Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 20 de maio de 2003 - Nº 784 Edições Anteriores

Regisoft Pousada albatroz Naturali Garden Center

Caraguatatuba:
   Sabesp realiza manutenção em Caraguá
   Jipeiros de Caraguá doam alimentos
   Moradores de Caraguatatuba protestam contra obras do DER
   XV promete promete reforços
   Ordem do Dia em Caraguá apenas com nomes de rua
   Câmara de Lorena visita Caraguatatuba
   Gobetti faz diversas reivindicações em Brasília
   Câmara possibilita parceria entre Holiness e Prefeitura

Ilhabela:
   Ilhabela inaugura unidade de transfusão

São Sebastião:
   Laudo aponta falhas em hospital de São Sebastião
   Provedora contesta relatório
   Secretaria apura morte no PS
   Costa Sul recebe obras de Saneamento Básico
   Benefícios bairro a bairro

Ubatuba:
   Homem morre em acidente de trabalho em Ubatuba
   34ª Travessia de Ubatuba
   Comunidade da região Sul reúne-se com Secretário de Turismo
   Agronegócios contemplará produtor de mexilhão e pescados
   Mudança de Horário do programa de Ubatuba na TVMar

   Carta do Leitor



Sabesp realiza manutenção em Caraguá

Caraguatatuba - A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) informa que hoje haverá serviços de manutenção preventiva e implantação de melhorias no sistema de reservação da estação de tratamento de água do Porto Novo, em Caraguatatuba. Para a realização dos serviços será necessário interromper o fornecimento de água das 8h às 12h, para a região sul de Caraguá e as zonas centro e norte de São Sebastião. O restabelecimento do fornecimento de água será gradual e a empresa pede à população que use a água com moderação e evitando desperdício. (Fonte: ValeParaibano)

Jipeiros de Caraguá doam alimentos

Caraguatatuba - Os integrantes do Jeep Clube Distração 4X4 de Taubaté e do Jeep Clube Tamoios de Caraguá vão fazer as entregas dos 200 kg de alimentos arrecadados na 1ª Etapa da 6ª Copa Vale Raid 2003 que aconteceu em Caraguatatuba no último sábado, onde cada jipeiro participante tinha que doar 10 kg de alimentos ou seria penalizado. A Casa da Criança e outras entidades assistenciais de Caraguá serão beneficiadas. Esse tipo de ação dentro das competições é de praxe e a cada ano mais competidores entram neste espírito de solidariedade. (Fonte: ValeParaibano)

Moradores de Caraguatatuba protestam contra obras do DER

Caraguatatuba - Um grupo de 150 moradores e comerciantes de Caraguatatuba realizou um protesto na manhã deste domingo na SP 55, rodovia que liga a cidade a Ubatuba, no litoral norte paulista. Os manifestantes protestaram contra as obras que o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) está realizando na rodovia. Com faixas eles pediam mais atenção do DER para os comerciantes e para a construção de duas rotatórias, o que garantiria o movimento no comércio local. "Vamos ter prejuízo porque desse jeito ninguém vai ter como chegar até os estabelecimentos" defendeu o comerciante Spencer Esper, proprietário de uma loja de esquadrias.
O presidente da Sociedade Amigos de Bairro do Jardim Primavera, Osneu Gomes Machado afirmou que a obra está prejudicando os moradores. "Falta segurança para os estudantes e pra quem tem que atravessar a rodovia".
O protesto, que teve início às 10 horas, durou meia hora. Os moradores fecharam a rodovia e os turistas que transitam entre as praias de Caraguatatuba e Ubatuba tiveram que aguardar o fim da manifestação. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual o ato não causou apenas lentidão no trânsito por 15 minutos. (Fonte: Estadão)

XV promete promete reforços

Caraguatatuba - O XV de Caraguatatuba completou 21 meses sem vitória e seus dirigentes, apesar das sérias dificuldades financeiras, querem reforçar a equipe que segue na zona de rebaixamento da Série B-1, na última posição do Grupo 2.
"Vamos conversar com alguns empresários que já nos ofereceram jogadores e tentar cinco ou seis contratações. Sem eles, poderemos queimar a maioria dos garotos que foram lançados e estão sentindo o peso da responsabilidade", disse ontem o presidente do clube, José Carlos de Oliveira, o Kibinho.
Domingo, no Litoral Norte, o XV queria acabar com uma série de 35 jogos sem vitória, mas não conseguiu. Para piorar, perdeu para o Mauaense por 4 a 2 e pela primeira vez deixou de ter a compreensão de alguns torcedores que protestaram contra a fraca campanha no campeonato, com um empate e quatro derrotas.
Animado, o XV abriu o placar com o atacante João Paulo Poiares, mas o Mauaense virou para 2 a 1 ainda no primeiro tempo. Depois do intervalo, o time do Litoral Norte voltou melhor, empatou com o zagueiro Chel, mas depois levou mais gols.
"Quando a equipe parecia que estava conseguindo uma boa troca de passes, algo acontecia e novamente se complicava", disse o técnico Édson da Silva, o Edinho, que utilizou a seguinte formação: Alberto; Lucas, Chel, Pitomba e Gil; Tel, Jessé (Alberto II), Coxinha (Jansen) e Bisnaga (Ricardo); Tom e João Paulo Poiares.
No próximo domingo o XV visitará o Primavera de Indaiatuba, líder do grupo ao lado do Ecus de Suzano. (Fonte: ValeParaibano)

Ordem do Dia em Caraguá apenas com nomes de rua

Caraguatatuba - A Ordem do Dia da 16ª Sessão Ordinária semanal, da Câmara Municipal de Caraguatatuba está completamente voltada para os projetos com denominação de nome de rua. São 5 proposituras, com predominância para a zona sul da cidade.
O Vereador Aureliano Gonçalves Pereira - AG Pereira (PTB), denomina "Helena Gallardi Polillo" a rua B, que tem início na rua C e termina na rua A, no bairro do Morro do Algodão, na zona sul da cidade.
Já o Vereador Aurimar Mansano (PTB) denomina "Antonio Rosa Botelho" a atual Avenida Sete (7), que tem início na Avenida Seis (6) e término na praça São Paulo, no Jardim dos Sindicatos, na zona sul de Caraguatatuba.
Do Vereador Nílson Lopes da Silva - Nézão (PPS), outra propositura com denominação de rua, desta vez com o nome de "João Lopes da Silva" a rua apenas conhecida como Manoel Henrique, localizada no bairro do Rio do Ouro, na zona oeste do município. A expressão "apenas conhecida", significa que a população adotou este nome para a via pública, sem contudo a mesma ser oficial e estar registrada na Prefeitura.
O Presidente da Câmara Municipal, o Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS) também tem projeto de denominação de rua, para os prolongamentos das ruas Aristóteles Francisco de Sá e Benedito Jacinto do Prado, localizadas no bairro do Perequê-Mirim, também na zona sul de Caraguatatuba. Prolongamento é a continuação da rua existente, que só não foi nomeada por não estar cortada e delimitada e pronta para o tráfego.
Finalizando a Vereadora Dalva Ricardo Santana - Profª Dalva (PPS), denomina "Maria Barreto da Silva" a via pública conhecida como rua Projetada, que tem início na avenida José Herculano e termina na faixa da linha da Cesp, no bairro do Perequê-Mirim, no extremo sul da cidade.
Todos estes projetos dependem de 9 votos para serem aprovados. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara de Lorena visita Caraguatatuba

Caraguatatuba - O Presidente da Câmara Municipal de Lorena, Wagner da Silva, juntamente com comitiva, esteve na noite da última terça-feira em Caraguatatuba, no gabinete do Presidente do Parlamento Municipal, Wilson Agnaldo Gobetti (PPS). A visita teve cunho informal, onde a interação entre as Casas de Leis, além de experiências Legislativas foi a base principal.
Na ocasião, Gobetti recebeu os parabéns do Vereador Wagner da Silva pela sua vitória na eleição à Mesa Diretora e trocou experiências e idéias sobre administração Legislativa e o trâmite de proposituras.
Para Wagner da Silva é sempre um aprendizado conhecer outros Centros Legislativos. “Caraguatatuba é a maior cidade do Litoral Norte e conhecer o seu trabalho nos dá subsídios para dinamizar o nosso dia-a-dia em Lorena”, disse.
Segundo Gobetti é motivo de muita honra receber o representante dos Vereadores de Lorena. “Uma cidade como Lorena, que tem um grande papel no desenvolvimento do Vale do Paraíba mostra, através de seu Presidente, que está preparada para enfrentar os principais problemas da política, graças a competência de sua presidência”, frisou. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Gobetti faz diversas reivindicações em Brasília

Caraguatatuba - O Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, o Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS) esteve em Brasília (DF), na última semana, fazendo uma série de reivindicações, que irão trazer grandes melhorias para o município. A viagem foi inesperada, pois Gobetti só obteve a certeza do encontro com alguns Deputados Federais um dia antes de viajar.
O Vereador Wilson Gobetti, Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba viajou com o Vereador Omar Kazon (PL), para Brasília, na quarta-feira, dia 14, ficando lá até o dia 16, quando manteve encontros e reuniões com diversos Deputados, onde o objetivo único era o de trazer melhorias para o município.
Com o Deputado Federal João Hermann (PPS/SP), foi feita a solicitação de uma verba para a compra de veículos escolares. A quantidade e o modelo serão definidos posteriormente, dependendo do valor da verba conseguida, que virá de fundo específico do Orçamento Federal.
Num encontro com o Deputado Federal Marcelo Ortiz (PV/SP), que tem suas bases eleitorais no Vale do Paraíba, foi feito o convite para o mesmo seja o padrinho da futura Associação dos Presidentes de Câmara do Vale do Paraíba e Litoral Norte (APC-VP/LN). Esta entidade está sendo viabilizada graças a união dos Presidentes Wilson Gobetti e Wagner da Silva, respectivamente das Câmaras de Caraguatatuba e Lorena. Um primeiro debate sobre o assunto foi feito na semana retrasada, quando da visita do Parlamentar de Lorena a esta Casa de Leis.
Finalizando, num encontro com o Diretor da TV Senado, foram requisitadas e conseguidas várias informações, além do apoio incondicional para a vinda da TV Legislativa, que deverá ser transmitida em UHF para todos os lares de Caraguatatuba. Os custos, prazos e equipamentos ainda não foram definidos, dependendo ainda de mais encontros para debater o assunto.
Para Gobetti estas viagens relâmpago tem tudo para se tornarem costumeiras. "Quando tivermos a certeza de sermos recebidos pelos Deputados, estaremos sempre indo para Brasília, com o intuito único de trazer melhorias ao nosso município", frisou. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Câmara possibilita parceria entre Holiness e Prefeitura

Caraguatatuba - A Igreja Evangélica Holiness, do bairro do Getuba, através do Pastor Kazunori Fujisaka, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, por intermédio da Câmara, através do Vereador afastado e Diretor Geral, José Benedito Gonçalves Pinto - Zézinho Prequeté (PDT), lançaram na sexta-feira, dia 16 de maio mais um núcleo do Espaço Cidadão. Este projeto é dedicado a capacitação de mão de obra e geração de renda para pessoas carentes.
Este é o 6º núcleo do Espaço Cidadão lançado em Caraguatatuba. No Getuba serão cursos de 6 meses, sendo 3 de capacitação de mão de obra e 3 para aperfeiçoamento e geração de renda. Este núcleo será dividido em 4 turmas de 15 pessoas, com aulas em período integral às segundas, terças e quartas-feiras.
A parceria para Espaço Cidadão no Getuba foi feita da seguinte maneira. A Prefeitura entra com 5 máquinas, 2 monitores e parte do material. Pela Igreja Holiness será fornecido o local, parte do material, infra estrutura básica, limpeza e a técnica Sueli Kamyama. Esta parceria tornou-se efetiva com a participação ativa do hoje Vereador afastado e Diretor Geral da Câmara Municipal, José Benedito Gonçalves Pinto - Zézinho Prequeté (PDT).
A Igreja Holiness, sob o comando do Pastor Fujisaka já faz diversos trabalhos sociais entre seus membros na comunidade do Getuba. Um dos mais atuantes é na área do esporte, com professores contratados pela igreja e comunidade do bairro, proporcionando às crianças atividades físicas diversas como alongamento e ginástica, além de noções de Futsal, Voley e Basquete.
Para o Diretor Geral o lançamento deste projeto é a recompensa pela dedicação concentrada na solução deste problema. "Sempre observei que a Prefeitura investe na capacitação de mão de obra em diversos bairros e por causa disso procurei o Pastor Kazunori Fujisaka, que me deu o sinal verde, a Secretaria Vera e busquei trazer o Espaço Cidadão para o Getuba", disse Zézinho Prequeté. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Ilhabela inaugura unidade de transfusão

Ilhabela - A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ilhabela inaugurou ontem a agência transfusional de sangue no Hospital Municipal. O novo serviço consumiu um investimento de aproximadamente R$ 50 mil. De acordo com o secretário da Saúde, Antonio Luiz Colucci, a existência de sangue para transfusão no local de atendimento pode salvar vidas, pois a agência transfusional permite estocar bolsas de sangue no hospital e pronto-socorro garantindo maior segurança, não só para os moradores, mas também para o crescente número de turistas que visita a cidade. (Fonte: ValeParaibano)

Laudo aponta falhas em hospital de São Sebastião
Relatório da Vigilância Sanitária mostra falta de higiene e precariedade de instalações

São Sebastião - O relatório de inspeção da Vigilância Sanitária da DIR-21 (Divisão Regional de Saúde) de São José dos Campos apontou irregularidades nas condições de higiene do Hospital de Clínicas de São Sebastião que podem resultar na interdição do local.
A vistoria foi realizada entre os dias 4 e 7 de abril, semana em que uma mulher morreu e outras sete tiveram complicações pós-parto.
Segundo o relatório da Vigilância, a inspeção foi realizada em 17 setores do hospital, que teria até o início deste mês para providenciar as modificações apontadas pelo órgão.
Foram identificadas irregularidades na enfermaria pediátrica (que apresentava falta de limpeza na copa e más condições na geladeira para armazenar medicamentos e água), na clínica médica (onde o suporte de soro estava enferrujado) e na sala de isolamento (não havia papel-toalha e sabão líquido).
O laudo também revela problemas na maternidade e na UTI (Unidade de Terapia Intensiva), onde havia falta de controle da temperatura da geladeira de medicamentos, piso com rachaduras e paredes descascando.
O relatório indica que até no centro cirúrgico e obstétrico havia medicamentos vencidos e reaproveitamento de escova para assepsia cirúrgica, além do uso de garrafas tipo "pet" para fornecer águas aos pacientes (veja quadro abaixo).
Apesar dos problemas, no mês passado, o Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado da Saúde descartou a possibilidade de infecção hospital no centro cirúrgico e maternidade.
Uma nova inspeção foi feita entre os dias 4 e 6 de maio e o laudo será divulgado hoje. O novo relatório vai mostrar se o hospital se adaptou às condições de higiene exigidas pelo órgão estadual.
O vereador Wagner Teixeira (PV) solicitou ao Ministério Público a interdição do hospital. A denúncia foi encaminhada à promotora Ana Cristina Chami, que não quis comentar o caso ontem.
"É um absurdo o único hospital do município apresentar péssimas condições de higiene e colocar em risco a saúde da população", disse o vereador.
MORTES- Em abril, a dona-de-casa Eliane Félix de Miranda, 33 anos, morreu com complicações pós-parto.
Outras sete parturientes tiveram problemas --três delas retiraram o útero. A principal suspeita era o uso do medicamento Oxiton, usado para contrair o útero após o parto, mas foi descartado pelo Centro de Vigilância Sanitária depois de analisado.
O delegado Odair Bruzos, responsável pelo caso, afirmou que aguarda o laudo da exumação do corpo de Eliane. (Fonte: ValeParaibano)

Raio X

Hospital de Clínicas de São Sebastião
- Leitos: 24 (maternidade), 13 (clínica cirúrgica), 11 (UTI) e 48 (clínica médica e pediátrica)
- 1 centro cirúrgico - obstétrico
- Atendimento: 80 partos/mês (até março)

Irregularidades apontadas no laudo:
- Enfermaria Pediátrica: excesso de leitos em um único ambiente, proximidade de camas e berços das paredes e medicamentos colocados na geladeira usada para guardar água dos pacientes;
- Clínica Médica: cesto de lixo sem tampa e falta de mesa para alimentação dos pacientes;
- Maternidade e Apartamentos: excesso de leitos por enfermaria, válvula da descarga com vazamento e portas dos banheiros sem maçanetas;
- UTI: falta de papel-toalha e sabonete líquido nos banheiros, os medicamentos são guardados nas prateleiras de madeira e isolamento não tem sistema de ar-condicionado de antecâmara;
- Pré-parto: presença de material estéril vencido
- Sala de parto normal: ausência de enfermeiro
- Centro cirúrgico e obstétrico: medicamento vencido, reaproveitamento de escova para assepsia cirúrgica;
- Uso de garrafas tipo "pet" para fornecer águas aos pacientes: Clínica Médica, Maternidade e Apartamentos
Fonte: Relatório Vigilância Sanitária. (Fonte: ValeParaibano)

Provedora contesta relatório

São Sebastião - A provedora do Hospital de Clínicas de São Sebastião, Elisabeth Chagas, contestou ontem as informações contidas no relatório encaminhado ao Ministério Público.
Segundo ela, se os pontos apontados no laudo tivessem embasamento, a Vigilância teria interditado a unidade, o que não ocorreu.
Elisabeth disse ainda que não comentaria as irregularidades denunciadas à Promotoria.
O secretário de Saúde de São Sebastião, Aldo Conellian Júnior, disse que espera receber hoje o relatório da segunda inspeção realizada no início do mês para verificar se o hospital vem cumprindo todas as exigências da Vigilância Sanitária.
"Algumas modificações, inclusive nas questões de higiene, foram feitas de imediato após a inspeção da vigilância em abril. Vamos analisar o relatório e, caso seja necessário, podemos solicitar a interdição do hospital", disse.
HIGIENE - O secretário afirmou que atualmente não existe nenhum medicamento vencido no hospital e que a falta de higiene apontada no laudo pode ter ocorrido devido ao 'descuido de funcionários'.
"A informação extra-oficial é que as questões básicas de higiene já foram modificadas. Acreditamos no serviço prestado pelo hospital, que vai cumprir todas as determinações da Vigilância", disse o secretário de Saúde de São Sebastião.
Conellian Júnior afirmou que o hospital foi advertido pela Vigilância, mas que modificações estruturais como reparos em pisos e paredes dependem de recursos extras. (Fonte: ValeParaibano)

Secretaria apura morte no PS

São Sebastião - A Secretaria de Saúde de São Sebastião instaurou processo administrativo para apurar as causas da morte de um menino de 4 anos no Pronto-Socorro, no último dia 10.
A suspeita é que Rafael Souza Cardoso teria morrido de parada respiratória após ser medicado na unidade. A mãe de Rafael, a dona-de-casa Zelinda Gomes de Souza, 34 anos, registrou um boletim de ocorrência e prestou esclarecimentos ontem no 1º Distrito Policial.
Segundo Zelinda, Rafael deu entrada no PS por volta das 22h30 do dia 9, com crise de bronquite e vômito. Ele teria feito inalação.
"Após a inalação, meu filho estava com uma boa aparência e queria ir embora. Ele usava uma sonda no nariz e estava impaciente. Uma enfermeira disse que aplicaria uma injeção para que ele ficasse calmo", disse.
Zelinda afirmou que cerca de 30 minutos após a injeção a boca de Rafael ficou roxa. No momento ela foi retirada da sala pelos funcionários.
"Por volta da 0h10 fiquei sabendo que meu filho tinha morrido. Acho que foi o remédio (injeção) pois ele estava bem depois da inalação e do soro", disse. Rafael morreu no dia do seu aniversário.
O secretário de Saúde, Aldo Conellian Júnior, disse que vai analisar o relatório dos procedimentos adotados pelo corpo médico.
"Sabemos que o menino tinha um quadro grave de bronquite, mas somente o relatório poderá apontar as causas da morte", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Costa Sul recebe obras de Saneamento Básico

São Sebastião - A prefeitura de São Sebastião realiza, no próximo dia 25, às 11 horas, na praia do Engenho, na antiga rodovia SP-55, entre as praias Barra do Una e Juréia, o lançamento do pacote de obras de saneamento básico da Costa Sul do Município.
A ampliação do sistema de esgoto será realizada em parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado) e beneficiará, além do bairro do Engenho, os bairros Barra do Una, Barra do Sahy, Baleia, Maresias e Paúba.
Estimado em R$ 20 milhões, o pacote de obras vai contribuir para a melhoria da qualidade de vida de cerca de 30 mil pessoas entre a população local e os turistas. “Além de propiciar melhores condições de vida à comunidade, poderemos também receber melhor os freqüentadores do município, valorizando o nosso turismo”, disse o sub-prefeito da Costa Sul, Benedito Ribeiro do Prado Filho.
Segundo o contrato, serão implantados 53,1 mil metros de rede coletora, 7,1 mil metros de linhas de recalque, 2,8 mil ligações domiciliares, 23 estações elevatórias e 4 estações de tratamento de esgoto completas.
Do valor total do investimento, R$ 9,5 milhões serão financiados pela prefeitura através do Plano Comunitário de Melhorias (PCM), em que os usuários do sistema pagam pela implantação do serviço. O financiamento será feito pela Caixa Econômica Estadual. Os outros R$ 10,5 milhões serão investidos pelo governo do Estado e repassados para a Sabesp.
Segundo a prefeita interina, Cláudia Batocchio Pinto Flausino, a saída encontrada (união do PCM com a Sabesp) para a execução da obra é inédita. “A união dos proprietários de imóveis e de terrenos com a Sabesp é fundamental e é o que vai propiciar a realização da obra. Além disso, esses proprietários estarão gerando a valorização de seus próprios imóveis”, disse.
Ainda segundo a vice-prefeita, esse processo “traduz eqüidade”, ou seja, quem tem maior poder aquisitivo contribui com mais e quem tem menos contribui com menos.
Com o término das obras, a cidade terá cerca de 90% de cobertura por coleta e tratamento de esgoto. As obras, que tiveram início por parte da Sabesp em junho de 2002 em Maresias, têm previsão de término para o final desse ano.
“Estamos cumprindo a nossa meta, que é viabilizar uma reivindicação antiga dos moradores, proporcionando qualidade de vida, diminuição do risco de doenças e preservando o Meio Ambiente”, concluiu a vice-prefeita. (Fonte: PMSS)

Benefícios bairro a bairro

Engenho e Barra do Una
4 estações elevatórias de esgoto
3.672 metros de linha de recalque
1 Estação de Tratamento de Esgoto completa
12.950 metro de rede coletora
634 ligações domiciliares

Baleia e Barra do Sahy
  - 5 Estações Elevatórias de esgotos
  - 1.597 metros de linha de recalque
  - 1 Estação de Tratamento de esgoto completa
  - 8.764 metros de rede coletora
  - 485 ligações domiciliares

Maresias
  - 6.938 metros de rede coletora
  - 384 ligações domiciliares
  - 11 Estações Elevatórias de esgoto
  - 1.792 metros de linha de recalque
  - 1 Estação de Tratamento de Esgoto completa
  - 20.250 metros de rede coletora
  - 1.065 ligações domiciliares

Paúba
  - 1.961 metros de linha de recalque
  - 1 Estação de Tratamento de esgoto cpmpleta
  - 4.216 metros de rede coletora
  - 242 ligações domiciliares
  - 3 Estações Elevatórias de esgoto (Fonte: PMSS)

Homem morre em acidente de trabalho em Ubatuba

Ubatuba - Um rapaz morreu na tarde de ontem em um acidente de trabalho, ocorrido nas obras de pavimentação conduzidas pela Prefeitura de Ubatuba na Estrada Municipal do Rio Escuro. A Polícia Militar informou que um rolo compressor passou por cima da vítima, que morreu no local. O nome da vítima não foi revelado pela Polícia Militar. Segundo a polícia, o homem teria desmaiado enquanto trabalhava na obra e, em seguida, o rolo acabou passando sobre ele. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil. (Fonte: ValeParaibano)

34ª Travessia de Ubatuba

Ubatuba - A Prefeitura Municipal de Ubatuba, através da Secretaria de Esportes e Lazer, em conjunto com a Federação Aquática Paulista e com apoio da Secretaria da Juventude Esportes e Lazer do Governo do Estado de São Paulo, realizará no dia 25 de maio, ás 09:00 horas, na Praia do Cruzeiro, a 34ª Travessia de Ubatuba.
A 34ª Travessia de Ubatuba será a 6ª Etapa do Campeonato Paulista de Maratonas Aquáticas, que é dividida em 03 percursos, 1.000 metros, 3.100 metros e 9.400 metros.
O percurso de 1.000 metros terá sua largada na Prainha do Matarazzo, o percurso de 3.400 metros largará do Cais do Porto e o percurso de 9.400 metros, largará da Praia do Perequê Açu, sendo a chegada dos três percursos será na Praia do Cruzeiro.
As categorias em disputa serão: Mirim, Petiz, Infantil, Juvenil, Junior, Sênior, Máster e Absoluto.
Mais informações poderão ser obtidas na Secretaria de Esportes e Lazer, pelo telefone 3833-3818. (Fonte: ACS-PMU)

Comunidade da região Sul reúne-se com Secretário de Turismo

Ubatuba - Na noite de sexta-feira, 16, o Secretário de Turismo da Prefeitura de Ubatuba, Sérgio Luiz Alves Carvalho, esteve reunido com cerca de 50 pessoas representantes da região Sul do município. O evento foi organizado por Mia Mafalda, assessora da Administração da Regional Sul, e contou com a presença do vice-Prefeito Moralino Valim Coelho (PMDB). O encontro teve a duração de mais de 2 horas, onde o Secretário falou sobre o programa que está sendo implantado para o desenvolvimento econômico por meio do turismo.
Durante o encontro, Carvalho enfatizou sobre a importância do engajamento de todos neste processo e da necessidade da criação da Adentur (Agência de Desenvolvimento Econômico e Negócios do Turismo). “Com a implantação da Adentur teremos muito mais agilidade, despolitização do setor onde teremos técnicos trabalhando na Agência”, falou Carvalho. Houve grande participação do público presente com perguntas e dúvidas que foram esclarecidas pelo Secretário. Ao final ficou agendada a próxima reunião, deste vez de trabalho, para o dia 4 de junho, às 19h30. (Fonte: ACS-PMU)

Agronegócios contemplará produtor de mexilhão e pescados

Ubatuba - Na manhã de segunda-feira, 19, o prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos (PFL), esteve reunido com representantes da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) da USP (Universidade de São Paulo) quando aprovou o relatório da 1ª fase do projeto para processamento e comercialização de mexilhão e derivados de pescados, apresentado junto ao Programa de Políticas Públicas da Fapesp (Fundo de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). O projeto foi apresentado pela coordenadora do Programa, Marília Oetterer, e por Érika Fabiane Furlan, que integra a equipe de pesquisa. Também participaram da reunião o Secretário de Agricultura e Pesca, Antônio Marchiori, a bióloga da Secretaria, Carolina Fonseca, o presidente da Colônia Z-10, Cláudio dos Santos, Cláudia Raffaelli Nascimento da Vigilância Sanitária, Naídes Alves de Lima do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e o Secretário Municipal de Finanças, Luiz Nunes.
Esta iniciativa deverá ser inserida dentro do Galpão de Agronegócios que estará localizado no bairro do Taquaral em uma área de aproximadamente 5000 metros quadrados, sendo 1000 metros de área coberta e o restante em áreas de estacionamento, carga e descarga. Além de um espaço que será destinado à comercialização dos produtos agrícolas e de pescados no próprio local. Este Galpão é um convênio que foi firmado no final do ano passado com a Secretaria de Agricultura do Governo Estadual e o valor do investimento é de cerca de R$280 mil. O início das obras está prevista para o segundo semestre deste ano.
A coordenadora do Projeto, Marília Oetterer, deu início às pesquisas voltadas à produção de mexilhões após o encerramento e participação do Planejamento Estratégico que incluía e contemplava a produção pesqueira de mexilhões, desenvolvido pela Saab em 2001 no Núcleo Picinguaba. A primeira fase do projeto foi totalmente concluída com investimento da ordem de R$30 mil financiados pela Fapesp. No relatório desta fase consta diagnóstico com intervenções emergentes para viabilizar a comercialização e o beneficiamento do pescado de mexilhão, bem como levantamento de preços, quantidade de pescadores, número de pessoas envolvidas na atividade, análises da qualidade dos mexilhões e das águas das praias do Engenho da Almada, Barra Seca e Costão do Cedro, onde já são produzidos. Para Oetterer é possível manter o caráter artesanal adaptando-se a produção às condições de manipulação corretas e com isso agregar mais valor com certificação e selo de qualidade para conquista de mercado, inclusive para exportação do produto. O Secretário Marchiori considera esta iniciativa fundamental para impulsionar esta atividade. “Dentro deste projeto está embutida a questão social que objetiva combater o empobrecimento destas comunidades artesanais e fazer com que permaneçam em suas terras de origem, por meio de capacitação técnica e um melhor para o mercado”, afirmou Marchiori.
O prefeito Paulo Ramos entusiasmado com a apresentação das pesquisadoras da USP, prometeu total empenho juntamente com o Secretário Marchiori, para a viabilização do Galpão de Agronegócios com a inserção deste beneficiamento para os produtores de mexilhão. Autorizou também o desenvolvimento da segunda fase do projeto coordenado por Oetterer, que agora submeterá à Fapesp para aprovação que requer um investimento estimado de R$140 mil. Esta parceria conta com recursos USP/ESALQ (Universidade de São Paulo e Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz), implantação e assessoramento para funcionamento da USP e a Prefeitura cede local e cobre os custos de manutenção. A 2ª fase deste projeto consiste na aquisição de equipamentos que permitam uma melhor capacidade de armazenamento para a atividade e também máquinas como filetagem, embalagem, congelamento, entre outras, para o processamento que visa agregar valor ao produto.
Ramos disse que acredita que desta maneira estaremos oferecendo melhor qualidade de vida ao pescador e assim fixando-o em sua atividade profissional. “Por meio deste beneficiamento todos ganham. Desde o pescador que terá um produto melhor e também o consumidor que terá a garantia de qualidade. Precisamos preparar todos os pescadores e produtores de mexilhão de Ubatuba para as novas exigências do mercado, para o bem de todos”, afirmou Ramos. O Presidente da Colônia Z-10, Cláudio dos Santos, disse que apoia totalmente esta iniciativa. “Agora, tem que ser rápido. É muito importante não só para nós pescadores, mas também para o consumidor e para o produto Ubatuba como cidade turística. Todos nós sairemos ganhando neste processo”, finalizou Santos. (Fonte: ACS-PMU)

Mudança de Horário do programa de Ubatuba na TVMar

Ubatuba - O programa gravado em Ubatuba para a TVMar vai ao ar no próximo domingo as 10 da manhã e não mais as 09:30 hs com anunciado. Foram gravados o programa Ranchinho Caiçara, a rádio Gaivota, o Museu Caiçara, o projeto Tamar e a Câmara Municipal. Acredito que não caiba tudo em um só programa mas começa neste Domingo e vale a pena a audiência. TVMAr uhf canal 39.

Carta do Leitor

Amo esta cidade!!! - Olá, Sou Taubateana, e fazia de Ubatuba a minha casa. Amo essa cidade, moro em Campinas à dois anos mas antes de vir p/ cá, saí de Taubaté e fui morar no Rio.Conheci vários lugares do Brasil, mas nunca me esqueci de Ubatuba. Os melhores momentos da minha vida eu vivi em "Ubatuba"!!! Amo essa cidade!!! Até hoje ouço as músicas do Maverick, e morro de saudade!!! Em Breve estarei por aí!!!

Luci Mara Motta
Campinas, SP


Exposição Alcatrazes - Você que não pode visitar a exposição de Alcatrazes, veja as fotos no site da Fotolab. A exposição continua na Pizzaria Cristal até o dia 14/06 sempre após as 19:00hs. O endereço é: Rua Prof. Artur Ramos, 551 // Av. Cidade Jardim.

FotoLab
São Paulo, SP


Plano certo em mãos erradas - Muito interessante o novo Plano de Desenvolvimento Turístico de Ubatuba. Entretanto, alguns itens podem ser confudidos e acabar por destruir as belezas naturais da cidade. Urbanização pode ser muito facilmente convertida em descaracterização. Não são todas as praias que devem ter por exemplo, quiosques e barracas comerciais. Outros lugares não deveriam ser asfaltados, pois perderiam suas características de rusticidade ou a tradição (vide o caso das ruas do centro). E ainda, o item que mais me preocupa: a atração de novos moradores para Ubatuba. Como controlar a vinda de mais desacreditados das cidade vizinhas em busca de uma vida melhor, que se tornariam os principais invasores de áreas protegidas e criminosos da cidade? Quem protegerá a cidade das construções irregulares?

Luiz Eduardo A. de Siqueira
Estudante
São Paulo, SP


Obstáculos - Estou enviando esta resolução em caráter informativo, para a Regional Sul e ao setor de trânsito p/ que seja tomada as devida providencia em tempo cabível, para a retirada destes tais morro de terra feitos na região ou sua regulamentação. Espero que sirva para orientar também os condutores e proprietário de veiculo, porque aceitar isto e ser taxado de burro.

Antonio Fernando de S. Casas
Ubatuba, SP


RESOLUÇÃO Nº 39, DE 21 DE MAIO DE 1998
Estabelece os padrões e critérios para a instalação de ondulações transversais e sonorizadores nas vias públicas disciplinados pelo parágrafo único do art. 94 do Código de Trânsito Brasileiro.
O CONSELHO NACIONAL DE TRÂNSITO – CONTRAN, usando da competência que lhe confere o art. 12, inciso I, da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro – CTB, e conforme o Decreto nº 2.327de 23 de setembro de 1997, que trata da coordenação do Sistema Nacional de Trânsito resolve:
Art. 1º A implantação de ondulações transversais e sonorizadores nas vias públicas dependerá de autorização expressa da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via, podendo ser colocadas após estudo de outras alternativas de engenharia de tráfego, quando estas
possibilidades se mostrarem ineficazes para a redução de velocidade e acidentes.
Art. 2º As ondulações transversais devem ser utilizadas em locais onde se pretenda reduzir a velocidade do veículo, de forma imperativa, principalmente naqueles onde há grande movimentação de pedestres.
Art. 3º As ondulações transversais às vias públicas
denominam-se TIPO I e TIPO II e deverão atender aos projetos-tipo constantes do ANEXO I da presente Resolução. Deverão apresentar as seguintes dimensões:
I – TIPO I:
a) largura: igual à da pista, mantendo-se as condições de drenagem superficial;
b) comprimento: 1,50;
c) altura: até 0,08m.
II – TIPO II:
a) largura: igual à da pista, mantendo-se as condições de drenagem superficial;
b) comprimento: 3,70m;
c) altura: até 0,10m.
Art. 4º Os sonorizadores deverão atender ao projeto-tipo constante do ANEXO II da presente Resolução, apresentando as seguintes dimensões:
I – largura do dispositivo: igual à da pista, mantendo-se as condições de drenagem superficial;
II – largura da régua: 0,08m;
III – espaçamento entre réguas: 0,08m;
IV – comprimento: 5,00m;
V – altura da régua: 0,025m.
Art. 5º As ondulações transversais são:
I – TIPO I: Somente poderão ser instaladas quando houver necessidade de serem desenvolvidas velocidades até um máximo de 20km/h, em vias locais, onde não circulem linhas regulares de transporte coletivo;
II – TIPO II: Só poderão ser instaladas nas vias:
a) rurais (rodovias) em segmentos que atravessam aglomerados urbanos com edificações lindeiras;
b) coletoras;
c) locais, quando houver necessidade de serem desenvolvidas velocidades até um máximo de 30km/h.
Art. 6º Os sonorizadores só poderão ser instalados em vias urbanas, sem edificações lindeiras, e em rodovias, em caráter temporário, quando houver obras na pista, visando alertar o condutor quanto à necessidade de redução de velocidade, sempre devidamente acompanhados da sinalização vertical de regulamentação de velocidade.
Art. 7º Recomenda-se que após a implantação das ondulações transversais a autoridade com circunscrição sobre a rodovia monitore o seu desempenho por um período mínimo de 1 (um) ano, devendo estudar outra solução de engenharia de tráfego quando não for verificada expressiva redução do índice de acidentes no local.
Art. 8º Para a colocação de ondulações transversais do TIPO I e do TIPO II deverão ser observadas, simultaneamente, as seguintes características relativas à via e ao tráfego local:
I – índice de acidentes significativo ou risco potencial de acidentes;
II – ausência de rampas em rodovias com declividade superior a 4% ao longo do trecho;
III – ausência de rampas em vias urbanas com declividade superior a 6% ao longo do trecho:
IV – ausência de curvas ou interferências visuais que impossibilitem boa visibilidade do dispositivo;
V – volume de tráfego inferior a 600 veículos por hora durante os períodos de pico, podendo a autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via admitir volumes mais elevados, em locais com grande movimentação de pedestres, devendo ser justificados por estudos de engenharia de tráfego no local de implantação do dispositivo.
VI – existência de pavimentos rígidos, semi-rígidos ou flexíveis em bom estado de conservação.
Art. 9º A colocação de ondulações transversais na via só será admitida se acompanhada a devida sinalização, constando, no mínimo, de:
I – placa de Regulamentação “Velocidade Máxima Permitida”, R-19, limitando a velocidade até um máximo de 20km/h, quando se utilizar a ondulação TIPO I e até um máximo de 30km/h, quando se utilizar a ondulação TIPO II, sempre antecedendo o obstáculo, devendo a redução de
velocidade da via ser gradativa, seguindo os critérios estabelecidos pelo CONTRAN e restabelecendo a velocidade da via após a transposição do dispositivo.
II – placas de Advertência “Saliência ou Lombada”, A-18, instaladas seguindo os critérios estabelecidos pelo CONTRAN, antes e junto ao dispositivo, devendo esta última ser complementada com seta de posição, conforme desenho constante do ANEXO III, da presente Resolução;
III – no caso de ondulações transversais do TIPO II, implantadas em série, em rodovias, deverão ser instaladas placas de advertência com informação complementar, indicando início e término do segmento tratado com estes dispositivos, conforme exemplo de aplicação constante do ANEXO IV, da presente Resolução;
IV – marcas oblíquas com largura mínima de 0,25m pintadas na cor amarela, espaçadas de, no máximo 0,50m, alternadamente, sobre o obstáculo admitindo-se, também, a pintura de toda a ondulação transversal na cor amarela, assim como a intercalada nas cores preta e amarela, principalmente no caso de pavimentos que necessitem de contraste mais definido, conforme desenho constante do ANEXO III, da presente Resolução.
Art. 10. Recomenda-se que as ondulações transversais do TIPO II, nas rodovias, sejam precedidas da pintura de linhas de estímulo à redução de velocidade, calculadas de acordo com a velocidade operacional da via, conforme previsto no item 2.2 do ANEXO II do Código de Trânsito Brasileiro.
Art. 11. Durante a fase de implantação das ondulações transversais poderão ser colocadas faixas de pano, informando sua localização, como dispositivo complementar de sinalização.
Art. 12. A colocação de ondulações transversais próximas às esquinas, em vias urbanas, deve respeitar uma distância mínima de 15m do alinhamento do meio-fio da via transversal.
§ 1º A distância mínima entre duas ondulações sucessivas, em vias urbanas, deverá ser de 50m e nas rodovias, entre ondulações transversais sucessivas, deverá ser de 100m.
§ 2º Numa seqüência de ondulações implantadas em série, em rodovias, recomenda-se manter uma distância máxima de 200m entre duas ondulações consecutivas.
Art. 13. As ondulações transversais deverão ser executadas dentro dos padrões estabelecidos nesta Resolução.
Art. 14. No caso do não cumprimento do exposto anteriormente, a autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via deverá adotar as providências necessárias para sua imediata remoção.
Art. 15. A colocação de ondulação transversal sem permissão prévia da autoridade de trânsito com circunscrição sobre a via sujeitará o infrator às penalidades previstas no § 3º do art. 95 do Código de Trânsito Brasileiro.
Art. 16 Esta Resolução entrará em vigor 180 (cento e oitenta) dias a partir da data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, em especial, a Resolução nº 635/84 e o item 3.4 da Resolução nº 666/86.



Clique Aqui para acessar o Manifesto de Apoio

a Proposta de Programas e de Ações para o Turismo de Ubatuba
apresentado pelo Secretário de Turismo, Sergio Luiz Alves Carvalho

 

Foto do Dia

Praia do Itaguá - © Emilio Campi

Ubatuba
Praia do Itaguá
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Marcos Borges da Silva - artista plástico Ubatuba Fascinante Igreja Ágape

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor