Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 31 de outubro de 2003 - Nº 900 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes Hansamarc

Região
Aldeia terá professores indígenas


Caraguatatuba
Caraguá prepara blitz no comércio
“Cultura da Banana” é tema de palestra
Caraguá Tuning Show acontece em novembro
Festival do Mexilhão de Caraguá acontece em novembro
Projeto Pães Artesanais forma primeiras turmas
Inscrições para vestibular do Ceprolin encerram dia 14
A Parceria Ceprolin/CEFET/SP
Água Viva Coral faz seleção para cantores


Ilhabela
Aprovado projeto que regulariza situação de quiosques


São Sebastião
Velório e cemitérios municipais são recuperados para o dia de Finados
Prefeitura discute melhorias para coleta seletiva
Polícia Civil leva "plantão" a bairros


Ubatuba
Dupla "limpa" caixa de posto em Ubatuba
Grupo é acusado de roubar 303 kg de fio
Frediani participa de sessão solene na Assembléia Legislativa
2ª Festa de Corrida de Canoas será dia 09 de novembro
Liberação de verbas para Educação

Seções
Conto
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Aldeia terá professores indígenas

Litoral Norte - Nove índios vão trabalhar como professores nas aldeias do Litoral Norte. Eles receberam o diploma de magistério da Secretaria Estadual de Educação e vão dar aulas para crianças e adultos.
Os índios devem ganhar em torno de R$ 800 mensais do Estado para lecionar nas aldeias Boa Vista e Renascer, em Ubatuba, e Ribeirão Rio Silveira, em São Sebastião.
"Temos uma escola indígena dentro da aldeia que atende 106 alunos. Serão ministradas aulas de várias matérias, inclusive de Guarani", disse Márcio José Alvin Nascimento, da aldeia Ribeirão Rio Silveira.
Na aldeia Boa Vista, três índios vão atuar na escola Tembiguai, que atende atualmente 30 alunos de 1º a 4º série. Na aldeia Renascer, um índio se formou em magistério. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caragua Virtual PAS

Caraguá prepara blitz no comércio

Caraguatatuba - A Vigilância Sanitária de Caraguatatuba vai fiscalizar o comércio de alimentos para a análise da qualidade dos produtos que serão vendidos durante a temporada de verão.
Uma equipe vai percorrer, a partir do dia 10 de novembro, vários restaurantes, padarias, bares, lanchonetes e açougues. As farmácias, clínicas médicas e lojas de tatuagens também serão fiscalizadas.
A previsão é que mais de 84 estabelecimentos sejam vistoriados até o início da temporada.
Segundo a diretora de Saúde Coletiva de Caraguá, Alexandra Fachini, no comércio serão analisados as normas de higiene como manipulação dos produtos, dedetização, limpeza de caixa d'água e cozinha, uso de toucas e avental, prazo de validade dos alimentos, entre outros.
"A idéia é reduzir o número de problemas sanitários até o verão. Os erros mais comuns são alimentos com data de validade vencida e manipulação dos produtos", disse.
Alexandra afirmou que os comerciantes serão orientados sobre as possíveis mudanças. Haverá um retorno da fiscalização que vai constatar se as exigências foram cumpridas.
"O comerciante pode ser autuado ou advertido se desrespeitar as normas da Vigilância. A multa varia de R$ 60 a R$ 1.100", disse.
Nos setores de saúde serão vistoriados as condições de higiene dos laboratórios, validade de medicamentos, esterilização de agulhas e equipamentos, entre outros.
A comerciante Gisela Tenório, 65 anos, disse concordar com a fiscalização. "A medida é necessária para manter a qualidade do comércio. Meus funcionários seguem as normas de higiene como o uso de avental e touca", disse. (Fonte: ValeParaibano)

“Cultura da Banana” é tema de palestra

Caraguatatuba - “Cultura da Banana” é o tema da palestra que acontece em Caraguá na sexta-feira, às 18h30 no Hotel Areia Branca. A palestra é gratuita e está sendo promovida pela Prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca, Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado e o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e da Pesca de Caraguá.
A palestra será ministrada pelo Dr. Luiz Antonio de Campos Penteado, gerente nacional do Programa de produção Integrada da banana, vinculado ao Ministério da Agricultura.
O objetivo é incentivar a produção da banana e informar pessoas interessadas no cultivo do produto. “A banana é um produto bastante cultivado no litoral, por isso realizamos a primeira palestra sobre o tema”, disse o veterinário Edson Cavalca do setor de Agricultura e Pesca do município. Segundo ele, esta é a primeira de um ciclo de palestras que irá abordar outros temas como “Manejo de Capineiras e Pastagens para alimentação animal”; “Novos métodos de pesca”; “Plantas, Ornamentação e Corte”. O Hotel Areia Branca fica na Avenida Dr. Arthur Costa Filho, nº 615. (Fonte: PMC)

Caraguá Tuning Show acontece em novembro

Caraguatatuba - Caraguá sediará, pela primeira vez, exposição e campeonato de som e carros rebaixados. Com apoio da Secretaria Municipal de Turismo da cidade, a realização do evento é da Gutierrez Mega Eventos e do Arruda Tuning. O encontro, que reunirá carros antigos, hot-roud e turbinados, acontecerá no próximo dia 9 de novembro, domingo, a partir das 9 horas, na Praça de Eventos, no Centro.
Além da exposição de carros, serão montados estandes de lojas e fábricas de peças do ramo.
Para o campeonato, serão julgadas três categorias: tuning passeio pequeno, tuning passeio médio e tuning passeio grande. Pick ups, carros antigos e importados também podem participar. Segundo os organizadores do evento, quando menos original o carro for, melhor. O juri será formado por representantes da MTM Brasil, empresa especialista no ramo.
A entrada para o evento será um quilo de alimento não perecível, que será entregue para entidades assistenciais de Caraguá.
Mais informações nos fones (11) 9836-2929 e (12) 9721-8011. (Fonte: PMC)

Festival do Mexilhão de Caraguá acontece em novembro

Caraguatatuba - Desde o ano passado fazendo parte do Calendário de Eventos de Caraguatatuba, o Festival do Mexilhão vem atraindo, para a cidade, um grande número de turistas, que passam a conhecer a cultura caiçara através de atividades gastronômicas, artísticas e culturais realizadas durante a festa. Em 2003, o festival terá sua segunda edição e acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de novembro na Praia da Cocanha, região norte do município.
No ano passado, o público do festival superou as expectativas e atingiu um número aproximado de 3 mil pessoas e cerca de uma tonelada do mexilhão "in natura" foi comercializado no local. O evento, realizado em setembro, contou com gastronomia, venda de mexilhão, feira de artesanato, exposições e demonstrações sobre o cultivo do marisco, além de apresentações culturais promovidas pela Fundacc (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba). Os pratos mais vendidos foram o lambe-lambe e o mexilhão ao vinagrete.
Segundo o Secretário Municipal de Turismo, Paulo Noronha, o festival serve como "uma maneira de divulgarmos que Caraguá é, hoje, a maior produtora de mexilhão do Estado de São Paulo". Atualmente, o município é considerado o maior produtor de mariscos do Estado, chegando a cultivar cerca de 50 toneladas por ano, o que significa 25% da produção estadual.
A cidade possui 19 produtores de mexilhões. Quinze deles, têm suas fazendas localizadas na Praia da Cocanha, sede do festival, e os outros quatro, na Ilha do Tamanduá - cada produtor trabalha em uma área de 2 mil metros quadrados dentro da água.
O marisco tem uma média de preço melhor que o peixe, segundo os maricultores. O valor médio, por quilo, é de R$ 3,00 até mesmo nos períodos de temporada. O preço também é mais baixo na época do festival. "Para nós pescadores, nada melhor do que ter nosso trabalho reconhecido. Com o festival, passamos a vender mais e divulgar nossa produção", disse o presidente da AMESP (Associação dos Maricultores do Estado de São Paulo), o pescador e maricultor José Luiz Alves.
Segundo informações do Ministério da Agricultura, o SIF (Serviço de Inspeção Federal) participa da maricultura em Caraguatatuba fiscalizando a higiene sanitária dos produtores de origem animal, no caso, os mariscos, e orientando os maricultores através de cursos e apostilas com explicações sobre conservação, comercialização e industrialização do produto. (Fonte: PMC)

Projeto Pães Artesanais forma primeiras turmas

Caraguatatuba - O projeto oficina de “Pães Artesanais”, iniciativa das Secretarias Municipais de Educação e Assistência Social de Caraguatatuba, formou ontem, dia 29, as primeiras quatro turmas que participaram do programa de geração de renda. Cerca de 60 pessoas receberam os certificados, em clima de festa, no salão da EMEI/EMEF “Prof. Maria Aparecida Ujiu”, no bairro Porto Novo, a partir das 19 horas. No próximo sábado, dia 1º novembro, os formados irão participar do curso de panetone, já pensando nas festas de fim de ano.
Estiveram presentes na formatura, além dos alunos e familiares, a diretora da escola, Olímpia Arruda, a representante da Secretaria Municipal de Educação, Gislaine da Conceição, a representante da Secretaria Municipal de Assistência Social, Ana Maria Magagnini, a monitora da oficina, Eliane do E. S. Ropero e a supervisora da escola, Denise Rosa.
O "Pães Artesanais" foi lançado no dia 29 de setembro, no bairro Porto Novo, com o objetivo de beneficiar pais de alunos e a comunidade em geral. A atividade de geração de renda visa ensinar as famílias a produzir diferentes tipos de massas para a confecção de pães caseiros. O curso tem duração de um mês em cada escola de Caraguá, é composto de 4 horas/aula por semana e se divide em três etapas. Na primeira, os futuros padeiros artesanais aprendem a teoria. Na segunda, o tema do curso é o preparo de massas e, na terceira etapa, que envolve as duas últimas semanas do curso, os alunos dedicam-se, exclusivamente, à confecção de diferentes tipos de pães. (Fonte: PMC)

Inscrições para vestibular do Ceprolin encerram dia 14

Caraguatatuba - A Fundacc – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba promove o vestibular para ingresso no curso Técnico de Gestão Empresarial no Ceprolin – Centro de Educação Profissional do Litoral Norte, em parceria com o CEFET/SP - Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo.
Um fator muito importante é que o curso será gratuito. A prova acontece no dia 7 de dezembro de 2003. As aulas estão previstas para início de 2004.
As inscrições podem ser realizadas até 14 de novembro de 2003 no Ceprolin, e os manuais podem ser adquiridos nas agências do Banco Nossa Caixa S/A de Caraguatatuba, São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela, na Fundacc, no MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba. O manual com todas as informações necessárias, custa R$ 5 reais e a inscrição, R$15 reais.
Para ingressar, os interessados devem ter concluído o ensino médio. O curso terá a duração de um ano, dividido em dois módulos de um semestre cada um. Ao final do primeiro, o aluno obterá certificado de auxiliar de escritório, e ao concluir o segundo, receberá certificado de assistente administrativo. Com os dois módulos concluídos, será técnico em gestão empresarial, certificado junto ao CEFET/SP. (Fonte: Fundacc)

A Parceria Ceprolin/CEFET/SP

Caraguatatuba - O Ceprolin - Centro de Educação Profissional do Litoral Norte é uma instituição especializada em Educação Profissional, cujas finalidades são formar e qualificar profissionais nas mais variadas áreas visando o atendimento aos diversos setores da economia. Busca, também, a realização de pesquisas de desenvolvimento tecnológico de novos processos, produtos e serviços, em articulação com os setores produtivos e a sociedade, com oferecimento de mecanismos de uma educação continuada.
Construída e equipada com recursos do Programa de Expansão da Educação Profissional (PROEP/MEC), no total de R$ 3,2 milhões, a escola foi inaugurada em 18 de outubro de 2002 e é mantida pela Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba (FUNDACC).
Traçando novos rumos para a educação profissional na região, a Fundacc, amplia a atuação do Ceprolin, e oficializa uma parceria com o CEFET/SP Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo, a melhor proposta para atender as diretrizes pensadas para o futuro da educação profissional no Litoral Norte.
O CEFET/SP é uma instituição federal pública, vinculada diretamente ao Ministério da Educação. Possui duas unidades, uma no município de Sertãozinho e outra em Cubatão. A unidade sede, localizada na capital, iniciou suas atividades em 1909. Atualmente, com aproximadamente com sete mil alunos matriculados, o CEFET/SP atua nos seguintes níveis e modalidades: cursos tecnológicos (nível superior) formação de professores (nível superior), cursos técnicos, qualificação profissional básica e ensino médio. (Fonte: Fundacc)

Água Viva Coral faz seleção para cantores

Caraguatatuba - Quem quiser cantar no Água Viva Coral, nos dias 12 e 13 de novembro, às 18h, nas Oficinas Culturais da Fundacc, acontece uma seleção de candidatos.
Quesitos necessários: ter idade entre 16 e 60 anos, salvo casos especiais devidamente avaliados pelas equipes de seleção; espírito de equipe, participação, ação, organização e disciplina. É necessário também ter disponibilidade para os ensaios todas as quartas e quintas das 19 às 22h e apresentações dentro e fora da cidade com dia e horário pré-determinados, e concentrações bimestrais. Segundo a regente do coral, Eliana Banheza, são critérios para a seleção: afinação, perfil despojado e adaptação à atividade do coro. Os candidatos devem comparecer munidos de uma fita k7 virgem. (Fonte: Fundacc)

Notícias de Ilhabela Topo



Aprovado projeto que regulariza situação de quiosques

Ilhabela - Enviado pelo prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira à Câmara, em junho deste ano, foi aprovado na sessão desta quarta-feira, 29, o projeto de lei 039/2003, que altera a redação da Lei Municipal nº 598, de 7 de dezembro de 1995, que legisla sobre a edificação de quiosques em faixa de marinha e sua destinação para exploração de atividade comercial.
Em sua justificativa, o prefeito diz que a alteração visa inserir o modelo padrão, que oferece maior funcionalidade e condições de armazenamento do material utilizado externamente, como cadeiras e mesas, promovendo assim um melhor visual após o encerramento das atividades diárias, e visa também atualizar os valores e forma de cobrança do uso do espaço público.
Durante o tempo em que tramitou pela Casa, o projeto do Executivo recebeu duas emendas. A supressiva (037/03), de autoria do presidente da Câmara, vereador José Donizette da Silva (PPS), pedia a retirada da retroatividade da lei por ser esta “inconstitucional”. Já a aditiva (063/03), do vereador Walter Duarte de Souza (PTB), pede que os proprietários coloquem placas identificando onde ficam os sanitários a serem utilizados pelos usuários dos quiosques.
A Emenda do presidente não passou pelas Comissões e também foi rejeitada por todos os vereadores. Donizette comentou que os demais pares não entenderam o propósito de sua emenda. “Não estou proibindo a construção dos quiosques”, declarou. “Só retirando a retroatividade da lei. Sou favorável a que a cidade tenha quiosques, sim”.
Apesar de dizer que a intenção do presidente era boa, já que ele havia dado uma chance dos vereadores corrigirem uma “imoralidade”, o vereador Rogério Ribeiro de Sá (PT), o professor Catolé também votou contrário, porque não pretendia aprovar o projeto. “Dei parecer contrário à emenda do Donizette, mas respeito a opinião dele”, disse Luiz Antonio dos Santos (PL), o Luiz Lobo. O vereador relatou que durante a administração passada, ajudou a aprovar 35 projetos de lei que se também se baseavam na retroatividade.
Outro que rejeitou a emenda e comentou-a foi o vereador Romeu Pedro Persch (PTB). “Voto contra porque quem tem dinheiro já fez o seu quiosque e a lei vai beneficiar os menores”, citou. Segundo ele, qualquer cidade do litoral tem seu quiosque. “Me sinto na obrigação de votar em tudo o que é feito no Município porque a União não está nem aí. Temos que ser responsáveis por tudo o que é feito em faixa de marinha”.
Já a emenda do vereador Walter somente recebeu votos contrários dos vereadores Jadiel Vieira (PV), o Keko, do vereador Catolé e de Lino Silvio Alves de Pinho (PDT), o Maguila. “Não sou contra construção de quiosques, mas quero que as coisas sejam feitas da forma correta”, disse Keko. Para ele, a Prefeitura deveria dar o exemplo e não tentar adequar uma situação errada. “A Câmara não recebeu o projeto para dizer se permitia ou não. Já pensou se todas as pessoas fazem suas casas e depois enviam o projeto à Prefeitura para ser aprovado? Por isso a Comissão de Finanças e Orçamento não recebeu minha assinatura”.
Em suas justificativas, os três vereadores também disseram que votariam contrários ao projeto principalmente porque já existem dois quiosques, construídos na praia do Perequê, que desobedecem a Lei Municipal 598. Eles afirmaram não concordar com a retroatividade da Lei.
Maioria aprova alterações - Mas, se os três vereadores disseram não concordar com a aprovação da Lei, grande parte dos vereadores disse aprovar as alterações que foram feitas nos quiosques. A vereadora Nanci Peres de Araújo Zanato (PTB) declarou que, em 1985, quando já era vereadora, a Câmara recebeu um projeto de autoria do então prefeito Gilson Tangerino. A proposta daria início à construção de quiosques nas praias. “Eu e a vereadora Maria Leonor fizemos de tudo para que o projeto não vingasse porque sempre fui contra qualquer coisa construída na praia”, afirmou. Ela diz que com o passar do tempo mudou de opinião. “É bobagem retroceder e tentar atrapalhar o crescimento de Ilhabela. Os quiosques estão bonitos. Gostemos ou não teremos que tolerar o comércio nas praias”.
O vereador Lobo também declara que as construções estão muito mais bonitas atualmente, porque as cadeiras e mesas não ficam expostas e podem ser guardadas em uma parte destinada à isso. O vereador Romeu também declarou que quiosque existem em toda parte e somente aqui, em Ilhabela, tentam impedir que eles funcionem.
Apesar de já ter sido contrário à construção e até pedido o embargo da obra de um quiosque que foi construído no bairro do Perequê, no ano passado, o vereador José Garcia de Souza (PSB) mudou sua opinião com respeito aos quiosques. “Concordo com o Jadiel: houve um erro do Executivo e nós (vereadores da base de sustentação do prefeito Manoel Marcos na Câmara) temos que assumir”, afirmou Garcia. “Quando um coitado faz sua casa, a Prefeitura vai lá e embarga. Agora, esse erro tem que ser corrigido. Se quem falhou foi o Jurídico ou a Secretaria de Obra, não sabemos. Todas as cidades têm seus quiosques. Será que nós somos diferentes dos outros?”. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Velório e cemitérios municipais são recuperados para o dia de Finados

São Sebastião - Atendendo às necessidades da comunidade, a Prefeitura de São Sebastião está realizando uma ação de recuperação da pintura e reparos do prédio do Velório Municipal e dos cemitérios municipais dos bairros São Francisco, Centro, Maresias, Barra do Una e Juquehy. “Pretendemos, com a colaboração do Viveiro Municipal e da excelente equipe de pintura e de limpeza pública da Regional Centro, concluir os serviços antes do próximo domingo, 02 de novembro, dia de Finados”, informou a diretora de Obras Públicas, Zeljka Djordjevic.
Retrospectiva e futuras obras - Em 2001 - primeiro ano da atual administração do prefeito Paulo Julião, foi realizada uma reforma geral do prédio do Velório Municipal do Centro. O telhado foi recuperado, a parte elétrica e hidráulica dos banheiros foi refeita, o piso foi trocado, e a pintura, não só do velório como também de todo o cemitério, foi realizada.
“Tivemos, também, uma grande colaboração do Viveiro Municipal, que refez o jardim interno e realizou o plantio nos vasos na calçada externa”, disse Djordjevic. No mesmo ano, também receberam pintura os cemitérios dos bairros São Francisco e Maresias e o velório de Barra do Una.
Em 2002, todos os cemitérios do município receberam uma nova pintura, e o cemitério de Maresias foi ampliado, sendo construídas 21 gavetas. Este ano, além das obras que serão entregues no dia de Finados, a prefeitura também executou uma obra de ampliação no cemitério de Boiçucanga, construindo mais 60 gavetas.
Para o início de 2004, foram autorizadas pelo prefeito, atendendo inúmeras solicitações da comunidade, a ampliação do cemitério de Barra do Una, onde serão feitas 40 novas gavetas; do cemitério de Juquehy, com a construção de mais 60 gavetas; e do cemitério de Maresias, que contará com mais 20 gavetas. “Também no ano que vem estão previstas a reforma do prédio do velório de Boiçucanga e a melhoria no Velório Municipal do Centro, construindo uma cobertura na parte anexa à entrada”, finalizou a diretora de Obras Públicas. (Fonte: PMSS)

Prefeitura discute melhorias para coleta seletiva

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião realizou esta semana uma reunião esta semana para melhorar o sistema de coleta seletiva realizado no município.
Segundo o secretário do Meio Ambiente, José Teixeira Filho, há um estudo em andamento que irá definir mudanças no método da coleta seletiva. Este trabalho visa agilizar o processo de reciclagem e, desta forma, aumentar a quantidade de sucata recolhida.
Na reunião estiveram presentes, além de representantes da Secretaria de Meio Ambiente, integrantes da Cooperativa de Sucata, a assessora de Relações Comunitárias, Rose Costa; fiscalização tributária, Detraf, Enob e Faber.
Para o diretor de Meio Ambiente Nivaldo Simões, a proposta também conta com reuniões periódicas para tratar do assunto. “Hoje, nós sabemos a composição do lixo por área de todo o município e uma das coisas que detectamos é que ainda há muita sucata no lixo e muito lixo na sucata. Por isso, precisamos aumentar a separação da sucata para minimizar este quadro”, disse Simões, explicando que desta forma também será possível garantir mais vida útil do aterro.
Ele também destacou alguns problemas que estão sendo causados pelos restos de material de construção civil e podas. “A questão hoje não é só sucata, mas a reciclagem no geral, como a poda, por exemplo. Há países que realizam a coleta seletiva de podas e restos de comida”, exemplificou.
São Sebastião é o único município do litoral paulista que realiza a coleta seletiva em todos os bairros e está entre os poucos de todo o estado que presta este serviço. “Há bairros onde o caminhão chega a passar até três vezes ao dia e as pessoas não aproveitam isso”, concluiu. (Fonte: PMSS)

Polícia Civil leva "plantão" a bairros

São Sebastião - A Polícia Civil de São Sebastião implantou ontem o programa Plantão Descentralizado, que visa aproximar a comunidade dos policiais. O projeto atendeu os moradores do bairro Maresias, na costa sul, para o registro de boletim de ocorrência e orientação sobre segurança. Um flagrante e um mandado de busca também foi realizado durante o plantão. Uma "central" com a mesma estrutura da delegacia foi montada na praça do Surfe. "Além de atender as ocorrências, a polícia tem mais contato com os moradores", disse o delegado Odair Bruzos. No próximo mês o Plantão Descentralizado vai acontecer no bairro Morro do Abrigo. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Ubatuba Topo

Marcenaria e Carpintaria Progresso Jornal A Semana Pousada Maranduba

Dupla "limpa" caixa de posto em Ubatuba

Ubatuba - Um posto de combustível foi assaltado na noite de anteontem na rodovia Oswaldo Cruz (Ubatuba-Taubaté), no bairro Jardim Carolina, em Ubatuba. Segundo a Polícia Militar, o comerciante Josias Baltasar Nunes Sabóia, 39 anos, foi rendido por dois homens quando estava no escritório do posto. Os ladrões, que estavam armados com revólveres, ameaçaram matar o comerciante caso ele não entregasse todo o dinheiro guardado no local. Segundo a polícia, os dois assaltantes pegaram em torno de R$ 850 em dinheiro, além de cheques, e fugiram. Até as 17h de ontem a polícia não havia localizado os assaltantes. (Fonte: ValeParaibano)

Grupo é acusado de roubar 303 kg de fio

Ubatuba - Quatro homens, incluindo dois menores, foram presos anteontem suspeitos de roubar fios de cobre e de alumínio em Ubatuba. Segundo a Polícia Militar, os adolescentes de 17 anos, M.J. e A.A.S., foram detidos junto com Sidnei Batista Souza, 25 anos, e Adão Ambrósio Santos, 46 anos, no bairro Rio Escuro. O grupo teria roubado 303 quilos de fios de cobre e mais de 48 quilos de alumínio da empresa de ônibus CostaMar há cerca de um mês. O material teria sido encontrado na casa de Santos. Segundo a polícia, na casa também foi apreendida uma garrucha. Santos e Souza foram levados para a cadeia e os menores apresentados à Justiça. (Fonte: ValeParaibano)

Frediani participa de sessão solene na Assembléia Legislativa

Ubatuba - O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Rogério Frediani (PTB), na última sexta-feira, dia 24, na Assembléia Legislativa de São Paulo participou da sessão solene em homenagem ao Dia da Aviação realizada pela deputada estadual delegada Rose (PSDB). A solenidade, que ocorreu no auditório Juscelino Kubitschek, contou com a presença de diversas autoridades da aeronáutica brasileira, cadetes, empresários do setor e os deputados estaduais Ubiratan Guimarães e Tonico Ramos. “Congratulações a Força Aérea Brasileira. Parabéns a Embraer que com muitos esforços vem desenvolvendo novas tecnologias no setor e conseqüentemente conseguindo atingir os mercados mais exigentes”, disse Frediani.

2ª Festa de Corrida de Canoas será dia 09 de novembro

Ubatuba - A Sociedade de Moradores da Barra Seca realizará no próximo dia 09 de novembro, domingo, na praia da Barra Seca, a partir das 10 horas da manhã, em homenagem a todos os remadores da região do litoral norte, a 2ª Corrida de Canoas. Devido a grande participação popular, este ano os organizadores decidiram dar continuidade ao evento que tem como objetivo valorizar essa tradicional cultura caiçara.
Programação:
Das 8:00 às 9:30 horas - Ação Ambiental com apoio da APPRU - Amigos na Preservação, Proteção e Respeito à Ubatuba (Conscientização Ecológica e Limpeza da praia da Barra Seca com a participação do público em geral)
10 horas - Corrida de Canoas
Categorias: Feminino, masculino, infantil e casais. (Após o término da corrida ocorrerá a entrega das premiações e uma homenagem aos remadores)
13:00 horas: Almoço (Prato Típico da Região)
14:00 horas: Apresentação do Grupo Pirão Geral
Das 15:00 às 22 horas: Apresentação do Grupo Samba e Pagode
22:00 horas: Encerramento.
A realização é da Sociedade dos Moradores do Bairro da Barra Seca (SOMBAS).

Liberação de verbas para Educação

Ubatuba - O Ministério da Educação e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, na última semana, enviou um comunicado ao presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Rogério Frediani (PTB) informando a liberação de verbas para a secretária municipal de educação. O valor do repasse é de R$1.512,00 e foi destinado para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Creches).

Conto em Capítulos Topo


Clique Aqui para ler os capítulos anteriores

Capítulo IV: A garota da praia

Após ter saciado a sede, esperei que fôssemos entrar logo no assunto dos gêmeos. Danilo me observava com curiosidade, enquanto bebia vagarosamente a cerveja. Na verdade, ele quase não bebeu e também pouco falou durante o tempo em que lá ficamos. Recostou-se na cadeira e fixou os olhos num ponto imaginário, no teto de sapé. Para minha surpresa, foi a garçonete quem quebrou o gelo. Fomos convidados a acompanhá-la. O caminho seguia através de uma picada no mato, entre primaveras floridas e folhagens naturais cuidadosamente escolhidas, formando um cenário dos mais agradáveis. No chão, conchas minúsculas forravam o piso de terra batida. O caminho seguia ladeado por faixas de grama esmeralda. O limite entre o gramado e a mata era feito por canteiros de marias-sem-vergonha coloridas. Chegamos numa clareira onde havia uma casa simples, dotada de surpreendente conforto. Os bancos da sala, de madeira, com almofadas deram uma sensação de aconchego que eu não sentia há dias. As paredes caiadas de branco e as janelas amplas tornavam o ambiente fresco, baixando em pelo menos dez graus celsius a temperatura externa, que estava bem acima de trinta graus. Ao chegarmos, uma senhora nos ofereceu água, em uma moringa de barro. Bebi um pouco, estava sedento, caminhar sob o sol não era a minha especialidade. Aos poucos percebi que a garçonete, que agora estava sentada na minha frente, tinha um papel importante em tudo o que estava acontecendo. Ela fez as apresentações. O bêbado da peixaria chamava-se na verdade Thomas MacMurray, escocês, natural de Inverness, nas Highlands. Estava no Brasil há muitos anos e conhecia bem o nosso idioma. Ele me pareceu estar, como eu, tentando decifrar alguma coisa, se bem que pelo andar da carruagem já havia percorrido muitos quilômetros. Após a apresentação, o escocês olhou para mim e tirou o tapa olho, que na verdade era apenas um disfarce. Naquele momento não entendi bem. Por quais desígnios alguém, aparentemente gozando de saúde mental, haveria de disfarçar-se para beber em um bar ao lado da peixaria de Ubatuba? Mais tarde eu haveria de encontrar uma resposta. Depois do escocês, ela apresentou-se, dizendo chamar-se Valentina, e ter nascido em Ubatuba, ali mesmo no Perequê-Mirim. Danilo tomou então a palavra e começou falar dos gêmeos, Artur e Murilo, a razão de minha peregrinação. Eram caiçaras, autênticos, filhos de Seu Miro e Dona Zilda. Nasceram e foram criados no sertão de Picinguaba, onde todos os conheciam. Eram gêmeos idênticos e viviam pregando peças nas pessoas que não conseguiam distinguí-los. Um cortava o cabelo e logo o outro aparecia no salão cabeludo. Os dois se divertiam com a cara de espanto do barbeiro velhinho, que esquecia de tudo. Cresceram fortes e saudáveis, até o ano de 1954, quando completaram vinte anos. Os irmãos tinham pouca instrução formal, sabiam ler e escrever e fazer as quatro operações, mas tinham pouco conhecimento do que havia no mundo. No vilarejo só havia o rádio do padre, que dependia de gerador para funcionar. Não havia luz elétrica. De vez em quando os pescadores traziam revistas de Ubatuba. Era só. Artur namorava Roberta desde que eram crianças, logo deveriam estar casados. Artur era marinheiro nato, tinha uma canoa na qual adaptara um mastro e uma vela. Apesar da precariedade da embarcação, passava horas velejando, indo a todos os lugares, inclusive Paraty, que visitou mais de uma vez. Foi através desse hábito que certo dia ao aportar em uma praia ao norte de Picinguaba, encontrou-se com a criatura mais estranha que já vira em toda a sua breve existência. Ela estava bebendo água na fonte para onde ele se dirigiu com a mesma intenção. Era uma garota alta, aparentando vinte anos, de porte atlético. Tinha feições regulares, era clara, com os cabelos loiros, quase brancos e os olhos cinza e vestia um maiô preto, de um tecido que ele nunca vira. De imediato, passou pela cabeça dele que fosse uma turista, passageira de um dos barcos que vez por outra fundeavam em Picinguaba, vindos do Rio de Janeiro ou de Santos. No entanto, não havia sinal de embarcações ao redor. A surpresa foi mútua, aos poucos foram se aproximando, Artur que não tinha medo de nada, ficou a princípio apreensivo, depois foi relaxando. Era como se ela o acalmasse mentalmente, sem palavras. O sorriso franco exibido pela criatura desarmou por completo o espírito do jovem. Ficaram amigos. O coração de Artur batia forte, seria possível existir criatura tão bela como aquela ou estaria ele sonhando? A partir desse encontro Artur passou a freqüentar aquela praia quase todos os dias. A garota não saia mais de seu pensamento, ele deixou de comer, perdeu o interesse nas partidas de futebol e quase não procurava mais Roberta, que sensível como são as mulheres notou a mudança. Artur, embora de pouca cultura, era inteligente. Logo começou a se questionar. Onde dormia a jovem, o que comia, como chegou até aquela praia que só tinha acesso por mar. Essas questões estavam associadas à perspectiva de perda que ele anteviu. E se ela desaparecesse? A curiosidade de Artur estava associada aos momentos de imensa paz e felicidade que experimentava quando estava ao lado da exótica e atraente criatura. Não era possível falar com ninguém a respeito dessa experiência, tão diferente da vida simples dos pescadores da aldeia. E o que mais o intrigava, era o fato de nunca terem trocado uma palavra, comunicavam-se por intenções e gestos. Ele pensava, ela entendia, ela apontava, ele seguia. Apesar do silêncio a compreensão era total. A vida levou Artur, um jovem quase alheio à civilização a experimentar sensações inéditas, ele estava vivenciando uma experiência incomum a qualquer ser humano, embora não o soubesse. Como tudo um dia muda, esse dia chegou quando ao aportar na praia, ele notou alguma coisa diferente. No meio das folhagens um objeto brilhava e emitia um zumbido quase imperceptível. Artur sentiu apreensão. O que seria aquilo, e como viera parar ali?

Sidney Borges

Carta do Leitor Topo

Caraguá quem te quer bela - Com muita tristeza que tomo conhecimento da barbaridade feita com as árvores na praia Martin de Sá, empregados da prefeitura com suas máquinas (armas) acabaram com todas elas.
Cortaram ?
Não... detonaram... devassaram... dilaceraram... (será que dá para entender)?
Onde está o respeito pelo Meio Ambiente a garantia de um futuro melhor?
Aquelas árvores jamais serão replantadas pela maneira com que foram tiradas.
É de se esperar que alguém tome uma atitude nesse episódio.
Espero que a Sociedade Amigos de Bairro e as Ongs de Caraguá tomem uma postura nesse fato, para que outros não aconteçam.
Pode até ser que o funcionário não não soubesse a maneira de tirar as árvores... mas e o seu orientador (Chefe) imediato? e o responsável pela reurbanização (obras) da Praia Martin de Sá?
Quem será responsabilizado pelo feito?
É importante um calçamento bonito, mas, mais importante é o respeito pela natureza, ela nos foi dada de graça, é nosso dever conservá-la, protege-la e repeitá-la...
Venham visitar as obras na praia Martin de Sá.
Atenciosamente.

Dulcinea Arouca Nunes
Professora Pós graduada em Turismo Ambiental - Senac
Caraguatatuba, SP


Cara de Pau - Marcos Leopoldino e Paulo Julião, vamos lembrar de vocês no ano que vem, esperem para para conferir.

Francisco José Marsiglia
Boissucanga
São Sebastião, SP


PMNT na Região Sul - Olá pessoal, estou aqui para fazer um convite para todos os interesados no desenvolvimento desta magnifica cidade de Ubatuba, mas no momento em especial aos moradores, veranistas, empresarios e comerciantes da região sul: que venham participar da nossa 1º Oficina de Turismo PNMT DA REGIÃO SUL, ou aqueles que não puderem por motivos pessoais, que por favor liberem seus fucionarios para estarem fazendo esta oficina que sera de muita valia para todos.
A oficina será no dia 12 de novembro das 8:00hs as 12:00 hs na padaria Maranduba, e as inscrições estão sendo feitas na REGIONAL SUL (Sub Prefeitura), com a dona Mia e/ou Adriana todos os dias ou na SETUR com a Samantha, as incrições poderão ser feitas por telefone OK.
Contamos com todos, até lá!

David Lemos
Monitor do PNMT Região Sul
Maranduba, Ubatuba, SP


Saci x Halloween - Perdoe minha insistência quanto ao tema, porém, não posso deixar de me manifestar favoravelmente àqueles que tentam resgatar, preservar e divulgar o folclore regional brasileiro, que é o caso dos que lutam para instituir o dia 31 de outubro, como o dia do saci pererê, ao invés do importado "halloween".
Embora eu seja filho de europeus, nasci no Brasil e, francamente, não posso me calar ao ver gnomos, fadas e bruxas substituíndo sacis, mulas sem cabeça, boitatás e cirupiras, num dia de um tal de "halloween". Não dá!!!
Abaixo segue uma matéria extraída do estadão do dia 29 passado, que poderia ser veiculada pelo democrático espaço cultural do "Litoral Virtual".
Muito obrigado.

Thomas De Carle
Ubatuba, SP


Cidade quer Dia do Saci em vez de Halloween
Vereadores votam projeto para usar mitos brasileiros em vez de festa americana. Escolas da cidade já optam pelo Saci .

Taubaté (SP) - Aportuguesar o Halloween e transformar o 31 de outubro em Dia do Saci é a proposta de um projeto de lei que será votado nesta quarta-feira pelos vereadores do pequeno município de São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba (SP). A idéia é substituir a comemoração, principalmente nas escolas.
Em vez de bruxas e gnomos, a manifestação cultural teria mulas-sem-cabeça, sacis e outras figuras folclóricas que se refiram às tradições brasileiras. "Queremos instituir aqui e em todo País. Vamos enviar até um ofício com abaixo-assinado para o Ministério da Cultura em Brasília", afirmou o vereador Marcelo Toledo (PT), um dos autores do projeto.
Mitos brasileiros - Para ele, a principal intenção deste projeto é ensinar as crianças que o País também tem seus mitos. "Pra que cultivar os personagens norte-americanos se temos uma riqueza folclórica tão grande?", questiona o vereador.
O projeto, que também é de autoria do vereador José Donizete Lopes (PPB), será votado e deve ser aprovado por unanimidade na Câmara de São Luiz do Paraitinga. "Todos sabem que o mais importante é resgatar nossa cultura, parar de explorar a cultura norte-americana, mostrar que o mundo mitológico brasileiro também é cheio de fantasias como as mulas-sem-cabeça e todos os sacis".
Escolas já optam pelo Saci - A idéia surgiu em São Luiz do Paraitinga depois que um grupo de apaixonados por sacis se reuniu e criou a Sociedade dos Amigos do Saci.
Mesmo antes de ser aprovada, algumas escolas de São Luiz do Paraitinga já começaram a substituir o Halloween pelo Dia do Saci e a partir do dia 31 de outubro, terão uma semana de contos peças teatrais e manifestações culturais que ressaltem o folclore brasileiro.

Simone Menocchi


Lei de Uso do Solo de Ubatuba

Aproveitando a discussão sobre o Projeto de Lei de Uso do Solo de Ubatuba, estamos disponibilizando na íntegra o material para que nossos leitores possam conhecer, discutir, sugerir e opinar sobre este assunto que norteará o futuro de Ubatuba.

Projeto de Lei de Uso do Solo de Ubatuba
Clique Aqui para acessar

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Praia do Simão - Ubatuba

Praia do Simão
©2003 Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


Marcos Borges da Silva - artista plástico Free Wallpaper

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor