Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 14 de janeiro de 2003 - Nº 700 Edições Anteriores

Moacyr Colli Junior e Advogados Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Litoral Norte tem 14 praias impróprias
   Estradas da região têm 48 acidentes

Caraguatatuba:
   Caraguá inicia hoje cadastro de mendigos
   Prefeitura fiscaliza irregularidades
   Caraguá Music apresenta Ultrage a Rigor
   CEI's em plena atividade durante as férias
   TV Canção Nova divulga Progepi
   CEI's de Caraguá encerraram 2002 com chave-de-ouro
   Programa Bolsa Escola lança livro e cita projeto Lixomania de Caraguá
   Programação de Eventos em Caraguá - Janeiro 2003

Ilhabela:
   Ilhabela disputa certificado internacional de ecoturismo

São Sebastião:
   Radares coíbem velocidade de motoristas em São Sebastião
   Queda de fios deixa moradores do Canto do Mar sem luz e telefone
   São Sebastião tem falta de água
   Defesa Civil libera Barequeçaba
   Parque Escultórico e Museu a céu aberto
   São Sebastião apresenta Ary Toledo, em “Fábrica de Risos”

Ubatuba:
   Mídia se une para apresentar sugestões ao Forum da Comtur

   Carta do Leitor



Litoral Norte tem 14 praias impróprias

Litoral Norte - O número de praias impróprias no Litoral Norte caiu de 15 para 14, segundo boletim divulgado ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental). Foram analisadas 25 praias.
Iperoig, em Ubatuba, saiu da lista de bandeiras vermelhas. A Martin de Sá, em Caraguá, permanece vetada, pela segunda semana consecutiva.
Os dados fazem parte do boletim extraordinário realizado três vezes por semana em localidades com reincidência de poluição ou mais movimentadas. O órgão intensificou as análises a partir do dia 5.
As demais praias continuam com boletins de balneabilidade divulgados às quartas-feiras. A Cetesb monitora um total de 74 praias nas quatro cidades do Litoral Norte.
Praias Impróprias: Ubatuba - Itaguá e Perequê-Mirim/ Caraguatatuba - Centro, Indaiá, Pan Brasil, Palmeiras, Porto Novo e Martim de Sá/ São Sebastião - São Francisco, Arrastão, Porto Grande e Pontal da Cruz/ Ilhabela - Itaguaçu e Perequê. VALE

Estradas da região têm 48 acidentes

Litoral Norte - Uma pessoa morreu e outras 39 ficaram feridas no último final de semana em 48 acidentes registrados nas rodovias que cortam a região. A morte ocorreu na sexta-feira na rodovia Oswaldo Cruz. O movimento nas rodovias de acesso ao Litoral Norte em Taubaté e São José foi intenso anteontem, entre as 13h e 20h, no retorno do litoral, mas sem registro de congestionamentos. A polícia registrou 30 mil veículos entre sexta-feira e ontem na Tamoios e na Oswaldo Cruz. Segundo a NovaDutra, houve sete acidentes, entre sábado e ontem, com três feridos no trecho entre São José e Jacareí da Dutra. VALE

Caraguá inicia hoje cadastro de mendigos

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguá inicia hoje o cadastramento dos mendigos da cidade. O objetivo é saber o número de moradores de rua que vêm para o município na temporada. Segundo a secretária de Assistência Social, Vera Lúcia Peixoto, os mendigos de fora serão encaminhados de volta às cidades de origem. "A prefeitura tem a intenção de construir um espaço adequado para comportar as pessoas carentes." O morador de rua,José Alves, 46 anos, disse que chegou à cidade com a esperança de conseguir um emprego. Morador da Bahia, ele sobrevive da venda de latas de alumínio e vigiando carros. VALE

Prefeitura fiscaliza irregularidades

Caraguatatuba - Os setores de fiscalização da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba vem trabalhando intensivamente nas praias e ruas da cidade para garantir a tranqüilidades de moradores e turistas, bem como o bem estar e a saúde dos consumidores.
Neste final de semana foram apreendidos diversos tipos de produtos que estavam sendo vendidos irregularmente em praias e ruas da cidade. No último fim de semana foram apreendidos pela Fiscalização do Comércio, 169 churros, 43 mantas, 60 redes, 84 óculos, 28 bóias, 22 brinquedos de sabão, 6 pastas de tatuagem de hena, 160 tapetes, 4 cortinas, 6 cestos de bambu, 48 garrafas de água, 6 caixas de uva, 4 painéis de bijuterias, 238 CDs, 3 vasos de samambaia, 600 salgados, 241 abacaxis, 19 queijos, 3 goiabadas, 57 chapéus. As apreensões foram feitas por 20 fiscais, que trabalharam em todas as praias do município e também nas ruas, em locais mais movimentados por vendedores ambulantes.
A Secretaria de Urbanismo também trabalhou no fim de semana, com uma equipe de 10 fiscais que trabalharam divididos em três turnos. As principais autuações foram feitas em veículos de Turismo de Um Dia por não terem pago a taxa obrigatória. O valor da taxa é de R$ 300,00 para ônibus e R$ 150,00 para Vans. Foram autuadas dez vans e dois ônibus. Outros 40 veículos entre vans e ônibus foram notificados durante o fim de semana. O valor das multas para os ônibus foi de 2200 VRMs, que em reais fica estimado em R$2500,00.
O setor de Saúde também foi fiscalizado através de quatro agentes de saúde e um policial da PM. Foram recolhidas bandejas de camarão. A equipe também atendeu a denúncias de venda de carne clandestina na cidade. PMC

Caraguá Music apresenta Ultrage a Rigor

Caraguatatuba - Caraguá está promovendo novamente este ano, um grande evento com os principais nomes da música nacional. Ao todo, serão 40 dias de muita música e diversão, ingredientes indispensáveis para quem gosta de curtir um bom verão no melhor Litoral do Brasil. O Caraguá Music é uma ação integrada entre Prefeitura Municipal, através de Secretaria Municipal de Turismo (Setur), além de A.S Eventos, GBM Promoções, Rádio Jovem Pan e Morada do Sol FM 95,5. Os shows acontecem no palco da Praça de Eventos, na Avenida da Praia do Centro de Caraguatatuba (Av. Dr Artur da Costa Filho). No último dia 11 os espectadores também puderam assistir um grande show da banda de forró Falamansa. PMC

CEI's em plena atividade durante as férias

Caraguatatuba - Os Centros de Educação Infantil, administrados através da parceria entre a Prefeitura de Caraguatatuba e Fundação Orsa estão em plena atividade desde o dia 6 de janeiro.
Diferentemente do calendário escolar do Ensino Fundamental, os CEI's fizeram um recesso do Natal até o dia 6, e retornaram às atividades normais com as crianças de zero a 4 anos.
A Prefeitura de Caraguatatuba possui uma parceria com a Fundação Orsa desde o início de 2001, quando foram inaugurados os CEI's do Rio do Ouro e Sertão dos Tourinhos - frutos da primeira parceria. Com o sucesso dessa união administrativa, a Fundação Orsa passou a administrar também outras creches municipais já existentes e entre 2001 e 2002, a João Bolinha, no Casa Branca, a creche do Ipiranga, Perequê-Mirim e Travessão, se transformaram em Centros de Educação Infantil, com trabalhos pedagógicos diferenciados e direcionados especialmente para a Educação de Primeira Infância.
Em 2003, a cidade ganhará mais três novos CEI's, que também farão parte da parceria Prefeitura/Fundação Orsa. A população dos bairros Olaria, Morro do Algodão e Travessão terá próximo à sua casa, escolas públicas de qualidade, e profissionais que se dedicam no estudo de atividades especialmente pensadas para as crianças menores, mostrando assim que a preocupação em preparar as crianças para o futuro vem de berço. (SME/PMC)

TV Canção Nova divulga Progepi
Caraguá aparece para todo o Brasil como referência em Primeira Infância

Caraguatatuba - O Progepi - Programa de Gestão Pedagógica para a Infância, realizado nas unidades escolares administradas através da parceria entre a Prefeitura e Fundação Orsa tem sido referência nacional. Prova disso, é que durante o mês de dezembro, a TV Canção Nova, de Cachoeira Paulista, esteve em Caraguatatuba fazendo uma matéria sobre o trabalho realizado nos CEI's, e acompanhou atividades dos Centros de Educação Infantil do Perequê-Mirim e Rio do Ouro, observando parte do dia-a-dia das crianças de zero a 4 anos. A matéria, que foi veiculada também em dezembro, mostrou parte do Progepi em Caraguá, e incentivou prefeituras de outros Estados a buscar essa referência. A Fundação Orsa, em Caraguá, já foi procurada por secretárias de Educação de vários lugares, interessadas em conhecer de perto esse trabalho com a Primeira Infância. (SME/PMC)

CEI's de Caraguá encerraram 2002 com chave-de-ouro

Caraguatatuba - Os Centros de Educação Infantil dos bairros Perequê-Mirim, Travessão, Ipiranga, Rio do Ouro, Casa Branca e Sertão dos Tourinhos, administrados através da parceria entre a Prefeitura de Caraguatatuba e Fundação Orsa, encerraram 2002 com "chave-de-ouro".
Além da chegada do Papai Noel em todas as escolas, os 1290 alunos dos CEI's foram presenteados por padrinhos voluntários, que enviaram presentes incluindo roupas, calçados e brinquedos, os quais foram distribuídos em todos os Centros de Educação Infantil nas festividades de Natal. Desses voluntários especiais, grande parte não pôde participar da comemoração natalina por residir fora de Caraguatatuba, incluindo funcionários da Fundação Orsa, de Carapicuíba, equipe da SME, comunidade, comerciantes, entre outros.
Além dos presentes, as crianças puderam participar das festas realizadas nos CEI's, com muitas brincadeiras, apresentações de Natal, coral, teatro, música e outras atrações, com a participação da comunidade, e mostrando que essa data já é mais que especial para os alunos dos Centros de Educação Infantil, durante a semana de Natal, eles visitaram setores da Prefeitura de Caraguatatuba, Câmara Municipal, Rádio Oceânica e Secretaria Municipal de Educação, levando presentes feitos por eles e cantando músicas natalinas para os funcionários de diversas repartições. (SME/PMC)

Programa Bolsa Escola lança livro e cita projeto Lixomania de Caraguá

Caraguatatuba - Caraguá tem motivos de sobra para comemorar. A Educação Municipal tem se destacado pelo trabalho diferenciado nas unidades escolares. Em dezembro, a secretária de Educação, Roseli Morilla Baptista dos Santos, esteve em São Paulo para o lançamento do livro "Bolsa Escola - as boas notícias que o Brasil tem para contar - Ações Socioeducativas". A publicação, lançada pelo Governo Federal e organizada pela Secretaria do Programa Nacional de Bolsa Escola, teve como principal objetivo destacar o trabalho do Ministério da Educação por meio do Programa, com intuito de mostrar as experiências bem sucedidas que evitaram que crianças em risco social entrassem precocemente no trabalho, incentivando-as a freqüentar a escola, eliminando assim o quadro de exclusão, e proporcionando a oportunidade de, dentro da própria escola, expressar potenciais criativos e críticos, melhorando o nível de aprendizagem e favorecendo o sucesso escolar através de atividades desportivas, artísticas e culturais.
O livro destaca as cidades brasileiras que aderiram ao programa Bolsa Escola e as atividades de destaque realizadas pelas escolas. Caraguá ganhou espaço na publicação, que mostrou o trabalho da Prefeitura, que dentro da política de administração pública, com responsabilidade e ações concretas procura minimizar as questões de risco social e frente a grandes desafios tem garantido ás crianças da rede municipal o acesso à cidadania. Um dos destaques do livro foi o projeto Lixomania, que visa reaproveitar de maneira criativa os 35% de material reciclável que vão para os aterros. Foi feito um concurso nas escolas para a escolha de slogan, mascote, e trabalhos com sucata, e o resultado com a conscientização dos alunos da rede municipal sobre a importância da reciclagem para o meio ambiente.
Outro destaque do livro Bolsa Escola foi a confecção de bonecas de pano, estamparias e sabonetes, que tiveram a participação de muitas famílias de baixa renda, visando melhorar a qualidade de vida da comunidade local.
Estiveram envolvidas nesse projeto famílias do Pegorelli e Casa Branca, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência Social, com ações integradas às secretarias de Saúde, Educação e Meio Ambiente.
O projeto de Horta Escolar também ganhou espaço significativo na publicação, como fonte constante de pesquisa, permitindo aos alunos e à comunidade o contato com a terra. A participação e o acompanhamento da horta pela criança faz com que ela incorpore um conhecimento de diferentes formas de trabalho, de vários tipos de produtos naturais e o reaproveitamento do solo pelo homem para prover sua alimentação. (SME/PMC)

Programação de Eventos em Caraguá - Janeiro 2003

Tenda Cultural

Uma das novidades dentro da programação “Caraguá Verão 2003: no melhor litoral do Brasil”, é a Tenda Cultural, que está montada na Praça Antonio Fachinni, na praia Martin de Sá. Através da parceria entre Secretaria de Turismo e Secretaria de Cultura do Governo do Estado, o evento promove shows gratuitos de música popular, contemporânea e clássica, todas as sextas e sábados, sempre a partir das 19 horas.

Dia 17, Sexta-feira - O cantor e compositor João Terra, tem quatro discos lançados, onde mescla de forma única suas influências interioranas mineiras com reggae, resultando num som universal e ao mesmo tempo enraizando no que há de melhor dos ritmos nacionais. Com poesia inspirada e contundente, tem no seu último CD “Todas as Áfricas” a síntese de um trabalho inspirado e dançante.
Outra banda a se apresentar neste dia é a Jahcareggae, revelação em Brasília, a banda recebe grande influência dos ritmos africanos, da MPB e da música brasileira em geral. Se destaca por suas influências originais, adquiridas após pesquisas intensas das raízes do reggae, que começaram com o Ska, o Rythim&Blues e o RockSteady, falando de temas românticos, políticos e sociais.

Dia 18, Sábado - Tião Carvalho é cantor e compositor nascido no Maranhão, ganhou experiência profissional no Rio de Janeiro e em São Paulo, onde atuou no Teatro Vento Forte. Sua composição “Nós” foi gravada em três versões por Cássia Eller; integrou a banda Mafuá. Recentemente lançou o CD “Quando Dorme Alcântra”. Tião Carvalho se apresenta acompanhado por grupo instrumental.3

Dia 24, Sexta-feira - Ulisses Rocha é violonista, compositor e arranjador conhecido internacionalmente. Tem estilo único e caminha em várias vertentes musicais. Já trabalhou com Ernesto Pascoal. Al Di Meola, Ex integrante do grupo D’Alma, Roberto Carlos, entre outros. Apresentou-se em festivais internacionais, como o de Montreal, Nova Iorque e Quebec.
O grupo instrumental de choro, formado por quatro mulheres (flauta, violão, pandeiro e cavaquinho) interpretam o melhor deste estilo e ainda utiliza-se desta formação para interpretar sambas e baiões. Tem CD grade lastro de apresentações em vários grandes espetáculos.

Dia 25, Sábado - Com três Cds gravados, o grupo Mawaca, pesquisa e recria a música das mais diversificadas etnias do globo, buscando conexões com a música brasileira. É formado por seis cantoras que interpretam canções em mais de dez línguas (indígena brasileira, espanhol, búlgaro, finlandês, japonês, húgaro, swahili, grego, árabe, hebraico, ioruba e português). São seis cantoras do Mawaca, mais um grupo instrumental acústico responsável pela multiplicidade de timbres.

Pôr-do-Sol Musical

A Fundação Cultural de Caraguá inova nesta temporada de verão com o “Pôr-do-Sol Musical” na Praça do Caiçara, no Museu de Arte e Cultura, centro da cidade. Grupos e músicos solistas com estilos e repertórios variados de mpb, jazz, rock, pop, reggae, entre outros, fazem apresentações sempre à partir das 18 horas.
Dia 15 - Almir Clemente
Dia 16 - Marília com seu teclado

Caraguá Music

Os shows acontecem na Praça de Eventos na avenida da Praia do Centro, por volta das 10 horas. Os ingressos antecipados custam R$ 10,00.
Dia 17 - Ultraje a Rigor e Ira
Dia 18 - Zezé Di Camargo & Luciano

Coreto em Sol

Os melhores grupos musicais regionais apresentam Música Popular Brasileira, Jazz e Chorinho, todas as sextas-feiras, sábados e domingos, a partir das 21 horas no coreto da Praça do Centro e também do Massaguaçu, Porto Novo e Perequê-Mirim. No coreto do centro, o repertório de sexta-feira é de mpb, jazz, reggae, forró; aos sábados chorinho com grupos de São Paulo e do Vale; aos domingos, a Banda Municipal Carlos Gomes anima as noites com seu repertório variado. Nos coretos dos bairros, os shows acontecem aos sábados, com grupos de estilos variados.

Centro
Dia 17 - Joca Freire MPB, de SJC e Banda Millenium.
Dia 18 - Clube do Choro Pixinguinha.
Dia 19 -Banda Municipal

Massaguaçu
Dia 18 - Cristiano Fragoso e a dupla João Marcos e Juliano, com MPB e regional.

Perequê-Mirim
Dia 18 - Banda Carlos Gomes

Porto Novo
Dia 18 - Noite do Forró com as bandas Saquaritás e Forró na Mente.

Balé Cisne Negro em Caraguatatuba

Dia 23 - A Praça Dr. Cândido Motta receberá, a partir das 19h30, uma apresentação do Balé Cisne Negro. O projeto é uma parceria da Fundação Cultural de Caraguatatuba, prefeitura e da Bandeirante Energia.

Exposição Mazzaropi

Até o dia 09/02 - Exposição Mazzaropi - Mito do cinema nacional. Desde o dia 09 de janeiro, a exposição com fotos, objetos, roupas, etc. acontece no MACC, no Pólo Cultural Adaly Coelho Passos, de Terça a Domingo, das 11h às 22 horas, com entrada franca.

Oficina de Verão

De 13/01 a 27/02 - Aulas gratuitas de canoagem acontecem, diariamente, a partir das 9 horas, na praia da Cocanha com o monitor Tirso e na praia do Indaiá , as aulas de surfe, também gratuitas, são ministradas pelo professor Luciano às segundas-feiras, das 15h às 18 horas, às quartas-feiras, das 8h às 11horas, próximo ao quiosque 30.

Oficina de Empapelamento

A partir de 03/02 - Aulas gratuitas de produção de máscaras, bonecões e cabeções de papel para resgatar o Carnaval Popular. Os horários são às segundas e quartas-feiras, das 17h às 20 horas, na Oficina Cultural do Centro, à rua Santa Cruz, 396. Informações 3883-7555 ou 3883-3990.

“Summer Vibe”

Dia 25, no Espaço Bijus, às 23 horas, a festa “Summer Vibe” com os três melhores Dj’s do eixo Rio-São Paulo; 80 mil watts de som e luz. Convites a R$ 10,00 e R$ 15,00, com consumação.

Programação Esportiva

Aeróbica - De terça a domingo, na arena da praia Martim de Sá, a partir das 11 horas.
De 9 de janeiro a 9 de fevereiro, diversas atividades como vôlei de praia, futvôlei, beach soccer e bicicross.

Vôlei de Praia Recreativo - De terças a domingos das 9 às 18 horas, nas praias Tabatinga, Cocanha, Indaiá e Flexeiras.

Torneio Verão Caraguá de Vôlei de Praia - Aos sábados e domingos, das 9 às 17 horas, na praia Martim de Sá, arena montada entre os quiosques 13 e 13 A Informações e inscrições na SER, fone 3887-1165.

Aberto de Futvolei - Todas as quintas-feiras das 17 às 20 horas, e aos sábados e domingos das 16 às 20 horas, na arena montada na Praia Martim de Sá entre os quiosques 13 e 13 ª Inscrições e informações na SER, fone: 3887-1165.

Torneio de Bech Soccer - De quinta-feira a domingo das 9 às 18 horas, na praia do Indaiá ao lado do quiosque Varandão. Inscrições no local.

1ª Etapa da Copa Refactor de Bicicross - Dia 25 de janeiro, à partir das 8 horas PMC

Ilhabela disputa certificado internacional de ecoturismo
Sociedade fundada pelo francês Jacques Cousteau, reconhecida pela ONU, estuda incluir a ilha em roteiro de turismo ecológico

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela firmou convênio com a Sociedade Cousteau e a Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha para desenvolver o programa de certificação ambiental e ecoturismo "Cousteau Label". O certificado é uma iniciativa internacional que qualifica os destinos insulares como lugares seletos de turismo ecológico.
Ilhabela será o primeiro arquipélago do Atlântico Sul a desenvolver o programa. Essa certificação conta com o respaldo da ONU e da Clima (Comissão Latino-Americana Interparlamentar de Meio Ambiente).
Segundo o secretário de Obras de Ilhabela, João Marques, o município deve receber hoje quais metas e critérios precisam ser cumpridos para receber a certificação. "A prefeitura ainda não foi informada sobre o que deverá fazer", disse.
O convênio foi assinado há 15 dias pelo prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira (PTB) e Marcelo Decoud, diretor-geral da Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha e coordenador do processo de certificação da Sociedade Cousteau.
O município será orientado durante três anos por membros da Sociedade Oceanográfica. Após esse período, a Sociedade Cousteau irá avaliar o arquipélago e decidir se Ilhabela está apta a receber o certificado Cousteau Label. Atualmente, apenas quatro cidades possuem essa certificação.
Fundada em 1973 pelo capitão Jacques-Yves Cousteau, a sociedade tem mais de 100.000 membros no mundo.
CERTIFICADO - O certificado Cousteau tem validade internacional e é reconhecido pela ONU (Organização das Nações Unidas) e pela Clima.
"Faz um ano que eles (as duas sociedades) estão analisando Ilhabela. Eles pediram informações à Secretaria Municipal de Turismo. Mas a escolha depende apenas deles. Só fizeram contato para assinar o convênio", afirmou Marques.
Para ele, as boas condições da costa, a grande área verde da ilha e a proximidade ao Aeroporto Internacional de Guarulhos são os principais responsáveis pela decisão da Sociedade Cousteau em escolher Ilhabela para participar do programa.
"A fauna submarina, os navios afundados próximos à Ilhabela são atrativos. Em alguns pontos é possível encontrar peixes raros. Além disso, é muito raro ter uma área grande preservada junto com uma cidade", disse Marques.
O programa de qualificação para o Certificado Label também prevê a participação de universidades européias, que irão realizar turismo científico e acadêmico sobre a biodiversidade do arquipélago. Dentre as instituições que participam do programa estão a Universidade de Cadiz e de Barcelona, da Espanha, e Universidade de Gales, da Inglaterra. VALE

Radares coíbem velocidade de motoristas em São Sebastião
Desde a 0h de ontem, 16 radares fixos eletrônicos, entre eles duas lombadas eletrônicas, começaram a funcionar em São Sebastião

São Sebastião - Os motoristas, mesmo não acostumados com a novidade, estão respeitando o limite de velocidade, estipulado em 50 quilômetros por hora. Os radares e lombadas foram instalados ao longo da rodovia Rio-Santos, entre os bairros de São Francisco e Topolândia.
A localização dos radares foi estabelecida conforme estudo com um levantamento do índice de acidentes e fluxo de pedestres e velocidade dos veículos, fornecidos pelas polícias Militar e Rodoviária. No bairro de São Francisco foram instalados quatro radares ao longo da avenida Manoel Teixeira, sendo dois próximo à escola Nair Ferreira Neves e os outros dois próximos ao destacamento da Polícia Ambiental.
No Portal do Olaria foram instalados mais dois radares na avenida Manoel Hipólito do Rego. Nesta mesma avenida foram instalados mais dois radares no bairro Pontal da Cruz, próximo a Marina Santana, além de outros dois no início da avenida Guarda Mór Lobo Viana, no bairro Porto Grande.
Os dois últimos radares foram instalados na avenida engenheiro Remo Corrêa da Silva, no bairro da Topolândia. Já as lombadas eletrônicas foram instaladas, uma em frente ao Shopping Villa Mares, no Arrastão e outra no Pontal da Cruz, em frente à Colônia de Férias do Banco Itaú.

Especialistas - Alguns motoristas que estão trafegando pelos bairros onde existe o radar ou a lombada eletrônica estão reclamando do congestionamento que seria causado pela baixa velocidade.
Segundo o diretor do Detraf, Carlos Eduardo da Costa Carvalho, existem trechos onde a velocidade aumentou de 40 quilômetros por hora para 50 quilômetros por hora. “Temos que nos preocupar com a integridade dos pedestres”, disse.
De acordo com o responsável pela implantação de lombadas eletrônicas da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), de São Paulo, Tadashi Sato, em trechos onde houve um estudo que revela grande fluxo de pedestres, o ideal é que a velocidade seja entre 30 a 50 quilômetros por hora.
“Com essa velocidade evitamos, por exemplo, em caso de atropelamento, danos maiores ao pedestre. É necessário que haja placas indicativas de limite de velocidade e que informem uma redução quando estiver próximo ao trecho da lombada. É complicado não ter congestionamento, mas as lombadas são necessárias pois, em época de temporada, muitas pessoas abusam. Essas medidas coíbem imprudências. Podemos dizer que a média de veículos autuados por excesso de velocidade fica em torno de quatro por dia”, destaca.
O assessor de segurança no trânsito e responsável pelos radares da CET, Maurício Régio, diz que o limite de velocidade está de acordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro.
“Cinqüenta quilômetros por hora é a velocidade máxima para lombadas. Aqui em São Paulo por exemplo, usamos 40 quilômetros por hora. Acho que se existe congestionamento as pessoas devem entender porque a prioridade sempre vai ser o ser humano, ainda mais em cidade pequena e turística, como é o caso de São Sebas-tião”, destaca.

Multas - Ainda de acordo com os especialistas da CET, em relação às multas, existe uma margem de erro de sete quilômetros para mais ou para menos. Por exemplo, se o limite de velocidade é de 50 quilômetros por hora, o condutor pode chegar a até 57 quilômetros por hora. Mas se a velocidade máxima é superior aos 100 quilômetros por hora, a margem de erro passa a ser de dez por cento. Nesse caso passaria para 110 quilômetros por hora.
Se o infrator tomar uma multa por excesso de velocidade, ele pode perder cinco pontos, se for considerada infração grave, ou seja, até 20% acima do limite de velocidade; ou ainda sete pontos, que significa acima de 20% no limite de velocidade e infração gravíssima.
A multa pode chegar a R$ 127,69, no caso dos 20% e a R$ 564,62, acima dos 20%.
Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, se o infrator alcançar o limite de 21 pontos, referente a infrações, sua carteira de habilitação é cassada.
Para recorrer, o infrator, depois de receber a multa, tem um prazo de 30 dias.

Comércio - Alguns comerciantes em frente ao Shopping Villa Mares reconheceram que as lombadas e radares inibem os acidentes de trânsito.
Para a comerciante Maria Cleide de Souza Machado, 37 anos, as lombadas também ajudam os turistas a passarem devagar em frente ao shopping e com isso podem se interessar em visitá-lo. “Muita gente passa tão devagar, que às vezes acaba parando e visitando as lojas do shopping. Por outro lado as lombadas ajudam a coibir os acidentes. No mês de dezembro, por exemplo, presenciei mais de dez acidentes”, destaca.
Já Ana Rosa acredita que no local deveria existir um farol. “É complicadíssimo você, em dias de muito movimento, atravessar a avenida. Radares ou lombadas diminuem a velocidade, mas muitos motoristas não respeitam os pedestres”, ressalva.

Contrato - A Prefeitura de São Sebastião fechou o contrato de R$ 141 mil com a empresa paulista Engebras, para a instalação desses 16 radares na cidade.
O contrato foi baseado em uma resolução assinada em outubro do ano passado, onde o Contran (Conselho Nacional de Trânsito) obrigou empresas a refazerem os contratos com empresas terceirizadas para aplicação de multas. Essa medida elimina o interesse da autuação indiscriminada, já que o pagamento pelo uso dos equipamentos não corres-ponderá à quantidade de multas aplicadas, mas sim um contrato com valores fixos. IMP

Queda de fios deixa moradores do Canto do Mar sem luz e telefone

São Sebastião - Os moradores da rua Nereu e Penélope, no Canto do Mar, na Costa Norte, ficaram ontem sem eletricidade e telefone após a queda dos cabos que ligam a rede externa às residencias. O incidente foi causado por um caminhão que passava pelo local, carregando uma máquina, que acabou esbarrando nos fios e os arrancando.
Segundo Luiz Carlos Pereira, que mora na região, após o ocorrido moradores entraram em contado com a Empresa Bandeirante que resolveu em pouco tempo o problema.
O mais difícil, de acordo com ele, foi contatar a Telefônica, que até as 17h não havia sido comunicada.
A falta de auxílio da empresa deixou a comunidade local sem linha telefônica por mais de 5h.
De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, deve ter acontecido algum erro na hora dos moradores efetuarem a ligação, que impossibilitou o contato entre ambos.
A empresa afirmou que se houvesse sido contactada teria enviado um técnico ao local, uma vez que na maioria dos casos a empresa pode reparar a situação num prazo de até 24h. IMP

São Sebastião tem falta de água

São Sebastião - Pelo menos quatro bairros de São Sebastião --Centro, Vila Amélia, Maresias e Paúba-- ficaram sem água no final de semana. Segundo a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), o motivo do problema foi a queda de energia, provocada pela forte chuva.
Segundo os moradores dos bairros atingidos, o problema vem ocorrendo desde o Réveillon. Alguns hotéis da costa sul teriam sido afetados e perdido hóspedes desde o início do ano.
Segundo o presidente da Sociedade Amigos de Bairro de Paúba, na costa sul, Teo Balieiro, a falta de água é frequente em finais de semana e dias com tem temperatura alta.
Balieiro afirmou que os moradores ficam sem água se não fazem reservas em casa. O problema seria agravado aos finais de semana, devido ao aumento de turistas.
"Os moradores já fizeram várias reivindicações mas toda a temporada enfrentamos as mesmas dificuldades", disse.
OUTRO LADO - A Sabesp informou que a chuva do fim-de-semana provocou a queda de energia na rede de abastecimento. Em algumas regiões, o fornecimento de água teve que ser interrompido mas, segundo a companhia, ontem a situação já havia sido normalizada em todo o município.
Segundo a Sabesp, a baixa pressão no sistema de abastecimento, as altas temperaturas e o uso excessivo podem ter causado a redução do fornecimento em algumas regiões, inclusive nas casas que ficam localizadas na parte alta da cidade. VALE

Defesa Civil libera Barequeçaba

São Sebastião - O trecho de 15 metros da praia de Barequeçaba, em São Sebastião, isolado na última sexta-feira devido a um vazamento de esgoto, foi liberado na manhã de ontem pela Defesa Civil.
Segundo a Cetesb (Companhia de Tecnologia e Saneamento Ambiental), o problema foi causado pelo entupimento da rede do bairro. Restos de pano foram encontrados no sistema de esgoto de um dos imóveis do bairro.
Técnicos da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) estiveram no local e precisaram desinfectar a areia com cloro. A empresa não foi autuada pela Cetesb porque o problema não foi considerado falha no sistema.
A praia não chegou a ser interditada totalmente pois o vazamento foi contido no mesmo dia e não atingiu a praia, segundo a Defesa Civil. "Foi feito apenas isolamento da área onde ocorreu o vazamento", disse o chefe da Defesa Civil, Luiz Figueiredo.
O vazamento foi o segundo em menos de 10 dias registrado na praia. VALE

Parque Escultórico e Museu a céu aberto

São Sebastião - A cidade de São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, conhecida por abrigar algumas das praias mais badaladas do Brasil, como Maresias, Camburi, Barra do Sahy, Juqueí, entre outras, em breve estará surpreendendo milhares de turistas com uma galeria de esculturas a céu aberto.
Em comemoração aos 501 anos de história da cidade, celebrado no dia 20 de janeiro, o município ganhará cinco esculturas de artistas renomados como Mário Cravo, Emanuel Araújo, Marcelo Nitsche, Sérvulo Esmeraldo e Gilberto Salvador, tornando-se uma rota cultural no país. A inauguração oficial será realizada às 12 horas, em frente ao Teatro Municipal, localizado na Rua da Praia, região central.
Antecedendo a cerimônia, no sábado, 18, haverá uma Exposição de Maquetes das Obras do Parque Escultórico para autoridades, às 21 horas, na sede da secretaria de Turismo, Esportes e Cultura, na avenida Altino Arantes, 174. A mostra estará aberta ao público de 19 de janeiro a 02 de fevereiro, das 10h às 22h.
Este é o início de um projeto maior, com a curadoria do professor João Spinelli, reunindo obras de 20 dos maiores nomes da arte brasileira, além dos citados, inclui Rubens Gerchman, Maria Bonomi, Siron Franco, Mestre Didi, Yutaka Toyota, Takashi Fukushima, Caíto, Luiz Hermano, Megume Yuassa, Nicolas Vlavianos, Caciporé Torres, Luiz Carlos Presente, Brezeguello, Gilmar Pina e Irineu Garcia.
O objetivo, ainda este ano, abranger as praias de Maresias, Barra do Una, Juquehy, Barra do Sahy, Cambury, Baleia, Boiçucanga, Paúba, Santiago, Toque Toque Grande, Toque Toque Pequeno, Boracéia, Juréia, Guaecá, Barequeçaba, Centro, Arrastão, São Francisco, Cigarras e Enseada.
O acervo será ampliado a cada dois anos e novas esculturas serão colocadas em outros locais públicos no município – praças, parques, jardins. O custo total de captação de recursos para o projeto “Parque Escultórico”, aprovado pelo Ministério da Cultura, é de R$ 1.459.486,38. O retorno para o patrocinador será a utilização dos benefícios fiscais.
O Projeto Parque Escultórico é patrocinado pela Eletrobrás, Petrobrás e Tim e tem o apoio do Ministério da Cultura, por intermédio da Lei de Incentivo a Cultura e da Prefeitura de São Sebastião.

Descrição das Esculturas que serão inauguradas no sábado, dia 20, e os locais onde ficarão fixadas:

Emanoel Araújo – saída/entrada da balsa
Obra: “Sem Título”
Material: Chapa de aço cortem de 13mm
Descrição: 3,5m de altura, aproximadamente 2.500 kg
Aplicação de jato de areia 220/280

Gilberto Salvador – Em frente ao Teatro Municipal
Obra: “Oxum – Obalá”
Material: Chapa de aço cortem de 6mm
Descrição: 3,30m de altura, aproximadamente 1.900 kg
Aplicação de jato de areia 220/280
Aplicação de base de primer Epox (especial para maresia)
Acabamento com tinta PU vermelha

Mário Cravo – Próximo ao Píer do bairro Pontal da Cruz, região central
Obra: “Acoplamento”
Material: Alumínio com 6mm de espessura
Descrição: Alumínio pintado
Proporção: 3,00 x 3,50 x 3,20

Sérvulo Esmeraldo – Praça Por do sol, bairro de Boiçucanga, costa sul
Obra: “Sem Título”
Material: Aço cortem
Descrição: 2 anéis em aço cortem de 14mm, com 3m de diâmetro cada
Aplicação de jato de areia 220/280
Aplicação de Base de primer Epox (especial para maresia)
Acabamento com tinta PU Epox

Marcelo Nitsche – bairro Portal do Olaria, região central
Obra: “Sem Título”
Material: Chapa de aço
Descrição: 2 chapas de aço de 10mm recortado conforme amostra
Aplicação de jato de areia 220/280
Aplicação de base de primer Epox (especial para maresia)
Acabamento com tinta PU Epox azul claro e azul escuro PMSS

São Sebastião apresenta Ary Toledo, em “Fábrica de Risos”

São Sebastião - Ary Toledo garante que ninguém fica sem gargalhar, durante a apresentação de seu espetáculo “Fábrica de Riso”, que será apresentado na quinta-feira, dia 16, às 21 horas, no Teatro Municipal. O show está em cartaz há 2 anos e a estréia foi no Japão. Foi lá, que Ary (59), "arrumou" o nome do espetáculo.
"A apresentação era divulgada como Show do Ary Toledo, mas um brasileiro me disse que o show parecia uma fábrica de risada", informou o humorista.
Durante 90 minutos, Ary faz piadas sobre infidelidade, religião, raças, futebol e sogra. Aliás, um momento especial do espetáculo é quando ele fala das sogras. "Todo mundo da platéia ri bastante, porque tem ou já teve uma. É comum também rir por antecipação", observa. O show tem músicas e monólogos e está excursio-nando pelo Brasil.
Nascido em Martinópolis, no Estado de São Paulo, Ary Toledo foi viver em Ourinhos ainda criança. E já aos nove anos demonstrava seu talento, ainda que inconsciente. Em 1965, o humorista foi para São Paulo e fez sucesso, pouco tempo depois gravando uma modinha do comedor de gilete, composta por Vinicius de Moraes e Carlos Lyra. "Fui o sexto artista a gravar e acabei vendendo, naquela época, mais de um milhão de discos", lembra Toledo.
Estradeiro, já viajou o Brasil todo. Deu show em vários tipos de lugar, inclusive boates de prostitutas. "Comecei a perceber que era quase tudo mulher, riam pouco das piadas, depois entendi". Ary reconhece que faltam bons redatores de humor e humoristas. "Temos muitos imitadores, mas os grandes nomes são ainda os mesmos. Chico Anísio, Jô Soares, José Vasconcelos, Juca Chaves, Sérgio Rabelo. Novos tem só o Tom Cavalcanti e o Pedro Bismark".
Com mais de 60.000 piadas no seu computador, o artista considera-se um garimpeiro do humor e aprecia que as pessoas venham lhe contar piadas. "Acho sensacional. Para mim são pessoas corajosas, desinibidas, que gostam de mim e querem ajudar. Não dá para viver sem um sorriso". PMSS

Mídia se une para apresentar sugestões ao Forum da Comtur

Ubatuba - Na intenção de potencializar o Forum a ser realizado no próximo dia 17, ás 19:00h na Câmara Municipal, que discutirá as ações da COMTUR, Companhia Municipal de Turismo, a mídia local, respresentada pelo Jornal A Semana, Rádio Gaivota FM e Litoral Virtual, se uniram para colher opiniões e sugestões que possam auxiliar de maneira democrática as discussões sobre o futuro da COMTUR.
Os veículos estarão abrindo espaço ao público para opinar sobre quais as mudanças que poderiam transformar a COMTUR em uma empresa que realmente traga benfeitorias, empregos, investimentos e progresso para o município.
A Rádio Gaivota estará recebendo sugestões através do fone (12) 3833.5550, o Jornal A Semana e o Litoral Virtual estarão recebendo através de seus e-mails.
Todas as sugestões enviadas até o dia 17 serão encaminhadas ao presidente da Câmara Muncipal de Ubatuba. Ajude a transformar Ubatuba em uma cidade com turismo de qualidade. Clique Aqui para participar com sua sugestão.

Carta do Leitor

Bovespa e Audi - Caro Editor. Para que o turista seja o ganhador pela instalação de stands da Audi em Ilhabela, e de promoções da Bovespa em Maresias, é necessário que se instale uma pista de Skate no salão da Bolsa, e que cada concessionária tenha uma àrea de lazer com piscina para os moradores do entorno. Assim teremos uma mistura equitativa de lazer e negócios.
Abraços

Mike Buser
São Sebastião, SP


Informação não verdadeira - A prefeitura de Caraguá distribuiu um tablóide junto ao carnê de IPTU onde divulga índices dizendo que em 2002 100% da moradias já contavam com o fornecimento de água, o que não é verdade pois no bairro Portal da Fazendinha nenhuma das casa possui fornecimento de água tratada. O que é isso Sr. Prefeito?

Dirceu Astorga Emmã
Caraguatatuba, SP


Cadê a Ponte? I - Conforme publicação no litoral virtual do dia 13/01/03 (fonte Jornal Vale Paraibano), UBATUBA recebeu 140,8 mil para 3 pontes. Será que dessa vez MARANDUBA será prestigiada ou continuara no esquecimento.

José Carlos
Maranduba, Ubatuba, SP


Cadê a Ponte? II - Lendo um artigo publicado no jornal o Vale Paraibano do dia 11 de janeiro 2003, intitulado "Estado financia pontes no litoral". Gostaria por intermedio deste ao qual tambem vinculou a matéria deixar uma pergunta a quem possa interessar, por que parece que não é do interesse do SR Prefeito. Será que nossa querida Maranduba sera lembrada desta vez? Porque a pergunta? Porque quero saber se na verba que o governo liberou será incluida a execução da ponte sobre o Rio Maranduba, cito nas Avenidas Alcides de Oliveira e Av. dos Expedicionarios, pelo qual estamos esperando há 2 anos pela mesma.
Por favor alquém nos ouça.

David Lemos
Morador da Maranduba
Ubatuba, SP


Estacionamento - Sr. Pedro da Silva, concordo que esta cidade é maravilhosa, mas como o Sr. mesmo disse que passou mais um final de semana, então não mora aqui, e não é que pagando a ZONA AZUL seu carro não será riscado ou roubado mesmo assim. Espantará o turista se tiverem que pagar para tomar um banho de mar, se for ver bem nem esses luxuosos condominios a beira do mar deveriam existir, pois não se esqueça que uma boa orla marítima pertence a marinha, outra acho que os turista fogem de suas cidades justamente por causa do progresso. Ubatuba por não ter tanto progresso que é maravilhosa.
Se tivessemos certeza que o dinheiro cobrado da zona azul fosse usado para benfeitoria das próprias praias e ruas de Ubatuba eu seria a favor, mas já pagamos para estacionar nossos carros em Ubatuba e nada vi de benfeitorias, o povo está cansado de pagar, pagar, pagar e não vê aonde vai seu dinheiro.
Sr. Pedro, venha para Ubatuba em dias chuvosos, estacione seu carro no centro, e veja se consegue ir a farmácia, santa casa, supermercados e etc... sem têr que pisar pelo menos um metro de agua para poder ganhar a calçada, por isso o que você escreveu é muito bonito para quem vêm só passar os finais de semana, ou uma vêz ao ano.

Magaly Zingaro
Ubatuba, SP

 


Foto do Dia:
Praia da Lagoinha
Ubatuba
Praia da Lagoinha
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 
Gaivota FM
Participe você também com seu cometário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Museu Caiçara Cooperativa Educacional Ubatuba Ubatuba

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.


GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor