Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 09 de janeiro de 2004 - Nº 946 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
O Litoral Norte é radical
Adrenalina para ir às praias selvagens
Atividades têm versões leves para iniciantes
Litoral também reúne esportes praticados em montanhas
Trilha revela paisagens da Mata Atlântica
Exploração de caverna exige preparo físico
Aventuras de um rapeleiro de primeira viagem
Rota do Surfe
Fim-de-semana terá chuva na região
Escola da Família define ações do projeto estadual no Litoral Norte


Caraguatatuba
Juiz manda PM escoltar detentos
Martin de Sá volta a ficar imprópria para o banho
Programação esportiva de verão começa sábado
Caraguá hospeda renomado cantor alemão


Ilhabela
Mulher muda versão de morte em Ilhabela
Advogada se nega a falar sobre o caso
Ilhabela vai ser sede da Casa do Sol 2004
Ilhabela abre inscrições para o Projeto Navegar
Agito Verão 2004 em Ilhabela
Prefeito Manoel Marcos verifica pessoalmente obras da Sabesp
Equipe de Ilhabela no Campeonato Brasileiro
Ilhabela é o primeiro município a cadastrar cartões do SUS
Prefeitura amplia prédio da Escola Municipal Salvador Arena


São Sebastião
Verão Limpo começa amanhã em São Sebastião
Maresias tem aulas de surfe e futvôlei para iniciantes
Shopping na praia atrai turistas
A emoção das crianças do “Interior na Praia” em um passeio pelo Canal
Delegacia Seccional divulga locais de comícios eleitorais
Casal é preso com maconha, cocaína e arma no Itatinga
Prefeitura aplica R$15 mil em multas contra evento em Maresias


Ubatuba
Sucos saborosos e refrescantes nesta temporada
Programação Fundart Janeiro 2004
Sexta imperdível no Beethoven

Seções
Conto em Capítulos
Artigo
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

O Litoral Norte é radical
No ar ou na água, modalidades inéditas desafiam o limite das emoções de turistas e viram febre nesta temporada

Litoral Norte - Se você é o Indiana Jones do seu bairro, pode se preparar: neste verão, novos esportes radicais prometem elevar à enésima potência as emoções dos aventureiros que visitarem o Litoral Norte.
Para este ano, a região aposta em modalidades inéditas que deverão ser verdadeiras "febres", capazes de causar calafrios até mesmo nos mais corajosos.
Uma delas é canyoning, que reúne técnicas de diversos esportes de aventura para a exploração de cânions (estreitos trechos de rios situados entre paredões de pedra) e cursos de rios acidentados.
Também conhecida como canionismo, a modalidade utiliza técnicas como caminhada em leito, escorregador, natação, tirolesa e cascading (rapel em cachoeira).
"Esta será a primeira temporada do canyoning no Litoral Norte. Apesar de ter surgido na Europa, ele é um dos melhores esportes para o calor", disse Humberto Cunha Olguns, monitor da Aventuras Mata Atlântica, de São Sebastião.
Desbravando trilhas, subindo em rochas e se aventurando em rios, o esporte é ideal para aqueles que querem sentir a cor, o som, o aroma e a vida da floresta.
"O canyoning possibilita um contato com a natureza que nenhum outro esporte proporciona. É uma coisa de outro mundo", disse Olguns.
Até agora, o local mais utilizado para a prática do canyoning no Litoral Norte tem sido um cânion localizado a poucos metros da cachoeira da Samambaia-Açu, em Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião.
Lá, aventureiros com disposição e coragem encaram um percurso de 400 metros ao longo do ribeirão do Itú em grupos de, no máximo, 10 pessoas. O trajeto é repleto de quedas d'água, trechos irregulares e pedras.
PÊNDULO - Outro esporte radical que promete trazer fortes emoções ao Litoral Norte neste verão é o hope swing, uma variação do bungee jump.
Nele, uma corda elástica é presa em um dos lados de uma enorme ponte com 40 metros de altura, passa por baixo dela e é presa à cintura e aos tornozelos do aventureiro, que salta do lado oposto.
O resultado é uma queda livre a uma velocidade alucinante, seguida por um vai-e-vem que transforma o aventureiro em um pêndulo humano. Durante aproximadamente três minutos, há tempo para sentir as mais variadas emoções.
"Ao chegar ao alto da ponte, dá um friozinho na barriga. Depois, durante a queda, o medo se transforma em pânico. Já no final, a sensação é que a gravidade não existe", afirmou a empresária Adrieli Monteiro, 25 anos, que já encarou o novo desafio.
O endereço dessa aventura é a Mata Atlântica, na divisa entre Caraguatatuba e São Sebastião, em uma antiga ponte desativada. O esporte é indicado para pessoas com mais de 7 anos de idade e que (é lógico) não tenham problemas cardíacos.
NO AR OU NO MAR - Mas nem só de canyoning e hope swing vai viver o aventureiro que for ao Litoral Norte neste verão.
Há ainda o kitesurf (espécie de prancha de windsurf tracionada por um pequeno parapente que possibilita velocidade e muitas manobras), o parasail (pára-quedas puxado por uma lancha), a tirolesa, a escalada, o caiaque, o banana-boat... (Fonte: ValeParaibano)

Adrenalina para ir às praias selvagens
Para conhecer as praias paradisíacas, turistas enfrentam os desafios das trilhas escorregadias e o cansaço físico

Litoral Norte - Borrachudos, trilhas escorregadias, travessias de rios, estradas de terra esburacadas, muita lama e cansaço. Pouco importa, a emoção de se chegar em praias selvagens e paradisíacas do Litoral Norte paga pelo esforço.
São lugares onde é possível ouvir o canto das aves e o barulho das ondas em vez da miscelânea musical das praias mais frequentadas. Os olhos e a mente também agradecem a recompensa pelo "sacrifício".
E as vantagens não terminam por aí. Ao chegar nestas praias, temos oportunidade de conhecer um pouco do modo de vida do caiçara, já que em muitas delas abrigam comunidades isoladas.
Para quem gosta de emoção, em Ubatuba, existe uma trilha que liga as praias de Lagoinha à Fortaleza, num percurso de cinco horas de caminhada, passando por redutos caiçaras e belíssimas praias.
A aventura começa na costeira do lado esquerdo da praia de partida. O início da trilha é um pouco fechada e sinuosa, mas a todo instante encontram-se casas de moradores e veranistas.
A primeira prainha pela qual passamos recebe o nome de Oeste, em seguida, a do Peres. A partir dela, não há mais habitações no caminho até chegarmos a prainha do Bonete, de águas muito claras e verdes que contrastam com a areia branca e fina.
Em sua extremidade direita deságua um riacho cuja água é potável e onde pode se tomar um banho. Na costeira existe um tronco com aspecto da cabeça de uma serpente gigante.
A próxima praia é a Grande do Bonete. Nela, o caiçara vive numa vila tradicional, pescando e improvisando refeições e bebidas para os turistas que vão visitar o local na temporada.
Parte da praia foi ocupada por casas de veraneio, em geral rústicas para acompanhar o estilo da vila de pescadores, e seus proprietários, na maioria, optam pelo barco para locomover-se até elas.
A partir daí, a trilha torna-se íngreme e sinuosa. Aconselha-se evita-la no horário de sol forte. Depois de uma caminhada chega-se ao auge do passeio para os apreciadores de belezas naturais.
A praia Brava do Bonete e praia do Cedro são separadas por uma pedra. Nada existe no local, a não ser um casebre onde vive um pescador, que cuida, com muito carinho, da limpeza da praia.
O passeio pode acabar por aí se ainda não restar disposição para caminhar mais 30 minutos para chegar à Praia da Fortaleza. O acesso é feito por um trilha mais fechada e cheia de lugares escorregadios devido à umidade. (Fonte: ValeParaibano)

Atividades têm versões leves para iniciantes

Litoral Norte - Quem nunca se aventurou antes em um esporte radical, mas tem vontade de conhecer algum deles não precisa ter medo: mesmo as modalidades mais radicais possuem versões "café-com-leite".
Na maioria dos casos, as equipes de ecoturismo e esportes radicais que atuam no Litoral Norte oferecem versões mais "lights" para pessoas de diferentes idades.
"Já acompanhamos grupos com crianças de 6, 7 anos, e até gente com mais de 50. É só ter um pouquinho de disposição", afirmou Humberto Olguns, monitor da equipe Aventuras Mata Atlântica, de São Sebastião.
Segundo os aventureiros mais experientes da região, não é preciso ser "maluco" para encarar um esporte radical --basta gostar de atividades físicas e ter certa dose de ousadia.
É possível, por exemplo, fazer rapel recreativo (nele, basta seguir um instrutor), vôo duplo de asa-delta ao lado de um piloto treinado e até uma versão do canyoning em que não é necessário se equilibrar nas fortes águas do cânion.
"A maioria dos esportes de aventura são recomendados para pessoas de todas as idades. Temos versões específicas para cada uma delas, de acordo com a capacidade e o gosto de cada um", disse Leandro Saadi, monitor da equipe Paunamata, também de São Sebastião.
Com ou sem emoção, os preços das aventuras são os mesmos. Geralmente, as equipes que promovem esportes radicais no Litoral Norte cobram preços que variam entre R$ 30 e R$ 70 para a prática dessas modalidades.
É necesário, no entanto, agendá-las com antecedência, sempre lembrando de especificar o tipo desejado. Depois, é só curtir a natureza e se deixar levar pela adrenalina. (Fonte: ValeParaibano)

Litoral também reúne esportes praticados em montanhas
Parques estaduais da região são os endereços certos para a prática de esportes que aliam natureza e aventura

Litoral Norte - Já faz alguns dias que você está no litoral e curtiu muitas praias, viu muita gente bonita, se divertiu no mar, mas ainda ficou aquela impressão de que falta alguma coisa.
Calma, não se desespere. Se você busca "algo diferente", os parques estaduais da região são os locais certos. Neles, são praticados esportes que aliam natureza e aventura, mais conhecidos como de montanhismo.
Abrigo uma grande diversidade de animais e plantas, esses lugares são também o "habitat" de pessoas que fazem das montanhas o cenário ideal para encarar desafios e conhecer de perto as riquezas naturais da região.
Aproveitando as características geográficas do Litoral Norte, esportes como rapel, tirolesa, caving, rikking, trekking, arvorismo e cascading, entre outros, levam diversão e aventura aos turistas.
Um dos pontos favoritos para a prática de modalidades como essas é o Parque Estadual de Ilhabela. Lá, aventureiros vindos de todas as partes do país encontram lugares como a cachoeira Pancada d'Água, considerada ideal para a prática do cascading, uma das variações do rapel.
Apesar da altura (32 metros), a descida também pode ser feita por pessoas que nunca praticaram o esporte. Exemplo disso é a estudante Luiza Marques da Costa, 14 anos, de São Paulo, que resolveu encarar o desafio.
"No começo da descida, senti muito medo. Depois, comecei a confiar nos equipamentos de segurança e pude curtir melhor. Pude sentir a cachoeira batendo em mim, enxerguei as plantas ao meu lado, foi uma experiência fantástica", afirmou a estudante.
O diretor da Alpha Adventure, Marcos Vitorazo, 48 anos, uma das operadoras que prestam os serviços de ecoturismo em Ilhabela, disse que os esportes de montanha reúnem um conjunto de várias atividades.
As cidades do litoral oferecem também vasta diversidade de trilhas, onde é possível observar animais característicos Mata Atlântica e tomar banho em cachoeiras (leia texto na página seguinte).
UBATUBA - Outro point com endereço certo para a aventura, em Ubatuba, é uma antiga fazenda que foi transformada em um sítio, o Santa Cruz, que disponibilizada vários tipos de esportes ligados à natureza aos turistas.
O local é banhado pelos rios Marimbondo e Água Branca, que forma, junto às montanhas na Mata Atlântica, sete fascinantes e cristalinas cachoeiras, que podem ser usadas pelos visitantes.
Em meio ao cenário paradisíaco, pode-se fazer ainda o rapel ou aventurar-se na tirolesa, na ponte de três cordas e na falsa baiana (cabos de aços que servem de ponte para a travessia).
Também em Ubatuba, entre tantas opções de esportes de contato direto com a natureza, está o caving --uma atividade esportiva ligada à exploração de cavernas. (Fonte: ValeParaibano)

Trilha revela paisagens da Mata Atlântica

Litoral Norte - Observar espécies de animais e da vegetação endêmicas da Mata Atlântica, tomar banho em belíssimas e refrescantes cachoeiras e, mais, ter contato direto com a natureza.
Tudo isso pode ser desfrutado por quem estiver disposto a caminhar por algumas horas nas trilhas, que são muitas, encontradas nas cidades do Litoral Norte.
As caminhadas, divididas em dois segmentos, trekking (acima de cinco horas de percurso) e rikking (percorrida em menor tempo), são acompanhadas por monitores de operadoras que atuam na região.
Durante os passeios, as trilhas revelam exuberantes paisagens e ruínas esquecidas na Mata Atlântica, além de dar acesso às praias e às quedas d'água escondidas na serra.
Em uma delas, em Ilhabela, nos conduz para a Pancada D'Água, uma cachoeira muito usada para a prática do cascading, um dos tipos de rapel. Todo o percurso é realizado em apenas uma hora.
Em poucos minutos de caminhada, chega-se a primeira cachoeira, a do Três Tombos, que tem três quedas d'água. A partir desse momento, a trilha começa a se dificultar com uma subida íngreme e escorregadia.
No entanto, já é possível observar os centenários jequitibás, jatobás, guapuruvus, que servem de abrigo para uma infinidade de aves silvestres, entre elas, o pica-pau rei, de topete amarelo.
Tucanos, papagaios, maritacas, sabiás-laranjeiras e sabiás-galinhas, também fazem parte desse belo cenário.
Seguindo o percurso, logo chega-se à segunda cachoeira, propícia para banhos de crianças. Adiante, podemos avistar a imponente Pancada D'Água, uma cachoeira de 32 metros de altura. (Fonte: ValeParaibano)

Exploração de caverna exige preparo físico
Entre tantas opções de esportes de aventura, está o caving. Trata-se de uma atividade esportiva ligada à exploração de cavernas.

Litoral Norte - Em Ubatuba, a operadora Pró Trilha conduz os adeptos do esporte para a Gruta das Sete Fontes. Não se trata de uma caverna com grandes salões, mas o passeio é repleto de surpresas e aventura.
Os passageiros partem de barco da praia do Lázaro rumo à Sete Fontes. Antes de chegar ao local, os aventureiros devem percorrer uma trilha de 40 minutos de caminhada.
No caminho, ainda é preciso passar por uma ponte suspensa em madeira e cabo de aço, que atravessa um vale. Um minirapel auxilia na descida de 30 metros rumo a Sete Fontes.
Ao entrar no interior da gruta observamos vários morcegos, que ficam no teto. No caving, são explorados os 50 metros de profundidade da gruta. O passeio custa R$ 65 e é feito em sete horas. (Fonte: ValeParaibano)

Aventuras de um rapeleiro de primeira viagem
Repórter conta como foi sua estreia no rapel na cachoeira da Pedra Lisa, em Boiçucanga, São Sebastião

Litoral Norte - No início, achei que seria moleza --afinal, descer uma pedra com cordas, capacete e todo o aparato de segurança possível me parecia nem um pouco arriscado.
Mesmo sem nunca ter feito rapel, seja em cachoeiras, pontes, prédios ou encostas, pensei que não enfrentaria grandes dificuldades para encarar esse desafio.
O destino era Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião, de onde partiria rumo à trilha das cachoeiras do ribeirão do Itú, um caminho que já foi usado ao longo dos últimos 500 anos por índios tupiniquins e tupinambás e por colonizadores portugueses.
Hoje, o lugar é quase uma instituição entre rapeleiros vindos de todas as partes do país (e do mundo), por abrigar uma série de quedas d'água, que quase escondem enormes paredões de pedra.
Despreparado, porém confiante, cheguei ao local combinado no final da manhã ao lado de um grupo de turistas que também participaria do rapel.
Depois de um breve bate-papo com alguns deles, tive uma surpresa que, em um primeiro momento, mudou um pouco minha idéia inicial sobre o programa.
"Bem, pessoal, o nome do lugar onde a gente vai fazer o rapel é cachoeira da Pedra Lisa. Acho que não preciso dizer mais nada, né?", anunciou, em tom quase irônico, o monitor Leandro Saadi, que conduziu o grupo.
A partir deste momento, demos início a tal aventura.
A TRILHA - O caminho que leva à cachoeira da Pedra Lisa já é um espetáculo à parte. Com uma grande diversidade de plantas e árvores, o local é a moradia favorita de aves das mais variadas espécies.
"Anestesiado" por esse cenário, nem percebi quando chegamos à cachoeira da Pedra Lisa, depois de 20 minutos de caminhada.
Na hora, mal acreditei no que vi. Com mais de 45 metros de altura, a queda d'água terminava em um enorme piscinão natural, com três metros de profundidade.
Logo na chegada à cachoeira, fui "encorajado" pelo analista de telecomunicações Washington Isaías Prates, 33 anos, um dos integrantes do grupo, que estava bastante animado até então.
"Bem, acho que ficar aqui embaixo já é radical demais para mim", disse ele, que veio do Rio de Janeiro ao lado de sua mulher com o intuito de "fazer um programa diferente" no Litoral Norte.
Com o mesmo objetivo a universitária Mariana Fomin, 18 anos, chegou ansiosa ao local do rapel. "Minha viagem estava monótona. Cansei de ficar só andando de casa para a praia, da praia para casa. Busco adrenalina", afirmou.
Sem a mesma empolgação da irmã, a estudante Débora Fomin, 15 anos, tentava disfarçar a vontade de ir embora. "Dizem que é legal, né?", disse. Já eu, por falta de opções, tive de encarar o desafio.
O RAPEL - De dois em dois, subimos um estreito caminho que termina no topo da Pedra Lisa e lá recebemos todo o equipamento de segurança.
Já me sentindo um veterano do rapel, parti para a descida calçando meias --um truque que garante maior aderência à pedra. Controlando a corda com uma das mãos, parei diversas vezes para conferir o visual.
Lá de cima, tive uma visão privilegiada da Mata Atlântica. As árvores, as rochas, tudo podia ser visto dali, inclusive a turma, que parecia caber na minha mão.
O tempo parecia não existir ali em cima. Por incrível que pareça, já na metade do trajeto queria que aquilo não acabasse.
A quatro metros do final da descida, uma estreita plataforma na pedra serviu de trampolim para um mergulho no piscinão natural da cachoeira.
Pronto. Em menos de 10 minutos, havia concluído a descida com vontade de voltar ao topo da pedra.
Apesar do medo inicial de algumas pessoas, o rapel é um esporte seguro, se feito de acordo com as instruções de um monitor. Uma experiência e tanto.
O repórter Max Ramon fez o rapel oferecido pelo Abrigo do Ecoturista, na estrada do Cascalho, 698, em Boiçucanga, São Sebastião. Telefone (12) 3865-3271. (Fonte: ValeParaibano)

Rota do Surfe
O Litoral Norte oferece opções de praias para surfistas profissionais e amadores

Litoral Norte - Dizer hoje que as praias do Litoral Norte constituem um dos principais redutos do surfe no Brasil é quase redundância.
Conhecida internacionalmente pelas condições propícias para a prática do esporte, a região é apontada como parada obrigatória para quem gosta de se aventurar em cima de uma prancha.
Não só pela quantidade de praias, o litoral também chama a atenção pela diversidade de ondas --boas tanto para os "pregos" (novatos) quanto para os "cobras" (surfistas experientes).
De águas calmas ou violentas, a região oferece opções para surfistas de diferentes níveis --profissionais ou amadores. Ao todo, são 169 praias, mas 16 estão no seleto grupo de favoritas (veja quadro nesta página).
Outra vantagem é a regularidade das ondas --ao longo de todo o ano, são encontradas poucas variações, o que dificilmente ocorre em outras partes do país.
FAVORITA - No cenário do surfe no Litoral Norte, Ubatuba é a grande vedete.
Na cidade, estão situadas algumas das melhores praias do país para a prática do surfe, locais que todos os anos atraem centenas de apaixonados pelo esporte. Alguns deles, gostam tanto que nem voltam mais para casa.
Foi o caso do administrador de empresas Luiz Felipe Azevedo, 44 anos. Há 15 anos, ele abandonou a capital paulista e veio para Ubatuba atrás das boas ondas.
"Quando vim para cá pela primeira vez, fiquei apaixonado", afirmou.
Em toda a cidade, não é difícil encontrar outras pessoas que, assim como Azevedo, largaram tudo para "viver a vida sobre as ondas".
A popularidade do surfe em Ubatuba é tão grande que quem chega ao município não demora a notar uma antiga rivalidade existente entre surfistas e "borrachinhas" (como são conhecidos os rapazes que se "atrevem" a praticar o bodyboard).
"Isso é um insulto para os surfistas. Bodyboard é coisa para as garotas", brinca Azevedo.
Com ondas que variam entre um e dois metros de altura, praias como as de Itamambuca, do Félix, Vermelha do Norte, Grande, Vermelha do Centro, Toninhas, Brava do Camburi e Sapê são apontadas como as melhores.
Entretanto, há quem diga que em um "point" secreto dos surfistas conhecido como Laje dos Patieiros é possível pegar ondas de até quatro metros de altura. (Fonte: ValeParaibano)

Fim-de-semana terá chuva na região

Litoral Norte - O final de semana terá tempo nublado e pancadas de chuva no Litoral Norte e Vale do Paraíba, segundo previsão do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista.
O turista que for para a praia no final de semana não deve esperar muito do tempo. Segundo o meteorologista do Cptec, Roberto Pereira, o céu ficará nublado por causa de uma área de instabilidade.
"O tempo ficará nublado com possibilidade de pancadas de chuvas no final da tarde. O sol não aparecerá neste final de semana", disse Pereira.
Hoje, o dia também deverá ser nublado e com chuvas. A temperatura máxima deverá chegar a 27ºC no Litoral Norte e 28ºC no Vale do Paraíba. Ontem, a máxima foi de 27ºC na região.
"Nesta sexta-feira, teremos mais chuvas e o tempo ficará nublado durante todo o dia. Essa tendência vai se estender para o sábado e domingo", disse Pereira.
Para o final de semana, a previsão é de temperaturas mais amenas com máximas atingindo 26ºC na região. (Fonte: ValeParaibano)

Escola da Família define ações do projeto estadual no Litoral Norte

Litoral Norte - Uma reunião com os 38 diretores de escolas estaduais atuantes no Litoral Norte ocorreu na última terça-feira para definir ações do retorno no próximo final de semana, das atividades do Programa Estadual Escola da Família, que vem sendo realizado nas mais de 5 mil unidades escolares do Estado, trazendo a família para as escolas nos finais de semana e desenvolvendo atividades de lazer, culturais, artísticas, qualificação profissional e esportivas.
Segundo o delegado de Ensino do Litoral Norte, Laércio Albarici, o Escola da Família é desenvolvido desde o ano passado na região, tendo iniciado suas atividades no da 23 de agosto e finalizado no dia 21 de dezembro. Este final de semana estará acontecendo uma reunião do projeto a nível estadual, para definir algumas mudanças nas ações deste ano, para que no próximo final de semana, retornem as atividades nas escolas da região. 
“Na nossa região, alguns dos voluntários e bolsistas que atuam no projeto estão trabalhando na temporada de verão, por isto reuniremos as pessoas disponíveis para definir as atividades que poderão estar ocorrendo nas escolas e nas praias. Nesta época, até o transporte da comunidade para a praia tem que ser discutido”, relata o delegado de ensino.
O Litoral Norte conta com 28 bolsistas, sendo 14 das Faculdades Integradas Módulo e de demais universidades de Mogi e do Vale do Paraíba. As bolsas são concedidas pela Secretaria da Educação, que oferece 50% do valor das mensalidades, limitado a um teto máximo de R$ 267,00, e as universidades complementam os 100% para os alunos escolhidos. Os universitários e voluntários passam por treinamento e capacitação, e trabalham 16 horas em cada final de semana (8 horas aos sábados e outras 8 horas aos domingos). 
Em 2004, a expectativa da secretaria é atingir as 25 mil bolsas disponíveis para o programa. Em 2003, 261 instituições de ensino superior foram parceiras do Escola da Família. Em 2004, 240 instituições já assinaram e/ou renovaram a parceria. O número deve aumentar, já que as faculdades e universidades ainda têm até o final do mês de janeiro para assinar e/ou renovar a parceria.
De agosto a dezembro de 2003, mais de 10 milhões de crianças, adolescentes e adultos participaram das atividades do Escola da Família. A meta para 2004 é aumentar em 50% o público do programa, que tem duração prevista de três anos.
Atividades - Qualquer pessoa da comunidade pode ter acesso às atividades e aos cursos oferecidos pelas unidades escolares, tais como: concurso de dança, capoeira, handebol, ballet clássico, jazz, inglês, dança do ventre, futebol, grafite, afrojazz, xadrez, curso de tricô e crochê, pintura em tecido, oficina de cabeleireiro, oficina de contabilidade ou eletricista e espanhol, entre outros.
“Cada escola tem uma programação diferente. Por exemplo, a escola Dr. Plínio, em Juquehy, só tem seis classes do Estado as outras foram municipalizadas, por isto creio que na escola Josefa, da Topolândia, que conta com a maioria das classes estaduais, o envolvimento será maior”, explica o delegado Laércio Albaraci, referindo-se a escolas de São Sebastião.
Em março, o programa Super Ação Jovem deve recomeçar as atividades dentro do Escola da Família. No Super Ação, jovens debatem problemas enfrentados por eles e discutem soluções. “Este mês de janeiro está em evidência o programa que traz os estudantes para a praia, mas em março as atividades do Escola da Família estarão em perfeito andamento”, finaliza Albarici. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Juiz manda PM escoltar detentos

Caraguatatuba - A Justiça determinou que a Polícia Militar assuma a escolta de presos em Caraguatatuba, liberando os policiais civis do serviço. Em Ubatuba, o 'jogo de empurra' entre as polícias devido à escolta vem protelando audiências judiciais há um mês.
Por determinação do Estado, a Polícia Civil é responsável pela guarda e escolta de presos em cadeias públicas e a PM, em presídios.
No Litoral Norte, a PM se ampara em uma resolução da Secretaria de Segurança Pública de 1995 para fazer escoltas apenas para outras regiões do Estado.
Desde ontem, a Polícia Civil suspendeu as escoltas em Caraguatatuba por força de uma decisão judicial favorável a uma ação movida pela Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo na Vara da Fazenda Pública.
O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, afirmou que o serviço de escolta prejudica o trabalho de investigação nas delegacias.
Em Ubatuba, o Ministério Público estuda mover uma ação civil contra o Estado para obrigar a PM a levar presos ao Fórum.
O chefe do Setor Operacional do 20º Batalhão de São Sebastião, capitão Eduardo Rosmaninho, afirmou que a PM só vai comentar o assunto depois de ser comunicada oficialmente da decisão judicial. (Fonte: ValeParaibano)

Martin de Sá volta a ficar imprópria para o banho
Depois de ser liberada para o banho na terça-feira, principal praia de Caraguá volta a ficar imprópria

Caraguatatuba - A Martin de Sá, principal praia de Caraguatatuba, está novamente poluída, segundo boletim de balneabilidade divulgado ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental).
Depois de permanecer imprópria entre os dias 20 de dezembro e 5 de janeiro, a praia foi liberada para o banho na última terça-feira. Nova análise sobre a qualidade da água deverá ser divulgada pela Cetesb somente no domingo.
Segundo a companhia, nove praias no Litoral Norte estão impróprias (veja quadro nesta página).
O boletim de ontem analisou somente nove praias e corresponde à intensificação das coletas iniciada esta semana pela companhia.
A análise é feita semanalmente em 80 praias do Litoral Norte, com divulgação de boletim às terças-feiras.
No entanto, nove praias selecionadas pela Cetesb e consideradas de maior concentração de usuários e com maiores variações na balneabilidade passam a ter mais duas análises semanais, com boletins divulgados às quintas e domingos.
A intensificação permanece até o fim do mês e, além da Martin, inclui a praias do Centro (Caraguá), Iperoig e Perequê-Mirim (Ubatuba), Porto Grande e Barequeçaba (São Sebastião) e Perequê, Feiticeira e Grande (Ilhabela).
COMÉRCIO - A situação na Martin de Sá preocupa os comerciantes, que temem perder movimento justamente na época de maior faturamento do ano.
A comerciante Maria Edna Giovaneli de Caumont, 48 anos, proprietária de um quiosque, disse que as vendas nos feriados de Natal e Ano Novo reduziram 80% em relação a 2002.
"A divulgação de que a praia está imprópria tem afastado os turistas. As autoridades precisam tomar providências para que a qualidade da água melhore", afirmou Edna, que possui comércio no local há 18 anos.
Já a gerente do quiosque Canto Bravo, Luciene Aparecida de Souza, disse que os turistas ainda não deixaram de frequentar a praia por causa da poluição.
ESGOTO - O secretário municipal de Meio Ambiente, Auracy Mansano, afirmou ontem que até meados deste ano as obras para tratamento de esgoto na região da Martin de Sá deverão ser finalizadas.
Ele disse que a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) já foi concluída, mas ainda faltam a rede coletora e as estações elevatórias. Segundo Mansano, a estação vai tratar todo o esgoto jogado na bacia do rio Guaximduba, que deságua na Martin.
O secretário municipal de Turismo, Paulo Noronha, disse que não é bom para o município ter praias poluídas. "Mas acredito que, com a finalização das obras de tratamento de esgoto, não teremos mais esse problema."
O banho em águas poluídas pode provocar doenças como hepatite A, cólera, febre tifóide e gastroenterite, segundo a Cetesb. (Fonte: ValeParaibano)

Programação esportiva de verão começa sábado

Caraguatatuba - A partir deste sábado, os veranistas e moradores terão motivos de sobra para ir às praias. As atrações esportivas prometem agitar a cidade, com torneios de voleibol de duplas, futevôlei e futebol de areia, em arenas montadas nas praias Martin de Sá e Indaiá. Os monitores darão todas as informações para quem quiser aprender um pouco mais sobre estes esportes.
Já no dia 21, acontece a clínica de vôlei Banespa, na praia do Indaiá, no quiosque Varandão. Várias arenas serão montadas, onde os participantes poderão vivenciar os fundamentos do voleibol, com o auxílio da equipe principal do Banespa. Esta será a terceira vez que os craques do voleibol nacional estarão na cidade. 
O futevôlei e o voleibol serão realizados em Martin de Sá. Já na Praia do Indaiá, duas quadras foram montadas para o beach soccer (futebol de areia), na área do Módulo e no Axé Varandão.
Muita ginga - Outro atrativo esportivo da programação de verão de Caraguá, que começou no final de dezembro, é a aula aberta de aeróbica, lambae-róbica, aerosamba e recreação na praia. As aulas já estão acontecendo nas praias do Indaiá, da Cocanha e do Centro, em Caraguá. 
Para quem gosta de dançar, a lambaeróbica, aerosamba e aeropagode são opções de atividades recreativas. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Turismo e atrai, às areias, ‘dançarinos’ de todas as idades.
Segundo a diretora escolar Ninfa Saullo, de 50 anos, de Passa Quatro (MG), é impossível ficar parado nas praias da cidade. “As pessoas têm que perder a vergonha e dançar, sem se importar com a idade”, disse. Ninfa participou da aula aberta de lambaeróbica, promovida para mais de 50 pessoas, na praia do Indaiá, na quarta-feira. 
As aulas seguem por todos os dias da semana até o final de março, em horários alternados. Na praia do Indaiá acontecem das 11h às 12h, na Cocanha das 16h às 17h e no Centro, das 20h às 21h. (Fonte: Imprensa Livre)

Caraguá hospeda renomado cantor alemão

Caraguatatuba - O alemão Cristian Gingerich está de volta ao Brasil e veio curtir o clima e divulgar sua arte no Litoral Norte Paulista. Chris está hospedado em Caraguatatuba, de onde aproveita para apresentar a nova onda artística e musical da Europa, ao lado de seu novo projeto Guerrilha Bar de Berlim. Chí fez uma apresentação no Caraguá Praia Sopping quando a banda Original Jazz fazia um show ao vivo, e impressionou o público presente, que pedia incansavelmente bis.
Com seu novo CD denominado Chí, o artista se apresentou nas melhores casas noturnas de Florianópolis, São Paulo e do Litoral. No sábado, dia 10, Chí fará um preview no Fizz Bar em Ilhabela. 
Chí é uma referência no Underground, reverenciado de Berlim a Barcelona, Londres a Lisboa. Chí é exclusivo no que faz, poucas pessoas no mundo podem cantar e improvisar , entreter e dançar, inventando canções e interagindo com seu público, com carisma e sensualidade, experiência e juventude, colocando uma casa inteira para ferver com harmonia e movimento. 
Em baladas com Som Lounge, Drum n Bass, House e Techno, Chris utiliza os microfones dos D’ js para fazer uma coisa inédita: cantar sobre bases de música eletrônica, unindo e jogando com os ritmos das Pick Up’s e criando algo diferente. Às vezes utilizando refrões e letras de músicas conhecidas do mundo pop e eltro, às vezes deixando a inspiração fluir pegando as ondas do público, improvisando novas letras que retratam o momento. A novidade surpreendeu um público refinado, que gosta da noite, música, diversão e arte. Por esta performance única recebeu o nome Chí que vem do japonês e significa Energia. 
Gravou um vídeo em Malibú, na Califórnia que passou insistentemente na MTV alemã. Trabalhou com Steve Lyon, produtor do The Cure, Depeche Mode e Rolling Stones, em um álbum que ficou três meses nos primeiros lugares das paradas. Fez mais de mil concertos pela Europa, Tour com Bad Religion, Moloko e muitas outras bandas na Alemanha, tocando para até 30 mil pessoas.
Mais informações pelo telefone (11) 8187-8840, com Samora Junior, samorajr@uol.com.br  (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Mulher muda versão de morte em Ilhabela
Suspeita nega o crime e diz que casal foi vítima de bandidos; polícia faz hoje reconstituição e acareação com testemunhas

Ilhabela - A advogada Eneida Campos Agel, 53 anos, mudou ontem sua versão para a morte do marido, o fazendeiro goiano Colemar Rodrigues de Resende, 68 anos, em um depoimento cheio de contradições, de acordo com a polícia, prestado na delegacia de Ilhabela.
Hoje, a Polícia Civil deve fazer a reconstituição do crime e acareação entre testemunhas do homicídio.
Eneida foi presa anteontem em Goiânia (GO) e chegou a Ilhabela às 6h30 de ontem. Ela foi levada para uma cela na delegacia.
A suspeita teve a prisão temporária decretada por 5 dias, mas o prazo pode ser prorrogado por mais 30.
Resende foi morto com requintes de crueldade no dia 14 de dezembro no condomínio de luxo Palmares, em Itaguaçu. O corpo só foi localizado no dia 17, com o rosto desfigurado e parcialmente carbonizado.
A mulher do fazendeiro teria viajado para Goiânia na manhã do crime e se internado com queimaduras no braço e perna direitos, o que chamou a atenção da polícia.
Ela foi interrogada às 9h30 de ontem pelo delegado titular de Ilhabela, Vanderlei Pagliarini de Almeida Filho, e mudou sua versão inicial do crime. O depoimento demorou duas horas e meia.
Na nova versão, a advogada alegou que foi sequestrada por bandidos que teriam matado Resende. Segundo a polícia, a mulher confessou ter mentido no primeiro depoimento, feito por precatória em Goiânia.
Segundo Eneida, o casal foi rendido no condomínio por dois homens armados por volta das 7h30 do dia 14, os mesmos que teriam discutido com seu marido dois dias antes.
Ela afirmou que ficou como refém por três horas dentro do Pegeaut da família na garagem, enquanto outro bandido permaneceu dentro da residência com o fazendeiro.
Nesse período, ela disse que o motorista da van contratado para a viagem até Goiânia chegou à casa e levou as malas, sem perceber o assalto.
A advogada disse que por volta das 10h um dos criminosos saiu da casa dizendo que havia dado uma "lição" em seu marido.
Ela afirmou no depoimento que foi libertada às 10h30 em São Sebastião, depois de ser ameaçada, e pegou a van para Goiânia.
TESTEMUNHAS - Para a polícia, o depoimento apresenta várias contradições, inclusive quando confrontado com a versão de testemunhas. Almeida Filho afirmou que, durante o interrogatório, Eneida alternava estados de tranquilidade e nervosismo.
Segundo o delegado, os horários de Eneida no dia 14 não batem com o depoimento do motorista da van, que possui um comprovante da balsa de Ilhabela.
De acordo com o motorista, a viagem teria iniciado às 15h, e não às 10h30, como alega a advogada. O motorista disse que não notou sinais de queimadura na passageira.
Outra testemunha-chave é o porteiro do condomínio, que alega ter ouvido uma discussão entre Resende e uma mulher às 7h45 do dia 14. O porteiro, cujo nome não foi revelado, disse também que viu Eneida lendo jornal na varanda da casa às 8h15, quando deixou o expediente.
ARMA - A Polícia Civil descobriu ontem a arma que teria sido usada no crime --um aspersor de água para regar jardim, que foi encontrado sujo de sangue. A substância usada para atear fogo seria álcool.
A polícia também vai pedir uma perícia médica das lesões apresentadas pela mulher. Eneida afirmou que se queimou com óleo de fritura na casa de familiares em Goiânia no dia 17.
A polícia ainda não sabe os motivos do crime, mas investiga o valor de R$ 2,4 milhões recebidos por Resende referentes à desapropriação de uma fazenda em Goiânia. O delegado vai pedir a quebra de sigilo bancário da vítima.
Hoje, a Polícia Civil deverá fazer uma acareação entre Eneida, o motorista da van e o porteiro do condomínio, para confrontar as versões. Para as 14h, foi marcada a reconstituição do crime. (Fonte: ValeParaibano)

Advogada se nega a falar sobre o caso

Ilhabela - A advogada Eneida Campos Agel, 53 anos, chegou ontem de Goiânia (GO) e não quis comentar o assunto, alegando que estava com dor-de-cabeça e sentindo mal-estar devido às queimaduras.
O ValeParaibano tentou falar com a advogada após o interrogatório. Ela estava deitada em uma cama de concreto, em uma cela individual na delegacia de Ilhabela. O mulher estava com o braço direito enfaixado.
"Não vou falar nada nesse momento. Tudo que tinha para falar, falei para o delegado", disse.
O advogado de defesa de Eneida, Vanderley Medeiros, disse que é amigo da família e que foi procurado pela mulher no dia 17 --quando o corpo do fazendeiro foi descoberto-- para dizer que havia se queimado.
Ele disse na tarde de ontem que ainda não havia obtido informações sobre o interrogatório e o inquérito policial.
"Estou tranquilo em relação à ela. Não havia nenhum motivo para ela matar o companheiro", disse.
Medeiros afirmou que a prisão foi desnecessária e que, caso seja prorrogada, vai adotar as medidas necessárias. (Fonte: ValeParaibano)

Ilhabela vai ser sede da Casa do Sol 2004

Ilhabela - A praia da Ponta da Figueira, no sul da Ilhabela, foi o lugar escolhido pela TV Bandeirantes para sediar a Casa do Sol 2004, programa que irá ao ar pela emissora do dia 15 de janeiro a 20 de fevereiro.
Em um espaço de 12 mil metros quadrados, a casa terá uma mega-estrutura, com quioque, jet-ski e lancha, e receberá famosos, que se revezarão a cada três dias. As personalidades participarão de atividades que serão exibidas durante a programação nacional de Verão da Bandeirantes, além de “drops” ao vivo diariamente e um resumo especial aos domingos. 
A produção do programa promete muita música, aventura e badalação com os 80 convidados que passarão pela casa no período. A ex-Vj da MTV, Sabrina Parlatore, e o chef francês Olivier Anquier serão os apresentadores da atração na emissora.
Os cantores, atores, esportistas e socialites ainda poderão se aventurar em atividades “radicais”, como montanhismo e rapel, que serão mostrados em reportagens especiais. A casa também servirá como gerador de conteúdo e abastecerá alguns programas da emissora.
Os nomes dos participantes ainda estão sendo definidos e a casa deve ficar pronta neste sábado.
Sabrina Parlatore também comandará o programa Deu Praia, que apresentará shows acústicos gravados nas areias de Ilhabela com cantores como Jorge Vercilo e Luciana Mello. O programa será exibido aos domingos. (Fonte: PMI)

Ilhabela abre inscrições para o Projeto Navegar

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela, através da Secretaria Municipal de Turismo, está com inscrições abertas para a nova turma do Projeto Navegar, cujas aulas terão início no dia nove de fevereiro de 2004. O projeto visa ensinar iatismo e canoagem para crianças de escolas públicas, viabilizando a todos o acesso ao esporte, considerado de elite.
As matrículas serão efetuadas na sede do Projeto, que fica no Clube Municipal de Iatismo (antigo Campo de Aviação), no bairro do Pequeá, das 09 às 12h e das 14 às 17h.
O curso é aberto às crianças de oito a 14 anos, e o aluno deverá estar regularmente matriculado na rede pública ou municipal de ensino. A coordenação do Projeto Navegar comunica que as inscrições deverão ser feitas somente pelo responsável e os alunos que dependerão de transporte escolar deverão comparecer com uma foto 3x4 e um xerox do comprovante de residência atual em nome do responsável.
As inscrições serão feitas até o dia 05 de fevereiro e a coordenação do projeto lembra que as vagas são limitadas.
Maiores informações poderão ser obtidas através dos telefones 3896 2440 ou 3896 6737. (Fonte: PMI)

Agito Verão 2004 em Ilhabela

Ilhabela - A Prefeitura de Ilhabela, através da Secretaria Municipal de Turismo e Diretoria de Esportes, numa parceria com a TV Vanguarda, irá realizar na cidade o Agito Verão 2004. O evento acontecerá na Praia do Perequê e a programação começa neste sábado, dia 10, a partir das 10 horas com muita recreação.
As atrações esportivas prometem agitar a cidade com torneios de futebol de areia infantil e adulto, voleibol e futvolei. Neste sábado serão realizadas partidas de futvolei e voleibol, entre outras atividades. Os jogos acontecem até o dia 08 de fevereiro. O vôlei masculino (4x4) e o futebol de areia terão a participação de outras cidades.
As inscrições para os jogos já estão abertas e os interessados em participar deverão comparecer no Ginásio Municipal de Esportes, no bairro do Itaguassú, ou entrar em contato com a diretoria de esportes através do telefone 3896 1765. (Fonte: PMI)

Prefeito Manoel Marcos verifica pessoalmente obras da Sabesp

Ilhabela - Segundo a Dersa, para o feriado de reveillon Ilhabela estará recebendo cerca de 15 mil carros, numa expectativa de aproximadamente cem mil pessoas. A presença de 75 mil pessoas a mais na cidade acaba por causar alguns transtornos inevitáveis, como a falta de água, distúrbios no trânsito local, excesso de pessoas nos estabelecimentos comerciais, entre outros. 
O prefeito Manoel Marcos vem tentando minimizar estes problemas criando infra-estruturas capazes de absorver estes números tão diferentes. 
Anteontem, o prefeito esteve no bairro do Engenho D´água para verificar de perto as obras de ligação de água da rede pública, cujo objetivo é melhorar o abastecimento no bairro, obras estas que, segundo Manoel Marcos, estarão resolvendo definitivamente o problema de abastecimento no local. 
Segundo a assessoria de imprensa da Sabesp, a obra conta com a implantação de um buster com pressão suficiente para o abastecimento dos reservatórios que servem a região.
Segundo o prefeito, outras obras estão previstas para o bairro do Engenho D´Água para o próximo ano, entre elas o calçamento e iluminação pública.
Melhorias - A Sabesp vem realizando também uma outra importante obra, que estará sendo concluída ainda hoje, que é a ligação da rede de água entre os bairros do Bexiga (reservatório do Pombo) e Água Branca. A interligação tem o objetivo de servir aos bairros da Barra Velha, Perequê, Itaguassú, Itaquanduba e Morro da Cruz, resolvendo definitivamente o problema de abastecimento desta região. 
Outras providências vêm sendo tomadas desde o início da administração visando a solução dos problemas de superpopulação. A ciclovia é uma obra que tem como objetivo aumentar a segurança dos ciclistas e dos motoristas, melhorando o fluxo de veículos nesta época. Uma outra providência importante que vem sendo desenvolvida, em parceria com o governo do Estado, é a construção de cerca de 12 píeres para a criação da hidrovia, onde as embarcações estarão transportando moradores ao longo do canal sem a utilização das vias públicas.
Aos poucos Ilhabela vem se transformando num município cada vez mais conhecido e procurado como destino turístico. Para isso, a cidade vem se adaptando para poder prestar um serviço cada vez melhor nesta área.
Trânsito - Durante os feriados prolongados de Natal e Ano Novo, entre os dias 25 e 31 de dezembro, um total de 56 mil veículos entraram e saíram da cidade de Ilhabela, segundo a Dersa. Provavelmente foi o ano em que o município recebeu o maior número de carros, ocorrendo um grande movimento e superando as expectativas.
Apesar do fluxo intenso, a Prefeitura de Ilhabela, através da Diretoria Municipal de Trânsito, tomou todas as providências cabíveis para que o trânsito fluísse sem muitos transtornos, ainda que lento. Na madrugada do dia 2, o trecho entre a Vila (centro) e o bairro do Perequê era percorrido em aproximadamente 40 minutos, sendo que, em dias normais, não dura mais que dez minutos.
O problema maior ocorreu no dia 2 de janeiro, devido à chuva que surpreendeu moradores e antecipou a saída dos turistas. No sábado, dia 3, o trânsito também foi intenso na Barra Velha, mas a travessia da balsa estava tranqüila, com um tempo de espera em cerca de uma hora.
Após este período o trânsito circula bem, inclusive no Sul da Ilha, sem mudanças no trajeto. Segundo o diretor de Trânsito, James Aboud, não houve ocorrências de acidentes graves. “Apenas lamentamos o vandalismo com a sinalização, em alguns trechos da cidade, que deverá ser refeita”, comentou o diretor, acrescentando que também será reforçada a sinalização em outros pontos.
Recomendações – A Prefeitura Municipal de Ilhabela, através da Diretoria de Trânsito, recomenda aos moradores e turistas maior atenção no trânsito e aconselha que algumas ações devem ser evitadas, tais como: parar com seus veículos em esquinas; utilizar o som do carro com o volume acima do recomendável (45 decibéis); estacionar em locais proibidos; o uso do celular enquanto estiver dirigindo - todas sujeitas a multa. Recomenda-se também o uso do cinto de segurança.
Para maiores informações, o telefone da Diretoria Municipal de Trânsito de Ilhabela é o (12) 3895.8461. (Fonte: PMI)

Equipe de Ilhabela no Campeonato Brasileiro

Ilhabela - A equipe do Grêmio de Vela de Ilhabela embarcou na última segunda-feira, dia 5, para a cidade de Porto Alegre (RS) para disputar o XXXII Campeonato Brasileiro da Classe Optimist 2004. Serão dez dias de competição nas águas do Rio Guaíba e que terá como sede o Clube Veleiros do Sul.
No total, nove velejadores de Ilhabela estarão fazendo parte da equipe paulista, são eles Gabriel Silva, Ronyon Silva, Mariana Matheus, João Mário Posso, Fernando Cardial, Gustavo de Carvalho, Nicolas de Jesus, Pedro Luz e Baepi Pinna, atual campeão paulista de 2003.
Para Marcos Cardial, diretor do Projeto Navegar de Ilhabela, os representantes da cidade têm chances reais em suas categorias, e estão sendo acompanhados tecnicamente pelo velejador Roberto de Jesus, mais conhecido como Beto de Mazinho, atual diretor de Esportes Náuticos da Secretaria Municipal de Turismo. Os atletas também contarão com o apoio de Flávio, Gereba, Ronilan, Maristela, Gilmar e Marisa, pais que estarão assessorando os garotos tanto em terra quanto na água.
A equipe do Grêmio de Vela tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Ilhabela para o custeio das taxas das federações e inscrições do campeonato, alimentação, técnico, bote de apoio, além de um caminhão que transportou os barcos para o campeonato e o carro da Secretaria de Turismo, que servirá de apoio para os velejadores em Porto Alegre. A equipe também conta com o apoio do Yacht Club de Ilhabela.
Informações na Secretaria de Turismo – (12) 3896.1091. (Fonte: PMI)

Ilhabela é o primeiro município a cadastrar cartões do SUS

Ilhabela - Entre os 50 municípios da região do Vale do Paraíba e Litoral Norte a população de Ilhabela, praticamente em sua totalidade, será a primeira a receber cartões de identificação do SUS
A entrega começa nesta quinta-feira a partir das 19 horas. Vinte e um mil cartões provisórios de identificação do SUS (Sistema Único de Saúde) já estão confeccionados pela própria Prefeitura. O programa é do Governo Federal para cadastramento de toda a população brasileira. Embora cidades como São José dos Campos tenham sido escolhidas como cidade-piloto para a implantação do sistema, até agora tinham sido obtidos apenas resultados parciais.
Já em Ilhabela, o cadastramento estava completo desde março de 2003 aguardando apenas a emissão dos cartões magnéticos pelo Ministério da Saúde. Até novembro de 2002, o Ministério da Saúde, ainda no governo passado, emitiu pouco mais de oito mil cartões.
A Prefeitura Municipal de Ilhabela decidiu antecipar a confecção dos cartões para totalidade da população, emitindo um cartão provisório com validade até junho de 2004, para que ela pudesse usufruir o desconto no transporte por lancha entre São Sebastião e Ilhabela. “É mais uma conquista em benefício da população de Ilhabela”, comemorou o prefeito Manoel Marcos.
“Embora tivéssemos o compromisso do Governo Federal de entrega dos cartões definitivos em junho, com a possibilidade concreta de eventual atraso, decidimos não arriscar a perda do desconto na cobrança de tarifa da lanchinha para usuários residentes em Ilhabela”, afirmou Antonio Colucci, secretário de Saúde de Ilhabela, que viabilizou a confecção do cartão provisório, sem custo para o poder público, através de contatos com a iniciativa privada.
Saúde informatizada – Com os cartões do SUS se possibilitará a unificação dos prontuários do Sistema de Saúde do município. Assim, o paciente que tenha atendimento emergencial no Pronto Socorro poderá ter continuidade do tratamento em uma Unidade Básica de Saúde, que conterá em rede o prontuário com dados e atendimentos essenciais realizados para aquele determinado paciente.
Operação on line - De posse do cartão de saúde, ao chegar em uma Unidade de Saúde do município, a posse da identificação permitirá o acesso imediato aos dados do paciente. O secretário da Saúde Antonio Colucci coordenou pessoalmente, ontem, a realização de um vídeo educativo para informar a população de como utilizar o cartão, em especial o magnético.
Programação de entrega dos cartões – Na quinta-feira, das 19 às 22h, no Ginásio de Esportes no bairro do Itaquanduba, será entregue oficialmente o primeiro lote de cartões do bairro, com a presença de autoridades, da comunidade local e representantes de outros bairros. A partir do dia 9 de janeiro, os cartões estarão nas Unidades Básicas de Saúde dos diversos bairros e a população deverá retira-los no posto em que foi cadastrada. Excepcionalmente, no próximo sábado, dia 10, todos os Postos de Saúde da cidade estarão de plantão para a entrega, dos cartões provisórios, das 13 às 19 horas.
Mais informações: Secretário de Saúde Antonio Colucci - tel. (12) 9141 4822. (Fonte: PMI)

Prefeitura amplia prédio da Escola Municipal Salvador Arena 

Ilhabela - A Prefeitura Municipal de Ilhabela, através da Secretaria da Educação, inaugura no próximo sábado, dia 10, às 11 h, o segundo prédio da Escola Municipal Dr. Salvador Arena, na Barra Velha.
O local será destinado a atender os alunos da Educação Infantil, onde foram construídas sete salas de aula, uma sala para TV/Vídeo e informática, além de uma sala para secretaria, dois banheiros, um feminino e um masculino, e mais dois banheiros para deficientes físicos. A obra foi realizada numa parceria entre a Prefeitura Municipal de Ilhabela e a Fundação Salvador Arena.
O prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira e o secretário municipal da Educação, professor Antonio Cornélio de Morais Filho convidam a população para a cerimônia de inauguração do prédio que contará com a apresentação da FAMIB – Fanfarra Municipal de Ilhabela e distribuição de pipoca, cachorro quente e bexigas para as crianças. (Fonte: PMI)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Verão Limpo começa amanhã em São Sebastião

São Sebastião - A Cetesb lança amanhã em São Sebastião a campanha Verão Limpo 2004, com novidades para o Litoral Norte. Este ano, a ação enfocará a educação ambiental por meio de exposições itinerantes, distribuição de cartilhas e painéis sobre poluição da água do mar.
O lançamento está marcado para as 10h na Videoteca Municipal. São esperados o presidente da Cetesb, Rubens Lara, e os prefeitos das quatro cidades do Litoral Norte.
Segundo a gerente do Setor de Águas Litorâneas da Cetesb, Cláudia Lamparelli, este ano, a companhia está trabalhando com material permanente.
Os saquinhos de lixo que eram distribuídos para os turistas nas praias não farão parte da campanha este ano. "As pessoas já estão mais conscientizadas sobre lixo na praia e costumam levar seu próprio saquinho", afirmou.
Uma das novidades é a instalação de painéis com fotos de satélite do litoral mostrando os pontos onde são coletadas as amostras de água para análise e explicações sobre o sistema de trabalho da Cetesb.
Segundo Cláudia, os painéis devem permanecer instalados até fevereiro. Ela afirmou que também será distribuído um livreto de 30 páginas sobre balneabilidade, com textos e ilustrações. Foram feitos 10 mil exemplares.
A campanha deste ano também conta com uma exposição itinerante que estará hoje e domingo em Maresias, costa sul de São Sebastião. Entre os dias 16 e 18, a exposição estará em Caraguatatuba.
O trabalho na campanha será realizado por 30 funcionários da Cetesb. A ação vai até 1º de fevereiro e retorna durante o Carnaval. (Fonte: ValeParaibano)

Maresias tem aulas de surfe e futvôlei para iniciantes

São Sebastião - Praia também é lugar para aulas, pelo menos em Maresias, na costa sul de São Sebastião, onde o turista pode aprender a surfar ou a jogar futvôlei.
Uma quadra foi instalada na praia, onde os turistas podem ter aulas gratuitas de futvôlei, realizadas aos sábados e domingos, a partir das 8h.
Segundo o instrutor, Lito Silva, o esporte é a atração do momento e pode ser praticado por qualquer pessoa acima de 9 anos.
"Um professor estará ensinando as técnicas do futvôlei. O esporte trabalha com todo o corpo e é ideal para as mulheres", disse.
Na escola de surfe, já na primeira aula, a pessoa consegue ficar em pé na prancha, pelo menos é o que garante o proprietário Marco Aurélio Pereira.
Ele disse que após 10 minutos de teoria o aluno já vai para a água. "Na areia é ensinada a instrução básica e feito o aquecimento. Na água, a pessoa vai aprender a ficar em pé na prancha", disse Pereira.
As aulas, que têm duração de uma hora, custam R$ 20 para as pessoas com até 15 anos e R$ 30 para adultos.
O estudante Fernando Zinezi, 11 anos, de São Paulo, disse que aprendeu a surfar na escola. Ele, que está passando as férias em Maresias, ficou um mês e meio tendo aulas no mar.
"Na primeira aula, já fiquei em pé na prancha. É muito divertido", disse.
O menino afirmou que também já participou de alguns campeonatos na praia depois que passou pelas aulas. "Basta ter vontade pois podemos aprender rápido a surfar", disse o estudante. (Fonte: ValeParaibano)

Shopping na praia atrai turistas

São Sebastião - Um espaço com música e lazer para os turistas durante a temporada de verão. Esta é a proposta do shopping Pátio do Sol que, pelo segundo ano consecutivo, recebe os visitantes da praia de Maresias, na costa sul de São Sebastião. O bairro também conta com outros dois empreendimentos --Maresias Fashion Beach e o Shopping Maresias.
Uma das atrações do Pátio do Sol, que tem 30 lojas e área de alimentação de frente para o mar, é a rádio Mix FM, que tem uma programação voltada para o shopping com músicas e comerciais das lojas instaladas no local.
Na rádio, os turistas escolhem as músicas, participam de games e conhecem o funcionamento do estúdio.
"Temos um movimento de mais de 200 pessoas no final de semana. O objetivo é oferecer diversão para os visitantes", disse o produtor da rádio, Ugo Digiu Seppe.
Além da rádio, os turistas podem curtir os shows que são realizados dentro do shopping. Para a próxima semana, já estão confirmados o grupo Jota Quest e o cantor Jairzinho. O empreendimento estará aberto até 1º de fevereiro.
LAZER - O engenheiro Luís Santos, 37 anos, de Uberlândia (MG), disse que aprovou as opções de lazer e entretenimento do shopping. "Apesar de ser provisório, o shopping tem variedade de diversão", disse.
Para a estudante de psicologia Tatiana Sasaki, 20 anos, de São Paulo, o espaço é uma ótima opção para encontrar os amigos. "É um lugar tranquilo, com vista para o mar e ideal para conversar com os amigos", disse.
Para as irmãs Bruna Scolari, 12 anos, e Marina Scolari, 11 anos, o shopping é a atração do final da tarde. "Temos um espaço de lazer para depois da praia. Gosto de ficar na praça de alimentação e na loja de jogos", disse Bruna. (Fonte: ValeParaibano)

A emoção das crianças do “Interior na Praia” em um passeio pelo Canal
“Nunca tinha andado de barco, é gostoso demais, mas o mar é muito grande”, disse a estudante Virgínia Barbosa. Grupo que passou uma semana na cidade deixa o litoral na manhã de hoje 

São Sebastião - Emoção e alegria. Estes foram os sentimentos que marcaram o passeio de lancha, ontem pela manhã, para um grupo de aproximadamente 160 crianças do programa “Interior na Praia”. 
Acompanhados por funcionários da Dersa e um oficial da Marinha, os estudantes das cidades de Álvaro de Carvalho, Leme, Bilac e Nova Aliança, todas no inte-rior de São Paulo, deixaram o Porto de São Sebastião às 9h, rumo ao píer da Vila, em Ilhabela. 
No trajeto, a bordo da lancha Caneu, os olhos cada vez mais brilhantes conferiam os detalhes do Canal de São Sebastião. “Olha a balsa”, anunciava contente um dos alunos do grupo. E foi assim durante todo o percurso.
Os professores aproveitaram para mostrar o terminal marítimo Almirante Barroso, da Transpetro Petrobras. Contudo, a imensidão do mar era o que mais chamava a atenção da garotada. “Eu nunca tinha andado de barco, é gostoso demais, mas o mar é muito grande”, declarou a aluna Virgínia Barbosa da Silva, 10 anos, do município de Álvaro de Carvalho.
Para Felipe Bras Lopes, 9 anos, morador de Bilac, a experiência foi inesquecível. “É a primeira vez que ando de barco e está sendo melhor do que esperava”, comentou Lopes.
Yasmin Valentina Gonçalves dos Santos, 10 anos, falou sobre sua felicidade em ver o mar bem de perto. “É muito grande e fundo, mas também lindo”, disse Yasmin. “Achei muito salgada e algumas vezes bem gelada”, completou a amiga Rúbia Alves, 10 anos. 
O chefe de Operações da Travessia/Dersa, Ibsen Trench Gomes, destaca que, com este tipo de iniciativa, além do passeio de lancha, os alunos têm a oportunidade de aprender um pouco mais sobre o sistema de transporte hidroviário. Ele agradeceu o apoio da OP Marine e Capitania dos Portos. 
Já o chefe da Divisão de Ensino Fundamental, professor Rafael Puertas de Miranda, da Secretaria de Educação de São Sebastião, informou que, ainda na tarde de ontem, as crianças conheceriam a praia de Maresias. Durante a semana, o grupo passou pelo Cebimar/USP (Centro de Biologia Marinha, da Universidade de São Paulo), na praia do Cabelo Gordo, e Fundamar, no Balneário dos Trabalhadores. 
Miranda também monitorou o passeio pelo Centro Histórico e uma visitação às exposições da Setec (Secretaria de Turismo e Cultura). 
Os 160 alunos, que ficaram alojados na escola Maísa Theodoro da Silva (antigo Cene), no Porto Grande, deixam o litoral rumo ao interior de São Paulo nesta manhã. 
Até o fim do mês, a cidade deve receber cerca de 700 crianças, com faixa etária entre 9 e 11 anos, pelo projeto “Interior na Praia”, atual “Caravana do Conhecimento”. O programa também está sendo desenvolvido em Caraguatatuba e Ubatuba. (Fonte: Imprensa Livre)

Delegacia Seccional divulga locais de comícios eleitorais 

São Sebastião - Pela portaria 01/2004, expedida na última segunda-feira, a Delegacia Seccional de Polícia de São Sebastião divulgou a lista com os locais para realização de comícios, após a liberação da campanha eleitoral. Conforme o ofício assinado pelo delegado João Babosa Filho, 35 pontos da cidade são indicados para os eventos políticos e reuniões de outra natureza. 
A relação inclui os seguintes bairros das regiões central e norte: 
Centro (praça Major João Fernandes, Praça das Bandeiras e Aterro da Rua da Praia), Vila Amélia (praça Benedito Ladislau de Moraes), Bairro de São Francisco (praça do Convento e praça da Figueira), Morro do Abrigo (praça Henrique de Lima), Pontal da Cruz (praça Maximino Cunha), Enseada (praça do Lions e campo de futebol da avenida Emílio Granato), Jaraguá (área de lazer), Canto do Mar (rotatória da avenida Netuno), Topolândia (praça da Bíblia e entre a Travessa Morro Azul e rua Marília), Topovaradouro (rua João Teixeira Neto), Olaria (início da rua Topolândia e área da prefeitura ao lado do nº 118 da rua Novo Horizonte), Itatinga (travessa Tancredo Neves, em frente ao Convento, e avenida Itatinga, 1445, ao lado do Supermercado Danjú) e Barequeçaba (praça Pedro Leite Clementino). 
Para a Costa Sul, os bairros e áreas pré-definidas são estas: Paúba (praça da Igreja), Maresias (praça central e rua Caminho do Forno), Boiçucanga (praça Romão Teixeira e ao lado do Centro Esportivo), Toque-Toque Pequeno (praça central), Toque-Toque Grande (praça Luiz Juvêncio dos Santos), Barra do Sahy (praça Osório Jorge dos Santos e avenida Aristides Tavares, altura da rua do Pontal), Juquehy (praça Simão Faustino, avenida Izidoro de Moraes e rua João Antonio dos Santos, próximo ao Centro Educacional), Barra do Una (Largo da Igreja), Boracéia (praça da igreja) e Camburi (ao lado do campo de futebol).
Os locais para comícios nas demais cidades do Litoral Norte ainda não foram divulgados pelas respectivas delegacias. (Fonte: Imprensa Livre)

Casal é preso com maconha, cocaína e arma no Itatinga

São Sebastião - O casal C.A.S e J.G. foi preso na última terça-feira, no Itatinga, próximo à escadaria, local de venda de droga no bairro. Ele, conhecido por “Carlinhos”, estava junto com J, que é doméstica, quando a Polícia Militar os rendeu. O flagrante ocorreu por volta das 20h. 
De acordo com a polícia, durante patrulha, os dois estavam em atitudes suspeitas. Na revista, os policiais encontraram um revólver calibre 380 na cintura de C. O revólver estava municiado com cinco balas. Além da arma ele também carregava um pote branco com 13 pedras de crack e 7 trouxinhas de maconha. 
Já a doméstica - quando os militares pediram para que esvaziasse os bolsos-, não teve tempo de “dispensar” o cigarro de maconha, parcialmente queimado, que guardava. 
A viatura ainda foi até a casa de C. Lá, dentro do forno, escondido em um pé de geladeira, os policiais encontraram mais 26 gramas de maconha prensada. Além da erva, ainda havia oito papelotes de cocaína e cerca de R$ 35. 
O casal foi encaminhado ao 1º.Distrito Policial, no centro, onde C. ficou preso na cadeia pública. Ontem, na hora do almoço, a mulher foi levada à cadeia feminina de Ubatuba. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeitura aplica R$15 mil em multas contra evento em Maresias

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião aplicou um total de R$ 15 mil em multas em razão de uma estrutura montada na avenida Francisco Loup, em Maresias, para o evento denominado “Arena Nova Schin”. 
Segundo o chefe da Fiscalização de Obras e Meio Ambiente, Lineu Alvim Coelho Júnior, as multas foram aplicadas contra um dono de uma lanchonete, dentro do shopping Maresias Fashion Beach, que entrou com pedido para realização dos shows e contra duas empresas, uma produtora do evento e outra incorporadora do shopping.
O chefe da fiscalização explica que as multas se devem a som excessivo, incomodando o sossego público e por falta de autorização para a instalação da estrutura. Segundo Lineu Júnior, também foi aplicado auto de demolição voluntária para que os responsáveis pelo evento removam a estrutura, caso não apresentem pedido de regularização em 24 horas. 
Ao final da tarde de ontem, ele disse que ainda não tinha recebido informação sobre a apresentação do pedido de regularização para a instalação da estrutura à prefeitura. “Mas mesmo que isto tenha ocorrido, os empreendedores terão de aguardar a prefeitura emitir autorização para o funcionamento da Arena Nova Schin”, ele alerta. 
Assim, se a autorização não ocorrer até o próximo sábado, não poderá haver show no local, como está previsto em site na internet. O show seria do grupo Peixe Elétrico. No último fim de semana, houve show no local, provocando reclamações sobre o som excessivo, segundo informou Lineu Júnior.
Na quarta-feira, em entrevista ao Imprensa Livre, Alessandra Ferrari, dona da produtora Cyber Play, responsável pelos shows da Arena Nova Schin, disse que estaria em São Sebastião, ontem, para checar as questões sobre a arena e ceder esclarecimentos à reportagem. 
Ontem, ainda em São Paulo, ela explicou que não pôde descer ao litoral, mas que estará hoje em São Sebastião. Alessandra também informa que não haverá shows na arena, sábado, nem mesmo do Peixe Elétrico, como está previsto na internet. 
Segundo ela a divulgação no site está imprecisa porque deveria especificar “programação sujeita a alterações”. Ontem, ela declarou que o site será corrigido. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Pousada da Almada

Sucos saborosos e refrescantes nesta temporada

Ubatuba - Refrescantes e saborosos, os sucos são sempre bem vindos na dieta dos frequentadores das praias. Antes ou depois do surfe, a preferência continua sendo o suco de açaí, que é uma febre no litoral norte.
Alimento essencialmente energético, é muito procurado para o desjejum. Para segurar o estômago até a hora do almoço, vale conferir a Sucolândia, tradicional casa de sucos de Ubatuba.
O local oferece cerca de 300 combinações de sucos e vitaminas feitos com água, leite ou suco de laranja. As delícias custam R$ 3,50. A jarra em que são servidos, comporta 600 mililítros e uma pessoa sozinha não dá conta de tomá-la. Segundo Janice Farias, 42 anos, proprietária da casa, o campeão de venda é o de suco de açaí com banana e laranja.
As primas, Pamela Ewbank Silva e Giovanna Silva, ambas de 17 anos, de São Paulo, conheceram a saborosa combinação com um amigo e viraram frequentadoras assíduas do estabelecimento.
"Sempre que passamos uma temporada em Ubatuba, temos que tomar um açaí com frutas. A mistura com morango também é muito especial", comentam.
A Sucolândia fica na praça Exaltação à Santa Cruz, no centro de Ubatuba. Uma nova casa de sucos será inaugurada amanhã na Rua Capitão Felipe, 151, no bairro Itaguá. (Fonte: ValeParaibano)

Programação Fundart Janeiro 2004

Ubatuba - Segue programação fornecida pela Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba - Fundart:
De 04 às 20:30 h - Coreto da Praça da Igreja Matriz - Apresentação de grupos de “Folias de Santos Reis”.
Dia 09 às 19:00 h - Casarão do Porto “Sexta Básica Musical” - Apresentação da Sociedade Lira Padre Anchieta de Ubatuba. 
Dia 09 às 20:00 h - Casarão do Porto -Abertura da Exposição de alunos das oficinas da Fundart. 
Dia 17 às 20:30 h - Igreja Matriz - “Madrigal - Música na Catedral” Concerto “Exultate Jubilate” de Mozart com a meso soprano Mariana Cioromila.
Dia 24 às 20:00 h - Casarão do Porto Encontro Musical “Seresta e Seresteiros”.
Informações: Tel.: (12) 3832-4584 ou 3833-7001 fundart@fundart.com.br 

Sexta imperdível no Beethoven

Ubatuba - Nesta sexta, o Beethoven apresenta uma banda sensacional, de botar todo mundo pra dançar. Eles tocam de tudo, rock, pop, dance, anos 80, 90, 60... e tem uma verdadeira show woman de crooner. É a Banda Tangos. Essa você não pode perder! Começa às 22 hs. e vai até... sei lá. O couvert artístico vai ser um pouco maior, 5 reais. Não é nada pra esse show! Tá avisado. Um abraço meu. Beto Avaroha

Conto em Capítulos Topo

Clique para acessar  os capítulos anteriores
Clique para acessar os capítulos anteriores


Cap. 14: Como eles vivem?

Enquanto eu pensava, sem na verdade conseguir fixar uma idéia, ocorreu-me uma pergunta que estava há muito em minha cabeça:
- E essa história de comer ratos. Isso vocês não podem negar, eu a vi comendo um na minha casa. Vocês afirmam que não são carnívoros e comem ratos. São o quê ratívoros? O trocadilho me fez rir, uma risada que confesso de cunho nervoso, fora de propósito. Eles se entreolharam, a cabeça inclusive, o que era muito esquisito e também engraçado. Aquela cabeça solta no meio da mesa, flutuando em meio a uma nuvem esfumaçada, parecia show de rock. Comecei a rir novamente e para minha surpresa, eles não gostaram. Aí eu não consegui segurar e ri muito mais. Eles ficaram com expressão de cachorro enganado. Pensei comigo: Estou vingado! Eles se divertiram às minhas custas, agora é a minha vez. A cabeça esperou os meus ânimos serenarem e então falou:
- Antes de virmos para este planeta, tomamos algumas precauções. A primeira delas é tentar evitar envolvimentos afetivos. Nós somos muito atraentes para vocês, nossos corpos são perfeitos e vivemos num mundo dedicado à sensualidade há mais de 1500 anos. Enquanto vocês admiram a nossa beleza, nós admiramos a disposição com que vocês pensam em sexo. O tempo todo. Vocês são incapazes de pensar em outra coisa, nós sabemos disso porque podemos ler pensamentos. Tanta disposição acaba sendo excitante para nós. Os ratos fazem parte da estratégia de evitar ao máximo os envolvimentos no momento de crise em que nos encontramos. Na verdade eles são refreadores da nossa lib ido. Têm a forma de ratos para que também inibam vocês. Quem estaria disposto a amar uma mulher que acabou de engolir uma ratazana viva? Sabemos a aversão que vocês têm por esses animais e por isso os escolhemos. Os ratos que nós comemos, são na verdade projeções holográficas. É uma técnica que vocês só conhecerão daqui a muitos anos, na verdade a mesma técnica que permite que nós estejamos conversando. No mais, sinta-se lisonjeado. Ao engolir o rato na sua frente ela apenas deu uma demonstração do quanto você a atrai.
- A explicação era satisfatória. Não havia como eles serem tão educados formalmente e ao mesmo tempo capazes de um comportamento alimentar tão fora da ortodoxia. Mas se eles não comiam ratos, e eu não os vi comer outra coisa, então o que é que eles comiam? Obviamente, fiz a pergunta. A cabeça preparou-se para responder. Eu, um pouco interessado em parecer engraçado para a garota extraterrestre, fiz um trocadilho que não pegou bem:
- Vai começar outro papo cabeça.
Enquanto eu ria, eles se entreolhavam com cara de enfado. Extraterrestres também se aborrecem, eu sei porque vi com meus próprios olhos. Após um breve intervalo a cabeça retomou a conversa respondendo à minha pergunta:
- Nós não comemos como vocês. Temos células de energia implantadas no corpo e precisamos apenas de água. A nossa vida, plena de sensualidade, tirou a necessidade da substituição das frustrações pelos alimentos ou pelas drogas. Nós somos totalmente satisfeitos fisicamente e, isso mudou a nossa fisiologia. Os nossos cientistas conseguiram encontrar formas de alimentação que nos tornam fortes por muito tempo.Também somos imunes às doenças. No nosso planeta não existe a frustração, todos são belos, saudáveis e amados. Também não conhecemos a ignorância nem tampouco a ansiedade, males dos mais comuns por aqui. Desta vez eu fiquei calado por um bom tempo pensando nas palavras que acabara de ouvir. Eu ainda tinha inúmeras perguntas para fazer, queria saber mais do planeta deles. Como são as escolas, como é dividido o trabalho, há ricos e pobres? Como funciona o governo, os governantes são escolhidos através de eleições? Também fiquei curioso para saber quanto tempo as pessoas vivem, se não há doenças, então talvez não houvesse morte. Minha mente vagava por inúmeras dúvidas num turbilhão de questionamentos. Eu me sentia como um monge medieval que passou a vida orando pelo conhecimento e certo dia encontrou o livro da verdade. A minha excitação não passou desapercebida. Os visitantes pediram para que eu me acalmasse. Precisávamos nos concentrar nos acontecimentos recentes. Eu saberia mais ao longo do tempo.

Sidney Borges 
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html 


Artigo
Topo

Aviões

A aviação comercial é antiga, tem quase um século. No distante ano de 1912, na Alemanha, dirigíveis já singravam os céus transportando cargas e passageiros. Nos primeiros tempos, o transporte aéreo era mais uma curiosidade para os que dispunham de dinheiro e espírito de aventura. O povo viajava de trem ou de navio. A consolidação da indústria aérea como atividade econômica relevante, em escala planetária, só se deu no fim da segunda guerra mundial, com a oferta de aviões bons, confiáveis e baratos. Os Douglas DC-3 foram os pioneiros nessa fase, e estavam disponíveis aos montes, excedentes de guerra. Com eles surgiram milhares de empresas, algumas no Brasil, que aos poucos foram se fundindo, muitas desaparecendo melancolicamente depois de povoar nosso imaginário. Quem não se lembra da PanAm e seus “Clippers”, gigantescos hidroaviões quadrimotores que tiveram a honra de transportar Flas h Gordon, o Fantasma e Indiana Jones entre outros ilustres. Foram eles que abriram as rotas do Pacífico quando os inimigos eram os nazistas e os japoneses, que dizem ter prendido e executado a intrépida aviadora Amélia Earhardt suspeita de espionagem. A PanAm chegou ao Brasil com sua subsidiária PanAir, nos anos 30 sendo depois nacionalizada. A PanAir do Brasil voou pelo mundo todo e até hoje deixa saudades, apesar de ter desaparecido em 1965, vítima do golpe militar. Tempos românticos. Hoje a coisa está esquisita para os empresários dos céus. Os aviões estão custando caro, os passageiros diminuindo e a concorrência aumentando. Precisamos de grandes descobertas tecnológicas, como foi o aparecimento do avião no começo do século XX, para diminuir os custos. Do jeito que a coisa está só sobrarão empresas estatais, subsidiadas. Que se voe, em estatais ou não, precisamos voar. Brasileiros, sempre tivemos vocação para trabalhar para o rei, está no sangue lusitano que herdamos, bem como a vocação para navegar, seja na água seja no ar.

Sidney Borges 
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html 

 

Foto do Dia Topo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor