Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 23 de junho de 2003 - Nº 807 Edições Anteriores

Glamonk Ilha do Pontal Pousada Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Comunidades isoladas do litoral recebem melhorias
   Para moradores, a vida está melhorando
   Raio X das comunidades isoladas
   Crise atinge náticas do Litoral Norte

Caraguatatuba:
   Polícia caça 'justiceiros' do tráfico
   Vítimas vivem rotina de medo
   Suspeita de corrupção derruba Dise
   Promotoria tem acúmulo de processos
   Caraguá faz plano de segurança
   Caseiro é assassinado em Caraguá

São Sebastião:
   São Sebastião "caça" esgoto clandestino
   Procon Mirim participará de palestra sobre preservação de produtos

Ubatuba:
   Empresários que denunciaram extorsão de policiais "fogem" de Ubatuba
   Família diz ter vivido outro golpe
   Turistas são vítimas de assaltos em Ubatuba
   Assembléia de Deus realiza culto "Milagres da Fé"

   Carta do Leitor



Comunidades isoladas do litoral recebem melhorias
Nativos de 19 núcleos estão tendo acesso a energia elétrica, televisão e telefone público

Litoral Norte - As 19 comunidades isoladas do Litoral Norte estão recebendo benefícios para melhorar a qualidade de vida dos moradores. Os nativos estão sendo contemplados com escolas, postos de saúde, fábrica de gelo, telefones públicos, quadra esportiva, abastecimento de água, esgoto e energia.
Essas melhorias tem um valor especial para as 1.900 pessoas que ainda vivem "isoladas" e não conhecem a tecnologia e o desenvolvimento.
O maior número de comunidades está em Ilhabela onde vivem cerca de 1.540 pessoas divididas em 16 comunidades. Todas as melhorias para as comunidades são de responsabilidade das prefeituras.
Os únicos acessos para essas regiões são pelo mar ou trilhas que podem ser feitas somente a pé. A distância entre a região central e as comunidades é no mínimo 30 quilômetros pelo mar (duas horas de barco) ou quatro horas por terra. Os moradores das comunidades isoladas sobrevivem da pesca e do artesanato.
Com cerca de 120 casas e 300 habitantes, a região do Bonete se destaca pelas belezas naturais e paisagem selvagem. A comunidade é considerada uma das mais desenvolvidas do município.
Nos últimos dois anos os moradores já receberam energia por meio de gerador, escola, posto de saúde, esgoto e abastecimento de água. Os próximos benefícios serão uma fábrica de gelo, quadra esportiva e telefones públicos.
Os moradores sobrevivem da pesca e do artesanato que são comercializados aos turistas que visitam a região. Nas estreitas ruas não há iluminação e muitos moradores conhecem apenas o rádio e a televisão. A geladeira e o chuveiro são a gás pois a energia do gerador não é suficiente.
Em Búzios, o gerador foi instalado há menos de 15 dias e a energia vai garantir a compra de televisão para a maioria dos 60 moradores. O único aparelho que existe fica na escola - que tem energia solar - onde os moradores se reúnem para acompanhar os programas.
A comunidade de Praia Vermelha também tem energia e as demais possuem escolas, água, esgoto e atendimento médico.
Na ilha Montão de Trigo de São Sebastião, a realidade não é diferente. As 30 famílias vivem isoladas e o único acesso é pelo mar. A viagem de barco pode durar mais de 3 horas. Os moradores já receberam uma escola de ensino fundamental.
Em Ubatuba, a comunidade isolada do Cambury que está localizada na divisa entre o município e Parati (RJ), já recebeu escola, posto de saúde, energia solar e um rádio transmissor HT.
Com cerca de 200 moradores, a comunidade tem um difícil acesso - estrada de terra - que fica há quatro quilômetros da rodovia Rio-Santos. Em dias de chuva, os moradores ficam isolados no local. (Fonte: ValeParaibano)

Para moradores, a vida está melhorando

Litoral Norte - A dona-de-casa Benedita de Souza Santos, 84 anos, moradora da comunidade isolada do Bonete em Ilhabela, é uma das moradoras mais antiga da região. Com dez filhos e dezenas de netos - ela já não sabe a quantidade certa - disse que sua grande alegria é poder assistir televisão.
"Gosto muito de novela e do noticiário. A energia trouxe esse lazer que é a satisfação de muitos moradores", disse.
Benedita afirmou que antigamente tinha que cozinhar e lavar roupa com a água do mar ou do rio.
"A vida melhorou muito nos últimos anos. Na minha casa tem geladeira, chuveiro e fogão a gás", disse.
O caseiro Ademar Honório Santos, 61 anos, disse que o desenvolvimento está gerando mais qualidade de vida aos moradores. Ele que nasceu no Bonete tem 12 filhos, 20 netos e 2 bisnetos.
A alegria dos moradores é o dia da visita do médico que atende uma vez por mês no posto de saúde. Os moradores fazem filas para o atendimento.
A principal comida dos moradores é o peixe, mas alguns vão até ao centro uma vez por mês buscar outros tipos de alimentos. Muitos ganham apenas uma salário mínimo pois trabalham com artesanato ou venda da pesca. No verão eles alugam as canoas para buscar os turistas que visitam a região.
Os moradores da comunidade estudam até a 4º série do ensino fundamental. Caso queriam dar continuidade aos estudos devem ir para a cidade. (Fonte: ValeParaibano)

Raio X das comunidades isoladas

Ilhabela: 1.540 moradores
- Bonete, Enchovas, Indaiauba, Castelhanos, Praia Mansa, Praia Vermelha, Figueira, Guanxumas, Saco do Eustáquio, Saco do Sombrio, Ilha de Búzios, Guanxumas de Búzios, Porto do Meio, Pitangueiras, Mãe Joana e Ilha de Vitória

São Sebastião: 120
- Ilha Montão de Trigo

Ubatuba: 240
- Saco das Bananas e Cambury
Fonte: Prefeituras do Litoral Norte (Fonte: ValeParaibano)

Crise atinge náticas do Litoral Norte
Para reduzir custos, proprietários de embarcações estão substituindo motores à gasolina pelos os de óleo diesel

Litoral Norte - A crise econômica começou a mudar os hábitos de proprietários de barcos e náuticas no Litoral Norte. O preço do combustível está impulsionando a troca de motores à gasolina pelos os de óleo diesel.
O proprietário da Náutica Boreste, na praia Barra do Una em São Sebastião, Amândio Alves Pinto Neto, disse que, assim como alguns de seus clientes, ele também acabou optando pela troca do motor.
"As pessoas estão optando por motor a diesel, que é mais econômico. A situação econômica sempre influência no movimento na náutica e barco é um lazer que não é barato."
Pinto Neto testou ontem o motor a diesel de sua embarcação. "Eu troquei o meu motor para diesel. É mais econômico." No Litoral Norte, o preço do litro do óleo diesel gira em torno de R$ 1,65. Já o litro da gasolina custo a partir de R$ 2,10.
Para o proprietário da Marina Porto Enseada, de Ubatuba, Fábio Di Pietro, a crise econômica e o alto do preço do combustível fez cair o movimento de barcos em navegação.
"Caiu bastante o movimento. Juntou a crise com o tempo (baixas temperaturas). A parte financeira influência. O barco é um lazer, e com problemas financeiros, as pessoas começam a cortar despesas pelo superfluo", afirmou.
ALUGUEL - Di Pietro disse ontem que outra consequência da crise econônica é o atraso no pagamento do aluguel das náuticas. "Nos últimos três meses cresceu um pouco a inadimplência. Estão saindo menos com as embarcações porque se usam, acabam gastando pois têm que abastecer."
Os motores de barcos mais simples consomem, em média, 20 litros de combustível por hora de navegação.
Segundo o proprietário da náutica Nautimec da praia Tabatinga, em Caraguatatuba, Élio do Carmo Buso, o valor do aluguel de marinas não sofre reajuste há anos.
"O aluguel não tem aumentado. A única coisa que gera emprego o ano todo são as marinas. Elas mantêm o mesmo número de funcionários do verão e no inverno", afirmou.
O aluguel é cobrado de acordo com o tamanho da embarcação. O preço gira em torno de R$ 20 por pé. O motor a gasolina precisa ser ligado pelo menos uma vez por semana. As embarcações a diesel podem ficar até quatro meses paradas.
"As pessoas estão trocando por motor a diesel também por segurança. Ele tem maior durabilidade e resistência. Quem vem para navegar quer relaxar, vem por lazer, não pára para ficar pensando em preço de combustível", disse.
Segurança em embarcações é discutida - A Câmara de Ubatuba vai apreciar na sessão da próxima terça-feira um projeto que prevê a legalização do transporte de turistas em pequenas embarcações.
O proposta vai regulamentar a atividade de pescadores artesanais, que no período de temporada usam seus barcos para levar turistas às praias de acesso exclusivo pelo mar ou de difícil acesso por terra, como a Bonete, nas costa sul de Ubatuba.
O projeto é de autoria do Executivo e, segundo o presidente da Câmara, Rogério Frediani (PTB), a matéria deve ser aprovada por contribuir para a seguranças dos turistas. As embarcações serão vistoriadas por técnicos da prefeitura e irão receber uma autorização indicando o número máximo de passageiros.
"Estamos disciplinando a modalidade para melhor a segurança. Tem canoas com capacidade para duas pessoas que são usadas para transportar turistas", afirmou.
O projeto prevê multa para os pescadores que não se cadastrarem na Prefeitura de Ubatuba. "O turista vai ter mais garantia utilizando uma embarcação cadastrada", disse Frediani. (Fonte: ValeParaibano)

Polícia caça 'justiceiros' do tráfico
Grupos de extermínio teriam feito 20 vítimas em Caraguá; disputa pela distribuição de drogas é causa de assassinatos

Caraguatatuba - A Polícia Civil abriu inquéritos para investigar atuação de "justiceiros" do tráfico que teriam matado pelo menos 20 pessoas em Caraguatatuba somente este ano. Entre as vítimas estariam traficantes rivais, usuários devedores e testemunhas de crimes.
O município teve este ano a maior taxa de homicídios da região --houve um aumento de 200% nesse tipo de crime no primeiro trimestre, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.
A Polícia Militar havia registrado até esta semana 31 homicídios na cidade. Já dados do serviço funerário apontam 44 mortes, que incluem latrocínio (roubo seguido de morte) e vítimas que morrem em hospitais.
De janeiro a junho de 2002 foram 21 assassinatos no município, segundo dados oficiais da polícia.
Para impedir o avanço da criminalidade, a polícia criou este mês uma divisão especial de homicídios no 1º Distrito Policial de Porto Novo, região considerada mais crítica, para investigar as mortes. O setor é formado por um delegado, dois investigadores e um escrivão.
A missão inicial do grupo era apurar indícios de um suposto grupo de extermínio que estaria agindo na cidade.
A suspeita surgiu em relação a 20 mortes ocorridas até março, depois que o IML (Instituto Médico Legal) constatou que os corpos apresentavam marcas similares de execução.
O que a polícia apurou foi a existência de pelo menos quatro quadrilhas de traficantes --uma delas dominando parte da região sul da cidade-- que estariam disputando território.
Cada grupo teria um "justiceiro", responsável pelas execuções de rivais, maus pagadores e desafetos dos grupos.
O responsável pelo Setor de Homicídios, Dimas Masson, abriu inquéritos de formação de quadrilha e associação para o tráfico contra os suspeitos.
"Estamos conseguindo o esclarecimento quase total dos homicídios e não encontramos até agora nenhum caso que envolva policiais ou grupos de extermínio. São quadrilhas de traficantes", disse.
A morte de três prostitutas este ano na cidade teria ligação com a venda de crack na cidade. Elas também teriam sido vítimas dos "justiceiros".
As quadrilhas estão fortemente armadas com pistolas e espingardas calibre 12.
A polícia não descarta a possibilidade do arsenal dos bandidos vir do lote de 300 armas roubadas do Fórum de Ubatuba em 18 de março deste ano.
EFETIVO - O maior gargalo da violência Litoral Norte é o baixo efetivo das polícias Civil e Militar. Amanhã, a Câmara vai enviar ao governo do Estado um Plano Municipal de Segurança pedindo a reestruturação das polícias.
Com 80 mil habitantes, Caraguá possui três delegacias (sendo uma Delegacia de Defesa da Mulher) e cinco viaturas da PM para fazer o patrulhamento, excluindo duas rondas escolares e duas bases móveis.
No pátio da 2ª Companhia da PM, cinco viaturas, o mesmo número rodando na cidade, estão quebradas por falta de recursos.
A comandante interina da Companhia, tenente Patrícia Félix de Souza, disse que a verba para o conserto foi solicitada e o policiamento da cidade é reforçado semanalmente.
"Temos realizado operações semanais nas áreas mais críticas com apoio do Pelotão de Choque de São José e o Tático Móvel (Blasers com quatro PMs)", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Vítimas vivem rotina de medo

Caraguatatuba - Vítimas da violência vivem uma rotina de medo em Caraguá, com bairros inteiros vivendo sob "toque de recolher" e moradores contratando segurança particular para se proteger dos criminosos.
Casos exemplares são os bairros de casas de veraneio Capricórnio e Delfin Verde, com 774 moradores. Os bairros são cercados por áreas críticas como Olaria e Morro do Chocolate e os proprietários pagam segurança particular.
"Não deixamos os bandidos se alojarem aqui", disse o vigilante Pedro Paulo Peixoto Duarte, 45 anos.
No bairro vizinho, o Morro do Chocolate, os moradores obedecem a uma espécie de "toque de recolher" a partir das 20h. "A noite eu fecho a porta e não saio mais de casa", disse a dona-de-casa M.D.G., 28 anos.
O medo também faz parte da vida da dona-de-casa Augusta Barbosa da Costa, 67 anos, mãe do taxista Pedro Reinaldo Costa, 31 anos, encontrado morto com um tiro na cabeça no dia 20 de maio no bairro Pegorelli.
"Meu outro filho e marido também são taxistas. Não durmo à noite enquanto eles não voltam do trabalho." (Fonte: ValeParaibano)

Suspeita de corrupção derruba Dise

Caraguatatuba - Ao mesmo tempo em que a Polícia Civil de Caraguá tenta rebater os péssimos índices de criminalidade no município combatendo quadrilhas de traficantes, a suspeita de corrupção derrubou esta semana todo o quadro da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) de São Sebastião, a única para atender todo Litoral Norte.
Cinco investigadores foram presos na última quarta-feira acusados de extorquirem dois empresários de Ubatuba. Com a prisão, a polícia ficou sem policiais especializados na investigação de tráfico.
O delegado titular de Caraguá, Leon Nascimento Ribeiro, afirmou que a polícia tem esclarecido 85% dos homicídios ocorridos na cidade. "As mortes ocorrem por acerto de contas e dívidas de drogas. Quando acontece dentro de casas a polícia não tem como evitar", disse.
O delegado Seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, afirmou que o litoral está "importando" bandidos de São José. "Temos bandidos que vem de São José e alugam casas de veraneio para cometerem crimes", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Promotoria tem acúmulo de processos

Caraguatatuba - A falta de promotores no Ministério Público de Caraguatatuba provoca acúmulo de trabalho e uma rotina "estafante", na definição dos próprios profissionais.
Para garantir o andamento de 13.204 processo civeis e criminais, os três promotores levam serviço para casa e atuam em esquema de "clínica geral", dando prioridade aos processo de réus presos.
O volume de trabalho está nas mesas dos promotores em pilhas de processos. "Temos uma carga de serviço sobrehumana e levamos trabalho para fazer em casa no final de semana", disse a promotora Maria Cristina Tadeu Garcia.
O Ministério Público também encontra dificuldade para proteger testemunhas de crimes na cidade. A lei de proteção à testemunha existe mas não é aplicada por falta de recursos.
No último dia 13, o comerciante italiano Roberto Bonagema, 48 anos, foi assassinado com oito tiros no Perequê Mirim quando voltava para casa. Ele havia denunciado bandidos que atuavam na região e era testemunha em um processo de receptação. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá faz plano de segurança

Caraguatatuba - A Câmara de Caraguatatuba elaborou um Plano Municipal de Segurança para reestruturar as polícias Civil e Militar da cidade com mais efetivo e viaturas.
O plano também pede a criação da Guarda Municipal e instalação de câmeras de vigilância para reduzir os índices de violência na cidade. Caraguatatuba teve um aumento em 200% no índice de homicídios no primeiro trimestre deste ano, segundo a Secretaria de Segurança Pública.
O projeto foi elaborado pelo vereador Aurimar Manzano (PTB), ex-delegado de polícia, e vai ser encaminhado na próxima segunda-feira ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) e ao secretário de Segurança Pública, Saulo de Castro Abreu Filho, além do prefeito Antônio Carlos da Silva (PSDB).
Entre as propostas do plano está a instalação de uma nova delegacia na zona norte, outro plantão policial, criação da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e DIG (Delegacia de Investigações Gerais), aumento de efetivo policial e mais viaturas.
Atualmente, a cidade possui três delegacias --uma no centro, uma em Porto Novo e uma DDM (Delegacia de Defesa da Mulher)-- e cinco viaturas policiais em patrulhamento fixo nos bairros.
O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, e o Comando da Polícia Militar não foram localizados ontem para comentar o assunto em razão do feriado. (Fonte: ValeParaibano)

Caseiro é assassinado em Caraguá

Caraguatatuba - Um caseiro foi morto a pedradas anteontem à tarde em um sítio próximo à rodovia Rio-Santos, no bairro Tabatinga, em Caraguatatuba.
O corpo da vítima foi encontrado por sua mulher e seu sobrinho somente no final da noite.
Ambos disseram à polícia que não estavam em casa na hora do crime. Segundo a Polícia Civil, o caseiro Antonio André, 57 anos, foi encontrado próximo a uma vala e a pedra estava ao lado do corpo.
O delegado Marcelo Magalhães disse que o caso foi registrado como latrocínio. "O caso precisa ser apurado. A pedra manchada de sangue foi encontrada ao lado do corpo da vítima", disse Magalhães.
A polícia não tinha pista do suspeito até ontem. A esposa da vítima, Adriana Sales Mendes, e o sobrinho da vítima, Pedro Alibano de Oliveira, informaram à Polícia Militar que o suspeito levou a carteira de André contendo R$ 6 e documentos.
A Polícia Civil encontrou dentro da casa cinco espingardas (uma calibre 20, duas calibre 28, uma calibre 36 e uma de pressão) além de diversos cartuchos. Nenhum parente da vítima foi localizado ontem para comentar o assunto. André foi enterrado ontem. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião "caça" esgoto clandestino

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião vai "apertar o cerco" contra os condomínios e pousadas que realizam lançamento irregular de esgoto nas praias da costa sul do município.
A partir da próxima semana técnicos da Secretaria do Meio Ambiente vão intensificar a fiscalização nos bairro do Maresias, Boiçucanga e Cambury. Segundo a prefeitura, estas três localidades são consideradas críticas na cidade.
Segundo o diretor de meio ambiente, Nivaldo Simões, o enfoque da fiscalização vai priorizar as pousadas. Ele afirmou que o lançamento de esgoto irregular é um dos grandes responsáveis pela poluição das praias da costa sul.
"Nós já fazemos fiscalização permanente para coibir o lançamento irregular de esgoto nas praias de São Sebastião. Vamos intensificar nossa atuação nas praias da costa sul devido as últimas denúncias desse problema na região", disse Simões.
Para liberar o funcionamento de pousadas e a construção de condomínios fechados, a prefeitura exige que os proprietários apresentem um plano de tratamento de esgoto antes que ele seja lançado nos rios que deságuam nas praias da cidade.
A multa para quem não cumpre as determinações do município pode variar de R$ 500 a R$ 5.000. Segundo a prefeitura, nesse primeiro momento as pousadas e condomínios da costa sul que não estiverem cumprindo a lei serão notificados.
DENÚNCIA - O vereador Wagner Teixeira (PV), autor da denúncia do lançamento de esgoto irregular na Costa Sul, disse que os conodomínios e pousadas são responsável por 80% da poluição das praias da região.
"Os condomínios e pousadas não estão cumprindo as determinações da prefeitura, lançando esgoto in natura nos rios que deságuam nas praias. É preciso mais fiscalização para evitar este crime ambiental", disse Teixeira.
A prefeitura ainda não contabilizou o número de pousadas e condomínios que estariam na mira da fiscalização nas praias da costa sul. (Fonte: ValeParaibano)

Procon Mirim participará de palestra sobre manuseio de produtos

São Sebastião - Os alunos de São Sebastião que participam do projeto Procon Mirim estarão hoje às 9 horas, no Teatro Municipal, participando de uma palestra com operadores e gerente do supermercado Pão de Açúcar.
O evento visa ensinar aos estudantes como funciona o trabalho de um supermercado, quais cuidados têm de ser tomados para que os produtos sejam entregues nas melhores condições ao consumidor e prazo de validade.
No ano passado, os integrantes do Procon Mirim realizaram algumas vistorias e estiveram no supermercado Garça, onde puderam aprender um pouco mais do trabalho desenvolvido neste estabelecimento comercial.
O Procon Mirim é formado por 40 alunos das escolas municipais de São Sebastião, com idade entre nove e 12 anos, selecionados pelos colegas de classe e professores e que estão aprendendo a conhecer os seus direitos e deveres como consumidores e, principalmente, a trabalhar com a prevenção na hora da compra.
De acordo com a responsável pelo Procon (Proteção ao Consumidor), de São Sebastião, Leony Carneiro, o artigo 6º da Lei do Procon prevê a obrigação da promoção da educação para o futuro e, em São Sebastião, este trabalho é direcionado para a educação das crianças nas escolas, onde os assuntos relacionados a direitos e deveres do consumidor, são tratados durante as aulas.
“Estamos buscando fazer com que as crianças tornem-se cidadãs conhecedoras de seus direitos e deveres e atuantes como multiplicadoras dentro da sociedade”, disse Leony.
O trabalho também é desenvolvido com os professores e diretores das escolas, que aprendem sobre educação para o consumo, código de defesa para o consumidor e a inserção destes assuntos no currículo escolar.
As crianças que fazem parte do projeto também aprenderam um pouco mais sobre a importância na hora de escolher um brinquedo e como realizar um consumo sustentável, preservando o Meio Ambiente.
“Além das informações adquiridas o Procon Mirim vai nos estabelecimentos verificar a situação real do que eles aprendem durante as reuniões”, explicou Leony.
Procon na Faculti - Na próxima quinta-feira, 26, Leony estará realizando uma palestra na Faculti – Faculdade da Terceira Idade, sobre o trabalho que está sendo desenvolvido com o Procon Mirim com o objetivo de realizar uma proposta de trabalho parecida ao aplicado com os estudantes com os integrantes da Faculti.
“Eles são um braço da comunidade que poderá verificar os problemas que estão acontecendo no dia a dia. Quem sabe nós não formamos um “Procon da Melhor Idade?”, concluiu Leony. (Fonte: PMSS)

Empresários que denunciaram extorsão de policiais "fogem" de Ubatuba
Por motivo de segurança, as duas vítimas deixam a cidade; Promotoria pede prisão preventiva de policiais

Ubatuba - Os dois empresários de Ubatuba que denunciaram cinco policiais civis de São Sebastião por extorsão deixaram a cidade e estão escondidos por motivo de segurança. Os empresários I.A.C, e S.C., foram orientados a saírem do município após a prisão dos acusados na última quarta-feira, segundo os familiares.
A Promotoria vai solicitar hoje a prisão preventiva dos policiais que atuavam da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) e estão detidos no Presídio Especial da Polícia Civil em São Paulo. O prazo da prisão provisória termina amanhã.
Os policiais presos foram Fábio Alexandre Alves Faria, Mauro Sales Sato, Jorge Aparecido Lopes Cesário, Rener Avelino da Luz e Cristina Conte Wiethy.
O irmão dos empresários, A.M.C.S., 30 anos, disse ontem ao ValeParaibano que a família vai solicitar proteção para a Justiça.
"Não temos medo de represálias, mas como o caso envolveu pessoas importantes (policiais), nossa família deseja continuar trabalhando com tranquilidade", disse.
A família dos empresários tem um restaurante em Caraguá. Segundo A., há cerca de três anos os mesmos policiais teriam colocado droga em sua residência para "armar" um crime de tráfico de entorpecentes (leia texto nesta página).
EXTORSÃO - Segundo o promotor de Ubatuba, Adriano Andrade de Souza, o crime aconteceu no dia 11, no restaurante das vítimas. Os policiais entraram no estabelecimento dizendo que estavam procurando droga.
Dois policiais teriam pedido para as vítimas R$ 6.000 em dinheiro, caso contrário eles seriam presos por tráfico de entorpecente --um deles segurava um tijolo de maconha.
Os empresários pediram três dias de prazo para arrumar o dinheiro. Um dos irmãos foi levado pelos policiais para a delegacia como suspeito de porte de droga.
Uma pessoa que estava no restaurante foi obrigada a acompanhar os policiais e confirmar na delegacia que a maconha era de um dos empresários. Os acusados teriam levado ainda R$ 450 do caixa do restaurante.
"Na delegacia, os policiais apresentaram uma pequena quantidade de maconha, fizeram um boletim de ocorrência e a vítima foi liberada", disse o promotor.
No dia seguinte, os policiais começaram a fazer ameaças pelo telefone e cobrar o dinheiro dos empresários, que denunciaram o caso à Promotoria. A Justiça determinou que os telefones --residencial, comercial e o celular-- das vítimas fossem "grampeados" para gravar as ameaças dos policiais.
"Ficamos cinco dias acompanhando todas as ligações. Os empresários negociaram a entrega do dinheiro e na quarta-feira eles foram presos", disse.
DEPOIMENTO - Souza disse que, durante o depoimento, os policiais negaram que pediram dinheiro às vítimas. Eles teriam alegado que as ligações foram feitas pois os empresários poderiam ajudar a polícia encontrar um traficante.
Dois irmãos das vítimas já foram presos por tráfico de drogas. Os empresários não possuem antecedente criminal.
"Os policiais aproveitaram que já havia casos de envolvimento de droga na família para extorquir. Se o pedido de prisão preventiva for aceito, eles ficarão detidos até a conclusão do processo", disse.
Os policiais não tinham antecedentes e vão responder por concussão --extorsão praticada por funcionário público--, roubo, denúncia caluniosa e formação de quadrilha. A pena mínima prevista é de 12 anos de prisão.
O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho; o delegado de plantão José Lamartine Fagundes, e os representantes da Dise (Delegacia de Invetigações Sobre Entorpecentes) não foram encontrados pelo ValeParaibano durante todo o dia de ontem.
A assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo informou que a Corregedoria está investigando o caso em sigilo. (Fonte: ValeParaibano)

Família diz ter vivido outro golpe

Ubatuba - A.M.C.S., 30 anos, um dos irmãos dos empresários, disse ontem que há cerca de 3 anos os mesmos policiais teriam colocado droga em sua residência em Ubatuba para "armar" um crime de tráfico de entorpecentes. Ele ficou preso por um ano.
"Os policiais chegaram em um carro modelo Santana e queriam informações de um dos meus irmãos. Como neguei o pedido, eles invadiram a casa, levaram R$ 1.200 mil e jogaram no terreno dois quilos de maconha", disse.
A. afirmou que, na delegacia, os policiais apresentaram a droga como sendo da vítima.
"Fiquei preso em São Sebastião e em Tremembé por um crime que não cometi. Vou encaminhar um pedido de indenização pois os policiais quase destruíram nossa família", disse.
O promotor Adriano Andrade de Souza disse que vai analisar a denúncia para ver se houve envolvimento dos policiais.
O pai dos empresários, M.C., disse que vai lutar para que os policiais sejam punidos. "Os acusados terão que pagar pelos erros e vamos exigir que seja feita Justiça", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Turistas são vítimas de assaltos em Ubatuba

Ubatuba - Duas famílias de turistas que passavam o feriado em Ubatuba foram vítimas de assaltantes encapuzados na noite de anteontem nos bairros Praia Grande e Lázaro, no intervalo de dez minutos. Por volta das 23h, o industrial de Santa Catarina W.J.S., 45 anos, foi rendido por dois homens armados na Praia Grande e teve R$ 500, roupas, tênis e três aparelhos celulares roubados. Dez minutos depois, o engenheiro de Natividade da Serra J.W.F., 44 anos, foi trancado em sua casa no bairro Lázaro e teve relógios, jóias e R$ 200 levados pelos bandidos. (Fonte: ValeParaibano)

Assembléia de Deus realiza culto "Milagres da Fé"

Ubatuba - A Igreja Evangélica Assembléia de Deus - Ministério de Provetá - estará realizando hoje um culto especial destinado a cura divina, libertação e salvação de almas. O pastor da igreja, Efraim Gonçalves, convida a todos que desejam obter uma graça divina, uma cura, libertação de parentes e amigos de vícios e doenças a participarem deste culto que contará com a presença do pastor presidente do Ministério de Provetá, Pr. Elizeu B. Martins, e sua comitiva vinda especialmente de Angra dos Reis-RJ,  para a abertura deste trabalho.
O evento acontecerá hoje às 19:00 horas na igreja sede em Ubatuba, localizada na Rua Paraná, 262, e terá continuidade toda segunda-feira, no mesmo horário e local.

Carta do Leitor

Parabéns Lineu! - Você resumiu num texto curto o que todos pensam! Sua lista do "faz de conta" é perfeita. Eu acrescentaria: "Faz de conta que somos respeitados pelos políticos..."
Grande abraço.

Regina Helena de Paiva Ramos
Presidente da Federação Pró Costa Atlântica
São Sebastião, SP


Clique Aqui para acessar o Manifesto de Apoio
a Proposta de Programas e de Ações para o Turismo de Ubatuba
apresentado pelo Secretário de Turismo, Sergio Luiz Alves Carvalho

 

Foto do Dia

Praia Grande - ©Emilio Campi

Ubatuba
Praia Grande
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Marcos Borges da Silva - artista plástico Mykonos

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor