Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 14 de janeiro de 2004 - Nº 949 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Sete praias estão sujas na região


Caraguatatuba
Caraguá faz oficina de esportes nas férias
Deputado Federal Aloysio Nunes visita Caraguá
Prefeito anuncia a exoneração do secretário de assuntos jurídicos
Alô Prefeito recebe Deputado Aloysio Nunes
Meio Ambiente promove “Caraguá Limpa”
1ª AcajuFest acontece no Porto Novo


Ilhabela
Família diz que aguarda investigação


São Sebastião
Taxa de lixo é suspensa, mas ‘pode voltar a qualquer momento’
Chuva transforma aterro em lamaçal
Navio de combate a derrames de petróleo deve chegar até o final deste mês
1º Festival de Teatro de Rua apresenta mais de quinze espetáculos


Ubatuba
Ubatuba tem de pista de kart a toboágua na praia
Prefeitura regulamenta Associação de Guardadores de Carros
Ubatuba faz mutirão contra dengue
Prefeito recebe moção
PV em Ubatuba

Seções
Crônica
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Sete praias estão sujas na região

Litoral Norte - O número de praias consideradas impróprias para banho no Litoral Norte foi reduzido de oito para sete, de acordo com o boletim divulgado ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental).
A praia do Pinto, em Ilhabela, saiu da lista de impróprias. O último boletim foi divulgado no domingo.
Uma outra mudança foi que um dos dois pontos analisados na praia do Itaguá, em Ubatuba, foi considerado próprio para banho.
A amostra de água retirada próximo ao número 240 na avenida Leovegildo foi considerada própria. Já a água retirada em frente ao número 1.724 da mesma avenida estava imprópria para banho.
A praia Martin de Sá, em Caraguatatuba, manteve a classificação de própria ontem, assim como no boletim de domingo. Na semana passada, a praia havia sido considerada imprópria, preocupando banhistas e comerciantes, já que é uma das mais frequentadas na cidade.
POLUÍDAS - Em Ubatuba, foram consideradas impróprias as praias de Itaguá e Perequê-Mirim, em Caraguá, Centro e Porto Novo, e, em São Sebastião, as praias São Francisco, Pontal da Cruz e Porto Grande. Ilhabela não teve praias consideradas impróprias. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Caraguá faz oficina de esportes nas férias

Caraguatatuba - A Secretaria de Esportes de Caraguatatuba abriu inscrições para os campeonatos de futevôlei e vôlei que serão realizados na praia Martin de Sá, e futebol de areia, que vai acontecer na praia de Indaiá, até 10 de fevereiro. Segundo o diretor de Esportes, Luiz Cláudio Passos Ribeiro dos Santos, as inscrições podem ser realizadas por grupos ou individualmente, nas duas praias, de quarta a domingo, das 9h às 18h. Santos disse que os campeonatos serão coordenados por quatro professores e oito estagiários da secretaria de esportes. (Fonte: ValeParaibano)

Deputado Federal Aloysio Nunes visita Caraguá

Caraguatatuba - O Deputado Federal Aloysio Nunes Ferreira (PSDB) esteve em Caraguatatuba nesta terça-feira, dia 13, reunindo-se com o prefeito Antonio Carlos da Silva, secretários municipais e vereadores. O Deputado visitou a Secretaria de Educação, onde foi recebido com um almoço, também oferecido a todos os presentes. Também visitou o município nesta terça, o ex-secretário de Estado da Cultura, Marcos Mendonça e o diretor executivo da Fundação Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE), Tirone Francisco Chad Lanix.
"O Deputado Aloysio Nunes sempre apoiou o município, abrindo as portas para Caraguatatuba e atendendo à todas as nossas solicitações". A mais recente luta do Deputado para Caraguá, é a da criação da Vara da Justiça Federal, cuja lei já foi aprovada pela Câmara dos Deputados. Segundo o Deputado, a aprovação da lei garante que a Vara será instalada em Caraguatatuba. "Nesse sentido, nos reunimos recentemente com a Juíza do Tribunal Regional de São Paulo, pleiteando a instalação. Presente na ocasião, o diretor regional da Caixa Econômica Federal do Vale do Paraíba, se prontificou a locar o imóvel para a instalação da Vara, o que significa uma economia de recursos no orçamento da Justiça Federal. O prefeito comentou que a parceria com a Justiça Federal e a Caixa Econômica irá viabilizar a locação do imóvel que já está sendo procurado.
Durante a visita, o Deputado comentou que vir a Caraguá é confirmar que é possível ser rigoroso na aplicação do dinheiro público e promover grandes realizações ao mesmo tempo. "Antonio Carlos deixa uma lição de vida com o seu entusiasmo. Quando fala parece até que está começando o governo. Sua administração é poderosa e entusiástica. Mais uma vez pude confirmar o progresso da cidade, nos investimentos em obras, em educação e o quanto o município evoluiu e não foi por menos, Antonio Carlos foi o prefeito que mais ligou para o Palácio solicitando apoio", comentou o Deputado. (Fonte: PMC)

Prefeito anuncia a exoneração do secretário de assuntos jurídicos

Caraguatatuba - O prefeito anunciou durante a reunião de hoje, no auditório da Secretaria de Educação, a exoneração do Dr. Sidney de Oliveira Andrade, o secretário de Assuntos Jurídicos da prefeitura. O motivo é que de acordo com a refoma da previdência, o secretário não pode mais acumular a aposentadoria aos subsídios da Prefeitura. Assumiu a Secretaria de Assuntos Jurídicos, o procurador Cassiano Ricardo Silva de Oliveira. Antonio Carlos agradeceu ao Dr. Sidney pelo profissionalismo e pela credibilidade de seu trabalho ao longo do anos que permaneceu na prefeitura. Destacou também a honestidade incomparável, a credibilidade e o companheirismo do secretário, que por sua vez, se disponibilizando a continuar ajudando no que for preciso. "Sinto muita honra por ter participado desta administração, que se destaca pela excelente administração, um dos poucos municípios do Brasil que chega ao fim de uma mandato com 20 milhões em caixa, créditos de quase 28 milhões e compromissos cumpridos. Ao contrário do que muita gente pensa, não foi a indenização da serra do mar a responsável por tudo que a prefeitura conquistou, ela serviu de base para saudar dívidas da antiga administração, com a Sabesp, com a Bandeirante, pagamentos atrasados de funcionários, entre outros. Posso garantir que tudo que Caraguá conquistou nos últimos anos se deve a grande visão administrativa do prefeito Antonio Carlos. Juntos fizemos uma boa parceria, enquanto ele "acelerava eu apertava o freio" e assim encontramos solução para tudo. Para mim foi um tempo de aprendizado", comentou.
O Deputado também se pronunciou a respeito do Dr. Sidney, afirmando que ele conjuga uma visão jurídica muito sólida com uma grande sensibilidade política. "Que Caraguá continue contando com seu bom conselho", disse. (Fonte: PMC)

Alô Prefeito recebe Deputado Aloysio Nunes

Caraguatatuba - Durante o Alô Prefeito desta terça-feira, dia 13, o prefeito Antonio Carlos da Silva dividiu os microfones da Rádio Oceânica AM com o ilustre tucano Deputado Federal Aloysio Nunes Ferreira. Eles comentaram sobre o desenvolvimento de Caraguá nos últimos anos, principalmente, no setor da Educação e do Saneamento Básico, aproveitando para discutirem sobre a unificação das polícias.
“Não ter nenhuma criança fora da escola significa uma revolução para o ensino do município. Vocês estão saindo na frente, servindo de exemplo”, disse o deputado.
Para esclarecer melhor sobre os trabalhos no setor, o prefeito Antonio Carlos informou também que “o Plano Municipal de Educação de Caraguá está muito mais incrementado porque supera o que a LDO determina. Pois na sua elaboração, a cidade já tinha 95% da LDO cumprida”, disse. Ele acrescentou que o fato de atender a demanda da Educação Infantil se deve à parceria com a Fundação Orsa. “Acredito que fazer parcerias com a iniciativa privada é muito importante para promover realizações”, afirmou.
Balneabilidade
O deputado comentou que gostaria de conhecer a Praia do Indaiá, que ainda estava em obras de urbanização em sua última visita, pois ficou surpreendido com a boa balneabilidade. “Estou louco para ver o resultado da urbanização da Praia do Indaiá. Depois, quero conhecer a Secretaria de Educação”, disse.
Sobre a balneabilidade da Praia do Indaiá, o prefeito explicou ao deputado todas as medidas tomadas em parceira com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para o tratamento de água e esgoto na cidade. Falou sobre as ETEs (Estações de Tratamento de Esgoto) e seu funcionamento.
Segurança
O deputado Aloysio Nunes foi questionado sobre o que pensa da unificação das polícias. Ele informou que hoje em dia fala-se muito nisso, mas que para ele, não é a solução. “Fala-se muito em unificar, mas para isso haverá tanta modificação, que eu acredito não ser uma boa opção. O que acredito é na importância da formação dos policiais ser a mesma. Mas nesse momento, geraria confusão. Sou a favor da unificação operacional e da integração das polícias Militar e Civil”, afirmou.
O prefeito comentou sobre o aumento da criminalidade na temporada, que ocorre devido ao aumento populacional no municípios nesse período. “Estamos tentando sensibilizar o Secretário de Estado da Segurança Pública, Saulo de Castro Abreu Filho, para pedirmos um aumento permanente em nosso efetivo, além de uma reserva de homens”. Ele acrescentou que gostaria de fazer uma parceria com o Governo do Estado para a implantação de um sistema de monitoramento com câmeras de vídeo nas entradas da cidade. “Assim, todos os carros poderiam ser identificados e registrados. Isso, com certeza faria com que os criminosos não viessem para a cidade, pois o monitoramento tem uma função de intimidar”.
Plano Diretor
O prefeito Antonio Carlos aproveitou a oportunidade para anunciar que criou uma comissão, com profissionais das Secretarias Municipais, da Associação Comercial e Empresarial e da Associação do Engenheiros, para desenvolver um Plano Diretor para Caraguá, que deverá estar pronto para aprovação em abril. (Fonte: PMC)

Meio Ambiente promove “Caraguá Limpa”
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Caraguá lançou, no último dia 13, terça-feira, a campanha de limpeza de praias, “Caraguá Limpa”, em parceria com a Ong Anima e a Associação dos Quiosques e Barraqueiros da cidade

Caraguatatuba - Caraguá terá, esse ano, uma campanha para combater o lixo nas praias da cidade. Em parceria com a Ong Anima (Núcleo do Desenvolvimento da Consciência - significa alma, em sanscrito) e a Associação dos Quiosques e Barraqueiros da cidade, o projeto tem o objetivo de orientar os banhistas sobre a importância de recolherem o lixo nas praias.
De acordo com informações do Diretor da Dilurb (Divisão de Limpeza Urbana), Gilberto Santos, cerca de seis toneladas de lixo, por dia, são coletadas nas praias, durante a temporada de verão.
A Associação dos Quiosques e Barraqueiros de Caraguá promoveu a instalação de lixeiras e faixas com frases educativas nos quiosques e nas entradas da cidade e das praias Indaiá, Aruan, Centro, Prainha, Martin de Sá, Massaguaçu, Cocanha, Mococa e Tabatinga.
Segundo o Secretário Municipal de Meio Ambiente de Caraguá, Auracy Mansano Filho, 30% dos banhistas ainda deixa o lixo nas praias. "A pessoa que produz lixo na praia deve depositar o material nas lixeiras ou levar para a sua casa", disse o secretário. (Fonte: PMC)

1ª AcajuFest acontece no Porto Novo
Pela primeira vez, a Acaju (Associação Caiçara Juqueriquerê) vai realizar a AcajuFest no entreposto de pesca do Porto Novo. Um evento que apresentará a comida típica e os costumes caiçaras

Caraguatatuba - A 1ª AcajuFest, organizada pela Acaju (Associação Caiçara Juqueriquerê) acontecerá nos dias 16, 17 e 18 de janeiro, a partir das 18 horas, no entreposto de pesca do bairro Porto Novo. O evento tem o objetivo de resgatar os costumes, divulgar o artesanato, a música e apresentar a comida típica caiçara.
Dentro da programação da festa, além dos shows musicais, haverá a 2ª Rio Acima, A Beira Rio, uma Canoagem Ecológica, que acontecerá no dia 17 de janeiro, sábado, com saída da Ponte do Rio Juqueriquerê, às 9 horas. A canoagem visa estimular as pessoas, que têm barcos e canoas, a participarem da coleta de lixo nas margens do mais importante rio do Litoral Norte. Quem coletar maior quantidade, em quilos, de resíduos, levará para casa um troféu, que deverá ser entregue à noite.
Segundo o presidente da Acaju, Pedro Paes Sobrinho, a associação realiza a coleta para estimular as pessoas a preservarem o Rio Juqueriquerê. “Todos os anos, procuramos realizar a canoagem e retirar todo tipo de lixo do Rio Juqueriquerê. Este ano, vamos também promover a AcajuFest para atrair o maior número de pessoas possível”, afirmou.
A saída dos barcos no sábado, dia 17, acontecerá, às 9 horas, na Ponte do Rio Juqueriquerê, no bairro Porto Novo. (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Família diz que aguarda investigação

Ilhabela - A família do fazendeiro goiano Colemar Rodrigues de Resende, 68 anos, assassinado no dia 14 de dezembro em Ilhabela, acompanha a investigação da Polícia Civil sobre o crime que tem como principal suspeita a advogada Eneida Campos Agel, 53 anos, que namorava a vítima.
Segundo Walter Fernandes Mezzetti, 37 anos, genro de Colemar, a relação da família com Eneida nunca foi boa. Foi Mezzetti, que mora em Cotia (SP), quem identificou o corpo do fazendeiro um dia após o assassinato.
"Ela (Eneida) sempre foi uma pessoa estranha. Víamos isso em seu olhar e nunca tivemos muito contato com ela", disse Mezzetti.
Ele disse que alguns dias antes do crime, sua mulher --filha do fazendeiro-- telefonou para o pai e combinou de passar alguns dias com ele em Ilhabela. "Após isso, ele ficou sem ligar e desconfiamos de que alguma coisa havia acontecido", afirmou.
Ainda revoltada, a família de Colemar acompanha a investigação da Polícia Civil de Ilhabela e disse espera por justiça. "A polícia está realizando um bom trabalho. Só temos que agradecer e esperar que a verdade venha à tona", disse Mezzetti.
Esta semana, a Justiça determinou a ampliação do prazo de prisão temporária da suspeita por mais 30 dias. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Taxa de lixo é suspensa, mas ‘pode voltar a qualquer momento’

São Sebastião - Conforme decreto publicado ontem, assinado pelo prefeito Paulo Julião, as Secretarias de Fazenda e Governo deverão adotar medidas operacionais imediatas que suspendam a cobrança da “Taxa de Coleta e Destinação Final do Lixo”. Isto porque o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo acatou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) e concedeu liminar suspendendo os efeitos de três artigos da Lei 1.317/98 (Código Tributário Municipal), que institui a “taxa do lixo”.
Contudo, Paulo Julião garante recurso. “Já houve uma ação de inconstitucionalidade, na qual o Tribunal de Justiça julgou constitucional. Respeitamos a Adin, mas já agendamos um recurso”, enfatizou o prefeito. “Talvez o tribunal não tenha se atentado que já existiu uma decisão de mérito”, completou.
Apesar de não concordar com a liminar, Julião fez o decreto 2876/2004 para atendê-la. No artigo 2º está previsto que os eventuais recebimentos deverão ser devolvidos aos contribuintes.
Além disso, de acordo com o artigo 3º do decreto, as agências bancárias ficam proibidas de recolher a taxa. O artigo 4º destaca: “aos contribuintes deverá ser esclarecido que, na hipótese de cassação da liminar ou julgamento definitivo improcedente, a cobrança posterior se legitimará”.
Desta forma, a situação é a seguinte: o contribuinte que já pagou o imposto de 2004, com a taxa de lixo, pode pedir o ressarcimento. Entretanto, corre o risco de ter que pagar posteriormente, caso o recurso da prefeitura seja acatado.
Já o contribuinte que ainda não pagou seu imposto pode exigir o desconto da taxa de lixo, baseado na liminar. Porém, também poderá ser obrigado a efetuar o pagamento, conforme o resultado do recurso. O decreto perderá sua eficácia caso a liminar seja cassada.
Recurso no TJ - O secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Paulo Guimarães, esteve no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, ontem à tarde. Ele impetrou um mandado de segurança para tentar cassar a liminar que proíbe a cobrança da taxa de coleta e destinação do lixo.
Na noite de ontem, logo após retornar de São Paulo, Guimarães explicou a situação. “Há dois anos, a Procuradoria Geral da Justiça entrou com uma Ação Declaratória de Inconstitucionalidade. O objetivo era declarar inconstitucionais os artigos do Código Tributário específicos da taxa de lixo, uma questão que era discutida em todo o país. Na época, nós defendemos e apresentamos que os artigos citados já haviam sido alterados ou revogados. Tanto que ganhamos a ação e continuamos a cobrar a taxa”, relembrou o secretário.
No mês passado, a Prefeitura de São Sebastião recebeu um ofício informando que a Procuradoria de Justiça havia ingressado nova ação de inconstitucionalidade.
“Estão questionando os mesmos artigos. Suponho que houve um equívoco, que não observaram a antiga ação já julgada. Como já é coisa julgada a nosso favor, fui pessoalmente ao tribunal impetrar o mandado de segurança”, declarou Paulo Guimarães.
Ele chegou a falar com o desembargador Mohamed Amado, que teve de sair para uma reunião com o governador Geraldo Alckmin, ontem à tarde.
“O desembargador já deu ordem para que o protocolo fosse encaminhado para sua sala e amanhã (hoje) deverá apreciar o mandado de segurança pedindo a cassação da liminar. Se entender que tem lógica e suspendê-la, será como se nada tivesse existido e a taxa continuará sendo cobrada normalmente”, finalizou o secretário de Assuntos Jurídicos. (Fonte: Imprensa Livre)

Chuva transforma aterro em lamaçal
Barraqueiros pedem melhores condições de estrutura

São Sebastião  - Barraqueiros da Festa do Padroeiro estão pedindo melhores condições de estrutura, principalmente quanto à pavimentação. Na última sexta, a forte chuva que caiu sobre a cidade transformou o aterro da Rua da Praia em um grande lamaçal.
Tanto que os ambulantes tiveram de improvisar valetas para escoamento de água e levantar os produtos, evitando prejuízos. No show da banda Axé Blond, as grandes poças d’água deixaram parte do público longe do palco. Para os barraqueiros, a área da feira deveria receber melhorias no piso.
Ontem à tarde, alguns ambulantes colocavam terra no interior de suas barracas, para aumentar o nível em relação aos corredores. Foi o caso do vendedor Maurício Alves, 29 anos. “Levantamos pelo menos 30 centímetros para não entrar água, porque se chover, já era”, disse Alves.
Na sua opinião, a área destinada à feira livre também deveria ter calçamento, assim como as barracas da Paróquia e da Mostrarte. “A sorte é que mandaram uma máquina após a chuva, mas é um absurdo, pois pagamos R$ 1,4 mil de taxa do terreno, fora outras despesas”, enfatizou.
O barraqueiro José Roberto Lira Gomes, 29 anos, também reclama dos problemas estruturais da festa. “Quando chove fica uma lama danada. Mas, sempre é assim. Nunca teve uma boa estrutura. Na noite de sexta tivemos de aterrar”, afirmou Gomes.
Quanto às vendas, ele salienta que o movimento ainda está abaixo do esperado. “A expectativa é que melhore no próximo fim de semana, perto do Dia do Padroeiro”, avaliou.
Reginaldo Manoel dos Santos, 23 anos, lembra que, no ano passado, quando a prefeitura utilizou tendas semelhantes aos circos, os problemas com a chuva foram menores. “Desta vez a água invadiu, acho que deveriam ter mais respeito com a gente. Pagamos R$ 1,4 mil e só ontem (domingo) faltou luz pelo menos três vezes”, desabafou. Assim como José Gomes, ele ressaltou que as vendas estão pequenas. “Por enquanto, está tudo parado”.
Por causa da situação do aterro, alguns consumidores apelidaram a feira livre da Festa de São Sebastião de “lama shopping”. Contudo, apesar das dificuldades em transitar nos corredores depois da chuva, muitas pessoas garantem que vale a pena dar um passeio pelas barracas. “Aqui se acha muita coisa boa e barata. Eu mesmo já comprei algumas roupas para as crianças e pro meu marido, mas é uma pena que sempre seja tão ruim de andar”, disse a dona de casa Maria Cristina dos Santos, 43 anos, moradora do Canto do Mar.
A aposentada Tereza Oliveira de Souza, 68 anos, também considera a feira como uma oportunidade de se economizar. “Aqui você encontra o preço que só seria possível comprar no Brás (bairro de São Paulo com grande variedade de lojas de roupas)”, finalizou.
Prefeitura - A Prefeitura de São Sebastião, por intermédio da Secretaria de Serviços Urbanos, informou que ainda esta semana cerca de 130 metros de bica-corrida, material à base de pó-de-pedra, que evita a formação de lama, serão colocados no aterro. Além disso, segundo o secretário Ueneri Reich, alguns caminhões de pedra serão descarregados no local.
“Isso deve diminuir a lama na área da festa”, enfatizou. O secretário adianta que a próxima etapa da administração municipal incluiu melhorias no aterro e na praça da Rua da Praia. (Fonte: Imprensa Livre)

Navio de combate a derrames de petróleo deve chegar até o final deste mês

São Sebastião - O navio “Rebello XV”, especialmente destinado a combater derrames de petróleo, deve chegar em São Sebastião, no final deste mês. A princípio, a embarcação chegaria no início de janeiro, mas houve atraso, em razão da necessidade de engenheiros de indústrias estrangeiras instalarem os equipamentos importados.
O “Rebello XV”, com profissionais e equipamentos para combate a derrame de petróleo, será mantido no Canal de São Sebastião graças à iniciativa da SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde) da holding Petrobras. A embarcação está em fase final de adaptação, no Rio de Janeiro.
O técnico Cláudio Roberto Fayad, do Grupo de Contingência da SMS da Petrobras no Rio de Janeiro, será o responsável por auditorias mensais no navio. No momento são esperados profis-sionais de indústria na Bélgica, ao Rio de Janeiro, para comissionar os equipamentos ou colocá-los em funcionamento. “Na pior das hipóteses, em termos de atraso, o navio deve chegar em São Sebastião, na primeira quinzena de fevereiro”, declara Fayad.
O navio é destinado à contenção e ao recolhimento de óleo no mar, mas também tem equipamentos para combate a incêndio, lançando 3 milhões de litros de água a 100 metros de distância. A embarcação foi contratada pela Petrobras via licitação.
Após o navio chegar no Canal de São Sebastião, será submetido à completa inspeção da Petrobras, a ser executada por Fayad. O trabalho deve durar um dia e meio. Depois de toda a vistoria, deve ser firmado o contrato, válido por cinco anos.
Operação contínua - O navio também servirá para treinamentos constantes, além do patrulhamento da área que envolve o Canal de São Sebastião. Não ficará fundeado. Será operado de forma ininterrupta, para agilidade nos casos de derrame de petróleo. Um barco deste porte depende de uma hora para entrar em operação.
Em média, a tripulação será de 18 homens a bordo durante 30 dias. Boa parte deles são marítimos experientes na função, residentes no Litoral Norte. Os profissionais da região são importantes porque conhecem a área.
O “Rebello XV” tem 60 metros de comprimento e é um tipo de rebocador usado como apoio nas plataformas marítimas da Petrobras. A empresa contratou três destes navios para combate aos acidentes. Um deles opera na Baía da Guanabara, Rio de Janeiro, há três anos. Trata-se do “Astro Ubarana”. O outro é o “Norsul Marati”, que opera em Aracaju, Sergipe, desde abril de 2003.
Pegaso - Fayad evidencia que a contratação destes navios faz parte das medidas da Petrobras para evitar os prejuízos ao meio ambiente, por meio do Pegaso (Programa de Excelência em Gestão Ambiental e Segurança Operacional), em prática desde o ano 2000. Conforme Sayad, o “divisor de águas” que resultou na adoção deste programa foi o desastre ambiental, na Baia de Guanabara, em 18 de janeiro de 2000, com derrame de um milhão de litros de petróleo.
No convés do “Rebello XV” haverá três lanchas, cada uma com 26 pés de comprimento (8,5 metros), para contenção do óleo derramado. O navio terá capacidade para recolher 250 mil litros/hora, por meio de vários tipos de recolhedores. Os tanques de armazenamento de óleo do navio têm capacidade para 350 mil litros.
O navio também conta com sistema de iluminação para o trabalho durante a noite e rádios de comunicação com freqüências marítima, aeronáutica e terrestre. A operação do navio será coordenada pelo engenheiro Rogério Picado, da SMS em São Sebastião. (Fonte: Imprensa Livre)

1º Festival de Teatro de Rua apresenta mais de quinze espetáculos

São Sebastião - O 1º Festival de Teatro de Rua teve início nesta segunda-feira, dia 12, na praça Antonio Argino, a partir das 20 horas. A abertura ficou por conta do espetáculo “Simão e Boi Pintadinho”.
Durante todo mês de janeiro, terá apresentações dos mais variados, como: teatros de bonecos e de rua, circo – teatro e circo contemporâneo, que tem como característica marcante atingir as mais diversas faixas etárias. Serão apresentados mais de 15 espetáculos vindos de São Paulo, Recife e Garanhuns.
A primeira apresentação foi do espetáculo “Simão e o Boi Pintadinho”, que tem como diretor Valdeck de Garanhuns. Além do festival, terá outra atividade paralela que é a mostra do grupo Circo Navegador, que prevê a instalação de uma exposição iconográfica da produção artística do grupo nos últimos 7 anos.
Esta exposição poderá ser visitada todas as noites diariamente na praça, e, segundo o diretor artístico Lucciano Draetta, pretende reunir os visitantes em torno da idéia do teatro e orientar o público para prestigiar as apresentações do festival. O grupo do Circo Navegador já participou de vários festivais brasileiros, sendo premiado por melhor direção no festival de Florianópolis, melhor espetáculo no festival de Guarulhos e também no Panamco Leva ao Teatro em 2000.
“O teatro de rua é uma outra opção que estamos oferecendo para comunidade e para turistas que estão em nossa cidade. Queremos mostrar que não é somente o sol que é quente, a cidade também é, por isso optamos em oferecer a melhor programação cultural na nossa cidade”, explica o secretário de Turismo e Cultura, José Cardim de Souza.
Segundo o diretor artístico, os critérios usados para a seleção dos espetáculos foram em busca de obras que representam as diversas linguagens cênicas brasileiras, o ineditismo, a qualidade e a diversidade, reunindo manifestações de várias regiões do Brasil.
O espetáculo que fez a abertura do 1º Teatro de Rua, contou a história de um coronel Vicente Pompeo que vai realizar uma grande festa em sua propriedade para comemorar a chegada do novo ano. Para organizar todos os preparativos da festa ele manda chamar seu ajudante e braço direito que é Simão de Lima Condessa. Simão fica encarregado de tudo, desde a culinária até a parte artística do evento e, para isso, conta com a ajuda de sua companheira Marieta e alguns amigos.
O coronel diz a Simão que a festa tem que ser uma grande folia brasileira, com apresentações de Bumba-meu-boi, Reisado, Ciranda, Frevo, etc. Simão começa os preparativos, mas é interpelado pelo gringo e o político que se dizem amigos do coronel, e querem modificar todo o esquema da festa, para colocar coisas mais “modernas”, que estão em evidência na mídia. Simão reluta, mas os dois usam métodos fraudulentos e soltam a Cobra-Grande para devorar o Boi Pintadinho que é a principal figura da brincadeira.
Com muita astúcia e ajuda da platéia, Simão vence a todos conseguindo salvar o Boi, realizar a festa, e assim, manter viva a nossa cultura popular.
O diretor do espetáculo, Valdeck de Garanhuns, de Pernambucano de Garanhuns, é um múltiplo artista conhecido no Brasil e exterior: é poeta, artista plástico, arte-educador, ator, compositor, contador de estórias e mestre de mamulengo. Desenvolve o teatro do riso com maestria. Com mais de vinte anos de carreira, o artista usa o teatro de mamulengo como recurso educacional.
Valdeck, conhecido defensor e preservador da arte e cultura brasileiras, também se destaca como um dos melhores xilogravuristas do país, tendo participado de importantes salões de Artes Plásticas, várias exposições coletivas e individuais. Suas obras já foram expostas em Washington e Nova York, nos Estados Unidos, em Hameln e Erlangen na Alemanha, além de fazerem parte do acervo do Museum fur Vokerkunde / Alemanha.
Hoje o espetáculo a se apresentar será “O Mamulengo no Cinema”, que tem como o diretor, Valdeck de Garanhuns, a partir das 21 horas. Amanhã será a vez de do espetáculo “O Burguês Fidalgo”, com direção de Cia do Miolo.
Histórico do Grupo “Circo Navegador” - Em 1996 surge no cenário do teatro paulistano o Circo Navegador, com um olhar crítico e investigativo, em busca da fusão do teatro, circo, dança e música. Com uma linguagem híbrida, que resulta numa estética experimental, desvinculada de qualquer apelo comercial, o grupo produz obras teatrais independentes da regras impostas pelo mercado.
Todos esses anos de trabalho, comprometido com a qualidade artística e com temáticas sociais que dizem respeito ao homem contemporâneo, resultaram na criação, montagem e apresentação de dez espetáculos: “Hoje Tem Marmelada” – 1996, “Navegador” – 1996, “O Diretor de Cinema” – 1997, “70, Senão 60” – 1999, “Olimpíadas” – 2000, “Lavou, Ta Novo” – 2001, “Encontros” – 2001, “Sarau” – 2002, “No Olho da Rua” – 2003 e “Estudo Para Palhaços Nº 2” – 2003.
Com o reconhecimento da critica e do público, o grupo reúne os prêmios de 3º melhor espetáculo de rua e melhor ator coadjuvante no Festival de Teatro de Guarulhos, em 1999, com o espetáculo “Hoje Tem Marmelada”. Já a peça “70, Senão 60” foi selecionada entre os melhores espetáculos da temporada 2000 e conta com a indicação para o Prêmio Panamco de Teatro Jovem na categoria trilha sonora e música, além de participar do Programa Panamco Leva ao Teatro. O espetáculo “Lavou, Ta Novo”, recebeu o prêmio de melhor direção no Festival de Teatro de Florianópolis, em 2002 e foi indicado nas categorias: melhor espetáculo, melhor ator e melhor figurino. (Fonte: PMSS)

Programação Teatro de Rua de São Sebastião
Local: Praça Antônio Argino – centro - Horário: 21h

13/01 – Espetáculo: O Mamulengo no Cinema, Direção: Valdeck de Garanhuns
14/01 – Espetáculo: O Burguês Fidalgo, Direção: Cia do Miolo
16/01 – Espetáculo: No Olho da Rua, Direção: Circo Navegador
17/01 – Espetáculo: Hoje Não Tem, Direção: Cia Monocirco
18/01 – Espetáculo: A Voz da Praça, Direção: Cia Monocirco
19/01 – Espetáculo: O Básico do Circo, Direção: Cia Pavanelli
20/01 – Espetáculo: Os Domadores, Direção: Cia Pavanelli
21/01 – Espetáculo: Aqui Não Pantaleão, Direção: Cia Pavanelli
23/01 – Espetáculo: Hoje Tem Marmelada, Direção: Circo Navegador
24/01 – Espetáculo: Lavou, Ta Novo, Direção: Circo Navegador
25/01 – Espetáculo: Estudo Para Palhaço Nº 2, Direção: Circo Navegador
26/01 – Espetáculo: A Farsa do Monumento, Direção: Tablado de Arruar
27/01 – Espetáculo: Movimentos Para Atravessar a Rua, Direção: Tablado de Arruar
28/01 – Espetáculo: Enquanto Descansamos Carregamos Pedra, Direção: Brincante de Mamulengo
30/01 – Espetáculo: O Cuscuz Fedegoso, Direção: Buraco D’oraculo
31/01 – Espetáculo: A Bela Adormecida, Direção: Buraco D’oraculo (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Pousada da Almada

Ubatuba tem de pista de kart a toboágua na praia
Diversão é para toda a família, de acordo com o bolso e a coragem do turista

Ubatuba - Diversão para toda a família e de sobra. Nas praias do Litoral Norte, o que não falta é opção de lazer. De toboágua e cama elástica a pista de kart e futebol de sabão. É só escolher, de acordo com a coragem e o preço.
Em Ubatuba, na praia de Maranduba, o turista pode curtir um toboágua flutuante. Com 10 metros de altura, o equipamento conta com cinco escorregadores, dois trampolins e uma prancha. A pessoa pode ficar até 30 minutos na atração.
"A diferença do toboágua é que a pessoa cai direto no mar", disse o sócio-proprietário Francisco Ferreira Braz.
Para quem gosta de adrenalina, pode optar pelo passeio no 'hooters jet' (jet-ski para três pessoas) ou participar de uma corrida na pista de kart. As crianças podem liberar a energia na cama elástica.
No Perequê-Açu, também em Ubatuba, as atrações são duas quadras de futebol de sabão, parede de escalada e cama elástica. Na parede de escalada, é preciso um pouco mais de coragem para subir os 6 metros e descer em rapel.
"Os brinquedos são seguros e indicados para crianças e adultos", disse a monitora Tatiana Duque. Todas as atrações são pagas e estarão disponíveis até o final de fevereiro.
DIVERSÃO - A satisfação e a alegria são visíveis no rosto de quem participa das atividades nas praias.
O estudante Francisco da Chaga de Barros Junior, 7 anos, de Bebedouro (SP), disse que gostou de brincar no toboágua da Maranduba ontem.
"É muito legal descer e cair na água. Dá um frio na barriga quando estamos prontos para escorregar", disse.
A estudante Camila Langhi, 11 anos, de Araraquara (SP), disse que escorregou no toboágua ontem pela segunda vez. "Foram mais de dez descidas. Gostei muito", disse.
O funcionário público José Roberto Borges de Moraes, 32 anos, de Araraquara (SP), disse que se divertiu ontem no passeio de hooters jet. Ele foi acompanhado de seu filho de 7 anos.
"É muito legal pois o jet vai na velocidade que desejamos e não tem risco. O passeio é agradável e dá para curtir com a família", disse.
Para o mecânico Luiz Carlos Santos, 38 anos, de Taubaté, as atrações são ideais para crianças e adultos. Ele brincou ontem na quadra de futebol de sabão do Perequê. "É muito gostoso jogar futebol em uma quadra com espuma", disse.
Serviço: Toboágua (30 minutos, R$ 7), Kart (10 voltas, R$ 7), futebol de sabão (10 minutos, R$ 3), parede de escalada (R$ 2), cama elástica Maranduba (R$ 3) e Perequê-Açu (R$ 2), hooters jet (15 minutos, R$ 30), 30 minutos (R$ 50) e 60 minutos (R$ 90). (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura regulamenta Associação de Guardadores de Carros

Ubatuba - Na tarde dessa segunda-feira, 12, na Câmara Municipal a Secretaria de Assistência Social (SAS) da Prefeitura de Ubatuba regulamentou a atividade profissional e instituiu a Associação de Guardadores de Carros no município. Participaram 64 guardadores que aprovaram por unanimidade o Estatuto da Associação que determina direitos, deveres e objetivos. Representantes da Sabesp participaram do evento para a inserção desses profissionais no benefício da tarifa social. A Welb Informática, outra parceira desta iniciativa, também esteve presente sorteando cestas básica e anunciando cursos de informática com meia bolsa para os membros da Associação. A iniciativa é do “Projeto Cidadão” da SAS, sob a coordenação de Enrico Bonomo, que há cerca de 20 dias vem trabalhando nesta regulamentação que conta com 120 pessoas cadastradas.
A Prefeitura de Ubatuba e o Sebrae promoverão uma série de palestras e treinamentos para todos os associados, além do acompanhamento da evolução da Associação de Guardadores de Carros. O Serviço de Trânsito promoverá palestra sobre noções básicas de trânsito e relações sociais. A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde ministrará palestra sobre comportamento e higiene pessoal e a APAF trabalhará com dependentes químicos. As palestras acontecerão nas Secretarias de Educação e Assistência Social nestes meses de janeiro e fevereiro. Os associados serão uniformizados com crachá de identificação da Prefeitura e colete com listras fluorescentes que também trará a identificação do guardador e telefone para sugestões e reclamações. Os coletes serão patrocinados pela empresa Jija Auto Posto.
A sede da Associação é provisória e fica no bairro do Ipiranguinha, na residência do presidente Alex Danilo de Jesus Pires. Cada associado deverá contribuir com R$ 10,00 mensalmente, como taxa administrativa. Os critérios adotados para se tornar associado são: mais de cinco anos residente no município, maior de 16 anos e já atuar como guardador de carro informal. Cada associado terá liberdade para fazer o seu próprio horário de trabalho, os locais são definidos pelos associados e a forma de pagamento pela guarda do veículo é espontânea do cliente, não havendo tarifário pré-definido. O corrdenador Bonomo considera mais um grande avanço social no município, já que vamos inibir a invasão de pessoas que migram de outras cidades para prestar este tipo de serviço e principalmente regulamentar uma situação que vinha gerando controvérsias. (Fonte: ACS-PMU)

Ubatuba faz mutirão contra dengue

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba, por meio da Secretaria da Saúde promove nesta sexta-feira, 16, um mutirão para eliminação de alguns criadouros do mosquito da dengue que foram identificados na área central da cidade. “ O município de Ubatuba tem tido o privilégio de não apresentar nenhum registro do “aedes aegipty” em suas casas apesar do País apresentar infestações em alguma regiões. O trabalho de identificação atesta a seriedade com que a administração municipal acompanha a evolução do quadro, mostra que os locais são limitados e conhecidos. Com a tradicional responsabilidade do trabalho de poder público e comunidade os focos serão eliminados”, afirma Carlos Fragnan, Secretário de Saúde.
A ação a ser desenvolvida ainda no mês de janeiro leva a vantagem de contar com a maioria das casas de temporada com moradores. O mutirão será precedido de uma campanha para alertar a população envolvida com o uso de faixas , sistema de som e rádios locais. Cerca de 90 agentes comunitários de saúde estarão distribuindo folhetos e retirando os bagulhos que contribuem para a propagação do mosquito. Serão colocados em sacos plásticos, lacrados e enterrados no aterro sanitário. A ação contará com apoio do pessoal da SUCEN, Saúde Coletiva, Secretaria de Obras e da Vigilância Sanitária , podendo requisitada a força polícial quando necessário.
De acordo com nota distribuída pela Secretaria de Saúde, na história da cidade esta situação já ocorreu algumas vezes, sem que no entanto ocorresse a instalação definitiva desse mosquito em nossos domicílios. “Não identificamos nenhum caso de dengue transmitido aquí ainda, no entanto, existe a necessidade de uma grande mobilização de todos no sentido de eliminar estes criadouros e estes mosquitos, garantindo nossa tranquilidade e dos nossos visitantes”, conclui o secretário.
Retirada - Uma das principais ações do mutirão diz respeito a eliminação de água parada das calhas, caixas d’agua mal fechadas, ralos , pneus, vasilhames, sanitários não usados com frequência em residências que ficam muito tempo paradas, além de pratos e vasos de plantas. (Fonte: ACS-PMU)

Prefeito recebe moção

Ubatuba - O trabalho desenvolvido pelo prefeito Paulo Ramos, de Ubatuba, pela atuação em benefício da geração de empregos valeu homenagem da Câmara de Taubaté. A moção de aplauso, aprovada por unanimidade, de autoria da vereadora Celinha Marques (PSDB) tem como argumento principal o diploma de “Prefeito Empreendedor - Prêmio Mário Covas”, outorgado pelo SEBRAE. De acordo com a mensagem, “o prefeito não mede esforços para que o município cresça, gerando empregos ( criação de 10 cooperativas de trabalho) e conformo à população. Transformou Ubatuba em um grande canteiro de obras, ampliando e resgatando o desenvolvimento de norte a sul, atendendo as necessidades da população mais carente e distante, revelando-se um dos melhores administradores de toda a história de Ubatuba”, argumenta a vereadora. Celinha ressalta ainda o fato de Ubatuba ser uma extensão de Taubaté, com ligações históricas e frequentada por grande número de turistas da vizinha cidade. (Fonte: ACS-PMU)

PV em Ubatuba

Ubatuba - O Deputado Federal pelo PV, Marcelo Ortiz esteve reunido com o Prefeito Paulo Ramos, de Ubatuba, trocando informações sobre os problemas da cidade e colocando-se à disposição para o encaminhamento de reivindicações principalmente as relacionadas ao meio ambiente. O deputado, cuja base eleitoral é em Guaratinguetá, é um assíduo frequentador de Ubatuba e tem sido um defensor das causas do município. (Fonte: ACS-PMU)

Crônica Topo

Trabalho

Dentre as mudanças no panorama nacional, que podem indicar o caminho do desenvolvimento e a conseqüente melhoria nas condições sociais, está a modificação das mentalidades relativas ao papel do trabalho. As seqüelas decorrentes da adoção da mão de obra escrava como sustentáculo da economia, durante todo o período colonial e depois na monarquia, enraizaram no caráter brasileiro, produzindo um ser ímpar, bem caracterizado por Mário de Andrade. Somos uma nação de Macunaímas. “Quero ser amigo do Rei”. Quanto a trabalhar, se der muita vontade deito e passa. A formação do caráter brasileiro é única no mundo. Na classe média urbana, o trabalho manual não é sequer cogitado. Independentemente das aptidões, busca-se a “graduação universitária” de forma desesperada, como sendo a única forma de libertação da alternativa degradante. Nossa economia, desde que aqui chegaram os primeiros colonos logo após a viagem de Cabral, alicerçou-se no trabalho escravo. Primeiro foram os índios, mas já em 1554 começaram a chegar os negros, e esta situação perdurou até 1850 quando terminou o tráfico, embora a escravidão tenha perdurado até 1888 oficialmente. Continua presente de forma velada. As conseqüências desses 300 anos ficam evidenciados no relato de Thomas Ewbank, que está no livro “Mauá”, de Jorge Caldeira. Em meados do século XIX, a reação contra o trabalho manual costumava ser violenta e assustava os viajantes: Interrogando-se um jovem de família respeitável e em má situação financeira sobre por que não ganha a vida de maneira independente, há dez possibilidades contra uma de ele perguntar, tremendo de indignação, se o interlocutor está querendo insultá-lo.”Trabalhar! Trabalhar!”, gritou um deles, “para isso temos os negros”. Sim, centenas de famílias têm um ou dois escravos, vivendo do que eles ganham. O doutor C. conta que um jovem prefere morrer de fome a abraçar uma profissão manual. Diz que há alguns anos aconselhou uma pobre viúva, que tinha dois filhos rapazes, um de catorze, outro de dezesseis anos, a encaminhá-los em ofícios. A viúva ergueu-se, deixou a sala, e nunca mais falou com ele, embora tivesse fornecido seus serviços profissionais gratuitamente à família durante oito anos. Recentemente foi abordado por um funcionário do Departamento de Polícia, que se deu a conhecer como o filho mais velho da viúva, que revelou ter um cargo satisfatório. Ser empregado no governo, na polícia, é honroso, mas descer abaixo de empregos no governo, mesmo para ser negociante, é degradante. A idéia de trabalho manual associado à escravidão está presente no imaginário popular até hoje, dentre os países de formação européia, praticamos os piores salários do mundo e somos os únicos a ter empregados domésticos, quase escravos, como faziam os colonizadores ingleses na Índia. Persiste também, exceto em algumas capitais, a idéia de que bom empregador é apenas o governo. Como no século XIX, ainda hoj e a aspiração da população brasileira é um diploma de direito e um empreguinho próximo à corte. Antes de querermos nos ombrear aos países desenvolvidos, é bom lembrar que eles têm respeito pelo trabalho e pelos trabalhadores e nós não. Aqui, ainda acreditamos ser o trabalho atividade reservada aos inferiores.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

 

Carta do Leitor Topo

Desaparecimento - Por favor caso tenham notícias de Heliodoro dos Santos, desapareceido desde ontem as 11 horas na Praia de Itamambuca, próximo ao riozinho.
Ele tentava salvar crianças que estavam se afogando e foi levado pela correnteza.
Obrigada

Fernanda Kalvala
EMBRAER - Empresa Brasileira de Aeronáutica
Materials Engineering
fkalvala@embraer.com.br
phone: 55 (123927-1734)
Fax: 55 (123927-2723)


Telefonia - Concordo com Moacyr Pinto da Silva, no que diz respeito aos orelhões quebrados em Ubatuba, pois já precisei várias vezes deles e 90% estão quebrados ou engolem nossos cartões. Já liguei para Telefônica e nada adiantou. Falei com Anatel e nada adiantou também, pois preciso rter nº de protocolo para reclamar com a Anatel e, eu não tenho tempo de ficar andando de orelhão em orelhão para pegar os nºs deles e ligar para o atendimento da telefônica, esperar uma vida para ser atendida e por sinal, muito mal atendida. Espero que alguém possa tomar as devidas providências, pois como não bastasse, as vezes ainda sofremos com nossa Telefonia fixa e celular, vez ou outra ficam todos os telefones mudos, incomunicáveis e os celulares sem sinal. Onde está o problema? Quem poderá resolvê-lo?????

Otilia Campi
Sertão da Quina
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor