Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 06 de novembro de 2003 - Nº 904 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes Hansamarc

Região
Receita Federal alerta sobre golpistas tentando ‘aplicar’ no Litoral Norte

Caraguatatuba
Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Pele
Aprovado projeto que estudará a recuperação da foz do Juqueriquerê
Semana de Redação contábil termina no sábado com Workshop
Secretaria de Esportes vence 4º Jogos Intersecretarias


Ilhabela
Ilhabela terá nova creche na Barra Velha
Expoilha será lançado nesta sexta em Ilhabela
Moradores da Toca recebem água tratada


São Sebastião
Sob pressão, Câmara revê zoneamento
Peixe com banana verde vira patrimônio
Saiba Como Fazer Azul Marinho
Curso ensina como criar mexilhões
Parceria gera benefícios aos alunos e à comunidade
Morador reclama de vazamento esgoto e de demora no atendimento
Volcom Surf Series 2003 encerra neste domingo


Ubatuba
Secretaria de Turismo apresenta Projeto Verão Ubatuba 2004
Policial de Ubatuba pode ganhar "extra"
Violência no Ipiranguinha em Ubatuba gera controvérsias
Frediane e reeleito Presidente da Câmara
Lua cheia eletrônica no Bethoveen
André Rafael reassume a liderança do Municipal
Boletim UBAPESC

Seções
Artigos
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Receita Federal alerta sobre golpistas tentando ‘aplicar’ no Litoral Norte

Litoral Norte - O delegado da Receita Federal de São Sebastião, Carlos Nacif, alerta a população do Litoral Norte sobre estelionatários que tentam vitimar comerciantes da região. Segundo ele, em maio deste ano houve um caso em Caraguatatuba e na semana passada em São Sebastião. Os criminosos se apresentam como fiscais da Receita Federal.
“A Receita Federal tem uma importância como órgão estratégico muito grande do governo. Pela sua respeitabilidade e credibilidade junto à comunidade, algumas pessoas tentam utilizar o nome da Receita Federal de forma indevida para aplicar golpes contra empresas do Litoral Norte”, afirma o delegado. Ele conta que a notícia mais antiga neste sentido ocorreu há quatro anos.
Segundo ele o caso em Caraguatatuba, em maio deste ano, foi descoberto porque um comerciante telefonou para a Receita Federal, denunciando que uma pessoa havia se apresentado como fiscal da Receita, dizendo que ele deveria pagar algumas parcelas em dinheiro, sob pena de ser alvo de uma devassa fiscal. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu deter o acusado em flagrante, mas por ser menor de idade, não ficou preso.
Segundo a Receita Federal apurou, os golpistas cobram valores diferenciados, conforme o porte da empresa, a partir de R$ 500,00. Oferecem até assinatura de “revista de consultoria” por R$ 10 mil, R$ 20 mil, para evitar qualquer ação da Receita Federal.
Em outro caso em São Sebastião, na semana passada, uma pessoa tentou aplicar o golpe, dizendo que o comerciante teria de pagar parcelas por uma pretensa consultoria, cuja “vantagem” era não sofrer nenhuma ação da Receita Federal. Neste caso não foi possível flagrante.
Luiz Okumura, chefe da secção de Controle Aduaneiro, da Receita Federal, afirma que os estelionatários costumam fazer uma ligação telefônica prévia à sua futura vítima, afirmando que fará uma visita ao estabelecimento comercial.
Todo processo de fiscalização da Receita Federal tem um número que pode ser consultado pelo site da Receita Federal. Trata-se do “Mandado de Procedimento Fiscal”. Somente com este documento, os fiscais da Receita Federal realizam a fiscalização, segundo explica Nacif. No mandato constam o número, os nomes do delegado e do chefe da fiscalização e o número de telefone da Receita Federal.
“A Receita Federal não mantém nenhum tipo de vínculo com entidades particulares que visem recebimento de dinheiro ou qualquer outra forma de reembolso”, o delegado acentua.
Carlos Nacif afirma que, por enquanto, a Receita Federal só tem conhecimento destes dois casos na região, neste ano. Ele lembra que outros episódios do gênero podem ter ocorrido, sem que a Receita Federal e a Polícia Militar fossem acionadas.
Na terça-feira, Carlos Nacif também informou representantes da Aciss (Associação Comercial e Industrial de São Sebastião) sobre os casos ilícitos a fim de que a associação mantenha alertas seus associados. Para combater a prática ilícita, a população pode denunciar os casos à Receita Federal de São Sebastião, pelo número (12) 3892-1500 ou à Polícia Militar pelo 190. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caragua Virtual PAS

Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Pele
Prefeitura de Caraguá disponibiliza dermatologistas para atender o público no dia 22 de novembro, em campanha contra o câncer.

Caraguatatuba - A prefeitura de Caraguá disponibilizará dermatologistas da secretaria de Saúde para atendimento ao público, no dia 22 de novembro, quando será realizada a Campanha Nacional de Combate ao Câncer de Pele. Cinco dermatologistas farão avaliações clínicas visando detectar problemas de pele com objetivo de detectar casos de câncer de pele. Os casos de supeita de câncer serão encaminhados para uma biópsia, se o resultado comprovar a doença, o paciente será encaminhado para cirurgia.
A campanha, em Caraguá, acontecerá das 8 às 16 horas, em dois pontos da cidade: no Centro de Especialidades (Avenida Anchieta, 475, Centro) e na Unidade de Saúde da Família do Porto Novo (Avenida José Herculano, 6.560, Porto Novo).
Quem tiver algum tipo de ferida que não cicatriza, como pintas escuras na pele que vêm modificando a cor, ficando elevadas e com contornos irregulares, ou contusão deve comparecer nestes locais para que possa ser avaliado pelos dermatologistas.
O câncer é uma doença que tem cura mas pode ser evitado através de 10 passos, veja quais são e oriente a sua família:
Use sempre protetor solar;
Para pele oleosa, protetor solar em forma de gel ou loção;
Para pele seca, protetor solar em forma de creme;
O fator mínimo de proteção deve ser 15;
Das 10 às 16 horas, reaplique o protetor solar várias vezes;
O melhor horário para exposição ao sol (ir à praia, fazer caminhada na orla marítima, andar de bicicleta, etc) é antes das 10 e após as 16 horas;
Sempre usar hidratante antes da aplicação do protetor solar;
Se precisar ficar exposto ao sol no horário das 10 às 16 horas, use boné ou chapeú e proteja braços e pernas;
Cuidados com as crianças: a exposição ao sol deve acontecer antes das 10 e após as 16 horas; use boné e camisetas, não esqueça de utilizar protetor solar e reaplicá-lo enquanto estiver ao sol.
Procure o médico se tiver ferida que não cicatriza, pinta escura que vem modificando a cor, ficando elevada e com contorno irregular. (Fonte: PMC)

Aprovado projeto que estudará a recuperação da foz do Juqueriquerê

Caraguatatuba - Os 17 vereadores da cidade aprovaram por unanimidade, na sessão ordinária desta semana, o projeto da vereadora Dalva Ricardo Santana, que cria a CAR (Comissão de Assuntos Relevantes) destinada a estudar e propor soluções para a recuperação da foz do rio Juqueriquerê.
O Juqueriquerê é o maior rio do município e corta boa parte da zona sul da cidade. Porém, como a própria autora do projeto afirma, ele vem sendo maltratado por causa de especulações imobiliárias que estão destruindo os manguezais de suas margens com aterros indiscriminados e lançamentos de detritos, como óleo de motores oriundos dos barcos de recreio e das marinas que se espalham por toda sua extensão. “Este rio é o maior da região, servindo também como berçário de várias espécies de peixes, que por ele avançam para se multiplicarem”, explica Dalva Santana.
A Comissão tem como objetivo propor estudos, soluções e deverá apresentar um relatório final no prazo de 90 dias, sobre a recuperação da foz do rio Juqueriquerê, além de elaborar projetos de pesquisa arqueológica e de turismo ecológico.
A comissão será formada por três membros do poder legislativo indicados pelo presidente da Câmara. Ela também poderá contar com auxílio de autoridades, instituições públicas ou particulares e de pessoas interessadas na execução dos trabalhos, que terão livre acesso aos locais que acreditarem que devam ser vistoriados, fotografados e filmados.
Também participarão dos trabalhos, mais três munícipes que reconhecidamente tenham conhecimento do rio, pertencentes ou não a entidades organizadas, e um deles poderá ser o presidente da Associação dos Pescadores do Porto Novo, que inclusive disse que se a Prefeitura não demonstrar como está o projeto do desassoreamento do rio, os mais de 100 pescadores que vivem do Juqueriquerê poderão até fazer um protesto, fechando a Boca da Barra, impedindo a passagem de barcos entre o mar e o rio.
Nenhum membro da comissão será remunerado por participar do projeto. E, as despesas da execução do projeto deverão provir dos recursos do legislativo, devendo as notas e demais comprovantes fiscais ser rubricados pelos membros.
Em 1991 e 1997, respectivamente, foram criadas Comissões que levantaram problemas e sugeriram soluções, mas segundo Dalva, infelizmente nada aconteceu.
Por fim, a vereadora explica que sua proposta de concentrar o estudo somente nos problemas da foz do rio é para que verbas públicas possam fazer o desassoreamento do rio, além dos projetos para estudar as espécies que usam o rio como berçário e colocar em prática, projetos de ecoturismo. “Creio que esta seja a melhor forma para começarmos a recuperar de vez este rio, que ainda é fonte de alimentos para muitas famílias caiçaras”, finaliza. (Fonte: Imprensa Livre)

Semana de Redação contábil termina no sábado com Workshop

Caraguatatuba - Acontece até 8 de novembro, a III Semana da Redação Contábil. Sob o tema "Despertar da profissão Contábil em um mundo dos negócios em crise", o evento está sendo realizado pelas Faculdades Integradas Módulo e, oferece gratuitamente, palestras, mesas redondas e painéis. Para participar basta fazer inscrição com antecedência pelo telefone da Central de Atendimento.
O 1° Workshop "MÓDULO" de Contabilidade para Profissionais, Professores e Estudantes de contabilidade vai finalizar a III Semana de Redação Contábil no dia 8 de novembro. O evento será realizado no auditório "ANGELO FONSECA" e contará com a presença dos professores doutores Clóvis Luiz Padoveze* e Ynel Alves de Camargo**, renomados nacionalmente na área contábil. Para participar é necessária inscrição antecipada. Estudantes e professores pagam a taxa de R$ 10,00 e profissionais R$ 20,00. Mais informações sobre a Semana e sobre o Workshop poderão ser obtidas na Central de Atendimento fone (12) 3897-2043 ou 3897-2044, no site www.modulo.br  ou pelo e-mail modulo@modulo.br . (Fonte: PMC)

Secretaria de Esportes vence 4º Jogos Intersecretarias

Caraguatatuba - A Secretaria Municipal de Esportes e Recreação de Caraguatatuba venceu na classificação geral a 4ª edição dos Jogos Intersecretarias, realizado na semana passada para comemorar o Dia do Funcionário Público
A quarta edição dos Jogos Intersecretarias, promovido pela Secretaria Municipal de Esportes e Recreação com o objetivo de integrar os funcionários da prefeitura de Caraguatatuba, aconteceu na semana passada e teve o encerramento no último sábado, 1º de novembro. Os jogos foram realizados no Centro Esportivo Municipal "Ubaldo Gonçalves". Durante a premiação, o vice-prefeito José Pereira de Aguilar, representou o prefeito Antonio Carlos da Silva, Este ano, quem faturou a primeira colocação na classificação geral foi a Secretaria de Esportes e Recreação, ficando em segundo, a Secretaria de Urbanismo, Habitação e Trânsito e, em terceiro, a Secretaria de Obras Públicas. No ano passado, o primeiro lugar no geral ficou com a Secretaria de Educação.
Participaram das competições esportivas cerca de 400 atletas das secretarias de Administração; Saúde; Educação; Obras Públicas; Urbanismo, Habitação e Trânsito; Esportes e Recreação; Fundacc; Paço Municipal e Câmara Municipal.
O evento premiou Sr. Eugênio Ferri, que fez o juramento do atleta no 7º Jogos Regionais do Idoso, com a Medalha Especial por ter representado o Paço Municipal na categoria Natação.
Confira os resultados:

Coletivo:

Basquete misto
1º lugar - Secretaria de Esportes e Recreação
2º lugar - Fundacc
3º lugar - Secretaria de Urbanismo, Habitação e Trânsito
Voleibol misto
1º lugar - Secretaria de Urbanismo, Habitação e Trânsito
2º lugar - Secretaria de Esportes e Recreação
3º lugar - Secretaria de Administração
Futsal Feminino
1º lugar - Secretaria de Administração
2º lugar - Secretaria de Saúde
3º lugar - Secretaria de Esportes e Recreação
Futsal Masculino
1º lugar - Câmara Municipal
2º lugar - Fundacc
3º lugar - Secretaria de Esportes e Recreação

Individual ou Dupla:

Atletismo Masculino
1º lugar - Neto/Urbanismo, Habitação e Trânsito
2º lugar - Serginho/Serviços Públicos
3º lugar - Jorge/Fundacc
Atletismo Feminino
1º lugar - Cynthia/Esportes e Recreação
2º lugar - Jacqueline/Saúde
3º lugar - Cristiane/Administração
Natação Masculino
1º lugar - Leandro/Urbanismo, Habitação e Trânsito
2º lugar - Michel/Esportes e Recreação
3º lugar - Luizinho/Esportes e Recreação
Natação Feminino
1º lugar - Tarissa/Administração
2º lugar - Cynthia/Esportes e Recreação
3º lugar - Camila/Esportes e Recreação
Dominó
1º lugar - Fagundes e Lucas/Serviços Públicos
2º lugar - Priscila e Cristiane/Administração
3º lugar - Rangel e Neudo/Urbanismo, Habitação e Trânsito
Bilhar
1º lugar - Bié/Fundacc
2º lugar - Márcio/Administração
3º lugar - Clodoaldo/Serviços Públicos
Damas
1º lugar - Ribeiro/ Urbanismo, Habitação e Trânsito
2º lugar - Valdir/Serviços Públicos
3º lugar - Jorge/Fundacc
Futebol de Botão
1º lugar - Toninho/Paço Municipal
2º lugar - Paulo Sérgio/Educação
3º lugar - César/Serviços Públicos
Tênis de Mesa
1º lugar - Glauco/Fundacc
2º lugar - Willian/Urbanismo, Habitação e Trânsito
3º lugar - Marcos/Paço Municipal
Truco
1º lugar - Cláudio e Marcelo/Câmara Municipal
2º lugar - Beto e Gabriel/Serviços Públicos
3º lugar - Ronoel e Fraga/Urbanismo, Habitação e Trânsito (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo



Ilhabela terá nova creche na Barra Velha

Ilhabela - O prefeito Manoel Marcos assinou na manhã desta quarta, dia 5, em seu gabinete um convênio auxílio para a construção de uma creche no bairro da Barra Velha. A prefeitura entrará com o terreno e o repasse de R$570 mil para a Associação Creche de Ilhabela – ACRI, que ficará responsável pela execução da obra.
A creche de 1.235,45 m² contará com berçário, sala de convivência, enfermaria, cozinha, refeitório, dois pátios cobertos, sete salas de aula, dois dormitórios, playground além de toda estrutura e conforto para atender cerca de 230 crianças do bairro, mais que o dobro do que a creche da Barra Velha, que será desativada, atende atualmente.
Com esta obra, o prefeito Manoel Marcos cumpre mais um compromisso de campanha. Ele disse que as obras deverão iniciar ainda este ano devido a grande necessidade da população. Segundo ele, investir na criança é investir no presente e no futuro da cidade.
O nome da creche será em homenagem a mãe do prefeito, Dona Terezinha de Jesus Ferreira, que foi primeira dama do município por três vezes e fez e ainda faz muito pela comunidade.
Estiveram presentes a Dona Teresinha de Jesus Ferreira, o secretário de educação, Antonio Cornélio, o secretário de finanças Élcio Roefero, a diretora pedagógica Elaine de Araújo Gubany Sampaio, o procurador jurídico Odair Barbosa, o presidente da ACRI Antonio Marques Nogueira, o vice-presidente da ACRI Walter Edson Carvalho Silva, a diretora do Centro Comunitário Catarina Roefero, o voluntário da creche Maldonado Francisco José da Silva, o membro da ACRI Alceu Balbim e os vereadores Carlos Alberto de Oliveira Pinto, Walter Duarte, Nanci Peres de Araújo Donato e José Garcia de Souza. (Fonte: PMI)

Expoilha será lançado nesta sexta em Ilhabela

Ilhabela - A Prefeitura Municipal de Ilhabela, através da Secretaria Municipal de Turismo, em parceria com a ABRHI – Associação de Bares, Restaurantes e Hotéis de Ilhabela, ACII – Associação Comercial e Industrial de Ilhabela - e o SEBRAE de Caraguatatuba, lançará nesta sexta, em Ilhabela, o projeto Expoilha. O evento acontecerá no Píer 151 às 20h.
O investimento do projeto é de aproximadamente R$110 mil sendo 25% custeado pelo município e 75% pelo Sebrae, que também firmará acordo de parceria para divulgação no município. O prefeito Manoel Marcos aprovou o projeto, que considerou mais produtivo e endossou o investimento no município.
O evento segue a partir de segunda, dia 10, para São Paulo e depois mais 17 cidades do estado com o intuito de promover e desenvolver o turismo em Ilhabela. Serão 4.500 km até o dia 9 de dezembro que passará pelas cidades de São Bernardo do Campo abrangendo também São Caetano e Santo André, Bauru, Araraquara, Ribeirão Preto, Franca, Presidente Prudente,Araçatuba, São José do Rio Preto, Barretos, Botucatu, Piracicaba, Campinas, Jundiaí, Guarulhos e São José dos Campos.
O Expoilha é uma forma pioneira de levar às principais cidades do estado de São Paulo palestras elucidativas com imagens do município e suas belezas naturais, parque hoteleiro, gastronomia, a vida noturna e principalmente as atividades que se podem ser desenvolvidas de dia ou de noite o ano todo usufruindo maneira intensa seus dias de lazer.
Foram escolhidos alguns dos principais pólos econômicos do estado com potencial de turismo emissivo dos mais evidentes. Os trabalhos enfocarão, principalmente, as atividades que podem ser realizadas o ano inteiro como o ecoturismo e o turismo de aventura, atraindo turistas em meses de baixa temporada, quando a Ilha é tão atraente quanto no verão, só que por com preços mais acessíveis.
Os convidados serão donos de agencias de turismo, proprietários de empresas de porte, gerentes de Recursos Humanos, jornalistas, membros de clubes associativos, formadores de opinião e outros
Serão distribuídos aos participantes kits contendo todo material institucional do município, incluindo cd com imagens de nossas principais praias, cachoeiras, esportes praticados, folhetos, folders e pôsters.
Aos representantes da ACII e ABRHI caberá demonstrar o elevado nível do nosso parque hoteleiro, nossas varias tendências gastronômicas, bem como as várias opções de compras que oferecemos.
A organização espera com isto sensibilizar um grande número de potenciais consumidores, contribuindo assim para o aumento da taxa ocupacional, incrementar o comércio de maneira geral e conseqüentemente gerar novos empregos.
Segundo o secretário de turismo, Ricardo Fazzini, em reunião com o prefeito Manoel Marcos, ABRHI e ACII ficou decidido que ao invés de participar da Aviestur 2003 – feira dos agentes de viagem do interior de São Paulo – optaram por fazer o ExpoIlha. “Acredito que desta forma vamos diminuir o gasto com material de divulgação desperdiçado e apresentaremos Ilhabela diretamente aos pólos emissores”, conclui Fazzini. (Fonte: PMI)

Moradores da Toca recebem água tratada

Ilhabela - A Sabesp iniciou nesta quinta, dia 6, a obra de 258 metros de extensão da rede de distribuição de água na Avenida Coronel José Vicente de Faria Lima, no trecho que dá acesso a estrada de Castelhanos, no bairro da Toca. Com a obra, a água será captada pela estação de tratamento da Água Branca.
A obra está prevista para terminar na próxima terça, dia 11, dependendo das condições do tempo. 16 famílias, que utilizam atualmente a água da cachoeira da Toca, serão beneficiadas.
A solicitação para a realização da obra de extensão da rede foi do prefeito Manoel Marcos que considera de grande necessidade suprir os moradores do local de água tratada.
Segundo Rachel Rodrigues, moradora da rua há cinco anos, o maior benefício será a melhoria na qualidade da água e assim da saúde da família. “Depois da água tratada esperamos agora pelo calçamento da rua”, disse Rachel. (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Sob pressão, Câmara revê zoneamento

São Sebastião - Após protestos de moradores e ambientalistas, a Câmara de São Sebastião pretende rever um dos projetos que modifica a lei de uso e ocupação do solo. Uma nova proposta foi apresentada pelos vereadores solicitando uma alteração na região sul.
A lei aprovada prevê a redução da área de construção do bairro Paúba de 600 metros quadrados para 400 metros quadrados e do Costão do Guaecá até a Praia Preta de 5.000 metros quadrados para 600 metros quadrados.
"Como o projeto foi votado em regime de urgência não analisamos que uma das áreas seria de preservação ambiental", disse o vereador Marco Antônio de Souza (PSDB).
Souza afirmou que vai solicitar ao prefeito Paulo Julião (PSDB) que a lei não entre em vigor antes da aprovação do novo projeto.
A outra proposta referente a lei do uso de solo não será modificada --apesar de também ter sido alvo dos man.
O projeto libera a instalação de postos de combustíveis, garagens e similares entre os bairros Praia Deserta e São Francisco, na região central. (Fonte: ValeParaibano)

Peixe com banana verde vira patrimônio
Prefeito de São Sebastião decreta o azul marinho, tradicional prato do Litoral Norte, como patrimônio do município

São Sebastião - O tradicional prato caiçara à base de peixe e banana verde virou patrimônio cultural de São Sebastião. O prefeito Paulo Julião (PSDB) baixou um decreto tornando o azul marinho patrimônio do município. A medida gerou polêmica entre políticos, comerciantes e historiadores do Litoral Norte, que reclamam que o prato "pertence" à região.
O nome azul marinho faz referência ao tom azulado que a mistura adquire durante o preparo. Outros afirmam que o prato tem que ser preparado em panela de barro para ficar azul.
O secretário de Turismo de Caraguatatuba, Paulo Noronha, disse que a ação deveria ser de todo o Litoral Norte. "Acho interessante a atitude, mas vejo que a ação deveria ser do Litoral Norte. Ele (azul marinho) começou com os caiçaras do Litoral Norte. É típico da região."
O secretário de Turismo de Ilhabela, Ricardo Fazzini, afirmou ontem que acredita que a proposta de tombamento do azul marinho possa ser adotada no município.
"Não sei como se decreta um prato como patrimônio cultural. O azul marinho tem muito a ver com a região. É uma coisa (tombamento) para se estudar, do ponto-de-vista de não deixar morrer a tradição", afirmou Fazzini.
No Restaurante Peixe com Banana, de Ubatuba, o azul marinho feito com garopa, acompanhado com arroz para duas pessoas custa R$ 47. "O peixe com banana é típico caiçara. A panela de ferro deixa o prato azul", afirmou o funcionário do Peixe com Banana Jairo Talentino de Oliveira.
"Acho que o azul marinho deveria ser típico caiçara, mas não apenas de uma cidade", afirmou André Luiz de Oliveira, gerente do Restaurante Caiçara's Frutos do Mar, de Caraguá.
"Não tem como dizer em qual cidade se originou o azul marinho. Ele é feito em panela de barro que o torna azulado", afirmou Luiza Rodrigues Prado, historiadora do Museu e Arquivo Histórico de Caraguatatuba.
A presidente da Fundac (Fundação Cultural de Caraguá), Heloísa Andrade Antunes, afirmou que não há registro de quando o prato à base de peixe e banana verde passou a ser conhecido como azul marinho.
"O azul marinho é um prato regional feito com banana e farinha, que eram os ingredientes disponíveis no local. Todos (índios e caiçaras) tinham acesso ao peixe, banana e farinha de mandioca. Não sei dizer quando surgiu esse nome. O azul marinho se originou no povo. Não tem dono. É folclore. É de todos nós."
TRADIÇÕES - O secretário de Turismo de São Sebastião, José Cardim de Souza, afirmou que o azul marinho foi tombado para manter as tradições da região.
"Um dos objetivos que a Secretaria do Turismo tem é resgatar e manter as nossas tradições. Nós temos a preocupação de manter vivas as tradições. O azul marinho é da nossa cultura. Era o sustento do caiçara."
Ele afirmou que a região toda deveria tombar o prato para que as futuras gerações saibam do nosso passado. (Fonte: ValeParaibano)

Saiba Como Fazer Azul Marinho

Ingredientes:
posta de peixe
banana verde
farinha de mandioca
temperos (coentro, tomate, cebola, salsinha, cebolinha e alfavaca)

Modo de preparo:
Em uma panela coloque o óleo, cebola, tomate e sal a gosto. Junte a posta do peixe, salsinha, cebolinha, coentro e alfavaca;
Coloque água até cobrir os ingredientes e deixe em fogo brando até o cozimento do peixe
Em outra panela com água, coloque as bananas verdes com casca e cozinhe em fogo brando. Em travessas separadas, levar à mesa o peixe, as bananas e a farinha de madioca e, em outra tigela, levar o caldo do cozimento do peixe;

Pirão:
Tirar a banana da casca. Amassar e acrescentar o caldo de peixe e engrossar com farinha de mandioca a gosto. Em seguida, juntar o peixe. (Fonte: ValeParaibano)

Curso ensina como criar mexilhões

São Sebastião - O Departamento de Pesca da Prefeitura de São Sebastião realiza no próximo dia 14 o curso "Criação e Cultivo de Mexilhões". Organizado pela Assessoria de Relações Comunitárias e Subprefeitura, o curso tem como objetivo ensinar a técnica artesanal à comunidade da Costa Sul. O curso tem duração de oito horas e será ministrado em Boiçucanga por profissionais do Instituto de Pesca do Estado de São Paulo, que também desenvolveram o trabalho em Ubatuba. Ele é gratuito e as inscrições já estão abertas na sede da subprefeitura. Há 30 vagas. Podem participam, maiores de 18 anos. Outras informações pelo tel 3865-1549 ou 1550. (Fonte: ValeParaibano)

Parceria gera benefícios aos alunos e à comunidade

São Sebastião - Desde o mês de maio, o Ceprom (Centro Profissionalizante Municipal) vem realizando um trabalho em parceria com as escolas da rede municipal. Os alunos da turma do Curso de Cabeleireiro, do monitor Amauri Leite de Abreu, já visitaram dez escolas, desde a costa norte do município até o bairro de Maresias, na costa sul, oferecendo o serviço de cortes de cabelo gratuitamente aos alunos. Ontem, a décima escola visitada foi a E.M. Profa. Maria Francisca S.M. Tavolaro, na qual 40 alunos receberam cortes de cabelo por esta turma, que já atendeu um total de 1300 pessoas, entre alunos e comunidade em geral, somente este ano. “Tudo foi realizado com muita responsabilidade. Enviamos pedidos de autorização para os pais, que especificaram também como gostariam que os cortes de cabelo de seus filhos fossem feitos”, disse a diretora da escola, Marisa Bertini. “Esse trabalho foi implantado nas escolas no ano passado, e contamos com todo o apoio da diretora do Ceprom, Maria Helena Norbiato Fredo”, complementou.
Gestão Para o Sucesso Escolar - A diretora contou, ainda, que está representando a escola, desde outubro, na participação de um curso de “Gestão para o Sucesso Escolar”, em São Paulo. Para participar deste curso, dirigido pela ex-secretária de Educação do Estado de São Paulo, Rose Neubauer, foi realizada uma seleção, sendo escolhidas cerca de 200 escolas do Estado de São Paulo e Santa Catarina, quatro delas de São Sebastião.
Segundo a coordenadora da escola, Patrícia Moura, numa primeira fase, a escola está enviando um portfólio on-line, para posteriormente realizar uma mostra na internet. “Todas as ações da nossa escola serão encaminhadas para São Paulo, com o objetivo de mostrar que estamos abrindo espaço para a sociedade e que nosso principal foco é a gestão participativa”, disse.
As outras três escolas de São Sebastião que estão participando do curso, que vai até novembro de 2004, são E.M. de Cambury, E.M. Plínio Gonçalves de O. Santos e E.M. Profa. Maria José da Penha Frúgoli. (Fonte: PMSS)

Morador reclama de vazamento esgoto e de demora no atendimento

São Sebastião - O morador da Enseada José de Souza Costa há alguns meses convive com um “antigo conhecido” dos moradores deste bairro: os vazamentos de esgoto na avenida Dário Leite Carrijo. Ele diz que, por causa dos buracos que ocupam um raio de 500 metros, é obrigado - junto com outros motoristas -, a desviar, causando transtorno na pista. O vazamento, segundo ele, também põe em risco crianças que andam pela avenida.
Souza Costa ainda conta que o episódio resultou em reclamações. “Eles podem até ir executar as melhoras, mas nunca terminam”, diz o morador. Souza também já foi ao Procon para obter auxílio.
Ele relata que o serviço deveria ser concluído o mais rápido possível. “Pois a cada dia que passa temos a impressão de que o buraco aumenta”.
Na última terça-feira o morador voltou à Sabesp.
“Deveriam criar um esquema de senhas para facilitar o atendimento ao cliente. É mais fácil achar o gerente na rua do que na empresa”.
Conforme Souza, outro problema que também seria de responsabilidade da estatal é a qualidade da água. “Não é de hoje que ao abrir a torneira se vê água barrenta”, reclama.
Outro Lado - A assessoria de imprensa da Sabesp informou que a rede de esgoto na região da Enseada ainda não está concluída. Isso porque o projeto, segundo a empresa, obedece à escala e é executado nos bairros. “Na região da Enseada ainda não está liberado. A recomendação aos moradores é que ainda não se conectem a essa rede, pois o esgoto não vai para lugar nenhum”, diz a Sabesp.
De acordo com a assessoria, técnicos da empresa serão encaminhados ao local para verificar o problema. Quanto à qualidade d’água, a empresa afirma que a “turbidez” é por conta das últimas chuvas na região. “Nossos mananciais são de terra, mas a água é tratada e pode ser consumida sem problema algum”. (Fonte: Imprensa Livre)

Volcom Surf Series 2003 encerra neste domingo
Os campeões do Volcom Surf Series 2003 serão definidos neste fim de semana

São Sebastião - Quem será? Esta deve ser a pergunta mais freqüente, nestes últimos dias, entre os universitários que estão concorrendo aos títulos do Volcom Surf Series 2003 – Circuito Paulista de Surf Universitário, que realiza neste fim de semana (dias 8 e 9) a terceira e decisiva etapa reunindo cerca de 32 instituições de ensino. Mais de 120 estudantes, devidamente matriculados em universidades do Estado de São Paulo, estarão participando do evento, que tem como palco, a belíssima praia de Camburi, localizada em São Sebastião, litoral norte de SP.
Das três categorias que estão em jogo, somente a Feminina conta com quatro candidatas ao título. Nas outras duas, Open e Paulistana, o número de candidatos ultrapassa a casa dos cinco. Tendo duas etapas bem equilibradas, o ranking das categorias não aponta nenhuma grande vantagem para os líderes, o que deixa a decisão ainda mais acirrada.
Liderando a Paulistana (para os que moram na Capital), João Carlos Chaves (Uni Sant’Anna), vem para a disputa do título animado com o bicampeonato do Circuito Maresia SP Contest, que conquistou recentemente. “Esse título está me dando mais ânimo, sem dúvidas. Estou treinando sempre quando posso, pois não é fácil conciliar os estudos, o trabalho e o surf, principalmente quando a praia está a quilômetros de distância. Mas irei com tudo nesta etapa”, promete.
Na cola do João está Michel Cardoso (Mackenzie), com uma pequena diferença de 100 pontos. A briga, entretanto, não vai ficar somente entre os dois. Mais 9 candidatos podem roubar a cena na última etapa. Renato Amaral (Belas Artes), Bruno Koch (Unip), Guilherme Decanine (Anhembi-Morumbi), Cadu Piolho (Unip), Pedro Regatiere (Unip), Rodrigo Resende (Faap), Alex Tojo (Unip), Netuno Santana (Anhembi-Morumbi) e Ricardo Capeleto (Anhembi-Morumbi) são os que têm chances de assumir o título da categoria Paulistana.
O mesmo acontece na Open (válida para todo o Estado). O bertioguense Missilvano Alves (Unimes), que já tem em seu curriculum o título de campeão brasileiro universitário, está liderando o ranking por apenas 100 pontos, à frente do seu colega de faculdade e de cidade, Rodrigo Andrade.
Em seguida, se encontra o campeão de 2000, o guarujaense Roni Bonetti (Unip). O calouro Gustavo Nastasi (Unisantos), que apresentou um excelente nível nas duas etapas, assumi a quarta posição. Ainda na briga pelo título, mais cinco competidores têm chances de pontuar, como o atual campeão Vinicius Batista (Unimonte), seguido do Felix Raiss (Unitau), Ricardo Melo (Unimes), Diego Rodrigues (Brás Cubas) e Jasa Nobre (Unisanta).
Entre as meninas, Flávia Soares (Unimonte) e Jahia Bettero (Unitau) repetiram os mesmos resultados nas duas etapas, sendo respectivamente, campeã e vice, o que não difere na posição do ranking. No entanto, mais duas candidatas entram na disputa. Fabiana Barbosa (Unesp) e Juliana Gadelha (ESPM) podem conquistar também o título.
Das quatro competidoras, Fabiana Barbosa é a novata. Cursando Biologia Marinha, ela reconhece que a tarefa não vai ser fácil. “Eu não conheço muito bem as meninas, mas já as vi surfando e todas têm um bom nível. Sei que o campeonato está muito difícil”, disse.
PREMIAÇÃO DE ENCHER OS OLHOS – Tendo a fama de oferece sempre ótimas premiações aos universitários, o Volcom Surf Series 2003, que encerra o seu terceiro ano consecutivo investindo na categoria, vai premiar os campeões do circuito com passagens aéreas para picos paradisíacos.
Nas categorias Open e Paulistana os campeões irão para a Indonésia, os vices para o Hawaii, o terceiro colocado para Costa Rica e o quarto para Peru. Estas duas últimas, viajarão a campeã e vice da categoria feminina, respectivamente.
Além das passagens aéreas, os finalistas da terceira etapa receberão kit’s Volcom; relógios Nixon; óculos Black Flys; tênis Reef; kit’s Bully’s; kit’s Rareblend, além de troféus. O primeiro colocado de cada categoria receberá uma prancha da Brazilian Creations com bloco da Bennett Foam feita por encomenda.
TEM QUE DECOLAR – Uma outra atração do circuito é o Volcom Air Show. Diversos alunos se inscrevem para correr a bateria exclusiva de aéreos, onde a ordem é voar o mais alto possível sem perder o controle da prancha na hora da aterrissagem.
UNIVERSITÁRIO SOLIDÁRIO – O Ibrasurf procurou estimular a ação solidária entre os universitários neste ano, no intuito de conscientizarem da importância de colaborarem com os menos favorecidos. Na primeira etapa foram arrecadados agasalhos, na segunda recolheram brinquedos e para esta etapa, os inscritos deverão levar um quilo de alimento não perecível ou um brinquedo.
Quem quiser participar do evento precisa estar matriculado numa universidade e possuir a carteira da FUPE (Federação Universitária Paulista de Esportes). O valor da inscrição é de R$ 40,00 (quarenta reais) para quem levar um quilo de alimento ou brinquedo. Caso contrário, o valor passa a ser de R$ 50,00 (cinqüenta reais). Mais informações pelo telefone do Ibrasurf: (0xx11) 5183-8366.
O Circuito Volcom Surf Series 2003 tem o patrocínio da Star Point; co-patrocínio: Nixon; Reef; Nivana Turismo; KLM; Copa Airlines. Apoio: Bennett Foam; Brazilian Creations; Black Flys; Bully’s; Rareblend; Turco Loco; Secretaria Estadual de Juventude Esporte e Lazer; Governo do Estado de São Paulo. Divulgação: Disk Surf; Jornal Nuts e Venice Magazine. Organização: Ibrasurf. Supervisão: APSU (Associação Paulista de Surf Universitário); FUPE e Federação Paulista de Surf. Colaboração: Prefeitura de São Sebastião e Associação de Surf de São Sebastião e Associação de Surf de Camburi. (Fonte: Fama Assessoria)

Notícias de Ubatuba Topo

Marcenaria e Carpintaria Progresso Jornal A Semana Pousada Maranduba

Secretaria de Turismo apresenta Projeto Verão Ubatuba 2004

Ubatuba - Um grande projeto de atividades previstas para a temporada de verão, que está por chegar, foi apresentado esta semana para um público formado basicamente por empresários e imprensa local, no Hotel Recanto das Toninhas.
O “Ubatuba Verão 2004” é um projeto da Secretaria Municipal de Turismo, em parceria com a empresa TGi Promoções e Eventos e que no momento se encontra em andamento jurídico e esperando respostas de possíveis parceiros em investimentos.
Segundo o secretário de Turismo, Sérgio Carvalho, a idéia do evento foi dar um direcionamento do que está sendo preparado para a alta temporada, já que o que foi apresentado ainda pode ser mudado antes da consolidação. O projeto elaborado pela TGi é audacioso, com programação de atividades para todo o verão com shows, apresentações teatrais, atrações infantis, palcos em diversos locais da cidade, decoração natalina e postos volantes de atendimento de saúde e informações turísticas.
A previsão é que sejam espalhados dez postos de saúde por toda a orla, equipados com materiais e médicos, uma medida que visa também desafogar o movimento na Santa Casa.
A fase inicial do projeto é a divulgação de Ubatuba como um produto novo e de qualidade. Prevê-se anúncios e material de marketing em TV, rádio, jornais, outdoors, blits, entre outros. O logotipo do “Ubatuba Verão 2004” mostra exatamente o que o projeto sugere: programações culturais, shows e eventos nas praias, agregados às belezas naturais, que elevem o nome da cidade como um dos principais pólos de verão no Brasil.
“Ubatuba é para nós um produto com grande potencial. Precisamos mudar a mentalidade do público alvo sobre o que é Ubatuba”, diz um dos diretores da TGi, Vinicius Vasconsellos. “Queremos conquistar o turismo qualitativo e não quantitativo”.
A programação de atividades prevê a construção de uma Praça de Eventos, ao lado do aeroporto, com palco, stands e um espaço dedicado à recreação infantil. Além de street shows (apresentações de rua) na Rua Guarani, uma das vias de acesso ao centro da cidade.
O calendário seria aberto no dia 20 de dezembro, com a inauguração da iluminação natalina e um atrativo musical. A idéia é instalar mais de 5 mil estrelas luminosas ao longo da Av. Iperoig e no Itaguá. No dia da virada do ano, o projeto pretende a instalação de palcos não só no centro, como também na Vermelha do Norte, Perequê-Açú, Praia Grande, Enseada e Maranduba. Para os shows do reveillon cogitam-se nomes como Milton Nascimento, Jota Quest, Gilberto Gil, Frejat, entre outros.
Para o secretário Sérgio Carvalho, “as atrações espalhadas por diversas praias ajudará a diminuir o trânsito no fim de ano, pois as pessoas não precisarão se deslocar muito para se divertir”.
As atividades do verão estão programadas até o início de fevereiro, mas a TGi prepara um calendário para todo o ano seguinte, com eventos esportivos e culturais, desejando assim, diminuir a sazonalidade e a dependência econômica que o município tem em relação à temporada de verão.
O valor do projeto está estimado entre R$ 4 milhões e R$ 6 milhões, mas ainda não tem valores concretos durante a espera da licitação. “No mais tardar daqui a 15 dias estaremos com tudo acertado”, promete Sérgio Carvalho. (Fonte: Imprensa Livre)

Policial de Ubatuba pode ganhar "extra"

Ubatuba - A Câmara de Ubatuba aprovou anteontem um projeto que autoriza o pagamento de pró-labore (gratificação) de até R$ 400 por mês aos policiais civis e militares. A proposta do vereador Andrade Henrique (PAN) foi aprovada por unanimidade.
Segundo Henrique, o recurso seria destinado aos policiais que trabalham na cidade há pelo menos um ano, independente de patente ou cargo. A previsão é que em torno de 110 policiais militares e 41 civis sejam gratificados.
"O salário da categoria é baixo e com o recurso, o policial terá mais estímulo ao trabalho", disse.
Um PM recebe em média R$ 1.100 e um civil, R$ 900.
De acordo com o projeto, não teria direito ao benefício o policial que esteja respondendo processo administrativo, suspenso, trabalhando em outra cidade ou de férias.
Para o delegado de Ubatuba, Fausto Cardoso, o recurso ajuda na valorização do funcionário. "A gratificação vai incentivar a permanência do policial na cidade."
O secretário de Assuntos Jurídicos, Luiz Bitetti, afirmou que o projeto será analisado junto com o setor financeiro. Caso seja sancionado, o Executivo terá que adequar os recursos previstos para 2004.
O comando da PM não retornou as ligações do ValeParaibano para comentar o assunto. (Fonte: ValeParaibano)

Violência no Ipiranguinha em Ubatuba gera controvérsias

Ubatuba - Após uma declaração do delegado e chefe do SIG (Setor de Investigações Gerais), Luis Henrique dos Santos Miranda, publicada na última sexta-feira, na qual ele dizia ser o bairro do Ipiranguinha o que concentrava a maioria dos criminosos atuantes no município, moradores do local passaram a questionar a afirmativa, desconfiados de sua veracidade.
Foi no programa “Estação Ubatuba”, apresentado pelo radialista Tony Luiz, na Rádio Gaivota FM, de Ubatuba, que o assunto veio à tona.
O vice-presidente da Associação dos Amigos do Bairro do Ipiranguinha, Antonio Messias da Silva, entrou ao vivo no programa para reclamar: “Moro aqui há 15 anos e creio que seja exagero falar que é um bairro violento. É um lugar de gente trabalhadora, que tem tantos criminosos quanto nos outros bairros.”
Segundo Antonio Messias, freqüentemente são realizadas festas da comunidade onde comparecem milhares de pessoas sem que haja nenhum tipo de violência: “não tem ocorrência policial”, alega ele.
Mas este não é o mesmo pensamento do delegado, Dr. Luis Henrique Miranda, “apesar de eu não ter absolutamente nada contra o bairro, é verdade que a maioria dos delinqüentes que passam na delegacia é do Ipiranguinha, é que eu vejo no meu dia-a-dia.”
De acordo com ele, o volume de ocorrências envolvendo moradores daquela região é uma conseqüência do fato do mesmo ser o bairro mais populoso de Ubatuba: “Grande parte da população permanente do município concentra-se no Ipiranguinha e logicamente lá acaba sendo o lugar com maior número de ocorrências.
Os demais bairros da cidade têm uma população flutuante, com menos moradores fixos”, diz o delegado, que está no cargo em Ubatuba há um ano.
Para melhorar a segurança, em uma das principais ruas do bairro do Ipiranguinha foi instalada uma base da Polícia Militar, que acabou sendo metralhada recentemente.
“Há poucos dias foram registrados treze pontos de furtos de energia elétrica só no Ipiranguinha. O que eu quero dizer é que eu não estou discriminando o bairro, mas onde há grande concentração de pessoas, há também um maior índice de crimes, é uma lógica”, diz Luis Henrique Miranda. O grande número de bares no bairro, segundo ele, também poderia contribuir com as conseqüências.
De acordo com informações da Guarda Municipal de Ubatuba, realmente uma grande parte dos crimes têm algo a ver com moradores daquela região, que fica na saída da cidade, pela Rodovia Oswaldo Cruz.
Por outro lado, o morador Messias, defende: “A gente está aqui e não vê nada disso. O Ipiranguinha precisa de segurança sim, mas tanto quanto em qualquer outro bairro de Ubatuba”. (Fonte: Imprensa Livre)

Frediane e reeleito Presidente da Câmara

Ubatuba - O vereador Rogério Frediani (PTB) foi reconduzido à presidência da Câmara de Ubatuba, em eleição realizada na sessão da última terça-feira. A mesa diretora terá o mandato de um ano e será praticamente a mesma, com a exceção do vereador Domingo dos Santos (PT), que substitui Eduardo César. (Fonte: ValeParaibano)

Lua cheia eletrônica no Bethoveen
Os DJs. Yakis e Leandro tocam nesta quinta no Beethoven

Ubatuba - Nesta quinta-feira o Beethoven apresenta o trabalho dos DJs Leandro e Yakis, trazendo novidades da música eletrônica internacional. No cardápio, muita house progressiva, psi trance, deep groove, acid jazz, etc. Tudo bem dançante.
Começa cedo, às 21 hs. Não tem couvert artístico nem consumação mínima.
Entrada livre. Apareça.

André Rafael reassume a liderança do Municipal

Ubatuba - Mostrando sua força de líder do ranking ubatubense e melhor botonista de 2003, André Rafael voltou à liderança do Campeonato Municipal de futmesa, passando o rival Ednelson Prado, que ficou 1 ponto atrás, e abrindo 5 de vantagem para o 3º colocado, o Dr. Adauto Júlio, a grata surpresa deste campeonato. Adauto, disputando seu primeiro Municipal, está na frente de Edu Macedo Jr (4º), Ralph Solera (5º) e do vice-líder do ranking Daniel Gusmão (6º). Anderson Gomes (7º), Dr. Alexandre Augusto (8º), Sílvio Fonseca (9º) e Rodrigo Lobo completam as 10 primeiras posições. Restam apenas 6 rodadas para o término do mais importante campeonato de futebol de mesa de Ubatuba e o título se mostra cada vez mais entre André e Ednelson (que perdeu o título em 2002 por apenas 1 ponto). Edu Jr, Adauto e principalmente Daniel (que tem 2 jogos a menos) seriam os outros que ainda podem entrar nessa briga. Os resultados do último Sábado levaram Edu Jr para a 10º posição no ranking ubatubense, deixando Rodrigo Lobo para trás. Edu ainda sonha com uma vaga na Copa dos Campeões. Alexandre Augusto e Flávio Bellard também melhoraram de posição, passando Fernando Macedo e Sílvio Fonseca, respectivamente. O Campeonato Municipal continua neste Sábado, 8 de Novembro, a partir das 16:00h na sede da AUFM (Associação Ubatubense de Futebol de Mesa), na Av Prof. Thomaz Galhardo s/n, Ginásio de Esportes "Tubão". Mais detalhes e a classificação completa no endereço www.futmesaubatuba.hpg.com.br , o site oficial da Associação Ubatubense de Futebol de Mesa. (Fonte: AUFM)

Boletim UBAPESC

Ubatuba - O Clube de Pesca de Ubatuba está trabalhando a todo o vapor para a realização do 3º UBAPESC, que acontece neste final de semana na praia do Cruzeiro. Os troféus, como sempre foram produzidos por artistas locais, sendo que nas primeiras edições o artesão Vanderlei, do bairro da Casanga transportou para a madeira o ideal caiçara na premiação. Para essa edição os troféus ficaram a cargo do artista plástico Ivan. A filantropia também faz parte do campeonato. Desde a primeira edição os peixes são doados a instituições de caridade, e nesta terceira edição o produto será encaminhado à Missão Jesus é Luz, do bairro Monte Valério. Vale lembrar que ainda existem vagas para duplas interessadas em participar do evento e as inscrições se encerram nesta sexta-feira, dia 7 às 16 horas. Pescadores de Ubatuba podem se dirigir à sede do CPU, que fica na Rua Paranaense, 366, Estufa 2. Atletas de outras cidades podem se inscrever através do telefone 0(xx12) 3833-7074. Informações através do e-mail clubepescaubatuba@yahoo.com.br . O CPU agradece a parceia feita com as empresas Ceregatti, Eletoleste, Utyama, Minercal e Disa, que muito colaboraram com a realização desta edição do UBAPESC.

Artigos Topo

Do futebol à política...
Irineu Nalin

"Competência, credibilidade, transparência"
(Grupo de Renovação no Vasco da Gama, liderado por "Roberto Dinamite")


Há muito tempo o futebol necessita de renovação. Renovação do quadro dirigente: nos clubes, na CBF, nas Federações. Não existe mais campo para dirigente carismático, abnegado, mas aproveitador.
O quadro dirigente movido por interesses mesquinhos, ilícitos e as vezes pela paixão se constitui numa perene mediocridade. Dessa cultura anti-profissional e gananciosa a CBF é o maior exemplo.
Apesar disso ganhamos cinco Copas do Mundo, mas internamente os estádios ficam vazios e os clubes estão sempre em crise, endividados e acumulando grandes somas, principalmente com a Previdência e, freqüentemente os atletas reclamam de atrasos no recebimento dos salários.
A modalidade que é paixão nacional, pode contribuir em muito para renovação do quadro dirigente no país. O exemplo desse Grupo dissidente do Vasco é uma das formas do cidadão, como torcedor, ir tomando consciência do que está errado ao seu redor e do que é preciso mudar.
Mudar para melhorar não só visando as conquistas de seu time de coração, mas também os valores e os critérios de tudo que gira em torno de sua vida, tanto como consumidor, como contribuinte.
Infelizmente, em nossa cultura a prática da democracia ainda é incipiente e predominada pelo néscio. A maioria das pessoas acha um verdadeiro sacrifício e prefere pagar a conta para não ter aborrecimentos do que discutir atos de gestão, não só nos clubes em que são associados, mas também nos condomínios onde habitam, nas cidades em que residem, etc.
Essa omissão abre caminho para desonestos agirem como bem entendem, pouco se interessando pelo fator custo/benefício. Prevalecendo ainda muito autoritarismo, falta de transparência, abusos, exploração e falta de ética.
O futebol é apenas um exemplo, que se destaca porque é o "ganha pão" de parte da imprensa, que dedica a esse esporte muito mais espaço do que à outras modalidades ou outros eventos culturais. Mas, nem toda imprensa abre espaço para movimentos como esse. Por que será ? Muitos interesses comerciais entram em jogo e o torcedor é quem sofre.
Mas, não adianta o torcedor gritar só. É preciso unir a torcida, os moradores do bairro e reivindicar o que queremos. É preciso participar. Exigir transparência. Se não mostrou competência entrega o cargo para outro.
O "Roberto Dinamite" não ganhou a eleição, mas tomou iniciativa, não ficou quieto. Isso já foi uma mudança.

Ir./04/11/03.

Irineu Nalin é economista


A Imprensa em Crise
Sidney Borges

A grande imprensa está em crise. É o que dizem, os diversos sites que se dedicam a comentar a atividade jornalística. Os melhores exemplos são o Observatório da Imprensa, do qual sou colaborador e o Comunique-se. Em tempos recentes, esses órgãos que se expressam através da Internet, têm dedicado amplo espaço às demissões de jornalistas e ao fechamento de revistas e jornais em todo o país. Como há uma crise generalizada na economia nacional, e a imprensa é parte integrante dessa economia, é obvio que acabaria sendo afetada. No entanto, como tenho salientado, não se trata de uma crise de todo o segmento. Há dentro das empresas que estão em crise, setores que têm ótimo desempenho. A Globopar, é um exemplo. Para quem não sabe, a Globopar é a holding da família Marinho, que controla a Rede Globo e as outras empresas do grupo, como a NET, a Editora Globo, os jornais O Globo e O Diário de São Paulo, etc. O conglomerado deve algo em torno de dois bilhões de dólares, e é óbvio, não vai ter como pagar. No meio de tantas empresas deficitárias, uma é altamente lucrativa. A Rede Globo de Televisão. Na mídia impressa, o jornal O Globo também é lucrativo, porém, o balanço algébrico entre faturamento e despesas resulta negativo para o grupo. Não há como desmembrar a televisão da bola de neve que rola montanha abaixo. Sem as garantias representadas pelo faturamento desse setor virtuoso, como é moda dizer, não existe a possibilidade de que seja rolada a dívida da bola rolante. Outro grupo que atravessa crise avassaladora é o capitaneado pela família Mesquita, que têm como carro chefe o jornal O Estado de São Paulo. Aqui também, o tamanho da dívida, faz supor que não haverá como se evitar a bancarrota. O grupo Gazeta Mercantil já afundou, bem como o Jornal do Brasil. Ainda estão operando, ninguém sabe até quando. A Editora Abril, apesar de Veja e de outros títulos comprovadamente lucrativos, também enfrenta um serviço de dívida nada agradável. Há ainda contra ela, uma cultura estabelecida na confecção de revistas, que parece anacrônica. A editora, por mais que tente, não consegue acertar a mão e sensibilizar o público, para que compre os seus produtos. Isso é difícil de acreditar, principalmente numa empresa a quem pode ser creditada a profissionalização da atividade jornalística. Os que têm mais de quarenta anos não esquecem o impacto das revistas da Abril. Realidade, Quatro Rodas, Cláudia, entre tantos outros títulos, tornaram-se paradigmas de bom jornalismo. Mas o fato é que a realidade, outrora uma palavra doce aos ouvidos dos Civita, hoje soa cruel. As dívidas contraídas pelos magnatas da mídia, num momento em que tudo parecia ir bem, acabaram mostrando que há casos em que o fogo volta-se contra o incendiário. A rede Globo é o maior exemplo disso. Durante anos, mostrou apenas uma das faces da moeda. É notório haver setores do país bastante desenvolvidos, ninguém pode negar isso. Infelizmente, essas ilhas de excelência são a exceção, não a regra como apregoou e continua apregoando a emissora dos Marinho. A insistência em apontar o Brasil como um país desenvolvido, acabou “virando” verdade. O fato, é que por acreditar na falácia, o grupo Globo tratou de criar a infra-estrutura necessária para continuar hegemônico. O país recebeu uma rede moderníssima de cabos de fibra óptica. A rede Globo estava pronta para enfrentar os desafios das comunicações do século XXI. Tudo isso teria sido uma maravilha se não fosse o fato, esquecido pela emissora chapa-branca, que o Brasil é um país pobre e sua população ignorante. Para que TV a cabo? Para que Internet? Para que telefonia celular? Fora dos trinta e poucos milhões de privilegiados que vivem ao longo do litoral, em grandes centros, a maioria dos quase cento e cinqüenta milhões de brasileiros restantes, mal têm como sobreviver. Quanto mais gastar um salário mínimo ou mais para ter acesso a coisas que não entendem, nem fazem idéia de como funcionam nem para que servem. Enfim, só resta agora aos donos dessas empresas, outrora minas de ouro, esperar o socorro oficial, através do BNDES. Quem está acompanhando os passos do governo já sabe o que vai acontecer. Haverá indignação, discursos cheios de citações de notáveis da história do socialismo e no fim o dinheiro que deveria ser gasto para diminuir as desigualdades deste país tão desigual, irá parar nos bolsos dos nababos de sempre. Quem viver verá.

Sidney Borges

Carta do Leitor Topo

Com este titulo um Jornal vende mentiras: Dupla "limpa" caixa de posto em Ubatuba
Ubatuba - Um posto de combustível foi assaltado na noite de anteontem na rodovia Oswaldo Cruz (Ubatuba-Taubaté), no bairro Jardim Carolina, em Ubatuba. Segundo a Polícia Militar, o comerciante Josias Baltasar Nunes Sabóia, 39 anos, foi rendido por dois homens quando estava no escritório do posto. Os ladrões, que estavam armados com revólveres, ameaçaram matar o comerciante caso ele não entregasse todo o dinheiro guardado no local. Segundo a polícia, os dois assaltantes pegaram em torno de R$ 850 em dinheiro, além de cheques, e fugiram. Até as 17h de ontem a polícia não havia localizado os assaltantes. (Fonte: ValeParaibano)


Notícias como esta que fazem um jornalista sensacionalista e mentiroso. Infelizmente, existem vários tipos de mídia: umas que são corretas e informam a verdade e outras que são sensacionalistas e só pensam na venda de jornais. Fico muito triste com as inverdades publicadas pelo Vale Paraibano, jornal que sempre respeitei e sempre julguei que trabalhava em prol da comunidade. Já ouvi muitas reclamações a respeito deste veículo por muitas vezes publicar as coisas sem checar fontes nem nada.
Recebi muitos telefonemas de amigos preocupados com o que tinha acontecido e agradeço a todos, mas posso afirmar que a notícia não é como foi publicada.
O posto foi assaltado. Na hora do assalto, tinham 13 pessoas presentes. Eu tinha entrado no escritório para pegar um alicate, pois estava fazendo a parte elétrica da nova loja de conveniência. Quando saí, um elemento armado vinha sentido fundo do posto com umas cinco pessoas já enquadradas, de mão na cabeça. O elemento anunciou que era um assalto e mandou que todos que estavam na obra fossem para o lado dele e que se dirigissem para a conveniência e se deitassem no chão.
Quando estava entrando na conveniência, outro elemento estava atrás do caixa com uma arma pegando tudo que tinha na gaveta. Os dois estavam encapuzados e só falaram que não era para ninguém reagir nem fazer nada; pegaram o dinheiro e fugiram em duas bicicletas: uma amarela e outra verde.
Em nenhum momento os elementos apontaram a arma para a cabeça de ninguém, nem ameaçaram matar ninguém. A única ameaça sofrida por todos foi para ficar quietos que era uma assalto e se alguém reagisse iriam atirar, mas daí até veicular um notícia que fiquei com a arma na cabeça e se não entregasse todo o dinheiro do posto iriam me matar é uma diferença muito grande.
Infelizmente, nem o Jornal Valeparaibano assume o que faz, pois ainda coloca a culpa na Políicia Militar sobre a notícia quando ele afirma que, segundo a Polícia Militar tal coisa aconteceu.
Quando um jornal do porte do Vale Paraibano não tem o que publicar deveria publicar receitas para donas de casa (sem ofendê-las). Seria muito melhor do que ficar publicando mentiras. Um jornal que atinge todo o vale do Paraíba e litoral norte não precisaria ficar distorcendo notícias, pois muita coisa acontece em nossa região todos os dias, e o que faz a credibilidade de um veículo de comunicação são notícias corretas e precisas.
Como pessoa do meio de comunicação, proprietário do jornal A Semana, fico muito sentido com a situação em que o Jornal Valeparaibano coloca um comerciante, uma vítima de um assalto, fazendo parecer que a coisa é muito pior do que foi.

Josias Baltazar Nunes Sabóia
é ex. Presidente da ACIU e do Conseg
e diretor do Jornal A Semana


ONGs do Litoral Norte e as Árvores - Doloroso ler o depoimento da professora e as fotos do casal Hartmann que desabafam sua dor diante da devassa ambiental praticada na praia de Martim de Sá.
A cronologia de extirpação verde apontada por outros leitores do Litoral Virtual, dá bem a medida do respeito ambiental e da desobrigação preservacionista de que se arvora a prefeitura de Caraguatatuba com as presentes gerações. Que dizer para com as futuras? A quem o exemplo que se esmera em oferecer é o da deseducação ambiental. Sim, pois quanto menos informado estiver o povo, menor questionamento fará a seus governantes, favorecendo-lhes toda sorte de desmandos.
As organizações da sociedade civil de Caraguatatuba, que militam em questões ecológicas, têm se empenhado, no quanto é possível fazer, diante da fúria devastadora seja da iniciativa privada seja do poder público.
O Instituto Ambiental Ponto Azul representa incansavelmente junto às esferas oficiais ações contra a degradação do meio marinho na baía de Tabatinga. Efetivou várias denuncias junto à Polícia Ambiental, todas seguidas de boletins de ocorrência e competentes embargos para frear obra em curso na Ponta das Galhetas em área de preservação permanente e sem nenhuma licença ambiental.
No exercício de 2003 atuou junto ao grupo composto para regrar o zoneamento ecológico-econômico do Litoral Norte. Seu empenho foi focado na preservação de vidas humanas pela instalação de balizamento protetor a banhistas em 200 metros da quebra-mar, para que assim se impeça o tráfego de embarcações capazes de gerar acidentes como o ocorrido em Itacuruçá (litoral do Rio de Janeiro), onde uma professora teve as pernas amputadas e um garoto de 16 anos perdeu a vida e que, segundo noticia a imprensa, teve por causas, além da falha mecânica, o tráfego aquém dos 200 metros da arrebentação.
Entretanto, não é nosso interesse fazer aqui apologia das ações do Instituto Ambiental Ponto Azul, mas sim acatar o lamento da professora e do casal Hartmann por Martim de Sá e convidar a sociedade civil a se organizar e ser partícipe da vida de sua cidade. Para tanto pode filiar-se a ONGs, sejam elas ambientais, sócio-ambientais, direcionadas a questões de cidadania e tantas outras; participar das reuniões das sociedades amigos de bairros, das reuniões dos Consegs, das audiências públicas nas câmaras de vereadores; manifestar-se nos jornais nas seções dos leitores; apoiar ações promovidas por entidades na rede mundial de computadores, enfim, as possibilidades são infinitas. Obviamente requerem algum sacrifício e obstinação. Não basta manifestar desacordo e indignação com amigos, porque nestes círculos não se cristaliza a opinião. É preciso que ela seja escrita.
Porque não, as Ongs do litoral norte paulista organizarem uma série de eventos nesta temporada para evidenciar a situação crítica que estamos vivendo, as e$colha$ políticas que estão sendo feitas, a orquestrada degradação do meio ambiente, em seu aspecto social, cultural e biológico. Fica lançada a idéia; temos o mês de novembro para uma primeira reunião que poderá ser em Caraguatatuba, ou outra cidade do Litoral Norte. Colocamo-nos a disposição para colaborar com outras ongs na organização deste evento: um fórum das Ongs do Litoral Norte.
Não há defesa diante da luta pelo interesse de todos em detrimento do interesse de poucos, que ainda pensam serem os donos absolutos da terra, do mar, da mata e das pessoas!

Conselho Diretor
Instituto Ambiental Ponto Azul
iapontoazul@yahoo.com.br


Corte de Árvores - Neste Novembro faz exatamente um ano que eu denunciei corte de árvores centenárias na praia da TABATINGA com o único intuito de facilitar o tráfego de trator para colocar e retirar barcos do mar.
Nada adiantou alertar a Polícia Ambiental o que pode ser verificado no arquivo que segue anexo a este.
Eis então que lendo, como sempre faço, o Litoral Virtual vejo o assunto voltar aos comentários de pessoas, como eu, indignadas com o descaso - diria até escárnio - com que são tratadas as leis e as pessoas que as respeitam.
Com a palavra as autoridades, principalmente o Capitão PM Campos que desde aquela data (vide anexo) me deve uma resposta.
Apreciaria muito que, através do Litoral Virtual, ele se manifestasse quanto ao ilícito de um ano atrás como dos mais recentes denunciados por outros leitores.

Claudio B. Marques
Caraguatatuba, SP


Prezado Senhor
A respeito do assunto em pauta volto à vossa presença para informá-lo que foi cometido um ilícito praticado contra o meio ambiente.
Explicando, ontem, 16/11/2002, estive na praia da Tabatinga e passei exatamente em frente ao portão que dá acesso à praia pertencente à Marina ( estabelecimento comercial conforme V.S. citou no e-mail abaixo). Não foi surpresa para mim, confesso, o que passo a relatar:
1. as duas árvores centenárias (chapéus-de-sol) para as quais, conforme vossa informação, havia sido autorizada a poda tão somente, FORAM ARRANCADAS E, NOS SEUS LUGARES FORAM COLOCADOS CONES USADOS PARA CONTROLE DE TRÂNSITO;
2. ao longo das areias o proprietário da Marina colocou mais cones e estacas de alumínio, estacas estas que adentram até o mar, criando, por assim dizer, UMA AVENIDA PARTICULAR PARA PASSAR COM SEU ENORME TRATOR, CONFORME EU JÁ HAVIA INFORMADO A V.S.;
3. salvo melhor análise, o proprietário da Marina cometeu, efetivamente, um ilícito contra o meio ambiente, já que a praia não pertence a ele; quando muito lhe pertence o terreno e a edificação dentro dos limites que ele mesmo instituiu, caso tudo esteja dentro das posturas legais, federais, estaduais e municipais para o estabelecimento alí localizado.
Isto posto, solicito vossa resposta a este e-mail informando-me das medidas que serão aplicadas para este caso de desobediência à legislação ambiental.
Certo da habitual presteza de V.S., subscrevo-me
Atenciosamente

Claudio B. Marques


----- Original Message -----
Recebemos sua mensagem de preocupação pela eventual autorização que esta Companhia de Policiamento Ambiental teria expedido em favor de estabelecimento situado na praia da Tabatinga, neste município de Caraguatatuba.
Desejo registrar que tal autorização nunca ocorreu, mesmo porque não é de nossa competência autorizar corte ou supressão de qualquer tipo de vegetação,cabendo-nos a fiscalização e a repressão de ilícitos praticados contra o meio ambiente, conforme os ditames constitucionais.
Informamos que voi realizada vistoria em 13Jul02,por patrulha desta Cia de Pol Amb por solicitação do Sr Adalberto Guedes da Silva,o qual solicitou autorização para PODA DE GALHOS de árvores chapéus-de-sol,os quais estariam obstuindo o acesso ao seu estabelecimento comercial, pelo que foi produzido o BO/PAmb Nº 022951.
Seguem em anexo fotos das árvores em 22jul02 para comprovar que elas permanecem íntegras e não foram cortadas conforme o veiculado no site Litoral Virtual.
Noticiamos ainda que estamos requisitando ao mencionado site os competentes esclarecimentos a cerca da veiculação dessa notícia aparentemente imotivada e improcedente.
Agradecemos o manifesto interesse pela questão ambiental e desejamos contar sempre com a colaboração de pessoas atentas e diligentes.
Obrigado,

Capitão PM Campos Jr
Comandante do Policiamento Ambiental no Litoral Norte


Lei de Uso do Solo de Ubatuba

Aproveitando a discussão sobre o Projeto de Lei de Uso do Solo de Ubatuba, estamos disponibilizando na íntegra o material para que nossos leitores possam conhecer, discutir, sugerir e opinar sobre este assunto que norteará o futuro de Ubatuba.

Projeto de Lei de Uso do Solo de Ubatuba
Clique Aqui para acessar

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Praia do Bonete - Ubatuba

Praia do Sul - PEIA
©2003 Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


Marcos Borges da Silva - artista plástico Free Wallpaper

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor