Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 27 de maio de 2003 - Nº 789 Edições Anteriores

Regisoft Pousada albatroz Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Ressaca atinge praia no litoral

Caraguatatuba:
   5º Aniversário das Garotas do Asfalto
   Candidatos tentam anular concurso em Caraguá
   Concurso Público não será cancelado
   Palestra com Dr. Takashi Yamauchi em Caraguá

Ilhabela:
   Professores de Ilhabela vão para áreas isoladas
   Hotel faz workshop de gastronomia

São Sebastião:
   Provedora presta depoimento hoje
   Vereadores superam teto de despesas
   São Sebastião pode dar novo prazo para o Tebar
   Biólogos protestam contra matança de tubarões
   Investigações descartam falha humana na explosão do Tebar
   Vítimas se recuperam das queimaduras
   Roupas adequadas poderiam ter evitado o pior
   Aberta as inscrições para Fase Municipal do Mapa Cultural Paulista
   Projeto Renda Cidadã continua ajudando muitas famílias em São Sebastião
   Prefeitura lança obras de Saneamento Básico na Costa Sul
   Ônibus volta a circular em dois trechos da Costa Sul

Ubatuba:
   Ubatuba quer estrutura para escola de surfe na Praia Grande
   Regional Sul promoverá mutirão para eliminação de caramujo africano
   Fundart e Unitau firmam convênio
   Ubatuba: novas obras para turismo
   Alexandre Augusto lidera Metropolitano

   Carta do Leitor



Ressaca atinge praia no litoral

Litoral Norte - Cerca de dez casas foram alagadas e uma pessoa ficou desabrigada devido a uma ressaca na praia Canto do Mar, na costa norte de São Sebastião. A maré alta alagou várias ruas deixando os moradores ilhados na madrugada de ontem.
As demais cidades do Litoral Norte --Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba-- não registraram ocorrências devido à ressaca do mar. A frente fria que passou pela região foi responsável pela ressaca.
A água invadiu a casa do pescador José Ponciano, 77 anos, que teve que ser removido do local pelos vizinhos. Vários móveis como fogão e mesa foram atingidos.
"Sempre que tem maré alta e ressaca procuro meus vizinhos pois a casa fica alagada", disse.
O segurança Antônio Leite, 50 anos, disse que sua residência está com problemas de infiltração e umidade devido à maré alta. Na madrugada de ontem, a água invadiu novamente a casa.
"Retirei todos os móveis para não ter prejuízos. Moro há quase dois anos no bairro e sempre enfrento os alagamentos", disse.
Segundo o chefe da Defesa Civil, Emerson Alonso, as famílias moram em uma área de ocupação irregular, próximo à areia da praia, onde existe o risco de alagamentos.
"As casas foram construídas na faixa de areia e quando a maré sobe acontece os alagamentos. Vamos monitorar o bairro a noite de hoje (ontem) para prevenir novos incidentes pois há previsão de uma nova ressaca", disse.
O CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), em Cachoeira Paulista, prevê a agitação do mar para hoje, que poderá provocar nova ressaca.
"Há possibilidade de maré alta e as ondas podem ultrapassar 3 metros em mar aberto", disse a pesquisadora do CPTEC Viviane Algarve. (Fonte: ValeParaibano)

5º Aniversário das Garotas do Asfalto
Segurança e tranqüilidade marcam evento motociclístico em Caraguá

Caraguatatuba - Caraguá sediou a festa de 5 anos do motoclube feminino Garotas do Asfalto. O evento reuniu 127 motoclubes e mais de 10 mil pessoas nos três dias de realização. A segurança e a tranqüilidade foram destaque da festa.
Durante os dias 23, 24 e 25 de maio, as Garotas do Asfalto dividiram com Caraguá sua alegria em comemorar seus 5 anos de existência. O motoclube feminino escolheu a cidade para reunir motociclistas de várias cidades para a comemoração. O ponto forte do evento foi a tranqüilidade e a segurança no local.
O Secretário Municipal de Turismo, Paulo Noronha, enfatizou que esse evento foi uma mostra do que a prefeitura deseja realizar no Caraguá Bike Week, que acontecerá em setembro, entre os dias 10 e 14.
Segundo os organizadores do evento, Ana Pimenta e Rogério Gatti Guerra, o primeiro grande objetivo foi cumprido, que era o de apresentar uma festa organizada, sem motocicletas realizando manobras perigosas e sem poluição auditiva. “Essa era nossa grande barreira: eliminar os “zerinhos” e os “estouros”. Felizmente, nossas expectativas foram superadas nesse sentido, e é importante ressaltar que tivemos a presença de motos com alta cilindrada”, disse o empresário Rogério Guerra.
Solidariedade
O empresário acrescentou que Ana Pimenta tem experiência em organização de eventos motociclísticos com caráter solidário. “Devemos lembrar que esse evento serviu para ajudar entidades assistenciais também, pois foi pedido a doação de alimentos não perecíveis aos participantes”.
De acordo com a presidente do motoclube Garotas do Asfalto, Márcia Regina Albuquerque, foram arrecadados nessa festa cerca de 150 Kg de alimentos não perecíveis, que serão doados para entidades de Caraguá e para a Praids de São Paulo, que é uma associação que cuida de crianças portadoras do vírus HIV. “Nós realizamos também um trabalho filantrópico ajudando a Praids. De dois em dois meses, as Garotas visitam as 20 crianças dessa entidade, e então, passamos dia brincando e dando carinho a elas”, afirmou Márcia.
Ela também afirmou que o evento, para as Garotas, foi maravilhoso pelo prestígio, que elas puderam perceber que têm, dentro do mundo motociclístico e agradeceram a presença de todos. “As Garotas do Asfalto agradecem aos parceiros, aos motociclistas e a todas as pessoas que compareceram ao evento”, falou emocionada.
Garotas do Asfalto - O motoclube Garotas do Asfalto nasceu da vontade de formar um grupo unicamente feminino de motociclistas. Segundo a presidente, as seis fundadoras já participavam de eventos motociclísticos. “Nós éramos seis, hoje somos 23!”, brinca. Ela conta que as integrantes moram em lugares diferentes como São Paulo, Mogi das Cruzes, São José dos Campos, Jacareí, Jandira, Mairiporã, Ferraz de Vasconcelos, Curitiba, Florianópolis e até Japão.
Para se tornar uma Garota do Asfalto é preciso ter idade mínima de 16 anos, gostar do motociclismo (não necessariamente possuir uma moto) e fazer amizade com todas as integrantes do grupo. “A candidata passará por um período de experiência e será avaliada por todas as Garotas. Dependendo da decisão, ela se torna ou não parte de nosso motoclube”. (Fonte: PMC)

Candidatos tentam anular concurso em Caraguá

Caraguatatuba - Pelo menos 25 candidatos do concurso público de Caraguatatuba entraram com recurso na prefeitura pedindo a anulação da prova, realizada no dia 18. Desse total, 15 alegam que foram impedidos de participar do concurso porque não apresentaram no dia da prova carteira de identidade ou profissional e 10 reclamam de questões que foram anuladas por erros gráficos. O concurso teve 4.586 inscritos, que disputaram 116 vagas na área de Educação, com salários que variam de R$ 322,33 a R$ 967. O resultado da 1ª fase será divulgado na próxima semana. O diretor de Recursos Humanos da prefeitura, George Azevedo, afirmou que não há motivos para anulação do concurso. (Fonte: ValeParaibano)

Concurso Público não será cancelado

Caraguatatuba - Atendendo a pedidos dos veículos de Comunicação Social da região, a Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba vem informar oficialmente que o Concurso Público, realizado no último dia 18 de maio de 2003, Domingo, a partir das 8 horas, não será cancelado.
Segundo a Comissão de Concurso Público, 25 recursos foram entregues e serão analisados até a data da publicação dos resultados, ainda sem data prevista. (Fonte: PMC)

Palestra com Dr. Takashi Yamauchi em Caraguá

Caraguatatuba - Saúde, lixo, geração de emprego e renda, transporte, obras públicas, incubadora de novos negócios, sistema de crédito alternativo, sistema de terceirização de informática, construção de centros de eventos, organização de eventos esportivos, turísticos e festivais, qualificação profissional, recuperação de áreas degradadas, serviços de segurança comunitária, programa de desenvolvimento turístico, desenvolvimento de educação formal, infantil, fundamental, técnico, profissionalizante, são algumas das atividades que uma OSCIP pode realizar.
A prefeitura de Caraguatatuba trará no próximo dia 29, a palestra do Dr. Takashi Yamauchi, diretor do SIAI-Sistema de Apoio Institucional, uma instituição privada sem fins lucrativos, qualificada pelo Ministério da Justiça como OSCIP-Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, com atuação em todo o território Nacional.
Trata-se de uma oportunidade para prefeitos, vereadores, secretários municipais e entidades de classes, aprender a buscar recursos para a realização de projetos. Durante a palestra, Yamauchi vai apresentar a Lei Federal 9.790/99 que trata da OSCIP que permite a constituição de instituições privadas, para promover o desenvolvimento econômico e social de um município, inclusive captando recursos da iniciativa privada para os serviços públicos.
A Lei Federal nº 9.790/99 abre uma oportunidade diferenciada, permitindo que uma instituição privada promova o desenvolvimento econômico e social de um município, inclusive captando recursos da iniciativa privada para serviços públicos. Esta forma de trabalho é pouco divulgada no meio político, mas de extrema importância para uma boa administração, pois é uma ótima oportunidade para abrir um canal direto com a comunidade e com o setor empresarial, democratizando sua administração.
Através desta organização privada, uma prefeitura poderá terceirizar atividades em forma de termo de parceria, conforme previsto no decreto federal nº 3.100/99, utilizando neste processo recursos da iniciativa privada ou de programas de governo estadual e federal.
Com a utilização deste processo, além da redução do custo, pode-se desenvolver atividades em:
  • saúde, hospital, ambulatórios,
  • serviços de limpeza, coleta, tratamento e destino de resíduo domiciliar, industrial e hospitalar,
  • abastecimento de água e esgoto,
  • empresas comunitárias de geração de emprego e renda, bolsa de emprego,
  • transporte urbano e escolar,
  • obras públicas,
  • distrito e condomínio industrial,
  • incubadora de novos negócios, sistema de crédito alternativo, sistema de terceirização de informática, cobrança,
  • construção de administração de centros de eventos, organização de eventos esportivos, turísticos e festivais,
  • treinamento de qualificação e reqüalificação profissional,
  • recuperação de áreas degradadas,
  • cozinha para merenda escolar,
  • produção agrícola e agroindústria, central de compra,
  • serviços de segurança comunitária,
  • programa de desenvolvimento turístico, desenvolvimento de educação formal, infantil, fundamental, técnico, profissionalizante e do terceiro grau,
  • produção de artefatos de concreto, construção de casa popular,
  • gestão do trânsito do município, projetos e planos municipais de desenvolvimento,
    marketing do município,
  • programa agrícola e agro industrial, sistema de condomínio de produção agrícola.

Estas são algumas das atividades que uma OSCIP poderá realizar, auxiliando a administração pública e ao mesmo tempo gerando emprego e renda ao município, podendo montar assim a agência de desenvolvimento econômico e social local.
A realização é da Secretaria de Turismo e Fomento de Caraguatatuba. De acordo com o secretário municipal de Turismo, Paulo Noronha, Yamauchi é a pessoa de maior renome em conhecimentos em OCIP. "Yamauchi é muito respeitado pelos seus conhecimentos em conseguir buscar recursos nacionais e internacionais disponíveis para diversos tipos de projetos, inclusive parcerias com o poder público", comentou.
A palestra é gratuita e as vagas são limitadas. As inscrições devem ser feitas na Secretaria de Turismo, que fica na Avenida Artur Costa Filho, nº 457, Centro. A palestra vai acontecer na Videoteca Lúcio Brown, no Pólo Cultural Adaly Coelho Passos. (Fonte: PMC)

Professores de Ilhabela vão para áreas isoladas

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela contratou oito professores que vão trabalhar em seis escolas municipais de comunidades isoladas. Cerca de cem alunos estão sem aulas há pelo menos 25 dias devido à falta de professores. As comunidades da Ilha de Búzios e Bonete terão dois professores cada. Um profissional será encaminhado para as escolas da Praia Mansa, ilha Vitória, Guaxumas e Serraria. Os alunos ficarão sem aulas por mais três dias, pois os professores estão concluindo a avaliação médica. Haverá reposição das aulas. (Fonte: ValeParaibano)

Hotel faz workshop de gastronomia

Ilhabela - O Hotel Maison Joly de Ilhabela promove nos dias 3 e 4 de junho o 4º Workshop de Hotelaria e Gastronomia do Litoral Norte e Vale do Paraíba. O evento contará com a presença de grandes chefs e é direcionado aos empresários da região. O ingresso para o curso será de uma ou mais latas de leite em pó que serão destinadas à Pastoral da Criança. As vagas são limitadas. Mais informações sobre o Workshop pelo site www.maisonjoly.com.br/workshop.html ou pelo telefone (012) 3896-3500. O Hotel fica à rua Antonio Lisboa Alves, 278. (Fonte: ValeParaibano)

Provedora presta depoimento hoje

São Sebastião - A provedora do Hospital de Clínicas de São Sebastião, Elisabeth Chagas, será ouvida hoje pela Polícia Civil. O depoimento faz parte do inquérito aberto há duas semanas para apurar as causas da morte de uma paciente e a complicação pós-parto de oito mulheres no hospital no mês passado.
Segundo o delegado Odair Bruzos, responsável pelo caso, mais de 15 funcionários do hospital devem ser ouvidos. "Já ouvimos algumas pessoas e devemos concluir os depoimentos até o final desta semana."
A provedora não foi localizada ontem para comentar o assunto. Em entrevista na última sexta-feira, ela informou que o hospital está elaborando uma nota oficial, que deve ser divulgada até o final desta semana.
O Ministério Público também investiga o caso. Na semana passada, foi instaurado inquérito civil que pretende apurar se houve irregularidades nos procedimentos do hospital.
As denúncias foram encaminhadas pelo vereador Wagner Teixeira (PV), que ontem encaminhou requerimento à Câmara que conteria novas denúncias, como suposta compra de medicamentos via internet a preços baixos e precariedade da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). O documento deve ser apreciado na sessão de hoje.
O secretário de Saúde, Aldo Conellian Júnior, informou que um termo de ajuste de conduta deve ser encaminhado para o hospital até sexta-feira. (Fonte: ValeParaibano)

Vereadores superam teto de despesas

São Sebastião - Sete dos quinze vereadores de São Sebastião 'estouraram' os limites de gastos com a verba-auxílio destinada aos gabinetes.
Relatório oficial da Câmara aponta que os parlamentares gastaram em março mais que R$ 3.000, valor mensal destinado para cada vereador.
Segundo o documento, alguns vereadores chegaram a gastar quase o dobro do teto estipulado, como o caso de Joel Manoel Mattos (PP), que utilizou R$ 5.849,71 no período.
Projeto aprovado em 2001 garante o repasse da verba, que deve ser usada em pequenas despesas como material de escritório, celular, alimentação em viagens, assinaturas de jornais e revistas.
O presidente do Legislativo, Marco Leopoldino (PSDB) iniciou ontem uma revisão do relatório de gastos e ameaça descontar os valores excedentes nos próximos meses.
"Recebi vários questionamentos dos vereadores que alegam que os números estão incorretos. Com a revisão do relatório vamos verificar se houve alguma falha nos valores", disse Leopoldino.
O vereador Marco Fully (PFL) afirma discordar do valor de despesas incluído no relatório. Ele disse que gastou cerca de R$ 2.000 e não R$ 4.532,27 como apontou o levantamento financeiro oficial do Legislativo.
"O valor das despesas no meu gabinete foi inferior. Somaram gastos como manutenção de prédio e reformas que são despesas da Câmara e não do vereador", disse o pefelista. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião pode dar novo prazo para o Tebar

São Sebastião - O Condurb (Conselho Municipal do Meio Ambiente e Urbanismo) de São Sebastião poderá prorrogar para mais 60 dias a licença provisória de funcionamento do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso), no município. A licença vencerá na sexta-feira. Desde dezembro, o terminal está operando sem a autorização definitiva. Segundo o secretário do Meio Ambiente e presidente do Condurb, José Teixeira, o prazo será necessário porque a empresa Walter Lazzarine Consultoria Ambiental, contratada para analisar os documentos do Tebar, tem 60 dias para concluir as atividades. "O prazo será votado em reunião que ainda nesta semana." (Fonte: ValeParaibano)

Biólogos protestam contra matança de tubarões

São Sebastião - Nas últimas semanas a imprensa local e regional tem divulgado o aparecimento e a morte de vários tubarões nas praias do município, especialmente na Costa Sul.
Pescadores ostentando o bicho como se fossem troféus têm chamado a atenção dos biólogos e pesquisadores da fauna marinha que fazem um alerta contra a matança desenfreada, principalmente fêmeas prenhas e com filhotes.
Pesquisador científico há mais de 25 anos no Instituto de Pesca em Santos, Carlos Alberto Arfelli disse estar havendo um grande engano nesta história toda. Enfatizando as declarações do colega de profissão Roberto von Seckendorff, esclareceu que a espécie mangona embora não esteja em risco, é quase rara pelo fato de sua população ter sido reduzida drasticamente nos últimos tempos.
Ele foi além afirmando ser a extinção do bicho algo iminente caso não haja uma conscientização sobre alguns aspectos, a exemplo da maturidade tardia, do longo período de gestação e da baixa fecundidade da fêmea que, aliada à caça indiscrinada, favorecerão o seu desaparecimento.
Canibalismo - Conforme explicou, a maioria dos tubarões é ovípara, tem uma maturidade tardia, uma longa gestação e no caso específico da mangona, gera normalmente apenas dois embriões e esporadicamente, quatro.
“O sistema de desenvolvimento desta espécie é bem peculiar, pois as fêmeas continuam produzindo óvulos que são fecundados sem que haja cópula permanente. Todos os tubarões têm cópula (fecundação interna) e armazenam espermatozóides por um tempo apropriado. No tempo apropriado, fecundam os óvulos à medida que novos embriões são fecundados, os quais servirão de alimentos aos primeiros, o que chamamos de canibalismo intra-uterino. Estes embriões gerados primeiros se alimentam dos óvulos, ou ovos fecundados ou até mesmo dos embriões menores. Por isso há vários embriões, a fim de que os menores sirvam de alimento para os maiores”, relatou o pesquisador referindo-se ao fato de muitos pescadores afirmarem que, ao abrirem a fêmea encontram vários embriões nela.
De acordo com o pesquisador, a mangona anteriormente era encontrada em abundância no Litoral Paulista, “hoje raramente a vemos, algumas delas são vistas quando chegam à encosta para a procriação e quando aparecem são atacadas pelo homem. Isto também tem contribuído para o declínio da população que não é agressiva, ao contrário do tubarão branco”, afirmou, acrescentando não haver registros de ataque da espécie ao ser humano.
“Aliás, não é apenas a mangona que está a mercê do homem, presos em redes, eles morrem, uma vez que necessitam nadar constantemente para oxigenar o sangue, visto ser a respiração realizada, através do fluxo de água que entra pela boca e sai pelas fendas bronquiais fazendo a troca gasosa”, explicou.
Cadeia alimentar - Conforme narrou, na década de 80 um exemplar do tubarão branco medindo cinco metros e meio de comprimento, morreu ao se prender em uma rede de pesca. “Ele foi trazido à praia e serviu para a criação do Museu de Cananéia. Espécie potencialmente perigosa, frequente na África do sul, costa dos Estados Unidos e Austrália, embora bem adaptado ao meio ambiente, não consegue sobreviver ao homem”, mencionou.
Preocupado com o assunto, Arfelli frisou que ao matar uma fêmea prenha, os dois filhotes que poderiam repor os estoques da espécie, “foram dizimados, daí a importância de se conscien-tizar a respeito”, observou.
Doutor na área de peixes cartilaginosos, o pesquisador ressaltou ser desconhecido, até o momento, as conseqüências da extinção do tubarão na cadeia alimentar marinha. “Eles são, por natureza, os maiores predadores dos oceanos e como tal, fazem parte do equilíbrio do meio ambiente. Se acabarmos com eles, talvez alguma outra espécie, de grande valor econômico para a humanidade, seja igualmente extinto, em razão de seu desaparecimento”, argu-mentou, acrescentando que ninguém tem um retrato fiel do que poderá ocorrer caso isto de fato aconteça, “todavia, as conseqüências poderão ser drásticas”, enfatizou.
Redução drástica pode levar à extinção da espécie - O professor José Carlos de Freitas, do Instituto de BioCiência da USP (Universidade de São Paulo) e da Fundamar (Fundação Mar) chamou a atenção para o fato de estar havendo, nos últimos tempos, uma redução significativa do animal no planeta.
“Isto é muito ruim quando se refere a exemplares machos, pior quando é fêmea e prenha”, acrescentou. Segundo observou, a caçada aos tubarões, feita de forma indiscrimada, o fez recordar de uma palestra proferida nos Estados Unidos, há alguns anos, quando o preletor abriu o assunto questionando: “Who eat who? Ou seja, quem come quem? Com isso ele fez o público refletir e chegar a conclusão de que o homem come mais tubarão do que o próprio tubarão o homem, visto ser sua carne apreciada e altamente consumida em diversos países do mundo”, enfatizou.
Do Instituto de Pesca de Ubatuba, núcleo Litoral Norte, o pesquisador Roberto von Seckendorff afirmou que a caça, como meio de proteção, não tem razão de ser. “Não com esta espécie, o mangona, não com as fêmeas que procuram refúgio perto da costa em época de reprodução visando proteger os filhotes de predadores, a exemplo do próprio tubarão macho. Durante este ciclo, ela está vulnerável e não oferece riscos de morte a ninguém”, disse, enfatizando ser o “massacre um absurdo”.
De acordo com ele, o mongona é uma espécie quase rara e do jeito como as coisas andam, a sua existência poderá ser ameaçada. Seckendorff frisou não haver ligação alguma entre sua presença na costa e a procura por alimentos.
“Ela não atacará o homem para comê-lo ou coisa semelhante”, salientou, aconselhando aos banhistas, pescadores ou mergulhadores quando avistarem o bicho, “que simplesmente se afastem, saiam da água que ele vai embora”, concluiu. (Fonte: Correio do Litoral)

Investigações descartam falha humana na explosão do Tebar

São Sebastião - A Comissão que investiga as causas do acidente que deixou três pessoas feridas após a explosão em um disjuntor da bomba principal “B” do oleoduto Osvat, situado na sala de painéis do referido sistema, próximo ao parque de tanques, mais precisamente na Gleba D do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso) no dia 28 de abril, descartou qualquer tipo de falha humana. Embora o aparelho não tenha, igualmente, apresentado problemas, continua como objeto de investigações.
Segundo o sindicalista Marcos Vinicius Zanelli, o disjuntor foi fabricado há mais de 20 anos e conforme especificações do fabricante sua durabilidade esta dentro desta faixa. “O aparelho passou por manutenção no início do ano e apresentou bons resultados, pois neste caso não há meio termo. Ou se está 100% ou não. Daí a nossa hipótese de que o problema pode ter sido provocado pela sua idade, uma vez que a própria fábrica alerta para o fato de, após 23 anos de existência, o mesmo demanda outros tipos de testes, mais adequados, para saber sua eficiência e segurança”, explicou.
Os trabalhos investigativos, realizados ainda pelos engenheiros Geraldo Marfurte, Luiz de Souza Quaglio, Artur Carlos de Vasconcelos Neto e Nilson Vieira, além dos técnicos de manutenção Abel Alves Filho e do consultor da Dupont, Luiz José do Nascimento, tiveram início no dia seguinte ao acidente com uma visita da Comissão ao local para coleta de informações, as quais, ao lado das fotos e dos fatos, levaram aos membros à conclusão de que o técnico em elétrica da Polienge Engenharia de Eletricidade, Gerson de Souza Dantas, não teve qualquer culpa pelo acontecido.
“Com base em evidências observadas no disjuntor, relatos de testemunhas e parecer dos técnicos, conclui-se que a causa imediata do acidente foi a abertura de um arco elétrico iniciado entre a tulipa da fase T e lateral de carcaça da parte fixa do disjuntor (berço). Posteriormente, um segundo arco foi aberto entre a Tulipa da fase R e a outra lateral da carcaça tendo, por fim, evoluído para um arco que atingiu três tulipas e fases (curto trifásico) acionando o sistema de proteção elétrica principal”, apontaram os relatores.
O grupo, levando em conta os resultados das investigações e dos relatos comprovando que na execução da tarefa de inserção “o disjuntor estava aberto (sem corrente elétrica); que o procedimento de inserção, escrito, estava correto e foi seguido na íntegra; que o técnico tinha qualificação para execução da tarefa e que o disjuntor (parte móvel) teve a sua última manutenção preventiva executada em 31 de janeiro deste ano”, levantou duas hipóteses para a explosão: falha no isolamento de um ou mais isoladores do disjuntor (parte fixa e/ou móvel) e o não acoplamento das tulipas no disjuntor (parte móvel) com os pinos (parte fixa) por um período de tempo suficiente para ionização do ar dentro da campânula.
Este último aspecto, segundo Zanelli, foi descrito pelos três funcionários acidentados. “Todos disseram não ter ouvido o som característico da conexão e ao mesmo tempo o arco foi feito não havendo tempo para evitar o problema”, comentou, acrescentando que o isolador, quando fabricado, libera uma séria de “bolinhas de ar, as quais, quando há descarga, ionização, gera ácido aumentando as bolinhas e provocan-do a perda do efeito isolante”. (Fonte: Correio do Litoral)

Vítimas se recuperam das queimaduras

São Sebastião - Das três vítimas do acidente, apenas o engenheiro da Transpetro Rodrigo de Andrade Fregoneze já retornou ao trabalho. O técnico em elétrica da Polienge Engenharia de Eletricidade, Gerson de Souza Dantas, e o engenheiro, também da Transpetro (subsiado da própria empresa), Fabiano Dumond Chaves ainda se recuperam das queimaduras sofridas na explosão da Gleba D, em 28 de abril.
Chaves continua internado em um hospital de Belo Horizonte (MG) onde residem seus familiares e Dantas, na Santa Casa de Santos. Ambos estão fora de perigo.
Conforme o relatório, em função da execução de serviços de manutenção mecânica programada no selo da bomba B-3213 B e em atendimento às determinações constantes na ordem de serviço e nos procedimentos operacionais e de manutenção, foram executadas as tarefas de extração e inserção do disjuntor de alimentação elétrica do motor da referida bomba.
Dantas, antes da inserção do disjuntor, efetuou as demonstrações e explicações aos engenheiros sobre o funcionamento do equipamento e os procedimentos a serem seguidos.
Para o retorno do equipamento à operação e durante a execução da tarefa de inserção, do disjuntor, mais precisamente às 16h39, ocorreu o curto circuito seguido de uma expansão de ar quente no cubículo do disjuntor de bomba localizado na sala de painéis. O curto circuito foi extinto pela proteção elétrica do sistema que efetuou o desligamento geral da sub-estação, sendo danificados o disjuntor e todos os componentes do seu cubículo.
Com a explosão, Dantas, que manipulava o disjuntor, recebeu uma descarga elétrica de 13 mil volts e sofreu queimaduras de primeiro, segundo e terceiro graus nas mãos, tórax, costas e com maior intensidade no rosto.
Chaves e Fregonese tiveram queimaduras nos braços, sendo o primeiro atingido em maior parte pelas chamas nas mãos.
Segundo o sindicalista Marcos Vinícius Zanelli, o atendimento dentro da área foi rápido. Atendidos primeiramente no Hospital de Clínicas, Dantas e Chaves acabaram transferidos para a Santa Casa de Santos, cujas vagas foram conseguidas pelo Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros) com apoio da Refinaria “revelando uma inoperância da Transpetro”. De acordo com ele, apesar de terem as vagas, os feridos só chegaram ao hospital às 3h do dia seguinte.
“A burocracia para saber quem faria a remoção dos funcionários demorou, pois ninguém sabia quem deveria acionar a ambulância, o que aconteceu somente às 19h30, duas horas depois do hospital ter autorizado a transferência”, falou. (Fonte: Correio do Litoral)

Roupas adequadas poderiam ter evitado o pior

São Sebastião - Caso os funcionários tivessem usando vestimentas adequadas, confeccionadas no mesmo tecido usado nos macacões dos corredores de Fórmula –1, do tipo Nomex da Dupont, os ferimentos teriam sido menores. E teriam sido, igualmente, menores, se houvesse na cidade condições médicas para a prestação dos primeiros socorros aos queimados.
Diante de todo o quadro levantado durante as investigações, a Comissão pediu, de imediato e a curto prazo, a aquisição do equipamento completo (capacete, luva, bota e roupas) da Dupont ou similar.
Enquanto não forem compradas, os funcionários deverão usar, obrigatoriamente, os EPIs (Equipamento de Proteção Individual) normais (camisa manga longa, óculos, botas, protetor auricular, capa, capacete com capuz de bombeiros e luvas adequadas).
A compra de mantas abafadoras de chamas, “visando facilitar a extinção do fogo em roupa”, treinar os funcionários envolvidos, instalar portas que abram para fora nas duas saída da sala de painéis e na saída do prédio de sub-estação do tipo “anti-pânico” também foram apontadas no relatório como ações imediatas e de curto prazo.
UTI Móvel - “Contratar uma firma especializada para diagnóstico do sistema atual constanto entre outros testes de isolação utilizando o “Megger” de 5KV e teste de descarga parcial nos isoladores, estudar o procedimento de utilização de veículos de emergência de forma a minimizar o tempo de atendimento à emergência, reforçar, através de procedimentos e treinamentos em primeiros-socorros e combate a incêndio, a necessidade de duas pessoas para a execução de tarefas nas sub-estações e certificar que o kit de segurança entregue para a vigilância estão completos, são igualmente apontados como medidas urgentes pelos membros da Comissão.
À médio prazo, os engenheiros, técnicos e operadores esperam pela avaliação da “necessidade de ser efetuado o “Retrofit” (modernização com aumento de segurança das operações) dos disjuntores de média tensão, a exemplo do que foi instalado no sistema Osplan ou a substituição completa do painél”.
Querem, ainda, que a empresa busque, no sistema de Saúde que atende a comunidade local, “melhorias no serviço hospitalar para atendimento a queimados nos hospitais da região; a celebração de contrato/convênio com entidades hospitalares da região, que tenham serviços de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Móvel, visando a pronta remoção de feridos para centros médicos especializados em outros municípios; instalar na Gleba D um alarme do sistema detector de fumaça das salas de painéis diferenciados (luminosos) além do existente no Realflex e instalar máquina de respiração autônoma no local”. (Fonte: Correio do Litoral)

Aberta as inscrições para Fase Municipal do Mapa Cultural Paulista

São Sebastião - A partir de segunda-feira, 26, estão abertas, em São Sebastião, as inscrições para a fase municipal da 8ª edição do Mapa Cultural Paulista, que poderão ser feitas na Setec, até o dia 6 de junho. O evento foi criado pela secretaria de Cultura do Estado de São Paulo com o objetivo de viabilizar o intercâmbio entre as diferentes culturas regionais e, desta forma, valorizar novos talentos, identificando e ressaltando a produção cultural do Estado de São Paulo.
Os interessados poderão se inscrever nas modalidades: teatro, fotografia, artes plásticas, desenho e humor, conto, dança e poesia.
Diferente do concurso anterior, este ano não estão previstas as modalidades canto e coral e vídeo, ambos retirados pelo Governo do Estado. A fase municipal acontece entre os dias sete e 17 de julho e, a apresentação dos selecionados, será no dia 19 de julho, na Secretária de Turismo e Cultura, às 20 horas.
Segundo a diretora de cultura, Ana Alexandrina Cardim, na cidade há pessoas capazes que estão preparadas para participar do evento. “Uma prova disto foi o desempenho dos participantes na última edição. Quem não foi para a final, recebeu algum tipo de menção e, devido ao nosso desempenho, nós ganhamos o respeito da Delegacia Regional da Cultura”, disse Ana.
Novamente São Sebastião receberá a fase regional, só que desta vez na modalidade teatro, que acontecerá a partir do dia 20 de novembro.
Ubatuba ficou responsável em abrigar os participantes da fotografia, Caraguatatuba será sede para os artistas plásticos, Redenção da Serra para o desenho de humor, em Paraibuna serão apresentados os contos, em Queluz a dança e, em Campos do Jordão, as poesias.
Ana ainda informou que há muitos interessados e, que por isso, acredita que São Sebastião estará bem representada.
Para junho, São Sebastião está preparando a “Cidade Junina”, que será realizada na Praça de Eventos da Rua da Praia, entre os dias 13 e 22. As inscrições estarão abertas a partir do dia dois de junho.
A Prefeitura também está cadastrando os artistas plásticos da cidade, com o objetivo de ter um arquivo para convites de exposições. Os interessados poderão procurar por maiores informações na Secretaria de Cultura e Turismo, na rua Antonio Candido, nº 255, no Centro Histórico. (Fonte: PMSS)

Projeto Renda Cidadã continua ajudando muitas famílias

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, através da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social, realizou ontem, dia 26, na quadra da Marinha, o primeiro encontro dos participantes do Projeto Renda Cidadã do ano de 2003.
No encontro, estiveram presentes 63 das 90 famílias participantes do projeto. Após uma homenagem às mães, foi oferecido um café da manhã e, na seqüência, a psicóloga Zenaide Manolo realizou uma palestra sobre “Relacionamento Familiar”.
Realizado em parceria com o Governo do Estado de São Paulo, o projeto - que teve início no ano passado - consiste no fornecimento de um subsídio financeiro de R$ 60 mensais às famílias participantes, que estão divididas em quatro núcleos: Maresias, Juqueí, Morro do Abrigo e Enseada.
Todo mês acontece uma reunião em cada um dos núcleos, nas quais as assistentes sociais fazem palestras sobre planejamento familiar, higiene, entre outros assuntos. A presença de ao menos um representante de cada família – as mães, em maior parte - nas reuniões é condição obrigatória para o recebimento do dinheiro.
“Fazemos isso para garantir o acompanhamento e o bom aproveitamento do benefício por parte das famílias”, disse a diretora do departamento de Ação Comunitária, Ana Margarida Freire. “Cada núcleo tem uma fila de espera. Se não há interesse por parte de alguém fazemos substituições”, explicou.
“Saber usar o dinheiro em coisas úteis é muito importante, mas não foi só através dele que melhorei meu desempenho. Participei das ações educativas, das reuniões, segui as orientações das assistentes sociais. Tenho colhido bons frutos, estou trabalhando, cresci muito. Muita gente queria estar no meu lugar”, disse Maria Aparecida, do Morro do Abrigo. “O pouco que nos ajudam já é muito”, disse Sinésio, do Canto do Mar.
Em cada núcleo funciona um plantão social que promove cursos de ponto-cruz, vagonite, trabalho em fita e artesanato em geral para as famílias carentes. “Em algumas pessoas percebemos grande capacidade e vontade de evoluir, então estas são encaminhadas aos cursos de capacitação do Ceprom (Centro Profissionalizante Municipal)”, contou Margarida.
Fabiana, da Enseada, chorou emocionada ao relatar que sua vida está mudada.e disse que o dinheiro que recebe não é só para se alimentar e sim para requalificação profissional. “Minha vida não tinha mais sentido. Se não fosse essa ajuda, não sei o que seria de mim. Consegui me levantar, estou fazendo dois cursos”, disse. “Não joguem essa oportunidade fora por nada desse mundo”, falou aos outros participantes.
“O dinheiro é um complemento que aproveito também para fazer cursos. Agradeço muito pela ajuda”, disse Rosana, da Enseada. (Fonte: PMSS)

Prefeitura lança obras de Saneamento Básico na Costa Sul

São Sebastião - A prefeitura de São Sebastião lançou no último dia 25, o pacote de obras de saneamento básico que vai atender a Costa Sul do município. O evento, que foi realizado na praia do Engenho, uma das regiões que será contemplada pelas obras, reuniu autoridades locais, além de representantes da comunidade.
Para realizar a ampliação do sistema de esgoto foi firmada uma parceria entre a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado) e a Prefeitura Municipal, que possibilitará que a rede de esgoto atenda cerca de 30 mil pessoas, pois além do bairro do Engenho, as comunidades de Barra do Una, Barra do Sahy, Baleia, Maresias e Paúba também receberão o benefício.
O orçamento total da obra é estimado em R$ 20 milhões, sendo que R$ 9,5 milhões serão financiados pela Prefeitura através do Plano Comunitário de Melhorias (PCM), em que os usuários do sistema pagam pela implantação do serviço. O financiamento será feito pela Caixa Econômica Estadual. Os outros R$ 10,5 milhões serão investidos pelo governo do Estado e repassados para a Sabesp.
De acordo com o contrato, serão implantados 53,1 mil metros de rede coletora, 7,1 mil metros de linhas de recalque, 2,8 mil ligações domiciliares, 23 estações elevatórias e 4 estações de tratamento de esgoto completas.
A prefeita interina de São Sebastião, Cláudia Batocchio Pinto Flausino, disse durante a inauguração que essas obras são resultado de um trabalho que está sendo realizado há algum tempo na cidade, principalmente em resposta as solicitações de moradores. Segundo ela, por meio dessa parceria que é pioneira no país, será possível adiantar em 10 anos o processo de implantação de esgoto na região.
“A previsão da Prefeitura para concluir obras como esta, girava em torno de 10 anos. Para a Sabesp, que teria mais dificuldades nesse setor, o prazo dobraria para 20 anos. Ao contrário de tudo isso, unimos nossas forças e conseguimos trazer para a realidade todo esse processo, através do qual, até o final do próximo ano, 90% do município vai ter rede coletora e de tratamento do esgoto”.
A prefeita em exercício, Cláudia Batocchio, ainda ressaltou que atualmente é difícil encontrar um município que realize em toda sua extensão a coleta e o tratamento do esgoto. Ela ainda comentou que a união dos proprietários de imóveis e terrenos com a Sabesp será fundamental para a realização da obra. Segundo ela, esses proprietários estarão gerando a valorização de seus próprios imóveis.
Para o sub-prefeito da Costa Sul, Benedito Ribeiro do Prado Filho, além de propiciar melhores condições de vida à comunidade, com a conclusão da rede de esgoto será possível receber melhor os freqüentadores do município, valorizando o turismo local.
O vereador Benedito Amâncio, que esteve na inauguração, disse que essa parceria vai realizar um sonho antigo da comunidade local.
O gerente da Sabesp de Ilhabela, José Vinícius dos Santos Filho, que esteve no local representando a empresa, disse que é sempre importante criar parcerias. “É difícil para a empresa fazer tudo sozinho. Por isso é de grande importância que a administração tenha mostrado o interesse na parceria, assim como a comunidade que se mobilizou para lutar pelas melhorias”.
Já Rodolfo Endris, presidente da Sociedade Amigos do Engenho, considerou o início das obras como um marco da história do município. “Acredito que esse processo não irá beneficiar somente quem está aqui atualmente. Ele vai gerar dias melhores para nossos filhos e netos”.
As obras, que tiveram início por parte da Sabesp em junho de 2002 em Maresias, têm previsão de término para o final desse ano. (Fonte: PMSS)

Ônibus volta a circular em dois trechos da Costa Sul

São Sebastião - A prefeita interina de São Sebastião, Cláudia Batocchio Pinto Flausino, anunciou no último domingo, que a linha do ônibus da Autoviass (Auto Viação São Sebastião), vai voltar a circular em Barra do Una e Engenho, dois bairros da Costa Sul. As linhas deixaram de passar pela região há algum tempo, devido às más condições das ruas.
Na semana passada, uma moradora questionou a prefeita sobre a falta do coletivo na região pedindo tais providências.
Agora, a prefeita diz que irá atender a reivindicação de moradores do Engenho, que relataram as dificuldades que passam toda vez que precisam se deslocar para outros bairros do município. Entre os diversos problemas apontados com a ausência do ônibus circular na região, está a dificuldade vivida por estudantes.
Segundo algumas pessoas da comunidade, as crianças que estão na fase escolar são as que mais tem sentido os resultados negativos dessa falta de transporte, já que precisam andar bastante até chegarem à escola. Uma moradora comentou que existem cerca de 50 crianças no Engenho, que estão em idade escolar e necessitam do transporte.
De acordo com a prefeita, já está sendo elaborada a escala de horários para a circulação dos ônibus, que deve acontecer em breve. Para que seja possível o trafego dos ônibus, as ruas estão sendo melhoradas, dando condições para que ele passe por Barra do Una, Engenho e Juréia. (Fonte: PMSS)

Ubatuba quer estrutura para escola de surfe na Praia Grande

Ubatuba - Ubatuba, também conhecida como a Capital do Surfe, busca agora uma estrutura adequada para a prática do esporte na Praia Grande. Atualmente, cerca de 350 crianças e adolescentes estão matriculadas na escolinha municipal que oferece as aulas usando instalações provisórias.
Recentemente o prefeito Paulo Ramos esteve na Secretaria de Esportes do Estado para pedir uma verba de R$ 200 mil para construir a sede da escolinha.
O projeto foi proposto pelo coordenador da escola e responsável pelo setor de surfe da prefeitura, Alberto Jacob, e visa, além da sede, um almoxarifado para se guardar as pranchas, vestiário com água quente, cozinha e um palanque a ser usado em dias de campeonatos.
De acordo com Jacob, a garotada sofre, principalmente com o tempo mais frio. “Os alunos saem da água e tem que tomar banho gelado”, explica. O coordenador conta que ficou satisfeito com a movimentação em busca dos recursos. “A cidade tem tradição no mundo do surfe e essas crianças são potenciais campeões”.
Além dos campeonatos de circuito municipal, Ubatuba recebe etapas de outras competições, além do Brasileiro de Supersurf, que acontece na praia de Itamambuca.
Nova Geração - Para manter o status de Capital do surfe, pelo menos quatro dias por semana cerca de 350 alunos com mais de 5 anos têm aulas na Praia Grande e no Perequê-Açu. Como a maioria é carente, a escolinha fornece as pranchas.
São quatro instrutores atendendo os novos surfistas que treinam no canto esquerdo da Praia Grande. Um deles é Ricardo Toledo, bi-campeão paulista de surfe, que desperta o sonho da molecada.
Ele conta que os alunos aprendem os princípios básicos do surfe como movimento, equilíbrio. Da escolinha, as crianças que se destacam têm a oportunidade de ir para uma turma mais adiantada que passam a treinar para competição.
Esse é o propósito do estudante Thauan Gomes, 13 anos. Ele ganhou uma prancha e resolveu se matricular quando soube da escolinha. “Quero competir pelo mundo”.
A pequena Ninfa Suelen da Silva, de 12 anos, também sonha alto. Ela ficou um ano sem freqüentar a escolinha, mas descobriu que “em Ubatuba, todo mundo surfa, então voltei”, disse com simplicidade.
Mascote do grupo, Davi Toledo, 4 anos, é filho do instrutor Ricardo e ‘rouba’ a cena quando vai para a água com uma prancha com duas vezes o seu tamanho. Querendo seguir o ramo da família, ele enfrenta a água fria e mostra nos dedinhos que pulou cinco ondas”. (Fonte: Imprensa Livre)

Regional Sul promoverá mutirão para eliminação de caramujo africano
As expectativas são de mais de 6 mil pessoas participando e a eliminação de pelo menos uma tonelada do caramujo

Ubatuba - A Administração da Regional Sul da Prefeitura de Ubatuba estará promovendo no próximo dia 14 de junho um mutirão de limpeza e eliminação do caramujo africano. O objetivo é a retirada de pelo menos uma tonelada de caramujo que, segundo a assessora da Regional Sul Mia Mafalda, já está afetando a agricultura local. O mutirão contará com todos os alunos das escolas da região, que somam cerca de dois mil, pais dos alunos e toda a comunidade, o que pode ultrapassar mais de 6 mil pessoas.
O evento terá início às 9 horas na escola do Sertão da Quina e será encerrado às 17 horas. Como estratégia da Regional Sul, os participantes receberão cupons por caramujos recolhidos e concorrerão a bicicletas, cesta básica e diversos brindes surpresas. Esta é uma iniciativa da Regional Sul e conta com os apoios de empresários da região, das secretarias de Saúde, Educação e Agricultura que também participarão do evento.
O mutirão contará com a participação das escolas da Maranduba, Sertão da Quina, Araribá e Áurea M.Rachou e terá distribuição de cerca de 3 mil sacolas e 2500 luvas plásticas protetoras aos participantes, que foram doados por empresários do local. Durante o dia haverá palestras sobre os problemas que o caramujo pode ocasionar, que será promovida pela Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde. (Fonte: ACS-PMU)

Fundart e Unitau firmam convênio

Ubatuba - Na noite do último sábado, 24, representantes da Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) e da Unitau (Universidade de Taubaté / Campus Ubatuba) participaram do ato de assinatura do convênio que oficializou a contratação de estagiários do curso de Administração de Empresas com habilitação em Hotelaria e Turismo. O convênio foi assinado pelo prefeito de Ubatuba Paulo Ramos (PFL), pelo presidente da Fundação Cultural, Cícero Assunção, pelo secretário Municipal de Educação, Corsino Aliste Mezquita, representando o Reitor da Unitau, Nivaldo Zollner, a coordenadora de estágio, Lúcia Helena Paiva, e representando a Câmara Municipal de Ubatuba, os vereadores Charles Medeiros (PSDB) e Samuel dos Santos (PTB). Este convênio foi firmado no último dia 9 de maio e já conta com oito estagiários, remunerados e contratados por um ano, trabalhando nas áreas administrativa, atendimento ao público e em promoção de eventos. O evento contou com a participação de cerca de 200 pessoas.
O público presente teve a oportunidade de assistir um recital de quase duas horas de um quarteto de clarinetes formado por alunos do Centro de Estudos Musicais Tom Jobim, de São Paulo. Interpretaram clássicos da música americana, composições de Astor Piazzola, choro brasileiro, entre outros. Ao iniciar a solenidade do ato de assinatura do convênio, Cícero Assunção ressaltou a importância do convênio para o desenvolvimento do município. “Na Unitau existem cadeiras que objetivam o estudo da cultura local e a possibilidade do seu desenvolvimento. Esta parceria fortalecerá ainda mais o trabalho da Fundação e o desenvolvimento dos alunos da universidade. Este convênio também permite que a Fundart apóie iniciativas de pesquisas acadêmicas da Unitau, das áreas de cultura e desenvolvimento social”, disse Assunção. Na primeira sexta-feira de junho, 6, acontecerá na praça Anchieta a 3ª edição do “Sexta-Básica Musical” com o violonista Euri, que tocará clássicos da MPB, e no dia 14 de junho na Igreja da Matriz o projeto “Madrigal, Música na Catedral” com a apresentação de canto Lírico da Universidade Tom Jobim. (Fonte: ACS-PMU)

Ubatuba: novas obras para turismo

Ubatuba - Uma ciclovia com 2.054 m de comprimento, incluindo muros de arrimo e canteiros será construída entre os bairros do Perequê-Mirim e Saco da Ribeira. O contrato, no valor de R$ 363 mil, foi assinado entre a Prefeitura de Ubatuba e a empresa Massaguaçu. Os recursos são do DADE (Departamento de Desenvolvimento e Apoio às Estâncias) e o prazo de construção é de 10 meses. O restante da urbanização da Praia Grande, no trecho compreendido entre as ruas Paul Harris e Bandeiras também teve início e terá prazo de seis meses para ser concluído. O contrato assinado, no valor de R$ 331 mil a serem repassados pelo DADE, completam o projeto de urbanização reivindicado pelo prefeito Paulo Ramos (PFL). Ainda em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura deu início a urbanização da avenida Leovegildo Dias Vieira, entre o rio Acaraú e rua Capitão Felipe, no bairro do Itaguá. “São obras de extrema importância para dar suporte ao desenvolvimento turístico de Ubatuba do orçamento do ano passado e já temos assegurado mais R$ 1,9 milhões, também do DADE, do orçamento deste ano para a urbanização da avenida Iperoig que inclui um espaço de vivência e entretenimento”, afirma o prefeito Paulo Ramos”. Dos 65 municípios contemplados com recursos do DADE a cidade de Ubatuba ocupa a 7a posição demonstrando sua importância no contexto turístico do Estado. O prefeito anunciou ainda a construção de uma quadra poliesportiva no bairro do Lázaro em uma área onde existe um pequeno campo de futebol. As obras são financiadas pela CEF (Caixa Econômica Federal) ao custo de R$ 115 mil e tem prazo de 4 meses para construção. (Fonte: ACS-PMU)

Alexandre Augusto lidera Metropolitano

Ubatuba - Aproveitando-se da bobeada de Fernando Macedo, que empatou suas 3 partidas no fim-de-semana, e da ausência de Ralph Solera, que não jogou na rodada, Alexandre Augusto passou a liderar de forma isolada a classificação do Campeonato Metropolitano 2003. É a primeira vez que Alexandre lidera um Metropolitano, e com quase metade do campeonato já disputado, crescem suas chances de chegar ao título. Por enquanto, seus maiores adversários são os irmãos Macedo e o polêmico Ednelson Prado. Na outra ponta da tabela, Tom Pires deixou a lanterna para Sérgio Godoy, que participa de seu primeiro campeonato na AUFM. Tom conseguiu, contra o ex-presidente Sílvio Fonseca, sua primeira vitória na associação. Os três e mais André Santos são os últimos na classificação. No pelotão intermediário, detaque para Anderson Gomes e Adauto Júlio, as gratas surpresas deste campeonato, e para as até então decepcionantes campanhas de Daniel Gusmão (quem mais liderou o ranking este ano) e Valdinei Campos (ex-campeão ubatubense). O Metropolitano de futmesa continua neste Sábado, 31 de Maio, das 16:00 às 19:00h, com as partidas válidas pelas 8ª e 9ª rodadas, das 16 previstas. O jogo mais importante será entre Ralph Solera e o líder Alexandre Augusto, já que Ralph tem 3 jogos a menos e o confronto entre os dois pode valer a liderança. Mais detalhes no site da AUFM www.futmesaubatuba.hpg.com.br .

Carta do Leitor

Campanha do Agasalho - O Grupo Escoteiro Iperoig e o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo convida a todos a participarem da campanha do agasalho de 2003. Passe nos postos de recolhimentos e doe roupas e cobertores que não são mais usado pela sua família.
O Grupo Escoteiro Iperoig distribuiu caixas de recolhimentos nos principais supermercados e escolas da cidade. Seja solidário, colabore! Doe calor neste inverno!

Grupo de Escoteiros Iperoig
Ubatuba, SP


Campanha de Prevenção ao Cancer Bucal - O Núcleo Regional de Saúde de Caraguatatuba - DIR XXI da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, estará promovendo nos dias 27 e 28 de maio uma sensibilização dos funcionários do próprio Núcleo Regional, da SUCEN e da Regional da Secretaria de Estado da Educação, sobre a necessidade de prevenir o CANCER BUCAL. O Evento organizado pela Drª Anete Pullin do Núcleo Regional de Saúde, foi dividido em dois dias e será composto por uma palestra e da avaliação odontológica dos funcionários, realizada pelo Dr. Flávio Godoy Peres - cirurgião dentista, especialista em buco-maxilo da Secretaria Municipal de Saúde de São Sebastião. O Núcleo Regional está recebendo também o apoio da Coordenação Odontológica da Secretaria Municipal de Saúde de Caraguatatuba e da Secretaria Municipal de Educação que cedeu as instalações de seu gabinete odontológico situado na EMEF Dr. Carlos de Almeida Rodrigues, situado ao lado do Núcleo Regional de Saúde, para avaliação dos funcionários.

Denise Maria Elisabeth Formaggia
Diretora Técnica do Núcleo Regional de Saúde de Caraguatatuba - DIR XXI
SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO


Divergir não é Oposição - Divergir não é precisamente se opor, antes parece-me, a divergência esclarece melhor a questão debatida. O conceito absoluto, sim, negando a oportunidade da contestação, fecha-se, evita expor falhas. Veja-se o congestionamento do trânsito na temporada, especialmente na Praia Grande. O antigo DER o teria evitado se o projeto rodoviário fosse submetido à opinião pública quando em elaboração. Não creio que o secretário de turismo, Sérgio Carvalho, reconhecido profissional na área de turismo, despreze as sugestões de Renato Nunes, arquiteto-urbanista detentor de invejável currículo, participante ativo da vida comunitária de Ubatuba desde o tempo do saudoso prefeito Ciccilo Matarazzo. Penso que o assunto turismo não deve ficar apenas no terreno da exposição, mas deve ser debatido com os profissionais das diversas áreas, urbanismo, paisagismo, cultura, saúde, etc. Nesse afã de se resolver tudo a toque de caixa, Ubatuba perdeu num passado até recente parte de sua memória histórica: seus sobradões (velharias que atrapalhavam o então chamado progresso), o chafariz da praça da praça Nóbrega (demolido para que as pedras servissem de cabeceira à ponte sobre o rio Acaraú, ligando a rua Guarani à Av. Leovigildo Dias Vieria). O açodamento, na pressa de concluir, despreza ponderações, assoberba-se às críticas e permite falhas incorrigíveis. O jornal Litoral Virtual favorecendo a troca de idéias, meu caro Emílio Campi, evita o que dizia o irreverente jornalista e teatrólogo Nelson Rodrigues: “toda unanimidade é burra”.

Andrade Henrique dos Santos
Vereador
Ubatuba, SP



Clique Aqui para acessar o Manifesto de Apoio

a Proposta de Programas e de Ações para o Turismo de Ubatuba
apresentado pelo Secretário de Turismo, Sergio Luiz Alves Carvalho

 

Foto do Dia

Lagoinha - © Emilio Campi

Ubatuba
Amanhecer na Lagoinha
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Marcos Borges da Silva - artista plástico Ubatuba Fascinante Igreja Ágape

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor