Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 19 de julho de 2002 - Nº 576 Edições Anteriores

Naturali Garden Center

Caraguatatuba:
   MP pede inquérito para investigar estupro
   Caraguá participou de Conferência Internacional de Educação
   Forró Agita Inverno na Praia em Caraguá
   MEC Autoriza funcionamento de novo curso no Módulo
   Assaltantes roubam loja no Centro de Caraguatatuba

Ilhabela:
   Semana de Vela começa amanhã em Ilhabela
   Iatismo aquece economia de Ilhabela
   Veleiro “Dejavu” é destaque em regata

São Sebastião:
   8ª edição da Feira da Mulher será aberta em São Sebastião
   Comdurb reunirá Sabesp e Cetesb para discutir lançamento de esgoto
   Chuva provoca novas infiltrações de água em galeria
   Defesa Civil abre inscrições para curso de “Agente Ambiental Voluntário”
   Acidente mata três pessoas e deixa um ferido na SP-55

Ubatuba:
   CPI que investigaria prefeito de Ubatuba é anulada em sessão
   Megaoperação busca novos destroços
   Ubatuba registra outro duplo homicídio em menos de 12h

   Carta do Leitor



MP pede inquérito para investigar estupro

Caraguatatuba - O Ministério Público pediu ontem a abertura de inquérito policial para investigar o estupro de uma adolescente de 14 anos ocorrido na última terça-feira às 17h, no Jardim Primavera, em Caraguá. Segundo a família, a adolescente teria sido atacada por dois rapazes de 18 anos, dentro da casa de um deles, e estuprada. A menor também teria sofrido agressões. A mãe da vítima denunciou o caso ontem para a promotora da Vara da Infância e da Juventude, Maria Cristina Tadeu Garcia, que pediu abertura de inquérito, e ao Conselho Tutelar. O delegado Fábio de Carvalho Joaquim, responsável pelas investigações, disse que caso estava sendo mantido em sigilo pela polícia. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá participou de Conferência Internacional de Educação
Profissionais da rede municipal de Educação estiveram participando de Conferência Internacional em Ribeirão Preto, de 10 a 12 de julho

Caraguatatuba - Os profissionais da rede municipal de ensino, incluindo equipe de Supervisão e Diretores de Escola, estiveram em Ribeirão Preto na última semana, participando da 1ª Conferência Internacional de Educação, que foi realizada de 10 a 12 de julho.
Durante o evento, diversos palestrantes de universidades nacionais e internacionais estiveram marcando presença e se reunindo com educadores de todo o país, para discutir temas relacionados às buscas e transformações na Escola Pública.
A intenção da SME - Secretaria Municipal de Educação, permitindo a participação de profissionais em congressos como este, é estar a par das atualizações relacionadas ao ensino, e aos acontecimentos no Estado, o no Brasil em geral. (Fonte: PMC)

Forró Agita Inverno na Praia em Caraguá
Nesta sexta-feira 12 e sábado 13, Caraguá promete atrair público de todas as idades com o melhor do forró num repertório bastante variado, incluindo atualidades e música mineira e regional, com a banda Forrró na Mente e o trio Grilo, Popó e André

Caraguatatuba - O inverno chegou com tudo em Caraguá e a Prefeitura Municipal, através da Setur - Secretaria de Turismo e Fomento preparou uma programação muito especial para o turista que escolheu a praia para curtir o frio. Música da melhor qualidade, de vários estilos para todos os gostos e idades promete atrair o turista, que durante o mês de julho poderá assistir apresentações bem variadas incluindo rock, mpb, sertanejo e outros estilos.
De acordo com o secretário de Turismo, Salim Burihan, o projeto “Inverno na Praia” vem mostrando que a idéia de trazer músicos e bandas regionais, valorizando o trabalho musical da região tem dado bons resultados. No último fim-de-semana, um público bastante variado foi conferir de perto as apresentações de rock e música sertaneja no palco da Praça de Eventos.
Nesta sexta-feira 19, a partir das 21h30, é a vez de se apresentarem na Praça de Eventos o trio “Grilo, Popó e André”, que teve grande destaque em apresentação realizada durante o Festival do Camarão, quando os músicos apresentaram o melhor do forró mineiro, músicas regionais e composições próprias que divertem o público presente pelo estilo despojado.
No sábado 13, é a vez da banda “Forró na Mente” dar o charme especial do forró no palco da Praça de Eventos. A apresentação acontece também às 21h30 e a entrada é franca.
Além disso, antes das apresentações tem aeróbica no palco da praça de eventos, com as novidades da axé music, sempre às 20h. Com uma programação diversificada como essa, fica difícil não escolher Caraguá para curtir o inverno. (Fonte: PMC)

MEC Autoriza funcionamento de novo curso no Módulo

Caraguatatuba - No último dia 15 de julho, foi publicado no Diário Oficial a autorização para o funcionamento do curso Sistema de Informações Bacharelado nas Faculdades Integradas Módulo.
O curso foi autorizado após cuidadoso processo de avaliação por parte do Ministério da Educação e Cultura que encaminhou ao Módulo, no último mês de maio, comissão de técnicos e especialistas para avaliarem in locu o projeto para a implantação do referido curso. O projeto do curso Sistema de Informações Bacharelado (área de computação)  havia sido aprovado pelo MEC com conceito "B" e aguardava apenas a publicação da autorização de funcionamento no Diário Oficial.
O novo curso terá duração de quatro anos e serão oferecidas sessenta vagas anuais no período noturno. O secretário geral das Faculdades Integradas Módulo, Prof. João Evangelista de Assis, disse que a data para o vestibular ainda não foi definida, mas que será oportunamente informada à população.
Na próxima semana, o Módulo receberá a visita de uma nova comissão do MEC, desta vez com a missão de avaliar o projeto para a instalação do curso de Biologia. "É aguardar e torcer para que o resultado seja igual ou melhor que o da comissão anterior, afinal será mais uma opção de formação em nível superior para os jovens de nossa região", salientou o Secretário Geral do Módulo. (Fonte: Módulo)

Assaltantes roubam loja no Centro de Caraguatatuba

Caraguatatuba - Dois assaltantes armados invadiram ontem uma papelaria no Centro de Caraguatatuba. O funcionário A.F.N., 28 anos, foi rendido pela dupla ao abrir o estabelecimento. Os ladrões levaram cerca de R$ 100 entre cheque e dinheiro.
A vítima conta que os dois se aproximaram perguntando se tinha xerox. Ele respondeu que sim e, em seguida, os dois o empurraram para dentro. Eles não achavam o caixa e chegaram a ficar perdidos na loja procurando a registradora.
A vítima contou que ficou com medo porque os assaltantes, aparentando ter cerca de 30 anos, tremiam muito e demonstravam nervosismo. Eles pegaram o dinheiro da gaveta aberta pelo funcionário e fugiram.
A Polícia Militar foi acionada, mas não encontrou os suspeitos. É a primeira vez que o estabelecimento sofre roubo a mão armada. De acordo com o funcionário, a violência tem crescido na cidade. “Os estabelecimentos ao lado já foram assaltados, tanto que abrem mais tarde que o meu. Passarei a não entrar mais cedo também”, disse.
Somente uma padaria localizada nas proximidades, lembrou a vítima, já sofreu 14 roubos. Para ele, a violência poderia ser contida com mais policiamento de uma guarda municipal, que faria ronda no centro e bairros, coibindo a ação de ladrões. (Fonte: Imprensa Livre)

Semana de Vela começa amanhã em Ilhabela

Ilhabela - Os melhores velejadores do Brasil e de países como Argentina, Inglaterra e Portugal estarão reunidos amanhã na 29ª Semana de Vela de Ilhabela, maior evento náutico da América Latina.
Ao todo 140 embarcações e 900 tripulantes estão sendo aguardados para o campeonato, o que significa um recorde de participantes. No ano passado, foram inscritos 137 barcos e 804 tripulantes.
A abertura acontecerá com a regata de longo percurso Eldorado Alcatrazes por Boroeste, às 10h30, que surgiu como uma competição de aquecimento para os velejadores, mas, em 1999, começou a contar pontos. Nesta regata, os tripulantes saem do Yacht Club Ilhabela, velejando em direção a Ilha de Alcatrazes, contornando-a por boroeste e retornando ao ponto de partida.
O trajeto leva em torno de 9 horas para ser concluído, mas pode se estender por toda à noite e até todo o domingo, exigindo dos participantes muita perícia na navegação em mar aberto.
O recorde oficial de Alcatrazes é do veleiro ESPN, comandado pelo iatista Marcos Ferrari, que completou a prova em 9h34min53seg.
As dificuldades variam desde a falta de vento, que pode deixar os barcos boiando por horas, até avarias no veleiro, que dependendo da gravidade podem levar o velejador a desistir da prova, sendo necessário, antes da largada, consultar cartas náuticas, previsões meteorológicas, sites de aviso aos navegantes, verificar equipamentos de navegação e checar itens de segurança.
NOVIDADE - Além das tradicionais classes convidadas, IMS, ORC, RGS, Bico de Proa e Multicasco, a grande novidade é a modalidade Benetau 40.7, considerado top de linha, que pela primeira vez participa da competição com 12 barcos do gênero.
Segundo um dos organizadores do evento, Elton Ramirez, essa edição deverá superar todas as expectativas e entrar para a história do iatismo.
"São mais de R$ 300 mil envolvidos nesse evento, sem contar o investimento pessoal dos barcos gira em torno de U$ 500 mil. Além disso, existe o fator humano. São mais de 200 pessoas cuidando para que tudo saia dentro do planejado". (Fonte: ValeParaibano)

Iatismo aquece economia de Ilhabela

Ilhabela - A tradicional Semana de Vela de Ilhabela, que começa neste sábado com a regata Eldorado-Alcatrazes por Boreste, é o principal evento esportivo realizado anualmente na cidade. Em sua 29ª edição, e com a participação de velejadores experientes como Robert Scheidt e Amyr Klink, a expectativa é de que a economia da cidade melhore muito em relação aos outros meses do ano.
"Temos quase 140 barcos inscritos, os planos são chegar a 150 e bater o recorde. Esse número é muito importante. Na vela de oceano, a média de tripulantes é de seis por barco. Se atingirmos 150 embarcações, digamos que serão 900 pessoas velejando, além de mais de duas mil pessoas circulando no Yatch Club. Esses números ajudam a melhorar a economia de Ilhabela - principalmente na rede hoteleira, comércio e restaurantes da região", explica José Manoel Nolasco, diretor de vela do Yatch Club de Ilhabela.
Nolasco ressalta também a importância do evento na difusão da modalidade entre moradores e visitantes que não conhecem o esporte. "Fora Eldorado-Alcatrazes, que é uma regata de longo percurso, todas as regatas são realizadas no canal de São Sebastião, onde o público pode acompanhar - os velejadores passam muito perto do centro da vila. Além disso, aquelas velas coloridas são um espetáculo à parte."
Fora da água, também foram programadas atividades. "Paralelamente ao evento, organizamos o Race Village, com apoio da prefeitura. É o segundo ano que programamos atividades como palestras e exposições - por exemplo as fotos da marinha e seu projeto que envolve submarinos - além de recreação infantil e números musicais. O ambiente é alegre e descontraído, por isso que deu certo", conta Nolasco.
O diretor do Yatch Club está satisfeito com o resultado obtido nos últimos anos. A preocupação, a partir deste ano, é arrumar espaço para todos os veleiros participantes: "Posso dizer que a Semana de Ilhabela é o maior evento desse tipo na América do Sul. O evento cresceu tanto que precisamos da ajuda de outros clubes da região - 90% das embarcações ficam no Yatch Club. Os outros 10% precisam arrumar espaço em outros clubes." (Fonte: Estadão)

Veleiro “Dejavu” é destaque em regata
O velejador André Homem de Melo, primeiro brasileiro a dar uma volta ao mundo sozinho e sem escalas, é um dos participantes da Eldorado-Alcatrazes

Ilhabela - Um dos destaques da regata Eldorado-Alcatrazes por Boreste, que abre a Semana de Ilhabela no sábado, é André Homem de Melo, que vai velejar no "Dejavu". O velejador foi o primeiro brasileiro a dar uma volta ao mundo sozinho e sem escalas - Amyr Klink já havia tentado o feito, mas teve problemas no barco.
Nessa viagem de volta ao mundo, que começou no dia 29 de setembro do ano passado, André levou 190 dias percorrendo 19.390 milhas náuticas (34.900 quilômetros). Em sua rota, passou pelo Cabo da Boa Esperança - também conhecido por Cabo das Tormentas - pelo Cabo Leeuwin na Austrália, pelo sul da Nova Zelândia e pelo temido Cabo Horn no extremo sul da América do Sul entrando para o "Guiness Book", o livro dos recordes. "Há quatro anos participo da Semana de Ilhabela. É um dos maiores eventos da vela no Brasil. Vou aproveitar para apresentar fotos da viagem de volta ao mundo, além de dar uma palestra e deixar o barco aberto para visitações", conta André, de 38 anos, que também está escrevendo um livro sobre a aventura.
Após seis meses no mar, André ainda não tem todas as condições para participar de todas as regatas da Semana. "Perdi 12 quilos, ainda não estou totalmente recuperado, por isso vou participar apenas da regata Eldorado-Alcatrazes por Boreste. Além disso, meu barco não está com todas as condições ideais para participar de todas as regatas. Meu barco é mais para longas distâncias, não para regatas curtas", assinala.
O velejador já conhece bem o local da competição que começa sábado: também empresário, trabalha com fretamento de embarcações de turismo em Ilhabela: "É um dos melhores lugares para se velejar no Brasil. É uma região que tem o canal de São Sebastião, onde o mar está sempre em boas condições por causa dos bons ventos."
O Yatch Club está se preparando para receber o recorde de 150 embarcações na competição. Além de barcos vindos de todo o Brasil, já se inscreveram quatro veleiros sul-americanos. (Fonte: Estadão)

8ª edição da Feira da Mulher será aberta em São Sebastião

São Sebastião - Tem inicio hoje, 19, em São Sebastião, a 8ª edição da Feira da Mulher, uma realização do Conselho Municipal de Condição Feminina com apoio do Fundo Social de Solidariedade e Prefeitura Municipal de São Sebastião.
Durante três dias, a Praça de Eventos da Rua da Praia será palco para a exposição de diversos produtos como artesanato indígena e caiçara, crochê, pinturas, bijuterias e biscuit. No total serão 86 mulheres, algumas já experientes, outras iniciando seus trabalhos que, a cada feira, buscam sempre trazer novidades à população.
Para a presidenta do Conselho de Condição Feminina, Denise Luz Moura Estevaletto, a Feira da Mulher tem um impacto social importante, pois contribui no aperfeiçoamento das habilidades manuais das mulheres. "Muitas destas mulheres iniciaram profissionalmente neste projeto e, hoje, mantêm renda significativa, vendendo seus produtos no comércio local, assim também, como em outros estados", disse Denise.
Além de se tratar de uma boa opção de compra, esta edição da feira terá praça de alimentação e outros serviços voltados às mulheres.
Segundo a presidenta do Fundo Social de Solidariedade, Elsa Regina Julião, a proposta do evento é a de proporcionar um aumento na renda familiar das artesãs com a divulgação dos seus produtos. "Desta forma, o Fundo e a Prefeitura fornecem toda a estrutura de local necessária e o Conselho cuida da organização", conclui a presidenta.
Evento: Dia 19 - 6ª feira – das 17h às 24h
Dias 20 e 21 – Sábado e Domingo – das 10h às 24h
Local: Praça de Eventos – Rua da Praia. (Fonte: PMSS)

Comdurb reunirá Sabesp e Cetesb para discutir lançamento de esgoto

São Sebastião - O Comdurb (Conselho Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo) chamará a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e a Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental (Cetesb) para discutir o lançamento de esgoto no Canal de São Sebastião. A medida foi deliberada ontem durante reunião que teve a presença de cerca de 30 pessoas.
O assunto é devido à “Estação de Recuperação de Qualidade”, no bairro Itatinga, e ao emissário submarino, que lança os efluentes ao mar, a poucos metros da encosta, próximo à Ponta do Araçá, na região central. Os sistemas não têm licenciamento ambiental da Cetesb e operaram há cerca de 15 anos.
A reunião com a Sabesp será no dia 14 de agosto, e com a Cetesb, dia 15, às 19h, na Videoteca Municipal, centro.
O presidente do Comdurb, o secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, Wander Augusto, afirmou que a Sabesp tem projeto para prolongar em mais 400 metros o emissário submarino com o objetivo de lançar o esgoto no “canal varrido”, segundo ele, área onde a corrente marítima pode arrastar os efluentes ao mar aberto.
Wander também disse que a empresa pretende realizar melhorias na “Estação de Recuperação de Qualidade”. Nesse local o esgoto passa por gradeamento (que impede passagem de resíduos sólidos) e cloração.
O gerente regional da Cetesb, Silvio do Prado Bohn Júnior, afirmou que a estação não tem tratamento biológico, que é exigido pelo órgão. O esgoto lançado próximo à Ponta do Araçá é proveniente do material captado entre os bairros Praia Grande e São Francisco.

EIA-Rima de 88 - Durante a reunião de ontem o diretor de Meio Ambiente da prefeitura, Nivaldo Simões, afirmou que a Sabesp havia apresentado EIA/Rima (Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impacto Ambiental), ao Conselho de Meio Ambiente (Consema), do Estado. “Enquanto, o processo tramitava, a Sabesp construiu o emissário, que ficou pronto em 1988 e foi embargado. Em 1999 o Ministério Público permitiu a operação porque todo esgoto era lançado próximo ao Porto, mas sob a condição de que a Sabesp providenciasse monitoramento para apreciação do Consema, mas isso não foi feito”.
Nivaldo Simões disse que Ilhabela tem o mesmo sistema de esgoto e lançamento por meio de emissário no Canal de São Sebastião, ambos sem licenciamento da Sabesp. “Vão construir outro na Barra Velha, em Ilhabela; no bairro Cigarras, em São Sebastião, há outro emissário, além do emissário da Petrobras (devolve água ao mar, após processo de tratamento)”.
Ele observou que não há projeto que contemple o conjunto de emissários e o impacto nas águas do Canal.
O diretor ainda criticou o fato dos moradores pagarem a taxa de esgoto sob o mesmo critério onde há Estação de Tratamento de Esgoto regular.
Nivaldo Simões também colocou em dúvida a proposta de ampliar o emissário da Ponta do Araçá para o “canal varrido”. Segundo ele, as correntes na área variam entre a direção norte e sul. Ele deu exemplo de um derrame de óleo em São Sebastião, “o maior do Brasil”, que atingiu praia do Rio de Janeiro.
O advogado Eduardo Hipolito do Rego, membro do Consema, criticou o fato de existir EIA-Rima apresentado pela Sabesp ao Consema em 1988. “O processo está parado, aguardando mais documentações da Sabesp”. Este processo estaria ultrapassado, considerando o crescimento populacional.
Moradores de Ilhabela compareceram à reunião do Comdurb, também preocupados com toda a situação.
Conforme o gerente da Cetesb, Silvio do Prado Bohn Júnior, ao invés da Sabesp regularizar a situação, apresenta recursos contra autuações da Cetesb. Ele reconhece que a interdição é outra medida prevista. “Mas causaríamos problema maior, afinal para onde iria o esgoto?” Esse também foi o questionamento do presidente do Comdurb.
De acordo com o gerente da Cetesb, sistemas de tratamento de esgoto feito pela Sabesp em Caraguatatuba e Ubatuba, também não têm licenciamento. Em Ubatuba o esgoto é lançado no Rio Tavares, que deságua na praia do Itaguá. Em Caraguatatuba, os resíduos são lançados no rio santo Antônio, que desemboca na praia do Centro.
Ontem, o Imprensa Livre tentou ouvir novamente a Sabesp, mas a assessoria de imprensa da empresa, em Caraguatatuba, informou que as informações seriam prestadas hoje. (Fonte: Imprensa Livre)

Chuva provoca novas infiltrações de água em galeria

São Sebastião - A chuva dos últimos dois dias voltou a provocar infiltrações de água na Galeria Colonial, localizada na rua Duque de Caxias, no Centro de São Sebastião. Por volta das 14h30 de ontem a Defesa Civil esteve no local e, após realizar vistoria, solicitou com urgência a avaliação de um engenheiro da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo.
As infiltrações de água na galeria começaram em março deste ano durante uma forte chuva. Na ocasião, a comerciante Margareth Márcia dos Santos acabou perdendo cerca de R$ 4 mil em mercadorias.
Após o estrago, ela mudou sua loja para outro prédio na mesma rua. Contudo, continua como locatária do imóvel. “Ainda espero ser ressarcida e vou entrar na Justiça”, disse Margareth.
Mesmo com entrada pelo Edifício Indaiá, que fica ao lado da Igreja Matriz, o prédio da Galeria Colonial é independente. Do alto do edifício, na parte dos fundos, é possível verificar alguns problemas no telhado da área das lojas.
Em março, o chefe da Defesa Civil, Luiz Figueiredo, pediu a avaliação técnica do local. Os engenheiros da prefeitura constataram que as telhas de amianto que cobrem a galeria necessitavam de reparos assim como todo o forro de madeira.
A comerciante Margareth Márcia chegou a encaminhar o relatório ao dono da galeria, porém, até agora nada foi feito. Com isso, não está descartada a possibilidade de interdição.
Também no mês de março, o proprietário do imóvel, morador de São Paulo, disse que uma imobiliária da cidade era a responsável pelos serviços de manutenção. Entretanto, a corretora de imóveis informou que apenas uma das lojas estava sob seus cuidados.
Ontem o proprietário não foi localizado. A Defesa Civil aguarda o parecer dos engenheiros da prefeitura para definir se o local será interditado. (Fonte: Imprensa Livre)

Defesa Civil abre inscrições para curso de “Agente Ambiental Voluntário”

São Sebastião - A Defesa Civil recebe, a partir de hoje, as inscrições para o curso de Agente Ambiental Voluntário em São Sebastião. Esta é uma parceria entre o órgão, a Petrobrás e a empresa Alpina Brigs.
O objetivo é capacitar 400 pessoas para trabalhares em situações de derramamento de óleo e derivados no mar. Podem participar do curso moradores da área localizada entre os bairros Topovaradouro e Cigarras. O treinamento acontecerá de 5 a 10 de agosto. Serão formados cinco grupos de 60 voluntários.
O curso será concluído em um dia. No período da manhã serão ministradas aulas teóricas e, à tarde, aulas práticas. “A princípio, decidimos cadastrar os moradores da região onde ocorrem 90% dos acidentes de derramamento, mas já estamos estudando a possibilidade de ampliar o curso para os moradores da Costa Sul”, disse o chefe de divisão da Defesa Civil, Luiz Figueiredo.
Segundo ele, os agentes trabalharão com equipamentos que ficarão guardados em dois contêineres cedidos pela Petrobras. Os materiais estarão em pontos estratégicos. “Ao invés de ter de chamar as pessoas para ajudar na limpeza em caso de acidente, a idéia é contar com uma equipe que evite à chegada do óleo às praias”, declarou Figueiredo.
Ainda de acordo com o chefe da Defesa Civil, a Petrobras somente contratará as pessoas que tenham o diploma do curso de agente ambiental para o trabalho em situações de emergência.
As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas até o dia 3 de agosto na sede da Defesa Civil, localizada na rua Fábio Cássio, 18, no Porto Grande, das 8h às 20h. Mais informações pelo telefone: (12) 3893- 1949. (Fonte: Imprensa Livre)

Acidente mata três pessoas e deixa um ferido na SP-55

São Sebastião - Três pessoas morreram e uma ficou ferida em um acidente ocorrido ontem pela manhã no quilômetro 171 da rodovia Manoel Hipólito do Rego (SP-55), próximo a Barra do Sahy.
Uma Blazer, de Itaquaquecetuba, placas COY-5976, que trafegava sentido Bertioga bateu de frente com uma caminhonete Ford Ranger,placas CVY-1471, que vinha no sentido oposto.
Morreram no local o frentista de Camburi , Marins Torres, 58 anos, ocupante da caminhonete, e Mário Maria Duarte, 71 anos, que estava na Blazer.
Outros dois ocupantes dos veículos foram removidos para o pronto-socorro de Boiçucanga. Valda Carneiro Duarte, 63 anos, morreu na unidade de emergência, e Cícero dos Santos, 23 anos, morador de Camburi, foi transferido para o Hospital de Clínicas.
De acordo com o médico Márcio Augusto de Souza Carvalho, que atendeu as vítimas no local do acidente, Cícero foi transferido para fazer exames neurológicos. Segundo o médico o paciente estava consciente e seus estado de saúde era estável.
A Polícia Rodoviária não tem informações sobre como ocorreu e por quem teria sido provocado o acidente. No momento da colisão, chovia forte na cidade. (Fonte: Imprensa Livre)

CPI que investigaria prefeito de Ubatuba é anulada em sessão

Ubatuba - A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investigaria a compra de um carro, no valor de R$ 126 mil, pelo prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos (PFL), foi anulada nesta quarta-feira, em sessão extraordinária. Foram oito votos a favor e quatro contra o cancelamento da investigação.
Segundo o assessor de assuntos externos da prefeitura, Andrade Henrique dos Santos, Ramos se defendeu alegando que para uma CPI ser aprovada precisaria de nove votos e a investigação foi aprovada com apenas sete.
"A Câmara viu que foi um erro e a presidência mandou o cancelamento para a votação. Um erro jurídico acontece em qualquer Legislativo", afirmou o assessor da prefeitura.
Segundo o vereador Ricardo Cortes (PPS), que votou favoravelmente à anulação da CPI, a comissão não foi aprovada de forma legal.
"Depois do relatório dos advogados da Câmara, os vereadores viram que não dava para manter a investigação. Vamos ficar aguardando caso algum vereador queira retomar a investigação, mas não concordo", disse Cortes.
A comissão, presidida pelo vereador Rogério Frediani (sem partido), chamou para prestar depoimento membros da comissão da licitação, o secretário de Administração, Luiz Marino Jacob, Rubens André Castilho Júnior, chefe do setor de compras, e os secretários de Gabinete e de Finanças da prefeitura.
Os vereadores que integravam a CPI chegaram a cogitar o pedido de afastamento de Ramos do cargo de prefeito, caso ele tentasse impedir os depoimentos. (Fonte: BOL)

Megaoperação busca novos destroços
Aeronáutica afirma que não há registro de acidente com aeronave Esquilo além da que matou Ulysses Guimarães

Ubatuba - Uma megaoperação do Corpo de Bombeiros, Aeronáutica e DAC (Departamento de Aviação Civil) foi montada ontem no Litoral Norte para intensificar as buscas de destroços do helicóptero modelo Esquilo, que teve partes encontradas por um pescador, há cerca de duas semanas, na região da praia de Laranjeiras, em Parati.
O local é o mesmo onde ocorreu o desastre responsável pela morte do deputado federal Ulysses Guimarães e do ex-senador Severo Gomes, com suas respectivas mulheres, em 1992.
O objetivo das buscas é verificar se os destroços fazem parte do helicóptero que causou o desastre ocorrido há 10 anos. Segundo o DAC (Departamento de Aviação Civil), não há registro de nenhum outro acidente na região que tenha desaparecido um helicóptero do modelo Esquilo, fabricado pela Helibras, na última década.
O DAC informou ainda que é procedimento normal investigar a origem de destroços colhidos por agentes em água ou solo em todo o território nacional.
Desde às 10h da manhã de ontem, cerca de 10 homens do Corpo de Bombeiros e investigadores do DAC realizaram buscas marítimas nas regiões entre as ilhas das Couves e Anchieta, em Ubatuba e praia de Laranjeiras, em Parati. A equipe esteve durante todo o dia acompanhada do pescador Flávio Castro de Paula, 50 anos, que achou os primeiros destroços para a indicação do local exato. Até a noite de ontem, o Corpo de Bombeiros informou que não havia sido encontrada mais nenhuma peça do helicóptero.
O Corpo de Bombeiros informou que a equipe encerrou as buscas no início da noite de ontem e deve reiniciar às 6h de hoje. Eles continuam no local. O mar ontem estava com muitas ondas devido ao tempo fechado, mas os bombeiros chegaram a mergulhar na área indicada pelo pescador. A previsão é que as condições de tempo melhorem no final de semana.
O material encontrado pelo pescador, há cerca de 15 dias, foi recolhido pela equipe do DAC no último final de semana, na praia de Picinguaba, em Ubatuba. Os destroços foram encaminhados ontem para a Helibras, fabricante do helicóptero, para a verificação do número de série. Pela análise preliminar do material, ficou comprovado que o modelo da aeronave -- Esquilo -- é o mesmo do helicóptero que causou o desastre em 1992.
A Helibras informou ao ValeParaibano ontem à noite, por meio da assessoria de imprensa, que os destroços enviados permaneceram em São Paulo durante todo o dia para análises preliminares. Segundo a empresa, o material deverá ser enviado hoje para perícia técnica, que será realizada no laboratório da fábrica, em Itajubá (MG).
As primeiras análises indicaram que as peças não devem ser suficientes para a confirmação da aeronave que fazem parte. É que não foi identificado nenhum destroço que possua referências de rastreabilidade. A empresa confirmou que se o helicóptero for o mesmo que causou o desastre em 92, há possibilidades de saber a origem do acidente. (Fonte: ValeParaibano)

Ubatuba registra outro duplo homicídio em menos de 12h
As mortes teriam ligações com o crime anterior. O motivo seria vingança por droga

Ubatuba - Mais um casal foi assassinado na noite de quarta-feira, em Ubatuba. José Carlos Alves, 54 anos, o “Carioca”, e uma mulher conhecida como Cláudia, foram mortos com tiros na cabeça na rua Maranduba, no Perequê-Açu, mesmo bairro do crime anterior.
Um morador ouviu tiros e viu as vítimas caídas na calçada. A Polícia Militar foi avisada e chegou a socorrer os dois com vida até a Santa Casa, onde eles morreram em seguida.
“Carioca” seria traficante. A mulher dele está presa na cadeia de Ubatuba por tráfico de drogas. Cláudia, que morreu junto com ele, seria uma amiga. Dentro do bolso da jaqueta dela, a polícia encontrou três pedras de crack. Ela não portava documentos.
A polícia suspeita que esse crime tenha ligação com o duplo homicídio ocorrido na madrugada do mesmo dia quando foram mortos a ambulante Olais Caetano Lessa, 36 anos, e Leandro de Oliveira Mendes, 21 anos, conhecido por “Topeira”, ambos envolvidos com droga e mortos com tiros na cabeça. Eles moravam juntos em uma casa no Perequê-Açu.
O motivo seria disputa de ponto de tráfico e vingança. O corpo de Cláudia ficou no IML (Instituto Médico Legal) a espera de identificação. Ela é branca, aparentando ter entre 25 e 30 anos e na hora do crime trajava calça azul escura e blusa clara. (Fonte: Imprensa Livre)

Carta do Leitor

Marajá do Elefante Branco - É triste sermos testemunhas de desmandos como o que ocorreu em Ubatuba. As leis aqui no nosso país tem tantos atalhos, desvios, que sempre acabam protegendo os mal feitores, e assim o MARAJÁ DE UBATUBA, CONTINUA ANDANDO EM SEU ELEFANTE BRANCO, e nós temos que continuar pagando nossos impostos, para que o Prefeito possa viajar bem confortável em um carro caríssimo, de seguro e IPVA altíssimo. Mas, Deus é muito maior que ele, e vai colocá-lo em seu lugar, mesmo que esses quatro vereadores que estão lutando pela causa não consigam... Valeu! Valeu a pena, porque todo esse movimento serviu para que UBATUBA conheça quem é quem, e do que é capaz. Parabéns ao Vereador Rogério Frediani, que presidiu a comissão de investigação, e aos outros que estão juntos com ele, pois estão lutando pelo nosso direito, estão nos representando e falando pôr nós, e é isso que um vereador deve fazer, ser porta voz do povo.

Bel Dergham
Sertão da Quina - Ubatuba

 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:
Clique Aqui.


Free Wallpaper Exata Informatica

As notícias e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando nescessariamente a opinião deste informativo.


Receba as notícias via e-mail:

Quero receber o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor