Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 08 de novembro de 2002 - Nº 657 Edições Anteriores

Moacyr Colli Junior e Advogados Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   ALNORTE realiza encontro histórico no Litoral Norte

Caraguatatuba:
   Abertas inscrições para Feira de Artesanato
   Módulo Realiza Vestibular
   Caraguá Praia Shopping promove Concurso de Presépios
   Caravana Paulista de Teatro apresenta espetáculos infantis
   Ditran ministra curso de segurança no trânsito para ciclistas
   Teatro para as crianças na Fundacc
   Fundacc promove Mostra de Teatro das Oficinas Culturais
   MACC recebe exposição “Milagre” de Paulo Mancini
   PAT oferece 50 carrinhos ambulantes
   Vereador quer previsão de aumento para Servidor
   Audiência Pública na Câmara para discutir Orçamento 2003
   Câmara aprova Ordem do Dia por completo
   Hospital contrata Pediatra através de pedido de Aurimar

São Sebastião:
   Menores acusados de tráfico são soltos
   Cão adota gambá 'orfão' em São Sebastião
   Prefeitura retira projeto que regulamenta comércio ambulante
   São Sebastião poderá sediar Congresso Nacional de Cerimonial Público

Ubatuba:
   Dupla leva R$ 110 mil de banco em Ubatuba
   Ubatuba recebe no feriado o Campeonato Brasileiro de Holder
   Doação de Alimentos
   Foram vacinados 13.033 animais contra raiva animal
   Vacinação contra gripe Febre amarela Tétano e Hepatite B

   Carta do Leitor


ALNORTE realiza encontro histórico no Litoral Norte
Sociedade civil organizada e governo desenvolvem projetos para o desenvolvimento sustentável da região

Litoral Norte - Nos dias 4, 5 e 6 foi realizado o Workshop para a elaboração do plano de ação e gestão do Litoral norte de São Paulo, fruto do convênio entre Alnorte e Ministério do meio ambiente.
O primeiro dia começou com a palestra do geógrafo René Novaes Jr, do INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, onde foi possível a visualização da expansão urbana e a interiorização do processo de ocupação que vem ocorrendo no Litoral Norte de São Paulo, desde a década de 60 até os dias de hoje. René destacou que a aceleração desse processo ocorreu principalmente na década de 80 e 90, período de crescimento da economia brasileira.
A ocupação irregular do litoral foi abordada por Luís Roberto Numa de Oliveira, do Instituto Florestal. E ao falar da Gestão Ambiental de Áreas Protegidas, citou as dificuldades de gestão das unidades de conservação, o controle da visitação, os conflitos com as comunidades tradicionais que já viviam em áreas que hoje são parques, a falta da regulamentação da Lei de Crimes Ambientais, a situação fundiária que envolve a falta de escrituração em nome do Estado em determinados casos e a ocorrência de grilagem ou de processos que resultam em precatórios contra o poder público.
O advogado Marcos Couto, vice-presidente do Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte, falou da Gestão dos Recursos Hídricos. Segundo ele, desde 1991 está em curso a gestão participativa. Saneamento básico foi mostrado pelo superintendente da Unidade de Negócios do Litoral Norte da SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo. João Carlos Simões que apresentou os investimentos que vem sendo realizados nos últimos anos pela SABESP, permitindo a ampliação da oferta de água e a captação de esgotos junto a uma parcela significativa da população.
Na exposição da bióloga Cláudia Lamparelli, responsável pela análise da balneabilidade das praias paulistas na CETESB – Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental, ela apresentou a rede de monitoramento que atinge os 15 municípios litorâneos do Estado, com 150 pontos de amostragem em 124 praias. Segundo a técnica houve uma piora no aumento da contaminação por coliformes fecais dos cursos de água que desembocam nas praias.
A Gestão de Resíduos Sólidos foi abordada em palestra apresentada por Lady Virgínia Traudi, que apresentou resultado de trabalho realizado pela CETESB no litoral norte. Segundo ela as regiões foram análisadas levando em conta fatores como os níveis de ocupação e de recursos naturais com interesse de preservação O diagnóstico resultou em propostas que estabelecem alguns cenários para a adoção de soluções mais indicadas. Nesse trabalho o cenário selecionado levou em consideração a vida útil das áreas disponíveis, a distância e viabilidade de transporte entre os municípios, o custo para a implantação e operação e o custo total para a gestão integrada entre os municípios, envolvendo destinação em aterros, compostagem dos resíduos orgânicos, coleta seletiva e reciclagem.
Na palestra sobre as condições de saúde na região, feita pela médica Denise Maria Formaggia, da Secretaria da Saúde do Estado, uma das situações mais graves está relacionada com os indicadores de saúde da região, que embora tenha apresentado redução nos níveis de mortalidade infantil, aponta para a redução do número de leitos hospitalares que já se apresentavam abaixo do nível indicado pela Organização Mundial de Saúde em 1995, com apenas 1,9 leitos por mil habitantes no município de São Sebastião, quando a OMS considera necessário pelo menos 4 leitos por mil habitantes. Segundo ela, os aumentos de caso de dengue indicam para a ocorrência de casos do tipo hemorrágico no próximo verão.
As apresentações governamentais feitas no primeiro dia do evento estão reunidas no documento distribuído aos participantes pela Secretaria do Meio Ambiente intitulado "Subsídios para a elaboração do Plano de Ação e Gestão para o Desenvolvimento Sustentável do Litoral Norte".
Na Segunda parte do dia houveram apresentações das Prefeituras e da Sociedade civil organizada, onde foram divulgadas as boas iniciativas. Vale ressaltar a apresentação da SAPA - Sociedade Amigos da Praia de Paúba (São Sebastião), que num trabalho de proteção ao rio Paúba, essa entidade demonstrou o papel da Sociedade civil na realização da "interface" entre os agentes ambientais: Prefeitura, Cetesb, SABESP e em última instância o Ministério Público. Outro exemplo de boa atuação de uma Sociedade Amigos de bairro foi o trabalho apresentado pela Sra. Wilma Campana, da praia das Toninhas em Ubatuba. Nesse local os moradores se juntaram e depois de muita luta, viabilizaram junto à SABESP, a estação de tratamento de esgoto.
Outra iniciativa sustentável foi o sistema agroflorestal que o IPEMA (Instituto de Permacultura) apresentou como modelo alternativo de atividade agrícola. Esse sistema possibilita convivência harmônica dessa atividade com os recursos naturais .
Representando a Sociedade civil de Caraguatatuba, o Sr. Pedro Paes Sobrinho da associação caiçara Juqueriquerê, apresentou uma carta onde discorreu sobre os aspectos da vida caiçara, as influências e os impactos do crescimento desordenado na cultura tradicional.
As apresentações da Sociedade civil causaram ótima impressão a todos os presentes que puderam compartilhar e trocar experiências no sentido de integrar as ações isoladas.
O final do primeiro dia foi emocionante. O grupo Pés no Chão, de Ilha Bela se apresentou entoando músicas e costumes caiçaras que muito sensibilizou os presentes, levando as autoridades e os demais presentes a encherem os olhos de lágrimas.
No segundo dia os membros do governo e sociedade civil se dividiram em seis grupos para a elaboração do plano de ação e gestão nas áreas de resíduos sólidos, recursos hídricos, desenvolvimento urbano, turismo sustentável, pesca, aquicultura e agricultura e Áreas protegidas. Os debates foram intensos. Um mediador profissional e um secretário da Alnorte, ONG organizadora do evento, conduziram todo o processo.
Alguns temas como resíduos sólidos e recursos hídricos geraram muita polêmica. "Pela primeira vez todos os setores da sociedade debateram questões historicamente divergentes", comenta Marcos Barros, presidente da Alnorte.
Os trabalhos avançaram até as 21:00hs, com a definição de prioridades e objetivos consensuais.
O terceiro e último dia começou com uma palestra da Dra. Lúcia Sena, que estava representando o secretário de meio ambiente prof. José Goldemberg. Na exposição, Dra. Lucia falou sobre os encaminhamentos que serão dados aos planos de ação produzidos pelos grupos. "O material servirá de subsídio para a secretaria e para o grupo de trabalho do Gerenciamento Costeiro na elaboração do plano de ação e gestão da região, que está previsto na lei estadual 10.019/98", diz Dra. Lúcia. E ainda ressalta "O Governo do Estado está retomando o Gerenciamento Costeiro do LN e esse encontro é em passo muito importante".
Logo após houveram as apresentações dos projetos desenvolvidos pelos grupos de trabalho. O Sargento Henrique Cardoso dos Santos, da Policia Ambiental expôs o projeto de Áreas protegidas, que diz respeito à fiscalização integrada entre as Prefeituras, Instituto Florestal e parcerias com a Sociedade civil. "A principal vantagem é que esse projeto não necessita de recursos, o que se está fazendo é uma busca de coordenação, de ações integradas", diz o sargento.
No grupo de Áreas Protegidas, foii dentificada a necessidade da realização dos planos de manejo das Unidades de Conservação (Ucs), e a criação da função de guarda parque nos quadros da administração pública. "Hoje a profissão de guarda parque não existe oficialmente", diz Fernanda de Falco, voluntária da Alnorte e também guarda parque. "Atualmente temos 27 guarda parques formados em São Sebastião sem trabalho e o litoral norte possui 84% de sua área dentro do Parque Estadual da Serra do Mar", ressalta Humberto Hongis, Presidente do grupo de proteção a natureza (GPN), de Maresias.
Em resíduos sólidos houve um avanço muito grande nos entendimentos das Prefeituras com a CETESB, que conjuntamente já planejam gestões para o problema dos lixões das quatro cidades do Litoral Norte. Um compromisso de todos que participaram desse grupo foi o de aumentar a coleta seletiva. Nos bastidores, autoridades articulavam uma nova área para o aterro sanitário da Costa Norte de São Sebastião, antiga reinvindicação da Federação Pro Costa Atlântica. "Cem por cento do lixo de São Sebastião vai para a Baleia. A Costa Sul não pode ficar com o ônus do lixo de todo o município", comenta Regina Helena de Paiva Ramos, presidente da Federação que congrega 17 Sociedade Amigos de bairro.Trabalharam nesse grupo, entre outros, os Secretários de meio ambiente das quatro cidades do LN, técnicos da Cetesb e representantes de associações civis.
O grupo de recursos hídricos definiu como prioridade o aumento das redes de esgoto no litoral, a proteção e recuperação dos manancias e a implantação de monitoramento de impacto ambiental e de saúde. Como objetivo principal se decidiu buscar a implementação das diretrizes e ações previstas no plano de bacias Hidrográficas do LN. Participaram desse grupo representantes da SABESP, CETESB, Polícia Ambiental, Prefeituras e Sociedade civil organizada.
Na apresentação de pesca, aquicultura e agricultura, falou-se na falta de estrutura e incentivo à pesca artesanal e maricultura. O representante da Prefeitura de Ubatuba Antonio Devide criticou o relatório da Secretaria de Meio Ambiente. "Não concordo que a agricultura no litoral norte seja irrelevante", disse Devide. Afirmando ainda: "precisamos considerar a agricultura praticada pelo caiçara! Essa tem que ser tratada diferentemente, por exemplo: com um selo de produto orgânico que agregue valor ao produto. A agricultura e a cultura caiçara estão se perdendo, não há mais transferência da cultura entre as gerações".
A balanço por parte dos organizadores e das partes envolvidas no convênio foi positivo. Todos consideraram um avanço o resultado dos grupos de trabalho. "Foi um grande prazer conhecer e trabalhar com essa moçada da Alnorte".disse a Dra. Lucia Sena. "O litoral norte será um exemplo de integração", complementa.
Para encerrar, o Secretário executivo da Alnorte e coordenador do Workshop, Dr.André Vianna ressaltou."Os elogios são para toda a Sociedade civil do Litoral Norte que se organizou e participou maciçamente desse encontro histórico.
O material produzido pelos grupos de trabalho estarão disponíveis no site www.alnorte.org.br

Abertas inscrições para Feira de Artesanato

Caraguatatuba - Estão abertas as inscrições para cadastramento e recadastramento de artesãos, artistas, entidades filantrópicas, e o grupo de trabalhos apoiados pelo Fundo Social de Solidariedade, Secretaria de Assistência Social interessados em obter licença para expor seus trabalhos na Feira Municipal de Artes e Artesanato de Caraguatatuba - FEMACC.
O prazo da inscrição vai até o dia 8 de novembro de 2002, no protocolo da Prefeitura. A taxa de inscrição é de R$ 4,80, ficando dispensado desse recolhimento as entidades filantrópicas e os grupos de trabalho apoiados pelo Fundo Social de Solidariedade e Secretaria de Assistência Social.
Os documentos necessários são xerox do título de eleitor a mais de dois anos no município, com comprovante de votação; xerox do Cic e RG, para artesãos estrangeiros, documento que comprove a sua permanência legal no país; atestado de antecedentes criminais, fornecido pela autoridade policial; descrição dos produtos artesanais a serem expostos na FEMACC; cópia do comprovante de residência (água ou luz).
Os aprovados pagarão 120 vrm por ano. Há vagas para artesa plásticas (uma); costura e croch6e (sete); modelagem (seis); madeira (uma). (Fonte: PMC)

Módulo Realiza Vestibular

Caraguatatuba - Na última sexta feira, as Faculdades Integradas Módulo realizaram o exame da primeira fase do seu processo seletivo (vestibular) 2003. Segundo a direção das Faculdades mais de 1500 pessoas fizeram a prova, sendo uma parte significativa dos candidatos oriundos de cidades fora da região do Litoral Norte. De acordo com o professor Alexandre Gonçalves Nogueira, Diretor Geral do Módulo: “neste ano fizeram nosso vestibular candidatos vindos de 35 cidades de três Estados distintos, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Só para exemplificar, tivemos candidatos de Alta Floresta, Ouro Fino, São Gonçalo, Paraty Bragança Paulista, Campinas, Batatais, Caçapava, Jacareí, Pindamonhangaba, São José dos Campos, Taubaté e São Paulo”. Alexandre atribui o aumento da procura pelos serviços do Módulo por aluno de outras regiões a três fatores interrelacionados: “primeiro porque o desempenho de nossas turmas no Provão do MEC tem sido melhor ou igual ao de muitas universidades tradicionais do país, o que permite um parâmetro para o candidato comparar a qualidade do nosso ensino; segundo porque a cidade de Caraguatatuba atravessa um processo de revitalização da sua estrutura urbana que se reflete na melhoria da qualidade de vida, e terceiro porque este ano realizamos um esforço de comunicação de marketing juntando esses dois fatores e levando essa mensagem de qualidade de ensino associado a qualidade de vida para cidades de outras regiões”. O Módulo divulgou o vestibular 2003 através de diversas mídias, televisão, rádio, outdoors e mala direta. “Parece que o esforço deu certo. Ano que vem seremos ainda mais agressivos na comunicação, porque já estaremos funcionando no Campus do nosso futuro Centro Universitário”. Concluiu Alexandre.
A seguir algumas frases dos candidatos que fizeram o vestibular do Módulo e que se constituem em indícios que revelam a possibilidade de Caraguatatuba inserir-se, em breve, no mapa de cidades universitárias:
“Caraguatatuba é uma cidade que tem boa infra-estrutura e é próxima de Ubatuba, cidade onde irei trabalhar a partir do ano que vem” Edson Luís Gonçalves (Batatais - prestou para Letras).
“Escolhi o Módulo por causa da cidade. Gosto muito de Caragua e penso em vir morar aqui para concluir meus estudos”. Daniele R. T. Prado (Bragança Paulista - prestou para Educação Física)
“Tenho um apartamento na cidade, minha esposa, que também prestou o vestibular, incentivou-me a voltar a estudar. Agora viremos todos morar aqui”. (Sérgio Antônio Andrigueti - São Paulo - prestou para Direito).
“Tenho parentes na cidade e sei que a Faculdade tem professores altamente gabaritados que, por certo, irão enriquecer a minha formação” José Gabriel Cunha dos Santos (Pindamonhangaba - prestou para Educação Física).
“A gerente da empresa onde trabalho é ex-aluna do Módulo e me espelhei nela para buscar meu aperfeiçoamento profissional” (Silvia Franco Eller - Jacareí - prestou para Administração).
“Sou bombeiro e meus amigos daqui falaram bem da Faculdade, depois de pesquisar descobri que ainda por cima o curso é o mais barato da região. Resultado, virei com toda a família para Caragua”. (Álvaro do Nascimento - São José dos Campos - prestou para Direito).
A direção do Módulo informa que a partir de nove de dezembro serão abertas as inscrições para as possíveis vagas remanescentes. Quem perdeu a primeira chance terá uma segunda oportunidade. Mais informações podem ser obtidas no site do Módulo, www.modulo.br ou pelo fone 3897-2000. (Fonte: Módulo)

Caraguá Praia Shopping promove Concurso de Presépios

Caraguatatuba - O Caraguá Praia Shopping está lançando o 1º Concurso de Presépios de Natal, fazendo parte da Campanha Institucional “O Natal do Praia é melhor Natal para todos”, idealizada pela CBCavalcanti, que beneficiará entidades com propósitos sociais que busquem melhorias para as comunidades em que estão inseridas, e que se situem num raio de 60 Km do centro de Caraguatatuba.
Serão selecionados 18 presépios, que serão julgados por uma comissão e também por voto popular. Os presépios ficarão em exposição no Caraguá Praia Shopping de 9 de dezembro a 6 de janeiro. Serão distribuídos R$ 5 mil em prêmios, que serão equipamentos necessários às entidades, que deverão ser especificados na inscrição, no valor de R$2.5000 reais para o 1º lugar, R$1.500 e R$1000, para os segundos e terceiros lugares respectivamente.
As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de novembro de 2002, com uma foto 10x15cm do presépio confeccionado e a ficha de inscrição, via correio ou entregues no Caraguá Praia Shopping, à Av. Dr. Arthur da Costa Filho, 937, centro, Caraguatatuba -11.660.000.
Cada entidade poderá concorrer com apenas um presépio que deverá ser confeccionado artesanalmente, em qualquer material e que tenha no máximo 1,10m de altura, estando repousada e afixada numa plataforma de madeira medindo 1,10m x 1,10m. Mais informações pelo telefone 3882 4841. (Fonte: PMC)

Caravana Paulista de Teatro apresenta espetáculos infantis

Caraguatatuba - A Fundacc em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura promove nos dias 9 e 23 de novembro, espetáculos teatrais infantis trazendo à Caraguá o projeto Caravana Paulista de Teatro, com as peças “A Princesa Jia” e “O Anjo e a Princesa”, que se apresentam no Auditório do Centro Cultural. As apresentações são gratuitas e acontecem às 20 horas. Esse projeto marca o encerramento da Exposição Brinquedos e Brincadeiras de Todos os Tempos, que termina dia 10 de novembro no MACC.
No dia 9, no auditório do Centro Cultural acontece “A Princesa Jia”, uma adaptação do conto popular compilado por Luiz da Câmara Cascudo, realizado pela grupo As Meninas do Conto, com direção de Simone Grande e Kika Antunes. O Grupo formado desde 1995, vem resgatando a arte de contar histórias. Este espetáculo, estreou em 1999, no Festival de Campos do Jordão, e vem se apresentando em várias cidades - A história fala de um casal com três filhos, já em idade de trabalhar que partem cada qual por um caminho. José e Pedro se arranjam em uma cidade vizinha. Mas João, o caçula, vai parar em um castelo velho e feio, onde mora uma jia(sapa) gorda e melequenta. O que ele não sabia, é que essa sapa era uma linda princesa a espera de seu desencantamento.
Já no dia 23, o espetáculo é “O Anjo e a Princesa” de Sandra Vargas, com direção Luiz André Cherubini, do Grupo Sobrevento. A peça acontece no Pólo Cultural. Formado em 1986, o grupo dedica-se a pesquisa teórica e prática da animação de bonecos formas e objetos. Anjo e a Princesa é um texto inédito de Sandra Vargas, atriz do espetáculo. A peça narra a primeira experiência de uma anjo-da-guarda e trata sua difícil relação com uma princesa, a quem lhe cabe proteger. Vaidosa, a princesa manda cortar todas as flores de um bosque de pessegueiros para decorar salões de seu castelo para uma grande festa. Depois de uma ano de arrependimento, na primavera, voltam a nascer as flores. O anjo-da-guarda, que ampara a princesa, mostra-se na peça, somente como um observador e deixa a cargo de sua própria vida, de seu curso natural, os milagres que deveria fazer.
O Centro Cultural fica na Rua Santa Cruz, 396, no centro. Os espetáculos são gratuitos e têm início às 20 horas. (Fonte: PMC)

Ditran ministra curso de segurança no trânsito para ciclistas

Caraguatatuba - Dando continuidade a campanha “Ciclista Seja Vivo” a Divisão de Trânsito (Ditran) de Caraguatatuba, dará início no dia 12 de novembro, ao primeiro curso de segurança no trânsito para ciclistas. Foram selecionadas 12 pessoas, sendo 5 voluntários e sete convidados escolhido entre aqueles que receberam o auto de infração educativo.
O curso será ministrado pela agente de trânsito Beatriz, na sala de aula da Ditran e abordará durante a exposição oral: os principais locais de acidentes de trânsito, noções gerais de circulação e de placas de trânsito, comportamento do ciclista. Já nas aulas práticas, os alunos farão visita ao pontos da cidade onde ocorrem maior número de acidentes. Haverá ainda apresentação de filme educativo, teste de avaliação e entrega de kit de equipamentos obrigatórios e de certificado de participação.
Segundo informou Cel. Celso Rapacci, diretor da Ditran, o primeiro curso servirá de piloto para novos cursos e tem finalidade de conscientizar os ciclistas como elemento integrante do trânsito.
Os interessados em participar de novos cursos de segurança no trânsito poderão inscrever-se na sede da Ditran, à Rua Mogi das Cruzes, 82, Centro ou pelos telefones 3882-1055 ou 3882-5550. (Fonte: PMC)

Teatro para as crianças na Fundacc

Caraguatatuba - Este final de semana, a Fundacc promove três espetáculos teatrais para a criançada no Auditório do Centro Cultural Maristela de Oliveira: No dia 8, sexta-feira, acontece “Um Certo Patinho Feio”, de Gilda Vanderbrande, com direção de Agnes Silva, do grupo Fazendo Arte, Oficina Cultural de Teatro do Massaguaçu, , entrada franca. Já no Sábado, dia 9, tem Caravana Paulista de Teatro, com o espetáculo “A Princesa Jia”, conto popular do grupo As Meninas do Conto, direção Simone Grande e Kika Antunes, também grátis. No Domingo, 10, é a vez de “A Magia dos Brinquedos” de Rita Marta Mozetti, direção Angela Pancheri, assistente Gabriela Pancheri, da Oficina Cultural de Teatro do Rio do Ouro, entrada a R$ 1,00. (Fonte: PMC)

Fundacc promove Mostra de Teatro das Oficinas Culturais

Caraguatatuba - A Fundacc promove de até 30 de novembro a Mostra de Teatro das Oficinas Culturais, com espetáculos infantis e adultos, de grupos de vários bairros da cidade. As apresentações estão acontecendo no Auditório do Centro Cultural Maristella de Oliveira, sede da Fundacc. Confira a programação:
08.11 - (16h) Um Certo Patinho Feio (Gilda Vanderbrande) - Grupo de Teatro Fazendo Arte - Oficina de Teatro do Massaguaçu - direção Agnes Silva (gratuito)
10.11 - (17h) A Magia dos Brinquedos (Rita Marta Mozetti) - Oficina de Teatro do Rio do Ouro - assistente de direção Gabriela Pancheri, direção Angela Pancheri R$ 1,00-
15 e 16.11 (17h e 19h) - O Fantástico Mistério de Feiurinha (Pedro Bandeira) - Grupo Faces e Fases infantil - Oficina de Teatro do Centro, assistente de direção Marcelo Mantovani, direção Júnior Magresco R$ 5,00 e 3,00 antecipado
17.11 - (17h).E as Bruxas foram à Lua (Roberto Rocha Coelho) - Oficna de Teatro do Travessão - assistente de direção Gabriela Pancheri, direção Angela Pancheri R$ 1,00-
19.11 - (16h) .A Magia dos Brinquedos (Rita Marta Mozetti) - Grupo de Teatro Cavalo Marinho - Oficina de Teatro do Massaguaçu - direção Agnes Silva (gratuito) -
22.11 (19h e 21h) - A Gata Borralheira (Maria Clara Machado) - Grupo Faces e Fases - Oficina de Teatro do Centro - assistente de direção Fernanda Letúria, direção Júnior Magresco R$ 5,00 e 3,00 antecipado
23.11 (17h e 19h) - A Gata Borralheira (Maria Clara Machado) - Grupo Faces e Fases - Oficina de Teatro do Centro - assistente de direção Fernanda Letúria, direção Júnior Magresco R$ 5,00 e 3,00 antecipado
24.11 (19h) - Eu Chovo, Tu Choves, Ele Chove (Sylvia Orthof) - Grupo Aquárius - Oficina de Teatro do Poiares - direção Ivan Lotole (gratuito)
25 e 26 (19h e 21h) - A Ver Estrelas (João Falcão) - Troupe Sobretudo & Saltoalto - Oficina de Teatro do Centro - assistente de direção Daniel Forjaz, direção Júnior Magresco R$ 5,00 e 3,00 antecipado
29.11 - (16h) Praça de Retalhos (Carlos Meceni) - Grupo de Teatro Plaf Pluns - Oficina de Teatro do Pegorelli, direção Agnes Silva -.
30.11 - (17h) A Bruxinha Que Era Boa (Maria Clara Machado) - Oficina de Teatro do Barranco Alto - assistente de direção Gabriela Pancheri, direção Angela Pancheri.
R$ 1,00 -
A Fundacc fica na Rua Santa Cruz, 396, centro, Caraguá. (Fonte: PMC)

MACC recebe exposição “Milagre” de Paulo Mancini

Caraguatatuba - A Fundacc promove de 14 de novembro a 10 de dezembro de 2002, a exposição “Milagre” do fotógrafo Paulo Mancini, no Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, sob a curadoria de Diógenes Moura. Essa mostra dá continuidade à parceria entre a Pinacoteca do Estado de São Paulo e a Fundacc, visando proporcionar ao público do Litoral Norte acesso às obras dos artistas brasileiros de maior expressão no cenário artístico e cultural de nosso país. São 12 imagens em formatos variados, sendo o maior, um painel de 4,20x1,20.
Um retorno ao passado remoto levou o fotógrafo Paulo Mancini até a releitura das 12 imagens de Nossa Senhora. Foi exatamente a partir do século III que as imagens sagradas demonstraram a sua independência artística. Mancini retratou as versões de Nossa Senhora em 1999, desde Nossa Senhora da Luz até Nossa Senhora da Piedade, cercadas pelos símbolos da sua iconografia. Fragmentados e também inscritos num tipo de vocabulário mítico, os símbolos compõem uma outra-mesma descrição das imagens; de uma nova época; de um patrimônio religioso contemporâneo - “Trouxe para os dias de hoje as imagens de cada época, levando-se em conta cores, vestimentas, e posturas das santas, porém, sem representar diretamente a igreja católica” comenta Mancini. - “A idéia de levar a exposição para o Litoral Norte me deixou muito feliz, saber que muitas pessoas vão poder conhecer meu trabalho. Acho muito importante para os artistas e também para o público, parcerias como essa, entre a Fundacc e a Pinacoteca” finaliza o fotógrafo.
A exposição poderá ser visitada de terça a domingo, das 10 às 18 horas. O Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos fica na Praça Dr. Cândido Motta, 72, no centro de Caraguatatuba. (Fonte: PMC)

PAT oferece 50 carrinhos ambulantes

Caraguatatuba - O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Caraguatatuba está oferecendo 50 vagas para vendedores ambulantes de churrasquinho de queijo na temporada de verão. A iniciativa é da Prefeitura de Caraguatatuba em parceria com o PAT, a empresa Cheese Grill e a Associação Comercial de Caraguatatuba. Estão sendo oferecidos 50 vagas, os 50 carrinhos e a primeira remessa do queijo para o preparo dos churrasquinhos.
O PAT está entrevistando os candidatos na Rua Taubaté, nº 520, bairro Sumaré. Os candidatos selecionados irão participar de cursos de qualificação, higiene pessoal, manipulação de alimentos, que a Associação Comercial e Industrial de Caraguá vai ministrar.
O projeto tenta facilitar da melhor maneira possíbel o acesso das pessoas a este tipo de emprego. Os ambulantes poderão ainda escolher o local onde vão ficar com o carrinho.
O PAT tem ainda outras 50 vagas para diversas áreas profissionais, como pizzaiolo, garçon e garçonete, repositor de supermercado, domésticas, caseiro, cozinheiro de frutos do mar e até uma vaga para contador com curso superior.
O empregador que necessita de mão de obra especializada deve procurar o Pat, que o ajudará a entrevistar os candidatos, selecionar os que mais se adeqüem à vaga, além de oferecer sala de reunião e apoio até o momento da contratação. (Fonte: PMC)

Vereador quer previsão de aumento para Servidor

Caraguatatuba - O Vereador Aureliano Gonçalves Pereira - o AG Pereira (PTB), aprovou na Sessão Ordinária de terça-feira, dia 5 de novembro, Requerimento em Regime de Urgência pedindo informações sobre previsão de aumento salarial para os Servidores Públicos Municipais. O Requerimento foi aprovado por unanimidade e será encaminhado para resposta do Chefe do Executivo.
O Requerimento, de número 175/02 solicita do Chefe do Executivo, o prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), informações sobre a previsão de aumento salarial para os Servidores Públicos Municipais.
Em caso positivo, o Parlamentar pergunta para quando está previsto o aumento e qual será o percentual. Os Servidores estão há 6 (seis) anos sem aumento na Prefeitura de Caraguatatuba.
Na justificativa o Vereador argumenta que os Servidores passam por sérias dificuldades financeiras, pois está comprovado que os produtos básicos para a manutenção de uma família tiveram aumentos consideráveis.
Pereira pede a sensibilidade do prefeito municipal, para que determine à Secretaria da Fazenda a viabilização do aumento, visto que o Plano de Cargos e Carreiras encontra-se em estudo no Legislativo.
O Requerimento foi aprovado por unanimidade e será encaminhado ao Chefe do Executivo, que terá 15 dias para respondê-lo, conforme reza a lei. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Audiência Pública na Câmara para discutir Orçamento 2003

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba discute hoje (quarta) e amanhã (quinta-feira), sempre às 18 horas, em Audiência Pública, o Orçamento do Executivo e do Legislativo para o próximo ano fiscal. As sessões são abertas e com entrada franca a Sociedade Civil Organizada e a população em geral.
As Audiências Públicas estão embasadas no Regimento Interno, através do Capítulo II - Dos Projetos; Seção I - Disposições Preliminares, artigo 134, onde se fala na obrigatoriedade de realizar este tipo de evento, durante a tramitação de alguns tipos de projetos de lei.
Os projetos que o Legislativo é obrigado a realizar Audiência Pública são: Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado, Zoneamento Urbano e Geo-Ambiental, Código de Obras e Edificações, Código Tributário do Município, Política Municipal de Meio Ambiente, Plano Municipal de Saneamento e o Orçamento Municipal.
A população pode convocar uma Audiência Pública para outros tipos de projeto, desde que tenham Requerimento assinado por 5% dos eleitores do município, o que representa hoje em torno de 2.650 assinaturas. Os projetos relacionados as Audiências Públicas só poderão ser votados após a emissão dos pareceres, não podendo ser feito nada antes.
Espera-se a presença de membros da Sociedade Civil Organizada, como Sociedade Amigos de Bairro, Conselhos, grupos comunitários e população em geral, bem como de Vereadores e membros da Secretaria Municipal de Finanças.
Após as Audiências, o projeto vai para votação, em dois turnos, em Ordem do Dia Especial, onde não constam outros projetos. Os dois turnos de votação, com aprovação de 12 votos cada turno, podem ser realizados no mesmo dia, desde que haja convocação antecipada. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara aprova Ordem do Dia por completo

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou por completo a Ordem do Dia da 35ª Sessão Ordinária semanal, realizada na última terça-feira, dia 5 de novembro. Os 2 únicos projetos foram discutidos, votados e aprovados.
O Vereador Aureliano Gonçalves Pereira - o AG Pereira (PTB), aprovou denominação de nome de rua, da antiga rua O para Hortência Pinto Noronha, mãe do advogado Mário Noronha e avó do Secretário Municipal de Turismo, Paulo Noronha.
O segundo e último projeto da sessão tem a autoria do Vereador Valmir Gonçalves - o Valmir da Colônia (PSDB), que declara de Utilidade Pública a entidade denominada Zambolê, vinculada ao Movimento Negro de Caraguatatuba.
Além dos projetos votados, foram lidos outros 5 projetos, todos encaminhados às Comissões Permanentes. Um único Requerimento, em Regime de Urgência, de autoria do Vereador AG Pereira, foi aprovado, bem como 7 Indicações foram lidas e encaminhadas ao prefeito municipal. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Hospital contrata Pediatra através de pedido de Aurimar

Caraguatatuba - A Casa de Saúde Stella Maris - mais conhecida como Santa Casa, contratou, mediante parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, um plantonista em Pediatria - 24 horas para o Pronto-Socorro do hospital. O pedido nasceu da Comissão Temporária de Saúde, presidida pelo Vereador Aurimar Mansano (PTB).
O Requerimento nasceu de um encontro da Comissão Temporária de Saúde com a direção da Casa de Saúde Stella Maris, quando a irmã Sílvia Helena, vice-diretora da entidade, reclamou da falta de um plantonista de Pediatria, visto que são vários os casos diários que dão entrada no Pronto-Socorro e costumeiramente há falta deste tipo de profissional.
Imediatamente o Vereador elaborou um Requerimento pedindo informações ao Chefe do Executivo, sobre a possibilidade de contratação de pelo menos 2 profissionais deste tipo, para o Pronto-Socorro.
Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, quando da renovação do contrato de parceria entre o Hospital e a Prefeitura, realizada em agosto deste ano, foi feita a contratação de um plantonista 24 horas, de Pediatria para o Pronto-Socorro. Para o Vereador esta contratação é motivo de alegria.
Segundo Aurimar a contratação do profissional reafirma o trabalho conjunto do Executivo com o Legislativo. "Este é o trabalho político correto, quando o Legislativo é sabedor de um problema que aflige a população e imediatamente o repassa ao Executivo, que observando a sua necessidade, o resolve. Esta contratação irá melhorar em muito o atendimento das crianças no hospital", disse. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Menores acusados de tráfico são soltos

São Sebastião - Dois adolescentes de 15 anos de idade, acusados de envolvimento com o tráfico de drogas nos morros de Topolândia, Olaria e Itatinga, em São Sebastião, foram soltos pela Vara da Infância e da Juventude esta semana. Eles foram presos em flagrante no final de semana e irão responder ao crime em liberdade. Um dos motivos para os menores não ficarem presos é a falta de celas separadas para adolescentes na cadeia pública de São Sebastião. O liberação revoltou policiais e moradores. O juiz da Vara da Infância e da Juventude , Fernando Eduardo Diniz, afirmou ontem que estava em audiência e que não poderia comentar porque o processo é sigiloso. (Fonte: ValeParaibano)

Cão adota gambá 'orfão' em São Sebastião

São Sebastião - Um filhote de gambá abandonado foi adotado por uma cachorra da raça poodle no bairro de Barequeçaba, na costa sul de São Sebastião. Segundo o proprietário do animal, Antônio Reis, o filhote apareceu há oito dias em sua casa. "A cachorra começou a produzir leite e amamentar o gambá mesmo não estando no período de reprodução. Ela aquece o bicho como se fosse o seu filhote", disse. Para a bióloga Valéria Flora, o animal poderia ter morrido se não estivesse recebendo esses cuidados. "O filhote tem 15 dias e vai receber uma alimentação adequada. Após sua recuperação, iremos avaliar o seu retorno a mata", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura retira projeto que regulamenta comércio ambulante
Descontentes com a proposta inicial, ambulantes compareceram em massa à sessão extraordinária na Câmara Municipal

São Sebastião - O projeto de lei complementar 016/02, que dispõe sobre as normas relativas ao comércio ambulante, acabou sendo retirado ontem à tarde da pauta de votação da sessão extraordinária marcada para às 15h, na Câmara de São Sebastião. O ofício encaminhado pelo prefeito Paulo Julião, autor da proposta, por intermédio do assessor de assuntos políticos Sebastião Gonçalves de Sant’ana, o Macalé, foi protocolado às 14h37, ou seja, 23 minutos antes do início da sessão.
Na justificativa, o prefeito ressalta a intenção de promover uma melhor avaliação no interesse dos ambulantes e do município. O projeto estava na Câmara desde 13 de setembro.
Sem saber do cancelamento, os ambulantes compareceram em massa na sessão extraordinária. Alguns portavam faixas de protesto, mas nem chegaram a estendê-las.
Por volta das 15h10, o presidente abriu a sessão e anunciou a mensagem encaminhada pelo prefeito sobre a retirada. Os ambulantes comemoraram a decisão.
O vereador Erwin Mota, primeiro a discursar na Tribuna da Câmara, considerou o fato como uma vitória da categoria. “Agora, os ambulantes terão oportunidade de se reunir e pressionar para que as mudanças necessárias sejam feitas”.
Para ele, o projeto só deve entrar na Câmara após a temporada de verão. “Tem de haver um consenso, um projeto único, mas se tivesse que votar hoje (ontem), seria com responsabilidade, pois todos aqui se empenharam nas emendas desde que a proposta entrou nesta Casa”, avaliou Mota, que ainda abordou a necessidade de estudo para a construção de quiosques nas praias.
Na opinião do vereador Carlos Antônio Borba, a retirada do projeto foi positiva. “Dará chance para que os ambulantes participem. Ainda defendo a tese de que a licença para ambulante deve ser só para pessoa física e não para a jurídica, que tem mais condições”, disse Borba.
“Sabemos da luta dessas pessoas e estamos aqui para cooperar da melhor maneira possível”, completou o vereador Benedito Amâncio.
Já os vereadores Sérgio Pereira e Marcos Leopoldino disseram que a Câmara estava preparada para votar. “Fizemos nosso trabalho, com mais de dez emendas, e agora haverá tempo para a prefeitura explicar aos ambulantes e às sociedades amigos de bairro. Estamos perto da temporada, então, vamos dar um tempo para que se estude as mudanças com carinho”, considerou Pereira.
De acordo com o vereador Marco Souza, a polêmica discussão do projeto dos ambulantes teve pontos positivos. Entre eles, cita a criação da Associação dos Comerciantes Ambulantes de Juquehy (Acajú).
“Hoje estamos apenas retardando uma decisão. Precisamos realmente corrigir falhas múltiplas que existem em 13 leis e um decreto que trata do comércio ambulante. É preciso fazer justiça, pois muitos estão sendo penalizados”, comentou Souza. “O prefeito está em Brasília e por telefone pediu o cancelamento. Isso mostra que os ambulantes precisam ser melhor ouvidos”.
Dalton Silva destacou o fato do projeto não considerar as diferenças entre os bairros. O vereador Marcos Fuly ressaltou a proximidade da temporada e as dificuldades de adequação imediata.
Wagner Teixeira aproveitou o plenário lotado para pedir aos moradores que cobrem mais dos vereadores. “Além do caso dos ambulantes, existem outros problemas. Usem o voto de vocês”.
No encerramento da extraordinária, o presidente da Câmara, José Luiz Ribeiro, avaliou a retirada do projeto de lei como a chance para novas discussões.
O projeto de lei - Caso fosse votado e aprovado, o projeto de lei complementar 016/02 revogaria várias leis esparsas, com objetivo de facilitar a operacionalidade e o controle da atividade. Um decreto regulamentaria o detalhamento de sua aplicação, incluindo sanções pecuniárias e administrativas aos infratores, estabelecendo ainda o número de vagas.
Os deficientes físicos passariam a ter direito a três vagas por classe e localidade. Contudo, um dos itens que mais provocou polêmica foi: “o comércio ambulante poderá ser exercido excepcionalmente por pessoa jurídica, desde que se enquadre nos limites e determinações da proposta”.
Para muitos, isto deixaria a concorrência desleal. Ainda na proposta, o comércio deveria ser exercido por meio de carrinhos, recipientes térmicos, veículos automotores ou outras alternativas adequadas para a finalidade, em conformidade com a lei em questão e normas regulamentares.
Ambulantes comemoram retirada - Após a sessão extraordinária, o clima era de festa. Os ambulantes comemoraram a retirada do projeto de lei, que deverá passar por novas rodadas de discussão.
Para Antônio Martins, 56 anos, que tem um carrinho na praia do Guaecá há 28 anos, a decisão não poderia ter sido melhor. “Foi ótimo, pois do jeito que estava não teríamos condições de trabalhar”.
Martins temia a obrigatoriedade de circular com o carrinho na praia. “Não tem condições de fazer isso porque é muito pesado”, concluiu.
Ele considera errada a possibilidade de concessão de licença de ambulante para pessoa jurídica. “Não teremos como concorrer”.
Silvia dos Reis, 50 anos, e Alberto Pereira da Silva, 44 anos, acreditam que a decisão de retirar o projeto da pauta de votação foi a mais correta. “Sou contra a pessoa jurídica ficar parada e a gente ter que andar. Também não concordo com o tamanho do carrinho que querem estipular”, disse Alberto da Silva. “A fritura também não pode acabar, pois desde que o óleo seja guardado não tem problema nenhum”, completou Silvia dos Reis.
O ambulante Waldomiro Firmo Teixeira, 46 anos, que trabalha na praia das Cigarras há 16 anos, ficou feliz com a decisão. “Ainda bem que não votaram este projeto. Nós vivemos disso, não tenho salário fixo. Acho que o problema maior das praias são os cachorros e a falta de banheiro”. (Fonte: Imprensa Livre)

São Sebastião poderá sediar Congresso Nacional de Cerimonial Público

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, está encaminhando ao presidente do Comitê Nacional de Cerimonial Público, Hugo de Faria Almeida, uma carta proposta para sediar o Congresso Nacional de Cerimonial Público, em 2004.
O evento, que está na nona edição e, este ano será realizado entre os dias 12 e 15 de novembro, em Cuiabá, reúne cerimonialistas de todos os estados brasileiros, além de autoridades nacionais e internacionais no assunto. Este ano, está prevista a participação do coronel Jorge Daniel Salvati, da Argentina, primeiro vice-presidente internacional de Cerimonial e Protocolo, além de representantes de países como Venezuela, México, Costa Rica, Espanha e Nova York.
Segundo Leslie Anne Khoury, do cerimonial da Prefeitura de São Sebastião, na carta proposta estão inseridas as informações do município, que servirão para apresentar a cidade ao presidente do Comitê e aos membros do colegiado, que definirão a sede do Congresso de 2004 durante o evento em Cuiabá. “A proposta inicial ocorreu durante a Iª Jornada Paulista de Cerimonial Público para Municípios, realizada em junho no Teatro Municipal, com apoio da diretoria regional do comitê sudeste e que reuniu 47 cidades do Estado de São Paulo e cerimonialistas do Rio de Janeiro e Amazonas. Desde esta época, o prefeito está apoiando a realização do Congresso em São Sebastião”, disse Leslie, destacando que se a carta proposta for aceita, será a primeira vez que o evento acontecerá fora de uma capital brasileira.
Leslie ainda informou que a programação do primeiro dia do Congresso em Cuiabá, foi pautada de acordo com a cerimônia realizada em junho e contará com a participação dos mesmos palestrantes que estiveram em São Sebastião.
“Foi uma surpresa quando soubemos que o nosso evento serviu como modelo para um dos seminários do Congresso, valorizando o trabalho dos profissionais desta área, que vem crescendo e está sendo reconhecida a cada dia”, concluiu Leslie. (Fonte: PMSS)

Dupla leva R$ 110 mil de banco em Ubatuba

Ubatuba - Dois homens armados com metralhadoras assaltaram na manhã de ontem a agência da Nossa Caixa Nosso Banco, na região central de Ubatuba. Um dos criminosos usava uniforme da Polícia Militar. Eles levaram cerca de R$ 110 mil em dinheiro e a arma do segurança.
No momento do crime, várias pessoas estavam no banco. Niguém ficou ferido. O atendimento foi parcialmente suspenso durante o dia.
Segundo a Polícia Civil, a porta com detector de metais acionou o alarme no momento em que um dos bandisdos, vestido com farda da PM, passou pelo local. O segurança da agência foi rendido quando solicitou a identificação do criminoso. Em seguida, outro homem, armado com uma metralhadora, aproximou-se anunciando o assalto.
"A ação dos criminosos durou cinco minutos. Eles se dirigiram para a tesouraria e levaram o malote. Felizmente não houve tiros e ninguém ficou ferido", disse o gerente da agência O.S.
Uma hora depois, o carro modelo Astra utilizado pelos assaltantes na fuga foi encontrado próximo à agência. O veículo teria sido roubado em Taubaté.
A assessoria de imprensa do banco não soube informar se haverá reforço no sistema de segurança da agência.
O delegado José Eduardo Cembranelli disse que todas as entradas e saídas de acesso à cidade foram fechadas. Porém, até o início da noite de ontem, nenhum suspeito havia sido identificado. (Fonte: ValeParaibano)

Ubatuba recebe no feriado o Campeonato Brasileiro de Holder

Ubatuba - A Marina do Píer do Saco da Ribeira, em Ubatuba, será palco entre os dias 15 e 17 do Campeonato Brasileiro de Holder. A regata terá início às 11h com a medição das velas, encerramento das inscrições e cerimônia de abertura.
Vários velejadores da região estarão participando do evento que é uma chance para a subida no ranking brasileiro. Ubatuba participa com 15 atletas e Gustavo Blac, 17 anos, é um dos favoritos. Ele está em primeiro lugar no ranking do circuito de vela do Litoral Norte, na classe B.
Alexandre Martinho, supervisor de vela do Saco da Ribeira, acredita que este vai ser um campeonato com o maior número de barcos na raia. A estimativa é de 60 inscritos. “A classe Holder está tendo um crescimento significativo, com aumento do número de interessados, porque ela está mais competitiva devido à padronização do equipamento das velas e também por causa do alto custo do Laser.”
Para o velejador Johny Atallah, 17 anos, de São Sebastião, bicampeão brasileiro pela categoria A, a padronização das velas é melhor. “Com as velas padronizadas pode-se velejar de igual para igual contra outro velejador”. Ele é um dos favoritos desse campeonato, juntamente com seu irmão, Josef Atallah, 15 anos (terceiro lugar no campeonato paulista deste ano) e com Rafael Mendes, 26 anos, pentacampeão brasileiro pela categoria A.
Ainda por São Sebastião, na categoria A, participam Eric Vasquez, 17 anos, e Marcelo Cursi, 16 anos. Na categoria B, compete o velejador Marco Del Porto, 16 anos. Caio Teisen e Mateus Cursi, de 15 anos, participam na categoria iniciante. Os velejadores da cidade têm o apoio da Prefeirura.
Em Ilhabela, 10 velejadores já estão confirmados para participar do Campeonato Brasileiro de Holder. Pela categoria disputam Mário Sérgio Junior, 17 anos, Thiago Reis, 16 anos, campeão brasileiro de 2001 na categoria B e Eduardo de Souza Mateus, 17 anos.
Pela categoria B participam Rafael Batista de Jesus, 16 anos, e Marcelo Antônio de Jesus, 19 anos, capitão da flotilha. Cinco velejadores competem pela categoria iniciante: Daniel Reis, 16 anos, José Marino, 14 anos, Paulo César Freire, 18 anos, Eugem e Jeferson Danifer, 15 anos.
Outros destaques que estarão presentes no campeonato são os velejadores João Eugênio, de Santos, e Hélio Holsback, de São Paulo, ambos pela categoria Holder A.
O evento está sendo organizado pela Federação Brasileira de Vela e Motor (FBVM), Federação de Vela do Estado de São Paulo (FEVESP), Associação Brasileira e Paulista da Classe Holder 12 e Marina Píer do Saco da Ribeira.
As regatas terão início às 13h da sexta-feira e o campeonato se encerra no domingo, às 18h, com um coquetel e entrega de premiações aos três primeiros colocados e os três primeiros vencedores no geral.
O prêmio para o primeiro colocado da classificação geral será será um barco Holder novo. A organização do evento também sorteará quatro velas de Holder entre os participantes do campeonato, oferecidas pelas Veleiras Performance Sails, Cognac Sails, Quantun Sails e Velas Sass.
As inscrições podem ser feitas até as 11h do dia 15 na sede do evento nas categorias A, B, iniciante, feminino, pré-master (30 a 39 anos) e master (acima de 39). O valor da inscrição é de R$ 30 por velejador. (Fonte: Imprensa Livre)

Doação de Alimentos

Ubatuba - O Fundo de Solidariedade da Prefeitura Municipal recebeu e repassou 336,95Kg de alimentos para APAF. Estes alimentos foram recolhidos no dia do Baile dos professores em 11/10/02. Muitos foram os alimentos não perecíveis doados como entrada para o baile; achocolatados, açúcar, aveia ervilha em lata leite em pó, leite longa vida , pó de café feijão preto e muitos outros.
A Presidente do Fundo de solidariedade, também recebeu 393 Kg de alimentos não perecíveis da apresentação do G.R.D – Ginástica Rítmica Desportiva - que foram distribuídos 120 Kg para o Lar Vicentino,33 Kg para o Lar do Menor e 240 Kg. para a Aldeia Boa Vista.
A Presidente do Fundo de Solidariedade Claudia Fonseca agradece a todos que tem colaborado com doações como estas, que possibilitam a distribuição de alimentos para as entidades carentes do município. (Fonte: ACS-PMU)

Foram vacinados 13.033 animais contra raiva animal

Ubatuba - Neste ano foram vacinados 11.691 cães e 1.342 gatos durante a campanha de vacinação anti-rábica no período de 17 de setembro à 10 de outubro, tendo um aumento de 30% em relação ao ano passado. Do Camburí à Maranduba a vacinação foi realizada pela equipe Epdemiológica da Saúde Coletiva , da Secretaria Municipal de Saúde, Francine , Denise e Mônica. Ainda serão vacinados os animais das ilhas e praias distantes.
Para que a campanha tivesse atingido o êxito que teve, contou com o apoio de diversos setores aos quais a Saúde Coletiva agradece, como vários setores da Prefeitura Municipal, Polícia Militar, Polícia Florestal, Associações de moradores, ASEL e comerciantes de diversos setores . Também os agradecimentos aos vários meios de comunicação; Rádio Costa Azul, Gaivota, Maré FM e aos jornais A Cidade e A Semana. Agradecimentos á toda população que levou seus animais para vacinar contribuindo assim com a saúde do município.
Caso o seu animal não tenha sido vacinado , temos um posto fixo de vacinação permanente no Centro de Controle de Zoonoses no bairro do Horto Florestal. Qualquer informação, entre em contato pelo telefone - 3834 1069. (Fonte: ACS-PMU)

Vacinação contra gripe Febre amarela Tétano e Hepatite B

Ubatuba - Dia 14 e 21 de Outubro a Secretaria de Saúde através da Saúde Coletiva estiveram no Paço Anchieta, vacinando os funcionários da Prefeitura. No dia 22 a equipe formada por Vera Lúcia da Silva Frade Pezenti , Sônia da Silva Ribeiro e Gisele de Brito Nascimento estiveram também vacinando os funcionários da Câmara Municipal. Ao todo foram vacinados 730 funcionários a maioria com as quatro vacinas disponíveis, contra gripe, febre amarela , Tétano e Hepatite.B.
A população de Ubatuba tem estas vacinas á disposição no Posto de Saúde Central e nos PAS - Posto de Atendimento SUS - em vários pontos do Município. (Fonte: ACS-PMU)

Carta do Leitor

O Uso do Poder Público - As vezes perdemos a esperança por alguns momentos, mas... graças a Deus, não perdemos a fé. Dia 05 o Tribunal de Justiça de São Paulo julgou o pedido de  afastamento do Prefeito Paulo Ramos, e decidiu que ele deve continuar no cargo até o julgamento da ação civil que questiona a compra de um Passat no valor de R$ l26.000,00. Só que sendo a justiça tão lenta, é bem capaz que acabe o mandato e não tenha sido julgado, é bem capaz que eu seja julgada e condenada antes dele, em razão desta compra. Sou a Bel Dergham que me uni a indignação da população do município e ousei falar contra a má administração do dinheiro público, então fui intimada pela Delegacia de Ubatuba a prestar depoimento com relação as cartas contestadoras que coloquei neste informativo.
Será digno de um Prefeito, sabendo que já foi contra as necessidades básicas de um município, ainda estar intimando na delegacia uma pessoa a deixar seu trabalho, seus filhos, para prestar depoimento? E também por grande coincidência, logo após minhas cartas, toda a fiscalização de Ubatuba caiu sobre minha obra de construção, que só não estava legalizada por autorização do próprio irmão do Sr.Paulo Ramos, Sr. Roberto Ramos, em 1994 que assim como agora, já era Administrador da Regional Sul, na Maranduba, e autorizou que primeiro eu acabasse a obra para depois legalizar. Só que quando resolvi abrir a boca, a história mudou. Coincidentemente estou sendo obrigada a legalizar tudo de uma vez. Mas não tem problema, porque com muito sacrifício, estou tentando resolver as situações e legalizar. Dever não é vergonha. Vergonha é fazer mal uso do dinheiro público. Se toda essa fiscalização foi coincidência, Sr. Prefeito, me desculpe, mas foi coincidência demais.
Mas tudo isso não vai calar minha boca. Eu não concordei e não vou concordar. Não vai ser por causa de eu ser intimada na Delegacia que eu vá mudar de idéia. Prefiro responder pelo que falei, do que me calar, ficar fazendo de conta que está tudo bem quando se vai a Santa Casa e não conseguimos fazer um RX por falta de pagamentos, por não ter remédios básicos nos Postos de Saúde, as ruas, como disse outro internauta, mais parece um queijo suíço de tão esburacadas, a ponte do Sertão da Quina, qualquer chuva mais forte transborda que não passa nem carro, isso o Vice-Prefeito Moralino pode presenciar essa semana, quando esteve aqui na comunidade para uma reunião.
Faço parte de Associação de Bairro, APM de Escola e Pastoral da Igreja Católica, conheço muito bem as necessidades e dificuldades de uma população. Sinto muito, mas não posso concordar que o Prefeito ande em um carro como este com o dinheiro do povo, é como se estivesse passando em cima do povo. E o meu nome não é Izabel Romão Dergham, como veio na intimação, apesar de eu ser de uma tradicional família caiçara de pescadores da região, conhecida como Romão, meu nome é Izabel Araujo Dergham, aceitei a intimação com nome errado porque eu assumo o que falo. O que pode acontecer, Sr. Prefeito, é que daqui a dois anos estarei com toda a minha obra regularizada e talvez respondendo a um processo seu com dignidade, mas o Sr. será apenas o Ex-Prefeito de Ubatuba, sem o poder na mão.

Bel Dergham
Sertão da Quina, Ubatuba


Tempero de Mãe - Admirável a iniciativa da Secretária da Educação Roselli Morilla Batista, de Caraguatatuba, ter contratado AS MÃES VERDADEIRAS, não qualquer concursada, para fazer a merenda escolar nas escolas de Caraguatatuba no projeto TEMPÊRO DE MÃE. Como promover a integração entre os pais, os alunos e a escola senão tomando atitudes como esta?
As mães não estão apenas tendo uma forma de renda, mas estão participando da educação de seus filhos, de uma forma comunitária, ajudando a escola a se tornar um lugar onde a criança receba autêntica atenção e carinho e boa alimentação, para poder se desenvolver com melhores condições.
As MÃES não estão apenas tendo um trabalho como qualquer outro, mas estão contribuindo com a comunidade para a melhoria do ensino público deste país.
PARABÉNS!

Lilian Zucca
Psicóloga e Artista Plástica


Alerta para os Moradores da Tabatinga - A carta do leitor Sr. Carlos Alberto Barreto publicada no Litoral Virtual de 07/11/2002 nos dá uma idéia bastante precisa do pode tornar-se a Praia da Tabatinga.
Acordem, pois não falta muito para que isto aconteça.

Claudio Bertotti
Caraguatatuba, SP


Ocupação Humana em Unidades de Conservação - A ocupação humana nos parques estaduais foi intensamente discutida nos dias 05 e 06 últimos em “workshop” promovido pelo Instituto Florestal, em Atibaia, quando os diretores das unidades de conservação localizadas no litoral e Vale do Ribeira debateram, juntamente com especialistas convidados do IBAMA, da Procuradoria Geral do Estado, da Procuradoria da República e outros, a preocupante situação que envolve a presença de populações em áreas de proteção integral dos recursos naturais, como os Parques Estaduais da Ilha do Cardoso, de Jacupiranga, de Ilha Bela e da Serra do Mar, questão que suscita grande preocupação nessas regiões, e que, inclusive, tem gerado conflitos entre a administração pública e os moradores, registrando-se, lamentavelmente, até mortes de palmiteiros e vigias florestais.
O Parque Estadual da Serra do Mar foi criado em 1.977, compreendendo mais de 310.000 hectares que se estendem de Ubatuba até Peruíbe, ao longo da encosta e planície litorâneas recobertas pelos mais importantes remanescentes da Mata Atlântica, da qual somente restam 7% no Estado de São Paulo, relíquia essa abarcada pelas unidades de conservação denominadas de proteção integral por assim serem classificadas no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, o SNUC, que determina que em tais áreas não é permitida a presença de populações humanas, nem mesmo as denominadas “comunidades tradicionais”, o que conflita com a realidade existente, porquanto os parques estaduais abrigam crescentes contingentes populacionais desde antes de serem criados, o que vem se agravando nos momentos atuais devido a fatores sociais diversos, dentre eles se destacando o elevado valor econômico de suas terras, incrementado pela especulação imobiliária de notável conhecimento na região litorânea, problema que se amplio com a abertura da Rodovia Rio-Santos em meados da década de 1.970, ocasião da criação dos parques em discussão.
Criado o Parque Estadual da Serra do Mar sobre terras de domínio público e particular, não cuidou o Estado da sua regularização fundiária, mal e porcamente conseguindo dispor de uma precária e insuficiente estrutura administrativa, remanescente das antigas reservas que foram englobadas pelo parque estadual, como a Reserva de Caraguatatuba, criada em 1.956, a Reserva de Cunha e a de Rio Branco-Cubatão, onde já se dispunha de pequenos grupos funcionais compostos de vigias e trabalhadores braçais, registrando-se, tão somente a destinação de um contingente de quarenta servidores para a pioneira implantação do Núcleo Picinguaba, entre 1.984 e 1.985. De lá para cá, decorridos vinte e cinco anos da criação do Parque Estadual da Serra do Mar a situação apenas vem se deteriorando, tanto ao nível administrativo, quando, hoje, sequer vinte funcionários do Estado se encontram no Núcleo Picinguaba, quanto no lado das ocupações humanas, que se intensificam brutalmente, ultrapassando os milhares de moradores no interior e entorno protegidos da unidade de conservação.
Os ocupantes tradicionais, cuja definição se procurou no referido encontro técnico, buscando-se dar a eles alguma forma de uso compartilhado no interior do espaço natural protegido, constituem hoje uma minoria que, segundo o técnico Luis Roberto de Oliveira, não ocupam os dedos de uma mão, enquanto os forasteiros, sejam proprietários, posseiros e invasores, é que provocam o grande problema enfrentado pela administração florestal do Estado, representados pela caça, extração de palmito, desmatamentos e outros danos ambientais que estão destruindo a Floresta Atlântica na região, em que pesem os elevados investimentos através de projetos como o PPMA, financiado pelo banco alemão KfW, o qual vem destinando, desde 1.995, cerca de trinta milhões de dólares para a preservação da Mata Atlântica, havendo, nitidamente, uma evidente disfunção entre a intenção e os resultados, porquanto o que se pretende proteger está sendo cada vez mais destruído. Neste caso, tem-se reivindicado uma discussão com a sociedade, para a verificação de eventuais desvios e desperdícios de recursos públicos fartamente alocados em instituições como o DEPRN, a Policia Ambiental e o próprio Instituto Florestal, o que deveria envolver o Ministério Público, o Tribunal de Contas do Estado, a Procuradoria da República e todos os demais interessados da sociedade organizada e das prefeituras que tem sido alijadas dos processos decisórios que pesam sobre os destinos da riqueza natural coletiva abarcadas nas unidades de conservação.
Não se pode admitir a propositura, vangloriosa, há que se ressaltar, do estabelecimento de um “pelotão de demolição”, o qual nunca resolveria através da selvageria nazista o problema das invasões que vem ocorrendo às centenas anualmente e atingem os milhares no Parque Estadual da Serra do Mar, quando o policiamento preventivo e ostensivo não vem conseguindo cumprir o objetivo de inibir tais agressões ao santuário natural, numa evidente falência de um modelo centralizador de gestão, que alijou a comunidade da discussão acerca dos destinos do seu patrimônio, assegurado ao longo dos séculos pelas verdadeiras populações tradicionais, que hoje vem sendo massacradas por fruto da inoperância e da omissão estatais, como se assiste com os caiçaras e quilombolas e o que pode ser dolorosamente constatado no Camburi, em Picinguaba, nos Sertões, na Ilha Bela e na Ilha Anchieta, favorecendo-se um modelo especulativo de ocupação ilegal das terras protegidas por lei, afora o benefício particular, grupal e até familiar de uma casta de administradores arraigada perenemente no sistema ambiental público.
Necessária se faz a discussão com a comunidade, afastada a farsa institucionalizada que mascara a banalização da invasão e a destruição do Parque Estadual, para se obter uma eficiente aplicação do dinheiro público fartamente disponível para as ações conservacionistas, como bem destacado pela Dra. Sônia Wiedmann, do IBAMA e pelo próprio Diretor Geral do Instituto Florestal, Dr. Valdir Di Cicco, mencionando-se a disposição da Consultoria do Projeto de Preservação da Mata Atlântica – PPMA em fazer a demarcação dos parques da Serra do Mar e de Ilha Bela, o que vem sendo atravancado pela Secretaria do Meio Ambiente desde 1.998, percebendo-se, com louvor, a existência de muito boas intenções, havendo que se remover os obstáculos interpostos por interesseiros gestores postos à serviço de clientelistas políticos que, de passagem, determinam os destinos das verbas públicas, fazendo com que não atinjam os magnânimos objetivos comuns para as quais são destinadas, representados aqui pela proteção do Parque Estadual da Serra do Mar.

João Evangelista de Melo Neto
Engenheiro Agrônomo – Pesquisador Científico
Núcleo Caraguatatuba do Parque Estadual da Serra do Mar
Tel. (12) 3882.5999



Foto do Dia:
Canhões da Villa
Ilhabela
Canhões da Villa
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas


 F
aça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.


Radar Litoral Sorveteria mar Virado Centro Náutico Uba Uba

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.

GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor