Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 19 de fevereiro de 2003 - Nº 726 Edições Anteriores

Cooperativa Educacional Ubatuba Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Litoral multa casas com o foco do mosquito
   Unicamp acha novas espécies no litoral
   Litoral prepara mutirão na folia

Caraguatatuba:
   Saúde distribui kits com seringas descartáveis para foliões
   PM aprova e diz que vai atuar em ação
   Prefeitura cobra maior reforço policial para o Carnaval
   Ilha do Tamanduá terá limpeza após o Carnaval
   IPTU em dia dá 3% de desconto em Caraguá
   Presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Negro
   Artistas pintam ao Vivo no MACC
   Escola do Casa Branca recebeu 928 kits escolares
   Câmara envia comitiva para Congresso em Brasília
   Aurimar quer providências quanto ao esgoto no Barranco Alto
   Vereador Pardim percorre obras na zona sul de Caraguá
   Câmara entrega título em homenagem póstuma

Ilhabela:
   Festival de Verão Ilhabela-TIM termina neste final de semana
   Open Biathlon de Verão teve uma grande participação de crianças
   Ocupação desordenada é a preocupação do Plano Diretor

São Sebastião:
   São Sebastião e Ilhabela querem assumir balsa
   Ciclista morre após bater em poste
   Empresa de telefonia celular autuada por desrespeitar embargo
   Entulho e lixo se acumulam na Topolândia

Ubatuba:
   Justiça barra os trabalhos de comissão
   Terra caiçara é tema de audiência pública
   Bicicletas continuam amontoadas no calçadão
   Prefeitura realiza melhorias no Perequê Açu
   Artistas plásticos em grande coletânea
   Novidades no Jija Auto Posto
   Projeto de reflorestamento terá apoio da SEMA

   Carta do Leitor



Litoral multa casas com o foco do mosquito

Litoral Norte - As prefeituras de Ilhabela e São Sebastião vão multar moradores que não eliminarem focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue. O objetivo da medida é reduzir o número de criadouros nas duas cidades.
Segundo o secretário de Saúde de Ilhabela, Antônio Luiz Colucci, os moradores serão notificadas durante a fiscalização de agentes de saúde. "O morador que tem criadouro com o foco do mosquito receberá uma notificação e terá um prazo de cinco dias para eliminar o problema."
Segundo o secretário, as multas serão de R$ 200, R$ 400 e R$ 800. A autuação será de acordo com o número de focos na casa. O município tem 15 casos suspeitos de dengue.
Em São Sebastião, a secretaria de Saúde pretende começar a aplicar as notificações e multas durante o Carnaval.
A cidade registrou o primeiro caso de dengue autóctone (contraído no município) do litoral. Cinco casos suspeitos estão sendo analisados.
Caraguatatuba e Ubatuba estão fazendo blitze diárias nos bairros. Elas tiveram 20 e 11 casos suspeitos da doença, respectivamente.
A dona-de-casa Marluci Jordão, de Ilhabela, disse que apoia as autuações, mas acha que o valor da multa deveria ser menor. "A medida é necessária pois muitas pessoas ainda têm criadouros dentro das casas, colocando em risco sua própria vida e a dos vizinhos", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Unicamp acha novas espécies no litoral

Litoral Norte - Uma pesquisa coordenada pela bióloga Antonia Cecília Zacagnini Amaral, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), identificou 535 espécies marinhas diferentes, nos municípios de Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba, no Litoral Norte. Dessas, 52 foram descritas pela primeira vez.
As coletas foram realizadas entre janeiro de 2001 e dezembro de 2002 e, segundo a bióloga, outras espécies podem ser descobertas, já que, até o momento, apenas um terço do material foi identificado.
Os resultados, até o momento, indicam que, a cada dez espécies que vivem no fundo do mar, uma é desconhecida. "A conclusão do trabalho está prevista para o final de 2004", disse.
PESQUISA - A pesquisa é a única voltada à fauna marinha do programa Biota/Fapesp, mantido pela Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo, cujo objetivo é mapear a biodiversidade de fauna e flora paulista.
Os animais estudados são todos bentos marinhos --animais que vivem junto a algum tipo de substrato (areia ou rocha), na praia ou fundo do mar. São moluscos, crustáceos e vermes, que habitam o assoalho dos oceanos.
Estão participando alunos de pós-graduação e pesquisadores especializados na identificação de espécies, de outras universidades paulistas. A previsão é que sejam investidos entre R$ 2 milhões e R$ 2,5 milhões no projeto. (Fonte: ValeParaibano)

Litoral prepara mutirão na folia

Litoral Norte - As prefeituras de Caraguatatuba e Ubatuba planejam um mutirão de limpeza durante os quatro dias de Carnaval na região.
Em Caraguá, mais de 50 funcionários foram deslocados para trabalhar em dois períodos --de manhã e à noite. Dez caminhões vão dar suporte para a equipe de garis.
A expectativa é que 10 mil toneladas de lixo sejam recolhidos durante os quatro dias de folia.
As praias Martin de Sá e Indaiá são os principais alvos de aproximadamente 400 mil turistas que devem visitar a cidade.
"Esperamos que a população e os turistas também contribuam. Cerca de 300 lixeiras estão sendo espalhadas pela cidade", disse o diretor de Limpeza da Prefeitura de Caraguá, Gilberto Santos.
Já a Prefeitura de Ubatuba espera recolher 4 mil toneladas de lixo durante o Carnaval. Mais de 600 funcionários estão escalados para trabalhar nos dias de folia.
Em dias normais, o caminhão só passa uma vez por dia nos bairros e no centro da cidade. Durante o Carnaval, a equipe de garis vai fazer a limpeza em dois períodos --a partir das 4h e às 14 horas. (Fonte: ValeParaibano)

Saúde distribui kits com seringas descartáveis para foliões
Campanha foi feita pela 1ª vez em Santos e gerou polêmica; meta é evitar contágio do vírus HIV em 'áreas de risco'

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba vai distribuir até o Carnaval 300 kits com seringas e frascos descartáveis para usuários de drogas. A ação faz parte da campanha de prevenção à Aids no município.
O objetivo é evitar um aumento de pessoas contaminadas pelo vírus HIV. Em Caraguá, segundo estimativas da Secretaria da Saúde, são aproximadamente 180 pessoas portadoras do vírus.
"Não podemos ser hipócritas. Se há usuários na cidade, temos que fazer um trabalho de prevenção. Caso contrário, os que não se prevenirem, serão os próximos soropositivos", disse o biólogo da Secretaria da Saúde de Caraguá Ricardo de Souza.
A Polícia Militar de Caraguá também vai participar da campanha e informou que aprova o programa.
A Prefeitura de Santos foi pioneira neste tipo de campanha e fornece seringas para usuários de drogas desde 1997. Na época, a administração sofreu grande resistência por parte da sociedade, principalmente da igreja e de autoridades.
"Acharam que a gente estava estimulando o usuário. Mas, na verdade, nosso objetivo é fazer um trabalho de prevenção e reduzir os danos", disse a coordenadora do programa de Aids de Santos, Luciana Vilarinho.
Além das seringas, em 2000, Santos passou a fornecer filtros de cachimbo para usuários de crack. A medida também gerou muito polêmica.
Santos já foi a cidade com maior número de portadores do vírus HIV no país. Hoje, o município ocupa a 13ª posição, com aproximadamente 4.000 portadores.
CIRCUITO - Um mapeamento foi realizado pela Secretaria da Saúde de Caraguá para saber quais são as áreas de risco na cidade. Prostíbulos, bairros periféricos e também a área central são os principais locais de distribuição.
Segundo o biólogo Ricardo de Souza, o trabalho é feito discretamente e sem alarde. "Os próprios usuários aprovam este programa", disse.
No kit de prevenção, cada usuário de droga irá receber duas seringas, frascos para diluição das drogas, frascos com água destilada e ainda preservativos.
"Caraguá é uma cidade turística. Então, se torna muito vulnerável. Só neste Carnaval, mais de 400 mil pessoas são aguardadas", disse o biólogo. Ele afirmou que este tipo de trabalho vem sendo desenvolvido em grandes cidades de todo o mundo.
Na mesma campanha, a prefeitura estará distribuindo até o Carnaval 15 mil preservativos em locais estratégicos --nas praias e no centro da cidade. (Fonte: ValeParaibano)

PM aprova e diz que vai atuar em ação

Caraguatatuba - A Polícia Militar de Caraguá aprovou a iniciativa da prefeitura e informou que também deverá participar da campanha de prevenção à Aids. Nesta semana ainda, a corporação deve ser reunir com a Secretaria da Saúde.
"Trata-se de um projeto com envergadura nacional. E como somos comprometidos com a defesa da vida, iremos apoiar qualquer campanha que esteja de acordo com nossos objetivos", disse o capitão do 20º Batalhão da Polícia Militar de Caraguá, Walter Padula.
Segundo o capitão, o fato da campanha fornecer seringas para usuários de drogas não deve comprometer o trabalho da polícia. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura cobra maior reforço policial para o Carnaval

Caraguatatuba - O secretário de Turismo de Caraguatatuba, Paulo Noronha, solicitou ao comando da Polícia Militar do Litoral Norte o aumento no número de policiais militares durante o carnaval. Segundo Noronha, o reforço de 60 PMs do Vale do Paraíba para aumentar a segurança na cidade durante o carnaval é um número reduzido demais para as reais necessidades do município. “Caraguá deverá receber cerca de 500 mil pessoas, além disso, a prefeitura promoverá bailes carnavalescos em vários bairros”, comentou.
Noronha adiantou ainda que, a prefeitura deverá colaborar com a PM facilitando alojamento e alimentação. Segundo ele, durante o verão, a cidade contou com o reforço de 120 homens. Ele afirmou ainda ter solicitado ao prefeito Antonio Carlos da Silva, uma reunião com o comando da PM, para cobrar um número maior de policiais durante o carnaval.
O comandante da PM em Caraguá, capitão Valter Padula, afirmou que deverá se reunir na quarta-feira, dia 19, com o coronel Souza Pinto, comandante da PM no Vale e Litoral Norte, para discutir o assunto. Segundo ele, inicialmente, está previsto um reforço de 60 homens, oriundos do Vale do Paraíba, para trabalhar em Caraguá durante o feriado de carnaval. (Fonte: PMC)

Ilha do Tamanduá terá limpeza após o Carnaval

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Serviços Públicos de Caraguatatuba vai realizar uma limpeza geral, com coleta e capina, na Ilha do Tamanduá dentro da programação de coleta de lixo que vem ocorrendo até o Carnaval. A data ainda não foi definida, mas está prevista para o dia 10 de março.
Segundo o diretor da Dilurb (Divisão de Limpeza Urbana), Gilberto Santos, cerca de 15 homens deverão trabalhar na ação. “Em todos os anos, firmamos parcerias com proprietários de barcos e lanchas para realizar essa limpeza na Ilha. Esse ano, ainda não conseguimos parceiros, mas estamos tentando”, afirmou.
A coleta de lixo nas ruas da cidade continuará no mesmo ritmo da temporada até o dia 10 de março. São 16 caminhões coletores, 5 basculantes, 2 retro-escavadeiras, 1 motoniveladora, 2 mini-carregadeiras, 2 varredeiras de praia, 1 trator rastelo, 2 capinadeiras, 1 varredeira de rua, 4 tratores com carretas, 3 tratores com roçadeiras, e 200 homens trabalhando, sendo 50 na coleta, 50 na limpeza de praias e 100 na limpeza geral. Durante o Carnaval, algumas regiões de Caraguá terão coleta três vezes ao dia. “As principais avenidas que compreendem o centro, o Indaiá, a Prainha e a Martin de Sá terão coleta três vezes ao dia, todos os dias”, completou Santos. (Fonte: PMC)

IPTU em dia dá 3% de desconto em Caraguá

Caraguatatuba - Quem optou por pagar o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) em onze parcelas mensais terá um desconto de 3% no valor das parcelas quando efetuar o pagamento antecipadamente ou até a data de vencimento, sendo que a primeira parcela deverá ser paga até o dia 20 de fevereiro de 2003.
Os contribuintes que quitaram em parcela única até o dia 20 de janeiro foram beneficiados com 10% de desconto e os que pagaram até o dia 10 de fevereiro tiveram 5% de desconto.
A Prefeitura de Caraguatatuba emitiu 75 mil carnês de IPTU, que foram enviados via correio para moradores e veranistas. Os impostos não sofreram aumento para o ano de 2003, tendo acompanhado apenas a correção monetária de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Com essa correção, o valor do VRM (Valor de Referência do Município) passou para R$1,3606.
Dúvidas podem ser esclarecidas no setor de cadastro pelo telefone (12) 3897-8170. (Fonte: PMC)

Presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Negro

Caraguatatuba - Caraguá recebeu na última, quinta-feira, 13, a visita do presidente do Conselho Estadual de Participação e Trabalho do Desenvolvimento Negro, Dr. Antonio Carlos Arruda da Silva, que esteve reunido na sede da Comunidade Zambô, com representantes do poder executivo e legislativo, entre eles, o vice prefeito José Pereira de Aguilar, Eloíza Antunes de Oliveira, presidente da Fundacc, Wilson Gobetti, presidente da Câmara Municipal, recebidos por Terezinha de Oliveira Marciano Costa, presidente do Movimento Negro de Caraguatatuba.
Durante o encontro, membros do Movimento Negro de Caraguatatuba puderam conhecer as diretrizes para a formação do Conselho Municipal do Negro na cidade.
O trabalho de Terezinha Marciano, presidente do Movimento Negro foi muito elogiado pela presidente da Fundacc, que já fez parceria com o Zambô para a realização de oficinas para a comunidade. Para o presidente do Conselho, o Dr. Arruda, a Fundacc já tem tradição em promover a cultura negra no município, prova disso são as oficinas culturais de capoeira angola, desde sua criação - “ Quanto maior for a participação e integração dos negros, melhor será a estrutura de toda a sociedade. O Brasil vai deixar de ser um país de excluídos” finaliza Arruda. (Fonte: Fundacc)

Artistas pintam ao Vivo no MACC

Caraguatatuba - Artistas da ARPA - Artistas Plásticos Associados de São Paulo, estarão na Praça do Caiçara, junto ao Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, no dia 22 de fevereiro, sábado, a partir das 14 horas, pintando ao vivo para o público. E são eles: Ana Mazkina, Annette Aguiar, Cecília Braun, Costa Júnior, Geanete Reinis, Lana Cristina, Luiz Pinto, Marcos Fuerst, Marilena Ricci, Max Bueno e Ortega. Imperdível. (Fonte: Fundacc)

Escola do Casa Branca recebeu 928 kits escolares
Representantes do projeto Bandeirante Comunidade estiveram em Caraguatatuba nesta terça-feira 24, para a entrega de 928 kits escolares para os alunos da EMEF Oswaldo Ferreira, no bairro Casa Branca. Essa foi a segunda vez que a escola recebeu kits escolares, juntamente com mais 47 cidades do Estado de São Paulo

Caraguatatuba - Caraguá mais uma vez foi escolhida pela empresa Bandeirante Energia para fazer parte do Projeto Cidadão, que tem como objetivo realizar ações para melhoria do ambiente escolar. Em 2002, a Emef Oswaldo Ferreira, do bairro Casa Branca, recebeu os kits escolares pela primeira vez. Dando continuidade ao projeto, a Bandeirante voltou novamente a Caraguatatuba, para realizar entrega de kits escolares para os alunos do Ensino Fundamental, do 1º ao 4º ano primário.
De acordo com o coordenador do projeto Bandeirante Comunidade, Paulo dos Santos Ramicelli, em 2002, a EBE distribuiu 16.200 kits para 28 cidades do Estado de São Paulo. “Neste ano ampliamos o programa e estamos beneficiando 48 escolas totalizando a distribuição de 21.800 kits com material escolar”, explicou Ramicelli.
A distribuição dos kits aconteceu através do programa Bandeirante Comunidade – Educação, realizado dentro do PROJETO CIDADÃO. O principal objetivo é reforçar junto à comunidade a imagem de que a Bandeirante é uma empresa socialmente responsável.
A entrega dos kits aos alunos do Casa Branca aconteceu nesta terça-feira 18, com a participação da secretária de Educação, Roseli Morilla Baptista dos Santos, que representou o prefeito Antonio Carlos, a supervisora da escola, Ângela Maria dos Santos Pereira, o coordenador do projeto da Bandeirante, Paulo dos Santos Ramicelli, a presidente da APM – Associação de Pais e Mestres, Marli Alves da Costa Vieira e a diretora da unidade, Ana Paula Martines de Azevedo, além da comunidade do Casa Branca, que compareceu à escola para prestigiar o evento.
Durante a entrega dos kits, o coordenador do Projeto, Paulo Ramicelli falou aos alunos sobre a importância de valorizar o ensino e o apoio que a Bandeirante dá aos alunos, através de ações sociais. A secretária Roseli Morilla também fez o uso da palavra, e disse que “a comunidade do Casa Branca é muito participa e ajuda a fazer uma escola democrática e participativa. Esse apoio da Bandeirante Energia é muito importante e aproveito para agradecer essa energia da empresa na realização de trabalhos como esse e desejar que essa mesma energia possa iluminar os dirigentes da EBE no sentido de continuar realizando trabalhos sociais maravilhosos como o Bandeirante Comunidade para várias cidades em todo o Estado”, explicou.
Segundo Ramicelli, objetivando estreitar ainda mais os laços entre a empresa e a escola, a Bandeirante estará entregando em março também para os alunos do Casa Branca, kits de saúde bucal, contendo escova de dentes, creme dental, um boneco e um gibi mostrando a importância da escovação.
Composição do KIT BANDEIRANTE - 1 pasta poliondas, 4 cadernos brochura, 1 caderno de desenho, 1 caderno de caligrafia, 3 lápis grafite, 3 canetas, 1 borracha, 1 apontador, 1 régua, 1 tesoura sem ponta, 2 tubos de cola, 1 caixa de lápis de cor(12 unidades), 1 caixa de giz de cera colorido(12 unidades), 1 caixa de tinta guache com 6 cores, 3 pincéis para guache(1 fino, 1 médio e 1 grosso) e 100 folhas de papel sulfite branco. (Fonte: SME/PMC)

Câmara envia comitiva para Congresso em Brasília

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba formou e enviou comitiva para o 48º Congresso Nacional de Vereadores e Agentes Públicos Municipais, em Brasília, de 18 a 20 deste mês, no Eron Brasília Hotel. É a segunda comitiva enviada nesta gestão e a primeira na administração de Wilson Gobetti (PPS), como presidente.
A comitiva é formada por 4 (quatro) Vereadores e um funcionário. Os Vereadores que viajaram são: Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), presidente; João Rodrigues de Godoy Filho - Baduca (PL), segundo secretário; Anderson Silva Bertoncini - Pastor Anderson (PTB) e Laércio Aparecido de Andrade - o Bolha (PPS). O funcionário designado foi o Assessor Jurídico Rodolfo Conceição.
São 3 os temas do Congresso, que tem a realização do IMB (Instituto Municipalista Brasileiro); A discussão da Proposta de Emenda a Constituição (PEC), sobre a regulamentação do número de Vereadores nas Câmaras Municipais; A Reforma Política pretendida e sua repercussão nas eleições de 2004 e o Processo Legal e Legislativo para atualização dos subsídios dos Vereadores conforme a Constituição e a lei que aumentou os salários dos Deputados Federais. O IMB realizou em abril de 2001 o Primeiro Congresso Nacional de Vereadores em Caraguatatuba.
A abertura do Congresso aconteceu ontem, às 16 horas, no salão de Convenções do Eron Brasília Hotel, com o presidente da Câmara de Caraguatatuba, Wilson Agnaldo Gobetti sendo convidado para a Mesa Diretora dos trabalhos. As palestras acontecem respectivamente às 16h30 no dia 18; às 16 horas no dia 19 e às 9 horas no dia 20. O encerramento se dará às 13 horas de quinta-feira, com a entrega dos certificados.
No dia 19, no período da manhã e da tarde, até às 15h30, os participantes farão visitas aos seus representantes no Congresso Nacional. Neste mesmo dia, às 10 horas, foi agendada uma reunião com o Ministro Olívio Dutra, do recém criado Ministério das Cidades.
A ida da comitiva está resguardada no Projeto de Resolução 001/2003, aprovado por 15 votos e um contrário, do Vereador Aurimar Mansano (PTB). (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Aurimar quer providências quanto ao esgoto no Barranco Alto

Caraguatatuba - O Vereador Aurimar Mansano (PTB), elaborou Requerimento pedindo a intermediação do prefeito Antonio Carlos da Silva, junto à Sabesp, para solução no problema de esgoto no bairro do Barranco Alto. O Parlamentar já apresentou ofício e até o momento nada foi resolvido. Mansano quer providências urgentes da estatal quanto ao problema.
No Requerimento, que será lido após a Sessão Ordinária de 11 de fevereiro, o Parlamentar pede ao Executivo Municipal, que interceda junto a Sabesp (Saneamento Básico do Estado de São Paulo), para que tome providências quanto ao poço de visitas, localizado na esquina das ruas Ismael Iglesias, com a avenida Pedro de Oliveira, no bairro do Barranco Alto, zona sul da cidade.
Sobre o mesmo o Parlamentar pergunta na propositura se a Prefeitura faz a fiscalização e orienta os moradores a só efetuarem a ligação na rede após a obra estar concluída e autorizada pela estatal. Finalizando, na peça Aurimar quer saber quais foram as medidas tomadas pela fiscalização da Prefeitura, para inibir as ligações clandestinas ou sem autorização.
O drama dos poços de inspeção com vazamento de esgoto já estão se tornando corriqueiro no Litoral Norte, principalmente em Caraguatatuba. São dezenas de reclamações diariamente, com uma ação contrária da Sabesp que vai do ineficiente ou ineficaz. "Já enviei ofício e nada foi feito, agora espero que com o Requerimento e a intersecção do prefeito, algo seja feito pelos moradores daquela localidade", frisou.
O Barranco Alto faz parte de uma grande área da zona sul, que representa a base eleitoral do Vereador Aurimar Mansano, que está em seu segundo mandato. Para o Vereador as questões ligadas ao Meio Ambiente estão intimamente ligadas a qualidade de vida, que tanto ele como o prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), defendem. "Não há mais como ter paciência, a Sabesp não está mantendo a qualidade dos trabalhos de rede de água e esgoto canalizado. São diversos vazamentos e transbordamentos por todo o município. Não há como viver numa cidade progressista, tendo tantos problemas banais sem solução", finalizou. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Vereador Pardim percorre obras na zona sul de Caraguá

Caraguatatuba - O Vereador Juarez Pereira Pardim (PSDB), da Câmara Municipal de Caraguatatuba, circulou pela zona sul da cidade esta semana, verificando as obras intermediadas por ele, que foram pedidas ao prefeito municipal Antonio Carlos da Silva (PSDB).
A zona sul de Caraguatatuba é o reduto e a base eleitoral do Vereador Pardim, que está no seu segundo mandato. Foi nesta região que o Parlamentar conquistou a maioria dos seus votos nas eleições municipais de 1996 e 2000. A zona sul compreende uma área que vai do bairro do Poiares até o Perequê-Mirim, na divisa com São Sebastião.
O Vereador visitou todas as obras que a população dos bairros da zona sul reivindicou e que ele encaminhou o pedido ao Chefe do Executivo. O Vereador visitou os bairros do Travessão, Pegorelli e Perequê-Mirim, além do Olaria, sendo que este último faz parte da zona oeste da cidade.
Na visita o Parlamentar vistoriou obras como a Emei do Perequê-Mirim, o Ginásio poli esportivo do Travessão, o Ciefi do Olaria e as estradas Vicinais no Pegorelli. Para o Vereador é motivo de orgulho as conquistas da população. "É maravilhoso ver que as nossas reivindicações, que são requisições do povo, foram atendidas, estão sendo bem usadas e encontram-se em bom estado", disse. Segundo Pardim o conjunto de obras transformou a zona sul, trazendo mais estrutura, garantias à população e uma melhor qualidade de vida. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara entrega título em homenagem póstuma

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba entrega nesta sexta-feira, dia 14 de fevereiro, às 19h30, em seu plenário, Título de Cidadão Caraguatatubense para o empresário Herman Pereira de Farias. Esta será a primeira Sessão Solene do ano e terá a forma de homenagem póstuma.
Esta é a primeira Sessão Solene de forma póstuma que a Câmara este ano e nesta Legislatura. Herman Pereira de Farias faleceu em janeiro deste ano. Empresário da construção civil, um grande número de imóveis localizados na zona norte, mais precisamente no bairro do Massaguaçu tem o seu nome e estilo, incrementando cada vez a ocupação imobiliária e turística daquela localidade.
A cerimônia seguirá os padrões de praxe do Cerimonial. Haverá leitura da Bíblia Sagrada e a execução dos hinos nacional e municipal. Após a leitura da Moção, a de número 68 de 24 de abril de 2002, será feita a entrega para a viúva do empresário, Lúcia Elena Carlota de Farias, finalizando com os discursos dos Vereadores presentes. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Festival de Verão Ilhabela-TIM termina neste final de semana

Ilhabela - O Festival de Verão de Ilhabela 2003 que contou este ano com o patrocínio da empresa de telefonia celular TIM e o apoio da Rádio Eldorado, encerra neste final de semana (dias 21, 22 e 23) com o melhor da música instrumental: Paulicéia Combo, Banda Mantiqueira e Guinga.
Programação - Shows no Deck da Vila - A partir das 21h
21/02 - sexta-feira - Paulicéia Combo
22/02 - sábado - Banda Mantiqueira
23/02 - domingo - Guinga (Fonte: PMI)

Open Biathlon de Verão teve uma grande participação de crianças

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela, através da Diretoria de Esportes promoveu neste sábado, dia 15, o Open Biathlon de Verão de Ilhabela, dentro do Projeto Verão 2003.
O evento contou com a participação de cerca de 78 atletas de várias cidades do litoral norte e sul como São Vicente, Bertioga, Caraguá, Santos, São Sebastião e Ilhabela. A equipe Ação/Sosaned, associação que trabalha com educação desportiva e social voltada para crianças e adolescentes de Caraguatatuba também disputou.
O objetivo do evento foi promover o encontro de atletas das cidades vizinhas e além disso, arrecadar alimentos para doar para famílias carentes do município através da taxa de inscrição de um quilo de alimento. A prova conseguiu arrecadar 50 kg de alimentos.
O destaque fica por conta da nadadora de mais de 50 anos, Cleuza Odete (Keka), que ficou em primeiro lugar na sua categoria e já possui vários títulos entre eles primeiro lugar na maratona de Nova Iorque e vice na Holanda. O nadador mais novo foi Caio C. Passos, de 8 anos (Ação/Sosaned) e o mais velho foi Ângelo S. R. Jardim, de 62.
Outra presença marcante foi do nadador Marcos Fuschini (Pousada dos Marinheiros), o melhor nadador do Calendário de Maratonas Aquáticas Municipais do ano passado, e ficou em 1º lugar em sua categoria.
Ambulâncias de secretaria de Saúde, agentes de Trânsito e guarda vidas e Centro Náutico Ilhabela estiveram presentes dando assistência necessária ao evento. (Fonte: PMI)

Ocupação desordenada é a preocupação do Plano Diretor

Ilhabela - Em reunião realizada na segunda-feira, na Câmara de Ilhabela, os vereadores e a equipe técnica que desenvolve o Plano Diretor da cidade, discutiram diretrizes sobre o plano, entre elas, a denominação de cada um dos bairros do município e a ocupação desordenada.
A assessora técnica de gabinete, Maria Inês Moura Fazzini Biondi, apresentou os estudos técnicos para os verea-dores José Donizette da Silva, Rogério Ribeiro de Sá, Luiz Antonio dos Santos, Maria das Graças dos Santos Souza, Romeu Pedro Persch, José Pereira Brandão e Walter Duarte de Souza.
O decreto 1.738/98, assinado pela ex-prefeita Nilce Signorini, enumerou 47 bairros para Ilhabela.
Alguns deixaram de existir desde então, pois foram unificados ou mesmo extintos, causando desconforto entre a população.
Durante a reunião, os vereadores reviram a situação desses bairros e sugeriram a nova denominação de alguns, como por exemplo, dos bairros praia do Pinto e Ribeirão.
O presidente da Câmara, José Donizette da Silva lembrou que é necessário, com o Plano Diretor, redefinir esses locais, até porque o próprio morador faz confusão e, por vezes, desconhece o nome do bairro em que mora.
O vereador Walter Duarte de Souza disse que a redefinição dos nomes evitará confusões. “Esses limites devem ficar bem definidos porque em alguns bairros, como a Barra Velha, há uma grande confusão”, citou.
Já o vereador Rogério Ribeiro de Sá afirmou que a Câmara não tinha conhecimento. “Esse decreto foi totalmente autoritário e a Câmara só tomou conhecimento após ter sido feito”, esclarece.
Maria Inês explicou que o importante agora é que haverá a oportunidade de corrigir essas falhas.
“Nossa idéia é analisar a situação de cada bairro e pensar em cada um deles, inclusive quanto à questão de relocalização”, disse.
Conforme Inês, um capítulo do Plano Diretor deverá dar nova nomenclatura aos bairros. “Nesse mesmo capítulo pretendemos amarrar para que qualquer alteração que venha a ser feita passe por aprovação da Câmara”, conta.
Macro Diretrizes - Durante a reunião, Maria Inês apresentou aos vereadores as propostas e diretrizes em dois anos de estudos para implantar o Plano Diretor.
“A ocupação desordenada e o crescimento populacional são os dois maiores desafios a serem enfrentados em Ilhabela. Desses dois problemas decorrem todos os outros”, garante.
Com base nessa informação, a técnica explica que foram traçadas algumas diretrizes a serem atingidas para proporcionar um crescimento populacional compatível com as possibilidades do município.
As diretrizes traçadas sugerem, por exemplo, implantação de Zonas a Urbanizar Prioritariamente (Zup), apontando bairros como Cocaia, Perequê e Barra Velha.
“Vão ter áreas em que vamos restringir a ocupação, enquanto em outras, ela será estimulada”, resumiu Maria Inês.
Uma nova reunião deverá acontecer entre técnicos e os vereadores ilhabelenses. “As diretrizes apontadas devem ser discutidas, até porque vamos levar uma versão preliminar do Plano Diretor para ser transformada em Lei e ela deverá ser melhorada muitas vezes antes de ser aprovada”, finalizou.
O Plano Diretor terá como objetivo a organização do espaço urbano e as linhas de atuação do poder público municipal nas próximas décadas.
A elaboração do Plano Diretor é exigida por legislação federal para municípios com mais de 20 mil habitantes.
Ele deve ser elaborado em conjunto com a prefeitura, por uma equipe técnica e pela população.
A Prefeitura de Ilhabela contratou a assessoria técnica do Departamento de Geografia da USP (Universidade de São Paulo), além de montar uma equipe exclusivamente dedicada à elaboração desse plano.
Os técnicos da prefeitura e da USP vêm trabalhando há meses no levantamento de dados e preparação do processo.
Em 2002, foram realizadas reuniões públicas em todos os bairros da cidade. As sugestões acabaram analisadas. Terminada sua elaboração, o Plano será votado na Câmara, transformando-se em lei. (Fonte: Imprensa Livre)

São Sebastião e Ilhabela querem assumir balsa

Ilhabela / São Sebastião - As prefeituras de São Sebastião e Ilhabela planejam municipalizar o serviço de travessia da balsa. A solicitação já está sendo estudada pela Secretaria de Transportes do Estado e Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), que atualmente administra o serviço.
"Pretendemos criar tarifas diferenciadas para a travessia de moradores e criar novos horários", disse o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB).
O gerente de travessia da Dersa, Ricardo Goulart, disse o estudo vai definir a possibilidade de municipalização do serviço. Segundo ele, as travessias de Ibitinga (SP) e Paranapanema (SP) foram municipalizadas. (Fonte: ValeParaibano)

Ciclista morre após bater em poste

São Sebastião - A dona-de-casa Ana Ferreira Gonçalves Rodrigues, 27 anos, morreu na tarde de domingo após bater com a bicicleta em um poste, na avenida Dario Leite Carrijo, no Jaraguá, costa Norte de São Sebastião. Segundo a polícia, testemunhas alegaram que Ana estava descendo uma ladeira quando perdeu o controle da bicicleta. O seu filho de oito anos, que estava na garupa teve ferimentos leves. A dona-de-casa teve fraturas no rosto, foi levada ao hospital mas não resistiu aos ferimentos. (Fonte: ValeParaibano)

Empresa de telefonia celular autuada por desrespeitar embargo

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião voltou a autuar, ontem à tarde, a empresa de telefonia celular “Tim” e a “Tecnosistema”, por desrespeitar o embargo da construção de uma torre em terreno localizado na rua Maria Francisca Tavolaro, no Pontal da Cruz. Fiscais de obras estiveram no local e constaram que os serviços continuavam em andamento.
A denúncia havia sido feita pelo vereador Erwin Mota na última segunda-feira, na Câmara. Ele afirmou que, mesmo após ser embargada, a obra não parou.
Ontem à tarde, Mota também esteve no terreno onde a torre de telefonia celular está sendo construída. “Isso é um flagrante de desrespeito à legislação municipal e à ação da fiscalização”, considerou.
De acordo com o vereador, existem três leis no município que tratam deste tipo de obra. “Uma do meio ambiente e duas exclusivas de telefonia celular, a 1522/01 e a 1543/02, de minha autoria”, ressaltou Erwin Mota.
Ainda segundo o vereador, muitos moradores reclamam da instalação de mais uma torre no bairro. “A maioria justifica que existe duas antenas próximas”.
Mota esteve na prefeitura para saber do processo. “Pelo conhecimento que tenho, esta obra já foi notificada, autuada e embargada, mas continuam desrespeitando o embargo”.
Licenciamento Ambiental - Conforme explicou o ve-reador, as leis determinam que a torre tem de estar distante de casas vizinhas, possuir licenciamento ambiental e aprovação na prefeitura. “Estão desrespeitando tudo isso”.
O chefe da fiscalização, Valdir Marcelino, disse que a obra foi iniciada sem documentação. “Foi embargada no início de janeiro. Sofreu notificação e não pararam. Voltamos no dia 10 de fevereiro. Continuaram trabalhando e não apresentaram os documentos”.
Marcelino salientou que a notificação aplicada ontem estipula prazo de 24 horas para os responsáveis comparecerem na prefeitura. Eles terão de prestar esclarecimentos sobre a obra. “Vão ter de apresentar toda a documentação”, finalizou.
Cerca de 15 funcionários de empreiteira contratada pela “Tim” trabalhavam no local na tarde de ontem. Ninguém tinha autorização para falar sobre o assunto. Um engenheiro que estava na obra disse que não tinha nenhum telefone de contato dos proprietários da torre.
A dona de casa, Eliana Ferreira Carneiro, 51 anos, que mora ao lado do terreno onde a torre de telefonia celular está sendo construída, está indignada com a situação. Ela afirma que já não agüenta mais os transtornos provocados pela obra. “O barulho do bate-estaca é terrível”.
Segundo Eliana, a casa treme com o uso deste equipamento. “Abalou o telhado e tive que chamar um pedreiro para arrumar. As paredes estão rachadas”.
A moradora da rua Maria Francisca, no Pontal, chegou a registrar um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia. “Fiz o B.O. mas me disseram que precisava de um advogado. Este me pediu R$ 5 mil para entrar no caso”.
Eliana Carneiro já pensa em até vender sua casa. “Se quiserem comprar vendo pelo valor real, pois não está dando para agüentar. Meu cachorro, eu, todos estão estressados. Moro aqui há 18 anos e agora tenho de conviver com este transtorno”, encerrou.
A Organização Mundial de Saúde determina que as antenas devem ter limite de densidade de potência em 435 microwatts por centímetro quadrado. Essa radiação, segundo a OMS, não é prejudicial à saúde.
O ponto de emissão de radiação deverá estar, no mínimo, a 30 metros de distância da divisa do imóvel e a base de sustentação da antena deverá estar, no mínimo, a 15 metros de distância das divisas do local em que estiver instalada.
Nova “Lei das Antenas” alterou dispositivos - A lei municipal 1543/2002, de autoria do vereador Erwin Mota, apenas alterou dispositivos da antiga da lei 1522/01. Um deles tornou não obrigatória a apresentação de projeto executivo e memorial descritivo para a instalação de antenas associadas a radares de defesa e de controle de tráfego aéreo, rádio amador, faixa cidadão e rádios de comunicação exclusivos das polícias.
Já a instalação das torres de sustentação das antenas é autorizada a título precário condicionada à adoção de sistema de compartilhamento.
Ainda conforme a lei, a prefeitura deve exigir um laudo pericial, anualmente, elaborado por um físico ou engenheiro espe-cializado em radiação. Tal documento deve ser avaliado pela Secretaria de Saúde. A Secretaria de Obras é a responsável pela aprovação do projeto construtivo da torre, após manifestação do Conselho Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Comdurb). (Fonte: Imprensa Livre)

Entulho e lixo se acumulam na Topolândia

São Sebastião - A praça Deodato Santana, que fica na rua Mirassol, na Topolândia, em São Sebastião, encontra-se tomada por entulho. Além de restos de materiais de construção e podas de árvores, até um sofá velho foi jogado no local.
Bem em cima do amontoado de entulho existe uma placa alertando sobre a proibição, conforme lei municipal. O fato já se tornou comum em outros pontos do bairro, como por exemplo, a Rua das Mangueiras. (Fonte: Imprensa Livre)

Justiça barra os trabalhos de comissão

Ubatuba - A Justiça de Ubatuba concedeu anteontem liminar suspendendo as atividades da Comissão Processante do Legislativo que investigava denúncia de improbidade administrativa contra o prefeito Paulo Ramos (PFL).
A denúncia apresentada pela dona-de-casa Maria Aparecida da Cunha envolve a implantação da Zona Azul em quatro praias. A comissão foi aprovada pela Câmara por sete votos a cinco no início do mês.
O presidente da Câmara, Rogério Frediani (PTB), que participava de sessão ontem à noite, não retornou as ligações do ValeParaibano ate as 21h de ontem. (Fonte: ValeParaibano)

Terra caiçara é tema de audiência pública

Ubatuba - Com a presença maciça de caiçaras, quilombolas, representantes políticos, militares e civis de vários segmentos ligados à questão de terras (ITESP, USP, Secretarias municipais de Agricultura, Pesca e Abastecimento e do Meio Ambiente), ong’s, associações de bairros, entre outras autoridades civis e militares, foi realizada, no último domingo, dia 9, no Ginásio de Esportes de Ubatuba, a II Audiência Pública Sobre Terras Caiçaras no Litoral Norte de São Paulo.
Antes da abertura oficial, foi apresentada uma peça sobre história caiçara, contando a lenda do “Boi de Conchas”, com participação especial de Julinho Mendes, do Museu Caiçara.
O evento foi uma iniciativa da ADPC (Associação de Defesa do Povo Caiçara), com apoio da Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba), OAB e do vereador Domingos dos Santos (PT), que fez a abertura dos trabalhos colocando a situação dramática do Rio Escuro, onde 200 famílias estão com pedido judicial de desocupação das terras e sofrendo pressões psicológica, política e policial.
Para o professor Aziz Nacib Ab’Saber, catedrático da USP, muitos destes problemas são “safadezas criadas no momento da construção de uma estrada essencial para o país”, mas que os caiçaras devem fazer uma “cruzada de pressão pelos seus direitos e de educação de seus filhos, convocando as pessoas bem preparadas.”
Foram apresentados vários depoimentos e declarações de caiçaras vitimados pela grilagem de terras, denúncias de intransigência da legislação ambiental para o morador tradicional, que está impedido de sobreviver da agricultura e da pesca. Dossiês foram entregues ao Procurador da República - Rio de Janeiro, que prometeu encaminhá-los à 6ª Câmara de Procuradores, e ao Coordenador Regional da Fundação ITESP (Instituto de Terras do estado de São Paulo) e o vereador Domingos deixou claro seu protesto pela ausência do Instituto Florestal, cujo representante, segundo ele, não se mostra disposto a dialogar.
Antônio Marchiori, secretário municipal de Agricultura e Pesca, disse que vai reforçar o planejamento estratégico para resolver o conflito ambiental.
Foi constatada a necessidade de uma grande audiência pública com representantes dos caiçaras desde o norte do Paraná até ao sul fluminense, ponto de partida para a organização de um Conselho de apoio à população tradicional caiçara e o deputado Carlinhos Almeida disse que é muito importante que se faça uma boa ata desta audiência para ampla divulgação destes conflitos de terras. Ele se colocou à disposição para agendar uma audiência com o legislativo estadual. “Este é um momento bom na assembléia, pois estamos no começo dos trabalhos. Precisamos de uma diferenciação na interpretação da lei para construir uma política que possibilite ao caiçara viver e punir os infratores”, finalizou Carlinhos.
Jairo Félix dos Santos, coordenador da ADPC, encerrou o encontro, garantindo que será elaborado um relatório da audiência, que será encaminhado a todo órgão que se fizer necessário.
A ADPC agradece o apoio de Marquinho Tio Sam, Rogério Frediani e demais colaboradores. (Fonte: Jornal A Semana)

Bicicletas continuam amontoadas no calçadão

Ubatuba - Ubatuba é uma das cidades do Brasil que mais possuem bicicletas. A explicação para esta situação é simples: as características geográficas de um município plano contribuem para a utilização deste meio de transporte. O que se torna difícil de entender, é o motivo que o leva a ter um tráfego de bicicletas tão desordenado. Isso sem considerar o caos provocado pelo estacionamento desses veículos, em especial no calçadão. Porque, neste caso, a situação é ainda mais alarmante.
O problema se agrava se for levado em conta o que ocorre na cidade vizinha de Caraguatatuba. A ‘Princesinha do Litoral’, que há tempos apresenta uma avenida central de encher os olhos e um calendário de eventos de causar inveja, mais uma vez sai à frente e implanta um trabalho de educação voltado para o tráfego de bicicletas.
A ordenação do trânsito passa pela autuação dos que infringirem as leis vigentes, inclusive com a apreensão dos veículos que estiverem, por exemplo, trafegando na contramão de direção. Medida que já foi tentada em Ubatuba, mas que em nada resultou, a não ser em placas, fixadas em postes, sejam em uma praça; em frente a um supermercado; na rua de entrada da cidade, ou na mesma rua, só que em frente à Delegacia de Polícia.
Se for verdade que os opostos se atraem, as histórias entre Caraguatatuba e Ubatuba parecem que mais se afastam. Enquanto lá, as normas são cumpridas à risca. Por aqui, o que se tenta implantar dura pouco; até que se troque um comando, por exemplo.
Foi assim com a tentativa de se organizar o estacionamento das bicicletas no calçadão. Nos primeiros dias, bicicletas foram apreendidas, taxas estipuladas, dinheiro arrecadado revertido em prol do Lar do Menos. Hoje, o que se vê são esses meios de transportes amontoados.
A Guarda Municipal, que antes fiscalizava, agora nada faz. O caminhão que passava ao final das tardes recolhendo os veículos, sequer aparece.
Tudo volta a ser como era, sem normas e regras, que, se existem, só servem para serem cumpridas ali, ao lado, na cidade que dá exemplos de desenvolvimento; que investe em turismo; que educa seu povo e que faz cumprir as regras. Porque em Ubatuba, até lei de regulamentação para o uso de bicicletas existe. É de autoria do vereador Charles Medeiros, que foi proposta, votada, aprovada, mas não posta em prática, sendo mais uma das leis que só existem no papel. (Fonte: Jornal A Semana)

Prefeitura realiza melhorias no Perequê Açu

Ubatuba - Na semana passada, várias foram as ações que a prefeitura realizou no bairro do Perequê-Açu, entre elas, limpeza de ruas, valas e praças, além de pintar guias das principais ruas.
Uma das ações mais necessárias, que já havíamos chamado a atenção várias vezes, era referente ao recapeamento da rua Usina Velha. que é um dos principais acessos ao bairro, pois liga-o à rodovia. O asfalto já não suportava mais nem receber operações tapa-buraco e, com as chuvas do final do mês de janeiro, a rua mais parecia uma rua sem asfalto e com muitos buracos.
O praia do Perequê, que já foi a mais badalada da cidade há mais de uma década, enfrenta há anos uma grande decadência, pois os investimentos no bairro minguaram muito nos últimos tempos. Mas, de dois anos para cá, muita coisa mudou no bairro. Os empresários investiram bastante e o bairro já ganhou cara nova com diversos comércios que abriram em toda sua extensão, mas o poder público tem se esquecido de investir por lá.
Mas parece que agora as coisas vão valorizar e muito, pois uma obra do DADE em parceria com a prefeitura, iniciada esta semana, deverá dar uma nova cara ao bairro e com isto mais empresários deverão investir em novos comércios na orla da praia, que é uma das maiores e mais bonitas de Ubatuba.
Parece que o Perequê agora é a bola da vez. Depois de muitos anos vão redescobrir a praia do Perequê-Açu e, quem sabe, num futuro muito próximo ela volte a ser a coqueluche como foi nos anos 60 e 70. (Fonte: Jornal A Semana)

Artistas plásticos em grande coletânea

Ubatuba - Cerca de trinta e oito artistas de Ubatuba reuniram-se no salão de exposição da Fundart (Fundação de Arte e Cultura) em grande coletânea com apresentação de setenta e dois trabalhos entre telas, esculturas e cerâmicas. Nesta última sexta-feira, 7, foi realizada a vernissage de abertura com muitos convidados especiais e a presença de autoridades locais.
Esta imperdível exposição reúne técnicas diversificadas e temas livres. Para os apreciadores e colecionadores, o salão encontra-se aberto ao público de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h; sábados e domingos, das 18h às 22h, até o próximo dia 28, em curta temporada. (Fonte: Jornal A Semana)

Novidades no Jija Auto Posto

Ubatuba - Para atender a demanda e oferecer um serviço ainda melhor aos clientes que no dia-a-dia convivem no Jija Auto Posto, a loja de conveniência e a locadora foram ampliadas. A loja antiga já não comportava mais atender a demanda de clientes, tanto na locadora como na conveniência. Agora a loja com mais de 120 metros teve a mix de produtos aplicada para oferecer mais opções a todos.
A locadora, que hoje já opera com um número superior a 500 títulos em DVD’s, e mais de 1500 títulos em fitas, estará até na semana que vem inaugurando um espaço reservado para os filmes. Assim o cliente terá toda a privacidade para escolher tranqüilo o filme de sua preferência.
Além da garantia na qualidade dos produtos, com os quais você abastece seu carro, o posto também realiza troca de óleo e filtros. O Jija Auto Posto também recebe contas de água, luz e telefone até as 21 horas todos os dias, inclusive nos finais de semana. Enquanto a equipe abastece seu carro, você toma um café expresso por nossa conta e conhece nossa loja de conveniência.
Também foram inauguradas mais duas lojas no conjunto comercial, onde está inserido o posto, uma Pet (loja de ração) que oferece as melhores marcas e os melhores preços e ainda faz a entrega em sua residência, e uma casa de sucos naturais, onde você pode saborear um ótimo açaí na tigela. Enquanto aguarda seu suco, você pode curtir nosso aquário que conta com diversos peixes e tartarugas. (Fonte: Jornal A Semana)

Projeto de reflorestamento terá apoio da SEMA

Ubatuba - No final da tarde da segunda-feira, 17, estiveram reunidos na Câmara Municipal o secretário do Meio Ambiente (Sema) e o assessor Técnico, Vírgilio Barroso e Fabian Perez, respectivamente, o presidente da Câmara, Rogério Frediani, sargento Rabelo da Polícia Ambiental, e o diretor de Planejamento da Florestar Brasil, Humberto Miguez, onde discutiram o lançamento de uma campanha de recuperação ambiental em áreas degradadas e a arborização nas áreas urbanas de Ubatuba.
A idéia apresentada pelo sargento Rabelo da Polícia Ambiental é o envolvimento de estudantes neste projeto que terá o apoio da Florestar Brasil que doará todas as mudas de plantas nativas. O secretário Virgílio firmou compromisso de ingressar neste projeto com a sua secretaria. Frediani propôs uma nova reunião com a presença da Promotora do Meio Ambiente, Elaine Taborda, que será convidada pela Sema. O projeto terá início após o mapeamento das áreas degradadas que serão alvos do projeto. (Fonte: ACS-PMU)

Carta do Leitor

Atração Inacessivel - Motivado pela curiosidade e pela paixão junto a natureza , venho a pedir a Prefeitura de Caraguatatuba que aciona a área competente a fazer uma análise das condições caóticas da estrada de acesso ao Morro de Santo Antônio, segundo alguns poucos privilegiados um lugar de beleza exuberante e que se faz presente como ponto turístico acessiveis em todos os sites (inclusive o da própria Prefeitura), jornais e revistas do Litoral Norte.
Infelizmente por duas vezes (2002 – 2003) tentei aventurarme a subir o morro em companhia de minha esposa e meu filho que ao verem nos céus de Caraguá o parapente e a asa delta imaginam como seje tamanha beleza a vista do local, fui impedido pelo senso de segurança ao depararme com tamanhas crateras (pelas duas vezes) em um determinado trecho da estrada, o que me faz pensar que só poderemos contemplar tal beleza quando dispormos de um jeep ou coisa parecida ou então desembolsarmos a quantia de R$100,00 as agencias de vôo que por ali circulam.
Se fossem tapadas as valetas muitos turistas como eu teriam acesso ao pico e sem dúvida alguma com um pouquinho de vontada das nossas autoridades e o empenho de organizações voltadas aos esportes de vôo, o Morro de Santo Antônio poderia a vir ser conhecido em pouco tempo como um dos melhores points para a prática destes esportes.
Obs : este email está sendo emviado também a Secretária de Turismo e acessoria de Imprensa da cidade.

Carlos Eduardo J. dos Santos
Caraguatatuba, SP


Casos de Dengue - Continuo insatisfeito com o descaso da administração dos Secretários do Prefeito Antonio Carlos da Silva, li com muita tristeza matéria publicada no Litoral Virtual onde o chefe da seção de Zoonozes da cidade de Caraguatatuba, Ricardo de Souza, afirma que os bairros com mais focos de mosquito da dengue são Aruã, Poiares, Tinga, Indaiá, Jaraguazinho, Sumaré e Ipiranga.
Em 15/01/2003 encaminhei minha insatisfação com a falta de rigor na fiscalização e cumprimento das suas obrigações com municipes e turistas que frequentam a "Nossa Caragua" com cópia para o gabinete do prefeito, assessoria de imprensa e jamais na minha vida presenciei total descaso com a falta de retorno de um orgão público que deveria investigar a denúncia , esclarecer e informar que o assunto está sendo apreciado pelo sr(a) Fulano de tal e que no prazo máximo de " x" dias será dado o retorno através deste mesmo canal com as providencias tomadas.
Existem ruas no Jd Aruã e provavelmente em outros bairros carentes de passeio para pedestres que acumulam água durante boa parte do ano, colocando em risco a vida e a saúde das inúmeras pessoas que escolheram Caraguatatuba para curtir as férias , relaxar e qum sabe um dia transferir o domicilio eleitoral .
Presenciei a queda de um cidadão que caminhava no local que deveria servir de calçada na AV. Rotary com a Av. General Osório e inconformado resolvi comunicar o Setor de Urbanismo da Prefeitura,fui informado da existência de denúncia registrada (número 120) de 21/01/2002 referente ao lote 9 quadra 10 e nova notificação 36.073 em 21/01/2002 e que o proprietário se quer pagou a primeira multa no valor de R$500,00.
Parece-me bastante incoerente a prefeitura não acompanhar o caso após um ano, eliminar a água que ali se acumula e disponibilizar a calçada para os pedestres também contribuirá para a redução de casos de dengue nos bairros do Arua e Rotari.
Fica a seguinte pergunta: Se de fato a prefeitura se preocupa com a saúde, que tal providenciar a colocação de tubos e mandar a contas para os proprietário dos terrenos?

Sérgio Baptista
Caraguatatuba, SP


Jet Ski I - Prezado Sr. Juvenal, talvez o Sr não tenha lido meu primeiro E-mail, quando fiz algumas colocações sobre o assunto. Não sou profundo conhecedor de Leis Físicas, nem tão pouco dei apoio de "forma inequivoca", ao Sr. Barreto. Apenas aproveitei o espaço para me comunicar com pessoas que querem esclarecimentos, e com razão.
Acredito que o problema maior não está na Física e sim no Português.
Quanto as aulas, não tenho condições acadêmicas para tanto e, prefiro não mais comentar este assunto.
Um abraço e boa sorte a todos.

Rigoberto Soler
Caraguatatuba, SP


Jet Ski II - A polêmica sobre o acidente tem como pano de fundo a contumaz irresponsabilidade da maioria dos condutores de jet ski. Uma embarcação para permanecer em planeio precisa de energia. Se esta acabou no momento em que o cidadão estava perto do pesqueiro, êle já estava errado, por estar perto e por estar em rumo de colisão.
Não acho impossivel de a falta de gasolina ter causado o acidente, mas a culpa pelo mesmo não deixa de existir, por que o erro foi anterior à falta de gasolina, sendo esta até irrelevante sob essa ótica. Também não se isenta de culpa o condutor só por que o mesmo morreu.
A função da análise dos acidentes marítimos e outros deve ter como função principal a tomada de atitudes para que o mesmo não se repita.
Desta forma, o que não adianta é por a culpa no frentista. A Marinha deve assumir seu papel regulamentador, analisar o acidente pelo aspecto do regulamento de tráfego náutico e ter uma visão mais educativa.
O que se vê na motonáutica e em especial no jet ski, é que poucos seguem as regras estabelecidas.

Mike Buser
Ubatuba, SP


Jet Ski controversias - Sr. Barreto. Apesar do erro constante do comentário do Sebastianense Antonio Carlos (deve ser a emoção da possibilidade de vir a receber ensinamentos sobre a física aplicada à navegação de jets) pois ele trocou o nome do Sr. Russo pelo do Sr. Rigoberto, tem mais gente interessada em aprender e compreender as leis da física aplicadas em navegação. Aguardamos (tomo a liberdade de falar por todos que tem escrito neste espaço democrático) vossas informações.
Tomo a liberdade de, passados tantos dias do seu comentário, inferir que o mesmo (comentário) não tinha muita base científica. A palavra é sua para dirimir esta dúvida.

Juvenal Martins
Caraguatatuba, SP


Ainda sobre Jet Skis - Como sempre, acompanho as notícias do Litoral Virtual que me chegam diariamente trazendo as últimas notícias da nossa região. Já participei de alguns debates por meio dos comentários publicados no final de cada edição e confesso, perdi a vontade de opinar sobre discussões que na maioria das vezes são estéreis e repetitivas.
No entanto, ao me deparar, quase que diariamente, com a discussão sobre o trágico acidente de Jetski ocorrido em Caraguatatuba, me senti obrigado a esclarecer alguns detalhes, já que aqueles que ainda tem dúvida não parecem ter andado nesse tipo de embarcação.
Primeiro: o que provocou o acidente, conforme versão oficial, foi a falta de gasolina. Ponto! Isso é correto, pois quem já andou de Jetski sabe que se faltar combustível ou se o motor cortar por algum motivo ele fica "imanobrável", ou seja, não dá para virá-lo a não ser que o piloto seja perito nesse tipo de embarcação. O que faz um Jetski virar não é um leme e sim o jato que impulsiona a embarcação e que é direcionável. Portanto sem combustível, não dá para virar um Jetski. Fim
Segundo: O jetski é uma embarcação leve, com motor pequeno e com o casco extremamente hidrodinâmico, o que quer dizer, que além de oferecer flutuação, ele permite cortar as águas com mais facilidade e manobrar mais rapidamente. Um jetski hoje em dia pode chegar até a 110 km/h ou seja 60 nós. Nessa velocidade, ele só para em várias dezenas de metros se não existir a possibilidade de manobra e se o piloto não souber técnicas de direção que permitam diminuir o espaço da parada. Portanto, alguém manobrando em alta velocidade (20 nós são suficientes=37 km), próximo a embarcações fundeadas, com espaço reduzido de manobra (menos de 10 metros entre alguns barcos) e sem a perícia necessária, com certeza pode perder a vida em uma brincadeira aparentemente inocente.
Portanto, afirmar que o acidente ocorreu devido à falta de gasolina é correto, pois esse foi o motivo principal, mas não podemos deixar de lado a alta velocidade próximo a embarcações fundeadas e à falta de perícia do piloto do jetski, que infelizmente morreu no acidente, levando consigo um garoto na flor da idade.
Portanto peço que a questão seja deixada de lado (não esquecida) e que possamos dirigir "todos" nossos veículos (não só Jetskis) com responsabilidade e perícia.
Abraços cordiais a todos.

Sérgio Lopes Sérvollo
Caraguatatuba, SP
 

Foto do Dia:
Cachadaço
Parati
Cachadaço
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 
Gaivota FM
Participe você também com seu cometário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Pousada Barra da Lagoa Vivenda do Flamboyant JCASTRO INFORMÁTICA

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.


GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor