Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 12 de setembro de 2003 - Nº 865 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes Hansamarc

Litoral Norte
Ressaca atinge praias do Litoral Norte
Tempo agrada os surfistas em Ubatuba


Caraguatatuba:
Abertura do Caraguá Bike Week reúne autoridades e imprensa na Praça de Eventos
Lorenzo Lamas, o grande astro de Holywood, em Caraguá
Ator chega ao Litoral hoje para Bike Week
Lars Grael e Lu Alckmin participarão da abertura do Jori
PM encontra duas armas com suposto ladrão e assaltante
Vereadores derrubam Veto do Prefeito na LDO


Ilhabela:
Mais de 37 mil turistas são esperados na temporada verão 2003/2004
Campeonato Paulista de Veleiros de Oceano começa no sábado
Depoimento de Rogério Caetano abre CEI: houve cadastro de área pública


São Sebastião:
Mais de 300 vão a enterro de pai e enteada no litoral
Pescadores pedem ajuda na reforma de rancho na Enseada
São Sebastião lança educação no trânsito para crianças
Rio Vivo em Barra do Una


Ubatuba:
Ubatuba suspende Zona Azul em dia útil
Estrada do Camburi em debate
Prefeitura viabiliza 8 pontes metálicas
III Conferência da Saúde será na sexta-feira
Obra da Sabesp é paralisada no Perequê-Açu
Ilha Anchieta se prepara para a próxima temporada de verão
Sítios arqueológicos são cadastrados
Comércio de ambulantes na praia será organizado pela Setur
XX Festival de Ginástica e Dança - Ginastrada de 2003
Maria das Neves campeã da “Alfabetização Solidária”
Polícia com mais 9 viaturas
Sexta Básica Musical
Sarau no Beethoven

Seções:
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias do Litoral Norte Topo

Ressaca atinge praias do Litoral Norte
Frente fria provoca maré alta e ondas de até 3 metros de altura; Defesa monitora praias

Litoral Norte - A frente fria que atingiu a região nos últimos dias causou maré alta e ressaca ontem nas praias do Litoral Norte. Em Ubatuba, as ondas chegaram a dois metros de altura nas praias de Itamambuca e Grande, atraindo vários surfistas.
A previsão para os próximos dias é que o mar continue agitado e a altura das ondas pode atingir três metros em alto mar.
Segundo o Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista, a frente fria que passou pela região trouxe chuva em pontos isolados e deixou o mar agitado. A ressaca deve continuar no final de semana por causa dos ventos.
Para hoje, o tempo vai continuar nublado com chuvas isoladas durante o dia. A temperatura também ficará baixa em toda a região. No litoral está previsto mínima de 12ªC e máxima de 21ªC; no Vale do Paraíba a mínima será de 9ªC e a máxima 22ªC, e na Serra da Mantiqueira a mínima prevista é de 3ªC e a máxima, 13ªC.
Para o final de semana, a previsão também é de tempo nublado com chuvas esparsas por causa de uma nova frente fria que está prevista para a região a partir de amanhã.
Para o diretor da Associação Ubatuba de Surfe, Luiz Felipe Azevedo, a ressaca aumenta o número de surfistas nas praias devido às fortes ondas. Ontem em torno de 40 pessoas estavam surfando na praia de Itamambuca, uma das mais freqüentadas pela categoria no município. O movimento foi intenso também na praia Grande. Apesar das ondas favoráveis para o esporte, Azevedo alerta que a maré alta oferece mais riscos aos surfistas menos experientes (leia texto nesta página).
DEFESA CIVIL - Segundo o chefe da Defesa Civil de Ubatuba, Arly de Oliveira Cruz, em dias de ressaca os agentes realizam um monitoramento nas praias e nas regiões onde existem casas próximas ao mar.
"O monitoramento é constante para evitar qualquer tipo de incidente. Uma equipe fica de plantão durante 24 horas e em casos de emergência as chamadas podem ser feitas pelo número 199", disse Cruz.
Em Caraguatatuba, a Defesa Civil informou que durante as ressacas faz o monitoramento de ruas próximas de rios e das praias. Os principais locais vistoriados são as praias da Cocanha e Massaguaçu, que durante a maré alta a água pode atingir a rodovia Rio-Santos (Caraguá-Ubatuba), que fica às margens da praia. (Fonte: ValeParaibano)

Tempo agrada os surfistas em Ubatuba

Litoral Norte - A ressaca nas praias do Litoral Norte virou atração para os surfistas que estão em busca de grandes ondas. Ontem, cerca de 40 pessoas estavam surfando na praia de Itamambuca, em Ubatuba. O número é considerado grande para um dia de semana fora da temporada, segundo o diretor da Associação Ubatuba de Surfe, Luiz Felipe Azevedo.
Para Avezedo, os surfistas menos experientes devem redobrar a atenção antes de entrar no mar nos períodos de agitação.
"As ondas atraem os surfistas mas a maré alta pode ser perigosa para quem não é profissional. Durante a ressaca o mar está mais agitado e é preciso ter cuidado para não se aproximar de locais com pedras", disse.
Segundo o presidente da Associação de Pescadores de São Sebastião, Guilmer Puertas Tavares, os pescadores também devem ter atenção nos dias de ressaca no mar.
"Sempre que o tempo está ruim existe risco aos pescadores. Orientamos sobre os cuidados mas sabemos que a maré alta e a ressaca fazem parte da profissão", disse.
A dona de escuna Isabel Schumacher, de Caraguá, disse que durante a ressaca guarda sua embarcação na praia da Tabatinga, onde as condições do mar ficam mais seguras. Ela realiza passeios na praia Martin de Sá.
"Nesses dias cancelo os passeios para garantir a segurança", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Abertura do Caraguá Bike Week reúne autoridades e imprensa

Caraguatatuba - Cerca de 60 pessoas participaram da abertura oficial do Caraguá Bike Week na noite de ontem. Autoridades e imprensa se reuniram em um coquetel de comemoração.
A organização do Caraguá Bike Week e a Secretaria de Turismo de Caraguá reuniram ontem, dia 10, autoridades e imprensa para a abertura oficial da primeira edição do evento na cidade. Cerca de 60 pessoas estavam presentes na solenidade, que aconteceu na Praça de Eventos, às 18 horas.
Estavam presentes, além do organizador do evento, José Lopes; representando o prefeito Antonio Carlos da Silva, o vice-prefeito, José Pereira de Aguilar; o Secretário de Turismo, Paulo Noronha; o presidente da Câmara Municipal, Wilson Gobetti e o presidente da Associação Comercial e Empresarial, Jorge Washington.
A abertura se iniciou com o pronunciamento do empresário José Lopes, da Top Brasil, empresa organizadora do evento. Segundo ele, o convite para organizar o Caraguá Bike Week foi aceito como um grande desafio. "Já organizamos o Moto Road, em Campo Grande, há 6 anos, e quando fomos convidados pelo Paulo Noronha para realizar o evento aqui, encaramos como um grande desafio a manutenção da tradição de evento motociclístico que a cidade já possui". Ele acrescentou que "é uma semente plantada em Caraguá e tudo que fizemos foi com amor e com o coração, assim, não queremos desapontar a confiança depositada em nós".
Em primeira mão, ele informou que, durante o dia 11, a TV Band Vale irá divulgar o Caraguá Bike Week em rede nacional. Pela manhã, o evento será divulgado no Programa de Olga Bongiovanni, à tarde, no horário da Astrid e à noite, Adriane Galisteu irá transmitir informações sobre a festa do motociclismo no Litoral Norte.
O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Caraguatatuba, Jorge Washington, disse que o evento veio para completar um espaço vazio com a saída do Megacycle e que, "com certeza, o Caraguá Bike Week trará um público diferenciado, de nível, que venha curtir a cidade, aproveitar e agitar o comércio trazendo lucro para a cidade".
Em seguida, o Secretário de Turismo, Paulo Noronha, enfatizou busca por qualidade no evento. "Procuramos dar qualidade ao evento, pois queremos continuar com a tradição em Caraguá transformando-o em um encontro nacional. Hoje, Caraguá é uma rota de motociclismo conhecida no mundo. O José Lopes é um grande parceiro e temos certeza que, este ano, será uma amostra do que virá nos próximos anos", disse.
O presidente da Câmara Municipal, Wilson Gobetti, disse que a cidade precisava de um evento como o Caraguá Bike Week que tivesse linhas de trabalho e organização diferentes. "Tenho certeza que esse evento terá muito sucesso, porque Caraguá merece".
Para encerrar os pronunciamentos, o vice-prefeito José Pereira de Aguilar cumprimentou a todos em nome do prefeito e disse que gostaria que o José Lopes se tornasse um eterno parceiro. "Com o novo nome, vamos corrigir o que aconteceu no passado. O evento anterior estava denegrindo a imagem da cidade com a falta de segurança e organização". Ele acrescentou que Turismo é muito mais que um show. "É fazer saneamento básico, é arrumar uma rua. Essa administração está preocupada com tudo. Acredito que esse evento será tão bom quanto os outros, mas com algumas correções importantes. Então, declaro aberto o 1º Caraguá Bike Week 2003". (Fonte: PMC)

Lorenzo Lamas, o grande astro de Holywood, em Caraguá

Caraguatatuba - O ator americano Lorenzo Lamas, grande astro de Holywood estará em Caraguatatuba nesta sexta-feira, pela manhã e irá recepcionar as autoridades locais e regionais à noite no Caraguá Bike Week. No sábado, pela manhã o astro fará um city tour pela cidade e à noite estará no evento para receber, junto com os presidentes dos motoclubes participantes, o troféu do evento. O ator permanecerá em Caraguá até domingo.
A presença de personalidades ligadas ao motociclismo e conhecidas mundialmente vem atestar a importância deste grande festival do motociclismo, gerando uma grande repercussão na mídia em geral, divulgando para o Brasil e o mundo a cultura moto-ciclística nacional. Grandes astros e bandas da música pop brasileira também estarão no evento, confirmando a tendência do Caraguá Bike Week se tornar o maior evento motociclístico do litoral brasileiro.
Um pouco da história de Lorenzo Lamas - O ator americano Lorenzo Lamas nasceu em 20 de janeiro de 1958 em Santa Mônica, nos arredores de Los Angeles. Filho do ator argentino Fernando Lamas (do western One hundred rifles com Raquel Welch) e mãe americana, é praticante de artes marciais desde os 15 anos de idade, tendo iniciado sua carreira artística em 1981 participando da série para a televisão Falcon Crest. Estreou no cinema em 1984 no filme Bodie Rock, obtendo a seguir o papel principal nos filmes de ação Sneak Eater, com as seqüências Snake Eater 2 - The Drug Buster e Snake Eater 3 - His Law.
Logo depois, estrelou Final Impact, um dos filmes de ação americanos de maior sucesso. Em 1992 Lorenzo Lamas retornou para as telas da TV interpretando o papel de Reno Raines na série Renegade (Os Renegados) onde contracenou com o "Bobby Sixkiller", Branscombe Richmond e Sandra Ferguson, mas continuou a fazer filmes de ação como Bounty Tracker, The Midnight Man, Mask of Death, CIA: Code Name Alexa, CIA II: Target Alexa e Night of the Warrior I e II. Lorenzo Lamas já atuou em mais de 35 filmes, onde contracenou com grandes atores, como Gary Busey, Roy Scheider, Jeff Bridges, Sharon Stone e Andie McDowell. Tem talento para a dança mas prefere fazer filmes de ação, onde não gosta de utilizar dublês, e sempre demonstrou ser um apaixonado por motociclismo, motivo pelo qual estará presente ao Caraguá Bike Week 2003. (Fonte: PMC)

Ator chega ao Litoral hoje para Bike Week

Caraguatatuba - O ator norte-americano Lorenzo Lamas chega na manhã de hoje à região para participar da 1º edição do Caraguá Bike Week. Lamas ficará na cidade até domingo. No sábado, o ator fará um city-tour pelo município e a noite estará na arena da praça de Eventos, no centro, onde vai receber um troféu do evento e saudar os motoclubes participantes do Bike Week. Após haverá show do grupo RPM, que poderá ser visto em três dimensões. Lamas é considerado ídolo dos motociclistas e já atuou em mais de 35 filmes em Hollywood. (Fonte: ValeParaibano)

Lars Grael e Lu Alckmin participarão da abertura do Jori

Caraguatatuba - O secretário de Esportes Lars Grael e a primeira dama do Estado Lu Alckmim deverão participar da abertura do 7º Jori (Jogos Regionais do Idoso) no dia 19 de setembro.
Na reunião realizada no começo da semana, que contou com a presença do comitê dirigente representando o Estado, do comitê organizador de Caraguá e um delegado de cada município, ficaram definidas as chaves dos jogos entre as 45 cidades participantes através de sorteio.
A abertura do Jori está marcada para as 16h30, no Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves, com a apresentação de todas as delegações.
Também estarão presentes a coordenadora do Jori, secretária Municipal de Assistência Social, Vera Peixoto, e o secretário de Esportes e Recreação, Nivaldo Alves. Cerca de 33 cidades participarão da abertura, com apresentações de coreografias. Caraguá fará a abertura com a apresentação de “La Cumparsita”, uma coreografia de tango com o casal Maria Luiza Cestari e José Alberto Guimarães e mais oito casais. A delegação de Caraguá será a última a se apresentar.
Empolgação não vai faltar. Cinco ônibus com 300 pessoas de Santos e de São Vicente já confirmaram presença na torcida. No sábado acontecem os jogos durante o dia, e o baile no Princes Clube, à partir das 20h, com animação da orquestra Oscar Guzzela de Santos.
De acordo com Vera Peixoto, a intenção é finalizar os jogos logo pela manhã de domingo e em seguida fazer um city tour com os participantes.
Infra-estrutura - A prefeitura de Caraguatatuba prepara uma estrutura completa para atender os quase dois mil atletas que disputarão o 7º Jori. Cada delegação terá um grupo de três guias turísticos à disposição, e poderá contar com as informações de um integrante dos Escoteiros, um do Gac (Grupo de Apoio Civil) e um aluno do curso de Turismo das Faculdades Módulo. Outro serviço que a Prefeitura vai oferecer durante o Jori é o atendimento à Saúde, com plantão médico e odontológico no Centro Esportivo Ubaldo Gonçalves e duas ambulâncias.
No local de cada competição uma equipe médica vai prestar primeiros socorros e atendimento imediato, com apoio do Corpo de Bombeiros, que irá disponibilizar uma viatura de resgate. (Fonte: Imprensa Livre)

PM encontra duas armas com suposto ladrão e assaltante

Caraguatatuba - A Polícia Militar encontrou, na noite de terça-feira, dois revólveres, calibres 22 e 38, com M.A.M., 19 anos, em sua casa, na rua Maria Firmino da Costa, bairro Perequê-Mirim. A polícia fazia patrulhamento pela área, uma das mais violentas da cidade, quando deparou com M. em atitudes suspeitas.
Ao ver os policiais M. entrou em um corredor para se abrigar em seu quarto. Ele foi seguido e revistado. Com ele, a polícia encontrou um revólver. O outro estava embaixo do travesseiro e ainda escondido no colchãoestava um capuz preto, do tipo usado por assaltantes.
O suspeito foi levado ao plantão da Delegacia de Polícia de Caraguatatuba. A pesquisa dos antecedentes criminais revelou que M. responde a processos de roubo, furto e porte de entorpecentes.
Embora, ele tenha estas passagens, a polícia o liberou, pois não estava sendo procurado, ou seja, não tinha mandado de prisão em seu nome. Em razão disso, foi registrado o porte ilegal de armas e M. foi solto para responder o processo em liberdade.
Segundo a polícia, além deste inquérito, ele também será alvo de investigação para apurar envolvimento em roubos na cidade.
Esta ocorrência será referência de elogio para os soldados Barroso, Ruan e De Souza, da Polícia Militar. (Fonte: Imprensa Livre)

Vereadores derrubam Veto do Prefeito na LDO
Entendimento da maioria interpretou que emendas não causariam desequilíbrio financeiro

Caraguatatuba - Os Vereadores da Câmara Municipal de Caraguatatuba, ou melhor, a sua grande maioria, rejeitou o Veto Parcial do prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), sobre as emendas inseridas na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). As 4 (quatro) emendas dos 3 (três) Vereadores foram mantidas e o Veto, rejeitado.
O Veto Parcial do prefeito Antonio Carlos da Silva, dizia respeito as emendas dos Vereadores Aurimar Mansano (PTB), Wilson Agnaldo Gobetti (PPS) e Agostinho Lobo de Oliveira – Lobinho (PSDB), respectivamente a construção de quadras no Barranco Alto e compra de Raio-X para as UBS do Massaguaçu e Porto Novo; a efetiva instalação da Guarda Municipal e a construção de galerias de águas pluviais.
Segundo o Executivo a inclusão destas emendas causaria incompatibilidade com o Orçamento 2004, além de um desequilíbrio financeiro. Os Vereadores não entenderam desta maneira e rejeitaram o Veto, mantendo as emendas. Agora cabe ao prefeito ações jurídicas para impedir a decisão tomada pelos Parlamentares.
Já o projeto de Lei do Vereador Aurimar Mansano, que autoriza o Chefe do Executivo a criar o Conselho Municipal da Pessoa Portadora de Deficiência foi aprovado. A propositura já ocupava a pauta há cerca de 4 sessões, não sendo votado devido ao adiantado do horário ou por causa de batalhas políticas, devido a possíveis entraves jurídicos sobre o assunto. Nesta sessão a proposta foi aprovada, não sem antes haver um debate acalorado entre os Vereadores Juarez Pereira Pardim e Celso Pereira, ambos do PSDB.
Por último foi aprovada denominação de rua da Vereadora Dalva Ricardo Santana – Profª Dalva (PPS), que nomeia a travessa 2 do Benfica por Josefa Luzinete Souza. O projeto de Decreto Legislativo, da Mesa Diretora, que dispõe sobre doação de materiais em desuso para a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), não foi votado devido ao adiantado do horário.
Durante o Expediente foram lidos e encaminhados 6 Projetos às Comissões Permanentes, foram aprovadas 3 Moções e lidas durante o intervalo 23 Indicações. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Mais de 37 mil turistas são esperados na temporada verão 2003/2004

Ilhabela - Mais de 37 mil turistas deverão aportar na cidade neste verão com o início da temporada 2003/04 dos navios cruzeiros, segundo estimativa da Secretaria Municipal de Turismo.
O secretário de turismo, Ricardo Fazzini confirmou ontem que, até o momento, já foram agendados 29 navios cruzeiros para a temporada de verão, no período de 15 de dezembro deste ano a 16 de março do ano que vem. São oito a mais em relação ao ano passado, ou seja, um aumento de 30 %, além das escalas internacionais que poderão ser negociadas. “Este número ainda poderá aumentar até o início do verão”, comentou.
O secretário disse ainda que desde o início da administração do prefeito Manoel Marcos a escala de navios cruzeiros só tem crescido. De 13 no primeiro ano foi para 17 no segundo e 21 no terceiro. Ricardo explicou que enquanto a maioria dos portos de cruzeiro está mantendo suas escalas ou até sofrendo quedas Ilhabela aumenta a cada ano, confirmando a excelente qualidade do receptivo montado pelo município.
Ele lembrou que a cobrança de taxas dos navios cruzeiros, que começaram na temporada passada, não espantou o turismo náutico, ao contrário, com elas a prefeitura pôde aperfeiçoar o receptivo turístico e diminuir o risco de ter turistas insatisfeitos.
“Hoje, as empresas procuram Ilhabela pela sua excelência no atendimento”, concluiu.
A estimativa é que o comércio local fature mais de um milhão e meio de dólares nos meses de verão, isto considerando que apenas 50% dos passageiros desembarquem, com um gasto de 50 dólares em média por pessoa. As paradas ativam a economia, gerando empregos tanto das agências de passeios quanto das lojas e restaurantes da região central.
A prefeitura irá montar uma estrutura para receptivo de navios com melhorias para maior conforto dos turistas. A exemplo dos outros anos, próximo ao píer da Vila, local de desembarque dos passageiros, será montado o receptivo turístico, que deverá contar com agências de passeio, tendas com salas de espera, quiosques de informações, além de apoio da Polícia Militar, Depto de Trânsito e ambulância.
Entre os navios já confirmados estão o Melody, da empresa MSC, pela primeira vez na cidade e que abre a temporada, com capacidade para 1250 passageiros, e o Blue Dream, da CVC, que é um navio novo na costa brasileira e inicia a temporada com 10 paradas em Ilhabela. Além do Island Scape, que tem 12 paradas agendadas, o Costa Tropicale, com três e o Costa Alegra, que também terá três, sendo uma internacional.
Uma parceria entre a prefeitura municipal e a operadora do navio Island Scape Sun&Sea será a novidade, que fará uma viagem inaugural com um fun tour para cerca de 1600 pessoas, entre agentes de viagens e imprensa especializada em turismo, com saída de Santos e chegada em Ilhabela.
Segundo Fazzini, este roteiro, que era antes realizado na cidade de Búzios, reunirá todo o trade do meio turístico na cidade. “Era a chance que precisávamos para realmente dar um salto como destino de navios cruzeiros”, comentou. (Fonte: Imprensa Livre)

Campeonato Paulista de Veleiros de Oceano começa no sábado

Ilhabela - Neste final de semana a capital da vela promete ficar movimentada. A 3º etapa do Campeonato Paulista de Veleiros de Oceano contará com a participação de 43 barcos.
As regatas serão realizadas no percurso tipo Barla-sota, montado com duas bóias infláveis, uma na direção do vento (barlavento) e outra distante da primeira a favor do vento (sotavento). As categorias em disputa são: IMS, Orc, RGS, Multi-casco e Bico de Proa.
A largada está prevista para sábado, às 11h, com concentração no Yacht Clube de Ilhabela.
A terceira etapa é dividida em dois finais de semana. No passado, dias 6 e 7 de setembro, a competição contou com 38 embarcações.
O evento foi válido pelo Campeonato de Veleiros de Ilhabela - 3º Regata Volta à Ilhabela “Sir Peter Blake”. O velejador neozelandês, campeão da America´s Cup em 95, 2000, da última Whitbread e da 1ª Regata Volta à Ilha, foi assassinado no Amapá há cerca de dois anos. Por esta razão a regata levou seu nome como forma de homenagem.
A largada da regata aconteceu na Ponta das Canas, com ventos constantes, que perduraram até os veleiros atingirem a Ponta do Boi, quando diminuíram de intensidade.
O barco Mantra 3, classe Orc, foi o primeiro colocado, concluíndo a prova em 9h59min14seg. Fazem parte da tripulação o sebastianense Marco Del Porto, o ilhabelense Eduardo Mateus e os paulistanos: Luiz, Wanderlei, José Paulo, e André. “Foi cansativo. Exigiu muita experiência dos participantes”, comentou Marco Del Porto, 18 anos, campeão brasileiro da classe holder em 2001.
“Comecei na oceano há um ano, mas continuo no holder. Sempre gostei de velejar na classe oceano porque tem muita adrenalina, o barco é maior e os desafios também são maiores”, completou.
Em segundo lugar ficou o barco Mystic e Tembo Guaçu chegou em 3º lugar.
Na classe Ims, Touché Light conquistou o 1º lugar, seguido de perto pelo Seamon e pelo barco Marlim Transpetro. (Fonte: Imprensa Livre)

Depoimento de Rogério Caetano abre CEI: houve cadastro de área pública

Ilhabela - Começaram ontem os depoimentos das testemunhas e suspeitos de envolvimento nas denúncias de cadastro de áreas públicas por parte da Prefeitura Municipal. A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal se reuniu ontem à tarde para ouvir Rogério Caetano, que declara ter posse de uma área no Encantado, ao sul da ilha, desde o ano de 1994. O terreno, hoje, está cadastrado em nome de Márcio Jordão Faccioli.
“Eu trabalhava com caminhão, carregando entulho. Em 94, estive na área pela primeira vez. Era um buraco. Fui aterrando aos poucos, plantando e construí um rancho para guardar canoas e uma escada.
Depois de um tempo, cerquei a área, mas todos tinham passagem livre por ele”, disse Caetano. Segundo declarou, um ano após estar cuidando do terreno (1995), ele compareceu à Prefeitura para verificar se o local tinha cadastro. “Fui informado que não havia registro em nome de ninguém”.
Mais tarde, Caetano afirma ter sido procurado por Marcos Rocha. Este lhe dizia que o terreno era de sua tia, Maria de Lourdes de Cristo. “Eu expliquei que estava usufruindo do terreno. Só mantinha o rancho para ir até lá com amigos, pescar”. Já no ano de 2000, depois de ser procurado por Maria de Lourdes, ele diz que pagou R$ 5 mil pela posse do local. O comprovante de venda está no nome de Rocha.
Rogério declara que foi mantendo a posse. Nestes anos, nunca foi incomodado por alguém que tivesse documentação comprovando direito de propriedade sobre a área. Questionado pela vereadora Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, ele falou que teve conhecimento de que a área era pública no ano de 2000.
“A Maria de Lourdes pediu o cadastramento do terreno e soube. Eu nem fui procurar, porque a Lei Orgânica Municipal não permite construção em faixa de marinha”.
Em seu depoimento, Caetano declarou que esta mesma área - 66m de frente com 30 metros de fundos - aparece, agora, cadastrada na Prefeitura em nome de Márcio Jordão Faccioli. O documento é datado de 4 de fevereiro de 2003, “Como poderia ele manter a posse de um terreno em que nunca havia pisado antes?”, questionou Caetano.
Márcio, segundo o depoente, teria comprado a área de Valdomiro Cacefo. Este também alega propriedade sobre as terras, desde 1986. “Só que eu estou naquele lugar desde 1994 e ele (Cacefo) nunca apareceu para requerer seus direitos. Nem mesmo conheço esse senhor”.
Uma das provas apresentadas pelo depoente é que em 1997, a Prefeitura Municipal de Ilhabela, representada pelo funcionário Ronaldo Alves, fez um Boletim de Ocorrência, nº 1329/2002, apontando que a área havia sido queimada. Alves relatou em boletim que o terreno em questão - o mesmo que hoje está cadastrado em nome de Márcio Faccioli - pertencia ao município.
“Área pública” - Também o delegado José Luiz Tibiriçá foi citado durante o depoimento de Caetano. Ele diz que foi procurado pelo delegado há alguns anos. Tibiriçá teria intenção de comprar o terreno e foi informado de que deveria procurar cadastrá-lo junto à Prefeitura, para depois ambos negociarem.
“No começo da gestão do Manoel Marcos ele foi saber sobre a área. O delegado foi informado que a Prefeitura não concederia o cadastro, visto se tratar de área pública”, sustenta Caetano.
Rogério ainda disse que Márcio Faccioli está nego-ciando o terreno em questão. “Eu encontrei uma foto na internet que comprova: ele está vendendo a propriedade”.
Apesar de alegar estar no terreno desde 1994, o depoente afirmou ao vereador José Garcia de Souza que nunca pediu o cadastro da área. “Eu não tentei porque a Maria de Lourdes dizia ser a dona da área”, garante. Uma das alegações de Caetano era que Maria de Lourdes possuía até mesmo o registro na Secretaria do Patrimônio da União (somente para terrenos localizados em faixa de marinha).
Comissão - Durante cerca de 1 hora, os membros da CEI, vereadores José Garcia de Souza e Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza - e a relatora, Nanci Peres de Araújo Zanato e o presidente, Rogério Ribeiro de Sá, ouviram e questionaram o depoente, Rogério Caetano. A outra participante da CEI, Rita Janete de Oliveira Gomes, não pôde comparecer, por problemas pessoais.
O próximo depoimento, já confirmado, está marcado para terça-feira, 14, às 14 horas. Na data, será ouvido Marcelo Gurgel. Ele também acusa a Prefeitura de estar promovendo cadastro de área pública. Desta vez na Fazenda Feiticeira, no bairro de mesmo nome, ao sul da ilha. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica

Mais de 300 vão a enterro de pai e enteada no litoral

São Sebastião - Cerca de 300 pessoas acompanharam ontem o enterro da estudante Mônica Pinto Alves, 15 anos, assassinada pelo padrasto, o operador de máquinas Marivaldo Nunes Santos, 34 anos, na tarde de anteontem, em Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião.
Santos teria se matado dentro de casa após ter atirado na adolescente e em sua mulher, a arrumadeira Ana Cláudia Pinto Alves, 32 anos, que ficou ferida com um tiro na boca. O crime revoltou os moradores do bairro. Santos teria mandado o filho do casal de 9 anos sair da casa antes de atirar nas duas mulheres.
Os corpos de Santos e da estudante foram enterrados na tarde de ontem no cemitério do bairro. Ana, que passou por cirurgia, recebeu alta do pronto-socorro ontem e acompanhou o enterro das vítimas. Os familiares da arrumadeira não quiseram comentar o assunto.
Segundo o tio de Santos, José Antônio Santos, de Campinas (SP), seu sobrinho era um homem calmo, trabalhador e bem humorado.
"Ele (Santos) era casado há 10 anos e se dava bem com a mulher. As brigas do casal eram comuns como em qualquer relacionamento", disse.
O delegado Fábio Luiz Machado afirmou que a arrumadeira e seu filho devem prestar depoimento. Ele disse que ainda não sabe o motivo do crime.
"Ela (Ana) deve ser ouvida nos próximos dias. Caso a criança tenha condição, também poderá colaborar", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Pescadores pedem ajuda na reforma de rancho na Enseada

São Sebastião - Um documento contendo mais de 50 assinaturas de pescadores, que solicitam a reforma e ampliação do rancho da Enseada, foi enviado esta semana ao ve-reador José Luiz Ribeiro.
Após receber o abaixo-assinado, ele esteve no local e conversou com os moradores do bairro.
Na visita, o vereador constatou que parte do rancho foi destelhada, em razão de fortes ventos. Com isso, a chuva tem molhado os apetrechos de pesca e as canoas. Ribeiro apresentou uma indicação ao prefeito Paulo Julião, com o pedido da classe pesqueira.
“O rancho foi inaugurado em março de 1995 e há dois anos fizemos um mutirão para passar óleo nas madeiras. Há oito meses, as telhas foram quebradas e as redes, canoas e acessórios de pesca vão apodrecendo com o tempo. Precisamos de providências urgentes”, declarou o pescador artesanal, Paulo Rangel Filho, 62 anos.
Ele também reclamou dos grandes barcos, que cortam as redes dos pescadores artesanais, e da matança descontrolada. “Todos os dias milhares de peixes pequenos aparecem mortos na praia. Para eles conseguirem pescar cinco quilos de camarão, 20 quilos de peixes miúdos são jogados fora”, lamentou.
A pescadora Jandira Peixoto de Oliveira, que é responsável pelo rancho, informou que cerca de 60 telhas foram retiradas na ventania. “Além da reposição, precisamos de arames mais resistentes para amarrá-las, senão qualquer mudança de tempo poderá prejudicar o trabalho”.
Jandira salienta que a prefeitura colabora com o pagamento das contas de água e luz, enquanto os pescadores arcam com as demais despesas. A rampa de cimento foi corroída e também precisa de manutenção.
Sérgio Aparecido da Silva sugere a ampliação do local.
“Um galpão ao lado e a colocação de mesinhas com bancos vai integrar ainda mais o pessoal, já que a maioria passa quase o dia inteiro recuperando redes e barcos”, concluiu. A indicação de José Luiz Ribeiro já foi encaminhada ao prefeito. (Fonte: Imprensa Livre)

São Sebastião lança educação no trânsito para crianças

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião lançou anteontem, quarta-feira, dia 10, a campanha “Povo Educado Obedece as Leis de Trânsito”, que visa educar as crianças sobre o assunto.
A principio, o projeto é destinado aos alunos de 1ª a 4ª séries das escolas Professora Verena de Oliveira Dória, Professor Machado Rosa, Professora Maria Francisca de Moura Tavolaro e Professora Iraydes Lobo Viana do Rego.
“A linguagem foi montada com a equipe pedagógica da educação e, com isso, nós pretendemos que as crianças aprendam a comportar-se no tráfego urbano”, disse Marcos Vinícius de Oliveira, diretor do Detraf – Departamento de Tráfego.
Segundo ele, este projeto surgiu da iniciativa de agentes de trânsito, que observam, diariamente, as irregularidades e abusos cometidos por motoristas, muitos destes com exposição de crianças. “Visamos educar as crianças para que mais tarde não tenhamos que punir os adultos”, completou.
Para a coordenadora pedagógica da escola Verena de Oliveira Dória, Roseli Cristina Santos, o projeto conta com bom material visual, que facilita para as crianças o aprendizado.
A campanha foi aceita pelos pequenos que, assim como Tamirez Vieira e Larissa Lopes, aprenderam que não se deve atravessar a rua sem olhar e que rua não é um lugar seguro para as crianças brincarem.
A campanha deve abranger cerca dos seis mil alunos de 1ª a 4ª séries rede municipal de ensino e segue até meados de outubro.
A prefeitura também irá atender as escolas particulares que tiverem interesse em trabalhar a educação no trânsito. Para isto basta entrar em contato com o Detraf pelo telefone: (12) 38921540. (Fonte: PMSS)

Rio Vivo em Barra do Una

São Sebastião - No sábado, dia 20, os funcionários da sub-prefeitura da costa sul e das regionais estarão participando do Projeto Rio Vivo, um mutirão de limpeza que desta vez acontecerá no Rio Una, marcado para às 10h30. O ponto de encontro do voluntários e funcionários será o Barra do Una Hotel. O projeto Rio Vivo já ocorreu nos rios Boiçucanga, Paúba e Ipiranga, em Maresias. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Litoral Virtual Pousada Maranduba

Ubatuba suspende Zona Azul em dia útil

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba suspendeu a cobrança da Zona Azul nas praias durante a semana. A medida foi tomada por causa do baixo movimento de turistas. Até o início da temporada de verão, em dezembro, o estacionamento será cobrado somente nos finais de semana. Os fiscais atuam nas praias Tenório, Lagoinha, Grande e Maranduba. O valor por 12 horas de estacionamento é R$ 3. Segundo o presidente da Companhia Municipal de Turismo, Guilherme Carneiro Bastos, a arrecadação antes da temporada de verão é baixa. (Fonte: ValeParaibano)

Estrada do Camburi em debate

Ubatuba - Durante reunião com a Companhia de Desenvolvimento Agrícola do Estado de São Paulo - CODASP nesta última terça-feira, 9,o prefeito Paulo Ramos, de Ubatuba reiterou a necessidade de melhorar as condições da estrada do Camburi levando em consideração a preservação do meio ambiente. O assunto tem merecido especial atenção da administração pois envolve meio ambiente e a necessidade de tirar do isolamento a comunidade que reside no Camburi.
A reunião na Capital contou com a presença do Presidente da CODASP, Walter Roberto Martins, além dos secretários Antonio Marchioli, da Agricultura e Abastecimento; Jeriel Rocha, de Obras e Arimar Vieira, de Assuntos Comunitários. Dalva Maria dos Santos, da Associação Comercial também marcou presença. O projeto de recuperação da estrada, que vem sendo detalhado pela Secretaria de Arquitetura e Urbanismo, contará com a contribuição da CODASP para definir qual a técnica a ser empregada, orçamento e as condições de parceria para posterior encaminhamento ao Gabinete do Governador. (Fonte: ACS-PMU)

Prefeitura viabiliza 8 pontes metálicas

Ubatuba - O prefeito Paulo Ramos solicitou a Secretaria de Agricultura do Estado a agilização do processo para implantação de 8 pontes metálicas para atender à população e ao escoamento da produção da área rural. O convênio já foi firmado entre a Prefeitura e o Governo do Estado. Ainda neste mês de setembro os técnicos do Governo estarão mantendo contatos com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento- SAAB e Obras para definir as condições e locais das pontes. Antonio Marchioli, da SAAB, informa que o programa “Pontes Metálicas” do Governo destinou 1 ponte de 8 m; 2 de 10 m e 5 de 12 m no valor médio de R$ 80 mil cada uma. Os locais já definidos são rua da Cascata, Rio do Boi, Araribá, e Rio Escuro.
A instalação do “Galpão de Agronegócios”, no bairro do Taquaral, estrada da Casanga, com mil m2, também constou da pauta do prefeito na Capital. Estimado em R$ 300 mil o galpão servirá como incubadora de projetos agropecuários e a principal referência para a comercialização da produção rural do município. (Fonte: ACS-PMU)

III Conferência da Saúde será na sexta-feira

Ubatuba - As conclusões da III Conferência Municipal da Saúde serão entregues ao prefeito Paulo Ramos nesta sexta-feira, 12, às 17 horas, após as pré-conferências que reuniram poder público e comunidade para debater apontar os rumos da saúde no município. A última etapa da Conferência, a realizar-se no Salão da Igreja São Francisco a partir das 8:00h,que tem como tema “A Saúde que temos: o SUS que queremos”, contará com palestra do dr. Claudio Gastão Junqueira e reuniões ao longo do dia com grupos de trabalho, plenária final e o relatório a ser entregue ao prefeito. “ Será o coroamento de um trabalho indispensável para definir a postura e as ações da saúde bem como o orçamento do setor, tudo de acordo com a participação da comunidade que tem marcado presença nas pré-conferências”, diz o secretário da Saúde, Carlos Fragnan. (Fonte: ACS-PMU)

Obra da Sabesp é paralisada no Perequê-Açu

Ubatuba - A Secretaria de Obras da Prefeitura de Ubatuba, atendendo solicitação dos moradores do bairro do Perequê-Acú , paralisou , no último sábado, dia 6, as obras de uma empreiteira da Sabesp que provocava verdadeira enchente nas ruas próximas ao estádio de futebol . O secretário de Obras, Jeriel Rocha, diz que a água fluía de 4 pontos onde a empreiteira fazia o rebaixamento do lençol freático. “ A maioria das ruas do Loteamento Jardim Cracóvia, nas proximidades das obras, ficou completamente inundada. No caso da rua Usina Velha, que teve o asfalto recentemente recuperado pela Prefeitura, o estrago foi maior. Paralisamos a operação e exigimos que a empresa apresente um plano de trabalho que respeite os moradores. Alguns, inclusive, tiveram dificuldades para sair de suas casas”, diz Jeriel.
A Prefeitura , por meio da Secretaria de Arquitetura e Urbanismo - SAL , já embargou obras da SABESP no município. Existe legislação municipal a respeito que regulamenta a matéria obrigando as empreiteiras de obras públicas a informar com antecedência o local das obras, promover a necessária sinalização e definir o projeto que cause o mínimo de desconforto ao cidadão. Por último, existe o compromisso de recuperação da via. “Na prática, constatamos uma completa desorganização e gostaríamos de saber quem fiscaliza estas empresas”, diz o secretário. (Fonte: ACS-PMU)

Ilha Anchieta se prepara para a próxima temporada de verão

Ubatuba - O planejamento do Parque Estadual da Ilha Anchieta para a próxima temporada de verão foi pauta discutida por vários representantes de entidades e órgãos ambientais na última quarta-feira,3. A reunião aconteceu na base do Projeto Tamar e contou com as presenças do diretor do Parque Estadual da Ilha Anchieta, Manoel de Azevedo, representantes do Conselho Consultivo do Parque , Fabian Perez, assessor Técnico da Sema, Cícero Assunção, presidente da Fundart, Paulo Pires (Xiri), diretor do Píer do Saco da Ribeira, Beto Francine da Associação Cunhambebe, Thomas de Carli, representando a OAB, Cláudio dos Santos, presidente da Colônia de Pesca, Juliana Bussoloti, representando a Unitau e representantes da Associação de Monitores de Ecoturismo de Ubatuba. Ao final, marcou-se uma outra reunião para o próximo dia 1º de outubro para fechar o planejamento verão 2003/04. (Fonte: ACS-PMU)

Sítios arqueológicos são cadastrados

Ubatuba - A Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba - FUNDART está fazendo o levantamento dos sítios arqueológicos para efeito de cadastramento. Nesta segunda-feira, 8, os arqueólogos Vagner Gomes Bornal e Cláudia Moreira , do Núcleo de Arqueologia da “Fundação Cultural de Jacareí”, estarão acompanhados da historiadora da Fundart, Denise Lemes, em visita de inspeção técnica aos sitios da Praia da Lagoa, Casanga, Camburi e Horto Florestal. A visita será toda documentada para a montagem de um relatório que posteriormente será encaminhado ao Instituto de Patrimônio Histórico e Arqueológico - IPHAN visando o tombamento.
Na próxima quarta-feira, 10, no Sobradão do Porto, sede da Fundart, a partir das 8:00h, dois espaços arqueologicos serão abertos ao público. O primeiro tem como tema “Grupo tupiguarani”, com material do Vale do Paraíba e o segundo “Paleoíndio ao Índio”, contando a história dos índios em Ubatuba. (Fonte: ACS-PMU)

Comércio de ambulantes na praia será organizado pela Setur

Ubatuba - Nesta quarta-feira, 3, o Secretário de Turismo da Prefeitura de Ubatuba, Sérgio Carvalho, esteve reunido com os presidentes das Associações de Ambulantes Autônomos de Ubatuba (AAAU) e dos Proprietários de Quiosques da Praia Grande, Maurício Domingues da Costa e Carlos Roberto Lago, respectivamente. O objetivo da reunião foi de planejar e traçar regras para a organização da atividade do comércio de ambulantes na próxima temporada na Praia Grande. Também participaram da reunião o diretor do Conselho Fiscal, Paulo Candido, e o Secretário José Borges, ambos da AAAU. Ao final da reunião, Carvalho solicitou que ambas as Associações discutam entre si e acertem as regras de funcionamento para que possa ser apreciada pela Prefeitura e transformada em Decreto. Os presidentes das Associações se comprometeram no prazo de 10 dias para apresentarem um novo modelo de funcionamento.
Ubatuba possui 720 ambulantes distribuídos nas principais praias. Na Praia Grande são 136 ambulantes credenciados. A Lei que regulamenta a atividade determina que cada ambulante comercialize no máximo três produtos. Os produtos autorizados são de alimentos, artesanato, bijouterias, roupas, tatuagem e aluguel de equipamentos náuticos. Esta medida visa combater o comércio clandestino que na alta temporada, só na Praia Grande, ultrapassa 250 ambulantes. Carvalho antecipou que pretende implantar um novo credenciamento e uniformização para ambulantes legalizados, para facilitar a identificação pela fiscalização que também deverá ser maior na próxima temporada. Horários de chegada e saída da praia também serão discutidos. Durante a reunião, uma das propostas é criar bolsões de comércios entre os quiosques que mantém uma distância de 50 metros, com cinco ambulantes em cada vão. Carvalho adiantou que a regulamentação final será aplicada em todas as praias do município. (Fonte: ACS-PMU)

XX Festival de Ginástica e Dança - Ginastrada de 2003

Ubatuba - A Ginastrada - Festival de Ginástica e Dança, tem por objetivos oferecer oportunidades para apresentação de grupos organizados e praticantes das mais diferentes formas de ginásticas e dança contribuindo para o aprimoramento das atividades desenvolvidas, bem como a divulgação dos conhecimentos técnicos da área.
Este evento é da Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer de São José dos Campos.
Este ano a fase regional aconteceu na cidade de Cunha/ SP.
Ubatuba brilhou no festival conseguindo várias colocações:
Na categoria infantil grupo C a entidade Jê Academia conquistou o 4º luguar com a coreografia de Joyce Parada Suguimoto, música Remix demonstrando a importância da amizade , da confiança, e do lúdico de crianças de 0 a 80 anos, é o tema abordado por nossas gatinhas.
Na categoria aberta grupo grande a academia Jê de Ubatuba ficou em 3º lugar com a coreografia raízes de Jeruza Parada Suguimoto : os negros trouxeram beleza, crença e força para sua no nova nação, a terra que acolheu e escravizou, hoje resiste em guetos a maior parte dessa raça, que o homem branco vem tentando clarear! O sistema que o poderoso impõe é alienador , o próprio negro tem vergonha de ser negro e perde sua identidade.
Em segundo lugar a academia Jê com coreografia de Joyce Parada Suguimoto com o relaese: como relatam os nossos pais, a época mais alegre, descontraída e revolucionária foi nos anos 70. Rebeldes ou não eles deixaram suas marcas em nossa sociedade.
Em 1º luguar na categoria aberta do grupo A a Jê academia de Ubatuba com a coreografia : Mensageiros de Dralium com coreografia do grupo da academia, música Remix e o release: Pesquisando a coreografia oriental, seus mitos e cultura milenar, hoje o mundo tem referência de equilíbrio e harmonia, através das artes marciais e do esporte em geral. É esta mensagem que queremos passar. Este grupo que foi o primeiro colocado na fase regional, estará se apresentando com as 11 meninas do grupo, na cidade de Pontal/SP nos dias 24 a 26 de outubro para a grande final
Com o apoio do Prefeito Paulo Ramos, do prof. Corsino Aliste Mesquita, Secretário de Educação, que muito admira o trabalho da professora Jeruza Parada Suguimoto, não só pela academia Jê de Ubatuba, mas pelo envolvimento das crianças da rede municipal de ensino e do trabalho maravilhoso realizado na Escola Mario Covas.
Parabéns á todos os grupos de Ubatuba que participaram da “Ginastrada” para as meninas que estarão na cidade de Pontal , muita sorte e a Jeruza e sua filha Joyce o reconhecimento e agradecimento pelo trabalho que realizam em nosso município em benefício de nossas crianças e jovens.
Com o esporte e a dança com certeza aqueles que estão envolvidos neste programa , estão também longe do caminho das drogas e terão sem dúvida um futuro melhor que muitos jovens do nosso país. (Fonte: ACS-PMU)

Maria das Neves campeã da “Alfabetização Solidária”

Ubatuba - A “Alfabetização Solidária” é o instrumento remodelador as comunidades de todo o Mundo e também o destino de cada cidadão – “ Laura Bush”.
Este programa que atende jovens e adultos desde 1997 no Brasil, foi indicado pela UNESCO como um dos 10 programas mais bem sucedidos no Brasil, que passou a integrar o kit comemoração da Década da Alfabetização ( 2003-2012 ), uma iniciativa da organização das Nações Unidas (ONU ).
O Brasil foi o único país que teve premiação com a “Alfabetização Solidária” na América Latina destacado para integrar o Kit da década da Alfabetização.
O dia 8 dia de luta contra o analfabetismo, haverá uma grande comemoração em São Paulo, com a presença de Fagner , Toquinho, Geraldo Azevedo e outros artistas e o mais importante a premiação da melhor redação do Brasil para uma aluna do programa alfabetização solidária, que é de Ubatuba.
Maria das Neves Santos de 44 anos , doméstica, veio do nordeste há muitos anos mora em Ubatuba, onde constituiu família bairro do Rio da Prata. Na improvisada escola de pau a pique, com a professora Sabrina Santos do Carmo, teve sua alfabetização em 4 meses. Das Neves como é chamada no bairro, é uma pessoa simples de alma grande. Devota de São Espedito, Presidente da Associação do Bairro, das Neves levará o nome de Ubatuba não só para São Paulo mas para o Brasil e órgãos como a UNESCO e ONU. O tema para sua redação e para todos os participantes da Alfabetização Solidária em todo o país era “Quero Continuar a aprender” e Maria das Neves escreveu:
“Quero continuar a aprender, porque quero ser uma cidadã decente . Assinar meu nome em qualquer lugar, onde eu passar. Saber ler praças e anúncios contar uma estorinha do livro para meus filhos. Quero saber entrar e sair em qualquer lugar sem que não precise perguntar onde estou ? e para onde vou?Quando eu chegar em um departamento e alguém me perguntar : Assina? E Eu sim !!! Quero aprender para que meus filhos não fiquem sem graça quando alguém perguntar seus pais sabem ler? Eles dizem que sim. Quero aprender a ler mais do que assinar o meu nome. Porque quando estiver com meus 60, 70, ou 80 anos não vou ter mais companhia de meus filhos todos os minutos. E a única coisa que vai me fazer companhia vão ser uns bons livros , eles vão ser meus amigos que vão conversar comigo todos os momentos do resto da minha vida”.
Das Neve é assim simples como seu texto, mas que fala com o coração e a alma. É a força e coragem de uma mãe, de uma pessoa grande na sabedoria de viver . Se preocupa com a sua comunidade, com o futuro de seus filhos e a cidade que adotou para morar.
Ela estará em São Paulo dia 8 até dia 10 vivendo seus dias de “Rainha” pois é a primeira colocada no concurso e representará Ubatuba, com a proteção de São Espedito, e a torcida de todos que tiveram o prazer de conhece-la. (Fonte: ACS-PMU)

Polícia Militar com mais 9 viaturas

Ubatuba - A Polícia Militar de Ubatuba conta a partir desta semana com mais 9 viaturas sendo 5 modelo “Corça Sedan” , dos quais 3 para ronda escolar e 4 “Palio Week-end” para policiamento. A apresentação dos novos veículos foi nesta sexta-feira no calçadão da rua Dna . Maria Alves. Na oportunidade, a Guarda Municipal também apresentou as 10 motos que irão reforçar a unidade. O comandante da PM, Marcos Antonio Marcondes de Carvalho ressaltou a união dos órgãos municipais para melhorar a segurança e a atuação do Conselho Comunitário de Segurança- CONSEG . O comandante informou que a corporação conta hoje com 26 veículos, incluindo 2 quadriciclos e uma base móvel para atuar em todo o município. O presidente do CONSEG, Mohamad Ramadan El Ali e da Câmara Municipal, Rogério Frediani também destacaram a importância dos novos veículos para a segurança do município. Para o prefeito Paulo Ramos, todo esforço concentrado de uma comunidade é válido e os resultados sempre são positivos. “ A ronda escolar, inclusive no período noturno, é uma novidade que deverá inibir a ação de marginais e contará com todo apoio da Prefeitura”. A PM e a Secretaria da Educação já desenvolvem um trabalho em parceria e que, a partir de agora, será ainda mais rigoroso. (Fonte: ACS-PMU)

Sexta Básica Musical

Ubatuba - A Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba realizou no dia 05 a Sexta Básica Musical, evento de caráter periódico que acontece toda primeira sexta-feira do mês das 18:00 as 21:00h na praça da Fundart.
Dessa vez o ritmo foi outro, a banda The Rubas com o show Rock’ n Roll apresentou clássicos de rock dos anos 50, 60 e 70 deixando o público bastante entusiasmados.
O Bar Cultural dessa Sexta Básica Musical foi administrado pelo Fundo Social que proporcionou bebidas e aperitivos durante o show. A renda do bar cultural foi revertida integralmente para o Fundo Social.
Na quarta-feira dia 10 aconteceu no Casarão do Porto a abertura das Exposições “Tradições Tupiguarani” e “Do Paleoíndio ao Índio” estando abertas para visitação de segunda a sexta-feira das 08:00 às 12:00h e 14:00 às 18:00h e aos sábados e domingos das 18:00 as 22:00h. As exposições “Tradições Tupiguarani” e “Do Paleoíndio ao Índio” encerrarão no dia 19 e 21 de setembro, respectivamente.
No dia 26 às 19:00h no Casarão do Porto, haverá a abertura da Exposição “Ubatuba em Humor” por Franklin Espínola mostrando o cotidiano de Ubatuba em 2003, além de caricaturas de charges de personalidades locais.
O horário de visitação da exposição de segunda a sexta-feira das 08:00 às 12:00h e 14:00 às 18:00h e aos sábados e domingos das 18:00 as 22:00h.O encerramento da exposição será dia 08 de Outubro. (Fonte: Fundart)

Sarau no Beethoven

Ubatuba - Neste sábado, 13/9, a ASSU promove, no Beethoven, sarau comemorativo ao dia de Cunhambebe (14/9). Haverá apresentações de teatro, poesia, dança, música etc. etc. Apareça! (Fonte: ASSU)

Carta do Leitor Topo

Tamoios - Prezado Senhor Dirceu, concordo que temos que respeitar as leis e realmente pressa não é sinônimo de desrespeito, usando o bom senso vamos saber que pressa é uma necessidade momentânea e nem sempre é possível sair mais cedo. Quanto a facilitar a ultrapassagem ainda acho que é sim, uma obrigação nossa, mesmo porque nessa mesma rodovia, existe placas com sinalização a esse respeito, e nunca sabemos os motivos dessa pressa seja do tamanho que for.

Wilson Roberto
Maranduba, Ubatuba, SP


Manifesto sobre Lei de Uso e Ocupação do Solo - Está tramitando desde 2002 o Projeto de Lei de nº. 106/02 que trata do Uso e Ocupação do Solo do Município de Ubatuba.
Este projeto é muito importante para o futuro de Ubatuba e, segundo o Estatuto da Cidade, ele deveria ser amplamente discutido pela sociedade civil por exigência federal.
Infelizmente não é o que está ocorrendo, pois o projeto já está tramitando na Câmara dos Vereadores há quase um ano, e só uma ínfima parcela da população teve acesso à sua íntegra, sendo que, para piorar, a maioria não conseguiu entendê-lo projeto, devido ao excesso de termos técnicos, de difícil compreensão.
Sendo assim, a SAI - Sociedade Amigos de Itamambuca, com a ajuda da Câmara Técnica da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ubatuba, vem através desta tentar esclarecer/divulgar o que este projeto pretende para as praias ainda preservadas do norte de Ubatuba.
Pelo novo projeto, Itamambuca está classificada como ZO4 (Zona de Orla 4), categoria que inclui as praias Dura, Domingas Dias, Santa Rita, Praia Grande e algumas praias do norte, como Félix, Promirim, Praia do Leo, Praia do Meio e Ubatumirim.
Será que é possível colocar a Praia Grande na mesma categoria de Itamambuca e das outras praias do norte?????
Talvez há vinte anos atrás sim, quando a Praia Grande ainda era preservada. Os surfistas mais antigos lembram com muita saudade quando a Praia grande tinha seu “jundu” preservado, a areia branca e fina que fazia barulho quando se andava por ela, e a ocupação predominantemente residencial no bairro todo.
Se analisarmos o tipo de zoneamento destinado à Praia Grande, ele transformou uma das praias mais belas de Ubatuba em um grande desastre de ocupação. Não existe mais o “jundu”; não tem mais areia e nem praia nos dias de maré cheia; no lugar do “jundu” foram construídos muros e quiosques; a poluição é total: sonora, visual e ambiental (causada pelo esgoto doméstico). No lugar das casas residenciais foram construídos pequenos apartamentos (quarto, sala, cozinha e banheiro), com 40 m² (quarenta metros quadrados) em média cada unidade, gerando assim uma alta densidade ocupacional, o que trouxe uma imensidade de problemas. Nas férias, o trânsito fica totalmente parado na região, o esgoto gerado pelos predinhos afloram na areia do loteamento, falta água e infraestrutura básica para a população local.
Será que é isto que queremos para as praias do norte???????? Com certeza não!!!!!!!
Pelo novo zoneamento, pode-se construir quase tudo, ou seja, vamos reproduzir o mesmo desastre da Praia Grande.
ZO4 (Zona de Orla 4) pode os seguintes tipos de ocupação:
RU - residencial unifamiliar
RM1 - residencial multifamiliar com um pavimento
RM2 - residencial multifamiliar com dois pavimentos
RM3 - residencial multifamiliar com três pavimentos
São permitidos também: bares, quiosques, restaurantes, píer, rampa náutica, atracadouros, hotéis e pousadas.
Para piorar, na Praia de Itamambuca foi criado um corredor (ZO11 / 8) que permite, alem da ocupação ZO4, também comércios dos tipos CL1, CL2 e CL3. Pela Lei, o tipo CL3 é definido como: “Comércio leve, cujas instalações provocam vários tipos de impactos, como sonoro, de concentração de público, de adensamento de tráfego, emissão de gases, mau cheiro, visual e paisagístico.”
Nesse corredor permitem-se também: SL1 (serviços leves), “Flats” e atividades públicas como educacional, esportivas, bancárias, saúde e assistencial.
É totalmente injustificado este tipo de zoneamento para as praias do norte de Ubatuba, pois como sabemos o poder público foi incapaz (até este momento) de solucionar os problemas gerados pelo adensamento ocupacional da Praia Grande e de outros bairros (esgoto, água, luz, trânsito etc...).
Se o motivo fosse um déficit habitacional poderíamos até achar razoável, mas é só passar na Praia Grande para ver que existem centenas de apartamentos desocupados esperando um “felizardo” comprador.
Um adensamento ocupacional como propõe a nova lei só iria piorar os problemas já existentes nas praias do norte.
Veja o caso específico de Itamambuca. Atualmente, nos finais de semana e feriados prolongados, falta água, falta luz, os telefones não funcionam direito e não possuímos rede de coleta de esgoto.
Em Itamambuca, cada casa unifamiliar possui uma fossa (devidamente aprovada pela SABESP) e nunca tivemos problemas com o esgoto (ao menos dentro do loteamento), mas existe uma situação que nos mostra claramente que, caso haja uma verticalização, teremos também problemas de saneamento, pois aqui no loteamento só existe um lugar em que o esgoto vaza da casa para a rua, é em uma pousada irregular (com apenas dois pavimentos) que nas férias precisa constantemente chamar o caminhão limpa fossa.
Dá para imaginar o caos que seria uma verticalização das praias do norte?
O desastre do novo zoneamento não pára por aí. A Zona de Sertão (área situada entre a rodovia e a Serra do Mar), no caso de Itamambuca e de outras praias, é classificada como ZS15 (Zona de Sertão 15). ZS15 permite: RU - residencial unifamiliar, serviços e comercial.
Para RU, o modo de ocupação é o MO30 (MO são as especificações da construção em cada lote), ou seja:
Altura máxima da edificação - 8 metros
Recuo mínimo de frente - 0 metros
Recuo mínimo de fundos - 0 metros
Recuos mínimos laterais - 0 metros
Área mínima do lote - não existe
Porcentagem máxima de ocupação do lote - não existe.
Concluindo: os técnicos que elaboraram esta nova lei cometeram um grande erro ou estamos legalizando a favelização nos sertões.
Para confirmarmos o caos no futuro, bastaríamos fazer algumas contas. Atualmente, podemos construir no máximo uma casa de 200 m² (40% de ocupação) em um lote de 500 m². Com a nova lei, poderíamos construir 3 pavimentos de 200 m² cada, no total de 600 m² em um único lote. Se levarmos em conta o tipo predominante de residências multifamiliares, poderíamos ter em um único lote 15 unidades de 40 m² cada, em vez de uma única família. Isto aumentaria a densidade ocupacional dos bairros do norte em 1.500%.
Para piorar este quadro catastrófico é só olharmos na definição de sertão, parágrafo 3o da nova lei de zoneamento, que diz: “As áreas de sertão hoje são procuradas para assentamento de migrantes que constituem a população de apoio e prestação de serviços nas áreas de orla”. São pedreiros, caseiros, jardineiros, empregadas domésticas etc... O sertão cresceria na mesma proporção dos bairros de orla.
Para constatarmos tal realidade, bastaria uma pequena viagem ao município vizinho de São Sebastião. A orla das praias de São Sebastião está quase que totalmente ocupada e existem enormes favelas nos sertões e nas margens da rodovia Rio/Santos.
Será este o destino das praias do norte de Ubatuba??????? Será que nunca aprenderemos com os erros do passado????? Será que não enxergamos que tais modos de ocupação propostos pela nova lei serão uma tragédia para as praias do norte???
Atualmente já existem favelas no coração de Ubatuba (aeroporto por ex.) e o poder público nada faz. Imaginem as favelas nas praias do norte, elas seriam inevitáveis.
Para propormos um zoneamento e um modo de ocupação devemos observar algumas características próprias de Ubatuba, as quais estão descritas na própria lei de zoneamento proposta:
1º. solo predominantemente encharcado;
2º. na orla existe uma grande dificuldade de absorção das águas pluviais e de saneamento;
3º. nas praias do norte não existe rede de coleta e tratamento de esgoto;
4º. atualmente o modo de ocupação das praias do norte é de baixa densidade ocupacional (sendo assim, não temos problemas com saneamento);
5º. atualmente, pode-se constatar que a massa construtiva em toda a cidade é de má qualidade, ocupação indiscriminada e totalmente irregular de áreas públicas e orla marinha, constituindo assim um conjunto degradado que afasta o bom turista, justamente aquele que pode contribuir financeiramente para o município;
6º. para piorar, Ubatuba recebe milhares de migrantes por ano, eles vêm das regiões mais pobres dos estados vizinhos, atraídos pelo serviço de saúde pública gratuito e pela possibilidade de prestação de serviços informais, significantemente necessários nos picos populacionais das temporadas. Contribui ainda como estímulo à sua vinda ao litoral, a certeza de encontrarem terreno fácil para erguer suas casas em ocupações irregulares, POLITICAMENTE ACEITAS, nas encostas da Serra do Mar e beiras de cursos d’água;
7º. a atual ocupação de Ubatuba tem como referência o aspecto quantitativo, sem maiores considerações quanto à qualidade ou perfil econômico do visitante.
Alem dos itens acima, devemos nos nortear por princípios básicos, que também alguns são citados na nova lei de zoneamento:
1º. manter o grande verde sempre visível;
2º. não verticalizar jamais;
3º. não adensar jamais;
4º. promover o uso do mar intensamente;
5º. não sobrepor a edificação à paisagem;
6º. promover o uso racional da natureza;
7º. fixar normas de relacionamento entre o público usuário (população flutuante) e o residente (população fixa), visando assegurar os fins econômicos dessa interação;
8º. firmar procedimentos para intervenção urbana de acordo com as determinações do Estatuto da Cidade, não permitindo alterações no zoneamento, uso e ocupação do solo sem a participação da comunidade;
9º. respeitar loteamentos e condomínios já consolidados e que possuam suas restrições específicas registradas em cartório de registro de imóveis;
10º. lutar para concretização dos sonhos daqueles que para Ubatuba vieram a procura de paz, natureza e qualidade de vida;
11º. não construir nas costeiras jamais;
12º. deixar 40% de área verde de preservação permanente em implantação de novos loteamentos;
13º. privilegiar ocupações unifamiliares nas praias do norte;
14º. todos novos projetos devem ser pré-aprovados pelas associações de bairros legalmente instituídas.
Na nossa opinião (SAI - Sociedade Amigos de Itamambuca) está claro que não podemos de maneira alguma verticalizar as praias do norte, e vamos lutar para que nelas permaneça uma ocupação predominantemente unifamiliar e de baixa densidade.
Vamos lutar pela preservação de Ubatuba, participe, divulgue estas informações.
DIGA NÃO À VERTICALIZAÇÃO!!!!!!!
Obs.: pedimos que todas as futuras audiências públicas destinadas a discutir o novo projeto de zoneamento sejam notificadas as sociedades amigas de bairro, através de ofício emitido pela Câmara dos Vereadores. Muito Grato!

Aldhemar de Freitas Filho
Presidente da SAI - Sociedade Amigos de Itamambuca
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Casa da Farinha - Ubatuba

Picinguaba
©2003 Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


Marcos Borges da Silva - artista plástico Free Wallpaper

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor