Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 20 de fevereiro de 2004 - Nº 976 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Litoral Norte espera 1,5 milhão de turistas
Operação Carnaval começa hoje nas estradas
Traficantes são tirados de circulação na semana que antecede o carnaval
PM emprega todo o efetivo na segurança das ruas no período do Carnaval


Caraguatatuba
Avenida da Praia será interditada
Caraguá faz mutirão contra dengue em casas de veraneio no Carnaval
Morador de área de risco ganha casa
Velejadores aprovam raia oceânica de Caraguá
Motoclube de Caraguá visita Moto Road
Arquitetos e Engenheiros de Caraguá assinam contrato com o Governo
Câmara aprova Regime de Urgência da Prefeitura
Sorteada nova Comissão Processante
Gobetti homenageia XV de Caraguá pelos 70 anos
Pardim traz melhorias para o Perequê-Mirim
Gobetti prestigia Concurso Rainha do Carnaval


Ilhabela
Banho da Dorotéia é atração em Ilhabela


São Sebastião
Óleo já polui praia em São Sebastião
Defeito em duto causou vazamento
Película oleosa deixa Tebar em alerta
Idosos 'pulam' Carnaval em São Sebastião
Prefeitura continua na luta contra a Dengue
Sociedade se reúne para tratar de despoluição das praias
Maria Wakamatsu expõe seu trabalho em São Sebastião
Parecer jurídico aponta como ilegais as alterações na Lei de Uso do Solo
Câmara aprova com emendas projeto que delimita zona urbana


Ubatuba
Boi de Conchas é destaque em festa de Ubatuba
Campanha Carnaval 2004 da EPAA
Ubatuba conclui obras de museu
Casal de idosos é refém de ladrões

Seções
Conto em Capítulos
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Litoral Norte espera 1,5 milhão de turistas

Litoral Norte - As quatro cidades do Litoral Norte --Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba-- esperam receber 1,5 milhão de turistas durante o feriado de Carnaval. Juntas, elas possuem uma população fixa de 240 mil habitantes.
A estimativa de público foi feita pelas prefeituras das quatro cidades.
O grande número de turistas deixa o comércio otimista, que espera até dobrar o faturamento em relação aos demais dias da temporada --com exceção da semana de Réveillon.
"Esperamos um movimento bom, principalmente se não chover. Estamos apostando no Carnaval para fechar a temporada com chave de ouro", afirmou Jorge Washington de Camargo, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Caraguá.
Perspectivas semelhantes têm o setor hoteleiro da região, apesar de, ainda tentar preencher cerca de 30% das vagas de hospedagem que restavam até ontem.
Segundo representantes da categoria, a crise financeira deverá impulsionar o chamado "turismo de um dia", fazendo com que grande parte dos visitantes deixem de se hospedar no Litoral Norte.
"Já prevíamos que esse seria um ano difícil, mas acreditamos que esse quadro será alterado até domingo", disse o empresário Augusto Ferrarini, proprietário do Juquehy Praia Hotel, um dos maiores de São Sebastião.
O Juquehy Praia Hotel preencheu boa parte das suas 54 vagas apenas na primeira quinzena deste mês.
Os quartos, com vista para o mar, TV, frigobar, ar-condicionado e telefone, saem por R$ 4.500 --pacote para cinco dias.
"Em outros anos, dificilmente chegaríamos a essa data com vagas disponíveis. Entretanto, acreditamos que elas devem durar pouco tempo", afirmou Ferrarini. (Fonte: ValeParaibano)

Operação Carnaval começa hoje nas estradas

Litoral Norte - O início do Carnaval faz com que a atenção da Polícia Rodoviária seja redobrada para conter a imprudência do motorista. Por conta disso, a partir de hoje, às 14h, 380 policiais rodoviários intensificam a atuação nas rodovias que dão acesso ao Litoral Norte. A operação termina às 8h da quinta-feira, 26.
A polícia calcula que aproximadamente mais de 200 mil veículos utilizem as estradas que dão acesso à região. Pela rodovia dos Tamoios, segundo a Polícia Rodoviária, o fluxo esperado é de mais de 102 mil carros. Na Oswaldo Cruz, que liga Taubaté a Ubatuba, cerca de 56 mil veículos devem chegar ao litoral.
O tenente Lourival Silva Junior, comandante da Polícia Rodoviária no litoral, disse 100% do efetivo local atuará durante a folia carnavalesca.
Segundo ele, o objetivo maior da operação é manter a fluidez no trânsito. “Com o desenrolar das atividades vão ser feitas vistas aos veículos. A fiscalização conta com o auxílio de radares eletrônicos e do bafômetro”. “Na descida, o acostamento será liberado desde a Carvalho Pinto até o quilômetro 70 da rodovia dos Tamoios. Dali, ao quilômetro 81haverá a abertura de mais uma faixa para descida”, completa o tenente.
A recomendação aos motoristas que pretendem viajar para aproveitar o carnaval na praia é de que evitem os horários de pico. Amanhã, o trânsito deve ser intenso a partir das 12h até às 24h. No sábado, o turista deve evitar a viagem entre 7h e 17h.
Pare e Siga - Pela rodovia Mogi-Bertioga, segundo a polícia, 78 mil automóveis devem chegar ao litoral.Nela próximo ao quilômetro 81, os motoristas passarão pela operação Pare e Siga.
A estratégia ocorre pois neste trecho a pista fica mais estreita e, com a operação, um sentido da rodovia fecha enquanto o outro utiliza todas as faixas. No retorno da folia, a mesma operação será adotada nas pontes dos quilômetros 18 e 28 - pontes estreitas - com retenção dos veículos no sentido Caraguatatuba.As duas faixas no sentido São José dos Campos vão ser liberadas.
Aumento - Neste carnaval, o efetivo de homens somados a viaturas e equipamentos representa um aumento de 30% em relação ao ano passado. É o que informou a Polícia Rodoviária. Também serão utilizadas 90 viaturas que estarão nas rodovias da região. Os policiais ainda farão teste do bafômetro. (Fonte: Imprensa Livre)

Traficantes são tirados de circulação na semana que antecede o carnaval

Litoral Norte - Na semana que antecede o carnaval, as Polícias Militar, Civil e Federal, em operações distintas tiraram três supostos traficantes de circulação. Os flagrantes e prisões aconteceram na Costa Sul de São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba.
O primeiro caso ocorreu na manhã de terça-feira. O menor R.A.M., 17 anos, de Taubaté, estava hospedado em uma Pousada no Pereque-Açu, em Ubatuba, e veio abastecido para fazer o tráfico.
Em seu quarto a Polícia Militar encontrou sete pedras de crack, uma porção de maconha e outra de cocaína. Embora fosse pouca droga, o dinheiro apreendido, quase R$ 2 mil, demonstrou que uma grande parte já teria sido vendida.
E foi fazendo o tráfico que a polícia suspeitou dele. Na orla da praia, ele fechava uma venda com o caseiro R.S.L., 42 anos, em uma porção de maconha. A transação despertou os policiais, que conseguiram registrar o flagrante.
Polícia Federal - Dando cumprimento em um mandado de prisão, a Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar, prendeu N.G.A.F., 36 anos, o “Zinho”, no bairro Sumaré, em Caraguatatuba. Ele é indiciado em um inquérito apurado pela Polícia Federal e iniciado em novembro do ano passado, que culminou com mais de 2,5 quilos de cocaína e maconha apreendidas.
Na ocasião, “Zinho” estava com outros dois homens, que foram presos na operação, e ele conseguiu fugir, sendo identificado no inquérito. A Justiça expediu o mandado de prisão pedido pela Federal. “Zinho” é irmão de “Gato Seco”, que atualmente está preso em Taubaté, respondendo a vários crimes, incluindo homicídio.
São Sebastião - Na Vila Baiana, em Barra do Sahy, na Costa Sul de São Sebastião, os policiais civis Paulo Orcioli, Beto e Julimar investigavam um furto, cujas informações identificavam F.A.S., 25 anos, o “Isac” como autor do crime.
Na tarde de ontem, a equipe esteve na vila, flagrando no barraco dele as pedras de crack, que ele estaria vendendo a R$ 5 cada aos usuários da favela. Levado ao 2° Distrito Policial, Isac foi indiciado por tráfico de entorpecentes. (Fonte: Imprensa Livre)

PM coloca todo o efetivo nas ruas no período do Carnaval
Não virão mais policiais além dos que ficaram na região na Operação Verão

Litoral Norte - A Polícia Militar irá empregar todo seu efetivo para operar na segurança do Carnaval, somando os quase 300 policiais do reforço que permaneceram na região desde o início da temporada de verão.
Dos 420 policiais que vieram antes do Natal na Operação Verão, 25% retornaram para suas cidades de origem no início deste mês, ocasião da volta às aulas e queda no movimento. O restante ficará até 29 de fevereiro, incluindo o período do Carnaval, quando a segurança será dada em conjunto com o efetivo fixo.
Segundo o capitão Eduardo Rosmaninho, do setor operacional do Batalhão, a polícia dará prioridade aos locais onde ocorrerão os bailes carnavalescos, além do patrulhamento nos bairros, visando furto em casas e carros.
Ocorrências crescem - Registros da polícia em carnavais passados revelam que as ocorrências crescem o dobro, comparando com uma semana qualquer do verão. Acidentes, perturbação de sossego, desinteligência, furto em casas e carros e roubos sobem durante o carnaval.
Se os turistas e moradores relaxam a guarda e atenção, os ladrões continuam “trabalhando”, aproveitando o pe-ríodo. Para que os foliões voltem para casa com segurança e não tenham surpresas desagradáveis, ao retornarem para casa ou procurarem pelo carro estacionado no final da festa, a Polícia Militar dá algumas dicas.
Segundo o capitão, o motorista não deve dirigir sob efeito de bebida, evitando os abusos e assim os acidentes e brigas. Nos veículos, estacionados em locais seguros, e casas, que devem ficar bem trancadas, não deixar objetos de valor à mostra. São pequenas atenções que podem fazer a diferença.
São Sebastião - O capitão Fernando Marcos Pedroso de Carvalho, comandante da PM de São Sebastião e Ilhabela, disse que cerca de 60 policiais ficarão na rua da Praia, no centro de São Sebastião.
A Costa Sul da cidade também receberá um patru-lhamento mais intenso que os dias normais. Outro reforço será a presença da Rota na região.
Em Caraguatatuba será feito um remanejamento de policiais para as áreas com maior concentração de fo-liões no Carnaval. Segundo o capitão Valter Padulla, os policiais não terão folga neste período, para que venham a somar o reforço. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Avenida da Praia será interditada

Caraguatatuba - A Ditran (Divisão de Trânsito) da Prefeitura de Caraguatatuba vai interditar parcialmente a partir de amanhã a avenida Arthur Costa Filho, mais conhecida como avenida da Praia, devido aos desfiles de Carnaval. A medida tem como objetivo garantir a segurança dos motoristas e foliões.
Segundo o diretor da Ditran, Celso Rapasi, o trânsito estará proibido da ponte do rio Santo Antônio até a altura da praça de Eventos, das 17h às 19h. O desvio do trânsito será pelas ruas Anchieta, Miguel Varlez e Altino Arantes.
"Na saída dos shows, por volta das 4h, a avenida também será interditada devido à movimentação de pessoas na praça de Eventos", disse Rapasi.
Após as 21h, o tráfego ficará proibido na rua Altino Arantes por causa dos bailes do Carnaval de Antigamente realizados na praça Cândido Motta, no centro. As interdições acontecem de amanhã a terça-feira. (Fonte: ValeParaibano)

Caraguá faz mutirão contra dengue em casas de veraneio no Carnaval
Agentes combatem focos do transmissor da doença; cidade já tem 22 casos

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba vai vistoriar as casas de veraneio durante o feriado de Carnaval para combater a dengue. A medida tem o objetivo de eliminar os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.
O índice de registros de dengue desde janeiro --22 casos autóctones (contraídos no município)-- preocupa as autoridades de saúde. Em 2003, foram registrados apenas 15 casos.
Segundo o biólogo da secretaria de Saúde de Caraguá, Ricardo Souza, uma equipe de 70 pessoas vai visitar as casas dos bairros Indaiá, Centro e Tinga, a partir de amanhã.
"Estamos em uma situação de alerta pois a doença não está controlada. Nosso problema é com as casas de veranistas, pois somente no bairro do Indaiá 55% das residências ficam fechadas nos dias úteis", disse.
O biólogo afirmou que os criadouros ficam dentro das residências em plantas aquáticas, vasos sanitários, caixas d'água sem tampas e em recipientes com água.
O número de casas que devem ser visitadas não foi informado.
"Quando não há moradores, conseguimos combater os criadouros somente na parte externa da casa. Nas visitas o ideal é que apenas 5% das residências de turistas fiquem sem ser monitoradas", disse.
Durante as vistorias, uma equipe vai fazer o bloqueio das áreas que têm casos confirmados ou suspeitos de dengue.
Os agentes também vão trabalhar na orientação dos moradores e turistas. Serão distribuídos folhetos educativos sobre a dengue. O arrastão contra a doença está previsto para ocorrer até terça-feira, no período das 9h às 15h.
MULTAS- Para reforçar o controle da doença, a prefeitura adotou o sistema de multas para os moradores que têm casos reincidentes de criadouros.
Pelo menos 32 pessoas já foram notificadas mas ainda não houve autuações. O valor das multas varia de R$ 350 a R$ 1.200. (Fonte: ValeParaibano)

Morador de área de risco ganha casa

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba pretende construir cerca de 250 casas populares para atender moradores que residem em imóveis em situação de risco no município.
O projeto de lei do Executivo que permite a doação das unidades foi aprovada pela Câmara por unanimidade no início da semana. A prefeitura ainda não possui uma estimativa do investimento e prazo para a construção.
O objetivo é atender principalmente famílias em bairros geralmente atingidos por inundações como Olaria, Morro do Querosene, Travessão e Rio do Ouro.
O secretário de Obras de Caraguá, Leandro Borella Barbosa, afirmou ontem que a Defesa Civil e uma equipe da Secretaria de Assistência Social devem iniciar um cadastramento das famílias em situação de risco nas próximas semanas.
O projeto de lei aprovado na Câmara prevê a criação de uma comissão executiva que vai analisar o processo e os critérios de doação dos imóveis.
Para receberem a casa, as famílias terão que comprovar residência de pelo menos dois anos no município, não serem proprietários de outros imóveis. (Fonte: ValeParaibano)

Velejadores aprovam raia oceânica de Caraguá

Caraguatatuba - A 1ª Regata de Vela Oceânica, na praia Martin de Sá, reuniu 50 velejadores no sábado e no domingo. Participaram 16 embarcações, entre veleiros das quatro cidades do litoral. O evento contou com bom tempo e vento predominante Leste. A regata foi bastante apreciada pelos velejadores, que garantiram participação na próxima etapa, marcada para junho deste ano.
Foi uma regata de apresentação da raia de Caraguá para veleiros de oceano, raia já aprovada em duas regatas monotipos, realizadas em 2002 e 2003 pelo Circuito de Vela do Litoral Norte e Vale do Paraíba de monotipos classes Holder e Laser.
O campeão geral foi a embarcação Bacana, de Ubatuba. Na classe Ranger, o primeiro colocado foi o veleiro Rabugento, de Ubatuba; o segundo, foi o Lucnan, também de Ubatuba; o terceiro foi Dolce Vita, de Ilhabela. Na classe Fast 23, o campeão foi o Conquest, de Ubatuba; o segundo, Kim, também de Ubatuba ; e o terceiro, o Lastra, de Caraguá. Na classe Especial 23, o veleiro Bacana se destacou mais uma vez com o título de campeão; seguido pelo veleiro By By, de Ilhabela e Sônia, de Caraguá. (Fonte: Imprensa Livre)

Motoclube de Caraguá visita Moto Road

Caraguatatuba - Integrantes do Motoclube “Harpias do Litoral” (foto) visitaram o 7º Moto Road, evento realizado pelo empresário José Lopes de Alencar, em Campo Grande, na última semana.
Os membros do Harpias, que é um motoclube de Caraguatatuba, representaram o município levando uma bandeira do motoclube Tamoios.
Os integrantes são: Antônio Carratu Neto, João Carlos Simões, superintende da Sabesp; Otávio Filho, da Sabesp; José Roberto Sangüino, do Ibama; Wagner Tadeu Matiota, tenente da Polícia Militar, além dos empresários Roberto Assumpção e João Luís de Castro.
A visita ao evento de Campo Grande acontece anualmente. O próximo encontro será durante o Caraguá Bike Week, dos dias 11 a 15 de agosto.
“Foi mais uma viagem do motoclube Harpias, como sempre marcada pela amizade e companheirismo. Durante o evento, que foi bem organizado e bastante seguro, fizemos muitos contatos, encontramos pessoas receptivas e interessadas em saber sobre o nosso município.
Fomos bem recebidos e muito procurados para falarmos do Caraguá Bike Week”, comentaram Neto e Castro. (Fonte: Imprensa Livre)

Arquitetos e Engenheiros de Caraguá assinam contrato com o Governo

Caraguatatuba - A Associação dos Engenheiros Arquitetos e Agrônomos de Caraguatatuba (AEAAC), Presidida pelo Eng José Claudio da Silva Lopes, assinou seu segundo contrato em menos de dois meses com o Governo do Estado. O primeiro foi assinado dia 18 de dezembro de 2003 para realização do projeto de Educação Ambiental e Revitalização da comunidade do Bairro Cantagalo. O Segundo projeto foi assinado na última segunda feira dia 16 para implantação do PROSAMI (Programa de Saneamento Ambiental Integrado) nos bairros da Olaria e Casa Branca. Os projetos foram selecionados pelo CBH-LN (Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte) e serão finaciados pelo FEHIDRO (Fundo Estadual de Recursos Hidricos do Estado de São Paulo). O PROSAMI visa desenvolver trabalhos de oficinas, seminários , cursos de capacitação e geração de renda e a execução dos ramais residencias de esgotos até a rede da Sabesp para 100 familias de baixa renda, moradoras no local. A preocupação ambiental é de recuperar a qualidade do Rio Ipiranguinha que corta os dois bairros e eliminar as causas dos varios casos de esquitossomose registrados. Contudo os projetos do Cantagalo e dos bairros Casa Branca e Olaria vão contribuir pela melhoria da bacia do rio Guaxinduba e consequentemente com a balneabilidade da praia Martim de Sá iniciando-se nos próximos meses. O Arquiteto e Urbanista Paulo André Cunha Ribeiro, autor dos projetos, enfatiza a importãncia da sociedade civil organizada como a AEAAC e várias ONGs, em participar junto com os poderes públicos das soluções para melhoria da qualidade de vida da população. (Fonte: AEAAC)

Câmara aprova Regime de Urgência da Prefeitura
Projeto do Executivo doa casas para moradores de área de risco

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba aprovou em Regime de Urgência, durante a sua 3ª Sessão Ordinária semanal, projeto de Lei do Executivo, que doa casas populares para moradores de área de risco. O projeto recebeu emendas e foi aprovado. O destaque da sessão foi para o sorteio da nova Comissão Processante.
A Ordem do Dia da 3ª Sessão Ordinária semanal teve início com a votação, em Regime de Urgência, do Projeto de Lei do Executivo, que doa casas populares para moradores de área de risco. Na mensagem do Prefeito Antonio Carlos da Silva (PSDB), a doação ocorre como forma de indenização pelas benfeitorias e posse dos imóveis que residiam. O projeto recebeu 5 emendas, sendo que uma foi retirada e as 4 restantes foram aprovadas, juntamente com o projeto.
O único projeto discutido e aprovado tem a autoria da Vereadora Dalva Ricardo Santana – Profª Dalva (PMDB), que implanta no município o Banco de Leite Humano. Com o projeto as parturientes, gestantes e mães em fase de amamentação terão uma estrutura melhor para seus filhos.
O projeto do Vereador João Rodrigues de Godoy Filho – Baduca (PL), que denomina “rua José Francisco dos Santos” a atual rua Projetada D, no bairro do Pegorelli, foi retirado, a pedido do autor, por 3 sessões. Já o projeto do Vereador Omar Kazon (PL), que obriga os médicos da rede pública municipal a prescrever receitas utilizando a denominação genérica da medicação, foi retirado da Ordem do Dia, visto que o Parlamentar faltou a sessão.
Os projetos restantes serão discutidos na 2ª Sessão Extraordinária, que acontece nesta quinta-feira, dia 19 de fevereiro, a partir das 16 horas e nas sessões seguintes.
O destaque da sessão ficou para o sorteio da nova Comissão Processante, que analisa denúncia do advogado Álvaro Alencar Trindade, sobre a compra superfaturada de computadores com a empresa Iteai, de Brasília. Os novos integrantes são os Vereadores Juarez Pereira Pardim (PPS), Nilson Lopes da Silva – Nézão (PPS) e Aureliano Gonçalves Pereira – AG Pereira (PTB).
No Expediente foram lidos 4 Projetos, além de discutidas e votadas 4 Moções e 2 Requerimentos, igualmente aprovados. No intervalo da sessão foram lidas 30 Indicações.
Não haverá Sessão Ordinária semanal na próxima terça-feira, dia 24 de fevereiro, devido ao feriado de Carnaval. A próxima sessão ocorre apenas no dia 2 de março. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Sorteada nova Comissão Processante
Escolha foi feita por sorteio seguindo o Decreto Lei 201/67

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba procedeu ao novo sorteio para composição da Comissão Processante, que analisará a denúncia do advogado Álvaro Alencar Trindade, sobre a compra de computadores superfaturados junto a Iteai, de Brasília. O sorteio obedeceu determinação do Poder Judiciário, que não acatou as contra-razões da Câmara.
No início de dezembro de 2003 o advogado Álvaro Alencar Trindade encaminhou denúncia de superfaturamento na compra de computadores, pela Prefeitura Municipal de Caraguatatuba, junto a empresa Iteai, de Brasília. A denúncia foi aceita pela Câmara por 15 votos favoráveis dos 17 Vereadores presentes.
Para compor a Comissão Processante a Mesa Diretora utilizou-se do Regimento Interno, que especifica a composição pelos partidos com maior composição dentro do Legislativo Municipal. Na época, foram escolhidos o PPS, PTB e o PL, visto que o PSDB não quis participar, pois compõe a bancada governista e destas bancadas foram escolhidos os nomes de Aurimar Mansano (PTB), Juarez Pereira Pardim (PPS) e Omar Kazon (PL), sendo que o primeiro era o Presidente, o segundo o Relator e o terceiro o membro.
A Vereadora Madalena Fachini não aceitou a forma de escolha da Comissão Processante e ingressou na justiça com um Mandado de Segurança com pedido de Liminar, que foi aceita pela Justiça local. Ao mesmo tempo em que a Câmara entrava com as contra-razões, fornecendo as informações necessárias ao Fórum local, um Agravo de Instrumento foi encaminhado ao Tribunal de Justiça quanto ao assunto.
Ao final a Juíza Regiane dos Santos não aceitou as contra-razões e deliberou que a formação da Comissão Processante deverá obedecer o Decreto Lei 201/67 e não o Regimento Interno da Câmara. Ao mesmo tempo, o Agravo de Instrumento foi considerado “prejudicado”, visto a decisão em primeira instância.
Baseado na decisão, o Jurídico da Câmara emitiu parecer, apoiado em consulta do Cepam – Fundação Faria Lima, que a nova Comissão deveria ser escolhida por sorteio e que estariam vedadas as participações dos suplentes, bem como do Líder do Prefeito na Câmara e do Presidente do Parlamento Municipal. O jurídico entende que o sorteio é “personalíssimo” e que o suplente ocupa o cargo de forma temporária, não podendo por isso, fazer parte da comissão.
Desse modo, foram excluídos do sorteio os Vereadores Wilson Gobetti (PPS), Presidente; Anderson Bertoncini – Pastor Anderson (PL), Líder do Prefeito; Roberto Commans (PT), Sebastião Fernandes (PSDC), José Pedro Lucas – Zé Pedro (PTB) e Carlos de Oliveira – Carlinhos do Peixe (PTB), todos suplentes. No sorteio foram escolhidos Aureliano Gonçalves Pereira – AG Pereira (PTB), Nílson Lopes da Silva – Nézão (PPS) e Juarez Pereira Pardim (PPS), respectivamente Presidente, Relator e membro, escolhidos entre eles na forma de sorteio. O sorteio foi fiscalizado pela Vereadora Leonor Diniz Santos Ferreira – Drª Leonor (PP) e o aposentado José Cantagesso. Os nomes foram retirados da urna pela jornalista Bruna Vieira, do jornal Correio do Litoral.
Como primeira ordem AG Pereira já marcou uma reunião para às 14 horas do dia 1º de março, quando dará início aos trabalhos, que terão o apoio de 3 funcionários da Câmara. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Gobetti homenageia XV de Caraguá pelos 70 anos
Presidente participa da premiação da Rainha do Bloco do clube

Caraguatatuba - O Presidente da Câmara Municipal de Caraguatatuba, Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), elaborou e aprovou Moção de Congratulações pelos 70 anos de vida do Esporte Clube XV de Novembro de Caraguatatuba. Como parte das festividades, o clube promove o concurso da Rainha do Carnaval do XV, que terá Gobetti entregando a premiação.
Uma Moção de Congratulações elaborada pelo Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), Presidente da Câmara de Caraguatatuba, foi aprovada por unanimidade na Sessão Ordinária semanal da última terça-feira, dia 17 de fevereiro. A data tinha uma relação especial. Em 18 de fevereiro de 1934 era fundado o Esporte Clube XV de Novembro de Caraguatatuba.
Na Moção o Presidente descreve a trajetória do único clube de futebol profissional do Litoral Norte, suas glórias, problemas e conquistas, além de citar alguns ex-presidentes, como Irineu Mendes de Souza, entre outros.
Como parte das festividades dos 70 anos do clube, o XV promove nesta quarta-feira, dia 18 de fevereiro, a partir das 20 horas o concurso da Rainha do Carnaval do XV, que terá 15 candidatas, com idade a partir de 15 anos e que serão julgadas pelos 15 jogadores profissionais do clube.
Para Gobetti, homenagear o XV é enaltecer a história do esporte em Caraguatatuba. “Aos 70 anos o XV ainda é jovem, tem muito que lutar e muito que vencer e conquistar. O XV de Caraguá é o patrimônio vivo do esporte em Caraguá e no Litoral Norte”, frisou Gobetti. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Pardim traz melhorias para o Perequê-Mirim
Reinvidicações da população geram obras necessárias

Caraguatatuba - O Vereador Juarez Pereira Pardim (PPS), da Câmara Municipal de Caraguatatuba conseguiu importante vitória no início deste ano. Intermediando reinvidicações da população, trouxe melhorias para os moradores do Perequê-Mirim, na zona sul da cidade.
Logo no início do ano, o Vereador Juarez Pereira Pardim conseguiu importante vitória que garantirá a melhoria na qualidade de vida da comunidade do Perequê-Mirim, bairro da zona sul de Caraguatatuba e base eleitoral do Parlamentar.
A primeira conquista foi a reforma da praça do bairro, obra esta almejada por seus moradores. A reforma está na fase do projeto e dentro de alguns dias deverá ser iniciada, garantindo melhorias para o lazer e entretenimento daqueles moradores.
Outra conquista foi a construção de mais uma escola no bairro. Graças a um abaixo-assinado dos moradores, que foi intermediado pelo Vereador, o Perequê-Mirim terá uma nova escola de 1ª a 8ª série, reduzindo o número de vagas ociosas e colocando cada vez mais crianças no ensino fundamental.
Para Pardim, estas conquistas fazem parte do real trabalho do Vereador. "Conquistar uma maior qualidade de vida, seja na Saúde, na Educação, no Social ou na Segurança Pública. Este é o trabalho do Vereador, que foi eleito pelo povo e trabalha para o povo", disse. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Gobetti prestigia Concurso Rainha do Carnaval
Evento comemorou os 70 anos do clube profissional de Futebol de Caraguatatuba

Caraguatatuba - O Presidente da Câmara de Caraguatatuba, Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), prestigiou na noite de quarta-feira, dia 18 de fevereiro, a eleição da Rainha do Carnaval do Esporte Clube XV de Novembro. O clube comemorou 70 anos de idade e o Parlamentar entregou a premiação da 1ª colocada.
O concurso reuniu cerca de 50 pessoas, que ao som da bateria do Clube XV de Novembro e aliado a muita animação, comemorou os 70 anos de fundação da única agremiação profissional de Futebol de Campo da cidade e do Litoral Norte.
Sob a produção de Claudete De Vita, 11 candidatas com idade mínima de 15 anos desfilaram no palco da quadra do Esporte Clube XV de Novembro em trajes esporte e praia, sob os olhares atentos dos 15 atletas profissional que compõe o time que disputa a série B2 do Campeonato Paulista de Futebol.
Ao final o Presidente da Câmara premiou Cássia Adriana Monteiro, de 15 anos, que cursa o 1º ano do Ensino Médio e tem 1,75 de altura e 51 quilos. Com a vitória, Cássia Adriana representará o XV no Carnaval, desfilando junto com o bloco durante as festividades de Momo.
Para Gobetti eventos como este promovem e divulgam o nome do XV de Caraguá. “O XV precisa de incentivo e do apoio de todos, para resolver seus problemas, avançar no campo esportivo e continuar representando Caraguatatuba”, disse. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Banho da Dorotéia é atração em Ilhabela

Ilhabela - Todos os anos, os foliões que comemoram o Carnaval em Ilhabela encerram as festividades de uma maneira que não poderia ser mais original: mergulhando no mar.
Fantasiadas com roupas de papel crepom, centenas de pessoas entram na água depois de percorrer as principais ruas da Vila (como é conhecido o centro de Ilhabela).
A festa --uma tradição de quase meio século conhecida como Banho da Dorotéia-- é feita todos os anos ao meio-dia da terça-feira de Carnaval e já virou um dos principais acontecimentos da ilha.
"É uma brincadeira muito bacana. Criança, adulto, idoso, todo o mundo participa", disse Marcos Cardial, presidente do bloco "Tirando a craca", um dos mais populares do Banho da Dorotéia.
Muita gente diz que a festa foi inspirada na mitologia grega. Verdade ou não, o certo é que a cada ano a comemoração atrai mais foiliões. Prova disso, foi o número de participantes em 2003 --quase 3.000 pessoas.
Neste ano, sete blocos carnavalescos devem comandar a brincadeira. A festa será animada por bandas da cidade, que acompanharão os foliões no desfile e, como não poderia deixar de ser, no mergulho.
"Hoje, vem gente do Brasil inteiro para conferir a festa. Não há quem resista", garante Cardial.
Para participar do Banho da Dorotéia, não é preciso se inscrever antecipadamente. Basta criar uma fantasia e seguir rumo à ilha mais charmosa do Brasil na terça-feira de Carnaval. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Óleo já polui praia em São Sebastião
Extensão de mancha de petróleo duplica e deixa Guaecá imprópria para banho; vazamento ameaça fauna, diz Cetesb

São Sebastião - Monitoramento aéreo feito pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) revelou que duplicou ontem a extensão da mancha de óleo no rio Guaecá, na costa sul de São Sebastião.
O vazamento de petróleo puro, que ocorreu anteontem no sistema de dutos da Petrobras/Transpetro, já polui uma faixa de oito quilômetros do rio, contra os quatro quilômetros afetados no dia do acidente.
A praia de Guaecá, atingida por uma pequena quantidade de óleo, está imprópria para banho.
Segundo a Cetesb, 840 metros cúbicos de água misturada com óleo já foram recolhidos do rio, mas ainda não é possível calcular o volume total do vazamento.
O oleoduto distribui diariamente 35 mil metros cúbicos de petróleo do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso) para a refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão (SP).
"A situação é preocupante, pois tem muito óleo no rio. Estamos agindo para recolher o máximo de petróleo da água. Em alguns pontos a retirada do produto será manual devido ao difícil acesso", disse o biólogo da Cetesb, João Carlos Milanelli.
O biólogo da Cetesb afirmou que o acidente já traz danos à vegetação e à fauna. "Encontramos alguns insetos aquáticos e crustáceos como camarões mortos. Os peixes e rãs estavam vivos mas nadando na água com óleo", disse.
Para o chefe do Escritório Regional do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis), Markus Otto Zerza, o impacto ambiental no rio somente será avaliado após os relatórios do acidente emitidos pela Cetesb e Petrobras.
"Ainda não tivemos nenhum animal de grande porte afetado, mas o rio tem uma vida aquática e os peixes podem ser prejudicados", disse.
Zerza disse que a Petrobras será multada, mas o cálculo do valor da autuação depende das causas do acidente e da quantidade de óleo derramado.
Na tarde de ontem, técnicos da estatal encontraram manchas de óleo dentro da gruta do Buraco do Bicho, que fica ao lado do rio. O produto será analisado para verificação.
PRAIA - A Cetesb considerou a praia de Guaecá imprópria para banho pois ainda há risco de o óleo chegar à orla. A proibição é uma medida preventiva pois o petróleo libera vapores tóxicos.
Segundo a companhia, a presença de banhistas também dificulta os trabalhos de contenção.
O gerente-geral de Terminais Terrestres e Oleodutos da Transpetro, João Carlos Emiliano Leite, disse que o óleo vazou por causa de um defeito na solda de fabricação do duto.
Uma comissão foi formada para investigar as causas do vazamento e os trabalhos de contenção foram reforçados (leia texto nesta página).
Há uma semana, 100 mililitros de óleo derramaram do navio Muriaé no Canal de São Sebastião, mas nenhuma praia foi atingida. Em 1994, um acidente em um duto causou um vazamento de 2.700 metros cúbicos de óleo na região. (Fonte: ValeParaibano)

Defeito em duto causou vazamento

São Sebastião - Um defeito na solda de fabricação do duto teria causado o vazamento do petróleo em São Sebastião, segundo o gerente-geral de Terminais Terrestres e Oleodutos da Transpetro, João Carlos Emiliano Leite.
O oleoduto fica a 1,5 metro da superfície no Morro do Outeiro, dentro do Parque Estadual da Serra do Mar.
A Petrobras criou uma comissão para investigar a origem do problema. O volume que atingiu o rio está sendo calculado e pode sair ainda hoje.
"Com a escavação da área encontramos o defeito na solda, que tem 10 centímetros, mas ainda não sabemos o que teria causado o problema. O relatório da comissão deve ficar pronto em 15 dias", disse.
O gerente afirmou que os reparos na solta estão sendo realizados e ainda hoje o duto pode volta a operar. Ele não soube informar a quantidade de óleo que deixou de ser distribuído para Cubatão (SP).
Os trabalhos de contenção foram reforçados ontem. Uma equipe de 300 pessoas (20 a mais) está atuando no local. Pelo menos 25 caminhões com sistema de sucção estão fazendo o recolhimento do óleo. Três diques foram instalados no rio para conter o óleo.
"A previsão é que rio fique limpo amanhã [hoje]. Estamos avaliando um novo sistema junto com a Cetesb para a limpeza das margens." (Fonte: ValeParaibano)

Película oleosa deixa Tebar em alerta

São Sebastião - A Petrobras constatou a existência de uma película oleosa em torno do navio Maracá no início da noite de ontem no Canal de São Sebastião. A embarcação havia terminado de descarregar petróleo no píer do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso).
O navio, que veio da Bacia de Campos (RJ), tem capacidade para 130 mil toneladas de petróleo e estava quase cheio.
Segundo o gerente-geral da Frota Nacional de Petroleiros da Transpetro, Celso Luiz Pereira de Souza, a película foi detectada durante o processo de lavagem dos tanques de óleo do navio.
"Após descarregar o navio, os tanques são lavados e a água oleosa é bombeada para o Tebar onde é feito a separação dos produtos. Devido ao aparecimento da película a operação foi interrompida", disse.
Várias barreiras de contenção e absorção foram instaladas em volta do navio para evitar que o produto se espalhasse. Souza afirmou que não houve poluição no local.
O gerente disse que a origem da película será investigada. "Amanhã [hoje] uma equipe de mergulhadores vai fazer uma inspeção no fundo do navio para ver se houve alguma irregularidade ou se a película era de outra embarcação." (Fonte: ValeParaibano)

Idosos 'pulam' Carnaval em São Sebastião

São Sebastião - Com disposição de criança, um grupo de 12 idosos de um asilo em São Sebastião já conta os minutos que antecedem o Carnaval. Eles caem na folia no domingo, dia em que se divertirão bem ao estilo dos velhos tempos: no coreto.
Os idosos, de 60 a 96 anos, moram no Lar Vicentino, no Portal da Olaria. Ontem, eles confeccionaram máscaras e colares para a festa, às 17h, na praça da Matriz.
"Eles não vêem a hora de ir para o coreto. Muitos deles chegam a ficar emocionados", afirmou Alcione Ribeiro, assistente social.
Os idosos participam do Carnaval há três anos e, segundo a entidade, a iniciativa tem trazido resultados surpreendentes. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura continua na luta contra a Dengue

São Sebastião - A prefeitura de São Sebastião, sempre atenta contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, mosquito transmissor da Dengue, continua trabalhando para que nenhum caso dessa doença seja registrado na cidade. Desde o início da temporada de verão, especialmente nesta época do Carnaval, cerca de 90 agentes percorrem as ruas, visitando as casas do município, do Canto do Mar, na costa norte, à Boracéia, na costa sul, das 8h às 14h, em busca de focos do mosquito.
Segundo o diretor do departamento de controles e programas, Eduardo Eiras Neto, com este período de calor e chuva, existe o risco do aparecimento da dengue hemorrágica. Em razão disso, os trabalhos têm sido realizados principalmente nas casas de temporada. “Temos colocado avisos nessas residências que ficam fechadas a maior parte do ano e a resposta da população tem sido positiva”, disse. “Nosso trabalho é conscientizar a população sobre a eliminação dos criadouros”, continuou.
Em 2002, a cidade registrou mais de 1400 casos de dengue, entre autóctones (contaminação local) e importados. Em 2003, o número caiu para oito casos, resultado do trabalho dos agentes e das campanhas de conscientização que vem sendo realizadas desde 2001. Este ano, foi detectado um caso importado, ou seja, a pessoa contraiu a picada em outra cidade.
Os agentes realizam ações como “casa-a-casa”, “arrastão”, nebulização (nas regiões onde há focos positivos da doença), delimitação de foco e ações educativas com palestras em escolas e igrejas. A equipe de combate à dengue já cobriu aproximadamente 3 mil caixas d’água, trabalho que começou em residências da Topolândia, bairro mais populoso da cidade, que chegou a concentrar 83% da epidemia. Para cobrir as caixas, são usadas telas e lona branca. A prefeitura também implantou, em 2002, uma coleta diferenciada de pneus inservíveis. Até o momento, 68,34 toneladas de pneus foram destinados para o município de Jundiaí, o que também contribuiu para a diminuição dos focos da dengue.
Apesar da diminuição de casos, é possível uma reincidência. Neto também alerta que pode ser multiplicado até por doze o número de casos notificados para se obter o número real aproximado, pois a maioria não chega a ser notificado. Para a coordenadora do Programa de Erradicação do Aedes aegipty, Anne Mello de Aguiar, a participação da população é essencial no combate à doença, preservando as caixas d´água cobertas, não jogando lixo nos terrenos baldios e evitando o acúmulo de água em recipientes propícios aos criadouros.
A dengue, mesmo na forma clássica, é uma doença séria. Caso a pessoa seja portadora de alguma doença crônica, como problemas cardíacos, cuidados especiais devem ser tomados. No entanto, ela é mais grave quando se apresenta na forma hemorrágica. Nesse caso, quando tratada a tempo, a pessoa não corre risco de morte.
A pessoa que for picada pelo mosquito de sorotipo 3 pode pegar dengue hemorrágica sem ainda ter contraído a doença. Quem já teve a doença e for contaminado novamente por um sorotipo diferente também pode desenvolver a hemorragia.
A previsão do Ministério da Saúde é que a contaminação somente será controlada no ano 2027. Não se fala em erradicação da doença.
Sintomas: Os principais sintomas da doença são febre alta, que dura de 5 a 7 dias, dores fortes no corpo, náuseas, vômitos e dor de cabeça intensa. Também podem aparecer manchas vermelhas pelo corpo e, em alguns casos, sangramento, mais comum nas gengivas. Não existe vacina e nem medicamento específico de combate à doença. Ao perceber os sintomas, a pessoa deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa. A Secretaria de Vigilância em Saúde alerta que alguns dos sintomas da dengue só podem ser diagnosticados por um médico. (Fonte: PMSS)

Sociedade se reúne para tratar de despoluição das praias
Praia Deserta, Reserva do Moulin e Portal do Olaria formam grupo para agir contra poluição das praias.

São Sebastião - Membros da Prefeitura e da Sabesp se reuniram ontem, no Clube Portal do Olaria, para discutir ações que visam à despoluição destas praias. Cerca de 20 pessoas, ligadas as sociedades amigos de bairros compareceram na reunião.
Por enquanto, o projeto nesta área é experimental, devendo ser adotado em outros bairros da cidade. A diretoria da Sabesp na cidade está atenta às iniciativas e já tem interesse de levar a experiência para outras regiões.
Ontem, foram formados grupos com representantes da sociedade civil, prefeitura e Sabesp, que vão atuar em determinadas áreas onde não tem rede coletora de esgoto ou que não tem ligação domiciliar ao sistema da Sabesp, como é o caso da Praia Deserta.
O assessor do prefeito Paulo Julião, Geraldo Julião, explica que haverá nova reunião neste bairro em 45 dias, para que os grupo formados apresentem propostas de solução. Antes da formação dos grupos, houve discussão sobre os problemas que provocam a poluição da praia.
A reunião começou às 14h30 e terminou por volta das17h30. Segundo o gerente da Sabesp, Josival Alves, foram criadas quatro ações a serem cumpridas. A Sabesp elaborará um plano para implantação de rede coletora nas Avenidas das Garoupas até Alameda das Sardinhas, Alameda das Lagostas até Avenida Gunji Kajiha e Alameda dos Badejos até Francisco Romero.
A Sabesp executará até o mês que vem o trecho de rede coletora na Alameda Vila Rica, possibilitando a conexão de dezenove imóveis.
O programa de despoluição das praias é desenvolvido por intermédio da Assessoria de Relações Comunitárias.O assunto começou a ser tratado em outubro do ano passado, com reuniões internas na prefeitura e com a comunidade.
O tema da campanha é “Nossa Praia é Praia Limpa”. Conforme Geraldo Julião, os moradores terão fundamental participação no processo de orientar a comunidade para ligar esgoto à rede da Sabesp e também para acompanhar o trabalho de fiscalização. Ele espera que os primeiros resultados dos trabalhos surjam no próximo verão, lembrando que a população ajuda muito ao informar à Sabesp, pelo telefone 195, a ocorrência de vazamentos de esgoto.
Neste mês, serão realizadas reuniões no bairros/subnúcleos: Pontal da Cruz, Centro/Vila Amélia, Topolândia/Itatinga/Olaria e Topova-radouro/Praia Grande.
“É importante que as pessoas participem porque esse tema trata diretamente de nossa realidade e tenta criar uma discussão sobre o futuro de nossa cidade em relação ao tratamento do esgoto”, observa Rose Costa.

Participe!
A agenda de reuniões com os moradores e seus respectivos bairros para tratar da poluição das praias:

Pontal da Cruz
Dia 03, quarta-feira, às 14h30
Local: Clube Sociedade Amigos do Pontal da Cruz

Centro/Vila Amélia
Dia 10, quarta-feira, às 14h30
Local: Videoteca

Topolândia/Itatinga/Olaria
Dia: 17, quarta-feira, às 14h30
Local: Centro Comunitário da Topolândia

Topovaradouro/Praia Grande
Dia 24, quarta-feira às 14h30
Local: Marina (Fonte: PMSS)

Maria Wakamatsu expõe seu trabalho em São Sebastião

São Sebastião - A artista plástica Marília Wakamatsu inaugurou sua primeira exposição de pintura em tela em São Sebastião no último domingo, dia 15, no Arquivo Histórico, com a realização de um pequeno vernissage.
Há quatro anos em São Sebastião, Marília veio da cidade de São Paulo, e a exposição - que vai até o dia 29 de fevereiro, conta com cerca de 35 telas, a maioria em óleo sobre tela, e alguns trabalhos em pastel. “Gostaria de convidar todas as pessoas que gostam de arte para que dêem uma olhada no meu trabalho. Fico muito feliz por poder acrescentar algo à cultura do município”, disse a artista. “Minha professora é a Adriana Palácios, muito famosa por aqui, e foi ela quem me influenciou a realizar essa exposição”, contou.
O horário de visitação é das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira, e de 12h às 18h nos finais de semana. O Arquivo Histórico fica na Praça Major João Fernandes, 248. (Fonte: PMSS)

Parecer jurídico aponta como ilegais as alterações na Lei de Uso do Solo

São Sebastião - O projeto de lei complementar 25/2003, de autoria do vereador Sérgio Pereira de Souza, foi arquivado. Os vereadores barraram a votação da matéria, ao acatar parecer das comissões de Justiça e de Meio Ambiente e Obras, que consideraram o projeto inconstitucional, “por não cumprir ritual contido na Lei Orgânica e no Plano Diretor”. Mas o próprio parecer utilizado aponta o mesmo vício na lei complementar que alterou a lei de Uso do Solo.
O projeto de lei revogaria parte da lei 39/2003, a fim de restabelecer zona de proteção, na área ao lado do Cebimar/USP (Centro de Biologia Marinha/da Universidade de São Paulo), entre a Praia Grande e o Morro do Guaecá, na região central de São Sebastião, como estava previsto no texto anterior da legislação. A lei 39/2003, de autoria de Marco Antonio Leopoldino, presidente da Câmara, foi aprovada em regime de urgência, sem prazo de tramitação e sem justificativa.
O projeto de lei de Sérgio de Souza visava revogar o artigo 2º da 39/2003, que transformou, de “zona de proteção” para “zona de média restrição” a área localizada entre a SP-55 e a encosta, da Prainha Preta ao Costão do Guaecá. Este dispositivo reduz o lote mínimo permitido de 5 mil m² para 600 m².
A Comissão de Justiça da Câmara é composta pelos vereadores Milton Costa, Ronaldo Lourenço e João Barreto. A Comissão de Meio Ambiente e Obras é formada pelos vereadores Benedito Amâncio dos Santos, Marco Antonio de Souza e Luiz Leite Santana. O parecer em conjunto das comissões só foi rejeitado pelos vereadores Sérgio Pereira e Luiz Leite Santana. Luiz Leite, o Zangado, assinou o parecer, mas vou contra, acatando manifestações de Sérgio Pereira em plenário.
As comissões parlamentares relatam que seus pareceres foram feitos com base em análise da Procuradoria Jurídica da Câmara. Este documento é assinado pelo advogado Francisco de Assis Porpino da Silva.
“Inconstitucionais” - Em seu parecer, o procurador jurídico Francisco de Assis sustenta que as diretrizes e normas relativas a desenvolvimento urbano têm de assegurar a participação das entidades comunitárias no estudo, encaminhamento e solução dos problemas, planos, programas e projetos que lhes sejam concernentes, o que está previsto na Constituição Estadual de São Paulo.
Ele também relata que o Plano Diretor do Município e a Lei Orgânica Municipal são partes integrantes do processo de planejamento. “Não houve a participação popular nem mesmo processo de discussão, elaboração e implementação das normas para alteração da zona de proteção, garantida pela Lei Orgânica Municipal e pelo Plano Diretor, não cumprindo o ritual legal para sua elaboração”, escreve o procurador sobre o projeto de lei do vereador Sérgio Pereira.
O relatório do procurador, após as considerações sobre o projeto de lei, afirma que também “a Lei Complementar 39/2003 (em vigor – grifo nosso) passou por cima das determinações nas leis superiores (Constituição Federal, Constituição Estadual, Lei Orgânica do Município e Plano Diretor), como nesta oportunidade o projeto de Lei Complementar 25/03, em análise, não cumprindo as determinações constitucionais de consulta prévia, dentre outras, sendo, com efeito, tanto uma como outra, rigorosamente inconstitucionais”
O vereador Sérgio Pereira afirma que ficou surpreso com o parecer da procuradoria jurídica, uma vez que este considerou inconstitucional a lei 39/2003. “Os vereadores nada fizeram contra esta lei, mas provocaram o arquivamento do projeto de minha autoria que visava resgatar a situação anterior, antes das alterações feitas pela 39/2003”. Ele afirma que a situação representa “aberração”.
Procurador geral - O procurador geral de Justiça do Estado de São Paulo, Luiz Antonio Guimarães Marrey, encaminhou ofício à Câmara de São Sebastião solicitando cópias das leis que se referem ao Uso e Ocupação do Solo de São Sebastião. A medida visa avaliar denúncia da Federação Pró-Costa Atlântica, entidade que reúne bairros da Costa Sul de São Sebastião.
A Federação solicita Ação Direta de Inconstituciona-lidade, contra a lei 39/2003. Conforme o presidente da entidade, Teo Balieiro, a lei municipal contraria a Constituição, que preconiza a necessidade de participação da sociedade nas discussões referentes à política urbana, o que não ocorreu quando da aprovação do projeto que gerou a 39/2003.
Ontem, o vereador Sérgio Pereira, atendendo ofício do procurador geral, enviou cópias de leis sobre o Uso do Solo e também do parecer da Procuradoria Jurídica da Câmara, que considera inconstitucional o seu projeto de lei e também a lei 39/2003. O vereador, em ofício ao procurador, relata necessidade de anulação rápida desta lei porque existe APA (Área de Proteção Ambiental) e de pesquisada USP em jogo. “Meu objetivo é proteger a área”, diz Sérgio de Souza.
“Desconheço” - O presidente da Câmara, Marcos Leopoldino, declarou ontem desconhecer o fato do projeto de lei do vereador Sérgio ter sido arquivado. Leopoldino disse não saber também que as comissões de Justiça e Meio Ambiente e Obras emitiram parecer contrário ao projeto de lei e que o parecer foi acatado pelo plenário. O presidente da Câmara ainda disse desconhecer o conteúdo do parecer da Procuradoria Jurídica da Câmara. “Compareci à sessão da Câmara, mas não participei da Ordem do Dia”, explicou, mas vou verificar o assunto amanhã (hoje)”.
Ainda na sessão da Câmara, realizada terça-feira, a maioria dos vereadores votou contra o projeto de lei complementar 21/03, de autoria do vereador Benedito Amâncio, que tratava da revogação das leis 38 e 39/2003, ambas sobre o Uso e Ocupação do Solo.
Apenas Sérgio Pereira, Luiz Leite Santana, Benedito Amâncio e Edvaldo Reimberg se posicionaram a favor da proposta. Votaram contra: Dalton Silva, Ronaldo Lourenço, Marco de Souza, José Luiz Ribeiro, Milton Costa e José Irineu de Souza. Os vereadores Marcos Fuly e Carlos Borba deixaram o plenário momentos antes da votação.
A revogação acabaria com a polêmica sobre as mudanças feitas na Lei de Uso do Solo, que motivaram várias manifestações da sociedade civil, em 2003. Leopoldino foi o autor dos projetos de lei complementar 15 e 16, aprovados em regime de urgência no dia 14 de outubro e que, depois de sancionados pelo prefeito Paulo Julião, viraram as leis 38 e 39/2003. A lei 38/2003 autoriza a instalação de novos postos de combustíveis, mecânicas, garagens, entre outros serviços, do Centro a Costa Norte. (Fonte: Imprensa Livre)

Câmara aprova com emendas projeto que delimita zona urbana

São Sebastião - A Câmara Municipal aprovou, na noite de terça-feira, o projeto de lei complementar 023/03, de autoria do prefeito Paulo Julião, que delimita a zona urbana e dá nova redação à demarcação do Parque Municipal. Três emendas foram incluídas, sendo uma modi-ficativa e duas aditivas.
O vereador Sérgio Pereira apresentou duas emendas. Uma delas estabelece que os trechos da rodovia SP-55, que atravessam os bairros Barequeçaba, Maresias e Boiçucanga, sejam sinalizados como perímetro urbano, ou seja, sob a responsabilidade do município.
Em Barequeçaba, toda a área compreendida entre a rua Sebastiana Leite Bueno e Luiz Lemos do Val; em Maresias, a avenida Francisco Loup; e em Boiçucanga, a avenida Walkir Vergani, da esquina da avenida Beira Rio até o final. “Esses locais são perigosos e
precisam da implantação de lombadas eletrônicas, pois há travessia de crianças para escola e de passageiros para embarcar nos ônibus”.
Além disso, a iniciativa irá ajudar o Detraf (Departamento de Tráfego) a sinalizar os locais, pois segundo o vereador, existe conflito com o DER (Departamento de Estradas e Rodagem).
A mesma medida também será implantada no bairro de Boracéia, por meio da emenda do vereador Milton Costa, entre os quilômetros 187 e 191 da avenida Manoel Rabelo. Durante a sessão, o vereador Luiz Leite Santana, o Zangado, sugeriu ao prefeito Paulo Julião a elaboração de um projeto determinando como perímetro urbano toda a rodovia que atravessa o município.
De acordo com o vereador, a medida poderia liberar a venda de diversos produtos pelo comércio instalado próximo a rodovia. Marco de Souza declarou que pretende fazer com que a lei seja estendida pelo menos à Costa Norte.
Já o vereador Carlos Antônio de Souza Borba alertou que, com a aprovação das referidas emendas não haverá autuação por parte da Polícia Rodoviária nos trechos transformados em perímetro urbano. “A Polícia Militar é que vai poder agir. Ganhamos espaço muito maior de responsabilidade para o município”, conclui.
Em justificativa anexa a proposta, o prefeito Paulo Julião alega que a administração passará a ter mecanismos de controle sobre toda sua área urbana, além de refletir na própria cobrança de tributos. O município, segundo ele, está demarcado pela criação do Parque Estadual, que representa cerca de 80% do território, bem como restrito a cotas 100 e 200, o que vem interferindo, diretamente, na análise de projetos de ocupação.
Para o prefeito, a lei preenche uma lacuna e delimita a zona urbana com maior precisão, pois será feita por meio de coordenadas, que “hoje são indispensáveis para caracterizar os imóveis”.
O projeto foi encaminhado à redação final. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Surf News

Boi de Conchas é destaque em festa de Ubatuba

Ubatuba - Com a proposta de um Carnaval cultural e familiar, o Movimento Pirão Geral, de Ubatuba, colocará nas ruas o Boi de Conchas, uma opção a mais para os turistas que procuram uma festa alternativa.
Homens e mulheres se caracterizam com vestimentas que retratam os pescadores. Com roupas de chitão e algodão cru e chapéus de palha, eles desfilam com os tambores, golfinho, sereia, estandarte e, é claro, o Boi de Conchas.
Componentes do bloco, foliões e apreciadores, se reúnem no largo da praça 13 de maio, atrás da antiga cadeia da cidade, arrebanhando os foliões para o cortejo.
No domingo de Carnaval, às 17h, o grupo caminhará pelas ruas centrais, relembrando os carnavais de antigamente.
Tazido por um maranhense, o folclore do Boi, em Ubatuba, começou na década de 30. Os caiçaras gostaram da idéia e adotaram a Dança do Boi.
O carnavalesco Julinho Mendes é um dos descendentes dos precursores do Boizinho e, incentivado por seu avô, leva adiante a tradição junto com seu grupo.
"Basta vir aqui, no dia do Pirão Geral, que você vê os turistas aplaudindo e seguindo o cortejo para assistir o auto do boi na beira do mar. Todos dançam cirandas, participam, cantam, porque o evento mexe com as pessoas", disse Mendes.
A turista Terezinha Pereira, 71 anos, de São José do Rio Preto, que assistia ao ensaio do Boi de Conchas, disse que aprecia muito este tipo de movimento.
"Resgata nossas raízes e é muito importante para a memória de nosso país. Acho muito importante e minha presença está confirmada para assistir esta brincadeira de carnaval", disse a aposentada. (Fonte: ValeParaibano)

Campanha Carnaval 2004 da EPAA

Ubatuba - A EPAA (Equipe de Prevenção e Atenção à Aids) preparou esquemas para o Carnaval 2004 em Ubatuba. No Centro, ao lado da Secretaria de Turismo, a equipe terá um posto fixo para a distribuição de preservativos e folhetos educativos. No Itaguá, a distribuição acontecerá na entrada do Shopping Porto Itaguá e em vários quiosques. Além disso, alguns quiosques da Praia Grande e blocos de embalo também participarão da distribuição. (Fonte: ACS-PMU)

Ubatuba conclui obras de museu

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba entregou ontem as obras do Espaço Cultural e Museu Caiçara, construído na Praia do Engenho, no bairro da Almada, costa norte da cidade. O museu, que custou R$ 81 mil, foi viabilizado através de convênio entre a prefeitura e o governo do Estado e deverá ser inaugurado em setembro. O prédio possui sala para oficinas, auditório com capacidade para 30 pessoas, cozinha e dois bannheiros, em um total de 155 metros quadrados de área construída. "O museu terá fotos e peças que contarão a história de Ubatuba, dos caiçaras e das praias da costa norte da cidade", disse o administrador do museu, Jaime Navarro. (Fonte: ValeParaibano)

Casal de idosos é refém de ladrões

Ubatuba - Um casal de idosos foi feito refém durante um assalto a uma casa de veraneio na noite de anteontem no bairro Itamambuca, em Ubatuba. Três homens armados trancaram as vítimas, que são da cidade de Barretos e têm mais de 60 anos, em um dos quartos da residência e levaram alguns objetos. De acordo com a Polícia Militar, os criminosos roubaram um relógio, R$ 60, um celular e uma roupa de surfista que estava na casa. Segundo a polícia, os suspeitos ainda deram um tiro para o alto para assustar os reféns e foram embora poucos minutos depois da invasão. Até o final da tarde de ontem, nenhum dos suspeitos havia sido preso. (Fonte: ValeParaibano)

Conto em Capítulos Topo

Clique para acessar  os capítulos anteriores
Clique para acessar os capítulos anteriores

Capítulo 20: Quando nada dá certo

Como os leitores devem estar lembrados, saímos para Ubatuba depois de dois dias esperando que tudo se acalmasse. Alguém tentara me matar. Depois de uma viagem calma, com pouco trânsito na Via Dutra, houve nova tentativa de assassinato, já nas proximidades da serra, sendo que desta vez nós não só escapamos como o feitiço parece ter virado contra o feiticeiro. A garota que estava me procurando acabou vítima de abalroamento. Martha e eu saímos do local rapidamente e continuamos no rumo de Ubatuba. Depois de descer a serra, paramos para tomar café em Caraguatatuba, na padaria San Remo que ficava numa praça triangular onde também havia um posto de gasolina. Martha deixou o carro no posto para abastecer. Enquanto esperávamos o atendimento examinei o mapa atentamente. Embora feito em papel comum, desses usadas em lojas de armarinhos, era cheio de detalhes, com legendas precisas e localização de pontos marcantes feitas com esmero e capricho. Deve ter dado um trabalhão, pensei. Eu seguramente teria usado um papel melhor, mais apropriado para desenhar. O café chegou, guardei o mapa e fiquei apreciando a beleza de Martha quando ela se levantou para ir ao lavatório. Que mistérios acompanhavam as nossas vidas, eu mal a conhecia e tinha a sensação de tê-la sempre ao meu lado, era como se tivéssemos estado juntos toda a vida. Havia um misto de regozijo e apreensão permeando os meus sentimentos. Eu estava feliz pelo encontro e temeroso de um possível desencontro, havia tantas perguntas a serem respondidas, tudo acontecia numa velocidade estonteante embora nada fizesse sentido. Só a presença de Martha. A música World stop turning, cantada por Astrud Gilberto tinha agora o significado desvendado para mim, como eu desejei que aquele momento permanecesse eterno, se pudesse eu faria o mundo parar de girar, congelaria o tempo.
Enquanto viajava nos pensamentos le mbrei-me da garota morta no acidente e ao fazê-lo acendeu-se a lâmpada da dúvida. Teria ela morrido mesmo? Aconteceu o acidente ou foi manobra ilusionista? Martha voltou e eu nada disse das minhas suspeitas, tomamos o café e logo estávamos no caminho de Ubatuba. A estrada quase vazia, o dia claro e ensolarado. Da floresta que cobria as montanhas vinha o reflexo da luz misturando tons de verde com emanações amareladas. A impressão era a de haver ouro no meio da folhagem. Eu contemplava a paisagem enquanto do toca fitas vinha o som da trilha sonora do filme Um homem e uma mulher, sucesso há alguns anos.
No caminho entre Caraguatatuba e o vilarejo da Maranduba, eu sabia existir, de forma permanente, uma viatura da Polícia Rodoviária. Quando avistamos os guardas, pedi para que Martha parasse o carro, eu precisava tirar uma dúvida. Ela mostrou contrariedade, queria chegar logo em Ubatuba para ir à praia. Não quis sair do carro e pediu para que eu retornasse logo. Pe rguntei aos guardas sobre o estado das vítimas do acidente do alto da serra. Eles mostraram surpresa, não sabiam de nenhum acidente e, segundo eles, o rádio esteve sempre ligado. Insisti, eles relutaram, mas como eu afirmasse ter visto o acidente, fizeram contato, tendo sido a resposta negativa, não houve nenhuma notificação de acidente. Como eu havia dado a localização, o policial do posto do alto da serra saiu para investigar, cinco minutos depois reafirmou que estava tudo limpo. Azar o meu, o guarda que estava observando o colega fazer as comunicações me deu voz de prisão. Ele informou na seqüência, para a delegacia de Caraguatatuba, que havia um indivíduo aparentemente sob o efeito de entorpecentes e que poderia ser um terrorista tentando criar confusão no policiamento, comunicando acidente inexistente. Antes que eu pudesse dizer alguma coisa fui colocado na parte traseira da C-14 e logo Martha me fez companhia. Era cúmplice.
Voltamos para Caraguatatuba em comboio, um guarda dirigindo o Karman Ghia. Na delegacia a barra pesou, mal desci do carro fui algemado e empurrado por um brutamontes até uma sala, onde havia uma mesa e uma máquina de escrever sobre ela, além de duas cadeiras. Fiquei esperando, logo entraram dois policiais e esvaziaram os meus bolsos, colocando tudo o que havia neles sobre a mesa. Depois chegaram mais dois, sendo que um que presumo ser escrivão preparou a máquina, colocando nela diversas folhas de papel entremeadas de papel carbono. Foi esse mesmo policial que viu um pedaço de papel onde estava escrito um número de telefone. Ele cochichou no ouvido do brutamontes que me empurrara e este pela primeira vez me dirigindo a palavra perguntou a razão de eu ter comigo o número do telefone de uma delegacia de São Paulo. Lembrei-me. Eu anotara caso precisasse falar com o delegado Maurice. Contei para eles que era amigo do delegado, exagerando na amizade. Eles resolveram checar, pediram uma ligação para São Paulo. Naquela época d emorava duas horas no mínimo, fiquei esperando na sala, trancada por fora. Quase três horas depois eles voltaram, tiraram as algemas, me devolveram os documentos e disseram que eu estava livre, nada havia contra mim. Perguntei sobre Martha e eles disseram que ela tinha ido embora há mais de três horas. Disseram também que saiu furiosa comigo.
Cansado, faminto e com vontade de tomar um banho, fui caminhando pelas ruas de Caraguatatuba na direção da rodoviária. Eu tinha o pressentimento que nunca mais veria Martha. Cheguei a tempo de tomar o ônibus das cinco, antes de embarcar comprei uma revista Visão e um sanduíche de queijo. Acordei em Ubatuba. Fui para o Hotel, onde costumava me hospedar e decidi no outro dia começar a procurar pistas, primeiro no Perequê-mirim, depois em Picinguaba. Pelo menos eu ainda tinha o mapa. E um vazio no coração. Sem poder dormir saí pelas ruas de Ubatuba caminhando sem rumo aparente, esperando encontrar Martha em cada esquina.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

Invasões Bárbaras - Bárbara a matéria do Tomaz enviada pelo Tomas. Mais que um retrato, verdadeiro raio X da história do litoral. Parabéns!

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP


Incêndio - Leio no Litoral Virtual que houve mais um incêndio em Boiçucanga e que "devido à distância entre o Centro e bairros da Costa Sul não houve a intervenção dos caminhões do Corpo de Bombeiros". Pois é. Não houve mesmo e nem haverá, enquanto não houver um caminhão-pipa estacionado e de plantão em Boiçucanga para o que der e vier. Principalmente para o que vier. Há cerca de dois anos a SAMJU solicitou isso ao Prefeito Paulo Julião. Há alguns meses, em reunião do CONSEG, a SAMJU cobrou a presença do caminhão-pipa do sub prefeito Wagner Teixeira que garantiu que o caminhão já estava em Boiçucanga. Se já estava, deveria ter interferido no incêndio. Mas não: o mesmo foi apagado pela PM com baldes d' água...
E como ficamos nós, da Costa Sul, com relação a incêndios? Na mesma. Se alguma coisa pega fogo vai até o fim, como aconteceu com a loja de artesanato Freijó, em Juquehy. Mesmo por que até os bombeiros chegarem do Centro ao local do incêndio tudo já ardeu! A SAMJU vai, novamente, se dirigir ao Prefeito Paulo Julião cobrando mais uma vez essas providências.

Regina Helena de Paiva Ramos
São Sebastião, SP


Para Pensar:
Grandes mentes, discutem idéias;
Mentes medianas, discutem eventos;
Mentes pequenas, discutem pessoas.

Flávio Médici Ribeiro Jr.
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Flora

Orquídea

Orquídea
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor