Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 23 de maio de 2003 - Nº 787 Edições Anteriores

Regisoft Pousada albatroz Naturali Garden Center

Caraguatatuba:
   Litoral Dance Festival terá a participação de 78 grupos
   Caraguá faz evento de motos para mulheres
   Morador de Caraguá pede rotatória na Rio-Santos
   Obras do DER podem ser paralisadas
   Clandestinos invadem as linhas urbanas de taxistas em Caraguá

Ilhabela:
   Projeto Ilhabela Tem Cara Limpa e Ajuda no Combate a Dengue
   Ilhabela realiza plantão eleitoral no próximo dia 14
   Adrenalina: palavra chave da Corrida de Aventura em Ilhabela
   Executivo consegue autorização para alterar Lei 178/03
   Câmara vota reajuste salarial de vereadores e funcionários

São Sebastião:
   São Sebastião põe alunos em salas de aula improvisadas
   Prefeitura diz que vai resolver problema
   MP vai investigar hospital de São Sebastião
   Pescadores acham 4º tubarão em Camburi
   Comissão de Avaliação do COB inspeciona canal de São Sebastião

Ubatuba:
   Travessia de Ubatuba movimentará a cidade
   Caso das Parturientes: Secretaria pode ampliar análises

   Carta do Leitor



Litoral Dance Festival terá a participação de 78 grupos

Caraguatatuba - De hoje até o próximo domingo, Caraguatatuba vai receber os melhores bailarinos do Estado de São Paulo, que vão disputar o título do VI Litoral Dance Festival.
O evento, que será promovido pela Fundacc (Fundação de Arte e Cultura de Caraguatatuba), em parceria com a Allegro Stúdio, reunirá 78 grupos e 1600 bailarinos, que vão apresentar 214 coreografias.
Os participantes receberão prêmios em jóias para o melhor grupo nas categorias infanto-juvenil e adulto (que vai do amador ao profissional), além de estatuetas.
O palco para as apresentações foi montado no Cemug (Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves).
Com início dos espetáculos previsto para às 18h30, a entrada vai ser gratuita, sendo que os convites poderão ser adquiridos na secretaria do Centro Esportivo.
De caráter competitivo, o festival vai reunir bailarinos vindos de várias partes do país, apresentando seus trabalhos em modalidades, categorias e estilos próprios.
Segundo a coordenadora , Mathilde Mathias, a intenção para os próximos anos é aumentar o número de dias do festival.
“Quatro dias é muito pouco para um festival deste porte. Vamos tentar estender nos próximos festivais a realização das apresentações em dois finais de semana e, com isso, proporcionar maior acessibilidade da comunidade e dos grupos que queiram participar. Este ano, por exemplo, muitos grupos ficaram de fora em função da agenda do evento”, destaca.
No entanto, não se limita às mostras competitivas. No intuito de proporcionar maior intercâmbio entre os participantes, a organização preparou aulas abertas, workshops, exposições, mostras não-competitivas e tenda de desafios.
Para a abertura do festival , a Fundacc apresentará o espetáculo do Corpo de Baile de Caraguatatuba, “Nossa História Através da Dança”, dirigido pela bailarina e coreógrafa Mathilde Mathias, por um preço de R$ 3. (Fonte: Imprensa Livre)

Caraguá faz evento de motos para mulheres

Caraguatatuba - Caraguá espera 20 mil pessoas e 3 mil motos para o evento de 5º aniversário do motoclube 'Garotas do Asfalto', comemorado a partir das 10h de hoje, na praia do Centro. O evento vai até domingo e conta com apresentação de bandas de rock e desfiles exclusivos de mulheres motociclistas. Para o secretário de Turismo, Paulo Noronha, o evento deve representar um aumento de 25% no movimento no final de semana. Nos três dias, haverá som mecânico e exposição e venda de produtos de motociclismo. A entrada é franca. (Fonte: ValeParaibano)

Morador de Caraguá pede rotatória na Rio-Santos

Caraguatatuba - Moradores e comerciantes de Caraguatatuba enviaram um ofício ontem ao DER (Departamento de Estradas e Rodagem) solicitando a construção de uma rotatória na rodovia Rio-Santos no trecho de entrada para o bairro Cidade Jardim, que dá acesso à praia Martin de Sá. Representantes de SABs (Sociedade Amigos de Bairro) realizaram uma reunião ontem com a Comissão de Assuntos Relevantes do Comércio e aguardam uma resposta até a próxima semana. O DER começou as obras de recuperação há cerca de dois meses, mas não está previsto no projeto a rotatória no local. (Fonte: ValeParaibano)

Obras do DER podem ser paralisadas

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba realizou ontem, 22, às 11h, uma reunião com moradores e comerciantes da região norte da cidade para discutirem sobre as obras do DER - Departamento de Estrada e Rodagem, que estão acontecendo ao longo da Rodovia SP-55, nos quilômetros 95 á 99, no bairro Jetuba.
Os moradores e os comerciantes reivindicaram as dificuldades de acesso aos bairros, a queda nas vendas do comércio local, a construção de passarelas, as defensas, implantação de lombadas, diminuição de velocidade dentro da cidade, melhoria na curva do morro do bairro Jetuba, entre outros.
Cerca de 110 moradores e comerciantes estiveram presentes na reunião, além das autoridades como o presidente da ACE - Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba, Jorge Washington de Camargo; o presidente da CAR - Comissão de Assuntos Relevantes do Comércio, Omar Kazon; o presidente da Câmara Municipal, Wilson Agnaldo Gobetti; o presidente da Associação de Amigos do Bairro Martim de Sá, Alberto Conceição Caetano, o engenheiro Akio Irie, fiscal da Enger; o engenheiro do DER,
Silas de Oliveira; presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Caraguatatuba, José Cláudio; capitão da Polícia Militar, Valter Padulla e os vereadores, Madalena Fachini, Augusto Lobo de Oliveira, Anderson Bertoncini, Aureliano Gonçalves Pereira e João Godoy Filho.
Durante a reunião, a vereadora Madalena Fachini, lamentou o descaso de algumas autoridades que poderiam dar uma solução imediata para os reivindicadores, como o prefeito Antonio Carlos da Silva e do engenheiro responsável do DER, Flávio Carneiro Cesari, para esclarecer aos moradores e comerciante o andamento das obras.
Todos os vereadores apóiam os moradores na mobilização das obras e que podem contar com o apoio da Casa Legislativa numa possível paralisação. “Não podemos abrir as portas para aqueles que nunca visitaram Caraguatatuba e ainda fazer esse tipo de obra prejudicando o comércio local, a união de todos é muito importante para solucionar os problemas”, finalizou o presidente da Câmara Wilson Gobetti.
Para o presidente da Associação Comercial, Jorge Washington, essa obra é muito importante para o município, mas não se pode prejudicar os moradores e comerciantes. “Esse é o momento de unir forças e montar uma comissão para falar com o responsável e fazer todas as mudanças necessárias, caso contrário o problema se estenderá pela cidade inteira”, disse. Jorge falou ainda sobre a velocidade estabelecida neste trecho e discorda quando se fala que uma rodovia não se pode ter frenagem. “Na rodovia dos Tamoios, na descida do bairro Putim, a velocidade permitida é de 40 quilômetro por hora e está funcionando. Todos respeitam! Por que Caraguá precisa ser diferente? Uma rodovia que corta a cidade toda não pode ter frenagem?”, indagou o presidente.
Alberto Conceição Caetano, presidente da Associação dos Amigos de Bairro da Martim de Sá, disse que a entrada do bairro Canta Galo é o único trecho que necessita de reparos e que não há a necessidade de parar as obras.
Akio Irie, fiscal das obras, disse que a velocidade interna já está estabelecida e será em torno de 30 a 40 quilômetros por hora, caso a velocidade não seja respeitada, o condutor será multado. Com relação à curva no bairro Jetuba, será feito um escaldamento no morro e não será tirado porque além de estar sob preservação ambiental, o DER precisa de uma autorização para mexer no terreno, mas será feito drenagem e terá o plantio de gramas. As defensas entre 1,20 metros e 1,60 metros, serão colocadas para evitar acidentes e que crianças e moradores atravessem a estrada.
Ao final, o engenheiro do DER, Silas de Oliveira, encaminhará todas as reivindicações aos seus superiores para que seja analisado e agilizado. Será marcada uma segunda reunião para tentar solucionar os problemas dos moradores. (Fonte: ACEC)

Clandestinos invadem as linhas urbanas de taxistas em Caraguá

Caraguatatuba - Os taxistas de Caraguatatuba estão reclamando da atuação de motoristas clandestinos na cidade. O grupo está agindo nas linhas urbanas e intermunicipais causando uma redução de até 90% no número de usuários de táxis.
Segundo os taxistas, os clandestinos abordam os clientes na rodoviária e nos pontos de ônibus. O ValeParaibano apurou que os motoristas oferecem um valor inferior que a passagem de ônibus e aceitam vale-transporte.
Para uma viagem entre Caraguá e São José dos Campos o valor varia de R$ 10 a R$ 13. Na cidade, o preço custar R$ 1,50. Na linha intermunicipal autorizada, a passagem custa R$ 13,05 e urbana R$ 1,60.
No município existem 72 taxistas. O taxista E.G., 57 anos, disse que o transporte clandestino acabou com as corridas de táxis.
"Trabalho 12 horas por dia para conseguir um cliente. Muitos arriscam a vida a noite nos pontos de táxi para ter um lucro satisfatório", disse.
O taxista, L.V.S., 55 anos, que trabalha há 3 anos, disse que raramente aparece viagem para outros municípios. Durante um período de 24 horas, ele disse que consegue dois clientes.
"A situação é precária pois não existe fiscalização. Os clandestinos circulam pelo município, mas ninguém consegue conter esse trabalho irregular", disse.
SEGURANÇA - A comerciante Juliane Rossi, 39 anos, afirmou que apesar de ter um valor inferior o serviço não oferece segurança. "Caso aconteça um acidente, os veículos geralmente não tem seguro e o prejuízo será do passageiro", disse.
O diretor da Ditran (Divisão de trânsito) de Caraguá, Celso Rapasi, admite o problema e afirmou que é difícil comprovar a ação dos clandestinos.
Em 2002, foram apreendidos 6 veículos e feitas 23 autuações. Este ano somente um carro foi multado.
"A fiscalização é constante, mas na abordagem do veículo o passageiro tem que confirmar que está usando o transporte irregular. A penalidade é em torno de R$ 680, além da apreensão do veículo", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Projeto Ilhabela Tem Cara Limpa e Ajuda no Combate a Dengue

Ilhabela - A Prefeitura Municipal de Ilhabela através da Secretaria do Meio Ambiente e a Secretaria da Saúde promovem no próximo sábado, dia 24, a primeira edição de uma série do Projeto “Ilhabela Tem Cara Limpa e Ajuda no Combate a Dengue” do ano de 2003. Desta vez, o evento acontecerá no Bairro do São Pedro, no sul, às 10h.
O projeto, que acontece desde o início da administração do prefeito Manoel Marcos, é um mutirão de limpeza, que, através de gincana, reúne crianças e adolescentes incentivando a conservação da limpeza do seu bairro e conseqüentemente de sua cidade. Os participantes são divididos em equipes que durante toda ação recolhem o lixo e sucatas e trocam por pontos, que aumentam as chances de ganhar o prêmio sorteado no final do evento – uma bicicleta.
O Ilhabela tem Cara Limpa tem conseguido resultados significativos desde seu início. A prova disso foi à coleta realizada em seis pontos do bairro da Barra Velha, no ano passado, onde foram somadas 21 toneladas de lixo. O material recolhido é encaminhado ao CT (Centro de Triagem).
O meio ambiente não é o único prejudicado com a falta de limpeza das ruas e dos próprios quintais das casas dos moradores. A proliferação de ratos e insetos causada pelo lixo acumulado está diretamente ligada a saúde. Segundo dados do OMS (Organização Mundial da Saúde) a cada dólar investido em meio ambiente, de US$5 a 10 são economizados na área de saúde.
Pensando nisso e no combate a dengue, o secretário da saúde Antônio Luiz Colucci propôs uma ação conjunta com a secretaria do Meio Ambiente, Cássia Redó, onde os agentes comunitários de saúde juntamente com os agentes de campo do PEA (Programa de erradicação do Aedes Aegypti) fazem a coleta de amostras com suspeita de foco de dengue no mesmo local onde a Secretaria do Meio Ambiente faz sua gincana.
Este evento conta com o patrocínio da Petrobrás – Transpetro na doação das camisetas, também com a doação de uma bicicleta por um morador e com a ajuda do Suplente de Vereador – Zeca do São Pedro.
Atenção moradores do São Pedro, compareçam! (Fonte: PMI)

Ilhabela realiza plantão eleitoral no próximo dia 14
O plantão realizará transferência de domicílio eleitoral, inscrição para título, 2ª via entre outros

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela Manoel Marcos de Jesus Ferreira solicitou junto ao Cartório da 132ª Zona Eleitoral de São Sebastião e foi deferido pelo Juiz de Direito Dr. Josué Vilela Pimentel, a realização de um plantão eleitoral no dia 14 de junho, das 10h às 17h, para transferência de domicílio eleitoral, inscrição para título, 2ª via entre outros. Duas funcionárias do cartório estarão realizando o trabalho com o auxilio de servidores públicos.
Para qualquer tramitação, os interessados devem ter em mãos o título de eleitor com comprovantes de justificativa - no caso de transferência - um documento original (RG, Carteira de Trabalho), se homem maior de 18 anos Certificado de Reservista e o mais importante, original do comprovante de residência em nome do interessado (com mais de três meses) e cópia que fica anexada ao processo. Todos os documento são muito importantes, portanto, devem estar em ordem para que a execução do processo seja completa.
Para aqueles que não votaram em algum turno (eleição) e não justificaram ou eleitores que completaram 18 anos até o dia 5 de outubro e não votaram deverão pagar uma multa de R$3,50 para que a situação seja normalizada e possa ser efetuado o pedido.
O plantão acontecerá no Prédio da Vara Distrital de Ilhabela, localizado a rua Sérgio Rodrigues, 11, no bairro do Perequê. (Fonte: PMI)

Adrenalina: palavra chave da Corrida de Aventura em Ilhabela

Ilhabela - Os amantes dos esportes radicais têm encontro marcado em Ilhabela. A terceira edição da corrida de aventura Ilhabela Corpore Terra e Mar acontece neste sábado, dia 24, a partir das 5h da manhã, com largada e chegada na Escola de Vela BL3, localizada no antigo Campo de Aviação.
É uma prova exclusiva para os associados da Corpore (Corredores Paulistas Reunidos), de corrida e natação, com 104,2 km terrestres e 1.500 metros marítimos no Canal de São Sebastião, que serão percorridos em revezamento, por equipes compostas por cinco atletas na corrida e um atleta reserva (opcional) e um nadador.
O percurso será dividido em 15 trechos terrestres. Cada atleta terá que percorrer três trechos, que somados terão em média 20 km. A prova terá duração máxima de 12h.
O trajeto segue para o Sul da ilha, em direção a Borrifos, retornando ao ponto de largada. Em seguida será realizada a prova natatória, com percurso de mil metros, chamada pelos organizadores de ‘perna 1’, em direção Leste ao topo da estrada de Castelhanos, retornando à largada. Desde ponto ruma ao Norte em direção ao Jabaquara, retornando mais uma vez à largada. Neste momento ocorre a “perna 2” de natação (500 metros).
Ambas as “pernas” do trecho marítimo acontecerão em raia demarcada por bóias em frente à Escola de Vela BL3. Concluída essa etapa, todos os participantes de cada equipe correrão em conjunto o último trecho de 2,8 km, até a Vila, retornando à BL3.
Segundo David Cytrynowicz, presidente da Corpore, “o trecho mais radical do percurso serão os 6 km de subida e mais 6 km de descida da Estrada de Castelhanos, localizada no Parque Estadual de Ilhabela, área de preservação ambiental”.
Amanhã, dia 23, entre 15h e 19h, acontecerá a entrega dos kits e últimas informações aos atletas, em Ilhabela. O local ainda não foi divulgado pelos organizadores do evento.
No domingo será realizada a entrega da premiação e confraternização das equipes, com um “café da manhã festivo” no restaurante do Ilha Flat. (Fonte: Imprensa Livre)

Executivo consegue autorização para alterar Lei 178/03

Ilhabela - Aprovada há uma semana, quando entrou no Legislativo como projeto de Lei 019/03, a Lei 178/03, que “dispõe sobre a desincorporação de área municipal, autoriza sua alienação por meio de venda e compra, institui o Fundo Especial de Urbanização e dá outras providências”, sofreu sua primeira alteração em seu artigo 2º na sessão do dia 20.
O prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira (PTB) enviou para a Câmara o projeto de Lei 030/03, em que pede a modificação do artigo 2º. Ele agora passa a ter a seguinte redação: “Fica o Poder Executivo Municipal autorizado a alienar por venda e compra a área referida no artigo anterior, mediante licitação pública e/ou permuta”.
“Em reunião no Gabinete, antes da aprovação do Projeto de Lei nº 019/02, ficou decidido que os vereadores apresentariam emenda ao artigo 2º do projeto para incluir, além da venda, a permuta, o que é mais vantajoso ao Município, que poderá indicar ao interessado a área que deseja efetuar a troca”, explicou o prefeito.
O projeto 030/03 recebeu pareceres favoráveis das comissões de Justiça e Redação, Finanças e Orçamento e Obras, Serviços Públicos, Atividades Privadas e Defesa do Meio Ambiente. Os pareceres foram aprovados, com votos contrários dos vereadores Rogério Ribeiro de Sá (PT), o professor Catolé, e Rita Janete de Oliveira Gomes (PDT), a Dra Rita. Ambos já haviam votado contrários ao Projeto de Lei 019/03, que originou a lei 178.
“Eu já votei contra esse projeto. Ele foi aprovado há menos de 15 dias e já está sendo modificado”, lembra Catolé. O vereador Walter Duarte de Souza (PTB) explicou que a alteração servirá apenas para facilitar a compra da área. “Se alguém quisesse permutar a área não poderia O projeto só faz a troca para melhorar essa situação”. (Fonte: Correio do Litoral)

Câmara vota reajuste salarial de vereadores e funcionários

Ilhabela - Foram aprovados em sessão extraordinária realizada na terça-feira, 20, os projetos de Lei 032/03 e 033/03, que reajustam em 15% os salários dos 11 funcionários da Câmara e dos 13 vereadores.
Os projetos são de autoria da Mesa Diretora – da qual fazem parte o presidente, José Donizette da Silva (PFL); o vice-presidente, Jadiel Vieira (Sem Partido), o Keko; o primeiro secretário, Rogério Ribeiro de Sá (PT), o professor Catolé; e a segunda-secretária, Rita Janete de Oliveira Gomes (PDT), a Dra Rita.
A revisão geral dos salários dos servidores públicos é assegurada anualmente pela Constituição Federal em seu artigo 37, inciso X. Uma vez que o Executivo propôs, através do Projeto de Lei nº 31/03, a reposição salarial para os funcionários municipais, o presidente da Câmara explica que o mesmo critério deve ser usado com relação aos servidores do Legislativo.
As comissões de Justiça e Redação e de Finanças e Orçamento emitiram pareceres favoráveis ao reajuste dos funcionários da Câmara. Os pareceres e o projeto 032/03 foram aprovados por unanimidade.
Aumentos e Descontos - Também com base na Constituição Federal a Mesa Diretora apresentou e aprovou o projeto de Lei 033/03, em sessão extraordinária e votação única. O mesmo concede reajuste de 15% sobre os vencimentos dos 13 vereadores de Ilhabela, além de atualizar no mesmo percentual o valor do desconto das faltas das sessões ordinárias.
Segundo o diretor financeiro da Câmara, José Marcos da Silva, com o reajuste os salários dos vereadores passarão de R$ 1.189,64 para R$ 1.368,09. Já o desconto para as faltas às sessões, antes de R$ 100,00, sobe para R$ 115,00. As despesas com pessoal gira em torno de 1,90% do Orçamento Municipal, ficando bem abaixo do limite máximo, que é de 6%.
O reajuste, afirmou Silva, não era concedido desde julho de 2000, quando os salários foram fixados para a Legislatura de 2001 a 2004. “Hoje, a Câmara de Ilhabela gasta cerca de 70% de seu Orçamento com despesas de pessoal”.
Os vereadores Luiz Antonio dos Santos (PSL), o Luiz Lobo, Keko, Almir Mariano (PPS) e José Pereira Brandão (PSDB) se manifestaram durante a votação do projeto 033/03, lembrando que a reposição é justa.
“Temos que deixar bem claro que o salário do vereador de Ilhabela é o único da região que não sofre reajuste desde janeiro de 1997. Tivemos um aumento de R$ 158 reais. O vereador de Ilhabela não tem gabinete ou assessor. Ele praticamente não tem nada. Se for feita uma pesquisa regional, a Câmara de Ilhabela é a que tem menos mordomias”, disse Lobo.
Já o vereador Keko lembrou que o vereador, hoje, recebe praticamente o que o funcionário público ganha. “E é muito menos que os 150% que um motorista recebeu”, disse, referindo-se ao projeto de Lei aprovado na última semana, que concedeu aumento de 150%, retroativo a janeiro, ao motorista que conduz o prefeito. O vereador Brandão parabenizou a Mesa Diretora.
Ele lembrou que hoje em dia o vereador passa por grande dificuldade para trabalhar e qualquer valor ajudará muito. “O vereador de Ilhabela sempre pagou para trabalhar”, declarou Almir. “Esse reajuste é simbólico sim, mas é de bom tamanho”.
A vereadora Nanci Peres de Araújo Zanato (PTB), questionou se a Câmara não deveria, ainda, reajustar os salários de secretários, diretores e do prefeito. “Porque as perdas salariais eles têm o direito de receber”, explicou.
O presidente da Câmara esclareceu a todos que o Legislativo pode aprovar a alteração salarial desde que a iniciativa parta do Executivo, cabendo a este enviar projeto de Lei concedendo o reajuste. (Fonte: Correio do Litoral)

São Sebastião põe alunos em salas de aula improvisadas
Cerca de 450 crianças têm aulas em escolas de contêineres ou madeira na costa sul; prefeitura diz que vai construir novas unidades

São Sebastião - Cerca de 450 alunos de três escolas municipais da costa sul de São Sebastião estudam em salas de aula improvisadas em contêineres ou galpões de madeira. Os locais não têm espaço para recreação, refeitórios, banheiros e isolamento acústico entre as salas, segundo pais e professores.
Em algumas salas, também há problemas de pisos quebrados e goteiras. As escolas ficam nos bairros de Maresias, Camburi e Barra do Una.
A rede municipal de São Sebastião conta com 52 escolas e tem 14.718 alunos matriculados. O orçamento previsto pelo Executivo para 2003 na área de educação é de R$ 38 milhões.
Segundo a Secretaria da Educação, a construção de novas escolas nos bairros está sendo providenciada pelo Executivo e a situação vai ser normalizada até o início do ano letivo de 2004 (leia texto nesta página).
Em Maresias, a escola Dulce Tavares funciona dentro de um antigo clube do bairro. Conhecido como 'clubinho', o espaço tem três salas feitas de madeira, que abrigam 180 alunos de 1ª e 2ª série no período da manhã e tarde.
No local, há falta de espaço para recreio e refeitório. Também não há isolamento acústico entre as salas de aula.
"Meu filho sempre reclama que o barulho das outras salas atrapalha o estudo. Precisamos de uma escola melhor para as crianças. No início do ano, informaram que era provisório, mas estamos nesta situação há 4 meses", disse a dona-de-casa Maria Bispo de Jesus, 28 anos, que tem um filho na 1ª série do ensino fundamental.
Em Camburi, 30 alunos estudam em contêineres na escola Maria da Conceição de Deus Santos, que atende o ensino infantil e de 1ª a 4ª séries.
A escola tem duas salas de contêineres. Professores disseram que somente uma sala de aula está em funcionamento.
Na escola de Barra do Una, cerca de 240 alunos de 1ª a 4ª série também estudam em contêineres. O local era um espaço de recreação do bairro. A quadra de esporte e a pista de skate da antiga área estão abandonadas.
Goteiras - Os alunos brincam em um pequeno pátio entre as salas improvisadas e os banheiros são em contêineres. Em algumas salas, há buracos no piso, que são tampados com pedaços de madeira.
Todas as salas em contêiner possuem ar condicionado ou ventiladores.
"Gostaria de ter mais espaço para brincar no recreio. A escola deveria ter um parquinho para a gente", disse o estudante Ednaldo Santos Júnior, 9 anos.
Sheila Moraes, 25 anos, mãe de um aluno, disse que, em dias de chuva, seu filho reclama que entra água na sala de aula e as crianças não podem sair para brincar no pátio, que não é coberto.
"A escola era para ser provisória mas há dois anos continua com a mesma estrutura. Os alunos não têm espaço apropriado para estudar", disse a mãe. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura diz que vai resolver problema

São Sebastião - A Secretaria da Educação de São Sebastião informou que até o início do ano letivo de 2004 a situação nas escolas estará normalizada.
Segundo a assessora técnica, Márcia Rego, que está substituindo a secretária Irma Sanches, que está de licença médica, uma escola está sendo construída em Maresias.
A unidade é de madeira e vai abrigar os 90 alunos da Dulce Tavares, que serão transferidos no próximo semestre.
A prefeitura teria adquirido um terreno de 18 mil metros quadrados no bairro onde serão construídas três escolas. O investimento previsto é de R$ 3,17 milhões.
Em Barra do Una, serão construídas quatro escolas no espaço onde estão os contêineres para atender ao ensino infantil e fundamental. Todos os projetos têm prazo de conclusão até janeiro de 2004.
Segundo Márcia, a demanda na rede de ensino aumenta anualmente. O número de alunos teria aumentado de 8.303 em 2000 para 14.718 em 2003.
Márcia afirmou desconhecer que cerca de 30 alunos da escola municipal Maria da Conceição de Deus Santos, em Camburi, estejam estudando em contêineres. Ela disse que a escola passou por uma reforma onde foram construídos banheiros e sala de aula.
"Amanhã (hoje) vou entrar em contato com a direção da escola para verificar o caso. As salas estão prontas e têm capacidade para atender os alunos", disse Marcia. (Fonte: ValeParaibano)

MP vai investigar hospital de São Sebastião
Promotoria descarta interdição de unidade durante inquérito; direção diz que está coletando informações para averiguação

São Sebastião - O Ministério Público instaurou ontem inquérito civil para apurar supostas irregularidades que teriam sido cometidas no Hospital de Clínicas de São Sebastião.
A denúncia, feita a partir de relatório de técnicos da Vigilância Sanitária do Estado e da prefeitura, foi encaminhada ao MP pelo vereador Walter Teixeira (PV), na semana passada. Ele pedia a interdição do hospital.
Segundo a promotora Ana Cristina Chami, as investigações começaram ontem com a solicitação de documentos e informações da prefeitura e do hospital. A promotora descartou, pelo menos no início do inquérito, a possibilidade de interdição do hospital.
"Queremos apurar as denúncias para regularizar o hospital. Interditar as atividades de um estabelecimento de saúde não é um ato simples."
Segundo a promotora, o próximo passo é solicitar da Secretaria Estadual da Saúde a situação de cumprimento das exigências e prazos estabelecidos pela Vigilância Sanitária durante relatório de inspeção.
A provedora do Hospital de Clínicas, Elisabeth Chagas, disse ontem que está levantando dados técnicos do hospital para checar as denúncias. Segundo ela, o hospital deverá emitir, na próxima semana, uma nota oficial sobre o assunto. "Por enquanto, não gostaríamos de comentar o assunto."
VISTORIA - Segundo relatório da Vigilância Sanitária, baseado em uma vistoria no hospital, foram identificadas irregularidades na enfermaria pediátrica (falta de limpeza na copa e más condições na geladeira de medicamentos e água), na clínica médica (suporte de soro estava enferrujado) e na sala de isolamento (não havia papel-toalha e sabão líquido). (Fonte: ValeParaibano)

Pescadores acham 4º tubarão em Camburi

São Sebastião - Um tubarão de cerca de 2,5 metros de comprimento foi capturado anteontem na praia de Camburi, na costa sul de São Sebastião. Esse é o quarto tubarão pescado na região em menos de um mês. Os outros animais foram capturados próximos às praias do Paúba, Toque-Toque Grande e Maresias. O tubarão tinha cerca de 200 kg e era fêmea. O animal ficou enroscado em uma rede próximo à Ilha dos Gatos. O animal foi comercializado no mesmo dia. No varejo, o quilo do tubarão, que é vendido como cação, custa em torno de R$ 10. (Fonte: ValeParaibano)

Comissão de Avaliação do COB inspeciona canal de São Sebastião

São Sebastião - A Comissão de Avaliação das postulações de cidades brasileiras à sede dos Jogos Olímpicos de 2012 esteve ontem, quinta-feira, 22, em São Sebastião e Ilhabela para realizar a visita de inspeção no canal que separa as cidades, inserido nas propostas do Comitê de Postulação de Candidatura da Cidade de São Paulo como local para as competições de vela.
Esta comissão é a responsável pelo relatório que será enviado aos membros da Assembléia do COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e que resultará na escolha da cidade brasileira à sede dos Jogos Olímpicos de 2012, no dia 7 de julho.
O canal de São Sebastião é conhecido por abrigar competições importantes de Vela como o Campeonato Hemisfério Sul, o segundo evento internacional sediado em São Sebastião. Em 1997, a cidade também foi um dos pontos de parada dos participantes da Volvo Ocean Race – Withbread, sendo considerada pelos velejadores como a mais receptiva de todo o campeonato.
O local, indicado pela Comissão de Postulação de São Paulo e aprovado pela Confederação Brasileira de Vela para sediar esta categoria esportiva, é considerado de ótimo calado, com dragagem natural realizada pelos ventos, excelentes também à prática deste esporte. No relatório inserido no dossiê enviado pela cidade de São Paulo, o objetivo é transformar esta região, após as Olimpíadas, num pólo internacional de vela, com um centro de estudos e museu, ambos voltados ao esporte.
Durante a visita, Lars Grael, secretário da Juventude, Esporte e Lazer do Estado, acredita que a comitiva gostou do que foi apresentado. “Em São Sebastião eles puderam conhecer o local onde poderá ser implantada a marina, em São Sebastião e o projeto Navegar, em Ilhabela”, disse.
Ele ainda informou que caso São Paulo seja eleito para representar o país e conquistar a vaga durante a assembléia do Comitê Olímpico Internacional, que ocorrerá em maio de 2005, precisará investir US$ 12 bilhões em infra-estrutura. Deste total, US$ 58,2 milhões numa série de ações que já estão sendo realizadas na região, como as melhorias nas Rodovias Tamoios e Imigrantes e no Porto da cidade, assim como a construção da marina.
As competições olímpicas de vela serão divididas nas categorias masculina, com Prancha à Vela; Star; Laser; 470; Tornado; Finn; Soling e 49er, e feminina, com Prancha à Vela; 470 e Europa.
No caso da proposta de São Paulo ser aceita para representar o país, e se eleger durante a assembléia do Comitê Olímpico Brasileiro, que ocorrerá em julho de 2005, serão investidos U$ 58,2 milhões, que, segundo a prefeita em exercício de São Sebastião Cláudia Batocchio, serão provenientes de financiamentos internacionais e particulares, venda de parte da mídia e de recursos federal, estadual e municipal.
Mesmo afastado do cargo, o prefeito de São Sebastião Paulo Julião, acompanhou a comissão. “É uma honra a nossa cidade e Ilhabela serem escolhidas para representar São Paulo. O canal é apropriado e já abrigou vários campeonatos importantes como a Campeonato Brasileiro de Optimist, Hemisfério Sul de Laser, Whitbread, realizados em São Sebastião, além da tradicional Semana da Vela, que acontece em Ilhabela há 30 anos”, disse.
As 12 pessoas que integram a comissão estarão analisando os 19 temas do dossiê apresentado por São Paulo, como acomodação, finanças, esportes, segurança, mídia, marketing, área médica, transporte, área legal, proteção ambiental, condições ambientais, características nacionais e regionais das cidades, alfândega e imigração, programa oficial dos Jogos, organização geral dos esportes, olimpismo e legado, vila olímpica, tecnologia e garantias, e terão até o dia 15 de junho para avaliar os projetos apresentados pelas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. (Fonte: PMSS)

Travessia de Ubatuba movimentará a cidade

Ubatuba - A 34ª Travessia de Ubatuba e 6ª Etapa do Campeonato Paulista de Maratonas Aquáticas, já conta com mais de 850 nadadores inscritos de mais de 20 cidades do Estado e será realizada neste domingo, na praia do Cruzeiro, com largada prevista para às 9h.
O evento tem parceria com a Federação Aquática Paulista (FAP), através de Igor de Souza, diretor de maratonas da FAP que, em 1997, conseguiu uma façanha incomum: atravessou a nado o Canal da Mancha em ida e volta.
A travessia de Ubatuba é dividida em três percursos. A prova de mil metros terá sua largada na Prainha do Matarazzo, a de 3.100 metros largará do Cais do Porto e o maior percurso, de 9.400 metros, sairá da Praia do Perequê Açu, sendo que a chegada das três provas será na Praia do Cruzeiro.
As categorias em disputa são: Mirim, Petiz, Infantil, Juvenil, Júnior, Sênior, Máster e Absoluto.
“Esta já é uma prova tradicional em Ubatuba e tem o apoio da FAP, atraindo atletas de todo o Estado para a cidade”, disse o Coordenador de Eventos e Marketing da Secretaria de Esportes, João Lopes de Moura Filho.
A 34ª Travessia de Ubatuba e 6ª Etapa do Campeonato Paulista de Maratonas Aquáticas é realizada pela Prefeitura Municipal de Ubatuba, através da Secretaria de Esportes e Lazer, em conjunto com a Federação Aquática Paulista e com apoio da Secretaria da Juventude Esportes e Lazer do Governo do Estado de São Paulo. (Fonte: Imprensa Livre)

Associação de Deficientes de Ubatuba monta gibi para crianças

Ubatuba - Com a finalidade de mostrar as histórias de vida dos deficientes portadores de necessidades especiais de Ubatuba, é que a Aduba (Associação de Deficientes de Ubatuba) está finalizando um projeto para criar uma cartilha, através de revista em quadrinhos, para distribuição entre as crianças da cidade.
Já foram criados objetos que representarão os personagens, entre eles, uma cadeirinha, que simbolizará a pessoa com deficiência física, uma bengala, que será o deficiente visual e o alto-falante, que representará a pessoa com defi-ciência auditiva.
Para ajudar no projeto final, a Aduba pede a colaboração das pessoas na escolha dos nomes ou criação de novos personagens.
A associação pretende imprimir uma tiragem de 10 mil exemplares, que seria custeado com a parceria de empresas da região.
De acordo com o diretor presidente da Aduba, André Luiz dos Santos, o órgão é uma entidade civil, de caráter filantrópico, sem fins lucrativos.
“Não queremos ter vínculos com o Poder Público, mas é lógico que precisamos de ajuda, pois do contrário não sobreviveríamos. Quem quiser nos ajudar com os nomes deve entrar em contato conosco pelo telefone (12) 3833-6969 ou pelo e-mail aduba@aduba.org.br”, destaca.
Cursos - Em janeiro deste ano, a diretoria da Aduba centralizou esforços no sentido de implementar o atendimento, inclusão, desenvolvimento, aperfeiçoamento e capacitação da pessoa portadora de deficiências junto à sociedade.
Para isso a associação conseguiu locar uma nova sede provisória, está com mais espaço para desenvolvimento do grande número de atividades propostas, como os cursos hoje realizados, de computação, inglês infantil, espanhol, estamparia, natação, artesanato, tricô, crochê, bordado, curso de linguagem brasileira de sinais, todos inteiramente gratuitos para os seus cerca de 360 associados.
Oito professores ministram as aulas como voluntários, sendo dois deles portadores de deficiência especial. Os associados pagam, se tiverem condições, uma taxa simbólica de R$ 5.
Além dos cursos, a Aduba possui um balcão de empregos onde oferece vagas de trabalho aos deficientes da cidade. A diretoria da associação está ainda contatando, através desse balcão, uma parceria com o Senai (Serviço Nacional da Indústria) para um curso de informática a portadores de deficiência visual com futuro estágio para telemarketing.
Direitos - O trabalho de representatividade da Aduba não pára por aí. A associação participa do Comus (Conselho Municipal de Saúde) e também de Assistência Social, onde luta para que leis sejam cumpridas.
Outra iniciativa foi uma parceria junto ao Ministério do Trabalho, com intuito de fiscalizar as empresas que obrigatoriamente devem reservar 2% das vagas funcionais para um número de 100 funcionários; 3% para 200 a 500 funcionários; 4% de 500 a 1.000 e 5% acima de 1.000 funcionários. Quem não cumpre a lei está sujeito a multa que pode chegar a R$ 500 por vaga não ocupada por mês.
A Aduba funciona na rua Amazonas, 683, no bairro Jardim Umuarama, próximo à Escola Anchieta. Os interessados em leis, informativos e prestação de contas da Aduba podem acessar o site www.aduba.org.br . (Fonte: Imprensa Livre)

Carta do Leitor

Manifesto de Apoio ao Turismo de Ubatuba - Quando assinei o Manifesto de Apoio ao Programas de Ações ao Turismo de Ubatuba, do Secretário de Turismo, Sr. Sergio L. A. Carvalho, não foi porque acredito no Paulo Ramos. Este Exmo. Sr. que se negou a dar o ar da graça na Câmara dos Vereadores, quando, por varias vezes convidado a prestar depoimento, agora com o resultado da CPI dá para saber o porque do não comparecimento. Assinei o manifesto porque fui a reunião que o Sr. Sergio realizou aqui na Maranduba. Foi ótima, esclarecedora, e ele me pareceu uma pessoa confiável, principalmente porque a iniciativa de convidá-lo para salvar Ubatuba não foi do nosso Prefeito Paulo Ramos e sim da Associação de Hotéis e Pousadas que, assim como toda a população de Ubatuba, está PEDINDO SOCORRO. A próxima reunião com o Secretário Sergio e a região Sul será dia 04 de junho às 19 horas na Padaria e Restaurante Maranduba. A reunião é aberta a todos, participem.

Bel Dergham
Sertão da Quina
Ubatuba, SP


Rotatória na Cidade Jardim - Venho através deste dizer à redação deste conceituado informativo que a rotatória a que se refere como na avenida Jundiaí, na verdade está sendo feita na avenida Siqueira Campos.
Boa noite e obrigado.

Alexandre Lima
Cidade Jardim
Caraguatatuba, SP



Clique Aqui para acessar o Manifesto de Apoio

a Proposta de Programas e de Ações para o Turismo de Ubatuba
apresentado pelo Secretário de Turismo, Sergio Luiz Alves Carvalho

 

Foto do Dia

Ubatumirim - © Roberto Russo

Ubatuba
Ubatumirim
© Roberto Russo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Marcos Borges da Silva - artista plástico Ubatuba Fascinante Igreja Ágape

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor