Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 05 de abril de 2004 - Nº 1005 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Redução de cadeiras muda tática das eleições 2004
Esquistossomose: endemia ronda o Litoral Norte
CPI de áreas contaminadas investiga três postos
Litoral tem três praias impróprias para banho


Caraguatatuba
Dois homens são mortos em Caraguá
Rio Juqueriquerê vai ser desassoreado
Frio auxilia combate à dengue
Pesqueiros viram mania em Caraguá
Frequentador busca lazer e segurança

Ilhabela
Manoel Marcos: “Gostaria de ter o Donizette no meu palanque”
Associação afirma ter sido induzida a erro de interpretação no Gerenciamento Costeiro
Encontro nacional de estudantes de turismo
Conseg adia reunião para o fim do mês
Seccional deve instaurar inquérito para apurar transporte dos idosos
Agentes de trânsito orientam motoristas e ciclistas


São Sebastião
“No Brasil, temos ecopicaretagem”, diz diretor da SOS Mata Atlântica
Praça da Matriz receberá melhoria no paisagismo
Escolhidos 40 filmes sobre meio ambiente que disputarão Ecocine
Paulo Julião tenta barrar CDP no Litoral Norte
Moradores reclamam de atendimento em posto do INSS


Ubatuba
Tita Tavares vence em Ubatuba
Silvana brilha em confronto antecipado
Circuito de Surfe Feminino bate recorde de participação
Mutirão faz limpeza no Pico do Corcovado
Quilombolas viram agentes ambientes
Barman é preso por tentar estuprar dona de casa na Ressaca
Saúde recebe verbas do Estado


Seções
Conto
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Redução de cadeiras muda tática das eleições 2004

Litoral Norte - O anúncio do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) de fixar critérios para definição do número de cadeiras nas Câmaras das cidades do Estado, em relação ao total de habitantes, pegou de surpresa políticos da região.
A decisão foi baseada em ação acolhida pelo Ministério Público de São Paulo contra o Legislativo de Mira Estrela (SP), que aumentou duas cadeiras (de nove para 11), com uma população de 2.651 moradores.
Pela decisão, as cidades com até 47.619 moradores terão nove representantes na Câmara.
Já municípios com o dobro desse número de habitantes terão direito a mais um vereador, e assim sucessivamente, até o número máximo de 20 parlamentares.
No total, as quatro cidades do Litoral Norte podem ser obrigadas a reduzir em até 32,76% o total de vereadores no Legislativo, já nas próximas eleições deste ano, extinguindo assim 19 vagas.
A maior queda será em Caraguatatuba, que tem população de 84.401, de acordo com o censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).
De 17, passará para 10 vagas. A seguir, vem São Sebastião, com população de 63.119 habitantes, onde o número cairá de 15 para 10 vereadores.
Ilhabela, com 22.372 habitantes, vai reduzir quatro vagas, passando de 13 para nove vereadores.
A menor perda será em Ubatuba, com 70.958 habitantes e redução de três vagas, caindo de 13 para 10.
Presidentes de Câmara avaliam decisão - Os presidentes das Câmaras do Litoral Norte acreditam que a representatividade será prejudicada, bem como a participação dos partidos considerados pequenos.
Para o presidente da Câmara de Caraguatatuba, Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), a redução do número de cadeiras não teria problema, se fosse planejada.
“Sempre se falou nesta redução e ela se veio justo em ano eleitoral. Os partidos menores que estavam se reunindo vão acabar morrendo na praia”.
Outro erro do Supremo, segundo Gobetti, é a decisão baseada no censo com dados do número de habitantes. “Sabemos que o último censo em Caraguá, constando 80 mil pessoas, está furado, hoje beiramos os 100 mil moradores. E outra, a população não foi consultada. A maioria é contra”.
Na sessão ordinária da última semana, manifestantes abriram no plenário uma faixa com os dizeres: "Caraguá aplaude a decisão do TSE de cortar o número de 17 vereadores para 10, só que os puxa-sacos do rei e os amigos da conta não concordam!".
Marcos Leopoldino (PTB), presidente da Câmara de São Sebastião, informou que a economia será notória, mas a questão da representatividade vai cair muito.
“Os partidos precisarão ser habilidosos para repensar as estratégias nas próximas eleições, já que o coeficiente para eleger um vereador terá um aumento significativo”.
Para Leopoldino, a economia deve ser uma preocupação, mas pode ser obtida por outras medidas.
O vice-presidente da Câmara de Ubatuba, Andrade Henrique dos Santos (PAN), aprova a redução de vereadores na cidade. “É uma iniciativa importante, economizando para os cofres públicos”, disse. “Os gastos cortados, não só com salários dos vereadores, serão muito grandes”.
Santos disse ainda que o vereador Gérson de Oliveira (PMDB) irá elaborar projeto de lei para reduzir mais uma cadeira no Legislativo, passando de 10 para nove.
“Para os partidos, a redução pode ser ruim. A peneira vai ser mais difícil”.
Já o presidente da Câmara de Ilhabela, José Donizetti da Silva (PPS), avalia a situação dos partidos pequenos.
“Perderemos a representatividade e quem sai prejudicada é a população, apesar da economia para o município. Uma legenda,
para eleger um nome, terá de ter em torno de 1,5 mil votos”. (Fonte: Correio do Litoral)

Esquistossomose: endemia ronda o Litoral Norte
Litoral Norte pode se tornar região endêmica da esquistossomose

Litoral Norte - Um relatório divulgado pela Ensp (Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca), da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), detectou que a região do Litoral Norte está se tornando um "recanto" para o verme Schistosoma mansoni, causador da esquistossomose.
O parasita necessita de um hospedeiro intermediário para se desenvolver, como o caramujo que habita lagoas e rios de águas doces.
Os ovos do parasita são eliminados pelas fezes do homem contaminado. Na água, os ovos liberam uma larva que se aloja no caramujo. A larva adulta permanece nas águas até infectar o homem novamente, pela pele ou pela mucosa (aparelho digestivo).
Duas das quatro cidades da região detectaram a presença desses caramujos: Caraguatatuba (nos bairros Olaria e Casa Branca) e Ilhabela (região da Barra Velha), por sinal os dois municípios que mais sofrem com a questão do saneamento básico, com menos de 30% do esgoto tratado, segundo dados da Sabesp.
Uma equipe da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias de São Paulo) descobriu caramujos da espécie Biomphalaria tenagophila infectados com o verme, em Caraguatatuba.
A proporção de espécies infectadas variou de 9,4% em dezembro de 2002 a 24,5% em maio do ano passado.
Em Ilhabela, foi detectada ainda a presença do caramujo Biomphalaria straminea, outro potencial vetor da doença. Para os especialistas, a descoberta aponta riscos para a região.
“A possibilidade de transformação da região em uma área endêmica da esquistossomose é inegável, já que as deficiências do saneamento básico e as más condições de moradia fazem com que a população fique permanentemente exposta à infecção”, alerta o pesquisador Horácio Manuel Santana Teles, um dos autores do relatório.
No bairro de Olaria, em Caraguatatuba, a equipe da Sucen encontrou 33 pessoas portadoras do Schistosoma mansoni. Uma delas possuía carga parasitária superior a mil ovos por grama de fezes, um patamar da infecção favorável ao desenvolvimento das formas moderadas e graves da esquistossomose.Para os pesquisadores, as altas cargas parasitárias também sugerem o contágio continuado.
O bairro não dispõe de locais apropriados para natação, pescaria ou lavagem de roupas, tradicionais meios de contato com o parasita.
Portanto, a forma mais provável de contágio ocorre durante a construção e limpeza de canais de drenagem, do recolhimento de objetos ou quedas em valas negras.
Como a região é sujeita a chuvas intensas e enchentes, a infecção também pode se dar nos deslocamentos para o trabalho e escola. As chuvas e inundações podem aumentar ainda mais o risco de disseminação do verme, pois favorecem a dispersão dos caramujos e dos ovos de Schistosoma mansoni, ampliando a área de risco de infecção.
“A mudança desse quadro exige a melhoria das condições do saneamento na região e a intensificação do controle da transmissão do parasita, visando descobrir o maior número de indivíduos infectados, para tratamento”.
Medidas emergenciais - Desmentindo o relatório, o secretário de Saúde de Caraguatatuba, Pedro Norberto dos Santos, disse que a situação da doença na cidade está sob controle.
Segundo ele, há um ano vem sendo desenvolvido um trabalho conjunto entre as Secretarias municipais de Obras, Meio Ambiente, Promoção Social e Saúde, além da Sucen, Sabesp e Secretaria Estadual da Saúde.
No ano passado, o bairro da Olaria, considerado o mais crítico, registrou mais de 50 casos da doença. Mas em bairros como Casa Branca e Perequê-Mirim, foi encontrada a maioria dos casos importados, principalmente de cidades de Minas Gerais.
“Temos uma rua no Olaria com um córrego aberto, onde encontramos o caramujo, mas nesse e em outros locais, já aplicamos uma substância para matar este hospedeiro”.
Santos afirma ainda que, a partir de abril, um novo levantamento será realizado, principalmente nos bairros mais afetados.
“Os suspeitos fazem exames de fezes e são tratados nos postos de saúde. Agora, estamos fazendo a drenagem e a Sabesp, implantando a rede de esgoto, ações que contribuem para acabar com a doença”.
Já o prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos (PTB), disse não ter conhecimento do relatório, mas se mostrou preocupado com a situação.
“É uma luta que tentamos há anos com o governo do Estado, em relação ao tratamento de esgoto na cidade. Acreditamos que até julho as obras sejam retomadas”.
Independentemente da liberação da verba, o prefeito informou que vai acionar suas equipes de meio ambiente e saúde.
“Estamos realizando um levantamento nos bairros com menor índice de tratamento de esgoto, como Barra Velha, Perequê e Itaguassu, onde se concentram os córregos e mananciais da cidade”, esclarece.
“Já que o dinheiro não vem, estamos estudando a idéia de doar fossas sépticas”.
Em 2003, a cidade registrou 25 casos da doença, a maioria deles importados de regiões endêmicas, como Minas e Bahia. (Fonte: Correio do Litoral)

CPI de áreas contaminadas investiga três postos

Litoral Norte - Os deputados estaduais da Assembléia Legislativa de São Paulo votam na próxima quintafeira, 8, a abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar denúncias da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) relacionadas a empresas do Estado que estariam contaminando, através de produtos químicos, áreas em diversas regiões, entre elas, o Litoral Norte.
Três postos de gasolina, dois em Caraguatatuba (Auto Posto Tubarão Azul e Auto Posto Tubarão 2000) e um em Ubatuba (Auto Posto Utiyama) foram citados em um relatório emitido pela Cetesb em outubro do ano passado, e que servirá como base nas investigações dos deputados estaduais.
Entre os produtos químicos encontrados nas áreas estão hidrocarboneto, chumbo, pesticidas, herbicidas, gasolina, acetona, solvente e óleo diesel.
Outras 14 empresas, desta vez do Vale do Paraíba, foram citadas no relatório do órgão ambiental. As empresas responsáveis pela contaminação serão chamadas para depoimentos na CPI.
O autor da propositura foi o deputado Donisete Pereira Braga (PT), presidente da Comissão de Defesa do Meio Ambiente. “Será a primeira CPI temática que vai tratar a questão ambiental no Estado”.
Segundo o parlamentar, em 2003 foram protocolados na Assembléia Legislativa cinco pedidos de instauração de CPI sobre as áreas contaminadas.
“Tais áreas resultam de atividades industriais, antigos lixões e depósitos de produtos químicos, vazamentos tóxicos, rompimentos de dutos, tanques de postos de gasolina, entre outros”.
Braga salienta que do total de áreas contaminadas, 63% localizam-se nas proximidades de postos de gasolina, conforme levantamento feito pela Cetesb.
“Nosso trabalho será denunciar à Promotoria Ambiental e ao Tribunal de Justiça, as empresas que estiverem provocando impacto ambiental”. A comissão vai funcionar com 11 membros e terá prazo de 90 dias para conclusão do relatório final.
Adequação - A proprietária do Auto Posto Utiyama, de Ubatuba, Marico Utiyama Egashira, disse que o estabelecimento foi submetido à análise da Cetesb, por suspeita de vazamento em 2003. “Tudo começou porque havia um cheiro de gasolina nas proximidades do posto. Fizemos análise e comprovamos que não havia nenhum tipo de vazamento no posto, estava tudo em ordem. Depois, foi realizada uma análise no solo, onde se constatou uma contaminação muito antiga, de 30 anos atrás”.
Marico, que possui o estabelecimento há 15 anos, esclarece que a contaminação no solo ocorreu quando o posto pertencia a outro dono. “Acredito que a contaminação é de uma época em que o solo do posto ainda era de terra”. Segundo a proprietária, seu posto foi convocado a se adequar às novas regras do Conama (Conselho Nacional de Meio Ambiente).
“Fomos convocados pelo conselho, como todos os postos da região. É só uma questão de adequação”.
Já Evandro Ferreira, gerente do Posto Azul e do Posto Tubarão em Caraguatatuba, diz que a empresa está dentro do prazo de adequação de equipamentos, prevista pelo decreto do Conama. “Fazemos as reformas rotineiras, todos os anos", explica.
"As companhias fornecedoras dos combustíveis são as responsáveis pelos equipamentos. Mas, os donos dos postos estão tendo de "bancar" os custos das adequações, e isso não é justo”.
O relatório - Segundo a assessoria de imprensa da Cetesb, o relatório vem sendo desenvolvido há pouco tempo, mas serve como parâmetro para comércios, empresas ou indústrias se adequarem às normas estabelecidas pelo Conama, que exige avaliação de passivos ambientais para os postos de serviço existentes.
Ainda segundo a assessoria, a vistoria nos estabelecimentos é monitorada, mas na maioria dos casos, a Cetesb detecta o problema, em função de denúncias da população.
A Cetesb orienta as empresas sobre o gerenciamento de áreas contaminadas e estipula um plano de ação para remediar o problema. A empresa deverá emitir um novo relatório até o meio do ano e a estimativa é que o número de áreas contaminadas aumente.
No último documento, 727 áreas em todo o Estado foram prejudicadas.
Na tentativa de atenuar o problema, a assessoria informou que a concessionária está distribuindo um folheto explicativo nas imobiliárias de todo o Estado, orientando para as precauções que os empresários devem ter, na hora de montar um estabelecimento que produza ou comercialize algum tipo de produto químico. (Fonte: Correio do Litoral)

Litoral tem três praias impróprias para banho

Litoral Norte -Três praias estão impróprias para banho no Litoral Norte devido à contaminação por esgoto doméstico, segundo o boletim de balneabilidade da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). O maior número de praias contaminadas foi registrado em Ilhabela. As praias Pinto e Armação devem ser evitadas pelos banhistas. Em Caraguatatuba, a praia do Centro também está poluída. A avaliação foi positiva em São Sebastião e Ubatuba, que não têm praias impróprias. O banho em locais contaminados aumenta o risco de contrair doenças. A Cetesb recolhe hoje amostras da água das praias para análise. O resultado será divulgado na quarta-feira. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Dois homens são mortos em Caraguá

Caraguatatuba - Dois homens foram mortos e um ficou gravemente ferido após serem baleados na madrugada de ontem, no bairro Travessão, em Caraguatatuba. Nenhum suspeito havia sido detido pelo crime, até ontem à tarde.
O ajudante geral Cícero Fidelis de Andrade, 36 anos, e José Matias dos Santos, 25 anos, foram mortos com cinco tiros cada um, segundo a Polícia Militar.
O desempregado Isaque de Freitas Cassiano, 26 anos, que também foi atingido, estava internado, até às 15h de ontem, em estado grave na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da Santa Casa de Caraguá.
A PM foi acionada através de denúncia anônima. Os vizinhos afirmaram para a polícia que não viram a movimentação.
A Polícia Civil informou que os corpos foram encontrados na rua, com uma distância de cerca de dois metros um do outro. Próximo a Andrade e Santos haviam duas bicicletas e uma pequena porção de maconha.
A polícia acredita que os dois estavam fugindo de alguém no momento em que foram baleados. A Polícia Civil não soube informar se Cassiano estava com a dupla ou foi vítima de bala perdida, já que estava sem bicicleta.
Os investigadores da delegacia de Caraguá informaram que a polícia aguarda a perícia técnica para identificar qual o calibre do revólver que matou os dois homens.
A Polícia Civil está investigando o caso, mas até às 15h30 de ontem nenhum suspeito havia sido detido pelo crime.
Andrade e Santos foram enterrados ontem à tarde no Cemitério Municipal de Caraguatatuba. (Fonte: ValeParaibano)

Rio Juqueriquerê vai ser desassoreado

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba elaborou um projeto para fazer uma obra de desassoreamento do rio Juqueriquerê, um dos mais importantes da cidade. Segundo o secretário de Meio Ambiente, Auracy Mansano, será retirado a areia do trecho conhecido como Boca da Barra, na onde o rio se encontra com o mar. "Hoje, as embarcações conseguem passar pelo local apenas quando a maré está alta", disse. Ele afirmou que a obra vai atingir 1,4 quilômetro do trecho e uma profundidade de 2,5 metros. Os trabalhos, que vão começar este ano, dependem de uma licença do Daia (Departamento de Análise de Impacto Ambiental). O investimento está sendo analisado. (Fonte: ValeParaibano)

Frio auxilia combate à dengue

Caraguatatuba - A queda da temperatura nas próximas semanas será a principal aliada para reduzir o número de casos de dengue no Vale do Paraíba e Litoral Norte, segundo a Sucen (Superintendência do Controle de Endemias).
O clima ameno do outono pode beneficiar Caraguatatuba, que está com uma epidemia da doença. Até ontem, foram registrados 101 casos autóctones --contraídos no município. No dia anterior, eram 94 pessoas contaminadas.
O verão é o período em que as cidades registram mais casos da doença devido à proliferação maior do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. As chuvas também colaboram na formação dos criadouros do mosquito.
"A tendência é que os casos de dengue registrados nas cidades sejam menores nas próximas semanas. Em Caraguá, apesar dos número de casos a situação está sendo controlada", disse o visitador sanitário da Sucen de Caraguá, Francisco Carlos dos Santos.
A Vigilância Sanitária de Ilhabela informou ontem que já começou a registrar as quedas no índice da doença. O número médio de pessoas que procuravam o hospital com sintomas da dengue durante o final de semana passou de 15 para 2.
A cidade tem 34 confirmações da doença. Os casos também estão estáveis em Potim, que tem 575 confirmações. (Fonte: Imprensa Livre)

Pesqueiros viram mania em Caraguá

Caraguatatuba - Além de lagos, locais têm restaurantes e parques de diversão; público é de mais de 500 pessoas por semana
Os pesqueiros viraram mania de moradores e turistas em Caraguatatuba após a temporada de verão. Com um ambiente natural, o espaço oferece diversão e lazer para quem busca tranquilidade e boa pescaria.
O pesqueiro Recanto do Sossego, no bairro Jaraguazinho, oferece aos clientes a pesca esportiva (quando o peixe é capturado e devolvido ao lago) ou por quilo, no sistema pesque-e-pague.
Inaugurado há quase um ano e meio, o pesqueiro recebe mais de 500 pessoas por semana. Quem opta pela pesca esportiva paga R$ 10. Já o quilo do peixe pescado custa R$ 7.
Com entrada gratuita, o cliente tem a comodidade de não levar equipamentos --as varas de bambu são emprestadas e as iscas (massa, fruta, mortadela e salsicha), distribuídas de graça.
A proprietária do Recanto do Sossego, Maria da Penha Araújo Fonseca, disse que o pesqueiro se transformou em um ponto de encontro e um espaço para festas.
Além dos lagos para a pesca, o local oferece aos visitantes mesa de bilhar, parque de diversão, salão de festa e piscina natural.
"Os moradores e turistas procuram o espaço para pescar e se divertir. Mesmo em uma cidade do litoral, o movimento é grande pois existe segurança durante a pescaria", disse.
Com dois lagos, é difícil que alguém saia do lugar sem peixe. No lago principal, é possível pescar pacu e carpa. Há também uma área exclusiva para tilápias. Os peixes pesam de 500 gramas até 8 quilos e são comprados de um fornecedor do Paraná.
Outro conforto, é que os clientes podem comer no pesqueiro o peixe que pescou. No restaurante, eles são servidos assados, fritos ou como sashimi.
O Recanto do Sossego também oferece comida caseira aos clientes, que também podem usar o espaço para fazer churrasco. Não é permitido levar bebidas, que devem ser consumidas no restaurante.
Para o proprietário do pesqueiro Campo e Mar, no bairro Getuba, Ademar Kazuhiro Ueda, o ambiente natural chama a atenção dos clientes. No local, também existe a opção de pescar traíra.
"Além da pescaria, estamos localizados ao lado da mata atlântica, o que atrai muito as pessoas", disse. Com opções para a pesca por quilo e esportiva, o pesqueiro também aluga chalés e tem restaurante.
Ueda disse que pretende instalar no pesqueiro uma piscina natural, além de oferecer trilhas e passeios a cavalo.
O comerciante Clóvis Vasconcelos Júnior, 51 anos, de Caraguá, disse que prefere os pesqueiros em razão da segurança durante a pesca. Ele também disse que o espaço cé um lugar ideal para o lazer da família. (leia texto nesta página). (Fonte: ValeParaibano)

Frequentador busca lazer e segurança

Caraguatatuba - O comerciante Clóvis Vasconcelos Júnior, 51 anos, de Caraguatatuba, elegeu o pesqueiro como um espaço de lazer para sua família.
Ele, que frequenta o Recanto do Sossego, disse que se sente mais seguro no pesqueiro que no mar.
"O pesqueiro é um lugar que aprendi a ir com a minha família. Como fica perto da serra, tem uma temperatura mais agradável. Para pescar no mar, temos que sair em barcos ou ficarmos em costeiras, onde há risco de acidentes", disse Vasconcelos.
O comerciante afirmou que a natureza é um dos principais atrativos do pesqueiro, que também serve para relaxar. Ele também aproveita para ficar no restaurante.
"Somos privilegiados de termos um lugar agradável na cidade onde podemos curtir a paisagem natural", disse.
O veterinário Eduardo Siqueira Neto disse que a estrutura do restaurante é um diferencial do pesqueiro. Ele aponta o espaço como uma opção de lazer.
"Pesco por diversão. No restaurante, aproveito para comer sashimi", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Manoel Marcos: “Gostaria de ter o Donizette no meu palanque”
Prefeito de Ilhabela fala da decisão do PPS em não lançar candidato próprio na disputa majoritária

Ilhabela - O prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira (PTB) comentou, ontem à tarde, a decisão do PPS em não lançar candidato próprio na disputa majoritária das eleições municipais. Ele não descarta uma possível aliança com o partido. “Gostaria de ter o Donizette no meu palanque”, manifestou.
O presidente da Câmara de Ilhabela, José Donizette da Silva, era o mais cotado para ser o candidato a prefeito pelo PPS. Com a decisão do diretório, as articulações para possíveis alianças tendem a ficar mais fortes. “Não é a totalidade do PPS que está com tendência em apoiar Nilce”, diz Manoel Marcos.
Em reportagem publicada na edição de ontem do Imprensa Livre, o presidente do diretório municipal do Partido Popular Socialista, Valdir Veríssimo de Assunção, anunciou que a legenda não terá candidato a prefeito. A decisão foi tomada em reunião pré-convencional no último dia 27. “Não decidimos apoio a ninguém, mas devido a fatos ocorridos no quadro político do município, a candidatura própria está descartada. Temos uma visão de oposição à atual administração. Até agora, a maioria tem a visão de apoio à ex-prefeita”, concluiu Assunção.
Ainda na reportagem, José Donizette disse que ficou surpreso com o posicionamento de seu partido e considerou a decisão precipitada. “Foi uma ducha de água fria, pois de repente mudaram tudo. Pretendo refletir melhor para ver qual rumo tomar, mas não tenho pretensão de ser vice”.
Donizette entrou no PPS em setembro de 2003, logo após ter deixado o PFL. Segundo ele, a filiação foi um convite da executiva, que teria oferecido a condição de ser pré-candidato a prefeito.
Manoel Marcos ressalta que o seu candidato à vice não está definido. “Meu grupo político vai escolher o melhor, como ocorreu na eleição passada. Quero o apoio do Donizette no meu palanque”, reafirmou.
Ontem à tarde, o presidente da Câmara falou sobre o posicionamento do prefeito em querer seu apoio. “Vou ter uma reunião com o partido, pois agora não tenho opinião formada; quero analisar e ver o que é melhor para Ilhabela”, disse José Donizette.
Na noite de quinta-feira, ele participou de uma reunião com lideranças políticas, em São Paulo. “São pessoas que estavam me apoiando para ser candidato a prefeito, mas se realmente for concretizada esta mudança, querem que eu tente novamente uma cadeira na Câmara. Até porque, tenho a legenda garantida por ser vereador. Embora já tenha declarado que não concorreria mais ao Legislativo, vou estudar”, concluiu.
Quanto à possível candidatura do ex-secretário de Saúde, Antônio Colucci, pelo PSDB, o prefeito Manoel Marcos considera o anúncio normal. “Acho legítimo pleitear candidatura na chapa majoritária, mas acho um pouco precipitado”, encerrou o prefeito. (Fonte: Imprensa Livre)

Associação afirma ter sido induzida a erro de interpretação no Gerenciamento Costeiro

Ilhabela - A Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ilhabela (AEAI), reunida na última quinta-feira, trabalhou com a possibilidade de uma nova discussão sobre detalhes do Mapa de Zoneamento do Plano de Gerenciamento Costeiro da cidade. Estiveram presentes representantes da Sociedade Civil e do Plano Diretor da Prefeitura Municipal.
Segundo Anselmo Tambe-lini, presidente da AEAI, eles fizeram uma interpretação errada da carta de zoneamento, quando ela, antes de ser apresentada em audiência pública na Câmara de Vereadores, passou pela avaliação deles. “Fomos favoráveis a uma carta que nos foi fornecida com legendas duvidosas, justamente por ser fruto de uma interpretação que não é a real”, advertiu.
Anselmo explica que as cores da legenda eram semelhantes e eles (engenheiros e arquitetos) interpretaram a carta como coerente, bem restrita. Após a audiência, que durou doze horas e terminou com a aprovação do projeto, um novo mapa foi entregue à Associação, com as cores mais definidas e eles perceberam que o haviam interpretado de maneira errada. “Fomos induzidos ao erro. Concordamos com a carta que ia preservar a cultura e uma melhor qualidade de vida, mas quando nos deparamos com este mapa, ficamos perplexos”.
Adensamento - “Ilhabela não suporta esse adensamento que querem dar. Nós não estamos fazendo política ou terrorismo. Estamos querendo fazer interpretação”, diz Anselmo. Ele afirma ainda que o mapa de zoneamento dá uma possibilidade de uma expansão exagerada, que traria inúmeros problemas para Ilhabela. “Justifica-se que o Plano Diretor vai restringir mais as áreas, mas na verdade ele teria que estar em desacordo com a política atual, que é favorável ao adensamento”.
Maria Inêz Fazzini Biondi, coordenadora do Plano Diretor, afirma que eles são totalmente contra o adensamento, e a minuta do plano tem zonas mais restritas, dentro das zonas do Gerenciamento Costeiro.
“A capacidade de suporte ambiental de Ilhabela não permite uma cidade adensada”, explica Maria Inêz.
“O objetivo do Plano Diretor é conter o adensamento, e permitir uma ocupação de forma responsável, manter a ocupação rarefeita, que se harmoniza com a paisagem da Ilha”, completa Maria Inêz.
Existe uma possibilidade remota de rever o mapa final, pois Caraguatatuba também precisa rever uma questão em sua carta. Deverá ser feito um requerimento ao presidente do Grupo Setorial, solicitando a revisão, mas o Grupo Estadual teme que isso possa fazer com que as negociações voltem à “estaca zero”, pois abrirá possibilidade de outras reivindicações de partes que não aprovam o mapa. Para ser aprovado o requerimento precisa de 2/3 de votos. A AEAI, Plano Diretor e Sociedade Civil, irão se reunir novamente na próxima semana para discutir se vão mandar o requerimento para o Grupo Setorial. (Fonte: Imprensa Livre)

Encontro nacional de estudantes de turismo

Ilhabela - A Prefeitura Municipal de Ilhabela, através da Secretaria de Turismo, realiza pela 2a. vez o Beach Tur – Encontro Nacional de Estudantes de Turismo.
O evento será realizado na Praia Grande nos dias 9, 10 e 11 de abril de 2004, contando com a infra-estrutura que a praia oferece. O número de participantes está estimado em 1.200 pessoas, entre alunos, convidados e comissão organizadora. (Fonte: Imprensa Livre)

Conseg adia reunião para o fim do mês

Ilhabela - O Conseg (Conselho de Segurança de Ilhabela) informa que a reunião marcada para o último dia 31 foi adiada para o próximo dia 28. O adiamento ocorreu em função da viagem para Alemanha do presidente Wolf, das férias do Tenente Paes (comandante da Polícia Militar de Ilhabela) e de férias escolares. A próxima reunião está marcada para o dia 28, às 19h, na Colônia dos Pescadores, na Vila, Rua Dr. Carvalho, 150. (Fonte: Imprensa Livre)

Seccional deve instaurar inquérito para apurar transporte dos idosos

Ilhabela - A Delegacia Seccional do Litoral Norte deverá instaurar inquérito contra empresa de ônibus da cidade, que estaria dificultando e até impedindo o transporte de idosos. A informação é do delegado do setor, João Barbosa Filho.
Ele ficou sabendo do problema por meio de uma reclamação publicada no Imprensa Livre, no final de semana passado. “Além disso, tive reclamação de mais cerca de dez idosos, que se sentem prejudicados com o transporte”, disse.
Para o delegado, o fato fere o Estatuto do Idoso, lei federal, que determina que em cada ônibus a eles sejam destinado 10% dos lugares sentados. Segundo os idosos, a lei não está sendo cumprida, pois há somente um banco em cada micro-ônibus destinado aos idosos e também a deficientes físicos.
Uma moradora de Ilhabela, no bairro Barra Velha, Ineide Cândido, disse na reportagem da semana passada que o problema se agravou quando grande parte dos ônibus convencionais foram substituídos pelos micros. “O problema é que os micros ônibus têm apenas um lugar reservado para os idosos, com isenção do pagamento a passagem”, acrescentou.
Com a diminuição da frota dos ônibus maiores, o único lugar destinado a eles estaria sempre ocupado, fazendo com que fiquem por muito tempo no ponto, à espera de algum ônibus em que possam embarcar, já que o motorista não permite que se viaje em pé.
Outro problema acarretado pela predominância dos micro-ônibus é que, se o idoso estiver acompanhado por outro idoso, ou por um defi-ciente, também isento da passagem, não poderão embarcar juntos, a não ser que um deles pague.
De acordo com o delegado, isso é ilegal.
João Barbosa disse que as reclamações partem dos moradores de Ilhabela. “O transporte de São Sebastião e Caraguatatuba estão cumprindo a legislação”.
O delegado elogiou a iniciativa da empresa em Caraguatatuba, que colocou câmara digital, onde no final do dia, aparecem todos os passageiros, inclusive os idosos, que passaram na catraca, sem necessidade de atender apenas um número pequeno de idosos, em razão da justificativa de rodar a catraca para eles.
Conforme João Barbosa, se houver 50 idosos no ponto de ônibus, todos têm o direito de embarcar. O delegado lamentou a inexistência do Conselho Municipal do Idoso em Ilhabela, “que parece não estar atuando e poderia defender a classe”.
Outro lado - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, disse que não procede a informação de que haveria menos ônibus maior circulando na cidade. “Sei que os micro-ônibus acresceram a frota existente. Mas os outros não foram retirados de circulação”, garantiu.
Segundo o prefeito, a reclamação que recebeu dos idosos foi referente a colocar mais assentos da classe nos micro-ônibus. Manoel Marcos explicou que entrou em contato com o dono da empresa, que informou ser tecnicamente inviável.
Sobre o problema dos idosos estarem sendo impedidos de embarcar, o prefeito informou que desconhece tal fato. A reportagem tentou contato com o responsável da empresa, deixando recado para retorno, o que não ocorreu. (Fonte: Imprensa Livre)

Agentes de trânsito orientam motoristas e ciclistas

Ilhabela - A prefeitura de Ilhabela, através da Divisão de Trânsito Municipal, vem desenvolvendo nas escolas da cidade, o programa de educação e segurança no trânsito, com o objetivo de buscar parcerias com entidades públicas e privadas.
Na última semana, um curso promovido pelo Detran (Departamento de Trânsito Nacional), através do "Clube Bem-Te-Vi", teve a participação de praticamente todos os estudantes da cidade, com atendimento de 5,5 mil pessoas.
Agora, dando continuidade ao programa, os agentes da Divisão de Trânsito Municipal estão efetuando trabalho de orientação da população quanto ao uso de cinto de segurança.
A ação está sendo aplicada não só aos motoristas de veículos, como também aos ciclistas.
O objetivo principal é educar as pessoas quanto às regras estabelecidas no Código Nacional de Trânsito.
No caso dos ciclistas, por exemplo, o objetivo é orientar quanto ao tráfego na contramão e ao uso adequado da ciclovia.
De acordo com o diretor de trânsito de Ilhabela, James Aboud, a receptividade das pessoas tem sido ponto fundamental para o sucesso do programa.
“Os motoristas estão entendendo a importância do uso do cinto de segurança, não somente quanto à proteção em caso de acidentes com maiores proporções, como também no que se refere a uma simples colisão”, explica.
“Estamos também orientando as autoridades da cidade quanto ao uso do cinto de segurança e a não utilizar o telefone celular, ao volante”. (Fonte: Correio do Litoral).

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

“No Brasil, temos ecopicaretagem”, diz diretor da SOS Mata Atlântica

São Sebastião - “A história do meio ambiente no Brasil é crítica. Em 3,6 mil municípios, do total de 5,5 mil, 60% da população brasileira mora no que um dia foi a Mata Atlântica”. São as declarações feitas ontem pelo diretor da Fundação SOS Mata Atlântica, Mário Mantovani. “Nos últimos anos, no Brasil, temos a ecopicaretagem”.
Mantovani afirma que 90% do turismo no Brasil acontecem nos principais destinos: Rio de Janeiro, Foz Iguaçu, no Paraná, e Bahia. “O quê acontece nos 7% que sobraram de Mata Atlântica. Então cadê a nossa natureza? Precisamos ter muita atenção porque estamos falando de algo que não existe hoje. A destruição da floresta equivale a quatro campos de futebol a cada quatro minutos. Se continuarmos assim, o turismo vai pro saco”. Também cita a falta de segurança e de infra-estrutura.
Mantovani, especialista em ecoturismo, afirma que o turismo no Brasil se deve basicamente à natureza, já que o país não tem cultura milenar para atrair interesse em outros setores. “Por isto, tentamos (a SOS Mata Atlântica) fazer com que a indústria do turismo tenha o meio ambiente como aliado”.
preservação
O diretor de extensão das Faculdades Senac, Eduardo Mazaferro Ehlers, em tese de doutorado, demonstra que o ecoturismo funciona como uma das principais ferramentas na recuperação da Mata Atlântica, em São Paulo. Segundo ele, em cidades como Campos do Jordão, Águas de Lindóia e Brotas, a prática de esportes de aventura tem sido fundamental para o aumento da cobertura de Mata Atlântica no Estado.
Mantovani concorda com as conclusões de Ehlers, mas diz que “mesmo em Campos do Jordão e também em Brotas, existe os maus empresários, que poluem o meio ambiente, com lançamento irregular de esgoto, por exemplo”. Mantovani declara que a SOS Mata Atlântica quer mais gente promovendo sustentabilidade.
De acordo com o presidente da ABCânion - Associação Brasileira de Canionismo -, Carlos Zaith, Brotas é a primeira cidade brasileira a criar normas de organização, disciplina e profissionalização da mão-de-obra do turismo de aventura, mantendo a preservação ambiental como elo principal do desenvolvimento da região.
Em São Sebastião, a Prefeitura e o Instituto Florestal, em parceria com a sociedade civil organizada, elabora o Programa de Ecoturismo, que visa uso do Parque Estadual, de forma sustentável. Mário Montovani afirma que estas ações são importantes apesar de ainda pontuais. “No Litoral Norte de São Paulo, a Mata Atlântica é destruída pela especulação imobiliária e o turismo desta região é de veranistas”.
Mas Mantovani afirma que o Brasil tem grande potencial. “O mundo não tem os atrativos que o Brasil tem e, no entanto, há mais gente visitando a Costa Rica”.
Selo único - Ele diz que a forte tendência hoje, é a criação de um certificado único internacional para os empreendimentos que promovem turismo sustentável. Trata-se do selo STSC (Sustainable Tourism Stewardship Council). Mantovani afirma que o certificado, tema de oito reuniões entre membros da Organização Mundial de Turismo, deve ser instituído em breve. “A base do critério será o turismo em Costa Rica; um dos melhores do mundo; por este padrão, nós, no Brasil, continuaríamos mal das pernas. É salve-se quem puder”, conclui. (Fonte: Imprensa Livre)

Praça da Matriz receberá melhoria no paisagismo

São Sebastião - Os alunos que fazem parte do Projeto Social Caetê Porá, desenvolvido pela prefeitura de São Sebastião, irão realizar na terça-feira, dia 6, manutenção e paisagismo na praça da Igreja Matriz, no centro da cidade.
O Caetê Porã consiste em ensinar as técnicas da jardinagem para jovens encaminhados pelo conselho tutelar ou programas de liberdade assistida e pelo plantão social da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Assistência Social, responsável pelo projeto. “A proposta é ocupar o tempo ocioso de jovens carentes com atividades ligadas à natureza e preparar o adolescente para a vida e o exercício da cidadania”, disse Rosana Beatriz, assistente social responsável pelo Caetê.
Desenvolvido em dois períodos (manhã e tarde), o projeto tem capacidade para atender 30 jovens e hoje 25, com idade entre 14 e 17 anos. “Quando nos encaminham um adolescente, a primeira providência que tomamos é a sua inclusão na escola, que é uma das exigências do programa”, explicou Rosana.
Após seis meses de curso, estes jovens passam por uma avaliação que possibilita uma vaga como estagiário no próprio viveiro. Durante o período de estágio, também de seis meses, eles recebem um salário mínimo, além de lanche e vale transporte.
Neste período a família também é assistida e o trabalho é realizado na integração filho-família.
Com a conclusão do curso, no prazo de um ano, o jovem estará apto para prestar serviços como plantio de mudas, confecção de arranjos, jardinagem e paisagismo, horticultura e orquidário, sendo um potencial gerador de renda familiar.
“Nós também encaminhamos os jovens ao mercado de trabalho. Hoje temos meninos trabalhando em residências em comércios”, completou a assistente social.
A equipe técnica responsável pelo andamento do projeto é formada pela assistente social, Rosana Beatriz; pelo engenheiro agrícola, Marco Túlio Parodi e pelo técnico agrícola Marcelino Gonçalves César. (Fonte: PMSS)

Escolhidos 40 filmes sobre meio ambiente que disputarão Ecocine

São Sebastião - Vindos de 13 estados brasileiros foram selecionados os 40 filmes que vão disputar o 3o.ECOCINE - Festival de Cinema e Vídeo Ambiental que será realizado de 21 a 25 de abril, no Teatro Municipal de São Sebastião, município do litoral norte de São Paulo . Esses filmes estavam entre os 104 inscritos e , no dia 26 de março, passaram por uma pré-seleção. O júri escolhido para desempenhar essa tarefa foi constituído por Edson Lobato, Diretor do Núcleo São Sebastião do Parque Estadual da Serra do Mar; Julio Rodrigues, roteirista premiado de cinema, vídeo, TV e membro do Comitê Gestor do Núcleo São Sebastião do Parque da Serra do Mar; e Ernesto Otto Stock Filho , crítico de cinema e trabalha no setor de Telecine, da CINEMATECA BRASILEIRA.
Das obras selecionadas, 15 são de São Paulo, 7 do Rio de Janeiro, 3 de Minas Gerais, 3 de Pernambuco, 2 Brasília, 2 do Paraná e 2 de Goiás. Santa Catarina, Bahia, Paraíba, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul com um filme cada.
Os filmes vencedores do 3o. Ecocine serão exibidos ainda este ano, em junho, no mês do meio ambiente, no Sesc Vila Mariana, e em Campinas, no Teatro de Arte e Ofício (TAO). Ainda em junho a mostra seguirá para Roma a convite da Associação “Nuovi Orizzonti Latini” e , em setembro, para Toronto, durante o 5o. Festival de Meio Ambiente “ Planet in Focus”.
No Brasil, o ECOCINE conta com a parceria da Prefeitura de São Sebastião, Ministério da Cultura,Fundo nacional de Cultura, TV Cultura,Consulado Francês, Instituto Goethe, Instituto Camões e o site Curtaagora.
Seguindo a mesma filosofia da Universidade Aberta do Mar projeto que, como o Ecocine, faz parte do Centro Cultural São Sebastião tem Alma a escolha do Júri uniu importantes nomes do cinema brasileiro e a experiência caiçara. Coerente com essa idéia, o Júri , em ordem alfabética, será composto por: Elias Fajardo , chefe de redação do Programa “Globo Ecologia”; pela atriz Joana Fomm; por Marcos Manhães Marins , diretor e roteirista cinematográfico; Rubens Ewald Filho, crítico de cinema e Thiago Fortunato, representante da comunidade de pescadores local.
Os filmes selecionados pelo Júri do Festival receberão, além do Troféu Ecocine, prêmios de R$ 5 mil para o melhor longa metragem, R$ 4 mil para o melhor em cada categoria média e curta e, mais R$4 mil, para o melhor filme com o tema Água.
INTERESSE MAIOR - De acordo com Ariane Porto, diretora do Festival, “Esse ano batemos todos os recordes dos anos anteriores e nossa meta é que, em 2005, o Ecocine seja reconhecido como um Festival de Cinema e Vídeo Ambiental Internacional. Para que isso possa se tornar realidade ainda estamos precisando para essa 3a. edição do Ecocine que mais empresas apóiem o projeto”. O interesse maior despertado por cineastas amadores e profissionais do Brasil e do Exterior atesta que é cada fez maior a preocupação com o meio ambiente e que esses filmes podem ser um importante meio para a conscientização da população em geral.
As empresas que colaborarem terão o benefício da Lei Rouanet, que possibilita a dedução no Imposto de Renda dos valores investidos pelos patrocinadores, além de poder contar com a exposição de sua marca no material publicitário do festival e de ver seu nome citado em todos os textos enviados para a imprensa nacional e internacional.
Até o momento são nossos parceiros a empresa Quanta que premiará com locação de equipamentos o melhor filme sobre a água, a STV (Rede Sesc Senac de Televisão) que concederá um prêmio de aquisição para o melhor documentário escolhido por ela, independente dos que forem selecionados pelo Júri oficial, a Kodak que premiará com películas e a Revista Tela Viva, que dará uma assinatura grátis por 6 meses. (Fonte: PMSS)

Paulo Julião tenta barrar CDP no Litoral Norte

São Sebastião - A construção de Centros de Detenção Provisória em 67 municípios do Estado que têm o título de estância turística pode ser proibida, caso seja aprovado projeto que tramita na Assembléia. A proposta contraria interesse do governo mas tem apoio da Aprecesp (Associação das Prefeituras das Cidades Estâncias). O tema será discutido hoje em Avaré. Segundo o presidente da Aprecesp, Paulo Julião (PSDB), prefeito de São Sebastião, presídio não é compatível com cidade turística. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) manifestou recentemente intenção de construir um CDP no Litoral Norte para desafogar as delegacias. (Fonte: Imprensa Livre)

Moradores reclamam de atendimento em posto do INSS

São Sebastião - Inúmeros moradores da cidade estão reclamando da demora do atendimento no posto do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). A situação também foi comentada esta semana, na Câmara Municipal.
O mecânico José Antônio Lopes, morador de Boiçucanga, saiu de casa às 5h para chegar cedo na fila e dar entrada no auxílio-doença. “Estive aqui na sexta-feira. Os documentos
foram carimbados e pediram para voltar na segunda. Há um limite de senha e não sei se serei atendido”, lamentava.
Para a doméstica Paulínia Maria, os funcionários do INSS deveriam entregar as senhas assim que o expediente é iniciado. Desta forma, segundo ela, os segurados poderiam aguardar sentados o atendimento. “As pessoas são obrigadas a esperar de pé e do lado de fora, por pelo menos uma hora, o início dos trabalhos. Depois temos que aguardar mais duas horas aqui dentro. Fica muito cansativo”, desabafa.
A moradora de Ilhabela, Silvana Marques da Silva, disse que ficou na fila durante duas horas, com uma criança de 23 dias no colo, para requerer a licença-maternidade. “Já estive aqui no início do mês e faltou um documento. É cansativo, mas não dá para fazer nada”.
Outro morador de Ilhabela, o pescador Carlos Costa, que tem problemas na coluna e sofre do mal de Parkinson, afirma ter solicitado a aposentadoria por invalidez há onze meses, mas ainda não obteve resposta. “Estou aqui porque não posso mais trabalhar. Só vou sair quando resolver o meu problema”.
A advogada Zélia Barbosa Vilanova culpa o governo pela situação do INSS, com relação às filas de espera e a burocracia exigida na apresentação dos documentos para concessão de aposentadoria. “As coisas se emperram em detalhes que prejudicam a vida de quem sempre contribuiu com a previdência”, avalia.
Durante a última sessão, na tribuna da Câmara, o verea-dor Carlos Antônio de Souza Borba (PMDB) falou sobre o atendimento no órgão federal. “Há muitos segurados para serem atendidos e poucos funcionários para o trabalho, fora o tempo em que eles ficam de pé na fila para receberem uma senha”, concluiu.
Outro lado - De acordo com o chefe da agência, Alex Henrique Nogueira, que assumiu em janeiro, as coisas estão mudando. Ele cita ter visitado alguns postos do INSS, onde aproximadamente 800 pessoas são atendidas. “Aqui nós atendemos quase 4 mil por mês e temos que nos adequar às situações que surgem no dia-a-dia”.
Com relação ao atraso nos processos dos benefícios, Nogueira informa que o posto conta com apenas 12 funcionários e que, em virtude da greve dos médicos no ano passado, os serviços se acumularam, porque foi dada uma atenção maior aos processos referentes ao auxílio-doença. “Muitas pessoas estavam encostadas por problema de saúde e precisavam receber o salário. Eram mais de 180 perícias médicas, daí o motivo de muitos processos estarem pendentes”, esclarece.
A agência, que atende São Sebastião, Ilhabela e alguns casos de Caraguatatuba, tem apenas três funcionários para atuar no setor de benefícios, ou seja, para pedidos de aposentadoria, auxílio-doença, salário-maternidade de trabalhadoras avulsas, entre outros. Na divisão de arrecadação, três servidores fazem a inscrição de segurados, cálculos de construção e cálculo para contribuinte individual, parcela-mento e emissão de CND. Já o setor de atualização conta com uma funcionária.
Os problemas com relação à fila acontecem em todas as agências, mas na segunda quinzena do mês de abril, assegura o gerente, a agência vai poder contar com mais uma funcionária, que pediu transferência para a cidade. Quanto aos processos parados, Henrique informa que existem aproximadamente 330, mas a nova gerência montou um esquema de grupo de trabalho para agiliza-los. São funcionários de vá-rios postos, que trabalham aos sábados para adiantar os processos de outras agências.
Nogueira está otimista com a implantação de alguns projetos que facilitarão a vida do segurado. Ele acredita que na próxima semana haverá mudança na forma de distribuição das senhas.
Em caráter experimental, deve ser implantado o sistema de Fila Única. Ou seja, assim que o segurado entrar no posto, receberá uma senha e aguardará a vez sentado. “Nós vamos avaliar depois de um tempo para saber se está dando certo. Tudo é passível de mudanças”, concluiu. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Tita Tavares vence em Ubatuba

Ubatuba - Num duelo cearense, Silvana Lima fica em segundo. Suelen Naraísa em terceiro e Juliana Guimarães em quarto, completam a final de Ubatuba.
Duas cearenses baixinhas continuam mandando no surfe brasileiro. Uma das duas representantes do Brasil no Mundial e atual campeã nacional, Tita Tavares venceu o duelo com Silvana Lima e ficou com título da primeira etapa do Circuito Petrobras de Surfe Feminino, em Ubatuba, São Paulo, neste domingo (dia 4). A paulista Suelen Naraísa ficou em terceiro e a carioca Juliana Guimarães em quarto. Tita é a atual campeã brasileira do Super Surf, a Primeira Divisão Nacional, e Silvana tem a coroa da Super Trials, a segunda.
A etapa de abertura do único circuito de surfe exclusivo para mulheres no mundo confirmou o sucesso do Petrobras de Surfe Feminino. Foram mais de 150 inscritas na competição, que além da briga entre as profissionais teve disputas ainda nas categorias groomets (até 12 anos), mirim (até 16), open, e longboard. As etapas do Circuito Petrobras de Surfe são válidas pela Abrasb Super Trials, que classifica as melhores para o Super Surf de 2005.
Na bateria final, Tita largou na frente e dominou desde o começo. A vitória de Tita ficou ainda mais tranqüila quando Silvana foi punida por uma interferência em Juliana Guimarães e só pôde contar com a nota de uma onda, enquanto as demais tiveram duas notas para computar. Assim, Silvana resolveu arriscar tudo e garantiu o segundo lugar ao conseguir a maior nota da competição (nove pontos), executando um aéreo, manobra rara entre as mulheres.
"Estou muito feliz. Esta vitória é o resultado de um trabalho forte que estou fazendo na temporada atual, na qual voltei a integrar a elite mundial do surfe", disse Tita, que na primeira etapa do World Championship Tour, na Austrália, ficou em quinto lugar.
Sobre a final, ela disse que o segredo foi começar bem e também a escolha do local onde esperou as ondas:
"Consegui boas ondas no início da bateria e depois consegui administrar a vantagem", explicou Tita.
Silvana, por sua vez, discordou da decisão dos juízes, mas mostrava-se resignada:
"Na minha opinião a interferência foi dela. Porém, agora estou ainda mais motivada para voltar a Ubatuba e conseguir vencer", disse a atual bicampeã do Circuito Petrobras de Surfe Feminino.
No longboard, que realiza seu primeiro circuito brasileiro, a vitória ficou com a catarinense Karina Abras, que deixou três cariocas para trás. Maina Thompson ficou em segundo, Patrícia Sodré em terceiro e Cris Pires em quarto.
Na mirim o título ficou com a paulista Luana Coutinho, enquanto a também paulista Jéssica Marques venceu na groomets. A paranaense Bruna Schimitz, de apenas 14 anos, ganhou na open, categoria aberta a surfistas amadora de qualquer idade. Na final, ela superou a indiazinha paraibana Diana Cristina, que só tem 13 anos. Tininha, como é chamada, também chegou à final na mirim, repetindo a segunda colocação.
As próximas etapas do Circuito Petrobras de Surfe Feminino serão na praia do Francês, em Maceió, de 25 a 27 de junho, e na Barra da Tijuca, no Rio, de 1 a 3 de outubro. (Fonte: O Guaruçá)

Resultados

Profissional
1. Tita Tavares - CE - R$ 4 mil
2. Silvana Lima - CE - R$ 2,5 mil
3. Suelen Naraísa - SP - R$ 1,5 mil
4. Juliana Guimarães - RJ - R$ 1 mil

Longboard
1. Karina Abras - SC
2. Maina Thompson - RJ
3. Patrícia Sodré - RJ
4. Cris Pires - RJ

Groomets
1.Jésica Marques - SP
2. Iisabela Lima - RJ
3. Natalie Paola - SP
4. Letícia Freitas - SP

Mirim
1. Luana Coutinho -SP
2. Diana Cristina - PB
3. Gilese Garcia -SP
4. Katia Moura - SP

Open
1. Bruna Schimitz - PR
2. Diana Cristina - PB
3. Leila Eustáquio - SP
4. Jahia Bettero - SP
(Fonte: O Guaruçá)

Silvana brilha em confronto antecipado

Ubatuba - Quartas-de-final do Circuito Petrobras de Surfe Feminino foram disputadas neste sábado (03/04) em Itamambuca, reunindo as melhores profissionais do Brasil.
As feras se enfrentaram antes do esperado em Ubatuba. As quartas-de-final da primeira etapa do Circuito Petrobras de Surfe Feminino, que estavam marcadas para este domingo (04/04), foram antecipas devido às condições do mar, e o público que lotou mais uma vez a praia de Itamambuca num dia de sol intenso foi brindado neste sábado (03/04) com o show da cearense Silvana Lima, bicampeã do Circuito, e a boa fase de Suellen Naraísa, local de Ubatuba.
Com as ondas diminuindo de tamanho, o confronto das feras na categoria profissional foi antecipado e oito surfistas garantiram presença na semifinal de domingo: Tita Tavares, Juliana Guimarães, Taís Almeida, Andréa Lopes, Suellen Naraísa, Luana Prado, Silvana Lima e Yries Pereira. Foram disputadas também três fases da categopria open.
Silvana Lima, que defende sua coroa no Circuito Petrobras, mostrou porque é bicampeã e obteve a nota nove, a maior do campeonato, logo no início da bateria. Suellen Naraísa, contando com o apoio constante da torcida local, também quebrou tudo e surgiu como forte candidata ao título.
"Competir em casa é incrível, o calor da torcida me ajuda muito", disse Suellen.
E Silvana comentou sua boa performance:
"Tive sorte de entrar quando o mar cresceu um pouco e consegui minha melhor onda logo no início. Depois foi só administrar", afirmou.
Após a disputa das quartas-de-final, as surfistas participaram de um passeio com um guia ecológico ao rio Itamambuca, e assistiram em seguida ao show do grupo Pirão Geral, que encenou na praia a lenda local do Boi de Conchas.
Neste domingo, a partir das 8h, serão disputadas as categorias mirim e grommets e as semifinais e finais das categorias profissional, open e longboard.
As outras etapas do Circuito em 2004 ocorrerão na praia do Francês, em Maceió, de 25 a 17 de junho; e na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, de 1 a 3 de outubro. (Fonte: O Guaruçá)

Circuito de Surfe Feminino bate recorde de participação
A surfista de Ubatuba Luana Prado garantiu uma vaga nas quartas-de-final

Ubatuba - Com ondas de um metro e com boa formação, a praia de Itamambuca recebeu a primeira etapa do Circuito Petrobras de Surfe Feminino. O evento bateu recorde de atletas nos três anos de existência da competição: 151 surfistas de todo país se inscreveram.
O primeiro dia do campeonato, que termina no domingo, apresentou ondas satisfatórias. Foram disputadas ontem as três primeiras fases da categoria profissional, com destaques para a surfista carioca Marina Werneck, 17, uma das promessas do surfe feminino.
Marina, que mora atualmente em Florianópolis, garantiu sua vaga para pegar as principais feras do Circuito nas quartas-de-final. A índia Diana Cristina, de apenas 13 anos, que competiu entre as profissionais, não se classificou, mas fez bonito ao chegar ao terceiro round. Ela volta a competir neste sábado, nas categorias open e mirim.
As ubatubenses Luana Prado e Leila Eustáquio, categoria profissional, foram bem e garantiram vagas nas quartas-de-final, que começam hoje. Leila, de apenas 15 anos, também vai correr nas categorias mirim e open.
As duas primeiras fases do longboard também rolaram ontem, com destaque para a surfista Márcia Portes, que competiu grávida.
“Estou muito feliz de poder enfrentar as melhores do Brasil. Quem sabe não consigo chegar à final?”, disse Marina Werneck, confiante em mais uma boa atua-ção nas quartas-de-final. Esta fase estava programada para domingo, mas com a previsão de ondas pequenas, o cronograma poderá ser alterado e as feras entram na água hoje, junto com as oito primeiras colocadas do ranking de 2003 da categoria profissional.
Além da presença da bicampeã do Circuito e atual campeã do SuperTrials, Silvana Lima, estarão no mar a cearense Tita Tavares, vencedora do SuperSurf 2003 e representante do Brasil no WCT ( divisão de elite do surfe mundial ), a cario-ca Andréa Lopes, tetracampeã brasileira, que acabou de ficar em terceiro lugar no ISA-Games - as olimpíadas do surfe, e a ubatubense Suelen Naraisa.
Hoje, segundo dia de competição, caem na água as surfistas das categorias open e mirim. Além das disputas, o dia será marcado também pelos passeios guiados por ecologistas no Rio Itamambuca, que desemboca na praia, e pela apresentação de um grupo folclórico local, que encenará a lenda do Boi de Conchas. (Fonte: Imprensa Livre)

Mutirão faz limpeza no Pico do Corcovado

Ubatuba - O Dia Municipal do Pico do Corcovado, em Ubatuba, será comemorado hoje com um mutirão de limpeza organizado pela AME Ubatuba (Associação de Monitores de Ecoturismo). O pico tem cerca de 1.500 metros de altura e é considerado um dos pontos mais altos da cidade. No local é possível ver desde Ilhabela até a divisa de Paraty (RJ).
Segundo o diretor-tesoureiro da AME, Ubirajara Francisco, um grupo de 15 pessoas vai fazer uma trilha de 20 quilômetros, saindo da base do Núcleo Santa Virginia, em Natividade da Serra, até o pico. No percurso, os participantes vão fazer o mutirão de limpeza. A trilha é um dos acessos ao pico.
"No evento, serão passadas instruções do programa Mínimo Impacto que ressalta como proceder na mata. Vamos dar dicas de segurança, caminhada, preservação do meio ambiente, entre outros", disse.
Francisco disse que ao concluir a trilha, os "aventureiros" vão dar um abraço simbólico no pico. Após o mutirão, o lixo recolhido será levado para uma escola do bairro Corcovado, por volta das 16h, onde os alunos vão fazer a separação dos materiais recicláveis.
Francisco afirmou que durante todo o mês haverá atividades ambientais no pico para os visitantes nos finais de semana. Os interessados devem agendar o passeio na agência Cia.Radical. Será cobrada uma taxa para o passeio, que não teve o valor divulgado pela associação.
O Dia do Pico do Corcovado foi instituído pela Câmara como o primeiro domingo de abril.
Para agendar os passeios basta ligar para a agência Cia. Radical (12) 3833-1598. (Fonte: Imprensa Livre)

Quilombolas viram agentes ambientes

Ubatuba - Um grupo de 32 moradores da comunidade quilombola da Caçandoca, localizada na região sul de Ubatuba, vai atuar como monitor ambiental. Os moradores foram treinados pelo Itesp (Instituto de Terras do Estado de São Paulo), para orientar os turistas que visitam a comunidade e ajudar na divulgação de trilhas, cachoeiras, ruínas antigas e praias da região. A comunidade também já passou por um curso de primeiros-socorros. Na última quinta-feira, os moradores receberam o certificado de conclusão do curso de monitor ambiental, realizado em julho de 2003, que faz parte do projeto de Capacitação em Ecoturismo. (Fonte: ValeParaibano)

Barman é preso por tentar estuprar dona de casa na Ressaca

Ubatuba - O barman S.C.B., 27 anos, foi preso na noite de quinta-feira, acusado de tentar estuprar a dona de casa A.R., 29 anos, na avenida Marginal, bairro Ressaca.
A vítima caminhava pela via principal do bairro, quando percebeu que era seguida por um jovem em uma bicicleta. Mesmo acelerando o passo, ela não evitou que ele a segurasse e tapasse sua boca.
O jovem jogou-a no chão, tentando tirar a roupa de A., que conseguiu gritar por socorro. Ela escapou dos braços dele, correndo até uma guarita, onde o segurança a ajudou.
O vigia foi atrás do suspeito, que tentou pular um muro de uma casa, mas foi detido e levado à delegacia. Uma pesquisa dos antecedentes criminais do barman revelou que ele já responde a um processo pelo mesmo crime e também por furto. Ele foi recolhido à cadeia de São Sebastião. (Fonte: Imprensa Livre)

Saúde recebe verbas do Estado

Ubatuba - O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Rogério Frediani (PTB) recebeu um telegrama do governador Geraldo Alckmin (PSDB), no último dia 30, informando a liberação de repasses financeiros para o custeio do Projeto Verão 2003/04, convênio com a secretária de saúde. Foram destinados R$40.000,00. (Fonte: Luana Camargo)

Ação Litoral

Artigo Topo

O Caiçara é Vagabundo?!

No dia 02 de março de 2004, na rua: Dna. Maria Alves, um pouco antes da Av. Rio Grande do Sul,encontrei meu tio “Déco e começamos a conversar:
- Oi tio, tudo bem?!
- Oi filho, tá nada bom não!
- O que aconteceu tio?!
- Fui ver o emprego temporário na Prefeitura, me mandaram na empresa “tal”, e lá disseram que não tinha vaga. E o encarregado disse que CAIÇARA É VAGABUNDO.
Meu tio estava com os olhos lacrimejantes e com uma indignação tamanha, que foi difícil fazê-lo acalmar-se.
Fiquei triste e comecei a analisar. Porque somos taxados de VAGABUNDOS ? Quem é o caiçara ? O que fizemos, ou não, para receber este TÍTULO ?
Tudo começou com a abertura da rodovia Rio-Santos, em meados de 1972, quando Ubatuba havia sido redescoberta, agora pela beleza de suas praias, e não como escoamento de café e outros produtos que vinham do Sul de Minas e Vale do Paraíba, através do mar, até Santos.
Com isso ocorreu a especulação imobiliária. Trouxeram pessoas de outras cidades e Estados que acabaram fixando residência no município, os migrantes.
Houve uma migração tamanha e desordenada, de pessoas sérias e honestas, bem como de pessoas com índole duvidosa. Esses migrantes de índole duvidosa, causaram estragos no município, e principalmente na vida do caiçara, especificamente em nós, Ubatubenses. O que estou querendo dizer com isso?
Em fixando residência aqui, casaram-se e deram-se em casamento, dos quais nasceram filhos e filhas, naturais de Ubatuba. São estes caiçaras? São estes Ubatubenses? Não!!!!
Você deve estar se perguntando, por que não? Quem são os caiçaras e ubatubenses? E nós somos o que?
Vamos por parte: Os caiçaras somos nós, que desde os nossos bisavós já existíamos, que temos nossas raízes genealógicas no litoral. O caiçara não desmata, não polui rios e mares, não destrói fauna e flora, tem uma cultura ímpar. Para se ter uma idéia, o meu avô, Antonio Nunes(Praia Vermelha do Norte), remava em pé na canoa. Parece ser algo simples, é só tentar! À noite navegava pelas estrelas, entre outras. E como ele, tantos outros caiçaras de igual valor, sem estudos, mas com um conhecimento e experiências de vida tremendas.
Quando Ubatuba explodiu na construção civil, veio muita gente de fora, que hoje está abandonada nos morros.
Os especuladores trouxeram capangas, que tomaram posse das terras. Pessoas que exploraram tanto o caiçara, bem como os que aqui fixaram residência. Sem consciência, amor e compreensão.
O caiçara recusava-se a prestar serviços à estes, pois os serviços oferecidos eram para desmatar e poluir. Contratava-se os migrantes, que realizavam os serviços, pois estavam aqui. Aprenderam a amar o município, mas tinham necessidade de trabalho, pois pescar não sabiam.
Aqui começa o termo: Caiçara é vagabundo!
Com relação aos migrantes, vou citar dois exemplos de migração produtiva e não produtiva:
1)- Em torno de 1964/69, foi elaborado um projeto desde a ponte do Perequê-Açu até a ponte do Itaguá. Projeto lindíssimo, com quadras para pratica de esportes, urbanização, etc. Projeto este que beneficiaria o município e seus munícipes;
2)- Em meados de 1970(até mesmo antes ou depois), “doa-se” uma faixa de terra entre a Rua Guarani e o mar, desde a ponte do Itaguá até o Aeroporto, beneficiando alguns e não o município e seus munícipes. Estou citando estes dois exemplos, entre tantos outros, para mostrar o quanto temos sido vitimas de alguns migrantes.
Nós caiçaras, ubatubenses e agora os ubatubanos, erramos ao sermos omissos em acontecimentos como no 2º exemplo, por sermos pacatos, simples e em alguns momentos enganados, por não haver maldade em nossos corações. Isso não quer dizer que não temos cultura própria, conhecimento e experiência de vida.
Mas qual é a diferença entre caiçara, ubatubense e ubatubano? Há uma grande diferença. Caiçara é o que tem suas raízes genealógicas no litoral. Ubatubenses são as famílias geradas através destas raízes, e os ubatubanos são os migrantes que tem seus filhos e filhas registrados como naturais, mas suas raízes genealógicas são em outras cidades e Estados.
Nós, caiçaras , ubatubenses e ubatubanos( os que assimilaram algumas características do caiçara), somos honestos, trabalhadores, solidários, receptivos, hospitaleiros, conscientes em relação a fauna e flora. Qualquer pessoa que faz amizade com o caiçara é recebido com peixe assado, café e farinha. Senta na nossa mesa e não fazemos questão de quem é recebido, simplesmente recebemos.
Merecemos sim, uma homenagem, não em forma de estátua, mas de RESPEITO, pois os que detêm o poder não fazem nada para mudar o sofisma( mentira que virou verdade ) , pelo contrário mantêm-no. Mas nós vamos manter as nossas raízes, características, amor pelo município e até mesmo pelos que nos difamam.
Se existe Caiçara, Ubatubense e Ubatubanos (aqueles que assimilaram as nossas raízes e características), VAGABUNDOS, digo com toda certeza e convicção, NÃO SOMOS NÓS!!!

Ibyapara Nunes Romero
ibya@bol.com.br

Carta do Leitor Topo

Notícias sobre turismo - Estamos sentindo falta de matérias voltadas para o Turismo no Litoral Norte Paulista! O site tem dado preferência para as notícias da região e tem colocado muito poucas matérias sobre o turismo regional.
Como as notícias são extraídas de outros sites, como o Vale Paraibano (veículo de comunicação da minha cidade), Imprensa Livre, etc... vocês poderiam dar um pouco mais de ênfase na "apresentação da cidade ao turista".
Nós, que estamos longe do litoral, gostaríamos de ver mais reportagens de lugares, praias, histórias, atividades turísticas, etc. O Litoral Norte é muito rico no que diz respeito ao "Meio Ambiente" - temos as melhores praias do litoral paulista, montanhas, serras e picos belíssimos, portanto, há, muito o que falar, o que mostrar, o que divulgar. Aliás, este trabalho pode e deve ser feito, principalmente se for feito com um "toque de educação ambiental".
Dar ênfase na área de turismo é entrar justamente no ponto X do desenvolvimento sócio econômico da região: O Turismo!
Pensem com carinho no assunto.
Até mais...

Angelo Marcelo Miacci
São Paulo, SP


Segurança não é só Policial na rua... Vereador - Na sessão da Câmara Municipal, p. passada, o nobre Vereador Marcos "Tio San", encaminhou oficio ao Comandante da Policia Militar em Ubatuba, solicitando rondas no bairro do Rio da Prata. Num primeiro momento, a sensação que passa este tipo de pedido, é de que a Policia Militar, vem negligenciando no cumprimento de seu dever. Entretanto Sr. Vereador como morador aqui da Maranduba, sinto-me na obrigação, até por dever de consciencia, deixar registrado neste veiculo de informação, que a Policia Militar, nas pessoas de seu agentes Cabo Prado, Cabo David, Carlos Guadalin, Cosmo, sempre desenvolveram aqui um exelente trabalho - não só no combate direto às ações criminosas, mas também na assistência a afogados, acidentados, parturientes e etc.... , a propósito no combate ao crime, posso citar rapidamente, dos ultimos trinta dias, aqui na nossa região, várias prisões por porte ilegal de armas, roubos, entorpecentes, tente ver as estatísticas Vereador - nobre edil, sei que as famílias do Rio da Prata, estão sim, muito preocupadas com seus filhos, e alguns acontecimentos recentes, e lógico, de imediato elas só podem recorrer a Policia. Elas, "as famílias preocupadas do Rio Prata", mas o nobre vereador, acho até engraçado, mandou com certeza, o seu assessor escrever as quatro linhas do oficio, encaminhou e pronto. Pronto, para segurar os vótinhos, dessas famílias que tem no seu dia a dia a luta para trazer o pão e o leite, para seus filhos. E, amanhã a velha conversa, pedí eu pedí, "tá aqui a cópia do ofício, foram eles que não tomaram providencias"....é sempre assim ... e nóis - o homem pediu... Ora Sr. Vereador, o sr. já leu a Constituição Federal ? .. mais específicamente o Art. 144 ? ... ah .. não leu não... vou transcrever um pedacinho para o V. Exia. " Art. 144 - A Segurança Pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos..." dá uma lidinha Vereador ... preste atenção... e preste mais atenção, naquilo que o sr. deveria saber melhor, na sua condição de vereador... segurança não é a rigor, um assunto só de Polícia.
Sinceramente Sr. Vereador, moro na Maranduba, há 20 ( vinte ) anos, e não me recordo, de nenhuma ação legislativa, ou coisa parecida articulada por V. Excia., em prol da nossa região,salvo nas eleições passadas, quando o sr. mobilizou um pessoal do Sertão da Quina... (
cabos, ou sargentos eleitorais, seja lá o nome que for ). Já que agora, não sei ao certo, quem sabe, talvez pela proximidade das próximas eleições, V. Exia. se lembrou da nossa região, pois complete então sua iniciativa, assim como um homem do povo pelo povo, honrando sua condição de vereador, que com certeza não está vivendo as preocupações dessas famílias aqui do nsso Rio da Prata. Não se limite, tão sómente a um ofício ao Comandante da Policia Militar - o sr. já imaginou quantos o Capitão recebe por dia... cumpra sua parte como vereador, e como o "todos", que se refere o mencionado art 144 da Constituição Federal. Ajude nossa comunidade a salvar esses garotos de 15, 16 e 18 anos, filhos dessas mães sofridas, desses pais apavorados,que não conseguem mais dormir, na expectativa de a qualquer momento receber um notícia... olha seu filho... Ajude-nos sim, Sr.Vereador, não com ofícios dessa natureza, que não passa de medida paliativia e demagógica, nossas policias não farão milagres, Sr. Vereador. Vamos acabar com o ócio, dessas crianças, criando formas de absorvê-los em atividades saudáveis ( escola de informática, atividades esportivas, eventos artísticos etcc. ) aí sim, o panorama muda, e a gente começa a acreditar no Vereador. Olha Sr. Vereador, vou pedir licença para um dito popular: "cabeça vazia é oficina do diabo" .... e o senhor sabe disso. Então chega de demagogia barata né? .... acho que era bom trabalhar um pouquinho ....ou então fique quieto, não use nosso povo sofrido de trampolim eleitoral...
Sr. Marcos, minha grande frustração, é ainda não ter tido a oportunidade de usar esse veiculo, para poder elogiar nossos administradores e legisladores. Quão gratificante seria se pudéssemos, nos sentar em frente ao PC, e com satisfação escrever algumas linhas, de reconhecimento e agradecimento, na certeza que nossa cidade estaria em boas mãos. Olhar para frente, e vislumbrar um futuro promissor. Porém, se verdadeira for a afirmação de um filósofo, que não recordo o nome agora, que " os caminhos passados, intuem os caminhos futuros ..... , estamos ferrados. Quero lembrar ainda, ao nobre vereador, que se exercesse de fato a vereança, como deveria exercê-la, faria valer sua condição de fiscal do executivo - aliás a funão maior do vereador - e teria encaminhado ofício não só ao Comandante da PM, mas também ao Sr. Prefeito, para que acionasse seus fiscais de Tributos Mobiliários, e constatasse, a enorme quantidade de barzinhos, e barzinhos, que funcionam em vários, bairros da cidade, sem alvará de funcionamento, que não são na verdade estabelecimento comerciais, e sim pontos de econtros, de desocupados, que lá bebem, consomem drogas e traçam os projetos de suas ações criminosas. Mas talvez, o oficio tenha efeito melhor .. né vereador ....... outras medidas são impopulares ... não rendem dividendos eleitorais .....
Em tempo:
Não sou policial.
Não sou político.
Não sou pré-candidato.
Sou apenas mais um habitante dessa linda e maravilhosa cidade, abençoada por Deus...

Carlos Sabatine
Maranduba
Ubatuba, SP


Solução Milagrosa! - Incrível, um vereador de nosso município, com uma única frase resolveu o problema de segurança da praia de Maresias, após dizer esta grande pérola “MARESIAS, SÓ TEM PRAIA E FURTO”, não tivemos mais furtos.
Em Maresias não temos mais furtos, não temos pessoas morando em condições desumanas, não temos construções irregulares, não temos desmatamento, não temos esgoto a céu aberto, não temos falta de lazer para nossas crianças, não temos falta de creche, não temos contribuintes e também não temos “ELEITORES”.
Lamentável, bairrista, sei lá, não existe adjetivos para qualificar tal frase, há anos que nossa comunidade discute problemas de segurança, e às vezes com simples soluções, não me lembro de, quando Presidente do CONSEG, contar com a presença deste nobre vereador para ajudar a comunidade de nosso município, já que quando nosso CONSEG briga, luta, conserta viaturas, doa equipamentos, nunca o faz somente por Maresias, e sim pelo município de São Sebastião, espero agora que ele, continue com seu Projeto de Melhoria da Segurança Municipal, e fale de todas as praias que tem problemas de segurança assim estará contribuindo em muito como fez com Maresias.

Aldo Amadei - Presidente
CONSEG - São Sebastião Maresias
Construindo uma Comunidade mais Segura!

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Ilha dos Pescadores

Ilha dos Pescadores
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor