Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 19 de janeiro de 2004 - Nº 952 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Cetesb aponta sete praias impróprias
CPTEC prevê tempo nublado no litoral
Trança no cabelo é mania no litoral
Pauê não mede esforços para ser um vencedor
Ambulante clandestino 'dribla' fiscais
Prefeituras combatem venda ilegal


Caraguatatuba
Petrobras abre quiosque ambiental em Caraguatatuba
Repasse de royalties a ONGs
Prefeito anuncia inauguração de ETE em evento sobre meio ambiente
Bandas regionais fazem shows gratuitos na Praça de Eventos
Mutirão Ecológico no Juqueriquerê
Pai e filho são presos juntos pela Polícia Civil
Segurança do Posto mais badalado de Caraguá detém ladrão
Levaram um carro e uma moto de turistas; um menor acabou detido


Ilhabela
Confissão livra mulher de fazendeiro
Prefeitura implanta programa Socorrista Voluntário no Carnaval


São Sebastião
Blitz na Feirinha do Padroeiro; barraqueiros estão revoltados
PM reforça ações contra vandalismo nos ônibus na região
Gabriel Melchert é o novo campeão Brasileiro de Optimist
Classificação final do Brasileiro de Optimist
“O Havaí vai invadir Maresias”
Julião nomeia novo secretário da Juventude, Esportes e Lazer
Paulo Julião recebe CD da dupla Pedro Henrique e Rafael
PM liberta refém e prende homem no Canto do Mar
Polícia começa a ouvir detentos sobre morte de preso nesta semana
Polícia apreende 552 g de maconha prensada em casa abandonada


Ubatuba
“Ação Ambiental Verão 2004” começa neste fim de semana
Parque em alto mar é atração na Maranduba
Informações Sobre 3º Jogos Para Olímpicos de Ubatuba

Seções
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Cetesb aponta sete praias impróprias

Litoral Norte - Sete praias do Litoral Norte foram consideradas impróprias para o banho no boletim da balneabilidade divulgado pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). Foram apontadas como poluídas as praias Itaguá e Perequê-Mirim, em Ubatuba, Centro e Porto Novo, em Caraguatatuba, e São Francisco, Pontal da Cruz e Porto Grande, em São Sebastião. Em Ilhabela, todas as praias estão próprias para o banho. A companhia ambiental intensificou a análise da qualidade das praias nesta temporada, ampliando de dois para três o número de coletas de amostras. (Fonte: ValeParaibano)

CPTEC prevê tempo nublado no litoral

Litoral Norte - Tempo com variação de nebulosidade é a previsão para hoje no Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte, segundo o CPTEC (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos) de Cachoeira Paulista. As temperaturas em Caraguatatuba devem variar entre 21ºC e 28ºC, em São José dos Campos entre 17ºC e 28ºC e em Guaratinguetá entre 15ºC e 30ºC. Segundo o CPTEC, a ocorrência de pancadas de chuvas na região começou a ser reduzida ontem. Para amanhã, a previsão é de predomínio de sol em todo o Vale, com temperaturas estáveis. De acordo com o CPTEC, não é esperada a chegada de nenhuma frente fria. (Fonte: ValeParaibano)

Trança no cabelo é mania no litoral
Batizado de dread lock, penteado em estilo afro invade as praias nesta temporada e vira a 'febre' do verão

Litoral Norte - Uma novidade promete "fazer a cabeça" dos jovens no Litoral Norte durante este verão: o dread lock, penteado em estilo afro, que está invadindo as praias da região.
Imortalizadas pelo músico Bob Marley no final dos anos 60, as trancinhas --também conhecidas como rastafari-- já são uma verdadeira "febre" entre os turistas e a cada dia conquistam mais pessoas.
A mania, que já esteve em alta há quatro anos no litoral, voltou com força total nesta temporada.
Um dos "points" dessa nova onda é a praia de Maresias, na costa sul de São Sebastião, onde alguns caiçaras fazem o dread lock em poucos minutos em diversas barraquinhas montadas à beira da areia.
Encantada com o visual dos primeiros adeptos da nova moda no Litoral Norte, a estudante Gabriela Furlan Giordano, 14 anos, de São Paulo, não resistiu e fez as trancinhas.
"Queria fazer alguma coisa diferente, mudar um pouco o visual. Quando cheguei aqui, vi um pessoal com o cabelo assim e resolvi fazer também. Acho que ficou banaca", disse a estudante.
Assim como Gabriela, muitos outros turistas aderiram à moda do dread lock. Quem está gostando disso são os caiçaras, que fazem uma média de 20 penteados por dia.
"Depois que você pega o jeito é fácil. Em 20 minutos, dá pra encher de trancinha uma cabeleira grande", afirmou Damião de Souza, 32 anos, que está fazendo o dread lock nos turistas desde o final de dezembro.
Nas barraquinhas de Maresias, muitos caiçaras começam a fazer as trancinhas ainda pela manhã e só param no final da noite. Além do modismo, outro fator que contribui para o sucesso do penteado é o preço: custa entre R$ 10 e R$ 20, em Maresias.
"Hoje, todo mundo gosta dessas trancinhas. Vou aproveitar para ganhar alguns trocados a mais", disse Souza, que começou fazendo tatuagens de henna, mas praticamente abandonou a atividade depois que descobriu o sucesso do dred lock nas areias das praias.
A demanda pelo dread lock é tão grande que o penteado também pode ser feito nas barracas da feirinha hippie, no centro de Ubatuba. Na praia das Toninhas, as trancinhas também ganhou adeptos.
A estudante Juliana Assunção de Souza, 14 anos, de São Paulo, viu pela primeira vez o dread lock no cabelo de uma colega do colégio e ficou ansiosa para que chegasse o dia de ir para o litoral fazer o penteado.
"Vou tomar muito cuidado com o cabelo porque quero conservar as trancinhas até o dia que em voltar para a minha cidade", disse.
Para conservá-los, basta ter cuidado na hora de pentear os cabelos e não deixar a escova enroscar no acessório. O tempo de duração é até seis semanas.
Já a estudante Ana Paula Buarque, 19 anos, de Taubaté, disse que optou pelo dread por uma questão de estilo. "Gosto de reggae e tem tudo haver com isso. Faz meu estilo", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Pauê não mede esforços para ser um vencedor
Ele estará entre os mais de 300 atletas que participarão da prova em São Vicente

O sorriso do Pauê é a sua marca registradaSão Vicente - O surfista e triatleta Paulo Eduardo Chieffi Aagaard, o Pauê, 21 anos, não poderia ficar de fora dessa. Com presença já confirmada no evento, o atleta que faz parte da equipe de surf New Advance, vai percorrer os 1.200 metros da 34a. edição da Travessia Aquática “Martim Afonso de Sousa”, prova que marca o aniversário da cidade de São Vicente, litoral de São Paulo.
O evento acontece no próximo dia 25 de janeiro, a partir das 9 horas, e pretende reunir aproximadamente 350 nadadores, que terão como ponto de partida a Praia do Gonzaguinha e a chegada na Praia dos Milionários. Para Pauê a distância não será problema. Como parte do seu treinamento no triathlon, o atleta nada religiosamente por volta de 4.000 metros diários.
Além de nadar e surfar, Pauê também tem em sua planilha de treinos, a corrida e o ciclismo, que complementam os seus treinos de triatleta. Sem esquecer, que ele tem que conciliar os esportes com os estudos. O futuro fisioterapeuta não pára um minuto.
Pauê não mede esforços para ser um vencedorCompetindo na categoria Especial, devido o acidente ocorrido em 2000 que ocasionou a amputação das duas pernas, é exemplo para várias pessoas. “Estar sendo referência de vida para muita gente que precisa dar a volta por cima é uma das satisfações que me motiva para continuar vencendo novos desafios”, fala com determinação. Entre os ótimos resultados no esporte, ele conquistou o título mundial de triathlon em Cancun, no México.
A travessia será dividida em 14 grupos separados por idades. As inscrições estão abertas valendo até o dia 21 de janeiro, com taxa de R$10,00. O evento é uma realização da New Advance Eventos, com o apoio da Prefeitura de São Vicente, através da Secretaria de Esportes. Mais informações pelos telefones: (0xx13) 3467-3023 ou 3464-5669. FAMA

Ambulante clandestino 'dribla' fiscais
Vendedores sem licença invadem as praias de Ubatuba e Caraguá na temporada; turistas desconfiam de produtos

Litoral Norte - Os ambulantes clandestinos 'driblam' a fiscalização para trabalhar nas praias do Litoral Norte durante o verão. Com um preço mais acessível que o praticado em quiosques e barracas, os vendedores oferecem um cardápio diversificado de produtos, que inclui desde camarão, queijo assado, ostras até doces, como churros.
O alvo dos ambulantes são as praias mais movimentadas. Em Ubatuba, pelo menos 300 pessoas atuam de forma ilegal nas praias. O ponto mais visado é a praia Grande, devido ao intenso fluxo de banhistas.
O vendedor de churros Rodrigo Martins Rodrigues, 20 anos, disse que veio de Fernandópolis (SP) para trabalhar na praia. Ele, que é locutor de rodeios, afirmou que precisa de dinheiro no período considerado 'fraco' para a sua profissão.
"Os rodeios não são realizados em janeiro. Como preciso de emprego, decidi vir para a praia", disse.
Com medo de serem flagrados os ambulantes fogem ao suspeitarem de qualquer pessoa 'estranha' na praia. Rodrigues afirmou que, ao avistar um fiscal, tenta se esconder no meio dos turistas.
"Já joguei a bandeja de churros e sai correndo para evitar que fosse abordado", disse.
O ambulante Pedro Souza, 32 anos, de Ubatuba, disse que mesmo não sendo legalizado tem muito cuidado com os produtos que serão vendidos.
"Vendo queijo assado e antes de preparar mantenho o produto refrigerado e embalado para oferecer qualidade aos clientes", disse.
O vendedor de ostras José Luiz Cabo, 38 anos, afirmou que demorou oito anos para conseguir uma licença provisória. Este é o primeiro ano que ele trabalha legalizado.
"Hoje, trabalho com tranqüilidade mas tem muitas pessoas que vem de fora e vendem um produto inferior", disse.
A 'invasão' de ambulantes também é comum em Caraguá, São Sebastião e Ilhabela. Para controlar o comércio ilegal e evitar possíveis danos à saúde dos turistas, as prefeituras reforçam o monitoramento nas praias e recolhem os produtos considerados 'impróprios' para consumo.
CONTRA - Os turistas dizem ter receio de comprar os produtos vendidos pelos ambulantes. A vendedora Luana Gonzaga de Almeida, 20 anos, de Pindamonhangaba, disse que não confia na qualidade dos alimentos.
"Não compro nenhum alimento de ambulante pois tenho medo que traga algum problema para a minha saúde", disse.
A dona-de-casa de Campinas (SP), Lígia Francisco, 39 anos, afirmou que apesar de ter consumido produtos de ambulantes prefere comprar nos quiosques.
"Hoje, tenho mais cuidado e até nos quiosques verifico a aparência do produto", disse.
Para a dona-de-casa Lucrécia Seleguini, 40 anos, de Americana (SP), o ideal é levar para a praia somente os alimentos preparados em sua residência.
"Não compro nada na praia pois não sei a procedência e a maneira que foi feito o produto", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeituras combatem venda ilegal

Litoral Norte - As prefeituras do Litoral Norte reforçam a fiscalização de ambulantes no verão. Os vendedores clandestinos flagrados têm a mercadoria apreendida.
Segundo o chefe da fiscalização de Ubatuba, Francisco Assis Cardoso, os fiscais passam nas praias verificando o crachá de identificação dos ambulantes.
"Eles (fiscais) abordam os ambulantes como se fossem turistas. Caso a pessoa não tenha licença o produtos é recolhido e destruído. Somente os alimentos que estejam próprio para consumo são doados para instituições sociais", disse.
Para Cardoso, o banhista deve exigir a apresentação da licença antes de comprar o produto. A identificação deve ser usada pelos vendedores em local visível ao público.
"O banhista pode ter sérios problemas de saúde se consumir um produto estragado. Somente o ambulante credenciado passou pelo curso de manipulação de alimentos", disse.
Dicas - Consumidor tem que exigir o crachá do ambulante, que identifica se ele possui licença;
Verificar o vestuário do ambulante e a manipulação do alimento, que deve obedecer padrões de higiene;
Os alimentos devem estar cobertos com pano de prato limpo;
Checar a aparência e aroma do produto para evitar o consumo de alimentos vencidos ou com qualidade duvidosa;
Evite consumir alimentos feitos à base de maionese caseira e frituras na praia;
Fonte: Prefeituras (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Petrobras abre quiosque ambiental em Caraguatatuba

Caraguatatuba - O prefeito Antonio Carlos da Silva, secretários municipais e diversas autoridades civis e militares da região, prestigiaram na manhã de ontem, a solenidade de abertura do projeto ‘De Olho no Ambiente’, ocorrida na praia do centro da cidade.
O projeto foi lançado simultaneamente em outras 13 cidades litorâneas brasileiras, sendo patrocinado pela Petrobras e tendo como tema “Água –doce e saneamento básico.
Em Caraguá, o projeto é apoiado pela ONG (Organização Não Governamental) EcoAr, de São Paulo, que organizou toda a programação, contendo workshops, debates, danças e outras atividades. A abertura ao público tem início hoje, funcionando diariamente das 10 às 19h, até 15 de fevereiro.
Segundo Wagner Lima, consultor de comunicação da Petrobras, nesta primeira etapa do projeto serão realizadas atividades, além da população ajudar a levantar as demandas ambientais da região. “O projeto terá a duração de dois anos, pois sua segunda etapa consiste na execução de projetos ambientais que forem levantados pela população local”. Lima afirma que a Petrobrás é a empresa que mais investe em meio ambiente no mundo, pois já aplicou mais de US$ 2 bilhões em questões ambientais, tanto na parte interna da empresa, com equipamentos e treinamentos de pessoal, como na parte externa com projetos ambientais.
O gerente do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso) de São Sebastião, Luiz Alberto de Faria Franco, explica que as cidades ‘premiadas’ com o projeto foram escolhidas devido ao fluxo de pessoas na temporada de verão e por estarem próximo de um terminal da Petrobras.
“Caraguá apresentou esta área no centro da cidade, com bastante visibilidade para todos que circulam no litoral norte. O projeto faz parte das comemorações de 50 anos da Petrobras e estava incluído no planejamento de comunicação, sendo que a própria so-ciedade escolheu o tema: água e saneamento básico”, esclarece Faria Franco.
Para o administrador da Transpetro, Cosme Damião, a Petrobras não poderia deixar de estar presente em projetos positivos como o De Olho no Ambiente. “No terminal da Petrobras em São Sebastião se escoa 50% do petróleo usado do Brasil. É um ponto estratégico, assim como este projeto. Constantemente a Petrobras destina recursos financeiros para a inclusão social”, afirma Damião. (Fonte: Imprensa Livre)

Repasse de royalties a ONGs

Caraguatatuba - O prefeito Antonio Carlos esteve reunido na arena do lançamento do projeto, conversando com autoridades da Petrobras e com a promotora pública de Meio Ambiente da cidade, para propor que as verbas recebidas pela cidade através do royalties de petróleo possam ser repassadas a ONG’s, que as usariam em projetos ambientais, para compra de equipamentos e capaci-tação de pessoal.
Paulo André Cunha Ribeiro, vice-presidente do Instituto Onda Verde, de Caraguá, lembra que a reivindicação pelo repasse dos royalties a ONG’s já existe há anos. “Nada mais justo que repassar a entidades capacitadas, as verbas que são destinadas a projetos ambientais. A região só tem a ganhar se a proposta do prefeito se efetivar”, opina Ribeiro.
Estrutura planejada pela Eco Ar - O Intitututo Ecoar, que desde 1992 vem atuando em prol da natureza, é a organizadora da programação do projeto em Caraguá. Segundo a educadora ambiental Bárbara Junqueira dos Santosa, a ONG vem atuando principalmente na periferia da capital. “Temos o pessoal que trabalha com reposição nas florestas e outro pessoal que trabalha com cidadania e educação ambiental”.
Segundo Bárbara, estão previstas, na programação do projeto, palestras de até 40 minutos com técnicos do Projeto Tamar (Tartarugas Marinhas) - desenvolvido em Ubatuba, além de apresentação de grupos culturais e artísticos da cidade.
Na tenda ‘águas do imaginário’ serão feitos trabalhos culturais e corporais, como por exemplo resgate de lendas e mitos da região relacionados à água, contados por pescadores. Na tenda ‘águas da comunicação’ há sete computadores disponíveis ao público, com informações de ONG’s e órgãos ambientais. Na tenda ‘águas da convergência’ serão feitos debates no auditório. E, na tenda ‘águas da imaginação’ haverá oficinas demonstrando o ciclo da água no corpo humano, entre outras atividades. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeito anuncia inauguração de ETE em evento sobre meio ambiente

Caraguatatuba - O prefeito de Caraguatatuba, Antonio Carlos da Silva, aproveitou a solenidade de lançamento oficial do Projeto Ambiental “De Olho no Ambiente” para anunciar a inauguração de mais uma Estação de Tratamento de Esgoto na cidade
Caraguatatuba terá mais uma ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) funcionando a partir do mês de abril. É o que disse o prefeito Antonio Carlos da Silva, durante a cerimônia de abertura do Projeto Ambiental “De Olho no Ambiente”, que aconteceu no dia 16, sexta-feira, no auditório do evento, às 10 horas.
Segundo ele, a estação do bairro Massaguaçu, região norte, deve ficar pronta para ser inaugurada na semana de comemorações do Aniversário de Caraguatatuba, no mês de abril. De acordo com o superintendente da Sabesp, João Carlos Simões, os trabalhos realizados deverão propiciar que a estação entre em operação de ajustes no mês de fevereiro deste ano, ficando a cargo do prefeito decidir a data para a inauguração.
ETE do Porto Novo - Em recente encontro com o Diretor Geral da Sabesp, José Everaldo Vanzo, em Caraguá, o prefeito pediu a retomada das obras da ETE do Porto Novo, região sul da cidade, reforçando que sua inauguração seja ainda em sua administração que trabalhou por essa estação.
“A estação do Porto Novo está com 90% de construção e foi paralisada porque a empreiteira faliu, mas já conseguimos acionar as novas licitações que já estão em andamento. Queremos deixar a administração com 90% de esgoto tratado”, disse. (Fonte: PMC)

Bandas regionais fazem shows gratuitos na Praça de Eventos

Caraguatatuba - A Secretaria de Turismo de Caraguá está movimentando a cidade durante toda a semana, com uma programação de shows musicais gratuitos na Praça de Eventos. As atrações fazem parte da programação do "Caraguá: um show de verão 2004" e inclui bandas da região, que são criteriosamente escolhidas e selecionadas entre os muitos interessados que enviam proposta para a Secretaria. O projeto visa mostrar o que o Litoral Norte e o Vale do Paraíba têm produzido na área musical, dando oportunidade para músicos da região apresentarem seu trabalho ao público e oferecer a turistas e moradores atrações variadas, por isso os ritmos são bastante variados, passando pelo rock, forró, reggae, música popular brasileira, pop, funk, entre outros ritmos.
Programação da Setur na Praça de Eventos:
Dia 20 – Mackzero 05 – rock, pop
Além de canções próprias a banda toca também versões de outros artistas como U2, The Police, O Rappa, Nirvana, Frejat, Bob Marley, Charlie Brown, entre outros. A banda se apresenta semrpe com um telão no fundo do palco , mostrando clips com imagens sincronizadas das músicas, proporcionando uma atração à parte. A banda vem abrindo shows de artistas já consagrados como Capital Inicial, Nando Reis e Detonautas. Com o clip da música Soy América, veiculando na MTV, a banda acaba de conquistar mais um espaço na mídia, levando música de qualidade e mensagens sociais para o público em suas apresentações. Suas músicas revelam um tom político-social, tendo o compositor e vocalista David, que representa os ideais do grupo, mandando em cada show suas mensagens e não deixando a galera ficar parada.
Dia 22 – Sofisma – pop, rock
Dia 25 – João Marcos e Juliano - sertanejo
Dia 27 – Clayton e Denis - sertanejo
Dia 28 – Segura o Fidel – Chorinho
Dia 29 – Cristiano Fragoso – sertanejo
Dia 1 de fev - On Jack Tall Back – rock, pop. (Fonte: PMC)

Mutirão Ecológico no Juqueriquerê

Caraguatatuba - Grupo de canoístas participa de mutirão de limpeza do Rio Juqueriquerê, no Porto Novo, sábado, em Caraguá. O rio é considerado um dos mais importantes da cidade. O evento foi promovido pela Ong (Organização Não Governamental) Acaju e reuniu ainda, pescadores, ambientalistas e moradores da região sul. A embarcação que recolhesse mais lixo e resíduos iria ganhar como prêmio um troféu. Após o mutirão, o grupo participou da 1º edição da AcajuFest, no mesmo bairro, que teve comidas típicas caiçara, música e artesanato. A festa termina hoje e a entrada é gratuita. (Fonte: ValeParaibano)

Pai e filho são presos juntos pela Polícia Civil
Prisão ocorreuem bar de fachada no Perequê-Mirim

Caraguatatuba - Uma equipe formada por policiais da DIG (Delegacia de Investigação Gerais) e DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) prendeu na noite da última quinta-feira pai e filho, sob acusação de tráfico de entorpecentes. Eles estavam num bar que mantinham no bairro Perequê Mirim.
O pai, o alfaiate M.P.F., e o filho, o comerciante A.L.S.B., já vinham sendo investigados. Os dois usariam o bar como fachada para vender cocaína e crack naquela região.
Na ocasião em que foi presa, a dupla estaria com nove papelotes de cocaína e uma garrafa de bicarbonato de sódio - provavelmente usada para diluir o entorpecente ou preparar o crack. Nela havia vestígios da droga.
Na casa dos dois, ainda foram encontrados quatro pacotes que, juntos, totalizaram 170 gramas de cocaína. Além disso, segundo a polícia, a busca encontrou também um pacote com mais de 28 gramas de crack. “Eles também estavam com 40 gramas de maconha solta escondida em um saco”, diz o delegado titular da DIG/DISE, José Luis Tibiriçá.
De acordo com o delegado, que coordenou os investigadores Marcelinho, Messias, Rafael, Natal, Harley e Sérgio na operação, o alfaiate resistiu à prisão e feriu um dos investigadores, que na tarde de ontem passava bem.
Luis Tibiriçá disse que o alfaiate já é “velho” praticante de crimes. “Ele já tem passagens por tráfico, homicídio e receptação”. “E o filho dele, com 23 anos, já foi preso por tráfico e porte de arma”, completa o delegado. Os dois foram recolhidos à cadeia pública de Caraguatatuba.
Com a prisão desta dupla desmancha-se, segundo a polícia, mais uma conexão de tráfico de entorpecentes na região. No final do ano passado, um traficante - que dominaria a venda de maconha no Travessão -, também foi preso. (Fonte: Imprensa Livre)

Segurança do Posto mais badalado de Caraguá detém ladrão

Caraguatatuba - O Auto Posto Centenário, localizado no trevo da entrada da cidade e que vem se tornando ponto de encontro da moçada nos finais de semana, foi ‘quase’ roubado na madrugada desta última quinta-feira, contando com a ação rápida e eficiente de seu segurança.
O segurança do Posto, A.C.A.S.,42 anos, foi ameaçado com uma faca pelo eletricista J.L.S.. Porém A. reagiu ao roubo e conseguiu deter o ladrão. A polícia foi chamada e, ao chegar no local, a situação já estava controlada.
O eletricista J. foi preso pelo delegado Gilberto Carlos, por tentativa de roubo em flagrante. (Fonte: Imprensa Livre)

Levaram um carro e uma moto de turistas; um menor acabou detido

Caraguatatuba - Três homens encapuzados, sendo um menor de idade, roubaram, na noite da última quarta-feira, uma casa de veraneio na rua Geraldo da Conceição Alves, no Morro do Algodão. Os três ladrões prenderam no quarto da casa as duas vítimas e depois roubaram deles um carro Renault Clio vermelho, placa DEE-7930 de São Paulo e uma moto Yamaha vermelha, placa DHI-8848 de Carapicuíba.
O estudante de Carapi-cuíba V.C.P.A., 22 anos foi rendido por três homens encapuzados quando estava na cozinha da casa de veraneio do Morro do Algodão, que havia sido alugada para passar alguns dias desta temporada de verão. Ele e mais outra pessoa que estava na casa foram trancados num quarto, enquanto os ladrões roubavam deles R$ 20,00, dois celulares, um toca CD de outro carro e uma faca de açougueiro.
Os ladrões não esperavam que a Polícia soubesse do caso tão rápido. Em patrulhamento, PMs se depararam com o Renault Clio roubado, dando tempo de um dos ladrões escapar, mas prendendo o menor J.M.C., 17 anos.
Quando questionado, o menor J. revelou que estava hospedado numa pousada, onde a polícia encontrou um revolver, uma touca preta usada no roubo, um carregador de celular, uma TV 14 polegadas - provavelmente produto de outro roubo -, a faca de açougueiro roubada minutos antes e uma caixa contendo 20 pedras de crack.
O carro Renault Clio e os outros objetos roubados do estudante de Carapicuíba foram devolvidos. O delegado Gilberto Carlos Junior manteve o menor detido na cadeia por Ato Infracional e porte de entorpecentes, aguardando a família para liberá-lo. A moto continua desaparecida. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Confissão livra mulher de fazendeiro

Ilhabela - A advogada Eneida Campos Agel, 51 anos, confessou sábado que matou seu marido, o fazendeiro goiano Colemar Rodrigues de Resende, 68 anos, segundo a Polícia Civil de Ilhabela. O crime ocorreu no dia 14 de dezembro de 2003, no Condomínio Palmares.
Com a confissão, a advogada seria solta ainda no sábado. Caso contrário, ela ficaria detida pelo menos até o dia 8 de fevereiro --prazo para conclusão do inquérito-- e seria transferida para a cadeia de Ubatuba.
Eneida, que estava detida na cadeia de Ilhabela, já havia apresentado duas versões diferentes para a polícia do que teria ocorrido entre ela e seu marido, sempre negando que tivesse tido alguma participação na morte de Resende.
Segundo o delegado titular de Ilhabela, Vanderlei Pagliarini de Almeida Filho, o advogado de Eneida o procurou anteontem e pediu para marcar um novo depoimento da acusada ontem. O depoimento ocorreu entre 16h e 18h.
Segundo Almeida Filho, Eneida disse que no dia 14 de dezembro ela e seu marido discutiram e começaram a se agredir. Resende teria jogado álcool nela e ateado fogo, o que acabou machucando ambos.
Ela disse à polícia que, para se defender, teria pego um objeto na churrasqueira e usado contra seu marido.
Depois de notar que ele estava sangrando muito, fugiu da casa e no dia seguinte foi para Goiânia (GO).
O fazendeiro só foi encontrado morto pela polícia no dia 17 de dezembro. Ele morava com Eneida em Ilhabela havia dois anos. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura implanta programa Socorrista Voluntário no Carnaval

Ilhabela - O programa de prevenção Socorrista Voluntário de Ilhabela, promovido pela Secretáaria de Assistência Social, com apoio da Secretaria de Saúde, deverá ser implantado pela prefeitura municipal nos feriados de carnaval.
A informação foi divulgada na última quarta-feira, pela coordenadora do projeto e chefe da assessoria de comunicação da prefeitura, Gilda Pinna.
O programa consiste em oferecer treinamento gratuito para voluntários, em técnicas de primeiros socorros e inicia-ção de técnicas de resgate, e prepará-los para o atendimento de primeiros socorros junto à equipe do pronto socorro do hospital municipal.
Os voluntários passarão por seleção e treinamento através de cursos ministrados pelo médico Dr. Wilson Carletti, especialista em medicina de tráfego e medicina de urgência. “O socorrista voluntário estará à disposição da equipe para somar, será uma terceira pessoa”, comentou.
Ele explica que no município não há serviço do Corpo de Bombeiros.
Portanto, esta iniciativa irá auxiliar diretamente na prevenção de acidentes e melhoria nos serviços de primeiros socorros, já que o socorrista voluntário estará apto, entre outras coisas, à colocação da vítima na prancha de remoção e uso do colar cervical. Os socorristas irão atuar, principalmente, em casos de acidentes de trânsito, acredita Carletti.
O prefeito Manoel Marcos frisa que este projeto irá beneficiar o atendimento em casos de acidentes, principalmente na época do Carnaval, quando o fluxo de turistas e os riscos de acontecerem acidentes aumentam na cidade. “Tenho grande expectativa em relação a este projeto e convido a população a participar de forma voluntária”, comentou o prefeito.
Os candidatos interessados em participar do projeto deverão ter mais de 18 anos e possuir uma boa condição física. ”O socorrista será mais um no atendimento e precisa estar em boas condições de saúde”, afirma Gilda.
As inscrições para a primeira turma do projeto Socorrista Voluntário estarão abertas a partir de segunda-feira, dia 19, e podem ser feitas pelo tel: 3896-9266.
Os inscritos deverão passar por cursos de treinamento de primeiros socorros e técnicas de resgate nos dias 7 e 8, 14 e 15 de fevereiro. Todos os participantes receberão certificado de conclusão do curso.
Os selecionados na primeira fase passarão para a etapa seguinte, de treinamento no hospital municipal. “Os voluntários terão aulas de ética e socorros de emergência, complementando o treinamento do Dr. Wilson”, disse o secretário da saúde, Antônio Luís Colucci. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Blitz na Feirinha do Padroeiro; barraqueiros estão revoltados
Em busca de importados sem nota fiscal, oito caminhões foram lacrados e levados para o Porto de São Sebastião. Operação Impacto atende reivindicação da OAB

São Sebastião - Em busca de produtos importados sem nota fiscal, Receita e Polícia Federal realizaram, ontem à tarde, uma blitz na feira livre da Festa do Padroeiro, no aterro da Rua da Praia. No total, oito caminhões foram levados ao Porto de São Sebastião para vistoria dos materiais comercializados.
A “Operação Impacto” começou por volta das 16h30. Fiscais e policiais não chegaram a entrar na área de exposição. Do lado de fora da arena, eles pediram apenas para que os caminhões baús utilizados no armazenamento dos produtos fossem abertos.
Em seguida, os veículos foram lacrados, seguindo em comboio para a zona portuária. O trânsito da avenida Antônio Januário do Nascimento precisou ser bloqueado.
Segundo a delegada substituta da Receita Federal, Eliana Aiex, a blitz não foi realizada no interior da feira para evitar possíveis conflitos. “A operação foi do lado de fora, para não haver tumulto. Todas as mercadorias nos caminhões serão conferidas e o que não tem nota fiscal vamos apreender”, disse a delegada, no final da tarde de ontem. Até o fechamento desta edição, a vistoria ainda não havia sido concluída.
Eliana Aiex também ressaltou que, normalmente, grande parte dos produtos fica armazenada nos caminhões baús. “O grosso está lá, porque as barracas são pequenas. À medida que vão precisando, fazem a reposição”, enfatizou.
Para a delegada, a Prefeitura de São Sebastião, que concede a autorização para comércio na feira, deveria fazer uma fiscalização prévia. “Teriam de exigir alguma coisa dos barraqueiros, como garantia dos produtos vendidos”.
Ela lembrou que a blitz atende uma reivindicação da Subsecção São Sebastião/Ilhabela da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). No último dia 8, antes da abertura da Festa do Padroeiro, o presidente da OAB, Luiz Tadeu de Oliveira Prado, encaminhou ofícios à Secretaria Municipal da Fazenda, Delegacia de Polícia Federal, Receita Federal e Inspetoria Regional da Secretaria de Estado da Fazenda, pedindo rigor na fiscalização.
Conforme explicou, a idéia é coibir a venda de produtos falsificados e sem nota fiscal. “Nós temos recebido denúncias de produtos não legalizados vendidos na feira. Nada mais justo que os órgãos competentes tomem providência”, justificou Luiz Tadeu, na semana passada.
Ontem à noite, o presidente da OAB frisou que a operação vai ao encontro do anseio dos comerciantes da cidade. “Cada um tem de cumprir a sua parte. Por isso pedimos a participação das autoridades”.
De acordo com a delegada Eliana Aiex, os produtos importados comprados no mercado interno devem apenas ter nota fiscal, enquanto que os adquiridos no exterior precisam da guia de importação direta, com desembaraço da Receita Federal.
Revolta - A chegada da fiscalização no aterro da Rua da Praia deixou muitos barraqueiros revoltados. Alguns criticaram a medida e afirmaram que estão sendo prejudicados.
Nei Siqueira Leite teve seu caminhão levado para averiguação. “Acho errado, porque se fosse para ter isso, deveriam ter nos avisado antes. Gastei R$ 3 mil só com o terreno para chegar aqui e não poder trabalhar?”, desabafou o ambulante. Leite acredita que a blitz ocorreu por pressão do comércio local.
O barraqueiro Deoclécio da Silva Santos também não concorda com o modo como estão sendo tratados. “Desembolsei R$ 1,4 mil, não é fácil. O que temos é isso aqui, o desemprego no país está alto e não querem deixar o povo trabalhar com dignidade”, declarou Santos.
Flávio José da Silva criticou a organização. “Estão levando o meu caminhão com mais de R$ 2 mil em mercadorias e não temos notas de todos os produtos. A Associação Comercial ficou de fora este ano e agora pressiona a Justiça contra a gente”, finalizou. A Receita Federal informou que os caminhões seriam liberados ainda na noite de ontem. (Fonte: Imprensa Livre)

PM reforça ações contra vandalismo nos ônibus na região
Policiais à paisana também estão atuando nos pontos de embarque e dentro dos ônibus

São Sebastião - A Polícia Militar reforçou ontem ações contra a prática de vandalismos nos ônibus coletivos da Autoviass (Auto Viação São Sebastião). Os policiais são mantidos em alguns pontos de parada de ônibus na região central, incluídos policiais à paisana, dentro e fora dos ônibus.
Conforme o capitão Fernando Marcos de Carvalho, comandante da 1ª Companhia da Polícia Militar na cidade, duas viaturas também serão usadas para acompanhar o percurso dos coletivos.
Todo empenho se deve a graves ações e ataques de vândalos, principalmente, nos finais de semana, após os shows musicais na Rua da Praia, centro, que atraem milhares de pessoas. O assunto foi divulgado ontem, no Imprensa Livre. Na ocasião, o proprietário da Autoviass, Luiz Carlos Soares, disse que pessoas de todas as idades, jovens, homens e mulheres, passam pela roleta sem pagar a passagem, após os shows, representando até 50% dos passageiros transportados. “A situação está grave e fora de controle”, ele alertou.
O gerente de Tráfego da Autoviass, Juvenal Ferreira da Silva, que acompanha o embarque de passageiros no centro de São Sebastião, reforçou que os problemas causados por vândalos se intensificam após a 1h, depois dos shows musicais. “Grupos de dez a 20 pessoas forçam e quebram a porta dos ônibus”. Segundo ele, já foram vistos passageiros com revólver e pistolas. “Dão as armas para moças segurarem”. A Autoviass sugeriu até tirar os ônibus de circulação após a meia noite, aos fins de semana, porque boa parte dos motoristas evita trabalhar em razão de medo.
Ontem, Silva esteve reunido com o capitão Fernando da Polícia Militar. O capitão propôs a reunião para discutir as estratégias. O gerente de Tráfego está otimista em relação aos resultados a partir do reforço do policiamento. “Nosso objetivo não é prender ninguém, mas manter a ordem e tranqüilidade dentro dos ônibus”, completa o capitão.
Caraguatatuba - Na quinta-feira, em entrevista ao Imprensa Livre, o gerente de Tráfego da Praia Mar, em Caraguatatuba, Jaime Benedito Soares, disse que os mesmos problemas atingem também esta empresa de transporte coletivo, desde o dia 20 de dezembro, quando começaram os shows musicais ao vivo. “Também pensamos em tirar os ônibus de linha após a meia-noite em razão da ameaças e dos prejuízos; nossos motoristas também não querem trabalhar a noite”, ele afirmou.
Ele disse que por noite, durante os dias de shows, cerca de 300 pessoas, a maior parte de 14 a 18 anos, não pagam a passagem. “No sábado passado, a Polícia Militar pegou um jovem com revólver”, disse Jaime Soares.
Porém, ontem, o capitão Valter Padula, comandante da 2ª Companhia da Polícia Militar em Caraguatatuba, declarou que a situação está sob controle. Ele disse que a arma foi apreendida na sexta-feira passada, com dois menores que se dirigiam em direção a ponto de embarque de ônibus no Sumaré e foram detidos.
Conforme o capitão, uma viatura da Polícia Militar fica estacionada ao lado do terminal no Sumaré, onde muitos passageiros entram nos ônibus.
“Outros policiais em viaturas ficam atentos pelas ruas e abordam os coletivos quando percebem suspeita de alguma irregularidade”, o capitão explica.
“Também contamos com apoio da Rota que vem para a região com outras finalidades, mas nos dão auxílio neste sentido; neste fim de semana, faremos mais um teste sobre a operação”. (Fonte: Imprensa Livre)

Gabriel Melchert é o novo campeão Brasileiro de Optimist
Além do campeão, os velejadores de Ilhabela Baepi Pinna, 3º colocado, João Mário (7º) e o sebastianense Fábio Melchert (10º) representarão o país no Sul-Americano

São Sebastião - O sebastianense Gabriel Melchert, 14 anos, conquistou o título do 32º Campeonato Brasileiro da Classe Optimist, que terminou ontem no clube Veleiros do Sul.
A vice-colocação ficou com o catarinense Guilherme Barbosa Lima (Iate Clube de Santa Catarina). Baepi Pinna, de Ilhabela, foi o 3º colocado.
Na categoria feminina a campeã foi Martine Grael, do Rio Yacht Club, de Niterói. A única representante feminina de Ilhabela na competição, Marina Matheus, ficou em 20º lugar em sua categoria (juvenil) e em 113º no geral, competindo com 137 velejadores.
O vento entrou ao meio-dia, de direção sul e chegou até a velocidade de 28.8 km/h, mantendo-se firme e permitindo a realização das três últimas regatas.
Gabriel Melchert, pelo Yacht Club Santo Amaro, venceu duas das três últimas regatas e demonstrou segurança e técnica na raia. Ao chegar em terra, recebeu um beijo do pai, Dudu Melchert, que também é velejador e foi o primeiro campeão da Classe Optimist, em 1973. Além de Gabriel, Dudu acompanhou na raia o filho caçula, Fábio (10º lugar).
Gabriel disse que esse foi um campeonato difícil, devido aos ventos que variavam muito de direção. “Esta raia do Guaíba é traiçoeira, o vento pode mudar rápido de lado e quem está na frente fica atrás na regata”.
Ele estava um pouco apreensivo no começo do dia, porque não havia vento e chovia, mas o tempo melhorou e ao vencer a primeira prova ficou tranqüilo. O campeão brasileiro está deixando a classe, porque completará 15 anos em maio próximo. Irá para Classe 420, mas seu projeto é competir numa classe olímpica, provavelmente a 470.
Marco Grael, filho de Torben Grael, deixou a desejar: ficou na 18º colocação. O velejador de Ilhabela João Mário Posso foi o 7º colocado na geral. Os 15 primeiros classificados no Campeonato Brasileiro de Optimist asseguraram as vagas para o Campeonato Sul-Americano, que acontecerá durante a Semana Santa, em Algarrobo, no Chile.
O Brasileiro também contou pontos para definir a equipe nacional (cinco vagas) que disputará o Mundial em julho em Salinas no Equador. Será a soma do Brasileiro e mais uma seletiva, que acontecerá no final de abril, em local ainda não foi definido. (Fonte: Imprensa Livre)

Classificação final do Brasileiro de Optimist

Velejadores que representarão o país no Sul-Americano, no Chile
1º Gabriel Melchert (S.Sebastião)
2º Guilherme Barbosa Lima (SC)
3º Baepí Lacativa Pinna (Ilhabela)
4º Rodrigo Monteiro (RJ)
5º Henrique Back (SC)
6º Martin Povoli (RJ)
7º João Mário Posso (Ilhabela)
8º Caio Rotolo (SC)
9º Juan Carri (SP)
10º Fábio Melchert (S.Sebastião)
11º Leonardo Mazzaferro (SC)
12º Nicolas de Lassus (SC)
13º João Augusto Hackerott (SP)
14º Alexandre Guimarães (RJ)
15º Felipe Duarte Haddad (RJ) (Fonte: Imprensa Livre)

“O Havaí vai invadir Maresias”
Campeonato de longboard e canoas havaianas em São Sebastião abrem o Board Games 2004


São Sebastião - Surfe, canoas havaianas e hula. Estes são os ingredientes que prometem esquentar o clima de Maresias no próximo final de semana (dias 23, 24 e 25). “O Havaí vai invadir Maresias”, adiantou Mark Lund, idealizador da “Nova Schin Surf Legends”. É um evento cultural inovador. Pela primeira vez será realizada no Brasil uma competição de longboard feminino profissional. “A idéia da Schin é buscar tudo novo”, disse Mark.
Seguindo o clima de “tudo novo, cerveja nova”, também será a estréia da competição da OC-1, tipo de canoa havaiana para um remador.
Até o momento cerca de 90 surfistas de vários Estados já garantiram suas vagas. As inscrições continuam abertas; as reservas podem ser feitas no bar Legend’s, que fica na avenida Francisco Loup, 1166, em Maresias, telefone (12) 3865-6599 ou no dia, no palanque que será montado ao lado do Bar do Meio. A inscrição para a categoria masculino custa R$ 60 e R$ 30 a feminina.
O evento faz parte da programação do “Board Games” da Nova Schin deste verão, que inclui o WQS/Hang Loose, em Fernando de Noronha.
A etapa de Maresias será o início do circuito profissional 2004 de Longboard, onde estarão presentes várias celebridades do surfe profissional WCT, como os irmãos Teco e Neco Padaratz e Renan Rocha, que farão uma expression session de pranchinha, e darão uma clínica de surfe, aberta para alunos interessados. Além dos tops o Board Games também vai contar com a presença de celebridades da TV. (Natália Rodrigues e Sergio Marrone).
A premiação do longboard será de R$ 5 mil. Já a categoria feminina, que fará sua estréia neste evento, vai dar R$ 1 mil para a campeã. Além da long e do feminino, devem ser incluídos no evento a Legends, para surfistas acima de 47 anos, e outra para os longboarders sub-18.
Cultura havaiana - Pela primeira vez toda a família da cultura esportiva havaiana praticada no Brasil estará reunida em um só evento. Junto com a disputa do Long, estão programados passeios e regatas de canoas havaianas.
A dança havaiana Hula não poderia ficar de fora. O grupo de dança Eneida Produções, de Santos, que já se apresentou no programa do Jô Soares, fará uma demonstração no sábado à noite, dia 24, durante um luau na praia, com direito a fogueira, som e cerveja. Além da graça da dança havaiana, os canoeiros estão preparando os “rituais de batismo”, para as canoas novas.

Programação

Dia 23/01 - sexta-feira
Abertura do Circuito Profissional de longboard
Gincana na praia
Clínica de surfe com Peterson Rosa e Neco Padaratz
Dia 24/01 – Sábado
11h Liberação das canoas havaianas para atletas e imprensa
16h Prova de OC-1 ( Masculino e feminino )
18h30 Premiação das categorias OC-1
Expression Session e clínica com os Pros
19h Briefing da prova
21h Luau com apresentação do Hula e batismo das canoas
Show musical aberto ao público
Dia 25/01 – Domingo
9h30 Prova OC-6 ( Masculino e Mista )
12h30 Largada apresentação categoria feminina - OC-6
13h30 Premiação das categorias OC-6
(Cronograma sujeito a alterações) (Fonte: Imprensa Livre)

Julião nomeia novo secretário da Juventude, Esportes e Lazer

São Sebastião - O atleta Luis Carlos Cardim foi nomeado o novo secretário de Juventude, Esportes e Lazer de São Sebastião. Cerca de cem pessoas participaram da cerimônia de posse, que aconteceu ontem, às 11h, no gabinete do prefeito Paulo Julião.
“Nós sabemos da dificuldade que nós vamos enfrentar, mas a comunidade pode estar certa que a porta da secretaria de Esportes estará sempre aberta. Priorizaremos o lado social, ou seja, o atleta sebastianense será muito mais valorizado”, disse Cardinzinho como é conhecido entre amigos e funcionários do setor.
Para o prefeito Paulo Julião, a importância da prática e desenvolvimento esportivo não se restringe apenas aos benefícios físicos. "As sociedades modernas, institucionalizadas, exigem que a cidadania se forme utilizando todos os recursos e potencialidades dos cidadãos", assegura.
A nova visão, conforme explica o prefeito, preencherá um espaço fundamental na formação da criança e do jovem, num entrelaçamento com toda a comunidade.
O funcionário municipal e ex- vereador, José Augusto Acciares, será o novo diretor da Juventude e Lazer, cargo que até então ainda não estava preenchido, deixando vago o cargo de diretor da Regional Topolândia. “O nosso plano é ampliar o esporte para a comunidade através de um trabalho desenvolvido em parceria com a secretaria da Educação”, explica. (Fonte: PMSS)

Paulo Julião recebe CD da dupla Pedro Henrique e Rafael

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, recebeu hoje, sexta-feira, dia 16, a dupla Pedro Henrique e Rafael que entregou seu novo CD.
O CD da dupla, que está começando a lançar novos vôos na carreira artística, já é presença garantida em 23 rádios do Estado de São Paulo.
“Nós sabemos que o caminho para quem está começando é difícil e que, muitas vezes, não há muita lógica, mas nós torcemos pelo sucesso da dupla”, disse o prefeito.
Pedro Henrique e Rafael, que pretendem lançar o novo disco em São Sebastião, aproveitaram para conversar sobre o assunto com o prefeito, que ficou de agendar uma data com o secretário de Turismo e Cultura, José Cardim de Souza. (Fonte: PMSS)

PM liberta refém e prende homem no Canto do Mar

São Sebastião - A Polícia Militar conseguiu impedir uma tentativa de roubo à casa do morador R.R.C. Ele foi mantido refém pelo desocupado E.G.S., até a chegada da Polícia Militar. Mas ao perceber a chegada da viatura, ele libertou o morador e fugiu.
Só que a astúcia dos policiais fez com que, em patrulhamento, com a descrição das características de E., ele fosse localizado, preso, e levado à cadeia pública. (Fonte: Imprensa Livre)

Polícia começa a ouvir detentos sobre morte de preso nesta semana

São Sebastião - A Polícia Civil deve começar a interrogar na próxima semana os detentos que estavam na mesma cela do preso Rafael Guimarães, 18 anos. Ele foi encontrado morto, enforcado, na grade de uma das celas da cadeia pública. O corpo foi encontrado na semana passada.
O inquérito foi aberto no 1º.Distrito Policial e segue sob o comando do delegado Fábio Machado. Segundo ele, a partir da próxima semana os detentos começam a ser interrogados. “Só aí poderemos saber o que realmente aconteceu”, diz ele. Machado também diz que a “grade” com os detentos que estavam no xadrez - onde Guimarães - foi encontrado, está pronta. Com a grade, que é uma espécie de lista com o nome dos detentos, os interrogatórios começarão a ser feitos.
A hipótese de que Guimarães possa ter cometido suicídio e não ter sido assassinado, apesar de não confirmada pelo delegado, também é alvo da investigação.
Para o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, em São Sebastião, Luís Tadeu de Oliveira Prado, a morte do preso “demonstra a total falta de segurança da cadeia pública. Eles fazem o que querem lá dentro”, afirma Oliveira Prado.
De acordo com Luis Tadeu, a comissão de Direitos Humanos deve se reunir, também na próxima semana, para discutir o assunto. A reunião acontecerá na sede da OAB.
Mas o presidente da OAB diz que o fato de moradores da Vila Amélia terem se mobilizado a favor da construção do Centro de Detenção Provisória na região é um bom reforço para minimizar os problemas que surgem na cadeia. “Eles deveriam fazer isso também em outros bairros”, completa. (Fonte: Imprensa Livre)

Polícia apreende 552 g de maconha prensada em casa abandonada

São Sebastião - Pelo menos 552 gramas de maconha prensada foram apreendidas ontem por policiais civis do 2º.Distrito Policial, em Boiçucanga, na Costa Sul. A erva estava com um homem, que conseguiu fugir quando percebeu a presença dos investigadores.
Segundo a polícia, a droga estava embalada em um papel celofane verde. Conforme o 2ºDP, o entorpecente foi localizado em uma casa abandonada, que serviria de “ponto de encontro” dos usuários. O local fica na rua da Sabesp, em Juquehy.
Ainda conforme o 2ºDP, o suposto traficante conseguiu fugir passando por um matagal. A maconha será encaminhada para o 1º.Distrito Policial, no Centro. Participaram da operação comandada pelo delegado José Lamartine Fagundes, o chefe dos investigadores Paulo Orsioli e os policiais civis Beto e Eraldo. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Pousada da Almada

PT define candidato em Ubatuba

UbatubaDomingos dos Santos, o candidato - Foto: Sidney Borges - O Partido dos Trabalhadores de Ubatuba realizou na tarde de domingo eleição interna para indicar o candidato que irá disputar as eleições deste ano pela legenda. Domingos dos Santos, atual vereador, venceu com folga, obtendo 83% dos votos e é desde então o candidato do PT ao cargo de Prefeito de Ubatuba. Geógrafo formado pela USP, Domingos é professor da rede pública de educação. Natural de Ubatuba, um autêntico caiçara, é também poeta e prosador. Dono de sólida formação intelectual, como vereador tem se destacado na luta contra a corrupção e na defesa dos mais necessitados. A reportagem do Litoral Virtual fez algumas perguntas ao candidato.

LV. Como o Sr. vê a situação política do município?
Vejo com muita preocupação. A administração é feita sem planejamento e há inúmeras denúncias de corrupção tramitando no Ministério Público. O desemprego é grande e há carências em todas as áreas. É preciso melhorar a infra-estrutura viária, a segurança e o atendimento aos que necessitam de cuidados com a saúde. Enfim, Ubatuba está precisando de uma administração séria e voltada para a solução de seus problemas. Capacidade administrativa e seriedade no trato da coisa pública, o PT tem de sobra para oferecer à cidade. Inúmeras administrações do partido mostram isso.

Nesse momento encerrava-se a eleição - Foto: Sidney BorgesLV. O PT é um partido pequeno em Ubatuba, como enfrentar uma eleição nessas condições?
Existe a possibilidade de ser criada uma frente. Participariam dela o PSB o PV e o PDT, que em conjunto com o PT comporiam a “Frente popular contra a corrupção e pela cidadania”. Nos próximos dias os dirigentes dos partidos estarão reunidos para tratar do assunto. Com isso as chances serão ampliadas e acreditamos que será possível concorrer em pé de igualdade com aqueles que detém o poder econômico.

LV. O que move o mundo é o dinheiro. De onde virá a grana do PT?
É uma boa pergunta da qual não sei ainda a resposta. É sabido que o partido tem poucos recursos, temos um número reduzido de filiados. Teremos alguma coisa repassada pelo PT nacional que deverá cobrir os gastos com o material impresso. Na verdade esse é um quadro que o partido conhece bem. Acreditamos que a militância aguerrida será capaz de suplantar as dificuldades econômicas.

Detalhe da festa de confraternização após a escolha do nome do candidato - Foto: Sidney BorgesLV. Para encerrar, o que o Sr. Gostaria de dizer aos eleitores?
Eu gostaria de reafirmar que o PT tem ao longo do tempo dado especial atenção às questões éticas e isso é o que pretendemos manter aqui. Sem corrupção e com planejamento, trabalho e perseverança iremos construir uma cidade melhor para todos. (Fonte: Sidney Borges)

Ilha Anchieta une beleza à educação ambiental
Em meio a belas praias, turistas podem conhecer o meio ambiente da ilha com mergulhos e palestras da USP

Ubatuba - Os turistas que visitarem a Ilha Anchieta, em Ubatuba, poderão desfrutar de um gostoso e instrutivo passeio ambiental. O acompanhamento é feito por um grupo especial de monitores da USP (Universidade de São Paulo).
Em meio a um cenário de belas praias, os visitantes poderão participar de quatro programas --palestra, aquário natural, mergulho livre e mergulho autônomo.
Todas as atividades são monitoradas por estagiários e professores, que integram o projeto Trilha Subaquática da USP. "A nossa função é ensinar o turista a preservar e conhecer o meio ambiente existente na ilha", disse o coordenador geral do projeto, Ricardo Mazzaro.
O Parque Estadual da Ilha Anchieta é uma unidade de preservação que abriga, além de praias desertas, as ruínas de um antigo presídio.
Em uma tenda na entrada da ilha, a equipe da USP oferece diariamente as atividades que são pagas, exceto a palestra.
Na palestra, os turistas recebem informações sobre o tema Costão Rochoso e sobre o mar. A duração é de 15 a 40 minutos. Essa atividade acontece no auditório da antiga administração do presídio.
A atividade do aquário natural é indicada para qualquer pessoa, inclusive para quem não sabe nadar ou mergulhar. Na piscina natural da praia do Engenho, os monitores usam um cone especial --que tem vidro no fundo-- para mostrar os peixes e a flora existente no fundo do mar. A pessoa não precisa mergulhar e fica com a água até a cintura.
"O aquário é ideal para as pessoas que têm medo de água, não sabem nadar ou são portadoras de deficiências", disse o coordenador.
É obrigatório que a pessoa saiba nadar nos mergulhos livre e autônomo. O percurso do mergulho livre é entre a praia do Presídio e a do Engenho. O visitante vai fazer um passeio pelo fundo do mar com outras três pessoas. É necessário o uso de máscara, snorkel e nadadeiras, que são fornecidos pelos monitores.
No mergulho autônomo, a pessoa usa também outros equipamentos como o cilindro. O mergulho é acompanhado somente pelo monitor.
O programa estará disponível até o final de janeiro e retorna no dia 21 de fevereiro para o feriado de Carnaval. O encerramento das atividades será no dia 24.
Preços das atividades: Aquário Natural, R$ 2; Mergulho livre, R$ 10; e Mergulho autônomo, R$ 25. Informações pelo telefone (12) 3832-9059. VALE

Local encanta turista pela beleza e história

Ubatuba - Considerado um dos cartões postais de Ubatuba, o Parque Estadual da Ilha Anchieta foi fundado em 1977 com o objetivo de preservar a história e a natureza do local.
A ilha é composta por belas praias e pelas ruínas de um antigo presídio, que serviu de abrigo para bandidos e criminosos políticos desde o ano de 1908.
Hoje, os visitantes podem desfrutar das praias com águas cristalinas como a piscina natural do Engenho que, com um simples mergulho, é possível ver os peixes no fundo do mar. Outros pontos visitados são as praias do Sapateiro, Palmas, Presídio e Prainha.
O lado histórico da ilha pode ser apreciado nas ruínas do presídio e de casas, na antiga capela e no prédio da administração. A ilha recebe diariamente mil visitantes, em média.
O contato com a natureza encanta as pessoas que visitam a ilha. A comerciante de São João da Boa Vista (SP) Lúcia Doval, 42 anos, disse que ficou maravilhada com as belezas da ilha. "Aqui é um pedaço do céu. Gostei de tudo, das praias e do ambiente", disse.
Para a professora de educação física Carolina Medeiros da Silva, 27 anos, de São Paulo, as atividades monitoradas ajudam os turistas a conhecerem a ilha. "É importante aprender sobre a preservação. O contato direto com a natureza é incrível", disse. VALE

Como chegar à Ilha Anchieta

Ubatuba - Saídas diárias: praias Itaguá, Maranduba e Saco da Ribeira.
Horário de saídas: a partir das 8h
Tipo de embarcação: escuna
Preço médio: R$ 10 (escuna) R$ 2 (taxa de visitação na ilha)
Horário de visitação na ilha: das 8h às 19h
Tempo do percurso: 30 minutos
Permanência na ilha: 2 horas
Fonte: Reportagem local. VALE

Menores roubam casas, um é preso e reconhecido na delegacia

Ubatuba - A atração pelo crime fez com que T.J.S, 17 anos, e um outro jovem, conhecido apenas como “Fábio”, começassem a roubar casas de veraneio no bairro Perequê-Açú. A dupla aterrorizava a região, armada com um revólver calibre 22.
Eles levaram uma bolsa com documentos pessoais, uma máquina fotográfica, um telefone celular e as chaves do veículo Citroen do engenheiro químico carioca.
Antes de ser detido, após roubar a casa do engenheiro químico M.A.T.S., o adolescente já havia roubado - junto com o amigo -, outra residência do bairro.Ao perceber a presença da viatura, os dois entraram em um matagal e “Fábio” conseguiu escapar.
Na delegacia, M.A reconheceu o menor e os objetos roubados, que foram devolvidos à vítima. O caso está registrado na Delegacia de Ubatuba, onde T. está à disposição da Justiça. IMP

Empresariado mostra interesse na Feira de Turismo de Berlin

Ubatuba - Como era esperado, o anúncio da participação de Ubatuba na feira de turismo de Berlin, na Alemanha, despertou o interesse de boa parte do empresariado local. Nem poderia ser diferente, pois se trata do maior evento do ramo, em todo o mundo.
Estar participando desta feira é, na opinião do Secretário de Turismo, e presidente da Comtur, Sérgio carvalho, um passo importantíssimo para que Ubatuba passe a brigar por uma fatia do mercado de turismo internacional.
“A feira proporciona a oportunidade de se posicionar como destino turístico para todo o mundo. É ela que faz com que municípios que tenham potencialidade turística aconteçam, ou não”, disse.
A Feira de Berlin tem uma característica multifuncional, pois atende a vários segmentos, como os de hotelaria, gastronomia e econômicos. Por isso, Carvalho vê a participação de Ubatuba e, principalmente, do empresariado local, algo fundamental para que o município possa brigar de igual para igual com outras cidades e regiões, em especial o Nordeste.
Apesar de Comtur e Setur estarem há algum tempo trabalhando para a participação neste evento, a reunião do próximo dia 20, às 19h, no Hotel Recanto das Toninhas, quando será apresentada a proposta para a participação de empresários na comitiva que representará a cidade na feira, é tida como primordial para o sucesso de Ubatuba. Entre outras coisas, devido ao comprometimento que a cidade precisa ter com a proposta que será apresentada e tudo o que se seguir à participação de Ubatuba na feira. Afinal, para receber um turismo de qualidade, é preciso que a cidade seja adequada a uma nova realidade, desde investimento em infra-estrutura, até a uma qualificação cada vez melhor da mão de obra que atenderá aos novos visitantes.
Carvalho ressalta ainda que a feiras de Berlin é um investimento em médio prazo. “Engana-se quem acha que a ida a Berlin vai mudar tudo do dia para à noite. Na verdade, vamos estar colhendo resultados práticos daqui a aproximadamente dois anos. Neste período temos de trabalhar internamente para atender bem a quem nos visitar. Por isso, também estamos investindo em infra-estrutura. A realidade que vamos viver a partir de então, será ditada pelo próprio mercado”, ressaltou.
O Secretário acredita que a partir do encontro do próximo dia 20 e da participação na feira, as parcerias necessárias entre poder público e iniciativa privada, para o desenvolvimento profissional do turismo no município, acontecerão sem maiores problemas. (Fonte: SETUR)

Violência Contra a Mulher preocupa a sociedade

Ubatuba - O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Rogério Frediani (PTB), na última semana recebeu uma carta do Conselho Estadual da Condição Feminina relatando as diversas formas de violência contra a mulher em todo o estado. Segundo a carta, a Declaração de Viena refere-se aos Direitos da Mulher como Direitos Humanos adotada por consenso por 171 Estados, representando, portanto, toda a Comunidade Internacional e diz em seu artigo 18 “Os Direitos Humanos das Mulheres e Meninas são Inalienáveis e constituem parte Integrante e Indivisível dos Direitos Humanos Universais”. A plena participação das mulheres em condições de igualdade na vida política, econômica, social e cultural nos níveis nacional, regional e internacional e a erradicação de todas as formas de discriminação sexual são objetivos prioritários da comunidade internacional. A violência e todas as formas de abuso e exploração sexual, incluindo o preconceito cultural e o tráfico internacional de pessoas são compatíveis com dignidade e o valor da pessoa humana e devem ser eliminadas pode-se conseguir isso por meio de medidas legislativas, ações nacionais e cooperação internacional nas áreas do desenvolvimento econômico e social, da educação, de apoio a maternidade segura e assistência de saúde e do apoio social. Os direitos humanos das mulheres devem ser parte integrante da preocupação das nações unidas na área dos direitos humanos, que devem incluir a promoção de todos os instrumentos de garantia dos direitos humanos relacionados à mulher. “É lastimável sabermos que em pleno século 21 mulheres e meninas continuam sofrendo vários tipos de abusos. Evoluímos . E infelizmente é inacreditável saber que alguns homens insistem em regredir neste caso”, disse Frediani.
A mulher sofre diversas formas de violência. Violência de Classe, se pertencer às classes menos favorecidas. Se for negra, sofre a violência racial. Mas independente de sua classe social, raça ou idade, sofre também uma violência específica, de gênero, ligada à questão da subordinação da população feminina. A organização social de gênero atribui aos homens prerrogativas que lhes permite ditar normas de conduta para as mulheres, assim como julgar a correção do cumprimento dessas normas. A violência contra a mulher é a primeira forma de regulamentação das relações sociais de sexo, uma manifestação das relações de poder historicamente desiguais entre mulheres e homens. A violência física é uma das expressões extremas das contradições de gênero , revela a crueza e a profundidade do problema. É no espaço doméstico que ela é mais freqüente.
Para Aparecida Maria de Almeida, presidenta do Conselho Estadual da Condição Feminina de São Paulo, autora da carta, dados indicam que o risco de uma mulher ser agredida em casa, pelo marido, ex-marido ou atual companheiro, é nove vezes maior do que ela sofrer uma violência na rua. “A violência doméstica, seja ela física, sexual ou psicológica, é um problema de saúde pública, relevante pelo número de vítimas, assim como pela soma dos recursos despendidos. Existem poucas pesquisas quantitativas”, afirmou.
Estatísticas
Relatório feito pela Sociedade Mundial de Vitimologia, sediada na Holanda, com 130 mil mulheres de 54 países, revelou que 23% das brasileiras estão sujeitas à violência doméstica. Em São Paulo , segundo levantamento do Conselho Estadual da Condição Feminina (CECF-SP), registram-se cerca de 21.000 ocorrências por mês, ou seja, média de 691 por dia, nas 125 Delegacias da Mulher do Estado de São Paulo. O Banco Mundial estima que, nos países em desenvolvimento, a violência doméstica e a violação sexual representam 5% dos anos de vida saudável perdidos por mulheres em idade reprodutiva. No Brasil, um terço das internações em unidades de emergência é conseqüência da violência doméstica.
“Mulheres agredidas tendem a ser menos produtivas. Faltam mais ao trabalho, apresentam dificuldade de concentração e desenvolvem baixa auto estima, além de estarem mais propensas a depressão e ao estresse”, argumentou Aparecida. Para o presidente da Casa de Leis a situação é preocupante. “Os dados são alarmantes. Ações integradas em diversos níveis, incentivo e conscientização sobre a importância das campanhas de combate à violência feminina é um bom começo para resolver o problema”. (Fonte: Luana Coelho)

Artigo Topo

O eleitor que decide
Irineu Nalin

"Eu tenho uma profissão
Mas, também sei cozinhá
Sou capaz de pintá uma casa
E de tirá uma dama prá dançá
Também sou bom motorista
E exímio marinheiro
Prá o barco comandá
Do jardim eu sei bem cuidá
Mas, gosto mesmo
É de fazer uma gata miá
É de fazer uma gata miá
Se quiser me conquistá
Vai te que rebolá
Vai te que rebolá"
(IN)

Nos últimos vinte anos ocorreu um grande fluxo migratório para o Litoral Norte. Em: São Sebastião, grande parte proveniente da região do Vale do Jequitinhonha. Foram chegando. O que veio primeiro estimulou um parente a vir depois e hoje formam bairros inteiros.
São pessoas nascidas no meio rural, sem qualificação profissional e analfabetos ou semi-alfabetizados. A maioria de boa índole, mas ansiosos de fazerem logo seu "pé de meia" e, sem outra alternativa, foram adaptando-se em qualquer trabalho que surgisse.
Creio que a versatilidade, característica de nossa mescla genética, facilitou a habilitação de muitos na execução de tarefas para as quais não há formação: faxineiras, jardineiros, pedreiros, carpinteiros, pintores, eletricistas, etc. Iniciam como ajudantes em trabalhos mais pesados e vinculados a um parente que chegou primeiro e já estava consolidado e aos poucos vão mudando de atividade e progredindo.
Provenientes de uma das regiões mais pobres do país, são pessoas com muitas carências e uma das demandas que mais provocam é na área da saúde, isso sem falar na habitação, cujo processo de instalação ocorreu com a ocupação de áreas irregulares e de forma desastrosa ao meio ambiente. Tudo isso sob às vistas das autoridades municipais, que ainda direcionaram para essas localidades grandes investimentos e benfeitorias.
Os imóveis de veraneio são a principal fonte de geração de emprego desse grupo, como: caseiros, faxineiras ou na manutenção de jardins, piscinas e das residências, que exigem constantes reparos e que demandam: pedreiros, pintores, marceneiros, eletricistas, etc. Os mais escolarizados se ocupam no comércio, como balconistas, caixas, garçons, etc. Na temporada muitos ampliam sua renda como ambulantes na praia.
A partir do Plano Real e com a inflação estabilizada puderam ter um fôlego que permitiu que melhorassem substancialmente o padrão de vida. Suas habitações contam com todo tipo de eletrodoméstico, boa parte já possui seu meio de transporte próprio: bicicleta, moto ou carro.
Embora, tenham aqui o que provavelmente não teriam em seus locais de origem, ainda continuam sem a formação e qualificação profissional que o mercado exige. Constata-se com freqüência muitas obras sendo tocadas com mão de obra de fora, em vista dessa falta de especialização, confiabilidade e profissionalismo, exigidos na construção civil em decorrência da introdução de novas técnicas e materiais.
Cursos de capacitação profissional nessas áreas são de significativa importância, para melhorar a qualidade dessa mão de obra improvisada e formar novas gerações.
Esses migrantes, logo que chegam, passam a ser cortejados por membros dos partidos e são pressionados a transferirem logo seu domicilio eleitoral. Há denuncias de maus políticos que patrocinam a vinda em troca disso, pois sem qualquer vínculo com a localidade e consciência de cidadania são alvo fácil de manipulação.
Como estamos iniciando um ano eleitoral importante, que não será regulado ainda através da tão necessitada Reforma Política, o assédio dos políticos a esse grupo de pessoas que é capaz de decidir uma eleição continuará sendo muito grande. Como vivemos em uma democracia, vejo isso como um processo normal. Democracia sim. Mas, sem demagogia.
O mais importante é que esses eleitores, principalmente os que já formaram famílias aqui, pensem no futuro de seus filhos e exerçam na cidade que os acolheu, seu pleno direito de cidadania, não deixando envolver-se apenas por interesses imediatistas e pensem também nos direitos dos proprietários que mantém seus empregos e que são os principais contribuintes de impostos que financiam essas benfeitorias, muito bem divulgadas no carnê do IPTU, apesar de não terem também o retorno que deveriam.
Até quando o critério que orienta a política de investimentos será o do domicílio eleitoral?

Irineu Nalin é economista
Ir/08/01/04

Carta do Leitor Topo

Já que o assunto é telefonia - Encaminho e-mail que recebi via internet:
"Carta de agradecimento de um cliente da VIVO!!!
Natal! Tempo de confraternização e agradecimentos!
Entre tantos que colaboraram para que 2003 fosse o fosso que foi, lembro-me carinhosamente desta grande operadora de relógios digitais chamada VIVO, da qual sou cliente!
Esta grande companhia de coração imensurável!
Tão humana que não valoriza o material, o equipamento, a tecnologia!
Faz questão de emudecer seus aparelhos, estimulando cada vez mais o contato pessoal, as caminhadas, o consumo de combustível, enfim... a aproximação entre os homens.
Quero agradecer neste momento as chamadas que a Vivo evitou que eu atendesse. Essas pessoas inconvenientes que, em pleno dia da semana, me procuravam para fechar negócios! Bem fez a Vivo em emitir radiosas mensagens de que eu est ava com o aparelho desligado.
Eles que busquem meus concorrentes! Viva o espírito, abaixo o vil metal.
Não posso me esquecer das mulheres. Ah, essas mulheres que nos telefonam! Em busca do que? Do prazer pelo prazer, do sexo pelo sexo, essas pecadoras! Agradeço ao meu calado Samsung, que me ajudou a passar noites e noites meditando, lendo livros do Paulo Coelho e assistindo A Noite é uma criança daquele gênio da comunicação chamado Otávio Mesquita. As mulheres que distraiam outros, porque eu quero é cultura, é vida, é lucidez!
A Vivo na constante preocupação com o humano, com o metafísico, com o bem estar espiritual dos seus clientes ainda me proporcionou separar os verdadeiros amigos daqueles falsos, superficiais. Os verdadeiros companheiros não desistem após cinco ou seis tentativas! Continuam e continuam e continuam tentando. Com isso, memorizam nosso número, pensam em nós com carinho, exercitam a transmissão de pensamento.
E, no capítulo da caixa postal, uma atenção especial a esta grande operadora de calculadoras eletrônicas: agradeço os momentos de ternura e humor que passei resgatando recados guardados nos modernos e valvulados equipamentos Vivo: recados que recebi e ninguém me informou; mensagens que me informaram e nunca recebi; convite para o churrasco de Domingo, avisado na terça-feira; aviso de vencimento de conta do dia 20, recebido no dia 30; o recado urgente da (ex) amante, que ficou esperando na chuva; o filho que eu não peguei na escola; o pai que perdeu o avião; os desaforos que ouvi sem saber o porquê. Finalmente, agradeço as utilíssimas mensagens que recebi pontualmente às três ou quatro da madrugada, avisando que eu ganhara sensacionais torpedos a serem utilizados entre clientes Vivo até março de 2004. Quantos momentos felizes.
Quanta alegria! Quanto sentimen to Vivo!
A esta gigantesca multinacional da agenda eletrônica, o meu muito obrigado!
Obrigado pela cultura que tive que adquirir, ao buscar entender o que é sombra, pane temporária, manutenção preventiva, interrupção de serviços para melhoria de sua qualidade ... ora, não sejam modestos... é impossível melhorar o que já é perfeito!!!!
Penso, logo existo! Vivo, logo emudeço!
Não é só! As antenas da Vivo estimulam a busca pelos pontos de melhor sinal. Quer telefonar?
Pegue seu carro, vá até o telhado da Caixa D água da Higienópolis ou ao 13º. andar do Tower Shopping.
Dois pontos ótimos para conversar das 4 às 7 da manhã, com janelas abertas.
Marque um sarau com seus amigos. Isso é gente, isso é Vivo!!!
Aos atendentes Vivo, meu muitíssimo obrigado! Obrigado por pedir o número do livro de registro do meu nascimento no Cartório de Registro Civil.
Vocês têm razão: quem garante que eu sou eu? E se outra pessoa quiser pagar a conta no meu lugar ou imaginem!!!! reclamar da qualidade do meu intocável Samsung? (intocável porque nunca toca...)
Isso mesmo, amigos... saibam que, após ligar para vocês, passei a duvidar da minha existência. Isso é filosofia! Isso é Vivo!!! E obrigado por me fazer pensar na minha reclamação, insistindo que todos os clientes da Vivo estão satisfeitos e só eu reclamo o tempo todo.
Isso é que é atendimento personalizado. Na verdade, o silêncio do meu Vivo é como a dor: puramente psicológica!
Como sou proprietário de um aparelho chamado pré-pago, tenho alguns agradecimentos adicionais.
Reconheço: sou pré-pago. Sou praticamente um marginal. Eu não presto. Sou o chato da pulga do piolho da ameba.
Mereço todo tipo de açoite, de castigo, de constrangimento.
Agradeço a Vivo enquanto levo as chibatadas. Sei que qua ndo compro 30 reais de crédito, vocês me dão 45. E, se no meio de uma ligação com um cliente, eu for surpreendido com uma mensagem de que meus créditos terminaram, sei que a Vivo faz isso pelo meu bem. Apesar de anunciar que eu ainda tenho cento e três reais e oitenta centavos de crédito, eu deveria saber que são créditos de ouro, que servem somente para eu conversar com outros gênios proprietários de Vivo... ou seja, eu que arranje clientes entre a minha comunidade!!! Quem mandou eu querer falar com um estranho? Ele que busque os seus iguais. Eu sou mais Vivo!!!!
O bonequinho da Vivo é aquele sem boca (não fala) e sem ouvido (não ouve).
Típica propaganda realista. Outra prova de respeito ao consumidor: quando me tiraram da Sercomtel, prometeram que minha conta iria diminuir. É verdade, eu pago menos, pois nada falo.
Os aparelhos Vivo têm agenda, calculadora, relógio e joguinhos. Eu ainda quero um telefone? Isso é exigir demais!
Feliz Natal para todos! Escrevo porque sou Vivo! Não o fosse, telefonaria!
Um abraço de um cliente satisfeito."

Ezio Pastore
Ubatuba, SP

 

Foto do Dia Topo


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor