Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 11 de fevereiro de 2003 - Nº 720 Edições Anteriores

Cooperativa Educacional Ubatuba Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Litoral tem 50% dos "gatos" da Bandeirante

Caraguatatuba:
   Grupo pede verba para Santa Casa
   Mulher é presa com crack no Litoral Norte de São Paulo
   Programação de eventos em Caraguá - Fevereiro

Ilhabela:
   Fale com o Prefeito vai a Castelhanos, Praia Mansa, Vermelha e Figueiras
   Shows do Fim de semana reuniram mais de 2.500 pessoas
   Programação de Carnaval de Ilhabela 2003 já foi definida
   Campeonato Paulista de Futevôlei termina com vitória de São Vicente

São Sebastião:
   MP põe em xeque exercícios da Marinha em Alcatrazes
   Em 94, impacto foi descartado pela Justiça
   Ilhas abrigam bercário de peixe e ninhal
   São Sebastião tem caso de dengue autóctone
   Marinha flagra adolescente com jet-ski

Ubatuba:
   Morador com esgoto ilegal será autuado
   Ultraleve de aposentado cai no litoral
   Copa Canecão abre a temporada 2003 de futmesa em Ubatuba
   Carnaval nos Mares de Ubatuba

   Carta do Leitor



Litoral tem 50% dos "gatos" da Bandeirante

Litoral Norte - Cerca de 250 ligações clandestinas na rede de energia foram detectados no Litoral Norte pela Bandeirante Energia em 2002. O índice corresponde a 50% dos casos registrados em toda a região, incluindo o Vale. As ligações irregulares foram encontradas em Caraguatatuba e São Sebastião. Segundo o gerente comercial da Bandeirantes no Vale, Edson Neves, cerca de 500 furtos de energia foram localizados no Vale e litoral no ano passado. Segundo ele, no litoral os casos foram detectados em bairros como Juquehy, Maresias e Boiçucanga, em São Sebastião; e Centro e Martin de Sá, em Caraguatatuba. (Fonte: ValeParaibano)

Grupo pede verba para Santa Casa

Caraguatatuba - A Comissão de Saúde da Câmara de Caraguá preparou um relatório com vários problemas levantados na Casa de Saúde Stella Maris --a Santa Casa do município. O grupo pretende enviar ainda esta semana um documento para a prefeitura e para os governos estadual e federal pedindo ajuda financeira para o hospital.
Segundo a vereadora Leonor Diniz Santos Ferreira (PDT), integrante da comissão, um dos principais problemas do hospital é a fila de espera para as cirurgias eletivas (não-emergenciais), que já conta com cerca de 100 pessoas.
A vice-diretora do hospital, irmã Sílvia Helena, não retornou as ligações do ValeParaibano. (Fonte: ValeParaibano)

Mulher é presa com crack no Litoral Norte de São Paulo

Caraguatatuba - A polícia prendeu no final de semana Rita Maria Freire, suspeita de tráfico de drogas. Ele foi detida na rodoviária de Caraguatatuba, no Litoral Norte, quando tentava repassar os pacotes com um quilo e meio de crack. Um homem também foi preso. Ele seria o receptor da droga. A prisão foi realizada após uma denúncia anônima. (Fonte: JB)

Programação de eventos em Caraguá - Fevereiro

Exposição Mazzaropi - Até o dia 09/02 - Exposição Mazzaropi - Mito do cinema nacional. Desde o dia 09 de janeiro, a exposição com fotos, objetos, roupas, etc. acontece no MACC, no Pólo Cultural Adaly Coelho Passos, de Terça a Domingo, das 11h às 22 horas, com entrada franca.

Coreto em Sol - Acontece às sextas, sábados e domingos, a partir das 21 horas, no coreto da praça Dr. Cândido Motta.
Dia 14 - Forró Saquarita/Carlos Grillo e Banda
Dia 15 - Arnaldinho do Cavaco
Dia 16 - Banda Carlos Gomes
Dia 21 - Banda Akará/Forró Saracote
Dia 22 - Isaías e seus chorões
Dia 23 - Banda Carlos Gomes
Dia 28 - Moleque Atrevido

Coreto do Massaguaçu, sábados às 21 horas.
Dia 15 - Banda ARSIS/ Massala
Dia 22 - Moleque Atrevido

Coreto do Perequê Mirim, aos sábados às 21 horas.
Dia 15 - Johnny e Grupo (Free Lance)
Dia 22 - João Marcos e Juliano

Coreto do Porto Novo, aos sábados às 21 horas.
Dia 16 - Banda Carlos Gomes
Dia 22- Banda Massala e Grupo Nosso Som

Pôr do Sol Musical - São grupos de músicos solistas com estilos e repertórios variados: MPB, Jazz, Rock, Pop, Reggae e outros, à partir das 18 horas.
Dia 12 - Banda ARSIS (Caraguá)
Dia 13 - Antônio Carlos Soares (São Sebastião)
Dia 19 - Axel (São Paulo)
Dia 20 - Axel
Dia 26 - Ivânia Catarina e Carlos Gomes
Dia 27 - Ana, Eduardo e Jef.

Oficina de Verão - De 13/01 a 27/02 - Aulas gratuitas de canoagem acontecem, diariamente, a partir das 9 horas, na praia da Cocanha com o monitor Tirso e na praia do Indaiá , as aulas de surfe, também gratuitas, são ministradas pelo professor Luciano às segundas-feiras, das 15h às 18 horas, às quartas-feiras, das 8h às 11horas, próximo ao quiosque 30.

Oficina de Empapelamento - A partir de 03/02 - Aulas gratuitas de produção de máscaras, bonecões e cabeções de papel para resgatar o Carnaval Popular. Os horários são às segundas e quartas-feiras, das 17h às 20 horas, na Oficina Cultural do Centro, à rua Santa Cruz, 396. Informações 3883-7555 ou 3883-3990.

Programação Esportiva

Aeróbica - De terça a domingo, na arena da praia Martim de Sá, a partir das 11 horas.
De 9 de janeiro a 9 de fevereiro, diversas atividades como vôlei de praia, futvôlei, beach soccer e bicicross.

Vôlei de Praia Recreativo - De terças a domingos das 9 às 18 horas, nas praias Tabatinga, Cocanha, Indaiá e Flexeiras.

Torneio Verão Caraguá de Vôlei de Praia - Aos sábados e domingos, das 9 às 17 horas, na praia Martim de Sá, arena montada entre os quiosques 13 e 13 A Informações e inscrições na SER, fone 3887-1165.

Aberto de Futvolei - Todas as quintas-feiras das 17 às 20 horas, e aos sábados e domingos das 16 às 20 horas, na arena montada na Praia Martim de Sá entre os quiosques 13 e 13 ª Inscrições e informações na SER, fone: 3887-1165.

Torneio de Bech Soccer - De quinta-feira a domingo das 9 às 18 horas, na praia do Indaiá ao lado do quiosque Varandão. Inscrições no local.

1ª Etapa da Copa Refactor de Bicicross - Dia 25 de janeiro, a partir das 8 horas, na Praça Ton Ferreira.s

Hidroginástica na praia - As aulas na praia da Cocanha estarão sendo realizadas segunda, quarta e sexta-feira e serão divididas em duas turmas: a primeira das 8h às 9h15 e a segunda das 9h15 às 10h15, com os professores Juarez Saloni e Nivaldo Garrido.
Na Prainha, as aulas acontecem segunda, quarta, quinta e sexta-feira, também divididas em duas turmas: das 8h às 9h15 e das 9h15 e 10h15, com a professora Eliane Timóteo (Branca).
O evento é aberto para pessoas a partir de 12 anos, que saibam ou não nadar. A inscrição é feita na hora e o aluno já participa da primeira aula.

Clínica de Vôlei do Banespa - Dia 08 de fevereiro, das 14 às 17 horas, na Praia Martim de Sá. A aula será ministrada por alguns campeões mundiais de vôlei como Montanaro, Giovani, entre outros da equipe principal do banespa, para crianças e adultos.
Distribuição de brindes aos participantes. Mais informações com Marinho na SER (Secretaria de Esportes e Recreação).
Programação:
14 horas - aeróbica.
15 horas - Clínica de Vôlei.
16 horas - jogos recreativos e amistoso.
17 horas - espaço reservado para conversas e autógrafos com os jogadores do Banespa. (Fonte: PMC)

Fale com o Prefeito vai a Castelhanos, Praia Mansa, Vermelha e Figueiras

Ilhabela - O prefeito Manoel Marcos e sua comitiva formada pelos secretários da Educação Antonio Cornélio e Planejamento Norberto Batista, os diretores das Comunidades Isoladas Dito Dória e Fiscalização Ronaldo Sousa além do vereador Carlos Alberto de Oliveira e o suplente Zeca do São Pedro entre outros funcionários da prefeitura visitaram, dentro do programa Fale com o Prefeito, as comunidades de Castelhanos, Praia Mansa, Vermelha e Figueira.
Já em Castelhanos, uma das principais reivindicações da comunidade do Canto Grande (localizada no lado esquerdo de Castelhanos) foi a necessidade de um sistema de rádio comunicação para o contato com a prefeitura e outras comunidades. O prefeito aproveitou para anunciar à população a compra de uma escola pré-fabricada, que será instalada na comunidade ainda este ano.
No lado direito de Castelhanos onde fica a comunidade da Lagoa, o prefeito visitou várias casas de moradores em busca de eventuais problemas, realizou uma vistoria nas obras de construção do rancho comunitário, de onde se realizou uma reunião. O principal pedido foi um meio de transporte para as crianças realizarem tratamento dentário. Ambas comunidades aproveitaram a oportunidade para agradecer pela assiduidade que a equipe médica da Secretaria da Saúde vem realizando suas visitas na comunidade.
A próxima parada foi a Praia Mansa. Esta comunidade recebeu, desde o início da atual administração, a reforma da escola uma câmara fria, um rancho comunitário e recentemente uma fábrica de gelo.
A chegada em Figueiras marcou um momento, visto que antes do prefeito Manoel Marcos, somente tinham recebido a visita do então prefeito Gilson Tangerino (atual vice-prefeito) e que pela primeira vez estavam recebendo a visita de um vereador na figura de Carlos Alberto de O. Pinto. Os pedidos ao prefeito ficaram por conta da construção de um rancho comunitário para as embarcações dos pescadores e o concerto do sistema de rádio comunicação.
A última comunidade foi a Praia Vermelha onde o prefeito, após visitar várias casas, reuniu-se com moradores para uma conversa na praia. Também eles reivindicaram a construção de um Rancho comunitário para abrigar suas embarcações e pescado, solicitaram a participação da prefeitura no reparo do gerador ao que o prefeito concordou desde que a comunidade assumisse uma parte dos gastos.
Houve também o compromisso do prefeito, que vem adotando o critério de colocar na frente de trabalho municipal sempre uma pessoa da comunidade local cuja função, entre outras, seria a de manter limpa a trilha de acesso a Praia Mansa para que as crianças possam alcançar a escola sem riscos.
O programa Fale com o Prefeito começou dia 22 de janeiro com a visita ao bairro do Reino, onde já iniciou obras de calçamento atendendo a pedidos da população. A próxima etapa do programa “Fale com o Prefeito” esta agendada para a próxima quarta-feira com visita a comunidade do Bonete. (Fonte: PMI)

Shows do Fim de semana reuniram mais de 2.500 pessoas

Ilhabela - O Festival de Verão Ilhabela-TIM 2003 começou neste fim de semana com muito sucesso. O festival deste ano é uma promoção da Prefeitura Municipal de Ilhabela através da Secretaria de Turismo com patrocínio exclusivo da Empresa TIM e apoio da Rádio Eldorado.
O Festival de Verão de Ilhabela-TIM deste ano trará shows públicos para todas as idades que vão da MPB até música instrumental passando pelo Jazz e Blues. Serão nove shows apresentados de um palco montado no Deck da Vila (região central da cidade), próximo ao mar, preparados para entreter a comunidade e o público que visita a cidade nesta época do ano.
Os shows de Jairzinho, Simonhinha e Banda a Favela reuniram mais de 2.500 pessoas no Deck da Vila cuidadosamente arrumados com cadeiras para receber o público, a maioria de turistas. O clima colaborou, o calor, a brisa do mar e a lua ajudaram a completar o evento.
Esta primeira semana reuniu a nova geração da Musica Popular Brasileira. Entre músicas novas e covers dos maiores sucessos da MPB, Jairzinho, que contou com a presença da irmã Luciana Mello no palco em algumas canções, colocou o público para dançar.
Simoninha também cantou músicas do novo disco e músicas de sucesso de seu pai Wilson Simonal além de outros sucessos. A banda A Favela, até então desconhecida do público ilhabelense, conquistou novos fãs com sua forma criativa de reler canções que foram e são sucesso.
Os próximos shows serão o encontro do Jazz e o Blues nas vozes e instrumentos de Nuno Mindelis, Tradicional Jazz Band e André Cristóvão, que vão garantir mais uma semana de boa música na Ilha. Para encerrar, o melhor da música instrumental brasileira fecha o festival com a Banda Paulicéia Combo, Banda Mantiqueira e Guinga. (Fonte: PMI)

Programação Festival de Verão de Ilhabela-TIM
Local: Deck da Vila
Horário: à partir das 21h00
Shows Gratuitos

14/02/03 – 6ª feira
Artista: Nuno Mindélis (Blues)

15/02/03 – Sábado
Artista: Tradicional Jazz Band

16/02/03 – Domingo
Artista: André Cristóvão

21/02/03 – 6ª feira
Artista: Paulicéia Combo

22/02/02 – Sábado
Artista: Banda Mantiqueira

23/02/03 – Domingo
Artista: Guinga (Fonte: PMI)

Programação de Carnaval de Ilhabela 2003 já foi definida

Ilhabela - A Comissão de Carnaval definiu nesta quinta, dia 6, os últimos detalhes do Carnaval de Ilhabela 2003, realizado na Rua Dr. Carvalho, próximo ao píer da Vila com a participação de mais de 1.300 pessoas divididas entre seis blocos e quatro escolas de samba.
O prefeito Manoel Marcos nomeou a comissão organizadora de Festejos para a produção e realização do carnaval de Ilhabela, com a filosofia de fazer uma festa organizada respeitando os direitos dos fuiliões ilhabelenses e veranistas que tanto amam nossa cidade. Este ano a prefeitura vai liberar a verba de R$20 mil para cada escola de samba e R$2.500 mil para cada bloco repassados como cachê artístico além do investimento de R$ 63 mil em infraestrutura.
Toda estrutura, preparada para receber um público de cerca de 30 mil pessoas, será oferecida pela prefeitura entre arquibancada para 3 mil lugares, som, iluminação, palco, grupo de apoio, seguranças, ambulâncias de plantão, fiscalização, trânsito, policiamento além de um plantão da comissão instalado em uma sala gentilmente emprestada pelo Secretário da Cultura Gilmar Pinna.
Além de regulamento e critério de julgamento ficaram determinaram também os horários e ordem dos desfiles definidos através de sorteio. (veja a programação dos desfiles abaixo). Os horários dos desfiles foram definidos por sorteio no dia da reunião
Cada escola terá o tempo máximo de 60 minutos para se apresentarem e cada bloco, o tempo de 30 minutos. Uma das obrigações determinadas pelo estatuto deste ano é a obrigatoriedade dos blocos se apresentarem fantasiados, caso contrário não poderá participar.
O julgamento será feito por cinco juízes da FESEC sendo que cada um julgará dois quesitos. Os juízes serão instalados no mesmo local, mas sem possibilidade de comunicação entre eles, para evitar qualquer tipo de influência. Outra novidade deste ano é que cada escola terá uma sala de apoio cedida pela diretoria do Colégio Gabriel. (Fonte: PMI)

Programação de desfiles

Desfile de Blocos Carnavalescos
Dia 01/03 – Sábado
23h – Bloco Unidos da Folia
24h – Bloco Água na Boca
01h – Bloco Recreativo do Morro
Dia 02/03 – Domingo
23h – Bloco Recanto do Samba
24h – Bloco Azul e Branco
01h – Bloco Grêmio da Vila

Desfile das Escolas de Samba
Dia 03/03 - segunda-feira
22h30 – Unidos do Garrafão
23h40 – Meninos da Vila
01h10 – Mocidade Sul da Ilha
02h30 – Padre Anchieta
Dia 04/03 - terça-feira
22h30 – Acontece a tradicional apoteose dos campeões do carnaval 2003 (escola de samba e bloco carnaval) (Fonte: PMI)

Campeonato Paulista de Futevôlei termina com vitória de São Vicente

Ilhabela - A etapa do Campeonato Paulista de Futevôlei, promovido pela Prefeitura de Ilhabela através da Diretoria de Esportes nos dias 8 e 9 de fevereiro na arena de futebol de areia do Pequeá, contou com a participação de 18 duplas entre elas representantes das cidades de Santos, Guarujá, São Vicente, Praia Grande, São Paulo, São José dos Campos, Ilhabela, São Sebastião e Caraguá.
As disputas pelas primeiras colocações foram simplesmente contagiantes, com jogadas brilhantes e de grande nível técnico. Mas, o destaque ficou mesmo para a dupla de São Vicente Everson e Elias, considerada a melhor dupla do estado de São Paulo.
Os vencedores receberam troféus e camisetas do evento.
Resultado da Etapa
1º Everson e Elias (São Vicente)
2º Índio e Juvenil (Santos)
3º Ivan e Granado (Santos)
4º Abreu e Ganança (Santos) (Fonte: PMI)

MP põe em xeque exercícios da Marinha em Alcatrazes
Meta é realizar um estudo de impacto ambiental e definir zoneamento de ilhas entre militares e Ibama; arquipélago abriga espécies raras e em extinção

São Sebastião - O Ministério Público Federal iniciou esta semana uma discussão sobre a necessidade de um estudo de impacto ambiental no Arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião. O objetivo é saber se os exercícios de tiros realizados pela Marinha desde a década de 80 no lugar agridem o meio ambiente.
Mais que a preocupação com o impacto ao ecossistema, a questão também envolve um embate entre os militares e o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).
Uma falha na legislação acabou sobrepondo os direitos de uso da área entre os dois órgãos.
Em novembro, o procurador da República Adilson Paulo Prudente do Amaral Filho instaurou inquérito civil público para tentar convencer a Marinha a permitir a realização do estudo de impacto dos tiros.
-- A idéia é estabelecer regras para os exercícios, de forma que não haja impacto. Esse estudo seria feito pelo Ibama, que emitiria ou não uma licença para a Marinha praticar os tiros -- disse Amaral Filho.
Segundo o procurador, até agora, foram coletadas informações e notícias referentes ao caso.
O inquérito não tem prazo para ser finalizado e várias audiências ainda devem ser realizadas com a Marinha e o Ibama para a discussão do assunto. Segundo o MP, um insucesso na tentativa de acordo pode culminar com a instauração de uma ação civil pública (leia texto nesta página).
O secretário-geral da ONG (Organização Não-Governamental) Projeto Alcatrazes, Wilson Langeani Filho, defende a suspensão dos exercícios da Marinha até que o estudo de impacto seja realizado.
A ONG já fez 37 expedições científicas ao arquipélago e defende o fim dos tiros e a transformação do lugar em parque nacional.
-- Identificamos 20 espécies que só existem lá, algumas ameaçadas de extinção. É impossível não avaliar que esses tiros não são prejudiciais ao local -- disse Langeani Filho.
EMBATE - A ilha de Alcatrazes, pertencente à União, foi entregue à Marinha em 1982 para a realização dos exercícios de tiros. O restante do arquipélago foi transformado, em 1987, na Estação Ecológica Tupinambás, uma unidade de conservação marinha administrada pelo Ibama.
No entanto, os decretos que regem o uso das áreas pelos dois órgãos estabelecem que, além das porções de terra, ambos têm soberania sobre o entorno das ilhas, em raios definidos na própria lei.
Com isso, a estação ecológica abrangeria parte da ilha principal, de direito da Marinha, e, em contrapartida, os militares também deveriam exercer domínio sobre os ilhotes de responsabilidade do Ibama.
O chefe da estação ecológica, Osmar Corrêa, não comentou sobre o entrave mas disse que o próximo passo da equipe será realizar um plano de manejo e definir o zoneamento das ilhas.
Além da pesquisa científica, o Ibama também tem por função fiscalizar as ilhas que compõem a estação.
TIROS - A fiscalização na ilha principal e no seu entorno é de responsabilidade da Capitania dos Portos de São Sebastião. Para o delegado Paulo Rogério de Souza Almeida, não existe a necessidade da realização do estudo de impacto.
-- O lugar está preservado. Há uma discussão para adequar e reduzir os tiros no local mas isso não é necessário -- disse o delegado.
Segundo ele, a própria Marinha já fez algumas adequações desde os primeiros tiros, na década de 80, o que teria eliminado qualquer impacto.
A munição foi trocada. Segundo a Marinha, no lugar de bombas, os exercícios usam areia como munição.
-- Fazemos de 9 a 10 exercícios por ano, ou seja, menos de um por mês. Além disso, os tiros são disparados em alvos pintados nos rochedos, onde não há vegetação ou ninhos, apenas pedra -- disse Almeida.
Os alvos pintados pela Marinha ficam na costa sul da ilha principal, em uma pequena baía denominada Saco do Funil. O ninhal de aves fica do outro lado, na porção nordeste. (Fonte: ValeParaibano)

Em 94, impacto foi descartado pela Justiça

São Sebastião - Em 29 de abril de 1994, o juiz Gilberto Rodrigues Jordan, da 1ª Vara de São José dos Campos, julgou improcedente uma ação civil pública encaminhada por entidades ambientalistas que questionavam o impacto dos tiros na ilha principal do Arquipélago de Alcatrazes.
Uma comissão criada à época foi responsável pela realização de um relatório, a partir de uma vistoria, sobre as condições do local. Os membros do grupo estiveram no local.
Até o julgamento da ação, uma liminar suspendeu os exercícios de tiros em Alcatrazes, entre os anos de 92 e 94.
O texto final do relatório, incluído nos autos do processo, dizia que "a presença da Marinha Brasileira no Arquipélago de Alcatrazes é uma garantia de proteção do meio ambiente local". O relatório dizia que os tiros não poderiam ser proibidos.
Com base nas conclusões da vistoria, o relatório assegurava à Justiça Federal a proteção ambiental de Alcatrazes e dispensava um eventual estudo de impacto ambiental. (Fonte: ValeParaibano)

Ilhas abrigam bercário de peixe e ninhal

São Sebastião - Natureza bela mas inóspita é a melhor definição para o Arquipélago de Alcatrazes. O acesso não é fácil, o desembarque muito menos e a estadia, praticamente impossível.
Até caminhar nos ilhotes é difícil e um tanto perigoso --há cobras e outras animais não muito acostumados à presença do homem.
Do Porto de São Sebastião até as ilhas são 35 quilômetros. Com uma hora de lancha, já é possível avistar a primeira --a Ilha da Sapata, uma formação rochosa, assim como todo restante do conjunto.
A atração é sem dúvida o visual. Cerca de quatro quilômetros antes já é possível enxergar a ilha de Alcatrazes, que dá nome ao arquipélago.
A parte sul da ilha principal, o Saco do Funil, tem as águas mais calmas e é o ponto mais visado por mergulhadores que se aventuram a infringir as regras da Marinha.
Os costões rochosos formam uma imenso "berçário" de peixes e outras seres marinhos.
No local, nada é permitido, nem mesmo navegar. Pesca, caça submarina e mergulho são infrações graves. O objetivo da Marinha é garantir a preservação do ecossistema.
O relevo, por si só, já dificulta a ação humana. Não há praias, nem água doce. Também não há local de fácil desembarque.
No lugar, há 18 animais de espécie rara, como a jararaca de Alcatrazes e a perereca-scinacx.
O lado nordeste da ilha principal abriga o maior ninhal do Sudeste do país. A ave mais comum é a fragata.
Além de Alcatrazes e Sapata, também formam o conjunto as ilhas do Paredão, Porto, Lage do Nordeste, Lage do Sudoeste e Oratório. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião tem caso de dengue autóctone

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião confirmou que o primeiro caso de dengue do ano no Litoral Norte registrado na última semana é autóctone (contraído na cidade). O paciente teria possivelmente contraído a doença no bairro Pontal da Cruz, onde é morador. Em 2002, o município registrou o maior índice do litoral com 972 casos da doença. Segundo a Secretaria de Saúde, o município tem ainda sete casos suspeitos. Os bairros de possíveis infestações do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, são Enseada, São Francisco, Morro do Abrigo, Centro e Topolândia. (Fonte: ValeParaibano)

Marinha flagra adolescente com jet-ski

São Sebastião - A Marinha apreendeu no último final de semana um jet-ski irregular na praia Grande, em Ilhabela. O equipamento que estava sendo conduzido por um adolescente de 17 anos foi apreendido.
A multa aplicada ao dono do jet-ski varia de R$ 40 a R$ 2.200. Os nomes dos responsáveis não foram divulgados. A Marinha apreendeu 19 jet-skis irregulares no litoral desde o início da temporada.
Hoje, a Capitania dos Portos de São Sebastião vai concluir o inquérito do acidente envolvendo um jet-ski e uma embarcação pesqueira, que provocou a morte de duas pessoas em Caraguá. O acidente ocorreu no dia 24 de janeiro na praia da Tabatinga.
"A perícia detectou na última semana que a falta de combustível provocou a colisão. Mas somente o inquérito pode esclarecer as causas e os possíveis responsáveis pelo acidente", disse o comandante da Capitania dos Portos, Paulo Rogério de Souza Almeida.
O condutor do jet-ski João Batista Silva Alves, 35 anos, morreu no local. O impacto foi tão forte que o barco afundou logo após o choque com o jet-ski. Alves levava o estudante José Luiz Martins Júnior, 12 anos, na garupa. O garoto morreu na última quinta-feira após ficar 14 dias em coma na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Casa de Saúde Stella Maris. (Fonte: ValeParaibano)

Morador com esgoto ilegal será autuado

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba iniciou ontem uma blitz em cerca de 1.400 residências dos bairros da Praia Grande, Itaguá e Toninhas para detectar os imóveis que não estão ligados à rede de esgoto.
A blitze deve terminar em dois meses. A prefeitura não informou o número de casas visitadas ontem.
"O morador que não tem o esgoto ligado ao sistema será notificado e terá um prazo de 30 dias para regularizar a situação", disse o secretário de Meio Ambiente de Ubatuba, Virgílio Barroso.
A ligação irregular de esgoto pode contaminar o lençol freático dos bairros. A Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) confirmou a contaminação do lençol freático da Praia Grande por esgoto. (Fonte: ValeParaibano)

Ultraleve de aposentado cai no litoral

Ubatuba - Um ultraleve caiu na manhã de ontem na praia da Almada, em Ubatuba. O aposentado José Ubirajara Silva, 62 anos, do Rio de Janeiro estava pilotando o equipamento quando caiu em uma área de pedras, próxima à praia.
Silva teve um corte na mão e ferimentos leves pelo corpo. O Corpo de Bombeiros afirmou que é o primeiro acidente de ultraleve este ano na região.
Segundo os bombeiros, o condutor estava percorrendo a região a passeio quando teria perdido o controle do equipamento, de prefixo TU-BEN. Os bombeiros suspeitam que o ultraleve teve uma pane mecânica. O equipamento estava com combustível e ficou parcialmente danificado.
Silva foi retirado do ultraleve por moradores da região. O ultraleve caiu em uma ilhota, em um local cheio de pedras. Segundo testemunhas, o aposentado quase caiu em alto mar, o que dificultaria o resgate, mas conseguiu manobrar o equipamento e pousar com segurança.
Uma equipe do Salvamento Marítimo e dos bombeiros foram até o local do acidente. O piloto passou por um atendimento médico e retornou para casa dos familiares. Silva não foi localizado ontem pelo ValeParaibano. (Fonte: ValeParaibano)

Copa Canecão abre a temporada 2003 de futmesa em Ubatuba

Ubatuba - Neste Sábado começa o ano para a turma das palhetas em Ubatuba. A Copa Canecão abre a temporada mais promissora da História da entidade, que tem previsões inéditas de expansão. A candidatura de Ednelson Prado para a presidência (até então sem adversários) pode colocar, pela primeira vez, um não-fundador na direção da AUFM. A mudança, no entanto, não atemoriza os associados; pelo contrário, traz esperança de renovação e crescimento. A Copa Canecão, que tem como atual campeão Daniel Gusmão, terminará na semana que vem (dia 15). Além de Daniel, que luta trí-campeonato, Edu Macedo Jr e Rodrigo Lobo são os favoritos ao título. Seguindo o calendário da entidade, a Copa Fonseca será o próximo evento, seguido pela Copa Ubatuba e, depois, pelo mais importante campeonato do 1° Semestre em Ubatuba: o Metropolitano. Detalhes: www.futmesaubatuba.hpg.com.br

Carnaval nos Mares de Ubatuba

Ubatuba - Segue programação fornecida pela COMTUR:

28/02/03 - Sexta-feira
Apresentação da Rainha do Carnaval, Rei Momo e Princesas.
Bloco do Galo da Meia-Noite, com saída do Bairro do Perequê-Açu, às 23:00 hs, com destino à Av. Iperoig.
Às 00:00, no Farol da Barra dos Pescadores, queima de fogos.

01/03/03 - Sábado
Desfile dos blocos de embalo.
Local: Av. Iperoig, à partir das 20:00 hs, até às 00:00 hs e, em seguida, Baile Popular, no Trio Elétrico, com DJ, dançarinas e banda.

02/03/03 - Domingo
Desfile dos Blocos de Enredo.
Local: Av. Iperoig, à partir das 20:00 hs até às 00:00 hs. e, em seguida Baile Popular, no Trio Elétrico, com DJ, dançarinas e banda.
Baile Popular no Tubão, à partir das 16:00 hs.

03/03/03 - Segunda-feira
Desfile dos blocos de embalo,
Local: Av. Iperoig, à partir das 20:00 hs, até às 00:00 hs. e, em seguida, Baile Popular, no Trio Elétrico, com DJ, dançarinas e banda.

04/03/03 - Terça-feira
Desfile dos Blocos de Enredo.
Local: Av. Iperoig, à partir das 20:00 hs até às 00:00 hs. e, em seguida Baile Popular, no Trio Elétrico, com DJ, dançarinas e banda.
Baile Popular no Tubão, à partir das 16:00 hs.

Observação: Todas as noites haverá baile popular após desfile na Avenida. Serão apresentadas as marchinhas tradicionais dos Carnavais do passado, além de axé, samba e vários ritmos do carnaval moderno, com o brilhantismo da Banda que irá tocar no palco com som e será contratado também um Trio Elétrico para puxar os Blocos durante o desfile. Ao longo da Avenida Iperoig serão montadas quatro torres de som. (Fonte: Comtur)

Carta do Leitor

Trio Elétrico - Sr. Tomaz. Tenho que discordar de quando o sr. fala da pobre Ubatuba, da pobre Av. Iperoig. Como comerciante no ramo de hotelaria, devo esclarecer que somos nós que trazemos o turista para Ubatuba, somos nós que divulgamos Ubatuba em Anuncios, Internet e outros para atrair o turista, e quando a Comtur tão criticada resolve proporcionar algum entreendimento, lá vem reclamação, será que as cidades que proporcionam o Carnaval fora de epoca sofrem do mesmo. Já estive em Porto Seguro, Salvador e Sao Paulo no carnaval da Faria Lima, o som do trio eletrico é sempre alto, pode até incomodar mas a maioria esta atrás dele.
Parabens a Comtur pela iniciativa, esperamos que continue a proporcionar ao Turista divertimento pois é o que ele vem procurar em nossa cidade alem das lindas Praias, se não for assim, vamos sugerir ao Turista Aparecida do Norte.

José Carlos Cusato
Maranduba, Ubatuba, SP


Resposta a "Parabéns! 1 x 0 para a Câmara de Ubatuba" - A Administração da Prefeitura de Ubatuba considera que seja lá qual for o resultado de uma sessão de Câmara Municipal, não há vencedor ou perdedor. Há sim a responsabilidade, a coerência e a consciência de cada membro representante da comunidade ubatubense. No entanto, o resultado da última sessão nos revela que Ubatuba continua com ranço de provincianismo puro, de denuncismo barato e de golpismo oportunista que infelizmente ainda norteiam a vida política deste município. Sendo assim, há perdedor. É o próprio município. São os próprios políticos do cenário atual que provocam um profundo mal-estar e um prejuízo incomensurável a todos os setores produtivos. Acataríamos o processo de investigação com a total tranqüilidade, pois sabemos da lisura com que tocamos a coisa pública. Mas, a sessão será contestada pelo nosso departamento Jurídico, já que o Regimento Interno determina que tal matéria necessitaria de 2/3 dos votos, ou seja: 9 votos para aprovar a CPI. E não foi o que aconteceu. Foram 7 votos a favor com 5 contra. Conforme consta do artigo 5º do Decreto Lei nº 201/67, a denuncia deve ser recebida e subordinada ao quorum constitucional de 2/3. Ademais, a partir da Constituição Federal de 1988 e da Constituição Estadual, deveria a Comissão Processante, ter sido constituída na mesma sessão. Entretanto, por equívoco da Presidência da Casa, ocorreu vício insanável na formação da referida Comissão, contrariando o Regimento Interno da Casa de Leis. No mérito, é de se ressaltar que ainda que exista qualquer irregularidade, esta sem dúvida alguma será sanada pela nossa Administração. Todavia, o faremos pela via democrática e não pela ditadura do medo e da chantagem política em troca de benefícios escusos como é de praxe na política local.
A Administração Pública de Ubatuba está inserida em uma nova perspectiva de ética e principalmente de dignidade, da qual não abrimos mão, pois vivemos não só em um Estado Democrático, mas também de Direito, na mesma proporção.

Assessoria de Comunicação Social
Prefeitura Municipal de Ubatuba


A Mulher de Palha - O princípio da moralidade figura em nossa sociedade como um de seus principais sustentáculos. A sociedade do século 21 mostra-se cada vez menos tolerante com a imoralidade, por entender que na busca de uma sociedade mais justa necessariamente teremos que vencer uma etapa anterior que é a de torná-la mais Ética.
Ouvem-se muito esses termos: Ética na política, sociedade mais Ética... Contudo, o que significam?
Muitas vezes foge-nos à percepção de que as relações entre os homens são reguladas não apenas por normas jurídicas, mas fundamentalmente por normas sociais que recebem a denominação de Moral, sendo a Ética a disciplina dirigida ao estudo da Moral.
A Ética estuda os comportamentos aceitáveis e inaceitáveis perante um grupo social. Então é lícita a afirmação que Ética é um conceito relativo que depende diretamente da qualidade do grupo social, isto é, da sociedade a qual é submetida.
Existem sociedades mais tolerantes que as outras é verdade, mas o centro da questão é saber qual a tolerância Ética da nossa sociedade, a sociedade ubatubense.
O ano passado nos mostrou que Ubatuba possui uma sociedade que não tem nenhuma tolerância com questões Éticas tendo como seu instrumento de ação a Câmara Municipal. Essa casa de leis eleita pelo povo não relutou em levar avante os questionamentos dos cidadãos de nossa municipalidade, que na sua sede de moralidade clamaram por explicações sobre fatos que há anos ocorriam em nossa municipalidade e que nunca foram questionados.
Dentre esses fatos cabe ressaltar o caso do “Passat”, onde uma eloqüente e simples cidadã encaminhando uma denúncia à Câmara Municipal desencadeou um processo político e judicial que resultou no afastamento temporário do Prefeito Municipal.
Parabéns à Câmara Municipal pela forma como atuou, parabéns ao Ministério Publico que na dúvida fez prevalecer o interêsse da sociedade e ao Judiciário que na mesma direção acabou por afastar o Prefeito Municipal. Parabenizo o prefeito que, submetendo-se à lei, acabou reconduzido ao cargo, após acatado seu recurso junto ao Tribunal.
Não posso deixar de mencionar a coragem da cidadã D. Cida, mulher do povo, mulher aguerrida pronta para lutar por uma sociedade mais Ética, mulher simples, a quem eu conhecia apenas pelos escritos constantes em suas denúncias e que propiciaram essa lição de democracia, cujos protagonistas acabamos de parabenizar.
Recentemente, a mesma cidadã apresenta nova denúncia contra o Prefeito, recebida pela Câmara, que instaurou procedimento para apuração de responsabilidade.
Êste era o meu pensamento até o dia 17 de janeiro, quando, no fórum promovido pela Câmara Municipal para discutir-se o destino da Comtur, tive a oportunidade de presenciar D. Cida fazendo uso da palavra. Ficou claro até para os mais desatentos que a mão que escreveu a denuncia não pertence ao mesmo corpo ao qual pertencia a boca que ali fazia uso da palavra. Em outras palavras esta senhora não tem cultura suficiente para redigir do que vem assinando, dada a complexidade das idéias bem como dos termos empregados em seus supostos escritos. (a quem se interessar, a seção da Câmara está gravada e a gravação pode ser requisitada ao presidente da Casa).
As denúncias, por seu conteúdo indicam que foram redigidas por profissional de alto nível, cujo trabalho faz merecer remuneração, elevada em relação ao nível sócio econômico da denunciante.
Daí conclui-se que, ou existe um patrocinador do esquema de denúncia, do qual é peça a denunciante, ou o profissional que a redigiu, embora competente, não tem a postura ética que sua profissão deve exigir ao se esconder à sombra de humilde senhora.
Diante do exposto resta-nos esperar uma atitude Ética da Câmara Municipal de procurar identificar o redator e o patrocinador da empreitada assumida pela brava senhora e possa julgar a conduta dos envolvidos, para que a sociedade possa julgar.
De outra forma, a Câmara Municipal estará ferindo um dos mais sagrados preceitos da Ética, consagrado em nossa carta magna no art. 5° inciso IV: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato”.
Ora, não é uma modalidade de anonimato esconder-se atrás da humildade e ignorância de uma cidadã para manifestar seu pensamento? Parece-me pior, pois, enquanto no anonimato a lesão atinge somente a vítima, no uso do Testa de Ferro prejudica-se também o inocente útil. Então, quem é essa pessoa que, mesmo sabendo que em seu lugar esta senhora poderá ser responsabilizada, continua fazendo uso desse vil expediente?
A sociedade clama por saber esse nome, conhecer sua profissão, suas razões... A Câmara Municipal não pode dar mais guarida ao abominável uso da figura do Testa de Ferro (conhecido também como Homem de Palha) sob pena permitir a ampliação desse conceito com a criação de mais uma denominação qual seja: A Mulher de Palha.

Eugênio de Camargo Leite
Ubatuba, SP


Palestra "Estatuto da Cidade" - Convidamos a todos os cidadãos de Ubatuba, a participarem da palestra sobre a Lei Federal nº 10.257 de 10.07.901 - ESTATUTO DA CIDADE - que regula a política urbana de acordo com a Constituição Federal, dando diretrizes aos municípios na execução do seu Plano Diretor.
PALESTRANTE: José Eduardo Cardozo - professor de Direito Administrativo e Filosofia de Direito da PUC/SP, do setor da pós-graduação da Unisantos e do Complexo Jurídico Damásio de Jesus. Mestre e Doutorando em direito, advogado e procurador do Município de São Paulo, tendo assumido as funções de Chefe da Assessoria Jurídica da Secretaria dos Negócios Jurídicos do município de São Paulo (1987), Secretário do Governo do Município de São Paulo (1989/1992). Foi Vereador e Presidente da Câmara Municipal de São Paulo. Autor dos livros “Da Retroatividade das Leis” e “A Máfia das Propinas - Investigando a Corrupção em São Paulo”. Atualmente é Deputado Federal pelo PT.
LOCAL - Câmara Municipal de Ubatuba 14 de Fevereiro (6ª Feira) - 19h30

APOIO:
Casa dos Professores de Ubatuba
Sindicato dos Funcionários Públicos
Câmara Municipal de Ubatuba
Fundart
Associação Comercial e Industrial de Ubatuba
Associação de Defesa do Povo Caiçara
Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Ubatuba
Ordem dos Advogados do Brasil - Subsecção de Ubatuba


Vamos pensarr antes di imputarr - Prô ceis qui num mi cunhéce, vô mi apresentarr: Sô um caipira du interiorr qui gosta du litorarr. Quéro qui um dia todos discubra, as beleza di Ubatuba. Tenho esse jeito di falarr qui é pra meió mi cumunicarr. U pessoarr usa falarr qui caipira num íntendi di marr. É verrdade. Nóis íntendi di portêra. In Ubatuba tem uns hóme preocupado cum as portêra. Canarr diréto í réto cum u meu pensarr. Purisso resorví ajudarr us hóme da Cumturr:
Diputada tamem, eu cunheço bem.
Vive nus cercano, si oferecendo pra tudo,
Nas hóra paréci tudo amiga, oferéci um monte di agrado,
Tudo di olho firme nu orrdenado,
Di istaduarr pra federarr e daí pru senado.
A moda agora é imputá,
Tão quereno imputá us hóme da cumturr.
Preguntáro ondí vão colocá us broquéte.
- num imputa. Arrespondeu.
Dus seguro dus carro?
- num imputa. Arrematô.
Preguntáro dus asseçôrr d’imprensa.
- num imputa. Disfarrçô.
Dus direito dus impregado?
-num imputa. Isbravejô.
I u dinhêro qui ocê arrecadô, ondi ocê gastô?
- isso imputa. Si gabô.

Zé Colocadorr
u caipira imputadorr
São Paulo, SP


Novos Paradigmas do Turismo - É interessante como a Internet fez com que fossem aparecendo novos destinos turísticos. Pequenas ilhas, cidades do interior, castelos nunca divulgados passaram a ser almejados pelos turistas. Esta nova tendência trouxe um novo perfil do turista: aquele que viaja por conta própria para buscar novas emoções. Cada vez mais, a viagem está ligada a uma fuga momentânea do cotidiano estressado, que leva ao não convencional.
Assim, é necessário que nos estruturemos para tal realidade. Em primeiro lugar, as cidades devem ter seus atrativos sinalizados, preferencialmente em dois idiomas, dependendo dos maiores centros emissores para aquele local, além de postos de informações funcionando 24 horas e um toll free que permitirá uma orientação adequada, evitando possíveis transtornos, como assaltos.
Num segundo momento a população também tem que ser trabalhada. Lembro-me do projeto de conscientização turística:"o turista é um amigo cuide bem dele" desenvolvido em 1998 mas que não foi levado adiante. Assim é preciso que se resgate a auto estima dos habitantes locais para que tenham condições de receber com dignidade o consumidor turístico. As escolas tem papel fundamental neste sentido, pois formam o cidadão de amanhã e devem preservar na criança o respeito e valorização do seu entorno turístico.
O importante é vislumbrar que o novo consumidor demanda serviços diferentes dos que hoje oferecemos: para ele, por exemplo, o agente de viagens não é um "formatador de pacotes" mas um consultor de viagens, além de buscar meios de hospedagem mais simples. No Brasil, é interessante que só nos preocupamos com a construção de grandes complexos de luxo, esquecendo o consumidor de médio poder aquisitivo, que se hospeda em albergues, pousadas ou ainda campings. Sauípe, por exemplo atendeu esta tendência: hotéis de luxo e pousadas temáticas.
Esta nova realidade demanda uma mudança grande nos rumos dos serviços: esperando qualidade por um preço satisfatório, o consumidor quer descobrir algo que o fascina, o deslumbra mas não é corriqueiro. Por outro lado três preocupações vão acompanhar o novo turista: o meio ambiente, a economia e a segurança.
A cidade tem que demonstrar o seu compromisso com o meio ambiente, desenvolvendo campanhas para a sua preservação e mostrando que está preocupada com a qualidade de vida. Turistas Europeus estão optando por países e estabelecimentos que sejam prioritariamente favoráveis ao meio ambiente. Um exemplo concreto, é o selo verde de qualidade eco turística que será implantado na região das Agulhas Negras, em dezembro.
Economias estáveis também dão segurança ao turista. Mudanças contínuas nas moedas, câmbios e imagem econômica contribuem para uma confusão na hora da escolha de um destino. Finalmente, o fator segurança propriamente dito é decisivo no momento da opção de férias. A segurança não pode ser vistas apenas como um policiamento ostensivo. É primordial que sejam desenvolvidas políticas que demonstrem ao policial sua importância conscientizando-o do seu trabalho e atribuindo a ele a função de um anfitrião e amigo da comunidade e dos turistas.
A atividade turística não pode se limitar a promoção no exterior e a confecção de material promocional. Antes de mais nada tem que cuidar da melhoria da infra-estrutura, da preparação da mão de obra e da população além de vislumbrar sempre a diminuição das barreiras sociais que geram uma guerra indireta. Novos ventos sopram com as eleições que acabaram de acontecer e mostram as novas tendências dos administradores, que o povo deseja: participativa, com ordem e respeitando o meio ambiente e o cidadão. O turismo deve caminhar nesta linha, de adesão ao novo conceito de ordenamento das cidades, com serviços municipalizados mas sobretudo com a certeza de que o turismo diminuirá sensivelmente os problemas sociais e será uma alternativa para o desenvolvimento sustentável, na geração de empregos.

Bayard Boiteux
Bayard Boiteux é Diretor da Escola de Turismo da UniverCidade
e Fundador do Movimento Loucos e Apaixonados pelo Turismo Brasileiro.

Enviado por Paulo Penna
Ubatuba, SP

 

 

Foto do Dia:
Praia do Presídio - Ilha Anchieta
Ubatuba
Praia do Presídio - Ilha Anchieta
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 
Gaivota FM
Participe você também com seu cometário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


MUseu Caiçara Ubatuba Solar das Águas Cantantes

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.


GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor