Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 13 de janeiro de 2003 - Nº 699 Edições Anteriores

Moacyr Colli Junior e Advogados Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Praia e esporte garantem a diversão no Litoral
   Litoral fecha o cerco a jet-skis
   PM do Litoral Norte tem disque denúncia
   Litoral Norte aposta em opções "extrapraia"
   Material esportivo é distribuído pelas prefeituras
   Shows de MPB e pop vão agitar região
   Grupo quer campanha contra a poluição
   Cetesb avalia estações da Sabesp
   Problema é falta de rede em periferias
   Estado financia pontes no litoral
   Região é vitrine de empresas
   Cursos de Hotelaria e Turismo

Caraguatatuba:
   Calçadão de Caraguá reúne da família à 'galera'
   Grupo pede mais lazer para morador
   Chuva pára balsa e provoca danos
   Caraguá Music lesa estudantes na venda de ingressos para shows
   Câmara aprova afastamento de Vereadores
   Suplentes tomam posse na Câmara de Caraguatatuba
   Uma rápida biografia de José Pedro Lucas
   Uma pequena biografia de Carlinhos do Peixe

Ilhabela:
   Gaúchos vencem Campeonato Brasileiro de 470 e 49er

São Sebastião:
   São Sebastião começa a operar radares
   Esgoto vaza e Barequeçada tem área interditada pela 2ª vez
   Mercado de ações vai a Maresias
   Câmara fecha parceria para conter gastos

Ubatuba:
   Câmara de Ubatuba organiza Fórum para discutir ações da Comtur
   Ubatuba estuda a implantação de 20 câmaras de segurança nas ruas
   Vereador quer reduzir venda de gás

   Carta do Leitor



Praia e esporte garantem a diversão no Litoral
Prefeituras investem em atividades gratuitas para evitar migração de turistas; opção vai de vôlei até massagem

Litoral Norte - As prefeituras do Litoral Norte decidiram investir em atividades esportivas nas praias para evitar a migração de turistas para outras cidades.
As opções de lazer vão desde aeróbica, vôlei e futebol de areia, até hidroginástica no mar e natação. Os turistas poderão ainda fazer massagem relaxante na beira da praia em Caraguatatuba.
Segundo o diretor da Secretaria de Esportes de Caraguá, Mário Luiz da Silva, o esporte ajuda a atrair os turistas para as praias.
"Pretendemos reunir um grande número de turistas, que poderão se divertir de maneira saudável na praia", disse Silva.
Este ano, a novidade durante a temporada serão as atividades esportivas voltadas para os caiçaras nos bairros.
"A pessoa não vai precisar ir até a praia. As atrações como vôlei, futebol e gincanas serão realizadas na quadras de esporte dos bairros", disse Silva. As regiões beneficiadas são Perequê, Massaguaçu, Barranco Alto e Poiares.
Segundo a Secretaria de Esportes, as principais atividades acontecem na Prainha e na Cocanha, onde serão realizadas aulas de hidroginástica e natação no mar. Na praia Martin de Sá, os turistas poderão fazer massagem relaxante com profissionais especializados.
Todas as atividades esportivas do litoral são gratuitas, com exceção da massagem na praia. O preço é de R$ 12 por 15 minutos.
O diretor de Esporte de Ilhabela, Luiz Carlos Nascimento, disse que as programações de lazer serão feitas no campo de areia do bairro Pequeá.
"Esse ano, estamos realizando torneios de vôlei e futebol de areia com os turistas e atletas do município e de outras cidades do Vale do Paraíba e do Estado", disse Nascimento.
DANÇA - Em Ubatuba, a atração fica por conta das aulas de aeróbica e axé na praia Grande, considerada a mais popular da cidade. As atividades vão de quarta a domingo.
A Prefeitura de São Sebastião vai realizar todos os finais de semana jogos de vôlei e futebol de areia na praia Grande. Hoje, também tem cama elástica e piscina de bolas na praia São Francisco. As demais atividades ainda não foram definidas. (Fonte: ValeParaibano)

Litoral fecha o cerco a jet-skis

Litoral Norte - A Capitania dos Portos de São Sebastião intensificou a fiscalização às embarcações que transitam no Litoral Norte. Desde o mês passado, já foram apreendidos 12 jet-skis, 5 lanchas e 2 barcos de pesca por falta de habilitação do condutor ou irregularidades na documentação dos veículos.
As multas variam de R$ 40 a R$ 2.200 dependendo do tamanho da embarcação e gravidade da infração. "Durante a temporada de inverno e principalmente em janeiro e fevereiro, o número de embarcações praticamente duplica em relação a outros períodos do ano. Por isso, precisamos de uma fiscalização mais intensa", disse o delegado da Capitania dos Portos de São Sebastião, capitão-de-fragata Paulo Rogério de Souza Almeida.
Segundo ele, ao evitar que pessoas sem habilitação conduzam as embarcações, a capitania evita acidentes e riscos ao condutor e aos banhistas. "Em algumas ocasiões, temos que deslocar nossa equipe para um resgate em alto mar e isso acaba atrapalhando o atendimento de outras ocorrências." (Fonte: ValeParaibano)

PM do Litoral Norte tem disque denúncia

Litoral Norte - A Polícia Militar do Litoral Norte tem disque denúncia, que atende informações sobre violência contra crianças, adolescentes, mulheres e idosos, ou qualquer outra pessoa e caso criminoso.
Denúncias para a região do Litoral Norte podem ser feitas no telefone (0xx11) 622-43040 e para a região metropolitana de São Paulo 0800 – 156315. (Fonte: Imprensa Livre)

Litoral Norte aposta em opções "extrapraia"

Litoral Norte - As opções de lazer para o turista que vai ao litoral norte de São Paulo na atual temporada de verão vão muito além do banho de mar e da exposição ao sol. É cada vez maior, segundo agências de turismo da região, a procura por atividades de lazer extrapraia e pela agitada vida noturna.
Além dos 128 quilômetros de praias, a região concentra ao menos 35 trilhas e 60 cachoeiras espalhadas pela mata atlântica, na serra do Mar, e reúne atividades de lazer e esportivas que podem ser praticadas pela maioria.
Em São Sebastião, município que possui a maior extensão de costa do litoral norte, com 110 km, e algumas das praias mais badaladas do Estado, como as do eixo Maresias-Boiçucanga-Camburi, um dos roteiros mais procurados no verão, além das belas praias e da vida noturna, é o passeio pelas trilhas e cachoeiras.
Uma das trilhas mais perseguidas é a do ribeirão de Itu, onde é possível praticar atividades como rapel, tirolesa (atravessar de uma extremidade a outra utilizando cabo ou corda) e trekking (caminhada longa em trilhas, com obstáculos naturais).
O local, que fica a pouco mais de três quilômetros do centro da praia de Boiçucanga, possui cinco cachoeiras e oito quilômetros de trilha. A primeira delas, conhecida como Pedra Lisa, tem uma queda de 50 metros e é bastante utilizada para a prática de rapel.
O publicitário André Perri, 28, que mora em São Paulo e tem casa há 12 anos em Maresias, também na costa sul, conheceu o lugar na última semana. "Ficamos presos naquele roteiro praia-balada e não nos demos conta de que estamos tão próximos da natureza", disse Perri, que praticou rapel pela primeira vez na cachoeira.
Para o guia ecológico Humberto Cunha Olguins, 28, da agência AMA Brasil, a procura pelo ecoturismo no litoral norte cresceu "mais de 100%" em relação à temporada passada. "Os turistas começaram a descobrir uma maneira de conhecer programas diferentes e, além disso, se exercitar."
Na cachoeira de Calhetas, também em São Sebastião, há uma queda de 90 metros onde é praticado o cascading, uma espécie de rapel feito na cachoeira.
"Nunca havia feito esse tipo de esporte. Nem é tão difícil. Com certeza, vou aproveitar melhor o cenário do litoral", disse Bárbara Thomaz, também paulistana, maioria entre os turistas.
A trilha da Água Branca, em Ilhabela, revitalizada no mês passado, tem cinco quedas d'água. No total, são dois quilômetros e um observatório de pássaros de sete metros de altura.
A jornalista Adriana De Cunto, 37, de Londrina, afirmou que, apesar de sempre passar as férias no litoral norte, não conhecia as cachoeiras de Ilhabela. "Misturando praia e verde, dá para variar, você não fica preso só naquele ambiente da areia."
Também é possível chegar à trilha de bicicleta. O aluguel custa R$ 5 a hora em uma das agências de Ilhabela. Há, ainda, o aluguel de cavalos, que sai por R$ 30 o passeio de duas horas.
Segundo Alexandre Carvalho, funcionário da agência Lokal Dive, a procura por passeios fora do eixo da praia vem crescendo "consideravelmente". "No ano passado, só tínhamos 12 bicicletas para locação. Neste ano, tivemos de aumentar a frota para 30 para poder atender a todos."
Mesmo na praia, há boas opções de lazer além do banho de mar, como o parasail (passeio em um pára-quedas puxado por uma lancha, a uma altura de 40 metros), disponível na praia Engenho D'Água, em Ilhabela.
A empresária Flávia Vasconcellos Gusmão, 32, outra paulistana, já fez o passeio, com seus quatro filhos -o mais velho de 10 anos. "Nós gostamos de emoção, não de ficar o dia todo na areia."
O passeio até a praia de Castelhanos, no extremo de Ilhabela oposto ao continente, que tem várias cachoeiras no caminho, pode ser feito de jipe (R$ 40 a hora).
Em Ubatuba, no extremo da praia de Itamambuca, uma das praias mais badaladas do município, é possível alugar um caiaque ou um pedalinho e chegar até a área de mangue do rio que dá nome à praia. O aluguel do equipamento custa R$ 10 a hora.
Mas, com tantos atrativos, a região também enfrenta problemas: cerca de 90% dos hotéis e pousadas da região foram afetados pelo falta d'água desde o Réveillon. (Fonte: Folha Cotidiano)

Material esportivo é distribuído pelas prefeituras

Litoral Norte - Para atrair turistas, as cidades do litoral norte investem em medidas como remodelação dos quiosques, aumento do espaço livre na areia e fornecimento gratuito de bolas, material esportivo, mesas e cadeiras.
Em Ilhabela, a prefeitura lançou um modelo padronizado de quiosque para a praia, que conta com um deck coberto e um porão para guardar objetos.
Em São Sebastião, foram montadas 14 tendas, que distribuem guarda-sol, cadeiras, bolas e redes de vôlei, raquetes e bolas de frescobol. A Prefeitura de Ubatuba limitou as mesas e cadeiras colocadas nas praias por donos de quiosques. (Fonte: Folha Cotidiano)

Shows de MPB e pop vão agitar região

Litoral Norte - A costa sul de São Sebastião, a região que mais recebe turistas no litoral norte, será palco para nomes da MPB e do pop brasileiro, como Rita Ribeiro, Max de Castro, Jota Quest e Luciana Mello, durante a temporada de verão.
Os shows acontecerão no Pátio do Sol Shopping, estabelecimento montado de frente para a praia de Maresias, uma das mais movimentadas do litoral norte, especialmente para a temporada.
No dia 18, o show será da maranhense Rita Ribeiro. O músico Max de Castro se apresenta no dia 25, e a banda pop mineira Jota Quest sobe ao palco um dia depois. As apresentações são gratuitas. No dia 9 de fevereiro, o show fica por conta da cantora Luciana Mello, no mesmo local.
Além do Pátio do Sol, outras empresas concentram seus investimentos no litoral norte durante a temporada. Também no shopping, a partir do dia 9, personalidades e artistas assumem a função de barman no Bar da Kaiser.
No dia 25, chega a São Sebastião o Kaiser Boat, um navio que promoverá festas para mais de 800 pessoas. O navio cargueiro, com 93 metros, tem um cenário "high-tech", com uma pista de dança para 400 pessoas e um bar.
O Kaiser Boat irá navegar por cidades da costa brasileira até o dia 10. Ainda em Maresias, a Telesp Celular patrocina, durante toda a temporada de verão, um camarote vip para 250 pessoas no Sirena, uma das casas noturnas mais badaladas do litoral norte.
Badalação - Na velha disputa envolvendo o eixo Maresias-Boiçucanga-Camburi para saber quem tem a noite mais agitada, Maresias sai na frente, por reunir opções para turistas de faixas etárias variadas.
Em Maresias, o restaurante Terral, por exemplo, atrai famílias inteiras, que se misturam a um público cuja média de idade fica em torno de 30 anos. O Lao, também em Maresias, é frequentado por um público também com faixa etária média de 30 anos. O local abriga uma pequena pista de dança, um restaurante e um lounge.
Em Camburi, onde o público tem faixa etária um pouco menor, um dos restaurantes mais procurados é o Ogan, que atrai pessoas nem sempre interessadas em jantar. "O ambiente é moderno, tem umas mesinhas do lado de fora e, às vezes, ficamos horas conversando e petiscando aqui", disse Lucas Ribeiro, 23, de Campinas.
Em Camburi, também funciona uma das casas noturnas que mais atraem jovens à região, o Galeão, uma mistura de bar e boate que tem a black music como a principal referência musical.
No Cauim, em Boiçucanga, praia que fica entre Maresias e Camburi, a procura maior é por casais e grupos de amigos. (Fonte: Folha Cotidiano)

Grupo quer campanha contra a poluição

Litoral Norte - Em plena temporada de verão, os problemas de vazamento de esgoto no Litoral Norte voltam a se repetir devido ao aumento da população e também às ligações clandestinas.
Comunidade, governos, população e empresas apontam que a conscientização deve ser ampliada para acabar com o despejo de esgoto diretamente nos rios.
As ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto) têm eficiência apenas se 100% dos imóveis estiverem conectados à rede.
"Os problemas (de esgoto) vão ser sanados. Deve existir conscientização. O trabalho envolve toda a comunidade e tem que haver cobrança constante", disse o presidente da Associação Comercial e Industrial de São Sebastião, Artur Ramirez Balut.
Segundo o gerente da agência da Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental) de Ubatuba, Sylvio do Prado Bohn, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) vai precisar lidar com os problemas. "Antes, o Litoral Norte tinha apenas a rede de abastecimento de água", disse Bohn.
O gerente da Cetesb, órgão que fiscaliza os sistemas de coleta e tratamento de esgoto, disse ainda que será necessária uma ação conjunta da comunidade, prefeituras e Sabesp para corrigir os problemas.
TRATAMENTO - A média de esgotamento sanitário no litoral é de 21%, segundo dados de 2000 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). As prefeituras afirmam que Caraguá já tem 40% de esgoto tratado, São Sebastião, 48%, e Ilhabela, 10%.
A Sabesp foi procurada para falar sobre o assunto mas a assessoria de imprensa não retornou às ligações até as 20h da última sexta-feira. (Fonte: ValeParaibano)

Cetesb avalia estações da Sabesp

Litoral Norte - A fiscalização nos sistemas de coleta e tratamento de esgoto é de responsabilidade da Cetesb. Em 2002, a companhia fez cerca de 700 vistorias nas ETEs (Estação de Tratamento de Esgoto) da Sabesp e nos sistemas particulares.
Segundo o gerente da agência da Cetesb de Ubatuba, Sylvio do Prado Bohn, a fiscalização precisou ser intensificada na semana passada devido aos vazamentos e reclamações de moradores.
O órgão recebeu reforço de três técnicos, totalizando seis, para as vistorias iniciadas no dia 7 em 19 ETEs. A Sabesp, em parceria com a Cetesb, terá que desenvolver um plano de contingência para evitar e controlar os vazamentos de esgoto.
Os primeiros resultados das análises devem sair esta semana. "Se houver sistema operando fora dos padrões, a empresa será autuada", disse Bohn.
Os vazamentos de esgoto em São Sebastião resultaram em multas aplicadas pela prefeitura de mais de R$ 70 mil à Sabesp apenas entre setembro do ano passado e janeiro deste ano.
Em outubro, houve vazamento de esgoto nas praia de Juqueí, em São Sebastião, e na Martin de Sá, em Caraguá. No dia 4, a Defesa Civil interditou um trecho de 350 metros do rio Juqueí e parte da praia de Barequeçaba. (Fonte: ValeParaibano)

Problema é falta de rede em periferias

Litoral Norte - A falta de ligação dos imóveis à rede de esgoto é o fator que mais contribui para a poluição. Segundo o secretário da Saúde de Ilhabela, Antonio Luiz Colucci, mais de 90% das casas não estão conectadas à rede na cidade.
O coordenador da APPRU (Amigos na Preservação, Proteção e Respeito a Ubatuba), Antônio Augusto Neto, disse que apenas o centro tem ligações com os sistemas.
O presidente da SAB (Sociedade Amigos de Bairro) de Barequeçaba, em São Sebastião, Sérgio Souza, disse que com a estação de tratamento de esgoto do bairro inaugurada em 2002 mais de 80% dos moradores fizeram a ligação na rede.
Robinson Sandin, do Movimento em Defesa de Ubatuba, disse que as cidades precisam de soluções locais. (Fonte: ValeParaibano)

Estado financia pontes no litoral

Litoral Norte - O Governo do Estado liberou verba de R$ 448 mil para obras de instalação de oito pontes metálicas e de concreto pré-moldado no Litoral Norte. São Sebastião recebeu R$ 230,4 mil para a instalação de quatro pontes. Ubatuba recebeu R$ 140,8 mil para três pontes. O município tem aprovado repasse para a construção de oito pontes com capacidade para 40 toneladas. Caraguatatuba recebeu R$ 76,8 mil para uma ponte. O município terá verba para cinco pontes. As prefeituras são responsáveis pelo projeto técnico e execução das obras nas cabeceiras. (Fonte: ValeParaibano)

Região é vitrine de empresas

Litoral Norte - O Litoral Norte serve de "vitrine" para as empresas divulgarem seus produtos. Quem ganha é o turista, que acaba tendo a disposição opções de entretenimento.
As empresas divulgam todo tipo de produto, desde cosméticos e aparelhos eletrônicos até bebidas e cartões de crédito.
Segundo o secretário de Turismo de Ilhabela, Ricardo Fazzini, o município vai receber 15 empresas este ano.
"A Audi estará expondo seus carros em uma balsa na direção da região central entre os dias 28 de janeiro e 2 de fevereiro. A partir do dia 31, a Tim vai realizar o festival de música", disse.
Para o final de semana, a Coca-Cola montou uma quadra poliesportiva na Tabatinga, em Caraguá. Pelo menos 12 empresas já se cadastraram para promoções no município.
Em São Sebastião, são 18 empresas. Em todas as praias, haverá distribuição de brindes e atividades de lazer.
Em Ubatuba, a MTV terá um palco musical na praia Vermelha. Haverá ainda recreações e atividades esportivas. (Fonte: ValeParaibano)

Cursos de Hotelaria e Turismo

Litoral Norte - A CTHT Hotelaria e Turismo estará realizando nos dias 28 e 29 de Janeiro 04 e 05 de Fevereiro e 01 e 08 (Sábados) de Fevereiro os cursos de Administração de Pousadas e Pequenos meios de Hospedagem ( Este curso foi desenvolvido para pessoas interessadas em montar, comprar ou alugar uma pousada ou pequeno meio de hospedagem, mas não tem a visão necessária para a administração do empreendimento. Serão abordados os temas de administração, características do setor de hospedagem, o setor de alimentos e bebidas, o setor comercial e como vender o seu produto, localização ideal, e a importância do controle de custos) com duração de 15 horas. e o Curso de Administração de Restaurantes ( voltado para proprietários, profissionais, estudantes e pessoas que desejam montar , comprar ou arrendar um restaurante. O curso dará ferramentas básicas e essenciais para a administração e controle de um restaurante com o foco na redução de custos e controles operacionais).
Estes cursos são voltados para pessoas que tem o interesse em aprimorar seus conhecimentos sobre o assunto, bem como, proprietários de pousadas, quem deseja montar uma pousada, pequenos e médios meios de hospedagem, estudantes de turismo e hotelaria, e outros interessados que tem a intenção de ingressar nesta área que cresce a cada dia.
Em ambos os cursos os alunos estarão aprendendo e fazendo exercícios práticos onde poderá desenvolver sua forma de administração e controle.
Além destes cursos a CTHT hotelaria também está com cursos de Garçom, Barman, Organização e Planejamento de Eventos, Coordenação e Recepção de Eventos, Etiqueta e Marketing Pessoal, Técnicas de Elaboração de Cardápios, Implantação de turismo rural no empreendimento, entre outros.
Caso a empresa desejar também a CTHT conta com profissionais para assessoria e treinamento no local, preparando treinamentos e cursos voltados para a realidade do empreendimento, com visão para a qualidade. Também representamos um software de gestão hoteleira para controles e administração do sistema de hotelaria.
As vagas são limitadas, pedimos que entrem em contato com antecedência.
Os interessados poderão estar recebendo maiores informações sobre os cursos pelo e-mail sandractht@uol.com.br ou pelo telefone (011) 6979-5367 no horário comercial. (Fonte: CTHT)

Calçadão de Caraguá reúne da família à 'galera'
Bares e lojas vão até o dia amanhecer se o cliente quiser; rua foi fechada para o comércio em 2000

Caraguatatuba - O calçadão no centro de Caraguatatuba se transformou no ponto de encontro mais eclético da cidade. Da cerveja ao café, do pagode à MPB. Dá para encontrar de tudo, agradar todos os gostos e divertir todas as idades.
Criado em 2000, o calçadão opções em seis restaurantes e lanchonetes, um "cyber café", duas galerias e diversas lojas.
O agito começa cedo, por volta das 17h, e vai até o último cliente, sem hora para acabar. As mesas e cadeiras na rua dão o tom da informalidade.
Segundo a estudante Fabiana Mendes, 18 anos, de São Paulo, sua preferência no calçadão são as lojas de acessórios para praia. Ela afirmou que percorre várias vezes as lojas em busca de alguma novidade.
"As vitrines abrem o apetite para as compras e sempre tenho que levar uma lembrança para a casa", disse.
O estudante de Daniel Ditz, 20 anos, de São Paulo, disse que o clima do lugar é ideal para reunir os amigos e a namorada.
"O ambiente é legal para encontrar os amigos depois da praia. As lanchonetes e restaurantes sempre oferecem boas sugestões gastronômicas", disse.
O comerciante Rogério Vicente Moca, 31 anos, morador de São Paulo, disse que gosta de frequentar o local devido à segurança.
"A vantagem do litoral é que podemos entrar em um restaurante com os amigos sem preocupação de sermos assaltados", disse.
A segurança no calçadão é feita pela Polícia Militar, que faz rondas com homens a pé durante todo o dia.
A auxiliar contábil Regine Ivanoff, 27 anos, afirmou que os restaurantes estão sempre lotados.
A dona-de-casa Mara Garé, 43 anos, disse que reúne a família no calçadão sempre que está na cidade. "O lugar proporciona um ambiente agradável para reunir os amigos." (Fonte: ValeParaibano)

Grupo pede mais lazer para morador

Caraguatatuba - Para alguns turistas, apesar da diversidade do calçadão, Caraguá ainda precisa de mais opções de lazer à noite.
A estudante Carolina Lima, 18 anos, disse que o calçadão deveria ter mais opções de lazer durante a temporada, para agradar também os moradores. Ela é caiçara.
"Gosto de passear no calçadão com meus amigos mas, se houvesse mais pontos de lazer, haveria mais movimento de moradores e turistas", disse.
A dona-de-casa Ana Passos, 25 anos, também de Caraguá, disse que frequenta os restaurantes do calçadão no final de semana com sua família.
"O ambiente é agradável mas ainda faltam atrações para conquistar os próprios munícipes", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Chuva pára balsa e provoca danos

Caraguatatuba - A frente fria que chegou à região na sexta-feira à noite provocou chuva forte nas cidades da região.
Em São Sebastião, a estrutura montada para eventos na rua Altino Arantes (Rua da Praia) foi afetada com a chuva, que começou por volta das 22h e atravessou a madrugada. Pelo menos dez árvores caíram e a balsa ficou parada das 21h às 22h, por causa do vento.
No bairro Topolândia, algumas casas ficaram destelhadas e a cobertura do Posto do Kagya caiu. Em Caraguá, o show da dupla Bruno & Marrone foi cancelado em decorrência das chuvas e remarcado para hoje, às 21h. Apesar dos danos materiais, não houve registro de vítimas.
PREVISÃO - O tempo deverá ficar ficar parcialmente nublado e com previsão de chuva hoje. Segundo o CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), amanhã o tempo deve permanecer nublado e com chuvas esparsas ao longo do dia. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá Music lesa estudantes na venda de ingressos para shows

Caraguatatuba - Mais uma vez a empresa CARAGUA MUSIC, promotora dos shows que se realizam na Praça de Eventos em Caraguatatuba, desrespeita desde o dia 28 de dezembro, data do show do cantor Daniel, a Lei Municipal nº 786, pela qual, em seu artigo 1º, foi instituído um “desconto de 50% sobre o valor efetivamente cobrado pelo bilhete de acesso a locais de shows ”. Mais ainda, em seu parágrafo único diz que “ na venda antecipada de ingressos com desconto, ou em qualquer outro tipo de promoção com redução de preço, o estudante pagará unicamente a metade do valor efetivamente cobrado pelo ingresso.”
Na prática a lei quer dizer que se um cidadão comum pagar efetivamente pelo seu ingresso o valor de R$ 10,00 (dez reais), seja na bilheteria do local do evento ou em qualquer outro local de venda dos ingressos, o estudante terá direito de pagar, POR FORÇA DA LEI, apenas R$ 5,00 (cinco reais).
Mas o principal absurdo dos fatos é que, apesar da empresa estar ciente da lei (consta inclusive do contrato assinado com a Prefeitura de Caraguatatuba), ser reincidente na infração (já havia assinado o B.O. 439/02 em 18/01/2002), ter sido o fato denunciado ao PROCON e através deste denunciado ao atual Secretário de Turismo Paulo Noronha, nada está sendo feito pelos órgãos responsáveis para que tal crime seja imediatamente repelido. Todos estão cientes da lei, cientes dos fatos e nada fazem enquanto os estudantes de nossa cidade e também aqueles que nos visitam estão sendo lesados descaradamente, nas barbas da fiscalização desta cidade, afrontando deliberadamente ao executivo municipal ou então agindo com a sua conivência.
De nossa parte este assunto promete ir longe. Não podemos admitir que, a título de se trazer eventos para esta cidade, nossos administradores passem por cima das leis que não os agrade ou aos seus “parceiros”, e muito menos podemos admitir que se omitam a suas obrigações, se não obrigações impostas pela lei diretamente ao seu cargo, a obrigação imposta pela moral.
Depois de mais uma avalanche de denúncias, foi registrado nesta quinta-feira, 09, mais um B.O. de nº 326/2003 contra a empresa promotora do evento, a qual , deixando de conceder o desconto imposto pela lei, está promovendo seu enriquecimento ilícito.
Cabe ressaltar que todos os estudantes que pagaram seu ingresso como sendo INGRESSO DE ESTUDANTE foram lesados, pois não lhes foi concedido o desconto de 50% sobre o valor pago pelas pessoas NÃO estudantes, o que implica dizer que os estudantes que se sentirem lesados deverão registrar no PROCON ou na Delegacia de Polícia, queixa-crime contra a empresa promotora a fim de poderem garantir o seu direito a uma possível restituição do valor pago a maior.
Maiores informações poderão ser prestadas através do nosso e-mail tribunadecaragua@uol.com.br ou através de correspondência enviada para nossa redação (Pça. Candido Mota, 193 - sala 28). (Fonte: Tribuna de Caraguá)

Câmara aprova afastamento de Vereadores

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou por unanimidade, o afastamento dos Vereadores José Benedito Gonçalves Pinto (PDT) e Vera Lúcia Moreira Peixoto (PSDB). Esta foi a primeira Sessão Extraordinária convocada pelo presidente Wilson Gobetti (PPS), desde que assumiu a presidência do Legislativo, em 1º de janeiro deste ano.
A primeira Sessão Extraordinária na gestão do presidente Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), transcorreu sem problemas na tarde de ontem, quinta-feira, 9 de janeiro, às 16 horas. Na Ordem do Dia, o afastamento dos Vereadores José Benedito Gonçalves Pinto - o Zézinho Prequeté (PDT) e Vera Lúcia Moreira Peixoto - Vera Peixoto (PSDB). O primeiro se afasta pois aceitou pedido do próprio presidente do Parlamento Municipal, para ser o novo Diretor Geral da Câmara Municipal. Já a Vereadora, atende a convocação do prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), para chefiar a Secretaria Municipal de Assistência Social.
Na sessão foram somente elogios aos colegas que pediam afastamento, mas com a ressalva da saudade de que estariam deixando o plenário e o convívio diário da Vereança.
Os suplentes dos Vereadores afastados já estão sendo convocados. No lugar de Zézinho Prequeté, entre José Pedro Lucas (PRP), que esteve nas galerias, com a família, durante a Sessão Extraordinária. Para o lugar de Vera Peixoto, entra o comerciante Carlos de Oliveira - o Carlinhos do Peixe (PSDB).
José Benedito já foi Vereador de 83 à 88 e Presidente do Legislativo de 87 à 88, bem como já foi Chefe de Gabinete, de 97 à 98, retornando a política nas eleições municipais de 2000. Vera Peixoto participou ativamente das eleições de seu marido, Dúlio Peixoto e já foi Secretária Municipal de Administração, na primeira gestão do prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB). Elegeu-se pela primeira vez no pleito de 2000.
O novo Diretor Geral assume o cargo na próxima segunda-feira, dia 13, a partir das 12 horas. Já a nova Secretária Vera Peixoto assume hoje, a partir das 10 horas. Os suplentes deverão assumir assim que estiverem com todos os documentos requisitados por lei, o que deve acontecer entre sexta e a próxima segunda-feira, dia 13 de janeiro. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Suplentes tomam posse na Câmara de Caraguatatuba

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba empossou na tarde desta sexta-feira, dia 10 de janeiro, os 2 novos Vereadores; José Pedro Lucas (PRP) e Carlos de Oliveira (PSDB), no lugar dos Parlamentares afastados, José Benedito Gonçalves Pinto - Zézinho Prequeté (PDT) e Vera Lúcia Moreira Peixoto - Vera Peixoto (PSDB). A posse foi propriamente simbólica, com o juramento e toda a cerimônia ocorrendo na primeira sessão, seja ela Extraordinária ou Ordinária.
Os novos Vereadores, José Pedro Lucas - Zé Pedro (PRP) e Carlos de Oliveira - Carlinhos do Peixe (PSDB) tomaram posse no lugar dos Vereadores Zézinho Prequeté (PDT) e Vera Peixoto (PSDB), que pediram afastamento, aceito por unanimidade pelo Parlamento Municipal, em Sessão Extraordinária realizada em 9 de janeiro, quinta-feira.
Zézinho Prequeté se afasta para assumir a Direção Geral da Câmara, atendendo a um pedido do próprio Wilson Gobetti (PPS), atual presidente da Câmara de Caraguá. Já Vera Peixoto assumiu nesta sexta, dia 10 de janeiro, a Secretaria Municipal de Assistência Social, a pedido do prefeito municipal Antonio Carlos da Silva (PSDB).
A posse aconteceu na Sala de Reunião dos Vereadores, na presença de 2 funcionários e do futuro Diretor Geral, que assume a função nesta segunda-feira, dia 13 de janeiro, através de nomeação assinada pelo presidente Gobetti. Para dar a posse, os funcionários conferiram todos os documentos apresentados, além do exame toxicológico. Na ocasião os novos Vereadores tomara ciência da localização de suas salas, bem como algumas diretrizes do Parlamento Municipal. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Uma rápida biografia de José Pedro Lucas

Caraguatatuba - O suplente de Vereador José Pedro Lucas nasceu em 1958, na cidade de Teófilo Otoni, no estado de Minas Gerais e mora em Caraguatatuba desde 1976.
O suplente, que assumiu a vaga de José Benedito Gonçalves Pinto - o Zézinho Prequeté (PDT), é casado e tem 4 filhos. A sua profissão é Carpinteiro e o novo Parlamentar quer ser conhecido como "Zé Pedro".
Zé Pedro, pertence as fileiras do PRP (Partido Republicano Progressista) e está na política há 12 anos, sendo que só concorreu no pleito municipal de 2000, quando conseguiu a vaga de suplente pela coligação PDT-PRP. Suas bases eleitorais se resumem a zona sul da cidade, mais precisamente o bairro do Perequê-Mirim.
O suplente era o segundo na lista pela coligação e só assumiu porque outro Vereador pertencente a legenda, não apresentou a documentação necessária e não teve suas contas aprovadas pela Justiça Eleitoral. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Uma pequena biografia de Carlinhos do Peixe

Caraguatatuba - O suplente de Vereador Carlos de Oliveira retorna a política, desta vez para assumir até o final do mandato, a vaga deixada pela Parlamentar Vera Peixoto (PSDB), que pediu afastamento e assumiu em 10 de janeiro a Secretaria Municipal de Assistência Social. Com este período o suplente estará cumprindo o seu terceiro mandato.
Carlos de Oliveira - o Carlinhos do Peixe (PSDB) é caiçara nato, nascido na cidade já foi peixeiro e atualmente é empresário, com suas bases eleitorais na zona norte da cidade, mais precisamente no bairro do Massaguaçu. O Parlamentar tem 2 filhos.
A política teve início na vida de Carlinhos do Peixe em 92, quando se elegeu Vereador. Reeleito em 96 não conseguiu a mesma sorte em 2000, tornando-se o segundo suplente. Como suplente assumiu por 30 dias a vaga de Vera Peixoto, que se afastou na época por problemas de saúde.
Como citamos, Carlinhos do Peixe só assumiu a vaga pois o primeiro suplente, Francisco Carlos Marcelino - o Carlinhos da Farmácia (PSDB) não aceitou pedir exoneração da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, onde exerce a função de Secretário Municipal, perdendo assim o direito de retornar ao Parlamento Municipal. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Gaúchos vencem Campeonato Brasileiro de 470 e 49er

Ilhabela - O Campeonato Brasileiro das classes 470 e 49er, que iniciou na última segunda, dia 06, encerrou nesta sexta, dia 10, com a 10º e última regata da classe 470. A última regata da classe 49er aconteceu nesta quinta, dia 09, com a vitória dos velejadores André Otto Fonseca e Rodrigo Link Duarte.
A dupla da classe 470 Alexandre Paradeda e Flávio Fernandes sagraram-se campeões já no 3º dia de regata, mas, mesmo assim, correram a última regata. No feminino de 470, as velejadoras Fernanda Riff e Fabiana Ferle ficaram com o primeiro lugar. O último dia de regata aconteceu com vento norte de 15 nós.
Segundo a declaração de alguns participantes, o campeonato surpreendeu, tanto pelos bons dias de vento e tempo bom quanto pela excelente organização e infra estrutura oferecida pela Secretaria de Turismo através da Diretoria de Esportes Náuticos.
O campeonato contou com 20 embarcações sendo 18 da classe 470 e duas da 49er. Participaram as cidades de São Paulo, Porto Alegre, Niterói, Rio de Janeiro, Distrito Federal e os únicos representantes do Litoral Norte paulista Thiago Reis, de Ilhabela e Marco Del Porto, de São Sebastião. (Fonte: PMI)

Classificação:

Classe 49er
1º André Otto Fonseca/Rodrigo Link Duarte
2º Marcos Ferrari/Arthur Vasconselos

Classe 470
1º Alexandre Paradeda/Flávio Fernandes
2º Lucas Barroza/Pedro Tinoco
3º Bruno Bethlen de Amorin/Fernando Sesto
4º Alfredo Rovere/Julio Falcão
5º Fernanda Riff/Fabian Ferle
6º Helio Lira de Aquino Jr./Guilherme Bron
7º Thomas Summer/Mark Pineda
8º Eduardo ChapChap/Bernard Arndt
9º Mariana Pereira Basílio/Tatiana Proença
10º Isabel Ficker/Laura Zanni
11º Michael Vin/Ricardo Andrade
12º Thiago Reis/Marco Del Porto
13º Renan Torres/Caio César Braga
14º Tatiana Novaes/Isabel Swan
15º Bernardo Lowbeer/Christian Dreyer
16º Michael John/Silvia Reni
17º Carolina Barbosa/Luiza Winckler
18º Algusto Kuhlman/Roberto Rodrigues (Fonte: PMI)

São Sebastião começa a operar radares
Trecho urbano da rodovia Rio-Santos terá um aparelho a cada 500 metros; motorista reclama de redução de velocidade

São Sebastião - Os 16 radares eletrônicos instalados num trecho de 8 km da rodovia Rio-Santos, em São Sebastião, começam a funcionar a partir de hoje. Os aparelhos ficam entre os km 120 e 128, que correspondem da praia de São Francisco ao centro da cidade.
A cada 500 metros, o motorista que trafegar por este percurso irá encontrar um radar. Quem ultrapassar a velocidade máxima de 50 km/h será multado. O valor da infração é de R$ 127.
O objetivo da medida é diminuir o número de acidentes na rodovia, segundo a prefeitura .
"No último ano, a cada três dias, acontecia um acidente. Infelizmente, só vamos controlar a velocidade do motorista com a instalação destes aparelhos", disse o diretor de trânsito de São Sebastião, Carlos Eduardo da Costa Carvalho.
Segundo ele, o número de acidentes aumentou depois que foram retiradas as lombadas eletrônicas no ano passado.
"Queremos proporcionar segurança para quem trafega por nossa cidade. Não só para os motoristas, mas principalmente para pedestres", disse Carvalho.
POLÊMICA - O especialista em trânsito Getúlio Nascimento defende a tese de realizar uma ampla campanha de reeducação no trânsito. "Mas não sou contra o radar. Já ficou comprovado que este aparelho contribui para redução de acidentes nas rodovias."
Para o autônomo João Pedro Arantes, o número de radares é alto. "O turistas que estarão desavisados vão ser os mais prejudicados."
ESTRADAS - As rodovias Oswaldo Cruz (Taubaté-Ubatuba) e Tamoios (São José-Caraguatatuba) devem receber cerca de 34 mil carros entre hoje e amanhã, segundo a assessoria de imprensa do DER (Departamento de Estradas e Rodagem).
O policiamento será reforçado até o Carnaval devido ao aumento de veículos nos finais de semana. O motorista deve evitar o horário de pico para retorno do litoral, amanhã, entre 18h e 21h. (Fonte: ValeParaibano)

Esgoto vaza e Barequeçada tem área interditada pela 2ª vez

São Sebastião - Um área de 30 metros quadrados da praia de Barequeçaba, em São Sebastião, foi interditada sexta-feira pela Defesa Civil por causa de um novo vazamento no poço de visita (rede de esgoto) da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) na região. O vazamento é o segundo em menos de 10 dias registrado na praia.
Segundo o chefe da Defesa Civil, Luiz Figueiredo, o vazamento ocorreu em um novo ponto da rede. "Amanhã (sábado), estaremos fazendo uma avaliação para verificar as condições do local."
Figueiredo disse que a Sabesp realizou ontem uma limpeza na área mas o isolamento foi feito para evitar o contato das pessoas com possíveis resíduos de esgoto.
Nenhum diretor da Sabesp foi localizado ontem após as 19h30 para comentar o assunto.
No último dia 3, um vazamento de esgoto provocou a interdição de uma área de 80 metros quadrados da praia de Barequeçaba. No rio Juqueí, onde ocorreu o mesmo problema, um trecho de 350 metros também foi isolado. O rio deságua na praia de Juqueí.
PUNIÇÃO - A assessoria de imprensa da prefeitura informou que a Sabesp foi novamente multada em R$ 4.000 devido ao vazamento. No início da semana, o município aplicou duas autuações no valor total de R$ 8.000 por causa do mesmo problema.
Segundo a assessoria, a Secretaria de Meio Ambiente está estudando, a pedido do prefeito Paulo Julião (PSDB), a possibilidade de realizar testes de balneabilidade nas praias e rios, independente do trabalho que é feito pela Cetesb.
A companhia realiza semanalmente a análise em 26 praias da cidade e a prefeitura faria testes em 38 praias. (Fonte: ValeParaibano)

Mercado de ações vai a Maresias

São Sebastião - A praia de Maresias, na costa sul de São Sebatião, será a única do Litoral Norte a receber o projeto "Bovespa vai à Praia", da Bolsa de Valores de São Paulo. O programa, que visa pessoas com potencial financeiro que passam as férias na praia, vai até 2 de fevereiro e atenderá praias em outras cidades como Bertioga, Guarujá e Santos.
Além de explicações sobre ações, os turistas receberão material didático sobre a Bovespa e outros clubes de investimento.
Para atrair mais pessoas, a Bolsa está distribuindo cupons aos banhistas para que eles recebam informações em suas casas e concorram a visitas à Bovespa e uma viagem a Abrolhos, na Bahia.
Segundo o assessor de marketing da Bovespa, Luis Abdal, o projeto está funcionando em caráter experimental.
Para o próximo verão, outras praias deverão receber o projeto. "O objetivo era atender também Ubatuba e outras praias, mas resolvemos concentrar os serviços para analisar melhor as experiências."
ESTRUTURA - Para atingir o público de alto poder aquisitivo de Maresias, a Bovespa vai utilizar um carro móvel para locomoção da equipe e disponibilização de informações aos banhistas. O balcão móvel da Bovespa estará em Mareias nos dias 16 e 17 de janeiro, 1º e 2 de fevereiro, das 10h às 18h.
O cirurigão-dentista José Fernando Braga Ramos mora em Santos e e frequentador de Maresias. Ele acha imteressante ter informações para poder investir bem seu dinheiro. (Fonte: ValeParaibano)

Câmara fecha parceria para conter gastos

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião firmou uma parceria com uma operadora de telefones celulares para tentar reduzir a despesa mensal com o uso dos aparelhos. Em dezembro, foram registrados gastos de R$ 12 mil na Câmara com celulares de 15 vereadores e seis diretores. Segundo o presidente da Casa, Marcos Leopoldino (PSDB), será atingido um percentual de 50% de redução com as despesas. Segundo Leopoldino, o valor gasto em dezembro está acima da média mensal registrada no ano passado. "Gastamos mais porque todos os vereadores estavem envolvidos em articulações para a eleição da nova mesa diretora", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Câmara de Ubatuba organiza Fórum para discutir ações da Comtur

Ubatuba - A Câmara de Ubatuba promove no próximo dia 17 de janeiro, às 19h, um fórum para discutir as ações da Comtur (Companhia Municipal de Turismo) no município, principalmente em relação à cobrança da zona azul em algumas praias da cidade.
A iniciativa partiu da nova Mesa Diretora do Legislativo, que pretende implantar mecanismos democráticos de discussão dos assuntos do município.
Segundo o presidente da Câmara de Ubatuba, Rogério Frediani, a audiência servirá para que o responsável pela Comtur dê explicações sobre o órgão. “Gostaríamos de saber porque apenas algumas praias tem zona azul, se os funcionários contratados são regis-trados? Acho um absurdo quando ele fala em acabar com a Comtur só por causa do fim da cobrança da zona azul”, ressalva.
Ainda segundo o presidente, a reunião será aberta à comunidade em geral. “Vamos enviar convite para todos os representantes da sociedade civil organizada”, disse.
A data da audiência foi definida depois que os vereadores de Ubatuba derrubaram na semana passada, em sessão extraordinária, a lei que permitia a cobrança pelo estacionamento em várias praias da cidade. A lei foi derrubada por 7 votos a 2. A cobrança da Zona Azul era o principal item de reclamação de turistas e moradores.
Votaram contra a cobrança os vereadores Eduardo César, autor do projeto, Domingos dos Santos, Charles Medeiros, Maurício dos Santos, Marcos Francisco, Ricardo Cortes e Osmar Souza.
Foram favoráveis os verea-dores João Mazieiro e Ricardo Barbosa. Não compareceram à sessão Andrade Henrique e Gerson de Oliveira. O vereador Samuel dos Santos saiu na hora da votação e o presidente da Câmara, Rogério Frediani, não votou.
A lei que permitia a cobrança de estacionamento nas praias estava em vigor desde 1997 e previa que parte do dinheiro arrecadado pela Comtur (que é de economia mista, onde 51% das ações pertencem à prefeitura e 49% a empresários locais), fosse investido na melhoria dos locais onde é efetuada a cobrança, assim como na contratação de uma empresa de seguros que dê garantias de ressarcimento aos proprietários dos veículos estacionados , em caso de furtos ou danos aos veículos.
Foi justamente na falta de cumprimento dessas determinações legais que o vereador Eduardo César se baseou para apresentar o projeto que revogou a autorização de cobrança, que atualmente é de R$ 3.
Para César, a arrecadação é imoral e a apresentação do projeto atendeu aos pedidos que ele recebeu de moradores indignados com a cobrança, ainda mais depois que surgiu a possibilidade de também cobrar taxa dos proprietários de carros com placas de Ubatuba.
A alegação da Comtur para estender a cobrança aos moradores do município iria contra a própria lei que regulamenta o serviço, não fazendo distinção dentre os que devem pagar pelo estacionamento.
O vereador Charles Medeiros, favorável ao fim da cobrança, justificou sua posição dizendo que o turista, ou morador, paga pelo estacionamento há anos e, apesar da espera, não vê melhorias nos locais onde se estaciona. “As pessoas não reclamam de pagar; elas questionam a falta de investimentos na melhoria dos locais, como a Praia Grande, que vive esburacada”, afirmou.
O fim da Comtur? - O presidente da Comtur, Luiz Bischof, disse que uma série de problemas serão acarretados com o fim da cobrança da zona azul. “Poderemos ocasionar demissões de aproximadamente 180 funcionários, o fim do controle de vans e ônibus de turismo que chegam à cidade e, por fim, o fechamento da companhia, já que mais de 70% da receita da empresa é proveniente da cobrança.
Ubatuba vai se transformar numa cidade caótica, poderemos ter a volta de flanelões, o município deixará de prestar serviços de orientação, enfim, por conta dessa picuinha, a cidade vai sofrer”, ressalva. (Fonte: Imprensa Livre)

Ubatuba estuda a implantação de 20 câmaras de segurança nas ruas

Ubatuba - Representantes da Guarda Municipal, da Secretaria de Turismo, do Serviço Municipal de Trânsito, do CPD (Centro de Processamento de Dados), da Comtur (Companhia Municipal de Turismo), da Associação Comercial e das Polícias Militar e Civil de Ubatuba estiveram reunidos, na última quinta-feira, para discutir a estratégia de colocação de câmaras de monitoramento nas vias públicas da cidade.
Durante esse período de estudo, a Guarda Municipal, o Serviço Municipal de Trânsito e as polícias Militar e Civil, estarão identificando as áreas onde existe a necessidade da colocação de 20 câmaras de monitoramento, com o objetivo de ampliar o sistema de segurança. A princípio as câmaras estarão funcionado entre a ponte do Perequê Açu até o trevo do Itaguá, nas avenidas Iperoig e Leovegildo Dias Vieira.
O projeto prevê 24h de monitoramento das avenidas, com a intenção de coibir vandalismos, bagunça, assaltos, ou seja, melhorar a segurança.
De acordo com o assessor da Secretaria de Turismo, Edgar Marques, duas câmaras foram instaladas na área central da cidade para teste.
“O resultado não poderia ser melhor, reduzimos a prática de vandalismo. O estudo está em fase final de análise. Em cidades onde a fiscalização foi implantada, os furtos e roubos caíram até 70%. Nossa intenção é chegar nesse patamar. Queremos total segurança aos visitantes e moradores”, afirma
Ainda segundo Marques, a licitação para a compra dos equipamentos deve começar na próxima semana. “Com relação ao investimento, também estamos em fase de estudos”, finaliza.
O presidente da Associação Comercial, Mohamed El Ali, se comprometeu em buscar o apoio e a parceria da iniciativa privada, principalmente de bancos, para a instalação de um maior número de equipamentos.
Já para o delegado titular da Polícia Civil, Fausto Moro Cardoso, o sistema estará auxiliando os trabalhos da Polícia Civil no serviço de investigação, servindo inclusive de provas para os autos.
Para esse carnaval, a Secretaria de Turismo espera receber aproximadamente um milhão de turistas, o que acarreta número maior de ocorrências.
Outras cidades - Em São Sebastião, quatro câmaras de vídeo foram instaladas em caráter de experiência no começo de novembro, no bairro da Topolândia, região central de São Sebastião.
As câmaras foram colocadas ao redor do Ceprom (Centro de Ensino Profissionalizante Municipal). Desta forma, tanto a entrada quanto a saída do bairros foram monitoradas. Outro local monitorado foi a avenida Itatinga, em frente à escola Josepha de Santana Neves.
O trabalho foi executado pela empresa Guarda Patri-monial, de São Paulo. O contrato firmado ficou em torno de R$ 80 mil.
De acordo com o assessor de Assuntos de Segurança e Defesa Civil da Prefeitura de São Sebastião, Rui Nogueira de Lima, existe um estudo para colocação de câmaras em todo o município.
“Estamos realizando um estudo, em parceria com as SABs para a implantação das câmaras em todo o município. Isso fará parte do projeto do novo portal de entrada da cidade. Sabemos que as câmaras coibem a violência. As únicas câmaras que estão funcionando atualmente são os circuitos internos da garagem da prefeitura”, comenta.
Em Ilhabela, as câmaras que fazem a segurança em Ilhabela foram instaladas no começo de outubro. A prefeitura investiu cerca de R$ 76 mil no projeto. Ao todo, 13 câmaras foram instaladas pela empresa Link Net Work , de São José dos Campos.
O primeiro local a receber o equipamento foi o terminal da balsa, na rampa de acesso dos carros e nas saídas de pedestres. Na Vila, foram quatro câmaras na rua do Meio, uma em frente ao Yatch Club Ilhabela, outra na entrada da Praia Santa Tereza e uma no Píer da Vila.
Na avenida Almirante Tamandaré, próximo ao bairro do Itaquanduba e no Perequê foram instaladas câmaras no Píer do Perequê e no Paço Municipal. O projeto foi idealizado pela prefeitura e pelo Conseg de Ilhabela (Conselho Comunitário de Segurança). (Fonte: Imprensa Livre)

Vereador quer reduzir venda de gás

Ubatuba - A Câmara de Ubatuba vota na próxima segunda-feira, às 18h, um projeto de lei que restringe a venda de botijão de gás na cidade. O autor do projeto é o vereador Ricardo Barbosa (sem partido). Segundo ele, há inúmeros estabelecimentos na cidade que comercializam gás de cozinha sem as normas mínimas de segurança. "Em Ubatuba, só não vende gás em hospital, banco ou na prefeitura. Do resto, todo mundo se vê no direito de vender este produto sem segurança", disse o vereador. Caso o projeto seja aprovado, o vereador acredita que irá reduzir o número de acidentes. (Fonte: ValeParaibano)

Carta do Leitor

Paúba protesta contra a falta d'água - Cerca de 100 pessoas se mobilizaram e manifestaram sua indignação contra o desabastecimento de água no bairro de Paúba. O ato público foi na frente ao reservatório da SABESP que futuramente (?) abastecerá Paúba e Maresias. Esse sistema já deveria esstar funcionando desde 1998.
Há sete anos que essa comunidade fica completamente desabastecida na alta temporada. Atualmente, em dias comuns a SABESP não consegue atender esse bairro. A comunidade de Paúba está reinvidicando uma solução emergencial e o término das obras do sistema que está em construção desde 1997.

Teo Balieiro
Sociedade Amigos de Paúba
São Sebastião, SP


Desconto de 3% no IPTU - Tomei conhecimento através do boletim de Últimas Notícias do Litoral, da data de 27/12/2002 - http://www.litoralvirtual.com.br/noticias/2002/12/27.html#8 - , que quem pagar em onze parcelas mensais o IPTU em Cararaguatatuba, terá um desconto de 3 %, se fizer o pagamento antecipado ou pontual.
Tenho as seguintes dúvidas:
1- Não localizei nehuma referência a esse desconto no carne do IPTU de 2003. Essa informação não é divulgada pela Prefeitura de Caraguatatuba?
2- Pago rotineiramente o IPTU através da Internet. Posso aplicar esse desconto na parcela do IPTU deste ano,que vence em 20/01/2003 ?
3- Com posso me beneficiar desse desconto?
4-Esse procedimento também valeu para o ano de 2002? Caso positivo, como posso me ressarcir do desconto, visto ter pago todas as parcelas pontualmente?
Aguardando uma resposta
Antecipadamente grato

Oswaldo D'Elia
Caraguatatuba, SP


O Eterno Descaso da Prefeitura de Caraguá - O único momento que faz a prefeitura de Caraguá lembrar que o o bairro "Portal da Fazendinha" existe dentro do município é na hora de cobrar o IPTU; o maldito carnê, sempre com valores exorbitantes, chega rapidinho aos proprietários de imóveis do local, talvez até sejam estes os primeiros a receberem anualmente este presente de gregos do Sr. Prefeito, agora, colocar no bairro o que realmente este necessita sequer chega a ser secundário, pois até a rede de esgoto que foi instalada recentemente, e que não funciona, foi feita por por engano, visto que este bairro não estava incluído no projeto.
Rede de água simplesmente não existe, obrigando os proprietários a consumirem água de qualidade duvidosa dos poços que este mesmos perfuram por conta própria.
As valas que a loteadora construiu em alvenaria, para o bom fluxo das água das chuvas, jamais foram limpas e se isto não bastasse, estas mesma valas foram destruídas e depois abandonadas por funcionário da própria prefeitura. O esgoto hoje já corre a céu aberto no bairro e os córregos que fazem também a delimitação do bairro já são largamente utilizados para escoamento de esgoto.
As ruas jamais foram capinadas. Quem anda pelo bairro sem que o conheça corre o risco de cair em valas produzida pela erosão ou talvez ser picado por algum animal peçonhento mesmo no espaço que seria destinado à rua.
A rede de iluminação pública também é capenga obrigando proprietários a arcar com custos exorbitantes para instalação de postes onde eles não existem se estes proprietários necessitarem de iluminação em seus imóveis.
Tudo isto é verdadeiramente um descaso da prefeitura e diretamente do Sr. Prefeito com um bairro que infelizmente não tem força política para reclamar, uma vez que dentre os moradores não tem nenhum vereador do mesmo partido do prefeito e a maioria das casas que lá foram construída é de proprietário que não ainda votam no município.
Sr. prefeito, lanço meu apelo para que venha fazer uma visita a este bairro tão esquecido e haverá de constatar que tudo que aqui mencionei e pura verdade sem qualquer exagero.

Dirceu Astorga Emmã
Caraguatatuba, SP


Sujeira sobre Ubatuba - Ubatuba foi atacada recentemente, pela segunda vez, por uma abominável panfletagem aérea de uma clínica dentária oferecendo serviços odontológicos a preços aviltantes e completamente fora da realidade. Como Secretário da Associação dos Cirurgiões Dentistas de Ubatuba (ACDU), solicito publicação de repúdio que toda a classe Odontológica de Ubatuba tem por esse tipo de atitude, que fere o Meio Ambiente, a Segurança da população (devido aos rasantes do avião) e o código de ética de nossa profissão.
Cabe aqui ressaltar, que o autor do referido ato já foi autuado pela Vigilância Sanitária, de forma rápida e oportuna, bem como chamado a prestar depoimento na delegacia, por danos ao meio ambiente, e que todas as provas coletadas que provam a desonestidade de seu ato já foram colhidas e enviadas ao Conselho Regional de Odontologia, para que o mesmo sofra as punições éticas cabíveis.
Tem razão a leitora Maria Rita Zahra em seu repúdio e indignação a essa ação, e vale aqui ressaltar que infelizmente esse tipo de atitude visa principalmente atingir a população mais carente e desinformada, que corre o risco de ser "tratada" por profissional que já de início se mostra desonesto, antiético e criminoso (sim, por que fere leis e códigos de ética).
Infelizmente a punição a esses atos é demorada, não impedindo a interdição do referido estabelecimento. Porém, gostaríamos de alertar a população, que a forma de se defender dessas condutas é: exigir serviço correto, cobrar sucesso no tratamento e satisfação do cliente, independente do preço cobrado, e procurar seus direitos em caso de problemas de tratamento. Nossa Associação está disponível a encaminhar as pessoas que se sentirem lesadas, orientando-as na busca por seus direitos, bastanto para isso que entrem em contato conosco pelo telefone: 3832-5466 (Dr. Maurício).
Finalizando, gostaríamos de fazer um chamamento a todos os leitores no sentido de ajudar a conscientizar nossa população, principalmente a mais carente, impedindo assim que pessoas sejam maldosamente enganadas.
Obrigado pelo espaço aberto e pela oportunidade de esclarecimento.

Dr. Maurício Moromizato
CD - CRO-SP 34.963
Secretário da ACDU
Ubatuba, SP


Cobrança de Estacionamento - Sra. Magaly e população de Ubatuba, passei mais este final de semana nesta cidade maravilhosa, e acho que para resolver o problema de estacionamento na cidade a melhor opção seria a "ZONA AZUL", pois a quantidade de garotos que vem tomar conta de seu carro, e ainda ficam brigando entre eles. Apesar de ainda mesmo assim foi riscado a porta do meu carro, só vindo notar no dia seguinte.
O que estes vereadores estão fazendo para resolver este problema.
Eu acho que se continuar assim, vai espantar os turistas.
Hoje a zona azul é cobrada em tantas cidades, por que não em Ubatuba, isto é progresso.

Pedro Silva
Ubatuba, SP

 


Foto do Dia:
Ilha da Maranduba
Ubatuba
Ilha da Maranduba
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 
Gaivota FM
Participe você também com seu cometário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Museu Caiçara Cooperativa Educacional Ubatuba Ubatuba

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.


GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor