Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 18 de fevereiro de 2002 - Nº 473 Edições Anteriores
BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral Modulo

Busca por palavras no Litoral Virtual:

Principais Manchetes:

Caraguá quer regulamentar rampas de vôo livre
Aposentado reage a assalto é executado
Litoral Norte busca peixe no sul do país
Passeio é aula de meio ambiente
Mais da metade do mangue está em Ubatuba
Comerciante reclama de prejuízo “Paz e Folia 2002”
Resultados da Operação Carnaval do 17º Grupamento de Bombeiros
Gisele Bundchen em São Sebastião
Bairro de Maresias terá Ensino Médio
Comissão de Artesanato mostra obras na Fundacc
História da Dança é tema de workshop na Fundacc
Corpo de Dança prepara espetáculo e faz seleção de novos bailarinos
Escolas de Caraguá recepcionam alunos com novo visual
Telecurso 2000 abre novas vagas em Caraguá
Fundart abre inscrições para cursos
Um ano de Praça das Artes
Novo horário do Museu "Washington de Oliveira"
Temporada foi tranqüila na avaliação da Guarda Municipal
UNITAU realiza exposição no Saco da Ribeira
Fernando Macedo conquista seu 1º título no futmesa
Carta do Leitor



Caraguá quer regulamentar rampas de vôo livre
Segurança é preocupação dos instrutores; turistas podem fazer vôo duplo e curso

Caraguatatuba - Se Ilhabela é considerada a capital da vela e Ubatuba a do surfe, Caraguatatuba tem tudo para ser a capital do vôo livre. Duas rampas adaptadas para a decolagem de asa delta e paraglider dão à cidade condições ideais para os vôos.
Pensando nisso, a Secretaria de Turismo está elaborando junto com a Federação Paulista de Vôo Livre um projeto para regularizar às pistas e melhorar a sinalização do local.
O secretário Salim Burihan disse que não há prazo para a conclusão, mas que deve ser para este ano. Uma das medidas para melhorar o vôo dos praticantes foi a retirada de 22 coqueiros da avenida da praia, onde ocorre o pouso.
O piloto e instrutor de vôo, José Mário de Sousa, da escola High Fly, explica que voar é fácil, mas depende da habilidade e atenção do aluno. Um dos itens mais importantes é o vento. Sem ele, é praticamente impossível um paraglider sair do chão.
Em Caraguá, as rampas ficam no Morro Santo Antônio. Na primeira pista é possível enxergar as praias do centro e toda a orla do Indaiá até o Porto Novo. No lado leste, além da praia Martin de Sá, pode-se ver a orla do Massaguaçu.
Uma da recomendações básicas para quem quer fazer um vôo panorâmico duplo e não sabe pilotar é procurar um instrutor habilitado. "O bom piloto conhece as condições climáticas e de segurança", disse Sousa.
Por segurança, ele leva dois equipamentos básicos junto com a asa delta e o paraglider. São o altímetro e o variômetro, que indicam a altitude e a subida.
Em vôos normais o passeio pode ser feito entre 800 e 1.500 metros de altura, mas pilotos experientes chegam a ficar a mais de 5.000 metros.
AVENTURA - O mecânico de motos André Dobrozolsky Rodriguez Arras, 25 anos, de Lorena, assistiu tantas fitas de vôo livre e decidiu se tornar um praticante.
Todo final de semana ele vai a Caraguá para ter aula de paraglider. Ele fez sua estréia no final de janeiro.
De acordo com o instrutor da escola High Fly, José Mário de Sousa, o curso tem duração de 10 aulas teóricas e práticas. O aluno aprende sobre meteorologia, aerodinânica regulamentação e teoria de vôo.
Na aula prática ele inicia os vôos em morrinhos até chegar ao Morro Santo Antônio, onde participa do batismo. O curso completo custa R$ 800 e o vôo duplo R$ 80. (Fonte: ValeParaibano)

Aposentado reage a assalto é executado

Caraguatatuba - O aposentado Serafim Quelle Morales, 67, foi morto durante assalto à casa em que mora no Porto Novo, centro de Caraguatatuba, anteontem. Serafim teria reagido após ser abordado por cinco homens, às 22h15. Da casa da vítima foram levados um aparelho celular, um carro Gol de cor cinza e utensílios domésticos. Logo após o assalto, ainda nos arredores, a Polícia Militar localizou Cleber Villanova de Oliveira, 20 anos, que teria confessado o crime e delatado E.S., 15, Mário dos Santos, 19, Jorge Roberto Moraes, 21 e Jorge dos Santos, 24, como cúmplices. (Fonte: ValeParaibano)

Litoral Norte busca peixe no sul do país

Ubatuba - Falta peixe da região na mesa de turistas no Litoral Norte. Além da degradação de barcos pesqueiros, os caiçaras começam a sentir no bolso o impacto causado pelo homem.
Os proprietários de restaurantes da região estão sendo obrigados a comprar peixes vindos do sul do país e até da Argentina.
O proprietário do restaurante Marinheiro, Marcelo Ribeiro Penteado, em Ubatuba, afirma que gasta muito mais quando compra peixe de entrepostos. Segundo ele, a maioria do pescado vem de Santa Catarina e até da Argentina.
Para Jurandiau Lovizaro, proprietário do restaurante Rei do Peixe, em Ubatuba, apenas os pescados sazonais são possíveis comprar na região, como robalo, garoupa, anchova e tainha.
Um dos principais ecossistemas responsáveis por pelo menos 50% da desova de peixes e crustáceos, o manguezal, está acabando no Litoral Norte.
De toda a área de mangue encontrada nas quatro cidades, somente 30% ainda encontra-se preservada. Segundo levantamento da Secretaria do Meio Ambiente, a destruição maior se deu pelo aterro para a construção de condomínios fechados e hotéis, além da degradação a partir do despejo de lixo e esgoto "in natura" nos rios.
Com a pesca indiscriminada e a destruição dos mangues, considerados verdadeiros "berçários do mar", o pescador não vê mais saída para a geração de renda.
O aposentado Jonas José Pinto, 79 anos, um dos mais antigos da Barra dos Pescadores, afirma que os próprios pescadores não dão o devido valor ao mangue, porque não entendem a sua função.
Além da pesca predatória, técnicos do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) e demais órgãos ambientais, como o DPRN (Departamento de Proteção aos Recursos Naturais), entendem que o aterro e a degradação do manguezal é uma das principais causas do sumiço dos peixes. (Fonte: ValeParaibano)

Passeio é aula de meio ambiente

Ubatuba - Educação ambiental é a receita para preservar o que ainda restou nas áreas de manguezal. Acreditando nisso, especialistas em meio ambiente elaboraram um projeto para ser aplicado no mangue localizado dentro da área do Núcleo Picinguaba, na região norte de Ubatuba.
A praia da Fazenda é o ponto de partida para estudantes e turistas interessados em aprender um pouco mais sobre o ecossistema. Os passeios são realizados em canoas, que atravessam uma extensão de aproximadamente 3 quilômetros de mangue. Monitores do Núcleo Picinguaba explicam a fauna e flora do lugar.
Segundo informações do projeto, o ecoturismo é uma forma de geração de renda para a comunidade local, que passa a ser guia local. Por outro lado, começa a estabelecer uma relação de respeito por parte do turista, que "entende" o lugar e passa a conservá-lo.
O passeio acaba respondendo às perguntas dos turistas e estudantes sobre a complexidade natural da região, rodeada de Mata Atlântica, considerada o ecossistema mais rico em biodiversidade. Além de esclarecer o visitante com relação à importância do manguezal, também é incentivada a sua limpeza, uma vez que são recolhidos materiais depositados durante o percurso. (Fonte: ValeParaibano)

Mais da metade do mangue está em Ubatuba

Ubatuba - Apesar de o Litoral Norte de São Paulo não apresentar grandes extensões de manguezal, como é o caso do Sul, 54% das áreas de mangue estão localizadas em Ubatuba. Caraguá, São Sebastião e Ilhabela dividem o restante.
A bióloga Gisela Menezes, de São Paulo, doutoura em manguezal, explica que uma das causas do ecossistema aparecer em pequena escala na costa norte do estado é devido à proximidade com a Serra do Mar, diferentemente da geografia da costa Sul, que é mais distante da serra.
"A pouca incidência de manguezal é outro fator que deve alertar as pessoas com relação à importância de preservar o ecossistema, fundamental para a reprodução da vida marinha", explica. Segundo a bióloga, o Litoral Norte é predominantemente rochoso e os manguezais estão concentrados na foz dos rios. (Fonte: ValeParaibano)

Comerciante reclama de prejuízo

Ubatuba - Os quiosqueiros da praia do Itaguá, em Ubatuba, reclamam de prejuízo durante o Carnaval, após o Ministério Público ter proibido a música à noite. Estoques de cerveja e peixes estão encalhados.
Os comerciantes afirmam que foram prejudicados com a medida que, se era necessária, deveria ter sido definida antes do início da temporada.
"Eu contratei músico, fiz estoque de cerveja e comida e tive um prejuízo de mais de 60%", disse a comerciante Vanessa Mendes Pereira, do quiosque Maré Alta. A quiosqueira disse que teve que negociar com o músico contratado e que não tocou para pagar R$ 800 dos R$ 1.500 combinados.
Para a comerciante Alderez Carvalho de Godoy, do quiosque Saara, a determinação do MP quebrou com o movimento na avenida.
Os donos de quiosques tentam junto ao Tribunal de Justiça de São Paulo a liberação do som na avenida. Uma liminar impetrada logo após a decisão da promotoria foi negada pela Justiça de Ubatuba. (Fonte: ValeParaibano)

Resultados da Operação Carnaval do 17º Grupamento de Bombeiros

Litoral Norte - O Comando do Salvamento Marítimo do Corpo de Bombeiros do Litoral Norte, através do seu Comandante Interino, 1º Ten PM Alexandre Rodrigues dos Passos, informa que a “Operação Carnaval” desencadeada pelo 17º Grupamento de Bombeiros , foi um sucesso.
O efetivo total empregado foi de 201 Guarda-vidas , entre profissionais e temporários. Foram canceladas folgas no período e o efetivo foi empregado em sua totalidade, a fim de proporcionar a todos um feriado mais seguro. Com o apoio das Prefeituras Municipais e da iniciativa privada, através da PETROBRAS, foram reforçadas as principais praias da região.
A Sede do Grupamento de Bombeiros , localizada no Guarujá, enviou uma lancha para apoio na prevenção, além do já tradicional Helicóptero Águia , da Polícia Militar, que efetua o vôo sempre com dois Guarda-vidas. Além disso , tivemos o apoio de um “Flyboat”, patrocinado pela PETROBRAS, voando por toda a costa , tripulado por um Guarda-vidas.
Foram realizados 43 salvamentos: 17 em São Sebastião, 01 em Caraguatatuba e 25 em Ubatuba. Foram localizadas 34 crianças perdidas pelos pais e atendidas 10 vítimas de casos clínicos.
O resultado compensou todo o esforço: não houve nenhum óbito por afogamento nas praias guarnecidas por Guarda-vidas . Foi o Carnaval mais seguro de todos os tempos. O Carnaval é o período mais crítico da temporada, quando as pessoas mais se excedem na ingestão de bebidas alcoólicas e perdem a noção de segurança no mar.
Fonte: 1º Tenente Alexandre Rodrigues dos Passos - Cmt Intº do Salvamar do Litoral Norte.
Fones p/ contato: (012) 432-1290; 427-3151 - e-mail: arpassos@iconet.com.br

Gisele Bundchen em São Sebastião

São Sebastião - A modelo Gisele Bundchen recebeu, das mãos dos prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, um exemplar autografado do livro comemorativo aos 500 anos de história do município. Gisele passou a sexta-feira, filmando ao lado de Sebastian, modelo-simbolo da C&A, o novo comercial da rede de lojas, na praia de Pitangueiras, um exclusivo recanto à beira mar no litoral norte do Estado de São Paulo, a quatro quilômetros do centro histórico de São Sebastião. (Fonte: PMSS)

Bairro de Maresias terá Ensino Médio

São Sebastião - A partir de segunda-feira, dia 18, cerca de 200 alunos do ensino médio que residem na Costa Sul de São Sebastião, poderão frequentar a escola Dulce César Tavares, localizada no bairro de Maresias, onde foram disponibilizadas duas salas de aulas, durante dois períodos – tarde e noite.
Esta foi a alternativa encontrada pela administração municipal enquanto a nova unidade escolar, cuja obra será iniciada no prazo de dois meses, ainda não estiver finalizada. Até o ano passado, os estudantes do ensino médio precisavam se locomover até o bairro de Boiçucanga, um trajeto de 9 km, com curvas sinuosas, para frequentarem as aulas .
Conforme a secretária da Educação de São Sebastião, Vera Hilst, com a construção da nova escola do bairro de Maresias, quatro salas serão ocupadas pelo ensino médio, sendo três por alunos do 1º colegial e uma sala por alunos do 2º colegial.
Essa determinação foi tomada após a audiência que ocorreu ontem, dia 14, quando estiveram reunidos o prefeito Paulo Julião, a secretária da Educação, Vera Hilst, e a secretária estadual da Educação, Rose Neubauer.
Na ocasião, Neubauer deu o aval para um aditamento no valor de R$ 540 mil, que possibilitará a ampliação do projeto de construção da nova unidade escolar em mais oito salas de aula – que, inicialmente, não estavam previstas – e beneficiarão os alunos dos ensinos fundamental e médio da Costa Sul da cidade.
Durante a reunião, a secretária estadual da Educação ainda adiantou que, no prazo de 15 dias, será destinado um micro ônibus à São Sebastião para transporte escolar de alunos e professores. Segundo Vera Hilst, o veículo atenderá, principalmente, os estudantes também da Costa Sul que percorrem , diariamente, cerca de 30 km – um percurso de até 40 minutos – para freqüentarem escolas da região central. (Fonte: PMSS)

Comissão de Artesanato mostra obras na Fundacc

Caraguatatuba - A comissão Setorial Municipal de Artesanato da Fundacc promove até o dia 22 de fevereiro, no Centro Cultural Maristela de Oliveira, uma mostra de artesanato, reunindo as mais variadas obras em materiais e técnicas diversas.
São luminárias, peças decorativas, móveis, quadros, esculturas e utilitários que estarão expostos para apreciação e venda. A Fundacc fica na rua Santa Cruz, 396, centro, e a mostra pode ser visitada de segunda a sexta, das 9 às 19 horas. A entrada é franca. (Fonte: PMC)

História da Dança é tema de workshop na Fundacc

Caraguatatuba - Acontece na Fundacc nos dias 1, 2 e 3 de março de 2002, das 18 às 22 horas, um Workshop de Dança abordando os temas "História da Dança e Ballet de Repertório", ministrado pela bailarina e coreógrafa Mathilde de Souza Mathias. O workshop é interessante para professoras de dança, professores de educação física e bailarinos em geral, e o preço é R$30,00. Os interessados devem entrar em contato com a Fundacc pelo telefone 38839770 para mais informações. A Fundacc fica na Rua Santa Cruz, 396, no centro. (Fonte: PMC)

Corpo de Dança prepara espetáculo e faz seleção de novos bailarinos

Caraguatatuba - Estão abertas as inscrições para os interessados em fazer parte do Corpo Experimental de Dança de Caraguatatuba, realizado pela Fundacc, sob a direção de Mathilde S. Mathias. Há vagas para rapazes e moças que devem ter de 12 a 23 anos, para ballet e jazz.
As inscrições devem ser feitas na Fundacc, e a audição de seleção é no dia 9 de março, em dois horários: das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas.
Com início das atividades do grupo em fevereiro de 2001, o objetivo da Fundacc é formar elenco para compor o Corpo de Baile Municipal, exigindo o máximo dos alunos, que ainda estão em fase experimental.
Já participaram do Festidança de São José dos Campos, e obtiveram premiações no New Fest de Campos do Jordão, já mostrando a seriedade com que vem sendo desenvolvido o trabalho. Segundo a diretora e coreógrafa do grupo, Mathilde S. Mathias, está sendo preparado o primeiro espetáculo da Cia, ainda em fase de concepção do projeto, que será dividido em dois atos, com 12 coreografias, 102 figurinos e 46 bailarinos -"Estamos desenvolvendo um trabalho de base, pois a formação de uma cia de dança, principalmente um Corpo de Baile que represente a cidade, requer rigorosidade no ensino, muita disciplina e qualidade. É isso que estamos fazendo na Fundacc" comenta a diretora.
A Fundacc fica na Rua Santa Cruz, 396, no centro. Mais informações pelo telefone 38839770. (Fonte: PMC)

Escolas de Caraguá recepcionam alunos com novo visual
A volta às aulas promete ser diferente em 2002. Das 28 emef’s, algumas já passaram por reformas e pinturas, e outras ainda estarão sendo adaptadas durante o ano para o conforto dos alunos

Caraguatatuba - As escolas da rede municipal de ensino de Caraguatatuba estão sofrendo diversas reformas, com o objetivo de proporcionar maior conforto e recepção aos alunos neste ano letivo de 2002.
A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da Secretaria e Educação, estará beneficiando todas as EMEIs (Escolas Municipais de Educação Infantil),EMEFs (Escolas Municipais de Educação Fundamental) e CIEFs (Centro Integrado de Educação Infantil) da cidade no decorrer de 2002.
De acordo com a SME, todos os prédios até o final do ano passarão por reformas e pinturas. Entre os locais beneficiados até agora, pode-se destacar a pintura das EMEFs do Tabatinga e Massaguaçú, além da creche do Sertão dos Torinhos, que também tem projetos para expansão do local. Já na região sul da cidade, o CIEF do Travessão está passando por pintura e há projetos para reforma planejada.
Está acontecendo também a manutenção e ampliação das EMEIs do Poiares (que já tem um projeto para dois andares, com área de lazer, refeitório e novas salas), Indaiá, além do CIEF do Getuba, Casa Branca, Martin de Sá e CIEF do Cantagalo. Estas já foram pintadas e as reformas estão em fase de finalização. As EMEI’s do Ipiranga, Estrela D’Álva e Rio do Ouro também receberam pintura em seus prédios, para a conservação do prédio e conforto dos alunos.
Ainda na região sul, os CIEF’s do Perequê-Mirim e Pegorelli estão com as obras de ampliação em fase conclusiva. A creche do Tinga também recebeu pintura e reforma. Por outro lado, as EMEFs do Indaiá e Morro do Algodão, embora tenham sido pintadas, estão na lista das escolas que sofrerão ampliação no decorrer de 2002. As EMEIs /EMEFs do Poiares e CIEF do Morro do Algodão, segundo a Secretaria de Educação de Caraguatatuba, já receberam verba do Estado e as obras começarão em breve. Na região sul, o CIEF do Porto Novo está com uma nova cor, e reformas a todo vapor.
CIEF do Barranco Alto amplia número de classes - O CIEF do Barranco Alto mudou-se para um novo prédio no dia 4 de fevereiro. Antes o local tinha capacidade para 4 classes. Agora os alunos poderão dispor de 10 salas de aula. (Fonte: PMC)

Telecurso 2000 abre novas vagas em Caraguá
A Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, através da Secretaria Municipal de Educação está abrindo novas vagas para os interessados em começar o estudo de 1º grau, em vários bairros, atendendo à comunidade em geral

Caraguatatuba - A Secretaria de Educação da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba está abrindo inscrições para o Telecurso 2000, de 1º grau, em várias escolas de Caraguatatuba. Essa é a oportunidade para jovens e adultos iniciarem o estudo de 1º grau, em diferentes bairros do município. Os interessados devem comparecer à escola mais próxima de sua residência com xerox de RG e um comprovante de residência, para efetuar a matrícula no Telecurso 2000.
As escolas que estarão oferecendo o Telecurso 2000 a comunidade são:
Emef Prog. Geraldo de Lima - Av. C, 685 - Perequê-Mirim
Emef Prof. Alaor Xavier Junqueira - Rua Guarujá, 381 - Travessão
Emef Barranco Alto - R. Manoel Severino de Castro, 631 - Barranco Alto
Emef Dr. Carlos de Almeida Rodrigues - Av. Pernambuco, 1101 - Indaiá
Emef Luiz Ribeiro Muniz - Rua Analândia, 255 - Martim de Sá
Emef Oswaldo Ferreira - R. José Pedro de Oliveira Barbosa s/n - Casa Branca
Emef Benedito Inácio Soares - Rua Regina Margareth Passos, 400 - Massaguaçu
Pedreira Massaguaçú - Inscrições na Emef Oswaldo Ferreira - Casa Branca  (Fonte: PMC)

Fundart abre inscrições para cursos

Ubatuba - A partir do próximo dia 22 de fevereiro e estendendo-se até 8 de março, a Fundart estará iniciando as inscrições para os cursos e oficinas culturais deste ano. São 17 atividades que servirão de base ao projeto “Cidadãos do Amanhã” que a fundação pretende desenvolver a partir deste ano, principalmente com crianças e jovens carentes dos bairros. “Precisamos proporcionar cultura e recreação como alternativas para dar novas oportunidades ao jovem e tirá-lo do mau caminho. Esta é a proposta da fundação que espera contar com apoio de empresários, associações de bairros, voluntários, enfim, de toda a comunidade”, afirma Silvia Thomas Issa, presidente da Fundart.
Em 2001 a Fundart contou com 551 alunos dos quais 245 bolsistas. Alguns foram indicados pela área de Saúde Mental e pelo Conselho Tutelar, que utilizam os cursos da Fundart como terapia. O curso de pintura tem sido o mais procurado e, para este ano, ampliaram-se as vagas para crianças. Teclado, violão, coral infanto-juvenil (a partir dos 6 anos), alongamento, tai chi chuan, histórias que a dança conta e pintura em tecido são as novidades para este ano.
A relação completa dos cursos e informações sobre inscrição estão publicadas nesta edição. (Fonte: Fundart)

Um ano de Praça das Artes

Ubatuba - Um projeto vitorioso. Assim pode ser considerado o espaço autorizado pela Prefeitura, por meio da Fundart, na Praça do Cruzeiro, para a exposição e comercialização dos quadros dos artistas cadastrados no Grupo Setorial de Artes Plásticas. Antiga reivindicação da categoria, que sempre lutou por um espaço próprio, o projeto completa um ano neste Sábado, dia 16. “É importante saber que hoje podemos contar com um local para mostrar o trabalho dos nossos artistas e que transformaram a praça do Cruzeiro em mais um ponto de atração turística”, afirma Silvia Issa, presidente da Fundart.
Franklin Espíndola de Oliveira, que durante o ano passado foi o coordenador do Grupo Setorial de Artes Plásticas da Fundart, sente-se orgulhoso da conquista e destaca a união do grupo. “A convivência cria um bom relacionamento e um ambiente próprio para o artista que deixa de se sentir isolado”, diz. Ao fazer um balanço deste primeiro aniversário, Franklin informa que os 30 expositores já venderam mais de 200 quadros, inclusive para turistas estrangeiros, representando uma receita de mais de 60 mil reais. “Vamos lutar agora para conquistar novos espaços, inclusive nos bairros”, finaliza Franklin. (Fonte: Fundart)

Novo horário do Museu "Washington de Oliveira"

Ubatuba - Desde o último dia 14, quinta-feira, o Museu Histórico “Washington de Oliveira” está funcionando de segunda a sexta-feira, das 8:00 ás 18 horas. O salão de exposições da Fundart fica à disposição do público durante a semana das 8:00 às 12h e das 14:00 às 18h. sábado, domingo e feriado funciona das 14:00 às 20:00 h. (Fonte: Fundart)

Temporada foi tranqüila na avaliação da Guarda Municipal

Ubatuba - A Guarda Municipal de Ubatuba realizou 700 atendimentos ao público no período compreendido entre 8 e 13 de fevereiro, além de 13 ocorrências resolvidas. Entre as atividades desenvolvidas, destaque para o apoio dado na organização do Carnaval nos principais pontos de concentração de público. A avenida Iperoig recebeu a maior parte do efetivo e foi interditada no desfile dos blocos de embalo.
De acordo com o coronel Gilberto de Carvalho, comandante da corporação, o Carnaval, assim como toda a temporada, podem ser considerados tranqüilos. “Estudamos nossa escala para atender aos principais pontos da folia em Ubatuba. Durante toda a temporada mantivemos suspensas as folgas e colocamos todo o nosso pessoal nas ruas, inclusive administrativo. O resultado foi muito bom, sem ocorrências de maior gravidade em nossa área de desempenho”, disse o comandante.
Regiões de grande fluxo de trânsito também contaram com o trabalho operacional dos guardas municipais, como a avenida Leovigildo Dia Vieira, no Itaguá. Os agentes municipais também mantiveram rondas permanentes nas praias da região norte e sul. Na praia da Maranduba, o trabalho foi realizado em conjunto com os fiscais, visando o combate ao comércio irregular, principalmente de alimentos, que causou problemas de intoxicação nesta temporada. Na praia do Camburi e região, o maior intuito das rondas foi evitar o acampamento de pessoas nas praias, em cumprimento à legislação municipal que trata sobre o assunto.
A corporação recebeu 10 rádios de comunicação para serem utilizados nas rondas operacionais. Os aparelhos, da marca Motorolla, custaram cerca de R$ 2 mil a unidade e vieram acompanhados com carregador e baterias recarregáveis, num investimento de mais de R$ 20 mil realizado pela Prefeitura. (Fonte: ACS-PMU)

UNITAU realiza exposição no Saco da Ribeira

Ubatuba - O Centro de Convivência do Píer do Saco da Ribeira - Ubatuba está expondo no mês de fevereiro um Projeto dos alunos da Universidade de Taubaté Campus Ubatuba do curso de Administração com habilitação em hotelaria e turismo. Os painéis da exposição mostram parte do levantamento feito pelos alunos para um pré diagnóstico do Município nas disciplinas de Planejamento e Organização do Turismo e História da Cultura I.
A base de conservação marinha e de desenvolvimento sustentável do Píer do Saco da Ribeira - Ubatuba é administrada pela Fundação Florestal da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo. O Centro de Convivência, um grande quiosque no pátio do Píer, está aberto a outras parcerias para exposições, cursos náuticos, palestras, eventos e aulas de educação ambiental.
No mês de março estarão expostas fotos antigas do Saco da Ribeira e bairros próximos.

Fernando Macedo conquista seu 1º título no futmesa

Ubatuba - Depois de ter sido uma das sensações do 2º semestre de 2001, Fernando Macedo começa 2002 mostrando que já é uma realidade, e não mais apenas uma promessa. A maior prova de sua força veio na forma do título da 7a Copa Fonseca, após vencer 3 duelos consecutivos nos pênaltis e impedir seu irmão de conquistar o trí-campeonato.
Nas Quartas-de-Finais da Copa Fonseca, Eduardo Ilário bateu Denauser Queiróz (2x1), Fernando Macedo venceu Rodrigo Lobo nos pênaltis (2x1), Edu Macedo Jr goleou a sensação do campeonato, Bruno Brunieri (6x1), e Ednelson Prado passou por Fábio Silva (2x0).
Nas Semi-Finais, duas decisões por pênaltis após dois empates em 1x1: Fernando Macedo venceu Eduardo Ilário (2x1) e Edu Macedo Jr ganhou de Ednelson Prado (2x1).
Na Final, jogada entre os irmãos Macedo, Fernando levou a melhor, também nos pênaltis (3x2), após empate em 1x1 no tempo normal. Foi o primeiro título oficial de Fernando.
Apesar de ter falhado na defesa do título da Copa Fonseca, Edu Macedo Jr manteve, com o vice-campeonato, a liderança do ranking ubatubense, completando 1 ano no topo da lista da AUFM.
Mais detalhes sobre a Copa Fonseca e os eventos promovidos pela AUFM podem ser encontrados no site da associação  www.futmesaubatuba.hpg.com.br , atualizado semanalmente.

Carta do Leitor

Mais segurança na folia carnavalesca "Carnamar" - O Carnaval para muitos é a época mais esperada do ano. Turistas e moradores se preparam para vir ao Litoral curtir os festejos que as cidades litorâneas proporcionam, com muita música, agito e diversão. Entretanto, muitos acidentes acontecem no Carnaval. Redobra-se a segurança objetivando uma festa segura para todos, e as maiores fatalidades podem acontecer nos lugares mais "seguros". Estou dizendo isso por experiência própria. São tantas as campanhas para usar preservativo, para não dirigir ao ingerir bebidas alcóolicas - os maiores problemas de nossa juventude - mas poucos se atentam a detalhes que podem acabar com uma vida e que não estão ligados a essas duas questões.
Nesse domingo de Carnaval eu fui participar do Carnamar, em São Sebastião. Foi uma festa maravilhosa. As embarcações estavam muito enfeitadas e todos estavam se divertindo muito. Não fui a trabalho, mas como jornalista, estava na lancha da imprensa, juntamente com outros colegas de profissão. Foi um passeio maravilhoso, o dia estava ensolarado e fazia muito calor. Já no meio do canal de São Sebastião, a caminho de Ilhabela, havia uma embarcação do Corpo de Bombeiros, com canhões de água para refrescar os tripulantes de todos os barcos. Eram canhões imensos, jogando água do mar em todas as direções e aliviando o calor. Até então estava tudo bem. De repente fui ACERTADA por um jato, que tamanha a força, me arremessou até o outro lado da lancha, por onde eu varei e caí no mar...no canal; não sei muito bem explicar. O fato é que foi tudo muito rápido, frações de segundos e eu já estava embaixo d'água, de olhos abertos, sem muito fôlego, porque não estava preparada para cair na água. Minha sorte é que o barco tinha parado e que eu sabia nadar. Uma pessoa em desespero, que não saiba nadar, acaba afundando. Algumas braçadas e acabei chegando na superfície, onde fui auxiliada por um homem que estava ali nas imediações com um jet ski, e que me levou até a parte de trás da lancha, por onde subi novamente. A sorte é que foi a mim que o jato acertou, visto haver no barco pessoas que não sabiam nadar. Outra sorte foi o barco estar parado, caso contrário, podia ter acontecido uma fatalidade. Fiquei sabendo depois que um homem que estava no rebocador da Petrobras também foi atingido por um jato, e que teve cortes no rosto, sangramento, etc.
Acho que um evento como esse, no qual as pessoas vão em busca de diversão deve ter um pouco mais de atenção por parte dos BOMBEIROS. Acho que bombeiros devem salvar vidas. E em casos como esse em que eu fui a vítima, e do rapaz que se machucou, a atuação dos salva-vidas deve ser comedida, ou pelo menos calculada, para que mais pessoas não passem por esse tipo de situação, que pode ser fatal.
Não se trata de uma crítica ao Carnamar. Pelo contrário. Foi uma festa perfeita, super estruturada e com uma organização NOTA 10. A imprensa foi super bem tratada e na minha opinião foi um passeio inesquecível, o qual quero repetir por muitos anos. Entretanto, espero que da próxima vez, os Bombeiros tenham mais cuidado ao manusear os canhões de água para que a festa não vire uma tragédia.

Rosana de Castro - jornalista
Caraguatatuba - SP
rodecastro@uol.com.br


Prefeitos em ação! - Na sua última edição, o boletim Litoral Virtual noticiou dois fatos interessantes ocorridos nas cidades de Ubatuba e Caraguatatuba.
Em Ubatuba, o prefeito Paulo Ramos aumentou o repasse de verbas à Santa Casa local. A partir de março serão destinados R$ 250 mil/mensais, que servirão para equilibrar o orçamento do hospital. O prefeito também está apoiando as ações em busca de recursos junto ao Governo do Estado, R$ 500 mil, para a ampliação do hospital. Parabéns ao prefeito Paulo Ramos!
Em Caraguatatuba, durante prestação de contas à Câmara Municipal, o prefeito Antonio Carlos da Silva sentiu-se constrangido pelo tratamento que recebeu por parte de alguns vereadores. Ponto negativo para aqueles que não souberam encaminhar com respeito os seus questionamentos ao prefeito.
É louvável que os vereadores de Caraguatatuba tenham, no passado, incluído a prestação semestral de contas na Lei Orgânica do Município. Eis aí uma medida que deveria ser plagiada pela vizinhança. Espero que a Câmara Municipal de São Sebastião adote medida idêntica, afinal. quem pode ser contra uma simples prestação de contas?

Vitório Manoel Moreira Papini
São Sebastião - SP.
vitoriommp@uol.com.br


Acostamento - Frequento o Litoral Norte desde 1968 e posso testemunhar que desde 1973 (reforma SP-55), nada ou quase nada foi feito para melhorar as condições da estrada. Hoje, quase 30 anos depois, o movimento aumentou substancialmente e a precariedade da estrada continua a mesma. Asfalto em estado de fadiga, rachado, esburadado, mal remendado, quase sem sinalização horizontal,
placas enferrujadas ou danificadas.
Acostamento em desnivel (alguns trechos com mais de 20 centimetros), de terra, esburacado e cheio de canaletas causadas pela erosão, vários trechos em serra sem nenhuma proteção, deixando o motorista em situação difícil em caso de emergência, principalmente entre a Ponte do Rio Guaxinduva - Martim de Sá até a Maranduba, em torno de 20 Kilometros.
Até quando vamos esperar que o DER e autoridades competentes tomem providências?

Roberto Petratti
robertopetratti@globo.com


Studio Maranduba Orquídeas

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.

 

Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor