Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 26 de fevereiro de 2004 - Nº 978 Edições Anteriores

Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Assaltos em série assustam comerciantes e turistas durante Carnaval
Polícia diz que crime reduziu 18%
Estradas têm retorno tranquilo


Caraguatatuba
Trio invade comércio e rouba R$ 8.000
Vai faltar luz hoje em Caraguatatuba


Ilhabela
Interdição deixa turistas ilhados em Ilhabela
Ilhabela tem resultado apertado entre as Escolas de Samba


São Sebastião
Carnamar reúne mais de 5 mil pessoas
Petróleo atinge praia de Guaecá, que continua imprópria para banho
Sobe volume de petróleo tirado do rio Guaecá
São Sebastião assina convênio com Entidades Sociais
São Sebastião promove despoluição de praias
Zeca Baleiro encerra programação do Maré MPB em São Sebastião


Ubatuba
Banco tem R$ 40 mil furtados em Ubatuba
PM encontra 4,5 kg de cocaína com casal
Itamambuca quer atenção

Seções
Crônica
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Assaltos em série assustam comerciantes e turistas durante Carnaval
Quadrilha faz 'arrastão' em Ubatuba e leva R$ 350 mil; polícia aponta queda de crimes no feriado

Litoral Norte - Quadrilhas fortemente armadas com fuzis e pistolas cometeram assaltos em série no Litoral Norte durante o feriado de Carnaval. Os criminosos levaram mais de R$ 350 mil em dinheiro em furtos e roubos a casas de veraneio, banco e estabelecimentos comerciais.
Os setores de inteligência das polícias Civil e Militar investigam uma quadrilha que teria promovido um verdadeiro 'arrastão' em Ubatuba.
Apesar disso, as polícias registraram uma queda de até 18,5% de ocorrências. Nenhum homicídio foi cometido durante a folia este ano.
Cinco homens armados de pistolas e um fuzil invadiram às 20h30 de anteontem a casa noturna Red Beach, na praia Vermelha, em Ubatuba, e levaram R$ 120 mil em dinheiro.
Segundo o proprietário, J.F.S., 56 anos, os bandidos renderam os funcionários e retiraram o dinheiro do cofre da boate.
O estabelecimento estava fechado e não havia clientes. O grupo fugiu em três veículos: um Santana branco, um Fusca azul e um Gol cinza. Nenhum suspeito foi preso.
Por volta das 1h10, três homens armados de pistola e fuzil assaltaram uma casa na avenida Principal do bairro Barro Seco. O comerciante R.A.C., 46 anos, sua mulher e um casal de amigos foram rendidos pelos ladrões. A quadrilha levou dinheiro, objetos pessoais e fugiu em um Santana.
No bairro Perequê-Açú, às 3h20, dois homens e uma mulher armados roubaram R$ 20 mil e cinco celulares do comerciante J.B.S., 48 anos, que estava em sua residência.
BINGO - No final de semana, a quadrilha levou R$ 40 mil da agência da Nossa Caixa de Ubatuba e mais R$ 40 mil do Bingo Ubatuba.
O dinheiro do bingo foi levado do cofre do escritório. Na fuga, os ladrões levaram também as fitas VHS do sistema de vigilância. A polícia ainda não sabe como os ladrões entraram no estabelecimento.
Entre a madrugada de ontem e a tarde de ontem, cinco pessoas foram presas pela PM com mais de 4 kg de cocaína em Ubatuba e Ilhabela. Pelo menos um casal preso teria relação com a quadrilha de assaltantes.
CAMPINAS - Caraguatatuba também foi alvo dos criminosos. Três homens armados assaltaram às 22h40 de anteontem a Distribuidora de Sorvetes Nestlé, no bairro Sumaré.
O comerciante E.S.M., 47 anos, e três funcionários foram amarrados com fitas adesivas. O grupo roubou R$ 8.000 em dinheiro e três aparelhos celulares.
Na madrugada de domingo, um suspeito foi morto em troca de tiros e sete pessoas de Campinas foram presas pela Polícia Militar. A quadrilha tentou assaltar uma casa de veraneio localizada a poucas quadras da Delegacia e Companhia da PM de Caraguá. (Fonte: ValeParaibano)

Polícia diz que crime reduziu 18%

Litoral Norte - As polícias Civil e Militar do Litoral Norte registraram uma queda de até 18,5% no número de crimes durante o Carnaval, em comparação com o feriado em 2003. Nenhum homicídio foi cometido este ano nas festas, contra 2 ocorridos no ano passado.
Por determinação da Secretaria de Segurança Pública, as polícias não puderam informar o número de ocorrências registradas nos quatro dias de Carnaval.
Para o delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, os assaltos ocorridos em Ubatuba foram fatos atípicos e não teriam relação com a quadrilha presa em Caraguá.
Apesar disso, ele afirmou que a polícia investiga se uma mesma quadrilha teria cometido os crimes em Ubatuba. "Pela descrição das armas, das pessoas e modo de agir, pode ser o mesmo grupo", disse.
O delegado disse que a polícia tem quase certeza de que os criminosos são de outra região. Ele disse que, no caso do assalto ao banco, a falta de vigilantes e alarmes facilitou a ação da quadrilha.
CHUVAS - O chefe do Setor Operacional do 20º Batalhão de São Sebastião, capitão Eduardo Rosmaninho, disse que o setor reservado da PM também investiga os crimes cometidos em Ubatuba.
Ele afirmou que o balanço geral de ocorrências apresentou queda no litoral. "Tivemos um reforço maior este ano com 700 PMs e as chuvas facilitaram o trabalho", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Estradas têm retorno tranquilo

Litoral Norte - O retorno do feriado de Carnaval lotou ontem as estradas da região. O maior movimento foi registrado na rodovia dos Tamoios, que liga São José a Caraguatatuba. A média foi de 30 veículos por minuto durante todo o dia. O normal é de 8 carros.
Apesar da chuva, nenhum acidente grave foi registrado. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, dos 83.460 que desceram a serra pela Tamoios, cerca de 80% tinham retornado até o final da tarde de ontem.
A polícia registrou morosidade nas pontes entre os kms 28 e 18, onde ocorreu a operação "Pare e Siga", que libera duas faixas no sentido São José.
Na rodovia Osvaldo Cruz, que liga Taubaté a Ubatuba, o movimento foi normal. O motorista antecipou o retorno e o maior fluxo de veículos foi registrado na terça-feira de Carnaval.
ACIDENTES - O número de acidentes nas rodovias estaduais paulistas caiu 17,4% neste Carnaval, segundo a Secretaria dos Transportes. Em todo o estado, foram 38 mortos em 2004, contra as 46 no mesmo período de 2003.
A assessoria de imprensa da Secretaria dos Transportes informou que o número de mortes referente ao Vale do Paraíba e Litoral Norte serão divulgados hoje.
Na Dutra, foram registradas 7 mortos e 197 acidentes da meia-noite de sexta-feira até a meia-noite de terça-feira.
DUTRA - A retirada de um caminhão que tombou no km 154, em São José, provocou um congestionamento de dois quilômetros ontem por volta das 17h30.
A pista da rodovia no sentido São Paulo-Rio foi completamente interditada por 10 minutos. O trânsito foi liberado às 17h40. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo Albatroz Pousada

Trio invade comércio e rouba R$ 8.000

Caraguatatuba - Três assaltantes levaram R$ 8.000 em dinheiro de uma distribuidora de sorvetes da Nestlé, na noite de anteontem, no bairro Sumaré, região central de Caraguatatuba. Segundo a Polícia Militar, o grupo invadiu o estabelecimento e rendeu o comerciante Élcio de Souza Menezes, 47 anos, e outras três pessoas, por volta das 22h40. Após serem ameaças de morte, as vítimas foram amarradas com fitas adesivas. Além do dinheiro, os assaltantes fugiram levando três aparelhos de telefone celular. Os nomes das outras vítimas não foram divulgados. Até a tarde de ontem, a Polícia Civil não havia localizado os bandidos. (Fonte: ValeParaibano)

Vai faltar luz hoje em Caraguatatuba

Caraguatatuba - Hoje vai faltar luz elétrica em duas ruas no centro de Caraguatatuba. Das 7h às 8h a energia será cortada na rua doutor Paul Harris, do número 84 ao número 98, e na avenida Padre Anchieta, do número 455 ao número 490. A empresa Bandeirante Energia informou que, no período em que a luz vai faltar nas duas ruas, vai realizar manutenção na rede elétrica. Ela pede aos usuários que desliguem todos os aparelhos das tomadas para evitar possíveis sobrecargas quando a energia voltar, eliminando riscos de danificar eletrodomésticos. Em casos de emergência, o telefone para pedidos é 0800-55-0800. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Interdição deixa turistas ilhados em Ilhabela

Ilhabela - Pelo menos 40 turistas estão ilhados na praia de Castelhanos, em Ilhabela, devido à interdição do único acesso ao bairro.
Em razão do mau tempo, a estrada ficou intransitável --além da lama, vários galhos de árvores bloquearam a pista.
Até a noite de ontem, a Defesa Civil que 150 pessoas haviam conseguido deixar o bairro pelas equipes de resgate a pé.
Quinze carros permaneciam na praia até a noite de ontem. Havia ainda outros oito veículos parados na estrada.
O helicóptero Águia, da PM, chegou a ser acionado anteontem para atuar na retirada de turistas.
O problema no acesso ao bairro começou no domingo, quando os agentes da Defesa Civil foram acionados por turistas, que informaram que a estrada estava intransitável.
Ontem pela manhã, uma equipe da Defesa Civil visitará o bairro para auxiliar a remoção dos visitantes.
Entre os turistas, alguns foram ao local acampar e outros ficam em casas de moradores de Castelhanos.
As pessoas que estão ilhadas no local receberam mantimentos doados pela Defesa Civil.
O presidente da Defesa Civil, Klaus Bruder, disse que desde o início do feriado, os turistas assinaram um termo de responsabilidade ao chegarem à praia. "Todos foram alertados sobre os problemas na estrada", disse.
Segundo ele, no final de janeiro, a prefeitura obteve junto ao DER (Departamento de Estradas de Rodagem) uma autorização para executar obras de manutenção da estrada, mas os serviços foram embargados pelo Parque Estadual da Serra do Mar, quando faltavam nove quilômetros para conclusão da reforma da pista.
PONTA AGUDA- A estrada que dá acesso à praia Ponta Aguda, em Ubatuba, também ficou bloqueada ontem, ilhando 50 pessoas no local. Elas foram retiradas a pé pela equipe da Defesa Civil, mas os 15 carros dos turistas permaneceram na praia, que fica na divisa com Caraguatatuba. (Fonte: ValeParaibano)

Ilhabela tem resultado apertado entre as Escolas de Samba

Ilhabela - O carnaval de Ihabela teve um resultado apertado na apuração dos votos do desfile das escolas de samba este ano. Por 0,5 ponto de diferença a Unidos de Padre Anchieta conquistou seu terceiro título. Empatados em segundo lugar ficaram Unidos do Garrafão e Mocidade Independente de Ilhabela, com 73 pontos. O desempate foi no quesito bateria e o Garrafão levou a melhor.
Quando a Unidos de Padre Anchieta entrou na passarela do samba embalada pela voz dos puxadores Ditinho Elegância e JJ, junto com a cascata de fogos de artifício, a arquibancada foi ao delírio. “Realmente valeu a pena esperar até as duas e quinze da manhã”, disse Juçara Santos, de São Paulo.
A história do Padre Anchieta foi bem retratada em todas as alas. O desfile foi marcado pelas inovações. A Comissão de Frente trazia Índios Guerreiros que faziam fumaça, um dos carros alegóricos tinha a imagem de uma índia que se mexia e outro soltava papel picado por toda a avenida. A bateria da escola também foi um dos destaques. Mestre Baggio, o mais novo da história do Carnaval da Ilha, (18 anos) foi carregado pelos alunos na hora da apuração dos votos. Eles tiveram a nota máxima, e foi também o único 10 entre as três baterias. “Estou imensamente feliz, muito feliz”, repetia.
O presidente da escola, Mario Sergio, disse ter cons-ciência de que a disputa foi acirrada, apenas meio ponto de vantagem, mas não conseguia esconder a emoção de conquistar mais um campeonato. “Foi um título muito esperado, que veio na hora certa, sabíamos que ia ser difícil, mas tivemos muita garra”, diz.
Já para a escola Unidos do Garrafão a vitória “escapou por entre os dedos”, pois esteve impecável durante grande parte do desfile, salvo por um deslize da bateria. A Comissão de Frente fez uma coreografia que misturava dança e interpretação, retratando muito bem os quatro princípios, terra, fogo, água e ar, tema do enredo. “Foi um resultado justo, mas a Unidos do Garrafão estava tão bonita quanto a Padre Anchieta. Perdemos pontos na bateria apenas por nervosismo. São coisas que acontecem, mas o ano que vem estamos aí outra vez”, disse Sueli, madrinha da bateria da escola Unidos do Garrafão.
Quem surpreendeu foi a Mocidade Independente de Ilhabela, pois em quarenta e cinco dias de existência conseguiu um bom desempenho e um empate técnico com a escola Unidos do Garrafão. A “estreante” do carnaval 2004 falou sobre a vida do caiçara e homenageou grandes nomes da história do samba ilhabe-lense, como o casal de Mestre-sala e Porta Bandeira Joãozinho do Pagode e Antônia. O destaque ficou com um carro alegórico que trazia uma imagem de uma senhora com uma criança recém-nascida e duas mulheres grávidas, simbolizando dona Eva Esperança, a primeira parteira da cidade. Uma das grávidas foi Aline Silva, bisneta de dona Eva.
O presidente da gremiação, Toninho Colucci, se disse muito contente com a postura da escola na avenida. “A proposta da escola era fazer um carnaval bonito, que empolgasse a arquibancada, semeasse paz e isso conseguimos. O nome da escola já está no sangue dos integrantes, viemos para ficar”, comemorou.
Segundo a presidente da LECI, Noemi Pertanela, a parceria da prefeitura foi fundamental. “O sucesso do nosso trabalho está ligado diretamente ao apoio das escolas e da Prefeitura. Tudo foi maravilhoso e o ano que vem será ainda melhor”, prometeu. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Carnamar reúne mais de 5 mil pessoas

São Sebastião - No último domingo de Carnaval, a 14ª edição do Carnamar - considerado uma das principais atrações do carnaval de São Sebastião, reuniu mais de cinco mil pessoas e 237 embarcações, entre escunas, lanchas, barcos pesqueiros e jet-skis, num desfile que teve quatro horas de duração.
As embarcações seguiram um trajeto de 26 quilômetros entre São Sebastião e Ilhabela. A lancha "Use Camisinha" venceu na categoria criatividade. A embarcação "Chega de Enchentes" conquistou o prêmio de animação; já a lancha “Olha o Lula Indo” foi eleita a mais enfeitada. Os Jet-Skis “Grossi” e “Morcego” foram os vencedores na categoria “animação” e “enfeitada e criativa”, respectivamente.
A festa na Praia do Arrastão, local de saída e chegada do Carnamar, reuniu cerca de 800 pessoas que, em terra, puderam participar de sorteios de brindes, concurso de dança, além de muitas brincadeiras.

Vencedores do Carnamar

Categoria Lanchas:
Criatividade – "Use Camisinha"
Animação – "Chega de Enchentes"
Enfeitada - "Olha o Lula Indo"

Categoria Jet-Ski:
Animação - "Grossi"
Enfeitada e criativa - "Morcego" (Fonte: PMSS)

Petróleo atinge praia de Guaecá, que continua imprópria para banho
Estimativa preliminar de petróleo vazado aumenta para 236 mil litros, segundo a Cetesb

São Sebastião - A praia de Guaecá foi atingida pelo petróleo no último domingo, por volta das 18h, segundo informa a Cetesb (Companhia Estadual de Tecnologia e Saneamento Ambiental). São os resíduos da Transpetro, subsidiária da Petrobras, derramados por causa de rompimento de oleoduto, na quarta-feira, 18, no Rio Guaecá. Este oleoduto liga o Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso), em São Sebastião, à Refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão.
De acordo com a Cetesb, a praia foi atingida após a intensa chuva que rompeu algumas das 20 barreiras de contenção e absorção, instaladas para recolher o petróleo no rio.
Técnicos da Cetesb estimam que já foram recolhidos cerca de 235 metros cúbicos de óleo, ou seja, 235 mil litros, nas águas e nas margens do Rio Guaecá, num trecho de quase oito quilômetros, afetando inclusive áreas do Parque Estadual de São Sebastião.
Na segunda-feira, técnicos do Setor de Operações de Emergência e da Cetesb e da Petrobras realizaram, às 6h, um sobrevôo pela região e constataram a existência de óleo apenas na zona de arrebentação da Praia de Guaecá. Nenhuma outra praia havia sido contaminada e o Canal de São Sebastião estava absolutamente limpo.
Desde o começo da manhã de segunda-feira, a equipe técnica da Cetesb passou a efetuar o monitoramento por terra, para verificar a possível ocorrência de contaminação de praias vizinhas às areias de Guaecá.
Com o objetivo de agilizar os trabalhos de limpeza no local e eventual exposição dos banhistas ao óleo derramado, a Cetesb solicitou à Petrobras todos os cuidados necessários à salvaguarda da população, incluindo-se a interdição temporária da praia de Guaecá.
As equipes técnicas da Cetesb e da Petrobras, que trabalham na contenção e na retirada do produto vazado, vêm procedendo à reconstrução de novos diques, com registros, para controlar a vazão.
Os trabalhos de limpeza da vegetação contaminada e a remoção do material absorvente nos pequenos empoçamentos existentes, assim como a lavagem de pedras impregnadas com petróleo, devem prosseguir por pelo menos mais três dias.
Na manhã de terça-feira, havia muitos banhistas ao longo da praia do Guaecá. Mas a maior parte estava concentrada fora da área em frente trecho do rio que deságua na praia. Neste dia, a bandeira da Cetesb indicava praia poluída para banhos, mas muitas pessoas se banhavam, entre crianças e adultos, além de surfistas.
Na ocasião, ainda era possível observar pequena quantidade de óleo à beira do mar e em maior quantidade no trecho final do rio que deságua na praia. Funcionários da Transpetro e pessoal contratado recolhiam o óleo. A imagem da praia proibida por conta do derrame de petróleo, o aparato para recolhimento do poluente e os funcionários da Petrobras andando pela areia da praia compunham o cenário, onde banhistas - turistas e moradores de São Sebastião - tentavam aproveitar a trégua da chuva. Preventivamente, a Cetesb mantém esta praia como imprópria para balneabilidade.
O diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de São Sebastião, Nivaldo Simões, afirma que irá apresentar imagens e relatório sobre o derramamento de petróleo ao Comdurb (Conselho de Meio Ambiente e Urbanimo), hoje. Ele quer discutir com os conselheiros a possibilidade de ingressar ação judicial contra a Transpetro e Petrobras. “Duas pessoas confirmam que viram óleo na praia do Guaecá às 6h de quarta-feira, uma delas também confirma que comunicou o fato à Transpetro, que só começou a agir por volta das 10h”, o diretor declara. A reunião do Comdurb será realizada a partir das 18h, na Videoteca Municipal e é aberta a todos os interessados. (Fonte: Imprensa Livre)

Sobe volume de petróleo tirado do rio Guaecá

São Sebastião - A Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) informou que até ontem já foram retirados 235 mil litros de óleo do rio Guaecá desde o último dia 18, quando aconteceu o vazamento do produto na faixa de dutos da Petrobras/Transpetro, em São Sebastião.
O volume de petróleo cru foi recolhido em um trecho de 8 quilômetros do rio, que deságua na praia do mesmo nome. A Cetesb está analisando os relatórios do acidente para definir o valor da multa.
A praia de Guaecá foi novamente considerada imprópria para banho, segundo o novo boletim de balneabilidade divulgado ontem pela Cetesb. O gerente do Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso) da Petrobras em São Sebastião, Luiz Alberto de Faria Franco, disse que o relatório das causas do acidente no duto deve ser concluído somente na próxima semana.
"O trabalho está voltado para a limpeza da margem do rio, que ainda não tem prazo para terminar", disse.
Além da praia de Guaecá, outra nove praias estão impróprias no Litoral Norte. O número é menor em relação ao início da semana, quando 14 praias estavam poluídas na região.
As demais praias estão poluídas devido ao esgoto. Em Ubatuba, estão impróprias as praias Iperoig, Itaguá e Perequê-Mirim. Em Caraguatatuba estão vetadas para banho Indaiá, Centro e Porto Novo, e, em Ilhabela, Armação, Pinto e Itaguaçu. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião assina convênio com Entidades Sociais

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião e a Secretaria de Assistência Social, junto com representantes das entidades sociais, assinaram convênios que beneficiam 14 entidades sociais, que já possuem recursos do município, como Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Casa da Criança, Associação Antialcoólica, Fundamar, Escola Náutica, Creche São Sebastião, Berçário Santana, Lar Vicentino, Berçário Amigos da Criança, Creche Peraltinha, Faculti (Faculdade da Terceira Idade), Amor Axigente, Nosso Lar e Creche Dona Laurinda. Além disso, o município mantém os projetos Cidadão Criança, Valorizando a Pessoa Idosa e Caetê Porã. Até o final desde ano, a atual administração municipal prevê um investimento de cerca de R$ 4 milhões nessas parcerias. Do ano de 2001 até 2004, os valores tiveram reajustes que superaram 300%, como é o caso, por exemplo, da Associação Antialcoólica, que recebia R$ 10,8 mil por ano, com registro de 20 atendimentos, e agora recebe R$ 81,5 mil por ano e registra 1,5 mil atendimentos. A Apae também teve um aumento considerável no repasse de recursos pela prefeitura. A entidade que recebia em 2001 cerca de R$ 27 mil por ano, para manter 60 alunos, este ano, receberá R$ 158 mil e, com isso, dobrou o quadro de alunos e também realizou melhorias na infra-estrutura de sua sede. A Casa da Criança, que enfrentava problemas por falta de recursos financeiros, conseguiu contratar mais profissionais e pagar suas dívidas. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião promove despoluição de praias

São Sebastião - A Assessoria de Relações Comunitárias de São Sebastião promove a campanha "Nossa Praia é Praia Limpa", que vai trabalhar contra a poluição das praias, junto com a prefeitura, a Sabesp e a comunidade. Os bairros Praia Deserta, Reserva do Moulin e Portal do Olaria formam grupos para atuar em áreas onde não têm rede coletora de esgoto ou ligação domiciliar ao sistema da Sabesp. Cerca de oito bairros participam do programa realizando reuniões para alertar a comunidade que devem fiscalizar as ocorrências de vazamentos de esgoto e informando a Sabesp pelo telefone 195. (Fonte: ValeParaibano)

Zeca Baleiro encerra programação do Maré MPB em São Sebastião

São Sebastião - O Maranhense José de Ribamar, o Zeca Baleiro, será o último convidado a se apresentar no Maré MPB, no Sábado, dia 28, às 21 horas, no Teatro Municipal de São Sebastião.
O Projeto Maré MPB é um evento realizado na cidade desde junho de 2003 e que, devido ao sucesso, voltou durante a temporada numa edição Especial e que, desde o inicio de janeiro, já trouxe para a cidade grandes nomes da música brasileira, como Chico César, Leila Pinheiro, Trio Madeira Brasil, Dona Ivone Lara, entre outros.
O irreverente José Ribamar tornou-se Baleiro devido a sua compulsividade em comer balas e guloseimas. Ele chegou a abrir uma loja de doces em São Luís. Mas não tinha jeito, o negócio dele era a música, por isso, em 1991, mudou-se para São Paulo, onde chegou a dividir moradia com o amigo e parceiro Chico César.
Foram quase 12 anos até chegar ao primeiro disco. Teve seu ingresso efetivo no mercado fonográfico quando gravou o Acústico MTV com Gal Costa, em 1997. Zeca tinha composto uma música, A Flor da Pele, inspirada em Vapor Barato, de Jards Macalé e Wally Salomão, que Gal tinha gravado nos anos 70. No Acústico, Gal regravou a música e convidou Zeca. Os dois interpretam as duas canções no CD.
Em 1999, Zeca lançou o segundo CD, Vô Imbolá e apenas um ano depois, o terceiro, Líricas. Com este último, Zeca veio cheio de mudanças. As músicas estão mais para baladas românticas e ainda para o lançamento do CD, reduziu sua banda, saíram os percussionistas e os violões tomaram conta do show. Fato que causou surpresa nos admiradores que o acompanhavam desde o primeiro trabalho.
O trabalho de Zeca é marcado por sua voz anasalada, suas letras - mistura rítmica - e diversas influências da cultura popular ao rock. Ele gosta da liberdade da mistura e evita rótulos. É um artista versátil, percebido nos seus discos e nos diversos projetos em que se envolve. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Surf News

Banco tem R$ 40 mil furtados em Ubatuba

Ubatuba - Cerca de R$ 40 mil em notas e moedas foram levados de uma agência da Nossa Caixa Nosso Banco na madrugada de ontem no centro de Ubatuba. Os ladrões, que não haviam sido encontrados até o final da tarde de ontem, usaram maçarico para arrombar uma janela dos fundos. Não havia vigia no local.
De acordo com a Polícia Civil, além do dinheiro, os suspeitos levaram duas armas que estavam no banco e que pertenciam aos seguranças. A comunicação do roubo só foi feita às 8h30, quandos os funcionários chegaram à agência.
Os criminosos teriam entrado por uma janela do segundo andar. Eles utilizaram um botijão de gás (para acender o maçarico), um pé-de-cabra, uma furadeira e uma broca para abrir a janela e o caixa-eletrônico. Os objetos foram deixados no local.
Segundo o delegado de Ubatuba, Fausto Cardoso, a Nossa Caixa deveria colocar guardas no local, principalmente durante o recesso de Carnaval, entre sexta-feira passada e ontem.
"Notamos que são poucas agências que colocam câmeras de vigilância ou disponibilizam um funcionário para a madrugada", disse.
Cardoso afirmou que na tarde de ontem a perícia técnica esteve no banco para tentar achar pistas dos suspeitos.
BANCO - A Nossa Caixa informou que não havia guardas fazendo a segurança no local pois não haveria como mantê-los 24h. O banco informou que existe alarme mas não foi acionado durante o furto.
A agência informou ainda que o próprio banco já tem planos de implantar, nos próximos meses, um sistema de câmeras. (Fonte: ValeParaibano)

PM encontra 4,5 kg de cocaína com casal


Ubatuba - A Polícia Militar apreendeu 4,5 kg de cocaína e R$ 11,5 mil com um casal de Guaratinguetá às 11h30 de ontem no bairro Perequê-Açú, em Ubatuba. A polícia investiga uma possível ligação dos suspeitos com a quadrilha que assaltou a agência da Nossa Caixa.
O vendedor Ademir Valles Tobias, 37 anos, e sua namorada, a dona-de-casa Roselaine Soares Santos, 27 anos, foram presos com um saco de dinheiro. A droga, segundo a polícia, foi encontrada na casa da mulher. Além da cocaína, foi apreendida uma porção de maconha.
Por volta das 0h10 de ontem, a PM prendeu 8 papelotes de cocaína, três frascos de lança-perfume e R$ 117 em dinheiro com dois homens na rua Amazonas, no bairro Cilop.
O suspeito Sidnei Hirata de Souza, de Taubaté, e Adenilson Nogueira da Costa, ambos de 22 anos de idade, foram abordados em um patrulhamento de rotina.
Segundo a polícia, Souza tem passagens por tráfico, roubo, receptação e porte ilegal de arma.
ILHABELA - Por volta das 15h30 de ontem, a PM de Ilhabela apreendeu mais 36 papelotes de cocaína com o suspeito Adailson Ribeiro Soares, 21 anos, na avenida Princesa Isabel, no bairro Perequê. (Fonte: ValeParaibano)

Itamambuca quer atenção
Bairro solicita operação tapa-buraco

Ubatuba - A Sociedade Amigos de Itamambuca protocolou hoje, no Gabinete do Prefeito, pedido para que a operação tapa-buraco na região norte também se estenda ao bairro. O maior problema já não é mais a buraqueira característica das ruas de terra, mas as crateras ao longo da única via asfaltada do bairro, por onde passam cerca de 3 mil veículos por dia na temporada. Recentemente, um botijão de gás tombou de uma camionete de entregas, assim que o veículo passou pelos buracos. O episódio ocorreu na via asfaltada, por volta da hora do almoço, quando a avenida fica tomada por crianças que saem da escola ou vão entrar. Felizmente, o botijão não explodiu, mas serviu de alerta para a urgência na execução dos reparos.
Para se ter idéia de como o problema é tão fundo quanto os buracos, até o ônibus escolar cogita largar as crianças na estrada, por causa da buraqueira no caminho para deixá-las na porta da escola. “Só neste feriado de Caranaval, recolhemos umas cinco placas de automóveis caídas no meio da rua, por causa dos buracos”, contou Aldhemar Freitas Filho, presidente da SAI.
Apesar de ser mão única para quem entra no bairro, a via pavimentada é usualmente utilizada como mão dupla, porque todos querem se beneficiar do asfalto. A falta de fiscalização no trânsito aumenta a audácia dos motoristas em guiar na contramão e o resultado é um tráfego caótico. Como Itamambuca recebe gente do mundo inteiro, é fácil notar a indignação do turista, sobretudo o estrangeiro, com o trânsito local.
Por conta desse caos, que coloca em risco a integridade física de quem trafega de carro, a pé ou de bicicleta pela avenida, a SAI também pede que a Prefeitura execute a pavimentação ou, pelo menos, o cascalhamento, da via de terra. O objetivo da entidade é disciplinar o trânsito e zelar pela segurança dos cidadãos. (Fonte: SAI)

Crônica Topo

O Duende

Convidei os novos vizinhos para uma cerveja, no fim da tarde. Logo ao chegar a esposa me olhou fixamente nos olhos, e depois de desculpar-se com a minha mulher, disse que eu estava precisando de um alinhamento de chacras. Com urgência! A conversa seguiu, como é de praxe em ocasiões formais, até que num certo instante ela revirou os olhos, deu um suspiro profundo e entrou em transe, no meio da varanda! Com a voz alterada, levantou-se e colocou as mãos na minha cabeça. Depois de alguns instantes foi até o armário da sala e retirou de uma gaveta um Duende, que eu ganhei numa rifa de alunos. Caminhou com ele nas mãos e tornou a sentar-se, recobrando aos poucos a consciência. A situação era estranha, nós não somos dados a esse tipo de experiências, em todo caso, eu fiquei impressionado com o fato dela ter achado o Duende. Sequer me lembrava da existência dele. Depois de respirar profundamente e parecendo estar cansada, ela me disse:
- É perigoso ter um Duende nessas condições, o pobrezinho está sem energia cósmica, você deixou as coisas irem longe demais. Ele está sugando todos os que vivem aqui, até o cachorro. Por isso os seus chacras estão desalinhados.
Surpreso, apalpei o corpo cuidadosamente. Não encontrando nada diferente, perguntei o que deveria fazer. Por mim ela poderia levá-lo, eu tinha um pé de coelho e uma medalhinha de São Jorge. Com ar de desaprovação, ela continuou:
- Ele é seu, você não pode livrar-se dele assim, sem mais nem menos. O que você precisa fazer é dar-lhe uma carga psíquica. Carga lenta, ele está quase vazio!
- Onde se faz isso? Perguntei.
- Em qualquer loja esotérica. Por enquanto vou isolar a casa, mas amanhã você deverá levá-lo sem falta, ou então seus chacras vão desalinhar de vez. O cachorro pôs-se a uivar dolorosamente, na hora pensei o quanto deve ser difícil para um cão ter os chacras desalinhados. E provavelmente desbalanceados também. Na hora de sair ela tirou um pacotinho de incenso da bolsa, fez um círculo no chão, com giz amarelo, que também tirou da bolsa, colocou o Duende no centro e pediu um copo americano com whisky, pela metade. Depois foi até a cozinha onde pegou noz-moscada. Ralou cuidadosamente na cabeça do homenzinho e pôs um pouco no whisky, terminando por fazer quatro cruzes com cravos da Índia ao redor do ser mágico. Completado o trabalho, bebeu o whisky e foi-se embora, após acender o incenso. Com a casa parecendo um templo indiano, fui dormir, decidido a fazer tudo de acordo com as recomendações. Na verdade o que eu queria mesmo, era me livrar do tal Duende, que parecia um dos sete anões da Branca-de-Neve. Naquela noite acordei diversas vezes com os uivos lamentosos do cão, o que dá imensa tristeza. Por sorte tinha um pudim de leite na geladeira, que comemos com sorvete de creme. Meu cachorro adora pudim com sorvete. Naquela noite descobri que os pudins devem ter algum papel no alinhamento dos chacras, ainda que temporariamente. Ou seria o sorvete? Talvez a combinação dos dois. Acho que nunca saberei a verdade, nem mesmo sei se são os chacras ou as chacras. Dormimos sem interrupções até o dia seguinte. De manhã eu poderia esperar tudo, menos encontrar a vizinha na sala de casa, cantando um mantra para o anãozinho, cuidadosamente deitado em uma cama de folhas de louro colocadas sobre a écharpe vermelha, de seda pura, de minha mulher. Ela me viu, fez um sinal e continuou cantando-murmurando por mais de dez minutos, uma eternidade. Ao final dos trabalhos, após afirmar que todo cuidado é pouco, envolveu o Duende na écharpe e colocou-o em posição vertical. Depois pediu um pouco de noz-moscada ralada e um copo americano de whisky e fez o que fora feito anteriormente. Jogou algumas pitadas da especiaria na cabeça do boneco e o restante no copo. Bebeu o whisky e foi-se embora, deixando o cartão de uma loja e a recomendação de transportar o Duende na posição vertical, longe do corpo. Tomei café e antes mesmo de abrir os jornais resolvi livrar-me do problema. Fui para a loja que ela me recomendara. Uma garota loira, branca, de pele quase azul e dentes eqüinos me atendeu. Tirei o doente cuidadosamente da bolsa bovina. Última moda em Paris, de longe parece uma vaca malhada em preto e branco. Nunca imaginei como os Duendes são importantes, a garota ao vê-lo proferiu palavras estranhas, e depois de me olhar como se eu fosse Jack the ripper, sumiu atrás de uma cortina. Voltou com outras duas que cuidaram do pobrezinho como se fosse um bebê abandonado. Com as garotas veio uma senhora, de óculos pendurados e cara de poucos amigos. Lembrei-me da enfermeira Diesel. Ela perguntou o que eu desejava. Respondi que o meu Duende precisava de uma carga psíquico-cósmica.
Sinto muito senhor, esse modelo não é recarregável.
Isso muda tudo pensei. O que faço agora? Eu queria livrar-me definitivamente do problema.
Sendo assim, eu gostaria de deixá-lo aqui. Vocês sabem o que fazer com essas criaturas. Eu mal entendo de cachorros, sei apenas que eles gostam de pudins, de ossos e de perseguir borboletas.
Impossível senhor. Um Duende não recarregável não pode ser abandonado, é muito perigoso. Eles costumam se ofender.
Confesso que nesse momento fiquei com um pouco de raiva da vizinha, que além de achar o Duende na gaveta, ainda bebeu quase a metade do meu Black and White. Vou comprar um Old Eight para quando ela for me visitar. Já perdendo a paciência atirei a toalha.
Está bem minha senhora, preciso da sua ajuda, qual é a solução?
Bem, disse ela depois de pensar, enquanto punha e tirava os óculos e rabiscava um papel. Nesse caso o senhor vai precisar de três guias para fornecer energia de forma constante. O senhor agiu mal, nunca deveria tê-lo deixado na gaveta. Eles detestam e, se descarregam. Acabamos de receber o que o senhor precisa, guias Stonehenge, da melhor linhagem céltica. Também é conveniente levar um CD com música especial para ambientes em recuperação. Dispomos também de anjos com propriedades védicas, que vão fazer muito bem para os seus pontos vitais cósmicos, que são as partes do corpo em contato permanente com as correntes psíquicas do universo.
Concordei, apesar da dúvida que assolou repentinamente o meu espírito. Enquanto ela falava examinei um dos recém chegados. Na base estava escrito Made in Taiwan. Ela prometeu que entregaria o kit energético-védico-cósmico-psíquico naquela tarde. As garotas iriam organizar tudo para mim. Depois pediu um adiantamento de 50% dos honorários, a outra metade poderia ser para trinta dias, em cheque. O total perfazia 2746 reais, o que convenhamos é pouco para um caso de tamanha gravidade. Fiz os cheques, enrolei a écharpe no pescoço, peguei a bolsa e saí da loja. No estacionamento encontrei um amigo que há muito não via. Ele me olhou com atenção e pareceu surpreso, mas depois do estranhamento inicial caminhamos até um café próximo. Pedi um whisky, estava precisando de alguma coisa forte. Comecei a contar a história quando o garçom chegou com a noz-moscada, que ralei no whisky. Eu estava curioso, que gosto teria? Meu amigo arregalou os olhos, pediu desculpas e foi-se embora, de fato assustado, deixando-me só no café. Na mesa ao lado um rapaz de sobrancelhas raspadas me lançava olhares lânguidos. Só então me dei conta da écharpe que me envolvia o pescoço e da bolsa bovina. Era tarde. Que estrago faz um Duende deixado na gaveta!

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

Novamente a Cidade Jardim - Senhor Editor. É com muita satisfação que registro o recebimento desse periódico após uma interrupção involuntária. É bom e divertido receber em casa notícias "fresquinhas" de todo nosso Litoral, como é bom também ler os comentários dos "interleitores".
Aproveitando, mais uma vez, este espaço, quero deixar registrado o descaso e a falta de cuidado da administração local para com o bairro Cidade Jardim, o único esquecido (propositadamente????) por todas as benesses da administração de Caraguatatuba. Após o último comentário feito através desse jornal a situação do depósito da AMBEV foi parcialmente solucionada e já não se vê aquela parafernália de paletes, chopeiras, engradados na calçada, muraram alguns terrenos (mas o que é incrível é que parece que incluíram também uma rua) e todas as atividades são desenvolvidas intra muros (muito bom!!!). Mas o abandono e a falta de cuidado com os terrenos baldios (obviamente todos devem ter donos) e da própria administração com as ruas e avenidas, que estão se transformando em caminhos tortuosos entre sujeira, lixo e muito mato, continuam. É triste e cruel para nós moradores vermos o rio Güaxinduba cheio de lixo, de mato, de bichos rasteiros de toda espécie, nossas ruas esburacadas, com mato crescendo e invadindo nossas calçadas, nossa casas, isso sem contar com toda a espécie de bichos rasteiros que se possa imaginar. Sei que este ano é um ano muito importante pois iremos eleger novos componentes para a Câmara Municipal e para o comando do executivo local, mas.....será que algum desses futuros candidatos vai se interessar por meia dúzia de votos dos moradores do Cidade Jardim????? Bom, somente o tempo nos dará essa resposta!!!!

Arlete Neves
Caraguatatuba, SP

Foto do Dia Topo

Caraguatatuba

Camaroeiro

Ponta do Camaroeiro
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor