Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 19 de fevereiro de 2004 - Nº 975 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Litoral terá ônibus extras no feriado
Polícia prevê estradas cheias amanhã entre 17h e meia-noite
Blocos carnavalescos são uma atração do Litoral Norte


Caraguatatuba
Regata de Vela Oceânica em Caraguá é sucesso
Guardadores de Carro fazem campanha em Caraguá
Esporte Clube XV de Novembro foi fundado em 1934
História do XV de Novembro
Novos cursos de Pós-Graduação em Caraguá
Gestantes recebem alimentos de estudantes
Fugitiva da penitenciária é presa após esfaquear amante do marido
Dois veículos da PM se envolvem em acidente na SP-55
Câmara vota nova Comissão Processante


Ilhabela
Prefeitura e Estado assinam contrato para esgoto do Bonete
Câmara de Ilhabela conclui reforma e ampliação de prédio na Vila
Equipe Prev de Jiu-Jitsu recebe homenagem no Rio de Janeiro


São Sebastião
Vazamento de óleo atinge 4 km de rio
Causa do vazamento é investigada
Ladrões levam TV, alimentos e material escolar de Emei de Paúba
Balconista se tranca e põe fogo na própria casa
Vereadores rejeitam pedido de revogação da Lei de Uso do Solo
São Sebastião vai ganhar associação contra a corrupção


Ubatuba
Hotel Sol e Vida inaugura Sushi Bar
Apae de Ubatuba suspende aula por falta de repasse de verba
Curva perigosa na Praia Vermelha: mais uma carreta tomba de noite
Suposto traficante é preso com quase dois quilos de maconha
Tapa-buraco na Região Norte no Carnaval
Sol Nascente expõe telas
Prestação de contas no Perequê-Mirim
Secretário confirma audiência
Creche garante 50 crianças na Estufa II
ACE-Ubatuba da apoio à ganhadora do IV concurso de Redação
DER recebe Moção de Apoio
Fundo destina verbas à Saúde
Moradora questiona falta de creche em bairro
Programação Carnaval 2004 em Ubatuba
Guia Turístico de Ubatuba: Satisfação aos Participantes

Seções
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Litoral terá ônibus extras no feriado

Litoral Norte - A empresa de ônibus Litorânea colocará amanhã 15 ônibus extras partindo de São José para Caraguatatuba. Além dos extras, ainda há passagens nos horários normais --a cada hora entre 6h e 21h, 22h15, segundo o encarregado de agência Maurício Pereira. No sábado, a empresa colocará outros 23 extras. Os destinos mais procuradas também são as cidades do Sul de Minas, que terão 26 carros extras entre amanhã e sábado. De Taubaté para Ubatuba, a procura por passagens começou ontem e a empresa Turismo São José também colocará ônibus extras a cada 40 minutos a partir de amanhã. (Fonte: ValeParaibano)

Polícia prevê estradas cheias amanhã entre 17h e meia-noite

Litoral Norte - A Polícia Rodoviária inicia amanhã às 12h a Operação Carnaval nas estradas da região. São aguardados cerca de 434 mil veículos nas rodovias estaduais até a próxima quinta-feira, dia 26.
A previsão de maior movimento em direção ao Litoral Norte é amanhã, das 17h à meia-noite e no sábado das 7h às 17h. Para o retorno, o motorista deve evitar os horários entre 16h e meia-noite de terça-feira e 7h às 12h de quarta-feira.
A rodovia Ayrton Senna é a que deve receber o maior número de veículos nestes seis dias, com 146 mil. Ela é sguida pela rodovia dos Tamoios, que liga São José dos Campos a Caraguatatuba, com 102 mil.
À partir das 14h de amanhã até as 18h de sábado o motorista vai contar com uma faixa operacional para descida, entre os km 70 e 81, na rodovia dos Tamoios, que será implantada pelo DER (Departamento de Estradas e Rodagem). Esta faixa vai manter a rodovia com duas pistas de rolamento até a chegada a Caraguatatuba.
Também na rodovia dos Tamoios, o motorista vai contar com uma faixa auxiliar em 54 quilômetros, que começa no cruzamento com a Carvalho Pinto e termina no alto da serra.
Para diminuir o fluxo de veículos na rotatória da entrada de Caraguatatuba a polícia colocou duas opções alternativas.
Uma fica no km 81, entrada do Rio do Ouro, e será sinalizada como alternativa para Ubatuba. No km 83, na rodoviária de Caraguá, será feito um desvio para São Sebastião, Ilhabela e bairros da região sul do município.
A Polícia Rodoviária informou também que a rodovia Oswaldo Cruz está funcionando normalmente. Ela ficou interditada na segunda-feira, devido aos deslizamentos causados pela chuva.
Um total de 380 policiais rodoviários com 90 viaturas farão o policiamento nas rodovias da região, 30% a mais que no ano passado.
DUTRA - A NovaDutra prevê que 210 mil veículos trafeguem pela estrada no feriado.
Na região, somente há obras no km 121, em Caçapava. O acostamento estará interditado nestes dias e as obras serão paralisadas. (Fonte: ValeParaibano)

Blocos carnavalescos são uma atração do Litoral Norte

Litoral Norte - Os blocos carnavalescos com o passar do tempo se tornaram uma atração à parte no carnaval da região. Fora do glamour das fantasias das escolas de samba, em algumas dessas agremiações basta apenas uma camiseta para cair no samba.
Em Caraguatatuba, um exemplo é o Bloco do Urso. Com dois anos de vida, neste carnaval, quem participar vai entrar no clima da folia com o tema “Alegria, Paz e Amor”. Os preparativos para o desfile passam pelos últimos ajustes, já que a saída do bloco está marcada para o próximo domingo, às 19h30, na Ponte do Indaiá. Para participar deste desfile é só comprar a camiseta, que custa R$ 10 e é vendida até sábado no Original Beach Music.
Outro bloco que deve agitar a folia na cidade é o Tô Beleza, do cabeleireiro Wilton Alves. Ele disse que a intenção é levar alegria a todos e balançar o município durante a folia popular. “Os blocos têm o poder de animar”, destaca. Até ontem, mais de 100 pessoas estavam inscritas. Mas às camisetas, com custo de R$20, serão vendidas até sábado à noite e na segunda-feira, antes do desfile.
Os organizadores do bloco Devotos da Cheirosa também apostam em um bom carnaval. Desfilando de sábado até a quarta-feira de cinzas, do trevo do Massaguaçu até a praça da igreja, conta com muitos participantes. “No ano passado cerca de 800 pessoas desfilaram. Este ano a expectativa é que passe de mil”, diz Eduardo Carlota, um dos diretores do bloco.
Ele também explica que tudo começou de uma descoberta entre amigos. “Achamos uma bebida à base de pinga com erva cidreira que chamamos de cheirosa e daí criou-se o bloco”. Quem adquire a camiseta por R$ 10 bebe a cheirosa durante todo o carnaval.
Ainda em Caraguatatuba, o tradicional bloco das Piranhas deve animar ainda mais a festa. Por ele, devem passar mais de 10 mil foliões, entre moradores e turistas. Os participantes, neste bloco, desfilam fantasiados de mulher. As ‘piranhas’ desfilam pela cidade há 28 anos. “Muitas mulheres ajudam os maridos e namorados a se vestir de mulher para a concentração”, diz o fundador do bloco, Luis Passos, o João Égua.
O desfile está marcado para o sábado de carnaval, às 17h, saindo da ponte do Rio Santo Antônio.
Ausência - São Sebastião, este carnaval, terá uma ausência marcante. Trata-se do bloco Sociedade Amigos da Vila Amélia (Sava) que não desfilará. Mas nem por isso a festa perderá o brilho. Além dele, este ano o tradicional bloco dos sujos promete entrar na avenida com toda animação. É o que diz o vice –presidente do bloco, Marcos de Santana. “A pessoa vem fantasiada e vai brincar. Homens vestidos de mulheres e mulheres vestidas de homem. Mais de mil pes-soas devem participar”. O bloco, que desfila nas ruas do centro há mais de quinze anos, neste carnaval se concentra no sábado, a partir das 20h, em frente à quadra da Vila Amélia.
Outros blocos a desfilar na inauguração do primeiro sambódromo de São Sebastião são: Folia do Morro, Unidos da Enseada, X-9 Canto do Mar, B.O 171, da Topolândia, Paneleiros e o bloco do Cardim.
Em Boiçucanga, na Costa Sul, a folia fica por conta do Banho da Dorotéia, que tem concentração marcada para o domingo de carnaval, às 16h, na praça da Alegria.Após a saída, os homens travestidos de mulher percorrem ruas do bairro com muito som e agito, chamando as pessoas para entrar no trajeto. Segundo os organizadores, a festa terminará com um banho de mar na barra de Boiçucanga.
Mas a festa começa amanhã, com o grito de carnaval na boate Tribus, a partir das 22h. O ingresso é vendido a R$ 10 para duas pessoas. A renda será revertida em benefício da sociedade amigos do bairro.
Ilhabela e Ubatuba - Os foliões de Ilhabela também tem diversão garantida. Lá, no sábado, às 23h, desfila o bloco das bonitas. Na seqüência, à meia noite, o Azul e Branco entra na avenida para honrar as cores da agremiação. A 1h, o Unidos da Folia entra em cena para animar o carnaval da vila. Ainda desfilam, nos outros dias da festa, Recrea-tivo do Morro e Água na Boca.
Pelo segundo ano, o bloco das Bonitas trará para a avenida a alegria do universo GLS –sigla para Gays, Lésbicas e Simpatizantes. O organizador José Antônio disse que o tema este ano será ligado à prevenção da Aids e doenças sexualmente transmissíveis. “Vamos distribuir mais de cinco mil camisinhas durante o desfile”.
Já Ubatuba realizará a abertura do carnaval com o bloco “Galo da Meia Noite”. A concentração ocorre no Perequê-Açu. O bloco deve reunir mais de mil foliões com muita música e animação, até a dispersão na avenida Iperoig.
O “Bloco da Cachorrada”, com os foliões vestidos de mulher, terá o ginásio de esportes “Tubão” como ponto de concentração. De lá, seguem para a avenida no sábado e segunda-feira. No Sumidouro, o Boi Chorão marcará presença no próprio bairro e na praia Ubatumirim. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Regata de Vela Oceânica em Caraguá é sucesso
50 velejadores de Caraguá e de outros municípios do litoral norte disputaram a primeira etapa e já se preparam para a segunda, prevista para junho.

Caraguatatuba - Caraguá realizou no último final de semana a 1ª Regata de Vela Oceânica, na praia Martin de Sá, no sábado e no domingo. Participaram da regata, 50 velejadores e 16 embarcações, entre veleiros das quatro cidades do litoral. O evento contou com bom tempo e vento predominante Leste. Segundo os organizadores, a regata foi bastante apreciada pelos velejadores, que garantiram participação na terceira etapa, marcada para junho deste ano.
A regata foi promovida pelo Yatch Clube Martin de Sá com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo. Foi uma regata de apresentação da raia de Caraguá para veleiros de oceano, raia já aprovada em duas regatas monotipos, realizadas em 2002 e 2003 pelo Circuito de Vela do Litoral Norte e Vale do Paraíba de monotipos classes Holder e Laser.
Houve premiação com troféus e medalhas para os três primeiros colocados das três classes disputadas. O campeão geral foi a embarcação Bacana, de Ubatuba. Na classe Ranger, o primeiro colocado foi o veleiro Rabugento, de Ubatuba; o segundo, foi o Lucnan, também de Ubatuba; o terceiro foi Dolce Vita, de Ilhabela. Na classe Fast 23, o campeão foi o Conquest, de Ubatuba; o segundo, Kim, também de Ubatuba ; e o terceiro, o Lastra, de Caraguá. Na classe Especial 23, o veleiro Bacana se destacou mais uma vez com o título de campeão; seguido pelo veleiro By By, de Ilhabela e; Sônia de Caraguá. (Fonte: PMC)

Guardadores de Carro fazem campanha em Caraguá
A Associação de Guardadores de Carro de Caraguatatuba - Alfa 1 fará a distribuição de 5 mil sacolinhas de lixo para carro, neste feriado de carnaval.

Caraguatatuba - Os 130 guardadores de carro de Caraguatatuba farão a distribuição de 5 mil sacolinhas de lixo para carro, nos dias de carnaval. A iniciativa é da Associação de Guardadores de Carro de Caraguá - Alfa 1 e da Promove Construções e Vendas.
O objetivo da distribuição é, além de deixar um brinde com o motorista, conscientizá-lo da importância em manter as praias, as cidades e as estradas limpas. “Escolhemos as sacolinhas, pois além de divulgar nosso empreendimento na Praia Martin de Sá, estamos colaborando por um ambiente mais limpo”, disse a Relações Públicas da Promove, Juliana Massari. Ela acrescentou que o modelo da sacola foi pensado de forma que servisse para ser colocado no câmbio do carro.
Segundo o presidente da Alfa 1, Luiz Carlos Marra, este tipo de iniciativa é importante, principalmente, nessa época de carnaval, quando a quantidade de lixo produzido na cidade aumenta, devido ao grande número de visitantes.
Durante a temporada de verão, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca realizou a Campanha “Caraguá Limpa”, que instalou faixas nas praias para que os freqüentadores se habituassem a jogar o lixo nas lixeiras. Monitores do SOS Mata Atlântica também vêm trabalhando para recolher o lixo da Praia Brava, em Caraguá. (Fonte: PMC)

Esporte Clube XV de Novembro foi fundado em 1934
“Naquela época, a gente não perguntava quanto foi o jogo, e sim de quanto o XV ganhou. O time era bom mesmo”

Caraguatatuba - 15 de novembro de 1934. Entrava em campo um time para ficar na história do futebol paulista. O nome não poderia ser outro: “Esporte Clube XV de Novembro”. No dia 18 de fevereiro daquele mesmo ano nascia um clube em Caraguatatuba. Um clube com uma história traçada para viver glórias e decepções.
Hoje, quando estiver comemorando seus 70 anos, o XV de Caraguá vai estar acumulando um passado de conquistas e dificuldades, marca registrada da equipe.
As dificuldades não são mérito do time profissional do litoral norte. Hoje em dia, muitos times do interior paulista, que já foram considerados celeiros de novos talentos, de onde saíram jogadores famosos como Rivaldo, que foi do Santa Cruz de Recife para o Mogi Mirim, ou Sócrates e Raí, no Botafogo de Ribeirão Preto, passam por uma situação lamentável e muitos clubes acabam fechando as portas.
Para o radialista da Caraguá FM, Ricardo Mazzei, um dos problemas está na falta de divulgação. “Na série B não existe uma cobertura forte pela mídia, assim é mais difícil para o clube conseguir patrocínio, muitos dependem do poder público, o que gera uma dependência e o clube não consegue arrecadar o suficiente para suprir os gastos, que são muito grandes”, disse Mazzei. “A credibilidade do XV ao longo dos anos foi perdida, poucos presidentes conseguiram resgatar isso. O clube não tem a identidade necessária com a cidade”. Para o radialista o time de Caraguá não tem muitos motivos para comemorar o aniversário. “Tem mais motivos para não comemorar. O clube vai precisar de muito trabalho para colocar a casa em ordem; a cidade não apóia tanto o XV como deveria”.
Por outro lado, o atual presidente do clube está otimista. “O XV é uma coisa que não pode se acabar. Temos que abrir as portas para novos jogadores”, alertou José Carlos de Oliveira, o Kibinho. “Pela situação em que pegamos o clube no ano passado até hoje, acho que temos motivos para comemorar. No ano passado não tínhamos nem bola para treinar, o clube estava abandonado em termos de estrutura”, contou Kibinho. “No ano passado foi duro. Teve uma viagem que tivemos que comer dois pedaços de pizza e um copo de coca-cola”.
O funcionário público aposentado Luiz dos Santos, o Pico, 70 anos, foi um dos jogadores do time de Caraguá e relembra com saudades os velhos tempos. “Naquela época, a gente não perguntava quanto foi o jogo, e sim de quanto o XV ganhou. O time era bom mesmo. A catástrofe de 67 destruiu tudo, houve um esforço muito grande do Irineu (Irineu Mendes de Souza), que lutou muito pelo clube. Tenho dois times no coração: o XV e o São Paulo”.
Para Irineu de Souza, a história do XV de Novembro é uma história de luta. “Era difícil no começo, tivemos quatro campos. Hoje está em uma outra fase. Saí e entraram dez presidentes que não fizeram nada. A sede social do clube poderia estar pronta”, lamentou o ex-jogador da equipe e presidente por quatro mandatos.
Musa do XV - Logo após a partida amistosa contra a equipe ITC, de São Paulo, que faz parte das comemorações dos 70 anos do clube, os jogadores terão uma tarefa ainda mais difícil. Escolher a rainha do bloco XV de Caraguá.
A bateria do bloco “Tinga no corpo e samba no pé” dará o tom para as 15 meninas, que prometem mostrar muito samba no pé e amor à camisa verde e branca. A organização do concurso fica por conta de Claudette De Vita, que foi musa do clube há 15 anos. “Eu torço pelo XV. O que sinto é muito mais que carinho pelo time: o clube é um patrimônio da região, todo mundo deveria estar fazendo mais por ele”. (Fonte: Imprensa Livre)

História do XV de Novembro

• 1934 - 18 de fevereiro, o espanhol Prudêncio Baeta cria o Esporte Clube XV de Novembro, que leva as cores da bandeira de seu país (amarela e vermelha).
• 1940 - De 40 a 47 as atividades do XV ficam suspensas devido à II Guerra Mundial.
•1947 - Começa a segunda fase do XV. O clube é reformado, ganha uma nova sede social, onde hoje fica a Galeria Santa Cruz; o uniforme passa a ter as cores verde e branco, em homenagem ao Palmeiras.
• 1950 - Irineu Mendes de Souza, ex-jogador do VX, assume a presidência do clube, e preside o clube por quatro mandatos.
• 1953 - O E.C. XV de Novembro passa a funcionar no antigo bairro do Tatu, onde está até hoje. O clube teve quatro campos: o primeiro localizava-se onde é hoje o Banco do Brasil, no centro da cidade, em seguida mudaram para o local onde fica o Polo Cultural Adaly Coelho Passos, na Praça Cândido Motta. A penúltima sede do VX de Caraguá era onde hoje está a Praça Diógenes Ribeiro de Lima, na avenida da praia.
• 1967 - Ano em que ocorreu a “catástrofe” na cidade. O campo do XV foi totalmente destruído.
• 1987 - Vinte anos após a catástrofe, o então presidente do clube, Irineu Mendes de Souza, profissionalizou o XV, que reestruturado, disputou a quarta divisão do Paulista.
• 1997 - O XV de Novembro conquista o vice-campeonato paulista na série B-1 e sobe para a A-3. A vistoria da Federação não aprova o número de assentos na arquibancada e o clube fica impedido de disputar o campeonato na nova série.
• 2002 - O clube cai para da série B-1 para a B-2. Por desistência de duas equipes, o XV permaneceu na B-1.
• 2003 - José Carlos de Oliveira, o Kibinho, assume a presidência do XV. A sede do clube é saqueada quatro vezes, os troféus são furtados e arquivos são queimados. O time disputa o paulista com dificuldades financeiras e, na raça, consegue fugir do rebaixamento.
• 2004 - O XV de Novembro abre escolinhas de base, reforma a sede e se mobiliza para poder participar do Paulistão 2004.
Programação da Festa dos 70 anos do XV de Novembro
Local: Esporte Clube XV de Novembro - Av. Siqueira Campos, 77,
Bairro: Sumaré (próximo à prefeitura e à Câmara municipal)
Quando: hoje
14h equipe pré-mirim do XV X adversário ainda não definido
15h equipe fraldinha do XV X adversário ainda não definido
16h profissional do XV de Novembro X ITC, de São Paulo
Após os jogos, terá início a festa, aberta ao público, com a apresentação do enredo do Bloco carnavalesco XV de Novembro e eleição da rainha do bloco. Colaboração da bateria do bloco “Tinga no corpo e samba no pé”. (Fonte: Imprensa Livre)

Novos cursos de Pós-Graduação em Caraguá

Caraguatatuba - As Faculdades Integradas Módulo, de Caraguatatuba, abrem em 2004 novos cursos de Pós-Graduação. São cinco novas opções no programa de pós-graduação Lato Sensu das Faculdades. O programa reúne 7 cursos de especialização: Bases Fisiológicas do Exercício e do Treinamento Desportivo; Ciências Ambientais; Educação Especial: Inclusão; Gestão de Recursos Humanos; Língua Portuguesa & Literatura: Instrumentação Tecnológica; além dos que já existiam: Gestão Comercial e Psicopedagogia. Os cursos começam em 6 de março e as inscrições vão até 20 de fevereiro. As Faculdades oferecerão 5% de desconto para ex-alunos e farão parcerias com instituições, como secretarias municipais, proporcionando uma tabela progressiva de descontos.
Após uma análise, a direção das faculdades selecionou áreas que possuem demanda potencial na região. Como o curso de Ciências Ambientais que é dirigido à pessoas das áreas de Biologia, Engenharia Florestal, Agronomia, Veterinária, entre outras afins. De acordo com o professor Paulo Hartmam, o curso segue as três principais linhas de pensamento em Ciências Ambientais: educação ambiental, gestão ambiental e biodiversidade; que serão interligadas através de atividades práticas. Na opinião de Hartmam, o curso vai suprir uma defasagem da região em cursos de aperfeiçoamento na área ambiental. “O Litoral Norte é muito rico, temos o Parque Estadual e uma grande porcentagem de Mata Atlântica, o que justifica a necessidade de profissionais habilitados a desenvolver trabalhos com o meio ambiente”, disse.
Com os novos cursos, as Faculdades ampliam as possibilidades de aprofundamento em várias áreas de atuação profissional. “A Pós-Graduação propicia o diferencial competitivo para empregabilidade e para ascensão profissional das pessoas melhor qualificadas”, comenta o Profº Drº Braulio Araujo Junior, Diretor de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão do Módulo. “Atualmente, o mercado de trabalho exige profissionais atualizados, empreendedores, dinâmicos, melhor qualificados, com capacidade de interagir com a sociedade consumidora. A Pós-Graduação é um processo educativo, cultural e científico que desenvolve e realimenta o ensino e a pesquisa e viabiliza a relação transformadora entre a Faculdade e a sociedade”, explica.
O regime dos cursos é modular e/ou por disciplinas, com carga horária total de 360h, desenvolvida em 11 meses, num total de 45 dias letivos. Neste ano, os módulos serão desenvolvidos aos sábados com carga horária diária de 8 horas (das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min), sendo que nos meses de julho de 2004 e janeiro de 2005 serão realizadas 5 aulas em dias corridos para complementação da carga horária. A freqüência às aulas é obrigatória, sendo exigidos, pelo menos, 75% de freqüência em cada disciplina.
Os documentos para Inscrição são: Ficha de Inscrição, Currículo resumido, xerox da Identidade e CPF e Taxa de R$ 25,00 que será descontada na matrícula. Período de matrícula: 26 e 27 de fevereiro (das 9h às 12h e das 14h às 20h30min) e 28 de fevereiro (até às 12h) de 2004. Documentos para matrícula: Diploma de Conclusão e Histórico Escolar de Curso Superior, Ficha de matrícula, 1 foto 3x4 recente e Comprovante de Residência. Valor do investimento: 12 parcelas de R$280,00. Mais informações pelo telefone 3897-2000. (Fonte: Módulo)

Gestantes recebem alimentos de estudantes
Inscrições para Concurso de Bolsas do Cursinho Pré-Vestibular Módulo resultam em doação para programa que apóia gestantes em Caraguá.

Caraguatatuba - O Centro Espírita Amor e Caridade recebeu 200 quilos de alimentos na última terça-feira, 17. Cerca de 40 grávidas carentes de Caraguá serão beneficiadas pelo núcleo de atendimento à família, que recebeu a doação feita pelo Colégio Módulo.
O Centro Espírita Amor e Caridade apóia atualmente 48 gestantes, além de famílias e também idosos carentes. No programa para as gestantes é oferecida mensalmente cesta básica e ao final da gestação a mãe recebe um enxoval completo para o bebê. De acordo com a assistente social voluntária, Aparecida Mantoan, as gestantes também recebem apoio espiritual, independente de sua religião, além de palestras que abordam temas como saúde, alimentação e cuidados com o bebê e durante a gestação.
Os alimentos foram arrecadados com as inscrições para o concurso de bolsa do Cursinho Pré-Vestibular, realizado na semana passada.
Foram 185 alunos inscritos e a prova foi realizada no sábado. O Módulo ofereceu descontos de 50 e 45% aos três primeiros colocados e descontos parciais para todos os participantes do concurso. Houve um empate na primeira colocação entre os estudantes Kelermam E. dos Santos e Thaísa Bruno Moreno, que receberam 50% da bolsa de estudo. (Fonte: Módulo)

Fugitiva da penitenciária é presa após esfaquear amante do marido

Caraguatatuba - A fugitiva M.M.S.N., 28 anos, até poderia não ter sido descoberta não fosse o ciúme e a raiva que fizeram-na esfaquear E.A.S.P., 21 anos. O caso ocorreu na tarde de segunda-feira, no bairro Jardim Aruã.
A Polícia Militar foi chamada para atender uma ocorrência de lesão corporal. No local, já estava uma equipe do Corpo de Bombeiros, que socorreu a vítima até o pronto-socorro da Casa de Saúde Stella Maris, onde permaneceu em observação.
A polícia apurou que E. tinha sido esfaqueada por M., que alegou ter dado a facada após saber que ela queria fugir com seu marido J.A.N., 45 anos, arrolado como testemunha no caso.
Os envolvidos foram conduzidos à delegacia, onde uma pesquisa revelou que o casal é procurado da Justiça. M. escapou da cadeia em Butantã, onde estava presa por tráfico de drogas e furto.
O marido é foragido da cadeia de Espírito Santo do Pinhal, onde responde por desobediência, mas tem passagens policiais em furto, assalto e estelionato. Ele ficou recolhido na cadeia pública local e ela foi para uma cela feminina da delegacia de Ubatuba. (Fonte: Imprensa Livre)

Dois veículos da PM se envolvem em acidente na SP-55

Caraguatatuba - Dois veículos da Polícia Militar se envolveram em um acidente de trânsito na manhã de ontem no Km 105,5 da SP-55. As viaturas estavam em patrulhamento. Cada uma seguia em seu setor e, coincidentemente, uma atravessou o caminho da outra.
Uma moto Honda XR, da Ambiental, era pilotada pelo soldado André Franco Fortunato. Uma viatura Kadett, do policiamento preventivo, seguia com o soldado Wagner Rodrigues dos Santos.
Segundo a Polícia Rodoviária, que atendeu o acidente, os dois estavam no mesmo sentido São Sebastião/Caraguatatuba.
O policial do carro teria feito uma conversão e acabou sendo atingido pela moto. Os soldados não tiveram ferimentos, apenas os veículos ficaram danificados. (Fonte: Imprensa Livre)

Câmara vota nova Comissão Processante

Caraguatatuba - A Câmara de Caraguatatuba elegeu na sessão ordinária de ontem, uma nova Comissão Processante de Investigação (CPI) para continuar analisando compra de computadores supostamente superfaturados e piratas feita pela prefeitura em 2002. A nova comissão é presidida pelo vereador Aureliano Gonçalves Pereira (PTB), tendo como membro Juarez Pereira Pardim (PSDB) e como relator Nílson Lopes da Silva (PPS).
A polêmica da sessão foi sobre os vereadores que não tiveram direito de participar do sorteio, entre eles os suplentes Roberto Commans (PT), José Pedro Lucas ((PTB), Sebastião Carlos Fernandes (PSDB) e Carlos de Oliveira (PSDB), os dois vereadores que faltaram à sessão, Omar Kazon (PL) e Celso Pereira (PSDB), além do presidente da Câmara Wilson Agnaldo Gobetti (PPS) e o líder do prefeito, Anderson Bertoncini (PL). De 17 vereadores, somente nove concorrem aos três cargos da CPI.
Segundo a Assessoria Jurídica da Câmara, somente os vereadores titulares podem participar da votação. "Deverão concorrer ao sorteio tão-somente os vereadores em pleno exercício do mandato, afastando aqueles licenciados e os respectivos suplentes".
Por fim, o presidente Gobetti, respondendo à 'indignação' do suplente Commans, explicou que os vereadores que se sentiram lesados terão 10 dias para entrar com recurso na Câmara.
Também foi aprovado na sessão o projeto do Executivo que entrou em regime de urgência, autorizando a doação de casas populares por um período de 15 anos a pessoas que morem em áreas de risco. No projeto, foi aprovada a emenda de Commans propondo que o imóvel não possa ser alugado, ou usado como comércio.
Já a emenda de AG Pereira propõe não uma doação de casas, mas uso de permissão, estendendo também a regalia a pessoas carentes que tenham idosos e portadores de deficiências graves em casa. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Prefeitura e Estado assinam contrato para esgoto do Bonete

Ilhabela - A comunidade do Bonete, em Ilhabela, será contemplada com o Projeto de Saneamento de Esgoto Sanitário e Programa Intensivo de Educação Ambiental. O projeto foi aprovado pelo CBH/LN (Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte) para receber financiamento do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos). Para tanto, foi assinado convênio na segunda-feira, entre a prefeitura e o governo do Estado.
O Bonete fica no extremo sul da Ilha de São Sebastião, a principal do Arquipélago de Ilhabela. Na praia do Bonete, vivem 230 pessoas. O local é acessível somente de barco e por trilha. Entre a Ponta do Sepituba ao Bonete, são 13 quilômetros de caminhada.
A assessora da Secretaria Municipal de Obras de Ilhabela, Djane Vitoriano, aluna do curso de gestão ambiental, da Faculdade de Saúde Pública da USP, é a idealizadora do projeto de saneamento de esgoto e educação ambiental.
Ela explica que serão instaladas 60 unidades de um sistema, tipo fossa séptica com filtro e sumidouro para atender as famílias caiçaras residentes. A água servida (procedente de pias, chuveiros e etc) também será passará pelo filtro antes de ser lançada no sumidouro. Segundo ela, o sistema tem 98% de resultado eficiente. O projeto obteve parecer favorável da Cetesb (Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental).
Atualmente, os efluentes do Bonete não têm qualquer tratamento. Em época de final de ano e Carnaval, a situação se complica em razão do grande número de pessoas que visitam esta área. É possível sentir o odor da poluição por esgoto no rio que abastece a comunidade e onde crianças brincam diariamente. Segundo Djane, a incidência de diarréia no local é grande.
Para a instalação do projeto de saneamento de esgoto e amplo programa de educação ambiental, o Fehidro vai repassar R$ 226,9 mil. Em contrapartida, a prefeitura aplicará R$ 186,1. “A cada R$ 1,00 de investimento em saneamento básico, economiza-se R$ 10,00 em saúde pública”, afirma Djane.
Na praia do Bonete, além das residências, há duas pousadas, dois bares, dois restaurantes e dois campings que precisaram ser adequados em termos do tratamento de esgoto. A prefeitura a Sabesp cederão auxílio técnico para que este segmento viabilize sistema similar de tratamento do esgoto. A Sabesp não instala seus sistemas em áreas isoladas.
Segundo Djane, no último Reveillon mil pessoas visitaram o Bonete. Em finais de semana comuns, durante o verão, cerca de 200 pessoas chegam à área. A meta é ter a infra-estrutura de saneamento para a demanda de público que os estabelecimentos comerciais recebem na temporada de verão. A Prefeitura de Ilhabela abrirá licitação para contratar empresa que irá instalar o projeto de saneamento de esgoto. A previsão é que as obras comecem em 60 dias.
O programa de educação ambiental é para orientar a comunidade a ter cuidados para melhor qualidade de vida, mas abrange amplas ações e muitos investimentos. Entre eles, orientação sanitária, instalação de oficinas cultural e de capacitação em informática (a comunidade vai ganhar cinco computadores ligados à rede internet); eventos de recreação e interação e um centro para palestras com 50 lugares; entre os temas “cooperativismo”, com apoio do Sebrae.
Por meio de verba do Fehidro, a prefeitura também criará o projeto ambiental “Lixo Legal”, destinado a toda a cidade da ilha principal.
Agentes do PSF (Plano Comunitário de Saúde) visitarão as residências para explicar como deve ser separado o lixo domiciliar para a adequada coleta seletiva. O Fehidro repassará R$ 36 mil e a prefeitura investirá cerca de R$ 7,2 mil.
Água e Ecoturimo - Um outro importante projeto para o Bonete é destinado à instalação de rede de água tratada. Para este ainda deve ser confirmado repasse de verba do Fehidro. Mas segundo Djane, o procedimento está praticamente certo. O projeto tem aval do Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica), órgão do Estado. O abastecimento é para atender toda a comunidade do Bonete, incluindo donos de estabelecimentos comerciais e a população flutuante (turistas).
O Programa de Ecoturismo é outra iniciativa que a prefeitura quer criar para o Bonete. É a terceira e última fase do projeto total para a área, que também poderá receber verba do Fehidro e resultar na conquista do titulo ISO 4000 em gestão ambiental, após toda a viabilização de benefícios. “Turismo sustentável começa pela infra-estrutura”, Djane observa. (Fonte: Imprensa Livre)

Câmara de Ilhabela conclui reforma e ampliação de prédio na Vila
Presidente ressalta que plenário, onde era o antigo auditório da biblioteca, pode ser utilizado por toda a comunidade

Ilhabela - A Câmara Municipal concluiu a reforma e ampliação do prédio, na Vila. O Legislativo esteve em obra durante oito meses.
Entre as melhorias estão: construção de gabinetes para vereadores e funcionários, instalação de ar condicionado e equipamentos de telefonia e informática. No total, a Câmara de Ilhabela gastou R$ 195 mil.
A área construída passou de 339 para 745 m². Segundo o presidente da Câmara, José Donizete da Silva, a ampliação era uma de suas metas ao assumir o cargo no ano passado.
Ele ressalta que, antes da reforma, existiam apenas duas salas disponíveis para os vereadores. Com a obra, cada vereador passou a ter uma sala equipada com mobiliário, telefone e computador. Também foram contratados estagiários.
Os funcionários do Legislativo também ganharam novas salas. Donizete explica que estas são destinadas à diretoria de finanças, assesso-rias de imprensa e jurídica, departamento de atas e comissões parlamentares. “As obras não apenas beneficiaram os funcionários e vereadores, como também a comunidade”, diz o presidente.
O serviço de PABX foi ampliado para o novo sistema de discagem direta (DDR), com o serviço disque-denúncia (0800-7716091). A entrega oficial da obra acontecerá assim que o presidente da Câmara, vereador José Donizette da Silva acertar a data com o prefeito Manoel Marcos.
Velha polêmica - Desde que a Câmara deixou o prédio histórico do antigo Fórum e Cadeia, também na Vila, uma polêmica foi criada na cidade. A utilização do auditório da Biblioteca Municipal, onde passou a funcionar o plenário, foi criticada por representantes da sociedade civil.
Ontem à tarde, José Donizette ressaltou que o prédio pertence ao município e sua utilização foi autorizada pelo prefeito Manoel Marcos ao ex-presidente Carlos Alberto de Oliveira Pinto. “Quando assumi a presidência, resolvi ampliar porque os vereadores tinham dificuldades para trabalhar”.
Ainda segundo Donizette, a Biblioteca Municipal fun-ciona normalmente no 1º piso do prédio. “Apenas o auditório foi alterado, passando a ser o plenário. Porém, nós costumamos emprestar este espaço para toda a comunidade. Tanto que é usado até pela Justiça nos dias de júri”, enfatizou.
Ele garantiu que não pensa em construir um novo prédio para a Câmara este ano. Contudo, o vereador acredita que, já na próxima legislatura, os vereadores deverão ganhar uma nova casa, provavelmente, no bairro Perequê. (Fonte: Imprensa Livre)

Equipe Prev de Jiu-Jitsu recebe homenagem no Rio de Janeiro

Ilhabela - A equipe Prev Jiu-Jitsu de Ilhabela, que conta com a participação de cerca de 200 alunos, recebeu no último dia 25 de janeiro uma homenagem no Ginásio Caio Martins, em Niterói, no Rio de Janeiro.
Na ocasião, o Mestre Rezende, coordenador da equipe e destaque em 2003, recebeu o título de chanceler emérito do Jiu-Jitsu e medalha de prata como mestre imortal da Federação do Rio, pelo trabalho realizado com as crianças carentes do município de Ilhabela. Mestre Rezende ofereceu a medalha ao prefeito Manoel Marcos, em reconhecimento ao trabalho e incentivo ao esporte na cidade.
Os outros homenageados da equipe Prev foram os atletas Alexandre Figueiredo de Andrade, 3º lugar no geral da Copa Lerjj de Jiu-Jitsu, e Gilberto Trevizane, 1º lugar absoluto master – faixa azul.
No próximo domingo acontece a entrega dos diplomas para os atletas do ranking nacional. Na ocasião será realizada a 1ª Copa Professor Nuno de Jiu-Jitsu. O evento terá início às 10h na Quadra Esportiva do Perequê, e contará com as presenças de diversas academias de SP e outros Estados.
Mestre Rezende aproveitou a entrega das medalhas para agradecer o prefeito Manoel Marcos e Ana Maria Nogueira (madrinha do Jiu-Jitsu em Ilhabela) pela doação de 25 quimonos trançados para os alunos que irão participar da 1ª Copa da Liga, que será realizada na cidade de Guaratinguetá no próximo dia 21 de março. “Agora contamos com 97 alunos com quimonos trançados, próprios para competições, e um incentivo a mais para nossos atletas representaram Ilhabela em qualquer lugar do país e do mundo com muita garra”.
Mestre Rezende ressalta também as colaborações da vereadora Nanci Zanato, com as passagens para o Rio de Janeiro; dos comerciantes de Ilhabela; dos vereadores e, em especial, Braguinha Estamparia, que forneceu as camisas numa parceria com o Restaurante Cheiro Verde e Jornal Diário do Litoral Norte. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Vazamento de óleo atinge 4 km de rio
280 pessoas atuavam ontem na remoção de petróleo no rio Guaecá, em área preservada no sul de São Sebastião

Operários colocam barreiras de contenção no ribeirão Guaecá para tentar impedir que o óleo atinja a praia, em São Sebastião - Foto: Pedro Cavalcanti/VPSão Sebastião - Um vazamento de óleo na faixa de dutos da Petrobras/Transpetro atingiu na manhã de ontem o rio Guaecá, na costa sul de São Sebastião. O petróleo afetou quatro quilômetros do rio, que deságua na praia do mesmo nome, considerada uma das mais preservadas do município.
Uma pequena quantidade de óleo teria atingido o mar no início do acidente, segundo a Cetesb.
A empresa desconhecia ontem as causas do vazamento e a quantidade de petróleo que caiu o rio.
Segundo a Petrobras, o acidente aconteceu devido um defeito no oleoduto que fica enterrado a 1,5 metro da superfície. O óleo fluiu pela terra e atingiu o rio.
A faixa de duto, que sai de São Sebastião, percorre 122 quilômetros até Cubatão (SP), onde são distribuídos diariamente 35 mil metros cúbicos de petróleo. O produto também abastece Capuava (SP).
A distribuição foi interrompida. Os oleodutos ficam acima do sistema de captação de água da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), que não foi atingida.
"O vazamento é considerado de pequena gravidade. Fomos acionados às 9h30 pela Defesa Civil e imediatamente uma equipe foi enviada para controlar o acidente", disse o gerente-geral de Terminal Terrestre e Oleoduto da Transpetro, João Carlos Emiliano Leite.
O gerente afirmou que o abastecimento de Cubatão não ficará prejudicado, pois o reparo deste tipo de acidente é rápido. Uma investigação será realizada para descobrir as causas do vazamento (leia texto nesta página).
A preocupação da empresa ontem era em relação à chuva, que poderia carregar o produto para o mar. "Não posso dizer que não existe o risco pois depende da intensidade da chuva. Nestes casos colocamos o número necessário de barreiras para ter a segurança na operação de limpeza e evitar que o óleo se espalhe", disse o gerente.
O biólogo da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) João Carlos Milanelli disse que uma pequena quantidade de óleo atingiu o mar e a areia da praia.
"Ainda não dá para avaliar a gravidade do acidente. A limpeza da praia está sendo feito de forma adequada", disse. A Petrobras informou que desconhece que o óleo tenha chegado no mar.
CONTENÇÃO - Mais de 280 pessoas trabalhavam ontem no recolhimento do óleo, que está sendo retirado do rio por bombas. Várias barreiras foram instaladas para evitar que o petróleo chegasse até o mar. Como o rio corta a praia, foi necessário a limpeza de alguns trecho da areia que foram afetados pelo petróleo. A previsão é que os trabalhos continuem durante toda a noite.
Uma barreira e um navio de contenção também estão de plantão no mar para atender possíveis emergências caso o óleo chegue até a praia.
Até o final da tarde de ontem, a Cetesb não tinha avaliado se a empresa será multada por causa do vazamento. (Fonte: ValeParaibano)

Causa do vazamento é investigada

São Sebastião - O gerente-geral de Terminal Terrestre e Oleoduto da Transpetro, João Carlos Emiliano Leite, disse que será realizado uma investigação para descobrir as causas do vazamento.
"O duto apresentou algum defeito que estamos investigando. O volume do vazamento será calculado depois da coleta do óleo no rio", disse.
Segundo o gerente, a faixa de dutos passou por reparos no ano passado. Para garantir o funcionamento do sistema, um fiscal percorre as áreas diariamente.
"Ontem (anteontem) um fiscal passou pelo local às 16h e não detectou nenhum problema nos dutos", disse.
Até as 19h de ontem, a empresa estava procurando a parte do duto que apresentou o defeito.
"A previsão é que até amanhã (hoje) encontremos o local do vazamento para fazer os reparos e normalizar o operação", disse.
A Petrobras informou que a limpeza do rio deve ser concluída até amanhã e das margens, na segunda-feira. Haverá uma recuperação de toda área atingida. (Fonte: ValeParaibano)

Ladrões levam TV, alimentos e material escolar de Emei de Paúba

São Sebastião - Ladrões não pouparam cerca de 60 crianças, de quatro e seis anos de idades, que estudam na Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) no bairro Paúba, na Costa Sul. Eles invadiram o estabelecimento, na madrugada, e levaram desde equipamentos até material escolar.
O furto foi descoberto pela manhã, quando um funcionário, ao abrir a unidade, percebeu que a porta de entrada tinha sido arrombada. Do interior da escola faltava a televisão, o aparelho de som e o vídeo cassete.
Também não foram poupados gêneros alimentícios como biscoitos, lata de extrato de tomate, feijão e leite em pó, entre outros, e material escolar. Esta seria a primeira vez que a escola, que estaria há dez anos no bairro, sofre invasão de ladrões. Este tipo de crime já ocorreu em creches e escolas da região central e Costa Norte do município. (Fonte: Imprensa Livre)

Balconista se tranca e põe fogo na própria casa

São Sebastião - Uma casa na avenida Walkir Vergani, bairro Boiçucanga, na Costa Sul, ficou parcialmente destruída em um incêndio que teria sido provocado pela própria dona, a balconista F.J.L., 27 anos, que ficou trancada dentro do imóvel.
Vizinhos viram a fumaça e avisaram a Polícia Militar. Os policiais tiveram que arrombar a porta, trancada pelo lado de dentro, para resgatar a balconista, que tinha desmaiado. Ela teria ateado fogo em uma moto que estava dentro da casa.
A mulher teria colocado panos em cima do veículo, aberto o tanque de gasolina e ateado fogo. A moto seria do namorado. O casal teria brigado, motivando o incêndio.
F. foi conduzida ao pronto-socorro de Boiçucanga, onde permaneceu em observação. Segundo a recepção, seu estado inspirava cuidado, mas o caso não seria grave.
A Polícia Militar registrou no 2° Distrito Policial como averiguação de suicídio. O namorado não chegou a ser localizado pela polícia.
A casa, com cerca de 40 metros quadrados, era de alvenaria e telha de amianto, o que provocou diversos estouros, assustando vizinhos. O imóvel foi parcialmente destruído pelas chamas, que foram apagadas, por baldes de água e areia, pela Polícia Militar,por uma equipe de resgate dos bombeiros, que estava na sede da Salvamar, em Maresias, e com a ajuda de moradores.
Em razão da distância entre o Centro e Boiçucanga, que não daria tempo hábil para conter o incêndio antes da destruição, o caso não teve intervenção do caminhão de incêndio do Corpo de Bombeiros. (Fonte: Imprensa Livre)

Vereadores rejeitam pedido de revogação da Lei de Uso do Solo

São Sebastião - A Câmara rejeitou por maioria de votos o projeto de lei complementar 21/03, de autoria do vereador Benedito Amâncio (PPS), que dispõe sobre a revogação das leis 38 e 39/03, que alteraram dispositivos da lei de Uso e Ocupação do Solo, sancionadas no ano passado pelo prefeito Paulo Julião (PSDB).
Votaram a favor da revogação do projeto os vereadores Luiz Leite Santana (PV), o Zangado, Sérgio Pereira (PV), Edvaldo Amarante Reimberg (PPS), além do autor do projeto, Benedito Amâncio (PPS).
Os contrários foram Milton Costa (PMDB), José Luiz Ribeiro, José Irineu de Souza (PSB), João Barreto (PL), Ronaldo Lourenço (PL), Carlos Borba (PMDB), Marcos Fully (PSDB), Dalton José da Silva (PL) e Marco Antonio de Souza (PSDB). O vereador Joel de Matos (PP) não compareceu a sessão.
“Achamos não necessário à revogação das leis, até porque corre na justiça ação das referidas leis”, disse o líder do prefeito na Câmara, marco Antonio de Souza.
A sessão ordinária da Câmara, que durou aproximadamente três horas, também serviu para aprovação de quatro projetos de lei.
Dois deles são de autoria do vereador Edvaldo Amarante Reimberg.
O primeiro estabelece a política do livro, na difusão, estímulo à leitura e as bibliotecas municipais. O segundo dá prioridade de tramitação aos procedimentos administrativos em que figure como requerente, pessoas com idade igual ou superior a 60 anos.
O último projeto aprovado foi do presidente da Casa, Marcos Leopoldino (PTB), que acrescenta ao cargo do professor Machado Rosa, como doutor, nome da Tribuna Livre da Câmara. (Fonte: Correio do Litoral)

São Sebastião vai ganhar associação contra a corrupção
Em Ilhabela, já existe a ong Amailha, que trabalha nos mesmos moldes da Amarribo

São Sebastião - Fiscalizar as ações do Executivo. Esse é um dos objetivos da Amass (Associação Moradores e Amigos de São Sebastião), criada em São Sebastião, por representantes de sociedades amigos de bairro, ongs, federações, e moradores da cidade.
Além disso, a Amass quer trabalhar em prol do meio ambiente, saúde e educação. O anúncio foi feito depois de uma palestra, realizada no sábado 7, em Juquehy, na Costa Sul, com representantes da Amarribo (Amigos Associados de Ribeirão Bonito), que denunciou esquema de corrupção na prefeitura de Ribeirão Bonito.
Na oportunidade, eles relataram a experiência da associação, inclusive sobre o pedido de renúncia do prefeito de Ribeirão Bonito, depois de irregularidades apontadas por ela. “Temos muitas entidades na cidade que mostram trabalho, mas não temos uma que seja um aríete político. Precisamos de uma ong que investigue, que se oponha ou aplauda. Está lançado o embrião”, disse a primeira secretária da Samju (Sociedade Amigos de Juquehy), Regina Helena de Paiva Ramos.
Ela justificou a ausência na reunião de representantes de partidos políticos. “Eu convidei o pessoal da Amarribo para que falasse de sua associação. Somos pessoas que não concordamos com algumas posições dos governos municipal, estadual e até federal, mas não queremos vincular a associação com partidos políticos ou oposição”.
Para a presidente da Federação Facenorte, Rosely Santaella, a intenção é desvincular a associação como opositora das administrações. “Somos moradores e amigos da cidade e o que importa é que a associação seja de pessoas com objetivo de evitar a corrupção”.
Uma nova reunião deverá ser agendada para discutir as formas legais para criação da Amass. Posteriormente, haverá votação para os cargos.
Ilhabela conta com a ong Amailha, que trabalha nos mesmos moldes da Amarribo.
“Nós nos consideramos a primeira afiliada da Amarribo. Buscamos interesses que melhorem a qualidade de vida da cidade e que ela não seja cenário ou lugar para corruptos”, esclarece o presidente Danilo Giamondo Francisco.
- Denúncias provocaram renúncia do prefeito
Ribeirão Bonito faz jus ao nome quando o assunto é a paisagem. Localizada a 270 Km da capital paulista, é uma daquelas típicas cidades do interior, com muito verde e igrejinhas.
Um grupo de amigos, nascidos lá, entre eles, Antoninho Marmo Trevisan, Antônio e José Chizzotti, João Ianhez, e Josmar Verillo, hoje profissionais bem-sucedidos, fundou, em 1999, a Amarribo (Amigos Associados de Ribeirão Bonito), uma organização nãogovernamental voltada para a promoção do desenvolvimento humano e social da cidade. Cinco anos depois, a Amarribo mudou o destino da cidade. Pouco após sua criação, os fundadores iniciaram um movimento contra a corrupção.
Tanto fizeram, reclamaram e denunciaram, que à medida que começaram a se envolver com os problemas da cidade, ficou evidente para eles que não adiantava apenas atacar as conseqüências mais visíveis do abandono da região.
Segundo os integrantes da Amarribo, a merenda escolar, por exemplo, não tinha carne, embora o dinheiro para pagála tivesse saído dos cofres do município.
E por outro lado, sobravam carros e imóveis oficiais adquiridos de uma hora para outra pela prefeitura. Denúncias foram feitas ao Ministério Público, que após dez meses de investigação, resultaram na renúncia do prefeito de Ribeirão Bonito, Antonio Sérgio de Mello Buzzá (PMDB), que chegou a ser preso. A experiência da associação está registrada na cartilha "O combate à Corrupção nas Prefeituras do Brasil".
“Assim como meus companheiros, eu sentia que deveria honrar o que aprendi durante a minha vida escolar em Ribeirão Bonito”, diz Antoninho Marmo Trevisan, sócio da Trevisan, a maior empresa brasileira de auditoria e consultoria. A cruzada contra a corrupção tornou conhecido o trabalho da Amarribo, e hoje há no País projetos de outras ongs para "cuidar" de cidades.
- Para Amarribo, região deve cuidar do potencial turístico O sucesso da Amarribo na pequena cidade de Ribeirão Bonito  chamou a atenção de pessoas ligadas às sociedades amigos de bairro, ongs e moradores do Litoral Norte, onde a associação realizou duas palestras.
A primeira parada foi em Ilhabela, onde dezenas de pessoas se aglomeraram no plenário da Câmara. Lá, Josmar Verillo e José Chizzotti, dois dos cinco fundadores da Amarribo, falaram do trabalho contra a corrupção e tiraram dúvidas das pessoas.
A segunda e última foi em São Sebastião, no bairro de Juquehy, Costa Sul. Aproximadamente 50 pessoas participaram do encontro.
Segundo Chizzotti, é de extrema importância a participação das pessoas, para o bemestar das cidades. “Elas podem tirar proveito de nossas experiências para ir à luta contra os corruptos.
É difícil pegá-los, até porque os bandidos estão bem-organizados. Hoje, é muito fácil desviar dinheiro, pois existem muitas empresas especializadas”.
Chizzotti ressalta que praticamente 90% das prefeituras do País têm corrupção. “Político está propenso à corrupção. Temos de partir para a premissa de que político honesto não tem medo de ser investigado”.
Ele disse ainda estar surpreso com a representatividade popular na região. “Isso conta muito. Nossa intenção é alertar esse Brasil afora sobre a corrupção e desvios de dinheiro, que deveria ser empregado em benefício da população”.
Para finalizar, falou da possibilidade da organização de grupos no Litoral Norte. “A região tem uma coisa que não temos em Ribeirão Bonito, uma natureza privilegiada. Vocês moram num paraíso, onde a exploração turística é a principal fonte de sobrevivência. Se as autoridades souberem administrar esse potencial turístico, a região vai ser uma das melhores para se viver, não só fisicamente, como moralmente”. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Surf News

Hotel Sol e Vida inaugura Sushi Bar

Ubatuba - O Hotel Sol e Vida - www.solevida.com.br - inaugura hoje às 19 horas o “Sunrise Sushi Bar“, a mais nova iniciativa do hotel no sentido de oferecer alternativas ao público de Ubatuba, com elevada qualidade e a preços extremamentes realista aos momentos atuais.
O hotel elaborou um variado cardápio de sushi e sashimi em conformidade com o sushiman “Sergisan“, que serão servidos dentro do mais requintado padrão de originalidade e qualidade.
Segundo Marco Antonio Rugiero, proprietário do hotel, o sushiman é um dedicado mestre da arte culinária japonesa e aplicará sua experiência e dedicação adquirida em seus 15 anos de atividade, agora no renomado espaço de gastrônomia do hotel.
Considerando que o novo espaço, igualmente como os atuais restaurantes do hotel, estão abertos ao público em geral, o Hotel Sol e Vida espera poder continuar a merecer o apôio de todos.
O atendimento terá inicio dia 19 (quinta-feira) sendo que no “carnaval“ a partir das 11 horas e fora dos feriados prolongados de quinta á domingo a partir das 18 horas.

Apae de Ubatuba suspende aula por falta de repasse de verba

Ubatuba - A Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Ubatuba suspendeu o atendimento aos 58 alunos por falta de verba repassada pela prefeitura. As aulas, que deveriam começar ontem, foram adiadas.
Segundo o diretor da Apae, Edvair Bogiani, a prefeitura colaborava mensalmente com R$ 13 mil, parte de um convênio que terminou em dezembro. O diretor disse que para firmar o convênio a prefeitura exige um série de documentos, que já teriam sido protocolados.
O secretário de Educação, Corsino Aliste Mezquita, confirmou que o convênio não foi renovado e justificou dizendo que a documentação da Apae estaria incompleta. “Não podemos tomar nenhuma providência até que a associação entregue toda a documentação.” (Fonte: Imprensa Livre)

Curva perigosa na Praia Vermelha: mais uma carreta tomba de noite

Ubatuba - O local já está mais do que marcado pelos acidentes. Nos últimos meses já ocorreram alguns casos graves nas proximidades da praia Vermelha do Norte, em Ubatuba, com algumas vítimas fatais.
O local é tão perigoso que foi escolhido para a simulação de um acidente de trânsito há cerca de 2 meses realizado pela Defesa Civil , em conjunto com as polícias Rodoviária Federal e Estadual.
Desta vez não foi simulação e uma carreta que transportava telhas tombou na curva que dá acesso a praia Vermelha do Norte, aumentando as estatísticas do local.
Segundo o motorista, Adolfo Silveira Vital, um dos cabos de aço que sustentavam a carga rompeu, puxando a carroceria para o lado direito da pista o que fez com que a carreta tombasse ao final da curva.
O caminhão vinha de Santa Cruz da Conceição, na região e Campinas, e teria como destino São Gonçalo no Rio de Janeiro .
O acidente aconteceu por volta de quatro e meia da manhã e a esposa do motorista, Maria Aparecida, que viajava ao seu lado sofreu ferimentos leves e foi rapidamente socorrida pelos homens do resgate sendo encaminhada para a Santa Casa de Ubatuba. O motorista saiu ileso, mas bastante assutado.
Com o tombamento da carreta muito óleo foi derramado na pista, o que exigiu ainda mais atenção por parte dos Policiais Rodoviários Federais que rapidamente providenciaram a limpeza do local e a remoção da carreta que se deu por volta das 8 horas da manhã. (Fonte: Imprensa Livre)

Suposto traficante é preso com quase dois quilos de maconha

Ubatuba - O suposto traficante J.R.R.O., 42 anos, o “Barril”, foi preso na tarde de ontem com 1,6 quilo de maconha, que estavam enterrados no mato, em frente ao local onde ele morava, no bairro Praia Grande.
A área fica entre um restaurante e uma pousada, onde funcionava uma imobiliária e se encontra abandonada. “Barril” teria invadido o imóvel onde estaria morando e traficando. A Polícia Civil da cidade investigava há cerca de 30 dias o suspeito.
Os policiais viram onde ele pegava a droga enterrada e a movimentação típica de usuários comprando. Dentro do imóvel, a polícia ainda apreendeu um revólver, calibre 32.
“Barril” foi conduzido à delegacia e autuado por tráfico e porte ilegal de armas. Ele deverá ser removido para São Sebastião, onde ficará recolhido na cadeia masculina local. (Fonte: Imprensa Livre)

Tapa-buraco na Região Norte no Carnaval

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba vem concentrando as ações de recuperação de asfalto e estradas vicinais nos bairros da Região Norte. Após a conclusão dos serviços de pavimentação em cerca de 1.800 m, correspondente aos principais trechos críticos da estrada do Camburi, a Secretaria de Obras recuperou o acesso à Praia da Almada. Na sequência, a operação tapa-buraco vai para a Picinguaba e Sertão do Ubatumirim. “Os moradores da Fazenda da Caixa também serão atendidos. Pretendemos concluir os reparos o mais breve possível. Infelizmente não temos contado com tempo bom para dar sequência aos serviços”, afirma Jeriel Rocha, secretário de Obras. A maioria dos pedidos tem sido feito durante contato com o Prefeito Paulo Ramos na Praça Nóbrega às segundas-feira. Os reparos e, em alguns trechos a construção de “tapetes”, ou seja, de todo pavimento, visa ainda permitir o acesso normal dos turistas às praias e o tráfego permanente das linhas regulares de ônibus. (Fonte: ACS-PMU)

Sol Nascente expõe telas

Ubatuba - Com uma variedade de temas os alunos e alunas do Projeto “Sol Nascente” estão expondo no Paço Municipal as telas produzidas em suas instalações. O material utilizado - relevos em tinta plástica em atadura gessada e tinta plástica sobre madeira - teve como orientador o produtor de teatro Wladimir Santos. “Um trabalho voluntário de grande valor artístico”, diz Laura Cereser, coordenadora. São 8 alunos que estão expondo. Ana Cristina, de 14 anos, apresenta-se com sua obra “Esotérico”; Laimi Jesus, 9 anos, com “Espaço Sideral” e Claudia Amira, 9 anos, com “Palhaço” . A entidade conta com apoio do Fundo Social de Solidariedade, Secretaria de Assistência Social e Fundart com o desenvolvimento de projetos voltados para artes plásticas, teatro e música. O treinador Pipoca, da Secretaria de Esportes e Lazer, já montou uma equipe que ganhou uniforme e está em condições de competir. (Fonte: ACS-PMU)

Prestação de contas no Perequê-Mirim

Ubatuba - A Secretaria de Fazenda e Planejamento da Prefeitura de Ubatuba estará apresentando, em audiência pública, no próximo dia 27 de fevereiro, 6a feira, às 18h00, a prestação de contas referente ao 3o quadrimestre de 2003. A reunião será na EM Profa Maria da Cruz Oliveira, na rua Pedra Verde, 294, no Sertão do Perequê-Mirim. Os dados a serem apresentados representam a consolidação dos dados do exercício passado e uma exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal.. “ Estamos sempre levando para os bairros a prestação de contas para manter o maior número possível de cidadãos informados de como a Prefeitura investe os recursos dos impostos” afirma o prefeito Paulo Ramos. Os moradores dos bairros do Ipiranguinha, Sertão da Quina e Estufa II já assistiram a este tipo de exposição. O orçamento da Prefeitura vem apresentando uma constante evolução: a receita de 2002 foi de R$ 74,9 para uma despesa de R$ 69,7 milhões; em 2003 foi de R$ 80,2 para R$ 79,8 milhões. Para o ano em curso o orçamento aprovado é de R$ 83,4 milhões. (Fonte: ACS-PMU)

Secretário confirma audiência

Ubatuba - O Secretário de Estado da Defesa da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes confirmou reunião com o prefeito Paulo Ramos, de Ubatuba, no próximo dia 1o de março na sede da Secretaria, na Capital. O encontro foi solicitado pelo prefeito para tratar das providências relacionadas com o funcionamento do Forum cujas obras deverão estar concluídas ainda neste primeiro semestre. Além dos secretários municipais Luiz Bitteti , de Assuntos Jurídicos e Jeriel Rocha, de Obras, a comitiva do prefeito contará com a participação da Juiza Eva Lobo Chaib Dias Jorge, Diretora do Forum e do presidente da OAB local, Luiz Celso Rocha. (Fonte: ACS-PMU)

Creche garante 50 crianças na Estufa II

Ubatuba - A reforma e ampliação da creche da Pedreira e as inaugurações de mais duas unidades - no Ipiranguinha e Estufa II - demonstram a atenção da Prefeitura de Ubatuba para com a primeira infância. Ainda em março a Secretaria de Educação programou a entrega de mais 5 salas da EMEI Helena Maria Mendes, no Ipiranguinha, totalmente reformada e da EMEI Bessie Ferreira Osório, no Itaguá, também reformada e ampliada.
Durante a cerimônia de inauguração na última sexta-feira, 13, na Estufa II, o prefeito Paulo Ramos fez questão de ressaltar os investimentos na área da Educação enfatizando o montante de salas construídas (66) e o desafio imposto pelo crescimento do número de alunos que saltou de 7.300 em 2000 para 12.300 em 2003. Os passes escolares saltaram de 15 para 30 mil mensais; os alunos transportados de 6 para 12 mil e a merenda de 15 para 22 mil/dia.
Para o Secretário de Educação, Corsino Aliste Mezquita, os recursos para Educação vem sendo mantidos e para este ano há um volume de obras em andamento compatível com as necessidades do município. “Há um esforço muito grande da Secretaria, de todos os funcionários, professores e Associação de Pais e Mestres para corresponder ao aumento da demanda” informa o Secretário.
A inauguração contou com a presença dos vereadores João Maziero, que como representante da Sociedade Amigos do Bairro da Estufa - SABE, ressaltou a grande luta para conquistar a creche para o bairro, além dos seus colegas Osmar de Sousa e Irinaldo Samuel dos Santos.. A diretora da EMEI, Luciana Valério Cunha agradeceu o empenho das autoridades pela grande obra social e a professora Maressi Rodrigues Gogi, fez a saudação em nome do Delegado de Ensino, Laercio Albarici. (Fonte: ACS-PMU)

ACE-Ubatuba da apoio à ganhadora do IV concurso de Redação

Ubatuba - Maria das Neves, 44 anos, separada, mãe de quatro filhos e dois netos, nasceu na cidade de Água Claras, Pernambuco. Foi à escola quando criança e por motivos de trabalhos e vários outros teve que parar de estudar.
Retornou à escola com 44 anos, pela alfabetização solidária, que ela mesma lutou para trazer ao seu bairro. Estudou quatro meses com muita alegria, foi então que fez a redação e foi ganhadora a nível nacional, do VI Concurso de Redação 2003.
Maria da Neves é hoje um exemplo de perseverança, já está em vias de lançar seu primeiro livro de poesias.
“Hoje além de elevar a minha auto estima, este prêmio está abrindo novas portas e oportunidades para mim”, “Quero continuar meu trabalho, meus estudos e ser um incentivo para as pessoas que tem vontade de aprender a ler e a escrever”, diz ela.
Cópia fiel da redação de Maria das Neves, que conquistou o 1º lugar oficial do concurso:
"Quero continuar a aprender.
Porque quero ser uma cidadã desente. Assinar meu nome em qualquer lugar onde eu passar. Saber ler praças e anúncios contar uma estorinha do livro para meus filhos. Quero saber entrar e sair em qualquer lugar sem que não precise perguntar onde estou? E para onde vou?
Quando eu chegar em um departamento e alguém me pergunta: assina? E eu siiim!!!
Quero aprender para que meus filhos não fique sem graça quando alguém perguntar seus pais sabem ler! Eles dissem sim. Quero aprender a ler mais do que assinar o meu nome. Por que quando eu estiver com meus 60, 70 ou 80 anos não vou ter mais companhia de meus filhos todo os minutos. E a única coisa que vai me fazer companhia vão ser uns bons livros eles serão meus amigos que conversar comigo todos os momentos do resto de minha vida."
(Fonte: ACE-Ubatuba)

DER recebe Moção de Apoio

Ubatuba - O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Rogério Frediani (PTB), na última terça-feira entregou uma moção de apoio ao DER UBA-(TBT-4), Unidade Básica de Atendimento de Caraguatatuba, responsável pelo Litoral Norte, pelos excelentes serviços prestados. A unidade realiza campanhas educativas como instrumento de prevenção de acidentes nas rodovias além de resgate, controle de informações de tráfego através do telefone 0800-555510, guinchos leves e de caminhões pesados. “Esses profissionais trabalham 24 horas, são nossos anjos na estrada e merecem elogios pelo empenho e profissionalismo”, afirmou Frediani. Higino Santana Filho, encarregado de setor que representou a equipe, agradeceu o apoio. “Estamos muito felizes com a homenagem”, disse. Engenheiro Flávio Carneiro Cesare, gerente geral, engenheiro Joel de Oliveira, gerente de conservação, Paulo Lauzilote e Sebastião Jacinto dos Santos, supervisores, Silvio P. Rocha, supervisor de resgate e demais funcionários integram a UBA-(TBT-4)-Caraguatatuba. (Fonte: Luana Coelho)

Fundo destina verbas à Saúde

Ubatuba - Na última semana, o presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Rogério Frediani (PTB) recebeu ofícios do Ministério da Saúde, Fundo Nacional de Saúde comunicando o envio de verbas para programas de saúde do município. Foram destinados ao pagamento de Teto Financeiro de Epidemiologia e Controle de Doenças, R$9.267,65; pagamento de média e alta complexidade - visa/taxa de fiscalização, R$ 4.127,22; consultas, R$ 181.772,38; incentivo no âmbito do programa nacional de HIV (Aids) e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST), R$ 4.166,67; registro civil e nascimento, R$125,00 e pagamento de incentivo para as ações de controle da tuberculose na atenção básica, R$ 12.183,25. (Fonte: Luana Coelho)

Moradora questiona falta de creche em bairro

Ubatuba - Benedita Geralda de Oliveira, residente no Perequê-Açú está insatisfeita com a falta de creches em seu bairro e através de uma carta, enviada a diversos órgãos competentes, resolveu desabafar. “Venho por meio desta desabafar os meus conflitos, pois não tenho conseguido dormir, já que ouço e vejo falar tanto que as crianças são o futuro de nosso país. Eu só peço uma explicação, como isso pode ser possível se mal temos escolas para os nossos filhos estudarem, por exemplo, primeiro a creche do Perequê-Açú foi transformada em escola durante 2 anos deixando de atender muitas crianças a partir de 4 anos só podem ficar meio período. Ora, como uma mãe vai trabalhar e deixar o seu filho de apenas 4 anos somente neste período já que tem que trabalhar das 8 às 18 horas? Passaram-se dois anos e nada mudou. Fizeram no Terminal Turístico uma escola provisória e isto já dura 4 anos. Somando todos esses problemas lá se vão seis anos. Como se isto não bastasse a creche do Perequê-Açú não pode atender a todos que precisam, não existem vagas suficientes. Os pais são submetidos a levarem seus filhos para a creche da Pedreira, então depois de um ano exaustivo podem sorrir porque passarão pelo teste de resistência. Bom, sei que alguém vai perguntar a origem do teste. Ora, uma mãe que mora no Perequê-Açú tem que levantar bem ou pelo menos acordar seu filho às 5:30 da manhã para prepara-lo e correr para chegar a tempo, subindo o morro na creche da Pedreira, e logo depois ir trabalhar. Após a jornada de trabalho, volta para a creche pega seu filho e vai para casa cuidar de seus outros afazeres. A mãe que conseguir essa proeza ganha o prêmio. Parabéns!!! Nós vivemos em um bairro enorme, um bairro lindo, eu amo esta cidade, este bairro, por isso tirei meu titulo aqui. Infelizmente eu fico pensando, será que tem um candidato a vereador ou a prefeito que mereça o meu voto? Eu não sei. O que eu peço é mais respeito com nossas crianças que são o futuro de nosso país. Obrigada pela atenção!!!Benedita Geralda de Oliveira, residente no bairro do Perequê-Açú”. A moradora, na última semana procurou o presidente da Câmara Municipal, Rogério Frediani (PTB), que prontamente atendeu a sua solicitação, encaminhando um ofício ao secretário de educação, Corsino Aliste Mezquita para que sejam tomadas as devidas providências. (Fonte: Luana Coelho)

Programação Carnaval 2004 em Ubatuba

Sexta-feira – 20/02
- Desfile do Bloco “Galo da Meia Noite” – concentração na praça do Artesão – Perequê-Açu
- 22 horas - Carnaval na Avenida Iperoig

Sábado - 21/02
- Das 15 às 18 horas - Baile Infantil com música ao vivo - Ginásio de Esportes “Tubão” - entrada franca
- 18 horas – Desfile Bloco do “Boi Chorão” – Praia do Ubatumirim (canto da Justa)
- 20 horas – Desfile do “Bloco da Caxorrada”, concentração em frente ao Ginásio de Esportes “Tubão”
- 21 horas – Desfile do Bloco Água Doce
- 22 horas – Carnaval na Avenida Iperoig

Domingo – 22/02
- Das 15 às 18 horas - Baile Infantil com música ao vivo - Ginásio de Esportes “Tubão” - entrada franca
- 18 horas – Desfile do Bloco do “Boi Chorão” – Bairro do Sumidouro
- 21 horas - “Carnaval Festa no Coreto” com a apresentação da banda “Ubatubanda” e participação do bloco “Recordar é Viver” – Coreto da Igreja Matriz no centro
- 22 horas – Carnaval na Avenida Iperoig

Segunda-feira – 23/02
- Das 15 às 18 horas - Baile Infantil com música ao vivo - Ginásio de Esportes “Tubão” - entrada franca
- 18 horas – Desfile do Bloco do “Boi Chorão” – Bairro do Sumidouro
- 20 horas – Desfile do “Bloco da Caxorrada” – concentração em frente ao Ginásio de Esportes “Tubão”
- 22 horas – Carnaval na Avenida Iperoig

Terça-feira – 24/02
- Das 15 às 18 horas - Baile Infantil com música ao vivo - Ginásio de Esportes “Tubão” - entrada franca
- 21 horas - “Carnaval Festa no Coreto” com a apresentação da banda “Ubatubanda” e participação do bloco “Recordar é Viver” – Coreto da Igreja Matriz no centro
- 22 horas – Carnaval na Avenida Iperoig (Fonte: ACS-PMU)

Guia Turístico de Ubatuba: Satisfação aos Participantes

Ubatuba - Tivemos certos contratempos na finalização deste trabalho, mas podemos garantir que estarão circulando 20.000 exemplares da segunda edição deste trabalho, com a versão em Inglês impecável e de admirável beleza. Elaborado numa fórmula de participação inovadora, sem aqueles anúncios convencionais e que possibilita ao participante restituir o investimento e ainda gerar lucros, além de propagar por longo período as informações de cada partícipe. Uma iniciativa em benefício da cidade.
Agradecemos a paciência de todos que seguem, pelo apoio a esta iniciativa que resultará numa excelente ferramenta ao tão importante turismo de nossa cidade:
Arte e Artesanato: Artista Plástico Osvaldo Pires, Hardentia Artesanato em Couro de Peixe, Art Sea Artesanato, Cunha Artes, Batik Artesanato, Artista Plástico André Mesquita, Santa Martha das Pedras Atelier de Cerâmica e Rosa Penteado Atelier de Cerâmica em Rakú. Auto Locação: Ubatuba Rent a Car e Localiza Rent a Car. Auto Elétrica/Mecânica: Central e Do Gato/Itaguá. Auto Peças: Itaguá. Bancas de Jornal e Livraria: Banca Santos Dumont, Banca Avenida, Banca de Jornal Sapé/Maranduba, Banca Sapé II/Pontal da Lagoinha, Revistaria do Gordo, Revistaria Finessi e Livraria Costa Verde. Compras: Shopping Porto Itaguá, Biquínis by Água de Coco, Santa Helena Boutique e Com Carinho Brinquedos e Presentes. Entretenimento, Cultura e Meio Ambiente: Aquário de Ubatuba, Projeto Tamar, Cespema Escola Oceanográfica, Ong Natureza & Ciência Ecológica e APPRU (Amigos na Preservação, Proteção e Respeito a Ubatuba). Fotografia: Foto Avenida. Informática/sites: www.litoralvirtual.com.br , www.ubatubacity.com.br , New Tec Computadores, Sitecom Teleinformática e Infodesign. Igrejas: Igreja Católica Exaltação da Santa Cruz e Igreja Mundial Messiânica do Brasil. Imobiliárias: CasaMar Imóveis, Bolsa de Imóveis de Ubatuba, Maria Pia Imóveis, Ney Barbosa Negócios Imobiliários, NPR Negócios Imobiliários e Pierre Imóveis. Jornal: A Cidade. Materiais Elétricos e Hidráulicos: Duarte Elétrica. Onde Comer: Restaurante Pedra Azul, Restaurante Ita Coffee Shop 24 h, Sorveterias Rocha, Restaurante Delícias da Cabocla, Restaurante Rei do Camarão, Quiosque Festa do Sol, Restaurante Malibu, Restaurante Varanda da Enseada, Pizzaria Artista da Pizza, Disk Pizza da Nona, Quiosque Toca do Bigode, Quiosque Píer Bar, Pizzaria São Lourenço, Cafeteria Expresso Itaguá, Chopperia Zero Grau, Bar e Mercearia Casal 20, Restaurante, Bar de Praia e Sorveteria Picimbar, Quiosque Ponto de Encontro, Restaurante A Taberna, Chopperia/Fliperama Avenida, Restaurante Peixe com Banana, Quiosque Bali Beach, Quiosque da Tia, Quiosque Coqueirinho e Padaria Samambaia. Onde Ficar: Recanto das Toninhas Hotel, Itamambuca Eco Resort, Hotel Coquille, Acqua Flats, Pousada Estrela do Mar, Pousada Albatroz, Tropicana Hotel, Hotel São Nicolau, Pousada Enseada dos Búzios, Hotel Villa di Capri, Pousada da Praia/Felix, Pousada Canto dos Golfinhos, Pousada Martim Pescador, Pousada Rancho da Tia, Camping Pousada Sítio Usina Velha, Pousada Torre Del Mar e Pousada do Marwin. Opções Noturnas: Magnólia Piano Bar, Beethoven Music Bar, Bali Bar, Rock Point e Sprint. Operadora de Mergulho: Omnimare. Órgãos Públicos e Instituições: Prefeitura Municipal, Associação Comercial, Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria de Educação, Fundart, Polícia Militar, Assessoria de Assuntos Comunitários da Prefeitura Municipal, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal, Bombeiros, ADUBA, APAE, Associação dos Aposentados, Secretaria de Assistência Social e Guarda Mirim. Passeios de Escunas: Cabral Turismo e Mykonos Turismo. Professora e Intérprete de Francês, Inglês e Espanhol: Anamaria Morales. Professores e Intérpretes de Inglês e Alemão: Lili e Paul Boldt. Publicidade: Ephe.com.br e Web Design Célia Costa. Rádio: Gaivota FM e Costa Azul AM. Saúde e Beleza: Salto da Divisa Fitness Center, Clínica Canto da Praia/Fisioterapeuta Gláucia Ormachea, Fisioterapeuta Júlio Cardoso, Márcio Ramos Professor de Yoga Clássico, Dentista Cinthia Sampaio Cristo, Pronto Socorro Dentário 24 h, Clínica de Olhos Dr. Fumagalli, e Clínica Veterinária Itaguá/Dr. Daniel Sampaio Cristo.Tarô: Taróloga Síria. Telefones Úteis: Disk Gás e Água Mineral Motogás, Chaveiro Ligeirinho 24 h, Eletro Norte Refrigeração, Ideal Contábil, Gráfica São Lourenço, Carvão Fortaleza, Real Extintores, Disk Compras Top Stop, Zero Grau Congelados, Táxi Arnaldo, Prod. de limpeza Ubadesklimp e Dedetizadora Sanets.Turismo Receptivo: Serra do Mar Turismo Ecológico.Vídeo Locadora: Foco Vídeo. (Fonte: Revista Local)

Artigo Topo

Carnaval com Óleo
Irineu Nalin

Vazou óleo mais uma vez do oleoduto da Petrobrás atingindo o Rio Guaecá, principal fonte de abastecimento de água utilizada pela Sabesp para fornecimento às praias de Guaecá, Barequeçaba e Pitangueiras.
Até há alguns anos essa captação era feita a jusante do oleoduto. Com a nova captação efetuada apenas a poucos metros a montante do oleoduto o risco de contaminar todo um sistema de fornecimento de água fica eliminado, mas não deixa de ser mais um grave acidente que compromete o meio ambiente em um dos trechos do oleoduto mais críticos em que esta assentado, que vai principalmente do Topo até Paúba.
Um breve histórico é necessário para compreender a situação, pois em poucos quilômetros já ocorreram 4 acidentes: em 1994, o mais grave, no Costão do Navio, com derramamento de cerca de 3 milhões de litros , que formou uma vasta mancha de óleo em direção a Ilhabela, nesse caso a redução da pressão com o rompimento do tubo indica que não houve acionamento do mecanismo de desligamento do bombeamento, caso isso tivesse ocorrido a quantidade de óleo derramado teria sido muito menor; em 1988, na Praia Brava, onde havia um recalque na rodovia, paralela ao duto, ocasionado pelas chuvas há mais de ano, o que evidenciou total falta de monitoramento, que poderia ter evitado esse acidente previsível e, em 1992, no Toque-Toque, por motivos semelhantes.
De fato, o oleoduto entre o Topo e Paúba está assentado muito próximo do oceano em escarpas da Serra do Mar, com desníveis de terreno bastante acentuado e sujeito a constantes movimentações. A alternativa mais sensata seria investir na alteração desse traçado, de forma que não comprometa mananciais e praias, pois o custo social destes acidentes é maior que o custo econômico dessa retificação. Um estudo necessário em vista da freqüência desses acidentes e de que sua implantação há 40 anos desbravou uma região que não contava sequer com estrada, privilegiando o traçado que oferecia mais facilidades operacionais para realização da obra.
A gravidade do acidente do Costão do Navio em 1994, ensejou ações de movimento ambientalista que lideramos junto a Presidência da República, culminando com a submissão do oleoduto a uma varredura eletrônica de inspeção interna "pig instrumentado". Os resultados desse diagnóstico e outros analisados pelo IPT nunca foram divulgados junto à comunidade. Mas, como sabemos há cerca de mais ou menos dois anos ocorreu a substituição de muitos quilômetros de tubos em vários trechos dessa linha, cuja obra era visível em locais próximos a Rodovia e através da grande quantidade de tubos empilhados nos acampamentos das empreiteiras. Isso foi realizado sem qualquer divulgação e conhecimento da imprensa e da comunidade, como tem sido prática da Petrobrás ou como dizia Roberto Campos "Petrossauro".
Outros inúmeros acidentes, como na semana passada no canal, ou a explosão do "Alina P" em 31/12/91, cujos destroços estariam ainda lá não fosse a mobilização da comunidade (como a ação desencadeada com crianças jogando garrafas ao mar com mensagens de protestos, etc.), comprometem seriamente o meio ambiente. Basta dizer que siris e moluscos como o pregoai (Strombius Pugilis), que eram abundantes no Guaecá desapareceram por seis anos após o acidente do Costão do Navio e só mais recentemente é que começaram a aparecer.
A comunidade gostaria de contar com transparência não só da Petrobrás mas também das demais autoridades. Caso isso não venha a ocorrer só nos restará aguardar apreensivamente o próximo acidente.
De qualquer forma, a "São Sebastião bonita por natureza", não resistirá a tantos acidentes provocados por essa empresa e pela irresponsabilidade da maioria de seus vereadores com a manutenção da absurda alteração da Lei de uso do solo.

Irineu Nalin é economista
Ir./18/02/04

Carta do Leitor Topo

Denúncia - Esgoto de casas, chalés e escola municipal despejam contaminação nas águas do rio Maranduba. Uma "cachoeira" de poluição está escurecendo as águas do Rio Maranduba, em Ubatuba, isto ocorre porque as tubulações clandestinas que levam os dejetos não tratados até as valas de escoamentos de águas pluviais estão sendo despejados no rio por algumas casas, chalés e inclusive pela escola municipal Virginia Melle da Silva Lefévre.
Dali, o rastro de contaminação atravessa toda a extensão do Rio e chega à Praia da Maranduba, onde centenas de pessoas vão banhar-se diariamente.
Quem passa pelas pontes no canto sul da Praia da Maranduba, pode ver, do lado direito, o ponto exato de onde vêm as águas do esgoto.
Segundo Dr. José Carlos Ribeiro, médico da Fundação Nacional de Saúde, o ideal é que esgotos sejam tratados e despejados a, no mínimo, 30 metros do rio. Assim, evitam-se os riscos de contaminação.
O médico informa que o contato humano com água poluída pode causar doenças como:
Hepatite A: os sintomas mais comuns são olhos amarelos, urina escura, febre, enjôos e vômitos;
Febre tifóide: caracteriza-se por febre alta, dor de cabeça forte e prostração;
Gastroenterite: muito comum em crianças, provoca vômito, diarréia, prostração, febre, desidratação e pode levar à morte;
Cólera: causa diarréia forte, fraqueza nas pernas, vômitos, febre e as fezes ficam com odor de peixe;
Dermatite: provoca ferimentos na pele.
Dr. Ribeiro esclarece que os vírus e bactérias causadores destas doenças são eliminados nas fezes, que são lançadas na rede de esgotos. Então, se estes dejetos forem despejados nas águas dos rios, a contaminação é imediata.
Para as pessoas que costumam freqüentar a praia, as chances de contaminação são menores, mas existem. "À medida que a distância aumenta, diminuem os riscos de se contrair doenças, por causa da diluição", explica Dr. Ribeiro.
Além de ser prejudicial ao ser humano, o derramamento de esgotos em rios é extremamente nocivo aos animais que vivem naquele habitat ou próximos a ele.
A punição - O derramamento de esgotos em águas públicas é um crime ambiental previsto no Artigo 54 da Lei nº 9.605/98.
Será enviado pela Associação de Defesa do Povo Caiçara-ADPC à Promotoria Pública de Meio Ambiente uma comunicação do crime cometido. "Nosso papel termina aí. Se a Prefeitura não cumprir as determinações do IBAMA, cabe à Justiça tomar providências".

Jairo Felipe Félix dos Santos
Maranduba, Ubatuba, SP


Obras em Caraguá - Divulgado mais um pacote de obras para Caraguatatuba e também mais uma vez não contempla com qualquer melhoria por menor que seja o bairro Portal da Fazendinha que é desprovido de infra-estrutura básica como água e luz, sem contar que o descuido com o mato que toma conta de todos os terrenos baldios e avança pelas ruas. Tudo isto contrapõe o direito dos proprietários que custeiam o município com uma pesada carga tributária. Aos proprietário de imóveis no bairro Portal da Fazendinha só obrigações tributárias, benfeitorias nunca? Estamos em ano eleitoral...

Dirceu Astorga Emmã
Caraguatatuba, SP


Desabafo de Tony Luiz - Prezado Tony. Você esqueceu de citar os processos intimidativos que os políticos movem aos que denunciam ou comentam suas falcatruas. Recentemente Bel deu notícia. Vale observar que a maioria dos processos é promovido por advogados a serviço do Poder Público, o que quer dizer que, em tese, são remunerados com dinheiro público.
Coragem, parabens e continue.

Roberto de Mamede Costa Leite
Ubatuba, SP


Repórter Solidária - Emilio, sabemos bem da qualidade de seu trabalho e valorizamos cada dia mais este espaço democrático no qual podemos externar nossa opinião sem susto. Quero endossar as palavras do Tony Luiz que expõe muito bem os problemas relativos a profissão. Como jornalista e repórter, sei da responsabilidade social que a profissão impõem àqueles que de fato a exercitam. Muita responsabilidade e pouco lucro, ou seja, pouco reconhecimento. Quantas vezes o repórter se expõe, põe o pescoço a premio e ainda arca com as consequências do fato. A sociedade é co-responsável quando lê jornais meramente contemplativos e repletos de matérias de louvação. Porque não apoia seu órgão de informações, deixando-o á mercê das benesses públicas, sem as quais não conseguem sobreviver.
Apoiem seu jornal da cidade, seu repórter local e verão como o ideal latente nas veias de cada um falará mais alto e sairão TODOS de bandeira na mão em defesa da sociedade, do que é justo e do que é real. Parabéns a todos aqueles que não se deixam corromper, que não "vendem" a notícia por miseros reais, ainda que para isso passem por privações e sejam discriminados.
Já está amplamente comprovado que a penetração dos jornais de bairro ou jornais das cidades é maior do que a da chamada grande imprensa. Já é hora da comunidade, comerciantes etc, perceberem que precisam manter a isenção dos seus meios de comunicação para terem informações corretas.

Selma Gallo - Repórter
Caraguatatuba, SP


Invasões Bárbaras - Turistas, especuladores e patuscos diversos estão a transformar o mais belo trecho do litoral brasileiro em um arraial de tugúrios e moquiços.
Meia-noite: um canto tranqüilo de praia, céu limpo e estrelado depois da chuva vespertina. A brisa marinha sopra em ritmo de bossa nova, as ondas quebram miúdas e os pequenos dormem, depois de um dia de castelos na areia. Nos poucos focos de luz, adultos sorvem Naipaul, McEwan e o último Montalbán. De súbito, a paz é violada. Ataque terrorista?
Não, são os vizinhos de Barretos, que chegam movidos a cerveja, hits caipiras e euforia adolescente. Correm bons quartos de hora e a testosterona não dá tréguas: a trupe continua em transe frenético. A uma da manhã, o ápice: duas longas seqüências de rojões. Crianças choram, cachorros ladram e adultos resmungam, impotentes diante da impunidade de nossos selvagens veranistas. Mais uma noite de verão em Juqueí.
Firmei pé pela primeira vez naquele outrora aprazível pedaço de São Sebastião nos tempos do general Ernesto. Apertados em uma "vibrante" Variant, atravessamos riachos, praias e morros. No Roadstar, Led Zeppelin e Lou Reed; Carly Simon para as meninas. Àquela altura, quase ressaca do milagre econômico, Guarujá ainda não era um balneário-favela e São Sebastião tinha o mais belo litoral do País: uma mistura insuperável de praias pequenas, areias imaculadas, mares de variados humores, muito verde e tranqüilidade. Ao mergulhar no Atlântico e tornar os olhos à terra mirava-se um quadro edênico de baixo a cima: azul, branco e o verde aveludado dos morros subindo para reencontrar o azul.
À primeira visita muitas outras seguiram. Nos hiatos, a paisagem a se transformar: um sobrado em uma ponta, um chalé na outra. Na época do general eqüestre, nosso pequeno paraíso passou por seu ponto de mutação: com o asfalto chegou o fermento da distopia. Duas décadas depois, Juqueí não é diferente das vizinhas Barra do Una, Barra do Saí, Baleia, Maresias ou Paúba. Não é diferente do resto de nosso combalido litoral. Não é diferente do País.
A orla foi vítima de hediondos crimes arquitetônicos. No centro, o concreto exposto de três casas inacabadas simula uma banguela a desafiar o Atlântico: "Feios, malvados e ilegais! E daí, vai encarar?" Por hora, a obra está embargada. Por hora. Pouco ao sul, um BNH noveau riche, simétrico e monótono, prepara o transeunte para uma "homenagem" à ...E O Vento Levou, 300 metros à frente.
Por trás da esdrúxula orla, desmatamentos, assentamentos precários e esgotos lançados nos riachos: a ocupação selvagem dos interiores a atestar nossa incapacidade para a vida civilizada. Casas e barracos surgem como acne em clarões abertos a serra e machado. Áreas de proteção ambiental são invadidas e morros são loteados. Enquanto isso, do outro lado da curva de distribuição de renda, especuladores garantem aos interessados em vistas atlânticas: "Podem ficar tranqüilos, já compramos todo mundo".
Nas areias, o circo de horrores faz crer em forças paranormais a agir pela procriação da espécie. Arranjos humanos inverossímeis desfilam inchaços e protuberâncias sob cabeleiras oxigenadas. Os "veranóides" adornam-se com trapos assimétricos, as cores em conflito, a parcela do corpanzil coberta sempre aquém dos mais óbvios valores estéticos. O andar é titubeante e até os mais jovens exibem curvaturas improváveis, como se a lei da gravidade lhes tivesse sido imputada em dobro. Aqui, nem beleza nem dignidade, apenas exibicionismo e ausência de bom senso.
Nos fatídicos fins de semana, os invasores bárbaros tomam a areia com tendas, campos de futebol, jogos de frescobol e as ultrajantes mesinhas e cadeiras de plástico branco. À noite, mães em vans disputam com adolescentes em pick-ups a primazia de jogar poeira nos que arriscam caminhar entre valas, sacos de lixo e odores variados dos restos do dia. O destino comum são o shopping e os restaurantes de qualidade duvidosa e preços europeus.
O modelo suicida é conhecido: a estrada traz operários, grileiros fazem a festa, terrenos são invadidos, fiscais são comprados e condomínios são erguidos. O futuro fica ao norte: de Caraguatatuba ao Rio de Janeiro, a orla é uma favela sem fim. Enquanto tugúrios sobem o morro, passeantes abastados rompem diferentes cinturões de miséria com barcos e helicópteros para atingir recantos ainda preservados. Juqueí ficou na lembrança.
O idílico recanto dos anos 70 agora bem poderia ser chamado de ... Brasil.

Tomaz Wood Jr
Enviado por Thomas De Carle
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Praia Brava da Fortaleza

Praia Brava da Fortaleza
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor