Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Terça-feira, 06 de abril de 2004 - Nº 1006 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Porto das Artes BIL

Região
Chuvas alagam casas no Litoral Norte

Caraguatatuba
Atletas são destaque no Campeonato de Mountain Bike
Caraguá é representada em Campeonato de Tae Kwon Do
Muita atividade na Semana Acadêmica de Educação Física
Atletas de Caraguá participam do Circuito de Xadrez
Colônia Z-8 realiza Fórum sobre legislação de pesca
Em festa de aniversário, obras são inauguradas

Ilhabela
Praia da Serraria iluminada
Ilhabela contrata novos agentes de trânsito


São Sebastião
Congresso regulamenta III Olimpíada dos Servidores
2º Encontro Internacional de Ecoturismo
Funcionários demitidos da Dersa denunciam empresa ao Ministério do Trabalho
Carro pega fogo na Rio-Santos


Ubatuba
Correspondente da Reuters se encanta com Ubatuba
Jornalista acompanha pescaria de lulas em Ubatuba
I Festival do BONSAI de Ubatuba
Gincana ambiental é atração do Circuito Petrobrás de Surfe Feminino
Estado libera verba para construção de casas na Caçandoca
III Audiência Pública sobre Terras Caiçaras


Seções
Artigo
Crônica
Carta do Leitor
Foto do Dia


Notícias da Região Topo

Chuvas alagam casas no Litoral Norte

Litoral Norte - A forte chuva que atingiu Caraguatatuba e Ilhabela anteontem causou vários pontos de alagamentos. Segundo a Defesa Civil, a intensidade da chuva, que durou mais de três horas, superou a média do período. Em Caraguá, foi registrado um índice pluviométrico de 42,9 milímetros - número quatro vezes superior ao de um dia convencional de chuvas. Uma casa foi atingida pela água no bairro Morro do Algodão e várias ruas e avenidas da cidade ficaram alagadas. Em Ilhabela, a água atingiu o prédio da prefeitura e as vias do bairro Perequê. O índice de chuva foi de 87 milímetros. Apesar da intensidade da chuva, ninguém ficou desabrigado na região. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Caraguatudo O Guaruçá

Atletas são destaque no Campeonato de Mountain Bike
Com participação de mais de 250 atletas de todo o Estado de São Paulo, Caraguá foi representada por 6 atletas no Campeonato Valeparaibano de Mountain Bike. Na etapa de abertura, conseguimos a classificação para a próxima fase.

Caraguatatuba - Uma equipe de 6 atletas de Caraguá trouxe 5 medalhas do Campeonato Valeparaibano de Mountain Bike que aconteceu, no último domingo, dia 4, em Caçapava.
A equipe "Nossa Caraguá" conseguiu boa colocação entre os mais de 250 atletas de todo o Estado de São Paulo. O campeonato é dividido em 5 categorias: Sub-30, Sênior A, Sênior B, Master e Estreantes.
Na categoria Sub-30, João Carlos ficou com o 2º lugar; na categoria Sênior A, Sérgio Minanto conquistou o 3º lugar; na categoria Sênior B, Ivanir Alves ficou com o 2º lugar; na categoria Master, Adolfo José ( Peninha ) conquistou o 2º lugar e Alexandre Magno teve problemas, terminando em 8º lugar. Já na categoria Estreantes, Caraguá tive Renildo que, em sua estréia, conquistou o 1º lugar.
O circuito teve cerca de 5 km com longas subidas, algumas inclinadas e com muitas erosões e curvas travadas, que estavam presentes também nas decidas, que atingiram mais de 50 km/h, onde ocorreram a maioria das quedas, o que dificultou a participação dos atletas.
O campeonato é divido em 10 etapas, e é organizado pela Liga Valeparaibana de Ciclismo. A equipe caraguatatubense tem o apoio da Secretaria de Esportes e Recreação e o patrocínio da J.Bike.
A próxima etapa do campeonato acontecerá no dia 18 de abril, na cidade de Taubaté. (Fonte: PMC)

Caraguá é representada em Campeonato de Tae Kwon Do

Caraguatatuba - Atletas que representaram a cidade de Caraguá na segunda etapa do Campeonato de Tae Kwon Do alcançaram a segunda e terceira colocações, e alguns têm chances de serem campeões.
Na segunda etapa do Campeonato Paulista de Tae Kwon Do, a cidade de Caraguá foi representada por uma equipe contendo 5 atletas, dirigida pelo técnico Luís Cláudio de Carvalho. A equipe obteve boa colocação no campeonato.
O evento aconteceu nos dias 27 e 28 de março, no Ginásio João do Pulo, na cidade de Pindamonhangaba.
O atleta Edivan, 14 anos, foi vice-campeão juvenil na categoria Faixa Amarela até 51 kg; Andressa, 15 anos, também foi vice-campeã juvenil na categoria Faixa Preta até 55 kg. Já Fabiana, 17 anos, ficou com o terceiro lugar na categoria Adulto Faixa Preta até 59 kg; Leandro, 23 anos, também ficou com o terceiro lugar na categoria Adulto Faixa Vermelha até 67 kg e Alexandre, 30 anos, terceiro lugar adulto, na categoria Faixa Vermelha até 72 kg.
A atleta Andressa foi convidada para disputar uma vaga junto à seleção paulista, que disputará o Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte. Esta competição estará valendo uma vaga para o Campeonato Mundial Juvenil.
O Campeonato de Tae Kwon Do, terá mais uma etapa, onde alguns atletas têm chances de ser campeões. A data e local do evento ainda não foram definidos. (Fonte: PMC)

Muita atividade na Semana Acadêmica de Educação Física

Caraguatatuba - Com atividades abertas ao público, o evento promove encontro com Secretários de Esporte do Litoral, palestras e apresentações culturais. Vôo livre, Rugby, Yoga e shows musicais são algumas das atrações.
A 2ª Semana Acadêmica de Educação Física está reunindo até quinta-feira nas Faculdades Integradas Módulo, profissionais e estudantes para uma troca de experiências através de palestras e atividades variadas, diversas delas abertas ao público.
A abertura do evento contou com apresentações de dança do Corpo de Baile da Fundacc e da escola Dr. Eduardo Corrêa da Costa Jr, street dance com a Escola Benedito Paes Sobrinho; palestra sobre Fisioterapia com Nelson Jr. da Apae de São Sebastião; palestra/vivência de Yoga, e palestra sobre o perfil profissional de Educação Física.

Programação:

Terça, dia 6:
- 7h30 – Mesa redonda com secretários municipais de Esporte de Caraguá, São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela, no auditório.
- 9h30 - palestra com Cristiano Brito Andrade aborda o tema "Recreação, lazer e seu mercado de trabalho", no auditório.
- 19h - Capoeira Angola, com Serginho Burihan do grupo Meninos de Arembepe, na quadra.
- 19h30 – Grupo de Dança Especial Sem Limites, com a APAE de São Sebastião, no auditório.
- 19h40 – Palestra "Reabilitação de P. C. por Meio da Dança e da Fisioterapia, com Prof. Nelson F. S. Junior e Profa. Cristiane Resende dos Santos, no auditório.
- 19h40 – Palestra Concepção e Iniciação do Handebol Competição vs. Jogos, com Jaison Gomes da Silva, sala 44 e quadra.

Quarta-feira, dia 7:
-7h30 - Natália Lima B. R. da Silva, abordará o tema Saúde da Mulher, especialmente sobre Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, no auditório.
-9 horas – palestra/vivência com o monitor José Mário sobre a Trilha do Morro Santo Antonio. Será realziado um sorteio de um vôo duplo. Encontro: quadra.
- 19h30 – Técnica de Respiração, com vivência de auto-massagem e técnica de respiração, Profa. Pia Bonnemaison, sl 44,
- 19h30 – Práticas de Educação Física Adaptada, Prof. Jaime Gomes Martin, da APAE de São Sebastião, na quadra.
- 19h30 – Spinning Teoria e Prática, com Rodrigo Piza M. B. Melo, sl 43.

Quinta, dia 8:
- 7 horas - André Luis apresenta a palestra "Pedagogia Infantil para o Ensino do Judô", sala 42.
- 7 horas - Diego Torres fala sobre "Rugby - Jogando e Aprendendo", na sala 42.
- 9 horas – atividades culturais na sala 42 e um show de reggae com a banda Jambra, no auditório.
- 19h30 - Festa de Confraternização com Cabo de Guerra, supino em equipe e show com Tribo Caiçara, no Quiosque 31, Praia do Indaiá.
Mais informações no Módulo, pelo telefone 3897-2000 ou com Marcos André 9777-6799. (Fonte: PMC)

Atletas de Caraguá participam do Circuito de Xadrez

Caraguatatuba - A 1ª etapa do Circuito Vale Paraibano de Xadrez, que aconteceu no dia 28 de março, em Taubaté teve a participação de 88 atletas de Caraguá, na categoria Absoluto.
Um dos atletas representante da cidade ficou com a 4ª colocação. A segunda etapa do campeonato acontece também em Taubaté, e todos os atletas de Caraguá que participaram da 1ª etapa, participarão da segunda, que acontece no dia 21 de abril. (Fonte: PMC)

Colônia Z-8 realiza Fórum sobre legislação de pesca

Caraguatatuba - Solicitado por mais de 600 associados da Colônia de Pescadores Z-8 Benjamin Constant, o fórum da última quinta, 19, na Câmara de Caraguatatuba, esclareceu a classe "caiçara" sobre os direitos e deveres do pescador, englobando temas como: legislação sobre segurodesemprego, contribuição previdenciária, defeso camarão e legalização de documentos de embarcações e pescadores.
Além de mais de 100 pescadores, compareceram no evento representantes do Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério da Agricultura, Ibama, Polícia Ambiental, vereadores e o presidente da Federação dos Pescadores do Estado de São Paulo, Tsuneo Okida.
“É preciso orientar nossos pescadores, porque 80% deles não sabem ler e escrever. Acredito que o Ministério do Trabalho deveria ter o controle de quem pode ou não, receber o seguro- defeso e não passar esta tarefa para as colônias”, opinou Okida.
A solução encontrada pelo presidente da Colônia Z-8, Odair Ezequiel, foi exigir duas testemunhas para atestar que o pescador exerce a atividade de pesca durante todo o ano.
Ele também ressaltou a dificuldade de os pescadores conseguirem financiamento do governo. “O Banco do Brasil oferece o crédito, mas não obtive resposta de cerca de 10 projetos que entreguei”.
O secretário municipal de Meio Ambiente, Auracy Mansano, propôs que no final do evento fosse elaborada uma "carta de Caraguatatuba" sobre a pesca, para ser enviada aos órgãos competentes.
Desassoreamento do rio Juqueriquerê - Dois representantes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente estiveram na cidade, na última quarta, 28, esclarecendo que faltam sete documentos para começar o desassoreamento do rio Juqueriquerê.
Segundo Mansano, a licença ambiental mais difícil já foi emitida.
Questionando as adversidades, a vereadora Dalva Ricardo Santana (PMDB) formou uma comissão que irá se reunir com Mansano, esta semana.
“A prefeitura diz que o projeto está prestes a ser iniciado, mas para conseguir as sete licenças corremos o risco de vencer o prazo de validade do RAP (Relatório Ambiental Prévio), até fevereiro de 2005”, esclareceu Ronan Silva Junior, presidente da Associação de Pescadores do Porto Novo. (Fonte: Correio do Litoral)

Em festa de aniversário, obras são inauguradas

Caraguatatuba - Os 147 anos de Caraguatatuba terão obras para diversos setores. Shows gratuitos na Praça de Eventos também fazem parte da programação da festa, que começa no dia 16 com a apresentação da Banda Mel.
No sábado, 17 tem Moraes Moreira, no domingo, 18, é a vez do CPM 22. O segundo show da banda Mel será na segundafeira, 19; e Jorge Ben Jor encerra a comemoração na terçafeira, 20, dia do aniversário da cidade.
Serão entregues urbanizadas, as praias Cocanha, Prainha e Martin de Sá, esta com ciclovia, ampliação do calçadão, canteiros com paisagismo, bicicletários e contêineres de lixo.
Foi regularizada a topografia da Praça Antônio Fachini, com ligações subterrâneas de energia, e instalação de postes de iluminação na praia.
Serão inaugurados as EMEFs dos bairros Massaguaçu e Jardim Califórnia, Centros de Educação Infantil no Morro do Algodão e Travessão II, a Biblioteca Municipal Cecília Meireles, o CIASE (Centro Integrado de Ações Sócioeducativas Adhemar Pereira de Barros) e o CIEC (Centro Integrado de Educação e Cidadania Ciranda do Crescer, no Porto Novo.
As Unidades de Saúde do Massaguaçu e Morro do Algodão, a reforma e ampliação da Unidade de Saúde do Tinga, a Unidade de Saúde da Família do Olaria e a sala de higienização de viaturas, na sede do Corpo de Bombeiros também serão entregues.
Por fim, serão inaugurados a Estação de Tratamento de Esgoto do Massaguaçu e pavimentação de ruas, além do Posto da Polícia Rodoviária no Rio do Ouro e reurbanização na praça Walfrido Arouca e Pier do Camaroeiro. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Sailing Shop

Praia da Serraria iluminada
42 moradores foram beneficiados com a chegada da energia elétrica na comunidade

Ilhabela - Sábado, dia 2 de abril, o prefeito Manoel Marcos inaugurou o novo gerador e a rede elétrica na Praia da Serraria, beneficiando 42 moradores distribuídos em 17 casas.
A Praia da Serraria era a única Comunidade de Ilhabela que não contava com este benefício. Com esta ação, efetivamente Ilhabela não tem mais “comunidades isoladas” , e sim Comunidades Tradicionais.
A Praia da Serraria conta com água encanada, escola de ensino fundamental, visita médica (mensal), comunicação através de rádio vhf marítimo e telefone celular. O meio de subsistência dos moradores é a pesca e o acesso a praia é somente possível por mar, através de embarcação.
Os habitantes locais prestaram uma homenagem ao prefeito, colocando na praia uma faixa de oito metros com dizeres de reconhecimento. (Fonte: PMI)

Ilhabela contrata novos agentes de trânsito

Ilhabela - A Câmara de Ilhabela aprovou projeto de lei que cria cinco novos cargos de agente de trânsito no município. A proposta, de autoria do prefeito Manoel Marcos (PTB), foi aceita por oito vereadores em sessão extraordinária na última sexta-feira. Quatro parlamentares não participaram da aprovação do projeto, que passou pela segunda votação. Segundo a Câmara, as vagas serão preenchidas pelos candidatos que passaram em um concurso realizado pela prefeitura. Eles serão convocados conforme a necessidade do setor. (Fonte: ValeParaibano)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Congresso regulamenta III Olimpíada dos Servidores

São Sebastião - Na segunda-feira, dia 05, a Prefeitura de São Sebastião realizou, na Videoteca Municipal, um Congresso Técnico para sanar dúvidas sobre os jogos da III Olimpíada dos Servidores Públicos. O chefe da Divisão de Promoções Esportivas da Sejuv (Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer), Rogério Cozendey, e o assistente de programas de Lazer e Recreação, José Luiz Palumbo, realizaram a leitura do regulamento com a concordância dos representantes técnicos das equipes e fizeram as devidas correções. Em outra reunião, realizada no dia 1o de abril com as 12 secretarias inscritas, na sede da Sejuv, foi feito o sorteio das chaves.
A Olimpíada terá início no dia 16 de abril, às 20 horas, no Ginásio de Esportes José de Souza Gringo – “Gringão”, no Topovaradouro, quando será realizada a cerimônia de abertura dos Jogos. Este grande evento, que está inativo desde o ano de 1994, vem sendo preparado pelos profissionais da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer (Sejuv), que estão trabalhando a todo vapor, acertando os mínimos detalhes para que tudo ocorra como o programado.
O objetivo é reunir mais de dois mil funcionários e envolver todas as secretarias. A última Olimpíada mobilizou cerca de 700 funcionários e consagrou a Secretaria da Fazenda como campeã geral. A Secretaria da Saúde foi a vencedora da I Olimpíada.
Para resgatar esta ação - que além de unir os servidores, também incentiva a prática esportiva -, a abertura será digna de uma competição profissional e contará com a apresentação da Fanfarra Municipal, um desfile, o juramento dos atletas e árbitros, uma apresentação de dança, o acendimento da pira olímpica, a apresentação dos alunos da Apae, entre outras atrações.
Enquanto a Sejuv organiza a estrutura, cada uma das outras secretarias recrutou seus atletas e montou equipes, que participarão das disputas nas 14 modalidades envolvidas, que são atletismo, basquete, bocha, damas, dominó, futsal, malha, natação, vôlei, tênis de mesa, tênis de campo, xadrez, futvolei, futebol de campo e uma modalidade especial, a dança de salão. Esta última é uma das novidades incluídas nesta terceira edição. Outra novidade, segundo Cozendey, é que a secretaria que desfilar melhor receberá um troféu.
Além do Ginásio “Gringão”, as competições - que têm previsão de término no final de abril -, também serão realizadas nas dependências do Clube da Malha, no Porto Grande, e no Tebar Praia Clube.
“A proposta da realização dessa Olimpíada é de proporcionar o intercâmbio esportivo e a confraternização entre as secretarias que compõem a Prefeitura e, também, buscar uma maior união dos funcionários”, disse José Luís Palumbo, assistente de programas de Lazer e Recreação.
As datas e os horários dos jogos serão divulgados até quinta-feira. (Fonte: PMSS)

2º Encontro Internacional de Ecoturismo

São Sebastião - Especialistas brasileiros e estrangeiros em Ecoturismo estarão reunidos para discutir a utilização racional dos recursos ambientais e a questão da água no planeta.
O encontro, que deverá atrair empresários do setor, estudantes e profissionais do turismo e ecologistas, acontecerá durante a realização do 2o.Seminário Internacional de Ecoturismo e Desenvolvimento Sustentável, nos dias 30 e 31 de julho, em São Sebastião, município do litoral norte de São Paulo, que apresentará casos de sucesso de preservação da natureza.
Numa parceria realizada entre a Prefeitura de São Sebastião e a Editora Ecoturismo, organizadora do evento e responsável pelo Jornal e Revista Ecoturismo, o seminário será realizado no Teatro Municipal da cidade, que deverá lotar sua capacidade de 400 lugares.
De acordo com o Prefeito de São Sebastião, Paulo Julião, hospedar o seminário simboliza uma abertura de divisas para o município, que possui cerca de 70% da área pertencente ao Parque Estadual da Serra do Mar – uma extensão total aproximada de 30 mil hectares.
"As estatísticas do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) comprovam que São Sebastião cresce, em média, 6,5% ao ano”, afirma o prefeito. "Devido a essa alta taxa de crescimento, nossa preocupação com o meio ambiente é redobrada. Desta forma, sediar um evento como esse trará mais visibilidade ao potencial da região e incrementará os nossos esforços de preservação da natureza e desenvolvimento auto-sustentável", complementa Julião.
Conferencistas do Seminário - Entre os palestrantes brasileiros que participarão do seminário, destacam-se Dóris Ruschmann, consultora em meio ambiente; Celso Prudente, antropólogo e professor da Universidade de São Paulo – USP; Silvio Barros, ex-secretário de Turismo do Amazonas e do Paraná, e Guy Marcovaldi, representando o projeto Tamar.
Ana Baez, Presidente da Turismo e Conservación Consultores, da Costa Rica, deverá estar entre os palestrantes internacionais. Durante a 1ª edição do seminário, a ambientalista afirmou que "O Brasil é um país de muitas riquezas e muitas oportunidades", quando finalizou sua apresentação sobre a bem sucedida experiência costarriquenha com o ecoturismo.
Paralelamente ao 2º Seminário Internacional de Ecoturismo e Desenvolvimento Sustentável haverá a entrega do Prêmio Ecoturismo 2004 para empresas, destinos turísticos e projetos ambientais envolvidos com a preservação do meio ambiente.
São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião e o Instituto Florestal do Governo do Estado, juntos com a Editora Ecoturismo, não medem esforços para que o seminário seja um sucesso.
O novo programa de ecoturismo de São Sebastião, que será apresentado durante o 2º Seminário Internacional de Ecoturismo e Desenvolvimento Sustentável, já conta com o apoio da Federação Pró-Costa Atlântica, que demonstrou interesse em participar deste processo.
Os responsáveis pela elaboração desse programa, Edson Lobato, diretor do Núcleo São Sebastião do Parque Estadual da Serra do Mar; Nivaldo Simões, diretor municipal de Meio Ambiente e Daniel Augusto, diretor municipal de Turismo estão confiantes de que com essas inovações o município passará a receber, anualmente, um número maior de visitantes, independente da estação do ano.
Basicamente, o programa prevê a reciclagem dos guardas-parque e monitores ambientais já existentes e o lançamento de um novo curso para que sejam selecionados e contratados mais 40. Segundo Edson Lobato, “as funções desses técnicos ambientais são de prevenção, educação e fiscalização da qualidade do potencial do ecoturismo do município, como também de controlar as trilhas, as áreas de entorno e do interior do Parque Estadual de São Sebastião”.
Desse programa consta ainda a instalação de corrimãos, escadas, decks, placas de sinalização, elaboração de mapas, compra de uniformes, aparelhos de rádio comunicação e transporte. Além disso a infra-estrutura das trilhas da Cachoeira do Itu e da Praia Brava, ambas em Boiçucanga, serão viabilizadas de acordo com estudo realizado pela ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP, para garantir a qualidade, a segurança e a manutenção do ecossistema do parque”.
Para a finalização do programa, ainda esse mês, a comissão organizadora do projeto estará se reunindo com os responsáveis pelo ecoturismo das cidades de Bonito, no Mato Grosso e de Brotas, no interior de São Paulo, reconhecidas pela experiência nesse segmento. Em Bonito, para obter mais informações sobre a solução encontrada para conciliar as áreas particulares e o programa existente e , em Brotas, para ver de perto toda a infra-estrutura necessária para o bom desenvolvimento da prática de esportes radicais, que também será inserido no projeto de São Sebastião. (Fonte: PMSS)

Funcionários demitidos da Dersa denunciam empresa ao Ministério do Trabalho

São Sebastião - Mais dez funcionários foram demitidos na última semana pela Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A), que administra o Porto de São Sebastião.
Com essa medida, chega a 23 o número de dispensados, em menos de cinco meses. A justificativa da empresa seria contenção de despesas.
Trata-se de guardas portuários concursados que realizam a segurança e a vigilância do porto, detendo inclusive o poder de polícia.
A maioria deles, com quase 20 anos de serviços, recebia mensalmente salário em torno de R$ 1 mil.
Ocorre que esses funcionários entraram com uma denúncia ao Ministério do Trabalho, alegando que a Dersa supriu as vagas com a contratação de mão-de-obra terceirizada, ou seja, 20 vigias não-concursados, o que, segundo eles, contraria as leis federais e estaduais que obrigam o cargo de guarda portuário para a função, e não, vigias.
Além disso, denunciam que a empresa contratou um engenheiro agrônomo para um cargo técnico com salário de R$ 8 mil.
Nota emitida pela Receita Federal atesta que os cargos devem ser preenchidos realmente por guardas portuários concursados, treinados e supervisionados pelo administrador portuário.
O grupo de funcionários encaminhou o caso ao Sindicato dos Trabalhadores em Capatazia de Retro-portuários e Administração em Geral dos Serviços Portuários do Estado de São Paulo, que deverá entrar com um mandado de segurança contra a Dersa, por descumprimento da lei.
“Estamos com a lei de nosso lado. Se for cumprida, teremos nossos empregos de volta”, analisa um dos funcionários demitidos, Luiz Fernando Santana Barroso. (Fonte: Correio do Litoral)

Carro pega fogo na Rio-Santos

São Sebastião - Na tarde de hoje, o veículo “Parati”, placa FDF8888, conduzido pelo senhor José Benes, conhecido na cidade por “Pepisco”, presidente da Cooperativa de Transporte de Cargas de São Sebastião, seguia pela Rodovia Rio-Santos na altura da praia das Pitangueiras, quando após uma pane elétrica veio a incendiar-se.
“O susto foi enorme, mas graças a Deus foram apenas prejuízos materiais”, disse Benes.
Motoristas que passavam pelo local ajudaram no combate ao incêndio, que consumiu todo o compartimento do motor do veículo.
A polícia rodoviária e os agentes do Detraf estiveram no local orientando o trânsito, pois o trecho onde ocorreu o acidente fica logo após uma curva, onde há uma longa subida, tornando o tráfego difícil. (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Setur Marketing Político e Assessoria de Imprensa

Correspondente da Reuters se encanta com Ubatuba

Ubatuba - A cidade recebeu na última semana o correspondente Alex Mleczko, da Agência Reuters, a maior prestadora de notícias do planeta. O motivo desta importante visita ao nosso município foi a ida de nossa representação à maior feira mundial de turismo, a ITB, em Berlim. "O Sr. Alex esteve fazendo um "site-inspection", uma visita técnica à nossa cidade. Ele teve pouco tempo, mas pudemos transmitir-lhe claramente o potencial de Ubatuba", informa Luiz Felipe Azevedo, da Belmar Viagens, que esteve acompanhando o repórter em Ubatuba.
"Este foi mais um resultado positivo de nossa ida a Berlim", comemora Fábio Lucchesi, relações públicas do hotel Recanto das Toninhas, que esteve na ITB, em companhia do secretário de turismo Sérgio Carvalho. "A Agência Reuters de Berlim, através do Sr. Sidney, que é o diretor da sucursal, solicitou ao Sr. Alex que viesse conhecer a nossa cidade. Tenho certeza de que ele adorou, e estará levando a melhor das impressões", completou Lucchesi.
"Foi uma experiência incrível, infelizmente não tenho tempo para poder conhecer mais coisas, mas com certeza voltarei", relatou um sorridente Alex. "Vocês tem maravilhas que desconhecemos, com certeza muita gente vai ficar interessada. É importante ressaltar que muitas regiões ditas turísticas pelo mundo, também possuem dificuldades. Mas não é por isso que o turismo deve ser evitado, muito pelo contrário. Afinal, o turismo é um importante instrumento de fomento", finalizou o repórter, enquanto saboreava um tradicional palmito na brasa. Ele levou o material audio-visual de Ubatuba (criado especialmente para a feira), o guia de fotos do Litoral Virtual, diversos panfletos, mapas e muitas informações sobre a cidade.
A visita do município de Ubatuba à feira de Berlim contou com o apoio do Governo Federal, através do Ministério do Turismo e Embratur, do Governo do Estado de São Paulo, através do Dade (departamento de apoio ao desenvolvimento das estâncias), Prefeitura de Ubatuba, Comtur, Sindicato de Hotéis, Sindicato das Pousadas e Associação Comercial, com a coordenação da Secretaria de Turismo de Ubatuba. (Fonte: Luiz Felipe Azevedo -  www.ubatubasurfcam.com.br )

Jornalista acompanha pescaria de lulas em Ubatuba

Ubatuba - Na última semana o correspondente da Agência Reuters Berlim, Alex Mleczko, esteve visitando vários locais em nossa cidade. A praia da Almada foi um dos pontos de visitação onde o repórter esteve, onde acompanhou a chegada dos barcos da comunidade caiçara da Almada.
Várias geladeiras carregadas de lulas foram trazidas até a praia, surpreendendo o nosso visitante. "Certamente nunca acompanhei nada parecido. É muito interessante o fato da comunidade estar envolvida com o mesmo objetivo", ponderou Alex, que parabenizou a todos os pescadores. (Fonte: Luiz Felipe Azevedo - colaboração: www.ubatubasurfcam.com.br )

I Festival do BONSAI de Ubatuba

Ubatuba - O NATURALI Garden Center e a Bonsai Mizuno promovem o I Festival do BONSAI de Ubatuba. De 9 a 24 de Abril, das 9:00 às 18:00 horas,. o público poderá visitar a exposição com cerca de 70 bonsais verdadeiros e conhecer diversas plantas premiadas. A coleção da família Mizuno é o resultado da arte passada de pai para filho há três gerações.
Eduardo Mizuno, um dos maiores especialistas do Brasil, explica que apesar de ter se originado na China, o bonsai ganhou fama mundial a partir do Japão. A palavra bonsai vem do japonês e é formada por dois ideogramas (letras que exprimem uma idéia): bon, que significa bandeja ou vaso raso e sai, que quer dizer plantar, cultivar.
No século XII, estudiosos japoneses visitaram a china para aprender seus costumes, arte e cultura. Foi nessa época que o Japão recebeu grande influência cultural e religiosa da China. No Brasil, Além das espécies japonesas que já haviam sido introduzidas, vários mestres moldaram grandes obras de arte utilizando plantas indígenas, em especial as mirtáceas, com suas folhas brilhantes e frutos vistosos. Hoje, cerejas-gaúchas, pitangueiras e jabuticabeiras podem ser encontradas e apreciadas nas melhores coleções, nada ficando a dever aos tradicionais pinheiro negro e ácer da montanha. A única limitação no seu uso diz respeito aos estilos que podem ser desenvolvidos, pois essas espécies não trazem bons resultados em determinados estilos, como o ereto formal (chokkan). A mistura das técnicas tradicionais com as plantas brasileiras está criando o bonsai com "jeitinho brasileiro". Tudo isso poderá ser visto no Festival. Os interessados em iniciar na arte dos bonsais, poderão assistir a Palestras gratuitas ministradas pelo próprio Eduardo Mizuno – as vagas devem ser reservadas com antecedência no NATURALI Garden Center que fica na Rua Robilard Marigny, 709 – Itaguá (300 metros do trevo do Itaguá) ou pelo telefone (12) 3833-6009. (Fonte: Naturali)

Gincana ambiental é atração do Circuito Petrobrás de Surfe Feminino
Ação realizada em Itamambuca estimula a reflexão sobre o lixo na praia

Ubatuba - Dezenas de jovens e crianças participaram neste domingo, dia 04 de abril, da 2ª Gincana Jogo Limpo, que aconteceu em Itamambuca, dentro do Circuito Petrobrás de Surfe Feminino. A gincana foi organizada pela SAI, com apoio da EAB Imóveis, escolinha de Surfe do Zecão e Escola Municipal Honor Figueira.
O objetivo do evento foi sensibilizar o público em relação ao lixo que é jogado na praia, de uma maneira divertida. Os participantes foram divididos em três equipes, que tinham cinco minutos para cumprir cada uma das seguintes tarefas: criar um grito de guerra com as palavras “surfe” e “praia limpa”, recolher o lixo da praia e usá-lo para fazer a escultura de um animal marinho. Cada grupo retirou de 100 a 200 detritos, como garrafas e copos de plástico, diversas embalagens de papel e de granola “cróqui”, vários canudinhos e muitos filtros de cigarro. No total, foram retirados aproximadamente seis quilos de lixo.
Enquanto as equipes cumpriam as tarefas, o público era convidado a responder perguntas sobre o lixo, que valiam um adesivo. Uma das questões, por exemplo, era o que se deve fazer com pilhas e baterias usadas? Resposta certa: devem ser separadas e encaminhadas a um posto de coleta especial, porque contêm metais pesados, que podem contaminar a água e o solo quando jogadas em locais inadequados.
Ao final, todas as equipes foram premiadas, porque contribuíram para a limpeza da praia, a grande vencedora da gincana.
Replantio – Outra atividade ecológica que integrou a programação do Circuito Petrobrás de Surfe Feminino foi o replantio de mudas de jundu, produzidas no viveiro da SAI, para o projeto de recuperação de áreas degradadas. O jundu, ou salsa-da-praia, cresce em solo arenoso, impedindo o processo de erosão, provocado pela ação dos ventos e marés. Apesar de sua inegável importância para o equilíbrio do ecossistema, essa é uma vegetação muito destruída pelo homem e está ameaçada de extinção.
Preocupada em não agredir a vegetação nativa, a organização do Circuito Petrobrás de Surf Feminino montou um palanque aéreo, todo de bambu, evitando assim a depredação do jundu, fato que vinha se repetindo a cada campeonato.

Estado libera verba para construção de casas na Caçandoca

Ubatuba - O secretário de Estado da Habitação e presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), Barjas Negri, e o secretário de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania, Alexandre de Moraes, assinaram na última semana protocolos de intenções com sete prefeituras do Estado, entre elas, Ubatuba, para a construção de 708 moradias pelo Pró-Lar Moradias Quilombolas.
As moradias beneficiam 17 comunidades quilombolas no Estado de São Paulo, entre elas, a da Caçandoca, onde vivem cerca de 30 famílias reconhecidas como remanescentes.
O investimento total em todo o Estado ultrapassa a ordem de R$ 5 milhões.
A partir da assinatura dos Protocolos de Intenções, serão iniciados os trabalhos para o desenvolvimento de projetos dos empreendimentos em cada uma das comunidades beneficiárias.
Depois, serão firmados os convênios para efetivar a produção das moradias.
O Pró-Lar Moradias Quilombolas foi especialmente desenvolvido para garantir melhores condições habitacionais às comunidades quilombolas do Estado.
Trata-se de uma iniciativa pioneira, que promove o resgate dos valores históricos dessas comunidades, a valorização de suas manifestações culturais e a preservação de seus usos e costumes.
A atuação do programa é voltada para comunidades reconhecidas e indicadas pelo Itesp (Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo).
Como as terras são de uso coletivo, as famílias não se tornam mutuárias da CDHU, por isso os recursos aplicados no programa são a fundo perdido. (Fonte: Correio do Litoral)

Convite:
III Audiência Pública sobre Terras Caiçaras

OBJETIVO: A Audiência, cuja finalidade será abordar assuntos referentes às questões agrárias, ambientais, culturais e históricas de nosso povo caiçara, trará informações importantes para a população em geral, bem como subsidiar lideranças em defesa de nossos direitos.

PROGRAMAÇÃO
DATA: 21/04/2004 (quarta-feira)
HORÁRIO: 14 às 18 horas
LOCAL: Câmara Municipal de Ubatuba

14 h - Abertura.
Vereador Domingos dos Santos.

14:10 h - Apresentação das autoridades e ONGs convidadas para o Seminário e Composição da Mesa.
Jairo dos Santos Coordenador da ADPC.

14:15 h - Palestra “Comunidades Tradicionais como fator de preservação”.
Convidado: Antônio Carlos Diegues.
Professor da USP e Coordenador da NUPAUB.

15:00 h - Palestra “O governo Lula e as comunidades tradicionais”
Convidado: Deputado Federal Luís Eduardo Greenhalg- PT.

15:45 h - Palestra “O papel do Ministério Público Federal na Defesa das Populações Tradicionais”.
Convidada: Dra. Maria Luiza Grabner.
Procuradora do Ministério Público Federal

16:30 h - Palestra “Indenização Ambiental na Serra do Mar”.
Convidado: Deputado Estadual Vanderlei Siraque- PT.

17:15 h - Depoimento dos Caiçaras Tradicionais: Genésio dos Santos, Reinaldo Matheus, Isaltina Maria dos Santos Prado, Luzia Borges de Jesus e outros.

17:45h - Perguntas.

18:00 h - Encerramento.

Contamos com sua presença, salientando sua importância e lembrando que durante o evento será realizada a eleição da nova diretoria da ADPC, e comunicamos que a audiência será aberto ao público em geral.

Ação Litoral

Artigo Topo

Redução do número de vereadores

Não diria que foi oportuna, pois, já tardava uma decisão da Justiça Eleitoral sobre a regularização do número de Vereadores nos pequenos municípios. A Constituição de 88 teve enunciado elástico, pois, se no Art. 29, IV, estabeleceu a proporcionalidade desse número ao tamanho da população, no sub-ítem (a) diz: “mínimo de nove e máximo de vinte e um nos municípios de até um milhão de habitantes”. Portanto, os municípios pequenos poderiam ter de 9 a 21 Vereadores. Esta largueza de definição remeteu às Câmaras de Vereadores a incumbência de legislar sobre o número exato. E a desproporcionalidade tornou-se a regra, como era de se esperar, até que um Município de 2.651 habitantes – Mira Estrela (o que miravam seus legisladores?), resolveu extrapolar e estabeleceu 11 Vereadores.
Lastimável que a Constituição de 88 não repetisse a de 67, no que tange à organização dos Municípios, que era atribuição de cada Estado, atendendo às peculiaridades locais e que determinava no Art. 16, Parágrafo 2º: “Somente terão remuneração os Vereadores das Capitais e dos Municípios de população superior a 100 mil habitantes...” Este número, posteriormente, pela Emenda no.1, promulgada em 69, passou a ser de 200.000 habitantes.
Muitas razões podem ser invocadas na defesa deste ditame da Constituição de 67: a) vereança, em município pequeno, tem custo desproporcional sobre o orçamento municipal, reduzindo em idêntico valor os investimentos em benefício da população; b) vereança, em tais municípios ocupa, relativamente, pouco tempo. A maioria dos Vereadores tem outra ocupação principal. Além do mais, normalmente, só acontece uma sessão da Câmara por semana; c) vereança, é o aprendizado inicial na política. A não remuneração desvincula a nobre vocação pública do mesquinho interesse pessoal pecuniário. Desta forma, é um desestímulo a quem vise mais a remuneração e não são poucos os que assim se portam.
Obviamente, existem argumentadores (argumentos, talvez?), contrários à vereança não remunerada, em maior parte pelos que querem ganhar dinheiro na vida pública. É por aí que o desatino começa e depois, só nos resta ver as fortunas amealhadas, sem qualquer explicação plausível. É o cargo público como meio de enriquecimento ilícito - o grande cancro deste País, especialmente a nível municipal, aceito, porém, até por boa parte de nossa gente, com reeleição do gatuno e gentilezas protocolares e muita “dificuldade” de se provar a roubalheira visível a olho nu. Notem-se as obras superfaturadas, mal feitas, com várias cartas-convite sobre uma mesma obra ao invés da licitação pública; os “pedágios” para obtenção de certas licenças; as “sociedades” com empresas prestadoras de serviços; os contratos de “emergência” e os de “notória” especialização, etc. O prezado leitor conhece algum caso raro destes, talvez?
Pois bem, voltando “ao leito normal do rio”, foi muito boa, para todos os municípios pequenos, essa redução de Vereadores. Congratulamo-nos com dois Vereadores de Ubatuba que, neste caso, colocaram-se na linha da defesa do interesse público - Gerson de Oliveira e Andrade Henrique dos Santos, tendo o Vereador Gerson se proposto, até, a fixar em 9 o número em Ubatuba. Congratulações, também, aos demais nos outros municípios que se alinharam com eles, contrariando interesses corporativos. Vemos, todavia, que não faltaram os que, com a velhacaria de sempre, argumentam que isto reduz a “representatividade” e prejudica os pequenos partidos (para que tantos?). Para não nos delongarmos, diríamos que no dia em que tivermos o voto distrital, que se ajusta como uma luva ao município, poderemos identificar, qualificar e eleger dentro do critério da representatividade específica. Representatividade inespecífica, como é o caso atual, só pode ser alegada como prejudicada por quem queira confundir a opinião pública. Houvesse essa representatividade que se diz ameaçada e não teríamos Câmaras Municipais tão inúteis, tão vazias de conteúdo, tão ineptas na fiscalização do Executivo, tão incompetentes na obrigação de legislar, tão demagógicas, tão mais representativas, isto sim, dos interesses dos respectivos Executivos do que dos da população, numa inversão total de função.
Se temos de remunerar, em razão da “Constituição Cidadã” de 88, pelo menos vamos, agora, remunerar o menor número legal de Vereadores. Podem ter, todos, a certeza de que a população ficará tão bem servida quanto dantes por essa tardia, mas, sempre desejada decisão do Superior Tribunal Eleitoral. O resto, é lengalenga em causa própria.

Ernesto F.Cardoso Jr
Efcardosojr@uol.com.br

Crônica Topo

Guerreiros da Luz

Quando os cursos d’água correm na horizontal não há o que temer.
No entanto, se por razões de relevo, as águas passarem a fluir na direção vertical, é chegada a hora do guerreiro da luz tornar-se cauteloso.
No cerrado do Planalto Central estão as mais belas quedas-d’água do país.
Serão preservadas das hecatombes futuras quando o planeta ficará submerso. Então, só restará uma pequena porção de terra onde nascerá uma nova civilização.
Será o início da era dos iluminados. Todos nascerão eleitos deputados federais. Nesse cenário de paz e esperança, surgiu, nos anos da década de 1980, a “Associação Fraterna Novo Mundo”, cujo objetivo era lutar por uma sociedade alternativa, promover o aperfeiçoamento espiritual dos membros e observar discos voadores.
Fazia ainda parte dos hábitos, dos sócios da fraternidade, tomar banhos de cachoeira.
É necessário abrir parênteses. O Planalto Central do Brasil é uma das regiões mais plenas de energia do planeta, se não for a que tem o maior poder cósmico concentrado. Basta olhar para os políticos que tanto se modificam quando vão para lá. A força cósmica toma seus espíritos, tornando-os voluntariosos e realizadores.
O ex-presidente Fernando Collor de Mello com sua vibrante juventude constitui o melhor exemplo do que acabo de dizer. Entretanto, ele cometeu um erro fatal.
Poucos atentaram ao fato, mas o presidente, ao construir uma cascata na Casa da Dinda, alterou radicalmente o fluxo da energia, sobrecarregando os chackras de todos os que lá entravam. Inclusive o dele, de sua esposa e de seu amigo PC Farias.
O resultado foi aquele que conhecemos.
Na verdade, desde há muito tempo que se sabe que há um grande perigo envolvendo as cachoeiras e também é sabido que delas se pode obter energia infinitamente.
Voltaremos um pouco no tempo. Vamos nos situar em meados da década de 1990, quando o hoje ministro Luiz Guschiken usava cabelos longos e vasculhava os céus em busca de alienígenas.
Seu irmão de fraternidade, Waldomiro Diniz, ainda era um simples postulante à condição de guerreiro da luz, mas também gostava de procurar discos voadores, e tomar banhos de cachoeira.
Nessa época, Waldomiro era um homem de fé, digno da confiança de todos que estavam ao seu lado. Era amigo próximo dos que hoje estão na cúpula do poder e aos quais traiu. Costumava de vez em quando comer buchada de bode com o então candidato Lula, grande apreciador desse prato, ou melhor, grande apreciador de pratos. Todos os pratos.
O que teria motivado a mudança no caráter de Waldomiro, que fez com que ele preferisse, aos banhos de cachoeira, envolver-se com o sinistro Cachoeira? O que teria levado o aspirante a guerreiro da luz a bandear-se para o lado do mal, traindo não só aos amigos, mas também à constituição brasileira.
Pegou propinas para uso político. Infâmia inédita em nossa terra.
A mudança começou por volta de 19 de junho de 1996, quando Guschiken e Waldomiro voltavam, plenos de energia, de um banho de cachoeira. Sempre as cachoeiras.
Eles estavam famintos, naquela noite seria servido tofu grelhado acompanhado de leite de soja. Se chegassem cedo poderiam encontrar sobras do lanche da tarde, torta de noz-moscada com compota de jiló.
Quando a distância era de aproximadamente quarenta e dois quilômetros da sede da Fraternidade, já era quase noite. Eles então perceberam que havia uma luz brilhante, pouco acima da linha do horizonte. Pararam para apreciar.
Não era um planeta, não era uma estrela, não era um míssil, não era uma bala, nem tampouco o Super-Homem. O que seria?
A luz iniciou uma aproximação, eles, a princípio curiosos, ficaram aterrorizados, os longos cabelos de Guschiken começaram a arrepiar, estão assim até hoje. Em poucos minutos a luz estacionou sobre eles. Era um objeto circular, com uns trinta metros de diâmetro. O veículo desceu e ficou pairando há poucos metros de distância.
Uma porta abriu-se e três homenzinhos de olhos grandes desceram. Caminharam na direção deles, mas quando viram Guschiken com os cabelos arrepiados, ficaram assustados. Voltaram para a nave e partiram. Se a nave tivesse pneus poder-se-ia dizer que partiram cantando os pneus. Como não tem, nada será dito.
O que aconteceu naqueles breves instantes nunca se saberá. Waldomiro naquela noite não quis saber de tofu e nem tocou no leite de soja, foi até a cidade mais próxima onde comeu picanha, cupim, tomou duas cervejas e uma coca-cola.
Depois deu um arroto durante as preces para o santo pólen.
Aos poucos abandonou a Fraternidade e passou a ser visto com o tal de Cachoeira, que viria a torná-lo astro de um curta-metragem de grande repercussão. Guschiken desde esse dia cortou os cabelos, embora continuem divergentes. Também insiste em dizer que não conhece Waldomiro, nem nunca conheceu. Amnésia?
Há controvérsias a respeito de um lapso de tempo. Embora o encontro com os alienígenas tivesse durado apenas alguns instantes, eles só retornaram para a Fraternidade horas depois. Não conseguem lembrar-se do que aconteceu nas horas que desapareceram de suas vidas. Há a hipótese de abdução, quando então Waldomiro teria recebido a implantação de um chip.
Hoje ele estaria a serviço dos alienígenas. É a única explicação para o estranho comportamento.
Abduzido e chipado por alienígenas malfazejos, interessados em desestabilizar o governo progressista do presidente Lula, que está causando repercussão não só na Brasil, mas no planeta Terra, no Sistema Solar, na Galáxia e no Universo.
Pelo tipo de ação e pelo medo acintoso de um japonês, os alienígenas parecem ser Incas Venusianos.
Segundo o manual dos alienígenas, é um povo que professa a prática neoliberal.
Tucanos do espaço.

Sidney Borges
www.lojasmurray.blogger.com.br/index.html

Carta do Leitor Topo

Caiçara não é vagabundo I - Cansamos de ouvir meu caro Ibyapara, que o caiçara é o grande culpado por tudo. Mas você conseguiu em belíssimas palavras exprimir um sentimento completo, coerente e definitivo. Quem fala de caiçara pode ter certeza que são aqueles que vieram de suas terras e pouco ou nada lá contribuíram e as vezes até corridos de lá foram; não conhecem a história e falam de ouvir dizer. Só aqui em Ubatuba se dá valor a quem chega de qualquer canto e nem se sabe de onde ou o que fez por lá; aqui se consegue cargo com uma facilidade!!!! Basta dizer que fez, foi ou sei lá o quê....Pronto!!! É o máximo!! Ê Ubatuba, pródiga em rejeitar os seus em troca dos outros que nada mais querem do que explorá-la como uma prostituta barata e dispensá-la logo após satisfeitos seus desejos mais obscenos. Parabéns Ibyapara por um escrito tão profundo e didático!Aprenda quem quiser.

Tony Luiz - radialista
Ubatuba, SP


Caiçara não é vagabundo II - Prezado Leitor Ibyapara: Parabéns pelo artigo "O caiçara é vagabundo?" Fico grato por ter esclarecido a questão da nomenclatura, que sempre me deixou curioso, e a partir de hoje vou usá-la.
Quanto às questões que afligem o povo caiçara, concordo com a necessidade de indignaçao frente à afirmação de que "caiçara é vagabundo". Tenho acompanhado cada vez mais de perto a história desse povo e tomado conhecimento do quanto o "progresso" foi maléfico a eles, pois os donos das nossas praias de Ubatuba deveriam ser hoje pessoas com a vida economicamente resolvida, tão grande é o valor de suas terras. E o que vemos é uma grande maioria deles vivendo em condições indignas e muitas vezes até miseráveis, fruto de sua exploração e da expropriação de terras que a maioria sofreu.
O respeito que esse povo merece deve em primeiro lugar ser dado pelas nossas autoridades, que deveriam saber que a história e a cultura são partes ricas do patrimônio de um local, seja uma cidade, um estado ou um País, e as autoridades hoje no poder em Ubatuba sequer ligam para esse detalhe e ainda contribuem para que a exploração continue.
O início da solução desse problema e de uma "reparação histórica", que nunca será total, passa sem a menor sombra de dúvida pela substituição total do grupo político que hoje domina Ubatuba. Isso inclui não só trocar o prefeito, como também identificar e isolar todas as pessoas e setores que se beneficiam de privilégios e vantagens no uso do poder, prática que é a principal responsável pela situação que se encontram não só os "caiçaras autênticos" como também os caiçaras de coração que como eu vieram para Ubatuba por opção de vida e aqui pretendem viver e morrer. A (re)construção de Ubatuba passa necessariamente pela educação e esclarecimento político da população em geral, e essa é uma tarefa de todos que já tem essa verdade clara em suas mentes.
Como já escrevi no litoral virtual, torno a repetir: "Outubro se aproxima e é responsabilidade de cada um de nós escolher corretamente o melhor para Ubatuba". Todos temos que discutir, ouvir, argumentar, pesquisar, conhecer bem os candidatos, para votar muito conscientemente, em propostas e princípios políticos. A chance de mudar passa por esse caminho.

Mauricio Moromizato
Cirurgião Dentista
Ubatuba, SP


Um amigo deputado - Recebi o texto abaixo que provocou em mim algumas reflexões. Se você entender que ele se presta à publicação, fique à vontade. Abraço.

Thomas De Carle
Ubatuba, SP

Um sujeito vai visitar um amigo deputado e aproveita para lhe pedir um emprego para o filho que tinha acabado de completar o supletivo do primeiro grau.
-Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom...
- Quanto é doutor?
- Pouco mais de dez mil reais!
- Dez mil? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que fazer com tudo isso não, doutor! Não tem uma vaguinha mais modesta?
- Só se for para trabalhar na Assembléia. Meio período. E eles estão pagando cinco mil!
- Ainda é muito, doutor! Isso vai acabar estragando o menino! O senhor não tem um emprego que pagasse uns mil ou até mil e duzentos reais?
- Ter eu até tenho. Mas aí e só por concurso e é para quem tem curso superior em Engenharia, Administração, Medicina, Economia, Direito ou Contabilidade, etc... E ainda tem que ter bons conhecimentos em informática além de Inglês, Francês e Espanhol.

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Vista do Pico do Corcovado

Vista do Pico do Corcovado
©Audi Fotos


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:

Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor