata a voz do povo! Fala Cidadão! A conscientização tem que nascer do povo e para o povo; não por força e interesses alienígenas! ONGs, hoje, um bom negócio! Meio ambiente, sim! Safadeza, empreguismo, oportunismo... - fora!

Vicente Malta Pagliuso
Ubatuba, SP



Foto do Dia:

Saco da Capela
Ilhabela
Saco da Capela
©2002 Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".


 F
aça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.


Radar Litoral Anuncie em Rádio Hotel Pousada Alto da Serra

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.

GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor