Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 03 de fevereiro de 2004 - Nº 963 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Movimento em praia cai após férias
Sorveterias do litoral inovam sabores
Escolas particulares iniciaram o ano letivo com salas cheias
Receita Federal convoca profissionais da área de saúde


Caraguatatuba
Milhares de pessoas assistem show de Zelia Duncan em Caraguá
Palestra sobre motivação marcará a volta às aulas para educadores
Semestre Legislativo começa com Ordinária
Vereadora Leonor alerta quanto ao Câncer


Ilhabela
Manoel Marcos descarta Donizette como vice


São Sebastião
SABs questionam eleição e anunciam desfiliação da Facenorte
Presidente da federação diz que votação foi legal
Primeira sessão deve ter leitura de projetos e votação de requerimentos
Barraqueiros doam 121 cestas básicas ao Fundo Social
São Sebastião discute balneabilidade com moradores do São Francisco
Circo Navegador encerra 1º Festival de Teatro de Rua


Ubatuba
PSDB sugere frente de oposição para vencer Paulo Ramos
Perequê recebe asfalto e ciclovia com mais de 3 Km de extensão

Seções
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Movimento em praia cai após férias

Litoral Norte - O fim das férias escolares reduziu ontem o movimento nas praias do Litoral Norte. Apesar do sol e da alta temperatura, o agito das últimas semanas deu lugar à tranquilidade nas praias do Centro, Indaiá e Martin de Sá, em Caraguatatuba.
Na praia Grande, em Ubatuba, alguns turistas também aproveitaram a segunda-feira. Apesar da praia não ter ficado lotada, o movimento foi melhor que em Caraguá.
O casal José Luiz Barbeiro, 52 anos, e Maria Valdice Carvalho Barbeiro, 55 anos, de São Paulo, aproveitou o fraco movimento da praia do Indaiá, em Caraguá, para relaxar.
"Vamos ficar até sábado e hoje (ontem) o sol está ótimo. Com menos movimento, dá para descansar", disse Maria.
A protética Nilce Augusto, 42 anos, disse que aproveitou a praia durante todo o dia de ontem antes de retornar para Jacareí.
TEMPO - O turista que continuar no Litoral Norte vai aproveitar a praia com muito sol e temperaturas elevadas. Hoje, a previsão é que os termômetros marquem máxima de 31ºC, segundo o Cptec (Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos).
O céu estará com nebulosidade variável e no final do dia há possibilidade de pancadas de chuva em toda região.
ESTRADAS - O movimento foi intenso nas estradas entre o Litoral Norte e o Vale do Paraíba do início da tarde de domingo até as 11h de ontem.
Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, apesar do excesso de veículos que deixaram as praias, não houve congestionamento. Apenas alguns pontos de lentidão foram registrados no trecho de serra da rodovia dos Tamoios.
O trânsito também foi intenso na Rio-Santos e na Oswaldo Cruz. A polícia não registrou acidentes com gravidade nas estradas durante o retorno. (Fonte: ValeParaibano)

Sorveterias do litoral inovam sabores

Litoral Norte - Sorveterias do Litoral Norte estão inovando as combinações de sabores para atrair os turistas neste verão. De sorvete assado a sabor de uísque, a idéia é oferecer um produto diferenciado e apetitoso.
Em Caraguatatuba, o destaque da sorveteria Crenata é o sorvete assado. Com salada de frutas, três bolas, marshmallow e cobertura de castanha de caju, é saboreado por duas pessoas devido o tamanho da taça.
"O sorvete é assado em um forno por cinco minutos e apenas o marshmallow fica quente", disse o proprietário Milton Bruni. O sorvete custa R$ 7.
Na sorveteria Sérgio, as novidades são os com sabores de uísque, waffer, frutas vermelhas, milho verde e amarena. Até o tradicional brigadeiro é feito com a própria massa do doce.
"As diferenças são que o brigadeiro é verdadeiro e o sorvete de uísque tem álcool", disse a proprietária da sorveteria, Sérgia Garrido.
Os sorvetes de milho verde e o hawaí também chamam a atenção. O de milho é vendido exclusivamente no verão e o hawaí encanta pela variedade de cores e sabores --são sete.
A estudante de Londrina (PR), Monique Lopes Geraldo, 12 anos, afirmou que adorou o sorvete assado. "É muito gostoso pois as bolas não derretem", disse Monique. (Fonte: ValeParaibano)

Escolas particulares iniciaram o ano letivo com salas cheias, atividades e revisão

Litoral Norte - As escolas particulares da região começaram ontem o ano letivo.O primeiro dia teve gosto de novidade para os alunos, que ficaram em férias durante quase dois meses. Conhecer novos amigos, professores e a volta ao clima escolar fez com que os estudantes comparecessem à aula sem reclamar.
Pelo menos é o que dizem os diretores e responsáveis pelas instituições. Em São Sebastião, o colégio Positivus recebeu os estudantes, no período da manhã, com um café comunitário. “O lanche foi por conta da escola. Com certeza, eles voltaram animados para conhecer os colegas e ver as novidades preparadas pela escola”, diz o diretor da escola Fábio Merlin.
Ele diz ainda que o fato das aulas começarem antes do Carnaval não atrapalha o início das atividades pedagógicas. Já no colégio Mestre, também em São Sebastião, a direção da escola diz que a maior parte dos alunos também compareceu. Lá, segundo a escola, a integração entre alunos novos e antigos é excelente e é grande a curiosidade dos estudantes para ver as turmas, que se formam com o início do ano.
Ainda em São Sebastião, o colégio Progresso também recepcionou ontem os alunos do maternal até a oitava série. Os alunos do ensino médio, nesta escola, voltam as aulas a partir do dia nove. A diretora Maria Luiza Silva diz que os alunos estavam dispostos a assistir aulas que, basicamente, foi composta por conteúdos de revisão.
O Colégio Módulo informou que as aulas começam na próxima quarta-feira. Já as Faculdades Integradas, retornam as aulas na quinta-feira, com recepção aos calouros. Em Ilhabela, o retorno às aulas deve começar hoje em razão do feriado municipal da padroeira da cidade, que foi comemorado ontem.
Estaduais e Municipais - Em São Sebastião, os alunos da rede municipal ainda podem aproveitar mais uma semana de férias. As aulas, segundo a secretaria da Educação, têm retorno marcado para a próxima segunda-feira.
Em Ubatuba, ontem à noite, na escola Tancredo Neves, ocorreu a solenidade de abertura do ano letivo com a participação do secretario de Educação Ursino Mezquita e o corpo docente.
O ano letivo na rede municipal de ensino de Caraguatatuba começa na próxima quarta-feira. Lá, os estudantes contam com o “Amigão”, ônibus adaptado que transporta os alunos com necessidades especiais.Nele, o transporte é dedicado a alunos com defi-ciências motoras. Conforme a secretaria da Educação, o “Amigão faz o transporte a todas as unidades escolares do município”.
Os professores da rede estadual da região durante essa semana passam pelo processo de atribuição de aulas.O retorno nas 38 instituições de ensino do litoral está marcado para o próximo dia nove. “De Ilhabela a Ubatuba”, diz o diretor regional de ensino Laércio Albaricci.
Aula é Responsabilidade - Na escola Nova Era, em Caraguatatuba, a diretora Virginia de Melo conta que o sentimento de ansiedade dos alunos menores é maior do que nos adolescentes.“Os que vão para as primeiras séries principalmente. Parte dos pais comentou que eles estavam querendo voltar logo”.
Em meio a pedidos para ir ao banheiro e beber água, o professor de Educação Artística Luis Carlos Gil, do Instituto São Sebastião, diz que o senso de responsabilidade dos alunos pequenos surge logo após a saída da primeira série. Ele diz ainda que já está acostumado com o comportamento dos alunos, e eles também sabem o momento de estudar. (Fonte: Imprensa Livre)

Receita Federal convoca profissionais da área de saúde

Litoral Norte - A Receita Federal começará a convocar, a partir de fevereiro, 1.500 profissionais da área da saúde na busca de resultados para um cálculo matemático. Eles vão ter de explicar uma diferença de cerca de R$ 350 milhões entre os recibos passados a clientes e o que foi declarado à receita. A Receita Federal diz que os rendimentos declarados estavam inferiores.
Conforme a receita, em todo país, no ano passado, mais de 67 mil pessoas físicas foram autuadas. Além delas, pessoas jurídicas também terão de explicar um aumento de 33,4% - algo em torno de R$ 50 bilhões em relação ao que foi declarado em 2002.
A receita informou também que, com a “chamada”, a idéia é fazer uma checagem completa, em um universo de cerca de 10 mil profissionais.
A Receita Federal ainda explica que os profissionais serão chamados, mas, caso eles comprovem que tudo foi declarado corretamente, os clientes é que terão de apresentar os recibos para provar as afirmações sobre a diferença monetária.
Para um grupo de médicos de São Sebastião, entrevistados pela reportagem, é necessário aguardar mais acontecimentos antes de comentar a convocação. Pelo menos eles, que pediram para não serem identificados, ainda não receberam nenhuma ordem oficial para ir à receita.
A delegada Eliana Aiex, que substitui o delegado titular da Receita Federal de São Sebastião, Luis Carlos Nacif, em férias, diz que a convocação aos profissionais será feita pelo departamento, “direto de Brasília, mas como é a partir do mês que vem ainda não emitiram a listagem. A Receita convoca, depois emite a lista de contribuintes às delegacias”, ela diz.
A delegada também diz que, na própria convocação, o profissional já ficará sabendo em qual delegacia deve comparecer. Segundo ela, a notícia veiculada pela imprensa veio a público antes de começarem as convocações. “Ainda não sabemos se há contribuintes da jurisdição”, diz Aiex. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Milhares de pessoas assistem show de Zelia Duncan em Caraguá

Caraguatatuba - A Praia do Indaiá ficou lotada no último sábado, durante o show da cantora Zélia Duncan. Fazendo sucesso total entre o público, a apresentação aconteceu no Espaço Vanguarda (foto).
O show começou praticamente no horário previsto e as boas condições do clima possibilitaram que milhares de pessoas o assistissem. Ao todo, foram quase 1h30 de apresentação, onde a cantora cantou, tocou alguns instrumentos e até dançou.
Os espectadores cantaram do início ao fim os sucessos da cantora e também de outros intérpretes como Cássia Eller, Renato Russo, Capital Inicial. Além disso, Zélia mostrou que sabe cantar de tudo: cantou de samba a reggae durante o show.
Esse evento aconteceu paralelamente à programação de shows já anunciada para o verão e, foi realizado pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Caraguatatuba e a TV Vanguarda. Zélia Duncan chegou à cidade ainda na manhã de sábado e disse ter aproveitado para passear pela região, que ainda não conhecia.
“Não conhecia essa cidade, mas aproveitei para conhecer um pouco hoje e senti um clima muito bom. Hoje minha praia é aqui”, diz a cantora, que ainda afirma gostar muito de lugares litorâneos e principalmente cantar na praia.
O show apresentado em Caraguatatuba, “Sortimento Vivo”, está rodando o Brasil há três anos. “Estamos há tanto tempo na estrada, que não sei como demoramos tanto para vir tocar aqui”, comentou. Segundo ela, foi muito bom realizar o show na cidade, à qual pretende voltar mais vezes. (Fonte: Imprensa Livre)

Palestra sobre motivação marcará a volta às aulas para educadores

Caraguatatuba - Acontece nesta terça-feira, 3 de fevereiro, das 9h às 12h, a palestra que marca a volta às aulas para os professores da rede municipal de Caraguatatuba.
O encontro acontece no Ilha Morena e deverá reunir todos os profissionais da Educação atuantes nas 33 escolas da Prefeitura, incluindo os Centros de Educação Infantil que são administrados por meio da parceria entre a Administração Municipal e Fundação Orsa.
Segundo a Secretária de Educação, Roseli Morilla Baptista dos Santos, o objetivo da palestra é, além de falar de Educação, trazer temas que promovam a motivação profissional para que os educadores retornem à sala de aula mais inspirados e criativos.
A palestrante escolhida para o início do ano letivo é a especialista em comportamento humano Leila Navarro. Seu destaque no mercado da mídia têm sido tão grande que Leila figura entre os 5 palestrantes mais lembrados pelos profissionais de Recursos Humanos de todo o Brasil segundo a eleição do 6º Prêmio Top of Mind- categoria Palestrante do Ano, realizado em outubro de 2003.
Segundo ela, sua missão é preparar pessoas e organizações para as exigências de um mercado de trabalho altamente competitivo e ávido por talentos, mas sem perder o foco na qualidade de vida e grau de realização e felicidade dos indivíduos bem como o sucesso das organizações.
Ela é autora dos livros “Supervocê – Descubra seu poder de superAção”, “Talento para ser Feliz” e “Obrigado, Equipe”.
Em Caraguá, ela estará reunindo os professores da Educação Municipal na palestra “Pilares do Sucesso”. Esse, entre outros temas, já foram vistos por mais de 500 mil pessoas em platéias com públicos bastante variados não só no Brasil mas em países como Chile, Peru, Portugal, Estados Unidos, Inglaterra, Espanha, Canadá e Japão. Mais informações sobre a palestrante podem ser obtidas no site www.leilanavarro.com.br (Fonte: Correio do Litoral)

Semestre Legislativo começa com Ordinária
Sessão de Prestação de Contas é transferida para março

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba inicia o primeiro semestre do último ano da gestão 2001-2004, correspondente a 13ª Legislatura do município, nesta terça-feira, dia 3 de fevereiro, a partir das 19h30. Ao contrário dos anos anteriores o semestre terá início com uma Sessão Ordinária e não a de Prestação de Contas, como acontece comumente.
A alteração se deve pelo fato do Prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), ter agendado uma viagem ao Egito, em companhia de alunos do Instituto Pró+Vida, que farão estudos naquele país. O Prefeito embarca nesta terça, dia 3 e só retorna por volta do dia 18 ao Brasil.
Conforme a Lei Orgânica Municipal, o Prefeito é obrigado a prestar contas do semestre anterior 2 vezes por ano, no início de cada semestre legislativo, ou seja, em fevereiro e em agosto durante o ano. Como o retorno de Antonio Carlos está previsto para o dia 18 e a próxima sessão não acontecerá devido ao Carnaval, o Chefe do Executivo só prestará contas no início de março.
Para a 1ª Sessão Ordinária, haverá o canto do hino do município e do hino nacional, bem como a leitura da Bíblia Sagrada. Após o Expediente e a Tribuna dos Vereadores e a leitura de Indicações no intervalo, por volta das 22h15, acontece a Ordem do Dia.
Nesta primeira Ordem do Dia, são 4 os projetos, todos de autoria de Vereadores. O Presidente da Câmara, Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), declara de Utilidade Pública a Tenda de Umbanda – Ogum Matinata. O mesmo tipo de projeto tem a autoria da Vereadora Dalva Ricardo Santana – Profª Dalva (PMDB), que declara a entidade Pronaos Rosacruz Caraguatatuba – Armoc.
O Vereador Omar Kazon (PL), institui a comemoração da Semana da Micareta, como festividade oficial do município, incluindo o evento no calendário oficial. Finalizando, a mesma Dalva Ricardo Santana denomina Ivo Gonçalves Relva a atual avenida Hum, situada no Jardim Britânia, na zona sul da cidade. Ivo Gonçalves Relva era supervisor do Ditran (Divisão Municipal de Trânsito) e foi assassinado em dezembro de 2002 devido a uma briga de trânsito. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Vereadora Leonor alerta quanto ao Câncer
Parlamentar adverte cidadãos quanto aos exames preventivos

Caraguatatuba - A Vereadora Leonor Diniz Santos Ferreira – Drª Leonor (PP), da Câmara Municipal de Caraguatatuba, adverte os munícipes quanto aos males causados pelo Câncer. Esta advertência tem por base o Dia Municipal de Luta contra o Câncer, a ser comemorado em Caraguatatuba no dia 4 de fevereiro, quarta-feira.
Através de um projeto de sua autoria, a Vereadora Leonor Diniz Santos Ferreira aprovou a criação do Dia Municipal de Luta contra o Câncer, que tem por base o reconhecimento da Carta de Paris, documento que reconhece os males da doença que assola milhões em todo o mundo.
Neste dia recém-criado pela Vereadora, a Parlamentar orienta a todos que façam os exames preventivos, visitando as UBS (Unidades Básicas de Saúde), bem como realizando os exames em casa, como aquele feito entre as mulheres e que detecta o Câncer de Mama.
A Parlamentar não tem informação se a Prefeitura, através de sua Secretaria Municipal de Saúde, fará algum trabalho especial neste dia, como a realização de palestras e debates, mas ressalta que toda a população deve se preocupar com o fato. “Visitas regulares ao médico podem diagnosticar um Câncer ainda no início. Este Dia Municipal serve de conscientização, sobre a importância de se prevenir contra ele (Câncer)”, disse. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Manoel Marcos descarta Donizette como vice

Ilhabela - Nas veias políticas do prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB), a genealogia está ligada ao pai, Eurípedes de Jesus Ferreira, que por três vezes ocupou a cadeira que atualmente ele entroniza, há três anos, como chefe do Executivo, e se declara abertamente candidato à reeleição.
“Nenhuma campanha eleitoral é tranqüila, mas tenho uma pesquisa que me dá 64% de aceitação”. Alvo de duas CEIs (Comissão Especial de Inquérito), das quais saiu ileso, esse caiçara, engenheiro civil que um dia tentou ser jogador de futebol (treinou no time juvenil do Santos Futebol Clube), tem, como xodó da sua administração a construção do Hospital Mário Covas, e como a maior tristeza, a desistência de construir casas populares de três pavimentos, por impedimento judicial: “Poderia ganhar a batalha na Justiça, mas seria uma situação desconfortável p'ra mim”.
Nesta entrevista exclusiva, o prefeito Manoel Marcos afirma que não tem medo de ameaças partidas daqueles que, segundo ele, não viram seus interesses pessoais, de grilagem de terra, atendidos, explica que a presença de oito auditores em Ilhabela, recentemente, se deveu ao fato de a cidade ter sido sorteada pelo Programa de Fiscalização dos Municípios, e que a equipe não encontrou nada de irregular; aproveitou a presença de nossa equipe para exibir um documento recém-expedido pelo CRECI (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), dando conta de que ele, desde que assumiu o cargo de prefeito, não praticou corretagem de imóveis entre 2000 e 2003. “Solicitei o documento para acabar com o vínculo entre o prefeito e o sócio que sou, da Ilhabela Imóveis”, justifica.
Mesmo congratulando-se da ótima aceitação que diz ter conforme pesquisa realizada pelo mesmo instituto que indicou sua eleição passada, Manoel Marcos reconhece que a reeleição não está garantida, e descarta completamente o nome do atual presidente da Câmara, José Donizette (PPS), como seu candidato a vice.
E mais: promete de pés juntos que, se voltar a ser prefeito de Ilhabela, irá cumprir os quatro anos de governo para só depois candidatar-se a deputado estadual. “Quero tentar um salto mais alto, um sonho que eu tenho de ser deputado pelo Litoral Norte”.
- “Quem não será o meu candidato a vice? Donizette”

Correio do Litoral - O Hospital Mário Covas é o grande orgulho de sua administração?
Manoel Marcos - É. Resgatamos o direito de ser caiçara. Antes, a criança nascia na balsa, dentro de uma ambulância, ou na maternidade de uma cidade vizinha. Hoje, temos mais de 500 crianças nascidas na Ilha.

CL - O sr. aprovou uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para apurar irregularidades na construção do Hospital Mário Covas, ainda na gestão da ex-prefeita Nilce Signorini. E a CEI, ao ouvir um construtor, disse que as irregularidades vieram na sua administração. Como se explica isso?
MM - O empreiteiro, que fez denúncia de superfaturamento da obra, nunca me apontou nenhuma irregularidade. Se havia, por que não trouxe ao meu conhecimento? Criei a CEI para apurar, mas nada se comprovou. Foi uma armação para jogar a população contra a administração.

CL - Essa foi a primeira CEI, e a segunda, mais recente, a de cadastramento de áreas públicas para terceiros. Ambas não deram em nada.
MM - Porque não tinha motivos para se comprovar nada, tanto que apoiei as duas. Tinha a certeza de que seria dado a mim e à minha administração, um atestado de honestidade, como aconteceu de fato.

CL - A CEI, segundo a assessoria jurídica da Câmara, acabou sem nenhum resultado, já que a relatora, vereadora Nanci Zanato (PTB), sua líder no Legislativo, perdeu o prazo legal. Isso favoreceu a posição do Executivo?
MM - Desde o início sabíamos que essa CEI, proposta por um vereador do PT (Rogério de Sá, o Catolé), tinha cunho político, tanto que ele a presidiu. Todas as informações para comprovação de qualquer ato irregular da administração foram fornecidas. Eu jamais cadastraria uma área pública para particulares.

CL - Há no processo administrativo, nº 5495/2001, aprovação de uma área de nove mil m² na Praia Grande, que o sr. aprovou o cadastramento, segundo a oposição, para favorecer um parente de vereador. O sr. confirma?
MM - As pessoas fazem uma confusão muito grande sobre o cadastramento de áreas efetuadas pela prefeitura, que passam a contribuir com os tributos municipais, e com o direito de propriedade desses terrenos. A prefeitura tem a obrigação de cadastrar para efeito de tributação. Não existe, na prefeitura, favorecimento, para absolutamente ninguém, nem p'ra minha mãe, que esteja procurando a prefeitura p`ra invasão ou grilagem de terra. A prefeitura não entra na questão de direito de propriedade.
Simplesmente lança o cadastro para efeito de arrecadação de impostos. A confusão é que as pessoas imaginam que a partir do momento em que se cadastra o imóvel, elas passam a ser proprietárias. O direito de propriedade se decide no Poder Judiciário.
Se há uma solicitação para cadastramento de imóvel, e depois há outra, a prefeitura pode cadastrar também e tributar em nome dos dois, até que se decida em juízo quem é o verdadeiro dono.

CL - Em relação à malfadada construção das 20 casas populares de três pavimentos... Por que o sr. desistiu de prosseguir quando saiu uma liminar na Justiça impedindo a construção, ainda que lamentando o fato de várias famílias, futuras moradoras, saíssem prejudicadas. Foi um furo n`água?
MM - Eu consegui, com o governador Geraldo Alckmin, a construção de 100 casas populares. Isso aconteceu aqui neste gabinete, junto com o deputado Walter Feldman. Ganhamos as casas, mas não tínhamos onde construir. Como somos carentes de áreas públicas, decidimos desapropriar um terreno para a construção. Na hora da execução, percebeu-se que as 100 casas não caberiam, a não ser que aproveitássemos um desnível do terreno, favorecendo a construção de um terceiro pavimento e 20 unidades habitacionais.
O projeto foi aprovado pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Humano e Urbanístico).
Preocupados com a questão da desobediência à Lei Orgânica, nós encaminhamos um projeto de lei à Câmara para que, numa situação específica, naquele local, pudéssemos abrir um precedente na lei. Não sei se nós nos equivocamos, mas mandamos o projeto à Câmara através de lei ordinária, porque a procuradoria jurídica da prefeitura entendeu que poderia ser feito através de uma lei específica, ordinária. A Câmara aprovou, mas veio o questionamento de que feria a Lei Orgânica. Entendemos que não poderíamos criar esse precedente.
E eu digo que, enquanto eu for prefeito e cidadão de Ilhabela, lutarei até o fim da minha vida contra a verticalização. Sou filho do homem que fez a lei, em 1980, que prevê a construção de até dois pavimentos em Ilhabela, justamente para preservar o que é mais importante aqui, a natureza.

CL - Essa é a sua grande frustração nesses três anos de governo?
MM - Fiquei muito triste por não ter atendido às 20 famílias necessitadas, mas, ao mesmo tempo, muito mais preocupado com o futuro de Ilhabela. Continuarei lutando para que essas famílias tenham a sua habitação digna. Eu poderia ganhar a batalha na Justiça, mas não seria uma situação confortável p`ra mim.

CL - Como o sr. convive com a especulação imobiliária?
MM - Sofro pressões violentas. Eu passei a ser atacado por algumas pessoas da oposição porque não atendi a interesses pessoais, como grilagem de terra. Eu neguei, e a partir daí, eu passei a ser perseguido, com ameaças, fitas, cartas, recados e etc... Mas eu não tenho medo de ameaças.

CL - Há denúncias ao Tribunal de Contas da União sobre ilegalidades no Programa de Saúde da Família e no Programa de Agentes Comunitários de Saúde, que teriam provocado a vinda de auditores para fiscalizar a situação. Procede? Os auditores vieram?
MM - Vieram, mas não em função dessas denúncias, porque nunca houve denúncias contra isso. O que houve é que Ilhabela foi sorteada no Programa de Fiscalização dos Municípios, para ser auditada, não a prefeitura, mas a cidade de Ilhabela como um todo, pelos controladores gerais da União.
Os oito auditores foram recebidos por mim, em meu gabinete. E a todos eles eu disse que a prefeitura estava de portas abertas para que verificassem como todos os repasses de verba do governo federal estavam sendo utilizados. Ficaram no município durante uma semana, e não comprovaram nenhuma irregularidade.

CL - Prefeito, o sr. vive reclamando da Sabesp, responsabilizando-a pelos problemas do saneamento básico. O que ocorre?
MM - A responsabilidade de prestação de serviço de abastecimento de água e de rede de esgoto é inteira da Sabesp, desde 1972. Agora, finalmente, acabou de sair o licenciamento ambiental e os problemas vão acabar, com as obras.

CL - Mas isso demorou, não?
MM - Sim, e eu diria que a administração passada foi culpada. O problema da disposição final de esgoto seria resolvido quando o governador Mário Covas decidiu investir milhões de dólares em saneamento básico em Ilhabela, e hoje até 70% de esgoto estariam tratados.
Mas houve uma infeliz idéia da ex-prefeita de pedir o embargo da obra e sua conseqüente paralisação e desmobilização de toda a mão-de-obra.
Faltou habilidade política para que fosse solicitado o licenciamento ambiental (como eu fiz agora, para os bairros da Barra Velha, Perequê, Itaguassu e Itaquanduba, os mais populosos da Ilha) sem o prejuízo da paralisação.

CL - Existe uma mácula na sua administração, o fato de o sr. ser ao mesmo tempo prefeito e dono de uma imobiliária.
MM - Eu me desliguei totalmente da imobiliária, em seguida ao resultado da eleição. Mas tem uma certidão expedida pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis, que chegou ontem (21/01, quarta), solicitada por mim, através de ofício. Veio uma certidão com o seguinte teor: “Atendendo à solicitação de Vª Excia., cumpre informar que a Delegacia Regional do CRECI do Litoral Norte não tem conhecimento sobre sua atuação como corretor de imóveis no período compreendido entre os anos de 2000 e 2003”.

CL - E por que o sr. a solicitou?
MM - P`ra acabar com essa vinculação do prefeito com o corretor de imóveis. Aqui está a prova. Eu desafio qualquer pessoa a provar que existe qualquer benefício da administração para a Ilhabela Imóveis.

CL - Mas por que o sr. não solicitou esse documento bem antes?
MM - Por lei, eu não precisaria nem me desincompatibilizar da sociedade da Ilhabela Imóveis, mas por questões morais, eu fiz.

CL - Prefeito Manoel Marcos, por gentileza, me responda objetivamente: Quem não será o seu candidato a vice?
MM - Quem não será o meu candidato a vice? Donizette (vereador José Donizette da Silva, PPS, presidente da Câmara).

CL - Por quê?
MM - Porque eu sou fiel ao grupo político a que pertenço. E o nome dele não é aceito pelo grupo. Mas vejo nele um potencial político.

CL - Quanto ao Donizette, nem como aliado político?
MM - Como aliado sim, no meu palanque.

CL - E quanto à sua antecessora, a ex-prefeita Nilce Signorini?
MM - Não, com ela não há nenhuma negociação, eu a tenho como adversária política.

CL - O sr. está bem nas pesquisas a ponto de ser eleito com tranqüilidade?
MM - Eu sempre digo que não há eleição tranqüila, ela vai ser bem disputada, mas eu tenho uma pesquisa com 64% de aprovação e 14% acham minha administração regular.
Sei que aprovação é uma coisa e processo político é outra. Mas vejo essa pesquisa como um momento, a política é muito dinâmica. Não significa que a eleição está ganha, mas tenho uma vantagem confortável sobre os adversários.

CL - Prefeito, quantos grupos políticos existem em Ilhabela, três ou dois?
MM - Eu diria três, um da ex-prefeita, outro que surge do vereador Donizette, e o meu grupo.

CL - O sr., se ganhar, fica mais quatro anos como prefeito?
MM - Talvez você tenha feito, de toda a entrevista, a pergunta mais oportuna. Reeleito, eu cumpro meus quatro anos de mandato. Não descarto a possibilidade de, depois, tentar um salto um pouco mais alto, um sonho que eu tenho, de ser deputado pelo Litoral Norte.

CL - E o sr. vai se dar um respiro de dois anos, no mínimo, é isso?
MM - Exatamente.

CL - E isso é líquido e certo?
MM - Líquido e certo.

CL - Já prometeu p`ra família?
MM - Já prometi p`ra família.

CL - É verdade?
MM - É verdade. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

SABs questionam eleição e anunciam desfiliação da Facenorte
Das 13 sociedades amigos de bairro filiadas, oito decidiram deixar a federação, que reúne entidades da Costa Norte e Centro, na tarde de ontem. “Eleição foi um processo imoral”, diz presidente da Asasf

São Sebastião - De 13 sociedades amigos de bairros filiadas, oito não fazem mais parte da Federação Facenorte. São elas: Sampoc (Pontal da Cruz), Asasf (Bairro de São Francisco), Asabaja (Jaraguá), Asprad (Praia Deserta), Samporg (Porto Grande), Ampo (Portal da Olaria), Sarem (Reserve Du Moulin) e Sacamar (Canto do Mar).
O anúncio foi feito, ontem à tarde, pelos presidentes das SABs. Em frente à sede da Facenorte, no Arrastão, Daniel Bastos (Sampoc), Luiz Fernando de Oliveira (Asasf), Flávia Oliveira (Sabaja), Adriano Saraceni Bandeira (Asprad), Regina Célia Cristino Barbosa (Samporg), Maria José Alves Amaral (Ampo), Paulo Roberto Lourenço (Sarem) e Miguel Santoro (Sacamar) aguardavam por uma reunião com a presidente da entidade, Rosely Santaella, que não apareceu.
O principal motivo da desfiliação em massa é a forma como foi realizada a eleição, no final do ano passado. “No dia 20 de dezembro, em plena véspera de festas, publicaram um edital com letras pequenas em um jornal semanal da cidade, avisando sobre a escolha da nova diretoria no dia 27 do mesmo mês. Numa associação composta de 13 sociedades amigos de bairros, não fizeram nenhuma comunicação via telefone”, citou o presidente da Associação Sociedade Amigos da Praia Deserta, Adriano Saraceni Bandeira. “Além disso, só os autores do edital estavam presentes, como membros de diretoria de sociedade amigos. Isso gerou extrema surpresa por parte das associadas”, completou.
A Federação Facenorte é a entidade que reúne as principais SABs da Costa Norte e da região central de São Sebastião.
Bandeira diz que, há mais de um ano, por meio de ofícios, as sociedades amigos vêm reivindicando reuniões periódicas. “Sem resposta alguma, não foram marcadas”.
Ainda segundo o presidente da Asprad, no dia 13 de janeiro, uma reunião foi agendada para ontem à tarde, com objetivo de discutir um pré-estatuto e a possibilidade de realização de uma nova eleição. A ausência da presidente da federação revoltou os representantes das SABs, que decidiram pela desfiliação. “A partir de hoje não fazemos mais parte da Facenorte e pretendemos criar outra federação”, anunciou o presidente da So-ciedade Amigos do Pontal da Cruz, Daniel Bastos.
Já o presidente da Asso-ciação Amigos do Bairro de São Francisco, Luiz Fernando de Oliveira Silva, criticou a eleição. “Foi um processo imoral. Publicaram um edital na semana do Natal e avisaram somente quem interessava. Até pessoas que nem fazem parte das sociedades amigos de bairros participaram da escolha da nova diretoria”.
Segundo Oliveira, a reunião seria para organizar nova eleição e rever o estatuto. “Pra nossa surpresa, não tem ninguém aqui. É um descaso com toda a comunidade que representamos, cerca de 70% da população do município. Estamos desperdiçando nossa força”, concluiu.
A presidente da Associação Sociedade Amigos do Jaraguá, Flávia Oliveira, considera que a Federação Facenorte deveria unir seus filiados. “Temos muitos problemas emcomum e precisamos de força para discuti-los. Infelizmente, fomos surpreendidos por esta eleição e ainda damos com a cara na porta”, lamentou. (Fonte: Imprensa Livre)

Presidente da federação diz que votação foi legal
“O que estão fazendo é politicagem”

São Sebastião - A presidente reeleita da Federação Facenorte (entidade que reúne as principais sociedade amigos de bairro da Costa Norte), Rosely Santaella, nega qualquer irregularidade na escolha da nova diretora, ocorrida no fim de dezembro. “Não tinha que ligar para ninguém; saiu no jornal, tem que ler”, enfatizou.
Rosely destaca ainda que as reuniões da federação são periódicas, porém, grande parte dos presidentes de SABs não apareceria. Ela ainda afirmou que não havia marcado nenhuma reunião na tarde de ontem. “Saiu uma convocação no sábado, para o dia 4 de abril”, ressaltou a presidente da federação.
Para Rosely Santaella, o anúncio de desfiliação é uma provocação. “Não admito ser desafiada. Se querem sair, eles que saiam. A maioria é funcionário da prefeitura, com cargos comissionados. Além disso, alguns são candidatos a vereador. Isso pra mim é politicagem”, apontou.
Conforme a presidente da Facenorte, as SABs têm de entrar no ‘estilo’ da entidade. “Pra mim não representam bairro nenhum, pois como são funcionários do prefeito, não podem criticar. Isso é só porque somos contra a mudança na Lei de Uso do Solo. A Federação Facenorte tem como objetivo defender a população e o meio ambiente”, encerrou.
O presidente da Asasf, Luiz Fernando de Oliveira Silva, afirmou que não existe conotação política no caso.
“Os representantes das sociedades amigos de bairro foram eleitos pelos próprios moradores, em processos abertos. Por isso, temos toda a representatividade”, defendeu. (Fonte: Imprensa Livre)

Primeira sessão deve ter leitura de projetos e votação de requerimentos

São Sebastião - Conforme a pauta divulgada no final da tarde de ontem, a primeira sessão do ano, hoje, às 17h, deve ter apenas a leitura de projetos, indicações e pareceres. Ou seja, não há nenhuma proposta na Ordem do Dia.
Desta forma, apenas requerimentos serão votados. Entretanto, a Câmara de São Sebastião costuma definir projetos para votação na “última hora”.
A sessão também marca o início do último ano de mandato dos vereadores, já que em outubro deste ano haverá eleição. Os projetos que serão lidos na tarde de hoje são: 001/04 (altera dispositivos da lei 1637/03, que disciplina o sossego auditivo e bem estar público), 002/04 (autoriza a prefeitura a celebrar convênio com associação de pais e mestres de Centros Educacionais Infantis e Escolas Municipais de Educação Infantil), 003/04 (disciplina estacionamento de ônibus e vans de turismo), 004/04 (autoriza concessão de remissão tributária), 005/04 (criação de cargos de professor de educação infantil) e 006/04 (celebração de convênio e repasse de recursos para entidades).
Além destes, mais três projetos de lei complementar também serão apresentados: 01/04 (anistia sobre débitos tributários municipais inscritos ou não na dívida ativa) e 19/03 (desafeta área de bem comum para bem dominial e concede direito real à Associação Aldeia da Baleia, mediante a construção de cabeceiras de pontes).
A Câmara Municipal ainda discute cinco pareceres da Comissão de Justiça sobre os seguintes projetos de lei: 078/03 (do vereador Marcos Leopoldino, que “Institui o abono da freqüência de Servidor), 095/03 (dispõe sobre as normas relativas ao Comercio Ambulante no Município), 023/03 (delimita a Zona Urbana do Município de São Sebastião e dá nova redação a descrição de delimitação do Parque Municipal), 090/03 (Dispõe sobre procedimentos para autorização de corte de árvores isoladas) e 094/03 (Dispõe sobre o cadastramento e a identificação dos trabalhadores da construção civil). Os quatro últimos projetos são de autoria do prefeito Paulo Julião.
Lei dos Ambulantes - Um dos projetos mais cotados para ser votado hoje é o 095/03, que regulamenta o comércio ambulante na cidade. A proposta foi reapresentada na sessão extraordinária realizada no dia 30 de dezembro, após mais de um ano em discussão.
Os vereadores pediram mais dez dias de prazo para análise. Com o recesso parlamentar, o projeto ficou mais de um mês na Câmara.
Ainda no fim de dezembro, o presidente Marcos Leopoldino determinou a criação de uma comissão, formada pelos vereadores Dalton José da Silva, Sérgio Pereira, José Irineu de Souza e Benedito Amâncio, para esclarecer alguns pontos da lei com o prefeito Paulo Julião.
Viagem - Ao contrário dos anos anteriores, a Câmara Municipal de Caraguatatuba não terá a tradicional prestação de contas do prefeito na primeira sessão do ano. Isto porque, Antonio Carlos da Silva segue hoje para o Egito e só retorna no dia 18.
Com isso, a sessão desta noite será normal, ou seja, com a discussão de requerimentos, indicações e projetos de lei. A prestação de contas foi agendada para março.
Quatro projetos de autoria de vereadores estão na pauta da Ordem do Dia. Dois deles declaram de utilidade pública as seguintes entidades: Tenda de Umbanda Ogum Matinata e Pronaos Rosa Cruz Caraguatatuba. As propostas são dos vereadores Wilson Gobetti e Dalva Santana, respectivamente.
Já o vereador Omar Kazon quer instituir a Semana da Micareta no município. O último projeto, também da vereadora Dalva Santana, trata de denominação de rua no bairro Jardim Britânia. Se aprovado, a rua Hum passará a se chamar Ivo Gonçalves Relva, supervisor da Ditran (Divisão Municipal de Transito) que foi assassinado em dezembro de 2002 numa briga de trânsito.
Até o fechamento desta edição, o Imprensa Livre não recebeu as pautas das sessões de Ilhabela e Ubatuba. (Fonte: Imprensa Livre)

Barraqueiros doam 121 cestas básicas ao Fundo Social

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, recebeu ontem, dia 02 de fevereiro, 121 cestas básicas da Comissão de Barraqueiros da Festa de São Sebastião. As cestas doadas já foram entregues à presidente do Fundo Social de Solidariedade, Elsa Julião, que repassará os alimentos às entidades mais carentes. “Correu tudo bem este ano”, disse o membro da comissão de barraqueiros, Romildo José Guimarães. Conforme informou o presidente da mesma comissão, Marcelo Marques, no ano passado foram doadas cem cestas, o que significa um número menor de barracas na festa do ano passado, já que a doação é de uma cesta básica por cada barraqueiro.
“Essa interação com a comunidade local é muito importante, principalmente porque é uma colaboração espontânea, mas o mais importante é que essa doação se reverte para toda a comunidade”, disse o prefeito. (Fonte: PMSS)

São Sebastião discute balneabilidade com moradores do São Francisco

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião, através Assessoria de Relações Comunitária, realiza hoje, dia 3, a primeira reunião com a comunidade para discutir como preservar a balneabilidade das praias. A reunião que acontecerá na sede da Associação dos Amigos do Bairro São Francisco, que fica na rua Maria Cristiano, número 17, a partir das 14h30, terá o “Programa de despoluição das praias da região central de São Sebastião” e contará com o apoio da diretoria de Sistemas Regionais da Sabesp.
Segundo a assessora de Assuntos Comunitários, Rose Costa, essa iniciativa é a seqüência de um trabalho que já foi lançado em meados do mês de outubro, no ano passado, com o objetivo de apresentar propostas para solucionar o problema de poluição nas praias.
As propostas apresentadas até o momento foram no sentido de orientar tecnicamente e notificar a empresa quanto às adequações necessárias, caso se confirme alguma irregularidade, como por exemplo: freqüente presença de materiais gordurosos/sólidos nas redes coletoras, lançados indevidamente por estabelecimentos comerciais, lançamento indevido de águas pluviais e sólidos (principalmente areia) no sistema de esgotamento sanitário, devido a irregularidades do sistema domiciliar de esgotos (ralos em áreas descobertas e chuveiros externos interligados, etc) , e outros.
“O objetivo da reunião é juntar esforços, no sentido de atingir, no mínimo, boas condições de balneabilidade das praias. O investimento em educação ambiental sempre foi fundamental”, disse Rose Costa.
A partir do mês de fevereiro, serão realizadas reuniões em sete bairros da região, sendo eles: São Francisco, Portal do Olaria/Arrastão/Reserva do Moulin, Pontal da Cruz, Praia Deserta/Porto Grande, Centro/Vila Amélia, Topolândia/Itatinga/Olaria e Topo Varadouro/Praia Grande, onde serão apresentadas as sugestões para melhorar a balneabilidade da região.
Apesar do tema discutido chamar a atenção principalmente de ambientalistas ou pessoas ligadas ao assunto, as reuniões são abertas a comunidade em geral. “É importante que as pessoas participem porque esse tema trata diretamente de nossa realidade e tenta criar uma discussão sobre o futuro de nossa cidade em relação ao tratamento do esgoto”.
Segundo ela, o fato de São Sebastião ser uma cidade turística e atrair muitas pessoas para a região, torna importante encontrar a melhor maneira de resolver situações referentes ao esgoto e a preservação do meio ambiente.
Os organizadores do encontro esperam o envolvimento de entidades ligadas ao meio ambiente e da sociedade civil organizada para que seja possível esclarecer dúvidas e padronizar as informações sobre o tratamento e disposição final do esgoto sanitário, por meio de emissários submarinos.
Em paralelo as reuniões, a Prefeitura desde o início da temporada, quando aumenta o fluxo de visitantes na cidade, está com uma campanha de conscientização chamada “Praia Nossa é Praia Limpa”, que visa alertar sobre as conseqüências para a saúde de jogar lixo na areia da praia, da ligação irregular de esgoto e levar o cachorro na praia. (Fonte: PMSS)

Programação de reuniões

Dia:03/02 às 14h30
Local: Sociedade Amigos do Bairro São Francisco
Região: Bairro São Francisco

Dia: 05/02 às 14h30
Local: Hotel Porto Grande
Região: Praia Deserta/Porto Grande

Dia: 10/02 às 14h30
Local: Clube Sociedade Amigos do Pontal da Cruz
Região: Pontal da Cruz

Dia: 11/02 às 14h30
Local: Clube do Portal do Olaria
Região: Portal do Olaria/Arrastão/Reserva do Moulin

Dia: 12/02 às 14h30
Local: Videoteca
Região: Centro/Vila Amélia

Dia: 17/02 às 14h30
Local: Centro Comunitário
Região: Topolândia/Itatinga/Olaria

Dia:18/02 às 14h30
Local: Camping Pinom
Região: Topo Varadouro/Praia Grande PMSS

Circo Navegador encerra 1º Festival de Teatro de Rua

São Sebastião - Encerra nesta quinta-feira, dia 05, o 1º Festival de Teatro de Rua, que acontece diariamente às 21 horas, na Praça do Coreto, como espetáculo “Lavou, Tá Novo”.
No primeiro dia do festival, aproximadamente 150 pessoas compareceram ao local. No dia seguinte, esse número chegou aos 250 espectadores e assim, sucessivamente, o número de pessoas aumentou. A programação chegou a reunir cerca de 450 pessoas para prestigiar o trabalho da “Cia do Miolo”, que trouxe a cidade a peça do francês Moliére, “O Burguês Fidalgo”.
Apesar do público bem diferenciado, havia grande quantidade de crianças, que assistiram ao espetáculo com bastante interesse. “Por se tratar de teatro de rua, também houve muitas pessoas que estavam passando pelo local e foram atraídos pelo trabalho da companhia, disse o diretor artístico”, Lucciano Draetta.
Lucciano também ressaltou que os critérios usados para a seleção dos espetáculos foram em busca de obras que representam as diversas linguagens cênicas brasileiras, o ineditismo, a qualidade e a diversidade, reunindo manifestações de várias regiões do Brasil.
O Circo Navegador, foi criado em 1.996, e atua a partir de um olhar critico e investigativo, em busca da fusão do teatro, circo, dança e música.
O grupo já participou de vários festivais brasileiros, sendo premiado por melhor direção no festival de Florianópolis, melhor espetáculo no festival de Guarulhos e também no Panamco Leva ao Teatro em 2000.

Programação Teatro de Rua

Local: Praça do Coreto – Centro - Horário: 21h
03/02 – Espetáculo: Hoje Tem Marmelada
04/02 – Espetáculo: Estudo Para Palhaço Nº 2
05/02 – Espetáculo: Lavou, Ta Novo (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Surf News

PSDB sugere frente de oposição para vencer Paulo Ramos

Ubatuba - Uma grande frente de oposição para derrotar o atual prefeito de Ubatuba, Paulo Ramos, pré-canditato do PFL à reeleição, neste ano. É o que defendem o engenheiro civil Pedro Tuzino e o vereador Charles Alves Medeiros, ambos do PSDB. O partido ainda definirá entre Tuzino e Charles Medeiros, o nome que deverá ser homologado na convenção como candidato a prefeito da cidade.
Conforme Charles, o PSDB realiza uma pesquisa, que deve ser concluída neste mês, sobre qual deve ser o candidato do partido. Não havendo consenso, o assunto será definido em prévia eleitoral em março.
No ano 2000, Pedro Tuzino disputou a candidatura pelo PT a prefeito e ficou em segundo lugar com 8.423 votos. Paulo Ramos venceu com 13.825. Ele exerce o segundo mandato.
“Estamos abertos a uma grande frente; não acredito que vários candidatos irão concorrer à eleição para prefeito”, diz Pedro Tuzino. Ele sugere a criação de uma única “frente de oposição” contra a reeleição de Paulo Ramos.
Charles Medeiros também afirma que uma frente bem organizada terá maior força. “Não sei se teríamos a união de todos os partidos para a composição; mas estamos conversando com vários partidos que esperam a decisão do PSDB”, ele explica quanto ao nome para a disputa eleitoral.
Conforme publicado sábado, pelo Imprensa Livre, cinco vereadores de Ubatuba querem disputar a eleição para prefeito, disputando contra o atual prefeito, Paulo Ramos (PFL), candidato à reeleição. Além de Charles Medeiros (PSDB), os demais são os vereadores Domingos dos Santos (PT), Eduardo César (PL); Rogério Frediani (PTB) e Andrade Henrique dos Santos (PAN). O empresário Luiz Bischof (PRTB) e delegada Elizabeth Maluf Zago (PV) também são eventuais candidatos a prefeito.

Charles Medeiros também quer liderar a chapa pelo PSDB em Ubatuba - Foto: CMUCharles Medeiros - Aos 39 anos, Charles Medeiros exerce pela primeira vez o mandato de parlamentar. É construtor, casado, tem três filhos e nasceu em Ubatuba, onde sempre viveu. Ele afirma que Ubatuba perdeu representatividade política junto aos governos Estadual e Federal.
“Nos últimos dez anos, a cidade inchou em termos demográficos, sem investimentos nas áreas de saúde, educação, transporte, habitação”.
Medeiros salienta que o Plano Diretor de Ubatuba foi aprovado em 1996, mas nunca cumprido. Cita os graves problemas provocados por ocupações irregulares.
Ele afirma que, em razão da falta de controle que vê nas ocupações desordenadas e falta de investimentos municipais, a cidade sofre por questões relacionadas à saúde, à segurança e à falta de habitação. “A política de governo é de moeda política, acordos eleitorais”, o vereador afirma.
Medeiros diz que as áreas de ocupações desordenadas precisam ser “congeladas” (impedimento de novos assentamentos clandestinos). “Precisamos promover loteamentos de interesse social, como disciplina o Estatuto da Cidade (lei federal)”.
Ele também considera fundamental discutir medidas para a preservação do meio ambiente, promover o manejo sustentável das áreas de preservação e aplicar o turismo ecológico. O vereador observa que Ubatuba tem rica história e cultura, que podem ser divulgadas para atrair turismo nacional e internacional. “Podemos trazer cruzeiros marítimos, mas precisamos estruturar a cidade”. Ele é autor de projeto de lei aprovado, que inclui turismo na grade curricular das escolas, mas lamenta que a medida não foi adotada.
Para o parlamentar é possível governar o município com o próximo orçamento, na ordem de R$ 80 milhões, além de parceria com os governos estadual e federal. “E também de instituições estrangeiras”, reforça. Charles Medeiros afirma que enquanto prefeito teria interlocutores em São Paulo e em Brasília para a garantia de recursos.
Também declara que a prefeitura pode contar com importante apoio da iniciativa privada, inclusive para investimento no aeroporto e manutenção de áreas públicas. Credibilidade no governo é outro aspecto que o vereador defende. Charles Medeiros foi candidato a deputado estadual nas últimas eleições; obteve 5.741 votos.

Pedro Tuzino, disputa candidatura a prefeito pelo PSDB - Foto: Renato Boulos USCTuzino - Pedro Tuzino, 43 anos, é engenheiro civil, engenheiro sanitarista, especializado em segurança do trabalho e pós-graduado em metodologia de ensino superior. Faz MBA em administração na USP. Tuzino nasceu em Sorocaba, mora em Ubatuba há oito anos, é casado e tem três filhos.
Após disputar a eleição para prefeito em 2000, pelo PT em Ubatuba, ficando em segundo lugar, Pedro Tuzino foi convidado pelo governador Geraldo Alckmin a filiar-se ao PSDB. “Não tenho nada contra o Partido dos Trabalhadores. Acho até viável, mas não tem consenso em Ubatuba”, diz Tuzino, mantendo no ar a sugestão até de uma aliança PSDB/PT.
Tuzino cita como prioridades em sua proposta as áreas de saúde, educação e infra-estrutura para o turismo. “Precisamos de um novo hospital, uma vez que a demanda de pacientes da Santa Casa chega a 12 mil por mês”, diz.
“O povo não vê recursos aplicados em Saúde. As salas de aulas – salienta - foram construídas com recursos do Estado”. Ele também defende programa de educação para preparar os jovens ao mercado de trabalho turístico.
Tuzino afirma que a cidade é mal administrada. “São R$ 300 milhões em quatro anos de orçamento, e não vemos nada, não vemos uma obra. Falta competência, a política do governo é de troca de favores”.
Ele critica os últimos anos do governo municipal, mas chama a atenção: “O mesmo grupo está no poder há 20 anos”. Segundo Tuzino, uma grande frente eleitoral contra a situação, não implicará “loteamento de secretarias”.
Tuzino afirma que o turismo depende da qualidade de vida da população e do desenvolvimento da cidade. “Todos os bairros foram alijados. Vamos equipar cada bairro nos primeiros 100 dias de governo, incentivar o trabalho artesanal, a maricultura, promover atrativos para o turismo também fora da temporada, quando temos clima propício para receber turista da 3ª idade. Podemos atrair turismo de negócios e universidades. Temos rica biodiversidade, que precisa ser divulgada”.
Ele também critica o fato do depósito de lixo da cidade não ter tratamento adequado e a falta de uma coleta seletiva de resíduos. “Precisamos recuperar nossos recursos hídricos, por meio de gestões junto ao governo do Estado”, observa Tuzino, em relação à necessidade de implantar redes de saneamento.
Pedro Tuzino também aponta necessidade de intensificar as ações na área de segurança, ceder mais apoio às equipes de reforço ao policiamento e também promover integração entres as polícias Civil e Militar e a Guarda Municipal. “Sabemos que o índice de rejeição ao prefeito é de 50%. O povo quer mudanças”, completa.

Outro lado - Em entrevista publicada sábado, no Imprensa Livre, o presidente do PFL de Ubatuba, Roberto de Carvalho Resende, disse que o partido, por consenso, definiu o prefeito Paulo Ramos, como pré-candidato à reeleição. “É fácil criticar o atual governo e fazer acusações; o difícil é provar”, Resende afirmou. Ele declarou que dificuldades da administração para novos empreendimentos ocorrem por falta de recursos e leis rigorosas de proteção ambiental. IMP

Perequê recebe asfalto e ciclovia com mais de 3 Km de extensão

Ubatuba - A primeira etapa da obra de pavimentação da rua Benedito Henrique, principal via que dá acesso ao bairro do Perequê-Mirim, com aproximadamente um quilômetro de extensão, foi concluída na última semana, graças a uma iniciativa da prefeitura de Ubatuba, por intermédio da Secretaria de Obras.
De acordo com o presidente da ADPM (Associação em Defesa do Perequê-Mirim), Romerson de Oliveira, o asfalto era uma reivindicação da comunidade e foi prontamente atendida pela prefeitura.
O prefeito Paulo Ramos (PFL) esteve no local para acompanhar a conclusão das obras.
“Vamos dar continuidade ao asfaltamento em outros trechos do bairro, incluindo o acesso ao Morro do Funhanhado”.
Outra obra anunciada por Ramos, que vai beneficiar os moradores do bairro, foi a construção da ciclovia Perequê-Mirim/Saco da Ribeira. “A pista, que vai ter mais de três quilômetros de extensão, está em fase final de construção, mas já pode ser utilizada”, explica o prefeito.
“Essa obra possibilitará maior segurança para ciclistas que precisam se deslocar para os bairros mais próximos”.
Para a construção da ciclovia, a prefeitura de Ubatuba buscou parceria com o Dade (Departamento de Apoio às Estâncias). (Fonte: Correio do Litoral)

Carta do Leitor Topo

Site no Ar - Olá Pessoal!!! Venho através deste comunicar que a home da A.S.C. (Associação de Surf de Caraguatatuba) já esta no ar em www.ascsurf.com.br. Lá vocês encontrarão toda a história do surf local, estatuto, diretoria, escolinha, fotos e muito mais, além é claro de muitos outros links.
Atenciosamente,

Luciano Sant'anna - Presidente
Associação de surf de Caraguá
www.ascsurf.com.br


Caso Tony Luiz - Apesar de residir em Santos, tenho carinho especial por Ubatuba. A conheci quando criança levado por meus pais e, depois de adulto, meus laços com Ubatuba se aprofundaram quando ministrei aulas na UNITAU na Cadeira de Marketing Estratégico para Hotelaria e Turismo.
Ubatuba parece parar no tempo por conta dos péssimos administradores públicos que comandam sucessivamente o Executivo Municipal. Ainda ontem fiquei estarrecido ao tomar conhecimento das possíveis candidaturas visando a sucessão do Prefeito Paulo Ramos. Um que se coloca como pré- candidato, até outro dia comandou um dos setores vitais para a cidade, demonstrando total incompetência e despreparo para a função pública. Lembro como se fosse ontem, este indivíduo representando o município, numa solenidade em São Paulo, na foto oficial do evento que saiu na manchete de um jornal de Ubatuba, trajando calças curtas. Agora quer ser Prefeito. Inominável.
Também inominável é a postura da Rádio Gaivota. Sua explicação para o Caso Tony Luiz é inócua.
Ainda neste último final de semana,continuando a trabalhar ocultamente por Ubatuba, divulguei mais uma vez, através do Programa Revista Cultural, que vai ao Ar todos os domingos às 10 horas, pela TV Record, o Projeto Tamar, o Museu Caiçara - bem comandado por Julinho Mendes e, o Programa Rancho Caiçara- veiculado nesta emissora de Rádio Comunitária de Ubatuba.
É bom que a comunidade fique sabendo em ano eleitoral " quem está com quem ". Uma coisa é certa, a emissora não está com o povo de Ubatuba.
Quanto ao Tony Luiz, quem o conhece um pouquinho, sabe que ele não pára por aí. Vai encontrar outras formas para continuar preservando e divulgando a Cultura Caiçara, onde quer que esteja e com os veículos de comunicação que tem realmente preocupação com o povo e a cultura de Ubatuba.

Joaquim Diniz
Professor Universitário e Jornalista
Santos, SP


Depois o culpado sou eu - E alguns dizem que precisamos de uma imprensa séria!!!! Onde está a imprensa séria de Ubatuba? Perseguida e calada pêlos pseudo-poderosos e o descaso correndo solto com verba pública!!! Observem se um motorista de ônibus de turismo pode usar uma ilha como esta próximo ao Terminal do Perequê-açú!!! Igualzinho as ilhas da Manoel de Nóbrega que foram reduzidas porque não passavam nem veículos de porte médio, mas o culpado era o radialista, não??? Pelo menos em entrevista a este aqui o Alcaide disse que as ilhas estavam regulares!!!Então foram reduzidas porque???Até quando esta cidade vai ficar de quatro pra esta classe que nos governa??? Até quando vamos continuar assistindo o desmazelo com o que é público; ou seja nosso, comandado por pessoas que seus próprios negócios só prosperaram após ingressarem na "máquina"??? Ao Ministério Público deve no mínimo caber fiscalizar tantas denúncias e provar a população que está certo ou errado!!!! Ou será que vamos lutar pelo social e pela cultura tocando músicas e dando notícias erradas para agradar aos patrões??

     

Tony Luiz
Radialista
Ubatuba, SP

 

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Picinguaba

Viridiana Gregório Brandãoi
Picinguaba


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor