Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 26 de dezembro de 2003 - Nº 938 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Litoral deve ter sol neste fim-de-semana
Reforço da PM chega hoje ao Litoral Norte
Trânsito deve subir a partir de hoje
Fim-de-ano é show no Litoral
Programação musical no Litoral Norte
Espetáculo de cores enfeita céu no litoral


Caraguatatuba
Caraguá faz tapa-sol com foto de praia
Maurício Maniere abriu com sucesso a temporada de verão 
Planta Raiz & Banda Arueira
Prefeitura controla som de veículos
Praias de Caraguá têm massagistas profissionais


Ilhabela
Estrada de Castelhanos é interditada


São Sebastião
Presos fazem carcereiro refém e destróem a cadeia em motim de 16 h
Polícia reforma celas destruídas
São Sebastião reabre prazo para concurso
Ceia acaba em morte em São Sebastião
Ciretran fecha para reforma em São Sebastião
Praça do Coreto recebe serviços de manutenção 


Ubatuba
Grupo especial reforça busca ao piloto
Acidente em 2001 matou 2 em Maresias
Homem tenta agredir policial em Ubatuba
Programação Reveillon 2004 em Ubatuba

Seções
Crônica
Conto em Capítulos
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Litoral deve ter sol neste fim-de-semana

Litoral Norte - O tempo neste fim-de-semana nas quatro cidades do Litoral Norte --Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela-- deve ser de sol com possibilidades de pancadas de chuvas em pontos isolados durante o final da tarde. As informações são do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), que prevê que as temperaturas na região estarão em ligeira elevação no período. De acordo com as previsões meteorológicas do órgão, para amanhã, a temperatura máxima no litoral deve chegar a 27ºC e a mínima, a 22ºC. Hoje, o tempo na região deve ficar nublado, com temperaturas oscilando entre 24ºC e 26ºC. (Fonte: ValeParaibano)

Reforço da PM chega hoje ao Litoral Norte

Litoral Norte - Os 420 homens da Polícia Militar, que integram a equipe de reforço do policiamento para a temporada no Litoral Norte, chegam hoje nas quatro cidades da região. Com a medida, o efetivo da PM no litoral aumentará para 820 policiais. O policiamento também terá reforço de 100 viaturas, 17 motocicletas, 7 bases comunitárias móveis e 4 viaturas-Kombis. O maior número de policiais será deslocado para Ubatuba, que vai receber 120 homens, seguido por São Sebastião e Caraguatauba (115 policiais cada) e Ilhabela (50 homens). (Fonte: ValeParaibano)

Trânsito deve subir a partir de hoje

Litoral Norte - O movimento de veículos em direção ao Litoral Norte deve ser intenso nos próximos dias nas estradas da região. O período da manhã é o mais indicado para os motoristas utilizarem as rodovias.
Segundo a Polícia Rodoviária, a tarde de hoje e a manhã de sábado devem ser os períodos com maior fluxo dos carros que irão passar a virada de ano nas praias da região.
A rodovia dos Tamoios deve receber 55 mil carros no período de festas. No trecho de São José dos Campos cerca de dez carros passam por minuto em dias normais. Já em épocas de movimento intenso, como Ano Novo, esse número chega a 40 veículos por minuto.
DUTRA - Os dois sentidos da via Dutra devem registrar hoje e amanhã um grande número de veículos. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a ida para o litoral e à Basílica de Aparecida devem elevar o trânsito nas duas pistas da estrada.
Em dias movimentados, o número chega a 150 por minuto. Ontem, a polícia registrou um fluxo abaixo da média, com cerca de 70 carros por minuto.
Em todas as rodovias que dão acesso às praias, a Polícia Rodoviária aconselha que a volta do Réveillon seja, no máximo, na manhã de domingo, dia 4. No período da tarde o tráfego será complicado e o retorno pelas estradas será lento.
O jornalista Oscar Delamanha, 22 anos, de Caçapava, foi ontem para Ubatuba, onde passará as festas do fim de ano. Sempre que vai ao litoral, Delamanha procura voltar sempre na última hora. "Pretendo voltar domingo, mas ainda não sei qual horário. Se estiver sol, aproveito a praia e volto só de tarde. Se o tempo não ajudar, volto de manhã", afirmou. (Fonte: ValeParaibano)

Fim-de-ano é show no Litoral
LS Jack abre hoje série de shows em Caraguá; São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela apostam em músicos locais

Litoral Norte - Eclética, a programação musical de verão no Litoral Norte promete ignorar as frentes frias indesejadas que andam se aproximando da região e aquecer o público.
Das quatro cidades, Caraguatatuba foi a que mais investiu em shows de artistas de renome, com o seu Caraguá Planet Music. Desde o último dia 19, a 8ª edição do evento já vem agitando a cidade. O primeiro a subir ao palco montado na Praça de Eventos, na Avenida da Praia, foi o cantor Maurício Manieri. Hoje, a noite será do pop/rock do LS Jack, a partir das 23h.
A banda sobe ao palco com um repertório que mescla sucessos do último disco, 'LS Jack' e outros que marcaram a carreira da banda, incluindo os hits 'Carla' e 'Carta'.
O grupo começou em 1997. Eles ainda se chamavam L-Acid Jazz e eram uma das mais requisitadas bandas de covers. Tanto pelo repertório que combinava hits de Jamiroquai, James Taylor Quartet, e Brand New Heavies quanto pela energia, técnica e presença dos integrantes no palco.
Foram chamados para encerrar o FestValda daquele ano e ainda se apresentaram no Ano Novo de Copacabana. Logo depois, mudaram de nome, deixando o jazz de lado e assimilando uma pegada mais pop. Viraram atração fixa do programa 'Planeta Xuxa', onde mostravam músicas de Simply Red, Paralamas do Sucesso e Fat Boy Slim, entre outros. Aos poucos, testavam suas próprias músicas ao vivo. Em maio de 1999, resolveram investir em suas composições e assinaram um contrato com a gravadora Indie, por onde lançaram seu disco de estréia.
Ao longo de toda temporada de verão, o Caraguá Planet Music fará um mix de ritmos e estilos musicais, com o objetivo de atender a todos os gostos. A programação, que se estende até 24 de fevereiro, inclui o reggae raiz dos brasilienses do Natiruts, rock do CPM 22, o forró do Falamansa e o funk do Bonde do Tigrão. Ao todo são 30 nomes da música nacional.
Segundo o produtor Auro Carvalho, da Borges e Gibson Promoções --empresa organizadora do evento-- a intenção é trazer espetáculos que agradem todos os públicos. "O objetivo é não deixar nenhum estilo de fora. Assim, todo mundo se satisfaz", disse.
Amanhã é a vez do axé da Banda Mel. Os baianos sobem ao palco com promessa de mostrar um pouco do carnaval de trios elétricos da Bahia. No domingo, os amantes do reggae poderão se deleitar com o som e as mensagens do Natiruts. Na segunda, os preparativos do Réveillon têm início com shows de grupos locais, que fazem a prévia para os paulistanos do Falamansa --o grupo se apresenta na terça, dia 30.
Para quem acha pouco, haverá ainda apresentações de grupos regionais com entrada franca de segunda a quinta-feira. Na virada do ano, a festa será animada pelas bandas Blizz e Swing Nagô.
OUTRAS ATRAÇÕES - Ubatuba, Ilhabela e São Sebastião optaram por abrir espaço para os músicos locais. A idéia, segundo as prefeituras é mostrar os trabalho dos músicos daqui e apresentar a cultura local aos que passarem pelas cidades durante a temporada de verão.
Outros shows musicais também serão realizados durante a virada do ano nas outras três cidades do Litoral Norte. Em todas elas, a festa de Ano Novo será conduzida por bandas regionais em espetáculos gratuitos.
Ubatuba, o local escolhido foi a avenida Iperoig, no centro da cidade. Em São Sebastião, a animação será na rua da Praia, também na região central do município. Já Ilhabela, fará o show da virada no píer do centro da cidade. (Fonte: ValeParaibano)

Programação musical no Litoral Norte

Caraguá Planet Music - Até dia 24 de fevereiro na Praça de Eventos, à avenida Artur da Costa Filho (avenida da Praia), na praia do centro, em Caraguá. Ingressos a R$ 20 e R$ 10 (estudantes). Tel.(0xx12) 3883-9113.
Ubatuba - Shows da virada na avenida Iperoig, no centro, com entrada franca. Informações (0xx12) 3832-1656/ 3832-1062.
São Sebastião - Os eventos serão realizados na rua da Praia, no centro da cidade, com entrada franca. Mais informações: (0xx12) 3891-2018.
Ilhabela - As apresentações musicais serão realizadas no píer, na região central da ilha. Informações pelo telefone (0xx12) 3896-2440. (Fonte: ValeParaibano)

Espetáculo de cores enfeita céu no litoral
Pelo menos 12 toneladas de fogos de artifícios promete colorir o céu durante o Réveillon; região deve receber 1,5 milhão de turistas

Litoral Norte - Um espetáculo com pelo menos 12 toneladas de fogos de artifício deverá enfeitar o céu e emociar os turistas que passarem a virada do ano nas cidades do Litoral Norte.
Segundo estimativas das prefeituras de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, quase 1,5 milhão de visitantes devem participar das comemorações do Ano Novo na região.
A queima de fogos deverá ocorrer em diversos pontos espalhados por todo o litoral. Em alguns deles, como em Caraguatatuba, o espetáculo terá duração de quase meia hora.
"A cada ano, um número maior de pessoas vem a Caraguá para ver os shows pirotécnicos. Isso já está se tornando uma tradição da cidade. As pessoas vêm de longe para ver essa festa", afirma Paulo Noronha, secretário de Turismo de Caraguatatuba.
Neste ano, a cidade deve receber aproximadamente 500 mil turistas, que poderão acompanhar de perto um grande espetáculo em três pontos da cidade --dois na praia do Centro e um em Massaguaçú.
"Esperamos ter um público ainda maior que o do ano passado", diz Noronha.
AGITO E SOSSEGO - Um verdadeiro show de luzes e cores também poderá ser visto por cerca de 400 mil turistas que são esperados São Sebastião para o Réveillon.
Neste ano, a prefeitura organizará cinco pontos de queima com mais 20 minutos de foguetório nas praias de Boiçucanga, Centro, São Francisco, Enseada e Pontal da Cruz.
"Resolvemos descentralizar a queima de fogos para que mais pessoas possam participar da festa", afirma José Cardim de Souza, secretário de Turismo de São Sebastião.
Espetáculos semelhantes também poderão ser vistos nas 12 praias da Costa dos Alcatrazes, região localizada no eixo sul da cidade. Em todas elas, a iniciativa privada organizará queimas de fogos e shows musicais.
Com investimentos um pouco menores para a virada do ano, Ilhabela e Ubatuba apostam nos cenários paradisíacos de suas praias para atrair o público.
Nas duas cidades, a prioridade será assegurar o sossego e a tranquilidade do turista. Mesmo assim, haverá queima de fogos em pontos já tradicionais, como no píer do centro, em Ilhabela, e nas praias Grande, Maranduba e do Centro, em Ubatuba.
"Seremos a principal opção para o turisma que quer descansar e desfrutar de uma ótima culinária", garante o secretário de Turismo de Ilhabela, Ricardo Fazzini.
GUARDANDO LUGAR - Desde o início do mês, um grande número de turistas já está no Litoral Norte à espera do Réveillon. Para todos eles, passar a virada à beira da praia vale qualquer sacrifício.
"Todo ano, junto um dinheirinho a mais e venho com a família para cá. Além das belas praias, a queima de fogos no Litoral Norte é um espetáculo à parte", afirma o projetista Laerte Campanelli, de São Paulo, que está em São Sebastião com a mulher e a filha desde o último dia 13. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Caraguá faz tapa-sol com foto de praia
Guardadores de carro vão vender por R$ 5 as lembranças, que trarão imagens dos principais pontos turísticos da cidade

Caraguatatuba - A AGCC (Associação dos Guardadores de Carros de Caraguatatuba) lançou o projeto Tapa-Sol Postal. A idéia é vender para os turistas e moradores tapa-sóis com imagens de vários pontos turísticos da cidade.
A comercialização será feita pelos próprios guardadores a partir do dia 2 de janeiro. Mais de 12 mil tapa-sóis devem ser vendidos durante a temporada, segundo a associação.
Segundo o conselheiro fiscal da AGCC, Jurandir Silva de Souza, as primeiras estampas serão das praias Martin de Sá e do Centro. "Com o tapa-sol, vamos divulgar as belezas do município."
O tapa-sol será vendido por R$ 5 e o flanelinha vai receber R$ 2. Hoje, 126 guardadores trabalham nas praias da Cocanha, Tabatinga, Martin de Sá, Centro e Indaiá e nos bairros. Eles não têm salário fixo.
"Vamos fazer parcerias com o comércio para que o produto também seja vendido nas lojas e em supermercados", disse.
Souza afirmou que parte do dinheiro arrecadado será destinado para as despesas da associação e para compra de cestas básicas para o fundo social das paróquias do município.
A associação também padronizou o uniforme dos guardadores. Eles vão usar crachás para facilitar a identificação.
TRÂNSITO - A partir de hoje, as prefeituras do litoral colocam em prática um esquema especial de trânsito.
Em Caraguá, a Ditran (Divisão de Trânsito) vai orientar os motoristas que seguirem para Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela a usarem três acessos alternativos após a descida da serra.
O motorista que estiver seguindo para Ubatuba terá duas alternativas para fugir do trânsito. O primeiro acesso está localizado no km 81 da rodovia dos Tamoios no bairro Rio do Ouro.
Na segunda opção, o motorista deve seguir até o trevo e entrar na avenida Goiás, que dará acesso à avenida Arthur Costa Filho (avenida da Praia), no centro.
Para São Sebastião e Ilhabela, o acesso alternativo está localizado no km 83 da Tamoios, na avenida Brasília, ao lado do terminal rodoviário.
SÃO SEBASTIÃO - Em São Sebastião o Detraf (Departamento de Tráfego) vai alterar o trânsito da região central. Na avenida Principal, será proibido estacionar veículos no sentido norte-sul das 9h às 13h e, no sul-norte, das 16h às 19h.
Nas sextas-feiras, sábados e domingos estará proibido o retorno na avenida da Praia, em frente à praça de Eventos. Uma equipe de 61 funcionários atuará no esquema especial de trânsito na cidade. (Fonte: ValeParaibano)

Maurício Maniere abriu com sucesso a temporada de verão 

Caraguatatuba - Um público de 12 mil pessoas aplaudiu, na praça de eventos, o show do cantor Maurício Maniere . Considerado um verdadeiro “pé quente” no meio artístico, o cantor não fugiu á regra, contrariando as previsões de tempo ruim. A chuva, intermitente durante o dia todo, na hora do show, parou.
Bastante acessível e simpático com a imprensa e com o público, o cantor, hoje contratado pela BMG, apresentou uma produção de palco impecável, e belíssima iluminação com efeitos movie light que valorizaram o espetáculo.
Músico de formação eclética, a cantor apresentou um remix de sucessos e algumas canções inéditas, como “ Deixa rolar” e “Meu plano”.
O show foi contagiante e quem assistiu não ficou parado. (Fonte: PMC)

Planta Raiz & Banda Arueira

Caraguatatuba - A Banda Arueira foi a primeira a apresentar-se nos shows promovidos por Borges & Gibson no Caraguá Planet Music. Cerca de 3.000 pessoas estiveram presentes na Praça de Eventos. Um público animado, amante do forró dançou e cantou com o grupo. 
Apresentando-se logo depois, a banda Planta & Raiz, que vendeu 50.000 cópias do seu mais recente CD, foi consagrada como um dos principais nomes do reggae nacional. As músicas “ Com certeza”, “Aquele lugar” e “Prá poucos” estão entre as mais pedidas nas emissoras de rádio do país e levaram ao delírio os fãs do reggae. O público foi chegando, aumentando, e ao encerrar o espetáculo , os aplausos confirmaram o sucesso do grupo. (Fonte: PMC)

Prefeitura controla som de veículos
Através da Lei que proíbe som excessivo em veículos ou ruído de qualquer natureza que perturbe o sossego e o bem estar público, a prefeitur fiscaliza motoristas na alta temporada.

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba, através da Divisão de Trânsito, irá fiscalizar, durante toda a alta temporada de verão, o som emitido pelos veículos à beira mar. Motoristas infratores da lei que proíbe volume de som acima de 45 decibéis podem ser multados e ter seus veículos apreendidos pelos agentes da Divisão de Trânsito – Ditran. No verão do ano passado, foram apreendidos 12 veículos. Este ano, de acordo com o diretor da Ditran, Cel. Celso Rapacci, dois agentes farão a fiscalização em praias como a Martin de Sá, Prainha e área central. Os agentes também atenderão as denúncias que podem ser feitas pelos telefones 3882-5550/3882-1055/3882-2430.
A fiscalização é feita, principalmente, à noite, quando os veículos costumam exceder no barulho. Para saber se o som ultrapassa ou não a lei, os agentes utilizam um decibelímetro, aparelho aferido pelo IMETRO, que mede os decibéis. Os motoristas, quando abordados são primeiramente orientados sobre a LEI
De acordo com o art. 183 da Lei Municipal nº 1.144, de 06 de novembro de 1980, que proíbe a perturbação do sossego e do bem estar público com ruídos, algazarras, desordens, barulho ou som de qualquer natureza, excessivos e evitáveis, produzidos por pessoas, materiais ou equipamentos de qualquer gênero, inclusive o som gerado e propagado por veículo. Considera-se excessivo e perturbador do sossego e do bem estar público o som de qualquer natureza que ultrapasse o limite de 45 decibéis, medido por aparelho de verificação de intensidade sonora à distância de 5 (cinco) metros do local propagador do excesso. Motoristas que não respeitarem a lei estarão sujeitos à multa de R$ 300,00 (trezentos reais); apreensão e remoção do veículo, quando este é utilizado pelo infrator como gerador e propagador de som excessivo; e ainda o pagamento das taxas e das despesas com a remoção e a estada do veículo. (Fonte: PMC)

Praias de Caraguá têm massagistas profissionais

Caraguatatuba - Turistas e banhistas já podem se beneficiar com mais uma atrativo nas praias de Caraguatatuba: a Tenda de Massagem na Praia, que pela terceira vez é inserido no projeto de verão da cidade. O projeto, promovido pela Secretaria Municipal de Turismo, já conta com profissionais credenciados que farão aplicações de massagem anti-estresse, em tendas distribuídas nas praias Indaiá, Centro, Martim de Sá, Cocanha, Mocóca e Prainha. Em algumas praias, haverá mais de uma tenda. Os massagistas estarão atuando a partir do dia 20 de dezembro e permanecerão até 1º de março.
As massagens custam entre R$ 10,00 e R$15,00 para cada 15 minutos e podem ser feitas no horário das 8 às 20 horas. O massoterapeuta Luiz Yoshida, de São Paulo, está participando pela segunda vez do projeto junto com o massoterapeuta Issamu Okabe. Eles aplicam o shiatsu, um tipo de massagem; e, oferecem na tenda duas opções, a Quick (cadeira) e a maca. Ele disse que quem já conhece a massagem prefere a maca, que deixa a pessoa em posição deitada, enquanto que a cadeira deixa a pessoa sentada. " O projeto é muito interessante porque une a praia, a brisa e a sombra, num ambiente ideal para quem quer relaxar. (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo



Estrada de Castelhanos é interditada


Ilhabela - A Defesa Civil de Ilha Bela interditou na tarde de segunda-feira a estrada que dá acesso à praia de Castelhanos. Segundo o presidente da Defesa Civil da cidade, Klaus Bruder, a decisão foi tomada em conjunto com a administração do Parque Estadual de Ilhabela, como medida preventiva, para evitar que ocorram acidentes devido ao mau estado da estrada. 
“Pretendíamos desinterditar a estrada ainda hoje (ontem), mas devido à forte chuva que caiu na noite de ontem (segunda) achamos melhor mantê-la interditada”, informou Bruder.
Alexandre de Souza Reis, funcionário de uma empresa que faz passeios com Land Rover na região, afirmou que há cerca de uma semana a estrada está em péssimas condições. “Tivemos que cancelar os passeios porque não está dando pra passar. Os carros que se arriscam têm que ser rebocados pra sair de lá”. Reis relata que o trecho conhecido como Ponta das Canas é onde a situação está mais crítica.
O diretor de obras da Prefeitura, Antônio Carlos Cajado Simões, explicou que a responsabilidade pela estrada é do DER (Departamento de Estradas e Rodagem), mas a prefeitura pretende realizar obras de urgência para resolver o problema. “Assim que o tempo melhorar iremos realizar algumas obras emergenciais na estrada”, afirmou Simões, referindo-se à passagem de uma máquina pelo local e à colocação de cascalho nos piores trechos.
A estrada, que tem 22 quilômetros, é o único caminho para se chegar até a praia por terra. E essa não é a primeira vez que enfrenta problemas desse tipo. No mês passado alguns turistas ficaram atolados por conta do mau estado de conservação da estrada. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Presos fazem carcereiro refém e destróem a cadeia em motim de 16 h
Polícia é obrigada a cercar o prédio com 75 homens para evitar fuga; detentas em Pinda também se rebelam e queimam colchões

São Sebastião - Uma rebelião na Cadeia Pública de São Sebastião terminou ontem de manhã após 16 horas de motim e resultou na transferência de 19 dos 184 detentos para presídios de Taubaté e Potim. Na ação, um carcereiro foi mantido refém, sob a mira de um revólver calibre 38, e a cadeia foi praticamente destruída. Ninguém ficou ferido.
Outra rebelião foi registrada no Vale do Paraíba no dia do Natal. Na Cadeia Feminina de Pindamonhangaba, 51 presas promoveram um motim que durou uma hora e meia e terminou com a queima de seis colchões (leia texto nesta página).
A última rebelião na Cadeia de São Sebastião aconteceu há 10 anos. Ontem à tarde, foram iniciadas as obras de recolocação das grades das 10 celas e de reconstrução das paredes. Enquanto as obras eram realizadas, os presos ficaram no pátio (leia texto nesta página).
Um grupo de 20 policiais, entre civis e militares, permaneceu em volta do prédio para garantir a segurança na cadeia. Durante a rebelião, 40 policiais militares e 35 civis da cidade cercaram o local para evitar fugas.
Com capacidade para 60 presos, a cadeia tinha até ontem um total de 184 detentos distribuídos em 10 celas. Dos 19 presos transferidos, 15 foram encaminhados à Penitenciária de Potim e quatro foram levados para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Taubaté.
O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, abriu sindicância para apurar responsabilidades e descobrir como a arma entrou na cadeia. Ele disse que vai tentar nos próximos dias a transferência de outros detentos para presídios da região.
"No último domingo, pelo menos 230 pessoas entre amigos e familiares dos detentos estiveram aqui durante a comemoração de Natal. Apesar da revista que fizemos, acredito que a arma tenha entrado com alguma dessas pessoas." Ele descartou pelo menos por enquanto a suspensão de benefícios dos presos devido à rebelião. No local, os detentos têm direito à visita íntima. "Nossa preocupação agora é reconstruir a cadeia e evitar fugas", afirmou Barbosa Filho.
MOTIM - A rebelião começou às 18h de anteontem, no momento em que o carcereiro Arnaldo Paiva, 37 anos, conduzia os 184 presos do pátio para as celas. Os detentos estavam no banho de sol desde as 13h.
Paiva, que trabalha há cinco meses na cadeia, foi surpreendido pelos presos, que o mantiveram sob a mira de um revólver calibre 38.
Ao perceber a ação, o outro carcereiro de plantão trancou o portão que separa o pátio das 10 celas, impedindo a fuga dos 184 detentos. Ele chegou a ser alvejado, mas o tiro não o atingiu.
Os detentos reivindicavam o esvaziamento da cadeia, com a transferência dos 184 presos, a saída do diretor da unidade e a presença do juiz-corregedor da Comarca de São Sebastião.
As negociações, conduzidas por Barbosa Filho, foram interrompidas às 23h de anteontem e reiniciadas ontem às 7h30. Às 10h, os presos soltaram o carcereiro, mantido refém numa das celas, e entregaram o revólver. Na revista às celas após o motim, a polícia encontrou um celular.
Após ser libertado, Paiva não comentou o assunto com o ValeParaibano. (Fonte: ValeParaibano)

Polícia reforma celas destruídas

São Sebastião - A Polícia Civil de São Sebastião começou ontem à tarde a reconstrução da cadeia, praticamente destruída durante a rebelião.
Durante o motim, os 184 presos arrancaram as grades das 10 celas e quebraram as paredes. Com o início das obras, eles foram transferidos temporariamente para o pátio, ficando sob a vigilância de 20 policiais armados, entre civis e militares.
O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, pediu urgência nas obras e acredita que o trabalho possa estar concluído até hoje.
"Cada cela tem duas grades, uma externa e outra interna. Se forem colocadas pelo menos uma em cada cela, já poderemos levar os presos de volta. Queremos acabar o trabalho até amanhã (hoje)."
Construída há 30 anos, a cadeia tem capacidade para 60 presos e até o momento da rebelião abrigava 184. Após o motim, não foram encontrados objetos ou armas que possam ter sido utilizados na depredação.
"O prédio é bem antigo e quando os detentos começaram a bater nas paredes e forçar as grades elas não aguentaram", disse Barbosa Filho. Segundo ele, deverão ser investidos cerca de R$ 50 mil na reconstrução. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião reabre prazo para concurso

São Sebastião - O Cebimar (Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo) de São Sebastião reabriu o prazo de inscrições para o concurso público destinado à contratação de um auxiliar de laboratório. O salário inicial é de R$ 809,01. As inscrições devem ser feitas entre os dias 6 a 9 de janeiro, das 13h30 às 16h30, na sede do órgão. Um novo prazo de inscrições foi aberto pelo Cebimar porque na seleção anterior, apenas uma pessoa havia se inscrito. Os participantes do concurso devem ser maiores de 18 anos, ter diploma do ensino fundamental, carteira válida de Arrais Amador e credencial para mergulhador autônomo. A taxa de inscrição é R$ 11. (Fonte: ValeParaibano)

Ceia acaba em morte em São Sebastião

São Sebastião - Duas pessoas morreram e três ficaram gravemente feridas após uma tentativa de chacina na madrugada do dia do Natal no bairro Jaraguá, em São Sebastião. As vítimas são da mesma família e comemoravam o Natal em casa quando foram atingidas por mais de 10 tiros disparados por dois indivíduos que chegaram ao local de moto.
Adilson da Silva Oliveira, 30 anos, e Neuci Aparecida Santana, 22 anos, morreram ao dar entrada no Pronto-Socorro de São Sebastião, após serem socorridos por populares.
Leonice Fernandes, 54 anos, Cristiane Geovana Bernardes, 21 anos, e C.F.S., 16 anos, estão internados no Hospital de Clínicas. Oliveira e Neuci foram enterrados ontem.
Os dois assassinos não tinham sido localizados pela polícia até as 18h de ontem. O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, acredita que a tentativa de chacina foi um acerto de contas entre gangues rivais.
"Pelas informações que já levantamos, na semana passada, representantes dessa família que teve duas pessoas mortas hoje (ontem) tentaram matar integrantes de um grupo rival", disse o delegado.
Segundo ele, as duas pessoas que morreram e as três que foram feridas não tinham passagem pela polícia. "Vamos investigar agora quem seriam os familiares deles com passagem e com quem estariam brigando."
Ele não soube informar o grau de parentesco das vítimas. Familiares das vítimas não quiseram comentar o assunto durante o velório de Oliveira e Neuci.
OPERAÇÃO - Cristiane, que foi alvejada no tórax, foi operada na madrugada de ontem e está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital de Clínicas.
C.F.S., ferido nos pés e mãos, seria operado ontem à tarde, a exemplo de Leonice, que teve ferimentos generalizados pelo corpo. Segundo o hospital, os três não correm risco de vida.
Funcionários do Pronto-Socorro, do Hospital de Clínicas e de uma funerária de São Sebastião informaram que Leonice é avó de Neuci, que morreu, e de C.F.S., que sobreviveu, e sogra de Adilson, que também morreu. Eles não souberam informar o grau de parentesco de Cristiane com as demais vítimas. (Fonte: ValeParaibano)

Ciretran fecha para reforma em São Sebastião

São Sebastião - A Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) de São Sebastião vai retomar o atendimento ao público na próxima semana, quando parte do forro do prédio, que desabou na última terça-feira, estará consertado. No momento em que a estrutura de madeira caiu, trabalhavam no prédio quatro funcionários, além da delegada Elyana Camargo. Ninguém ficou ferido. A Polícia Científica realizou uma perícia no local, mas a principal suspeita é que o forro estava comprometido pela ação de cupins. A Ciretran presta serviços de expedição de carteiras de habilitação e licenciamento de veículos, entre outros. (Fonte: ValeParaibano)

Praça do Coreto recebe serviços de manutenção 

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, através da secretaria de Serviços Urbanos, está realizando o serviço de manutenção na Praça do Coreto, no centro da cidade.
A praça do coreto está recebendo “um banho de loja”, sendo feito toda pintura dos telhados e bancos da praça, será aplicado azulejos com motivos musicais, dando ao coreto uma temática musical, que na realizada é o que a praça do coreto representa, disse a diretora de Obras Públicas, Zeljka Djordjevic.
“Será feito até a próxima semana a parte de elétrica, quando serão instalados os refletores que darão um visual a mais nas árvores existentes no coreto, que por sinal são belas, e também uma limpeza geral do jardim e recuperação, renovação do plantio”, disse Zelika.
Quanto à casinha da Sabesp existente na praça, atendendo uma solicitação do prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, que abriga uma bomba de tratamento de esgoto, da Sabesp, será reformada. “Como essa bomba não é subterrânea, não é possível sumir com ela, portanto, executaremos uma reforma na casinha, para dar um charme maior ao local”. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur pedro Resende Imóveis

Grupo especial reforça busca ao piloto
Operação ganha auxílio de aparelho especial da FAB hoje; buscas foram interrompidas ontem devido ao mau tempo

Ubatuba - Um helicóptero Super Puma da FAB (Força Aérea Brasileira) vai reforçar a partir de hoje às buscas ao helicóptero e piloto desaparecidos na noite da última terça-feira, na Serra do Mar, entre Ubatuba e Paraty (RJ). As buscas devem ser retomadas hoje, se o tempo melhorar.
A aeronave trabalhará em conjunto com o COE (Comando de Operações Especiais) da Polícia Militar e um grupo de Força-Tarefa do Corpo de Bombeiros de São Paulo, acionados ontem à tarde.
O reforço foi pedido devido à dificuldade de localização do aparelho. Até então, apenas um helicóptero Águia da Polícia Militar de São Paulo atuava na busca.
Segundo o tenente Adriano Marcos Rondello, comandante do 17º Grupamento de Bombeiros do Guarujá (SP), o helicóptero não pôde sobrevoar a área ontem devido ao mau tempo.
O Grupamento de Bombeiros é responsável por busca e salvamento em todo o litoral paulista. "O equipamento de rastreamento via satélite de sinal de socorro do helicóptero desaparecido continua emitindo sinal. Estão sendo feitas buscas pelo Rio e também pela região de Cunha", disse Rondello.
Rondello disse que cerca de 40 pessoas estão envolvidas nas buscas pelo piloto Sidney Celso Bertero, 42 anos, que fez o último contato via rádio durante o vôo a oito minutos de Paraty.
"O sinal (do helicóptero que caiu) tem 18 quilômetros de área de abrangência. Se tiver um fio de esperança de vida nós mandamos tudo", disse Rondello.
O Serviço de Busca e Salvamento da Aeronáutica do Rio de Janeiro foi procurado por telefone mas nehum responsável foi localizado para falar sobre o assunto.
HISTÓRICO - O helicóptero de pequenas dimensões saiu de Carapicuíba (SP) no dia 23 e à noite o piloto Bertero fez o último contato anunciando que faria um pouso de emergência devido ao mal tempo e à falta de visibilidade. A aeronave seguia sentido Paraty.
A Defesa Civil de Ubatuba e do Rio de Janeiro e a Polícia Ambiental estão dando apoio aos trabalhos de busca. A Força-Tarefa é especializada em buscas em mata fechada e o helicóptero Super Puma possui equipamentos de rastreamento, resgate e serviços médicos. As buscas anteontem foram até à 1h30.
PROJETO - A Prefeitura de Ubatuba possui um projeto para ampliação e reformas no Aeródromo de Ubatuba com a implantação, homologação e operação de um heliporto, com sistema de coordenação de tráfego aéreo, assistência, busca e salvamento.
O projeto deverá ser desenvolvido em parceria entre a prefeitura, Governo do Estado de São Paulo e iniciativa privada. O projeto começos a ser estudado após o acidente ocorrido no dia 27 de julho de 2001, em Maresias, São Sebastião, com o helicóptero do Grupo Pão de Açúcar.
O acidente matou o piloto e a modelo Fernando Vogel, namorada do empresário João Paulo Diniz. (Fonte: ValeParaibano)

Acidente em 2001 matou 2 em Maresias

No dia 27 de julho de 2001, um helicóptero com quatro pessoas a bordo --entre elas João Paulo Diniz, filho mais velho do presidente do Grupo Pão de Açúcar, Abílio Diniz-- caiu no mar, perto de Maresias, em São Sebastião.
Diniz sobreviveu depois que conseguiu nadar por quase três horas até a praia para pedir socorro.
O piloto Ronaldo Jorge Ribeiro, 47 anos, e a modelo Fernanda Vogel, namorada de Diniz, morreram. O helicóptero havia decolado do Campo de Marte, em São Paulo, em direção ao Litoral Norte, onde Diniz ia passar o final de semana.
Na hora da queda do helicóptero chovia muito próximo à praia de Maresias, com ondas com mais de 2,5 metros e ventos fortes, segundo informações do CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista.
SÃO JOSÉ - Um helicóptero modelo Esquilo, da Aeronáutica, no dia 6 de março de 2002 caiu no gramado da pista de pouso do CTA (Centro Técnico Aeroespacial) em São José dos Campos. O acidente ocorreu por volta das 9h30, em um vôo de treinamento, com três tripulantes. Eles tiveram ferimentos leves. (Fonte: ValeParaibano)

Homem tenta agredir policial em Ubatuba

Ubatuba - O desempregado Leandro Souza Lima, 21 anos, de Ubatuba, foi preso ontem à tarde acusado de agredir um policial militar. A agressão teria ocorrido na hora em que Lima tentava furtar o toca-fitas de um carro no bairro Sumaré. O PM surpreendeu Lima que, para tentar fugir, agrediu o policial. Lima ficou detido na cadeia pública. Em Lorena, o autônomo Luis Carlos da Silva, 48 anos, registrou uma denúncia de lesão corporal nas Polícias Militar e Civil. Silva alegou que foi agredido com socos e pontapés e foi esfaqueado no bairro de Olaria. (Fonte: ValeParaibano)

Programação Reveillon 2004 em Ubatuba

Avenida Iperon - Praia do Cruzeiro
Shows: Bandas Samba Moleque (Salvador) e Banda Didi Suibiu no Cristo (lançamento da Sony Music - Rio de janeiro)
Horário: á partir das 23:00h
Show Pirotécnico de 10 minutos
Local: Mirante da Estátua de São Pedro
Horário: 00:00h
Descritivo: Espetáculo Pirotécnico composto por artefatos de 1 e meio "a 10" de diamêtros, com alcance entre 70 e 450 metros de altura, com mais de 100 tipos de efeitos e 400 combinações de cores.

Praia Grande - Canto Esquerdo da Praia
Shows: Banda Mureta e Banda Houdine (lançamento da Sony Music - Rio de Janeiro)
Horário á partir das 23:00h
Show Pirotécnico de 10 minutos
Horário: 00:00h
Descritivo: Espetáculo Pirotécnico composto por artefatos de 1 e meio "a 10" de diamêtros, com alcance entre 70 e 450 metros de altura, com mais de 100 tipos de efeitos e 400 combinações de cores.

Marginal da Praia Maranduba
Show: Estilo Livre Banda Show
Horário: á partir das 23:00h
Local: Marginal da praia Maranduba
Horário: 00:00h
Descritivo: Espetáculo Pirotécnico composto por artefatos de 1 e meio "a 10" de diamêtros, com alcance entre 70 e 450 metros de altura, com mais de 100 tipos de efeitos e 400 combinações de cores. (Fonte: SETUR)

Crônica Topo

Natal branco.

Fazia frio e chovia naquela noite. Chuva fina que tornava o asfalto reflexivo, povoando-o de figuras luminosas em constante mutação. Poucos carros nas ruas, o último bonde passara há quinze minutos. O bar já deveria estar fechado não tivesse o barman adormecido. Foi providencial, senão eu estaria na rua. Observar o movimento através de um copo de gin on- the-rocks é um bom exercício para passar o tempo. A luz desviada pelo sistema óptico-etílico cria imagens distorcidas, sugerindo a possibilidade de uma outra realidade. Imaginei estar sentado defronte a um visor de uma dimensão sem natal. Bêbados imaginam coisas, se bem que eu ainda estivesse na linha da sobriedade. Talvez, nesse mundo colorido de linhas tortas, fosse mais fácil estar só nessa noite. Lá fora o trânsito rareava. Sem o movimento dos veículos o jogo perde o sentido. A imagem transmuta-se em fotografia fora de foco, sem significados. Levantei-me para buscar uma tônica na geladeira, serviria para suavizar o gin e manter-me ocupado. A noite seria longa. Caminhei com cuidado para não acordar o companheiro de solidão. A temperatura baixara, meus pés estavam gelados. Não voltei para o balcão, fui acomodar-me no fundo do bar perto da lareira. O piano de cauda refletia na tampa negra, a luz vermelha do semáforo da esquina. Fez-me lembrar a pintura laqueada do Zero de Guadalcanal. Quando a luz mudava de cor, tornando-se amarela ou verde ele mergulhava nas nuvens. Eu vasculhava o horizonte procurando-o e tentando abatê-lo, em vão. Aquele japonês voava como um diabo, mas desta vez não escaparia. Logo, eu estava quase grudado na sua cauda. Acionei as metralhadoras do P-38, mas ele desapareceu numa nuvem amarelada. Foi por pouco, eu esperaria, o combustível era suficiente. Deixei a batalha por alguns instantes e, quando fazia um checking cruzado do painel, notei a porta do bar sendo aberta. Teríamos companhia. O barman acordou assustado. Recompôs-se, consultou o relógio e começou a passar um pano sobre o balcão de madeira envernizada em preparativos para atender ao novo cliente. Era um bom profissional. A nuvem de Guadalcanal foi sumindo aos poucos, enquanto eu observava o recém chegado. Após tirar a capa, o cachecol e as luvas, sentou-se em frente ao balcão. Pediu alguma coisa que me pareceu ser whisky e sussurrou algo no ouvido do barman que fez um gesto de concordância com a cabeça. Com o copo não mãos ele cumprimentou-me, por pura formalidade. Abriu a tampa do piano e começou a dedilhar alguns acordes. Enquanto tocava, cantarolava baixinho. A repetição sugeriu-me a busca de uma forma harmônica para unir certos acordes. Era agradável ouvi-lo trabalhar. Quando eu havia entrado totalmente no mood repetitivo, ele levantou-se e nos pediu licença para apresentar sua mais recente composição. Concordamos. Ele tocou então uma canção que nunca esquecerei e acredito que isso acontece com todos que a ouvem. No final eu e o barman aplaudimos com entusiasmo. Houve biz e triz. O inesperado show fixou-se em minha alma. Pressenti que acabaria confundindo aquela música com o natal. Estariam para sempre ligados, a data e a canção. Após a apresentação ele fechou a tampa do piano e foi sentar-se onde estava antes, próximo ao balcão. Pediu outro drink e ficou contemplando a chuva através das paredes de vidro do bar. Perguntei seu nome. Irving foi a resposta. Irving Berlin. Eu quis então saber o nome da música. Ele, depois de pensar um pouco, disse que não havia decidido ainda. White, White Christmas, isso mesmo, é um bom nome, White Christmas, finalizou com ar de que a conversa já tinha ido longe demais. O barman tornou a adormecer. Aos poucos retornei ao teatro da guerra. Lá estava o Zero, bem na minha frente, não haveria como errar. Apertei o botão do manche e as metralhadoras do P-38 cuspiram fogo. Por precaução usei os canhões de 20 mm do nariz. Desta vez não haverá uma nuvem para salvá-lo. Após quinze segundos de fogo ininterrupto acreditei ter posto um fim na missão, logo eu teria mais uma marca ao lado do cockpit. Fiz então uma longa curva para a esquerda saboreando a vitória, essa batalha estava terminada. Logo percebi o engano. O Zero passou intacto na minha frente, esfregando o Sol vermelho na minha cara, como que me acusando de incompetente. Eu nunca errara de tão próximo! Nesse momento me dei conta da razão da má pontaria. Meus olhos estavam cheios de água. Meu erro foi, em plena batalha, lembrar daquela canção. 

Sidney Borges 
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html 

 

Conto em Capítulos Topo

Clique para acessar  os capítulos anteriores
Clique para acessar os capítulos anteriores

Capítulo 12: O seqüestro.

Enquanto o meu amigo e a namorada estudavam o cardápio examinei a fotografia cuidadosamente. O papel era mais encorpado do que o normal e não havia nada que a diferenciasse de outra fotografia. Pelo menos eu não notei. O homem que serviu de modelo estava sentado em uma cadeira tendo atrás de si apenas vegetação. Parecia uma cerca de sebe ou um muro coberto de hera. A foto era em preto e branco. Olhei mais uma vez para ter certeza, pesquisei a memória, quem sabe fosse alguém que conheci quando criança. Nada, eu nunca vi aquele sujeito em minha vida. Qual seria o propósito dele ter-me dado a tal fotografia? O ambiente descontraído fez bem, o casal não tinha idéia das aventuras que eu estava vivendo. Normalmente sou expansivo, naquela noite estava quieto. Paulinho notou, perguntando se era alguma garota a razão do mutismo. Antes fosse eu respondi e quase nada acrescentei. Depois do janta r saímos do restaurante e rumamos para a Lapa num jipe barulhento. Na casa, enquanto discutíamos onde eu ia dormir, Vera se despediu. Ela tinha aulas no outro dia cedo, naquela época não era costume namorados dormirem juntos. Havia hipocrisia geral, todos o faziam, mas fingiam que não. Nunca entendi esse comportamento. Sei que uma forma de exercer poder sobre as pessoas é controlar a vida sexual delas. O instinto de procriação é maior do que qualquer freio moral. Muitos loucos foram assim produzidos, servindo para enriquecer os psicanalistas. Paulinho pegou uma garrafa de conhaque e acendeu o fogareiro que servia para aquecer o chalé. Estava frio. Começamos a conversar, contei o que estava acontecendo por alto, omitindo detalhes para não tornar a coisa longa. Ele disse que talvez a foto fosse para eu reconhecer a pessoa quando a encontrasse. Fazia sentido. A música de Lalo Schifrin, o conhaque e o cansaço devido às flutuações bruscas de humor fizeram-se presentes, senti um s ono pesado. Pedi desculpas, mas acabei adormecendo no sofá. Quando o disco acabou acordei. Eu tinha apenas cochilado. Notei que o meu amigo já fora para o quarto. A cama onde eu iria dormir estava preparada. Deitei e apaguei. No outro dia, bem cedo, surgiram os problemas decorrentes da condição humana. Eu tinha de escovar os dentes e para isso precisaria comprar uma escova. Fui dirigindo o jipe barulhento encontrar uma farmácia. Comprei também um desodorante. Se houvesse uma loja aberta eu teria comprado uma camisa, consultei o relógio, eram seis e vinte da manhã. Tomei café numa padaria, onde comprei um jornal para ler na volta. Encontrei Paulinho desperto e pronto para sair para o trabalho. Aproveitei a carona, eu teria mais cedo ou mais tarde que retornar ao apartamento. Ele foi comigo. Não havia sinal da garota, tudo estava em ordem, inclusive a pizza que foi colocada no forno. Como todos sabem pizza amanhecida é uma delicia. Depois que ele foi embora entrei no chuveiro onde fiquei por um quarto de hora. Uma coisa me martelava a cabeça. Havia muita coisa inexplicável em toda a história, mas um detalhe me incomodava. Pelos relatos que me foram feitos, os visitantes vinham de um planeta fora de nossa galáxia. Isso correspondia a distâncias muito acima das possibilidades dos artefatos terrestres. Para sair da galáxia, um veículo viajando na velocidade da luz levaria milhares de anos. Deveria existir alguma forma de encurtar o caminho. Os veículos também me intrigavam. Qual o tipo de combustível que os dotava de tamanha autonomia. Embora os alienígenas se dissessem carnívoros, não havia lugar nas naves diminutas para armazenar alimentos. O que eles comiam nas viagens? Eram muitas perguntas para o meu diminuto cérebro aritmético responder. Como diria o Robô do seriado “Perdidos no Espaço”: não tem registro! Preparei-me para enfrentar a rotina entediante do cotidiano. Ao contrário dos heróis do cinema, eu tinha de trabalhar para pagar as contas, embora também estivesse ocupado tentando salvar a humanidade como qualquer Flash Gordon. Cheguei cedo no escritório onde trabalhava como desenhista técnico. O trabalho cheio de detalhes, porém automático, me absorveria enquanto a mente livre poderia organizar uma estratégia para enfrentar os fatos que ainda estavam por acontecer. Na verdade eu sabia que nada poderia ser planejado. Um paradoxo da vida é esse, por mais que nos preparemos para ela, sempre há imprevistos fora do roteiro. Ou melhor, não existe roteiro, é tudo de improviso. Pouco antes da hora do café, um contínuo disse que havia visitas para mim na recepção. Pensei ser o cliente do escritório ao lado, para quem estávamos desenvolvendo um rótulo de vinho. Ao chegar na recepção uma surpresa me aguardava. Os dois que eu não queria encontrar me encontraram. Lá de pé e sorridentes a garota da qual eu havia fugido ao lado do rapaz que me seguiu e acabou me dando a fotografia. Pedi licença ao chefe e saí com eles. Pense i em nos sentarmos em um café para conversar. Eles tinham outras idéias, fui gentilmente convidado a entrar numa Kombi. Saímos rumo à estrada de Santos e só quando estávamos nela é que me dei conta que estava sendo seqüestrado. Seqüestrado por alienígenas numa Kombi! Isso é que é aventura!

Sidney Borges 
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html 

Carta do Leitor Topo

Descaso - O ano passado escrevi uma carta para o Litoral Virtual contando que o filho de minha caseira havia quebrado o braço numa sexta-feira em Boissucanga e só conseguiu ser atendido por um ortopedista em São Sebastião na segunda, tendo passado o fim de semana chorando de dor. Recebi uma resposta do secretário da saúde que afirmou ter sido um problema de informação pois existem médicos para pronto atendimento. Novamente o descaso se repete. Dessa vez a caseira quebrou a perna, hoje dia 23 e foi informada que só poderá ser atendida na próxima segunda dia 29. Mas o que significa isso senão puro descaso. Com o valor que pagamos de impostos nesse município era para se ter um serviço médico de primeiro mundo. Quero saber o que vai ser respondido agora. Se for desencontro de informações, peço então, para avisarem ou então irem buscá-la em casa que é o mínimo que se pode fazer depois de tamanha falta de humanidade.
atenciosamente

Yara Rovai 
Boissucanga
São Sebastião, SP

Foto do Dia Topo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

Gaivota FM
Participe você também com seu comentário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


Marcos Borges da Silva - artista plástico Mykonos Turismo

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor