Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 25 de abril de 2002 - Nº 519 Edições Anteriores

Studio Maranduba BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral

Busca por palavras no Litoral Virtual:

Principais Manchetes:

Praia de São Sebastião ganha obra
Kit merenda vai atender 1,5 mil alunos
Eleição divide PSDB no Litoral Norte
Prefeitura de Ilhabela processa ex-prefeita por improbidade
Biólogos estudam causa da morte de tartarugas
Ilhabela já tem 44 sítios arqueológicos
Semana da Voz no Módulo
Primeiros do ranking perdem na estréia
Título de Cidadão é votado em Regime de Urgência
Vereador apóia camioneiros contra Augusto Velloso
Carta do Leitor



Praia de São Sebastião ganha obra

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião abriu licitação para contratação de empresa para realizar a obra de reurbanização da Praia Deserta, localizada a cerca de um quilômetro do centro da cidade.
O projeto inclui a revitalização das praças Edgard Armond e Pontal da Cruz, que ficam na avenida da praia.
O objetivo é melhorar o aspecto do local, tornando-o mais atrativo para os moradores e para os turistas. Estão previstas a construção de ciclovia, plantio de árvores, reforço de iluminação e implantação de pista para caminhadas. O investimento que deverá ser feito na obra não foi divulgado ontem pela prefeitura.
A abertura das propostas das empresas interessadas na obra está marcada para o dia 10 de maio.
No mês passado a prefeitura inaugurou na Praia Deserta um píer flutuante para atender as embarcações pesqueiras do município. O investimento anunciado para três píers na cidade foi de R$ 240 mil. (Fonte: ValeParaibano)

Kit merenda vai atender 1,5 mil alunos

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião vai oferecer, a partir de agosto, "kits merenda" aos 1.542 alunos da rede municipal de ensino inscritos no programa Bolsa-Escola.
O benefício será o carro-chefe de um pacote de medidas adotado pela prefeitura para melhoria da qualidade de ensino, como a doação de uniformes.
O "kit merenda" será entregue às sextas-feiras. Todas crianças cadastradas no Bolsa-Escola poderão levar merenda suficiente para abastecer a família durante o fim-de-semana.
Segundo o prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, o objetivo é incentivar a freqüência de alunos na escola.
"Vamos estimulá-los a estudar e ao mesmo tempo estaremos cumprindo uma função social", disse.
O "kit" deverá consumir cerca de R$ 1 milhão ao ano --metade do valor gasto com merenda atualmente. A previsão da Secretaria Municipal de Educação é que sejam entregues 11 mil unidades durante o período letivo. O preparo da alimentação deverá ser feito por uma empresa a ser contratada em licitação.
Para a servente Maria Rita de Cássia Oliveira Gomes, 37 anos, o "kit merenda" vai ajudar no sustento dos quatro filhos --dois deles inscritos no Bolsa-Escola. "Acho ótimo porque sou viúva e ganho muito pouco. A gente passa apertado e ter o que comer é o principal", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Eleição divide PSDB no Litoral Norte

Litoral Norte - A definição dos candidatos a deputado está provocando um "racha" entre líderes do PSDB no Litoral Norte. Os dois principais caciques tucanos da região, os prefeitos Paulo Julião, de São Sebastião, e Antônio Carlos da Silva, de Caraguatatuba, entraram em rota de colisão e apóiam nomes diferentes na corrida eleitoral.
Julião deve definir seu apoio a políticos ligados à sua administração como a ex-secretária de Saúde, Cláudia Batocchio, e a ex-presidente do Fundo Social de Solidariedade, Elsa Julião, sua mulher.
O prefeito de Caraguá, Antônio Carlos Silva, disse que os seus candidatos só serão definidos após a decisão do partido.
Anteontem, o vereador Juarez Pereira Pardim, de Caraguá, oficializou a sua pré-candidatura à deputado estadual pelo PSDB. "Fiz a minha inscrição e pretendo sair candidato com o apoio do Litoral Norte", disse. O prefeito de Caraguá disse desconhecer a pré-candidatura.
Segundo o secretário-geral do PSDB, José Henrique Reis Lobo, o partido não trabalha com a hipótese de não haver apoio direcionado aos candidatos do Litoral Norte durante a campanha. "Após a convenção, o discurso terá de ser unificado." (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura de Ilhabela processa ex-prefeita por improbidade

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela está movendo uma ação de improbidade administrativa contra a ex-prefeita Nilce Signorini, o ex-secretário de Obras Rubens Sinsei Tanabe e a empresa Hanamara Construções devido a supostas irregularidades na construção da escola municipal Sebastião Leite da Silva, no bairro Bexiga. A obra não foi concluída, mas a administração municipal pagou o serviço.
A atual administração realizou uma perícia que apontou que a construtora fez 42% das obras contratadas e recebeu 125% do valor estipulado no contrato.
De acordo com o laudo, o muro da escola não foi concluído, a rampa de acesso para a quadra não foi construída, os portões não foram colocados e o estacionamento também não existe.
"Os moradores pediam o fechamento da escola e chamamos o perito para fazer um laudo. Não é o primeira caso de irregularidades envolvendo essa construtora", disse o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira (PTB).
Os problemas começaram na licitação. A Hanamara fez uma proposta de R$ 26,9 mil, muito abaixo do que as concorrentes ofereceram e do que a prefeitura previa como custo da obra.
Antes da aprovação da proposta, o secretário de Obras foi consultado para avaliar se, com tal valor, a empresa teria condições de realizar a obra. Ele deu um parecer favorável à contratação.
Depois de contratada, a construtora pediu um aditamento de R$ 6.700 para completar os serviços, o que corresponde a 25% do estipulado em contrato.
A empresa também pediu ampliação do prazo para concluir as reformas, que, inicialmente, deveriam estar prontas em 60 dias. Ao final, a Hanamara conseguiu prazo a mais de 132 dias e não realizou todas as obras previstas. Segundo a ex-prefeita, durante os quatro anos em que passou no governo, sua administração foi vítima de ações e processos.
"Nem conheço o conteúdo desse, mas já sei que vou me defender. Nunca houve condenação", disse Nilce. A Folha não achou a construtura nem o ex-secretário. (Fonte: Folha)

Biólogos estudam causa da morte de tartarugas

Ubatuba - O Projeto Tamar, que dá proteção às tartarugas marinhas, removeu os dez animais que ficavam em tanques do núcleo na ilha Anchieta, em Ubatuba. No início do mês, uma tartaruga morreu no local. Outras três morreram após a retirada dos tanques, quanto estavam sendo tratadas pelos biólogos. A causa da morte ainda não foi identificada, mas a equipe do Tamar apura a suspeita de intoxicação por proliferação de algas. A retirada dos animais do tanque é uma medida preventiva para evitar a morte de outros animais. O biólogo José Henrique Becker disse que a retirada dos animais é temporária. (Fonte: ValeParaibano)

Ilhabela já tem 44 sítios arqueológicos
Peças recuperadas em escavações devem ser levadas para museu

Ilhabela - O município de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, tem hoje o maior número de sítios arqueológicos da região. São 44 cadastrados, em dois anos de levantamento. Segundo o arqueólogo Plácido Cali, responsável pela escavação e descoberta dos sítios, há ainda os lugares de difícil acesso, que serão cadastrados por imagens aéreas. "No final do trabalho, até o fim deste ano, devemos chegar a 70 sítios", aposta Cali.
No total, segundo o arqueólogo, serão recuperadas de 5 a 6 mil peças que vão compor um museu arqueológico. "Pelo enorme valor histórico deste material, a prefeitura deve construir, em seis meses, um museu onde serão expostas as peças", explica o especialista.
Cali conta que já foram encontrados cachimbos, louças européias, cerâmicas, moedas, garfos e outras peças. "A maioria das peças é do século 19", diz o pesquisador. Segundo Cali, o material mostra que no local funcionavam engenhos de cana-de-açúcar, movidos a tração animal e humana. Apesar da maioria dos objetos estar fragmentada, tudo é guardado e será limpo e avaliado pelos arqueólogos.
No local, na Praia da Pacuíba, foi encontrada até uma construção em ruínas.
"Agora vamos analisar tudo, desde o piso até os tijolos e a terra", afirma Cali.
As peças e os trabalhos de escavação, que duram mais duas semanas, podem ser acompanhados de perto por excursões escolares ou por pessoas interessadas no estudo. Os contatos devem ser feitos com o arqueólogo Cali pelo endereço eletrônico pcali@uol.com.br. (Fonte: Estadão)

Semana da Voz no Módulo

Caraguatatuba - O Curso de Letras das Faculdades Integradas Módulo promoveu a Semana da Voz Módulo, de 15 a 20 de abril, nas dependências das Faculdades, com diversas atividades de sensibilização, relacionadas a voz.
Sob a supervisão da Professara Silvia Cristina Quadro e coordenação do Professor Especialista Edson Santos da Silva, os alunos prepararam o evento desde o mês de fevereiro, organizando cartazes e murais de conscientização, apresentações musicais, entrega de panfletos e jornais, exercícios de relaxamento e higiene vocal, programas de rádio e TV. O evento foi encerrado em grande estilo no último dia 19, na quadra de esportes Jane Urbano Focesi, com palestra proferida pela médica fonoaudióloga Dra. Noemi Kamiyama, que ressaltou a importância do uso correto da voz no dia a dia e os cuidados adequados para mantê-la saudável.
A Semana da Voz é uma campanha de âmbito nacional realizada pela Sociedade Brasileira de Laringologia e Voz, a qual o Módulo aderiu pelo segundo ano consecutivo . Neste período, a população é informada sobre hábitos de saúde e utilização correta da voz. A Semana da Voz “Módulo” foi uma brilhante iniciativa para a ampliação dessas idéias, que foram articuladas ao conteúdo do curso de Letras e à necessidade de proporcionar a comunidade acesso a informações relevantes para a saúde da voz, tão importante para a convivência social. (Fonte: Módulo)

Primeiros do ranking perdem na estréia
Cabeças-de-chave reclamam das baixas ondas e vão para a repescagem do SuperSurf 2002 em Maresias

São Sebastião - Da mesma maneira que as ondas subiram para 2 metros de altura no início da semana, elas também surpreendentemente abaixaram para um máximo de meio metro ontem. Estas foram as condições encontradas pelos surfistas para a disputa da primeira fase classificatória do SuperSurf 2002 na Praia de Maresias, em São Sebastião.
Vários cabeças-de-chave acabaram sendo mandados para a repescagem, inclusive o campeão e vice-campeão brasileiro do ano passado, Tânio Barreto (AL) e Odirlei Coutinho (SP), respectivamente.
Na rodada inicial, os 48 competidores são divididos em dezesseis baterias de três atletas e ninguém é eliminado. Só os vencedores de cada confronto seguem direto para a terceira fase, enquanto os perdedores têm uma nova chance na repescagem, já em baterias homem-a-homem. Tânio foi escalado para abrir a repescagem enfrentando novamente ao baiano Wilson Nora.
"Inacreditável né! Quando cheguei aqui tinha 2 metros de onda e pensei que ia ser um clássico esta bateria, mas tava muito difícil e eu acabei caindo para a famosa repescagem", disse Tânio Barreto, que terminou em último lugar no confronto contra o campeão brasileiro de 1998, Fábio Gouveia (PB), que venceu a bateria, e Wilson Nora (BA).
Já Fábio Gouveia garantiu o seu nome entre os 32 atletas que vão disputar as vagas para as oitavas-de-final na terceira fase do SuperSurf 2002.
"Eu consegui pegar uma onda boa e duas regulares, mas foi difícil. As condições do mar não estão boas e tem poucas ondas para três pessoas dentro d'água. Pelo menos, eu passei e escapei de ter que competir amanhã (hoje), pois acho que as ondas vão diminuir mais ainda e vai ficar complicado", acredita Fabinho.
FORA DO FUSO - Dos 48 competidores da categoria masculina do SuperSurf de São Sebastião, 16 estavam representando o Brasil na série de etapas do Mundial WQS, encerrada no último domingo na Austrália.
A maioria chegou na terça-feira à noite a Maresias e ainda está fora do fuso horário do Brasil.
"Estou acordando todas as noites lá pelas 3 manhã e não consigo mais dormir", confessou Wilson Nora.
"Nem dormi direito e estou supercansado", disse Danilo Costa, que foi derrotado pelo carioca Alexandre Almeida, mas na última onda deixou sua marca registrada, o aéreo.
"Não consegui surfar direito, estava muito mal na bateria e no finalzinho dei aquele aéreo que é que o público quer ver, mas mesmo assim não deu para vencer", contou Danilo. (Fonte: ValeParaibano)

Título de Cidadão é votado em Regime de Urgência

Caraguatatuba - A 12ª Sessão Ordinária semanal da Câmara Municipal de Caraguatatuba foi recheada de proposituras em Regime de Urgência. No total foram 2 Requerimentos e 2 projetos; um de lei e o outro de Decreto Legislativo e a última propositura da Ordem do Dia, acabou não sendo votada devido ao adiantado do horário.
O destaque da sessão foi para a votação, em Regime de Urgência, do projeto de Decreto Legislativo, de autoria do Vereador Celso Pereira (PSDB), para o empresário radicado no bairro do Massaguaçu, Herman Pereira de Farias. A votação em urgência se explica devido aos graves problemas de saúde que atingem o homenageado.
O outro projeto votado em Regime de Urgência tem a autoria do Vereador Agostinho Lobo de Oliveira - o Lobinho (PSDB), que denominou Augusto Vieira de Oliveira, para uma rua no bairro do Rio do Ouro, zona oeste da cidade.
Além dos projetos, foram votados 2 Requerimentos em Regime de Urgência. Da Ordem do Dia, apenas o projeto que concede área de 1.500 metros², no bairro Pontal Santamarina, em regime de Comodato para a AEAA-C (Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Caraguatatuba), foi discutido e aprovado pelos Parlamentares.
O projeto da Fundação Renascer foi retirado da pauta por ofício do Executivo e por isso não fez parte da Ordem do Dia. Já o projeto do Vereador Aurimar Mansano (PTB), que acrescenta artigo na lei 864/00 não foi votado, devido ao adiantado do horário.
No expediente foram lidas e aprovadas 2 Moções e encaminhado às Comissões Permanentes um projeto de lei, além da leitura de 42 Indicações. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Vereador apóia camioneiros contra Augusto Velloso

Caraguatatuba - O Vereador Nilson Lopes da Silva - o Nézão (PPS), está apoiando incondicionalmente o movimento dos camioneiros contra a Construtora Augusto Velloso S/A, com sede em São Paulo e que está realizando obras para a Sabesp (Saneamento Básico do Estado de São Paulo). Os camioneiros estão sem receber há 4 meses (120 dias) e reclamam dos prejuízos e dos problemas que estão enfrentando.
Cerca de 10 dos 15 camioneiros que fazem serviços para a Construtora Augusto Velloso, estiveram presentes na porta do pátio, localizado na Estrada do Rio Claro, zona sul da cidade, para protestar contra a falta de pagamento pelos serviços executados. Os camioneiros estão há 4 meses sem receber e afirmam estarem passando por necessidades.
Cada camioneiro recebe R$ 2 mil mensais para executar serviços para a construtora. Segundo os camioneiros, eles elaboram nota fiscal a cada 15 dias e tem acordo para receber a fatura com 30 dias de prazo. Os trabalhadores reclamam que não é dada uma satisfação, com a diretoria apenas prorrogando a data do pagamento e alegando que a Sabesp, dona da obra, não faz a medição necessária para o correspondente pagamento.
Dos 15 camioneiros que trabalhavam inicialmente, 8 (oito) já abandonaram o serviço e ainda não receberam suas faturas. Os trabalhadores reclamam que estão sendo chamados de "caloteiros" na cidade, pois devem no Posto de Gasolina, na mecânica e em lojas de Auto Peças, além de suas contas particulares, como telefone, luz e água.
O Vereador Nilson Lopes da Silva afirma que os camioneiros irão parar se não for feito o pagamento ou dada uma resposta, com uma data, uma estimativa de pagamento. O Parlamentar esteve presente na manifestação, na tarde de ontem e conversou com a chefia administrativa sobre o fato. Para o Parlamentar uma resposta tem que ser dada. "Os camioneiros já estão indo à Câmara pedir dinheiro para pagar suas contas de água e luz", afirmou.
A Chefe Administrativa da Augusto Velloso em Caraguatatuba, Fabíola Destro, confirmou os atrasos e que os pagamentos estão sendo feitos de forma escalonada, quando a empresa tem caixa para efetuá-los. A responsável pela administração garantiu que a Sabesp está fazendo os pagamentos em dia e que a empresa está com problemas financeiros, não havendo expectativa de pagamento.
Destro garantiu que os pagamentos em atraso não terão correção e que algumas obras estão atrasadas há pelo menos um ano. Horas depois da iniciada a manifestação, a administração informou que um prazo será dado na próxima segunda-feira. Os camioneiros irão novamente à construtora por volta das 16 horas para ouvir a declaração da empresa. (Fonte: Câmara Municial de Caraguatatuba)

Carta do Leitor

120 Milhoes de Reais (é grana pra burro!) - Quinta feira passada, transitando pelo cruzamento das ruas Mário Queiroz Galvão com a Benedito Isidoro de Moraes (avenida) em Juquehy, tive o pneu de meu carro rasgado por uma pedra pontuda alojada no chão daquele local, já que ali a via é desprovida de calçamento ou pavimentação. Aliás, esse cruzamento nunca foi pavimentado, desde quando na gestão da administração "Luizinho" ambas as ruas foram pavimentadas com bloquetes.
Bronqueado pela perda do pneu que rasgou, com mais de 80% de vida para rodar e, pensando na possibilidade jurídica de executar o poder público, pela responsabilidade civil, lembrei-me das dificuldades que se tem em se fazer um simples boletim de ocorrência na Delegacia de Boissucanga. Mas essa já é uma outra penitência.
Pensando melhor, poderia até ter sido pior, havia acabado de passar pela ponte sobre o córrego Juquehy, aquela sita na avenida Benedito Isidoro de Moraes, que vai sair lá na rodovia. Como dizia, poderia ter sido pior, poderia ter afundado (com o carro) na ponte, ou escorregado pelas suas laterais, pois além do seu estado de "cai não cai", a tal ponte vem desbarrancando pelas laterais. Ali também o piso sobre a ponte nunca foi pavimentado e, apesar dos regionais (Zéca e Guto) passarem um bom tempo administrando caminhões que jogam terra, areia e cascalho nos vãos que corroem a vida da ponte, é inevitável que quando por lá se transite, o assoalho do veículo raspe nas pedras proeminentes. Os chacoalhões dos buracos fazem nossa corrente sangüínea irrigar o cérebro, aguçando a curiosidade em se saber o destino que a administração municipal da à arrecadação anual de 120 milhões de reais, para um município com 60 mil habitantes.
Vejam só, São Sebastião arrecada 120 milhões de reais, para 60 mil habitantes - uma das prefeituras mais ricas (se não me engano a 17ª em arrecadação) e mantém o bairro de Juquehy neste estado de miserabilidade.
A EMEI, não tem tela de proteção na quadra, já faz tempo...
O prédio da Regional continua inacabado...
As ruas pavimentadas com bloquetes, de uma forma geral necessitam de muitos reparos... E nem se diga que tais obras estão em fase de licitação, pois daí a gente vai se lembrar de quantas contratações foram feitas sem licitação.
Não esquecer também, que as construções irregulares e clandestinas se proliferam ao longo das margens da Rodovia, no trecho de Juquehy... será que não esta faltando mais atenção da fiscalização?
O que fazemos? Ou o que fazer para sermos dignados com a atenção da administração pública?
Não é por falta de protestarmos que nos encontramos nesse estado de abandono que parece "miséria pública".
Mas mudando de assunto, vocês assistiram Domingo passado na TV GLOBO o programa Fantástico exibindo a CORRUPÇÃO batendo nas portas da Prefeitura de São Gonçalo/RJ.? E a gente pensava que era só no nordeste...
E aquele vereador, antes da oposição, que mediante uma mesadinha de R$30.000,00 mensais, passaria a dizer "amém" aos atos da administração?
A TV GLOBO bem que poderia expandir aquela programação para outras prefeituras. Seria uma ótima forma de fiscalização, além daquela já efetuada pela maioria dos Vereadores.
O que vocês acham da idéia?
Vamos à Globo?

Moacyr Colli Junior
São Sebastião - SP


Carta Aberta ao Prefeito Paulo Ramos - Sr. Prefeito, a "Associação das Pousadas e Hotéis de Ubatuba", instituição atuante da sociedade civil organizada, preocupada com as consequências do impasse político que passa a vossa administração, gerado na escolha do futuro Secretário de Turismo do Município, vem por meio de “Carta Aberta”, liberar V.Ex.a do comprometimento existente para com a associação.
Temos certeza que V.Ex.a saberá efetuar a escolha mais acertada de forma a colocar o Município de Ubatuba no real caminho do seu desenvolvimento, que tem no turismo a sua maior riqueza e vocação.
A “Associação das Pousadas e Hotéis de Ubatuba”, mais uma vez, coloca-se à disposição de V.Ex.a, apoiando e incentivando todas as atitudes que direta ou indiretamente venham ao encontro deste objetivo.
Atenciosamente,

Celso Bradaschia
Presidente
Associação das Pousadas e Hotéis de Ubatuba


Calçamento da Massaguaçu - Gostaria de saber porque a prefeitura parou as obras de calçamento de ruas no Bairro Massaguaçu-Praia das Cocanhas, mais precisamente no bairrinho, visto que após muitos anos de revindicação dos seus moradores, foram efetuados o calçamento de algumas ruas e apesar da SABESP já ter executado os serviços da rede de esgotos em praticamente todas as ruas, houve uma paralização total nas referidas obras de calçamento, que pela promessa da Prefeitura inclusive alardeando com Placas, promovendo as obras, nada mais foi feito a mais de 8 meses.
Peço principalmente a atenção a rua que margeia a Rod. Rio-Santos, cujos matagais se proliferam dando oportunidade para que marginais se escondam , e quando chove esta rua fica de dificil acesso.
Senhor prefeito vamos valorizar o bairro (que está a vários anos abandonado), porquanto que o mesmo está em crescimento, visto o número de prédios e construções que lá estão se instalando.
Obrigado pela atenção, e espero ser atendido nesta reivindicação.

Carlos Sellmer
Caraguatatuba - SP

 


Hansamarc BIL - Bolsa de Imóveis do Litoral

As notícias e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando nescessariamente a opinião deste informativo.


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão:

Clique Aqui.


Receba as Últimas Notícias do Litoral via e-mail!
e-mail:
Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

As notícias e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando nescessariamente a opinião deste informativo.


Leia também as colunas:
Para Refletir
Para Refletir
Margareth Bravo

Opinião

Ronaldo Dias

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:
Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor