Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 01 de abril de 2004 - Nº 1003 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Litoral reduz praias impróprias
PM forma 269 novos soldados, mas litoral norte só recebe 18


Caraguatatuba
Ceará Ninja Reloaded apresenta-se na Fundacc
Mãe e filho são reféns em assalto em Caraguá
Sequestro de estudante de Caraguá é planejado dentro de penitenciária
Mãe diz que filho ainda está abalado
Adolescentes ferem professor com pedra
Educadores de Caraguá visitam exposição de “Picasso” na Capital
Polícia Ambiental e Prefeitura dão dicas sobre ecoturismo com segurança
Mestres da Coquetelaria nacional no Sapitcho
Whisky Marítimo faz show e abre espaço na cidade para bandas alternativas
Apenas Regime de Urgência é votado em Caraguá
Bolha e Aguilar prestigiam aniversário do E.C. 10

Ilhabela
Jipeiros se reuniram em caça ao tesouro no final de semana


São Sebastião
Boneteiros querem vestiário e outras melhorias na praia do Tebar
Borba vai a São Paulo pedir apoio para a segurança
Liminar para suspensão de leis de Uso do Solo não tem efeitos retroativos
Não à Violência: Escola faz passeata
2ª Taça Cidade São Sebastião de Judô acontece no final de semana


Ubatuba
Fundart encena Paixão de Cristo no dia 9
Comunidade de Ubatuba ganha 19 casas
Polêmica envolve construção de hotel na Praia da Almada


Seções
Artigo
Carta do Leitor
Foto do Dia



Notícias da Região Topo

Litoral reduz praias impróprias

Litoral Norte - A melhora no tempo reduziu de 19 para 3 o número de praias impróprias para banho no Litoral Norte, segundo o boletim de balneabilidade divulgado na tarde de ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). A chuva deixou as praias em situação crítica na semana passada.
Em Ilhabela, apenas as praias Armação e Pinto estão poluídas. Diferente da última semana que, dos 11 pontos analisados pela Cetesb, apenas um estava próprio para banho.
Em São Sebastião e Ubatuba, todas as praias analisadas apresentaram boa qualidade na água. Em Caraguatatuba, os banhistas devem evitar somente a praia do Centro.
Segundo a Cetesb, a trégua da chuva na região ajudou na queda do número de praias rejeitadas na balneabilidade. As praias ficam contaminadas por causa do esgoto doméstico lançado sem tratamento na água.
Durante o período de chuva, o esgoto despejado nos rios e córregos podem ser levados para o mar. A análise das 80 praias do litoral é realizada todos os domingos. Os pontos classificados como impróprios são marcados com uma bandeira vermelha.
O banho em praias poluídas aumenta o risco de contrair vários doenças como de pele, cólera e hepatite. (Fonte: ValeParaibano)

PM forma 269 novos soldados, mas litoral norte só recebe 18

Litoral Norte - Dos 269 soldados da Polícia Militar, que se formaram na última semana, o Litoral Norte recebeu, oficialmente, 18 deles. O número foi bem abaixo do esperado pelas entidades que tratam sobre segurança na região. Embora tenham se formado cerca de 40 policiais que moram na região, o major Milton Pouza Júnior, comandante do Batalhão da PM, explicou que dentro da vaga de 150, apenas 19 (um ainda está sendo analisado) entraram. O restante, disse o major, passou na classificação acima dos 150 e irá atuar em São Paulo. “Eles sabiam disso na ocasião”, disse o major. Deste 18, explicou o comandante, nove ficarão em São Sebastião; sete em Caraguatatuba e dois em Ubatuba.
O major explicou ainda que a região também não comporta um número maior, uma vez que ele preenche o efetivo fixado por lei. O que está defasada é a legislação, que seria de 1989. Deste período em diante, o Litoral Norte cresceu mais que o triplo.
Atualmente são 442 policiais fixados na região. Eles são divididos em 103, em São Sebastião; 28, em Ilhabela; 135 em Caraguatatuba; 113 em Ubatuba e 63 no Batalhão.
É preciso lembrar que contando com férias, licença, afastamento e os policiais que atuam no trabalho burocrático, somente 70% deles estão nas ruas. É uma média de 1000 pessoas por policial no Litoral Norte. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Ceará Ninja Reloaded apresenta-se na Fundacc

Caraguatatuba - A Cia Toc-Patoc, de Ferraz de Vasconcelos, apresenta no dia 3 de abril o espetáculo teatral Ceará Ninja Reloaded, de Gianni de Cássia, direção e adaptação Cristiano Romano, no auditório do Centro Cultural Maria Stella de Oliveira, sede da Fundacc, com sessões às 19 e as 21 horas. A peça é recomendável para maiores de 12 anos. Os ingressos custam R$2,00.
A peça conta a história de Yokorama, um ninja mauito cabra macho, e lá em Murici, (CE) todo mundo se condói de medo dele. Ele e seu fiel escudeiro Fujiama Cascavel, promovem várias confusões em busca de seus sonhos, entre eles o principal: o amor a doce e bela Madalena. São verdadeiros ninjas do Sertão – “mas existem ninjas no sertão?”
Baseado na literatura de cordel, a peça se desenrola em uma comédia meio embaraçada que leva um tom suave com trechos poéticos de Ricardo Reis e Cícero Abranches. Segundo Romano - “Madalena quer ter sua liberdade realizada mesmo que seja num sonho. Um sonho meio louco ou totalmente louco. Acima de tudo, Madalena não quer mais ser maltratada, desprezada, muito menos que lhe faltem com respeito. Sua doença é considerada como loucura pela sociedade, sociedade essa que esquece que o seu sofrimento pode ser curado com carinhos, bons tratos e porque não, muito amor?”finaliza o diretor. (Fonte: Fundacc)

Mãe e filho são reféns em assalto em Caraguá

Caraguatatuba - Duas pessoas ficaram reféns de assaltantes na noite de anteontem no bairro Porto Novo, em Caraguatatuba. Segundo a Polícia Militar, dois homens armados com revólver invadiram a residência da professora M.C.C., 62 anos, por volta das 20h. Os bandidos trancaram em um quarto a professora e o filho, que não teve nome e idade divulgados. Os assaltantes fugiram levando R$ 70 em dinheiro e uma bicicleta. As vítimas ficaram trancadas no quarto durante 40 minutos. Até a tarde de ontem, a polícia ainda não tinha localizado os bandidos. (Fonte: ValeParaibano)

Sequestro de estudante de Caraguá é planejado dentro de penitenciária
Mentores do crime seriam detentos que coordenaram a ação com ajuda de bandidos no Litoral Norte

Caraguatatuba - O sequestro do filho de um empresário do ramo náutico de Caraguatatuba e sua namorada teria sido planejado e coordenado de dentro de uma penitenciária por meio de telefones celulares, segundo o Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior).
A Polícia Civil já teria identificado os mentores do crime, que seriam presos de Santos, Litoral Sul, que cumprem pena em uma unidade prisional administrada pela SAP (Secretaria de Administração Penitenciária) no interior paulista.
Pelo menos 15 pessoas participaram do sequestro, entre criminosos de Santos e do Litoral Norte.
O casal foi libertado anteontem depois do pagamento de R$ 65 mil de resgate pela família. Eles passaram 13 dias em cativeiro, sendo o sequestro mais longo registrado na região.
Na madrugada de ontem, policiais da Deas (Delegacia Especializada Anti-Sequestro) do Vale do Paraíba e Litoral Norte localizaram o cativeiro em Praia Grande, no Litoral Sul.
A família ainda está abalada com o caso e não prestou depoimentos na delegacia.
O diretor do Deinter-1, Claudinê Pascoetto, confirmou ontem que presos de Santos teriam comandado a ação com apoio de bandidos do Litoral Norte. "O sequestro foi arquitetado fora da região, em uma unidade prisional do interior, por presos de Santos, junto com algumas pessoas do litoral", afirmou.
O diretor não revelou o município de onde os presos teriam comandado a ação, nem se a polícia vai indiciar os suspeitos, para não atrapalhar as investigações da Deas.
A polícia chegou até os suspeitos por meio de escutas telefônicas e ligações que foram rastreadas. Durante as investigações, os policiais chegaram a descobrir residências de onde teriam partido algumas ligações telefônicas, mas evitaram prisões para não colocar as vítimas em risco.
VÍTIMAS - As vítimas são um estudante de direito, de 23 anos de idade, e sua namorada. Eles foram rendidos no dia 17 quando iam para uma festa. Segundo a polícia, eles foram bem tratados e não sofreram agressões no cativeiro.
Inicialmente, a quadrilha pediu R$ 1 milhão de resgate. O pai do estudante é dono de lojas de artigos náuticos e lanchas, localizadas no centro de Caraguatatuba.
SEQUESTROS - Foi o primeiro sequestro ocorrido este ano. Em 2003, foram registrados nove casos, sete deles contra bancários. A maioria dos casos no ano passado --seis-- ocorreram no Litoral Norte.
A assessoria de imprensa da SAP informou ontem que não havia sido informada oficialmente pela Polícia Civil do caso. (Fonte: ValeParaibano)

Mãe diz que filho ainda está abalado

Caraguatatuba - A mãe do universitário vítima do sequestro disse ontem que seu filho estava na casa do pai, localizada na região central de Caraguatatuba.
Ela afirmou que não poderia dar detalhes do caso pois ontem, até por volta das 14h, não havia conversado com o filho. Ela disse que o universitário estava abalado com o crime.
O ValeParaibano procurou na tarde de ontem o universitário na residência e na loja de produtos náuticos várias vezes mas ele não foi encontrado. Na loja, o pai da vítima não quis comentar o caso. (Fonte: ValeParaibano)

Adolescentes ferem professor com pedra

Caraguatatuba - Dois adolescentes foram detidos anteontem após jogarem pedras em uma sala de aula da escola Antônio Alves Bernadino, no bairro Tinga, em Caraguá. Segundo a Polícia Militar, os estudantes J.C.C.J., 14 anos, e H.F.L., 15 anos, teriam jogado várias pedras que quebraram a vidraça da sala e acertaram no professor C.A.L., 34 anos. Os menores alegaram para a PM que foram ofendidos por alunos, quando capinavam um terreno ao lado da escola. O professor não ficou ferido. Os adolescentes foram liberados depois de prestarem esclarecimentos à polícia. (Fonte: ValeParaibano)

Educadores de Caraguá visitam exposição de “Picasso” na Capital

Caraguatatuba - Um grupo composto por 40 profissionais da Educação Municipal de Caraguatatuba, incluindo diretores, supervisores, coordenadores pedagógicos, professores de Educação Artística que desenvolvem projeto de Artes nas unidades escolares, entre outros, esteve na Capital paulista nesta terça-feira 30, conferindo a exposição “Picasso na Oca” do artista espanhol Pablo Picasso, no Pavilhão da Oca no Parque do Ibirapuera, considerada a maior já feita na América Latina.
A viagem, segundo explicou o setor de Projetos e Capacitações da SME, foi uma extensão da palestra dada pela artista plástica Marilda Godoy para educadores, na SME, no dia 25 de março sob o tema “Picasso: O maior artista do Século XX”. Após uma aula teórica sobre o artista plástico, as educadoras de Caraguá puderam conferir parte de suas obras nessa exposição que chegou a São Paulo com 124 obras que reunindo trabalhos ao longo de toda a carreira do pintor, que é considerado um dos pais do cubismo. As obras foram cedidas pelo Museu Picasso, de Paris, e estarão abertas à visitação até 02 de maio.
A visita dos educadores de Caraguá à mostra deu continuidade ao projeto “Ampliando a visão de mundo”, iniciado em 2003, o qual possibilitou aos profissionais da Educação Municipal conhecerem diferentes artistas e suas obras por meio de visitas à exposições no Museu Lazar Segal, Museu de Arte Moderna, Exposição da China no Ibirapuera, entre outros. O objetivo no desenvolvimento desse projeto é repassar aos professores e alunos parte do conhecimento adquirido durante a visita a mostras como a de Picasso, para o desenvolvimento de trabalhos na área de Artes Plásticas com as crianças do Ensino Fundamental. Um dos bons resultados dessa iniciativa é o projeto “Criança também Faz Arte”, desenvolvido nas escolas, e que em 2003 teve obras dos alunos inspiradas em quadros de Monet, Paul Klee e Portinari. (Fonte: SME/PMC)

Polícia Ambiental e Prefeitura dão dicas sobre ecoturismo com segurança

Caraguatatuba - A Polícia Militar Ambiental de Caraguatatuba e a Secretaria Municipal de Turismo alertam turistas, veranistas e moradores para que procurem empresas especializadas para fazer trilhas ou similares. A preocupação se deve aos freqüentes acidentes nas trilhas do município. Segundo o Tenente Shonevald, os acidentes ou incidentes podem acontecer quando se está na mata, mas também podem ser evitados e principalmente socorridos com sucesso, se alguns cuidados forem tomados.
A exemplo do incidente ocorrido no último fim-de-semana com um grupo de 12 pessoas que se perderam na mata, o tenente Shonevald lembra que os visitantes devem comunicar os órgãos oficiais do município, como o Instituto Florestal ou a Secretaria de Turismo sobre o passeio. “É importante que alguém saiba o horário de saída e chegada do passeio. São informações simples mas que podem salvar a vida de alguém”, frisou. O tenente conta que o chamado de socorro do último incidente, no qual o monitor foi picado por cobra e o grupo ficou perdido na Trilha Tupinambá, parecia trote e não havia como saber se de fato havia um grupo fazendo trilha em Caraguá.
A Polícia Ambiental prestou socorros, fazendo busca e resgate das 12 pessoas e levando o guia para ser socorrido na Casa de Saúde Stella Maris, hospital que possui soro anti-ofídico. Segundo o tenente, Caraguá possui condições para prestar socorro para a maioria dos acidentes graves, neste caso, o paciente foi bem atendido.
Para facilitar os socorros quando necessários, o tenente orienta que as operadoras comuniquem a Setur ou o Instituto Florestal e também os familiares. O secretário de Turismo, Paulo Noronha, parabenizou a Polícia Ambiental pelo trabalho e lembrou que Caraguá tem condições de prestar socorro a qualquer tipo de acidente.

Dicas da Polícia Ambiental:
Verificar o currículo da operadora ou do guia turístico;
Conferir se possuem registro na Embratur;
Informar o horário de saída e duração do passeio aos órgãos responsáveis como Instituto Florestal ou Setur;
Verificar junto a esses órgão sobre as condições da trilha;
Seguir as orientações dos guias sobre como se vestir, o que levar, etc. (Fonte: PMC)

Mestres da Coquetelaria nacional no Sapitcho

Caraguatatuba - O mestre Derivan Ferreira de Souza e o barman kascão Oliveira Lima estiveram no Sapitcho Bar no último dia 24 ministrando curso de barman e coquetelaria. Ensinaram desde a arte da confecção de coquetéis até apresentação, higiene e custo contábil de um bar.
Segundo o mestre Derivan, o objetivo maior do curso é capacitar a mão-de-obra local. “O barman deve ter a consciência que ele é um embaixador de seu país, e precisa estar capacitado para representá-lo junto aos turistas de qualquer lugar do mundo”, disse Derivan. “No curso, as pessoas aprendem também a confeccionar coquetéis de tradição internacional”, ressalta. Derivan tem cinco livros editados sobre o assunto e foi o responsável pela divulgação da “Caipirinha”, no exterior.
O barman Kascão, que também deu aulas, já trabalhou nas principais casas noturnas e hotéis do país, como o Gallery e Hilton Hotel. Ele foi o autor do drink “Pelé”, elaborado com conhaque, café e canela.
Os mestres ministram o curso a convite do barman Sapão, do Sapitcho Bar, e tem o apoio da Secretaria de Turismo. (Fonte: PMC)

Whisky Marítimo faz show e abre espaço na cidade para bandas alternativas

Caraguatatuba - A Banda Whisky Marítimo fez a Pizzarte tremer na última quinta-feira, dia 25. Entre convidados, amigos e clientes da casa, músicos, artistas e profissionais liberais, a banda tocou seu repertório eclético com muito rock e blues, e suas composições próprias, o que deu um sabor novo e um clima jovem e energético às pizzas servidas naquela noite.
Segundo o vocalista, Rubens, “A intenção é fazer shows para um público seleto, que tenha como estilo musical o blues e o rock. Caraguá não tem muito espaço para bandas alternativas, mas existe um público ávido por ouvir boa música; são profissionais liberais com gosto musical refinado e eclético, à procura de bares que ofereçam esse tipo de música” comenta.
A Pizzarte tem como projeto, abrir espaço para que bandas possam apresentar-se e criar um movimento novo na cidade, com shows de blues e rock. (Fonte: PMC)

Apenas Regime de Urgência é votado em Caraguá
Câmara adia 2 projetos e pauta passa para Extraordinária na sexta-feira

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba discutiu, votou e aprovou apenas 2 Projetos em Regime de Urgência, sendo um de autoria do Executivo e o segundo do Presidente da Câmara, Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), além da discussão e adiamento de outras 2 proposituras. O restante da Ordem do Dia foi transferida para a próxima sexta-feira, dia 2 de abril, quando será realizada Sessão Extraordinária às 16 horas.
Os projetos aprovados em Regime de Urgência tem a autoria do Executivo e dispõe sobre uma Suplementação de Verba, na ordem de R$ 800 mil, incluindo aí um Crédito Especial de R$ 50 mil para a Secretaria Municipal de Saúde e o de autoria do Presidente da Câmara, Vereador Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), concede Título de Gratidão Caiçara para Justo Arouca, filho de família tradicional da cidade e do ex-Vereador Benedito Cruz Arouca, Parlamentar que dá o nome ao plenário da Câmara Municipal, além de autor de um livro sobre a política local. Os projetos foram aprovados.
Foram apenas discutidos e terminaram por serem adiados o Projeto do Executivo, que dispõe sobre o uso do espaço aéreo e do subsolo do município. Este é o terceiro adiamento do projeto, desta vez por 2 sessões, pois os Vereadores estão encontrando dúvidas e problemas quanto as emendas elaboradas.
O segundo projeto discutido e adiado tem a autoria do Vereador João Rodrigues de Godoy Filho – Baduca (PL), que denomina “rua José Francisco dos Santos” a atual rua Projetada D, no bairro do Pegorelli, na zona sul da cidade. Foi detectado problema técnico no projeto e devido a isso, foi requisitado e aceito o seu adiamento, também por 2 sessões.
Foram transferidos para a Sessão Extraordinária desta sexta-feira, dia 2 de abril, às 16 horas, a quarta deste ano, projetos como o de Omar Kazon (PL), que cria Programa de Hortas Educativas e Comunitárias; do Vereador Valmir Gonçalves – Valmir da Colônia (PSDB), que permite propaganda nas quadras de esporte dos Ciefs; do Vereador Agostinho Lobo de Oliveira – Lobinho (PSDB), que cria a Feira do Produtor Municipal, entre outros.
No Expediente, foram lidos e encaminhados às Comissões Permanentes 4 Projetos e discutidos, analisados e votadas 2 Moções e um Requerimento, sendo que um outro Requerimento foi rejeitado. No intervalo foram lidas 36 Indicações. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Bolha e Aguilar prestigiam aniversário do E.C. 10
Vereador e Vice-Prefeito presenteiam equipe com uniforme

Caraguatatuba - O que teriam em comum o Vereador Laércio Aparecido de Andrade – Bolha (PPS), da Câmara Municipal de Caraguatatuba e o Vice-Prefeito José Pereira de Aguilar (PSDB)? A paixão pelo esporte e a zona sul de Caraguatatuba. Recentemente a dupla esteve entregando um jogo de uniforme de futsal a equipe do Esporte Clube 10, do bairro do Perequê-Mirim, na zona sul da cidade.
A entrega do jogo de uniforme teve uma razão importante; O Esporte Clube 10 comemorou o seu 4º aniversário de fundação no dia 23 de março, na casa do Presidente da entidade, no bairro da zona sul do município. Os uniformes, na cores vermelho e cinza, tem o nome Bolha, marca registrada do Vereador e das lojas de sua propriedade e o nome do Vice-Prefeito Aguilar.
A união do Parlamentar com o Vice-Prefeito teve uma razão benemérita, pois Bolha tem suas bases eleitorais e de campanha voltadas para o esporte, enquanto que o Vice-Prefeito tem o seu domicílio e principal reduto eleitoral na zona sul de Caraguatatuba. A doação dos uniformes vem do fato de que o seu custo é um dos maiores quando da formação de uma equipe.
Para Bolha o apoio ao esporte não é somente na orientação, mas também na estrutura e na logística. “Como temos nossa base de trabalho voltada para o esporte, temos que dar o apoio necessário, seja no transporte, na orientação aos atletas, bem como na doação de bolas, equipamentos e uniformes”, disse o Parlamentar. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Jipeiros se reuniram em caça ao tesouro no final de semana

Ilhabela - O “Jeepraia”, passeio que saiu de São Paulo no sábado rumo a Ilhabela, contou com a participação de 75 veículos e cerca de 180 pessoas, que se divertiram nas diversas atividades programadas.
À noite aconteceu um luau, no quiosque do Hotel Pelicano, na praia do Perequê, com muitas frutas, música e sorteio de produtos da grife Jeep Clube do Brasil, organizador do evento junto com a Mesa Quatro Comunicações.
No domingo de manhã os participantes se dividiram em equipes para decifrar os enigmas em busca do ‘tesouro’ escondido nas areias da praia de Jabaquara, que fica cerca de 25 quilômetros distante da praia do Perequê, de onde partiram os caçadores de tesouros. A única trilha que os jipeiros tiveram que enfrentar foi a que levava à Praia de Jabaquara, mas que não ofereceu muita dificuldade.
Na largada, as equipes receberam um enigma, que depois de decifrado levava a um outro local da ilha, onde encontravam mais uma dica. Foram cinco pistas até a chegada na Praia de Jabaquara, em que os participantes tinham que encontrar pequenas estatuetas enterradas na areia. Ganhava a gincana a primeira equipe que encontrasse uma estatueta dourada e havia três destas, além de mais três prateadas.
A equipe Oreia, formada por dois casais paulistas, foi a primeira a encontrar uma das estatuetas douradas. Denise e Pedro Cardoso, junto com Adriana e Wagner Oliveira resolveram as charadas em apenas 29 minutos.
“Adoramos o passeio e principalmente a gincana, que estimulou o trabalho em equipe. Quando pegávamos as pistas, um lia para todos, fa-zíamos uma discussão rápida e logo saíamos em busca do local. O jogo foi bem dinâmico, as pessoas são muito amigáveis”, disse Denise Cardoso. A equipe Piratas da Ilhabela foi a segunda colocada. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Boneteiros querem vestiário e outras melhorias na praia do Tebar

São Sebastião - Os moradores da praia do Bonete, em Ilhabela, estão solicitando a realização de melhorias na praia do Tebar, que é utilizada como atracadouro de canoas pelos boneteiros durante suas compras na cidade. O principal pedido dos canoeiros é a construção de um vestiário, para que, após a viagem de duas horas, eles possam tomar banho antes de freqüentar o centro.
“Como a canoa é aberta, é inevitável que nos molhemos. É muito desconfortável ter que desembarcar no limo da praia, nos sujarmos até a canela, estarmos molhados da viagem e termos que permanecer assim por horas a fio, irmos ao médico, supermercados, etc”, reclama Juscelino de Souza, tesoureiro da Sociedade Amigos de Bairro do Bonete. Segundo Juscelino, a comunidade, que abrange aproximadamente 300 pessoas, utiliza São Sebastião como contato com a cidade e descarga de pesca, e escolheram a praia do Tebar por ser próxima ao Centro e ainda permitir a entrada de carros. “As canoas não podem ser atracadas em cais, e como fazemos muitas compras, precisamos que os carros se aproximem da canoa para podermos carregá-las com os produtos”, explica. Apesar dessa praticidade, segundo Juscelino, a praia do Tebar causa muitos transtornos para os boneteiros. “Ela é muito suja. Diversos canoeiros já furaram os pés com pregos jogados dentro d’água. Acreditamos que ela seja a praia mais abandonada da região”, conta Juscelino. Segundo ele, a comunidade boneteira injeta R$800 mil por ano em compras em São Sebastião, e por isso é merecedora da atenção e receptividade do município. “Muitas mulheres do Bonete chegam a ficar um ano sem vir à cidade para não ter que passar por esse incômodo”, conta o tesoureiro. “Se a construção de um vestiário for complicada, nós poderíamos ter permissão para usar o banheiro de outro local, como talvez o Tebar ou o Tea-tro Municipal. Não estamos pedindo nenhum absurdo, só o direito de ficarmos limpos”, completa Juscelino. (Fonte: Imprensa Livre)

Borba vai a São Paulo pedir apoio para a segurança

São Sebastião - O vereador peemedebista Carlos Antônio de Souza Borba, deverá se reunir na tarde de hoje, em São Paulo, com o deputado estadual de seu partido, Geraldo Lopes. Na oportunidade Borba estará solicitando apoio do deputado, para que a Cadeia Pública do município seja interditada. O vereador, que é autor do projeto de Lei que criou o Conselho de Segurança na cidade, instalado na segunda-feira, pretende conseguir agenda na Secretaria de Segurança Pública e Casa Civil, onde levará suas reivindicações.
Conforme explica Borba, sua iniciativa é para fortalecer as ações em curso dos vários segmentos sociais organizados de São Sebastião, que clamam pela interdição da cadeia, considerada uma “bomba relógio”.
“A qualquer momento podemos ter ali rebeliões e fugas em massa, colocando em risco toda a nossa comunidade e turistas que visitam nossa cidade. A cadeia está próxima a creches, escolas e residências e não podemos mais admitir que uma cadeia com 60 vagas abrigue mais de 200 presos. As condições daquele local já são conhecidas de todos e daqui a pouco pode estourar. Que as autoridades tomem uma providência antes que seja tarde”, adverte.
O vereador ainda ressalta que, apesar da demora, a instalação do Conselho Municipal de Segurança no início da semana é uma grande vitória de sua legislatura. O projeto foi votado e aprovado em 2002. “Houve uma grande dificuldade na formação do conselho, mas finalmente agora é uma realidade”.
Ele assegurou que, além da interdição da cadeia, está trabalhando para a criação de uma secretaria de segurança no município e formação de uma guarda municipal. “Estou pleiteando ações dos governos municipal e estadual para que nossa cidade e nossos visitantes tenham mais segurança e mais qualidade de vida”, conclui o vereador. (Fonte: Imprensa Livre)

Liminar concedida pelo TJ para suspensão de leis de Uso do Solo não tem efeitos retroativos

São Sebastião - A liminar para a suspensão das leis municipais 38 e 39/2003, determinada pelo presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, Luiz Tâmbara, no dia 23 de março, não tem efeitos retroativos.
Isto significa que eventuais projetos aprovados para instalação de empreendimentos, com base nestas leis, antes da decisão do TJ, continuariam autorizados.
Na decisão do juiz consta: “...suspendo, com efeito ex-nunc a eficácia das leis complementares 38 e 39/2003”. Ex-nunc significa não retroativo. O termo contrário (ex-tunc), não usado pelo juiz, significa a anulação dos atos desde as edições das leis. Ainda conforme relato do presidente do TJ para conceder a liminar, há risco das leis, “de duvidosa constitucionalidade, causarem dano de difícil reparação à ocupação e ordenado desenvolvimento da cidade, com prejuízos ao bem-estar de seus habitantes”. Ontem, o advogado Paulo Guimarães, secretário de Assuntos Jurídicos da prefeitura, explicou o que significavam os termos em latim ex-nunc e ex-tunc. Quanto ao juiz ter optado pelo ex-nunc (efeitos da liminar não retroagem), Paulo Guimarães disse que, por motivos éticos, não poderia comentar a decisão do presidente do TJ.
Paulo Guimarães esclareceu que empreendimentos com base nas leis suspensas não podem ser aprovados, desde a concessão da liminar. Disse também que não existe direito adquirido quanto a projetos protocolados ou sob análise, enquanto as leis estavam em vigor. Ele declarou que o direito adquirido só é configurado nos casos de projetos aprovados, antes da suspensão das leis, uma vez que a liminar não tem efeito retroativo.
O juiz concedeu a liminar que foi requerida em Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade), ajuizada pela Procuradoria Geral de Justiça, contra o prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, que sancionou as legislações 38 e 39/2003, aprovadas pela Câmara. As leis eram originárias de projetos de lei complementares do vereador Marcos Leopoldino, presidente da Câmara.
A denúncia contra ambas leis municipais foi apresentada à Procuradoria Geral do Estado pela Federação Pró-Costa Atlântica, organização não governamental que reúne 17 sociedades amigos de bairro da Costa Sul de São Sebastião.

Construção de condomínios - A lei 39/2003 foi sancionada em 30 de outubro de 2003. Em novembro do mesmo ano, o empresário Décio Moreira Galvão, diretor municipal de Planejamento, protocolou na prefeitura dois projetos de construção de condomínios, em Barequeçaba e Paúba.
Em dezembro, em entrevista ao Imprensa Livre, o vereador Sérgio Pereira e Souza, e o presidente da Federação Pró-Costa Atlântica, Teo Balieiro, consideram que a lei 39/2003 contemplaria os projetos para as instalação dos empreendimentos.
Ontem, a assessoria de imprensa da Prefeitura de São Sebastião, com base em informações prestadas pelo secretário de Meio Ambiente e Urbanismo, José Teixeira Filho, declarou que ambos os projetos de Galvão ainda não foram aprovados, porque dependem de laudo do DEPRN (Departamento Estadual de Proteção de Recursos Naturais) e de avaliação de outros órgãos do Estado.

Leis inconstitucionais - Na ação judicial, a Procuradoria Geral do Estado relata que as leis municipais 38 e 39/2003 afrontam os artigos 5, 23, 111, 144, 180, incisos II e V, artigos 181 e 191, da Constitucional do Estado de São Paulo.
Conforme o presidente do Tribunal de Justiça, a matéria em questão, envolvendo a ordenação da ocupação da cidade, de zonas específicas e natureza de ocupação, sempre demanda prévia planificação, típica da atividade da administração. Assim, ele escreveu que o assunto, por depender de prévio estudo, tendente a verificação da adequação e conveniência da mudança e crescimento ordenado da cidade, “parece ser de iniciativa reservada iniciativa reservada o Chefe do Executivo”.
O juiz também relatou que a Constitucional do Estado “assegura a participação das entidades comunitárias nos assuntos que sejam concernentes, paralelamente à preservação e recuperação do meio ambiente urbano e cultural; criação e manutenção de áreas de especial interesse histórico, urbanístico, ambiental, turístico e de utilização pública”.

As leis municipais - Os projetos que originaram as lei 38 e 39/2003 foram aprovados em regime de urgência, sem tramitação e discussão com a comunidade. A primeira legislação autorizava a instalação de novos postos de combustíveis, mecânicas, garagens, entre outros serviços, no Centro e na Costa Norte da cidade. Já a segunda lei alterava a “zona de proteção” para “zona de média restrição” na área localizada entre a SP-55 e a encosta, da Prainha Preta ao Costão do Guaecá.
A principal mudança, pela 39/2003, foi a redução do lote mínimo permitido de 5 mil m² para 600 m², além da taxa de ocupação, que subiu para 30%, incluindo residências e estabelecimentos comerciais. O artigo 1º mudava a “zona de média restrição” para “zona de baixa restrição” a área no bairro Paúba. A 39/2003 ainda interferia na APA (Área de Proteção Ambiental), entre Barequeçaba e Guaecá.
Para o advogado André Viana, da AL Norte (Ambiental Litoral Norte), uma das entidades que apoiaram a Federação Pró-Costa Atlântica, no processo judicial, a liminar concedida pelo TJ teria efeito retroativo.
Apesar do termo ex-nunc (não retroativo), na decisão do TJ, Viana insistiu. “O meu entendimento jurídico é que ficam revogados todos os fatos com base nas duas leis suspensas; uma vez que o presidente do Tribunal considerou o periculum in mora (perigo da demora/ causar danos de difícil reparação)”.
O presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), em São Sebastião/Ilhabela, Luiz Tadeu de Oliveira Prado, afirma que “decisão judicial não é para ser discutida, mas cumprida; efetivamente, se constam efeitos ex-nunc, não são retroativos”.
Prado considera que o TJ procurou acautelar eventuais direitos de pessoas que se fundamentaram nas leis, hoje suspensas, para obter seus direitos. Conforme avaliação de Prado, mesmo que empreendimentos fossem aprovados durante a vigência das leis, o poder público tem o direito de impedi-los a fim de atender interesse maior da sociedade. (Fonte: Imprensa Livre)

Não à Violência: Escola faz passeata

São Sebastião - Após terem a escola furtada no último fim-de-semama, funcionários e pais de alunos da EMEI (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Peixinho Dourado, localizada próximo à praia de Maresias, na costa sul de São Sebastião, vão realizar na próxima segunda-feira uma caminhada contra a violência nas ruas do bairro.
O crime ocorreu no último fim-de-semana, quando homens invadiram a escola arrombando uma das janelas do banheiro e levaram, pela porta da frente do prédio, computador, impressora, televisão, vídeo-cassete, máquina fotográfica e alguns documentos. Ontem uma equipe da polícia realizou a perícia técnica no local.
Com início programado para as 9h, na avenida Guanabara, a caminhada deve reunir a maioria dos pais dos 164 alunos da escola, que atende a crianças com idade entre cinco e seis anos.
De acordo com a diretora, Geni Amaral dos Santos, o objetivo do ato é sensibilizar a comunidade.
"Foi levado tudo que a escola tinha. A prefeitura se prontificou a nos auxiliar e não perdemos nenhum dia de aula. Nós conversamos com os pais sobre o que houve e eles se prontificaram a fazer parte da manifestação. Nosso objetivo é sensibilizar a comunidade," disse a diretora. A ocorrência foi registrada no 1º Distrito Policial de São Sebastião. Ontem, ninguém foi localizado para comentar o assunto. (Fonte: ValeParaibano)

2ª Taça Cidade São Sebastião de Judô acontece no final de semana

São Sebastião - Acontece no domingo, dia 4, a partir das 9 horas, no Ginásio Municipal de Esportes de São Sebastião, José de Souza Gringo, no Topovaradouro, a 2ª Taça Cidade São Sebastião de Judô, que pretende reunir cerca de 800 atletas nas modalidades feminino e masculino. O evento está inserido no Circuito She Ran de Judô, é realizado em seis etapas e abrange as regiões do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Região Bragantina.
Durante a primeira etapa, realizada no começo de março em São José dos Campos, a equipe de São Sebastião ficou com o quinto lugar na contagem geral. No ano passado, os atletas sebastianenses foram os campeões da rodada realizada no município e ficaram em terceiro no geral.
Este ano cerca de 300 atletas das escolinhas municipais e da equipe de competição deverão participar do circuito que, segundo um dos técnicos das escolinhas, Uátila Ferreira dos Santos, terá um nível mais forte do que no ano anterior. “Hoje nós temos uma equipe bem encaminhada e que está sendo sempre renovada com os alunos que saem das escolinhas, mas sabemos que o nível dos atletas das outras regiões é alto, por isso, estamos intensificando o preparo para esta competição”, disse.
A Prefeitura mantêm escolinhas de judô nas Costas Norte e Sul e duas na região central da cidade que reúnem alunos com idade a partir dos cinco anos, três vezes na semana. Já a equipe de competição está sendo treinada há seis anos e vem se destacando em competições como, Campeonatos Brasileiro e Paulista, ficando com o terceiro lugar no ano passado; classificação para os Jogos Abertos, entre outros. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Fundart encena Paixão de Cristo no dia 9

Ubatuba - A Fundart (Fundação Arte e Cultura de Ubatuba) realiza no próximo dia 9, a encenação da Paixão de Cristo. Esta é a 16ª vez que o espetáculo acontece na cidade, onde vem reunindo um público cada vez maior.
No ano passado, centenas de pessoas atuaram como figurantes, e além deles, foi grande o público que passou pelo local somente para conferir de perto a apresentação, que normalmente tem duração de 1h30.
Esse ano, o espetáculo deve durar um pouco menos, porque diferente dos anos anteriores, será mostrado as cenas da vida de Cristo, após sua condenação. Outra mudança que também ocorreu nesta edição, é que o ator Bado Todan que interpretava Jesus Cristo e dirigiu o espetáculo por vários anos, não vai participar do trabalho.
Desta vez, quem faz o personagem é um ator de Ubatuba, identificado apenas por Cláudio, que já participou de peças teatrais em igrejas, também retratando a vida de Jesus Cristo. O que contou pontos a seu favor, é o fato dele ter os estereótipos do personagem.
O percurso feito durante a apresentação, tem cerca de 1,5 quilômetros. A saída acontece logo após o toque de duas trombetas, na avenida da praia, na altura da pista de skate e segue até o Morro da prainha, local onde ocorre a crucificação. Esse ponto, de acordo com os organizadores do evento, é o mais freqüentado e o momento que causa mais emoção entre o público.
O atual diretor do espetáculo, Adriano Correa, comenta que está há dez anos no projeto, mas que a Paixão de Cristo é encenada em Ubatuba desde 1989. Ele diz que inicialmente, cerca de 30 pessoas do grupo encenava a passagem bíblica, e que a cada ano o índice de participação vem aumentando.
O objetivo do grupo responsável pela montagem é de que a encenação se torne parte integrante do calendário anual de Caraguatatuba. Com isso, seria possível manter também a verba destinada ao espetáculo, que permitiria sua expansão a cada edição.
O diretor ainda comenta que não é exigido nenhum conhecimento teatral para participar da encenação, assim como não é estabelecido um limite de idade. Isso porque existem personagens para todas as pessoas e muitos deles não exigem tantas falas ou ações. Nos casos dos personagens de maior destaque, a pessoa começa a ensaiar normalmente e os organizadores avaliam o desempenho para ver se é possível mantê-la com o papel.
Adriano diz que muitas pessoas chegam pouco antes do espetáculo e ainda conseguem participar. Porém, ele ressalta que o ideal é que os interessados em participar como figurantes, compareçam à sede da Fundart para fazer a inscrição prévia.
Os ensaios começaram no último final de semana e agora acontecem todos os dias até a apresentação, a partir das 19h, também na fundação. (Fonte: Imprensa Livre)

Comunidade de Ubatuba ganha 19 casas

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba e a CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano) assinaram na manhã de ontem uma proposta para a construção de 19 casas na comunidade quilombola da Caçandoca, localizada na região sul do município.
As residências fazem parte do programa Pró-lar Comunidades Quilombolas. Segundo a assessoria de imprensa do CDHU, a idéia é construir as casas dentro do quilombo. A comunidade vai escolher o tipo de moradia para manter as tradições e os costumes do local.
O investimento será calculado somente com a definição do modelo das casas. Ainda não tem prazo para o início do projeto habitacional. (Fonte: ValeParaibano)

Polêmica envolve construção de hotel na Praia da Almada

Ubatuba - Na quarta-feira da semana atrasada, dia 24, a Justiça embargou a obra de um hotel de luxo na praia da Almada, na região norte do município. Muito conhecida por suas características naturais e por ser uma praia considerada calma e extremamente preservada, a Almada passaria a possuir um hotel de 2 mil metros quadrados e quatro pavimentos.
A obra, que foi iniciada no começo do ano, tem sido motivo de discussões e reclamações dos moradores do local, que alegam serem contra o hotel, pois este produziria impactos ambientais na praia.
Reunidos, os moradores e representantes da SABA (Sociedade dos Amigos do Bairro da Almada) levaram o assunto à Promotora Regional do Meio Ambiente, Elaine Taborda, que em seguida encaminhou uma ação pública à Justiça, resultando no embargo da obra pela juíza da 1ª Vara, Eva Lobo. A promotora explica que a praia não possui infra-estrutura para abrigar um hotel deste porte: “A estrada, a eletricidade, a distribuição de água, entre outros, são fatores que dificultam a existência de um empreendimento como este na praia da Almada”.
Além deste aspecto, a Dra Elaine Taborda ressalta que, apesar de a obra possuir alvará da Prefeitura, com aprovação do DPRN, houve um equívoco pois a construção está cerca de 15 metros da margem de um rio, em área de preservação permanente, o que a lei permite desde que seja para utilidade pública ou de relevante interesse público. Para a promotora não é o caso da construção do hotel de luxo, justificando o embargo da obra. Já o advogado do grupo hoteleiro de São Paulo, Paulo de Oliveira de Barros, não concorda com a decisão da Justiça e vai encaminhar um recurso. Ele afirma que não há motivos para o impedimento, já que a obra possui autorização dos órgãos ambientais e da Prefeitura. O advogado afirmou que, para atender às necessidades, serão construídos uma fossa e um poço artesiano. (Fonte: Imprensa Livre)

Artigo Topo

Homeopatia
Prof. Dr. Renan Ruiz

A homeopatia é uma especialidade médica que detém algumas particularidades singulares em relação a abordagem do paciente, ao enfoque do binômio saúde-doença, a forma da prescrição do tratamento - baseado na lei dos semelhantes - e do seguimento do caso.
Na homeopatia o paciente é visto na sua totalidade psicofísica, considerando suas inter-relações com o meio que está inserido. As queixas são modalizadas, isto é, caracterizadas em relação aos aspectos de melhora e piora e seus fatores desencadeantes. Procura-se estabelecer uma relação causal para os diferentes sofrimentos e aquilatar como o doente faz e percebe sua doença. Não só os fatores somáticos são considerados, mas também as características individuais, tais como os medos, ansiedades, conflitos e transtornos emocionais, entre outros.
Dentro deste universo sintomático, serão escolhidos os sintomas mais chamativos, raros e peculiares que possam individualizar o paciente, ou seja, sua particular maneira de ser e sentir e como desenvolve sua doença. Este conjunto de sintomas conduzirá ao diagnóstico medicamentoso do paciente, estabelecendo-se o Simillimum ou o medicamento mais semelhante ao paciente, que terá a função de restabelecer o equilíbrio psicofísico alterado. Para este fim, o homeopata lança mão do repertório de sintomas homeopáticos e da matéria médica.
Além do diagnóstico clínico, é realizado o diagnóstico do terreno que compreende a constituição, o temperamento e a categoria de doença crônica a qual o paciente se encontra. Este conjunto de diagnósticos permitirá ao médico homeopata o conhecimento do modo reacional e as possíveis evoluções, no caminho para a cura. Outro diagnóstico compreende a faixa reacional mais adequada ao estímulo medicamentoso, onde se estabelece a dinamização do medicamento e a repetição da dose.
Finalizando este contato inicial, é realizada a primeira prescrição. Após a tomada do medicamento a maioria dos pacientes manifestará uma gama de possibilidades reacionais entre o 8o 14o dias do tratamento, que indicarão o prognóstico clínico dinâmico. Baseado nestas formas reativas peculiares, o homeopata poderá reafirmar a escolha do medicamento e estabelecer a estratégia do tratamento.
Após esta breve exposição do atendimento homeopático, percebe-se que tal atendimento é bastante complexo e demorado. Nota-se também, que o paciente é atendido na sua totalidade, minimizando-se o encaminhamento para outras especialidades.

Renan Ruiz*
Multiclínica - Ubatuba, SP
*É médico formado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, em 1981. Especialista em Clínica Médica e Homeopatia. Doutor em Comunicação, com especialização em História da Ciência, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Membro da Subcomissão de Revisão da Farmacopéia Homeopática Brasileira. Autor do livro Da Alquimia à Homeopatia.

Carta do Leitor Topo

Fiquemos Atentos - O comentário feito pelo Sr. Pascoal Spinelli neste jornal, na edição de 31/03/2004, retrata o pouco caso da nossa atual administração municipal com o povo desta cidade. Segundo a edição deste jornal em 30/03/2004 , mais um pedido de CPI para investigação de mau uso do dinheiro público em obras, foi rejeitado pela câmara de vereadores.
Lembremos os nomes dos vereadores que votaram A FAVOR da CPI, e de uma Ubatuba Melhor, são eles:
Andrade Henrique (PAN),
Charles Medeiros (PSDB),
Domingos dos Santos (PT),
Eduardo César (PL)
É hora de começarmos a dar nomes aos bois, para não haverem reclamações depois das eleições.

Roberto Russo
Ubatuba, SP


Mais uma vez a Câmara - As sessões de Câmara são um grande exercício de justiça, as vezes; de paciência em outras ocasiões e em algumas de pura demonstração de total desconhecimento da função que exercem nossos vereadores. Mas como são mestres em assumir a paternidade de tudo o que for bom a sua volta e de culpar "alguém"sempre sem nome; por coisas ruins ou que não deram certo.Nesta terça fiquei abismado de ver o quanto a memória de nossos legisladores é fraquinha quando lhes interessa, explico: No programa Rádio Livre,que apresentei por quase três anos na rádio Costa Azul Am, junto a população sugerimos várias mudanças a cidade e seu funcionamento; algumas aproveitadas e outras não mas por exemplo, com relação ao "voto aberto"o vereador Eduardo Cézar deveria ou poderia lembrar que foi em meu programa lançada uma campanha para pressionar o legislativo para sua implantação!!! Mas hoje só se houve falar que o projeto é de autoria de a ou b; que coisa feia; aliás existem órgãos especializados em defesa de propriedade de idéias, porque são os produtos mais fáceis de serem tomados de seus autores. Outra aberração que ouço é sobre a transmissão de sessões de câmara e explico também: O Vereador Domingos deve lembrar que também por este radialista foi iniciada campanha no programa acima citado e ele foi convidado a defender esta bandeira no legislativo; a qual foi aprovada; só sendo colocada em prática quando de minha mudança para a outra rádio. Mas mesmo assim ninguém entendia lá a importância ou a necessidade para o município de tal feito; o qual mais uma vez foi defendido por este radialista, sentindo que a transparência seria a única forma de frear os desmandos públicos. Depois de muitos esforços em equipe e de contar com a ajuda de amigos de várias áreas a transmissão de câmara se mostrou também um ótimo produto aos responsáveis pela emissora e não só uma fonte de arrecadação constante; o que há de se convir é muito difícil em uma cidade como a nossa.Não quero aqui ser citado ou lembrado em cada momento porque não preciso disso, mas me impressiona como em ano eleitoral surgem os defensores dos pobres e oprimidos usando de suas "belíssimas idéias"!!!! como trampolim eleitoral.
Chamo a atenção de todos os leitores deste jornal para mais uma manobra que vem sendo criada para "benefício"da nossa população incauta: Com a redução do nº de vereadores nas câmaras do pais, a nossa está para receber um projeto afim de que nosso legislativo conte com 09 vereadores e não 10 que seria o nº permitido; mas com que fim??? Com 10 vereadores acabaria o voto de desempate do presidente da casa e talvez com isso ele perca alguma força ou poder. Mas com 09 volta o sistema de desempate pelo "voto de Minerva". A pergunta é: Qual o interesse por trás disso tudo? Vamos aguardar.

Tony Luiz - radialista
Ubatuba, SP


Prédio na praia das Toninhas - O cumprimento da legislação sobre uso do solo é essencial ao bom desenvolvimento e à qualidade de vida. Principalmente em Ubatuba onde as condições climáticas são especiais demandando gente especializada para tratar do assunto com extrema responsabilidade. O engenheiro Paulo Fernando Gomes de Oliveira envia importante informação que transcrevo: “Ricardo, quem legisla sobre o uso do solo nos municípios brasileiros são as prefeituras municipais. As leis de uso do solo são feitas por técnicos da área de urbanismo (os urbanistas) e aprovadas pelas câmaras municipais em votação plenária. Mas, infelizmente, muitas vezes, estes profissionais não têm experiência ou a competência necessária para formular tais leis. No caso especifico da cidade de Ubatuba, a atribuição é da Secretaria de Planejamento Urbano. Em 2001, acompanhei o drama dos compradores de um prédio de apartamentos na praia das Toninhas, Anêmona, atuando como perito e avaliador da Caixa Econômica Federal que financiou o empreendimento aprovado pela prefeitura municipal em área separada do mar pela construção da rodovia, com canalização subterrânea até a praia. Pouco depois da entrega aos compradores o edifício afundou. Chamado a dar parecer técnico sobre a anomalia verifiquei tratar-se de área de mangue, berçário marinho de várias espécies da flora do litoral de Ubatuba.
Encostado à Serra do Mar, o estuário recebia vários córregos de água doce que se misturavam ao mar nas marés cheias, ideal à proliferação de peixes, caranguejos etc. O sub solo da área em questão é extremamente mole, com camadas profundas de matéria orgânica acumuladas durante milênios. No ano anterior, o clima seco havia permitido, apesar do peso, a estabilidade do edifício. Mas, no verão seguinte, logo após a entrega do edifício, chuvas torrenciais caíram em todo o litoral, encharcando o solo e sub-solo diminuindo as propriedades mecânicas do local onde as fundações do prédio se apoiavam e houve o afundamento.
Este caso é mais uma demonstração da incapacidade da prefeitura municipal, em varias gestões, de legislar sobre o solo urbano e natural.
Um grande abraço Paulo F. Gomes”
E agora José, Migué ou Mané? Quem aprovou a obra? Quem assume a responsabilidade?
Os compradores foram lesados e o meio ambiente ubatubense criminosamente agredido de forma implacável. Mais uma vez não temos alternativa a não ser recorrer à Justiça, mesmo sabendo que os membros do nosso Judiciário estão extremamente sobrecarregados de trabalho.

Ricardo Faria
São José dos Campos, SP

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Ilha dos Pescadores

Ilha dos Pescadores
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor