Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quarta-feira, 04 de fevereiro de 2004 - Nº 964 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Criminalidade diminui no Estado mas aumenta na região em 2003
Sete pessoas são presas por tráfico de drogas na região


Caraguatatuba
Projeto Pôr-do-Sol Musical tem Giselle e Zé Maria na Praça do Caiçara
Fundacc continua com Coreto em Sol até 15 de fevereiro
Programação do Festival de Verão da Videoteca Lúcio Braun
Caraguá abre 2 unidades este semestre
Caraguá recolhe cães para 'adoção'
Distribuição de sardinha atrai multidão no litoral
Fim de semana violento: três mortos a tiros, pauladas e facadas
Aguilar é prefeito por 15 dias
Tiãozinho e Commans assumem na Câmara


Ilhabela
-


São Sebastião
São Sebastião limita turista de um dia
Velejadores de São Sebastião vencem na Regata de Paraibuna
Secretaria de Esportes e Lazer se reúne em Boiçucanga


Ubatuba
Dupla rouba bolsa de idosa com bíblia, guarda-chuva e R$ 3
ACE-Ubatuba Lança Calendário para o Ano de 2004
Secretaria Estadual parabeniza Ubatuba por site oficial de turismo
Secretário é indicado para o prêmio “Ibero-americano à Qualidade Educativa 2004”

Seções
Artigo
Carta do Leitor
Editorial
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Criminalidade diminui no Estado mas aumenta na região em 2003

Litoral Norte - A criminalidade na região acompanha o crescimento populacional recorde no Estado, que se registra nos últimos anos. O Litoral Norte também tem uma população flutuante nos finais de semana, que chega a ser superior aos moradores fixos. Para o delegado Seccional do Litoral Norte, João Barbosa Filho, as duas informações explicam o aumento na estatística da Secretaria de Segurança Pública.
O governo divulgou os dados de crimes do ano passado, comparando com ano anterior. O índice de homicídios teve redução em todo o Estado, caindo 7,60% em relação a 2002. Na Capital, foi registrada queda de 7,84%; na Grande São Paulo, houve diminuição de 8,89% e no Interior foi registrada redução de 6,21%. As tentativas de homicídio também caíram 3,11% no Estado em 2003.
Por aqui, entretanto, os assassinatos tiveram um aumento de 26,53%, sendo que Caraguatatuba concentra mais casos, com um crescimento de 51,22%. Mesmo com este número, o delegado João Barbosa não acredita que somos a região mais violenta. “É um absurdo fazer esta consideração”, sustenta.
População flutuante - Segundo o delegado, há cidades muito mais violentas em outras regiões, com o mesmo número de mortes, sendo que a população é menor. “Aqui temos que considerar a população flutuante, além da região que cresce 6,7% ao ano e junto com isso, os problemas so-ciais e o desemprego”, ressaltou.
Para o delegado, se há este crescimento, há de se destacar que os esclarecimentos dos crimes também subiram. “Tivemos um índice de 69,5% de homicí-dios esclarecidos”, lembrou.
Dos 35 registrados em São Sebastião, 20 foram solucionados; dos 62 em Caraguatatuba, 45 tiveram os autores descobertos; dos 23 em Ubatuba, 17 foram esclarecidos e dos quatro ocorridos em Ilhabela, todos foram solucionados. Conforme o delegado, o motivo da maioria destes crimes é briga por tráfico de drogas. Em seguida vêm os problemas sociais e também passionais.
Armas e prisões - O número de armas apreendidas também cresceu . De 405 casos em 2002, subiu para 440 em 2003. A quantidade de veículos recuperados (281) na região também foi superior à de furtados (275) e roubados (71).
As prisões também foram mais numerosas que o ano anterior, sendo 1.163 pessoas detidas em 2002 e 1.339 em 2003. “Há mais prisões e não devemos esquecer que nossa capacidade carcerária é de 132 vagas”, completou.
Para o delegado, este número superior da estatística revela que os crimes crescem, assim como a população e o trabalho policial, que tem o mesmo número de efetivo de anos anteriores.
Além dos homicídios, pelos dados da secretaria, o Litoral Norte também registrou aumento em roubos, com 40,48% a mais que no período anterior. João Barbosa destaca que dentre este índice estão os roubos com valores pequenos e realizados sem armas. Este final de semana mesmo aconteceu um com uma idosa como vítima.
Além destes, afirma o delegado, haveria os crimes “mascarados”, ou seja, aqueles em que a vítima registra um roubo ou furto de celular e documentos, que muitas vezes podem ter sido perdidos, imagina o delegado seccional.

Embora tenham aumentado os crimes de maior violência - homicídio e roubo - a estatística mostrou um dado positivo nos casos envolvendo furto e roubo de carros, que tiveram um pequeno crescimento, de 0,2%, inferior ao crescimento demográfico. Foram 345 registros no Litoral Norte em 2002 e 346 no ano seguinte. Em Caraguatatuba, cidade que concentra maior criminalidade, houve até uma redução, de 10% neste tipo de crime. (Fonte: Imprensa Livre)

Sete pessoas são presas por tráfico de drogas na região

Litoral Norte - Sete pessoas foram presas acusadas de tráfico de entorpecentes no final de semana, na região central e Costa Sul de São Sebastião e Centro de Ubatuba. Maconha e cocaína foram apreendidas com os suspeitos.
No final da tarde de sexta-feira, no Morro do Abrigo, o ajudante de pedreiro C.H.A.S., 18 anos, foi preso na casa de J.A.S., 21 anos. A Polícia Militar foi à casa do casal com um mandado de busca e a-preensão, depois que o serviço velado do setor descobriu um suposto tráfico de drogas acontecendo na área.
Uma revista na residência revelou a presença de munições de fuzis e de revólver e três porções de maconha e mais material para embalar os entorpecentes. A polícia ainda encontrou vários documentos em nome de terceiros, que foram apreendidos para análise.
O ajudante estaria morando há cerca de um mês com J., que reside com uma tia, cujo marido está preso por envolvimento com drogas. Os pais de J. são falecidos e teriam deixado a casa como herança.
O segundo caso de tráfico foi na Olaria, na noite de domingo, também com a Polícia Militar, que encontrou com o vendedor E.P.S., 19 anos, sete porções de maconha. Em outra moradia ainda foram apreendidos cinco “papelotes” de cocaína.
Em Ubatuba, a Polícia Militar prendeu A.F.S., 54 anos, vendendo um grama de cocaína para J.L.N.N., 43 anos, que confessou à polícia ter comprado a droga para consumo, alegando a problemas familiares.
Na presença policial, ele tentou esconder o entorpecente na boca, mas foi descoberto e apreendido. Os dois foram à delegacia, onde A. ficou recolhido por tráfico e J. foi liberado indiciado por porte, após pagar a fiança de R$ 40.
Dise - Já a Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) da Polícia Civil também prendeu os supostos traficantes C.L.S.F., 23 anos, E.A.M., 24 anos e o menor C.P.A.F., 17 anos. Na casa deles, em Boiçucanga, a polícia apreendeu um saco plástico com um grama de cocaína, além de material apontado como relacionado ao tráfico. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Projeto Pôr-do-Sol Musical tem Giselle e Zé Maria na Praça do Caiçara

Caraguatatuba - Para quem aprecia uma boa música e estiver passando próximo ao Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos às quintas-feiras, às 18h30, vai poder assistir a apresentações musicais dentro do projeto Pôr-do-Sol Musical, na Praça do Caiçara. Nesta quinta-feira, 5, o público vai assistir ao show de Giselle e Zé Maria com um repertório meticulosamente escolhido para o projeto, apresentando os grandes compositores brasileiros.
Com a proposta de apresentar sempre MPB, a Fundacc dá continuidade à esse projeto que visa apresentar pequenos grupos, duplas ou músicos em apresentações solos.
Já se apresentaram no projeto Pôr-do-Sol Musical Giselle e José Maria com tributo à Vinícius de Moraes; Grupo Nosso Som, e Eliana Banheza. (Fonte: PMC)

Fundacc continua com Coreto em Sol até 15 de fevereiro

Caraguatatuba - Evento realizado pela Fundacc - Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba desde o dia 2 de janeiro de 2004, o “Coreto em Sol” vem apresentando aos turistas e moradores, uma programação musical de primeira, sempre música popular brasileira em vários estilos e ritmos. São os melhores músicos e grupos locais e regionais que fazem as apresentações com seus repertórios escolhidos meticulosamente para atender às exigências do projeto, promovido pela Fundacc. O projeto segue até dia 15 de fevereiro de 2004.
As apresentações acontecem nos coretos das praças, relembrando e revivendo os costumes das pequenas cidades, levando entretenimento norte a sul do município. A praça Dr. Cândido Motta, no centro, assim como os coretos no Massaguaçu, Porto Novo, Perequê-Mirim recebem o projeto e transformam-se em uma grande festa, ao som dos grupos que se revezam. No coreto do centro, o projeto acontece de sexta a domingo, com o destaque para o sábado, quando apresentam-se os grupos de chorinho, e aos domingos, quem comanda o show é a Banda Municipal Carlos Gomes. Nos bairros, a festa acontece aos sábados, sempre às 20h30.

Confira a programação para este final de semana:

Coreto do Centro

Dia 06-Almir Clemente e Big Band Liga Metálica - com 19 integrantes do Litoral Norte, a Big Band Liga Metálica vem com uma proposta inovadora a cada espetáculo, dirigidos pelo grande instrumentista Almir Clemente, que é a cada show, trazer ao palco um convidado. No dia 6, no Coreto em Sol, o 19º integrante é Rafael De Laguardia, com show de violão e voz junto á banda, com repertório de MPB, além do repertório fixo da Liga Metálica, que também tem muito MPB músicas instrumentais.

Dia 07-Trio Chorando a Tempo - O grupo paulistano interpreta Ernesto Nazareth, com Milton Mori no bandolim, Rodrigo y Castro na flauta e Zé Barbeiro no violão 7 cordas. Nasceu de encontros casuais em rodas de choro e vem fazendo shows desde 2001 em unidades do Sesc e Sesi na capital e no interior do estado de São Paulo, e eventos da Secretaria de Estado da Cultura.

Dia 08 - Banda Carlos Gomes - A Banda Municipal Carlos Gomes realiza seus concertos musicais, com repertório eclético que transforma as praças por onde toca em salões de baile. Com seus 40 integrantes, músicos entre 16 e 60 anos, a Banda fundada em 1952 já é tradição em Caraguatatuba.

Coreto do Massaguaçu

Dia 07-Banda Brete - A Banda Brete, de Taubaté, apresenta-se com 9 músicos, num estilo forró country, com ênfase para o aspecto dançante, fazendo shows por todo o Vale do Paraíba.

Coreto do Porto Novo
Dia 07-Família Conceição - A Família Conceição é realmente uma família de músicas tendo à frente, o maestro Zé PP, e seus filhos, com repertório de puro mpb.

Coreto do Perequê-Mirim

Dia 07-Banda Carlos Gomes - A Banda Municipal Carlos Gomes realiza seus concertos musicais, com repertório eclético que transforma as praças por onde toca em salões de baile. Com seus 40 integrantes, músicos entre 16 e 60 anos, a Banda fundada em 1952 já é tradição em Caraguatatuba.

Dia 14-Swing Brasil - Banda formada por músicos de Caraguatatuba, tem em seu repertório bastante eclético, um misto de MPB, muito forró, samba de raiz,que vem movimentando as platéias por onde toca. É Swing Brasil que fará o Carnaval de Antigamente no Perequê-Mirim. (Fonte: PMC)

Programação do Festival de Verão da Videoteca Lúcio Braun

Caraguatatuba - Continua acontecendo na Videoteca Lúcio Braun, no Pólo Cultural Profª Adaly Coelho Passos, a programação de filmes do “Festival de Verão” realizada pelo cineasta Hélio Fernandes.
Com sessões de terça a domingo às 20h30, o ingresso custa R$1 real e os ingressos podem ser adquiridos no local. O Pólo Cultural fica na Praça Dr. Cândido Motta, 72, no centro de Caraguá. Confira a programação:
Fevereiro
03 e 06-Como Cães e Gatos(livre)comédia de Lawrence Guterman/2001
04 e 07-Alta Ansiedade(12 anos)comédia - Mel Brooks/1977
05 e 08-O Jeca e a Freira(livre)comédia - A.Mazzaropi/1968
10 e 13-O Jovem Frankenstein(12 anos)comédia - Mel Brooks/1974
11 e 14-Marte Ataca!(livre)comédia - Tim Burton/1996
12 e 15-Tristeza do Jeca(livre)-comédia -A.Mazzaropi/1961
17 e 20-História do Mundo-parte 1 (livre) - comédia - Mel Brooks/1981
18 e 21-Para Wong Foo...(14 anos)- comédia - Beeban Kidron/1995
19 e 22-Casinha Pequenina(12 anos) drama - Glauco M. Laurelli/1963
24 e 27-Delicatessen(12 anos) Fic. Científica- Marc Caro/1990
25 e 28-O Amor segundo Extraterrestre(14 anos)comédia-Jeff Abugov/1999
26 e 29- Jeca e seu Filho Preto(livre) comédia - A.Mazzaropi/1965 (Fonte: PMC)

Caraguá abre 2 unidades este semestre

Caraguatatuba - Em Caraguatatuba, serão inauguradas este ano duas novas escolas de ensino fundamental nos bairros Massaguaçu e Jardim Califórnia. A prefeitura tenta repetir o desempenho dos anos anteriores. Desde 2000, a cidade tem índice zero de evasão escolar no ensino fundamental e, desde o ano passado, na educação infantil.
Mais de 16,3 mil alunos estão matriculados na rede municipal e vão ocupar a partir de hoje 450 classes.
Segundo a prefeitura, as duas escolas terão biblioteca e pátio para recreação. A prefeitura não informou o número de vagas criadas mas as inaugurações estão previstas para este semestre.
Segundo a secretária da Educação, Roseli Morilla, não faltam vagas e até as crianças de 0 a 4 anos serão atendidas.
"Além de colocarmos todas as crianças na escola, temos 5.000 alunos que participam de projetos após o horário normal de estudo, evitando que eles fiquem nas ruas", disse.
A rede tem 62 escolas municipais e 4 filantrópicas, divididas em ensino fundamental, infantil e centro de integração para crianças de 3 meses a 12 anos. As escolas do ensino médio são administradas pelo Estado.
MAIS VAGAS - Em Ilhabela, três novas escolas começam a funcionar este ano, segundo a prefeitura.
"Contamos com 3.600 alunos matriculados. Até o segundo semestre, três escolas com capacidade para 1.200 pessoas começam a funcionar", disse o secretário de Educação, Antonio Cornélio de Morais Filho.
Os secretários de Educação de São Sebastião e Ubatuba foram procurados mas não retornaram até as 20h de ontem. LITORAL - Na rede estadual de todo o Litoral Norte, 29,4 mil alunos do ensino fundamental e médio também iniciam esta semana as aulas. Segundo a Diretoria de Ensino, não há alunos fora da escola por falta de vagas. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá recolhe cães para 'adoção'

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba retomou o serviço de recolhimento de animais nas ruas da cidade. O serviço estava interrompido desde março de 2003.
Segundo o chefe do setor de Zoonoses de Caraguatatuba, Ricardo Fernando de Sousa, a interrupção ocorreu devido a problemas judiciais no processo de licitação da firma que recolhe os animais. "O processo acabou demorando, mas a nova firma já foi contratada", disse Sousa.
Animais recolhidos de grande porte, como cavalos e bois, são enviados para um sítio onde ficam por um período de no máximo de 10 dias para que sejam retirados por seus donos. Após esse período, os animais vão a leilão.
Segundo Sousa, em janeiro foram recolhidos 10 cachorros por dia em média. "Temos uma parceria com a ONG (Organização Não-Governamental) Cecan, em que animais de pequeno porte, como cães e gatos são enviados para a sede deles para serem encaminhados para adoção", disse.
A Cecan (Centro Comunitário de Apoio aos Animais) é uma entidade que recebe e trata animais abandonados e os encaminha para seus donos ou para adoção. Segundo Amarilis Roncon Peres, presidente da entidade, os animais permanecem por 5 dias na instituição à espera dos donos. Após esse período, são encaminhados para adoção.
"Em três anos de funcionamento, já passaram 4.110 animais por aqui. Destes, cerca de 70% acabam indo para um lar, seja por resgate do próprio dono seja por adoção", disse Amarilis. (Fonte: ValeParaibano)

Distribuição de sardinha atrai multidão no litoral

Caraguatatuba - A distribuição de 1,3 tonelada de sardinha atraiu uma multidão na tarde de ontem ao bairro Casa Branca, em Caraguatatuba. Moradores levaram baldes, bacias e sacolas para transportar o produto, que foi apreendido pela Polícia Federal e pelo Ibama durante uma fiscalização anteontem em um armazém em São Sebastião. "A pesca da sardinha está proibida devido à época de defeso que termina em 1º de março", disse o delegado Dolival Corrêa. O responsável pelo armazém e o pescador podem responder a processo crime. A pena varia de 1 a 3 anos de detenção. (Fonte: ValeParaibano)

Fim de semana violento: três mortos a tiros, pauladas e facadas

Caraguatatuba - Três assassinatos foram registrados nos últimos dias na cidade. Sem ter relação um com outro, as mortes foram por tiros, pauladas e facadas. Dois aconteceram no final de semana no Jardim Samambaia e Porto Novo e o terceiro na tarde de ontem no Rio Claro.
Ontem, a polícia encontrou o corpo de João Higino, 45 anos, com várias facadas. Ele estava no mato nas margens da Estrada dos Pássaros. A autoria e motivo são desconhecidos.
No início da madrugada de domingo, a Polícia Militar encontrou o corpo de Robson da Costa Siqueira, 28 anos, atingido por cinco tiros pelas costas. Ele estava no quintal de sua casa no Jardim Samambaia. A polícia suspeita que o motivo seja briga entre traficantes. A vítima teria envolvimento com drogas.
Já na avenida José Herculano, no Porto Novo, morreu o eletricista Manoel Alves Martins, 53 anos, que morava sozinho. Seu corpo foi encontrado por um vizinho, ao lado da cama, com ferimentos na cabeça. Ao lado dele também estava um pedaço de pau, que teria sido usado no crime. (Fonte: Imprensa Livre)

Aguilar é prefeito por 15 dias
Vice assume interinamente em razão da viagem do prefeito

Caraguatatuba - O Vice-Prefeito José Pereira de Aguilar (PSDB), assumiu ontem, terça-feira, dia 3 de fevereiro, por um período de 15 (quinze) dias, em razão da viagem do Prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), ao Egito. A viagem tem cunho particular e ele, juntamente com sua esposa, seguem junto com um grupo de alunos do Instituto Pró+Vida.
O pedido de afastamento do prefeito se faz com base no artigo 221 da Lei Orgânica Municipal, onde o Chefe do Executivo precisa pedir autorização do Legislativo para se ausentar por mais de 8 dias do município. O pedido foi feito em janeiro e aprovado em Sessão Extraordinária do dia 23 do mesmo mês.
Autorizado o afastamento o Vice-Prefeito José Pereira de Aguilar tomou posse nesta terça, no dia da viagem do Chefe do Executivo. A posse ocorreu por volta das 10 horas, no gabinete do Presidente da Câmara, Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), com amigos e correligionários de testemunha, onde foi feito o juramento e a assinatura do Termo de Posse. Em seguida o Prefeito em Exercício recebeu os convidados para um café da manhã no seu gabinete na Prefeitura.
Na ocasião o Prefeito em Exercício ressaltou que esta ainda é a administração Antonio Carlos da Silva e que não haverá mudanças, apenas o ritmo normal de trabalho. Aguilar pediu aos Secretários a colaboração de sempre e que não hajam surpresas durante o período que exercerá a chefia do município. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Tiãozinho e Commans assumem na Câmara
Vereadores Celsinho e Madalena se afastam por motivos de Saúde

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba recebeu 2 (dois) novos Vereadores na sua 1ª Sessão Ordinária de 2004. Assumiram por prazos de 15 a 20 dias, os suplentes Sebastião Fernandes – Tiãozinho do Restaurante (PSDB) e Roberto Commans (PT), nos lugares de Celso Pereira (PSDB) e Madalena Fachini (PSB). O afastamento tem por base problemas de Saúde.
Ao assumirem nesta terça-feira, dia 3 de fevereiro, Sebastião Fernandes e Roberto Commans serão o 9º (nono) e o 10º (décimo) suplentes, respectivamente a ocuparem uma cadeira no Parlamento Municipal de Caraguatatuba.
Celso Pereira deu entrada com o pedido há poucos dias. O mesmo ocorreu com Madalena Fachini, que protocolou seu afastamento na terça-feira, mas que já vinha afastada desde o recesso, chegando a faltar na Sessão Extraordinária de 23 de janeiro.
Os afastamentos terminam em 18 de fevereiro para Celso Pereira e 23 de fevereiro para Madalena Fachini. Os suplentes assumem nesta terça-feira, depois de entregarem os documentos devidos e prestarem o juramento.
Já assumiram ao longo destes quatro anos os seguintes suplentes; Nivaldo Alves (PL), Jorge Jacintho (PTB), Oduvaldo Romano (PPS), Antonio Estevam (PSDC), José Pedro Lucas (PTB), Gema Trombini (PMDB), Roberto Commans (PT) (2) e Sebastião Fernandes (PSDB) (2). (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

-
Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

São Sebastião limita turista de um dia

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião enviou projeto à Câmara que proíbe que os veículos que transportam os chamados 'turistas de um dia' possam estacionar em qualquer ponto da cidade. O único local do município que abrigará esses veículos, caso o projeto passe, será o Balneário dos Trabalhadores, que fica ao lado da praia Grande, a cerca de 3 km do centro de São Sebastião. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, serão aceitos somente 20 ônibus de turismo por dia no balneário, o que vai restringir o fluxo de turistas. (Fonte: ValeParaibano)

Velejadores de São Sebastião vencem na Regata de Paraibuna

São Sebastião - Os velejadores de São Sebastião começaram bem o calendário 2004 do Circuito de Vela do Vale do Paraíba e Litoral Norte, que foi realizado no final de semana, também válido pela 6ª Regata de Paraibuna.
Com ventos fracos, variando as direções, o normal nesta época do ano, os sebastianenses Rafael Mendes (classe Laser), e Josef Atallah (Holder) conquistaram o troféu de primeiro lugar.
“Não foi fácil por causa do vento e também a quantidade de barcos foi abaixo do esperado”, disse Josef, 17 anos, quatro dedicados à vela, patrocinado pela Prefeitura de São Sebastião, Colégio Mestre (Poliedro) e pelos dentistas David Benedetti e André Tarcha.
O velejador contou também que esta semana começou a se preparar para o Centro Sul-Americano de Vela, e que irá participar pela classe Laser Radial, a partir do dia 15 de fevereiro, no canal de São Sebastião. “É um campeonato que vem muita gente de fora do país. Vai ser muito disputado. Vamos tentar garantir uma boa posição”.
O segundo lugar na classificação geral da Holder ficou com o velejador local Renato Quintino, seguido por José Eugênio Pereira. Na Holder mirim os sebastianenses dominaram o pódio: Pedro Paulo (1º); Bruno da Silva (2º); Mariana (3ª) e Igor Delgado. Já na Holder iniciante a vitória ficou com o velejador de Paraibuna Arquimedes Zacarias, seguido pelo seu colega de equipe Pedro Ivo da Costa Zacarias.
O atleta Pedro Henrique Ramos, de São Sebastião, sagrou-se campeão na classe Holder B. Já na Holder A, a vitória ficou com Josef, e o sebastianense Carlos Alberto de Jesus foi o vice-campeão.
Na classe Laser, o vice-campeonato foi para Rogério Leopoldo, de Paraibuna. O litoral norte não participou da classe Day Sayler, que contou apenas com um trio de Paraibuna. (Fonte: Imprensa Livre)

Secretaria de Esportes e Lazer se reúne em Boiçucanga

São Sebastião - Melhorias na área de esportes da Costa Sul de São Sebastião foram a pauta da reunião realizada na última quinta-feira em Boiçucanga.
Participaram do encontro o sub-prefeito Wagner Teixeira, o secretário de Esporte e Lazer Luís Carlos Cardim, acompanhado do seu diretor José Augusto, além do chefe da divisão de esportes da Costa Sul, Luís Antonio Santana. Também estiveram presentes os assessores Vanderlei de Matos e Roberto Vicente do Nascimento.
As reformas das instalações esportivas e a promoção de eventos na região são algumas das metas traçadas para este ano. Cardim explica que a parceria com a sub-prefeitura facilita o entendimento das necessidades da Costa Sul.
“Através do esporte nós queremos melhorar a auto-estima da população, para isto, contamos com a colaboração de toda a comunidade”, declara. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Surf News

Dupla rouba bolsa de idosa com bíblia, guarda-chuva e R$ 3

Ubatuba - Dois desconhecidos roubaram na noite de domingo, a bolsa da aposentada S.P.F., 75 anos. O crime aconteceu na rua Pensiano Eugênio Duarte, Centro.
Eram 22h30, quando a idosa andava na rua e foi abordada por dois desconhecidos em uma bicicleta. Mediante força física, eles puxaram a bolsa e fugiram rumo ignorado. Dentro dela, havia uma bíblia, um guarda-chuva e R$ 3. (Fonte: Imprensa Livre)

ACE-Ubatuba Lança Calendário para o Ano de 2004

Ubatuba - Na intenção de organizar o ano de 2004, a A CE-Ubatuba elaborou um calendário de ações promocionais que visam aquecer, movimentar as vendas do comé´rcio no ano de 2004.
Com início em fevereiro e término em dezembro, as ações promocionais estão com ótimos prêmios como: DVD's, bicicletas, motos e um carro zero km em dezembro.
As campanhas terão o sistema de raspinhas ou rasgadinhas, e serãao acumuladas para o sorteio do carro em dezembro. (Fonte: ACE-Ubatuba)

Secretaria Estadual parabeniza Ubatuba por site oficial de turismo

Ubatuba- A Assessora de Turismo do Estado, Miriam Zafra Sider, enviou a Ubatuba um e-mail de congratulações por conta da forma como o município está sendo divulgado pelo site da Setur ( www.setur.com.br ). O documento foi encaminhado para o Secretário Municipal de Turismo e presidente da Comtur (Companhia Municipal de Turismo), Sergio Alves Carvalho, e deixa claro que a página oficial de turismo do município na rede mundial de computadores pode render bons dividendos para a cidade. “Aproveito para parabenizálo, assim como toda sua equipe, pelo site de turismo do Município de Ubatuba. Fiquei impressionada com a ótima estruturação do mesmo, além de considera-lo muito completo”, diz o texto.
Além disso, Miriam aproveitou para colocar à disposição da Setur todos os contatos que forem necessários para a realização de ações que visem o desenvolvimento turístico do município.
Ela aproveitou a oportunidade para reafirmar o convite feito a Carvalho para que ele participe da reunião do Conselho Estadual de Turismo que ocorrerá este mês, em data ainda a ser definida; e do Encontro dos SPC&VB, no próximo dia 22 de março, às 15h, na capital paulista, conforme ficou acertado no encontro que o responsável pela pasta em Ubatuba teve com o Secretário Executivo de Turismo do Estado, Marco Antônio Castello Branco, na semana passada, em São Paulo. (Fonte: SETUR)

Secretário é indicado para o prêmio “Ibero-americano à Qualidade Educativa 2004”

Ubatuba - O Secretário Municipal de Turismo de Ubatuba, Sergio Alves Carvalho, foi indicado pelo Conselho Ibero-americano em Honra à Qualidade Educativa, para o prêmio “Ibero-americano à Qualidade Educativa 2004”. O prêmio tem como objetivo o reconhecimento aos esforços individuais e coletivos no Caminho da Excelência, nas mais diversas áreas de atuação e especialidades de pessoas, em cada país membro.
Carvalho foi indicado pelo trabalho que tem realizado em prol do turismo, em especial em Ubatuba. As ações em busca da excelência no atendimento ao turista e na estruturação do turismo na cidade foram os principais motivos para a indicação.
Feliz com a possibilidade do prêmio, o secretário se disse honrado por ter sido lembrado, mas ressaltou que isso significa um aumento da responsabilidade. “Só o fato de ser indicado já é uma honra. Isso demonstra que estamos no caminho certo, apesar das críticas. Porém, entendemos que elas servem para estarmos sempre avaliando o trabalho que estamos fazendo. Ficamos felizes pela indicação, mas isso aumenta em muito a responsabilidade com o turismo e com o município”, disse.
A entrega do prêmio vai ocorrer no próximo dia 16 de abril, em cerimônia que será realizada em Lima, no Peru. Caso seja agraciado, Carvalho poderá receber condecorações com o título de “Doutor Honoris Causa” e “Magister em Gestão Educativa”. (Fonte: SETUR)

Artigo Topo

Diálogos com o Cacique Cunhambebe - I
(Não sei se haverá o II, não me comprometo; o cacique é instável, temperamental, gozador e acha que cobra as injustiças em nome de todos os índios das Américas)

Esse cacique é mesmo extraordinário. Como eu poderia imaginar que um dia, um homem rude e primitivo ainda estaria entre nós, séculos após a tomada de suas terras pelos portugueses, fazendo suas travessuras para se vingar do mal que os civilizados europeus fizeram a seu povo. Com toda certeza, passar a eternidade vingando-se não era o que ele queria. Nem ele nem seus irmãos ou qualquer outra tribo espalhada por estas terras. Estavam acostumados a correr, brincar, caçar, levando a vida em grupo porque além de poderem defender-se melhor dos perigos da mata, divertiam-se e ajudavam-se uns aos outros sempre que necessário.
Usavam o próprio corpo como base para tudo. Se iam guerrear pintavam seus corpos nus com cores fortes e desenhos que transformavam suas caras em verdadeiras máscaras de terror. Se iam à dança pintavam-se com cores alegres completadas com penas coloridas retiradas das grandes aves da floresta. Com eles era tudo muito simples e foi dessa simplicidade que se aproveitaram os europeus que usaram, abusaram e dizimaram os nativos primitivos em toda parte onde puseram os pés.
Estava eu envolto nesses pensamentos quando me senti observado. No momento não vi ninguém à minha volta lá no banco onde eu estava sentado olhando o mar no novo calçadão de passeio que liga a praia do Itaguá à praia do Cruzeiro, em frente ao Aquário. Achei que se eu não vira ninguém, a sensação que tive só poderia ter nascido em minha imaginação. Enepytuna catú, disse uma voz grossa ao meu lado; me virei e topei com a carantonha sorridente do enorme índio Cunhambebe divertindo-se com meu susto.
Olá velho amigo, você me assustou com esse palavrório, o que diabos isso quer dizer?
Calma cara pálida, vocês são muito assustados, pensam logo no pior, eu só disse boas noites na minha velha língua tupy. Vocês brancos que vieram de outras terras estão acostumados a só ir para frente passando por cima dos outros. Quando se sentem observados pensam logo em tragédia, como se estivessem para serem levados para a panela; fique frio, eu já fui abaporú, agora não sou mais, faz tempo que parei de comer gente. Eu devia era ter comido aqueles jesuítas quando tive oportunidade e raiva, mas hoje não, pouco me interessa, o que eu quero é dar boas risadas com as besteiras que vocês fazem e ainda ficam com a cara mais séria como se estivessem fazendo alguma coisa boa.
E continuou falando, o cacique estava atacado e de bom humor. Falava uma linguagem esquisita, misturando tupy a um palavrório caboclo, além de algumas palavras certíssimas bem atuais. Seu ouvido com toda certeza registrou a passagem do tempo e das gentes desta terra.
Na última vez que nos vimos, disse ele, falei que voltaria para ensinar mais alguns truques para azucrinar esta cidade. É verdade que hoje em dia não preciso fazer muito esforço, os pessoarzinho aqui é ruim de doer e eles mesmos se prejudicam. Eu sei que enquanto eu levar a fama minha maldição vai funcionando, mas hoje eu venho te contar uma coisa diferente.
Ôpa, seu cacique, é bom que seja novidade da boa porque esta cidade não agüenta mais as tuas maldições. Há séculos que dá tudo errado, hoje todo mundo sabe que o azar é obra tua, mas ninguém te vê, não conseguimos sentar com você pra negociar.
Não tem nada que negociar, cara. É sobre isso que eu venho lhe falar, o que vocês tinham que fazer já está sendo feito, e soltou uma gargalhada tão terrível que espantou até os peixes do Aquário.
Taí, cara pálida; você lembra do que eu disse sobre a humilhação que nos impuseram quando eu acreditei nas promessas dos jesuítas, fiz meu povo se desarmar e poupamos os portugueses? E que o acordo que eu, o cacique Pindobussú, o Aimberê e o Caoquira, fizemos com os brancos e que foi chamado de Paz de Iperoig, foi logo em seguida desrespeitado pelos portugueses que se aproveitaram de nossa boa fé e mataram quase todos os índios e queimaram nossas aldeias?
Intão meu chapa, depois disso eu disse que aqui nada ia funcionar, não ia dar certo, nem manga ia nascer nas mangueiras, que eles iam se arrepender até o dia em que eles reconhecessem que fizeram mal ao meu povo. E tinha que ter uma estátua pro índio do litoral norte. Pois bem, já começaram a querer consertar as coisas. Teve o prefeito de Bertioga que fez uma estátua pra mim, e tem uma porção de gente que acha errado o que os portugueses fizeram. Quer me enganar, branco, que você já esqueceu da porção de carta de gente que te escreveu dizendo isso? Já começou até a dar manga em mangueira que nunca deu, pode perguntar.
Óia, tem mais. Cê lembra quando eu disse que o que é de todos fica sendo só de um e todos riem ? Intão, as pessoas daqui não percebem que é só reclamar em grupo que a praga acaba. Quando junta um grupo por algum motivo, fica logo um querendo ser o melhor, e aí o grupo dança. De tanto acontecer isso, ninguém acredita mais em grupo. Quando um pensa a coisa certa, chama os outros pra tomá um café e cunversá. Aí u zotro iscuita, concorda, toma u café e vão simbora falando mal do coitado. Ainda dizendo: pensa qui nóis é bobo só porque pagou um café, bobo é ele que pagou o café pra nóis.
Está certo chefe, disse eu; essa história de grupo falando dos outros já é conhecida, onde é então que está seu truque?
É nisso rapaz, está na vontade das pessoas. Eu tirei deles a vontade certa e ponhei a vontade errada. Todos perdem o rumo das coisas e ficam esperando um novo prefeito pra ver se as coisas melhoram. Eles não percebem que o cara que ganha a eleição pensa que ganhou um prêmio, senta na cadeira de chefe e faz o que quer, não o que precisa. Muitas vezes nem sabe o que precisa fazer ou sabe errado. A solução é todo mundo fazê a marcação em cima do cara todos os dias, todos os meses, o ano todo. E tirá o cara si ele num si aprumá.
É, só que isso pode dar certo na sua aldeia cacique. Aqui a gente vive de um jeito de governar que chamamos democracia. Quando o povo escolhe seu chefe, ele tem o direito de ficar até o fim do período que foi marcado. Ninguém pode tirar o cara só porque não gosta do que ele faz.
Essa é boa, e deu uma nova gargalhada que desta vez pôs para correr uma dúzia de cachorros famintos e sarnentos que acompanhavam seus donos, uns mendigos cheirando a pinga preocupados em contar as moedas que arrancaram das pessoas para dar uma olhadinha nos carros.
Quer dizer então, continuou ele, que vocês escolhem um cara pra ele fazer o que quiser, certo ou errado, e agüentam ele por todo o período combinado, só porque o período foi combinado? Eu pensei que o que fosse combinado era fazer coisa certa; quando erra, na metade do caminho já dá pra saber, devia intão mandá o cara pastá. Num tem nenhuma regra escrita dizendo isso?
Tem sim cacique, mas para tirar um governante que foi escolhido pelo povo tem que provar que ele está errado, e isso é complicado. É uma discussão muito comprida que começa com denúncias, que é alguém apresentar a reclamação assinada por uma porção de gente, levar para as pessoas certas que são os vereadores ou os promotores de justiça e acompanhar ficando em cima, senão passa o tempo, o período acaba e o cara ainda é escolhido de novo. É meio ruim, mas é o melhor que conseguimos.
Taí, cara pálida, depois dizem que eu e minha maldição é que somos os culpados dessa miséria toda. Se vocês tem uma regra, tem que usar, é usando que ela melhora. É verdade que eu roguei a praga, mas agora que sabem que fui eu, porque você contou e não tinha nada que fazer isso, fica todo mundo conformado achando que num tem mais jeito.
Cê lembra quando eu falei que pregava o golpe da cegueira seletiva nas pessoas daqui, qui é pra eles vê só aquilo que eu quero que eles vê? Intão, esse golpe só prega em gente de juízo mole. Com a maldição é a mesma coisa, só que pior porque prega em gente de juízo mole e de vontade mole. Àsveis o cara é bom de juízo, fala bem mais num tem vontade. Acha que não adianta reclamar, reunir os outros e parar tudo até os governante fazê o certo. Vai certinho no dia da eleição, dá seu votinho, diz que fez sua parte e fica esperando quatro anos falando mal e vivendo mal por culpa dos governo qui iscolheu. Isso é maldição? É bestão mesmo.
Puxa cacique, você me quebrou com esse papo. Quer dizer que a maldição de Cunhambebe está na nossa cabeça? Na nossa falta de vontade de nos unir para resolver os problemas da cidade independente dos governantes, na nossa falta de responsabilidade nos intervalos das eleições? Que os índios na sua simplicidade são muito mais eficientes para criar e viver um bem estar coletivo?
Ói qui, essa cunversa ta me cansando. Eu sei que atrapalhei com a idéia di ocêis durante um tempão mas agora vô só olhá. Ocêis é que tem que se dá jeito senão a maldição vai continuar funcionando sozinha.
Dizendo isso, levantou-se, virou-se e foi saindo murmurando baixo que voltaria qualquer dia. Quando eu quis perguntar quando seria já não vi mais ninguém. Só o silêncio e o pio de uma coruja que não tinha nada que estar àquela hora na beira da praia.
Minha Nossa Senhora, pensei com meus botões, quer dizer que esse índio velho vem aqui pregar lições e ensinamentos de condutas que adotavam há mais de quinhentos anos e nós ainda não aprendemos? Quem sabe se ele tem razão? Quem sabe se as pessoas pensassem um pouco nisso e assim pudessem mudar o rumo das coisas? Quem sabe se o que falta é acreditarmos mais nas pessoas que estão fora do governo e obrigar os donos do governo a acreditar nessas pessoas? Quem sabe o povo fora do governo tenha uma força enorme e não saiba usar? Quem sabe......?

Renato Nunes
Ubatuba

Carta do Leitor Topo

Política - Bom dia, meus caros, gostaria de agradecer o espaço que nos cede neste jornal virtual para expressar nossas idéias. Vou deixar aqui meu comentário e os interessados entendam como quiser.
Como pode um candidato a prefeito de Ubatuba sair dando calote em toda a pessoa que passa a sua frente despercebida? Será esse o tipo de politica que ele vai aplicar em nosso municipio caso venha a se eleger? Não tenho partido, nem tão pouco um candidato, não estou aqui jogando pedras em telhado de ninguem, mas o fato é que se ele se sente no direito de passar as pessoas para trás antes de ser prefeito imagina depois. O fato dele ser considerado inteligente não nos minoriza em nada, chega na cidade há oito anos e ja vem fazendo estrago, não vou por aqui uma lista de pessoas a quem ele deve para nao pensarem que eu estou fazendo parte de algum esquema politico, só acho que o caiçara tem que se dar mais valor e pensar bem na hora de entregar a unica arma que tem (estou falando do seu voto), nas mãos de um corrupto qualquer.
E eu que gostava tanto desse partido! Estou tão decepcionada!
Porque vcs não chamam o Clodovil para se prefeito? Acho que seria uma ótima pedida, pelo menos nossa cidade iria ficar famosa e muito mais bonita!
Um recadinho para o senhor candidato a prefeito. Se o sr. pretende mesmo se eleger, sugiro que pague suas contas e em dia. Existem parcelas em atraso que nem o seu nome leva, por isso mesmo o sr deixa atrasar. Isso pode atrapalhar na sua candidatura, quem deve esquece mas quem espera por receber não.
Ah! E mais uma coisa, não conte com o meu voto e o de minha familia, que diga-se de passagem é bem numerosa!

Alessandra Alvarenga
Eleitora decepcionada
Ubatuba, SP


Caraguatatuba previne a violência - Todos sabemos que violência gera violência e que as famílias mais carentes são as que tem maior número de filhos, graças à "ignorância que campeia entre os necessitados" ... (só que não vejo nenhum trabalho de conscientização para controle de natalidade junto à essas famílias sendo feito!)
Agora, dizer que ao se "criar creches com um sistema moderno" livrarão as crianças dos maus tratos caseiros, já é substimar nossa inteligência!! Elas até podem ter um cuidado melhor enquanto na creche, mas e depois, quando chegam em casa? E mais depois ainda, quando já não puderem estar na creche o dia todo por causa da idade? como é que fica?
Aliás, dá pra se perceber o quanto está mudada a nossa Caraguatatuba..., com índices de violência cada dia maior, rios e córregos cada dia mais poluido, àreas de preservação invadidas por condomínios de luxo, e por aí vai...
Realmente, a cidade nunca esteve em tão boas mãos... (para os bandidos e especuladores!)

Suzete
Caraguatatuba, SP


Folheto maldito - O tal “forder” de péssimo gosto produzido pela secretaria de turismo de Ubatuba está causando o maior rebuliço. O argumento para a confecção do folheto foi que seria usado na tal feira de turismo a ser realizada em Berlim, Alemanha, em meados de março. Até fizeram um oba-oba no hotel Recanto das Toninhas para divulgar a idéia. Acredite se puder: o tal “forder” (lá in Minas é ansi qui se fala) criou o maior bafafá com o Hugo Gallo (Aquário de Ubatuba) criticando seriamente o material: “ quem fez isto é um desclassificado” e olha que o Gallo vem há tempo trabalhando corretamente o turismo ubatubense, conhece o ramo e merece respeito. O Wagner da loja Girassol, no Shopping Itaguá, é outro descontente com o tal “forder”, na visão dele: “uma indecência, uma agressão à cidade.” Já o famoso e bem quisto radialista Ari Matos da rádio Costa Azul ficou indignado e baixou o maior pau ao tal “forder”
O jornal A Cidade publicou matéria a respeito e também arriou o sarrafo no tal de “forder”. O que revoltou a todos foi o tal de “forder” chamar a atenção para a segurança dos turistas em visita à Ubatuba, inclusive quanto a batedores de carteiras nos locais de maior aglomeração de pessoas como o Mercado Municipal, Shoppings, praias etc. O dono da loja Girassol afirma que neste tempo todo jamais teve problemas com a segurança no Shopping Itaguá, pelo contrário, é um local calmo, dos melhores no atendimento turístico de Ubatuba. Muito bem, muito bem, com o dinheiro do contribuinte é fácil fazer este tipo de barbaridade.
Quanto custou esta porcaria? Já que não serve para nada quem assume o prejuízo? Quanto custou o tal de “forder”? Isso mesmo: quem fez a arte, quem imprimiu? Quem paga a conta? O papel de palhaço não pode sobrar novamente para nós contribuintes. Se o atual secretário de turismo e presidente da Comtur não puder responder, que tal o Ednelson Prado fazer isto, assessor é para estas coisas.
Continuar seria chover no molhado. Este tal de “forder” comprova mais uma vez: o prefeito Paulo Ramos deve urgentemente providenciar um secretário de turismo para Ubatuba, uma pessoa da cidade, com bom nome e que entenda do ramo. Hoje é fora Sérgio, amanhã, com certeza, será
fora Paulo Ramos. Não foi por falta de aviso. E fora também os boitatás, rufiões da Paulicéia Desvairada.

Ricardo Faria
São José dos Campos, SP

Editorial Topo

Pecar por ação, e não por omissão

O Litoral Virtual já foi criticado várias vezes por reproduzir notícias consideradas "negativas" para o turismo da região. Crimes, assaltos, sequestros-relâmpago, estupros, assassinatos, roubos, furtos e etc. Já disseram: "Isso espanta o turista!" ou "Essas notícias denigrem a imagem da cidade" e outras coisas parecidas.
Também temos recebido (e publicado), várias cartas de turistas, vítimas de roubos e assaltos. Esses turistas afirmam que nunca mais pensam e vir para cá. E mais: fazem a maior propaganda negativa dos lugares de onde foram vítima.
Agora fica o dilema: ou alertamos o turista que a cidade não é mais aquela maravilha de segurança de anos atrás, quando se podia dormir de janela aberta, deixar a chave do carro no contato; ou deixamos o turista ser assaltado, esfaqueado, seqüestrado com sua família na casa de "veraneio" enquanto um dos marginais vai ao caixa eletrônico fazer saques com os cartões das vítimas.
Nossa posição é, e sempre foi, a de divulgar o turismo e as atrações que a região oferece. A dedicação em produzir textos e fotos com os atrativos locais não têm limites, mas fechar os olhos para a violência que nos assola é inconcebível. A notícia "Criminalidade diminui no Estado mas aumenta na região em 2003" publicada hoje ilustra essa realidade. Outros órgãos divulgam o aumento da violência na região.
A polêmica do alerta contido no folder que o Secretário de Turismo de Ubatuba fez para distribuir na Feira de Turismo de Berlim, na Alemanha, chega ao cúmulo da hipocrisia. Em vez de tentar solucionar o problema que seria reduzir a violência, aumentar a segurança para o turista, fica se discutindo sobre o bonequinho batendo carteira, que isso vai espantar o turista. E o turista que é assaltado, como fica? Quem cobre seu prejuízo ou quem vai calar a propaganda negativa que este turista vai fazer da cidade?
Risco existe em todos os lugares. A exemplo do Rio de Janeiro, considerada uma cidade violenta, e mesmo assim não deixa de receber turistas. Se o turista é alertado do problema, e mesmo assim nos visita, e porventura é vítima de roubo, esse turista pelo menos estava ciente do risco que corria. Mas não alertá-lo do problema, ai sim, é negligência e propaganda enganosa. Essa vítima vai fazer o maior estrago na imagem do município.
Ah, mas isso nunca aconteceu aqui, ou ali, ou no shopping, ou na minha rua, etc... Mas vai acabar acontecendo se ninguém fizer nada. A audácia dos marginais só vem aumentando. Para comprovar, basta acompanhar as notícias policiais publicadas nos jornais locais. Se quiser mais, passe na delegacia e veja os boletins de ocorrência. Fora os que nem são registrados.
Se não houver união para tentar reduzir a violência e aumentar a segurança, tenho receio de que além do bonequinho batendo carteira, os próximos folders contenham também ícones com bonequinhos de bicicletas armados de revolver, faca e estilete encurralando turista, bonequinho quebrando vidro de carro e bonequinhos roubando bolsa de idosa (com bíblia e 3 reais conforme notícia acima). Às vezes é melhor pecar por ação do que por omissão.


Foto do Dia Topo

Ubatuba

Surf News

Pico Secreto
©José Carlos Marques


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor