Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 23 de janeiro de 2004 - Nº 956 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Litoral tem 12 praias impróprias
Tempo fica chuvoso até domingo


Caraguatatuba
Bandas regionais fazem shows gratuitos na Praça de Eventos
Torneios esportivos são opções saudáveis nas praias
Original Jazz Band trará bailarina para Caraguá


Ilhabela
Ilhabela abre 380 vagas em cinco novas creches este ano


São Sebastião
Vandalismo faz empresa mudar ponto de ônibus
Delegados seccionais do Vale e Litoral se encontram em Maresias
Circo Navegador apresenta hoje o espetáculo ‘Hoje tem Marmelada’


Ubatuba
Ubatuba cria associação de guardadores de carro
Manoel da Nóbrega em ritmo de obras
Ação emergencial no Camburi
Ponte vai melhorar trânsito no Ipiranguinha
Interior na Praia movimenta mais de mil alunos em Ubatuba

Seções
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Litoral tem 12 praias impróprias

Litoral Norte - O número de praias impróprias no Litoral Norte foi reduzido de 13 para 12, segundo boletim de balneabilidade divulgado ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental).
Em relação à última análise, divulgada na terça-feira, apenas a praia do Perequê, em Ilhabela, foi excluída da lista de praias poluídas. Nova análise sai no domingo.
Durante a temporada, a Cetesb efetua três análises semanais nas praias de maior movimento e incidência de esgoto. Normalmente, o boletim é publicado uma vez por semana.
Segundo a Cetesb, a chuva é um dos agravantes para o problema da poluição das praias. Até o último domingo, somente sete praias da região estavam impróprias.
"Nas áreas sem rede de esgoto e tratamento adequado, há drenagem dos rios que desembocam nas praias", disse o gerente da agência da Cetesb, em Taubaté, Mário Luiz Alves.
Segundo ele, a oscilação da população no litoral durante o verão também contribuiria para a piora na qualidade das praias, devido a uma maior geração de esgoto.
PRAIAS SUJAS - Segundo o boletim da Cetesb, em Ilhabela, estão impróprias as praias Armação e Pinto. Em Ubatuba, o banho não é indicado em Picinguaba, Itaguá e no Perequê-Mirim. São Sebastião tem bandeira vermelha nas praias Porto Grande, Pontal da Cruz e São Francisco, e, em Caraguatatuba, entraram na lista Centro, Indaiá, Palmeiras e Porto Novo.
O boletim da Cetesb pode ser consultado pelo site www.cetesb.sp.gov.br. O turista também pode utilizar o Disque Meio Ambiente, pelo telefone gratuito 0800-11-35-60, das 8h às 18h. (Fonte: ValeParaibano)

Tempo fica chuvoso até domingo

Litoral Norte - Tempo nublado e chuva é o que o turista vai encontrar até domingo no Litoral Norte. A previsão desanimadora não tem relação com frente fria mas sim com uma área de instabilidade que está sobre a região.
O sol também não deve aparecer nos próximos dias no Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira, segundo previsão do Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos), de Cachoeira Paulista.
Nas quatro cidades do Litoral Norte, a previsão para hoje é de dia nublado, com chuvas rápidas e fracas no final do tarde. As temperaturas devem variar amanhã em mínima de 21ºC e máxima de 29ºC e, no domingo, mínima de 22ºC e máxima de 27ºC.
O meteorologista do Cptec Giovanni Dolif Neto afirmou que no Vale do Paraíba o tempo deve ser praticamente o mesmo que no litoral, com dias nublados e chuvas nos finais de tarde. A temperatura deve variar, sendo um pouco mais baixa que no litoral.
A previsão para amanhã no Vale do Paraíba é de mínima de 19ºC e máxima de 27ºC e, no domingo, variando de 20ºC a 26ºC.
"A temperatura vai se manter alta mas o tempo nublado acontece devido aos ventos. O Estado todo vai ter um fim-de-semana nublado com chuva no fim da tarde", afirmou.
Dolif Neto disse também que no Vale as chuvas devem ser mais fortes que no litoral. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Bandas regionais fazem shows gratuitos na Praça de Eventos
As atrações fazem parte da programação do "Caraguá: um show de verão" e inclui bandas que se apresentam até o início de fevereiro. Neste domingo, 25, a atração é a dupla João Marcos e Juliano, que já abriu shows de Zezé de Camargo e Bruno e Marrone

Caraguatatuba - A secretaria de Turismo de Caraguá está movimentando a cidade, durante toda a semana, com uma programação de shows musicais gratuitos, na Praça de Eventos.
As atrações fazem parte da programação do "Caraguá: um show de verão" e inclui bandas da região, que são criteriosamente selecionadas entre os muitos interessados que enviam proposta à secretaria.
O projeto visa mostrar o que o Litoral Norte e o Vale do Paraíba têm produzido na área musical, dando oportunidade para músicos da região apresentarem seu trabalho e oferecer a turistas e moradores atrações variadas, por isso os ritmos são bastante variados, passando pelo rock, forró, reggae, música popular brasileira, pop, funk, entre outros.
No último dia 18, a banda Audigy e Mara Amaral animaram a praça com um repertório vasto e eclético. A Banda Audigy tem se destacado por ser muito versátil. Tendo Mara Amaral nos vocais, Kiko no baixo, Vítor na guitarra, Marcelo na bateria, e Wílton no teclado, a banda vem realizando, em Caraguatatuba e na região, um grande trabalho, apresentando-se em shows, festas, cerimônias sociais e projetos musicais, desde 1998. A banda também produziu jingles para várias empresais da região.
Outra banda de destaque que se apresentou foi a Virô, formada por integrantes de Caraguá, Paraty e São Paulo, alguns conhecidos na cidade como o vocalista Ski e o Zé Batera, além de Johnny e Júnior, na guitarra, e Mi, no contra-baixo.
A banda toca músicas próprias e alguns covers dos ritmos funk, reggae e rock. O grupo já gravou um CD com músicas próprias, sendo uma da banda Virgulóides, "Reggae de Bamba", já aprovado na primeira audição na Selo e Gravadora YB-Brasil-Nação Zumbi, e aguardam a ordem de gravação. A expectativa é gravar o CD "Tudo de Bom" que irá para as lojas ainda este semestre. "Estamos acreditando que a gravação vai virar, isso significa concretizar um projeto e poder levar ao público a nossa música, que é resultado de um trabalho de composição de 20 anos" comemoram os integrantes e os irmãos Ski e Mi.
Programação da Setur na Praça de Eventos
25 de janeiro – João Marcos e Juliano – sertanejo
O nome João Marcos e Juliano dão o nome ao CD da dupla Sertaneja de Caraguatatuba que vem se destacnado em várias cidades do vale do paraíba e interior do estado. Apresentações em casa noturnas na capital paulista fazem parte do currículo da dupla, Villa Cowtry, Baloart, Birosca, ADC paulista, Luso Brasileiro, são algumas das casas em que a dupla marca presença. Já se apresentaram em grandes shows ao lado de grandes arrtistas como Daniel. Rio Negro e Solimões, Marlon e Maicon, Guto e Nando. Além de abrirem aos shows do Zezé de Camargo e Luciano, Bruno e Marrone, Gean e Giovani, João Marcos e Juliano, estão concluindo o segundo CD de autoria própria, que irá ser divulgada em todo o estado de São Paulo em shows acompanhados de equipe e banda.
27 – Clayton e Denis - sertanejo
28 – Segura o Fidel – Chorinho
29 – Cristiano Fragoso – sertanejo
Fevereiro
1 – On Jack Tall Back – rock, pop (Fonte: PMC)

Torneios esportivos são opções saudáveis nas praias
Os torneios esportivos de beach soccer, futvolei, volei dupla e recreação estão agitando as praias de Caraguá . A Prefeitura está promovendo torneios e aulas com instrutores mas não é só para quem quer competir

Caraguatatuba - Os torneios esportivos estão agitando as praias de Caraguá. A Prefeitura de Caraguá está promovendo, através da Secretaria de Esportes e recreação, torneios de beach soccer, vôlei duplas e futvolei nas praias Indaiá e Martin de Sá.
A fase final do torneio de beach soccer 2004 acontecerá até o final de janeiro, na arena da Praia Indaiá, em frente ao quiosque Varandão-31. No local, também há instrutores disponíveis dando aulas de beach soccer para quem quer apenas fazer recreação, sempre às quartas e quintas, das 8 às 10 e das 16 às 19h; sextas, das 8 às 12 e das 15 às 20h; e sábados e domingos das 15 às 20h. As inscrições para o torneio estão abertas até o dia 23 de janeiro para as categorias mirim, infantil e principal livre.
Os torneios de vôlei duplas e futvolei acontecem na praia Martin de Sá (em frente ao quiosque do Ari), às quartas, quintas, sextas, sábados e domingos, das 8 às 013h e das 13 às 18h. As inscrições podem ser feitas no local, até o dia 28 de janeiro, nas categorias adulto livre masculino e feminino. Os quatros primeiros colocados receberão troféus. A fase final do vôlei está marcada para o dia 31 de janeiro, e do futvolei dia 1º de fevereiro.
Torneio de vôlei e futvolei terão segunda fase dias 24 e 25 - Caraguá promoveu no último final de semana na Praia Martim de Sá, o torneio de vôlei de praia e futvolei, realizado pela Secretaria de Esportes e Recreação. No torneio de vôlei de praia participaram 12 duplas e foram classificadas as 4 melhores para a fase final que acontece no dia 31 de janeiro. Na segunda fase, dia 24, serão classificadas mais 4 duplas masculinas e 4 duplas femininas. Já no futvolei houve a participação de 10 duplas, sendo classificadas as 4 melhores para a fase final que acontecerá no dia 1º de fevereiro.
Nas provas de vôlei ficaram classificados George Thomaz Isso e Charles Alves em primeiro lugar; Felix Liberato G. S. Filho (Barros) e Erik de Matos Lemos, em segundo; Cezar Augusto Benatti e Luiz Fernando Domingues.
No torneio de futvolei, os classificados para a final foram Thiago Augusto Resende de O. e Marcos Augusto em, primeiro; Edno Benedito da Silva e Marcos Pereira Fernandes, em segundo; Pedro Domingos de Souza e Rafael N. Fernandes A., em terceiro; e Evandro Rodrigues Rosa e Kaue Masmam. A segunda fase do futvolei será realizada em 25 de janeiro para classificar mais 4 duplas.
A inscrição é gratuita e ainda pode ser feita no local da competição até 1 hora antes do início da competição, por volta das 10 horas. Os professores responsáveis são Guedes e Gerson que tem o apoio da equipe José Roberto, Luiz Eduardo e Juliano. (Fonte: PMC)

Original Jazz Band trará bailarina para Caraguá
A bailarina Priscila Soares acompanhará a Original Jazz Band durante sua apresentação nas ruas de Caraguá neste fim de semana. Ela irá dançar o sapateado

Caraguatatuba - A Original Jazz Band vem fazendo apresentações nas ruas centrais de Caraguá desde as festas de fim de ano e neste fim de semana, dias 23 e 24 de janeiro, sexta e sábado, a banda trará uma bailarina para acompanhá-los dançando sapateado.
A apresentação de jazz acontecerá nas ruas centrais da cidade, das 18 às 21 horas. A banda é uma das atrações do verão em Caraguá e, além do entretenimento, é aliada a um riquíssimo legado cultural que mostra o jazz original, música americana que, no início do século XX, contagiou o mundo com seus temas e ritmos geniais. A apresentação tem uma temperada mistura de humor, criatividade e musicalidade.
A banda
A banda, de Vinhedo-SP, é produzida pela Cia de Música Jama, e atualmente, consta como uma das bandas de jazz tradicional mais atuantes no país. Uma das suas principais metas é o resgate daquela excepcional música que surgiu em New Orleans, num feliz e único momento histórico em que a cultura francesa, as bandas militares, os cultos religiosos e a cultura afro, se fundiam naquilo que o mundo passou a conhecer como Jazz. O figurino é de trajes de época caracterizando as primeiras décadas do século XX. O repertório é de blues, spirituals, marchas e ragtimes. A formação conta com trompete, clarineta, tuba, banjo e percussão.
A bailarina
Priscila Soares tem formação bastante eclética. É graduada em Conservatório Musical, onde realizou estudos de música, dança e artes plásticas. Como professora, prioriza a agilidade dos pés e a expressão corporal. Há alguns anos, desenvolve uma metodologia para alunos especiais e de terceira idade despertando alegria e auto-estima, durante o processo das aulas. Priscila, além de ministrar aulas, também é brilhante bailarina, coreógrafa e jurada de festivais de dança no estado de São Paulo. (Fonte: PMC)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Ilhabela abre 380 vagas em cinco novas creches este ano
Unidades atenderão crianças de até 4 anos; para moradores, medida beneficia quem estava sem vaga

Ilhabela - As crianças com até 4 anos de idade em Ilhabela vão ganhar cerca de 380 novas vagas em creches com a construção e inauguração de cinco novas unidades este ano na cidade.
Atualmente, aproximadamente 215 crianças são atendidas nas quatro creches do município, localizadas nos bairros do Reino, Itaquanduba (com duas unidades) e Barra Velha.
Os bairros Armação, Centro e Bexiga, que não contavam com nenhuma creche pública, serão os primeiros beneficiados, com o início das atividades em três unidades, uma em cada bairro, no mês fevereiro. Serão 40 vagas no bairro Armação, 30 no centro e 45 no Bexiga.
Ainda em fevereiro, será inaugurado um novo prédio para a creche municipal do bairro Itaquanduba, o primeiro a oferecer os serviços de berçário na cidade. Além de receber as 30 crianças que estudam no prédio que atualmente abriga a creche, 40 novas vagas serão abertas para a comunidade.
O bairro do Reino, que tem uma creche com 24 crianças, ganhará um novo prédio com capacidade para 70 crianças até o final do ano.
"A nossa prioridade é a educação infantil, por isso, estamos empenhados na ampliação da rede de creches", disse o secretário de Educação de Ilhabela, Antônio Cornélio de Moraes Filho.
NOVA UNIDADE - Em Barra Velha, será construída a maior creche do município, com capacidade inicial estimada em 250 vagas.
As obras devem ser iniciadas dentro de 15 dias e são resultado de um convênio entre a prefeitura e a Acri (Associação Creche de Ilhabela), entidade que congrega profissionais da educação e administra a creche que fica no Centro Comunitário do bairro.
A construção do novo prédio será realizada pela Acri com o repasse de uma verba da prefeitura estipulada em R$ 570 mil, autorizada no final do ano passado.
"A construção da creche é necessária pois o centro comunitário não comporta adequadamente o número de crianças que ele atende", disse Válter Edson Carvalho e Silva, presidente da ACRI.
O Centro Comunitário atende hoje a 108 crianças que serão transferidas para o novo prédio após o término das obras, previsto para o fim de junho.
"É uma notícia maravilhosa, o prédio do Centro Comunitário está muito desgastado. As crianças vão ter mais espaço e outras mães que trabalham terão onde deixar seus filhos", disse a operadora de caixa Arlete Barbosa, 29 anos. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Vandalismo faz empresa mudar ponto de ônibus

São Sebastião - A empresa de transporte coletivo Autoviass (Auto Viação São Sebastião) alterou o trajeto do ônibus urbano após a meia-noite para evitar atos de vandalismo. A partir de hoje, nos dias de eventos, os ônibus sairão da rua da Praia --local onde são realizados os shows e que concentram maior efetivo policial. Antes da mudança, os ônibus partiam da avenida São Sebastião, a cerca de 1 quilômetro de distância da rua da Praia. A medida vigorará até dia 1º de fevereiro. A Autoviass estuda a instalação de câmeras nos ônibus. (Fonte: ValeParaibano)

Delegados seccionais do Vale e Litoral se encontram em Maresias
Objetivo é discutir problemas e apontar soluções na área de segurança pública na região

São Sebastião - Os delegados seccionais das regiões do Vale do Paraíba e Litoral Norte estarão reunidos nesta sexta-feira, no bairro de Maresias, Costa Sul de São Sebastião, para avaliar as ações desenvolvidas pela Polícia Civil na região, discutir assuntos internos e apontar soluções para os problemas ligados à segurança pública.
De acordo com o delegado seccional do Litoral Norte, João Barbosa Filho, a realização da reunião em São Sebastião possibilitará ao diretor do Deinter-1, Claudine Pasquetto, que estará presente ao encontro, a avaliação in loco dos problemas existentes no município. A reunião acontece mensalmente em São José dos Campos, mas será realizada excepcionalmente em São Sebastião nesta sexta-feira.
Além dos delegados seccionais, participarão do encontro policiais civis pertencentes ao serviço de inteligência da corporação. Na ocasião, serão entregues equipamentos para o setor, como micro-computadores, câmeras digitais, escaners, entre outros materiais. O prefeito Paulo Julião estará presente e deverá aproveitar a oportunidade para solicitar mais policiais para o município e maior segurança.
O encontro será realizado a partir das 14h, no Tambayba Hotel. Antes haverá uma reunião com os policiais do serviço de inteligência da Polícia Civil do Vale do Paraíba e Litoral Norte. (Fonte: PMSS)

Circo Navegador apresenta hoje o espetáculo ‘Hoje tem Marmelada’

São Sebastião - O Festival de Teatro de Rua de São Sebastião, apresenta hoje o espetáculo “Hoje tem Marmelada”, às 21 horas, na praça do Coreto, ao lado da Igreja Matriz. A peça é um misto de resgate e homenagem aos palhaços do circo tradicional e dá continuidade a tradição oral, apresentando algumas “reprises”, que são cenas de palhaço transmitidas verbalmente há séculos.
Relembrando os antigos palhaços, que executavam seus esquetes brilhantemente, a dupla de palhaços “Dum-Dum” e “Jereba” se encontra a cada apresentação para regar o público com muito riso, acrobacia, malabarismo, mágicas e perna-de-pau. Com aproximadamente quinhentas apresentações este espetáculo continua lembrando o velho e bom jogo de palhaços que questionam a fragilidade e os valores do ser humano. O roteiro e direção estão a cargo de Lucciano Draetta, que utiliza sua vivência com palhaços do circo tradicional para traduzir e eternizar esta arte mágica que exerce tamanho fascínio sobre adultos e crianças. O grupo Circo Navegador foi criado em 1996, com o intuito de fazer, de uma maneira crítica, a fusão entre o teatro, circo, danças e música. Desta maneira, a equipe vem produzindo trabalhos de qualidade voltados para o lado social. Este é o caso das montagens “Hoje tem marmelada”, “Navegador”, “O diretor de cinema” e “Lavou, tá novo”.
Apesar do público bem diferenciado, havia grande quantidade de crianças, que assistiam ao espetáculo com bastante interesse. Por se tratar de teatro de rua, também houve muitas pessoas que estavam passando pelo local e foram atraídos pelo trabalho da companhia.
“O público do teatro de rua é realmente das pessoas que estão passando e param para ver, mas há aquelas pessoas que comparecem especificamente para isso. De qualquer maneira grande parte é formado por pessoas que estavam apenas de passagem, gostam e resolvem acompanhar toda a história”, comenta o produtor do Festival, Lucciano Draetta.
Nesse contexto, o grupo apresentou a peça durante vários meses em praças públicas da capital paulistana, onde milhares de pessoas viram de perto um pouco da arte cênica.
Além de “Hoje não tem Marmelada”, o Circo Navegador vai apresentar outros dois espetáculos que será no sábado, “Lavou, Ta Novo e no domingo, “Estudo para palhaço Nº 2, durante o Festival de Teatro de Rua em São Sebastião. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Pousada da Almada

Ubatuba cria associação de guardadores de carro

Ubatuba - A SAS (Secretaria de Assistência Social) de Ubatuba regulamentou a atividade de guardador de automóvel e instituiu a Associação de Guardadores de Carro no município. A iniciativa é do "Projeto Cidadão" da SAS, sob a iniciativa de Enrico Bonomo. Os associados serão uniformizados com crachá de identificação da prefeitura e colete com listras fluorescentes com identificação do guardador e telefone para sugestões e reclamações. Os critérios para se tornar associado são --ser residente do município há mais de cinco anos, ser maior de 16 anos e já atuar como guardador de carro informal. Cada guardador terá liberdade de escolher o seu horário de trabalho, sendo os locais definidos conjuntamente pelos associados. A forma de pagamento pela guarda do veículo é espontânea do cliente, não havendo preço pré-definido. Cerca de 120 pessoas foram cadastradas e receberão capacitação de diversas entidades do município. A Prefeitura de Ubatuba e o Sebrae promoverão uma série de palestras e treinamentos para todos os associados, além do acompanhamento da evolução da Associação de Guardadores de Carro. O serviço de Trânsito promoverá palestra sobre noções básicas de trânsito e relações sociais. A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde ministrará palestra sobre comportamento e higiene pessoal. As palestras acontecerão nas Secretarias de Educação e Assistência Social nos meses de janeiro e fevereiro. A sede da associação é provisória e fica no bairro do Ipiranguinha. Cada associado deverá contribuir com R$ 10 mensalmente, como taxa administrativa. (Fonte: ValeParaibano)

Manoel da Nóbrega em ritmo de obras

Ubatuba - As obras de asfaltamento da avenida Manoel da Nóbrega, no Perequê-Açu, entram na fase final. O projeto que vai do Posto da Guarda Municipal até o trevo do Indaiá será complementado com a pavimentação até o condomínio Sol e Lazer. A Prefeitura já manteve entendimentos com a empreiteira para permitir que toda a extensão da Manoel da Nóbrega receba a pavimentação em asfalto. O trecho antigo da avenida, em bloquete tem permitido o tráfego em situação normal. A Secretaria de Obras recebeu instruções do prefeito Paulo Ramos para priorizar a conclusão dessa importante avenida do bairro do Peequê-Açu que ainda responde pelo fluxo de entrada e saída do município. As obras vem sendo executada pela Prefeitura em parceria com o Governo do Estado. (Fonte: ACS-PMU)

Ação emergencial no Camburi

Ubatuba - A estrada de acesso ao bairro do Camburi recebeu no último sábado, 17, a ação de homens e máquinas da Secretaria de Obras que fizeram uma intervenção de emergência para permitir o tráfego que estava interrompida em decorrência das fortes chuvas ocorridas desde o final de dezembro. Foram utilizados resíduos de asfalto . Na próxima segunda-feira, Prefeitura retorna para as obras de pavimentação dos trechos mais críticos numa extensão aproximada de 1,5 km, conforme autorização das autoridades ambientais. (Fonte: ACS-PMU)

Ponte vai melhorar trânsito no Ipiranguinha

Ubatuba - A Secretaria de Obras iniciou a cravação de estacas da ponte que vai fazer a ligação entre a rua da Cascata e a rua Frei Tarcisio, criando mais uma alternativa de trânsito no bairro do Ipiranguinha. A ponte será de concreto e as casas existentes nas cabeceiras serão demolidas e seus moradores removidos para outro local no mesmo bairro. A Secretaria de Assistência Social e a Secretaria de Obras estão empenhadas na solução do problema. A ponte vai permitir que o bairro fique com três alternativas de entrada e saída, ou seja, pela Rua da Cascata, Frei Tarcício e Minas Gerais. (Fonte: ACS-PMU)

Interior na Praia movimenta mais de mil alunos em Ubatuba

Ubatuba - Oprograma Caravanas do Conhecimento está trazendo para Ubatuba, durante o mês de janeiro, mais de mil alunos de 9 a 11 anos da rede oficial de ensino municipal e estadual de cidades do interior paulista. Durante a permanência de grupos de alunos, de segunda a sexta-feira, ficam conhecendo nossas praias e principais atrações turísticas além de sua história. Na última quarta-feira, 21, o prefeito Paulo Ramos recebeu a visita de Silvio Torres, presidente do Centro de Estudos e Pesquisa da Administração Municipal - CEPAM, responsável pela programação. “Ubatuba está de parabéns pois marca presença neste projeto com uma organização impecável. A estrutura da Prefeitura e da Secretaria da Educação fizeram com que estas crianças do nosso interior tomassem conhecimento da beleza e grandeza do Estado de São Paulo”, disse Silvio. Para o prefeito Paulo Ramos, é até emocionante ver a reação das crianças ao dar de frente com o mar pela primeira vez em suas vidas. “Nós também participamos dessa emoção e ficamos gratificados por poder proporcionar esta experiência”, afirma o prefeito.
Toda a estrutura de recepção como refeições, local para pernoite ( Escola Anchieta) e monitoramento durante as visitas foram viabilizados pela Secretaria de Educação. A coordenadora da rede municipal, Silvia Issa, disse que a colaboração de todos os envolvidos no projeto foi fundamental para que o sucesso fosse alcançado. (Fonte: ACS-PMU)

Conto em Capítulos Topo

Clique para acessar  os capítulos anteriores
Clique para acessar os capítulos anteriores

Capítulo 16: Procurando Abraham

Chegamos ao Bom Retiro por volta das duas horas da tarde, estava cheio de gente fazendo compras, mas não vimos nenhum judeu ortodoxo que pudesse nos ajudar. Era óbvio que não veríamos, sábado é um dia sagrado para os religiosos, só encontraríamos algum nas ruas após o por do Sol. Almoçamos em um restaurante grego e fomos procurar o endereço do cartão embora isso fosse quase impossível, dado o fato, como já disse, do número estar ilegível. Cateryne vestia uma minissaia ousada, e como fosse muito atraente, despertava a curiosidade por onde passávamos. Foi através dela que surgiu uma pista. Uma garota perguntou onde ela havia conseguido a minissaia. Começaram a conversar e então ela perguntou se havia alguma loja de roupas usadas por ali. A garota disse que sim e apontou para um prédio velho com lojas no térreo e moradias no andar superior. Havia quatro lojas, três delas eram de roupas, uma de roupas masculinas baratas, outra de uniformes de empregadas domésticas, uma terceira de camisas de malha e a quarta estava fechada. Cateryne agradeceu a informação e fomos perguntar por Abraham Bergmann. O dono da loja de roupas masculinas disse que nunca ouvira esse nome. Enquanto saíamos para perguntar na loja de camisas de malha, não pude deixar de notar que ele escondeu-se atrás de uma escrivaninha antiga, dessas de porta de correr e, procurando evitar os nossos olhares, falou longamente ao telefone. As atividades às quais eu estava ligado ultimamente haviam despertado em mim o instinto de olhar sem ser notado, isso deve estar ligado ao instinto primitivo de sobrevivência, quando o homem era predador e presa. A vida urbana adormeceu essa capacidade, embora quando necessitamos, ela se faz presente. Deixei que Cateryne e James fossem na frente, enquanto eu atravessei a rua e entrei em um bar para tomar água. A comida salgada me deixou sedento, além do mais eu queria saber das ações do lojista que ficou falando ao telefone. Ele certamente sabia quem era a pessoa que nós estávamos procurando. Alguém fora avisado do fato. As perguntas nas lojas restantes deram em nada, ninguém sabia do paradeiro do personagem talmúdico. A tarde estava caindo e a temperatura baixando consideravelmente, decidimos deixar as coisas como estavam e ir embora. Eu voltaria na segunda-feira para continuar a investigação. Enquanto caminhávamos para a rua Joaquim Murtinho, onde eu estacionara o fuscão, fomos subitamente abordados por uma viatura policial que adentrou a rua na contramão com a sirene ligada, perturbando o pouco do sossego que chegava com o cair da tarde. Parem onde estão, foi a ordem. Paramos, pensei que fosse algum tipo de averiguação de caráter político, vivíamos tempos de luta armada e subversão. Era normal que pessoas fossem abordadas nas ruas. Tratei de pegar os documentos, mas o policial falou para entrarmos na viatura. O delegado queria conversar conosco. Tentei argumentar, mas percebi que seria em vão. Subimos no carro da polícia ante os olhares curiosos dos passantes. O que será que eles estariam imaginando? A delegacia era bem próxima, não demorou nem dez minutos e estávamos numa sala esperando que o delegado nos recebesse. Para nossa surpresa, o policial era uma pessoa afável e educada. Maurice Nathan Schneider, um pouco mais velho do que nós. Primeiramente ele desculpou-se pelo incômodo, mas disse que queria saber tudo sobre Abraham Bergmann. Eu disse que nós também estávamos buscando informações sobre essa pessoa, e que nada sabíamos além do nome e do endereço, mesmo assim somente parte do endereço, já que o número da loja estava apagado. Em seguida mostrei o cartão. Ele examinou com muito cuidado, pegou uma lupa na gaveta da mesa e procurou detalhes com atenção. Depois pediu, por telefone, para que alguém viesse até a sala. Guardou o cartão num envelope branco e depois de pegar os meus dados, incluindo o endereço do trabalho, nos dispensou, devorando Cateryne com os olhos. Ela pareceu ter gostado. Quando estávamos saindo chegou um perito e levou o envelope para análise, eu suponho. Como estivesse garoando o delegado ofereceu uma viatura para nos levar. Recusamos, ele percebeu que seria uma boa oportunidade para conhecer Cateryne se nos levasse em seu próprio carro, o que acabou acontecendo. No caminho, deixou escapar que Abraham Bergmann era suspeito de assassinato. Na casa onde ele vivia foram encontrados os documentos de Murilo Feitosa, um rapaz natural de Ubatuba que desapareceu misteriosamente. Perguntei se havia sido encontrado o corpo, e qual era o motivo da suspeita de assassinato e como o delegado soubera do caso. Ele disse que houve uma denúncia. Uma garota que costumava sair com Murilo estranhou o desaparecimento deste, sem aviso e de uma hora para outra. No começo a garota foi digna de crédito, mas ultimamente o delegado disse que estava apenas cumprindo formalidades ao investigar o caso. Imaginem que ela afirma que Murilo tem um irmão gêmeo muito mais jovem do que ele, embora tenham a mesma idade. Perguntei se ela disse o nome do irmão. O delegado respondeu que sim, o nome é Artur, ela repetiu mais de uma centena de vezes. Nesse momento, continuou o delegado, percebemos que estávamos seguindo a pista errada. A garota é um pouco avoada. Até vocês aparecerem hoje, em pleno sábado. Formalidades, simples formalidades. Que tal jantarmos juntos, vocês parecem ser um grupo interessante. Cateryne aceitou na hora, ela e o delegado não tiravam os olhos um do outro através do espelho retrovisor. Naquele momento pensei que se a polícia estava na pista errada, eu estava na pista certa. Agora era preciso com urgência descobrir o paradeiro da namorada de Murilo. Cateryne conseguiria isso facilmente, o delegado daria uma constelação, caso ela pedisse.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

24 de janeiro: Dia do Aposentado - Congratulações a esses homens e mulheres que trabalharam pelo crescimento deste país e conseqüentemente lutam até hoje para que o mesmo seja mais justo e digno a todos.

Rogério Frediani (PTB)
Presidente da Câmara Municipal de Ubatuba


Turismo - Sr. Emílio. Seu jornal e muito bom para nossa cidade, pois traz muitas informações que o turista precisa, só pediria para que seu jornal divulgasse mais os pontos turísticos de Ubatuba, pois somos uma cidade que vive do turismo e até então ninguém valoriza os turistas aqui presente, dando mais apoio para eles, como exemplo: construindo banheiros nos quiosques da praia,pois é horrível o turista tomar um chope e ter que ir na praia para fazer suas necessidades, pois temos como exemplo os quiosques de Caragua que todos tem banheiro, porque aqui não?????????
Falta alguém para cobrar de nossas autoridades, nossos vereadores, para que isto aconteça. Fazer com que estes acreditem que nos só crescermos com o turismo, pois hoje nossa cidade só sobrevive de IPTU. Com 83 praias uma mais linda que a outra e é a cidade mais bonita do Brasil só falta nossas autoridades se convencerem disto. Ah! uma pergunta o que virou aquele convênio com os chilenos que recebemos aqui, seu embaixador, gastamos com sua hospedagem e até agora não vimos resultado nenhum, se me lembro é da cidade de Menphis, ou algo parecido.
Gostaria que os responsáveis falasse algo a respeito, pois sabe né...
atenciosamente

Irimar
Ubatuba, SP


Ao jornalista Ricardo Farias e leitores do Litoral Virtual - Por enquanto ao amigo Ricardo Faria e a tantos outros que me ligaram, falaram comigo pelas ruas ou vieram até minha casa para saberem o que aconteceu ao radialista Tony Luiz e o programa "Estação Ubatuba" digo que estamos em inicio de novos trabalhos e isto sempre toma mais tempo do que esperávamos. Mas em breve todos os fatos serão esclarecidos em todos os meios de comunicação; só posso afirmar que não estou em férias como teimam em dizer aos ouvintes que ligam na emissora afim de saberem informações a respeito do assunto.Meu pequeno descanso terminaria na segunda semana de janeiro, mas conforme comunicado que recebi via direção; o formato de meu programa (idealizado, produzido e apresentado por mim) não se adequava mais a filosofia da associação responsável pela emissora e precisaria ser alterado. Alterar o que? A verdade? A sinceridade? A transparência? ou o respeito pela população tão sofrida e traída desta cidade? Alterar o que depois de um ano de sucesso reconhecido inclusive fora das fronteiras de transmissão de uma emissora comunitária? Como dizem "O tempo é o senhor da razão"e este mesmo tempo se incumbirá de mostrar a verdade!!! Quanto a www.alltv.com.br, graças ao relacionamento profissional e de amizade e respeito com seu proprietário Sr. Alberto Lucheti em uma rápida conversa acertamos uma hora por semana na grade da primeira TV na internet do pais; retransmitida pelo canal 12 da TVA para SP, e para mais sete estados no eixo sul-sudeste e centro-oeste; a qual em breve estará também para o restante do Brasil. Só por curiosidade a AllTv têm mais de doze milhões de acessos/mês, muito mais do que portais grandes e já estabelecidos a mais tempo. E para não me tornar cansativo ao Ricardo explico que também me espantei quando não vi mais o banner do programa e da rádio que havia sido colocado a meu pedido ao responsável do site Sr Emílio Campi; o qual pode ter cumprido determinações de terceiros ou tomado a iniciativa por conta própria, mas poderia no mínimo em respeito ao nosso relacionamento me comunicar... mas assim é a vida em Ubatuba!!! esta não é a primeira vez que "amigos" se transformam rapidamente em adversários, afim de receberem benesses dos poderes constituídos ou somente para agradar alguém inclusive tentando manchar o nome dos outros e prejudicar seu caminhar e o de sua família; mas quem já passou pelas que passei não desiste tão fácil assim!!! A estes só uma dica "A verdade sempre vem a tona, demore quanto for....".

Tony Luiz - radialista
RG 10773879 e CPF 038339048-33
estes são verdadeiros não como aqueles de "angra"


Turismo que Turismo? II - Como cidadã de Ubatuba, foi até o Centro de Informações Turísticas de Ubatuba, para saber como estava sendo realizado o trabalho desse orgão público nessa temporada, e para minha surpresa encontrei um Centro de Informações vazio somente com alguns artesanatos indígenas.
Como cidadã dessa cidade, conheço muito bem a nossa história, principalmente a força da cultura indígena na região, mas o turismo de Ubatuba, não se resume somente em artesanato indígena.
A atendente do Centro de Informações Turísticas entregava para os turistas apenas um papelzinho c/ alguns fones, com alguns até escrito a mão.
Onde fui informada pela atendente que estava proibido no Centro de Informações Turísticas a entrega de qualquer material de divulgação de qualquer impresa ligada ao setor.
Realmente achei isso um absurdo, isso não é turismo, não sou egoista e não penso individualmente, pelo contrário, penso que um orgão público como o Centro de Informações Turísticas, deveria estar divulgando os prospectos e folders de todo o setor, sendo eles Pousadas, restaurantes, e outros serviços ligados ao Turismo da cidade, não ficar entregando papelzinho escrito a mão, onde a própria atendente me informou, que os turístas pedem folders com maiores informações do setor turístico da cidade, mas infelizmente o que recebem é apenas um "palpelzinho" com alguns fones.
No meu ver o Centro de Informações Turísticas, era para estar cheio de fotos e informações da região, varíos folders das empresas em geral ligadas ao setor, não só uma ao duas como o nosso Secretário diz.
Eu como cidadã tenho direito de opinar sobre um trabalho realizado pelo nosso setor público, que não está sendo bem feito, goste ou não o nosso atual Secretário.

Flávia Cristina
Moradora de Ubatuba


Turismo, que turismo? III - Dá vontade de chorar quando vejo contribuintes desejosos de respostas nos desmandos ocorridos na Comtur serem atacados de forma vil. É humilhante ver o Sergio Carvalho, atual presidente da Comtur, responder ofensivamente à minha amiga Flavia Cristina, uma ubatubense empresária do turismo, contribuinte municipal com direito à distribuição de seus folders no Centro de Informações Turísticas. Na primeira semana de janeiro, fui pessoalmente à Comtur em busca de informações sobre a Secretaria do Meio Ambiente que no ano passado tinha uma sala no local. As preparadas atendentes disseram que a SEMA havia mudado para uma casa atrás do Bar do Ulisses. Era uma sexta feira e até hoje não encontrei o local, voltei à Comtur e as mesmas atendentes forneceram a mesma informação com um telefone que não respondia.
Indignado, me dirigi ao gabinete do prefeito e o vice Moralino Valim Coelho disse que a SEMA ficava na sede da Comtur. Bem, a verdade é que a SEMA não tem sede e, apurando, descobri que foi despejada pelo Sérgio Carvalho o mesmo que ocupa a presidência da Comtur e a Secretaria de Turismo de Ubatuba.
Quando a competente Cristina afirma que o Centro de Informações Turísticas mais parece um Centro de Exposição de Artesanato Indígena não há o que discutir. E para quem desejar a verdade: os nossos guaranis são recentes no município. Foram trazidos do Litoral Sul de São Paulo de uma maneira até hoje mal explicada por um tal de Lacerda, oriundo de Paraty, que conseguiu sobreviver em Ubatuba como funcionário municipal e uma espécie de cabo eleitoral, principalmente do Pedro Paulo Teixeira Pinto. Em determinado momento, um grupo de especuladores propôs um acordo para que os índios desocupassem a área no Prumurim. Foram frustrados em seus nefastos objetivos pela intervenção firme da FUNAI que garantiu aos silvícolas a posse da terra. Ou seja, os guaranis obtiveram legalmente o mesmo direito de permanecer dos mamelucos (conhecidos como caiçaras), mineiros, paulistas, cariocas, baianos, outros brasileiros e estrangeiros.
Os de boas intenções são sempre bem vindos. Morei em Ubatuba e faço cobertura jornalística pelo Valeparaibano há 10 anos sempre buscando mostrar o que há melhor no pedaço mais lindo do litoral brasileiro, quiçá do planeta. Sou amigo do Paulo Ramos e imagino conhecê-lo. Mas, fico a imaginar os motivos que levaram o meu amigo prefeito a contratar um Sérgio de Carvalho como secretário de turismo de Ubatuba. Foi uma covardia o ataque deselegante à Flávia Cristina, algo que compromete a administração municipal num menosprezo à cidadã que contribui no pagamento dos próprios salários do secretário de turismo e presidente da COMTUR. Algo insano, tal como ser mordido pelo próprio cão que sustentamos e imaginamos fiel. Não conheço pessoalmente o Sérgio de Carvalho, não imagino de onde tenha vindo e nem as suas qualificações para comandar o turismo ubatubense do qual depende a sobrevivência de todos. O que constato é um Sérgio de Carvalho agressivo, mal educado que não aceita críticas e tem a ousadia de ofender jornalistas como foi o caso do carismático Ricardo Faria. Enlouqueceu? Espero que o mesmo não tenha ocorrido com o meu amigo Paulo Ramos prefeito municipal. Como ubatubense de coração somente posso conclamar os moradores desta terra para que se unam num só grito: Fora Sérgio de Carvalho!

Marcos Badilho
São José dos Campos, SP

Nota do Editor

Na condição de editor do "Últimas Notícias do Litoral" venho esclarecer alguns detalhes.
Defendo a liberdade de expressão e o direito a opinião de cada um, porém mencionei há algum tempo que não iria publicar críticas ou comentários sobre qualquer assunto ou problema que não viessem acompanhadas de sugestão de uma solução para o fato. Criticar somente por criticar não leva a nenhum progresso ou melhoria da condição de vida. Ficamos na estaca zero. Precisamos nos unir para encontrarmos soluções que melhorem de fato nossa região.
Parece que a bola da vez é o secretário de turismo de Ubatuba, Sergio Carvalho. Muitas pessoas têm criticado suas ações, reclamando da sua posição e discordando de seus pontos de vista. Tudo isso é válido num estado democrático, mas se essas críticas viessem acompanhadas de sugestões de soluções, seria muito mais útil para todos.
Mas assim como tem pessoas contra, existem pessoas à favor, acreditando no trabalho do secretário Sergio Carvalho, com pode ser observado no Manifesto de Apoio aqui publicado, onde até o momento 179 pessoas assinaram seus nomes apoiando suas ações. Alguns que atualmente o criticam deveriam verificar a lista (só para refrescar a memória...) e refletir porque mudaram de opinião. Se antes estavam a favor, porque agora estão contra? Se alguma pessoa que tiver assinado a lista desejar ter seu nome removido, basta nos enviar um e-mail solicitando a retirada que será prontamente atendido. Em contrapartida, aqueles que ainda não assinaram, e por algum motivo acreditam no trabalho do secretário de turismo Sergio Carvalho, fique a vontade para assiná-lo.
Tenho acompanhado de perto o trabalho do secretário Sergio Carvalho e garanto que suas ações são sérias, honestas e transparentes. Ele tem se dedicado a levantar Ubatuba como ninguém, e praticamente sozinho, pois às vezes tem gente do seu próprio time querendo marcar gol contra. Vários empresários e comerciantes locais também perceberam isto e têm dedicado seu apoio aos projetos do secretário.
Infelizmente o que venho constatar diante de tudo isso é o seguinte: como é difícil fazer qualquer coisa boa para Ubatuba sem ter um monte de gente torcendo contra. Ciúmes, picuinhas, puxadas de tapete, sacanagens e outras manhas e artimanhas são usadas contra aqueles que procuram melhorar o município. Isso me faz lembrar das crônicas do arquiteto Renato Nunes, "A Maldição de Cunhambebe" e "Manhas e Artimanhas do Cacique Cunhambebe". Parece que ambas têm fundamento e precisam ser quebradas ou vencidas com união e bom senso.
Porque ao invés de somente criticar, os descontentes não venham se informar, conhecer o trabalho de perto, saber das dificuldades, dos problemas enfrentados, e somente depois disso expressem suas opiniões, críticas e sugestões. Criticar por criticar não leva a lugar nenhum. Apoiar e acreditar, sim!
Continuo acreditando no trabalho do secretário Sergio Carvalho e gostaria de deixar claro que esta é minha opinião pessoal. Essa opinião não interfere na posição do Litoral Virtual, o qual tem como virtude sua imparcialidade e transparência diante das opiniões publicadas. A filosofia do Litoral Virtual é a de proporcionar uma qualidade de vida melhor para futuras gerações, não visando lucros imediatos.
Espero que nossos leitores compreendam esse esclarecimento e nos ajudem a realmente contribuir com o futuro de nossa região, enviando críticas acompanhadas de sugestões construtivas para melhorar nossa qualidade de vida.
Um bom final de semana a todos!

Emilio Campi
Editor

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Siris - José Carlos Marques

©2003 José Carlos Marques
Siris


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor